Você está na página 1de 19

PLANO DE ENSINO

CURSO: ICH – Curso Geral (Psicologia, Pedagogia, Serviço Social)


SÉRIE: 1o Semestre
DISCIPLINA: Psicologia do Desenvolvimento: Ciclo Vital
CARGA HORÁRIA SEMANAL: 3 horas/aula
CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 horas

I – EMENTA

Principais fenômenos e processos do desenvolvimento humano do período pré-


natal à velhice, concebidos de forma integrada (físico/motor, cognitivo,
psicossocial). Os processos de perdas, separações, morte e luto em diferentes
contextos sócio-históricos e culturais.

II – OBJETIVOS GERAIS

- Reconhecimento e compreensão dos pressupostos epistemológicos


relativos ao processo de desenvolvimento humano.
- Identificação e compreensão dos fenômenos e processos psicológicos
do desenvolvimento humano, ao longo do ciclo vital nas suas interfaces:
biológica, cognitiva e psicossocial e nos diferentes contextos sócio-
históricos e culturais em que se inserem.
- Reconhecimento e compreensão dos processos de separações, perdas,
morte e luto em todas as fases do ciclo vital e suas implicações
psicossociais.

III – OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Tais competências serão desenvolvidas a partir das seguintes habilidades:

- Identificar e caracterizar relações entre contextos e processos


psicológico-comportamentais nas diferentes fases de desenvolvimento
humano.
- Identificar, descrever e explicar os processos de mudanças biológicas e
psicossociais ocorridos na infância, adolescência, vida adulta e velhice.
- Identificar e descrever os processos de separações, perdas, aquisições
e os processos de luto envolvidos na infância, adolescência, idade
adulta e velhice.
- Levantar informações a partir da observação de processos de
desenvolvimento, para análise, descrição e interpretação, através do
referencial teórico, estabelecendo relações entre os dados coletados e
os processos psicológicos subjacentes.
- Localizar informações bibliográficas em bases de dados, livros,
periódicos e manuais técnicos através dos meios convencionais e de
sítios na Internet.
- Articular o conhecimento científico à realidade brasileira e mundial.

IV – CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

Unidade I
1- A família: histórico e importância na formação da pessoa.
2- As Influências pré e perinatais no desenvolvimento.
3- A Primeira Infância (0 _ 2 anos)
Desenvolvimento físico, cognitivo e psicossocial.
4- A Segunda Infância (2 – 6 anos)
Desenvolvimento físico, cognitivo e psicossocial.
5- A Terceira Infância (6 – 12 anos)
Desenvolvimento físico, cognitivo e psicossocial.

Unidade II
1- A Puberdade e Adolescência (12 – 20 anos).
Mudanças físicas, cognitivas e psicossociais.
2- O Adulto-Jovem (20 – 40 anos)
Mudanças físicas, cognitivas e psicossociais.
3- A Meia-Idade (40 – 65 anos)
Mudanças físicas, cognitivas e psicossociais.
4- A Velhice (a partir dos 65 anos)
Mudanças físicas, cognitivas e psicossociais.
5- A Morte: visão histórica, social e cultural.
5.1- A morte nas diferentes etapas do desenvolvimento humano.
5.2- Morte, Separação, Perdas e o Processo de Luto.

V – ESTRÁTÉGIA DE TRABALHO

- Aulas expositivas com incentivo à participação dos alunos no


questionamento e nas discussões.
- Discussões pautadas em situações-problema.
- Discussões em grupo atrelando exercícios aos textos da bibliografia
básica e complementar.
- Observações de crianças em escolas, creches ou outros contextos
sociais, para conhecimento, análise e reflexão sobre os processos de
desenvolvimento.
- Entrevistas com pessoas nas faixas etárias da adolescência, adulto-
jovem, meia-idade e velhice, para conhecimento, análise e reflexão dos
processos de desenvolvimento.
- Elaboração e apresentação de seminários sobre os trabalhos de
observação e de entrevista.
- Fechamento do tema, pelo professor, nos últimos 20 minutos de cada
aula, por meio de exposição dialogada, para assinalamento dos
principais aspectos abordados em aula, relacionando-os às leituras e às
tarefas preparatórias realizadas pelos alunos.
- ATENÇÃO: No sistema online há conteúdos e exercícios que podem ser
utilizados pelo aluno como material adicional aos seus estudos. Os
professores devem informar os alunos a respeito disso.
VI – AVALIAÇÃO

Primeiro Bimestre - NP1


A nota final de aproveitamento do aluno no primeiro bimestre será dada pela
soma das notas provenientes de:

 Prova escrita individual (valor = 0,0 a 8.0 pontos), contendo 12 questões


objetivas.
 Trabalho de observação (valor = 0,0 a 2,0 pontos).

Segundo Bimestre – NP2


A nota final de aproveitamento do aluno no segundo bimestre será dada pela
soma das notas provenientes de:

 Prova escrita individual (valor = 0,0 a 8.0 pontos), contendo 12 questões


objetivas.
 Entrevistas (valor = 0,0 a 2,0 pontos).

