1

Estudo Bíblico sobre Obediência
http://bibliotecabiblica.blogspot.com/2009/10/estudo-biblico-obediencia.html

Submissão à autoridade, fazer o que é ordenado, cumprir o que se exige ou abster-se do que é proibido. Nas Escrituras Hebraicas, a idéia de obediência é expressa por shamá‛, que significa, basicamente, “ouvir ou escutar”. Assim, shamá‛, às vezes, refere-se ao simples ouvir, a ficar cônscio de algo por meio da audição. (Gên 3:10; 21:26; 34:5) Mas, quando aquilo que é falado expressa vontade, desejo, instrução, ou ordem, então o sentido do termo hebraico é acatar ou obedecer àquele que fala. Adão ‘escutou’ a voz de sua esposa, isto é, acedeu ao desejo dela de que ele se juntasse a ela em comer o fruto proibido. (Gên 3:17; compare isso com 21:12.) José recusou-se a ‘escutar’ aos assédios da esposa de Potifar. (Gên 39:10) O Rei Saul temia o povo e, ‘assim, obedeceu [escutou] à sua voz’, pondo de lado a ordem de Deus ao assim agir. (1Sa 15:24) A promessa de Jahweh a Abraão a respeito dum descendente foi-lhe concedida porque Abraão ‘escutou’, ou obedeceu, à voz de Jahweh, guardando os Seus mandamentos. — Gên 22:18; 26:4, 5; compare isso com He 11:8. Usa-se o mesmo termo hebraico com referência a Deus ‘ouvir’ ou ‘escutar’ os homens. Nesse caso, o termo português “obediência” não é apropriado, visto que os humanos não podem dar ordens a Deus, mas podem apenas pedir-lhe ou suplicar-lhe algo. Assim, quando Deus disse a Abraão que, “quanto a Ismael, eu te ouvi”, ele dizia a Abraão que tinha dado consideração ao pedido deste, que faria algo a respeito. (Gên 17:20) De modo similar, Deus ‘ouviu’ ou respondeu ao apelo de pessoas em tempos de dificuldades ou de aflição, respondendo a seus apelos quando ele achava apropriado mostrar misericórdia. — Gên 16:11; 29:33; 21:17; Êx 3:7-9; compare isso com De 1:45. Similar a shamá‛, um verbo grego que expressa a idéia de obedecer (hypakoúo; forma substantiva: hy·pa·ko·é) significa literalmente “ouvir sob”, isto é, ouvir de modo submisso ou atender (como em Atos 12:13). Outro termo que transmite a idéia de obediência é peítho, que significa ‘persuadir’. (Mt 27:20) Na voz passiva e na média significa não só ser persuadido (Lu 16:31), confiar (Mt 27:43), crer (At 17:4), mas também atender (At 5:40), obedecer (At 5:36, 37). Deste termo provém a forma negativa apeithéo (que significa descrer [At 14:2; 19:9] ou desobedecer [Jo 3:36]), bem como outros termos aparentados. Disto se pode depreender que a obediência, conforme expressa nas línguas originais das Escrituras, depende primeiro de se ouvir, isto é, de se receber informações ou conhecimento (veja Lu 12:47, 48; 1Ti 1:13), e, então, de a pessoa submeter-se à vontade ou ao desejo daquele que fala ou, de outra forma, expressa tal vontade ou desejo. A submissão, por sua vez, depende do reconhecimento da autoridade ou do direito que essa pessoa tem de pedir ou exigir a resposta indicada, como também do desejo ou da disposição do ouvinte

por fim. se um filho é lento em acatálas.) Expressões verbais de concordância nada significam se não são acompanhadas pela ação exigida. 20.2 de satisfazer a vontade dessa pessoa. de modo enfático: “Está ouvindo?” O Pai celestial. Conforme indicado pelos termos gregos peítho e apeithéo. estão enganando a si mesmos com falsos raciocínios e não recebem bênção alguma. corretamente. (Gên 2:16. por natureza. nem tem fé nessa palavra e em sua Fonte. A Obediência a Deus É Essencial à Vida: Deus tem primazia na obediência de todas as suas criaturas. 19) Assim. (Ro 5:12. mas seriam completamente rejeitados. Por meio do seu espírito santo. um assunto de vida ou morte. 