Você está na página 1de 36

FORTALEZA DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO

ANO LXI FORTALEZA, 15 DE FEVEREIRO DE 2016 Nº 15.707

PODER EXECUTIVO Código Tributário Municipal e na Lei n° 10.370/2015 - PPI, que


disciplina a transação judicial entre a Fazenda Municipal e o
sujeito passivo da obrigação tributária, mediante concessões
mútuas, objetivando o término do litígio e consequente extinção
GABINETE DO PREFEITO do crédito tributário, atendendo à intenção manifestada por
TANCREDO WILSON ALVES DE SOUZA JUNIOR de reco-
nhecer a procedência da execução fiscal que ora lhe é promo-
ATO N° 0343/2016 - GP - O PREFEITO MUNI- vida. RESOLVE autorizar o Procurador do Município a firmar
CIPAL DE FORTALEZA, no uso das atribuições que lhe são acordo judicial nos autos do respectivo processo, devidamente
conferidas pelo art. 76, inc. VI, da Lei Orgânica do Município e identificado em seguida, e em conformidade com as cláusulas
fundamentado no art. 103 da Lei Complementar n° 159/2013 - e condições adiante estipuladas:
Código Tributário Municipal e na Lei n° 10.370/2015 - PPI, que
disciplina a transação judicial entre a Fazenda Municipal e o PROCESSO VARA CDA TIPO EXERCÍCIO INSC.
sujeito passivo da obrigação tributária, mediante concessões NÚMERO DATA
mútuas, objetivando o término do litígio e consequente extinção 2009.0022.6460-3 1ª VEF 2009/009291 23/04/2009 1-IPTU 2005, 2006,
do crédito tributário, atendendo à intenção manifestada por 2007 426950-0
JUREMA APARECIDA RIBEIRO FERREIRA de reconhecer a
procedência da execução fiscal que ora lhe é promovida. 1ª - O valor do crédito tributário será calculado no dia do efetivo
RESOLVE autorizar o Procurador do Município a firmar acordo pagamento, e poderá ser pago em 010 (dez) parcelas mensais
judicial nos autos do respectivo processo, devidamente identifi- e sucessivas, com redução de 60% (sessenta) por cento sobre
cado em seguida, e em conformidade com as cláusulas e con- juros e multa moratória conforme a Lei nº 10.370/15, art. 4º -
dições adiante estipuladas: PPI. 2ª – O reconhecimento da condição de devedor de crédito
sob cobrança judicial, por meio desta adesão, impõe à parte
PROCESSO VARA CDA TIPO EXERCÍCIO INSC. executada o ônus, sem a incidência dos descontos previstos no
NÚMERO DATA PPI, de arcar com as custas e despesas processuais, a serem
102892- 5ª VEF 2014/010403 10/05/2014 1-IPTU 2010, 2011, recolhidas junto ao Poder Judiciário, e verba sucumbencial
54.2014.8.06.0001 2012 554053-4 decorrente da instauração do litígio, cuja cobrança será acres-
cida integralmente à primeira parcela, a qual deverá ser paga
1ª - O valor do crédito tributário será calculado no dia do efetivo de imediato. 3ª – Consideram-se vencidas, imediata e anteci-
pagamento, e poderá ser pago em 006 (seis) parcelas mensais padamente, todas as parcelas não pagas no respectivo venci-
e sucessivas, com redução de 80% (oitenta) por cento sobre mento, retornando o crédito à situação anterior a esta adesão e
juros e multa moratória conforme a Lei nº 10.370/15, art. 4º - prosseguindo-se na execução fiscal correspondente, quando
PPI. 2ª – O reconhecimento da condição de devedor de crédito ocorrentes as seguintes hipóteses, isolada ou cumulativamen-
sob cobrança judicial, por meio desta adesão, impõe à parte te: inadimplência de 03 (três) parcelas, consecutivas ou não;
executada o ônus, sem a incidência dos descontos previstos no existência de saldo devedor após a data de vencimento da
PPI, de arcar com as custas e despesas processuais, a serem última parcela deste parcelamento; inadimplência de 03 (três)
recolhidas junto ao Poder Judiciário, e verba sucumbencial parcelas de créditos tributários, cujos fatos geradores tenham
decorrente da instauração do litígio, cuja cobrança será acres- ocorrido após esta transação (Lei nº 10.370/15, art. 13). 4ª - A
cida integralmente à primeira parcela, a qual deverá ser paga adesão ao PPI, nestes termos, se dá sob condição resolutória,
de imediato. 3ª – Consideram-se vencidas, imediata e anteci- não gerando direito adquirido, e será revogada de ofício, sem-
padamente, todas as parcelas não pagas no respectivo venci- pre que se verifique que o sujeito passivo não tenha compro-
mento, retornando o crédito à situação anterior a esta adesão e vado a situação de regularidade fiscal imposta pelo art. 11 da
prosseguindo-se na execução fiscal correspondente, quando Lei n° 10.370/15. PAÇO MUNICIPAL, em 22 de janeiro de
ocorrentes as seguintes hipóteses, isolada ou cumulativamen- 2016. Pp/ José Leite Jucá Filho - PROCURADOR GERAL
te: inadimplência de 03 (três) parcelas, consecutivas ou não; DO MUNICÍPIO DE FORTALEZA. Lei 8.948/2005 c/c Decreto
existência de saldo devedor após a data de vencimento da 11.880, de 01.09.2005.
última parcela deste parcelamento; inadimplência de 03 (três) *** *** ***
parcelas de créditos tributários, cujos fatos geradores tenham
ocorrido após esta transação (Lei nº 10.370/15, art. 13). 4ª - A ATO N° 0345/2016 - GP - O PREFEITO MUNI-
adesão ao PPI, nestes termos, se dá sob condição resolutória, CIPAL DE FORTALEZA, no uso das atribuições que lhe são
não gerando direito adquirido, e será revogada de ofício, sem- conferidas pelo art. 76, inc. VI, da Lei Orgânica do Município e
pre que se verifique que o sujeito passivo não tenha compro- fundamentado no art. 103 da Lei Complementar n° 159/2013 -
vado a situação de regularidade fiscal imposta pelo art. 11 da Código Tributário Municipal e na Lei n° 10.370/2015 - PPI, que
Lei n° 10.370/15. PAÇO MUNICIPAL, em 22 de janeiro de disciplina a transação judicial entre a Fazenda Municipal e o
2016. Pp/ José Leite Jucá Filho - PROCURADOR GERAL sujeito passivo da obrigação tributária, mediante concessões
DO MUNICÍPIO DE FORTALEZA. Lei 8.948/2005 c/c Decreto mútuas, objetivando o término do litígio e consequente extinção
11.880, de 01.09.2005. do crédito tributário, atendendo à intenção manifestada por
*** *** *** PEDRO PEREIRA DA SILVA de reconhecer a procedência da
execução fiscal que ora lhe é promovida. RESOLVE autorizar o
ATO N° 0344/2016 - GP - O PREFEITO MUNI- Procurador do Município a firmar acordo judicial nos autos do
CIPAL DE FORTALEZA, no uso das atribuições que lhe são respectivo processo, devidamente identificado em seguida, e
conferidas pelo art. 76, inc. VI, da Lei Orgânica do Município e em conformidade com as cláusulas e condições adiante estipu-
fundamentado no art. 103 da Lei Complementar n° 159/2013 - ladas:
DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO
FORTALEZA, 15 DE FEVEREIRO DE 2016 SEGUNDA-FEIRA - PÁGINA 2
S

ROBERTO CLÁUDIO RODRIGUES BEZERRA


Prefeito de Fortaleza

GAUDÊNCIO GONÇALVES DE LUCENA


Vice–Prefeito de Fortaleza

S E C R E TA R I A D O

FRANCISCO JOSÉ QUEIROZ MAIA FILHO SAMUEL ANTÔNIO SILVA DIAS FRANCISCA ELIANA G. DOS SANTOS
Secretário Chefe de Gabinete do Prefeito Secretário Municipal da Infraestrutura Secretária Municipal de Desenvolvimento SECRETARIA MUNICIPAL
Habitacional
PRISCO RODRIGUES BEZERRA JOÃO DE AGUIAR PUPO DE GOVERNO
Secretário Municipal de Governo Secretário Municipal da Conservação e FRANCISCO GERALDO DE MAGELA
Serviços Públicos LIMA FILHO
JOSÉ LEITE JUCÁ FILHO Secretário Municipal da Cultura
Procurador Geral do Município

VICENTE FERRER AUGUSTO GONÇALVES


MÁRCIO EDUARDO E LIMA LOPES
Secretário Municipal de Esporte e Lazer
ROBINSON PASSOS DE CASTRO E SILVA
GUILHERME TELES GOUVEIA NETO
Secretário da Regional I
SEGOV
Secretário Chefe da Controladoria e Ouvidoria Secretário Municipal de Desenvolvimento
Geral do Município CLÁUDIO NELSON ARAÚJO BRANDÃO
Econômico Secretário da Regional II
FRANCISCO JOSÉ VERAS DE ALBUQUERQUE COORDENADORIA DE ATOS E
Secretário Municipal da Segurança Cidadã Mª ÁGUEDA PONTES CAMINHA MUNIZ MARIA DE FÁTIMA VASCONCELOS CANUTO PUBLICAÇÕES OFICIAIS
Secretária Municipal de Urbanismo Secretário da Regional III
JURANDIR GURGEL GONDIM FILHO e Meio Ambiente RUA SÃO JOSÉ Nº 01 - CENTRO
Secretário Municipal das Finanças FRANCISCO AIRTON MORAIS MOURÃO FONE/FAX: (0XX85) 3105.1002
ELPÍDIO NOGUEIRA MOREIRA Secretário da Regional IV
PHILIPE THEOPHILO NOTTINGHAM Secretário Municipal do Turismo FORTALEZA-CEARÁ - CEP: 60.060-170
Secretário Municipal do Planejamento, JÚLIO RAMON SOARES OLIVEIRA
Orçamento e Gestão Secretário da Regional V
CLÁUDIO RICARDO GOMES DE LIMA IMPRENSA OFICIAL DO MUNICÍPIO
JAIME CAVALCANTE DE A. FILHO Secretário Municipal do Trabalho, RENATO CÉSAR PEREIRA LIMA
Secretário Municipal da Educação Desenvolvimento Social e Combate Secretário da Regional VI AV. JOÃO PESSOA, 4180 - DAMAS
à Fome FONE: (0XX85) 3452.1746
Mª DO PERPETUO SOCORRO MARTINS KARLO MEIRELES KARDOZO RICARDO PEREIRA SALES FONE/FAX: (0XX85) 3101.5320
BRECKENFELD Secretário Municipal da Cidadania e Direitos Secretário da Regional do Centro FORTALEZA - CEARÁ
Secretária Municipal da Saúde Humanos CEP: 60.425-680

PROCESSO VARA CDA TIPO EXERCÍCIO INSC. TANCREDO WILSON ALVES DE SOUZA JUNIOR de reco-
NÚMERO DATA nhecer a procedência da execução fiscal que ora lhe é promo-
161654- 4ª VEF 2011/101773 05/07/2011 1-IPTU 2008, 2009 vida. RESOLVE autorizar o Procurador do Município a firmar
68.2011.8.06.0001 287796-1 acordo judicial nos autos do respectivo processo, devidamente
identificado em seguida, e em conformidade com as cláusulas
1ª - O valor do crédito tributário será calculado no dia do efetivo e condições adiante estipuladas:
pagamento, e poderá ser pago em 006 (seis) parcelas mensais
e sucessivas, com redução de 80% (oitenta) por cento sobre PROCESSO VARA CDA TIPO EXERCÍCIO INSC.
juros e multa moratória conforme a Lei nº 10.370/15, art. 4º - NÚMERO DATA

PPI. 2ª – O reconhecimento da condição de devedor de crédito 2009.0023.8116-2 5ª VEF 2009/011771 23/04/2009 1-IPTU 2005, 2006,
2007 571400-1
sob cobrança judicial, por meio desta adesão, impõe à parte
executada o ônus, sem a incidência dos descontos previstos no 1ª - O valor do crédito tributário será calculado no dia do efetivo
PPI, de arcar com as custas e despesas processuais, a serem pagamento, e poderá ser pago em 008 (oito) parcelas mensais
recolhidas junto ao Poder Judiciário, e verba sucumbencial e sucessivas, com redução de 60% (sessenta) por cento sobre
decorrente da instauração do litígio, cuja cobrança será acres- juros e multa moratória conforme a Lei nº 10.370/15, art. 4º -
cida integralmente à primeira parcela, a qual deverá ser paga PPI. 2ª – O reconhecimento da condição de devedor de crédito
de imediato. 3ª – Consideram-se vencidas, imediata e anteci- sob cobrança judicial, por meio desta adesão, impõe à parte
padamente, todas as parcelas não pagas no respectivo venci- executada o ônus, sem a incidência dos descontos previstos no
mento, retornando o crédito à situação anterior a esta adesão e PPI, de arcar com as custas e despesas processuais, a serem
prosseguindo-se na execução fiscal correspondente, quando recolhidas junto ao Poder Judiciário, e verba sucumbencial
ocorrentes as seguintes hipóteses, isolada ou cumulativamen- decorrente da instauração do litígio, cuja cobrança será acres-
te: inadimplência de 03 (três) parcelas, consecutivas ou não; cida integralmente à primeira parcela, a qual deverá ser paga
existência de saldo devedor após a data de vencimento da de imediato. 3ª – Consideram-se vencidas, imediata e anteci-
última parcela deste parcelamento; inadimplência de 03 (três) padamente, todas as parcelas não pagas no respectivo venci-
parcelas de créditos tributários, cujos fatos geradores tenham mento, retornando o crédito à situação anterior a esta adesão e
ocorrido após esta transação (Lei nº 10.370/15, art. 13). 4ª - A prosseguindo-se na execução fiscal correspondente, quando
adesão ao PPI, nestes termos, se dá sob condição resolutória, ocorrentes as seguintes hipóteses, isolada ou cumulativamen-
não gerando direito adquirido, e será revogada de ofício, sem- te: inadimplência de 03 (três) parcelas, consecutivas ou não;
pre que se verifique que o sujeito passivo não tenha compro- existência de saldo devedor após a data de vencimento da
vado a situação de regularidade fiscal imposta pelo art. 11 da última parcela deste parcelamento; inadimplência de 03 (três)
Lei n° 10.370/15. PAÇO MUNICIPAL, em 22 de janeiro de parcelas de créditos tributários, cujos fatos geradores tenham
2016. Pp/ José Leite Jucá Filho - PROCURADOR GERAL ocorrido após esta transação (Lei nº 10.370/15, art. 13). 4ª - A
DO MUNICÍPIO DE FORTALEZA. Lei 8.948/2005 c/c Decreto adesão ao PPI, nestes termos, se dá sob condição resolutória,
11.880, de 01.09.2005. não gerando direito adquirido, e será revogada de ofício, sem-
*** *** *** pre que se verifique que o sujeito passivo não tenha compro-
vado a situação de regularidade fiscal imposta pelo art. 11 da
ATO N° 0346/2016 - GP - O PREFEITO MUNI- Lei n° 10.370/15. PAÇO MUNICIPAL, em 22 de janeiro de
CIPAL DE FORTALEZA, no uso das atribuições que lhe são 2016. Pp/ José Leite Jucá Filho - PROCURADOR GERAL
conferidas pelo art. 76, inc. VI, da Lei Orgânica do Município e DO MUNICÍPIO DE FORTALEZA. Lei 8.948/2005 c/c Decreto
fundamentado no art. 103 da Lei Complementar n° 159/2013 - 11.880, de 01.09.2005.
Código Tributário Municipal e na Lei n° 10.370/2015 - PPI, que *** *** ***
disciplina a transação judicial entre a Fazenda Municipal e o
sujeito passivo da obrigação tributária, mediante concessões ATO N° 0347/2016 - GP - O PREFEITO MUNI-
mútuas, objetivando o término do litígio e consequente extinção CIPAL DE FORTALEZA, no uso das atribuições que lhe são
do crédito tributário, atendendo à intenção manifestada por conferidas pelo art. 76, inc. VI, da Lei Orgânica do Município e
DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO
FORTALEZA, 15 DE FEVEREIRO DE 2016 SEGUNDA-FEIRA - PÁGINA 3

fundamentado no art. 103 da Lei Complementar n° 159/2013 - crédito sob cobrança judicial, por meio desta adesão, impõe à
Código Tributário Municipal e na Lei n° 10.370/2015 - PPI, que parte executada o ônus, sem a incidência dos descontos pre-
disciplina a transação judicial entre a Fazenda Municipal e o vistos no PPI, de arcar com as custas e despesas processuais,
sujeito passivo da obrigação tributária, mediante concessões a serem recolhidas junto ao Poder Judiciário, e verba sucum-
mútuas, objetivando o término do litígio e consequente extinção bencial decorrente da instauração do litígio, cuja cobrança será
do crédito tributário, atendendo à intenção manifestada por acrescida integralmente à primeira parcela, a qual deverá ser
PEDRO PEREIRA DA SILVA de reconhecer a procedência da paga de imediato. 3ª – Consideram-se vencidas, imediata e
execução fiscal que ora lhe é promovida. RESOLVE autorizar o antecipadamente, todas as parcelas não pagas no respectivo
Procurador do Município a firmar acordo judicial nos autos do vencimento, retornando o crédito à situação anterior a esta
respectivo processo, devidamente identificado em seguida, e adesão e prosseguindo-se na execução fiscal correspondente,
em conformidade com as cláusulas e condições adiante estipu- quando ocorrentes as seguintes hipóteses, isolada ou cumula-
ladas: tivamente: inadimplência de 03 (três) parcelas, consecutivas ou
não; existência de saldo devedor após a data de vencimento da
PROCESSO VARA CDA TIPO EXERCÍCIO INSC.
última parcela deste parcelamento; inadimplência de 03 (três)
NÚMERO DATA
104811- 2ª VEF 2014/004902 10/05/2014 1-IPTU 2010, 2011
parcelas de créditos tributários, cujos fatos geradores tenham
78.2014.8.06.0001 287796-1 ocorrido após esta transação (Lei nº 10.370/15, art. 13). 4ª - A
adesão ao PPI, nestes termos, se dá sob condição resolutória,
1ª - O valor do crédito tributário será calculado no dia do efetivo não gerando direito adquirido, e será revogada de ofício, sem-
pagamento, e poderá ser pago em 006 (seis) parcelas mensais pre que se verifique que o sujeito passivo não tenha compro-
e sucessivas, com redução de 80% (oitenta) por cento sobre os vado a situação de regularidade fiscal imposta pelo art. 11 da
juros e multa moratória conforme a Lei nº 10.370/15, art. 4º - Lei n° 10.370/15. PAÇO MUNICIPAL, em 22 de janeiro de
PPI. 2ª – O reconhecimento da condição de devedor de crédito 2016. Pp/ José Leite Jucá Filho - PROCURADOR GERAL
sob cobrança judicial, por meio desta adesão, impõe à parte DO MUNICÍPIO DE FORTALEZA. Lei 8.948/2005 c/c Decreto
executada o ônus, sem a incidência dos descontos previstos no 11.880, de 01.09.2005.
PPI, de arcar com as custas e despesas processuais, a serem *** *** ***
recolhidas junto ao Poder Judiciário, e verba sucumbencial
ATO N° 0349/2016 - GP - O PREFEITO MUNI-
decorrente da instauração do litígio, cuja cobrança será acres-
CIPAL DE FORTALEZA, no uso das atribuições que lhe são
cida integralmente à primeira parcela, a qual deverá ser paga
conferidas pelo art. 76, inc. VI, da Lei Orgânica do Município e
de imediato. 3ª – Consideram-se vencidas, imediata e anteci-
fundamentado no art. 103 da Lei Complementar n° 159/2013 -
padamente, todas as parcelas não pagas no respectivo venci-
Código Tributário Municipal e na Lei n° 10.370/2015 - PPI, que
mento, retornando o crédito à situação anterior a esta adesão e
disciplina a transação judicial entre a Fazenda Municipal e o
prosseguindo-se na execução fiscal correspondente, quando
sujeito passivo da obrigação tributária, mediante concessões
ocorrentes as seguintes hipóteses, isolada ou cumulativamen-
mútuas, objetivando o término do litígio e consequente extinção
te: inadimplência de 03 (três) parcelas, consecutivas ou não;
do crédito tributário, atendendo à intenção manifestada por
existência de saldo devedor após a data de vencimento da
ANTONIO GUTEMBERG RIBEIRO de reconhecer a procedên-
última parcela deste parcelamento; inadimplência de 03 (três)
cia da execução fiscal que ora lhe é promovida. RESOLVE
parcelas de créditos tributários, cujos fatos geradores tenham
autorizar o Procurador do Município a firmar acordo judicial nos
ocorrido após esta transação (Lei nº 10.370/15, art. 13). 4ª - A
autos do respectivo processo, devidamente identificado em
adesão ao PPI, nestes termos, se dá sob condição resolutória,
seguida, e em conformidade com as cláusulas e condições
não gerando direito adquirido, e será revogada de ofício, sem-
adiante estipuladas:
pre que se verifique que o sujeito passivo não tenha compro-
vado a situação de regularidade fiscal imposta pelo art. 11 da PROCESSO VARA CDA TIPO EXERCÍCIO INSC.
Lei n° 10.370/15. PAÇO MUNICIPAL, em 22 de janeiro de NÚMERO DATA
2016. Pp/ José Leite Jucá Filho - PROCURADOR GERAL 2008.0037.4684-0 6ª VEF 2007/114245 31/12/2007 1-IPTU 2003, 2004,

DO MUNICÍPIO DE FORTALEZA. Lei 8.948/2005 c/c Decreto 2005, 2006,


2007 510193-0
11.880, de 01.09.2005.
*** *** ***
1ª - O valor do crédito tributário será calculado no dia do efetivo
ATO N° 0348/2016 - GP - O PREFEITO MUNI- pagamento, e poderá ser pago em 024 (vinte e quatro) parce-
CIPAL DE FORTALEZA, no uso das atribuições que lhe são las mensais e sucessivas, com redução de 30% (trinta) por
conferidas pelo art. 76, inc. VI, da Lei Orgânica do Município e cento sobre juros e multa moratória conforme a Lei nº
fundamentado no art. 103 da Lei Complementar n° 159/2013 - 10.370/15, art. 4º - PPI. 2ª – O reconhecimento da condição de
Código Tributário Municipal e na Lei n° 10.370/2015 - PPI, que devedor de crédito sob cobrança judicial, por meio desta ade-
disciplina a transação judicial entre a Fazenda Municipal e o são, impõe à parte executada o ônus, sem a incidência dos
sujeito passivo da obrigação tributária, mediante concessões descontos previstos no PPI, de arcar com as custas e despe-
mútuas, objetivando o término do litígio e consequente extinção sas processuais, a serem recolhidas junto ao Poder Judiciário,
do crédito tributário, atendendo à intenção manifestada por e verba sucumbencial decorrente da instauração do litígio, cuja
TANCREDO WILSON ALVES DE SOUZA JUNIOR de reco- cobrança será acrescida integralmente à primeira parcela, a
nhecer a procedência da execução fiscal que ora lhe é promo- qual deverá ser paga de imediato. 3ª – Consideram-se venci-
vida. RESOLVE autorizar o Procurador do Município a firmar das, imediata e antecipadamente, todas as parcelas não pagas
acordo judicial nos autos do respectivo processo, devidamente no respectivo vencimento, retornando o crédito à situação ante-
identificado em seguida, e em conformidade com as cláusulas rior a esta adesão e prosseguindo-se na execução fiscal cor-
e condições adiante estipuladas: respondente, quando ocorrentes as seguintes hipóteses, isola-
da ou cumulativamente: inadimplência de 03 (três) parcelas,
PROCESSO VARA CDA TIPO EXERCÍCIO INSC.
consecutivas ou não; existência de saldo devedor após a data
NÚMERO DATA
de vencimento da última parcela deste parcelamento; inadim-
156547- 6ª VEF 2011/115726 05/07/2011 1-IPTU 2008, 2009
09.2012.8.06.0001 571400-1
plência de 03 (três) parcelas de créditos tributários, cujos fatos
2011/115731 05/07/2011 1-IPTU 2008, 2009 426950-0
geradores tenham ocorrido após esta transação (Lei nº
10.370/15, art. 13). 4ª - A adesão ao PPI, nestes termos, se dá
1ª - O valor do crédito tributário será calculado no dia do efetivo sob condição resolutória, não gerando direito adquirido, e será
pagamento, e poderá ser pago em 011 (onze) parcelas men- revogada de ofício, sempre que se verifique que o sujeito pas-
sais e sucessivas, com redução de 60% (sessenta) por cento sivo não tenha comprovado a situação de regularidade fiscal
sobre os juros e multa moratória conforme a Lei nº 10.370/15, imposta pelo art. 11 da Lei n° 10.370/15. PAÇO MUNICIPAL,
art. 4º - PPI. 2ª – O reconhecimento da condição de devedor de em 22 de janeiro de 2016. Pp/ José Leite Jucá Filho - PRO-
DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO
FORTALEZA, 15 DE FEVEREIRO DE 2016 SEGUNDA-FEIRA - PÁGINA 4

CURADOR GERAL DO MUNICÍPIO DE FORTALEZA. Lei 1ª - O valor do crédito tributário será calculado no dia do efetivo
8.948/2005 c/c Decreto 11.880, de 01.09.2005. pagamento, e poderá ser pago em 012 (doze) parcelas men-
*** *** *** sais e sucessivas, com redução de 60% (sessenta) por cento
sobre juros e multa moratória conforme a Lei nº 10.370/15, art.
ATO N° 0350/2016 - GP - O PREFEITO MUNI- 4º - PPI. 2ª – O reconhecimento da condição de devedor de
CIPAL DE FORTALEZA, no uso das atribuições que lhe são crédito sob cobrança judicial, por meio desta adesão, impõe à
conferidas pelo art. 76, inc. VI, da Lei Orgânica do Município e parte executada o ônus, sem a incidência dos descontos pre-
fundamentado no art. 103 da Lei Complementar n° 159/2013 - vistos no PPI, de arcar com as custas e despesas processuais,
Código Tributário Municipal e na Lei n° 10.370/2015 - PPI, que a serem recolhidas junto ao Poder Judiciário, e verba sucum-
disciplina a transação judicial entre a Fazenda Municipal e o bencial decorrente da instauração do litígio, cuja cobrança será
sujeito passivo da obrigação tributária, mediante concessões acrescida integralmente à primeira parcela, a qual deverá ser
mútuas, objetivando o término do litígio e consequente extinção paga de imediato. 3ª – Consideram-se vencidas, imediata e
do crédito tributário, atendendo à intenção manifestada por antecipadamente, todas as parcelas não pagas no respectivo
PEDRO PEREIRA DA SILVA de reconhecer a procedência da vencimento, retornando o crédito à situação anterior a esta
execução fiscal que ora lhe é promovida. RESOLVE autorizar o adesão e prosseguindo-se na execução fiscal correspondente,
Procurador do Município a firmar acordo judicial nos autos do quando ocorrentes as seguintes hipóteses, isolada ou cumula-
respectivo processo, devidamente identificado em seguida, e tivamente: inadimplência de 03 (três) parcelas, consecutivas ou
em conformidade com as cláusulas e condições adiante estipu- não; existência de saldo devedor após a data de vencimento da
ladas: última parcela deste parcelamento; inadimplência de 03 (três)
PROCESSO VARA CDA TIPO EXERCÍCIO INSC.
parcelas de créditos tributários, cujos fatos geradores tenham
NÚMERO DATA ocorrido após esta transação (Lei nº 10.370/15, art. 13). 4ª - A
2008.0008.7969-6 4ª VEF 2006/015730 29/12/2006 1-IPTU 2001, 2002, adesão ao PPI, nestes termos, se dá sob condição resolutória,
2003, 2005 287795-3 não gerando direito adquirido, e será revogada de ofício, sem-
pre que se verifique que o sujeito passivo não tenha compro-
1ª - O valor do crédito tributário será calculado no dia do efetivo vado a situação de regularidade fiscal imposta pelo art. 11 da
pagamento, e poderá ser pago em 006 (seis) parcelas mensais Lei n° 10.370/15. PAÇO MUNICIPAL, em 22 de janeiro de
e sucessivas, com redução de 80% (oitenta) por cento sobre 2016. Pp/ José Leite Jucá Filho - PROCURADOR GERAL
juros e multa moratória conforme a Lei nº 10.370/15, art. 4º - DO MUNICÍPIO DE FORTALEZA. Lei 8.948/2005 c/c Decreto
PPI. 2ª – O reconhecimento da condição de devedor de crédito 11.880, de 01.09.2005.
sob cobrança judicial, por meio desta adesão, impõe à parte *** *** ***
executada o ônus, sem a incidência dos descontos previstos no
PPI, de arcar com as custas e despesas processuais, a serem ATO N° 0352/2016 - GP - O PREFEITO MUNI-
recolhidas junto ao Poder Judiciário, e verba sucumbencial CIPAL DE FORTALEZA, no uso das atribuições que lhe são
decorrente da instauração do litígio, cuja cobrança será acres- conferidas pelo art. 76, inc. VI, da Lei Orgânica do Município e
cida integralmente à primeira parcela, a qual deverá ser paga fundamentado no art. 103 da Lei Complementar n° 159/2013 -
de imediato. 3ª – Consideram-se vencidas, imediata e anteci- Código Tributário Municipal e na Lei n° 10.370/2015 - PPI, que
padamente, todas as parcelas não pagas no respectivo venci- disciplina a transação judicial entre a Fazenda Municipal e o
mento, retornando o crédito à situação anterior a esta adesão e sujeito passivo da obrigação tributária, mediante concessões
prosseguindo-se na execução fiscal correspondente, quando mútuas, objetivando o término do litígio e consequente extinção
ocorrentes as seguintes hipóteses, isolada ou cumulativamen- do crédito tributário, atendendo à intenção manifestada por
te: inadimplência de 03 (três) parcelas, consecutivas ou não; ANTONIO DE PADUA GABRIEL DE SOUZA de reconhecer a
existência de saldo devedor após a data de vencimento da procedência da execução fiscal que ora lhe é promovida.
última parcela deste parcelamento; inadimplência de 03 (três) RESOLVE autorizar o Procurador do Município a firmar acordo
parcelas de créditos tributários, cujos fatos geradores tenham judicial nos autos do respectivo processo, devidamente identifi-
ocorrido após esta transação (Lei nº 10.370/15, art. 13). 4ª - A cado em seguida, e em conformidade com as cláusulas e con-
adesão ao PPI, nestes termos, se dá sob condição resolutória, dições adiante estipuladas:
não gerando direito adquirido, e será revogada de ofício, sem-
PROCESSO VARA CDA TIPO EXERCÍCIO INSC.
pre que se verifique que o sujeito passivo não tenha compro-
NÚMERO DATA
vado a situação de regularidade fiscal imposta pelo art. 11 da
2008.0020.0240-6 4ª VEF 2007/057568 31/12/2007 1-IPTU 2003, 2004,
Lei n° 10.370/15. PAÇO MUNICIPAL, em 22 de janeiro de 2005 205377-2
2016. Pp/ José Leite Jucá Filho - PROCURADOR GERAL 2007/057570 31/12/2007 1-IPTU 2003, 2004,
DO MUNICÍPIO DE FORTALEZA. Lei 8.948/2005 c/c Decreto 2005, 2006 508204-8
11.880, de 01.09.2005.
*** *** *** 1ª - O valor do crédito tributário será calculado no dia do efetivo
pagamento, e poderá ser pago em 012 (doze) parcelas men-
ATO N° 0351/2016 - GP - O PREFEITO MUNI- sais e sucessivas, com redução de 60% (sessenta) por cento
CIPAL DE FORTALEZA, no uso das atribuições que lhe são
sobre juros e multa moratória conforme a Lei nº 10.370/15, art.
conferidas pelo art. 76, inc. VI, da Lei Orgânica do Município e
4º - PPI. 2ª – O reconhecimento da condição de devedor de
fundamentado no art. 103 da Lei Complementar n° 159/2013 - crédito sob cobrança judicial, por meio desta adesão, impõe à
Código Tributário Municipal e na Lei n° 10.370/2015 - PPI, que
parte executada o ônus, sem a incidência dos descontos pre-
disciplina a transação judicial entre a Fazenda Municipal e o vistos no PPI, de arcar com as custas e despesas processuais,
sujeito passivo da obrigação tributária, mediante concessões
a serem recolhidas junto ao Poder Judiciário, e verba sucum-
mútuas, objetivando o término do litígio e consequente extinção bencial decorrente da instauração do litígio, cuja cobrança será
do crédito tributário, atendendo à intenção manifestada por acrescida integralmente à primeira parcela, a qual deverá ser
MARIA DE MEDEIROS VIRGINIO de reconhecer a procedên-
paga de imediato. 3ª – Consideram-se vencidas, imediata e
cia da execução fiscal que ora lhe é promovida. RESOLVE antecipadamente, todas as parcelas não pagas no respectivo
autorizar o Procurador do Município a firmar acordo judicial nos
vencimento, retornando o crédito à situação anterior a esta
autos do respectivo processo, devidamente identificado em adesão e prosseguindo-se na execução fiscal correspondente,
seguida, e em conformidade com as cláusulas e condições
quando ocorrentes as seguintes hipóteses, isolada ou cumula-
adiante estipuladas:
tivamente: inadimplência de 03 (três) parcelas, consecutivas ou
PROCESSO VARA CDA TIPO EXERCÍCIO INSC. não; existência de saldo devedor após a data de vencimento da
NÚMERO DATA última parcela deste parcelamento; inadimplência de 03 (três)
105698- 6ª VEF 2014/004528 10/05/2014 1-IPTU 2011, 2012, parcelas de créditos tributários, cujos fatos geradores tenham
62.2014.8.06.0001 2013 275265-4 ocorrido após esta transação (Lei nº 10.370/15, art. 13). 4ª - A
DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO
FORTALEZA, 15 DE FEVEREIRO DE 2016 SEGUNDA-FEIRA - PÁGINA 5

adesão ao PPI, nestes termos, se dá sob condição resolutória, seguida, e em conformidade com as cláusulas e condições
não gerando direito adquirido, e será revogada de ofício, sem- adiante estipuladas:
pre que se verifique que o sujeito passivo não tenha compro-
PROCESSO VARA CDA TIPO EXERCÍCIO INSC.
vado a situação de regularidade fiscal imposta pelo art. 11 da
NÚMERO DATA
Lei n° 10.370/15. PAÇO MUNICIPAL, em 22 de janeiro de 106940- 5ª VEF 2014/003831 10/05/2014 1-IPTU 2010, 2011
2016. Pp/ José Leite Jucá Filho - PROCURADOR GERAL 56.2014.8.06.0001 246863-8
DO MUNICÍPIO DE FORTALEZA. Lei 8.948/2005 c/c Decreto
11.880, de 01.09.2005. 1ª - O valor do crédito tributário será calculado no dia do efetivo
*** *** *** pagamento, e poderá ser pago em 006 (seis) parcelas mensais
e sucessivas, com redução de 80% (oitenta) por cento sobre
ATO N° 0353/2016 - GP - O PREFEITO MUNI- juros e multa moratória conforme a Lei nº 10.370/15, art. 4º -
CIPAL DE FORTALEZA, no uso das atribuições que lhe são PPI. 2ª – O reconhecimento da condição de devedor de crédito
conferidas pelo art. 76, inc. VI, da Lei Orgânica do Município e sob cobrança judicial, por meio desta adesão, impõe à parte
fundamentado no art. 103 da Lei Complementar n° 159/2013 - executada o ônus, sem a incidência dos descontos previstos no
Código Tributário Municipal e na Lei n° 10.370/2015 - PPI, que PPI, de arcar com as custas e despesas processuais, a serem
disciplina a transação judicial entre a Fazenda Municipal e o recolhidas junto ao Poder Judiciário, e verba sucumbencial
sujeito passivo da obrigação tributária, mediante concessões decorrente da instauração do litígio, cuja cobrança será acres-
mútuas, objetivando o término do litígio e consequente extinção cida integralmente à primeira parcela, a qual deverá ser paga
do crédito tributário, atendendo à intenção manifestada por de imediato. 3ª – Consideram-se vencidas, imediata e anteci-
ERNESTO VIEIRA MAGALHÃES de reconhecer a procedência padamente, todas as parcelas não pagas no respectivo venci-
da execução fiscal que ora lhe é promovida. RESOLVE autori- mento, retornando o crédito à situação anterior a esta adesão e
zar o Procurador do Município a firmar acordo judicial nos autos prosseguindo-se na execução fiscal correspondente, quando
do respectivo processo, devidamente identificado em seguida, ocorrentes as seguintes hipóteses, isolada ou cumulativamen-
e em conformidade com as cláusulas e condições adiante esti- te: inadimplência de 03 (três) parcelas, consecutivas ou não;
puladas: existência de saldo devedor após a data de vencimento da
última parcela deste parcelamento; inadimplência de 03 (três)
PROCESSO VARA CDA TIPO EXERCÍCIO INSC. parcelas de créditos tributários, cujos fatos geradores tenham
NÚMERO DATA ocorrido após esta transação (Lei nº 10.370/15, art. 13). 4ª - A
104457- 5ª VEF 2014/007811 10/05/2014 1-IPTU 2010, 2011,
adesão ao PPI, nestes termos, se dá sob condição resolutória,
53.2014.8.06.0001 2012 442167-1
não gerando direito adquirido, e será revogada de ofício, sem-
1ª - O valor do crédito tributário será calculado no dia do efetivo pre que se verifique que o sujeito passivo não tenha compro-
pagamento, e poderá ser pago em 022 (vinte e duas) parcelas vado a situação de regularidade fiscal imposta pelo art. 11 da
mensais e sucessivas, com redução de 30% (trinta) por cento Lei n° 10.370/15. PAÇO MUNICIPAL, em 22 de janeiro de
sobre juros e multa moratória conforme a Lei nº 10.370/15, art. 2016. Pp/ José Leite Jucá Filho - PROCURADOR GERAL
4º - PPI. 2ª – O reconhecimento da condição de devedor de DO MUNICÍPIO DE FORTALEZA. Lei 8.948/2005 c/c Decreto
crédito sob cobrança judicial, por meio desta adesão, impõe à 11.880, de 01.09.2005.
parte executada o ônus, sem a incidência dos descontos pre- *** *** ***
vistos no PPI, de arcar com as custas e despesas processuais,
a serem recolhidas junto ao Poder Judiciário, e verba sucum- ATO N° 0355/2016 - GP - O PREFEITO MUNI-
bencial decorrente da instauração do litígio, cuja cobrança será CIPAL DE FORTALEZA, no uso das atribuições que lhe são
acrescida integralmente à primeira parcela, a qual deverá ser conferidas pelo art. 76, inc. VI, da Lei Orgânica do Município e
paga de imediato. 3ª – Consideram-se vencidas, imediata e fundamentado no art. 103 da Lei Complementar n° 159/2013 -
antecipadamente, todas as parcelas não pagas no respectivo Código Tributário Municipal e na Lei n° 10.370/2015 - PPI, que
vencimento, retornando o crédito à situação anterior a esta disciplina a transação judicial entre a Fazenda Municipal e o
adesão e prosseguindo-se na execução fiscal correspondente, sujeito passivo da obrigação tributária, mediante concessões
quando ocorrentes as seguintes hipóteses, isolada ou cumula- mútuas, objetivando o término do litígio e consequente extinção
tivamente: inadimplência de 03 (três) parcelas, consecutivas ou do crédito tributário, atendendo à intenção manifestada por
não; existência de saldo devedor após a data de vencimento da LEONIA SEVERIANO DE FREITAS PINTO de reconhecer a
última parcela deste parcelamento; inadimplência de 03 (três) procedência da execução fiscal que ora lhe é promovida.
parcelas de créditos tributários, cujos fatos geradores tenham RESOLVE autorizar o Procurador do Município a firmar acordo
ocorrido após esta transação (Lei nº 10.370/15, art. 13). 4ª - A judicial nos autos do respectivo processo, devidamente identifi-
adesão ao PPI, nestes termos, se dá sob condição resolutória, cado em seguida, e em conformidade com as cláusulas e con-
não gerando direito adquirido, e será revogada de ofício, sem- dições adiante estipuladas:
pre que se verifique que o sujeito passivo não tenha compro- PROCESSO VARA CDA TIPO EXERCÍCIO INSC.
vado a situação de regularidade fiscal imposta pelo art. 11 da NÚMERO DATA
Lei n° 10.370/15. PAÇO MUNICIPAL, em 22 de janeiro de 105736- 1ª VEF 2014/002590 10/05/2014 1-IPTU 2010, 2011,
2016. Pp/ José Leite Jucá Filho - PROCURADOR GERAL 74.2014.8.06.0001 2012, 2013 138972-6