A média do semestre será calculada de acordo com o Regimento da UNIP.

VII – BIBLIOGRAFIA

BÁSICA

BOYD, D. A Criança em Crescimento. Porto Alegre: Artmed, 2011.


GRIFFA, M. C. Chaves para a psicologia do desenvolvimento. Tomo 2. 8ª
ed. São Paulo: Paulinas, 2011.
KOVÁCS, M. J. A Morte e o Desenvolvimento Humano. 4ª ed. São Paulo:
Casa do Psicólogo, 2002.

COMPLEMENTAR

ARRIES, P. História Social da Criança e da Família. 2ªed. Rio de Janeiro:


LTC, 1981.
DELL’AGLIO, D. D. & KOLLER, S. H. (Orgs.) Adolescência e Juventude –
Vulnerabilidade e contextos de proteção. São Paulo: Casa do Psicólogo,
2011.
MOURA, M. L. S. (org.) O Bebê do século XXI e a psicologia em
Desenvolvimento. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2004.
PAPALIA, D. E. Desenvolvimento Humano. 12ª ed. Porto Alegre: AMGH,
2013.
PERIÓDICOS

BOCK, A. M. B. A adolescência como construção social: estudo sobre livros


destinados a pais e educadores. In Psicologia Escolar e Educacional, jun.
2007, vol.11, no.1, p.63-76.

BROCHSZTAIN, C. O susto ao espelho. In Revista Kairós: gerontologia /


Núcleo de Estudos e Pesquisa do Envelhecimento - PUC-SP. Ano I, n. 1- 1988
- São Paulo: EDUC.

FÉRES-CARNEIRO, T. Casamento contemporâneo: o difícil convívio da


individualidade com a conjugalidade. In Psicologia: Reflexão e Crítica, vol.11,
n.2, Porto Alegre, 1998.

MORI, M. E. E.; COELHO, V. L. D. Mulheres de Corpo e Alma:Aspectos


Biopsicossociais da Meia-Idade Feminina In Psicologia: Reflexão e Crítica,
2004, 17(2), pp.177-187.

BASE DE DADOS

MOURA, M. L. S. (org.) - Conhecimento sobre desenvolvimento infantil em


mães primíparas de diferentes centros urbanos do Brasil. Estudos de
Psicologia (Natal), 2004, 9(3), 421-429 Disponível em:
http://www.scielo.br/pdf/epsic/v9n3/a04v09n3.pdf

THOMAZ, Ana Claire Pimenteira et al. Relações afetivas entre mães e recém-
nascidos a termo e pré-termo: variáveis sociais e perinatais.Estudos de
Psicologia (Natal), Natal, v. 10, n. 1, 2005. Disponível em:
http://www.scielo.br/scielo.

BARRETO, M. L. F. Admirável Mundo Velho: Velhice, Fantasia e Realidade


Social, 1a ed. São Paulo: Ática, 1992. Disponível em:
http://www.faac.unesp.br/pesquisa/idosomidia_antigo/docs/aline/admiravelmv.p
df
PLANO DE AULAS – 2015
PSICOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO: CICLO VITAL

SEMANA 1
- Apresentação da disciplina: objetivos gerais, específicos, conteúdo
programático, cronograma, orientação geral para estudo da unidade de ensino,
avaliação e bibliografia.
- Esclarecimento sobre os trabalhos referentes ao primeiro e segundo
bimestres, bem como sobre os respectivos anexos.

 Introdução à Psicologia do Desenvolvimento

Bibliografia básica: BOYD, Denise: A CRIANÇA EM CRESCIMENTO. Porto


Alegre: Artmed, 2011. Páginas: 30 a 32.

Fechamento (professor): Contextualizar as questões discutidas na aula, em


termos sócio-histórico e culturais, visando um aprofundamento teórico-prático,
pontuando sempre a diferença ciência do senso comum.

SEMANA 2 - O Processo do Desenvolvimento e os Conceitos Básicos


Objetivo: Conhecer o desenvolvimento e suas mudanças; senso comum e
ciência; métodos de estudo da Psicologia do Desenvolvimento.

Bibliografia básica: BOYD, Denise: A CRIANÇA EM CRESCIMENTO. Porto


Alegre: Artmed, 2011. Páginas: 487 a 493 e 30 a 45.

Fechamento (professor): Contextualizar as questões discutidas na aula, em


termos sócio-histórico e culturais, visando um aprofundamento teórico-prático
pontuando sempre a diferença ciência do senso comum.

SEMANA 3 - A Família e o Desenvolvimento Humano


Objetivo: Situar o aluno no papel da família na vida, formação e
desenvolvimento da pessoa, ao longo do tempo e da história.

Bibliografia básica: ARRIES, Philippe. HISTÓRIA SOCIAL DA CRIANÇA E DA


FAMÍLIA. 2ªed. Rio de Janeiro: LTC, 1981.

