Você está na página 1de 15

O papel do professor da

Educação Básica no processo


de inclusão social

Carlinhos Costa
Inclusão social é o conjunto de meios e ações que
combatem a exclusão aos benefícios da vida em
sociedade, provocada pelas diferenças de classe social,
educação, idade, deficiência, gênero, preconceito social
ou preconceitos raciais. Inclusão social é oferecer
oportunidades iguais de acesso a bens e serviços a todos.
Muitas vezes não sabemos como devemos nos comportar quando
nos deparamos com alguém com alguma deficiência.
Talvez a falta de formação adequada nos coloque em algumas
situações desconfortáveis no nosso dia a dia e este trabalho tem
como objetivo mostrar o desenvolvimento do professor dentro da
sala de aula com alunos especiais.
COMO AS PESSOAS COM DEFICIÊNCIAS FORAM
TRATADAS NA LEGISLAÇÃO EDUCACIONAL
1961 educação de excepcionais Lei
no que for possível
4024/61
deficiências físicas ou mentais e Lei
1971 superdotados tratamento especial
5692/71

portadores de deficiência Constituição


1988 Federal preferencialmente na rede
regular de ensino
necessidades educacionais Declaração
1994 especiais de dentro do sistema regular de
Salamanca ensino

educando com deficiência,


transtornos globais do Lei 12.796/2013 preferencialmente na rede
2013 desenvolvimento e altas habilidades regular de ensino
Alterou a LDB
ou superdotados
O conceito de exclusão social está
intimamente relacionado com o de
desigualdade uma vez que ela gera
pobreza, miséria, mortalidade,
aumento do desemprego, aumento da
violência e marginalização de parte da
sociedade.
Na educação está ligado a não oferta
de matrícula aos estudantes com
deficiência, Transtorno Global do
Desenvolvimento e dos superdotados
e altas habilidades.
O QUE CONSTITUI UMA ILEGALIDADE!
A segregação social é definida como uma
separação espacial (geográfica) de um
grupo de pessoas, em virtude de diversos
fatores, como a raça, o poder aquisitivo,
religião, etnia, educação, nacionalidade
ou qualquer outro fator que possa servir
como meio de discriminação.
Na educação está ligado ao atendimento
dos estudantes com deficiência,
Transtorno Global do Desenvolvimento e
dos superdotados e altas habilidades em
espaços exclusivos e excludentes.
TAMBÉM CONSTITUI UMA
ILEGALIDADE!
Integração social é uma ação que combate
a exclusão social geralmente ligada a
pessoas de classe social, nível educacional,
portadoras de deficiência física, idosas ou
minorias raciais entre outras que não têm
acesso a várias oportunidades..
Na educação está ligado a oferta de
matrícula aos estudantes com deficiência,
Transtorno Global do Desenvolvimento e
dos superdotados e altas habilidades,
porém sem mudança de paradigma e
adequações aos estudantes.
TAMBÉM CONSTITUI UMA ILEGALIDADE!
Inclusão social é o conjunto de meios e
ações que combatem a exclusão aos
benefícios da vida em sociedade,
provocada pelas diferenças de classe
social, educação, idade, deficiência,
gênero, preconceito social ou
preconceitos raciais.
Na educação é acolher todas as pessoas,
sem exceção, no sistema de ensino,
independentemente de cor, classe social e
condições físicas e psicológicas. O termo é
associado mais comumente à inclusão
educacional de pessoas com deficiência
física e mental.
É PROPRIAMENTE A LEGALIDADE!
De olho nas
provas...
(Delmiro Gouveia/AL – UFAL – 2016) QUESTÃO 01

