Você está na página 1de 6

01 Q905784 Direito Constitucional Direitos Individuais - Remédios Constitucionais e Garantias Processuais

Ano: 2018 Banca: FUMARC Órgão: PC-MGProva: Delegado de Polícia


BETA

A partir de julgamentos de mandados de injunção coletivos, em 2007, entre eles o MI 708, o Supremo Tribunal
Federal alterou seu entendimento acerca dos efeitos e da abrangência da decisão. Corresponde a essa mudança:

a) O Supremo Tribunal Federal manteve seu entendimento, consolidado desde a promulgação da


Constituição Federal, de se conceder a ordem injuncional, afirmando a competência do Judiciário para
regulamentar, no caso concreto, a falta da norma regulamentadora.

b) O Supremo Tribunal Federal manteve seu entendimento, segundo a maioria dos Ministros, de não se
conceder a ordem injuncional, afirmando que compete ao Judiciário apenas cientificar o órgão
competente para a elaboração da norma regulamentadora, sem obrigá-lo.

c) O Supremo Tribunal Federal passou a aplicar, no entendimento da maioria dos Ministros, a teoria
concretista, afirmando a competência do Judiciário para regulamentar, no caso concreto, a falta da
norma regulamentadora.

d) O Supremo Tribunal Federal passou a aplicar, no entendimento da maioria dos Ministros, a teoria não
concretista, afirmando a impossibilidade de o Judiciário regulamentar, no caso concreto, a falta da
norma regulamentadora.

02 Q905785 Direito Constitucional Direitos da Nacionalidade

Ano: 2018 Banca: FUMARC Órgão: PC-MGProva: Delegado de Polícia


NÃO constitui cargo privativo de brasileiro nato:

a) Ministro de Estado da Defesa.

b) Oficial das Forças Armadas.

c) Presidente da Câmara dos Deputados.

d) Senador da República.

03 Q905786 Direito Constitucional Poder Legislativo

Ano: 2018 Banca: FUMARC Órgão: PC-MGProva: Delegado de Polícia


É imunidade extensível aos vereadores:

a) Autorização prévia da Assembleia Legislativa, por maioria de dois terços, para ser processado
penalmente.

b) Inviolabilidade por suas opiniões, palavras e votos, no exercício do mandato e na circunscrição do


Município.

c) Inviolabilidade por suas opiniões, palavras e votos, no exercício do mandato e na circunscrição do


Município, e a prisão somente em caso de flagrante delito inafiançável, desde a diplomação.

d) Prisão somente em caso de flagrante delito inafiançável, desde a diplomação.

04 Q905788 Direito Constitucional Poder Legislativo

Ano: 2018 Banca: FUMARC Órgão: PC-MGProva: Delegado de Polícia


É da competência exclusiva do Congresso Nacional, que independe da sanção do Presidente da República:

a) concessão de anistia.

b) criação e extinção de Ministérios e órgãos da Administração Pública.


c) fixação do subsídio do Presidente e do Vice-Presidente da República e dos Ministros de Estado.

d) fixação do subsídio dos Ministros do Supremo Tribunal Federal.

05 Q905790 Direito Constitucional Controle de Constitucionalidade

Ano: 2018 Banca: FUMARC Órgão: PC-MGProva: Delegado de Polícia


Segundo entendimento do Supremo Tribunal Federal proferido em Ação Direta de Inconstitucionalidade julgada
em 2017, no que tange a ações penais ajuizadas em face de Governador de Estado, é CORRETO afirmar:

a) Com base no princípio da simetria, as Assembleias Legislativas devem autorizar, por dois terços de
seus membros, a instauração de ação penal contra o Governador por crimes comuns.

b) O recebimento de ação penal contra Governador de Estado pelo Superior Tribunal de Justiça acarreta
o seu afastamento automático do cargo.

c) Os estados-membros têm competência para legislar sobre crimes de responsabilidade.

d) Os estados-membros não têm competência para editar normas que exijam autorização da Assembleia
Legislativa para que o Superior Tribunal de Justiça (STJ) instaure ação penal contra Governador de
Estado.

06 Q905791 Direito Constitucional Controle de Constitucionalidade

Ano: 2018 Banca: FUMARC Órgão: PC-MGProva: Delegado de Polícia


Segundo precedentes do Supremo Tribunal Federal, a comprovação da relação de pertinência temática em ação
direta de inconstitucionalidade e ação declaratória de constitucionalidade NÃO é exigida para

a) o Conselho Federal das Ordem dos Advogados do Brasil.

b) Mesa de Assembleia Legislativa ou da Câmara Legislativa do Distrito Federal.

c) entidades de classe de âmbito nacional.

d) confederações sindicais.