Fechamento (professor):Contextualizar as questões discutidas na aula, em


termos sócio-histórico e culturais, visando um aprofundamento teórico-prático,
pontuando sempre a diferença ciência do senso comum.

SEMANA 4 - Desenvolvimento Pré-natal e Nascimento


Objetivo: Expor ao aluno os processos naturais e normais que envolvem o
início da vida humana: concepção, gravidez e nascimento
Bibliografia básica: BOYD, Denise: A CRIANÇA EM CRESCIMENTO. Porto
Alegre: Artmed, 2011. Páginas:86 a 110.

 Orientação para o trabalho de observação:


- A informação completa sobre os procedimentos relacionados ao
trabalho de observação deve ser lida nos anexos deste Plano de Ensino.

SEMANA 5 - Primeira infância (0 a 2 anos)


Objetivo: Conhecer o desenvolvimento físico, perceptual, cognitivo, linguagem,
personalidade e social da criança de 0 a 2 anos

Bibliografia básica: BOYD, Denise: A CRIANÇA EM CRESCIMENTO. Porto


Alegre: Artmed, 2011. Capítulos 4, 5 e 6 (Páginas:122 a 131 / 134 a 142 / 147 a
166 / 171 a 191)

Bibliografia complementar:
MOURA, M. L. S. de & RIBAS, A . F. P., Evidências sobre características de
bebês recém-nascidos: um convite a reflexões teóricas in MOURA, M. L. S. de
(org.) - O Bebê do século XXI e a psicologia em desenvolvimento.São Paulo:
Casa Do Psicólogo, 2004 – cap. 1 (Coleção Psicologia e educação).
THOMAZ, A. C.P. et al. Relações afetivas entre mães e recém-nascidos a
termo e pré-termo: variáveis sociais e perinatais. Estud. psicol. (Natal).
Natal, v. 10, n. 1, 2005. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.

Fechamento (professor):Contextualizar as questões discutidas na aula, em


termos sócio-histórico e culturais, visando um aprofundamento teórico-prático,
pontuando sempre a diferença ciência do senso comum .

Observação.: Orientação sobre o trabalho de observação (1.º bimestre)

SEMANA 6 - Segunda Infância (2 a 6 anos)


Objetivo: Conhecer o desenvolvimento físico, perceptual, cognitivo, linguagem,
personalidade e social da criança de 2 aos 6 anos

Bibliografia básica: BOYD, Denise: A CRIANÇA EM CRESCIMENTO. Porto


Alegre: Artmed, 2011. Capítulos 7, 8 e 9 (Páginas: 201 a 214 / 235 a 250 / 265
a 278)

Bibliografia complementar:
PAPALIA, D.; FELDMAN,R. D. Educação na segunda infância in
Desenvolvimento Humano. 12ª ed. Porto Alegre: AMGH, 2013.
PAPALIA, D.; FELDMAN, R. D .Parentalidade e relacionamento com outras
crianças in Desenvolvimento Humano. 12ªed. Porto Alegre: AMGH, 2013.
GERRIG, R. J. & ZIMBARDO, P. G. O Desenvolvimento Humano ao Longo
da Vida In A Psicologia e a Vida. 16ed. Porto Alegre. Artmed, 2005, Cap. 11.

Fechamento (professor):Contextualizar as questões discutidas na aula, em


termos sócio-histórico e culturais, visando um aprofundamento teórico-prático, .
pontuando sempre a diferença ciência do senso comum

Observação.: Orientação sobre o trabalho de observação (1.º bimestre)


SEMANA 7 - Meninice ou Terceira Infância (6 a 12 anos)
Objetivo: Conhecer o desenvolvimento físico, perceptual, cognitivo, linguagem,
personalidade e social da criança de 6 aos 12 anos

Bibliografia básica: BOYD, Denise: A CRIANÇA EM CRESCIMENTO. Porto


Alegre: Artmed, 2011. Capítulos 10, 11 e 12 (Páginas: 300 a 308 / 314 a 316 /
335 a 353 / 367 a 387)

Bibliografia complementar:
PAPALIA, D..; FELDMAN, R. D. A criança no grupo de pares in
Desenvolvimento Humano. 12ª ed. Porto Alegre: AMGH, 2013, pag. 368 a 375.
GERRIG, R. J. & ZIMBARDO, P. G. O Desenvolvimento Humano ao Longo
da Vida In A Psicologia e a Vida. 16 ed. Porto Alegre: Artmed, 2005, Cap. 11.

Fechamento (professor):Contextualizar as questões discutidas na aula, em


termos sócio-histórico e culturais, visando um aprofundamento teórico-prático,
pontuando sempre a diferença ciência do senso comum.

Observação.: Orientação final sobre o trabalho de observação (1.º bimestre)

SEMANA 8

 Apresentação e discussão dos trabalhos de observação.

Fechamento das apresentações (professor): Contextualizar as questões


discutidas na aula, em termos sócio-históricos e culturais, visando um
aprofundamento teórico-prático, pontuando sempre a diferença ciência do
senso comum.

 REVISÃO PARA PROVA.