DO MUNICÍPIO DE FORTALEZA. Lei 8.948/2005 c/c Decreto


11.880, de 01.09.2005. 1ª - O valor do crédito tributário será calculado no dia do efetivo
*** *** *** pagamento, e poderá ser pago em 018 (dezoito) parcelas men-
sais e sucessivas, com redução de 40% (quarenta) por cento
ATO N° 0354/2016 - GP - O PREFEITO MUNI- sobre juros e multa moratória conforme a Lei nº 10.370/15, art.
CIPAL DE FORTALEZA, no uso das atribuições que lhe são 4º - PPI. 2ª – O reconhecimento da condição de devedor de
conferidas pelo art. 76, inc. VI, da Lei Orgânica do Município e crédito sob cobrança judicial, por meio desta adesão, impõe à
fundamentado no art. 103 da Lei Complementar n° 159/2013 - parte executada o ônus, sem a incidência dos descontos pre-
Código Tributário Municipal e na Lei n° 10.370/2015 - PPI, que vistos no PPI, de arcar com as custas e despesas processuais,
disciplina a transação judicial entre a Fazenda Municipal e o a serem recolhidas junto ao Poder Judiciário, e verba sucum-
sujeito passivo da obrigação tributária, mediante concessões bencial decorrente da instauração do litígio, cuja cobrança será
mútuas, objetivando o término do litígio e consequente extinção acrescida integralmente à primeira parcela, a qual deverá ser
do crédito tributário, atendendo à intenção manifestada por paga de imediato. 3ª – Consideram-se vencidas, imediata e
LUIS SANDOVAL PINHEIRO DA SILVA de reconhecer a pro- antecipadamente, todas as parcelas não pagas no respectivo
cedência da execução fiscal que ora lhe é promovida. RESOL- vencimento, retornando o crédito à situação anterior a esta
VE autorizar o Procurador do Município a firmar acordo judicial adesão e prosseguindo-se na execução fiscal correspondente,
nos autos do respectivo processo, devidamente identificado em quando ocorrentes as seguintes hipóteses, isolada ou cumula-
DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO
FORTALEZA, 15 DE FEVEREIRO DE 2016 SEGUNDA-FEIRA - PÁGINA 6

tivamente: inadimplência de 03 (três) parcelas, consecutivas ou do crédito tributário, atendendo à intenção manifestada por
não; existência de saldo devedor após a data de vencimento da MARCELO DINIZ NICOLAU FARIAS de reconhecer a proce-
última parcela deste parcelamento; inadimplência de 03 (três) dência da execução fiscal que ora lhe é promovida. RESOLVE
parcelas de créditos tributários, cujos fatos geradores tenham autorizar o Procurador do Município a firmar acordo judicial nos
ocorrido após esta transação (Lei nº 10.370/15, art. 13). 4ª - A autos do respectivo processo, devidamente identificado em
adesão ao PPI, nestes termos, se dá sob condição resolutória, seguida, e em conformidade com as cláusulas e condições
não gerando direito adquirido, e será revogada de ofício, sem- adiante estipuladas:
pre que se verifique que o sujeito passivo não tenha compro-
PROCESSO VARA CDA TIPO EXERCÍCIO INSC.
vado a situação de regularidade fiscal imposta pelo art. 11 da NÚMERO DATA
Lei n° 10.370/15. PAÇO MUNICIPAL, em 22 de janeiro de 179489- 3ª VEF 2009/024885 23/04/2009 1-IPTU 2007
2016. Pp/ José Leite Jucá Filho - PROCURADOR GERAL 69.2011.8.06.0001 633627-2
DO MUNICÍPIO DE FORTALEZA. Lei 8.948/2005 c/c Decreto 2011/127721 05/07/2011 1-IPTU 2008, 2009 633628-0
11.880, de 01.09.2005. 2011/127722 05/07/2011 1-IPTU 2008, 2009 633627-2

*** *** ***


1ª - O valor do crédito tributário será calculado no dia do efetivo
ATO N° 0356/2016 - GP - O PREFEITO MUNI- pagamento, e poderá ser pago em 006 (seis) parcelas mensais
CIPAL DE FORTALEZA, no uso das atribuições que lhe são e sucessivas, com redução de 80% (oitenta) por cento sobre
conferidas pelo art. 76, inc. VI, da Lei Orgânica do Município e juros e multa moratória conforme a Lei nº 10.370/15, art. 4º -
fundamentado no art. 103 da Lei Complementar n° 159/2013 - PPI. 2ª – O reconhecimento da condição de devedor de crédito
Código Tributário Municipal e na Lei n° 10.370/2015 - PPI, que sob cobrança judicial, por meio desta adesão, impõe à parte
disciplina a transação judicial entre a Fazenda Municipal e o executada o ônus, sem a incidência dos descontos previstos no
sujeito passivo da obrigação tributária, mediante concessões PPI, de arcar com as custas e despesas processuais, a serem
mútuas, objetivando o término do litígio e consequente extinção recolhidas junto ao Poder Judiciário, e verba sucumbencial
do crédito tributário, atendendo à intenção manifestada por decorrente da instauração do litígio, cuja cobrança será acres-
MARCELO DINIZ NICOLAU FARIAS de reconhecer a proce- cida integralmente à primeira parcela, a qual deverá ser paga
dência da execução fiscal que ora lhe é promovida. RESOLVE de imediato. 3ª – Consideram-se vencidas, imediata e anteci-
autorizar o Procurador do Município a firmar acordo judicial nos padamente, todas as parcelas não pagas no respectivo venci-
autos do respectivo processo, devidamente identificado em mento, retornando o crédito à situação anterior a esta adesão e
seguida, e em conformidade com as cláusulas e condições prosseguindo-se na execução fiscal correspondente, quando
adiante estipuladas: ocorrentes as seguintes hipóteses, isolada ou cumulativamen-
te: inadimplência de 03 (três) parcelas, consecutivas ou não;
PROCESSO VARA CDA TIPO EXERCÍCIO INSC. existência de saldo devedor após a data de vencimento da
NÚMERO DATA última parcela deste parcelamento; inadimplência de 03 (três)
2009.0016.3754-6 5ª VEF 2009/016041 23/04/2009 1-IPTU 2005, 2006, parcelas de créditos tributários, cujos fatos geradores tenham
2007 633628-0 ocorrido após esta transação (Lei nº 10.370/15, art. 13). 4ª - A
adesão ao PPI, nestes termos, se dá sob condição resolutória,
1ª - O valor do crédito tributário será calculado no dia do efetivo não gerando direito adquirido, e será revogada de ofício, sem-
pagamento, e poderá ser pago em 005 (cinco) parcelas men- pre que se verifique que o sujeito passivo não tenha compro-
sais e sucessivas, com redução de 80% (oitenta) por cento vado a situação de regularidade fiscal imposta pelo art. 11 da
sobre juros e multa moratória conforme a Lei nº 10.370/15, art. Lei n° 10.370/15. PAÇO MUNICIPAL, em 22 de janeiro de
4º - PPI. 2ª – O reconhecimento da condição de devedor de 2016. Pp/ José Leite Jucá Filho - PROCURADOR GERAL
crédito sob cobrança judicial, por meio desta adesão, impõe à DO MUNICÍPIO DE FORTALEZA. Lei 8.948/2005 c/c Decreto
parte executada o ônus, sem a incidência dos descontos pre- 11.880, de 01.09.2005.
vistos no PPI, de arcar com as custas e despesas processuais, *** *** ***
a serem recolhidas junto ao Poder Judiciário, e verba sucum-
bencial decorrente da instauração do litígio, cuja cobrança será ATO N° 0358/2016 - GP - O PREFEITO MUNI-
acrescida integralmente à primeira parcela, a qual deverá ser CIPAL DE FORTALEZA, no uso das atribuições que lhe são
paga de imediato. 3ª – Consideram-se vencidas, imediata e conferidas pelo art. 76, inc. VI, da Lei Orgânica do Município e
antecipadamente, todas as parcelas não pagas no respectivo fundamentado no art. 103 da Lei Complementar n° 159/2013 -
vencimento, retornando o crédito à situação anterior a esta Código Tributário Municipal e na Lei n° 10.370/2015 - PPI, que
adesão e prosseguindo-se na execução fiscal correspondente, disciplina a transação judicial entre a Fazenda Municipal e o
quando ocorrentes as seguintes hipóteses, isolada ou cumula- sujeito passivo da obrigação tributária, mediante concessões
tivamente: inadimplência de 03 (três) parcelas, consecutivas ou mútuas, objetivando o término do litígio e consequente extinção
não; existência de saldo devedor após a data de vencimento da do crédito tributário, atendendo à intenção manifestada por
última parcela deste parcelamento; inadimplência de 03 (três) RAIMUNDO GOMES ARAGÃO FILHO de reconhecer a proce-
parcelas de créditos tributários, cujos fatos geradores tenham dência da execução fiscal que ora lhe é promovida. RESOLVE
ocorrido após esta transação (Lei nº 10.370/15, art. 13). 4ª - A autorizar o Procurador do Município a firmar acordo judicial nos
adesão ao PPI, nestes termos, se dá sob condição resolutória, autos do respectivo processo, devidamente identificado em
não gerando direito adquirido, e será revogada de ofício, sem- seguida, e em conformidade com as cláusulas e condições
pre que se verifique que o sujeito passivo não tenha compro- adiante estipuladas:
vado a situação de regularidade fiscal imposta pelo art. 11 da
PROCESSO VARA CDA TIPO EXERCÍCIO INSC.
Lei n° 10.370/15. PAÇO MUNICIPAL, em 22 de janeiro de
NÚMERO DATA
2016. Pp/ José Leite Jucá Filho - PROCURADOR GERAL
2007.0025.1058-6 1ª VEF 2004/038452 17/11/2004 1-IPTU 1999, 2000,
DO MUNICÍPIO DE FORTALEZA. Lei 8.948/2005 c/c Decreto 2001, 2002,
11.880, de 01.09.2005. 2003 508495-4
*** *** ***
1ª - O valor do crédito tributário será calculado no dia do efetivo
ATO N° 0357/2016 - GP - O PREFEITO MUNI- pagamento, e poderá ser pago em 012 (doze) parcelas men-
CIPAL DE FORTALEZA, no uso das atribuições que lhe são sais e sucessivas, com redução de 60% (sessenta) por cento
conferidas pelo art. 76, inc. VI, da Lei Orgânica do Município e sobre juros e multa moratória conforme a Lei nº 10.370/15, art.
fundamentado no art. 103 da Lei Complementar n° 159/2013 - 4º - PPI. 2ª – O reconhecimento da condição de devedor de
Código Tributário Municipal e na Lei n° 10.370/2015 - PPI, que crédito sob cobrança judicial, por meio desta adesão, impõe à
disciplina a transação judicial entre a Fazenda Municipal e o parte executada o ônus, sem a incidência dos descontos pre-
sujeito passivo da obrigação tributária, mediante concessões vistos no PPI, de arcar com as custas e despesas processuais,
mútuas, objetivando o término do litígio e consequente extinção a serem recolhidas junto ao Poder Judiciário, e verba sucum-
DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO
FORTALEZA, 15 DE FEVEREIRO DE 2016 SEGUNDA-FEIRA - PÁGINA 7

bencial decorrente da instauração do litígio, cuja cobrança será conferidas pelo art. 76, inc. VI, da Lei Orgânica do Município e
acrescida integralmente à primeira parcela, a qual deverá ser fundamentado no art. 103 da Lei Complementar n° 159/2013 -
paga de imediato. 3ª – Consideram-se vencidas, imediata e Código Tributário Municipal e na Lei n° 10.370/2015 - PPI, que
antecipadamente, todas as parcelas não pagas no respectivo disciplina a transação judicial entre a Fazenda Municipal e o
vencimento, retornando o crédito à situação anterior a esta sujeito passivo da obrigação tributária, mediante concessões
adesão e prosseguindo-se na execução fiscal correspondente, mútuas, objetivando o término do litígio e consequente extinção
quando ocorrentes as seguintes hipóteses, isolada ou cumula- do crédito tributário, atendendo à intenção manifestada por
tivamente: inadimplência de 03 (três) parcelas, consecutivas ou LIRIDA MATOS DOS SANTOS de reconhecer a procedência
não; existência de saldo devedor após a data de vencimento da da execução fiscal que ora lhe é promovida. RESOLVE autori-
última parcela deste parcelamento; inadimplência de 03 (três) zar o Procurador do Município a firmar acordo judicial nos autos
parcelas de créditos tributários, cujos fatos geradores tenham do respectivo processo, devidamente identificado em seguida,
ocorrido após esta transação (Lei nº 10.370/15, art. 13). 4ª - A e em conformidade com as cláusulas e condições adiante esti-
adesão ao PPI, nestes termos, se dá sob condição resolutória, puladas:
não gerando direito adquirido, e será revogada de ofício, sem-
PROCESSO VARA CDA TIPO EXERCÍCIO INSC.
pre que se verifique que o sujeito passivo não tenha compro-
NÚMERO DATA
vado a situação de regularidade fiscal imposta pelo art. 11 da 2009.0015.4199-9 5ª VEF 2009/016037 23/04/2009 1-IPTU 2006 579537-0
Lei n° 10.370/15. PAÇO MUNICIPAL, em 22 de janeiro de
2016. Pp/ José Leite Jucá Filho - PROCURADOR GERAL 1ª - O valor do crédito tributário será calculado no dia do efetivo
DO MUNICÍPIO DE FORTALEZA. Lei 8.948/2005 c/c Decreto pagamento, e poderá ser pago em 005 (cinco) parcelas men-
11.880, de 01.09.2005. sais e sucessivas, com redução de 80% (oitenta) por cento
*** *** *** sobre juros e multa moratória conforme a Lei nº 10.370/15, art.
4º - PPI. 2ª – O reconhecimento da condição de devedor de
ATO N° 0359/2016 - GP - O PREFEITO MUNI- crédito sob cobrança judicial, por meio desta adesão, impõe à
CIPAL DE FORTALEZA, no uso das atribuições que lhe são parte executada o ônus, sem a incidência dos descontos pre-
conferidas pelo art. 76, inc. VI, da Lei Orgânica do Município e vistos no PPI, de arcar com as custas e despesas processuais,
fundamentado no art. 103 da Lei Complementar n° 159/2013 - a serem recolhidas junto ao Poder Judiciário, e verba sucum-
Código Tributário Municipal e na Lei n° 10.370/2015 - PPI, que bencial decorrente da instauração do litígio, cuja cobrança será
disciplina a transação judicial entre a Fazenda Municipal e o acrescida integralmente à primeira parcela, a qual deverá ser
sujeito passivo da obrigação tributária, mediante concessões paga de imediato. 3ª – Consideram-se vencidas, imediata e
mútuas, objetivando o término do litígio e consequente extinção antecipadamente, todas as parcelas não pagas no respectivo
do crédito tributário, atendendo à intenção manifestada por vencimento, retornando o crédito à situação anterior a esta
JOSÉ NELSON PONTES MOREIRA DE ALMEIDA de reco- adesão e prosseguindo-se na execução fiscal correspondente,
nhecer a procedência da execução fiscal que ora lhe é promo- quando ocorrentes as seguintes hipóteses, isolada ou cumula-
vida. RESOLVE autorizar o Procurador do Município a firmar tivamente: inadimplência de 03 (três) parcelas, consecutivas ou
acordo judicial nos autos do respectivo processo, devidamente não; existência de saldo devedor após a data de vencimento da
identificado em seguida, e em conformidade com as cláusulas última parcela deste parcelamento; inadimplência de 03 (três)
e condições adiante estipuladas: parcelas de créditos tributários, cujos fatos geradores tenham
PROCESSO VARA CDA TIPO EXERCÍCIO INSC.
ocorrido após esta transação (Lei nº 10.370/15, art. 13). 4ª - A
NÚMERO DATA adesão ao PPI, nestes termos, se dá sob condição resolutória,
2009.0018.6194-2 5ª VEF 2009/003428 23/04/2009 1-IPTU 2005, 2006, não gerando direito adquirido, e será revogada de ofício, sem-
2007 637989-3 pre que se verifique que o sujeito passivo não tenha compro-
vado a situação de regularidade fiscal imposta pelo art. 11 da
1ª - O valor do crédito tributário será calculado no dia do efetivo Lei n° 10.370/15. PAÇO MUNICIPAL, em 22 de janeiro de
pagamento, e poderá ser pago em 024 (vinte e quatro) parce- 2016. Pp/ José Leite Jucá Filho - PROCURADOR GERAL
las mensais e sucessivas, com redução de 30% (trinta) por DO MUNICÍPIO DE FORTALEZA. Lei 8.948/2005 c/c Decreto
cento sobre juros e multa moratória conforme a Lei nº 11.880, de 01.09.2005.
10.370/15, art. 4º - PPI. 2ª – O reconhecimento da condição de *** *** ***
devedor de crédito sob cobrança judicial, por meio desta ade-
são, impõe à parte executada o ônus, sem a incidência dos ATO N° 0361/2016 - GP - O PREFEITO MUNI-
descontos previstos no PPI, de arcar com as custas e despe- CIPAL DE FORTALEZA, no uso das atribuições que lhe são
sas processuais, a serem recolhidas junto ao Poder Judiciário, conferidas pelo art. 76, inc. VI, da Lei Orgânica do Município e
e verba sucumbencial decorrente da instauração do litígio, cuja fundamentado no art. 103 da Lei Complementar n° 159/2013 -
cobrança será acrescida integralmente à primeira parcela, a Código Tributário Municipal e na Lei n° 10.370/2015 - PPI, que
qual deverá ser paga de imediato. 3ª – Consideram-se venci- disciplina a transação judicial entre a Fazenda Municipal e o
das, imediata e antecipadamente, todas as parcelas não pagas sujeito passivo da obrigação tributária, mediante concessões
no respectivo vencimento, retornando o crédito à situação ante- mútuas, objetivando o término do litígio e consequente extinção
rior a esta adesão e prosseguindo-se na execução fiscal cor- do crédito tributário, atendendo à intenção manifestada por
respondente, quando ocorrentes as seguintes hipóteses, isola- LIRIDA MATOS DOS SANTOS de reconhecer a procedência
da ou cumulativamente: inadimplência de 03 (três) parcelas, da execução fiscal que ora lhe é promovida. RESOLVE autori-
consecutivas ou não; existência de saldo devedor após a data zar o Procurador do Município a firmar acordo judicial nos autos
de vencimento da última parcela deste parcelamento; inadim- do respectivo processo, devidamente identificado em seguida,
plência de 03 (três) parcelas de créditos tributários, cujos fatos
e em conformidade com as cláusulas e condições adiante esti-
geradores tenham ocorrido após esta transação (Lei nº
puladas:
10.370/15, art. 13). 4ª - A adesão ao PPI, nestes termos, se dá
sob condição resolutória, não gerando direito adquirido, e será PROCESSO VARA CDA TIPO EXERCÍCIO INSC.
revogada de ofício, sempre que se verifique que o sujeito pas- NÚMERO DATA
sivo não tenha comprovado a situação de regularidade fiscal 104888- 1ª VEF 2014/010949 10/05/2014 1-IPTU 2010, 2011,
imposta pelo art. 11 da Lei n° 10.370/15. PAÇO MUNICIPAL, 87.2014.8.06.0001 2013 579537-0

em 22 de janeiro de 2016. Pp/ José Leite Jucá Filho - PRO-


CURADOR GERAL DO MUNICÍPIO DE FORTALEZA. Lei 1ª - O valor do crédito tributário será calculado no dia do efetivo
8.948/2005 c/c Decreto 11.880, de 01.09.2005. pagamento, e poderá ser pago em 024 (vinte e quatro) parce-
*** *** *** las mensais e sucessivas, com redução de 30% (trinta) por
cento sobre juros e multa moratória conforme a Lei nº
ATO N° 0360/2016 - GP - O PREFEITO MUNI- 10.370/15, art. 4º - PPI. 2ª – O reconhecimento da condição de
CIPAL DE FORTALEZA, no uso das atribuições que lhe são devedor de crédito sob cobrança judicial, por meio desta ade-
DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO
FORTALEZA, 15 DE FEVEREIRO DE 2016 SEGUNDA-FEIRA - PÁGINA 8

são, impõe à parte executada o ônus, sem a incidência dos ATO N° 0363/2016 - GP - O PREFEITO MUNI-
descontos previstos no PPI, de arcar com as custas e despe- CIPAL DE FORTALEZA, no uso das atribuições que lhe são
sas processuais, a serem recolhidas junto ao Poder Judiciário, conferidas pelo art. 76, inc. VI, da Lei Orgânica do Município e
e verba sucumbencial decorrente da instauração do litígio, cuja fundamentado no art. 103 da Lei Complementar n° 159/2013 -
cobrança será acrescida integralmente à primeira parcela, a Código Tributário Municipal e na Lei n° 10.370/2015 - PPI, que
qual deverá ser paga de imediato. 3ª – Consideram-se venci- disciplina a transação judicial entre a Fazenda Municipal e o
das, imediata e antecipadamente, todas as parcelas não pagas sujeito passivo da obrigação tributária, mediante concessões
no respectivo vencimento, retornando o crédito à situação ante- mútuas, objetivando o término do litígio e consequente extinção
rior a esta adesão e prosseguindo-se na execução fiscal cor- do crédito tributário, atendendo à intenção manifestada por
respondente, quando ocorrentes as seguintes hipóteses, isola- DEJARINO COSTA DOS SANTOS de reconhecer a procedên-
da ou cumulativamente: inadimplência de 03 (três) parcelas, cia da execução fiscal que ora lhe é promovida. RESOLVE
consecutivas ou não; existência de saldo devedor após a data autorizar o Procurador do Município a firmar acordo judicial nos
de vencimento da última parcela deste parcelamento; inadim- autos do respectivo processo, devidamente identificado em
plência de 03 (três) parcelas de créditos tributários, cujos fatos seguida, e em conformidade com as cláusulas e condições
geradores tenham ocorrido após esta transação (Lei nº adiante estipuladas:
10.370/15, art. 13). 4ª - A adesão ao PPI, nestes termos, se dá
PROCESSO VARA CDA TIPO EXERCÍCIO INSC.
sob condição resolutória, não gerando direito adquirido, e será
NÚMERO DATA
revogada de ofício, sempre que se verifique que o sujeito pas- 2008.0039.0058-0 4ª VEF 2007/114602 31/12/2007 1-IPTU 2004, 2005,
sivo não tenha comprovado a situação de regularidade fiscal 2006 035431-7
imposta pelo art. 11 da Lei n° 10.370/15. PAÇO MUNICIPAL,
em 22 de janeiro de 2016. Pp/ José Leite Jucá Filho - PRO- 1ª - O valor do crédito tributário será calculado no dia do efetivo
CURADOR GERAL DO MUNICÍPIO DE FORTALEZA. Lei pagamento, e poderá ser pago em 024 (vinte e quatro) parce-
8.948/2005 c/c Decreto 11.880, de 01.09.2005. las mensais e sucessivas, com redução de 30% (trinta) por
*** *** *** cento sobre juros e multa moratória conforme a Lei nº
10.370/15, art. 4º - PPI. 2ª – O reconhecimento da condição de
ATO N° 0362/2016 - GP - O PREFEITO MUNI- devedor de crédito sob cobrança judicial, por meio desta ade-
CIPAL DE FORTALEZA, no uso das atribuições que lhe são são, impõe à parte executada o ônus, sem a incidência dos
conferidas pelo art. 76, inc. VI, da Lei Orgânica do Município e descontos previstos no PPI, de arcar com as custas e despe-
fundamentado no art. 103 da Lei Complementar n° 159/2013 - sas processuais, a serem recolhidas junto ao Poder Judiciário,
Código Tributário Municipal e na Lei n° 10.370/2015 - PPI, que e verba sucumbencial decorrente da instauração do litígio, cuja
disciplina a transação judicial entre a Fazenda Municipal e o cobrança será acrescida integralmente à primeira parcela, a
sujeito passivo da obrigação tributária, mediante concessões qual deverá ser paga de imediato. 3ª – Consideram-se venci-
mútuas, objetivando o término do litígio e consequente extinção das, imediata e antecipadamente, todas as parcelas não pagas
do crédito tributário, atendendo à intenção manifestada por no respectivo vencimento, retornando o crédito à situação ante-
GIOVANI PONTE MARTINS de reconhecer a procedência da rior a esta adesão e prosseguindo-se na execução fiscal cor-
execução fiscal que ora lhe é promovida. RESOLVE autorizar o respondente, quando ocorrentes as seguintes hipóteses, isola-
Procurador do Município a firmar acordo judicial nos autos do da ou cumulativamente: inadimplência de 03 (três) parcelas,
respectivo processo, devidamente identificado em seguida, e consecutivas ou não; existência de saldo devedor após a data
em conformidade com as cláusulas e condições adiante estipu- de vencimento da última parcela deste parcelamento; inadim-
ladas:
plência de 03 (três) parcelas de créditos tributários, cujos fatos
PROCESSO VARA CDA TIPO EXERCÍCIO INSC. geradores tenham ocorrido após esta transação (Lei nº
NÚMERO DATA 10.370/15, art. 13). 4ª - A adesão ao PPI, nestes termos, se dá
105618- 6ª VEF 2014/004418 10/05/2014 1-IPTU 2011, 2012,
sob condição resolutória, não gerando direito adquirido, e será
98.2014.8.06.0001 2013 268264-8
2014/011924 10/05/2014 1-IPTU 2012, 2013 653232-2
revogada de ofício, sempre que se verifique que o sujeito pas-
sivo não tenha comprovado a situação de regularidade fiscal
1ª - O valor do crédito tributário será calculado no dia do efetivo imposta pelo art. 11 da Lei n° 10.370/15. PAÇO MUNICIPAL,
pagamento, e poderá ser pago em 024 (vinte e quatro) parce- em 22 de janeiro de 2016. Pp/ José Leite Jucá Filho - PRO-
las mensais e sucessivas, com redução de 30% (trinta) por CURADOR GERAL DO MUNICÍPIO DE FORTALEZA. Lei
cento sobre juros e multa moratória conforme a Lei nº 8.948/2005 c/c Decreto 11.880, de 01.09.2005.
10.370/15, art. 4º - PPI. 2ª – O reconhecimento da condição de *** *** ***
devedor de crédito sob cobrança judicial, por meio desta ade-
são, impõe à parte executada o ônus, sem a incidência dos ATO N° 0364/2016 - GP - O PREFEITO MUNI-
descontos previstos no PPI, de arcar com as custas e despe- CIPAL DE FORTALEZA, no uso das atribuições que lhe são
sas processuais, a serem recolhidas junto ao Poder Judiciário, conferidas pelo art. 76, inc. VI, da Lei Orgânica do Município e
e verba sucumbencial decorrente da instauração do litígio, cuja fundamentado no art. 103 da Lei Complementar n° 159/2013 -
cobrança será acrescida integralmente à primeira parcela, a Código Tributário Municipal e na Lei n° 10.370/2015 - PPI, que
qual deverá ser paga de imediato. 3ª – Consideram-se venci- disciplina a transação judicial entre a Fazenda Municipal e o
das, imediata e antecipadamente, todas as parcelas não pagas sujeito passivo da obrigação tributária, mediante concessões
no respectivo vencimento, retornando o crédito à situação ante- mútuas, objetivando o término do litígio e consequente extinção
rior a esta adesão e prosseguindo-se na execução fiscal cor- do crédito tributário, atendendo à intenção manifestada por
respondente, quando ocorrentes as seguintes hipóteses, isola- DEJARINO COSTA DOS SANTOS de reconhecer a procedên-
da ou cumulativamente: inadimplência de 03 (três) parcelas, cia da execução fiscal que ora lhe é promovida. RESOLVE
consecutivas ou não; existência de saldo devedor após a data autorizar o Procurador do Município a firmar acordo judicial nos
de vencimento da última parcela deste parcelamento; inadim- autos do respectivo processo, devidamente identificado em
plência de 03 (três) parcelas de créditos tributários, cujos fatos
seguida, e em conformidade com as cláusulas e condições
geradores tenham ocorrido após esta transação (Lei nº
adiante estipuladas:
10.370/15, art. 13). 4ª - A adesão ao PPI, nestes termos, se dá
sob condição resolutória, não gerando direito adquirido, e será PROCESSO VARA CDA TIPO EXERCÍCIO INSC.
revogada de ofício, sempre que se verifique que o sujeito pas- NÚMERO DATA
sivo não tenha comprovado a situação de regularidade fiscal 182679- 3ª VEF 2011/129087 05/07/2011 1-IPTU 2009
imposta pelo art. 11 da Lei n° 10.370/15. PAÇO MUNICIPAL, 06.2012.8.0001 035431-7

em 22 de janeiro de 2016. Pp/ José Leite Jucá Filho - PRO-


CURADOR GERAL DO MUNICÍPIO DE FORTALEZA. Lei 1ª - O valor do crédito tributário será calculado no dia do efetivo
8.948/2005 c/c Decreto 11.880, de 01.09.2005. pagamento, e poderá ser pago em 006 (seis) parcelas mensais
*** *** *** e sucessivas, com redução de 80% (oitenta) por cento sobre
DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO
FORTALEZA, 15 DE FEVEREIRO DE 2016 SEGUNDA-FEIRA - PÁGINA 9

juros e multa moratória conforme a Lei nº 10.370/15, art. 4º - 2016. Pp/ José Leite Jucá Filho - PROCURADOR GERAL
PPI. 2ª – O reconhecimento da condição de devedor de crédito DO MUNICÍPIO DE FORTALEZA. Lei 8.948/2005 c/c Decreto
sob cobrança judicial, por meio desta adesão, impõe à parte 11.880, de 01.09.2005.
executada o ônus, sem a incidência dos descontos previstos no *** *** ***
PPI, de arcar com as custas e despesas processuais, a serem
recolhidas junto ao Poder Judiciário, e verba sucumbencial ATO N° 0366/2016 - GP - O PREFEITO MUNI-
decorrente da instauração do litígio, cuja cobrança será acres- CIPAL DE FORTALEZA, no uso das atribuições que lhe são
cida integralmente à primeira parcela, a qual deverá ser paga conferidas pelo art. 76, inc. VI, da Lei Orgânica do Município e
de imediato. 3ª – Consideram-se vencidas, imediata e anteci- fundamentado no art. 103 da Lei Complementar n° 159/2013 -
padamente, todas as parcelas não pagas no respectivo venci- Código Tributário Municipal e na Lei n° 10.370/2015 - PPI, que
mento, retornando o crédito à situação anterior a esta adesão e disciplina a transação judicial entre a Fazenda Municipal e o
prosseguindo-se na execução fiscal correspondente, quando sujeito passivo da obrigação tributária, mediante concessões
ocorrentes as seguintes hipóteses, isolada ou cumulativamen- mútuas, objetivando o término do litígio e consequente extinção
te: inadimplência de 03 (três) parcelas, consecutivas ou não; do crédito tributário, atendendo à intenção manifestada por
existência de saldo devedor após a data de vencimento da MARINA DE AZEVEDO GUERGEL DO AMARAL de reconhe-
última parcela deste parcelamento; inadimplência de 03 (três) cer a procedência da execução fiscal que ora lhe é promovida.
parcelas de créditos tributários, cujos fatos geradores tenham RESOLVE autorizar o Procurador do Município a firmar acordo
ocorrido após esta transação (Lei nº 10.370/15, art. 13). 4ª - A judicial nos autos do respectivo processo, devidamente identifi-
adesão ao PPI, nestes termos, se dá sob condição resolutória, cado em seguida, e em conformidade com as cláusulas e con-
não gerando direito adquirido, e será revogada de ofício, sem- dições adiante estipuladas:
pre que se verifique que o sujeito passivo não tenha compro- PROCESSO VARA CDA TIPO EXERCÍCIO INSC.
vado a situação de regularidade fiscal imposta pelo art. 11 da NÚMERO DATA
Lei n° 10.370/15. PAÇO MUNICIPAL, em 22 de janeiro de 100475- 3ª VEF 2014/000637 10/05/2014 1-IPTU 2010
2016. Pp/ José Leite Jucá Filho - PROCURADOR GERAL 31.2014.8.06.0001 029490-0
DO MUNICÍPIO DE FORTALEZA. Lei 8.948/2005 c/c Decreto
11.880, de 01.09.2005. 1ª - O valor do crédito tributário será calculado no dia do efetivo
*** *** *** pagamento, e poderá ser pago em 021 (vinte e um) parcelas
mensais e sucessivas, com redução de 30% (trinta) por cento
ATO N° 0365/2016 - GP - O PREFEITO MUNI- sobre juros e multa moratória conforme a Lei nº 10.370/15, art.
CIPAL DE FORTALEZA, no uso das atribuições que lhe são 4º - PPI. 2ª – O reconhecimento da condição de devedor de
conferidas pelo art. 76, inc. VI, da Lei Orgânica do Município e crédito sob cobrança judicial, por meio desta adesão, impõe à
fundamentado no art. 103 da Lei Complementar n° 159/2013 - parte executada o ônus, sem a incidência dos descontos pre-
Código Tributário Municipal e na Lei n° 10.370/2015 - PPI, que vistos no PPI, de arcar com as custas e despesas processuais,
disciplina a transação judicial entre a Fazenda Municipal e o a serem recolhidas junto ao Poder Judiciário, e verba sucum-
sujeito passivo da obrigação tributária, mediante concessões bencial decorrente da instauração do litígio, cuja cobrança será
mútuas, objetivando o término do litígio e consequente extinção acrescida integralmente à primeira parcela, a qual deverá ser
do crédito tributário, atendendo à intenção manifestada por paga de imediato. 3ª – Consideram-se vencidas, imediata e
DEJARINO COSTA DOS SANTOS de reconhecer a procedên- antecipadamente, todas as parcelas não pagas no respectivo
cia da execução fiscal que ora lhe é promovida. RESOLVE vencimento, retornando o crédito à situação anterior a esta
autorizar o Procurador do Município a firmar acordo judicial nos adesão e prosseguindo-se na execução fiscal correspondente,
autos do respectivo processo, devidamente identificado em quando ocorrentes as seguintes hipóteses, isolada ou cumula-
tivamente: inadimplência de 03 (três) parcelas, consecutivas ou
seguida, e em conformidade com as cláusulas e condições
não; existência de saldo devedor após a data de vencimento da
adiante estipuladas:
última parcela deste parcelamento; inadimplência de 03 (três)
PROCESSO VARA CDA TIPO EXERCÍCIO INSC. parcelas de créditos tributários, cujos fatos geradores tenham
NÚMERO DATA ocorrido após esta transação (Lei nº 10.370/15, art. 13). 4ª - A
101466- 1ª VEF 2014/000921 10/05/2014 1-IPTU 2010, 2012 adesão ao PPI, nestes termos, se dá sob condição resolutória,
07.2014.8.06.0001 035431-7 não gerando direito adquirido, e será revogada de ofício, sem-
pre que se verifique que o sujeito passivo não tenha compro-
1ª - O valor do crédito tributário será calculado no dia do efetivo vado a situação de regularidade fiscal imposta pelo art. 11 da
pagamento, e poderá ser pago em 018 (dezoito) parcelas men- Lei n° 10.370/15. PAÇO MUNICIPAL, em 22 de janeiro de
sais e sucessivas, com redução de 40% (quarenta) por cento 2016. Pp/ José Leite Jucá Filho - PROCURADOR GERAL
sobre juros e multa moratória conforme a Lei nº 10.370/15, art. DO MUNICÍPIO DE FORTALEZA. Lei 8.948/2005 c/c Decreto
4º - PPI. 2ª – O reconhecimento da condição de devedor de 11.880, de 01.09.2005.
crédito sob cobrança judicial, por meio desta adesão, impõe à *** *** ***
parte executada o ônus, sem a incidência dos descontos pre-
vistos no PPI, de arcar com as custas e despesas processuais, ATO N° 0367/2016 - GP - O PREFEITO MUNI-
a serem recolhidas junto ao Poder Judiciário, e verba sucum- CIPAL DE FORTALEZA, no uso das atribuições que lhe são
bencial decorrente da instauração do litígio, cuja cobrança será conferidas pelo art. 76, inc. VI, da Lei Orgânica do Município e
acrescida integralmente à primeira parcela, a qual deverá ser fundamentado no art. 103 da Lei Complementar n° 159/2013 -
paga de imediato. 3ª – Consideram-se vencidas, imediata e Código Tributário Municipal e na Lei n° 10.370/2015 - PPI, que
antecipadamente, todas as parcelas não pagas no respectivo disciplina a transação judicial entre a Fazenda Municipal e o
vencimento, retornando o crédito à situação anterior a esta sujeito passivo da obrigação tributária, mediante concessões
adesão e prosseguindo-se na execução fiscal correspondente, mútuas, objetivando o término do litígio e consequente extinção
quando ocorrentes as seguintes hipóteses, isolada ou cumula- do crédito tributário, atendendo à intenção manifestada por
tivamente: inadimplência de 03 (três) parcelas, consecutivas ou GIOVANI PONTE MARTINS de reconhecer a procedência da
não; existência de saldo devedor após a data de vencimento da execução fiscal que ora lhe é promovida. RESOLVE autorizar o
última parcela deste parcelamento; inadimplência de 03 (três) Procurador do Município a firmar acordo judicial nos autos do
parcelas de créditos tributários, cujos fatos geradores tenham respectivo processo, devidamente identificado em seguida, e
ocorrido após esta transação (Lei nº 10.370/15, art. 13). 4ª - A em conformidade com as cláusulas e condições adiante estipu-
adesão ao PPI, nestes termos, se dá sob condição resolutória, ladas:
não gerando direito adquirido, e será revogada de ofício, sem- PROCESSO VARA CDA TIPO EXERCÍCIO INSC.
pre que se verifique que o sujeito passivo não tenha compro- NÚMERO DATA
vado a situação de regularidade fiscal imposta pelo art. 11 da 107106- 3ª VEF 2014/004415 10/05/2014 1-IPTU 2011, 2012
Lei n° 10.370/15. PAÇO MUNICIPAL, em 22 de janeiro de 88.2014.8.06.0001 267846-2
DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO
FORTALEZA, 15 DE FEVEREIRO DE 2016 SEGUNDA-FEIRA - PÁGINA 10

