Você está na página 1de 20

Gramática | Material de Apoio

Prof. Nelson Sartori

CESPE - Agente Penitenciário Federal - Área 1 – DEPEN - 2015


É preciso compreender que o preso conserva os demais direitos
(educação, integridade física, segurança, saúde, assistência jurídica,
trabalho e outros) adquiridos como cidadão, uma vez que a perda
temporária do direito de liberdade em decorrência dos efeitos de
sentença penal refere-se tão somente à liberdade de ir e vir. Isso,
geralmente, não é o que ocorre.
O que se constata é que, na prática, o cidadão preso perde muito mais
do que sua liberdade. Perde sua dignidade, é submetido a humilhação
e acaba se sentindo um nada.

Em relação às ideias e às estruturas linguísticas do texto I, julgue os


itens que se seguem.
CESPE - Agente Penitenciário Federal - Área 1 – DEPEN - 2015
1 No trecho “refere-se tão somente à liberdade de ir e vir” (L.6), o
emprego do sinal indicativo de crase deve-se ao fato de a locução “tão
somente” exigir complemento antecedido pela preposição a.
( ) Certo ( x ) Errado
CESPE - Agente Penitenciário Federal - Área 1 – DEPEN - 2015
2 A substituição de “se constata” (L.8) por é constatado manteria a
correção gramatical e o sentido original do texto.
( x ) Certo () Errado

CESPE - Agente Penitenciário Federal - Área 1 – DEPEN - 2015


3 No trecho entre parênteses no início do primeiro parágrafo, as
vírgulas foram empregadas para isolar elementos de mesma função
sintática em uma enumeração.
( x ) Certo () Errado

4 CESPE - TJ-AC - Técnico Judiciário


As palavras “conteúdo”, “calúnia” e “injúria” são acentuadas de acordo
com a mesma regra de acentuação gráfica.

1
Gramática | Material de Apoio
Prof. Nelson Sartori

( ) Certo ( x ) Errado

CESPE - Agente Penitenciário Federal - Área 1 – DEPEN - 2015


5 A correção gramatical do texto seria preservada, caso o trecho “O
que se constata”, no início do segundo parágrafo, fosse reescrito da
seguinte forma: O que constata-se.
( ) Certo ( x ) Errado

Os condenados no Brasil são originários, na maioria das vezes, das


classes menos favorecidas da sociedade. Esses indivíduos, desde a
mais tenra infância, são pressionados e 4 oprimidos pela sociedade,
vivem nas favelas, nos morros, nas regiões mais pobres, em precárias
condições de vida, em meio ao esgoto, à discriminação social, à
completa ausência de 7 informações e de escolarização.
Sem o repertório de uma mínima formação educacional e social, o
preso, mesmo antes de se tornar um 10 delinquente, já ocupa uma
posição social inferior.
O regime penitenciário deve empregar os meios curativos, educativos,
morais, espirituais, e todas as formas de 13 assistência de que possa
dispor com o intuito de reduzir o máximo possível as condições que
enfraquecem o sentido de responsabilidade do recluso, o respeito à
dignidade de sua 16 pessoa e a sua capacidade de readaptação social.

CESPE - Agente Penitenciário Federal - Área 1 – DEPEN - 2015


Julgue os próximos itens, relativos às ideias e às estruturas linguísticas
do texto II.
6 As palavras “indivíduos” e “precárias” recebem acento gráfico com
base em justificativas gramaticais diferentes.
( ) Certo ( x ) Errado

CESPE - Agente Penitenciário Federal - Área 1 – DEPEN - 2015


7 O segmento “na maioria das vezes” (L. 1 e 2) está entre vírgulas
porque constitui expressão de natureza explicativa.
2
Gramática | Material de Apoio
Prof. Nelson Sartori

( ) Certo ( x ) Errado
CESPE - Agente Penitenciário Federal - Área 1 – DEPEN - 2015
8 A expressão “a mais tenra infância” (L.3) tem, no texto, o sentido de
infância infeliz.
( ) Certo ( x ) Errado