SEMANA 9
Avaliação Bimestral NP1.

SEMANA 10 - Devolutiva Pedagógica de Avaliação.

- Puberdade e Adolescência
Objetivo: Definir a Puberdade e Adolescência com as suas mudanças físicas
características.

Bibliografia básica: GRIFFA, M. C. Adolescência in Chaves para a psicologia


do desenvolvimento, Tomo 2. 8ª ed. São Paulo: Paulinas, 2011. Cap.6, p. 9- 50.

Bibliografia Complementar: BOYD, Denise: A CRIANÇA EM CRESCIMENTO.


Porto Alegre: Artmed, 2011. Capítulo 13

Atividades:
 Aula expositiva-dialogada sobre aspectos físicos: puberdade e adolescência
 Vista da Prova
 Orientação sobre as entrevistas a serem realizadas no 2º bimestre.
- A informação completa sobre os procedimentos relacionados aos
seminários deve ser lida nos anexos deste Plano de Ensino.

SEMANA 11- Adolescência


Objetivo: Compreender a Adolescência nos aspectos cognitivos e as
implicações sócio-culturais desta fase do desenvolvimento, como também, na
relação com a família e a escolha profissional, e suas implicações na
concepção de pais e educadores.

Bibliografia básica: GRIFFA, M. C. Adolescência in Chaves para a psicologia


do desenvolvimento, Tomo 2. 8ª ed. São Paulo: Paulinas, 2011. Cap.6, p. 9- 50.

Bibliografia complementar:
BOYD, Denise: A CRIANÇA EM CRESCIMENTO. Porto Alegre: Artmed, 2011.
Capítulos 14 e 15
DELL’AGLIO, D. D. & Koller, S. H. (Orgs). Adolescência e Juventude:
vulnerabilidade e contextos de proteção. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2011.

Atividade:
 Aula expositiva-dialogada sobre a Adolescência
 Apresentação das entrevistas realizadas com Adolescentes
 Fechamento (professor): Contextualizar as questões discutidas na aula
com o seminário apresentado, visando um aprofundamento teórico-prático,
pontuando sempre a diferença ciência do senso comum.

SEMANA 12 - Adulto-Jovem
Objetivo: Conhecer o mundo adulto e os processos do amadurecimento: as
mudanças físicas, a relação interpessoal, aspectos cognitivas e psicossociais.

Bibliografia básica: GRIFFA, M. C. Maturidade, Vida Adulta, Velhice in


Chaves para a psicologia do desenvolvimento, Tomo 2. 8ª ed. São Paulo:
Paulinas, 2011. Cap.7 p. 73- 83.

Bibliografia complementar:
PAPALIA, D..; FELDMAN, R. D. Vida adulta e adulto jovem in
Desenvolvimento Humano. 12ª ed. Porto Alegre: AMGH, 2013,Capítulos 13 e
14.

Atividade:
 Aula expositiva-dialogada sobre Adulto-Jovem
 Apresentação das entrevistas realizadas com Adultos-Jovens
 Fechamento (professor): Contextualizar as questões discutidas na aula
com o seminário apresentado, visando um aprofundamento teórico-prático,
pontuando sempre a diferença ciência do senso comum.

SEMANA 13 - Adulto-médio
Objetivo: conhecer as mudanças biológicas que ocorrem nesta faixa etária e os
aspectos cognitivos e psicossociais que interferem no amadurecimento e crise
da meia-idade.
Bibliografia complementar: GRIFFA, M. C. Maturidade, Vida Adulta, Velhice In
Chaves para a psicologia do desenvolvimento, Tomo 2. 8ªed. São Paulo:
Paulinas, 2011. Cap.7 p.83- 95.

Bibliografia complementar:
PAPALIA, D..; FELDMAN, R. D. Vida adulta intermediária in Desenvolvimento
Humano. 12ª ed. Porto Alegre: AMGH, 2013, Capítulos 15 e 16.

OBSERVAÇÃO:
 Aula expositiva-dialogada sobre a Meia-Idade
 Apresentação das entrevistas realizadas com Adultos na Meia-Idade
 Fechamento (professor): Contextualizar as questões discutidas na aula
com o seminário apresentado, visando um aprofundamento teórico-prático, .
pontuando sempre a diferença ciência do senso comum

SEMANA 14 - Terceira Idade (Velhice)


Objetivo: Conhecer o processo do envelhecimento - mudanças biológicas,
cognitivas e psicossociais, e as mudanças na atualidade para proteção e
inserção do idoso na vida social.

Bibliografia básica: GRIFFA, M. C. Maturidade, Vida Adulta, Velhice in


Chaves para a psicologia do desenvolvimento, Tomo 2. 8ª ed. São Paulo:
Paulinas, 2011. Cap.7p. 95-113.

Bibliografia complementar:
PAPALIA, D..; FELDMAN, R. D. Vida adulta tardia in Desenvolvimento
Humano. 12ª ed. Porto Alegre: AMGH, 2013, Capítulos 17 e 18.
BROCHSZTAIN, C. O susto ao espelho. In Revista Kairós: gerontologia
Núcleo de Estudos e Pesquisa do Envelhecimento - PUC-SP. Ano I, nº1,1988.
São Paulo: EDUC.