1ª - O valor do crédito tributário será calculado no dia do efetivo não; existência de saldo devedor após a data de vencimento da
pagamento, e poderá ser pago em 021 (vinte e um) parcelas última parcela deste parcelamento; inadimplência de 03 (três)
mensais e sucessivas, com redução de 30% (trinta) por cento parcelas de créditos tributários, cujos fatos geradores tenham
sobre juros e multa moratória conforme a Lei nº 10.370/15, art. ocorrido após esta transação (Lei nº 10.370/15, art. 13). 4ª - A
4º - PPI. 2ª – O reconhecimento da condição de devedor de adesão ao PPI, nestes termos, se dá sob condição resolutória,
crédito sob cobrança judicial, por meio desta adesão, impõe à não gerando direito adquirido, e será revogada de ofício, sem-
parte executada o ônus, sem a incidência dos descontos pre- pre que se verifique que o sujeito passivo não tenha compro-
vistos no PPI, de arcar com as custas e despesas processuais, vado a situação de regularidade fiscal imposta pelo art. 11 da
a serem recolhidas junto ao Poder Judiciário, e verba sucum- Lei n° 10.370/15. PAÇO MUNICIPAL, em 22 de janeiro de
bencial decorrente da instauração do litígio, cuja cobrança será 2016. Pp/ José Leite Jucá Filho - PROCURADOR GERAL
acrescida integralmente à primeira parcela, a qual deverá ser DO MUNICÍPIO DE FORTALEZA. Lei 8.948/2005 c/c Decreto
paga de imediato. 3ª – Consideram-se vencidas, imediata e 11.880, de 01.09.2005.
antecipadamente, todas as parcelas não pagas no respectivo *** *** ***
vencimento, retornando o crédito à situação anterior a esta
adesão e prosseguindo-se na execução fiscal correspondente, ATO N° 0369/2016 - GP - O PREFEITO MUNI-
quando ocorrentes as seguintes hipóteses, isolada ou cumula- CIPAL DE FORTALEZA, no uso das atribuições que lhe são
tivamente: inadimplência de 03 (três) parcelas, consecutivas ou conferidas pelo art. 76, inc. VI, da Lei Orgânica do Município e
não; existência de saldo devedor após a data de vencimento da fundamentado no art. 103 da Lei Complementar n° 159/2013 -
última parcela deste parcelamento; inadimplência de 03 (três) Código Tributário Municipal e na Lei n° 10.370/2015 - PPI, que
parcelas de créditos tributários, cujos fatos geradores tenham disciplina a transação judicial entre a Fazenda Municipal e o
ocorrido após esta transação (Lei nº 10.370/15, art. 13). 4ª - A sujeito passivo da obrigação tributária, mediante concessões
adesão ao PPI, nestes termos, se dá sob condição resolutória, mútuas, objetivando o término do litígio e consequente extinção
não gerando direito adquirido, e será revogada de ofício, sem- do crédito tributário, atendendo à intenção manifestada por
pre que se verifique que o sujeito passivo não tenha compro- LOUISE DE MARILAC BEZERRA DE ARAÚJO de reconhecer
vado a situação de regularidade fiscal imposta pelo art. 11 da a procedência da execução fiscal que ora lhe é promovida.
Lei n° 10.370/15. PAÇO MUNICIPAL, em 22 de janeiro de RESOLVE autorizar o Procurador do Município a firmar acordo
2016. Pp/ José Leite Jucá Filho - PROCURADOR GERAL judicial nos autos do respectivo processo, devidamente identifi-
DO MUNICÍPIO DE FORTALEZA. Lei 8.948/2005 c/c Decreto cado em seguida, e em conformidade com as cláusulas e con-
11.880, de 01.09.2005. dições adiante estipuladas:
*** *** *** PROCESSO VARA CDA TIPO EXERCÍCIO INSC.
NÚMERO DATA
ATO N° 0368/2016 - GP - O PREFEITO MUNI-
CIPAL DE FORTALEZA, no uso das atribuições que lhe são 166125- 1ª VEF 2011/115789 05/07/2011 1-IPTU 2008, 2009

conferidas pelo art. 76, inc. VI, da Lei Orgânica do Município e 30.2011.8.06.0001 608113-4

fundamentado no art. 103 da Lei Complementar n° 159/2013 - 1ª - O valor do crédito tributário será calculado no dia do efetivo
Código Tributário Municipal e na Lei n° 10.370/2015 - PPI, que pagamento, e poderá ser pago em 008 (oito) parcelas mensais
disciplina a transação judicial entre a Fazenda Municipal e o e sucessivas, com redução de 60% (sessenta) por cento sobre
sujeito passivo da obrigação tributária, mediante concessões juros e multa moratória conforme a Lei nº 10.370/15, art. 4º -
mútuas, objetivando o término do litígio e consequente extinção PPI. 2ª – O reconhecimento da condição de devedor de crédito
do crédito tributário, atendendo à intenção manifestada por sob cobrança judicial, por meio desta adesão, impõe à parte
JOSÉ LIDUINO FERREIRA MARQUES de reconhecer a pro- executada o ônus, sem a incidência dos descontos previstos no
cedência da execução fiscal que ora lhe é promovida. RESOL- PPI, de arcar com as custas e despesas processuais, a serem
VE autorizar o Procurador do Município a firmar acordo judicial recolhidas junto ao Poder Judiciário, e verba sucumbencial
nos autos do respectivo processo, devidamente identificado em decorrente da instauração do litígio, cuja cobrança será acres-
seguida, e em conformidade com as cláusulas e condições cida integralmente à primeira parcela, a qual deverá ser paga
adiante estipuladas: de imediato. 3ª – Consideram-se vencidas, imediata e anteci-
PROCESSO VARA CDA TIPO EXERCÍCIO INSC. padamente, todas as parcelas não pagas no respectivo venci-
NÚMERO DATA mento, retornando o crédito à situação anterior a esta adesão e
2008.0026.6873-0 6ª VEF 2007/097906 31/12/2007 1-IPTU 2003, 2004, prosseguindo-se na execução fiscal correspondente, quando
2005, 2006, ocorrentes as seguintes hipóteses, isolada ou cumulativamen-
2007 192578-4 te: inadimplência de 03 (três) parcelas, consecutivas ou não;
2007/079707 31/12/2007 1-IPTU 2003, 2004,
existência de saldo devedor após a data de vencimento da
2005, 2006,
última parcela deste parcelamento; inadimplência de 03 (três)
2007 206649-1
2007/079708 31/12/2007 1-IPTU 2003, 2004,
parcelas de créditos tributários, cujos fatos geradores tenham
2005, 2006,
ocorrido após esta transação (Lei nº 10.370/15, art. 13). 4ª - A
2007 206659-9 adesão ao PPI, nestes termos, se dá sob condição resolutória,
não gerando direito adquirido, e será revogada de ofício, sem-
1ª - O valor do crédito tributário será calculado no dia do efetivo pre que se verifique que o sujeito passivo não tenha compro-
pagamento, e poderá ser pago em 018 (dezoito) parcelas men- vado a situação de regularidade fiscal imposta pelo art. 11 da
sais e sucessivas, com redução de 40% (quarenta) por cento Lei n° 10.370/15. PAÇO MUNICIPAL, em 22 de janeiro de
sobre juros e multa moratória conforme a Lei nº 10.370/15, art. 2016. Pp/ José Leite Jucá Filho - PROCURADOR GERAL
4º - PPI. 2ª – O reconhecimento da condição de devedor de DO MUNICÍPIO DE FORTALEZA. Lei 8.948/2005 c/c Decreto
crédito sob cobrança judicial, por meio desta adesão, impõe à 11.880, de 01.09.2005.
parte executada o ônus, sem a incidência dos descontos pre- *** *** ***
vistos no PPI, de arcar com as custas e despesas processuais,
a serem recolhidas junto ao Poder Judiciário, e verba sucum- ATO N° 0370/2016 - GP - O PREFEITO MUNI-
bencial decorrente da instauração do litígio, cuja cobrança será CIPAL DE FORTALEZA, no uso das atribuições que lhe são
acrescida integralmente à primeira parcela, a qual deverá ser conferidas pelo art. 76, inc. VI, da Lei Orgânica do Município e
paga de imediato. 3ª – Consideram-se vencidas, imediata e fundamentado no art. 103 da Lei Complementar n° 159/2013 -
antecipadamente, todas as parcelas não pagas no respectivo Código Tributário Municipal e na Lei n° 10.370/2015 - PPI, que
vencimento, retornando o crédito à situação anterior a esta disciplina a transação judicial entre a Fazenda Municipal e o
adesão e prosseguindo-se na execução fiscal correspondente, sujeito passivo da obrigação tributária, mediante concessões
quando ocorrentes as seguintes hipóteses, isolada ou cumula- mútuas, objetivando o término do litígio e consequente extinção
tivamente: inadimplência de 03 (três) parcelas, consecutivas ou do crédito tributário, atendendo à intenção manifestada por
DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO
FORTALEZA, 15 DE FEVEREIRO DE 2016 SEGUNDA-FEIRA - PÁGINA 11

ROBERTO CAVALCANTE GURGEL de reconhecer a proce- cobrança será acrescida integralmente à primeira parcela, a
dência da execução fiscal que ora lhe é promovida. RESOLVE qual deverá ser paga de imediato. 3ª – Consideram-se venci-
autorizar o Procurador do Município a firmar acordo judicial nos das, imediata e antecipadamente, todas as parcelas não pagas
autos do respectivo processo, devidamente identificado em no respectivo vencimento, retornando o crédito à situação ante-
seguida, e em conformidade com as cláusulas e condições rior a esta adesão e prosseguindo-se na execução fiscal cor-
adiante estipuladas: respondente, quando ocorrentes as seguintes hipóteses, isola-
da ou cumulativamente: inadimplência de 03 (três) parcelas,
PROCESSO VARA CDA TIPO EXERCÍCIO INSC.
consecutivas ou não; existência de saldo devedor após a data
NÚMERO DATA
105332- 1ª VEF 2014/007582 10/05/2014 1-IPTU 2010, 2012,
de vencimento da última parcela deste parcelamento; inadim-
23.2014.8.06.0001 2013 429460-2
plência de 03 (três) parcelas de créditos tributários, cujos fatos
2014/007583 10/05/2014 1-IPTU 2010, 2012, geradores tenham ocorrido após esta transação (Lei nº
2013 429461-0 10.370/15, art. 13). 4ª - A adesão ao PPI, nestes termos, se dá
sob condição resolutória, não gerando direito adquirido, e será
1ª - O valor do crédito tributário será calculado no dia do efetivo revogada de ofício, sempre que se verifique que o sujeito pas-
pagamento, e poderá ser pago em 012 (doze) parcelas men- sivo não tenha comprovado a situação de regularidade fiscal
sais e sucessivas, com redução de 60% (sessenta) por cento imposta pelo art. 11 da Lei n° 10.370/15. PAÇO MUNICIPAL,
sobre juros e multa moratória conforme a Lei nº 10.370/15, art. em 22 de janeiro de 2016. Pp/ José Leite Jucá Filho - PRO-
4º - PPI. 2ª – O reconhecimento da condição de devedor de CURADOR GERAL DO MUNICÍPIO DE FORTALEZA. Lei
crédito sob cobrança judicial, por meio desta adesão, impõe à 8.948/2005 c/c Decreto 11.880, de 01.09.2005.
parte executada o ônus, sem a incidência dos descontos pre- *** *** ***
vistos no PPI, de arcar com as custas e despesas processuais,
a serem recolhidas junto ao Poder Judiciário, e verba sucum- ATO N° 0372/2016 - GP - O PREFEITO MUNI-
bencial decorrente da instauração do litígio, cuja cobrança será CIPAL DE FORTALEZA, no uso das atribuições que lhe são
acrescida integralmente à primeira parcela, a qual deverá ser conferidas pelo art. 76, inc. VI, da Lei Orgânica do Município e
paga de imediato. 3ª – Consideram-se vencidas, imediata e fundamentado no art. 103 da Lei Complementar n° 159/2013 -
antecipadamente, todas as parcelas não pagas no respectivo Código Tributário Municipal e na Lei n° 10.370/2015 - PPI, que
vencimento, retornando o crédito à situação anterior a esta disciplina a transação judicial entre a Fazenda Municipal e o
adesão e prosseguindo-se na execução fiscal correspondente, sujeito passivo da obrigação tributária, mediante concessões
quando ocorrentes as seguintes hipóteses, isolada ou cumula- mútuas, objetivando o término do litígio e consequente extinção
tivamente: inadimplência de 03 (três) parcelas, consecutivas ou do crédito tributário, atendendo à intenção manifestada por
não; existência de saldo devedor após a data de vencimento da SEVERINO CARLOS PAULA PESSOA GUIMARÃES de reco-
última parcela deste parcelamento; inadimplência de 03 (três) nhecer a procedência da execução fiscal que ora lhe é promo-
parcelas de créditos tributários, cujos fatos geradores tenham vida. RESOLVE autorizar o Procurador do Município a firmar
ocorrido após esta transação (Lei nº 10.370/15, art. 13). 4ª - A acordo judicial nos autos do respectivo processo, devidamente
adesão ao PPI, nestes termos, se dá sob condição resolutória, identificado em seguida, e em conformidade com as cláusulas
não gerando direito adquirido, e será revogada de ofício, sem- e condições adiante estipuladas:
pre que se verifique que o sujeito passivo não tenha compro-
vado a situação de regularidade fiscal imposta pelo art. 11 da PROCESSO VARA CDA TIPO EXERCÍCIO INSC.
Lei n° 10.370/15. PAÇO MUNICIPAL, em 22 de janeiro de NÚMERO DATA

2016. Pp/ José Leite Jucá Filho - PROCURADOR GERAL 2009.0015.2892-5 2ª VEF 2009/001523 23/04/2009 1-IPTU 2005, 2006,
2007 055161-9
DO MUNICÍPIO DE FORTALEZA. Lei 8.948/2005 c/c Decreto
11.880, de 01.09.2005. 1ª - O valor do crédito tributário será calculado no dia do efetivo
*** *** *** pagamento, e poderá ser pago em 024 (vinte e quatro) parce-
ATO N° 0371/2016 - GP - O PREFEITO MUNI- las mensais e sucessivas, com redução de 30% (trinta) por
CIPAL DE FORTALEZA, no uso das atribuições que lhe são cento sobre juros e multa moratória conforme a Lei nº
conferidas pelo art. 76, inc. VI, da Lei Orgânica do Município e 10.370/15, art. 4º - PPI. 2ª – O reconhecimento da condição de
fundamentado no art. 103 da Lei Complementar n° 159/2013 - devedor de crédito sob cobrança judicial, por meio desta ade-
Código Tributário Municipal e na Lei n° 10.370/2015 - PPI, que são, impõe à parte executada o ônus, sem a incidência dos
disciplina a transação judicial entre a Fazenda Municipal e o descontos previstos no PPI, de arcar com as custas e despe-
sujeito passivo da obrigação tributária, mediante concessões sas processuais, a serem recolhidas junto ao Poder Judiciário,
mútuas, objetivando o término do litígio e consequente extinção e verba sucumbencial decorrente da instauração do litígio, cuja
do crédito tributário, atendendo à intenção manifestada por cobrança será acrescida integralmente à primeira parcela, a
SEVERINO CARLOS PAULA PESSOA GUIMARÃES de reco- qual deverá ser paga de imediato. 3ª – Consideram-se venci-
nhecer a procedência da execução fiscal que ora lhe é promo- das, imediata e antecipadamente, todas as parcelas não pagas
vida. RESOLVE autorizar o Procurador do Município a firmar no respectivo vencimento, retornando o crédito à situação ante-
acordo judicial nos autos do respectivo processo, devidamente rior a esta adesão e prosseguindo-se na execução fiscal cor-
identificado em seguida, e em conformidade com as cláusulas respondente, quando ocorrentes as seguintes hipóteses, isola-
e condições adiante estipuladas: da ou cumulativamente: inadimplência de 03 (três) parcelas,
consecutivas ou não; existência de saldo devedor após a data
PROCESSO VARA CDA TIPO EXERCÍCIO INSC. de vencimento da última parcela deste parcelamento; inadim-
NÚMERO DATA plência de 03 (três) parcelas de créditos tributários, cujos fatos
105358- 2ª VEF 2014/001422 10/05/2014 1-IPTU 2011, 2012 geradores tenham ocorrido após esta transação (Lei nº
21.2014.8.06.0001 055161-9 10.370/15, art. 13). 4ª - A adesão ao PPI, nestes termos, se dá
sob condição resolutória, não gerando direito adquirido, e será
1ª - O valor do crédito tributário será calculado no dia do efetivo revogada de ofício, sempre que se verifique que o sujeito pas-
pagamento, e poderá ser pago em 024 (vinte e quatro) parce- sivo não tenha comprovado a situação de regularidade fiscal
las mensais e sucessivas, com redução de 30% (trinta) por imposta pelo art. 11 da Lei n° 10.370/15. PAÇO MUNICIPAL,
cento sobre juros e multa moratória conforme a Lei nº em 22 de janeiro de 2016. Pp/ José Leite Jucá Filho - PRO-
10.370/15, art. 4º - PPI. 2ª – O reconhecimento da condição de CURADOR GERAL DO MUNICÍPIO DE FORTALEZA. Lei
devedor de crédito sob cobrança judicial, por meio desta ade- 8.948/2005 c/c Decreto 11.880, de 01.09.2005.
são, impõe à parte executada o ônus, sem a incidência dos *** *** ***
descontos previstos no PPI, de arcar com as custas e despe-
sas processuais, a serem recolhidas junto ao Poder Judiciário, TERMO DE APOSTILAMENTO - CONTRATAN-
e verba sucumbencial decorrente da instauração do litígio, cuja TE: Fundação de Ciência, Tecnologia e Inovação de Fortaleza
DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO
FORTALEZA, 15 DE FEVEREIRO DE 2016 SEGUNDA-FEIRA - PÁGINA 12

– CITINOVA, situada Avenida Padre Antônio Tomás, nº 342-A, Fortaleza – CE, no horário de 08h às 11h e das 14h às 16h, ao
bairro Aldeota, CEP 60.140-160, pessoa jurídica de direito longo dos 12 (doze) meses, mediante solicitação do Setor de
público, inscrita no CNPJ sob o nº 21.736.708/0001-85, neste Material e Patrimônio, de acordo com sua necessidade, nas
ato sendo representada por seu Presidente, Sr. Tarcísio Harol- quantidades e prazos determinados no cronograma a ser esta-
do Cavalcante Pequeno, brasileiro, portador da Carteira de belecido por esta Secretaria, sendo que a não observância
Identidade nº 95004011020, e do CPF nº 015.042.903-72, destas condições implicará na não aceitação do mesmo, sem
residente e domiciliado em Fortaleza - CE, na Av. Historiador que caiba qualquer tipo de reclamação ou indenização por
Raimundo Girão, 444, apto. 1302, Praia de Iracema, CEP: parte da inadimplente.” Diante do exposto, em cumprimento ao
60.165-050. CONTRATADA: INFOMIX COMERCIAL DE IN- princípio Constitucional do contraditório e da ampla defesa,
FORMÁTICA LTDA - ME, pessoa jurídica com sede Rua Rosa solicito a PUBLICAÇÃO da Notificação à empresa INFO
Cruz, nº 491, Bairro Maraponga, CEP n° 60.711-75, Fortale- SOLUTION COMÉRCIO E SERVIÇOS DE INFORMÁTICA
za/CE, inscrita no CNPJ sob o nº 16.867.118/0001-51, neste LTDA - ME, no Diário Oficial do Município – DOM. Fortaleza, 12
ato representada pela Sr. Luiz Enrique Ruiz Gil, brasileiro, de fevereiro de 2016. Geovânia Sabino Machado – PRESI-
solteiro, inscrito no CPF nº 615.083.813-72, residente e domici- DENTE DA CENTRAL DE LICITAÇÕES - CLFOR.
liado nesta capital. OBJETO: Constitui objeto deste contrato a *** *** ***
aquisição de MATERIAIS PERMANENTES, de acordo com as
especificações e quantitativos previstos no Anexo I – Termo de AVISO DE 1ª NOVA CONVOCAÇÃO
Referência do edital do Pregão Eletrônico nº 253/2014 e na
proposta da CONTRATADA, para atender as necessidades da PROCESSO: Pregão Eletrônico nº 008/2016.
ORIGEM: Secretaria Municipal do Planejamento, Orçamento e
Fundação de Tecnologia, Ciência e Inovação de Fortaleza –
Gestão – SEPOG.
CITINOVA. DELIBERAÇÃO: A FUNDAÇÃO DE CIÊNCIA,
TECNOLOGIA E INOVAÇÃO DE FORTALEZA – CITINOVA, OBJETO: Constitui objeto da presente licitação a seleção de
empresa para o registro de preços visando aquisi-
por deliberação unilateral da administração pública, com base
no art. 65, §8º, Lei nº 8.666/93, RESOLVE realizar apostila- ções futuras e eventuais de aparelhos de ar condi-
cionado do Tipo Split todos novos e de primeiro uso
mento ao contrato acima individualizado, devido à mudança no
Programa Atividade da Dotação Orçamentária da LOA de 2016. e instalação, para atender as necessidades dos
11205.19.122.0001.2016.0001 Manutenção e Funcionamen- Órgãos e Entidades do Município de Fortaleza de
acordo com as especificações e quantitativos conti-
to Administrativo. 44.90.52 Equipamentos e Material Perma-
nente. 0101Fonte. VALOR: Os valores do contrato permane- dos no Anexo A – Termo de Referência deste Edital,
para o período de 12 meses.
cem inalterados. Fortaleza, 4 de fevereiro de 2016. João José
Vasco Peixoto Furtado - PRESIDENTE EM EXERCÍCIO DA DO TIPO: Menor preço.
DA FORMA DE FORNECIMENTO: Por demanda.
FUNDAÇÃO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO DE
FORTALEZA - CONTRATANTE. VISTO: Francisco Allan
Montenegro Freire - PROCURADOR JURÍDICO – OAB Nº O(A) PREGOEIRO(A) DA CENTRAL DE LICI-
TAÇÕES DA PREFEITURA DE FORTALEZA - CLFOR, torna
24854.
público para conhecimento dos licitantes e demais interessa-
dos, que do dia 15 de fevereiro de 2016 a 29 de fevereiro de
CENTRAL DE LICITAÇÕES DA PREFEITURA 2016 até às 09h00min. (horário de Brasília), estará recebendo
DE FORTALEZA as Propostas de Preços referentes a este Pregão, no Endereço
Eletrônico www.licitacoes-e.com.br. A Abertura das Propos-
tas acontecerá no dia 29 de fevereiro de 2016,
TERMO DE NOTIFICAÇÃO às 09h00min. (horário de Brasília) e o início da Sessão de
Disputa de Lances ocorrerá a partir das 14h00min. do dia 29 de
A PRESIDENTE DA CENTRAL DE LICITAÇÕES fevereiro de 2016 (horário de Brasília). O edital na ínte-
DA PREFEITURA DE FORTALEZA – CLFOR, no uso de suas gra encontra-se à disposição dos interessados para consulta e
atribuições legais, face à abertura do Processo Administrativo aquisição na Central de Licitações | Rua do Rosário, 77, Centro
para Aplicação de Penalidades, e em observância a determina- – Ed. Comte. Vital Rolim – Sobreloja e Terraço – Fortaleza-CE,
ção do caput do art. 87 e parágrafo único do art. 78, todos da no e-compras: http://compras.fortaleza.ce.gov.br/publico/ in-
Lei Federal nº. 8.666/93, vem NOTIFICAR a empresa INFO dex.asp, assim como no Portal de Licitações do TCM-CE:
SOLUTION COMÉRCIO E SERVIÇOS DE INFORMÁTICA http://www.tcm.ce.gov.br/licitacoes/. Maiores informações pelo
LTDA - ME, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no telefone: (85) 3452.3477 | CLFOR. Fortaleza-CE, 12 de feverei-
CNPJ. nº 06.022.833/0001-30, com sede na cidade de Fortale- ro de 2016. Carlos Henrique Rocha Almeida - PREGOEI-
za, Estado do Ceará, estabelecida na Avenida Washington RO(A) DA CLFOR.
Soares, nº. 731, Edson Queiroz. CEP: 60.811-341. Represen- *** *** ***
tada por seu bastante procurador Sr. André Castro Gonçalves, AVISO DE CONVOCAÇÃO
brasileiro, empresário, portador do RG nº. 329681473-SSP/CE,
inscrito no CPF/MF sob o nº. 291.017.478-60, a apresentar PROCESSO: Pregão Eletrônico nº 044/2016.
defesa prévia no prazo de 05 (cinco dias) úteis, com vista dos ORIGEM: Secretaria Municipal do Planejamento, Orçamento e
autos na Coordenadoria de Procedimento Administrativo para Gestão – SEPOG.
Aplicação de Penalidades, desta CLFOR, a contar do recebi- OBJETO: A presente licitação tem por objeto a contratação de
mento da Notificação, no Processo Administrativo, instaurado empresa pessoa jurídica para a prestação de servi-
para apurar possíveis irregularidades no Contrato nº. 34/2015 - ços de mão de obra terceirizada, para atender as
SEINF, do PREGÃO ELETRÔNICO Nº 48/2015, com a empre- necessidades da Secretaria Regional VI – SR VI, pe-
sa INFO SOLUTION COMÉRCIO E SERVIÇOS DE INFOR- lo período de 12 (doze) meses, podendo ser prorro-
MÁTICA LTDA - ME, pelo descumprimento contratual do con- gado nos limites da lei, de acordo com as especifi-
trato em face da mesma não ter cumprido o prazo de entrega cações e quantitativos previstos no Anexo I – Termo
dos suprimentos de cartuchos, conforme preceitua a Cláusula de Referência deste Edital.
Décima – Do Fornecimento e da Entrega do Material: Item DO TIPO: Menor preço.
10.1. Quanto à entrega: 10.1.1. “O objeto contratual deverá ser DO REGIME DE EXECUÇÃO INDIRETA: Empreitada por
entregue em conformidade com as especificações estabeleci- preço global.
das neste instrumento, nos endereços, prazos e horários pre-
vistos nos subitens seguintes: 10.1.1.1. parceladamente, no O(A) PREGOEIRO(A) DA CENTRAL DE LICI-
almoxarifado da Secretaria Municipal de Infraestrutura, locali- TAÇÕES DA PREFEITURA DE FORTALEZA - CLFOR, torna
zada na Av. Deputado Paulino Rocha, 1343, Bairro Cajazeiras, público para conhecimento dos licitantes e demais interessa-
DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO
FORTALEZA, 15 DE FEVEREIRO DE 2016 SEGUNDA-FEIRA - PÁGINA 13

dos, que do dia 15 de fevereiro de 2016 a 29 de fevereiro de AVISO DE RESPOSTA AO PEDIDO


2016 até às 09h00min. (Horário de Brasília), estará recebendo DE ESCLARECIMENTO
as Propostas de Preços referentes a este Pregão, no Endereço
Eletrônico www.licitacoes-e.com.br. A Abertura das Propos- PROCESSO: Pregão Eletrônico nº 023/2016.
tas acontecerá no dia 29 de fevereiro de 2016, às 09h00min. ORIGEM: Secretaria Municipal de Saúde – SMS.
(Horário de Brasília) e o início da Sessão de Disputa de Lan- OBJETO: Constitui o objeto desta licitação o registro de preços,
ces ocorrerá a partir das 14h00min. do dia 29 de fevereiro de para futuras e eventuais aquisições de inseticida,
2016 (Horário de Brasília). O edital na íntegra encontra-se à larvicida e raticida para atender as necessidades da
disposição dos interessados para consulta e aquisição na Cen- Coordenadoria de Vigilância á Saúde (COVIS) ligada
tral de Licitações | Rua do Rosário, 77, Centro – Ed. Comte. a Secretaria Municipal de Saúde de Fortaleza, pelo
Vital Rolim – Sobreloja e Terraço – Fortaleza-CE, no e- período de 12 (doze) meses, de acordo com as es-
compras: http://compras.fortaleza.ce.gov.br/publico/ index. asp, pecificações e quantitativos previstos no Anexo I –
assim como no Portal de Licitações do TCM-CE: http: //www. Termo de Referência deste Edital.
tcm.ce.gov.br/licitacoes/. Maiores informações pelo telefo- DO TIPO: Menor preço.
ne: (85) 3452.3477 | CLFOR. Fortaleza-CE, 12 de fevereiro de DA FORMA DE FORNECIMENTO: Por demanda.
2016. Eduardo Martins da Silva - PREGOEIRO(A) DA
CLFOR. O(A) PREGOEIRO(A) DA CENTRAL DE LICITA-
*** *** *** ÇÕES DA PREFEITURA DE FORTALEZA - CLFOR, torna
público para conhecimento dos licitantes e demais interessa-
AVISO DE IMPUGNAÇÃO dos, que as empresas: COMERCIAL DE RAÇÕES E PRODU-
TOS AGROPECUÁRIOSCASA NORMANDIA / CASA DO BOI
PROCESSO: Pregão Eletrônico nº 028/2016. PRODUTOS AGROPECUÁRIOS EIRELI EPP, formularam
ORIGEM: Secretaria Municipal da Educação – SME. RESPOSTAS AOS PEDIDOS DE ESCLARECIMENTOS aos
OBJETO: Constitui objeto da presente licitação a seleção de termos dos editais do processo em epígrafe. O referido pedido
empresa para registro de preços visando à aquisição encontra-se à disposição em sua sede situada na Rua do Ro-
e instalação futura e eventual de elevadores para as sário, 77, Centro – Ed. Comte. Vital Rolim – Sobreloja e Terra-
Escolas de Tempo Integral e Academia do Profes- ço - Fortaleza (CE). Maiores informações pelo telefone: (85)
sor, prédios da Secretaria Municipal da Educação de 3452.3477 | CLFOR. Fortaleza-CE, 12 de fevereiro de 2016.
Fortaleza – SME, de acordo com as especificações Carlos Henrique Rocha Almeida - PREGOEIRO(A) DA
e quantitativos contidos no Anexo I – Termo de Re- CLFOR.
ferência deste Edital. *** *** ***
DO TIPO: Menor preço.
DA FORMA DE FORNECIMENTO: Por demanda. AVISO DE PEDIDO DE ESCLARECIMENTO
O(A) PREGOEIRO(A) DA CENTRAL DE LICI- PROCESSO: Concorrência Pública Internacional nº 007/2015.
TAÇÕES DA PREFEITURA DE FORTALEZA - CLFOR, torna ORIGEM: Secretaria Municipal de Infraestrutura – SEINF.
público para conhecimento dos licitantes e demais interessa- OBJETO: Contratação de empresa de engenharia para execu-
dos, que a empresa: THYSSENKRUPP ELEVADORES S. A., ção de obras de rede de água, esgoto, drenagem,
apresentou IMPUGNAÇÃO aos termos do edital do Pregão em terraplanagem e pavimentação no Bairro do Canin-
epígrafe. Maiores informações encontram-se à disposição em dezinho, do Programa Municipal de Drenagem Urba-
sua sede situada na Rua do Rosário, 77, Centro – Ed. Comte. na de Fortaleza – DRENURB no Município de Forta-
Vital Rolim – Sobreloja e Terraço - Fortaleza (CE) ou através leza.
do telefone: (85) 3452.3477 | CLFOR. Fortaleza-CE, 12 de TIPO DE LICITAÇÃO: Menor preço.
fevereiro de 2016. Eduardo Martins da Silva - PREGOEI- REGIME DE EXECUÇÃO: Empreitada por preço unitário.
RO(A) DA CLFOR.
*** *** *** A PRESIDENTE DA COMISSÃO PERMANENTE
DE LICITAÇÕES DA PREFEITURA MUNICIPAL DE FORTA-
AVISO DE DECISÃO DE IMPUGNAÇÃO
LEZA – CE | CPL, torna público para conhecimento dos licitan-
PROCESSO: Pregão Eletrônico nº 023/2016. tes e demais interessados, que as empresas: CONSTRUTORA
ORIGEM: Secretaria Municipal de Saúde – SMS. BETA S.A / EDCON COMÉRCIO E CONSTRUÇÕES LTDA,
OBJETO: Constitui o objeto desta licitação o registro de preços, formularam PEDIDOS DE ESCLARECIMENTOS aos termos
para futuras e eventuais aquisições de inseticida, dos editais do processo em epígrafe. Maiores informações
larvicida e raticida para atender as necessidades da encontram-se à disposição em sua sede situada na Rua do
Coordenadoria de Vigilância á Saúde (COVIS) ligada Rosário, 77, Centro – Ed. Comte. Vital Rolim – Sobreloja e
a Secretaria Municipal de Saúde de Fortaleza, pelo Terraço - Fortaleza (CE) ou através do telefone: (85) 3452-3477
período de 12 (doze) meses, de acordo com as es- | CPL. Fortaleza – CE, 12 de fevereiro de 2016. Geovânia
pecificações e quantitativos previstos no Anexo I – Sabino Machado - PRESIDENTE DA CPL.
Termo de Referência deste Edital. *** *** ***
DO TIPO: Menor preço. INFORMATIVO
DA FORMA DE FORNECIMENTO: Por demanda.
PROCESSO: Concorrência pública Internacional nº 007/2015.
O(A) PREGOEIRO(A) DA CENTRAL DE LICI- ORIGEM: Secretaria Municipal de Infraestrutura – SEINF.
TAÇÕES DA PREFEITURA DE FORTALEZA - CLFOR, torna OBJETO: Contratação de empresa de Engenharia para execu-
público para conhecimento dos licitantes e demais interessa- ção de Obras de Rede de Água, Esgoto, Drenagem,
dos, que NÃO FOI DADO PROVIMENTO a impugnação inter- Terraplanagem e Pavimentação no Bairro do Canin-
posta pela empresa: ROGAMA INDÚSTRIA E COMÉRCIO dezinho, do Programa Municipal de Drenagem Ur-
LTDA, conforme decisão do(a) titular do Órgão constante dos bana de Fortaleza – DRENURB no Município de For-
autos do processo em epígrafe. As decisões encontram-se à taleza.
disposição dos interessados em sua sede na Rua do Rosário, TIPO DE LICITAÇÃO: Menor preço.
77, Centro – Ed. Comte. Vital Rolim – Sobreloja e Terraço - REGIME DE EXECUÇÃO: Empreitada por preço unitário.
Fortaleza-CE. Maiores informações pelo telefone: (85) 3452-
3477 | CLFOR. Fortaleza-CE, 12 de fevereiro de 2016. Carlos A PRESIDENTE DA COMISSÃO PERMANENTE
Henrique Rocha Almeida - PREGOEIRO(A) DA CLFOR. DE LICITAÇÕES DA PREFEITURA MUNICIPAL DE FORTA-
*** *** *** LEZA – CE | CPL, torna público para conhecimento dos licitan-
DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO
FORTALEZA, 15 DE FEVEREIRO DE 2016 SEGUNDA-FEIRA - PÁGINA 14

tes e demais interessados, que no edital do(a) referido(a) CPI - ORIGEM: Secretaria Municipal de Infraestrutura – SEINF.
nº 007/2015 - SEINF, publicado no dia 29 de dezembro de OBJETO: Constitui objeto da presente licitação a aquisição de
2015, nos meios de comunicação legal: Jornal Local, Jornal de material de manutenção para uso na Célula de Ges-
Circulação Nacional, Diário Oficial do Município (DOM) e Diário tão da Malha Viária da Secretaria Municipal de Infra-
Oficial da União (DOU), onde ocorreram atecnias, motivo pelo estrutura - SEINF, de acordo com as especificações
qual se faz necessário a publicação de um INFORMATIVO e quantitativos previstos no Anexo I – Termo de
corrigindo, nos mesmos meios de publicidade que: 1) No Edital, Referência deste Edital.
na alínea “c” do subitem 04.02.01 do item 04.00 - DA PRO- TIPO DE LICITAÇÃO: Menor preço.
POSTA DE PREÇO, FL. 16: ONDE SE LÊ: c. Prazo máximo de DA FORMA DE FORNECIMENTO: Parcelado.
execução dos serviços, que será de 24 (vinte e quatro) meses
corridos. LEIA-SE: c. Prazo máximo de execução dos serviços, O(A) PREGOEIRO(A) DA CENTRAL DE LICI-
que será de 18 (dezoito) meses corridos. 2) No Edital, no subi- TAÇÕES DA PREFEITURA DE FORTALEZA - CLFOR, torna
tem 08.11 do item 08.00 - DO CONTRATO, FL. 25: ONDE SE público para conhecimento dos licitantes e demais interessa-
LÊ: 08.11 – O prazo de vigência do contrato será de 24 (vinte e dos, que o(a) Pregão Eletrônico nº 169/2015 - SEINF, foi decla-
quatro) meses, contados a partir da assinatura do contrato, rada FRACASSADA. Maiores informações encontram-se à
estando o prazo de execução atrelado ao de vigência, podendo disposição em sua sede situada na Rua do Rosário, 77, Centro
ser prorrogado com as devidas justificativas e nos limites da lei. – Ed. Comte. Vital Rolim – Sobreloja e Terraço - Fortaleza (CE)
LEIA-SE: 08.11 – O prazo de vigência do contrato será de 21 ou através do telefone: (85) 3452.3477 | CLFOR. Fortaleza-CE,
(vinte e um) meses, contados a partir da assinatura do contrato, 12 de fevereiro de 2016. David Sobreira Bezerra de Menezes
estando o prazo de execução atrelado ao de vigência, sendo - PREGOEIRO(A) DA CLFOR.
este de 18 (dezoito) meses e podendo ser prorrogado com as *** *** ***
devidas justificativas e nos limites da lei. 3) No Edital, na
CLÁUSULA TERCEIRA - DO PRAZO DE VIGÊNCIA, do ANE- AVISO DE CONVOCAÇÃO
XO V – MINUTA DE CONTRATO, FL. 79: ONDE SE LÊ: Este
contrato terá prazo de vigência de 24 (vinte e quatro) meses PROCESSO: Chamamento Público nº 002/2016.
contados a partir de sua assinatura, podendo ser prorrogado, ORIGEM: Secretaria Municipal de Conservação e Serviços
nos termos da legislação vigente. LEIA-SE: Este contrato terá Públicos – SCSP.
prazo de vigência de 21 (vinte e um) meses contados a partir OBJETO: O Presente Chamamento Público tem por objeto
de sua assinatura, podendo ser prorrogado, nos termos da receber propostas para firmar termo de autorização
legislação vigente. 4) No Edital, na CLÁUSULA SÉTIMA - DO com a vencedora da seleção pública para implanta-
PRAZO DE EXECUÇÃO, do ANEXO V – MINUTA DE CON- ção, operação e manutenção de sistema de carros
TRATO, FL. 79: ONDE SE LÊ: O prazo para execução do elétricos públicos compartilhados na Cidade de For-
objeto deste contrato é de 24 (vinte e quatro) meses. LEIA-SE: taleza, em caráter experimental, ofertando nova
O prazo para execução do objeto deste contrato é de 18 (de- alternativa de transporte à população integrada a ou-
zoito) meses. Maiores informações encontram-se à disposição tros modos.
em sua sede situada na Rua do Rosário, 77, Centro – Ed.
Comte. Vital Rolim – Sobreloja e Terraço - Fortaleza (CE) ou A PRESIDENTE DA COMISSÃO PERMANENTE
através do telefone: (85) 3452-3477 | CPL. Fortaleza – CE, 12 DE LICITAÇÕES DA PREFEITURA MUNICIPAL DE FORTA-
de fevereiro de 2016. Geovânia Sabino Machado - PRESI- LEZA – CE | CPL, torna público para conhecimento dos licitan-
DENTE DA CPL. tes e demais interessados, que o MUNICÍPIO DE FORTALEZA,
*** *** *** por intermédio da SECRETARIA MUNICIPAL DE CONSER-
VAÇÃO E SERVIÇOS PÚBLICOS - SCSP, inscrita no
AVISO DE RESPOSTA AO CNPJ/MF sob o nº. 17.524.445/0001-73, torna pública a reali-
PEDIDO DE ESCLARECIMENTO zação de CHAMAMENTO PÚBLICO para receber propostas
para implantação, operação e manutenção de sistema de car-
PROCESSO: Concorrência Pública Internacional nº 007/2015. ros elétricos públicos compartilhados, em caráter experimental,
ORIGEM: Secretaria Municipal de Infraestrutura – SEINF. na cidade de Fortaleza, ofertando nova alternativa de transpor-
OBJETO: Contratação de empresa de engenharia para execu- te à população integrada a outros modos. Os interessados
ção de obras de rede de água, esgoto, drenagem, deverão apresentar os Envelopes contendo os Documentos
terraplanagem e pavimentação no Bairro do Canin- para Habilitação, Projeto Executivo e Proposta Técnica até às
dezinho, do Programa Municipal de Drenagem Ur- 09h00min. do dia 02 de março de 2016, os quais serão aber-
bana de Fortaleza – DRENURB no Município de For- tos, impreterivelmente, em sessão pública, às 09h30min. do dia
taleza. 02 de março de 2016, na sede da Central de Licitações da
TIPO DE LICITAÇÃO: Menor preço. Prefeitura de Fortaleza, situada à Rua do Rosário, número 77,
REGIME DE EXECUÇÃO: Empreitada por preço unitário. Centro, Edifício Comandante Vital Rolim – Sobreloja e Terraço–
Fortaleza-CE. O edital na íntegra encontra-se à disposição dos
A PRESIDENTE DA COMISSÃO PERMANENTE interessados para consulta e aquisição na Central de Licitações
DE LICITAÇÕES DA PREFEITURA MUNICIPAL DE FORTA- | Rua do Rosário, 77, Centro – Ed. Comte. Vital Rolim – Sobre-
LEZA – CE | CPL, torna público para conhecimento dos licitan- loja e Terraço – Fortaleza-CE, no e-compras: http://compras.
tes e demais interessados, que as empresas: CONSTRUTORA fortaleza.ce.gov.br/publico/index.asp, assim como no Portal de
BETA S.A / EDCON COMÉRCIO E CONSTRUÇÕES LTDA, Licitações do TCM-CE: http://www.tcm. ce.gov.br/licitacoes/.
formularam RESPOSTAS AOS PEDIDOS DE ESCLARECI- Maiores informações pelo telefone: (85) 3452.3477 | CPL. For-
MENTOS aos termos dos editais do processo em epígrafe. taleza-CE, 12 de fevereiro de 2016. Geovânia Sabino
Maiores informações encontram-se à disposição em sua sede Machado - PRESIDENTE DA CPL.
situada na Rua do Rosário, 77, Centro – Ed. Comte. Vital Rolim *** *** ***
– Sobreloja e Terraço - Fortaleza (CE) ou através do telefone:
(85) 3452-3477 | CPL. Fortaleza – CE, 12 de fevereiro de 2016. AVISO DE CONVOCAÇÃO
Geovânia Sabino Machado - PRESIDENTE DA CPL.
*** *** *** PROCESSO: Pregão Presencial nº 003/2016.
ORIGEM: Secretaria de Conservação e Serviços Públicos –
AVISO DE LICITAÇÃO SCSP / Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania
FRACASSADA DO LOTE 04 – AMC.
OBJETO: Contratação de empresa para execução de serviço
PROCESSO: Pregão Eletrônico nº 169/2015. de manutenção preventiva e corretiva com reposição
DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO
FORTALEZA, 15 DE FEVEREIRO DE 2016 SEGUNDA-FEIRA - PÁGINA 15