3. quem deixa de obedecer não difere de quem pratica a adivinhação ou utiliza ídolos. confiança e crédito também estão envolvidos. Já no princípio. 1Pe 1:14. compare isso com Gál 6:7-9. Mt 25:41) A desobediência deliberada do homem perfeito Adão. (Sal 95:6-8) Por ser o Deus Todo-sábio e Todo-poderoso. mas. a Fonte da qual a vida se deriva e de quem depende a vida. — Veja De 21:18-21. (1Pe 3:19. à destruição. merecendo o desfavor de Deus por violarem os padrões justos dele. prestar atenção é melhor do que a gordura de carneiros. não confia. (1Sa 15:23. — Ef 2:2. crença. 5:611. é demonstrar que a pessoa realmente não crê. compare isso com Ro 6:16. Assim. qual cabeça responsável por Eva e progenitor ou fonte de vida da família humana. Neutralizar a desobediência devida ao pecado herdado. Deixar de resistir a essa inerente inclinação à desobediência é o proceder que conduz. (Mt 21:28-32) Os que se contentam apenas em ouvir e aceitar mentalmente a verdade de Deus. Não existe substituto para a obediência nem é possível granjear o favor de Deus sem ela. Is 64:8. os homens. Como Samuel disse ao Rei Saul: “Tem Jahweh tanto agrado em ofertas queimadas e em sacrifícios como em que se obedeça [forma de shamá‛] à voz de Jahweh? Eis que obedecer [literalmente: escutar] é melhor do que um sacrifício. (Tg 1:22-25) O Filho de Deus deixou claro que mesmo os que fizessem coisassimilares às ordenadas. Elas. — Mt 7:15-23. jamais teriam permissão de entrar no Reino. O pai humano espera. mas que não praticam o que ela exige. misericordiosamente. Deus. devem-lhe obediência implícita como seu Criador. resultou no pecado e na morte para toda a sua descendência. que suas palavras sejam cumpridas pelos filhos. o que Ele diz merece o máximo de respeito e atenção. exige atenção e acolhida receptivas a suas expressões. de direito. Deus informou ao homem que a obediência era fundamental. Ju 6. 17) A mesma regra aplica-se aos filhos espirituais de Deus. tem fornecido os meios para se combater o pecado na carne e para se obter o perdão de transgressões que resultam da imperfeição e não da desobediência deliberada. Pr 4:1.” (1Sa 15:22) Deixar de obedecer é rejeitar a palavra de Jahweh. a falta de acatamento demonstra falta de crença ou de respeito pela fonte das instruções. o pai poderá dizer. com muito maior direito. e. evidentemente. são “filhos da desobediência” e “filhos do furor”. . de modo errado ou com motivação errada.

Tit 3:3-7) O perdão de pecados vem de se exercer fé no sacrifício resgatador de Cristo.) O que se exige não é obediência mecânica ou de má vontade. (1Pe 1:2) Assim. 8. pois Ele dá a cada um conforme suas obras. Em harmonia com isto. 2Jo 6) Além disso. Lu 1:17.) Visto que a genuína fé é “a expectativa certa de coisas esperadas” e “a demonstração evidente de realidades. 3. 13. 30-32. (Veja He 3:18. Lu 10:17. ele mostra que o ouvir. — He 11:1. abrindo assim o caminho para muitos não-judeus se tornarem parte da nação escolhida do Israel espiritual. Gál 5:7. à razão e à sabedoria da pessoa. Ro 12:1. He 5:7. 9. Paulo refere-se à “obediência [ouvir de modo submisso] pela fé”. Sua falta de fé e obediência às instruções de Deus por meio do Seu Filho custou para a maioria deles um lugar no governo do Reino. ao amor e à bondade. que habilita homens imperfeitos a produzir bons frutos. 6. aqueles que têm fé são induzidos a obedecer. mas obediência motivada por um coração apreciativo. (Veja Fil 2:12. 13. (Veja Tg 3:3. Za 7:12. à inteligência. de modo que o apóstolo Pedro fala da “obediência à verdade. — Ro 10:1-4. 