OBSERVAÇÃO:
 Aula expositiva-dialogada sobre a Terceira Idade
 Apresentação das entrevistas realizadas com pessoas na Terceira Idade
 Fechamento (professor): Contextualizar as questões discutidas na aula
com o seminário apresentado, visando um aprofundamento teórico-prático, .
pontuando sempre a diferença ciência do senso comum

SEMANA 15 - Morte
Objetivo: Discutir o tema Morte na visão histórica, social e cultural. A morte nas
diferentes etapas do desenvolvimento humano: separação, perdas e o
processo de luto.

Bibliografia básica: KOVÁCS, M. J. A Morte e o Desenvolvimento Humano.


4ª ed. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2002, Capítulos 1 e 9.

Bibliografia complementar:
PAPALIA, D..; FELDMAN, R. D. O fim da vida in Desenvolvimento Humano.
12ª ed. Porto Alegre: AMGH, 2013, Capítulo 19.

SEMANA 16 - Ciclo Vital


Objetivo: Após todo o ciclo vital visto por etapas, compreender o processo do
desenvolvimento como um todo.

Atividade: Montar, junto com os alunos, um quadro da linha da vida,


abrangendo: fecundação, nascimento, infância (0 aos 12 anos), adolescência,
vida adulta (jovem e média), terceira idade e a morte.

SEMANA 17
Avaliação Bimestral NP2.

SEMANA 18
Devolutiva Pedagógica de Avaliação.

SEMANA 19
Prova Substitutiva.

SEMANA 20
Exame.

ANEXOS

 Primeiro bimestre
- Procedimentos do Trabalho de Observação
- Carta de Apresentação
- Termo de Consentimento

 Segundo bimestre
- Orientação para as Entrevistas
- Roteiro da Entrevista
- Carta de Apresentação
- Termo de Consentimento
- Recursos (sugestões de obras, artigos, filmes, documentários, dados
estatísticos, etc.)

TRABALHO DE OBSERVAÇÃO DO 1º BIMESTRE


OBJETIVO: Introduzir o aluno na prática da observação dos fenômenos do
desenvolvimento da criança. Articular teoria e prática.

JUSTIFICATIVA: Este trabalho tem como objetivo promover o contato do aluno com
crianças de 0 - 12 anos através da técnica de observação permitindo que compreenda as
dificuldades envolvidas na observação e no estudo de crianças.

PROCEDIMENTO: Os alunos deverão se organizar em duplas ou trios e entrar em


contato com escolas, creches, abrigos ou pais de crianças; esclarecer os objetivos do
trabalho e obter a autorização para a execução do mesmo. É obrigatório que os pais
ou responsável pela criança assinem o termo de consentimento em 2 (duas) vias,
sendo que a primeira deve ficar com o responsável pelo observado e a segunda
deverá ser entregue ao professor, para arquivá-la.

SUJEITOS: crianças entre 0 meses a 12 anos (cada dupla ou trio de alunos irá escolher
uma faixa etária: 0-2 anos; 2-6 anos ou 6 a 12 anos).

LOCAL: A observação deverá acontecer em um “ambiente natural” (escola, creches,


abrigos, parque, playground ou outra situação que seja familiar à criança), por cerca de
20 (vinte) minutos.

ASPECTOS A SEREM OBSERVADOS: Aspecto físico, perceptual, cognitivo,


linguagem, personalidade e social. (os dados serão observados, anotados e devem ser
livres de interpretações).

METODO DE OBSERVAÇÃO: Os alunos devem ser orientados a fazer as anotações


através do registro cursivo, garantindo assim uma menor interferência do observador.

DESENVOLVIMENTO DO TRABALHO:
1- Questões de ordem prática: apresentar por escrito (digitado) os dados da observação.
2- Questões de ordem teórica: redigir um texto, usando os conhecimentos científicos
adquiridos na disciplina. Este instrumento será usado para compreender os dados da
observação (item 1).
3- Questões teórico-práticas: relacionar os dados obtidos na observação (item 1) com os
conhecimentos teóricos adquiridos (item 2) no curso.
4- Critérios de avaliação do trabalho escrito: abrangência dos dados da observação,
clareza, objetividade e coesão textual, permitindo que se identifiquem os aspectos
teórico-práticos.
5- Pôster interativo:os alunos poderão elaborar um pôster para apresentação aos demais
alunos da turma, em data previamente agendada.

Obs.: o aluno não poderá faltar a esta apresentação em nenhuma hipótese.


INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS – ICH
CURSO DE ____________________
CAMPUS___________________

Carta de Apresentação

À________________________________________

A/C______________________________________

Apresentamos o (a) aluno (a) _______________________________________

RA__________________, regularmente matriculado no Curso de _____________, que


cursa a disciplina Psicologia do Desenvolvimento: Ciclo Vital do primeiro semestre do
Curso de _______________ da Universidade Paulista (UNIP) tem como proposta
proporcionar aos futuros psicólogos a vivência de uma situação de observação de uma
criança na faixa etária entre zero a doze anos, em um “ambiente natural” (escola,
creches, abrigos, parque, playground ou outra situação que seja familiar à criança), por
cerca de meia hora. Este trabalho tem como objetivo introduzir o aluno na prática da
observação dos fenômenos do desenvolvimento da criança permitindo que compreenda
as dificuldades envolvidas na observação e estudo de crianças.

Agradecemos antecipadamente a sua colaboração na formação de nossos alunos e


colocamo-nos à disposição para maiores esclarecimentos.

__________, ____ de ______________ de 20___.

_____________________ _________________________
(nome por extenso) (nome por extenso)
Professor responsável Coordenador do Curso

Autorizo a observação

__________________________________
(Assinatura do responsável e carimbo da instituição)

INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS – ICH


CURSO DE _______________
CAMPUS___________________

CEPPE – Centro de Estudos e Pesquisas em Psicologia e Educação

Termo de Consentimento Livre e Esclarecido

1. Trabalho Teórico-prático: Observação de uma criança.


2. Este trabalho tem como objetivo introduzir o aluno na prática da observação.
3. A observação será realizada em um único encontro, com duração aproximada de 20
minutos, em local previamente agendado com a criança e o responsável.
4. Garantia de acesso: em qualquer etapa do estudo, você terá acesso aos profissionais
responsáveis pela pesquisa para esclarecimento de eventuais dúvidas. O principal
investigador é o (a) Professor (a)____________________________que pode ser
encontrado no endereço ______________________(End.campus)-. Se você tiver
alguma consideração ou dúvida sobre a ética da pesquisa, entre em contato com o
CEPPE – Centro de Estudos e Pesquisas em Psicologia – Rua Dr. Bacelar, 1212 –Vila
Clementino – CEP 04026-002 - São Paulo – Capital – tel.: (11) 5586.4204 – e-mail:
ceppe@unip.br.
5. Garantia de saída: é garantida a liberdade da retirada de seu consentimento a qualquer
momento, deixando de participar deste estudo, sem qualquer prejuízo.
6. Direito de confidencialidade: será preservada sua identidade, assim como as
identidades de todas as pessoas por você referidas.

Eu, __________________________________________________________, acredito


ter sido suficientemente informado a respeito do que li ou do que foi lido para mim,
descrevendo o estudo “Observação de uma criança”. Concordo voluntariamente em
participar deste estudo, sabendo que poderei retirar o meu consentimento a qualquer
momento, antes ou durante a realização do mesmo, sem penalidades ou prejuízos.

__________________________________ __________________ / /
Assinatura do sujeito/representante legal Local Data

Declaro que obtive de forma apropriada e voluntária o Consentimento Livre e


Esclarecido deste sujeito ou de seu representante legal para a participação neste estudo.

__________________________________ _________________ / /
Assinatura do responsável pelo estudo (prof.º) Local Data

__________________________________ _________________ / /
Assinatura do responsável pelo estudo (aluno) Local Data

TRABALHO TEÓRICO – PRÁTICO DO 2º BIMESTRE


Elaboração e realização de entrevistas

OBJETIVOS:
- Introduzir o aluno na prática do planejamento e realização de entrevistas.
- Desenvolver a capacidade de observação e discutir o impacto da situação de entrevista, no
entrevistador.

JUSTIFICATIVA :
Este trabalho possibilitará o contato do aluno com a situação de entrevista permitindo o
reconhecimento de fatores de influência em seu próprio desenvolvimento e no de outros, assim
como,desenvolver a capacidade de observação dos processos de mudança ocorridos na
adolescência, vida adulta e velhice.

PROCEDIMENTOS:
Discussão do roteiro da entrevista (sugerido pelo líder e adequação do mesmo, se preciso, frente
à realidade local).
Discussão do termo de consentimento (é obrigatório que cada entrevistado assine o termo de
consentimento em duas vias, a primeira fica com o entrevistado, a segunda é entregue ao
professor que deve arquivá-la).

Realização das entrevistas: O grupo é responsável por uma determinada faixa etária:
adolescência, adulto jovem, maturidade ou velhice- e deverá se subdividir em duplas para a
realização das entrevistas com diferentes sujeitos dentro da mesma faixa etária. É interessante
que entrevistem sujeitos de gêneros e contextos socioeconômicos diferentes.
Os alunos deverão entrar em contato com escolas, abrigos, Centros de Juventude, asilos ou com
os próprios adolescentes, adultos e idosos; esclarecer os objetivos do trabalho e obter a
autorização para a execução do mesmo.

SUJEITOS: adolescentes OU adultos-jovens OU adultos-médios OU idosos.

DURAÇÃO DA ENTREVISTA: tempo necessário para uma entrevista dialogada

LOCAL: A entrevista deverá acontecer em local previamente agendado com o entrevistado


(buscar o que for melhor para ele).

DESENVOLVIMENTO DO TRABALHO:
1- Questões de ordem prática: descrição escrita e digitada dos dados das diferentes entrevistas
realizadas pelas duplas do grupo.
2- Questões de ordem teórica: elaboração de um trabalho escrito, usando os conhecimentos
científicos adquiridos na disciplina, que permitam compreender os dados das entrevistas (item
1).
3- Questões teórico-práticas: salientar os pontos de convergência e divergência das diferentes
entrevistas (item 1) sinalizando características desenvolvimentais normativas e idiossincráticas
(item 2).
4- Critérios para avaliação do trabalho escrito: um texto claro, objetivo e coeso que identifique
os aspectos teórico-práticos.
5 - Apresentação oral do trabalho para os demais alunos da turma em data previamente
agendada.

Obs.: o aluno não poderá faltar a esta apresentação em nenhuma hipótese.

Roteiro de entrevista

1-Dados de Identificação:
Nome (iniciais ou pseudônimo)
Idade
Sexo
Profissão
Grau de escolaridade
Estado Civil (com quem mora)
Posição na Família de origem (número de irmãos, etc.)
Nível sócio-econômico (geral)

2- Qual é a sua rotina de vida? O que você gosta de fazer? O que é importante?
(cotidiano, hobbies, esporte...)
3- Como é o seu relacionamento familiar?
4- Como é o seu relacionamento social/ amizades?
5- Como é o seu relacionamento com pessoas de outras faixas etárias?
6- Como você acha que é a vida das pessoas de sua idade? No que a sua vida é
semelhante ou diferente?
7- Comparando com outro momento de vida, quais as semelhanças e diferenças que
você percebe?
8- Quais assuntos, temas, problemas, preocupações, medos são vitais para as pessoas de
sua idade? Em relação a estes temas ou outros, quais são importantes para você? Como?
9- Como as pessoas de sua idade costumam encarar a profissão/ocupação? (O que o
levou a tal profissão, se for o caso).
10- Como as pessoas de sua idade costumam encarar o amor, a sexualidade?
11- Como você acha que as pessoas o vêem, neste momento de vida? No que você
percebe que mudou? O que o levou a tais mudanças?
12- Como você quer ser/fazer daqui para frente? O que você sente ser essencial a partir
de agora?
13- Qual é o seu maior sonho?
UNIVERSIDADE PAULISTA – UNIP
Curso de _____________________
Campus _________________

Carta de Apresentação

À
_____________________________________
A/C
______________________________________

A disciplina Psicologia do Desenvolvimento: Ciclo Vital do primeiro semestre


do Curso de _______________ da Universidade Paulista (UNIP) tem como proposta
proporcionar aos futuros psicólogos a vivência de uma situação de entrevista com um
adolescente, um adulto ou um idoso. Este trabalho tem como objetivo introduzir o aluno
na prática do planejamento e realização de entrevistas, assim como, desenvolver a
capacidade de observação dos processos de mudança ocorridos na adolescência, vida
adulta e velhice.
Apresentamos______________________________________________________RA__
________________.
Agradecemos antecipadamente a sua colaboração na formação de nossos alunos e
colocamo-nos à disposição para maiores esclarecimentos.

_____________, _________ de _____ de 20___.

_____________________ ___________________________
(nome por extenso) (nome por extenso)
Professor responsável Coordenador do curso

Autorizo a entrevista

__________________________________
(Assinatura do responsável e carimbo da instituição)
INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS - ICH
Curso de _______________

CEPPE – Centro de Estudos e Pesquisas em Psicologia e Pedagogia

Termo de Consentimento
1. Trabalho Teórico-prático: Entrevistas com adolescentes, adultos e idosos
2.Este trabalho tem como objetivo introduzir o aluno na prática do planejamento e
realização de entrevistas, bem como, desenvolver a capacidade de observação dos
processos de mudança ocorridos na adolescência, vida adulta e velhice.
3. As entrevistas serão realizadas em um único encontro, com duração aproximada de
30 minutos, em local previamente agendado com o entrevistado.
4.Garantia de acesso: em qualquer etapa do estudo, você terá acesso aos profissionais
responsáveis pela pesquisa para esclarecimento de eventuais dúvidas. O principal
investigador é o(a) Professor(a) __________________________________que pode ser
encontrado no endereço ____________________end. Campus___________Se você
tiver alguma consideração ou dúvida sobre a ética da pesquisa, entre em contato com o
CEPPE – Centro de Estudos e Pesquisas em Psicologia – Rua Dr. Bacelar, 1212 – Vila
Clementino – CEP 04026-002 - São Paulo – Capital – tel.: (11) 5586.4204 – e-mail:
ceppe@unip.br.
5. Garantia de saída: é garantida a liberdade da retirada de seu consentimento a qualquer
momento, deixando de participar deste estudo, sem qualquer prejuízo;
6. Direito de confidencialidade: será preservada sua identidade, assim como as
identidades de todas as pessoas por você referidas;

Eu, ______________________________________________________________
acredito ter sido suficientemente informado a respeito do que li ou do que foi lido para
mim, descrevendo o estudo “Entrevistas com adolescentes, adultos e idosos”.Concordo
voluntariamente em participar deste estudo, sabendo que poderei retirar o meu
consentimento a qualquer momento, antes ou durante a realização do mesmo, sem
penalidades ou prejuízos.