O esquema apresenta diversas situações que


visam entender o processo de Inclusão Social.
Qual das alternativas representa a sequência
correta?
A) 1 – Inclusão; 2 – Exclusão; 3 – Segregação; 4 –
Integração.
B) 1 – Segregação; 2 – Exclusão; 3 – Integração; 4
– Inclusão.
C) 1 – Integração; 2 – Inclusão; 3 – Exclusão; 4 –
Segregação.
D) 1 – Exclusão; 2 – Segregação; 3 – Inclusão; 4 –
Integração.
E) 1 – Integração; 2 – Segregação; 3 – Exclusão; 4
NOGUEIRA, R. W. Acesso à Justiça para pessoas com deficiência. Revista
Consultor Jurídico, 30 nov. 2012. Disponível em: – Inclusão.
<http://s.conjur.com.br/img/b/inclusao.png>. Acesso em: 08 dez. 2015.
(Delmiro Gouveia/AL – UFAL – 2016) QUESTÃO 01

O esquema apresenta diversas situações que


visam entender o processo de Inclusão Social.
Qual das alternativas representa a sequência
correta?
A) 1 – Inclusão; 2 – Exclusão; 3 – Segregação; 4 –
Integração.
B) 1 – Segregação; 2 – Exclusão; 3 – Integração; 4
– Inclusão.
C) 1 – Integração; 2 – Inclusão; 3 – Exclusão; 4 –
Segregação.
D) 1 – Exclusão; 2 – Segregação; 3 – Inclusão; 4 –
Integração.
E) 1 – Integração; 2 – Segregação; 3 – Exclusão; 4
NOGUEIRA, R. W. Acesso à Justiça para pessoas com deficiência. Revista
Consultor Jurídico, 30 nov. 2012. Disponível em: – Inclusão.
<http://s.conjur.com.br/img/b/inclusao.png>. Acesso em: 08 dez. 2015.
EDUCAÇÃO ESPECIAL E EDUCAÇÃO INCLUSIVA
Conceito

A Educação Especial é uma modalidade de educação escolar,


de natureza complexa, oferecida às pessoas com
deficiências, transtornos globais do desenvolvimento e
superdotados e altas habilidades em todos os níveis e
demais modalidades que estruturam a oferta educacional no
Estado brasileiro.
De olho nas
provas...
(São Sebastião/AL – UFAL – 2015) QUESTÃO 02

Art. 58. Entende-se por educação especial, para os efeitos desta Lei, a modalidade de educação
escolar oferecida preferencialmente na rede regular de ensino, para educandos com deficiência,
transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades ou superdotação.
BRASIL. Casa Civil. Lei nº 12.796. 04 abr. 2013. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-
2014/2013/lei/l12796.htm>. Acesso em: 26 out. 2015.

A nova redação imposta pela Lei Federal nº 12.796/2013, que substitui o termo
“portadores de necessidades especiais” no Art. 58 da LDB de 1996, decorre de uma
perspectiva relacionada a
A) evitar as generalizações na prática pedagógica em sala.
B) atualizar as definições dos termos politicamente corretos.
C) aderir aos tratados internacionais sobre a inclusão social.
D) reconhecer as especificidades das inúmeras deficiências.
E) combater a discriminação em torno da educação especial.
(São Sebastião/AL – UFAL – 2015) QUESTÃO 02

Art. 58. Entende-se por educação especial, para os efeitos desta Lei, a modalidade de educação
escolar oferecida preferencialmente na rede regular de ensino, para educandos com deficiência,
transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades ou superdotação.
BRASIL. Casa Civil. Lei nº 12.796. 04 abr. 2013. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-
2014/2013/lei/l12796.htm>. Acesso em: 26 out. 2015.

A nova redação imposta pela Lei Federal nº 12.796/2013, que substitui o termo
“portadores de necessidades especiais” no Art. 58 da LDB de 1996, decorre de uma
perspectiva relacionada a
A) evitar as generalizações na prática pedagógica em sala.
B) atualizar as definições dos termos politicamente corretos.
C) aderir aos tratados internacionais sobre a inclusão social.
D) reconhecer as especificidades das inúmeras deficiências.
E) combater a discriminação em torno da educação especial.