de peças originais e genuínas, utilizados na linha de OBJETO: Contratação de empresa para execução de serviços
montagem do fabricante das motocicletas XRE 300 de urbanização e infraestrutura da Comunidade
e CB 300, Pertencentes à frota da Autarquia Munici- Maravilha, comtemplando arborização, equipamento
pal de Trânsito e Cidadania, conforme especifica- de lazer, passeios, vias internas de pedestres, vias
ções e quantitativos constantes do Anexo I deste internas de pedestre, pontos comerciais.
edital. TIPO DE LICITAÇÃO: Menor preço global.
DO TIPO: MENOR PREÇO – Aqui traduzido em maior descon- REGIME DE EXECUÇÃO: Empreitada por preço unitário.
to (Percentual).
DA FORMA DE FORNECIMENTO: Por demanda. A PRESIDENTE DA COMISSÃO ESPECIAL DE
LICITAÇÕES DA PREFEITURA MUNICIPAL DE FORTALEZA –
O(A) PREGOEIRO(A) DA CENTRAL DE LICITA- CE/CEL, torna público para conhecimento dos licitantes e de-
ÇÕES DA PREFEITURA DE FORTALEZA - CLFOR, torna mais interessados, que a empresa: EDCON COMÉRCIO E
público para conhecimento dos licitantes e demais interessa- CONSTRUÇÕES LTDA, formulou RESPOSTA AO PEDIDO DE
dos, que o Credenciamento, os Envelopes contendo as Pro- ESCLARECIMENTO aos termos do edital do processo em
postas de Preços e Documentação de Habilitação serão rece- epígrafe. O referido pedido encontra-se à disposição em sua
bidos no dia 29 de fevereiro de 2016, no horário compreendido sede situada na Rua do Rosário, 77, Centro – Ed. Comte. Vital
entre 09h30min. às 09h45min (horário local). na Central de Rolim – Sobreloja e Terraço - Fortaleza (CE). Maiores informa-
Licitações | Rua do Rosário, 77, Centro – Ed. Comte. Vital ções pelo telefone: (85) 3452.3477 | CEL. Fortaleza (CE), 12 de
Rolim – Sobreloja e Terraço – Fortaleza-CE, e iniciada a Aber- fevereiro de 2016. Cristiane da Silva - PRESIDENTE DA CEL.
tura dos Envelopes de Propostas de Preços no dia 29 de feve-
reiro de 2016 às 09h45min. (horário local). O edital na ínte-
gra encontra-se à disposição dos interessados para consulta e
aquisição na Central de Licitações | Rua do Rosário, 77, Centro SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO
– Ed. Comte. Vital Rolim – Sobreloja e Terraço – Fortaleza-CE,
no e-compras: http://compras.fortaleza.ce.gov.br/publico/index.
asp, assim como no Portal de Licitações do TCM-CE: EXTRATO DE INEXIGIBILIDADE Nº 0010502
http://www.tcm.ce.gov.br/licitacoes/. Maiores informações pelo /2016 - SEGOV. ESPÉCIE: CONTRATO DE INEXIGIBILIDADE.
telefone: (85) 3452.3477 | CLFOR. Fortaleza-CE, 12 de feverei- CONTRATANTE: Município de Fortaleza através da Secretaria
ro de 2016. Alays Andrade Madeira Barros - PREGOEIRO(A) Municipal de Governo. CONTRATADA: MULTI ENTRETENI-
DA CLFOR. MENTO PRODUÇÕES, SHOWS EVENTOS LTDA. – EPP,
*** *** *** inscrita no CNPJ nº 21.345.512/0001-60, com sede na cidade
de Fortaleza, na Rua Água da Prata, nº 05–Edson Queiroz,
AVISO DE 1ª NOVA CONVOCAÇÃO
Cep: 60.834-414. FUNDAMENTAÇÃO LEGAL: O presente
PROCESSO: Pregão Eletrônico nº 003/2016. contrato tem como fundamento o Processo de INEXIGIBILIDA-
ORIGEM: Instituto Doutor José Frota– IJF. DE nº 0010502/2016, e no Art. 25, III, da Lei Federal nº
OBJETO: Constitui objeto da presente licitação o registro de 8.666/93 e o Processo Administrativo SPU Nº P045705/2016.
preços, para futuras e eventuais aquisições de solu- OBJETO: Contratação artística do cantor IOHANNES & FOR-
ção de detergente enzimático para o Instituto Dr. Jo- RÓ DO IMPERADOR com a finalidade de inauguração da
sé Frota - IJF, de acordo com as especificações e Escola de Tempo integral PROFA. MARIA JOSÉ FERREIRA
quantitativos previstos no Anexo I Termo de Refe- GOMES, localizada na Av. Cônego de Castro, no Bairro Presi-
rencia deste edital, por um período de 12 meses. dente Vargas, no Município de Fortaleza, a se realizar no dia 12
DO TIPO: Menor preço. de Fevereiro de 2016, através da Secretaria Municipal de Go-
DA FORMA DE FORNECIMENTO: Parcelada. verno, de acordo com as especificações previstas no Termo de
Referência. DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA: As despesas decor-
O(A) PREGOEIRO(A) DA CENTRAL DE LICI- rentes da contratação serão provenientes dos recursos corre-
TAÇÕES DA PREFEITURA DE FORTALEZA - CLFOR, torna rão pela fonte de recursos da Secretaria Municipal de GOVER-
público para conhecimento dos licitantes e demais interessa- NO – Programa/Atividade: 04.122.0177.2995.0001, Elemento
dos, que do dia 15 de fevereiro de 2016 a 29 de fevereiro de de Despesa: 33.90.39 e Fonte de Recurso: 0101. VALOR:
2016 até às 09h00min. (horário de Brasília), estará recebendo R$ 25.000,00 (vinte cinco mil reais). DATA DE ASSINATURA:
as Propostas de Preços referentes a este Pregão, no Endereço Fortaleza,10 de fevereiro de 2016.
Eletrônico www.licitacoes-e.com.br. A Abertura das Propos-
tas acontecerá no dia 29 de fevereiro de 2016,
às 09h00min. (horário de Brasília) e o início da Sessão de
Disputa de Lances ocorrerá a partir das 14h00min. do dia 29 de SECRETARIA MUNICIPAL DE SEGURANÇA
fevereiro de 2016 (horário de Brasília). O novo edital na ínte- CIDADÃ
gra encontra-se à disposição dos interessados para consulta e
aquisição na Central de Licitações | Rua do Rosário, 77, Centro
– Ed. Comte. Vital Rolim – Sobreloja e Terraço – Fortaleza-CE, EXTRATO DO CONTRATO Nº 03/2016 -
no e-compras: http://compras.fortaleza.ce.gov.br/publico/index. NATUREZA DO ATO: Termo de Contrato de Compra, que
asp, assim como no Portal de Licitações do TCM-CE: fazem entre si a Prefeitura Municipal de Fortaleza, através da
http://www.tcm.ce.gov.br/licitacoes/. Maiores informações pelo SECRETARIA MUNICIPAL DE SEGURANÇA CIDADÃ inscrita
telefone: (85) 3452.3477 | CLFOR. Fortaleza-CE, 12 de feverei- no CNPJ sob nº 17.904.427/0001-17 e a empresa PRIMI
ro de 2016. Cícero Wilker Matos Tavares - PREGOEIRO(A) TECNOLOGIA LTDA, inscrita no CNPJ sob nº 05.218.
DA CLFOR. 494/0001-07. DO OBJETO: Constitui objeto deste contrato a
confecção de 1.619 (hum mil seiscentos e dezenove) cédulas
de identidade funcional de Guardas Municipais, Subinspetores,
COMISSÃO ESPECIAL DE LICITAÇÃO Inspetores, Agentes de Defesa Civil e Agentes de Segurança
Institucional, de acordo com as especificações e quantitativos
previstos abaixo, para o período de 12 meses, considerando-se
AVISO DE RESPOSTA AO PEDIDO DE ESCLARECIMENTO o Anexo I do Termo de Referência do Edital nº 1789 do Pregão
Eletrônico 286/2014. DA FUNDAMENTAÇÃO LEGAL: O
PROCESSO: Tomada de Preços º 001/2016. presente contrato tem como fundamento o edital do pregão
ORIGEM: Secretaria Municipal do Desenvolvimento Habita- eletrônico nº 286/2014, ata de registro de preços n° 27/2015 e
cional de Fortaleza – HABITAFOR. seus anexos, os preceitos do direito público, a Lei Federal
DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO
FORTALEZA, 15 DE FEVEREIRO DE 2016 SEGUNDA-FEIRA - PÁGINA 16

10.520, de 17 de julho 2002, e a Lei Federal nº 8.666/1993, diversos de acordo com as especificações e quantitativos
com suas alterações, e, ainda, outras especiais necessárias ao previstos no Anexo I – Termo de Referência do edital e na
cumprimento de seu objeto. DO VALOR: O valor contratual proposta da CONTRATADA. DA FUNDAMENTAÇÃO LEGAL:
global importa na quantia de R$ 38.856,00 (trinta e oito mil O presente contrato tem como fundamento o edital do Pregão
oitocentos e cinquenta e seis reais). DOS RECURSOS Presencial o nº. 10/2015, a ata de registro de preços nº
ORÇAMENTÁRIOS: As despesas decorrentes da contratação 06/2015, e seus anexos, os preceitos do direito público, Lei
serão provenientes dos recursos Projeto/Atividades 17.101.06. Federal 10.520, de 17 de julho de 2002 e a Lei Federal nº
122.0001.2016.0001, elementos de despesa 33.90.39, e fonte 8.666/1993, com suas alterações, e, ainda, outras leis
0 0101 do Orçamento da Secretaria Municipal de segurança especiais necessárias ao cumprimento de seu objeto. DO
Cidadã. DO PRAZO DE VIGÊNCIA E EXECUÇÃO: O prazo de VALOR: O valor contratual global importa na quantia de
vigência deste contrato é de 12 (doze) meses, contado a partir R$ 4.205,50 (quatro mil, duzentos e cinco reais e cinquenta
da sua publicação, devendo ser publicado na forma do centavos). DOS RECURSOS ORÇAMENTÁRIOS: As
parágrafo único, do art. 61, da Lei Federal nº 8.666/1993. O despesas decorrentes da contratação serão provenientes dos
prazo de execução do objeto deste contrato é de 30 (trinta) recursos: Projeto/Atividades: 17.101.06.122.0001.2016.0001.
dias contado a partir do recebimento da Ordem de Elementos de Despesa: 33.90.30. IU/Fonte: 0 0101. DO
Fornecimento. Os prazos de vigência e de execução deste PRAZO DE VIGÊNCIA E EXECUÇÃO: O prazo de vigência
contrato poderão ser prorrogados nos termos do que dispõe o deste contrato é de 12 (doze) meses, contado a partir da sua
art. 57, da Lei Federal n° 8.666/1993. ASSINAM: Francisco publicação, devendo ser publicado na forma do parágrafo
José Veras de Albuquerque – SECRETÁRIO MUNICIPAL DE único, do art. 61, da Lei Federal nº 8.666/1993. O prazo de
SEGURANÇA CIDADÃ e Jadilson de Souza Alves Ferreira – execução do objeto deste contrato é de 10 (dez) dias, contado
REPRESENTANTE DA EMPRESA PRIMI TECNOLOGIA a partir do recebimento da Ordem de Fornecimento, após
LTDA. DATA DA ASSINATURA DO CONTRATO: 04 de emissão de empenho. Os prazos de vigência e de execução
fevereiro de 2016. Francisco José Veras de Albuquerque - deste contrato poderão ser prorrogados nos termos do que
SECRETÁRIO. dispõe o art. 57, da Lei Federal n° 8.666/1993. ASSINAM:
*** *** *** Francisco José Veras de Albuquerque – SECRETÁRIO
MUNICIPAL DE SEGURANÇA CIDADÃ e Ruan Nickson dos
EXTRATO DO CONTRATO Nº 04/2016 - Santos - REPRESENTANTE DA EMPRESA SODINE –
NATUREZA DO ATO: Termo de Contrato de Serviço, que SOCIEDADE DISTRIBUIDORA DO NORDESTE LTDA. DATA
fazem entre si a Prefeitura Municipal de Fortaleza, através da DA ASSINATURA DO CONTRATO: 05 de fevereiro de 2016.
SECRETARIA MUNICIPAL DE SEGURANÇA CIDADÃ inscrita Francisco José Veras de Albuquerque - SECRETÁRIO.
no CNPJ sob nº 17.904.427/0001-17 e a empresa SODINE – *** *** ***
SOCIEDADE DISTRIBUIDORA DO NORDESTE LTDA, inscrita
no CNPJ sob nº 07.342.785/0001-20. DO OBJETO: Constitui EXTRATO DO PRIMEIRO ADITIVO AO CON-
objeto deste contrato a aquisição de material de expediente TRATO Nº 01/2015 - NATUREZA DO ATO: Termo de Contrato
diversos de acordo com as especificações e quantitativos de Serviço, que fazem entre si a Prefeitura Municipal de
previstos no Anexo I – Termo de Referência do edital e na Fortaleza, através da SECRETARIA MUNICIPAL DE SEGU-
proposta da CONTRATADA. DA FUNDAMENTAÇÃO LEGAL: RANÇA CIDADÃ inscrita no CNPJ sob nº 17.904.427/0001-17
O presente contrato tem como fundamento o edital do Pregão e a empresa SÔNIA MARIA MATTOS FAÇANHA - ME, inscrita
Presencial o nº 12/2015, a ata de registro de preços nº no CNPJ sob nº 73.283.236/0001-56. DO OBJETO: O presente
09/2015, e seus anexos, os preceitos do direito público, Lei aditivo tem como objeto a prorrogação da vigência do contrato
Federal 10.520, de 17 de julho de 2002 e a Lei Federal nº nº 01/2015 por um período de 10 (dez) meses, ou seja, até o
8.666/1993, com suas alterações, e, ainda, outras leis termino da vigência do convênio SENASP/MJ nº 791886/2013
especiais necessárias ao cumprimento de seu objeto. DO em 29/11/2016, referente a contratação da empresa SONIA
VALOR: O valor contratual global importa na quantia de MARIA MATTOS FAÇANHA - ME para prestação, sob deman-
R$ 11.067,50 (onze mil, sessenta e sete reais e cinquenta da, de fornecimento de refeição pronta (lanche), referente ao
centavos). DOS RECURSOS ORÇAMENTÁRIOS: As Projeto Mulheres da Paz e Protejo, para a distribuição aos
despesas decorrentes da contratação serão provenientes dos participantes e equipe multidisciplinar durante todo o desenvol-
recursos: Projeto/Atividades: 17.101.06.122.0001.2016.0001. vimento do projeto, para atender as necessidades da Secreta-
Elementos de Despesa: 33.90.30. IU/Fonte: 0 0101. DO ria Municipal de Segurança Cidadã. DA FUNDAMENTAÇÃO
PRAZO DE VIGÊNCIA E EXECUÇÃO: O prazo de vigência LEGAL: Com fulcro no art. 57, inciso II da Lei 8.666/93, que
deste contrato é de 12 (doze) meses, contado a partir da sua reza sobre as alterações dos Contratos Administrativos, seus
publicação, devendo ser publicado na forma do parágrafo acréscimos e supressões, e parecer de nº 06/2016 da Assesso-
único, do art. 61, da Lei Federal nº 8.666/1993. O prazo de ria Jurídica da SESEC. DA DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA: Pro-
execução do objeto deste contrato é de 10 (dez) dias, contado jetos/Atividades: 17.101.06.181.0033.1079.0001; Elemento de
a partir do recebimento da Ordem de Fornecimento, após Despesa 33.90.39; Fonte de Recursos 1800 e 0101, do orça-
emissão de empenho. Os prazos de vigência e de execução mento da Secretaria Municipal de Segurança Cidadã – SESEC.
deste contrato poderão ser prorrogados nos termos do que DA RATIFICAÇÃO: As demais cláusulas e condições do con-
dispõe o art. 57, da Lei Federal n° 8.666/1993. ASSINAM: trato original permanecem inalteradas e aplicam-se ao presente
Francisco José Veras de Albuquerque – SECRETÁRIO termo. ASSINAM: Francisco José Veras de Albuquerque –
MUNICIPAL DE SEGURANÇA CIDADÃ e Ruan Nickson dos SECRETÁRIO MUNICIPAL DE SEGURANÇA CIDADÃ e
Santos - REPRESENTANTE DA EMPRESA SODINE – Rodrigo Rodrigues de Lima – REPRESENTANTE LEGAL
SOCIEDADE DISTRIBUIDORA DO NORDESTE LTDA. DATA DA EMPRESA SÔNIA MARIA MATTOS FAÇANHA - ME.
DA ASSINATURA DO CONTRATO: 05 de fevereiro de 2016. DATA DA ASSINATURA DO CONTRATO: 04 de fevereiro
Francisco José Veras de Albuquerque - SECRETÁRIO. 2016. Francisco José Veras de Albuquerque - SECRETÁ-
*** *** *** RIO.

EXTRATO DO CONTRATO Nº 07/2016 -


NATUREZA DO ATO: Termo de Contrato de Serviço, que GUARDA MUNICIPAL E DEFESA CIVIL
fazem entre si a Prefeitura Municipal de Fortaleza, através da DE FORTALEZA
SECRETARIA MUNICIPAL DE SEGURANÇA CIDADÃ inscrita
no CNPJ sob nº 17.904.427/0001-17 e a empresa SODINE –
SOCIEDADE DISTRIBUIDORA DO NORDESTE LTDA, inscrita EXTRATO DO CONTRATO Nº 04/2016 -
no CNPJ sob nº 07.342.785/0001-20. DO OBJETO: Constitui NATUREZA DO ATO: Termo de Contrato que fazem entre si a
objeto deste contrato a aquisição de material de expediente Prefeitura de Fortaleza através da Guarda Municipal de
DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO
FORTALEZA, 15 DE FEVEREIRO DE 2016 SEGUNDA-FEIRA - PÁGINA 17

Fortaleza inscrita no CNPJ sob o nº 11.768.124/0001-38 e a


empresa EMPRESA ÔMEGA DISTRIBUIDORA DE SECRETARIA MUNICIPAL DO PLANEJAMENTO,
PRODUTOS ALIMENTÍCIOS LTDA, inscrita no CNPJ sob nº ORÇAMENTO E GESTÃO
41.600.131/0001-97. DO OBJETO: Constitui objeto do presente
contrato a aquisição de Material de consumo, compreendendo
papel e afins, de acordo com as especificações previstas no ATO Nº 023/2016 - SEPOG - O SECRETÁRIO
Anexo I – Termo de Referência do edital PP 014/2015 da MUNICIPAL DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO,
SEPOG e na proposta da CONTRATADA, nas quantidades no uso de suas atribuições legais, tendo em vista o que dispõe
abaixo. o Decreto nº 13.076/2013, de 08.02.2013 e de acordo com o
Processo nº P 850828/2015. RESOLVE nos termos do artigo
ITEM ESPECIFICAÇÃO QUANT. 1º, da Lei nº 6.921, de 12.07.1991, com nova redação dada
pela Lei nº 7.335, de 17.05.1993, conceder a Gratificação de
Envelope, em papel kraft, tipo saco 2, comprimento
Plantão no percentual de 60% (sessenta por cento), a incidir
15 360mm, largura 260mm, cor amarela, gramatura mínima sobre o vencimento base, dos servidores relacionados em
1000
de 75g. MARCA: IPECOL anexo, lotados na Secretaria Municipal da Saúde, acrescendo
Envelope, em papel kraft, tipo saco comum, comprimento à gratificação ora concedida, 5% (cinco por cento), condiciona-
do o pagamento ao efetivo cumprimento da escala de horária
16 280mm, largura 200mm, cor amarela, gramatura mínima
500 estabelecida no Instituto Dr. José Frota, conforme dispõe o
de 75g. MARCA: IPECOL
parágrafo único do artigo 36 da Lei nº 7.759, de 24.07.1995,
referente ao período de 01.01.2016 a 31.12.2016. GABINETE
DA FUNDAMENTAÇÃO LEGAL: O presente contrato tem como DO SECRETÁRIO MUNICIPAL DO PLANEJAMENTO, OR-
fundamento o edital do Pregão Presencial n° 014/2015, Ata de ÇAMENTO E GESTÃO, em 12 de janeiro de 2016. Philipe
Registro de Preços 07/2015 - SEPOG e seus anexos, os Theophilo Nottingham - SECRETÁRIO MUNICIPAL DO
preceitos do direito público, e a Lei Federal nº 10.520/2002 e PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO. (REPUBLICA-
Lei Federal nº 8.666/1993, com suas alterações, e, ainda, DO POR INCORREÇÃO).
outras leis especiais necessárias ao cumprimento de seu
objeto. DO VALOR GLOBAL: Dá-se ao contrato o preço global ANEXO DO ATO Nº 023/2016 - SEPOG
de R$ 250,00 (duzentos e cinqüenta reais), destinado à compra
NOME MAT. CARGO
de 1000 (mil) Envelopes em papel Kraft tipo saco 02 e 500
ALÍPIO MONT´ALVERNE DUARTE 6720702 MÉDICO
(quinhentos) envelopes em papel kraft tipo saco comum. DA
ANA CAROLINA RIOS RIBEIRO CHAVES 5185004 MÉDICO
DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA: As despesas decorrentes da
contratação serão provenientes dos recursos Projeto/Atividade ANA ESTELA FERNANDES LEITE 5752601 MÉDICO
17.102.06.122.0001.2452.0001, Elemento de Despesa ÂNGELO JOSÉ GURGEL LUZ 5085501 MÉDICO
33.90.30, Fonte 0100 do Orçamento da Guarda Municipal de CARLOS EMANUEL VASCONCELOS 8740003 MÉDICO
Fortaleza. DA VIGÊNCIA: O prazo de vigência deste contrato é DENISON DE OLIVEIRA COUTO 7585803 MÉDICO
de 12 (doze) meses, contado a partir da sua publicação, JAIME MARQUES NOGUEIRA FILHO 4556601 MÉDICO
devendo ser publicado na forma do parágrafo único, do art. 61, JESAMAR CORREIA MATOS 1881003 MÉDICO
da Lei Federal nº 8.666/1993. ASSINAM: Edgar Fuques – JOSE GUILHERME MILITÃO MACIEL 7778901 MÉDICO
DIRETOR GERAL DA GUARDA MUNICIPAL DE FORTA- JOSE MARIA SAMPAIO MENEZES 9168801 CIRURGIAO DENTISTA
LEZA e Francisco Arruda Dias Aguiar – Representante a JUNIOR PSF
ÔMEGA DISTRIBUIDORA DE PRODUTOS ALIMENTÍCIOS JUVENCIO OLIVEIRA ARAÚJO DE CAS- 8806501 MÉDICO
LTDA. DATA DA ASSINATURA DO CONTRATO: 05 de TRO
fevereiro de 2016. Edgar Fuques - DIRETOR-GERAL - LUCIANO PAULO FERREIRA 2443503 MÉDICO
GUARDA MUNICIPAL DE FORTALEZA. MARCO ANTONIO FRANÇA PINTO 7727701 MÉDICO
*** *** *** MARIA CARLOS PEREIRA DA SILVA 1072003 MÉDICO
MELÍCIA HOLANDA AGUIAR 7780401 MÉDICO
EXTRATO DO 3º TERMO ADITIVO AO CON-
NEILTOR FRANCISCO LINHARES TOR- 9079401 MÉDICO
TRATO Nº 29/2014 - NATUREZA DO ATO: Termo do terceiro QUATO
aditivo ao contrato de compra nº 29/2014, que fazem entre si o
TERESA CRISTINA MENESCAL MAIA 1150302 MÉDICO
município de Fortaleza/Guarda Municipal de Fortaleza inscrita
AILA MARIA MARTINS P. OLIVEIRA 2335401 MÉDICO
no CNPJ sob nº 11.768.124/0001-38 e a empresa AUTOMAX –
FRANCISCA MIRANDA LUSTOSA 2297001 FARMACEUTICO
Comércio de Peças e Serviços Automotivos LTDA EPP, inscrita
no CNPJ sob o nº 10.143.362/0001-95. DO OBJETO: O pre- SILVANA MARIA DUARTE FERNANDES 5515502 MÉDICO
sente Termo Aditivo tem por objeto a INCLUSÃO de 19 (deze- ANA CRISTINA TELES FIGUEIREDO 2342901 ASSISTENTE SOCIAL
nove) veículos tipo Duster ao contrato nº 29/2014, referente a MÁRCIA VERÔNICA SOUSA BIZERRIL 793501 ASSISTENTE SOCIAL
manutenção de veículos. DA VIGÊNCIA: O presente Termo NATÁLIA FROTA DE OLIVEIRA 411201 ASSISTENTE SOCIAL
Aditivo terá vigência a partir da data de sua assinatura. DA EMANUEL CASTELO BRANCO MOURÃO 545402 MÉDICO
DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA: Pelos pagamentos devidos, FRANCISCO MARCIO TAVARES HO- 6315601 FARMACEUTICO
oriundos desta prorrogação, responderão as dotações LANDA
consignadas ao Projeto/Atividade 17.102.06.122.0001.2016. JOANA ANGELICA PAIVA MACIEL 5070301 MÉDICO
0002, Elemento de Despesa 33.90.30 e 33.90.39, Fonte de JOAQUIM GONÇALVES NETO 2297401 FARMACEUTICO
Recurso 00101 do orçamento da Guarda Municipal de LAZARO ANTONIO DE MATOS JALES 1262002 MÉDICO
Fortaleza. DA RATIFICAÇÃO: Ficam mantidas e ratificadas, em MARCIO COELHO PARAIBA 1197701 MÉDICO
seu inteiro teor, todas as demais Cláusulas e condições do PAULO SERGIO COUTINHO BARRETO 1836802 MÉDICO
Contrato originário, não modificadas pelo presente instrumento. RICARDO MONTEIRO DE SÁ BARRETO 1282002 MÉDICO
E, por estarem justas e contratadas, firmam as partes o presen-
JOSÉ ENEAS FILGUEIRAS NETO 6921201 MEDICO PSF
te Instrumento em 3 (três) vias, de igual teor e forma, na pre-
NICANOR GURGEL FILHO 381903 MÉDICO
sença das testemunhas abaixo. ASSINAM: Edgar Fuques –
ROSA MARIA ARAUJO FREITAS 1442101 FARMACEUTICO
DIRETOR GERAL DA GUARDA MUNICIPAL DE FORTALEZA
e Emílio Benevides Gress - EMPRESÁRIO - AUTOMAX – ZELIA MARIA DE SOUSA ARAUJO 670601 ENFERMEIRO
COMÉRCIO DE PEÇAS E SERVIÇOS AUTOMOTIVOS LTDA SANTOS
EPP. DATA DA ASSINATURA DO CONTRATO: 05/02/2016. JOCELIA ABREU JUAÇABA 2403701 NUTRICIONISTA
Edgar Fuques - DIRETOR-GERAL - GUARDA MUNICIPAL LUIZA DE MARILAC DE ALENCAR PI- 6692801 CIRURGIAO DENTISTA
DE FORTALEZA. NHEIRO PSF
DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO
FORTALEZA, 15 DE FEVEREIRO DE 2016 SEGUNDA-FEIRA - PÁGINA 18

MARCOS VINICIUS NORJOSA GONZA- 4128402 MÉDICO APOSTILAMENTO


GA
ORGÃO: Secretaria Municipal de Infraestrutura (SEINF) - CNPJ
ANTONIO SILVIO DE ARAUJO 1153102 MÉDICO
nº 04.889.850/0001-43.
CAMILO DE ALENCAR DIOGENES 6735901 MEDICO PSF
CONTRATO: 23/2015 - CONSTRUTORA FERREIRA GUEDES
FRANCISCA MARIA E DE ANDRADE 1902102 MÉDICO S/A.
JOSÉ SOARES DE MACÊDO 1180002 MÉDICO LICITAÇÃO: Regime Diferenciado de Contratação nº 004/2015.
MARIA JOCELEIDE JORGE 2298301 CIRURGIAO DENTISTA
RICARDO FRANKLIN GONDIM 6686301 CIRURGIAO DENTISTA O TITULAR DA SECRETARIA MUNICIPAL DE
PSF INFRAESTRUTURA - SEINF, Engº Samuel Antônio Silva Dias,
ULYANA BELÉM DE OLIVEIRA 5017801 MÉDICO no uso de suas atribuições legais, em conformidade com o
*** *** *** artigo 65, §8º da Lei nº 8.666/93, vem Apostilar o Contrato nº
23/2015 - SEINF, firmado pelo Município de Fortaleza coma
TERMO DE HOMOLOGAÇÃO DO PREGÃO empresa CONSTRUTORA FERREIRA GUEDES S/A, cujo
ELETRÔNICO Nº 012/2016 - O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE objeto é a contratação de empresa para execução de obras e
PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO, no uso das serviços de reforma para adequação viária necessária à requa-
competências que lhe foram atribuídas pelo art. 7º, VI, do lificação de parte das vias pertencentes ao corredor Parangaba
Decreto Municipal nº 11.251/2002, e com fundamento no art. - Papicu, o eixo Via Expressa/Raul Barbosa: (1) passagem
4º, XXII, da Lei nº 10.520/2002, art. 38, VII, e art. 43, VI da lei inferior (túnel) da avenida Padre Antônio Tomás sob a Via
nº 8.666/1993. RESOLVE: Homologar o procedimento licitatório Expressa e Via Férrea (TLSA/VLT) e respectivas alças locais e
na modalidade Pregão Eletrônico sob o nº 012/2016, que tem de acesso e; (2) transposição em desnível da avenida Raul
por objeto a contratação de empresa pessoa jurídica para a Barbosa sobre a avenida Murilo Borges, composta de dois
prestação de serviços de mão de obra terceirizada, para viadutos, uma ponte, um içamento de ponte existente e uma
atender às necessidades da Agência de Fiscalização de rotatória com as respectivas alças locais e de acesso, para
Fortaleza - AGEFIS, pelo período de 12 (doze) meses, podendo Alterar na Cláusula Quinta - Dos Recursos Financeiros, a Dota-
ser prorrogado nos limites da lei, de acordo com as ção Orçamentária para 27101.15.451.0102.1680.0001, Ele-
especificações e quantitativos previstos no Anexo I – Termo de mento de Despesa: 44.90.51, Fontes de Recursos: 00101, 3
Referência do edital, no qual sagrou-se vencedora dos lotes 01 0101 e 3 3101, ratificando as demais Cláusulas do referido
e 02 a empresa FORTAL TERCEIRIZAÇÃO DE MÃO DE Contrato. Fortaleza-CE, 08 de janeiro de 2016. Engº Samuel
OBRA LTDA (CNPJ nº 15.792.363/0001-84), com o lance final Dias - CREA/CE 13487-D - SECRETÁRIO DA SEINF.
para o lote 01 no valor de R$ 1.807.947,96 (hum milhão, *** *** ***
oitocentos e sete mil, novecentos e quarenta e sete reais e
noventa e seis centavos), e para o lote 02 no valor de APOSTILAMENTO
R$ 429.448,92 (quatrocentos e vinte e nove mil, quatrocentos e
quarenta e oito reais e noventa e dois centavos), perfazendo o ORGÃO: Secretaria Municipal de Infraestrutura (SEINF) - CNPJ
valor global da licitação para 12 meses R$ 2.237.396,88 (dois nº 04.889.850/0001-43.
milhões, duzentos e trinta e sete mil, trezentos e noventa e seis CONTRATO: 32/2015 - CONSÓRCIO FERREIRA GUE-
reais e oitenta e oito centavos), de acordo com o relatório DES/DANKO.
emitido pelo pregoeiro Eduardo Martins da Silva, membro da LICITAÇÃO: Regime Diferenciado de Contratação nº 001/2015.
Central de Licitações da Prefeitura de Fortaleza - CLFOR, haja
vista que os atos realizados na Licitação mencionada O TITULAR DA SECRETARIA MUNICIPAL DE
encontram-se de acordo com a legislação pertinente. Fortaleza, INFRAESTRUTURA - SEINF, Engº Samuel Antônio Silva Dias,
1º de fevereiro de 2016. Philipe Theophilo Nottingham - no uso de suas atribuições legais, em conformidade com o
SECRETÁRIO MUNICIPAL DO PLANEJAMENTO, ORÇA- artigo 65, §8º da Lei nº 8.666/93, vem Apostilar o Contrato nº
MENTO E GESTÃO. 32/2015 - SEINF, firmado pelo Município de Fortaleza como
CONSÓRCIO FERREIRA GUEDES/DANKO, cujo objeto é a
contratação de empresa para a execução das obras de dupli-
SECRETARIA MUNICIPAL DA INFRAESTRUTURA cações e restaurações de vias diversas no Município de Forta-
leza, para Alterar na Cláusula Quinta - Dos Recursos Financei-
ros, a Dotação Orçamentária para 27101.15.451.0102.1680.
0001, Elemento de Despesa: 44.90.51, Fontes de Recursos:
APOSTILAMENTO
00101, 3 0101 e 3 3101, ratificando as demais Cláusulas do
ORGÃO: Secretaria Municipal de Infraestrutura (SEINF) - CNPJ referido Contrato. Fortaleza-CE, 08 de janeiro de 2016. Engº
nº 04.889.850/0001-43. Samuel Dias - CREA/CE 13487-D - SECRETÁRIO DA SEINF.
CONTRATO: 13/2011 - CONCREMAT ENGENHARIA E *** *** ***
TECNOLOGIA S/A.
LICITAÇÃO: Concorrência Publica nº 03/2010. APOSTILAMENTO

O TITULAR DA SECRETARIA MUNICIPAL DE ORGÃO: Secretaria Municipal de Infraestrutura (SEINF) - CNPJ


INFRAESTRUTURA - SEINF, Engº Samuel Antônio Silva Dias, nº 04.889.850/0001-43.
no uso de suas atribuições legais, em conformidade com o CONTRATO: 39/2015 - TECNOCON - TECNOLOGIA EM
artigo 65, §8º da Lei nº 8.666/93, vem Apostilar o Contrato nº CONSTRUÇÃO LTDA.
13/2011 - SEINF, firmado pelo Município de Fortaleza com a LICITAÇÃO: Regime Diferenciado de Contratação nº 008/2015.
Empresa CONCREMAT ENGENHARIA E TECNOLOGIA S/A,
cujo objeto é a contratação de empresa de consultoria para O TITULAR DA SECRETARIA MUNICIPAL DE
prestação de serviços técnicos especializados de gerenciamen- INFRAESTRUTURA - SEINF, Engº Samuel Antônio Silva Dias,
to, supervisão e assessoria técnica ao programa de obras de no uso de suas atribuições legais, em conformidade com o
mobilidade urbana, com foco na copa do mundo de futebol da artigo 65, §8º da Lei nº 8.666/93, vem Apostilar o Contrato nº
FIFA 2014, para Alterar na Cláusula Quinta - Dos Recursos 39/2015 - SEINF, firmado pelo Município de Fortaleza coma
Financeiros, a Dotação Orçamentária para 27101.15.451.0102. empresa TECNOCON - TECNOLOGIA EM CONSTRUÇÃO
1839.0001, Elemento de Despesa: 44.90.39, Fonte de Recur- LTDA, cujo objeto é a contratação de empresa para a execu-
so: 00101, ratificando as demais Cláusulas do referido Contra- ção dos serviços dereforma do sistema viário para implantação
to. Fortaleza-CE, 08 de janeiro de 2016. Engº Samuel Dias - do Trecho I do corredor de transporte público nas avenidas
CREA/CE 13487 - D - SECRETÁRIO DA SEINF. Senador Fernandes Távora/Avenida Expedicionários, com-
*** *** *** preendido entre o Conjunto Ceará e a Lagoa da Parangaba,
DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO
FORTALEZA, 15 DE FEVEREIRO DE 2016 SEGUNDA-FEIRA - PÁGINA 19

para Alterar na Cláusula Quinta - Dos Recursos Financeiros, a dica de direito público, inscrita no CNPJ sob o n°
Dotação Orçamentária para 27101.15.451.0102.1680.0001, 10.556.593/0001-20, localizada na Rua Ildefonso Albano, n°
Elemento de Despesa: 44.90.51, Fontes de Recursos: 00101, 5 2050, Dionísio Torres, Fortaleza/CE, CEP: 60.115-000. 2.
0101 e 5 1800, ratificando as demais Cláusulas do referido CONTRATADA: ÔMEGA Distribuidora de Produtos Alimentí-
Contrato. Fortaleza-CE, 08 de janeiro de 2016. Engº Samuel cios Ltda, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ
Dias - CREA/CE 13487-D - SECRETÁRIO DA SEINF. sob o n° 41.600.131/0001-97, com sede na Cidade de Fortale-
*** *** *** za/CE, na Rua Teresa Cristina, nº 1258, Bairro Centro, CEP:
60.015-141. 3. OBJETO: Contrato n° 04/2016, referente ao
APOSTILAMENTO Processo n° P017608/2016, celebrado entre a Secretaria Muni-
cipal de Esporte e Lazer de Fortaleza e a empresa ÔMEGA
ORGÃO: Secretaria Municipal de Infraestrutura (SEINF) - CNPJ DISTRIBUIDORA DE PRODUTOS ALIMENTÍCIOS LTDA,
nº 04.889.850/0001-43. tendo como objeto a aquisição de material de consumo, com-
CONTRATO: 51/2015 - CONSÓRCIO FERREIRA GUE- preendendo papel e afins, conforme especificações e quantita-
DES/PB. tivos previstos no Anexo único da Ata de Registro de Preço n°
LICITAÇÃO: Regime Diferenciado de Contratação nº 010/2015. 07/2015, do Pregão Presencial n° 14/2015. 4. FUNDAMENTA-
ÇÃO LEGAL: O Contrato tem como fundamento no Pregão
O TITULAR DA SECRETARIA MUNICIPAL DE Presencial n° 14/2015 - SEPOG e seus anexos, da Ata de
INFRAESTRUTURA - SEINF, Engº Samuel Antônio Silva Dias, Registro de Preços n° 07/2015, nos termos do Decreto Munici-
no uso de suasatribuições legais, em conformidade com o pal n° 12.255, de 06/09/2007, do Decreto Federal n° 7.892, de
Artigo 65, §8º da Lei n.º 8.666/93, vem APOSTILAR o Contrato 23/01/2013, os preceitos do direito público, e a Lei Federal nº
nº 51/2015 - SEINF, firmado pelo Município de Fortaleza como 8.666/1993, com suas alterações, e, ainda, outras leis especi-
CONSÓRCIO FERREIRA GUEDES/PB,cujo objeto é acontra- ais necessárias ao cumprimento de seu objeto, bem como, o
tação integrada de empresa para a prestação deserviços de processo de nº P017608/2016. 5. PRAZO: O prazo de vigência
elaboração de projetos básicos e executivos deengenharia, deste contrato é de 12 (doze) meses, contado a partir da sua
bem como a execução das obras de implantação docorredor publicação no D. O.M, devendo ser publicado na forma do
expresso de transporte público na avenida José Bas- parágrafo único, do art. 61, da Lei Federal nº 8.666/1993. Os
tos/Avenida Augusto dos Anjos, 1° anel expresso entre a aveni- prazos de vigência e de execução deste contrato poderão ser
da José Bastos e avenida Bezerra de Menezes e reforma e prorrogados nos termos do que dispõe o art. 57, da Lei Federal
ampliação do terminal do Siqueira, de acordo com as especifi- n° 8.666/1993. 6. VALOR: O valor contratual global importa na
cações contidas no Edital e seus Anexos, para ALTERAR na quantia de R$ 289,50 (duzentos e oitenta e nove reais e cin-
Cláusula Quinta - Dos Recursos Financeiros,a Dotação Orça- quenta centavos), sujeito a reajustes, desde que observado o
mentária para 27101.15.451.0102.1680.0001, Elemento de interregno mínimo de 01 (um) ano, a contar da apresentação
Despesa: 44.90.51, Fontes de Recursos: 00101, 3 0101 e 3 da proposta. 7. DOTAÇÃO: As despesas decorrentes da con-
3101, ratificando as demais Cláusulas do referido Contrato. tratação correrão pela seguinte dotação orçamentária: Projeto
Fortaleza-CE, 08 de Janeiro de 2016. Engº Samuel Dias - Atividade: 27.122.0001.2016.0001, Elemento de Despesa:
CREA/CE 13487-D - SECRETÁRIO DA SEINF. 339030, Fonte de Recurso: 101, do orçamento da Secretaria
*** *** *** Municipal de Esporte e Lazer – SECEL. 8. DATA DE ASSINA-
TURA: 28 de janeiro de 2016. 9. ASSINAM: Márcio Eduardo e
APOSTILAMENTO Lima Lopes – SECRETÁRIO MUNICIPAL DE ESPORTE E
ORGÃO: Secretaria Municipal de Infraestrutura (SEINF) - CNPJ LAZER DE FORTALEZA – SECEL, e Francisco Arruda Dias
nº 04.889.850/0001-43. Aguiar – REPRESENTANTE LEGAL DA ÔMEGA DISTRIDU-
CONTRATO: 75/2015 - CONSTRUTORA FERREIRA GUEDES IDORA DE PRODUTOS ALIMENTÍCIOS LTDA. 10. VISTO:
S/A. Francisco Dias de Paiva Filho – ASSESSOR JURÍDI-
LICITAÇÃO: Regime Diferenciado de Contratação nº 014/2015. CO/SECEL.