07 Q905792 Direito Constitucional Ordem Econômica e Financeira

Ano: 2018 Banca: FUMARC Órgão: PC-MGProva: Delegado de Polícia


É objetivo da Ordem Econômica elencado no art. 170 da Constituição Federal:

a) Assegurar a todos existência digna, conforme os ditames da justiça social.

b) Assegurar o desenvolvimento nacional.

c) Garantir a livre concorrência.

d) Valorizar o trabalho humano e a livre iniciativa.

08 Q903387 Direito Constitucional Direitos Individuais - Remédios Constitucionais e Garantias Processuais

Ano: 2018 Banca: FUMARC Órgão: COPASAProva: Advogado


O procedimento da ação constitucional de mandado de segurança ADMITE que, em seu âmbito, seja realizado
controle de constitucionalidade?

a) Sim, desde que o controle seja incidental e em concreto.


b) Sim, apenas se o mandado de segurança for de competência do Supremo Tribunal Federal.

c) Sim, apenas se o controle for objeto principal de mérito.

d) Não, porque o mandado de segurança não pode ser impetrado contra lei em tese.

09 Q903388 Direito Constitucional Teoria dos Direitos Fundamentais

Ano: 2018 Banca: FUMARC Órgão: COPASAProva: Advogado


A norma que prevê o princípio constitucional da dignidade da pessoa humana pode ser corretamente definida
como

a) norma de estrutura principiológica, de eficácia plena e direta, mas dependente de previsão legal para
que obrigue a Administração Pública.

b) norma de estrutura principiológica, de eficácia plena, direta e imediata, obrigando, portanto, toda
pessoa, órgão ou agente do Estado.

c) norma programática, portanto, insuscetível de ser oposta ao poder público ou a quem lhe faça as
vezes.

d) preceito político despido de sentido jurídico.

10 Q887260 Direito Constitucional Teoria dos Direitos Fundamentais

Ano: 2018 Banca: FUMARC Órgão: CEMIG - MGProva: Advogado


a
Sobre o direito de petição previsto no Art. 5º, XXXIV, , da Constituição da República Federativa do Brasil de
1988, é INCORRETO afirmar que

a) alcança as autoridades de qualquer dos três poderes, da Administração Direta e indireta.

b) os prestadores de serviço público da Administração Indireta também estão vinculados ao direito


constitucional de petição.

c) seu exercício exige previsão legal de procedimento administrativo específico para peticionamento à
pessoa, ao órgão ou à autoridade em questão, o que se conclui por ser a norma constitucional que o
prevê de eficácia limitada.

d) sua violação por parte de autoridade pública, quaisquer que sejam as funções que exerça, pode
desafiar mandado de segurança ou habeas data
conforme o direito pleiteado na petição.

11 Q887261 Direito Constitucional Direitos Individuais - Remédios Constitucionais e Garantias Processuais

Ano: 2018 Banca: FUMARC Órgão: CEMIG - MGProva: Advogado


A assertiva que contém informação integralmente correta acerca da ação constitucional de mandado de
segurança é:

a) A competência para julgamento da ação de mandado de segurança é definida conforme o domicílio do


impetrante.

b) A figura da autoridade coatora alcança pessoas físicas que atuem no exercício de atribuições do poder
público, ainda que não possuam vínculo de pertencimento organizacional com órgão ou pessoa da
Administração Pública.

c) Órgãos despersonalizados não podem figurar como legitimados ativos em mandados de segurança,
ainda que possuam capacidade processual.

d) Os administradores de pessoas jurídicas de direito privado da Administração Pública são considerados


autoridades coatoras, independentemente da natureza dos atos que pratiquem.

12 Q887264 Direito Constitucional Organização Político-Administrativa do Estado


Ano: 2018 Banca: FUMARC Órgão: CEMIG - MGProva: Advogado
Todas as hipóteses abaixo elencadas expressam implicações do princípio da separação das funções sobre a
relação entre a função administrativa e as demais funções do Estado, EXCETO a que está contida na alternativa:

a) A defesa de autarquia em regime especial que, ao ser acionada judicialmente, sustenta a validade e a
intangibilidade de ato normativo por ela emitido, no exercício de competência regulatória, invocando o
seu poder discricionário na matéria sub judice
.

b) A sustação pelo Poder Legislativo de ato normativo do Chefe do Poder Executivo que extrapolou a
competência regulamentar.

c) Declaração de inconstitucionalidade de lei municipal que previa a exigência de autorização em


concreto, emitida pela Câmara Municipal, como requisito de validade para os contratos a serem
firmados por membros do Poder Executivo.

d) O exercício de poder hierárquico e do poder de tutela exercido pelo Chefe do Poder Executivo Federal,
respectivamente, sobre Ministro de Estado e Autarquia Federal.

13 Q893151 Direito Constitucional Organização do Estado – Municípios

Ano: 2018 Banca: FUMARC Órgão: Câmara de Pará de Minas - MGProva: Auxiliar de
Administração
Conforme a Lei Orgânica do Município, é CORRETO afirmar que o poder

a) emana do povo, que o exerce apenas por meio de representantes eleitos.

b) emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente.

c) pertence ao Executivo e ao Legislativo.

d) pertence ao Executivo, ao Legislativo e ao Judiciário.