CESPE - Agente Penitenciário Federal - Área 1 – DEPEN - 2015


9 A forma verbal “são” (L.3) está no plural porque concorda com “Esses
indivíduos” (L. 2 e 3).
( x ) Certo ( ) Errado

10 CESPE – IBAMA - Técnico Administrativo


As palavras “pó”, “só” e “céu” são acentuadas de acordo com a mesma
regra de acentuação gráfica.
( ) Certo ( x ) Errado

CESPE - Agente Penitenciário Federal - Área 1 – DEPEN - 2015


Considerando os aspectos estruturais e linguísticos das
correspondências oficiais, julgue os itens que se seguem de acordo
com o Manual de Redação da Presidência da República.
11 A impessoalidade, propriedade dos textos oficiais, não se confunde
com o uso de uma forma de linguagem administrativa caracterizada
pela presença de expressões do jargão burocrático e por padrões
arcaicos de construção de frases.
( x ) Certo ( ) Errado

CESPE - Agente Penitenciário Federal - Área 1 – DEPEN - 2015


12 O aviso, a mensagem e o ofício são exemplos de comunicações
oficiais que seguem uma diagramação própria, conhecida como padrão
ofício.
( ) Certo ( x ) Errado

CESPE - Agente Penitenciário Federal - Área 1 – DEPEN - 2015


3
Gramática | Material de Apoio
Prof. Nelson Sartori

13 Para a correta identificação dos interlocutores envolvidos na


comunicação mediada pelos textos oficiais, todos esses expedientes
devem apresentar informações relativas ao destinatário da
comunicação bem como o nome e o cargo da autoridade que a expede.
( ) Certo ( x ) Errado

CESPE - Agente Penitenciário Federal - Área 1 – DEPEN - 2015


14 A forma e a linguagem empregadas no trecho a seguir são
adequadas para figurar em uma comunicação oficial cuja finalidade é
enviar documentos solicitados por expediente anterior: “Em atenção
ao Memorando n.º 9, de 8 de abril de 2015, encaminha-se, para
conhecimento e avaliação, as planilhas com a previsão de gastos
referentes à atualização do novo sistema operacional”.
( ) Certo ( x ) Errado

CESPE - Agente Penitenciário Federal - Área 1 – DEPEN - 2015


15 Nos expedientes normalmente classificados com o padrão ofício,
independentemente dos seus destinatários, são usados apenas os
fechos Atenciosamente ou Respeitosamente, excetuando-se dessa
prescrição os casos de comunicações oficiais dirigidas a autoridades
estrangeiras.
( ) Certo ( x ) Errado

CESPE – FUB - Técnico de Tecnologia da Informação – 2015

Estação do ano mais aguardada pelos brasileiros, o verão não é


sinônimo apenas de praia, corpos à mostra e pele bronzeada. O calor
extremo provocado por massas de ar quente ― fenômeno comum
nessa época do ano, mas acentuado na última década pelas mudanças
climáticas ― traz desconfortos e riscos à saúde. Não se trata somente
de desidratação e insolação. Um estudo da Faculdade de Saúde
Pública de Harvard (EUA), o maior a respeito do tema feito até o
momento, mostrou que as temperaturas altas aumentam
4
Gramática | Material de Apoio
Prof. Nelson Sartori

hospitalizações por falência renal, infecções do trato urinário e até


mesmo sepse, entre outras enfermidades. “Embora tenhamos feito o
estudo apenas nos EUA, as ondas de calor são um fenômeno mundial.
Portanto, os resultados podem ser considerados universais”, diz
Francesca Domininci, professora de bioestatística da faculdade e
principal autora do estudo, publicado no jornal Jama, da Associação
Médica dos Estados Unidos. No Brasil, não há estudos específicos que
associem as ondas de calor a tipos de internações. “Não é só aí. No
mundo todo, há pouquíssimas investigações a respeito dessa relação”,
afirma Domininci. “Precisamos que os colegas de outras partes do
planeta façam pesquisas semelhantes para compreendermos melhor
essa importante questão para a saúde pública”, observa.