O TITULAR DA SECRETARIA MUNICIPAL DE


INFRAESTRUTURA - SEINF, Engº Samuel Antônio Silva Dias, SECRETARIA MUNICIPAL DO DESENVOLVIMENTO
no uso de suasatribuições legais, em conformidade com o ECONÔMICO
Artigo 65, §8º da Lei n.º 8.666/93, vem APOSTILAR o Contrato
nº 75/2015 - SEINF, firmado pelo Município de Fortaleza coma
empresa CONSTRUTORA FERREIRA GUEDES S/A,cujo
objeto éacontratação integrada de empresa para a execução EXTRATO - 1. NATUREZA DO ATO: Contrato nº
de obras de arte especiais do eixo Via Expressa - Raul Barbosa 03/2016/SDE, que entre si celebram o Município de Fortaleza
pertencentes ao corredor expresso de transporte Parangaba- através da Secretaria Municipal do Desenvolvimento Econômi-
Papicu, incluindo a prestação de serviços de elaboração de co – SDE, e a empresa SODINE SOCIEDADE DISTRIBUIDO-
projetos básicos e executivos de engenharia, compreendendo RA DO NORDESTE LTDA. 2. OBJETO: Aquisição de material
(1) túnel longitudinal da Via Expressa sob a Via Férrea de expediente diversos, de acordo com as especificações e
VLT/TLSA e (2) túnel avenida Alberto Sá sob a Via Expressa e quantitativos previsto no Anexo I deste instrumento e na pro-
Via Férrea VLT/TLSA, de acordo com as especificações conti- posta da Contratada. 3. FUNDAMENTAÇÃO: Tem como fun-
das no Edital e seus Anexos, paraALTERAR na Cláusula Quin- damento a Ata de Registro de Preços nº 09/2015 oriunda do
ta - Dos Recursos Financeiros,a Dotação Orçamentária pa- Edital do Pregão Presencial nº 12/2015, (Processo nº
ra27101.15.451.0102.1680.0001, Elemento de Despesa: 452240/2015) da Secretaria Municipal de Planejamento, Or-
44.90.51, Fontes de Recursos: 00101, 3 0101 e 3 çamento e Gestão - SEPOG, nos preceitos do direito público, e
3101,ratificando as demais Cláusulas do referido Contrato. a Lei Federal nº 8.666/1993, com suas alterações, e, ainda, em
Fortaleza-CE, 08 de Janeiro de 2016. Engº Samuel Dias - outras leis especiais necessárias ao cumprimento de seu obje-
CREA/CE 13487-D - SECRETÁRIO DA SEINF. to. 4. PRAZO: O prazo de vigência deste contrato é de 12 (do-
ze) meses, contado a partir da sua publicação devendo ser
publicado na forma do parágrafo único, do art. 61, da Lei Fede-
ral nº 8666/93. 5. VALOR: Dá-se a este contrato o preço global
SECRETARIA MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER de R$ 938,35 (novecentos e trinta e oito reais e trinta e cinco
centavos). 6. DOTAÇÃO: As despesas decorrentes da contra-
tação serão provenientes dos recursos: Projeto/Atividade:
EXTRATO - 1. CONTRATANTE: Secretaria Mu- 04.122.0001.2016.0015, Elemento de Despesa: 339030, Fonte
nicipal de Esporte e Lazer de Fortaleza – SECEL, pessoa jurí- de Recurso: 0/0101. 7. DATA: 01 de Fevereiro de 2016. ASSI-
DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO
FORTALEZA, 15 DE FEVEREIRO DE 2016 SEGUNDA-FEIRA - PÁGINA 20

NAM: Robinson Passos de Castro e Silva – SECRETARIA PRIMEIRO: Não estão abrangidas pela quitação ora lançada e
MUNICIPAL DO DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO – SDE e podem ser objeto de exigência ou responsabilização mesmo
Ruan Nickson dos Santos Duarte - SODINE SOCIEDADE após o encerramento do vínculo contratual: - as obrigações
DISTRIBUIDORA DO NORDESTE LTDA. VISTO: João Vicen- relacionadas a processos iniciados de penalização contratual;
te Leitão - ASSESSOR JURÍDICO - OAB - 21155 - SDE/PMF. as garantias sobre bens e serviços entregues/prestados, tanto
a legal quanto possível garantia convencional; - a reclamação
de qualquer tipo sobre defeitos ocultos nos produtos ou
serviços entregues/prestados. 6. GESTORA: Stella Cavalcante.
SECRETARIA MUNICIPAL DE URBANISMO
ASSINAM: Eveline Maria Cordeiro Brandão – SECRETÁRIA
E MEIO AMBIENTE
EXECUTIVA DA SECRETARIA MUNICIPAL DE URBANISMO
E MEIO AMBIENTE – SEUMA, e Maria Zulene Pereira Lima -
REPRESENTANTE LEGAL DA EMPRESA ZAPP COMÉRCIO
EXTRATO - 1. NATUREZA DO ATO: TERMO DE INFORMÁTICA LTDA - ME. VISTO: Geórgia M. A. Aranha
DE ENCERAMENTO DO CONTRATO Nº 02/2015, que entre si - COORDENADORA JURÍDICA DA SEUMA - MAT. 109964-
celebram o MUNICÍPIO DE FORTALEZA, pessoa jurídica de 01.
direito público interno, através da SECRETARIA MUNICIPAL *** *** ***
DE URBANISMO E MEIO AMBIENTE – SEUMA, inscrita no
CNPJ sob o nº 04.923.143.0001-26, representada pela Secre- EXTRATO DO TERMO DE COMPROMISSO Nº
tária Executiva, Sra. Eveline Maria Cordeiro Brandão e a em- 521/2011, CELEBRADO ENTRE A SECRETARIA MUNICIPAL
presa F P FAÇANHA EPP, inscrita no CNPJ sob o nº DE MEIO AMBIENTE E CONTROLE URBANO, doravante
07.348.972/0001-10, representada neste ato pelo Sr. Rodrigo denominada SEMAM, inscrita no CNPJ sob o nº
Rodrigues de Lima, que tem entre si, justa e acordada, a cele- 04.923.143/0001-26, com sede à Rua Antônio Augusto, 1571 –
bração do presente Termo. 2. DATA: Fortaleza, 04 de fevereiro Aldeota, Fortaleza/CE, neste ato representada por seu titular,
de 2016. 3. CLÁUSULA PRIMEIRA: Constitui objeto do DEODATO JOSÉ RAMALHO JUNIOR, brasileiro, casado,
contrato a aquisição de café, de acordo com as especificações advogado, portador do RG nº 651.821 SSP-CE e CPF nº
e quantitativos previstos no Anexo I – Termo de Referência do 053.107.333-53 e DIAS PREUSS COMÉRCIO DE ALIMENTOS
edital, na proposta da Contratada e no Plano de Suprimentos LTDA (VILA CAMALEÃO), neste ato representada por
(quantitativo da SEUMA). 4. CLÁUSULA SEGUNDA: Pelo REBECA NÓBREGA PINHO , brasileira, solteira, empresária,
presente instrumento, as partes acima identificadas resolvem RG nº 2002010099350 SSP/CE, CPF nº 017.464.323-30, EM
registrar o encerramento do contrato em epígrafe, 07 DE JUNHO DE 2011. SIGNATÁRIOS: SEUMA,
considerando a plena execução do objeto contratado. 5. REPRESENTADA POR SUA SECRETÁRIA MARIA AGUEDA
CLÁUSULA TERCEIRA: As partes concedem-se mutuamente PONTES CAMINHA MUNIZ e DIAS PREUSS COMÉRCIO DE
plena, geral, irrestrita e irrevogável quitação de todas as ALIMENTOS LTDA (VILA CAMALEÃO); 1. Da Infração:
obrigações diretas e indiretas decorrentes deste contrato, não Atividade emitindo poluição sonora além dos limites permitidos
restando mais nada a reclamar de parte a parte. PARÁGRAFO na legislação vigente, consubstanciando ofensa ao art. 1 e 3º
ÚNICO: Não estão abrangidas pela quitação ora lançada e da Lei Municipal nº 8.097/97, estando este Termo vinculado ao
podem ser objeto de exigência ou responsabilização mesmo Processo Administrativo nº 1991/2011 – SEMAM; 2. Objetivo: A
após o encerramento do vínculo contratual: - as obrigações Compromissária assume a obrigação de adequar ambien-
relacionadas a processos iniciados de penalização contratual; talmente sua atividade no prazo máximo de 45 (quarenta e
as garantias sobre bens e serviços entregues/prestados, tanto cinco) dias, a contar da assinatura do presente termo, promo-
a legal quanto possível garantia convencional; - a reclamação vendo as adaptações na sua atividade porventura necessárias
de qualquer tipo sobre defeitos ocultos nos produtos ou para a adequação ambiental; 2.2 A Compromissária assume a
serviços entregues/prestados. 6. GESTORA: Stella Cavalcante. obrigação de providenciar, junto ao órgão técnico de Poluição
ASSINAM: Eveline Maria Cordeiro Brandão – SECRETÁRIA Sonora, as medidas necessárias para evitar que o esta-
EXECUTIVA DA SECRETARIA MUNICIPAL DE URBANISMO belecimento continue emitindo poluição sonora; O Compro-
E MEIO AMBIENTE – SEUMA, e Rodrigo Rodrigues de Lima missário, no exercício de sua atividade, se obriga a não mais
- REPRESENTANTE LEGAL DA EMPRESA F P FAÇANHA praticar a conduta descrita no item 1; 2.3 A Compromissária
EPP. VISTO: Geórgia M. A. Aranha - COORDENADORA deverá, ainda, conforme previsto no art. 10, da Lei Municipal
JURÍDICA DA SEUMA - MAT. 109964-01. 8.692/2002, com as alterações introduzidas pela Lei Municipal
*** *** *** nº 8.738, de 10 de julho de 2003 c/c Decreto Municipal nº
11.484/2003, e art. 79-A, da Lei nº 9605/99, modificada pela
EXTRATO - 1. NATUREZA DO ATO: TERMO Medida Provisória nº 2163-41, de 23 de agosto de 2001,
DE ENCERAMENTO DO CONTRATO Nº 39/2015, que entre si compensar o Município de Fortaleza pela infração acima
celebram o MUNICÍPIO DE FORTALEZA, pessoa jurídica de descrita; 3. Medida Compensatória Fica ajustado que a
direito público interno, através da SECRETARIA MUNICIPAL Compromissária doará à Secretaria Municipal de Meio
DE URBANISMO E MEIO AMBIENTE – SEUMA, inscrita no Ambiente e Controle Urbano – SEMAM, a título de medida
CNPJ sob o nº 04.923.143.0001-26, representada pela compensatória pela infração praticada, o valor correspondente
Secretária Executiva, Sra. Eveline Maria Cordeiro Brandão e a a R$ 1000,00 (Hum mil reais), que deverá ser convertido na
empresa ZAPP COMÉRCIO DE INFORMÁTICA LTDA - ME, doação de bem ou serviços conforme termo de referência
inscrita no CNPJ sob o nº 18.868.944/0001-40, representada anexo, e se houver remanescente, será depositado em conta
neste ato pela Sra. Maria Zulene Pereira Lima, tem entre si, corrente do Fundo Municipal de Defesa do Meio Ambiente –
justa e acordada, a celebração do presente Termo. 2. DATA: FUNDEMA (Banco do Brasil, c/c 9319-X, Agência n.0008-6);
Fortaleza, 04 de fevereiro de 2016. 3. CLÁUSULA PRIMEIRA: 2.5 A obrigação assumida no item 2.4 deverá ser adimplida no
Constitui objeto do contrato a aquisição de material de prazo de até 10 (dez) dias úteis, a contar da assinatura do
expediente, de acordo com as especificações e quantitativos presente termo, devendo a quitação ser dada mediante a
previstos no Anexo I – Termo de Referência do edital e na apresentação e juntada do comprovante de depósito no
proposta da CONTRATADA. 4. CLÁUSULA SEGUNDA: Pelo processo administrativo em epígrafe; 2.6 Diante do
presente instrumento, as partes acima identificadas resolvem cumprimento do presente ajuste, ficam suspensos os efeitos do
registrar o encerramento do contrato em epígrafe, Auto de Constatação nº 11623A, respeitando a legislação
considerando a plena execução do objeto contratado. 5. ambiental em vigor;4. Cláusula Penal: O descumprimento de
CLÁUSULA TERCEIRA: As partes concedem-se mutuamente quaisquer das cláusulas constantes do presente Termo de
plena, geral, irrestrita e irrevogável quitação de todas as Compromisso implicará, a título de cláusula penal, no
obrigações diretas e indiretas decorrentes deste contrato, não pagamento de multa diária no valor de R$ 100,00 (cem reais),
restando mais nada a reclamar de parte a parte. PARÁGRAFO exigível enquanto perdurar a violação praticada; 5. Data da
DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO
FORTALEZA, 15 DE FEVEREIRO DE 2016 SEGUNDA-FEIRA - PÁGINA 21

Assinatura: 07 DE JUNHO DE 2011; 6. ASSINATURAS: Pela SEUMA, REPRESENTADA POR SUA SECRETÁRIA MARIA
SEUMA: Maria Águeda Pontes Caminha Muniz. Pelo(a) AGUEDA PONTES CAMINHA MUNIZ e SILVANEIDE LIMA
COMPROMISSÁRIO(A): DIAS PREUSS COMÉRCIO DE ROCHA ME; 1. Da Infração: Estabelecimento do ramo de
ALIMENTOS LTDA (VILA CAMALEÃO). TESTEMUNHAS: restaurantes e similares emitindo nível de pressão sonora aci-
Viviane Leite Damasceno e Vicente Canarante. ma do permitido em lei para o horário e situação de medição,
*** *** *** consubstanciando ofensa ao art. 60 da lei Federal nº 9.605/98
e art. 9º, II, “a” da Lei Municipal nº 8.097/97, estando este Ter-
EXTRATO DO TERMO DE COMPROMISSO Nº mo vinculado aos Processos Administrativos nº 16573/2013 –
540/2011, CELEBRADO ENTRE A SECRETARIA MUNICIPAL 20520/2013 AUTOS DE CONSTATAÇÃO Nº 30985 A – 31632
DE URBANISMO E MEIO AMBIENTE – SEUMA, e A; 2. DO AJUSTE: a Compromissária, se obriga a não mais
FRANCISCO RUBENS ALVES RIBEIRO, brasileiro, solteiro, praticar a conduta descrita no item 1; dando entrada na solici-
autônomo, portador da cédula de identidade nº 2005010425448 tação de sua AEUS no prazo máximo de até 20 (vinte) dias a
SSP/CE, inscrito no CPF nº 056.266.043-75, EM 10 de Outubro contar da assinatura desse termo, sob pena de aplicação de
de 2011. SIGNATÁRIOS: SEUMA, REPRESENTADA POR multa no valor correspondente a 300 (trezentas) UFIRCE´s,
SUA SECRETÁRIA MARIA AGUEDA PONTES CAMINHA conforme art. 9º da Lei Municipal nº 8097/97; 2.2 a Compro-
MUNIZ e FRANCISCO RUBENS ALVES RIBEIRO; 1. Da missária deverá, ainda, conforme previsto no art. 10, da Lei
InfraçãoBar utilizando sistema sonoro sem a devida Municipal 8.692/2002, com as alterações introduzidas pela Lei
autorização especial para utilização sonora, bem como Municipal nº 8.738, de 10 de julho de 2003 c/c Decreto Munici-
produzindo nível de pressão sonora superior ao limite legal, o pal nº 11.484/2003, e art. 79-A, da Lei nº 9605/99, modificada
que configura poluição sonora, infringindo os art. 2º da Lei pela Medida Provisória nº 2163-41, de 23 de agosto de 2001,
Municipal nº 8.097/97 c/c art.54 da Lei Municipal de Crimes compensar o Município de Fortaleza pela infração acima des-
Ambientais nº 9605/98, bem como os art. 7º e 8º da Lei crita; 3. Medida Compensatória: Fica ajustado que a Compro-
Municipal nº 8.097/97 c/c art. 1º da Lei Municipal nº 8.738/03 e missária doará à Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio
art. 60 da Lei Municipal de Crimes Ambientais nº 9605/98, Ambiente – SEUMA, a título de medida compensatória pela
estando este Termo de Compromisso vinculado ao Processo infração praticada, o valor correspondente a R$ 2.436,44 (Dois
Administrativo nº 3763/2011; 8819/2010; 8821/2010 – SEMAM; mil, quatrocentos e trinta e seis reais e quarenta e quatro cen-
2. Objetivo O Compromissário, no exercício de sua atividade, tavos), que deverá ser depositado em conta corrente do Fundo
se obriga a não mais praticar a conduta descrita no item 1, bem Municipal de Defesa do Meio Ambiente – FUNDEMA (Banco do
como solicitar e obter a autorização especial para utilização Brasil, c/c 9319-X, Agência n. 008-6) código MCS02, op. 03,
sonora no prazo de 30 (trinta) dias, comprometendo-se a com a quitação após a juntada do comprovante de depósito
promover as modificações necessárias para adaptar seu nos presentes autos; 2.4 A obrigação assumida no item 2.3
estabelecimento às exigências ambientais, sob pena de deverá ser adimplida no prazo de até 15 (quinze) dias úteis, a
aplicação de multa de 80 UFMFs, conforme art. 9º, I, b da Lei contar da assinatura do presente termo, devendo a quitação
Municipal nº 8.097/97; 2.2 A Compromissária deverá, ainda, ser dada mediante a apresentação e juntada do comprovante
conforme previsto no art. 10, da Lei Municipal 8.692/2002, com de depósito no processo administrativo em epígrafe; 2.5 Diante
as alterações introduzidas pela Lei Municipal nº 8.738, de 10 de do cumprimento do presente ajuste, ficam suspensos os efeitos
julho de 2003 c/c Decreto Municipal nº 11.484/2003, art. 36, da dos Autos de Constatação nº30985 A – 31632 A; respeitando a
Lei nº 9.985/2000 e art. 79-A, da Lei nº 9605/99, modificada legislação ambiental em vigor; 2.6 Sobrevindo necessidade de
pela Medida Provisória nº 2163-41, de 23 de agosto de 2001, promover qualquer alteração no presente termo de compromis-
compensar o Município de Fortaleza pela degradação so, poderá o mesmo, desde que devidamente justificado, ser
ambiental causada por força da infração descrita no item 1 do aditivado, a critério das partes; 5. Data da Assinatura: 26 DE
presente instrumento;3. Medida Compensatória: Fica ajustado DEZEMBRO DE 2013; 6. ASSINATURAS: Pela SEUMA: Maria
que o Compromissário doará à Secretaria Municipal de Meio Águeda Pontes Caminha Muniz. Pelo(a) COMPROMISSÁ-
Ambiente e Controle Urbano – SEMAM, a título de medida RIO(A): SILVANEIDE LIMA ROCHA - ME. TESTEMUNHAS:
compensatória, o valor correspondente a R$ 400,00 Viviane Leite Damasceno e Vicente Canarante.
(Quatrocentos reais), a ser depositado em conta corrente do *** *** ***
Fundo Municipal de Defesa do Meio Ambiente – FUNDEMA
(Banco do Brasil, c/c 9319-X, Agência n. 008-6); 2.5 A EXTRATO DO TERMO DE COMPROMISSO Nº
obrigação assumida no item 2.3 deverá ser adimplida no prazo 1036/2014, CELEBRADO ENTRE A SECRETARIA MUNICI-
de até 15 (quinze) dias úteis, a contar da assinatura do PAL DE URBANISMO E MEIO AMBIENTE – SEUMA, e
presente termo, devendo a quitação ser feita pela juntada do FRANCISCA MARIA DA SILVA, inscrita no CPF sob o nº
comprovante de depósito; 2.6 Diante do cumprimento do 002.586.043-79, 25 DE SETEMBRO DE 2014. SIGNATÁRIOS:
presente ajuste, ficam suspensos os efeitos do Auto de SEUMA, REPRESENTADA POR SUA SECRETÁRIA MARIA
Constatação nº 11399A; 10808A; 10809A, respeitada a AGUEDA PONTES CAMINHA MUNIZ e FRANCISCA MARIA
legislação ambiental em vigor; respeitando a legislação DA SILVA; 1. Da Infração: Estabelecimento em atividade
ambiental em vigor; 4. Cláusula Penal: O descumprimento de (BAR) sem a autorização especial de utilização sonora e por
quaisquer das cláusulas constantes do presente Termo de poluição sonora, consubstanciando ofensa aos arts. 1º, 2º, 7º e
Compromisso implicará, a título de cláusula penal, no 8º da Lei Municipal nº 8.097/97 e arts. 25, 54 e 60 da lei Fede-
pagamento de multa diária no valor de R$ 100,00 (cem reais), ral nº 9.605/98; 2. Objetivo: A COMPROMISSÁRIA, se obriga a
exigível enquanto perdurar a violação praticada; 5. Data da não mais praticar a conduta descrita no item 1; ENCERRANDO
Assinatura: 10 de Outubro de 2011; 6. ASSINATURAS: PELA A ATIVIDADE SONORA NO LOCAL, a contar da data de assi-
SEUMA: Maria Águeda Pontes Caminha Muniz. Pelo(a) natura deste termo, sob pena de aplicação de multa no valor
COMPROMISSÁRIO(A): Francisco Rubens Alves Ribeiro. correspondente a 300 (trezentas) UFIRCE´s, conforme art. 9º
TESTEMUNHAS: Viviane Leite Damasceno e Vicente da Lei Municipal nº 8097/97; 2.2 O COMPROMISSÁRIA deve-
Canarante. rá, ainda, conforme previsto no art. 10, da Lei Municipal
*** *** *** 8.692/2002, com as alterações introduzidas pela Lei Municipal
nº 8.738, de 10 de julho de 2003 c/c Decreto Municipal nº
EXTRATO DO TERMO DE COMPROMISSO Nº 11.484/2003, e art. 79-A, da Lei nº 9605/99, modificada pela
914/2013, CELEBRADO ENTRE A SECRETARIA MUNICIPAL Medida Provisória nº 2163-41, de 23 de agosto de 2001, com-
DE URBANISMO E MEIO AMBIENTE – SEUMA e SILVANEI- pensar o Município de Fortaleza pela infração acima descrita;
DE LIMA ROCHA ME, CNPJ Nº 07.826.072/0001-31, que se 3. Medida Compensatória Fica ajustado que a COMPROMIS-
faz representar pelo senhor Sr. WAGNER DE CASTRO FA- SÁRIA doará à Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio
RIAS, brasileiro, comerciante, inscrito no CPF sob o nº Ambiente – SEUMA, a título de medida compensatória pela
220.083.143-91, 26 DE DEZEMBRO DE 2013. SIGNATÁRIOS: infração praticada, o valor correspondente a R$ 400,00 (QUA-
DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO
FORTALEZA, 15 DE FEVEREIRO DE 2016 SEGUNDA-FEIRA - PÁGINA 22

TROCENTOS REAIS), que deverá ser depositado em conta PAL DE URBANISMO E MEIO AMBIENTE – SEUMA e MA-
corrente do Fundo Municipal de Defesa do Meio Ambiente – NOEL RIBEIRO NETO, brasileiro, inscrito no CPF sob o nº
FUNDEMA (Banco do Brasil, c/c 9319-X, Agência n.0008-6) 505.840.493-15, Em 16 de Outubro de 2014. SIGNATÁRIOS:
código MCS02, op. 03, com a quitação após a juntada do com- SEUMA, REPRESENTADA POR SUA SECRETÁRIA MARIA
provante de depósito nos presentes autos; 2.4 A obrigação AGUEDA PONTES CAMINHA MUNIZ e MANOEL RIBEIRO
assumida no item 2.3 deverá ser adimplida no prazo de até 15 NETO; 1. Da Infração: O infrator encontrava-se em via pública
(quinze) dias úteis, a contar da assinatura do presente termo, e foi flagrado com emissão sonora, oriunda de equipamento
devendo a quitação ser dada mediante a apresentação e junta- sonoro de veiculo automotor, provocando perturbação sonora
da do comprovante de depósito no processo administrativo em no local, consubstanciando ofensa aos arts. 1º e 2º da Lei Mu-
epígrafe; 2.5 Diante do cumprimento do pre sente ajuste, ficam nicipal de nº 9.756/2011 e art. 54 da Lei nº 9.605/98 c/c arts. 3º
suspensos os efeitos dos Autos de Constatação nº30005A; e 61 do Decreto Federal nº 6.514/08 e art. 1º, III da Lei Esta-
38259A; respeitando a legislação ambiental em vigor; 2.5 Dian- dual nº13.711/05; 2. DO AJUSTE: O COMPROMISSÁRIO, no
te do cumprimento do presente ajuste, ficam suspensos os exercício de sua atividade, se obriga a não mais praticar a
efeitos do Auto de Constatação nº37957A respeitando a legis- conduta descrita no item 1, sob pena de aplicação de multa no
lação ambiental em vigor; 4. Cláusula Penal: O descumprimen- valor correspondente a 300 (trezentas) UFIRCE´s, conforme
to de quaisquer das cláusulas constantes do presente Termo art. 5º, § 2º da Lei Municipal nº 9756/2011; 2.2 O COMPRO-
de Compromisso implicará, a título de cláusula penal, no pa- MISSÁRIO deverá, ainda, conforme previsto no art. 10, da Lei
gamento de multa diária no valor de R$ 100,00 (cem reais), Municipal 8.692/2002, com as alterações introduzidas pela Lei
Municipal nº 8.738, de 10 de julho de 2003 c/c Decreto Munici-
exigível enquanto perdurar a violação praticada; 5. Data da
pal nº 11.484/2003, e art. 79-A, da Lei nº 9605/99, modificada
Assinatura: 25 de Setembro de 2014; 6. ASSINATURAS: Pela
pela Medida Provisória nº 2163-41, de 23 de agosto de 2001,
SEUMA: Maria Águeda Pontes Caminha Muniz. Pelo(a)
compensar o Município de Fortaleza pela infração acima des-
COMPROMISSÁRIO(A): Francisca Maria da Silva. TESTE-
crita;3. Medida Compensatória Fica ajustado que o COMPRO-
MUNHAS: Viviane Leite Damasceno e Vicente Canarante. MISSÁRIO doará à Secretaria de Urbanismo e Meio Ambiente
*** *** *** – SEUMA, a título de medida compensatória pela infração
praticada, o valor correspondente a R$ 800,00 (oitocentos
EXTRATO DO TERMO DE COMPROMISSO Nº reais), que deverá ser depositado em conta corrente do Fundo
1098/2014, CELEBRADO ENTRE A SECRETARIA MUNICI- Municipal de Defesa do Meio Ambiente – FUNDEMA (Banco
PAL DE URBANISMO E MEIO AMBIENTE – SEUMA, e JOSE do Brasil, c/c 9319-X, Agência n. 008-6) código MCS02, op. 03,
ALEXANDRE VIEIRA FILHO inscrito no CPF Nº 706.474.373- com a quitação após a juntada do comprovante de depósito
68, 25 de Outubro de 2014. SIGNATÁRIOS: SEUMA, REPRE- nos presentes autos;2.4 A obrigação assumida no item 2.3
SENTADA POR SUA SECRETÁRIA MARIA AGUEDA PON- deverá ser adimplida no prazo de até 15 (quinze) dias úteis, a
TES CAMINHA MUNIZ e JOSE ALEXANDRE VIEIRA FILHO; contar da assinatura do presente termo, devendo a quitação
1. DA INFRAÇÃO: Consubstanciando ofensas aos arts. 1º e 3º ser dada mediante a apresentação e juntada do comprovante
da Lei Municipal nº 8.097/97 e art. 54 da Lei Federal nº de depósito no processo administrativo em epígrafe;2.5 Diante
9.605/98, estando este Termo vinculado aos Processo Admi- do cumprimento do presente ajuste, ficam suspensos os efeitos
nistrativo nº 7180/2014 - SEUMA; 2. Objetivo: O Compromissá- do Auto de Constatação nº 38255A respeitando a legislação
rio, se obriga a não mais praticar a conduta descrita no item 1; ambiental em vigor; 4. Cláusula Penal: O descumprimento de
ENCERRANDO A ATIVIDADE SONORA NO LOCAL, sob pena quaisquer das cláusulas constantes do presente Termo de
de aplicação de multa no valor correspondente a 120 (Cento e Compromisso implicará, a título de cláusula penal, no paga-
vinte)UFMF´s, conforme art. 9º da Lei Municipal nº 8097/97; mento de multa diária no valor de R$ 100,00 (cem reais), exigí-
2.2. A Compromissário, deverá, ainda, conforme previsto no vel enquanto perdurar a violação praticada;5. Data da Assina-
art. 10, da Lei Municipal 8.692/2002, com as alterações intro- tura: Em 16 de Outubro de 2014; 6. ASSINATURAS: Pela
duzidas pela Lei Municipal nº 8.738, de 10 de julho de 2003 c/c SEUMA: Maria Águeda Pontes Caminha Muniz. Pelo(a)
Decreto Municipal nº 11.484/2003, e art. 79-A, da Lei nº COMPROMISSÁRIO(A): Manoel Ribeiro Neto. TESTEMU-
9605/99, modificada pela Medida Provisória nº 2163-41, de 23 NHAS: Viviane Leite Damasceno e Vicente Canarante.
de agosto de 2001, compensar o Município de Fortaleza pela *** *** ***
infração acima descrita; 3. Medida Compensatória Fica ajusta-
do que o Compromissário doará à Secretaria Municipal de EXTRATO DO TERMO DE COMPROMISSO Nº
Urbanismo e Meio Ambiente – SEUMA, a título de medida 1103/2014, CELEBRADO ENTRE A SECRETARIA MUNICIPAL
compensatória pela infração praticada, o valor correspondente DE URBANISMO E MEIO AMBIENTE – SEUMA e
a R$500,00 (quinhentos reais), que deverá ser depositado em FRANCISCO FELIX PEREIRA, brasileiro, inscrito no CPF sob o
conta corrente do Fundo Municipal de Defesa do Meio Ambien- nº 234.697.903-10, 16 de Outubro de 2014. SIGNATÁRIOS:
te – FUNDEMA (Banco do Brasil, c/c 9319-X, Agência n. 008- SEUMA, REPRESENTADA POR SUA SECRETÁRIA MARIA
6) código MCS02, com a quitação após a juntada do compro- AGUEDA PONTES CAMINHA MUNIZ e FRANCISCO FELIX
vante de depósito nos presentes autos; 2.4 A obrigação assu- PEREIRA; 1. Da Infração: O infrator encontrava-se em via
mida no item 2.3 deverá ser adimplida no prazo de até 15 pública e foi flagrado com emissão sonora, oriunda de
(quinze) dias úteis, a contar da assinatura do presente termo, equipamento sonoro de veiculo automotor, provocando
devendo a quitação ser dada mediante a apresentação e jun- perturbação sonora no local, consubstanciando ofensa aos
tada do comprovante de depósito no processo administrativo arts. 1º e 2º da Lei Municipal de nº 9.756/2011 e art. 54 da Lei
em epígrafe; 2.5 Diante do cumprimento do presente ajuste, nº 9.605/98 c/c arts. 3º e 61 do Decreto Federal nº 6.514/08 e
ficam suspensos os efeitos do Auto de Constatação 36484 A art. 1º, III da Lei Estadual nº 13.711/05; 2. DO AJUSTE: O
dos referidos processos respeitando a legislação ambiental em COMPROMISSÁRIO, no exercício de sua atividade, se obriga
vigor; 4. Cláusula Penal: O descumprimento de quaisquer das a não mais praticar a conduta descrita no item 1, sob pena de
cláusulas constantes do presente Termo de Compromisso aplicação de multa no valor correspondente a 300 (trezentas)
implicará, a título de cláusula penal, no pagamento de multa UFIRCE´s, conforme art. 5º, § 2º da Lei Municipal nº
diária no valor de R$ 100,00 (cem reais), exigível enquanto 9756/2011; 2.2 O COMPROMISSÁRIO deverá, ainda, confor-
perdurar a violação praticada; 5. Data da Assinatura: 25 de me previsto no art. 10, da Lei Municipal 8.692/2002, com as
Outubro de 2014; 6. ASSINATURAS: Pela SEUMA: Maria alterações introduzidas pela Lei Municipal nº 8.738, de 10 de
Águeda Pontes Caminha Muniz. Pelo(a) COMPROMISSÁ- julho de 2003 c/c Decreto Municipal nº 11.484/2003, e art. 79-A,
RIO(A): Jose Alexandre Vieira Filho. TESTEMUNHAS: Vivia- da Lei nº 9605/99, modificada pela Medida Provisória nº 2163-
ne Leite Damasceno e Vicente Canarante. 41, de 23 de agosto de 2001, compensar o Município de
*** *** *** Fortaleza pela infração acima descrita; 3. Medida Compen-
satória: Fica ajustado que o COMPROMISSÁRIO doará à
EXTRATO DO TERMO DE COMPROMISSO Nº Secretaria de Urbanismo e Meio Ambiente – SEUMA, a título
1102/2014, CELEBRADO ENTRE A SECRETARIA MUNICI- de medida compensatória pela infração praticada, o valor
DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO
FORTALEZA, 15 DE FEVEREIRO DE 2016 SEGUNDA-FEIRA - PÁGINA 23

correspondente a R$ 900,00 (novecentos reais), que deverá EXTRATO DO TERMO DE COMPROMISSO Nº


ser depositado em conta corrente do Fundo Municipal de 1133/2014, CELEBRADO ENTRE A SECRETARIA MUNICIPAL
Defesa do Meio Ambiente – FUNDEMA (Banco do Brasil, c/c DE URBANISMO E MEIO AMBIENTE – SEUMA, e ADAMS
9319-X, Agência n. 008-6) código MCS02, op. 03, com a CAMPOS ROCHA brasileiro, inscrito no CPF sob o nº
quitação após a juntada do comprovante de depósito nos 022.073.793-29, 21 de Outubro de 2014. SIGNATÁRIOS:
presentes autos; 2.4 A obrigação assumida no item 2.3 deverá SEUMA, REPRESENTADA POR SUA SECRETÁRIA MARIA
ser adimplida no prazo de até 15 (quinze) dias úteis, a contar AGUEDA PONTES CAMINHA MUNIZ ADAMS CAMPOS
da assinatura do presente termo, devendo a quitação ser dada ROCHA; 1. DA INFRAÇÃO: O infrator encontrava-se
mediante a apresentação e juntada do comprovante de estacionado em via pública e foi flagrado com emissão sonora,
depósito no processo administrativo em epígrafe; 2.5 Diante do oriunda de equipamento sonoro de veiculo automotor,
cumprimento do presente ajuste, ficam suspensos os efeitos do provocando perturbação sonora no local, consubstanciando
Auto de Constatação nº 38381A respeitando a legislação ofensa aos arts. 1º e 2º da Lei Municipal de nº 9.756/2011 e art.
ambiental em vigor; 4. Cláusula Penal: O descumprimento de 54 da Lei Lei Federal nº 9.605/98, art. 3º e 61 do Decreto
quaisquer das cláusulas constantes do presente Termo de Federal nº 6.514/08 c/c art. 1º, III da Lei Estadual nº 13.711/05;
Compromisso implicará, a título de cláusula penal, no 2. Objetivo: O COMPROMISSÁRIO, no exercício de sua
pagamento de multa diária no valor de R$ 100,00 (cem reais), atividade, se obriga a não mais praticar a conduta descrita no
exigível enquanto perdurar a violação praticada; 5. Data da item 1, sob pena de aplicação de multa no valor
Assinatura: 16 de Outubro de 2014; 6. Assinaturas: PELA correspondente a 300 (trezentas) UFIRCE´s, conforme art. 5º,
SEUMA: Maria Águeda Pontes Caminha Muniz. PELO(A)
§ 2º da Lei Municipal nº 9756/2011; 2.2 O COMPROMISSÁRIO
COMPROMISSÁRIO(A): Francisco Felix Pereira. TESTE-
deverá, ainda, conforme previsto no art. 10, da Lei Municipal
MUNHAS: Viviane Leite Damasceno e Vicente Canarante.
8.692/2002, com as alterações introduzidas pela Lei Municipal
*** *** ***
nº 8.738, de 10 de julho de 2003 c/c Decreto Municipal nº
EXTRATO DO TERMO DE COMPROMISSO Nº 11.484/2003, e art. 79-A, da Lei nº 9605/99, modificada pela
1130/2014, CELEBRADO ENTRE A SECRETARIA MUNICIPAL Medida Provisória nº 2163-41, de 23 de agosto de 2001,
DE URBANISMO E MEIO AMBIENTE – SEUMA e FELIPE compensar o Município de Fortaleza pela infração acima
RAMON ALAM CASTRO brasileiro, inscrito no CPF sob o nº descrita; 3. Medida Compensatória: Fica ajustado que o
041.360.273-70, Em 07 de Outubro de 2014. SIGNATÁRIOS: COMPROMISSÁRIO doará à Secretaria de Urbanismo e Meio
SEUMA, REPRESENTADA POR SUA SECRETÁRIA MARIA Ambiente – SEUMA, a título de medida compensatória pela
AGUEDA PONTES CAMINHA MUNIZ e FELIPE RAMON ALAM infração praticada, o valor correspondente a R$ 600,00
CASTRO; 1. DA INFRAÇÃO: O infrator encontrava-se (Seiscentos reais), que deverá ser depositado em conta
estacionado em via pública utilizando-se equipamento sonoro, corrente do Fundo Municipal de Defesa do Meio Ambiente –
acoplado/instalado no porta malas, com emissão sonora em FUNDEMA (Banco do Brasil, c/c 9319-X, Agência n. 008-6)
nível de 82 dB(A), medidos a 1metro da fonte sonora, código MCS02, op. 03, com a quitação após a juntada do
provocando perturbação sonora, consubstanciando ofensa aos comprovante de depósito nos p resentes autos; 2.4 A obrigação
arts. 1º e 2º da Lei Municipal de nº 9.756/2011 e art. 54 da Lei assumida no item 2.3 deverá ser adimplida no prazo de até 15
Lei Federal nº 9.605/98 c/c art. 1º, III da Lei Estadual nº (quinze) dias úteis, a contar da assinatura do presente termo,
13.711/05; 2. DO AJUSTE: O COMPROMISSÁRIO, no devendo a quitação ser dada mediante a apresentação e
exercício de sua atividade, se obriga a não mais praticar a juntada do comprovante de depósito no processo administrativo
conduta descrita no item 1, sob pena de aplicação de multa no em epígrafe; 2.5 Diante do cumprimento do presente ajuste,
valor correspondente a 300 (trezentas) UFIRCE´s, conforme ficam suspensos os efeitos do Auto de Constatação nº 37968A
art. 5º, § 2º da Lei Municipal nº 9756/2011; 2.2 O respeitando a legislação ambiental em vigor; 4. Cláusula Penal:
COMPROMISSÁRIO deverá, ainda, conforme previsto no art. O descumprimento de quaisquer das cláusulas constantes do
10, da Lei Municipal 8.692/2002, com as alterações presente Termo de Compromisso implicará, a título de cláusula
introduzidas pela Lei Municipal nº 8.738, de 10 de julho de penal, no pagamento de multa diária no valor de R$ 100,00
2003 c/c Decreto Municipal nº 11.484/2003, e art. 79-A, da Lei (cem reais), exigível enquanto perdurar a violação praticada; 5.
nº 9605/99, modificada pela Medida Provisória nº 2163-41, de Data da Assinatura: 21 de Outubro de 2014; 6. Assinaturas:
23 de agosto de 2001, compensar o Município de Fortaleza PELA SEUMA: Maria Águeda Pontes Caminha Muniz.
pela infração acima descrita;3. Medida Compensatória: Fica PELO(A) COMPROMISSÁRIO(A): Adams Campos Rocha.
ajustado que o COMPROMISSÁRIO doará à Secretaria de TESTEMUNHAS: Viviane Leite Damasceno e Vicente
Urbanismo e Meio Ambiente – SEUMA, a título de medida Canarante.
compensatória pela infração praticada, o valor correspondente *** *** ***
a R$ 500,00 (Quinhentos reais), que deverá ser depositado em
conta corrente do Fundo Municipal de Defesa do Meio EXTRATO DO TERMO DE COMPROMISSO Nº
Ambiente – FUNDEMA (Banco do Brasil, c/c 9319-X, Agência 1139/2014, CELEBRADO ENTRE A SECRETARIA MUNICIPAL
n. 008-6) código MCS02, op. 03, com a quitação após a juntada DE URBANISMO E MEIO AMBIENTE – SEUMA e FAT DE
do comprovante de depósito nos presentes autos; 2.4 A CARVALHO RESTAURANTE LTDA ME, inscrito sob CNPJ Nº
obrigação assumida no item 2.3 deverá ser adimplida no prazo 20055459/0001-08, pessoa jurídica de direito privado, acima
de até 15 (quinze) dias úteis, a contar da assinatura do qualificada, neste ato representada através do senhor TELMO
presente termo, devendo a quitação ser dada mediante a DE SOUSA CARVALHO, brasileiro, inscrito no CPF nº
apresentação e juntada do comprovante de depósito no 00811460436, Em 23 de Outubro de 2014. SIGNATÁRIOS:
processo administrativo em epígrafe; 2.5 Diante do SEUMA, REPRESENTADA POR SUA SECRETÁRIA MARIA
cumprimento do presente ajuste, ficam suspensos os efeitos do AGUEDA PONTES CAMINHA MUNIZ e FAT DE CARVALHO
Auto de Constatação nº 37973A respeitando a legislação RESTAURANTE LTDA ME; 1. Da Infração: estabelecimento
ambiental em vigor; 4. Cláusula Penal: O descumprimento de consubstanciando ofensa aos arts. 1º, 3º, 7º , 8º e 9º, II da Lei
quaisquer das cláusulas constantes do presente Termo de Municipal nº 8.097/97 e arts. 25, 54 e 60 da Lei Federal nº
Compromisso implicará, a título de cláusula penal, no 9.605/98 c/c arts. 3º e 61 do Decreto Federal nº 6.514/08;2. DO
pagamento de multa diária no valor de R$ 100,00 (cem reais), AJUSTE: O Compromissário, se obriga a não mais praticar a
exigível enquanto perdurar a violação praticada; 5. Data da conduta descrita no item 1; comprometendo-se em dar entrada
Assinatura: 07 de Outubro de 2014; 6. Assinaturas: PELA no pedido da autorização especial de utilização sonora –
SEUMA: Maria Águeda Pontes Caminha Muniz. PELO(A) AEUS, no prazo máximo de 20 (vinte) dias, a contar da data de
COMPROMISSÁRIO: Felipe Ramon Alam Castro. assinatura deste termo, sob pena de aplicação de multa no
TESTEMUNHAS: Viviane Leite Damasceno e Vicente valor correspondente a 120 (cento e vinte) UFMF's, conforme
Canarante. art. 9º da Lei Municipal nº 8097/97; 2.2 O Compromissário
*** *** *** deverá, ainda, conforme previsto no art. 10, da Lei Municipal
DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO
FORTALEZA, 15 DE FEVEREIRO DE 2016 SEGUNDA-FEIRA - PÁGINA 24

8.692/2002, com as alterações introduzidas pela Lei Municipal diária no valor de R$ 100,00 (cem reais), exigível enquanto
nº 8.738, de 10 de julho de 2003 c/c Decreto Municipal nº perdurar a violação praticada; 5. Data da Assinatura: 16 de
11.484/2003, e art. 79-A, da Lei nº 9605/99, modificada pela Outubro de 2014; 6. Assinaturas: PELA SEUMA: Maria
Medida Provisória nº 2163-41, de 23 de agosto de 2001, Águeda Pontes Caminha Muniz. PELO(A) COMPRO-
compensar o Município de Fortaleza pela infração acima MISSÁRIO(A): Filipi Lima Leitão. TESTEMUNHAS: Viviane
descrita; 3. Medida Compensatória Fica ajustado que o Leite Damasceno e Vicente Canarante.
Compromissário doará à Secretaria Municipal de Urbanismo e *** *** ***
Meio Ambiente – SEUMA, a título de medida compensatória
pela infração praticada, o valor correspondente a R$ 500,00 EXTRATO DO TERMO DE COMPROMISSO Nº
(Quinhentos reais), que deverá ser depositado em conta 1142/2014, CELEBRADO ENTRE A SECRETARIA MUNICIPAL
corrente do Fundo Municipal de Defesa do Meio Ambiente – DE URBANISMO E MEIO AMBIENTE – SEUMA e RONILSON
FUNDEMA (Banco do Brasil, c/c 9319-X, Agência n. 008-6) DE SOUZA PINTO, inscrito sob CNPJ/CPF Nº 604.591.853-30,
código MCS02, com a quitação após a juntada do comprovante 21 de Outubro de 2014. SIGNATÁRIOS: SEUMA,
de depósito nos presentes autos; 2.4 A obrigação assumida no REPRESENTADA POR SUA SECRETÁRIA MARIA AGUEDA
item 2.3 deverá ser adimplida no prazo de até 15 (quinze) dias PONTES CAMINHA e RONILSON DE SOUZA PINTO; 1. Da
úteis, a contar da assinatura do presente termo, devendo a Infração: Consubstanciando ofensa aos arts. 1º, 3º, 9º, II da Lei
quitação ser dada mediante a apresentação e juntada do Municipal nº 8.097/97 e arts. 25 e 54 da lei Federal nº 9.605/98
comprovante de depósito no processo administrativo em c/c arts. 3º e 61 do Decreto Federal nº 6.514/08; 2. Objetivo: O
epígrafe;2.5 Diante do cumprimento do presente ajuste, ficam Compromissário, no exercício de sua atividade, se obriga a não
suspensos os efeitos dos Autos de Constatação nº 37341A - mais praticar a conduta descrita no item 1, encerrando sua
38264A; respeitando a legislação ambiental em vigor; 4. atividade sonora, a contar da data de assinatura deste termo de
Cláusula Penal: O descumprimento de quaisquer das cláusulas compromisso, sob pena de aplicação de multa de 80 ( oitenta )
constantes do presente Termo de Compromisso implicará, a UFMF's, nos termos do art. 9º da Lei Municipal nº 8.097/97; 2.2
título de cláusula penal, no pagamento de multa diária no valor O Compromissário deverá, ainda, conforme previsto no art. 10,
de R$ 100,00 (cem reais), exigível enquanto perdurar a da Lei Municipal 8.692/2002, com as alterações introduzidas
violação praticada; 5. Data da Assinatura: Em 23 de Outubro de pela Lei Municipal nº 8.738, de 10 de julho de 2003 c/c Decreto
2014; 6. Assinaturas: PELA SEUMA: Maria Águeda Pontes Municipal nº 11.484/2003, e art. 79-A, da Lei nº 9605/99,
Caminha Muniz. PELO(A) COMPROMISSÁRIO(A): FAT DE modificada pela Medida Provisória nº 2163-41, de 23 de agosto
CARVALHO RESTAURANTE LTDA ME. TESTEMUNHAS: de 2001, compensar o Município de Fortaleza pela infração
Viviane Leite Damasceno e Vicente Canarante. acima descrita; 3. Medida Compensatória Fica ajustado que o
*** *** *** Compromissário doará à Secretaria Municipal de Urbanismo e
Meio Ambiente – SEUMA, a título de medida compensatória
EXTRATO DO TERMO DE COMPROMISSO Nº pela infração praticada, o valor correspondente a R$ 500,00
1140/2014, CELEBRADO ENTRE A SECRETARIA MUNICIPAL (Quinhentos reais), que deverá ser depositado em conta
DE URBANISMO E MEIO AMBIENTE – SEUMA e FILIPI LIMA corrente do Fundo Municipal de Defesa do Meio Ambiente –
LEITÃO, inscrito no CNPJ/CPF Nº 019.756.013-00, que se faz FUNDEMA (Banco do Brasil, c/c 9319-X, Agência n. 008-6)
representar por instrumento procuratório, através de seu código MCS02, op. 03, com a quitação após a juntada do
advogado, Em 16 de Outubro de 2014. SIGNATÁRIOS: comprovante de depósito nos presentes autos; 2.4 A obrigação
SEUMA, REPRESENTADA POR SUA SECRETÁRIA MARIA assumida no item 2.3 deverá ser adimplida no prazo de até 15
AGUEDA PONTES CAMINHA MUNIZ e RESTAURANTE (quinze) dias úteis, a contar da assinatura do presente termo,
FOGÃO A LENHA; 1. Da Infração: Consubstanciando ofensa devendo a quitação ser dada mediante a apresentação e
aos arts. 1º, 3º, 7º, 8º e 9º, I, II da Lei Municipal nº 8.097/97 e juntada do comprovante de depósito no processo administrativo
arts. 25, 54 e 60 da lei Federal nº 9.605/98 c/c art. 3º e 61 do em epígrafe; 2.5 Diante do cumprimento do presente ajuste,
Decreto Federal Nº 6.514/08; 2. DO AJUSTE: O ficam suspensos os efeitos do Auto de Constatação nº 38120A
Compromissário, se obriga a não mais praticar a conduta respeitando a legislação ambiental em vigor; 4. Cláusula Penal:
descrita no item 1; comprometendo-se a regularizar-se no O descumprimento de quaisquer das cláusulas constantes do
prazo máximo de até 30 ( trinta ) dias, a contar da data de presente Termo de Compromisso implicará, a título de cláusula
assinatura deste termo, sob pena de aplicação de multa penal, no pagamento de multa diária no valor de R$ 100,00
conforme art. 9º da Lei Municipal nº 8097/97.2. 2 O (cem reais), exigível enquanto perdurar a violação praticada; 5.
Compromissário deverá, ainda, conforme previsto no art. 10, da Data da Assinatura: 21 de Outubro de 2014; 6. Assinaturas:
Lei Municipal 8.692/2002, com as alterações introduzidas pela PELA SEUMA: Maria Águeda Pontes Caminha Muniz.
Lei Municipal nº 8.738, de 10 de julho de 2003 c/c Decreto PELO(A) COMPROMISSÁRIO(A): Ronilson de Souza Pinto.
Municipal nº 11.484/2003, e art. 79-A, da Lei nº 9605/99, TESTEMUNHAS: Viviane Leite Damasceno e Vicente
modificada pela Medida Provisória nº 2163-41, de 23 de agosto Canarante.
de 2001, compensar o Município de Fortaleza pela infração *** *** ***
acima descrita; 3. Medida Compensatória: Fica ajustado que o
Compromissário doará à Secretaria Municipal de Urbanismo e EXTRATO DO TERMO DE COMPROMISSO Nº
Meio Ambiente – SEUMA, a título de medida compensatória 1144/2014, CELEBRADO ENTRE A SECRETARIA MUNICIPAL
pela infração praticada, o valor correspondente a R$ 500,00 DE URBANISMO E MEIO AMBIENTE – SEUMA e JL CIDRÃO
(Quinhentos reais), que deverá ser depositado em conta CHURRASCARIA LTDA ME, inscrito no CNPJ/CPF/RG Nº
corrente do Fundo Municipal de Defesa do Meio Ambiente – 20.427.979/0001-96, que se faz representar através do senhor
FUNDEMA (Banco do Brasil, c/c 9319-X, Agência n. 008-6) PAULO SILVANO DA COSTA ROCHA, inscrito no CPF Nº
código MCS02, op. 03, com a quitação após a juntada do 818688203-00, Em 14 de Outubro de 2014. SIGNATÁRIOS:
comprovante de depósito nos presentes autos; 2.4 A obrigação SEUMA, REPRESENTADA POR SUA SECRETÁRIA MARIA
assumida no item 2.3 deverá ser adimplida no prazo de até 15 AGUEDA PONTES CAMINHA MUNIZ e JL CIDRÃO
(quinze) dias úteis, a contar da assinatura do presente termo, CHURRASCARIA LTDA ME; 1. Da Infração: Estabelecimento
devendo a quitação ser dada mediante a apresentação e do ramo de restaurante em atividade de funcionamento sem a
juntada do comprovante de depósito no processo administrativo devida autorização especial de utilização sonora,
em epígrafe; 2.5 Diante do cumprimento do presente ajuste, consubstanciando ofensa aos arts. 7º e 8º da Lei Municipal nº
ficam suspensos os efeitos dos Autos de Constatação nº 8.097/97 e art. 60 da lei Federal nº 9.605/98; 2. DO AJUSTE: O
38422A - 38413A; respeitando a legislação ambiental em vigor; Compromissário, se obriga a não mais praticar a conduta
4. Cláusula Penal: O descumprimento de quaisquer das descrita no item 1; comprometendo-se a dar entrada no pedido
cláusulas constantes do presente Termo de Compromisso de Autorização Especial de Utilização Sonora – AEUS, no
implicará, a título de cláusula penal, no pagamento de multa prazo máximo de até 30 ( trinta ) dias, a contar da data de
DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO
FORTALEZA, 15 DE FEVEREIRO DE 2016 SEGUNDA-FEIRA - PÁGINA 25

assinatura deste termo, sob pena de aplicação de multa no ficam suspensos os efeitos do Auto de Constatação nº 37644A
valor correspondente a 80 (oitenta) UFMF´s, conforme art. 9º respeitando a legislação ambiental em vigor; 4. Cláusula Penal:
da Lei Municipal nº 8097/97.2. 2 O Compromissário deverá, O descumprimento de quaisquer das cláusulas constantes do
ainda, conforme previsto no art. 10, da Lei Municipal presente Termo de Compromisso implicará, a título de cláusula
8.692/2002, com as alterações introduzidas pela Lei Municipal penal, no pagamento de multa diária no valor de R$ 100,00
nº 8.738, de 10 de julho de 2003 c/c Decreto Municipal nº (cem reais), exigível enquanto perdurar a violação praticada; 5.
11.484/2003, e art. 79-A, da Lei nº 9605/99, modificada pela Data da Assinatura: 04 de Novembro de 2014; 6. Assinaturas:
Medida Provisória nº 2163-41, de 23 de agosto de 2001, PELA SEUMA: Maria Águeda Pontes Caminha Muniz.
compensar o Município de Fortaleza pela infração acima PELO(A) COMPROMISSÁRIO(A): Mozael Nascimento da
descrita; 3. Medida Compensatória Fica ajustado que o Silva. TESTEMUNHAS: Viviane Leite Damasceno e Vicente
Compromissário doará à Secretaria Municipal de Urbanismo e Canarante.
Meio Ambiente – SEUMA, a título de medida compensatória *** *** ***
pela infração praticada, o valor correspondente a R$ 500,00
(Quinhentos reais), que deverá ser depositado em conta EXTRATO DO TERMO DE COMPROMISSO Nº
corrente do Fundo Municipal de Defesa do Meio Ambiente – 1180/2014, CELEBRADO ENTRE A SECRETARIA MUNICIPAL
FUNDEMA (Banco do Brasil, c/c 9319-X, Agência n. 008-6) DE URBANISMO E MEIO AMBIENTE – SEUMA, e ELIZABETH
código MCS02, op. 03, com a quitação após a juntada do MENEZES NASCIMENTO, brasileiro, inscrito no
comprovante de depósito nos presentes autos; 2.4 A obrigação CPF/CNPJ/RG sob nº 036.917.313-92, Em 04 de Novembro de
assumida no item 2.3 deverá ser adimplida no prazo de até 15 2014. SIGNATÁRIOS: SEUMA, REPRESENTADA POR SUA
(quinze) dias úteis, a contar da assinatura do presente termo, SECRETÁRIA MARIA AGUEDA PONTES CAMINHA MUNIZ e
devendo a quitação ser dada mediante a apresentação e ELIZABETH MENEZES NASCIMENTO; 1. Da Infração: O
juntada do comprovante de depósito no processo administrativo infrator encontrava-se em via pública e foi flagrado com
em epígrafe; 2.5 Diante do cumprimento do presente ajuste, emissão sonora abusiva de 92db(A), oriunda de equipamento
ficam suspensos os efeitos dos Autos de Constatação nº sonoro de veiculo automotor, provocando perturbação sonora
37646A; respeitando a legislação ambiental em vigor; 4. no local, consubstanciando ofensa aos arts. 1º e 2º da Lei
Cláusula Penal: O descumprimento de quaisquer das cláusulas Municipal de nº 9.756/2011, art. 1º, III da Lei 13711/05 e art. 54
constantes do presente Termo de Compromisso implicará, a da Lei nº9.605/98 c/c arts. 3º e 61 do Decreto Federal
título de cláusula penal, no pagamento de multa diária no valor nº6.514/2008;2. DO AJUSTE: A COMPROMISSÁRIA, no
de R$ 100,00 (cem reais), exigível enquanto perdurar a exercício de sua atividade, se obriga a não mais praticar a
violação praticada; 5. Data da Assinatura: Em 14 de Outubro de conduta descrita no item 1, sob pena de aplicação de multa no
2014; 6. Assinaturas: PELA SEUMA: Maria Águeda Pontes valor correspondente a 300 (trezentas) UFIRCE´s, conforme
Caminha Muniz. PELO(A) COMPROMISSÁRIO(A) JL art. 5º, § 2º da Lei Municipal nº 9756/2011; 2.2 A
CIDRÃO CHURRASCARIA LTDA ME. TESTEMUNHAS: COMPROMISSÁRIA deverá, ainda, conforme previsto no art.
Viviane Leite Damasceno e Vicente Canarante. 10, da Lei Municipal 8.692/2002, com as alterações
*** *** *** introduzidas pela Lei Municipal nº 8.738, de 10 de julho de
2003 c/c Decreto Municipal nº 11.484/2003, e art. 79-A, da Lei
EXTRATO DO TERMO DE COMPROMISSO Nº nº 9605/99, modificada pela Medida Provisória nº 2163-41, de
1172/2014, CELEBRADO ENTRE A SECRETARIA MUNICIPAL 23 de agosto de 2001, compensar o Município de Fortaleza
DE URBANISMO E MEIO AMBIENTE – SEUMA e MOZAEL pela infração acima descrita; 3. Medida Compensatória: Fica
NASCIMENTO DA SILVA, brasileiro, inscrito no CPF sob o nº ajustado que a COMPROMISSÁRIA doará à Secretaria de
600.360.403-47, 04 de Novembro de 2014. SIGNATÁRIOS: Urbanismo e Meio Ambiente – SEUMA, a título de medida
SEUMA, REPRESENTADA POR SUA SECRETÁRIA MARIA compensatória pela infração praticada, o valor correspondente
AGUEDA PONTES CAMINHA MUNIZ e MOZAEL NASCI- a R$ 1.800,00 (Mil e Oitocentos Reais), que deverá ser
MENTO DA SILVA; 1. Da Infração: O infrator encontrava-se em depositado em conta corrente do Fundo Municipal de Defesa
via pública e foi flagrado com emissão sonora abusiva de 88 do Meio Ambiente – FUNDEMA (Banco do Brasil, c/c 9319-X,
db(A), oriunda de equipamento sonoro de veiculo automotor, Agência n. 008-6) código MCS02, op. 03, com a quitação após
provocando perturbação sonora no local, consubstanciando a juntada do comprovante de depósito nos presentes autos; 2.4
ofensa aos arts. 1º e 2º da Lei Municipal de nº 9.756/2011, art. A obrigação assumida no item 2.3 deverá ser adimplida no
1º, inciso III da Lei 13711/2005 e art. 54 da Lei Lei Federal nº prazo de até 15 (quinze) dias úteis, a contar da assinatura do
9.605/98; 2. DO AJUSTE: O COMPROMISSÁRIO, no exercício presente termo, devendo a quitação ser dada mediante a
de sua atividade, se obriga a não mais praticar a conduta apresentação e juntada do comprovante de depósito no
descrita no item 1, sob pena de aplicação de multa no valor processo administrativo em epígrafe; 2.5 Diante do
correspondente a 300 (trezentas) UFIRCE´s, conforme art. 5º, cumprimento do presente ajuste, ficam suspensos os efeitos do
§ 2º da Lei Municipal nº 9756/2011; 2.2 O COMPROMISSÁRIO Auto de Constatação nº 38480A, respeitando a legislação
deverá, ainda, conforme previsto no art. 10, da Lei Municipal ambiental em vigor; 4. Cláusula Penal: O descumprimento de
8.692/2002, com as alterações introduzidas pela Lei Municipal quaisquer das cláusulas constantes do presente Termo de
nº 8.738, de 10 de julho de 2003 c/c Decreto Municipal nº Compromisso implicará, a título de cláusula penal, no
11.484/2003, e art. 79-A, da Lei nº 9605/99, modificada pela pagamento de multa diária no valor de R$ 100,00 (cem reais),
Medida Provisória nº 2163-41, de 23 de agosto de 2001, exigível enquanto perdurar a violação praticada; 5. Data da
compensar o Município de Fortaleza pela infração acima Assinatura: 04 de Novembro de 2014; 6. Assinaturas: PELA
descrita; 3. Medida Compensatória: Fica ajustado que o SEUMA: Maria Águeda Pontes Caminha Muniz. PELO(A)
COMPROMISSÁRIO doará à Secretaria de Urbanismo e Meio COMPROMISSÁRIO(A): Elizabeth Menezes Nascimento.
Ambiente – SEUMA, a título de medida compensatória pela TESTEMUNHAS: Viviane Leite Damasceno e Vicente
infração praticada, o valor correspondente a R$ 500,00 Canarante.
(quinhentos reais), que deverá ser depositado em conta *** *** ***
corrente do Fundo Municipal de Defesa do Meio Ambiente –
FUNDEMA (Banco do Brasil, c/c 9319-X, Agência n. 008-6) EXTRATO DO TERMO DE COMPROMISSO Nº
código MCS02, op. 03, com a quitação após a juntada do 1184/2014, CELEBRADO ENTRE A SECRETARIA MUNICIPAL
comprovante de depósito nos presentes autos;2.4 A obrigação DE URBANISMO E MEIO AMBIENTE – SEUMA e
assumida no item 2.3 deverá ser adimplida no prazo de até 15 FRANCILEIDE DOS SANTOS PEREIRA BERNARDO, inscrita
(quinze) dias úteis, a contar da assinatura do presente termo, no CPF sob o nº 610.370.563-029, 16 de Outubro de 2014.
devendo a quitação ser dada mediante a apresentação e SIGNATÁRIOS: SEUMA, REPRESENTADA POR SUA
juntada do comprovante de depósito no processo administrativo SECRETÁRIA MARIA AGUEDA PONTES CAMINHA e
em epígrafe; 2.5 Diante do cumprimento do presente ajuste, FRANCILEIDE DOS SANTOS PEREIRA BERNARDO; 1. Da
DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO
FORTALEZA, 15 DE FEVEREIRO DE 2016 SEGUNDA-FEIRA - PÁGINA 26

Infração: Estabelecimento em atividade (BAR) sem a Ambiente – FUNDEMA (Banco do Brasil, c/c 9319-X, Agência
autorização especial de utilização sonora e por poluição n. 008-6) código MCS02, op. 03, com a quitação após a juntada
sonora, consubstanciando ofensa aos arts. 1º, 2º, 7º e 8º da Lei do comprovante de depósito nos presentes autos; 2.4 A
Municipal nº 8.097/97 e arts. 25, 54 e 60 da lei Federal nº obrigação assumida no item 2.3 deverá ser adimplida no prazo
9.605/98; 2. Objetivo: A COMPROMISSÁRIA, se obriga a não de até 15 (quinze) dias úteis, a contar da assinatura do
mais praticar a conduta descrita no item 1; ENCERRANDO A presente termo, devendo a quitação ser dada mediante a
ATIVIDADE SONORA NO LOCAL, a contar da data de apresentação e juntada do comprovante de depósito no
assinatura deste termo, sob pena de aplicação de multa no processo administrativo em epígrafe; 2.5 Diante do
valor correspondente a 300 (trezentas) UFIRCE´s, conforme cumprimento do presente ajuste, ficam suspensos os efeitos do
art. 9º da Lei Municipal nº 8097/97; 2.2 A COMPROMISSÁRIA Auto de Constatação nº 39201A respeitando a legislação
deverá, ainda, conforme previsto no art. 10, da Lei Municipal ambiental em vigor; 4. Cláusula Penal: O descumprimento de
8.692/2002, com as alterações introduzidas pela Lei Municipal quaisquer das cláusulas constantes do presente Termo de
nº 8.738, de 10 de julho de 2003 c/c Decreto Municipal nº Compromisso implicará, a título de cláusula penal, no
11.484/2003, e art. 79-A, da Lei nº 9605/99, modificada pela pagamento de multa diária no valor de R$ 100,00 (cem reais),
Medida Provisória nº 2163-41, de 23 de agosto de 2001, exigível enquanto perdurar a violação praticada; 5. Data da
compensar o Município de Fortaleza pela infração acima Assinatura: 14 de Outubro de 2014; 6. Assinaturas: PELA
descrita;3. Medida Compensatória Fica ajustado que o SEUMA: Maria Águeda Pontes Caminha Muniz. PELO(A)
COMPROMISSÁRIA doará à Secretaria Municipal de COMPROMISSÁRIO(A): Daniel Lemos Sales. TESTE-
Urbanismo e Meio Ambiente – SEUMA, a título de medida MUNHAS: Viviane Leite Damasceno e Vicente Canarante.
compensatória pela infração praticada, o valor correspondente *** *** ***
a R$ 250,00 (duzentos e cinquenta reais), que deverá ser
depositado em conta corrente do Fundo Municipal de Defesa EXTRATO DO TERMO DE COMPROMISSO Nº
do Meio Ambiente – FUNDEMA (Banco do Brasil, c/c 9319-X, 1198/2014, CELEBRADO ENTRE A SECRETARIA MUNICIPAL
Agência n. 008-6) código MCS02, op. 03, com a quitação após DE URBANISMO E MEIO AMBIENTE – SEUMA e
a juntada do comprovante de depósito nos presentes autos; 2.4 FRANCISCO OZEIAS FREITAS BARROSO ME, inscrita no
A obrigação assumida no item 2.3 deverá ser adimplida no CNPJ Nº 00.112.906/0001-06,neste ato representada por seu
prazo de até 15 (quinze) dias úteis, a contar da assinatura do proprietário o Sr. FRANCISCO OZEIAS FREITAS BARROSO ,
brasileiro, residente e domiciliado nesta urbe, inscrito no CPF
presente termo, devendo a quitação ser dada mediante a
nº 007.934.158-61, Em 30 de Outubro de 2014. SIGNA-
apresentação e juntada do comprovante de depósito no
TÁRIOS: SEUMA, REPRESENTADA POR SUA SECRETÁRIA
processo administrativo em epígrafe; 2.5 Diante do
MARIA AGUEDA PONTES CAMINHA MUNIZ e FRANCISCO
cumprimento do presente ajuste, ficam suspensos os efeitos OZEIAS FREITAS BARROSO ME; 1. Da Infração Consu-
dos Autos de Constatação nº 30213A; respeitando a legislação bstanciando ofensas aos arts. 1º e 3º da Lei Municipal nº
ambiental em vigor; 4. Cláusula Penal: O descumprimento de 8.097/97 e art. 54 da Lei Federal nº 9.605/98, estando este
quaisquer das cláusulas constantes do presente Termo de Termo vinculado aos Processos Administrativos nº 8248/14,
Compromisso implicará, a título de cláusula penal, no 8250/14, 9977/14, 12007/14- SEUMA; 2. DO AJUSTE O
pagamento de multa diária no valor de R$ 100,00 (cem reais), Compromissário, se obriga a não mais praticar a conduta
exigível enquanto perdurar a violação praticada; 5. Data da descrita no item 1; se comprometendo em OBEDECER OS
Assinatura: 16 de Outubro de 2014; 6. Assinaturas: PELA LIMITES LEGAIS E PREVISÕES DA AUTORIZAÇÃO
SEUMA: Maria Águeda Pontes Caminha Muniz. PELO(A) SONORA cujo processo nº 12147/14 está em andamento, sob
COMPROMISSÁRIO(A): Francileide dos Santos Pereira pena de aplicação de multa no valor correspondente a 120
Bernardo. TESTEMUNHAS: Viviane Leite Damasceno e (Cento e vinte)UFMF´s, conforme art. 9º da Lei Municipal nº
Vicente Canarante. 8097/97;2.2A Compromissário, deverá, ainda, conforme
*** *** *** previsto no art. 10, da Lei Municipal 8.692/2002, com as
alterações introduzidas pela Lei Municipal nº 8.738, de 10 de
EXTRATO DO TERMO DE COMPROMISSO Nº julho de 2003 c/c Decreto Municipal nº 11.484/2003, e art. 79-A,
1186/2014, CELEBRADO ENTRE A SECRETARIA MUNICIPAL da Lei nº 9605/99, modificada pela Medida Provisória nº 2163-
DE URBANISMO E MEIO AMBIENTE – SEUMA, e DANIEL 41, de 23 de agosto de 2001, compensar o Município de
LEMOS SALES, brasileiro, inscrito no CPF sob o nº Fortaleza pela infração acima descrita; 3. Medida
017.224.703-99, EM 14 de Outubro de 2011. SIGNATÁRIOS: Compensatória Fica ajustado que o Compromissário doará à
SEUMA, REPRESENTADA POR SUA SECRETÁRIA MARIA Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente – SEUMA,
AGUEDA PONTES CAMINHA MUNIZ e DANIEL LEMOS a título de medida compensatória pela infração praticada, o
SALES; 1. Da Infração: O infrator encontrava-se em via pública valor correspondente a R$ 500,00 (quinhentos reais), que
e foi flagrado com emissão sonora, oriunda de equipamento deverá ser depositado em conta corrente do Fundo Municipal
sonoro de veiculo automotor, provocando perturbação sonora de Defesa do Meio Ambiente – FUNDEMA (Banco do Brasil, c/c
no local, consubstanciando ofensa aos arts. 1º e 2º da Lei 9319-X, Agência n. 008-6) código MCS02, com a quitação após
a juntada do comprovante de depósito nos presentes autos; 2.4
Municipal de nº 9.756/2011 e art. 54 da Lei nº 9.605/98 c/c arts.
A obrigação assumida no item 2.3 deverá ser adimplida no
3º e 61 do Decreto Federal nº 6.514/08 e art. 1º, III da Lei
prazo de até 15 (quinze) dias úteis, a contar da assinatura do
Estadual nº 13.711/05; 2. Objetivo: O COMPROMISSÁRIO, no
presente termo, devendo a quitação ser dada mediante a
exercício de sua atividade, se obriga a não mais praticar a apresentação e juntada do comprovante de depósito no
conduta descrita no item 1, sob pena de aplicação de multa no processo administrativo em epígrafe; 2.5 Diante do cumpri-
valor correspondente a 300 (trezentas) UFIRCE´s, conforme mento do presente ajuste, ficam suspensos os efeitos dos
art. 5º, § 2º da Lei Municipal nº 9756/2011; 2.2 O Autos de Constatação 37130 A, 37135A, 37904 A, 38392A dos
COMPROMISSÁRIO deverá, ainda, conforme previsto no art. referidos processos respeitando a legislação ambiental em
10, da Lei Municipal 8.692/2002, com as alterações vigor; 4. Cláusula Penal: O descumprimento de quaisquer das
introduzidas pela Lei Municipal nº 8.738, de 10 de julho de cláusulas constantes do presente Termo de Compromisso
2003 c/c Decreto Municipal nº 11.484/2003, e art. 79-A, da Lei implicará, a título de cláusula penal, no pagamento de multa
nº 9605/99, modificada pela Medida Provisória nº 2163-41, de diária no valor de R$ 100,00 (cem reais), exigível enquanto
23 de agosto de 2001, compensar o Município de Fortaleza perdurar a violação praticada; 5. Data da Assinatura: 30 de
pela infração acima descrita; 3. Medida Compensatória: Fica Outubro de 2014; 6. Assinaturas: PELA SEUMA: Maria
ajustado que o COMPROMISSÁRIO doará à Secretaria de Águeda Pontes Caminha Muniz. PELO(A) COMPRO-
Urbanismo e Meio Ambiente – SEUMA, a título de medida MISSÁRIO(A) FRANCISCO OZEIAS FREITAS BARROSO
compensatória pela infração praticada, o valor correspondente ME. TESTEMUNHAS: Viviane Leite Damasceno e Vicente
a R$ 500,00 (quinhentos reais), que deverá ser depositado em Canarante.
conta corrente do Fundo Municipal de Defesa do Meio *** *** ***
DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO
FORTALEZA, 15 DE FEVEREIRO DE 2016 SEGUNDA-FEIRA - PÁGINA 27

EXTRATO DO TERMO DE COMPROMISSO Nº da Lei nº 9605/99, modificada pela Medida Provisória nº 2163-
1202/2014, CELEBRADO ENTRE A SECRETARIA MUNICIPAL 41, de 23 de agosto de 2001, compensar o Município de
DE URBANISMO E MEIO AMBIENTE – SEUMA e Fortaleza pela infração acima descrita; 3. Medida
FRANCISCO JUCELINO DE OLIVEIRA, brasileiro, inscrito no Compensatória: Fica ajustado que a COMPROMISSÁRIA
CPF sob o nº 243.416.573-72, Em 04 de Novembro de 2014. doará à Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente –
SIGNATÁRIOS: SEUMA, REPRESENTADA POR SUA SEUMA, a título de medida compensatória pela infração
SECRETÁRIA MARIA AGUEDA PONTES CAMINHA MUNIZ e praticada, o valor correspondente a R$ 250,00 (DUZENTOS E
FRANCISCO JUCELINO DE OLIVEIRA; 1. Da Infração: O CINQUENTA REAIS), que deverá ser depositado em conta
infrator encontrava-se em via pública e foi flagrado com corrente do Fundo Municipal de Defesa do Meio Ambiente –
emissão sonora, oriunda de equipamento sonoro de veiculo FUNDEMA (Banco do Brasil, c/c 9319-X, Agência n. 008-6)
automotor, provocando perturbação sonora no local, código MCS02, op. 03, com a quitação após a juntada do
consubstanciando ofensa aos arts. 1º e 2º da Lei Municipal de comprovante de depósito nos presentes autos; 2.4 A obrigação
nº 9.756/2011 e art. 54 da Lei nº 9.605/98 c/c arts. 3º e 61 do assumida no item 2.3 deverá ser adimplida no prazo de até 15
Decreto Federal nº 6.514/08 e art. 1º, III da Lei Estadual (quinze) dias úteis, a contar da assinatura do presente termo,
nº13.711/05; 2. DO AJUSTE: O COMPROMISSÁRIO, no devendo a quitação ser dada mediante a apresentação e
exercício de sua atividade, se obriga a não mais praticar a juntada do comprovante de depósito no processo administrativo
conduta descrita no item 1, sob pena de aplicação de multa no em epígrafe; 2.5 Diante do cumprimento do presente ajuste,
valor correspondente a 300 (trezentas) UFIRCE´s, conforme ficam suspensos os efeitos dos Autos de Constatação nº 38379
art. 5º, § 2º da Lei Municipal nº 9756/2011; 2.2 O A, 37917A; respeitando a legislação ambiental em vigor; 4.
COMPROMISSÁRIO deverá, ainda, conforme previsto no art. Cláusula Penal: O descumprimento de quaisquer das cláusulas
10, da Lei Municipal 8.692/2002, com as alterações constantes do presente Termo de Compromisso implicará, a
introduzidas pela Lei Municipal nº 8.738, de 10 de julho de título de cláusula penal, no pagamento de multa diária no valor
2003 c/c Decreto Municipal nº 11.484/2003, e art. 79-A, da Lei de R$ 100,00 (cem reais), exigível enquanto perdurar a
nº 9605/99, modificada pela Medida Provisória nº 2163-41, de violação praticada; 5. Data da Assinatura: 04 de Novembro de
23 de agosto de 2001, compensar o Município de Fortaleza 2014; 6. Assinaturas: PELA SEUMA: Maria Águeda Pontes
pela infração acima descrita; 3. Medida Compensatória: Fica Caminha Muniz. PELO(A) COMPROMISSÁRIO(A): Maria
ajustado que o COMPROMISSÁRIO doará à Secretaria de Jose Soares de Medeiros. TESTEMUNHAS: Viviane Leite
Urbanismo e Meio Ambiente – SEUMA, a título de medida Damasceno e Vicente Canarante.
compensatória pela infração praticada, o valor correspondente *** *** ***
a R$ 500,00 (quinhentos reais), que deverá ser depositado em
conta corrente do Fundo Municipal de Defesa do Meio EXTRATO DO TERMO DE COMPROMISSO Nº
Ambiente – FUNDEMA (Banco do Brasil, c/c 9319-X, Agência 1271/2014, CELEBRADO ENTRE A SECRETARIA MUNICI-
n. 008-6) código MCS02, op. 03, com a quitação após a juntada PAL DE URBANISMO E MEIO AMBIENTE – SEUMA e CLAU-
do comprovante de depósito nos presentes autos; 2.4 A DIO JOSE SILVA BARBOSA, brasileiro, inscrito no CPF sob o
obrigação assumida no item 2.3 deverá ser adimplida no prazo nº828.694.303-10, 30 DE DEZEMBRO DE 2014. SIGNATÁ-
de até 15 (quinze) dias úteis, a contar da assinatura do RIOS: SEUMA, REPRESENTADA POR SUA SECRETÁRIA
presente termo, devendo a quitação ser dada mediante a MARIA AGUEDA PONTES CAMINHA MUNIZ e CLAUDIO
apresentação e juntada do comprovante de depósito no JOSE SILVA BARBOSA; 1. Da Infração: O infrator encontrava-
processo administrativo em epígrafe; 2.5 Diante do se em via pública e foi flagrado com emissão sonora, oriunda
cumprimento do presente ajuste, ficam suspensos os efeitos do de equipamento sonoro de veiculo automotor, provocando
Auto de Constatação nº 37344A respeitando a legislação perturbação sonora no local, consubstanciando ofensa aos
ambiental em vigor; 4. Cláusula Penal: O descumprimento de arts. 1º e 2º da Lei Municipal de nº 9.756/2011 e art. 54 da Lei
quaisquer das cláusulas constantes do presente Termo de nº 9.605/98 c/c arts. 3º e 61 do Decreto Federal nº6.514/08 e
Compromisso implicará, a título de cláusula penal, no art. 1º, III da Lei Estadual nº13.711/05; 2. DO AJUSTE: O
pagamento de multa diária no valor de R$ 100,00 (cem reais), COMPROMISSÁRIO, no exercício de sua atividade, se obriga
exigível enquanto perdurar a violação praticada; 5. Data da a não mais praticar a conduta descrita no item 1, sob pena de
Assinatura: 04 de Novembro de 2014; 6. Assinaturas: PELA aplicação de multa no valor correspondente a 300 (trezentas)
SEUMA: Maria Águeda Pontes Caminha Muniz. PELO(A) UFIRCE´s, conforme art. 5º, § 2º da Lei Municipal nº
COMPROMISSÁRIO(A) Francisco Jucelino de Oliveira. 9756/2011; 2.2 O COMPROMISSÁRIO deverá, ainda, confor-
TESTEMUNHAS: Viviane Leite Damasceno e Vicente me previsto no art. 10, da Lei Municipal 8.692/2002, com as
Canarante. alterações introduzidas pela Lei Municipal nº 8.738, de 10 de
*** *** *** julho de 2003 c/c Decreto Municipal nº 11.484/2003, e art. 79-
A, da Lei nº 9605/99, modificada pela Medida Provisória nº
EXTRATO DO TERMO DE COMPROMISSO Nº 2163-41, de 23 de agosto de 2001, compensar o Município de
1204/2014, CELEBRADO ENTRE A SECRETARIA MUNICIPAL Fortaleza pela infração acima descrita; 3. Medida Compensató-
DE URBANISMO E MEIO AMBIENTE – SEUMA, MARIA JOSE ria: Fica ajustado que o COMPROMISSÁRIO doará à Secreta-
SOARES DE MEDEIROS, inscrita no CPF sob o nº ria de Urbanismo e Meio Ambiente – SEUMA, a título de medi-
203.206.203-87, Em 04 de Novembro de 2014. SIGNATÁRIOS: da compensatória pela infração praticada, o valor correspon-
SEUMA, REPRESENTADA POR SUA SECRETÁRIA MARIA dente a R$ 1.500,00 (hum mil e quinhentos reais), que deverá
AGUEDA PONTES CAMINHA MUNIZ e MARIA JOSE ser depositado em conta corrente do Fundo Municipal de Defe-
SOARES DE MEDEIROS; 1. Da Infração: Estabelecimento em sa do Meio Ambiente – FUNDEMA (Banco do Brasil, c/c 9319-
atividade ( BAR ) sem a autorização especial de utilização X, Agência n. 008-6) código MCS02, op. 03, com a quitação
sonora e por poluição sonora, consubstanciando ofensa aos após a juntada do comprovante de depósito nos presentes
arts. 1º, 2º, 7º e 8º da Lei Municipal nº 8.097/97 e arts. 25, 54 e autos; 2.4 A obrigação assumida no item 2.3 deverá ser adim-
60 da lei Federal nº 9.605/98; 2. DO AJUSTE: O plida no prazo de até 15 (quinze) dias úteis, a contar da assina-
COMPROMISSÁRIA, se obriga a não mais praticar a conduta tura do presente termo, devendo a quitação ser dada mediante
descrita no item 1; OBEDECENDO AS CONDICIONANTES DA a apresentação e juntada do comprovante de depósito no pro-
AUTORIZAÇÃO ESPECIAL SONORA (PROC. Nº 13560/2014), cesso administrativo em epígrafe; 2.5 Diante do cumprimento
sob pena de aplicação de multa no valor correspondente a 300 do presente ajuste, ficam suspensos os efeitos do Auto de
(trezentas) UFIRCE´s, conforme art. 9º da Lei Municipal nº Constatação nº 38665A respeitando a legislação ambiental em
8097/97; 2.2 O COMPROMISSÁRIA deverá, ainda, conforme vigor; 2.6 Sobrevindo necessidade de promover qualquer alte-
previsto no art. 10, da Lei Municipal 8.692/2002, com as ração no presente termo de compromisso, poderá o mesmo,
alterações introduzidas pela Lei Municipal nº 8.738, de 10 de desde que devidamente justificado, ser aditivado, a critério das
julho de 2003 c/c Decreto Municipal nº 11.484/2003, e art. 79-A, partes; 5. Data da Assinatura: 30 DE DEZEMBRO DE 2014; 6.
DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO
FORTALEZA, 15 DE FEVEREIRO DE 2016 SEGUNDA-FEIRA - PÁGINA 28

