Você está na página 1de 1

Novena de São Joaquim

INICIAL
O pão e vinho e o suor de quem trabalha, ô, ô, ô!
1. Ó Vinde, Continente da Esperança, Mulher e homem do cultivo e do fogão
celebrar a confiança, o martírio e a missão. E um conto novo que daqui a gente espalha, ô, ô,
Ó povo, é chegada a nossa hora. ô!
Vamos todos sem demora partilhar o mesmo pão. Oferta viva do meu povo em oração!

Vinde, vede e anunciai (anunciai) Pingos de chuva, gotas d'água cristalina, ô, ô, ô!


O Evangelho do Senhor (com todo ardor). Benção divina deste altar de todos nós!
Com nova expressão, é a Igreja em missão E Deus-conosco, a nossa fonte o nosso rio, ô, ô, ô!
Um compromisso de amor. Seja bendito em nossa vida, em nossa voz!

2. Ó vede tanta fome e injustiça Nossos projetos, nossos sonhos de mudança, ô, ô,


pranto, dor, morte e cobiça golpeando o nosso ô!
irmão. Toda a esperança de um futuro mais feliz
O branco, o negro, o índio espoliado Aqui trazemos, Deus do amor e da aliança, ô, ô, ô!
Quanto sangue derramado a clamar libertação. Todo o Universo num só canto de bendiz!

3. Anunciai América Latina, PAZ


com Maria peregrina ide aos pobres proclamar:
Que Deus vem ao encontro do seu povo É bonita de mais, é bonita demais
Recriando o mundo novo faz a Igreja caminhar. A mão de quem conduz a bandeira da paz

4. Agora com ardor missionário É a paz verdadeira


todo o povo solidário quer rever sua missão. Que vem da justiça, irmão
Criar um novo rosto de Igreja É a paz da esperança
Construída na pobreza: Nova evangelização. Que nasce de dentro do coração

PERDÃO É a paz da verdade, da pura irmandade do amor


Paz da comunidade
Senhor que viestes salvar Que busca igualdade, ô, ô
Os corações arrependidos.
Piedade, Piedade Paz que é graça e presente, na vida da gente
Piedade de nós. (bis) De fé, paz do onipotente,
Deus na nossa frente, Javé
Ó, Cristo que viestes chamar
Os pecadores humilhados. FINAL

Senhor que intercedeis por nós Deus chama a gente prum momento novo
Junto a Deus Pai que nos perdoa. de caminhar junto com o Seu povo.
É hora de transformar o que não dá mais
LOUVOR Sozinho, isolado, ninguém é capaz

Glória, glória, ao pai, criador, ao filho, redentor, Não é possível crer que tudo é fácil
e ao espírito, glória! (2x) Há muita força que produz a morte
gerando dor, tristeza e desolação.
Ao pai, criador do mundo É necessário unir o cordão.
Ao filho, redentor dos homens
E ao espírito de amor demos sempre glória! (bis) Por isso vem entra na roda com a gente também,
você é muito importante.
ACLAMAÇÃO
A força que hoje faz brotar a vida
Que alegria, aleluia... habita em nós pela sua graça.
É ele quem nos convida pra trabalhar,
OFERTÓRIO o amor repartir e as forças juntar.

Dádivas
Que a gente traz
No altar da paz Do nosso Deus! (bis).