Com relação às ideias e às estruturas do texto acima, julgue os itens


que se seguem.
CESPE – FUB - Técnico de Tecnologia da Informação – 2015
16 Elementos presentes no texto permitem classificá-lo como
narrativo.
( ) Certo ( x ) Errado

CESPE – FUB - Técnico de Tecnologia da Informação – 2015


17 Mantêm-se a correção gramatical e o sentido original do texto ao se
substituir “há” (L.17) por existe.
( ) Certo ( X ) Errado

CESPE – FUB - Técnico de Tecnologia da Informação – 2015


18 Seria mantida a correção gramatical do período caso o fragmento
“Estação do ano mais aguardada pelos brasileiros” (L.1) fosse
deslocado e inserido, entre vírgulas, após “verão” (L.2) feitos os
devidos ajustes de maiúsculas e minúsculas.
( x ) Certo ( ) Errado

CESPE – FUB - Técnico de Tecnologia da Informação – 2015


5
Gramática | Material de Apoio
Prof. Nelson Sartori

19 Os acentos gráficos das palavras “bioestatística” e “específicos” têm


a mesma justificativa gramatical.
( x ) Certo ( ) Errado

CESPE – FUB - Técnico de Tecnologia da Informação – 2015


20 O termo ‘aí’ (L.18) tem como referente “Brasil” (L.17).
( X ) Certo ( ) Errado

CESPE – FUB - Técnico de Tecnologia da Informação – 2015


21 O emprego da vírgula após “momento” (L.9) explica-se por isolar o
adjunto adverbial, que está anteposto ao verbo, ou seja, deslocado de
sua posição padrão.
( ) Certo ( x ) Errado

“O preconceito linguístico é um equívoco, e tão nocivo quanto os


outros. Segundo Marcos Bagno, especialista no assunto, dizer que o
brasileiro não sabe português é um dos mitos que compõem o
preconceito mais presente na cultura brasileira: o linguístico”.
A redação acima poderia ter sido extraída do editorial de uma revista,
mas é parte do texto O oxente e o ok, primeiro lugar na categoria
opinião da 4.ª Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro,
realizada pelo Ministério da Educação em parceria com a Fundação
Itaú Social e o Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e
Ação Comunitária (CENPEC).
A autora do artigo é estudante do 2.º ano do ensino médio em uma
escola estadual do Ceará, e foi premiada ao lado de outros dezenove
alunos de escolas públicas brasileiras, durante um evento em Brasília,
no último mês de dezembro. Como nos três anos anteriores, vinte
alunos foram vencedores ― cinco em cada gênero trabalhado pelo
projeto. Além de opinião (2.º e 3.º anos do ensino médio), a olimpíada
destacou produções em crônica (9.º ano do ensino fundamental),
poema (5.º e 6.º anos) e memória (7.º e 8.º anos). Tudo regido por um
só tema: “O lugar em que vivo”.
6
Gramática | Material de Apoio
Prof. Nelson Sartori

No que se refere aos sentidos, à estrutura textual e aos aspectos


gramaticais do texto, julgue os itens a seguir.

CESPE – FUB - Técnico de Tecnologia da Informação – 2015


22 Os trechos ‘especialista no assunto’ (L. 2 e 3), ‘o linguístico’ (L.5) e
“primeiro lugar na categoria opinião da 4.ª Olimpíada de Língua
Portuguesa Escrevendo o Futuro” (L. 7 a 9) exercem a mesma função
sintática, a de aposto.
( x ) Certo ( ) Errado

CESPE – FUB - Técnico de Tecnologia da Informação – 2015


23 O elemento coesivo “mas” (L.7) inicia uma oração coordenada que
exprime a ideia de concessão em uma sequência de fatos.
( ) Certo ( x ) Errado

CESPE – FUB - Técnico de Tecnologia da Informação – 2015


24 Na linha 18, caso o travessão fosse substituído por dois-pontos, não
haveria prejuízo para a correção gramatical do texto.
( X ) Certo ( ) Errado