Assinaturas: PELA SEUMA: Maria Águeda Pontes Caminha (trezentas) UFIRCE´s, conforme art. 5º, § 2º da Lei Municipal nº
Muniz. PELO(A) COMPROMISSÁRIO(A): Claudio Jose Silva 9756/2011; 2.2 O COMPROMISSÁRIO deverá, ainda, confor-
Barbosa. TESTEMUNHAS: Viviane Leite Damasceno e Vicen- me previsto no art. 10, da Lei Municipal 8.692/2002, com as
te Canarante. alterações introduzidas pela Lei Municipal nº 8.738, de 10 de
*** *** *** julho de 2003 c/c Decreto Municipal nº 11.484/2003, e art. 79-
A, da Lei nº 9605/99, modificada pela Medida Provisória nº
EXTRATO DO TERMO DE COMPROMISSO Nº 2163-41, de 23 de agosto de 2001, compensar o Município de
1292/2014, CELEBRADO ENTRE A SECRETARIA MUNICI- Fortaleza pela infração acima descrita; 3. Medida Compensató-
PAL DE URBANISMO E MEIO AMBIENTE – SEUMA, e JOÃO ria: Fica ajustado que o COMPROMISSÁRIO doará à Secreta-
RONALD GOMES SOUSA, brasileiro, inscrito no CPF sob o nº ria de Urbanismo e Meio Ambiente – SEUMA, a título de medi-
639.953.523-91, EM 06 DE JANEIRO DE 2014. SIGNATÁ- da compensatória pela infração praticada, o valor correspon-
RIOS: SEUMA, REPRESENTADA POR SUA SECRETÁRIA dente a R$ 350,00 (trezentos e cinquenta reais), que deverá
MARIA AGUEDA PONTES CAMINHA MUNIZ e JOÃO RO- ser depositado em conta corrente do Fundo Municipal de Defe-
NALD GOMES SOUSA; 1. Da Infração: O infrator encontrava- sa do Meio Ambiente – FUNDEMA (Banco do Brasil, c/c 9319-
se em via pública e foi flagrado com emissão sonora, oriunda X, Agência n. 008-6) código MCS02, op. 03, com a quitação
de equipamento sonoro de veiculo automotor, provocando após a juntada do comprovante de depósito nos presentes
perturbação sonora no local, consubstanciando ofensa aos autos; 2.4 A obrigação assumida no item 2.3 deverá ser adim-
arts. 1º e 2º da Lei Municipal de nº 9.756/2011 e art. 54 da Lei plida no prazo de até 15 (quinze) dias úteis, a contar da assina-
nº 9.605/98 c/c arts. 3º e 61 do Decreto Federal nº 6.514/08 e tura do presente termo, devendo a quitação ser dada mediante
art. 1º, III da Lei Estadual nº13.711/05 ; 2. Objetivo: O COM- a apresentação e juntada do comprovante de depósito no pro-
PROMISSÁRIO, no exercício de sua atividade, se obriga a não cesso administrativo em epígrafe; 2.5 Diante do cumprimento
mais praticar a conduta descrita no item 1, sob pena de aplica- do presente ajuste, ficam suspensos os efeitos do Auto de
ção de multa no valor correspondente a 300 (trezentas) Constatação nº 38667A respeitando a legislação ambiental em
UFIRCE´s, conforme art. 5º, § 2º da Lei Municipal nº vigor; 2.6 Sobrevindo necessidade de promover qualquer alte-
9756/2011; 2.2 O COMPROMISSÁRIO deverá, ainda, confor- ração no presente termo de compromisso, poderá o mesmo,
me previsto no art. 10, da Lei Municipal 8.692/2002, com as desde que devidamente justificado, ser aditivado, a critério das
alterações introduzidas pela Lei Municipal nº 8.738, de 10 de partes; 4. Cláusula Penal: O descumprimento de quaisquer das
julho de 2003 c/c Decreto Municipal nº 11.484/2003, e art. 79- cláusulas constantes do presente Termo de Compromisso
A, da Lei nº 9605/99, modificada pela Medida Provisória nº implicará, a título de cláusula penal, no pagamento de multa
2163-41, de 23 de agosto de 2001, compensar o Município de diária no valor de R$ 100,00 (cem reais), exigível enquanto
Fortaleza pela infração acima descrita; 3. Medida Compensató- perdurar a violação praticada; 5. Data da Assinatura: 30 DE
ria: Fica ajustado que o COMPROMISSÁRIO doará à Secreta- DEZEMBRO DE 2014; 6. Assinaturas: PELA SEUMA: Maria
ria de Urbanismo e Meio Ambiente – SEUMA, a título de medi- Águeda Pontes Caminha Muniz. PELO(A) COMPROMISSÁ-
da compensatória pela infração praticada, o valor correspon- RIO(A): Jefferson Bruno Freitas Xavier. TESTEMUNHAS:
dente a R$ 3.000,00 (três mil reais), que deverá ser depositado Viviane Leite Damasceno e Vicente Canarante.
em conta corrente do Fundo Municipal de Defesa do Meio *** *** ***
Ambiente – FUNDEMA (Banco do Brasil, c/c 9319-X, Agência
n. 0008-6) código MCS02, op. 03, com a quitação após a jun- EXTRATO DO TERMO DE COMPROMISSO Nº
tada do comprovante de depósito nos presentes autos; 2.4 A 1402/2014, CELEBRADO ENTRE A SECRETARIA MUNICIAL
obrigação assumida no item 2.3 deverá ser adimplida no prazo DE URBANISMO E MEIO AMBIENTE – SEUMA e FRANCIS-
de até 15 (quinze) dias úteis, a contar da assinatura do presen- CO MURILO ARAUJO DOS SANTOS, brasileiro, inscrito o CPF
te termo, devendo a quitação ser dada mediante a apresenta- sob o nº 028.684.063-43, EM 30 DE DEZEMBRO DE 2014.
ção e juntada do comprovante de depósito no processo admi- SIGNATÁRIOS: SEUMA, REPRESENTADA POR SUA SE-
nistrativo em epígrafe; 2.5 Diante do cumprimento do presente CRETÁRIA MARIA AGUEDA PONTES CAMINHA MUNIZ e
ajuste, ficam suspensos os efeitos do Auto de Constatação nº FRANCISCO MURILO ARAUJO DOS SANTOS; 1. Da Infra-
39208A respeitando a legislação ambiental em vigor; 4. Cláu- ção: O infrator encontrava-se em via pública e foi flagrado com
sula Penal: O descumprimento de quaisquer das cláusulas emissão sonora abusivo de 85,5dB(A), oriunda de equipamento
constantes do presente Termo de Compromisso implicará, a sonoro de veiculo automotor, provocando perturbação sonora
título de cláusula penal, no pagamento de multa diária no valor no local, consubstanciando ofensa aos arts. 1º e 2º da Lei Mu-
de R$ 100,00 (cem reais), exigível enquanto perdurar a viola- nicipal de nº 9.756/2011; art. 1º, III da Lei Estadual nº
ção praticada; 5. Data da Assinatura: 06 de Janeiro de 2014; 6. 13.711/05; 2. DO AJUSTE: O COMPROMISSÁRIO, no exercí-
Assinaturas: PELA SEUMA: Maria Águeda Pontes Caminha cio de sua atividade, se obriga a não mais praticar a conduta
Muniz. PELO (A) COMPROMISSÁRIO(A): João Ronald Go- descrita no item 1, sob pena de aplicação de multa no valor
mes Sousa. TESTEMUNHAS: Viviane Leite Damasceno e correspondente a 300 (trezentas) UFIRCE´s, conforme art. 5º,
Vicente Canarante. § 2º da Lei Municipal nº 9756/2011; 2.2 O COMPROMISSÁRIO
*** *** *** deverá, ainda, conforme previsto no art. 10, da Lei Municipal
8.692/2002, com as alterações introduzidas pela Lei Municipal
EXTRATO DO TERMO DE COMPROMISSO Nº nº 8.738, de 10 de julho de 2003 c/c Decreto Municipal nº
1298/2014, CELEBRADO ENTRE A SECRETARIA MUNICI- 11.484/2003, e art. 79-A, da Lei nº 9605/99, modificada pela
PAL DE URBANISMO E MEIO AMBIENTE – SEUMA e Medida Provisória nº 2163-41, de 23 de agosto de 2001, com-
JEFFERSON BRUNO FREITAS XAVIER, brasileiro, inscrito no pensar o Município de Fortaleza pela infração acima descrita;
CPF sob o nº 018.262.313-07, EM 30 DE DEZEMBRO DE 3. Medida Compensatória: Fica ajustado que o COMPROMIS-
2014. SIGNATÁRIOS: SEUMA, REPRESENTADA POR SUA SÁRIO doará à Secretaria de Urbanismo e Meio Ambiente –
SECRETÁRIA MARIA AGUEDA PONTES CAMINHA MUNIZ e SEUMA, a título de medida compensatória pela infração prati-
JEFFERSON BRUNO FREITAS XAVIER; 1. Da Infração: O cada, o valor correspondente a R$ 926,00 (Novecentos e vinte
infrator encontrava-se em via pública e foi flagrado com emis- e seis reais), que deverá ser depositado em conta corrente do
são sonora, oriunda de equipamento sonoro de veiculo auto- Fundo Municipal de Defesa do Meio Ambiente – FUNDEMA
motor, provocando perturbação sonora no local, consubstanci- (Banco do Brasil, c/c 9319-X, Agência n. 008-6) código MCS02,
ando ofensa aos arts. 1º e 2º da Lei Municipal de nº 9.756/2011 op. 03, com a quitação após a juntada do comprovante de
e art. 54 da Lei nº 9.605/98 c/c arts. 3º e 61 do Decreto Federal depósito nos presentes autos; 2.4 A obrigação assumida no
nº 6.514/08 e art. 1º, III da Lei Estadual nº 13.711/05; 2. DO item 2.3 deverá ser adimplida no prazo de até 15 (quinze) dias
AJUSTE: O COMPROMISSÁRIO, no exercício de sua ativida- úteis, a contar da assinatura do presente termo, devendo a
de, se obriga a não mais praticar a conduta descrita no item 1, quitação ser dada mediante a apresentação e juntada do com-
sob pena de aplicação de multa no valor correspondente a 300 provante de depósito no processo administrativo em epígrafe;
DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO
FORTALEZA, 15 DE FEVEREIRO DE 2016 SEGUNDA-FEIRA - PÁGINA 29

2.5 Diante do cumprimento do presente ajuste, ficam suspen- SECRETÁRIA MARIA AGUEDA PONTES CAMINHA MUNIZ e
sos os efeitos do Auto de Constatação nº 38123A respeitando BOTECO PRAIA BAR E RESTAURANTE SA; 1. Da Infração:
a legislação ambiental em vigor; 4. Cláusula Penal: O descum- Estabelecimento do ramo de bar, utilizando equipamento sono-
primento de quaisquer das cláusulas constantes do presente ro sem a devida autorização especial de utilização sonora ,
Termo de Compromisso implicará, a título de cláusula penal, no consubstanciando ofensas aos arts. 7º , 8º, 9, I da Lei Munici-
pagamento de multa diária no valor de R$ 100,00 (cem reais), pal nº 8.097/97; arts. 3, 66 da Decreto Federal nº 6.514/08 e
exigível enquanto perdurar a violação praticada; 5. Data da art. 60 da Lei Federal nº 9.605/98; 2. DO AJUSTE: O Compro-
Assinatura: 30 de Dezembro de 2014; 6. Assinaturas: PELA missário, se obriga a não mais praticar a conduta descrita no
SEUMA: Maria Águeda Pontes Caminha Muniz. PELO(A) item 1; se comprometendo em dar o devido prosseguimento à
COMPROMISSÁRIO(A): Francisco Murilo Araujo Dos San- solicitação de sua AEUS disposto no processo administrativo
tos. TESTEMUNHAS: Viviane Leite Damasceno e Vicente de nº 145522014, a contar da data assinatura desse termo, sob
Canarante. pena de aplicação de multa no valor correspondente a 120
*** *** *** (cento e vinte) UFMF´s, conforme art. 9º da Lei Municipal nº
8097/97; 2.2 O Compromissário, deverá, ainda, conforme pre-
EXTRATO DO TERMO DE COMPROMISSO Nº visto no art. 10, da Lei Municipal 8.692/2002, com as alterações
1404/2014, CELEBRADO ENTRE A SECRETARIA MUNICI- introduzidas pela Lei Municipal nº 8.738, de 10 de julho de
PAL DE URBANISMO E MEIO AMBIENTE – SEUMA e ERLE 2003 c/c Decreto Municipal nº 11.484/2003, e art. 79-A, da Lei
DE MATOS LIMA, brasileiro, inscrito no CPF sob o nº nº 9605/99, modificada pela Medida Provisória nº 2163-41, de
022.966.583-77, EM 30 DE DEZEMBRO DE2014. SIGNATÁ- 23 de agosto de 2001, compensar o Município de Fortaleza
RIOS: SEUMA, REPRESENTADA POR SUA SECRETÁRIA pela infração acima descrita; 3. Medida Compensatória: Fica
MARIA AGUEDA PONTES CAMINHA MUNIZ e ERLE DE ajustado que o Compromissário doará à Secretaria Municipal
MATOS LIMA; 1. Da Infração: O veículo, acima identificado, de Urbanismo e Meio Ambiente – SEUMA, a título de medida
encontrava-se em posto de gasolina, utilizando-se de equipa- compensatória pela infração praticada, o valor correspondente
mento sonoro, acoplado/instalado no porta malas, com emissão a R$ 2.583,00 (Dois mil, quinhentos e oitenta e três reais), que
sonora de nível de 79dB(A), medido a 01 metro da fonte sono- deverá ser depositado em conta corrente do Fundo Municipal
ra, provocando perturbação sonora no local”, consubstanciando de Defesa do Meio Ambiente – FUNDEMA (Banco do Brasil,
ofensa aos arts. 1º e 2º da Lei Municipal de nº 9.756/2011; art. c/c 9319-X, Agência n. 008-6) código MCS02, op. 03, com a
1º, III da Lei Estadual nº 13.711/05; art. 54 da lei Federal nº quitação após a juntada do comprovante de depósito nos pre-
9.605/98 c/c art. 61 do Decreto Federal nº 6.514/08; 2. DO sentes autos; 2.4 A obrigação assumida no item 2.3 deverá ser
AJUSTE: 2.1 O COMPROMISSÁRIO, no exercício de sua adimplida no prazo de até 15 (quinze) dias úteis, a contar da
atividade, se obriga a não mais praticar a conduta descrita no assinatura do presente termo, devendo a quitação ser dada
item 1, sob pena de aplicação de multa no valor corresponden- mediante a apresentação e juntada do comprovante de depósi-
te a 300 (trezentas) UFIRCE´s, conforme art. 5º, § 2º da Lei to no processo administrativo em epígrafe; 2.5 Diante do cum-
Municipal nº 9756/2011; 2.2 O COMPROMISSÁRIO deverá, primento do presente ajuste, ficam suspensos os efeitos dos
ainda, conforme previsto no art. 10, da Lei Municipal nº Autos de Constatação nº 39109A; respeitando a legislação
8.692/2002, com as alterações introduzidas pela Lei Municipal ambiental em vigor; 2.6 Sobrevindo necessidade de promover
nº 8.738, de 10 de julho de 2003 c/c Decreto Municipal nº qualquer alteração no presente termo de compromisso, poderá
11.484/2003, e art. 79-A, da Lei nº 9605/99, modificada pela o mesmo, desde que devidamente justificado, ser aditivado, a
Medida Provisória nº 2163-41, de 23 de agosto de 2001, com- critério das partes; 5. Data da Assinatura: 06 de Janeiro de
pensar o Município de Fortaleza pela infração acima descrita; 2015; 6. Assinaturas: PELA SEUMA: Maria Águeda Pontes
3. Medida Compensatória: Fica ajustado que o COMPROMIS- Caminha Muniz. PELO (A) COMPROMISSÁRIO(A): BOTECO
SÁRIO doará à Secretaria de Urbanismo e Meio Ambiente – PRAIA BAR E RESTAURANTE SA. TESTEMUNHAS: Viviane
SEUMA, a título de medida compensatória pela infração prati- Leite Damasceno e Vicente Canarante.
cada, o valor correspondente a R$ 926,00 (Novecentos e vinte *** *** ***
e seis reais), que deverá ser depositado em conta corrente do
Fundo Municipal de Defesa do Meio Ambiente – FUNDEMA EXTRATO DO TERMO DE COMPROMISSO Nº
(Banco do Brasil, c/c 9319-X, Agência n.0008-6) código 1413/2014, CELEBRADO ENTRE A SECRETARIA MUNICI-
MCS02, op. 03, com a quitação após a juntada do comprovante PAL DE URBANISMO E MEIO AMBIENTE – SEUMA e JAIME
de depósito nos presentes autos; 2.4 A obrigação assumida no GIRÃO NETO, brasileiro, inscrito no CPF sob o nº
item 2.3 deverá ser adimplida no prazo de até 15 (quinze) dias 844.628.503-78, 30 DE DEZEMBRO DE 2014. SIGNATÁRIOS:
úteis, a contar da assinatura do presente termo, devendo a SEUMA, REPRESENTADA POR SUA SECRETÁRIA MARIA
quitação ser dada mediante a apresentação e juntada do com- AGUEDA PONTES CAMINHA MUNIZ e JAIME GIRÃO NETO;
provante de depósito no processo administrativo em epígrafe; 1. Da Infração: O infrator encontrava-se em via pública e foi
2.5 Diante do cumprimento do presente ajuste, ficam suspen- flagrado com emissão sonora abusiva de 84db(A), oriunda de
sos os efeitos do Auto de Constatação nº 39528A respeitando equipamento sonoro de veiculo automotor, provocando pertur-
a legislação ambiental em vigor; 4. Cláusula Penal: O descum- bação sonora no local”, infringindo a legislação”, consubstanci-
primento de quaisquer das cláusulas constantes do presente ando ofensa aos arts. 1º e 2º da Lei Municipal de nº
Termo de Compromisso implicará, a título de cláusula penal, no 9.756/2011; art. 1º, II da Lei nº13.711/05 e art. 54 da Lei nº
pagamento de multa diária no valor de R$ 100,00 (cem reais), 9.605/98 c/c art. 3º e 61 do Decreto Federal nº 6.514/08;2. DO
exigível enquanto perdurar a violação praticada; 5. Data da AJUSTE O COMPROMISSÁRIO, no exercício de sua atividade,
Assinatura: 30 de Dezembro de 2014; 6. Assinaturas: PELA se obriga a não mais praticar a conduta descrita no item 1, sob
SEUMA: Maria Águeda Pontes Caminha Muniz. PELO(A) pena de aplicação de multa no valor correspondente a 300
COMPROMISSÁRIO(A): Erle de Matos Lima. TESTEMU- (trezentas) UFIRCE´s, conforme art. 5º, § 2º da Lei Municipal nº
NHAS: Viviane Leite Damasceno e Vicente Canarante. 9756/2011; 2.2 O COMPROMISSÁRIO deverá, ainda, confor-
*** *** *** me previsto no art. 10, da Lei Municipal 8.692/2002, com as
alterações introduzidas pela Lei Municipal nº 8.738, de 10 de
EXTRATO DO TERMO DE COMPROMISSO Nº julho de 2003 c/c Decreto Municipal nº 11.484/2003, e art. 79-
1412/2014, CELEBRADO ENTRE A SECRETARIA MUNICI- A, da Lei nº 9605/99, modificada pela Medida Provisória nº
PAL DE URBANISMO E MEIO AMBIENTE – SEUMA e BOTE- 2163-41, de 23 de agosto de 2001, compensar o Município de
CO PRAIA BAR E RESTAURANTE SA inscrito no Fortaleza pela infração acima descrita; 3. Medida Compensató-
CNPJ/CPF/RG: 10.492.026/0001-58, que se faz representar ria: Fica ajustado que o COMPROMISSÁRIO doará à Secreta-
através do senhor LAURINDO MONTEIRO DOS SANTOS, ria de Urbanismo e Meio Ambiente – SEUMA, a título de medi-
inscrito sob CPF Nº 114.062.323-00, 06 DE JANEIRO DE da compensatória pela infração praticada, o valor correspon-
2015. SIGNATÁRIOS: SEUMA, REPRESENTADA POR SUA dente a R$ 926,00 (Novecentos e vinte e seis reais), que deve-
DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO
FORTALEZA, 15 DE FEVEREIRO DE 2016 SEGUNDA-FEIRA - PÁGINA 30

rá ser depositado em conta corrente do Fundo Municipal de EXTRATO DO TERMO DE COMPROMISSO Nº


Defesa do Meio Ambiente – FUNDEMA (Banco do Brasil, c/c 1888/2014, CELEBRADO ENTRE A SECRETARIA MUNICI-
9319-X, Agência n. 008-6) código MCS02, op. 03, com a quita- PAL DE URBANISMO E MEIO AMBIENTE – SEUMA e ELIE-
ção após a juntada do comprovante de depósito nos presentes SIO TAVEIRA BRASIL, brasileiro, inscrito no CPF sob o nº
autos; 2.4 A obrigação assumida no item 2.3 deverá ser adim- 003.572.178-29, EM 30 DE DEZEMBRO DE 2014. SIGNATÁ-
plida no prazo de até 15 (quinze) dias úteis, a contar da assina- RIOS: SEUMA, REPRESENTADA POR SUA SECRETÁRIA
tura do presente termo, devendo a quitação ser dada mediante MARIA AGUEDA PONTES CAMINHA MUNIZ e ELIESIO TA-
a apresentação e juntada do comprovante de depósito no pro- VEIRA BRASIL; 1. Da Infração: O infrator encontrava-se em
cesso administrativo em epígrafe; 2.5 Diante do cumprimento via pública e foi flagrado com emissão sonora, oriunda de equi-
do presente ajuste, ficam suspensos os efeitos do Auto de pamento sonoro de veiculo automotor, provocando perturbação
Constatação nº 39926A respeitando a legislação ambiental em sonora no local, consubstanciando ofensa aos arts. 1º e 2º da
vigor; 2.6 Sobrevindo necessidade de promover qualquer alte- Lei Municipal de nº 9.756/2011 e art. 54 da Lei nº9.605/98 c/c
ração no presente termo de compromisso, poderá o mesmo, arts. 3º e 61 do Decreto Federal nº 6.514/08 e art. 1º, III da Lei
desde que devidamente justificado, ser aditivado, a critério das Estadual nº13.711/05 ; 2. DO AJUSTE: O COMPROMISSÁ-
partes; 5. Data da Assinatura: 30 de Jezembro de 2014; 6. RIO, no exercício de sua atividade, se obriga a não mais prati-
Assinaturas: PELA SEUMA: Maria Águeda Pontes Caminha car a conduta descrita no item 1, sob pena de aplicação de
Muniz. PELO (A) COMPROMISSÁRIO(A): Jaime Girão Neto. multa no valor correspondente a 300 (trezentas) UFIRCE´s,
TESTEMUNHAS: Viviane Leite Damasceno e Vicente Canaran- conforme art. 5º, § 2º da Lei Municipal nº 9756/2011; 2.2 O
te. COMPROMISSÁRIO deverá, ainda, conforme previsto no art.
*** *** *** 10, da Lei Municipal 8.692/2002, com as alterações introduzi-
das pela Lei Municipal nº 8.738, de 10 de julho de 2003 c/c
EXTRATO DO TERMO DE COMPROMISSO Nº Decreto Municipal nº 11.484/2003, e art. 79-A, da Lei nº
1449/2014, CELEBRADO ENTRE A SECRETARIA MUNICI- 9605/99, modificada pela Medida Provisória nº 2163-41, de 23
PAL DE URBANISMO E MEIO AMBIENTE – SEUMA e de agosto de 2001, compensar o Município de Fortaleza pela
JUNIOR CEZAR VASCONCELOS, brasileiro, inscrito no CPF infração acima descrita; 3. Medida Compensatória: Fica ajusta-
sob nº 440.887.013-72, EM 30 DE DEZEMBRO DE 2014. SIG- do que o COMPROMISSÁRIO doará à Secretaria de Urbanis-
NATÁRIOS: SEUMA, REPRESENTADA POR SUA SECRE- mo e Meio Ambiente – SEUMA, a título de medida compensa-
TÁRIA MARIA AGUEDA PONTES CAMINHA MUNIZ e JUNI- tória pela infração praticada, o valor correspondente a
OR CEZAR VASCONCELOS; 1. Da Infração O infrator encon- R$ 500,00 (quinhentos reais), que deverá ser depositado em
trava-se em via pública e foi flagrado com emissão sonora conta corrente do Fundo Municipal de Defesa do Meio Ambien-
oriunda de equipamento sonoro veículo automotor, provocando te – FUNDEMA (Banco do Brasil, c/c 9319-X, Agência n. 008-6)
perturbação sonora, consubstanciando ofensa aos arts. 1º e 2º código MCS02, op. 03, com a quitação após a juntada do com-
da Lei Municipal de nº 9.756/2011; art. 1º, III da Lei nº provante de depósito nos presentes autos; 2.4 A obrigação
13.711/2005 e art. 54 da Lei nº 9.605/98 e art. 3, 61 do Decreto assumida no item 2.3 deverá ser adimplida no prazo de até 15
Federal nº 6.514/08; 2. DO AJUSTE: O COMPROMISSÁRIO, (quinze) dias úteis, a contar da assinatura do presente termo,
no exercício de sua atividade, se obriga a não mais praticar a devendo a quitação ser dada mediante a apresentação e junta-
conduta descrita no item 1, sob pena de aplicação de multa no da do comprovante de depósito no processo administrativo em
valor correspondente a 300 (trezentas) UFIRCE´s, conforme epígrafe; 2.5 Diante do cumprimento do presente ajuste, ficam
art. 5º, § 2º da Lei Municipal nº 9756/2011; 2.2 O COMPRO- suspensos os efeitos do Auto de Constatação nº 38125A res-
MISSÁRIO deverá, ainda, conforme previsto no art. 10, da Lei peitando a legislação ambiental em vigor; 4. Cláusula Penal: O
Municipal 8.692/2002, com as alterações introduzidas pela Lei descumprimento de quaisquer das cláusulas constantes do
Municipal nº 8.738, de 10 de julho de 2003 c/c Decreto Munici- presente Termo de Compromisso implicará, a título de cláusula
pal nº 11.484/2003, e art. 79-A, da Lei nº 9605/99, modificada penal, no pagamento de multa diária no valor de R$ 100,00
pela Medida Provisória nº 2163-41, de 23 de agosto de 2001, (cem reais), exigível enquanto perdurar a violação praticada; 5.
compensar o Município de Fortaleza pela infração acima des- Data da Assinatura: 30 DE DEZEMBRO DE 2014; 6. Assinatu-
crita; 3. Medida Compensatória: Fica ajustado que o COM- ras: PELA SEUMA: Maria Águeda Pontes Caminha Muniz.
PROMISSÁRIO doará à Secretaria de Urbanismo e Meio Am- PELO(A) COMPROMISSÁRIO(A): Eliesio Taveira Brasil.
biente – SEUMA, a título de medida compensatória pela infra- TESTEMUNHAS: Viviane Leite Damasceno e Vicente Canaran-
ção praticada, o valor correspondente a R$700,00 (Setecentos te.
reais), que deverá ser depositado em conta corrente do Fundo *** *** ***
Municipal de Defesa do Meio Ambiente – FUNDEMA (Banco do
Brasil, c/c 9319-X, Agência n. 008-6) código MCS02, com a EXTRATO DO TERMO DE COMPROMISSO Nº
quitação após a juntada do comprovante de depósito nos pre- 10274/2014, CELEBRADO ENTRE A SECRETARIA MUNICI-
sentes autos; 2.4 A obrigação assumida no item 2.3 deverá ser PAL DE URBANISMO E MEIO AMBIENTE – SEUMA e ANTO-
adimplida no prazo de até 15 (quinze) dias úteis, a contar da NIO FRANCISCO ALVES DA SILVA, brasileiro, inscrito no CPF
assinatura do presente termo, devendo a quitação ser dada sob o nº 036.709.513-00, Em 16 de Outubro de 2014. SIGNA-
mediante a apresentação e juntada do comprovante de depósi- TÁRIOS: SEUMA, REPRESENTADA POR SUA SECRETÁRIA
to no processo administrativo em epígrafe; 2.5 Diante do cum- MARIA AGUEDA PONTES CAMINHA MUNIZ e ANTONIO
primento do presente ajuste, ficam suspensos os efeitos do FRANCISCO ALVES DA SILVA; 1. DA INFRAÇÃO: O infrator
Auto de Constatação nº 39953A respeitando a legislação ambi- encontrava-se em via pública e foi flagrado com emissão sono-
ental em vigor; 2.6 Sobrevindo necessidade de promover qual- ra abusiva de 82 db(A), oriunda de equipamento sonoro de
quer alteração no presente termo de compromisso, poderá o veiculo automotor, provocando perturbação sonora no local,
mesmo, desde que devidamente justificado, ser aditivado, a consubstanciando ofensa aos arts. 1º e 2º da Lei Municipal de
critério das partes; 4. Cláusula Penal: O descumprimento de nº 9.756/2011, art. 1º, inciso III da Lei 13711/2005 e art. 54 da
quaisquer das cláusulas constantes do presente Termo de Lei Lei Federal nº 9.605/98; 2. DO AJUSTE: O COMPROMIS-
Compromisso implicará, a título de cláusula penal, no paga- SÁRIO, no exercício de sua atividade, se obriga a não mais
mento de multa diária no valor de R$ 100,00 (cem reais), praticar a conduta descrita no item 1, sob pena de aplicação de
exigível enquanto perdurar a violação praticada; 5. Data da multa no valor correspondente a 300 (trezentas) UFIRCE´s,
Assinatura: 30 DE DEZEMBRO DE 2014; 6. Assinaturas: conforme art. 5º, § 2º da Lei Municipal nº 9756/2011; 2.2 O
PELA SEUMA: Maria Águeda Pontes Caminha Muniz. PE- COMPROMISSÁRIO deverá, ainda, conforme previsto no art.
LO(A) COMPROMISSÁRIO(A): Junior Cezar Vascon- 10, da Lei Municipal 8.692/2002, com as alterações introduzi-
celos. TESTEMUNHAS: Viviane Leite Damasceno e Vicente das pela Lei Municipal nº 8.738, de 10 de julho de 2003 c/c
Canarante. Decreto Municipal nº 11.484/2003, e art. 79-A, da Lei nº
*** *** *** 9605/99, modificada pela Medida Provisória nº 2163-41, de 23
DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO
FORTALEZA, 15 DE FEVEREIRO DE 2016 SEGUNDA-FEIRA - PÁGINA 31

de agosto de 2001, compensar o Município de Fortaleza pela Raimundo Pereira de Alencar; TESTEMUNHAS: Viviane Leite
infração acima descrita; 3. Medida Compensatória: Fica ajusta- Damasceno e Vicente Canarante.
do que o COMPROMISSÁRIO doará à Secretaria de Urbanis- *** *** ***
mo e Meio Ambiente – SEUMA, a título de medida compensa-
tória pela infração praticada, o valor correspondente a EXTRATO DO TERMO DE COMPROMISSO Nº
R$ 1.000,00 (mil reais), que deverá ser depositado em conta 47/2015, CELEBRADO ENTRE A SECRETARIA MUNICIPAL
corrente do Fundo Municipal de Defesa do Meio Ambiente – DE URBANISMO E MEIO AMBIENTE – SEUMA e
FUNDEMA (Banco do Brasil, c/c 9319-X, Agência n. 008-6) FRANCISCO RENATO DOS SANTOS GUIMARÃES, brasileiro,
código MCS02, op. 03, com a quitação após a juntada do com- inscrito no CPF sob o nº 062.332.593-47, 22 DE JANEIRO DE
provante de depósito nos presentes autos; 2.4 A obrigação 2015. SIGNATÁRIOS: SEUMA, REPRESENTADA POR SUA
assumida no item 2.3 deverá ser adimplida no prazo de até 15 SECRETÁRIA MARIA AGUEDA PONTES CAMINHA MUNIZ e
(quinze) dias úteis, a contar da assinatura do presente termo, FRANCISCO RENATO DOS SANTOS GUIMARÃES; 1. Da
devendo a quitação ser dada mediante a apresentação e junta- Infração: Veículo estacionado em área de posto de
da do comprovante de depósito no processo administrativo em combustíveis, utilizando-se de equipamento sonoro, acoplado
epígrafe; 2.5 Diante do cumprimento do presente ajuste, ficam /instalado no porta malas, com emissão sonora em nível de
suspensos os efeitos do Auto de Constatação nº 37335A res- 92dB(A), medidos em Leq a 3 metros da fonte sonora,
peitando a legislação ambiental em vigor; 4. Cláusula Penal: O provocando perturbação sonora no local, consubstanciando
descumprimento de quaisquer das cláusulas constantes do ofensa ao arts. e 2º 1º da Lei Municipal de nº 9.756/2011; art.
presente Termo de Compromisso implicará, a título de cláusula 1º, III da Lei nº 13711/05 e ar. 54 da Lei nº 9.605/98 e art.1º da
penal, no pagamento de multa diária no valor de R$ 100,00 lei Municipal nº 8.230/98; 2. DO AJUSTE: O COMPRO-
(cem reais), exigível enquanto perdurar a violação praticada; 5. MISSÁRIO, no exercício de sua atividade, se obriga a não mais
Data da Assinatura: 16 de Outubro de 2014; 6. Assinaturas: praticar a conduta descrita no item 1, sob pena de aplicação de
PELA SEUMA: Maria Águeda Pontes Caminha Muniz. PE- multa no valor correspondente a 300 (trezentas) UFIRCE´s,
LO(A) COMPROMISSÁRIO: Antonio Francisco Alves da conforme art. 5º, § 2º da Lei Municipal nº 9756/2011; 2.2 O
Silva. TESTEMUNHAS: Viviane Leite Damasceno e Vicente COMPROMISSÁRIO deverá, ainda, conforme previsto no art.
Canarante. 10, da Lei Municipal 8.692/2002, com as alterações
*** *** *** introduzidas pela Lei Municipal nº 8.738, de 10 de julho de
2003 c/c Decreto Municipal nº 11.484/2003, e art. 79-A, da Lei
EXTRATO DO TERMO DE COMPROMISSO Nº nº 9605/99, modificada pela Medida Provisória nº 2163-41, de
33/2015, CELEBRADO ENTRE A SECRETARIA MUNICIPAL 23 de agosto de 2001, compensar o Município de Fortaleza
DE URBANISMO E MEIO AMBIENTE – SEUMA e RAIMUNDO pela infração acima descrita; 3. Medida Fica ajustado que o
PEREIRA DE ALENCAR, brasileiro, inscrito no CPF sob o nº COMPROMISSÁRIO doará à Secretaria de Urbanismo e Meio
044.981.153-09, 22 DE JANEIRO DE 2015. SIGNATÁRIOS: Ambiente – SEUMA, a título de medida compensatória pela
SEUMA, REPRESENTADA POR SUA SECRETÁRIA MARIA infração praticada, o valor correspondente a R$1.300,00 (Mil e
AGUEDA PONTES CAMINHA MUNIZ e RAIMUNDO PEREIRA trezentos reais), que deverá ser depositado em conta corrente
DE ALENCAR; 1. Da Infração: O infrator encontrava-se em via do Fundo Municipal de Defesa do Meio Ambiente – FUNDEMA
pública e foi flagrado com emissão sonora, oriunda de (Banco do Brasil, c/c 9319-X, Agência n. 008-6) código MCS02,
equipamento sonoro de veículo automotor, em nível de op. 03, com a quitação após a juntada do comprovante de
82dB(A), provocando perturbação sonora, consubstanciando depósito nos presentes autos; 2.4 A obrigação assumida no
ofensa aos arts. 1º e 2º da Lei Municipal de nº 9.756/2011; art. item 2.3 deverá ser adimplida no prazo de até 15 (quinze) dias
1º, III da Lei nº 13711/05 e art. 54 da Lei nº 9.605/98 c/c art. 61 úteis, a contar da assinatura do presente termo, devendo a
do Decreto Federal nº 6.514/08; 2. DO AJUSTE: O COMPRO- quitação ser dada mediante a apresentação e juntada do
MISSÁRIO, no exercício de sua atividade, se obriga a não mais comprovante de depósito no processo administrativo em
praticar a conduta descrita no item 1, sob pena de aplicação de epígrafe; 2.5 Diante do cumprimento do presente ajuste, ficam
multa no valor correspondente a 300 (trezentas) UFIRCE´s, suspensos os efeitos do Auto de Constatação nº 39927A
conforme art. 5º, § 2º da Lei Municipal nº 9756/2011; 2.2 O respeitando a legislação ambiental em vigor; 2.6 Sobrevindo
COMPROMISSÁRIO deverá, ainda, conforme previsto no art. necessidade de promover qualquer alteração no presente
10, da Lei Municipal 8.692/2002, com as alterações termo de compromisso, poderá o mesmo, desde que
introduzidas pela Lei Municipal nº 8.738, de 10 de julho de devidamente justificado, ser aditivado, a critério das partes; 5.
2003 c/c Decreto Municipal nº 11.484/2003, e art. 79-A, da Lei Data da Assinatura: 22 DE JANEIRO DE 2015; 6. Assinaturas:
nº 9605/99, modificada pela Medida Provisória nº 2163-41, de PELA SEUMA: Maria Águeda Pontes Caminha Muniz.
23 de agosto de 2001, compensar o Município de Fortaleza PELO(A) COMPROMISSÁRIO(A): Francisco Renato dos
pela infração acima descrita; 3. Medida Compensatória: Fica Santos Guimarães. TESTEMUNHAS: Viviane Leite
ajustado que o COMPROMISSÁRIO doará à Secretaria de Damasceno e Vicente Canarante.
Urbanismo e Meio Ambiente – SEUMA, a título de medida *** *** ***
compensatória pela infração praticada, o valor correspondente
a R$ 1.500,00 (Mil e Quinhentos reais), que deverá ser EXTRATO DO TERMO DE COMPROMISSO Nº
depositado em conta corrente do Fundo Municipal de Defesa 56/2015, CELEBRADO ENTRE A SECRETARIA MUNICIPAL
do Meio Ambiente – FUNDEMA (Banco do Brasil, c/c 9319-X, DE URBANISMO E MEIO AMBIENTE – SEUMA e FRANCIS-
Agência n. 008-6) código MCS02, op. 03, com a quitação após CO DE SOUSA NETO, brasileiro, inscrito no CPF sob o nº
a juntada do comprovante de depósito nos presentes autos; 2.4 040.058.353-41, 22 DE JANEIRO DE 2015. SIGNATÁRIOS:
A obrigação assumida no item 2.3 deverá ser adimplida no SEUMA, REPRESENTADA POR SUA SECRETÁRIA MARIA
prazo de até 15 (quinze) dias úteis, a contar da assinatura do AGUEDA PONTES CAMINHA MUNIZ e FRANCISCO DE
presente termo, devendo a quitação ser dada mediante a SOUSA NETO; 1. Da Infração: O infrator encontrava-se em via
apresentação e juntada do comprovante de depósito no pública e foi flagrado com emissão sonora, oriunda de equipa-
processo administrativo em epígrafe; 2.5 Diante do mento sonoro de veículo automotor, sendo aferidos 95dB(A),
cumprimento do presente ajuste, ficam suspensos os efeitos do provocando perturbação sonora no local, consubstanciando
Auto de Constatação nº 38272A respeitando a legislação ofensa aos arts. 1º e 2º da Lei Municipal de nº 9.756/2011; art.
ambiental em vigor; 2.6 Sobrevindo necessidade de promover 1º, III da Lei nº 13711/05 e ar. 54 da Lei nº9.605/98 e art. 42 do
qualquer alteração no presente termo de compromisso, poderá Decreto Federal nº3.688/41; 2. DO AJUSTE: O COMPROMIS-
o mesmo, desde que devidamente justificado, ser aditivado, a SÁRIO, no exercício de sua atividade, se obriga a não mais
critério das partes; 5. Data da Assinatura: 22 de Janeiro praticar a conduta descrita no item 1, sob pena de aplicação de
de 2015; 6. Assinaturas: PELA SEUMA: Maria Águeda Pontes multa no valor correspondente a 300 (trezentas) UFIRCE´s,
Caminha Muniz. PELO (A) COMPROMISSÁRIO(A): conforme art. 5º, § 2º da Lei Municipal nº 9756/2011; 2.2 O
DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO
FORTALEZA, 15 DE FEVEREIRO DE 2016 SEGUNDA-FEIRA - PÁGINA 32