1:16. (Je 7:23-28. (Ro 16:26. porque a pessoa reconhece que Deus é todo-poderoso e que com ele não se brinca nem dele se mofa. a comunicação de Deus com os homens não é simplesmente uma série de ordens abruptas. tendo confiança e certeza no que diz respeito às bênçãos que resultam da obediência. Ro 6:17-19) Deus. Gál 6:7. compare isso com Ro 2:8. (Gál 5:16-24. em si. com freio e bocado. (1Jo 5:2. 8. por obras da Lei. Sal 32:8. 2) Quem tem a correta atitude de coração obedece por amor. compare isso com At 6:7. produz obediência. Jahweh mostrou grande paciência com Israel. e visto que ela exige que se creia que Deus existe “e que se torna o recompensador dos que seriamente o buscam”. é um empecilho à transgressão e um estímulo à obediência. 20). como até os demônios mostraram a Cristo e a seus discípulos (Mr 1:27. embora não observadas”. Ro 10:21) Mesmo depois da vinda do Messias. 119:11. — 1Pe 1:22. e fala de si mesmo como ‘diariamente levantando-se cedo’ e enviando seus profetas para exortá-los e admoestá-los. 11:7. Deus não quer a espécie de obediência que se consegue dum animal. 19. (De 10:12.) Em Romanos 10:16-21. associa as expressões de sua vontade e propósito a informações úteis que apelam ao senso de justiça e retidão. e que a desobediência (descrença [de apeithéo]) dos israelitas foi devida à falta de fé. obstinadamente recusando a disciplina. e tal fé. 112. 8. 9.3 Deus supre a força para a justiça. (Sal 112:1. 11:13-23. mas eles continuaram a endurecer seu coração como pedra de esmeril. eles procuraram estabelecer justiça ao seu próprio modo.) A desobediência deliberada ou o desrespeito pela vontade . conjugado à fé. a veracidade e a justeza da mensagem transmitida por meio dos servos de Deus persuadem os ouvintes a obedecer. ‘o dia inteiro estendendo suas mãos para um povo desobediente e contradizente’. portanto. como as de um ditador insensível. tendo por resultado a afeição fraternal sem hipocrisia”. O temor salutar de Deus também tem seu papel na obediência.

Obediência aos pais e ao marido. pôde fornecer um sacrifício perfeito que redimiria a humanidade do pecado e da morte. assim. 24. é correto e necessário que haja obediência da parte delas (2Co 10:2-6. Fil 2:12. — He 10:26-31. pois tais pastores espirituais “vigiam sobre as vossas almas como quem há de prestar contas”. cujas instruções resultam em cura e vida eterna para os que submissamente o ouvem. . Ele é o Sumo Sacerdote. (Lu 2:51) O apóstolo Paulo admoesta os filhos a ‘em tudo serem obedientes aos pais’. 16. Jesus mostrou sujeição a seus pais terrestres. As Escrituras dão muitos exemplos encorajadores de obediência fiel em toda espécie de circunstância e situação e em todo tipo de oposição. (He 5:9. Obediência a Outros Superiores: A posição do Filho como Rei designado por Deus exige que todos os outros o obedeçam. a quem toda alma tem de escutar ou então sofrer destruição (At 3:22. Cristo Jesus delega autoridade a outros. que “humilhou-se e tornou-se obediente até à morte. sabendo que farás ainda mais do que as coisas que digo”. 9-15).4 revelada de Deus resulta em “certa expectativa terrível de julgamento”. Fil 2:12. . (Da 7:13. como demonstraram os cristãos romanos e filipenses e também Filêmon. em reconhecimento da autoridade que Deus lhe deu (Fil 2:9-11). 3. (Mt 7:24-27) A obediência é prova do amor que seus seguidores têm por ele e provém desse amor. e poder. 10. aquele que foi colocado “muito acima de todo governo. e. resultam em alegria para tais homens responsáveis. aquele diante de quem ‘se deve dobrar todo joelho’. Dentre esses. Deve-se lembrar que sua carta foi dirigida a cristãos. 