CESPE – FUB - Técnico de Tecnologia da Informação – 2015


25 O termo “o brasileiro” (L.3) exerce a função de sujeito da oração em
que se insere.
( ) Certo ( x ) Errado

A língua que falamos, seja qual for (português, inglês...), não é uma,
são várias. Tanto que um dos mais eminentes gramáticos brasileiros,
Evanildo Bechara, disse a respeito: “Todos temos de ser poliglotas em
nossa própria língua”. Qualquer um sabe que não se deve falar em uma
reunião de trabalho como se falaria em uma mesa de bar. A língua
varia com, no mínimo, quatro parâmetros básicos: no tempo (daí o
português medieval, renascentista, do século XIX, dos anos 1940, de
7
Gramática | Material de Apoio
Prof. Nelson Sartori

hoje em dia); no espaço (português lusitano, brasileiro e mais: um


português carioca, paulista, sulista, nordestino); segundo a
escolaridade do falante (que resulta em duas variedades de língua: a
escolarizada e a não escolarizada) e finalmente varia segundo a
situação de comunicação, isto é, o local em que estamos, a pessoa com
quem falamos e o motivo da nossa comunicação ― e, nesse caso, há,
pelo menos, duas variedades de fala: formal e informal.
A língua é como a roupa que vestimos: há um traje para cada ocasião.
Há situações em que se deve usar traje social, outras em que o mais
adequado é o casual, sem falar nas situações em que se usa maiô ou
mesmo nada, quando se toma banho. Trata-se de normas
indumentárias que pressupõem um uso “normal”. Não é proibido ir à
praia de terno, mas não é normal, pois causa estranheza.
A língua funciona do mesmo modo: há uma norma para entrevistas de
emprego, audiências judiciais; e outra para a comunicação em compras
no supermercado. A norma culta é o padrão de linguagem que se deve
usar em situações formais.
A questão é a seguinte: devemos usar a norma culta em todas as
situações? Evidentemente que não, sob pena de parecermos pedantes.
Dizer “nós fôramos” em vez de “a gente tinha ido” em uma conversa
de botequim é como ir de terno à praia. E quanto a corrigir quem fala
errado? É claro que os pais devem ensinar seus filhos a se expressar
corretamente, e o professor deve corrigir o aluno, mas será que temos
o direito de advertir o balconista que nos cobra “dois real” pelo
cafezinho?
De acordo com o texto acima, julgue os seguintes itens.

CESPE – FUB - Técnico de Tecnologia da Informação – 2015


26 De acordo com o contexto, estaria também correto o emprego do
sinal indicativo de crase em “quanto a” (L.32).
( ) Certo ( x ) Errado

8
Gramática | Material de Apoio
Prof. Nelson Sartori

CESPE – FUB - Técnico de Tecnologia da Informação – 2015


27 O vocábulo “indumentárias” (L.21) está empregado em sentido
figurado.
( X ) Certo ( ) Errado

CESPE – FUB - Técnico de Tecnologia da Informação – 2015


28 Mantêm-se a correção gramatical e as informações originais do
texto ao se substituir “Trata-se de” (L.21) por Situações como essas se
tratam de.
( ) Certo ( x ) Errado

CESPE – FUB - Técnico de Tecnologia da Informação – 2015


29 O pronome “outra” (L.25) está empregado em referência ao termo
“A língua” (L.24).
( ) Certo ( X ) Errado

CESPE – TELEBRAS - Técnico em Gestão de Telecomunicações -


Assistente Técnico - 2015

Apesar de motivar uma revolução econômica sem precedentes na


história mundial, a instalação das primeiras máquinas a vapor nas
fábricas inglesas no início do século XIX gerou polêmica. Revoltados
contra a mecanização, que diminuiria empregos e pioraria as
condições de trabalho, movimentos organizados de trabalhadores
ingleses calcularam que o melhor a fazer era destruir as máquinas das
indústrias.
Mais de um século depois, analistas de uma empresa de consultoria
inglesa relacionaram a expansão tecnológica com a criação de postos
de trabalho. Dessa relação, concluíram que, na realidade, o
desenvolvimento de recursos para dinamizar a produção não só
melhorou a qualidade de vida dos trabalhadores e expandiu a
economia, como também criou mais ofertas de emprego.

