Você está na página 1de 4

1

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS


FACULDADE DE DIREITO
Departamento de Direito Público
Teoria da Constituição
Professor Titular Marcelo Andrade Cattoni de Oliveira

Plano de curso

Objetivo: Contribuir para uma reflexão acerca de uma Teoria da Constituição


constitucionalmente adequada ao paradigma jurídico do Estado Democrático de Direito

Unidades

1 – Estatuto da Teoria da Constituição: Teoria da Constituição e Direito Constitucional


1.1 – Uma Introdução: A Teoria da Constituição como “chave interpretativa” do Direito
Constitucional
1.2 - Origens e genealogia da Teoria da Constituição
1.3 – Campo problemático da Teoria da Constituição. Teoria da Constituição, Teoria Geral
do Direito Público, Instituições Políticas e Teoria Geral do Estado.
1.4 – Teoria da Constituição e virada lingüística
1.5 – Dimensões atuais da Teoria da Constituição

2 – Paradigmas Jurídico-Constitucionais e História do Constitucionalismo


2.1 – O Direito da sociedade moderna
2.2 – Paradigma e paradigmas jurídicos modernos
2.3 – Os princípios do Estado de Direito e dos direitos fundamentais no paradigma jurídico
do Estado Liberal
2.4 – Os princípios do Estado de Direito e dos direitos fundamentais no paradigma jurídico
do Estado Social
2.5 – Os princípios do Estado de Direito e dos direitos fundamentais no paradigma jurídico
do Estado Democrático de Direito

3 – Teoria do Poder Constituinte e Modernidade Constitucional


3.1 – A invenção do conceito moderno de Constituição: Continuidades e descontinuidades
entre o Constitucionalismo histórico inglês e o Constitucionalismo norte-americano;
3.2 – Constituição e Revolução na França e nos Estados Unidos da América;
3.3 - A Teoria do Poder Constituinte nas tradições francesa e norte-americana;
3.4 – A herança constitucional e democrática das grandes Revoluções do século XVIII no
projeto constituinte do Estado Democrático de Direito.

4 – Teorias da Interpretação Constitucional


4.1 – O problema da racionalidade e da indeterminação na interpretação jurídica
4.2 – Interpretação: uma disputa de paradigmas
4.3 – As teorias da interpretação no paradigma do Estado Liberal: o positivismo jurídico
clássico.
2

4.4 – As teorias da interpretação no paradigma do Estado Social: A tese da interpretação


autêntica, de Hans Kelsen.
4.5 – As teorias da interpretação contemporâneas: A tese do “Direito como Integridade”, de
Ronald Dworkin.

5– O Controle Jurisdicional de Constitucionalidade


5.1 – Os pressupostos do controle de constitucionalidade
5.2 – Os sistemas de controle de constitucionalidade no Direito Comparado
5.3 – Introdução ao controle de constitucionalidade brasileiro

Metodologia

Serão ministradas aulas expositivas, em que a participação dos alunos será de importância
central para o desenvolvimento do curso.

Avaliação

Cinco avaliações (trabalhos e/ou provas) de 20 (vinte) – Unidade 1, 20 (vinte) – Unidade 2,


30 (trinta) – Unidade 3 e 30 (trinta) pontos – Unidades 4 e 5.

Bibliografia básica

CATTONI DE OLIVEIRA, Marcelo Andrade. Teoria da Constituição. 2 ed. Belo


Horizonte: Initia Via, 2014.

CATTONI DE OLIVEIRA, Marcelo Andrade. Contribuições para uma Teoria Crítica da


Constituição. Belo Horizonte: Arraes, 2017.

Alguma bibliografia complementar

ALVES, Adamo Dias, CATTONI DE OLIVEIRA, Marcelo Andrade e GOMES, David


Francisco Lopes. Constitucionalismo e Teoria do Estado. Belo Horizonte: Arraes, 2013.
BAHIA, Alexandre Gustavo Melo Franco. Recursos Extraordinários no STF e STJ:
conflito entre interesses público e privado. Curitiba: Juruá, 2009.
BAHIA, Alexandre Gustavo Melo Franco de Moraes; BACHA E SILSA, Diogo;
CATTONI DE OLIVEIRA, Marcelo Andrade (orgs.). O Impeachment e o Supremo
Tribunal Federal: História e Teoria Constitucional Brasileira. 2ª ed. Florianópolis:
Empório do Direito, 2017.
BARBOSA, Leonardo Augusto de Andrade. História Constitucional Brasileira: Mudança
constitucional, autoritarismo e democracia no Brasil pós-1964. Brasília: Câmara Federal
2012.
BUSTAMANTE, Thomas da Rosa de. Teoria do Precedente Judicial: A justificação e a
aplicação de regras jurisprudenciais. São Paulo: Noesis, 2012.
BUSTAMANTE, Thomas da Rosa de. Em Defesa da Legalidade: Temas de Direito
Constitucional e Filosofia Política. Belo Horizonte; Arraes, 2018.
CANOTILHO, José Joaquim Gomes. Direito Constitucional e Teoria da Constituição.
Coimbra: Almedina, 1999.
3

CARVALHO NETTO, Menelick de e SCOTTI, Guilherme. Os direitos fundamentais e a


(in)certeza do Direito. Belo Horizonte: Fórum, 2011.
CATTONI DE OLIVEIRA, Marcelo Andrade. Direito Constitucional. Belo Horizonte:
Mandamentos, 2002.
CATTONI DE OLIVEIRA, Marcelo Andrade (org.). Jurisdição e Hermenêutica
Constitucional no Estado Democrático de Direito. Belo Horizonte: Mandamentos, 2004.
CATTONI DE OLIVEIRA, Marcelo Andrade. Direito, Política e Filosofia: Contribuição
para uma teoria discursiva da constituição no marco do patriotismo constitucional. Rio de
Janeiro: Lumen Juris, 2007.
CATTONI DE OLIVEIRA, Marcelo Andrade. Constitucionalismo e História do Direito.
Belo Horizonte; Pergamum, 2011.
CATTONI DE OLIVEIRA, Marcelo Andrade; GOMES, David. Constitucionalismo e
Dilemas da Justiça. Belo Horizonte: Initia Via, 2014.
CATTONI DE OLIVEIRA, Marcelo Andrade. Devido Processo Legislativo: Uma
Justificação Democrática do Controle Jurisdicional de Constitucionalidade das leis e do
Processo Legislativo. Belo Horizonte: Fórum, 2016.
CATTONI DE OLIVEIRA, Marcelo Andrade. Processo Constitucional. Belo Horizonte:
Fórum, 2016.
FERNANDES, Bernardo Gonçalves. Curso de Direito Constitucional. Salvador:
Juspodium, 2017.
FIORANVATI, Maurizio. Constitución: De la antiguedad a nuestros días. Trad. Manuel
Martinez Neira. Madrid: Trotta, 2001.
FIORANVATI, Maurizio Los derechos fundamentales. Trad. Manuel Martinez Neira.
Madrid: Trotta, 2000.
FONSECA, Ricardo Marcelo (org.). As formas do direito: ordem, razão, dominação.
Curitiba: Juruá, 2013.
GARGARELLA, Roberto. La sala de máquinas de la Constitución: Dos siglos de
constitucionalismo en America Latina (1810-2010). Buenos Aires: Katz, 2014
MAGALHÃES, José Luiz Quadros de. A supremacia da constituição. Reforma e controle
de constitucionalidade no direito comparado. Belo Horizonte: Arraes, 2011.
MATOS, Andityas Soares de Moura Costa e SANTOS NETO, Arnaldo Bastos (coord.)
Contra o Absoluto - Perspectivas Críticas, Políticas e Filosóficas da Obra Kelsiana -
Perspectivas Críticas, Políticas e Filosóficas da Obra Kelseniana. Curitiba: Juruá, 2012.
MEYER, Emílio Peluso Neder. A decisão no controle de constitucionalidade. São Paulo:
Método, 2008.
MEYER, Emílio Peluso Neder. Ditadura e responsabilização: elementos para uma justiça
de transição no Brasil. Belo Horizonte: Arraes, 2012.
MEYER, Emílio Peluso Neder. Decisão e Jurisdição Constitucional. Rio de Janeiro:
Lumen Juris, 2017.
PEDRON, Flávio Quinaud. Mutação constitucional na crise do positivismo jurídico. Belo
Horizonte: Arraes, 2012.
PINTO, Cristiano Otávio Paixão Araújo e BIGLIAZZI, Renato. História constitucional
inglesa e norte-americana: do surgimento à estabilização da forma constitucional. Brasília:
UnB e FINATEC, 2008.
SOUZA CRUZ. Álvaro Ricardo, MEYER, Emilio Peluso Neder e RODRIGUES, Eder
Bonfim. Desafios contemporâneos do controle de constitucionalidade no Brasil. Belo
Horizonte: Arraes, 2012.
4

SOUZA CRUZ. Álvaro Ricardo. Jurisdição Constitucional Democrática, 2ª ed. Belo


Horizonte: Arraes, 2014.
STRECK, Lenio Luiz. O que é isto? – decido conforme minha consciência? Porto Alegre:
Livraria do Advogado, 2010.
STRECK, Lenio Luiz. Jurisdição constitucional e decisão jurídica. São Paulo: Revista dos
Tribunais, 2014.

OBS. Ver os textos disponíveis em www.academia.edu