COMPROMISSÁRIO deverá, ainda, conforme previsto no art. ambiental em vigor; 4. Cláusula Penal: O descumprimento de
10, da Lei Municipal 8.692/2002, com as alterações introduzi- quaisquer das cláusulas constantes do presente Termo de
das pela Lei Municipal nº 8.738, de 10 de julho de 2003 c/c Compromisso implicará, a título de cláusula penal, no paga-
Decreto Municipal nº 11.484/2003, e art. 79-A, da Lei nº mento de multa diária no valor de R$ 100,00 (cem reais), exigí-
9605/99, modificada pela Medida Provisória nº 2163-41, de 23 vel enquanto perdurar a violação praticada; 5. Data da Assina-
de agosto de 2001, compensar o Município de Fortaleza pela tura: 22 DE JANEIRO DE 2015; 6. Assinaturas: PELA SEUMA:
infração acima descrita; 3. Medida Compensatória Fica ajusta- Maria Águeda Pontes Caminha Muniz. PELO(A) COMPRO-
do que o COMPROMISSÁRIO doará à Secretaria de Urbanis- MISSÁRIO(A): Anderson Santiago Menezes. TESTEMU-
mo e Meio Ambiente – SEUMA, a título de medida compensa- NHAS: Viviane Leite Damasceno e Vicente Canarante.
tória pela infração praticada, o valor correspondente a *** *** ***
R$ 5.088,33 (Cinco mil, oitenta e oito reais e trinta e três centa-
vos), que deverá ser depositado em conta corrente do Fundo EXTRATO DO TERMO DE COMPROMISSO Nº
Municipal de Defesa do Meio Ambiente – FUNDEMA (Banco do 83/2015, CELEBRADO ENTRE A SECRETARIA MUNICIPAL
Brasil, c/c 9319-X, Agência n. 008-6) código MCS02, op. 03, DE URBANISMO E MEIO AMBIENTE – SEUMA e ROSIMAR
com a quitação após a juntada do comprovante de depósito ALMEIDA DE CARVALHO, brasileiro, inscrito no CPF sob o nº
nos presentes autos; 2.4 A obrigação assumida no item 2.3 656.358.763-15, EM 27 DE JANEIRO DE 2015. SIGNATÁ-
deverá ser adimplida no prazo de até 15 (quinze) dias úteis, a RIOS: SEUMA, REPRESENTADA POR SUA SECRETÁRIA
contar da assinatura do presente termo, devendo a quitação MARIA AGUEDA PONTES CAMINHA MUNIZ e ROSIMAR
ser dada mediante a apresentação e juntada do comprovante ALMEIDA DE CARVALHO; 1. Da Infração: infrator encontrava-
de depósito no processo administrativo em epígrafe; 2.5 Diante se em via pública e foi flagrado com emissão sonora, oriunda
do cumprimento do presente ajuste, ficam suspensos os efeitos de equipamento sonoro em nível de 81dB(A), provocando per-
do Auto de Constatação nº 39986A respeitando a legislação turbação sonora, consubstanciando ofensa aos arts. 1º e 2º da
ambiental em vigor; 2.6 Sobrevindo necessidade de promover Lei Municipal de nº 9.756/2011; art. 1º, III da Lei nº13711/05 e
qualquer alteração no presente termo de compromisso, poderá arts. 25 e 54 da Lei nº9.605/98; 2. DO AJUSTE: A COMPRO-
o mesmo, desde que devidamente justificado, ser aditivado, a MISSÁRIA, no exercício de sua atividade, se obriga a não mais
critério das partes; 5. Data da Assinatura: 22 DE JANEIRO DE praticar a conduta descrita no item 1, sob pena de aplicação de
2015; 6. Assinaturas: PELA SEUMA: Maria Águeda Pontes multa no valor correspondente a 300 (trezentas) UFIRCE´s,
Caminha Muniz. PELO(A) COMPROMISSÁRIO(A): Francisco conforme art. 5º, § 2º da Lei Municipal nº 9756/2011; 2.2 A
de Sousa Neto. TESTEMUNHAS: Viviane Leite Damasceno e COMPROMISSÁRIA deverá, ainda, conforme previsto no art.
Vicente Canarante. 10, da Lei Municipal 8.692/2002, com as alterações introduzi-
*** *** *** das pela Lei Municipal nº 8.738, de 10 de julho de 2003 c/c
Decreto Municipal nº 11.484/2003, e art. 79-A, da Lei nº
EXTRATO DO TERMO DE COMPROMISSO Nº 9605/99, modificada pela Medida Provisória nº 2163-41, de 23
69/2015, CELEBRADO ENTRE A SECRETARIA MUNICIPAL de agosto de 2001, compensar o Município de Fortaleza pela
DE URBANISMO E MEIO AMBIENTE – SEUMA e ANDERSON infração acima descrita; 3. Medida Compensatória Fica ajusta-
SANTIAGO MENEZES, inscrito no CNPJ sob nº do que a COMPROMISSÁRIA doará à Secretaria de Urbanis-
16.719.060/0001-07, que se faz representar através da senho- mo e Meio Ambiente – SEUMA, a título de medida compensató-
ra FRANCISCA ALDAMIR SANTIAGO MENEZES, inscrito no ria pela infração praticada, o valor correspondente a
CPF sob nº 114.866.783-00, EM 22 DE JANEIRO DE 2015. R$ 1.000,00 (Mil reais), que deverá ser depositado em conta
SIGNATÁRIOS: SEUMA, REPRESENTADA POR SUA SE- corrente do Fundo Municipal de Defesa do Meio Ambiente –
CRETÁRIA MARIA AGUEDA PONTES CAMINHA MUNIZ FUNDEMA (Banco do Brasil, c/c 9319-X, Agência n. 008-6)
ANDERSON SANTIAGO MENEZES; 1. Da Infração: Estabele- código MCS02, op. 03, com a quitação após a juntada do com-
cimento comercial do ramo de bar, sem instalações adequadas, provante de depósito nos presentes autos; 2.4 A obrigação
emitindo nível de pressão sonora de 78dB(A), consubstancian- assumida no item 2.3 deverá ser adimplida no prazo de até 15
do ofensa aos arts. 1º e 3º da Lei Municipal nº 8.097/97 e art. (quinze) dias úteis, a contar da assinatura do presente termo,
54 da lei Federal nº 9.605/98; 2. DO AJUSTE: 2.1 O Compro- devendo a quitação ser dada mediante a apresentação e junta-
missário, se obriga a não mais praticar a conduta descrita no da do comprovante de depósito no processo administrativo em
item 1; comprometendo-se em respeitar os limites sonoros da epígrafe; 2.5 Diante do cumprimento do presente ajuste, ficam
autorização especial de utilização sonora de nº 2373, gerado suspensos os efeitos do Auto de Constatação nº 40013A res-
através do Processo SEUMA 7962/2013, a contar da data de peitando a legislação ambiental em vigor; 2.6 Sobrevindo ne-
assinatura deste termo, sob pena de aplicação de multa no cessidade de promover qualquer alteração no presente termo
valor correspondente a 120 (CENTO E VINTE) UFMF´s, con- de compromisso, poderá o mesmo, desde que devidamente
forme art. 9º da Lei Municipal nº 8097/97; 2.2 O Compromissá- justificado, ser aditivado, a critério das partes; 4. Cláusula Pe-
rio deverá, ainda, conforme previsto no art. 10, da Lei Municipal nal: O descumprimento de quaisquer das cláusulas constantes
8.692/2002, com as alterações introduzidas pela Lei Municipal do presente Termo de Compromisso implicará, a título de cláu-
nº 8.738, de 10 de julho de 2003 c/c Decreto Municipal nº sula penal, no pagamento de multa diária no valor de R$
11.484/2003, e art. 79-A, da Lei nº 9605/99, modificada pela 100,00 (cem reais), exigível enquanto perdurar a violação prati-
Medida Provisória nº 2163-41, de 23 de agosto de 2001, com- cada; 5. Data da Assinatura: 27 de Janeiro de 2015; 6. Assina-
pensar o Município de Fortaleza pela infração acima descrita; turas: PELA SEUMA: Maria Águeda Pontes Caminha Muniz.
3. Medida Compensatória: Fica ajustado que o Compromissário PELO(A) COMPROMISSÁRIO(A): Rosimar Almeida de Car-
doará à Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente – valho. TESTEMUNHAS: Viviane Leite Damasceno e Vicente
SEUMA, a título de medida compensatória pela infração prati- Canarante.
cada, o valor correspondente a R$500,00 (Quinhentos reais), *** *** ***
que deverá ser depositado em conta corrente do Fundo Muni-
cipal de Defesa do Meio Ambiente – FUNDEMA (Banco do EXTRATO DO TERMO DE COMPROMISSO Nº
Brasil, c/c 9319-X, Agência n. 008-6) código MCS02, op. 03, 94/2015, CELEBRADO ENTRE A SECRETARIA MUNICIPAL
com a quitação após a juntada do comprovante de depósito DE URBANISMO E MEIO AMBIENTE – SEUMA e JOAO HE-
nos presentes autos; 2.4 A obrigação assumida no item 2.3 LIO SIMOES FILHO, brasileiro, inscrito no CPF sob o nº:
deverá ser adimplida no prazo de até 15 (quinze) dias úteis, a 019.635.653-98, 30 DE JANEIRO DE 2015. SIGNATÁRIOS:
contar da assinatura do presente termo, devendo a quitação SEUMA, REPRESENTADA POR SUA SECRETÁRIA MARIA
ser dada mediante a apresentação e juntada do comprovante AGUEDA PONTES CAMINHA MUNIZ e JOAO HELIO SIMOES
de depósito no processo administrativo em epígrafe; 2.5 Diante FILHO; 1. Da Infração infrator encontrava-se em via pública e
do cumprimento do presente ajuste, ficam suspensos os efeitos foi flagrado com emissão sonora, oriunda de equipamento
dos Autos de Constatação nº 38717A; respeitando a legislação sonoro de veiculo automotor, sendo aferidos 81dB(A), provo-
DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO
FORTALEZA, 15 DE FEVEREIRO DE 2016 SEGUNDA-FEIRA - PÁGINA 33

cando perturbação sonora no local, consubstanciando ofensa Termo de Compromisso, que depois de lido e acatado, será
aos arts. 1º e 2º da Lei Municipal de nº 9.756/2011; art. 1º, III da assinado em 03 (três) vias de igual teor, perante duas
Lei nº13711/05 e art. 54 da Lei nº 9.605/98; 2. Objetivo: O testemunhas, para que surta os devidos efeitos legais; 5. Data
COMPROMISSÁRIO, no exercício de sua atividade, se obriga da Assinatura: 18 de Setembro de 2013; 6. Assinaturas: Pela
a não mais praticar a conduta descrita no item 1, sob pena de SEUMA: Maria Águeda Pontes Caminha Muniz. Pelo(a)
aplicação de multa no valor correspondente a 300 (trezentas) COMPROMISSÁRIO(A): ANDREA SIQUEIRA MARQUES -
UFIRCE´s, conforme art. 5º, § 2º da Lei Municipal nº ME. TESTEMUNHAS: Viviane Leite Damasceno e Vicente
9756/2011; 2.2 O COMPROMISSÁRIO deverá, ainda, confor- Canarante.
me previsto no art. 10, da Lei Municipal 8.692/2002, com as *** *** ***
alterações introduzidas pela Lei Municipal nº 8.738, de 10 de
julho de 2003 c/c Decreto Municipal nº 11.484/2003, e art. 79-A, EXTRATO - 1. NATUREZA DO ATO: TERMO
da Lei nº 9605/99, modificada pela Medida Provisória nº 2163- DE COOPERAÇÃO TÉCNICA Nº 01/2016, firmado entre o
41, de 23 de agosto de 2001, compensar o Município de Forta- MUNICÍPIO DE FORTALEZA, por intermédio da SECRETARIA
leza pela infração acima descrita; 3. Medida Compensatória MUNICIPAL DE URBANISMO E MEIO AMBIENTE – SEUMA,
Fica ajustado que o COMPROMISSÁRIO doará à Secretaria de inscrita no CNPJ sob o nº 04.923.143/0001-26, com sede nesta
Urbanismo e Meio Ambiente – SEUMA, a título de medida cidade, Av. Deputado Paulino Rocha, nº 1343, Cajazeiras, e o
compensatória pela infração praticada, o valor correspondente CONSELHO DE ARQUITETURA E URBANISMO DO CEARÁ –
a R$ 500,00 (Quinhentos reais), que deverá ser depositado em CAU/CE, inscrito no CNPJ sob o nº 14.929.252/0001-04, com
conta corrente do Fundo Municipal de Defesa do Meio Ambien- sede nesta cidade, na Av. Santos Dumont, nº 2626, loja 15,
te – FUNDEMA (Banco do Brasil, c/c 9319-X, Agência n.0008- Aldeota, representados neste ato respectivamente, pela
6) código MCS02, op. 03, com a quitação após a juntada do Secretária, MARIA ÁGUEDA PONTES CAMINHA MUNIZ, e
comprovante de depósito nos presentes autos; 2.4 A obrigação pelo Presidente, ODILO ALMEIDA FILHO, com vistas à
assumida no item 2.3 deverá ser adimplida no prazo de até 15 implementação de ações conjuntas de cooperação de natureza
(quinze) dias úteis, a contar da assinatura do presente termo, fiscalizatória, técnica e administrativa no âmbito do Município
devendo a quitação ser dada mediante a apresentação e junta- de Fortaleza. 2. DATA: Fortaleza, 08 de janeiro de 2016. 3.
da do comprovante de depósito no processo administrativo em FUNDAMENTAÇÃO: Fundamenta-se este Termo no artigo 116
epígrafe; 2.5 Diante do cumprimento do presente ajuste, ficam da Lei nº 8.666/93, e demais legislações pertinentes, bem
suspensos os efeitos do Auto de Constatação nº 39987A res- como no Processo Administrativo nº 218/2016 - SEUMA. 4.
peitando a legislação ambiental em vigor; 4. Cláusula Penal: O OBJETO: O Termo tem por objeto a Cooperação mútua para
descumprimento de quaisquer das cláusulas constantes do intercâmbio e integração de informações, e ações conjuntas
presente Termo de Compromisso implicará, a título de cláusula entre as partes signatárias, objetivando oferecer acesso às
penal, no pagamento de multa diária no valor de R$ 100,00 condições necessárias para fiscalização, em atendimento à
(cem reais), exigível enquanto perdurar a violação praticada; 5. legislação municipal referente ao uso e ocupação do solo,
Data da Assinatura: 30 DE JANEIRO DE 2015; 6. Assinaturas: obras e posturas, regularização de obras, e à legislação federal
PELA SEUMA: Maria Águeda Pontes Caminha Muniz. que estabelece a obrigatoriedade técnica por projetos e
PELO(A) COMPROMISSÁRIO(A): Joao Helio Simoes execução de obras e serviços na área de edificações. 5.
Filho. TESTEMUNHAS: Viviane Leite Damasceno e Vicente PRAZO: O presente Termo terá vigência de 02 (dois) anos,
Canarante. prorrogáveis por igual período, contados a partir da sua
*** *** *** assinatura. ASSINAM: Maria Águeda Pontes Caminha Muniz
– SECRETARIA MUNICIPAL DE URBANISMO E MEIO
AMBIENTE – SEUMA e Odilo Almeida Filho – CONSELHO
PRIMEIRO ADITIVO AO TERMO DE
DE ARQUITETURA E URBANISMO DO CEARÁ – CAU/CE.
COMPROMISSO Nº 668/2013, CELEBRADO ENTRE A
VISTO: Geórgia M. A. Aranha - COORDENADORA
SECRETARIA MUNICIPAL DE URBANISMO E MEIO
JURÍDICA DA SEUMA - Mat. 105964-01.
AMBIENTE – SEUMA e ANDREA SIQUEIRA MARQUES ME,
*** *** ***
neste ato representado por sua proprietária a Sra. ANDREA
SIQUEIRA MARQUES, brasileira, inscrita no CPF sob o nº EXTRATO - 1. NATUREZA DO ATO: TERMO
649.876.393-00, 18 DE SETEMBRO DE 2013. SIGNATÁRIOS: DE COOPERAÇÃO TÉCNICA Nº 03/2016, firmado entre o
SEUMA, REPRESENTADA POR SUA SECRETÁRIA MARIA MUNICÍPIO DE FORTALEZA, por intermédio da SECRETARIA
AGUEDA PONTES CAMINHA MUNIZ e ANDREA SIQUEIRA MUNICIPAL DE URBANISMO E MEIO AMBIENTE – SEUMA,
MARQUES ME; DO OBJETO DO ADITIVO: Substituir a inscrita no CNPJ sob o nº 04.923.143/0001-26, com sede nesta
Cláusula 1; 2.1 e 2.3 do Termo de Compromisso nº 668/2013, cidade, na Av. Deputado Paulino Rocha, nº 1343, Cajazeiras, e
pelo seguinte texto: 1. DA INFRAÇÃO: RESTAURANTE o CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA
emitindo nível de pressão sonora acima do permitido em lei DO CEARÁ – CREA/CE, inscrito no CNPJ sob o nº
para o horário e situação de medição, consubstanciando 07.135.601/0001-50, com sede nesta cidade, na Rua Castro e
ofensa ao art. 1º e 3º da Lei Municipal nº 8.097/97 e art. 54º da Silva, nº 81, Centro, representados neste ato respectivamente,
lei Federal nº 9.605/98, estando este Termo vinculado aos pela Secretária, MARIA ÁGUEDA PONTES CAMINHA MUNIZ,
Processos Administrativos nº 23122/2013, 17110/2013 e e pelo Presidente, VICTOR CESAR DA FROTA PINTO, com
24991/2013– SEUMA; 2.1 A Compromissária, se obriga a não vistas à implementação de ações conjuntas de cooperação de
mais praticar a conduta descrita no item 1; dando continuidade natureza fiscalizatória, técnica e administrativa no âmbito do
ao procedimento do pedido de Autorização Especial Sonora no Município de Fortaleza. 2. DATA: Fortaleza, 08 de janeiro de
processo nº 22368/2013, sob pena de aplicação de multa no 2016. 3. FUNDAMENTAÇÃO: Fundamenta-se este Termo no
valor correspondente a 80 (oitenta) UFMF’s, conforme art. 9º artigo 116 da Lei nº 8.666/93, e demais legislações pertinentes,
da Lei Municipal nº 8097/97; 2.3 Fica ajustado quea bem como no Processo Administrativo nº 214/2016 - SEUMA.
Compromissária doará à Secretaria de Urbanismo e Meio 4. OBJETO: O Termo tem por objeto a Cooperação mútua
Ambiente – SEUMA, a título de medida compensatória pela para intercâmbio e integração de informações e ações
infração praticada, o valor correspondente a R$ 500,00 conjuntas, entre as partes signatárias, objetivando oferecer
(quinhentos reais), que deverá ser depositado em conta acesso às condições necessárias para fiscalização, em
corrente do Fundo Municipal de Defesa do Meio Ambiente – atendimento à legislação municipal referente a uso e ocupação
FUNDEMA (Banco do Brasil, c/c 9319-X, Agência n. 008-6) do solo, obras e posturas, regularização de obras e à
código MCS02, op. 03, com a quitação após a juntada do legislação federal que estabelece a obrigatoriedade de
comprovante de depósito nos presentes autos; 2. DA responsabilidade técnica por projetos e execução de obras e
RATIFICAÇÃO: Ficam inalteradas as demais cláusulas serviços na área de edificações. 5. PRAZO: O presente Termo
constantes do Termo de Compromisso nº 668/2013.Assim, terá vigência de 60 (sessenta) meses, a contar de sua
estando as partes de comum acordo, é firmado o presente assinatura. ASSINAM: Maria Águeda Pontes Caminha Muniz
DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO
FORTALEZA, 15 DE FEVEREIRO DE 2016 SEGUNDA-FEIRA - PÁGINA 34

– SECRETARIA MUNICIPAL DE URBANISMO E MEIO mento nas justificativas fáticas e na Lei 8.666/93 nos termos
AMBIENTE – SEUMA e Victor Cesar da Frota Pinto – expostos na decisão da Comissão Especial de Licitações da
CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA Prefeitura Municipal de Fortaleza – CE/CEL. Publique-se e
DO CEARÁ – CREA/CE. VISTO: Geórgia M. A. Aranha - cumpra-se. Fortaleza (CE), 10 de fevereiro de 2016. Francisca
COORDENADORA JURÍDICA DA SEUMA - Mat. 105964-01. Eliana Gomes dos Santos - SECRETÁRIA MUNICIPAL DO
DESENVOLVIMENTO HABITACIONAL DE FORTALEZA -
HABITAFOR.
*** *** ***
SECRETARIA MUNICIPAL DO DESENVOLVIMENTO,
HABITACIONAL DE FORTALEZA ORDEM DE SUSPENSÃO - A SECRETÁRIA
DA SECRETARIA DO DESENVOLVIMENTO HABITACIONAL
DE FORTALEZA – HABITAFOR, Sra. Francisca Eliana Gomes
PORTARIA N° 02/2016 - A SECRETÁRIA DA dos Santos, no uso de suas atribuições legais e em referência
SECREARIA MUNICIPAL DO DESENVOLVIMENTO HABITA- ao contrato de execução de obra originário Concorrência nº
CIONAL DE FORTALEZA - HABITAFOR, no uso de suas atri- 0001/2015. RESOLVE: Prorrogar a suspensão da execução do
buições legais, e considerando disposições contidas no art. 3º, contrato de execução de obra discriminado no edital
inciso III do Decreto Municipal n° 12.757-A de 19.01.2011, Concorrência nº 0001/2015 (Contrato nº 002/2015 - Habitafor),
publicado em 20.01.2011. RESOLVE reconhecer a dívida no celebrado entre a HABITAFOR e o Consórcio EKOS BRASIL
valor de R$ 1.100,00 (hum mil e cem reais), referente a duas HJS, formado pelas Empresas EKOS Brasil Engenharia Ltda.
(02) diárias, atribuídas a Secretaria Executiva - OLINDA MARIA EPP, inscrita no CNPJ nº 07.583.053/0001-21 e a HJS
DOS SANTOS. Referente a viagem para Brasília com o objeti- Construções EIRELI ME, inscrita no CNPJ nº 20.000.230/0001-
vo de representar o Município de Fortaleza no acompanhamen- 68, que tem por objeto a execução dos serviços de construção
to dos Projetos HIS, OGU e MCMV no MCidades. A referida nas quadras 01, 02 e 03, referente ao remanescente de obra
despesas em causa deverá ser empenhada na Dotação Orça- de urbanização e reassentamento da área da Lagoa do Papicu,
mentária, Projeto/Atividade: 16.122.0001.2016.0001, Elemento tendo em vista a pendência das retiradas das famílias que se
de Despesa: 3.3.90.92, Fonte de Recurso: 0101. Registre-se, encontram ocupando as unidades habitacionais em construção.
publique-se e cumpra-se. SECRETARIA MUNICIPAL DO DE- A presente suspensão será prorrogada por prazo
SENVOLVIMENTO HABITACIONAL DE FORTALEZA, em 04 indeterminado, até que sejam retiradas referidas famílias. Esta
de fevereiro de 2016. Francisca Eliana Gomes dos Santos - Ordem de Suspensão entra em vigor a partir desta data.
SECRETARIA MUNICIPAL DO DESENVOLVIMENTO HABI- Fortaleza (CE), 01 de outubro de 2015. Publique-se. cumpra-
TACIONAL DE FORTALEZA. se. Francisca Eliana Gomes dos Santos - SECRETÁRIA DA
*** *** *** HABITAFOR. VISTO do CONSÓRCIO EKOS BRASIL HJS:
Ruan Carlo Fernandes de Medeiros - CONSÓRCIO EKOS
PORTARIA N° 06/2016 - A SECRETÁRIA DA BRASIL HJS. Victor de Almeida Ferreira - CONSÓRCIO
SECRETARIA MUNICIPAL DO DESENVOLVIMENTO HABI- EKOS BRASIL HJS.
TACIONAL DE FORTALEZA - HABITAFOR, no uso de suas
atribuições legais, e considerando disposições contidas no art.
3º, inciso III do Decreto Municipal n° 12.757-A de 19.01.2011, SECRETARIA REGIONAL IV
publicado em 20.01.2011. RESOLVE reconhecer a dívida no
valor de R$ 1.100,00 (hum mil e cem reais), referente a duas
(02) diárias, atribuídas ao Coordenador de Regularização Fun-
diária - LEONARDO BARRETO DOS SANTOS. Referente a PORTARIA Nº 04/2016 - O SECRETÁRIO RE-
viagem para Brasília com o objetivo de representar o Município GIONAL IV, no uso de suas atribuições legais, e em conformi-
de Fortaleza no acompanhamento dos Projetos HIS, OGU e dade com o Decreto nº 13.681, de 29 de outubro de 2015; e
MCMV no MCidades. A referida despesas em causa deverá ser CONSIDERANDO o Controle que Disciplina a Frequência Ele-
empenhada na Dotação Orçamentária, Projeto/Atividade: trônica no âmbito da Administração Direta, Autárquica e Funda-
16.122.0001. 2016.0001, Elemento de Despesa: 3.3.90.92, cional do Poder Executivo Municipal; e RESOLVE: CONSIDE-
Fonte de Recurso: 0101. Registre-se, publique-se e cumpra-se. RANDO a exigência contida no artigo 1º do Decreto nº 13.681,
SECRETARIA MUNICIPAL DO DESENVOLVIMENTO HABI- de 29/10/2015, que impõe à Administração Direta, Autárquica e
TACIONAL DE FORTALEZA, em 04 de fevereiro de 2016. Fundacional do Poder Executivo Municipal o controle eletrônico
Francisca Eliana Gomes dos Santos - SECRETARIA MUNI- do registro de assiduidade e pontualidade dos servidores.
CIPAL DO DESENVOLVIMENTO HABITACIONAL DE FOR- CONSIDERANDO a necessidade de dar cumprimento ao refe-
TALEZA. rido dispositivo legal, ajustando o controle de frequência dos
*** *** *** servidores à legislação vigente, possibilitando agilizar e tornar
eficazes a supervisão e a fiscalização dessas atividades.
TERMO DE ADJUDICAÇÃO E HOMOLOGA- CONSIDERANDO a relevância do tema, que pode ensejar
ÇÃO - Acolho a decisão em todos seus termos da Comissão responsabilidades ao servidor e a sua chefia imediata pela não
Especial de Licitações da Prefeitura Municipal de Fortaleza – observância das regras estabelecidas. CONSIDERANDO,
CE/CEL, pertinente ao procedimento licitatório realizado nos ainda, a obrigatoriedade de observância aos princípios da
termos do edital e seus anexos, acolhendo, por via de conse- administração pública - Legalidade, Moralidade, Impessoalida-
quência, as decisões que analisaram as habilitações e a regu- de, Eficiência e Publicidade. CONSIDERANDO, por fim, a pos-
laridade quanto à apresentação das propostas de preços dos sibilidade de flexibilização do horário de trabalho
licitantes, cujo objeto foi licitado através da Licitação na modali- dos servidores, compatibilizando necessidades individuais às
dade Concorrência Pública nº 011/2015, Processo n° especificidades do serviço. RESOLVE: Art. 1º - O horário de
P558367/2015, referente à contratação de pessoa jurídica com funcionamento da unidade administrativa e a jornada de
experiência comprovada na execução de trabalho social de trabalho dos servidores em exercício na Secretária Regional IV
abrangência nas áreas de Mobilização e Organização Comuni- obedecem ao disposto nesta Portaria, em complemento às
tária - MOC, Educação Sanitária e Ambiental - ESA e Geração disposições do Decreto nº 13.681, de 29 de outubro de 2015.
de Trabalho e Renda - GTR, para execução de trabalho social Parágrafo Único - Consideram-se unidades administrativas
nas áreas de intervenção do Projeto de Requalificação Urbana aquelas vinculadas à Secretária Regional IV.
denominado Aldeia da Praia, pelo valor global de
CAPÍTULO I
R$ 2.105.295,29 (dois milhões, cento e cinco mil, duzentos e
DO HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO
noventa e cinco reais e vinte e nove centavos), ADJUDICANDO
seu objeto em favor da PEC – POLAR EMPREENDIMENTOS Art. 2º - O horário normal de funcionamento da
E CONSULTORIA LTDA, inscrita no CNPJ nº 04.245.430/001- Secretária Regional IV é de 08h00 às 17h00, de segunda a
24, e HOMOLOGANDO a presente licitação tudo com funda- sexta-feira. Parágrafo Único - O horário de atendimento ao
DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO
FORTALEZA, 15 DE FEVEREIRO DE 2016 SEGUNDA-FEIRA - PÁGINA 35

público é de 08h00 às 17h00. § 1º - Será criado o Banco de cargo ou função por eles ocupado, realizarem trabalhos
Horas, a concessão de Horário Especial e a compensação na externos. § 2º - Também ficam sujeitos ao controle especial de
jornada dos servidores da Secretária Regional IV, regulado pelo frequência ocupantes de cargos de provimento em comissão
disposto na presente Portaria. § 2º - Fica criado o Banco de de simbologia DG-1, DNS-1 e DNS-2. Ficando regidos pelo
Horas no âmbito da Secretária Regional IV, no qual serão controle manual no sistema SECOF. § 3º - Servidores em que o
registradas de forma individualizada, as horas trabalhadas equipamento biométrico comprovadamente não consiga
pelos servidores, cumpridas no exclusivo interesse do serviço, capturar a leitura digital, desde que motivada a comprovação
para fins de compensação de carga horária. § 3º - As horas através de processo munido de atestado e laudo técnico do
excedentes ao horário normal executadas em dias úteis, serão órgão responsável pela emissão e devidamente autorizado
computadas como horas créditos, sendo compensadas pelo titular do órgão/entidade. § 4º - As disposições contidas
conforme programação junto à chefia imediata, precedidas de nos §§ 2º e 3º deste artigo se aplica o controle especial de
autorização e não remuneradas em pecúnia. § 4º - A carga frequência que deverá ser realizado em computadores
horária excedente à jornada de oito horas diárias, com limite de localizados na Secretária Regional IV, conforme previamente
acúmulo diário de 02 (duas horas) e mensal de 08 (oito horas) informado. § 5º - Os empregados públicos que estejam em
para o servidor, será registrada em banco de horas, para exercício na Secretária Regional IV, na forma da Lei, cumprirão
compensação no mês, a critério da chefia imediata, sem a jornada de trabalho prevista nesta Portaria, bem, como
prejuízo do serviço. Para os servidores cuja carga horária seja estarão sujeitos ao Ponto biométrico da Secretária Regional IV.
de 30 horas, deverá ser observado o limite de acúmulo de uma I - Os atos de concessão de horário especial, previstos no
hora diária e 8 mensais. Decreto 13.681 de 29 de outubro de 2015, serão expedidos
CAPITULO II pela Coordenação de Recursos Humanos da Secretária
DA JORNADA DE TRABALHO Regional IV, mediante comunicação interna do setor
responsável, no âmbito da Administração Central.
Art. 3º - A jornada de trabalho dos Servidores de
Carreira em exercício na Secretária Regional IV é de 30 (trinta) CAPITULO III
horas semanais, distribuídas em 06 (seis) horas diárias, DO CONTROLE DE FREQUÊNCIA
ressalvadas os casos disciplinados em legislação específica. § Art. 8º - O controle de assiduidade e
1º - No cumprimento da jornada de trabalho de trinta horas pontualidade dos servidores poderá ser exercido mediante: I -
semanais, observado o disposto legal, o Intervalo para refeição Folha de ponto, em casos especiais, para os servidores que
e descanso será de 15 (quinze) minutos. § 2º - Os servidores exercem suas atividades nos equipamentos pertencentes à
ocupantes de cargos em comissão da Secretária Regional IV – Secretária Regional IV, que se localizam externos a sede,
SER IV, submetem-se a regime de integral dedicação ao como, Mercado da Parangaba, Mercado do Montese, Cemitério
serviço, podendo ser convocados sempre que da Parangaba, Juntas militar Parangaba e Centro e lavanderia
houver interesse da Administração, no cumprimento da jornada Lourdes Ary; ou II - Controle eletrônico. § 1º - No intuito de
de trabalho o intervalo para refeição e descanso será de 01 racionalizar recursos e tornar mais efetivo e transparente o
(Uma hora). § 3º - Incluem-se na obrigatoriedade disposta no controle de frequência dos servidores da Secretária Regional
parágrafo anterior os servidores que estejam exercendo IV, coordenará processo gradual para a implementação de
encargos de substituição, durante o afastamento regulamentar sistema de controle eletrônico de frequência no âmbito da
do titular. § 4º - Os servidores amparados com jornada de Secretária Regional IV. § 2º - O controle eletrônico de
trabalho diferenciada da estabelecida no caput deste artigo, frequência será implantado, inicialmente, na Sede
conforme previsto no Art. 20 do Decreto 13.681 de 29 de da Secretária Regional IV – SER IV; contemplando os
outubro de 2015, qual seja, servidores que, em virtude das servidores em exercício no Edifício da Secretária Regional IV.
atribuições do cargo ou função por eles ocupado, realizarem Art. 9º - O ponto terá início no dia 01 de fevereiro de 2016, com
trabalhos externos. Art. 4º - As chefias imediatas deverão toda a implantação do sistema de controle eletrônico na sede
informar os horários do início e do término dos intervalos de da Secretária Regional IV.
almoço e descanso de cada servidor, compatibilizando as
conveniências e as peculiaridades do serviço com as CAPITULO IV
necessidades individuais dos servidores, respeitada a carga DAS DISPOSIÇÕES FINAIS
horária correspondente aos cargos e as normas Art. 11 - É vedado às chefias imediatas e aos
complementares previstas na legislação a que se refere esta demais dirigentes da Secretária Regional IV, atribuir jornada de
Portaria, de modo a não prejudicar o atendimento das trabalho, no âmbito de suas respectivas unidades, que não
demandas internas e ao público em geral. Art. 5º - O servidor esteja em consonância com as disposições da presente
perderá: I - A remuneração do dia em que faltar ao serviço, sem Portaria. Art. 12 - A responsabilidade pela supervisão e controle
motivo justificado. II – A parcela de remuneração diária, da frequência dos servidores é da chefia imediata prévia e
proporcional aos atrasos, ausências não justificadas, formalmente nomeada/designada. § 1º - Compete às unidades
ressalvadas as concessões de que trata o Decreto, e saídas de recursos humanos promover o levantamento mensal dos
antecipadas, salvo na hipótese de compensação. § 1º - O registros de ocorrências identificadas no controle de frequência,
Servidor que faltar ao serviço fica obrigado a justificar a falta, promovendo os devidos lançamentos na folha de pagamento,
no primeiro dia que comparecer ao trabalho. § 2º - Para se for o caso. § 2º - Na ausência de validação no SECOF
justificação das faltas poderão ser exigidas provas do motivo (Sistema Eletrônico de Controle de Frequência), no prazo
alegado pelo servidor. § 3º - No caso de justificativa de atraso estabelecido no caput deste artigo, a unidade responsável
ou falta, o relatório de ocorrência deverá ser homologado pela deverá encaminhar notificação formal via sistema ao chefe do
chefia imediata e posteriormente encaminhado ao Núcleo de setor, estabelecendo prazo de 03 (três) dias úteis para o envio.
Gestão de Pessoas, via sistema, em até 10(dez) dias da § 3º - O descumprimento do prazo estabelecido sujeitará o
ocorrência. Parágrafo Único - As faltas justificadas, decorrentes chefe imediato as penalidades legais. Art. 15 - Esta Portaria
de caso fortuito ou de força maior, serão analisadas conforme o entra em vigor na data de sua publicação. Engº Fco. Airton M.
Estatuto ou Lei que rege o cargo, sendo assim, caso comprove, Mourão - SECRETÁRIO REGIONAL IV.
considerada como efetivo exercício. Art. 6º - Eventuais atrasos
ou saídas antecipadas decorrentes de interesse do serviço,
poderão ser abonadas pela chefia imediata, desde que SECRETARIA REGIONAL V
devidamente justificados. Art. 7º - Será concedido horário
especial nas seguintes situações: § 1º - Os servidores
amparados com jornada de trabalho diferenciada da PORTARIA Nº 09/2016
estabelecida no caput deste artigo, fiscais e motoristas que
exerçam a função, submeterão ao Ponto na folha conforme Institui a Comissão de Inventá-
previsto no Art. 20 do Decreto 13.681 de 29 de outubro de rio dos Bens Públicos no âmbi-
2015, qual seja, servidores que, em virtude das atribuições do to da Secretaria Regional V.
DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO
FORTALEZA, 15 DE FEVEREIRO DE 2016 SEGUNDA-FEIRA - PÁGINA 36

O SECRETÁRIO DA REGIONAL V, no exercício substituído ser submetido a exame técnico. Parágrafo Segundo
das atribuições legais que lhe confere o inciso XIII do art. 21 do – No mínimo, 3 (três) integrantes desta Comissão deverão
Decreto Municipal nº 10.067/97, de 22 de abril de 1997, que atestar o recebimento de materiais e equipamentos, nos termos
regulamenta as Secretarias Executivas Regionais do Município do art. 15, § 8º da Lei Federal nº 8.666/93. Parágrafo Terceiro –
de Fortaleza. CONSIDERANDO que é imprescindível a realiza- As compras, com valores inferiores aos limites estabelecidos
ção de inventário anual do patrimônio mobiliário da Secretaria no art. 15, § 8º da Lei Federal nº 8.666/93, deverão ser atesta-
Regional V, recadastrando e atualizando sistematicamente seu das por, no mínimo, 01 (um) dos integrantes desta Comissão.
acervo. CONSIDERANDO os ditames contidos nos artigos 2º e Art. 4º - A presente Portaria entra em vigor na data de sua
5º do Decreto Municipal nº 10.484, de 02 de março de 1999. publicação. Registre-se, publique-se e cumpra-se. GABINETE
RESOLVE: Art. 1º - Instituir a Comissão de Inventário dos Bens DO SECRETÁRIO DA REGIONAL V, em 1º de fevereiro de
Públicos no âmbito da Secretaria Regional V – SER V. Art. 2º - 2016. Júlio Ramon Soares Oliveira - SECRETÁRIO DA RE-
Designar, sem ônus para o município, os servidores abaixo GIONAL V.
relacionados para comporem a Comissão constituída no artigo
anterior:
EMPRESA MUNICIPAL DE LIMPEZA E
Matrícula Nome Cargo URBANIZAÇÃO
96.113-02 LIANA PINTO DA SILVA COORD. ADM. FINANCEIRA
96.184-02 THIAGO OLIVEIRA DA PAZ ASSIST. TÉCN.
ADMINISTRATIVO 2
TERMO DE HOMOLOGAÇÃO - O PRESIDEN-
63.322-01 KLEILSON SOARES ASSESSOR DE
TE DA EMPRESA MUNICIPAL DE LIMPEZA E URBANIZA-
GONZAGA INFORMÁTICA
ÇÃO – EMLURB, no uso de suas atribuições legais e conside-
14.641-01 JANETE DALVA DE AGENTE ADMINISTRATIVO
rando haver a Central de Licitações da Prefeitura Municipal de
MESQUITA GUEDES
Fortaleza cumprido todas as exigências do Pregão Presencial
nº 74/2015 - EMLURB, Processo SPU nº P545318/2015, cujo
Art. 3º - Determinar que a Comissão deverá recadastrar, tomar objeto é a Seleção de Empresa para execução dos serviços de
e promover a atualização do patrimônio mobiliário da SER-V.
irrigação em Praças, Parques e Canteiros Centrais, e limpeza
Art. 4º - A presente Portaria entra em vigor na data de sua
do Espelho D’agua dos Rios, Riachos, Lagoas e Canais do
publicação. Registre-se, publique-se e cumpra-se. GABINETE Município de Fortaleza, de acordo com as especificações e
DO SECRETÁRIO DA REGIONAL V, em 1º de fevereiro de
quantitativos constantes nos Anexos I, VIII e IX do Edital, Ho-
2016. Júlio Ramon Soares Oliveira - SECRETÁRIO DA RE- mologa a referida licitação para que produza os efeitos legais e
GIONAL V.
jurídicos. Assim, nos termos da legislação vigente, fica o pre-
*** *** *** sente processo homologado em favor do licitante vencedora: a
Empresa ATHOS CONSTRUÇÕES LTDA – EPP, inscrita no
PORTARIA Nº 10/2016
CNPJ sob o nº 08.237.585/0001-70, perfazendo o valor global
de R$ 5.759.999,16 (cinco milhões, setecentos e cinquenta e
Institui a Comissão de recebi-
nove mil, novecentos e noventa e nove reais e dezesseis cen-
mento de materiais e/ou equi- tavos). As despesas decorrentes da presente homologação
pamentos no âmbito da Secre-
correrão por conta da dotação consignada ao Projeto/Atividade
taria Regional V.
Código: 15.452.0087.2001.0001, elemento de Despesa
33.90.39, Fonte de Recurso 100, do orçamento da Empresa
O SECRETÁRIO DA REGIONAL V, no exercício
Municipal de Limpeza e Urbanização - EMLURB. Publique-se e
das atribuições legais que lhe confere o inciso XIII do art. 21 do cumpra-se. Fortaleza-CE, 04 de fevereiro de 2016. José Ro-
Decreto Municipal nº 10.067/97, de 22 de abril de 1997, que
naldo Rocha Nogueira - PRESIDENTE DA EMLURB.
regulamenta as Secretarias Executivas Regionais do Município
de Fortaleza. CONSIDERANDO que é imprescindível a confe-
rência das mercadorias e equipamentos de acordo com as
especificações contidas no edital dos certames licitatórios e/ou
na nota de empenho. CONSIDERANDO os ditames contidos
PODER LEGISLATIVO
“MATÉRIAS PUBLICADAS POR EXCLUSIVA RESPONSABILIDADE
no art. 15, § 8º da Lei Federal nº 8.666/93. RESOLVE: Art. 1º - DA MESA DIRETORA DA CÂMARA MUNICIPAL DE FORTALEZA”
Constituir a Comissão de Recebimento de Materiais e/ou Equi-
pamentos da Secretaria Regional V – SER V. Art. 2º - Desig- PORTARIA Nº 0214/2015 - O PRESIDENTE DA
nar, sem remuneração, os servidores abaixo relacionados para CÂMARA MUNICIPAL DE FORTALEZA, no uso de suas atribu-
comporem a Comissão constituída no artigo anterior: ições legais. RESOLVE: Conceder o Abono de Permanência,
com fundamentação no art. 70 da Lei nº 9.103, de 29.06.2006,
Matrícula Nome Cargo publicada no D.O.M de 29.06.2006, a servidora MARCIA
14.614-01 JANETE DALVA DE AGENTE ADMINISTRATIVO
MARIA PIMENTEL EUFRÁSIO, Taquigrafo TCG-17, desta
MESQUITA GUEDES
Câmara Municipal de Fortaleza. PAÇO MUNICIPAL JOSÉ
BARROS DE ALENCAR, em 17 de dezembro de 2015. Verea-
13.526-01 JELFERSON CONDE AGENTE ADMINISTRATIVO
dor Salmito Filho - PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL
SAMPAIO
DE FORTALEZA.
63.322-01 KLEILSON SOARES ASSESSOR DE
*** *** ***
GONZAGA INFORMÁTICA
96.184-02 THIAGO OLIVEIRA DA PAZ ASSIST. TÉCN. PORTARIA Nº 0220/2016 - O PRESIDENTE DA
ADMINISTRATIVO 2 CÂMARA MUNICIPAL DE FORTALEZA, no uso de suas atribu-
ições legais e tendo em vista o que consta no Processo nº
Art. 3º - Determinar que a Comissão deverá conferir os produ- 1228. RESOLVE: Conceder o Abono de Permanência, com
tos e validar o recebimento do material entregue na sede desta fundamentação no art. 70 da Lei nº 9.103, de 29.06.2006, pu-
SER V mediante a lavratura do Atesto de Recebimento de blicada no D.O.M de 29.06.2006, a servidora GLÓRIA JANE
Material/Equipamento nas Notas de Empenho e Fiscal e, caso MENDES BOAVENTURA, Agente Administrativo TCG-09,
o produto esteja em desacordo com as especificações, rejeitará desta Câmara Municipal de Fortaleza. PAÇO MUNICIPAL
o recebimento do mesmo. Parágrafo Primeiro – O fornecedor JOSÉ BARROS DE ALENCAR, em 11 de janeiro de 2016.
ficará obrigado a substituir, no prazo máximo de 48 (quarenta e Vereador Salmito Filho - PRESIDENTE DA CÂMARA MUNI-
oito) horas, independentemente da aplicação das penalidades CIPAL DE FORTALEZA.
cabíveis, o produto que vier a ser recusado, podendo o produto *** *** ***