9
Gramática | Material de Apoio
Prof. Nelson Sartori

A partir de dados coletados com base em censos do Reino Unido, os


pesquisadores verificaram diminuição de empregos que envolviam
grande esforço, como trabalho em minas de carvão e agricultura, e
crescimento nas profissões ligadas a serviços e conhecimento, como
magistério e medicina.
“Historicamente, a tecnologia destrói empregos em um momento para
reconstruí-los em uma segunda etapa, mas esse não é um processo
rápido nem simpático”, afirma um dos pesquisadores.

Acerca das ideias e das estruturas linguísticas do texto Tecnologia gera


emprego, julgue os itens subsequentes.
CESPE – TELEBRAS - Técnico em Gestão de Telecomunicações -
Assistente Técnico - 2015
30 Seriam mantidas a correção gramatical e as relações de sentido do
texto caso a forma verbal “diminuiria” (L.5) fosse substituída por
poderia diminuir.
( ) Certo ( X ) Errado

CESPE – TELEBRAS - Técnico em Gestão de Telecomunicações -


Assistente Técnico - 2015
31 A correção gramatical e o sentido do texto seriam mantidos caso, no
início do segundo parágrafo, fosse inserida uma vírgula imediatamente
após “coletados” (L.15) e suprimida a utilizada logo após “Reino Unido”
(L.16).
( ) Certo ( X ) Errado

Com a construção do primeiro satélite geoestacionário brasileiro, a


segurança do tráfego de dados importantes no país poderá aumentar,
uma vez que eles passarão a ser criptografados. Segundo o presidente
da TELEBRAS, um dos objetivos do desenvolvimento do satélite será a
proteção às redes que transmitem informações sensíveis do governo
federal. Por isso a TELEBRAS vai “trabalhar com algoritmos e
criptografia próprios, desenvolvidos pelo governo, de maneira que os
10
Gramática | Material de Apoio
Prof. Nelson Sartori

dados sensíveis que vão transitar no nosso satélite serão praticamente


invioláveis”.
A expansão da Internet de banda larga popular em mais de dois mil
municípios brasileiros que ainda não são atendidos por via terrestre é
mais um dos objetivos da construção do novo satélite. Outra área
importante a ser atendida é a militar, que atualmente usa satélites
estrangeiros para realizar suas operações.
Para o presidente da TELEBRAS, o fato de o país não ter um satélite
próprio faz que o governo não tenha controle do equipamento. Ele
considera “recorde” o tempo desde o início da concepção do projeto,
em 2011, até hoje.

No que se refere às estruturas linguísticas do texto acima e às ideias


nele desenvolvidas, julgue os itens a seguir.

CESPE – TELEBRAS - Técnico em Gestão de Telecomunicações -


Assistente Técnico - 2015
32 Seria preservado o sentido original do texto caso o termo
‘invioláveis’ (L.10) fosse substituído por indestrutíveis.
( ) Certo ( X ) Errado

CESPE – TELEBRAS - Técnico em Gestão de Telecomunicações -


Assistente Técnico - 2015
33 O elemento ‘que’, em ‘que vão transitar’ (L.9) e em “que
atualmente usa satélites estrangeiros” (L.15), introduz uma oração de
natureza restritiva e uma de caráter explicativo, respectivamente.
( X ) Certo ( ) Errado

CESPE – TELEBRAS - Técnico em Gestão de Telecomunicações -


Assistente Técnico - 2015
34 Haveria prejuízo da correção e da coerência do texto caso, no
primeiro parágrafo, as formas verbais “poderá” (L.3) e “será” (L.5)
fossem substituídas por pode e é, respectivamente.
11
Gramática | Material de Apoio
Prof. Nelson Sartori

( ) Certo ( x ) Errado

CESPE – TELEBRAS - Técnico em Gestão de Telecomunicações -


Assistente Técnico - 2015
35 O sinal indicativo de crase em “proteção às redes” (L. 5 e 6) justifica-
se pela contração da preposição a, exigida pelo substantivo “proteção”,
com o artigo definido feminino as, que determina o vocábulo “redes”.
( x ) Certo ( ) Errado