14 Q893152 Direito Constitucional Organização do Estado – Municípios

Ano: 2018 Banca: FUMARC Órgão: Câmara de Pará de Minas - MGProva: Auxiliar de
Administração
O Poder Legislativo do Município é exercido

a) pela Câmara Municipal e o Juiz da Comarca.

b) pela Câmara Municipal e o Prefeito.

c) pela Câmara Municipal.

d) pelo Prefeito.

15 Q699244 Direito Constitucional Organização do Estado – Municípios

Ano: 2016 Banca: FUMARC Órgão: Câmara de Lagoa da Prata - MGProva: Assistente - Apoio
administrativo
Compete ao Município a prestação dos seguintes serviços:

a) Energia elétrica e iluminação pública.

b) Transportes coletivos estritamente municipais e iluminação pública.

c) Transportes coletivos intermunicipais e energia elétrica.

d) Transportes coletivos intermunicipais e iluminação pública.


16 Q699415
Direito Constitucional Organização do Estado – Municípios

Ano: 2016 Banca: FUMARC Órgão: Câmara de Lagoa da Prata - MGProva: Assistente - Apoio
administrativo
Acerca da liberdade religiosa em face do município, é CORRETO afirmar:

a) É vedado ao município estabelecer cultos religiosos ou igrejas, subvencioná- los, embaraçar- lhes o
funcionamento ou manter com eles ou com seus representantes relações de dependência ou aliança;

b) É vedado ao Município estabelecer qualquer colaboração de interesse público com organizações


religiosas.

c) Pode o Município definir sua religião oficial e impor a realização de cultos.

d) Pode o Município determinar o fechamento de igrejas, centros espíritas e outras instituições similares.

17 Q699416 Direito Constitucional Organização do Estado – Municípios

Ano: 2016 Banca: FUMARC Órgão: Câmara de Lagoa da Prata - MGProva: Assistente - Apoio
administrativo
Sobre a organização das funções e competências do Município, é CORRETO afirmar:

a) A Câmara Municipal é composta de Vereadores eleitos, pelo sistema proporcional, como


representantes do povo, com mandato de quatro anos.

b) Em caso de impedimento do Prefeito e do Vice-Prefeito, ou vacância do cargo, assumirá a


Administração Municipal o Juiz da Comarca.

c) O Município pode instituir e majorar tributos através de decretos, portarias e resoluções.

d) O Poder Executivo Municipal é chefiado pelo Prefeito ou pelo Secretário de Governo.

18 Q677385 Direito Constitucional Princípios Fundamentais da República

Ano: 2016 Banca: FUMARC Órgão: CBTUProva: Técnico Industrial de


Edificações
A República Federativa do Brasil rege-se nas suas relações internacionais pelos seguintes princípios, EXCETO:

a) Igualdade entre os Estados.

b) Independência nacional.

c) Não intervenção.

d) Pluralismo político.

19 Q677386 Direito Constitucional Direitos Individuais

Ano: 2016 Banca: FUMARC Órgão: CBTUProva: Técnico Industrial de


Edificações
A respeito dos direitos e das garantias fundamentais previstos na Constituição de 1988, é CORRETO afirmar:

a) A sucessão de bens de estrangeiros situados no País será sempre regulada pela lei brasileira em
benefício do cônjuge ou dos filhos brasileiros.

b) Depende de regulamentação a liberdade de associação para fins lícitos, vedada, em qualquer


hipótese, a de caráter paramilitar.

c) É livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente


de censura ou licença.

d) É livre a locomoção no território nacional em tempo de paz, não sendo permitido, contudo, que
qualquer pessoa entra, permaneça ou dele saia com seus bens.
20 Q677387 Direito Constitucional Administração Pública – Disposições Gerais e Servidores Públicos

Ano: 2016 Banca: FUMARC Órgão: CBTUProva: Técnico Industrial de


Edificações
A respeito das disposições constitucionais inerentes à Administração Pública, é CORRETO afirmar:

a) Decreto do Poder Executivo estabelecerá os casos de contratação por tempo determinado para
atender a necessidade temporária de excepcional interesse público.

b) É garantido ao servidor público civil o direito à livre associação sindical.

c) O prazo de validade do concurso público será de até dois anos, não sendo permitida, contudo, a sua
prorrogação.

d) Os vencimentos dos cargos do Poder Legislativo e do Poder Judiciário poderão ser superiores aos
pagos pelo Poder Executivo.

Respostas 01: 02: 03: 04: 05: 06: 07: 08: 09: 10: 11: 12: 13: 14:
15: 16: 17: 18: 19: 20:

← 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 →