15:10) Visto que Deus fez do seu Filho a figura central na realização de todos os Seus propósitos (Ro 16:25-27). (Jo 14:23. Jesus podia de direito deixar claro que a obediência a suas palavras constituía o único alicerce sólido sobre o qual as pessoas podiam edificar suas esperanças para o futuro. a quem Paulo pôde dizer: “Escrevo-te . Gên 28:7) Como criança. o profeta semelhante a Moisés. como fez aos apóstolos. Ro 10:8-10. sim. compare isso com 1Rs 3:9. 1Pe 5:2-6. o exemplo supremo é o do próprio Filho de Deus. 1Pe 4:17. (2Co 10:8) Tais pessoas transmitem as instruções do Cabeça da congregação. Jo 3:36) Visto que era o principal Porta-voz de Deus. 14) Ele é “Siló”. e senhorio” (Ef 1:20. 17. aquele ‘a quem pertence a obediência dos povos’ (Gên 49:10). (Mal 1:2. Os pais gozam do direito natural concedido por Deus de terem a obediência dos filhos. a vida depende da obediência “às boas novas acerca de nosso Senhor Jesus”. mas odiou a Esaú’. (He 13:17.) O pronto acatamento e a obediência. provou-se justo por seu próprio mérito e. 4). 23). — Ro 16:19. — 2Te 1:8. portanto. e esta obediência inclui fazer declaração pública de sua fé nele. e autoridade. da tribo de Judá. Flm 21. ele foi justificado. — Ro 5:18-21. o “líder e comandante para os grupos nacionais” (Is 55:3. He 5:8) Por seu proceder obediente. Qual cabeça da congregação cristã. 2Te 3:4. (Fil 2:8. (Pr 23:22) A obediência de Jacó a seus pais foi sem dúvida um dos motivos pelos quais Jahweh ‘amou a Jacó. morte numa estaca de tortura”. . 21).

autoridades e governantes terrestres (Tit 3:1). 2Ti 3:2. deve-se obediência a governos. 3:1) A autoridade dos amos era relativa. exige-se que os cristãos ‘paguem a César as coisas de César’. não apenas quando vigiados. os escravos cristãos obedeciam em “tudo” que não conflitasse com a vontade e as ordens de Deus. Ef 6:1) A desobediência aos pais não é encarada levianamente nas Escrituras. 4:18-20. às coisas que não estão em desarmonia com a lei de Deus. obviamente. com temor de Jahweh. Pr 30:17. A amos e a governos. (Col 3:20.5 de forma que “tudo” não pode dar lugar à obediência a ordens que resultariam em desobediência à palavra do Pai celestial. os escravos foram exortados a prestar obediência a seus amos “em tudo”. mas situa-se abaixo da de Deus e de Cristo. sob a Lei. (Col 3:22-25. mas é a consciência cristã. assim como podiam também as esposas cristãs em circunstâncias similares. não absoluta. 1Pe 3:1-6) Aqui também vale dizer que a chefia e autoridade do marido não é suprema. mas como escravos de Cristo. (1Pe 2:1825. Ro 1:30. — 1Co 11:3. o contínuo proceder de desobediência exigia que o filho fosse morto. assim. 32. visto que Deus lhes permite atuar e até prestar determinados serviços ao Seu povo. pois isto não seria “bem agradável” ao Senhor. aos governantes que lhes ordenaram parar de cumprir a comissão de pregar que Deus lhes dera. . Por fim. 32. (Ro 13:1-7) Visto que a consciência é o fator decisivo. os apóstolos declararam firmemente: “Temos de obedecer a Deus como governante antes que aos homens. Portanto. — De 21:18-21.” — At 5:27-29. Similarmente. (Ef 5:21-33. e. Sara sendo mencionada como exemplo a ser imitado. Deus. Por este motivo. (Mr 12:14-17) A razão compulsiva para a obediência cristã às leis de César e para o pagamento de impostos não é primariamente o temor apropriado da “espada” de punição de César. Ef 6:5-8) Os escravos que tinham de suportar sofrimento podiam tomar como exemplo a Cristo Jesus. A chefia do homem também exige obediência da parte da esposa ao marido “em tudo”. a submissão cristã aos governos humanos limita-se.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful