Você está na página 1de 4

PLANO DE AULA

TURMA: Grupo Teen GRUPO: MANHÃ DE LUZ

TEMA DA AULA / LIVRO-BASE: AMOR TERAPIA DATA: 02/6/2018

ESTUDO COLETIVO
Horário: de 9h as 9h30
Reunião de TODOS os evangelizadores, com o objetivo de promover a união do grupo, permitir que a
Coordenação dê avisos pertinentes e fazer o estudo coletivo do tema de futuras aulas, discutindo o
assunto proposto e identificando o enfoque por faixa etária.

EVANGELHO
Horário: 9h30 as 9h40
Reunião de TODOS os Evangelizadores com o objetivo de fazer a leitura do Evangelho e uma prece
solicitando o concurso dos mentores para proteção e inspiração durante os trabalhos.

EVANGELIZADORES E RESPONSABILIDADES NO DIA


Desenvolvedor: Marcos
Dupla: Veronica
Apoiadores: Claudete, Wesley e Janaina.

MATERIAIS E RESPONSÁVEIS PELA PROVIDÊNCIA - Computador Marcos

OBJETIVO O amor é a verdadeira terapia que cura os maiores problemas por que passamos. Devemos
identificar um problema (dor) e transforma-lo em amor, utilizando os ensinamentos de Jesus, que nos
disse que somos luz e deuses, ou seja, plenamente capazes de fazer esta transformação em nós.

AMBIENTAÇÃO
10h00 – Meditação
10h10 – Leitura do Evangelho. Explicação e prece de abertura (5’)
10h15 – Passe na sala de aula.

ATIVIDADE DE APRESENTAÇÃO DO TEMA


Horário: 10h40
Começar a aula pedindo a cada criança que:

“Pense duas coisas que você faz para alguém, quando o ama. (Slide 2)
Agora, pense duas coisas que você quer fazer por si mesmo.” (Slide 3)

Jesus veio à Terra nos ensinar a importância do amor e do perdão. Ele nos disse:
"Ama a Deus sobre todas as coisas e a teu próximo como a ti mesmo”. (Slide 4)

Quem ama: (Slide 5)


 Gosta de ajudar
 Pede desculpa
 É compreensivo e sabe perdoar
 Sabe repartir
 Gosta e pratica os ensinamentos de Jesus

Mas como poderemos amar a Deus sobre toda as coisas, que é o maior dos ensinamentos, e ao próximo
se não amamos a nós mesmos? (Slide 6)

Parece impossível que alguém não goste de si mesmo, mas não é assim tão raro.

Existem pessoas que não conhecem sua importância na obra divina, não conseguem enxergar a Deus e o
seu próprio papel nesta engrenagem maravilhosa da vida e do universo, e se sentem inferiores, sem valor.
Somos todos criaturas de Deus, que nos ama profundamente, e temos um destino sublime que é a
perfeição. E somos imortais!

“Como descrevemos a pessoa que não gosta de si mesma?” (Slide 7)


Deixar falarem e complementar, logo depois:
É triste, desanimado e não acredita em sua capacidade, se deixa vencer pela revolta, pelo rancor, pela
mágoa, se acomoda, fica sem vontade de lutar; se deixa vencer pelo vício, e se levar pelas pessoas que
fazem o mal.

“E como descrevemos a pessoa que gosta de si mesma?” Deixar falarem e completar. (Slide 8)
Qual o modo correto de gostar de si mesmo?
 Respeitar-se, tornar-se uma pessoa melhor a cada dia, cuidar do corpo físico, evitando
abusos e excessos.
 Buscar sempre aprender de forma humilde, mas firme e perseverante, ter fé e confiança
em Deus e em si mesmo.
 Desenvolver hábitos saudáveis.
 Ter boa alimentação, higiene pessoal, cuidar da espiritualidade, estar sempre ligado a Deus,
estudar, ter lazer saudável, convivência harmoniosa com todos.
 Viver em paz e harmonia com as leis de Deus fazendo o bem.
 Ser grato e entender que possuímos o corpo físico, a condição social e a família que no
momento são os mais adequados para nossa evolução, e isto não nos torna melhores ou
piores.
 Saber que podemos, apesar de certas dificuldades, dar o melhor de nós, nos esforçando
para viver bem e em paz com todos.
 Se devemos amar ao próximo, devemos aprender a NOS amar e respeitar, para poder amar
e respeitar os semelhantes.
 Se você não faz coisas que fazem bem a você, como vai fazer para os outros?
 Não devemos ter complexo de inferioridade ou pena de nós mesmos; esses sentimentos,
além de atrasarem nossa evolução, adoecem a alma e, consequentemente, o corpo físico.
 Mas podemos e devemos tentar modificar o que nos faz infelizes; claro, que nos baseando
nos valores morais ensinados por Jesus.
 Não precisamos copiar os outros. Devemos ser nós mesmos.

E, também, não devemos alimentar nossa vaidade e egoísmo.

Devemos aprender que a verdadeira felicidade nasce em nós mesmos. Não podemos encontrar a
felicidade em bens materiais ou em relacionamentos, pois ela não estará lá. A felicidade é uma conquista
que chega juntamente à nossa evolução e com o aprendizado do verdadeiro amor.
Amar o próximo como a si mesmo significa nos amarmos de verdade, termos autoestima, gostarmos do
nosso corpo, de tudo que temos, sem querermos o que os outros têm.

ATIVIDADE DINÂMICA

“O ESPELHO”

MATERIAL: caixa de sapato, um espelho, som, cadeiras dispostas em círculo.

TEMPO DE DURAÇÃO: 15MIN.

PROCEDIMENTOS: Colocar uma música suave, e depois de 5min de reflexão, será pedido
para eles pensem numa pessoa que eles imaginem um lugar, e que neste lugar eles
encontrem a pessoa que eles mais amam. Que eles possam conversar com ela
procurando dizer por que gostam dela e o que desejam para ela. Depois, será pedido que se dirijam a
uma caixa que contém uma foto de uma pessoa muito conhecida. Cada um irá se dirigir para a caixa onde
se encontra o espelho. Depois de todos observarem, será pedido para que eles falem quatro qualidades
ou características da pessoa da foto.

OBJETIVOS: Estimular a autoestima e mostrar ao jovem que ele deve primeiramente se


amar para depois amar seu próximo.
ENCERRAMENTO
Horário: 11h30

ORGANIZAÇÃO DA SALA E AVALIAÇÃO DO GRUPO


Horário: 11h35