A revolução digital está relacionada à nossa capacidade de conhecer


determinadas informações e delas dispor, bem como de agir
procurando a compreensão simples de fenômenos complexos. A nova
sociedade do conhecimento requer acesso fácil à informação e ao
saber. A “nuvem” — tecnologia capaz de gerenciar de forma
inteligente enormes quantidades de dados —, a conectividade móvel e
as redes sociais levam alguns especialistas a afirmar que estamos no
início da quarta revolução digital. Esse é um avanço de maior
transcendência que o das três revoluções anteriores (os primeiros
computadores empresariais, o computador pessoal e a Internet).
Os territórios inteligentes apostam em uma tecnologia digital mais
adequada e que esteja a serviço da qualidade de vida, do acesso à
informação e da potencialização da economia criativa. O
desenvolvimento das tecnologias da informação, das telecomunicações
e da Internet tem facilitado o nascimento de fluxos e redes que
favorecem a conexão entre pessoas, instituições e empresas, apesar da
distância física entre elas. No futuro, a revolução digital poderá ser o
detonador da economia criativa e de uma melhora substancial da
competitividade das cidades.
Julgue os próximos itens, a respeito das ideias e estruturas linguísticas
do texto Os territórios inteligentes.

12
Gramática | Material de Apoio
Prof. Nelson Sartori

CESPE – TELEBRAS - Técnico em Gestão de Telecomunicações -


Assistente Técnico - 2015
36 No primeiro parágrafo do texto, os travessões foram utilizados para
separar informação de caráter explicativo e, sem prejuízo da correção
gramatical, podem ser substituídos por parênteses, desde que
suprimida a vírgula empregada logo após o segundo travessão.
( x ) Certo ( ) Errado

CESPE – TELEBRAS - Técnico em Gestão de Telecomunicações -


Assistente Técnico - 2015
37 A palavra “está” recebe acento gráfico em decorrência da mesma
regra que determina o emprego do acento no vocábulo “três”.
( ) Certo ( X ) Errado

CESPE – TELEBRAS - Técnico em Gestão de Telecomunicações -


Assistente Técnico - 2015
38 Infere-se dos sentidos do texto que a palavra “transcendência”
(L.10) está empregada com o sentido de objetividade.
( ) Certo ( X ) Errado

Considerando os aspectos estruturais e linguísticos das


correspondências oficiais previstos no Manual de Redação da
Presidência da República (MRPR), julgue os itens que se seguem.
CESPE – TELEBRAS - Técnico em Gestão de Telecomunicações -
Assistente Técnico - 2015
39 O pronome de tratamento adequado para se dirigir a vice-
governadores e secretários de Estado é Vossa Excelência.
( X ) Certo ( ) Errado

CESPE – TELEBRAS - Técnico em Gestão de Telecomunicações -


Assistente Técnico - 2015

13
Gramática | Material de Apoio
Prof. Nelson Sartori

40 O ofício e o aviso são expedientes usados para fins semelhantes,


entre os quais está a comunicação de assuntos oficias entre órgãos da
administração pública e entre estes e particulares.
( ) Certo ( X ) Errado

CESPE – TELEBRAS - Técnico em Gestão de Telecomunicações -


Assistente Técnico - 2015
41 O padrão ofício é usado para uniformizar a apresentação dos
elementos das comunicações oficiais por meio de diagramação única
da qual devem constar assunto, estrutura e identificação do signatário
do texto.
( x ) Certo ( ) Errado

CESPE – TELEBRAS - Técnico em Gestão de Telecomunicações -


Assistente Técnico - 2015
42 A finalidade básica da redação oficial é comunicar com clareza e
impessoalidade, razão pela qual o MRPR recomenda que, na
elaboração de comunicações oficiais, se faça uso da linguagem formal.
( X ) Certo ( ) Errado

CESPE – TELEBRAS - Técnico em Gestão de Telecomunicações -


Assistente Técnico - 2015
43 O trecho a seguir seria adequado para iniciar o primeiro parágrafo
de um ofício: Tenho o privilégio de, por meio deste, esclarecer o que se
segue (...).
( ) Certo ( x ) Errado