__________________________________ __________________ / /
Assinatura do sujeito/representante legal Local Data

Declaro que obtive de forma apropriada e voluntária o Consentimento Livre e


Esclarecido deste sujeito ou de seu representante legal para a participação neste estudo.

__________________________________ _________________ / /
Assinatura do responsável pelo estudo (prof.º) Local Data

__________________________________ _________________ / /
Assinatura do responsável pelo estudo(aluno) Local Data
Recursos que podem contribuir para a realização das aulas e dos
seminários do 2º bimestre

Período: Adolescência:
Recursos:
a) Filmes – “Cidade de Deus”, “Kids”, “Diário de um Adolescente”.
b) Artigos sobre Menoridade penal; sexualidade na adolescência; gravidez na
adolescência etc.
BOCK, A. M. B. A adolescência como construção social: estudo sobre livros
destinados a pais e educadores.Psicologia Escola Educação., jun. 2007, vol.11,
nº.1, p.63-76. ISSN 1413-8557.
c) Obras:
CALIGARIS, C. A Adolescência São Paulo, Publifolha, 2000.
OSÓRIO, L. C. Adolescente Hoje. Porto Alegre: Artes Médicas, 1992. Cap2.

Período: Adulto-Jovem
Recursos:
a) Filmes: “Marley & Eu”; “O Diário de Bridget Jones”; “Tomates verdes fritos”;
“Efeito Borboleta“; “O homem que copiava“.
b) Artigos:
- SOUZA, R. M. Depois que papai e mamãe se separam: um relato dos filhos.In
Psicologia ,Teoria e Pesquisa, vol16, n3,00.203-211, 2000.
Norgren, M. B. P; Souza, R. M.; Kaslow, F.; Hammerschmidt, E.; Sharlin, S. A.
Satisfação conjugal em casamentos de longa duração: uma construção
possível.Estudos de Psicologia (NATAL) 2004, 9(3), 575-584.
http://www.scielo.br/scielo.php?
script=sci_arttext&pid=S1413294X2004000300020&lng=en&nrm=iso&tlng=pt
- Artigo de jornal ou texto sobre Paternidade/Maternidade; Dupla Carreira;
Homossexualidade etc.
FÉRES-CARNEIRO, T. Casamento contemporâneo: o difícil convívio da
individualidade com a conjugalidade. In Psicologia: Reflexão e Crítica ,vol.11, nº
2, Porto Alegre, 1998.

c) Obras:
Papalia & Feldman (capítulo 14/ pg. 561-564) discute sobre a amizade e o
amor (alicerces dos relacionamento íntimo), permite relacionar com a sexta
crise de Erikson (intimidade X isolamento).
d) Dados estatísticos sobre a Pirâmide da solidão (IBGE).

Período: Meia-idade
Recursos:
a) Filmes: “Alguém tem que ceder“; “As Pontes de Madison“; “Divã” (nacional).
b) Artigos sobre a “idade do lobo”; fenômeno da “porta giratória”; separações
conjugais etc.
MORI, M. E. E COELHO, V. L. D. Mulheres de Corpo e Alma:Aspectos
Biopsicossociais da Meia-Idade Feminina In Psicologia: Reflexão e Crítica,
2004, 17(2), pp.177-187.
c) Obras:
-Papalia & Feldman (capítulo 15) “Saúde e estilo de Vida: a influência do
estresse” (destaca fontes importantes de estresse no cotidiano de pessoas
adultas e como o enfrentamento inadequado pode estar relacionado com
doenças).
d) Música: “Ouro de tolo” Raul Seixas.

Período: Velhice
Recursos:
a) Filme: “Elsa e Fred”; “Baleias de Agosto”; “As confissões de Schmidt”. “Parente é
Serpente”
b) Artigos:
- Cachioni, M. e Néri, A. L.- Educação e velhice bem sucedida no contexto das
universidades da terceira idade. In Velhice bem-sucedida: aspectos afetivos e
cognitivos - Campinas: Papirus, 2004.

Morte:
a) Obra:
BROMBERG, M. H. P. F. Luto: A Morte do Outro em Si. In Vida e Morte:
Laços da Existência. São Paulo: Casa do Psicólogo, 1996

Para Integração do Ciclo Vital:


Filme: Cinema Paradiso

- Textos sobre dados demográficos, aposentadoria, saúde, relações familiares,


etc.

Outras indicações de Filmes:


- Todas as fases do ciclo vital: “A excêntrica família de Antônia“; “O curioso
caso de Benjamin Button“.
- Morte e luto: “Invasões Bárbaras”.

Você também pode gostar