Você está na página 1de 38

Elementos de máquinas

100
101
102
103
104
105
106
107
108
 Dois eixos paralelos com distância entre
centros de 4in devem ser conectados
através de engrenagens de dentes retos
e passo de 6 e ângulo de pressão de
20°, propiciando uma relação de
transmissão de velocidades de 3 vezes.
(a) Determine se haverá interferência
quando os dentes padronizados com
profundidade plena forem utilizados. (c)
Determine a razão de contato.

109
110
 Há 3 engrenagens com passo igual a 3 e ângulo de pressão igual a
20°. A engrenagem a é a motriz. Ela gira no sentido anti-horário a
600rpm e transmite 25hp à engrenagem intermediária b. A
engrenagem de saída c é acoplada a um eixo que aciona uma
máquina . Não existe qualquer componente fixado ao eixo
intermediário, e a perda por atrito nos mancais e nas engrenagens
podem ser desprezadas.
Determine a força resultante
aplicada pela engrenagem
intermediária a seu eixo.

111
112
113
114
115
116
117
118
119
120
121
122
123
S’n = limite de resistência à fadiga
padronizado por R. R. Moore
CL = fator de carga (1,0 para cargas de flexão)
CG = fator de gradiente (1,0 para P>5 e 0,85
para P<= 5)
CS = Fator de superfície
kt = fator de temperatura. Para engrenagens
de aço considere 1,0 se a temperatura for
inferior a 160°F. Caso contrário:

kms = fator de tensão média. Utilize 1,0 para


engrenagens intermediárias e 1,4 para
engrenagens de entrada e saída (flexão em
um único sentido).

124
A figura mostra uma aplicação específica de um par
de engrenagens de dentes retos usinadas em aço,
cada engrenagem com uma largura de face b=1,25in.
Estime a potência máxima que as engrenagens
podem transmitir continuamente com apenas 1% de
chance de ocorrer uma falha de fadiga por flexão de
um dente.

S’n = 82,5ksi

S’n = 72,5ksi

125
126
127
129
130
 Estime a potência máxima que as
engrenagens do exemplo anterior
podem transmitir, com apenas 1% de
chance de falha por fadiga superficial,
durante 5 anos com 40 horas semanais
e 50 semanas por ano de operação.

131
132
133
134
135
 um redutor composto de duas engrenagens de aço,
uma com 25 dentes e outra com 75 dentes.
Possuem módulo 4mm/dente, ângulo de pressão de
20° e largura da face 50mm. O pinhão é acionado
por um motor de potência constante de 50kW a
1800rpm. a) Qual é a velocidade angular de saída
do redutor? b) Qual é a distância entre eixos? c) As
engrenagens apresentam interferência se forem
utilizados dentes padronizados com profundidade
plena? d) Avalie a razão de contato. e) Faça um
diagrama representando as forças atuantes nas
engrenagens e encontre seus valores. f) Escolha os
materiais adequados para a fabricação do par de
engrenagens.

136
137

Você também pode gostar