CESPE – TCU – Téc. Fed.de Controle Externo - Apoio Téc. e Adm. – Téc.
Adm. - 2015
Nas sociedades antigas, tanto as leis quanto os códigos eram
considerados expressões da vontade divina, revelada mediante a
imposição de legisladores que dispunham de privilégios dinásticos e de
uma legitimidade garantida pela casa sacerdotal. As leis eram objeto
14
Gramática | Material de Apoio
Prof. Nelson Sartori

de respeito e veneração, e, por serem asseguradas por sanções


sobrenaturais, dificilmente o homem primitivo questionava sua
validez e sua aplicabilidade. Escreve H. Summer Maine que algumas
experiências societárias, ao permitirem o declínio do poder real e o
enfraquecimento de monarcas hereditários, acabaram por favorecer a
emergência de aristocracias, depositárias da produção legislativa, com
capacidade de julgar e de resolver conflitos. Aquele momento inicial de
um direito sagrado e ritualizado, expressão das divindades,
desenvolveu-se na direção de práticas normativas consuetudinárias. À
época do direito consuetudinário, largo período em que não se
conheceu a invenção da escrita, uma casta, ou aristocracia, investida
do poder judicial, era o único meio que poderia conservar, com algum
rigor, os costumes da raça ou da tribo. O costume aparece como
expressão da legalidade, de forma lenta e espontânea,
instrumentalizada pela repetição de atos, usos e práticas.
A invenção e a difusão da técnica da escritura, somadas à compilação
de costumes tradicionais, proporcionaram os primeiros códigos da
Antiguidade, como o de Hamurábi, o de Manu, o de Sólon e a Lei das
XII Tábuas. Constata-se, destarte, que os textos legislados e escritos
eram melhores depositários do direito e meios mais eficazes para
conservá-lo que a memória de certo número de pessoas, por mais
força que tivessem em função de seu constante exercício. Esse direito
antigo, tanto no Oriente quanto no Ocidente, não diferenciava, na
essência, prescrições civis, religiosas e morais. Somente em tempos
mais avançados da civilização é que se começou a distinguir o direito
da moral e a religião do direito. Certamente, de todos os povos antigos,
foi com os romanos que o direito avançou para uma autonomia diante
da religião e da moral.
Com relação a aspectos linguísticos do texto, julgue os próximos itens.
CESPE – TCU – Téc. Fed.de Controle Externo - Apoio Téc. e Adm. – Téc.
Adm. - 2015

15
Gramática | Material de Apoio
Prof. Nelson Sartori

44 Seriam mantidos o sentido e a correção do texto caso o termo


“instrumentalizada” (L.21) fosse empregado no masculino:
instrumentalizado.
( ) Certo ( X ) Errado

CESPE – TCU – Téc. Fed.de Controle Externo - Apoio Téc. e Adm. – Téc.
Adm. - 2015
45 O emprego do sinal indicativo de crase no trecho “somadas à
compilação de costumes tradicionais” (L.24) é facultativo, razão por
que sua supressão não acarretaria prejuízo para o sentido nem para a
correção do período.
( ) Certo ( X ) Errado

CESPE – TCU – Téc. Fed.de Controle Externo - Apoio Téc. e Adm. – Téc.
Adm. - 2015
46 Na linha 8, o emprego de vírgula logo após “H. Summer Maine”
prejudicaria a correção gramatical do período.
( X ) Certo ( ) Errado

CESPE – TCU – Téc. Fed.de Controle Externo - Apoio Téc. e Adm. – Téc.
Adm. - 2015
47 Tanto em “desenvolveu-se” (L.14) quanto em “Constata-se” (L.27), a
partícula “se” desempenha a mesma função sintática.
( ) Certo ( X ) Errado

CESPE – TCU – Téc. Fed.de Controle Externo - Apoio Téc. e Adm. – Téc.
Adm. - 2015
48 Sem prejuízo do sentido do texto, o termo “destarte” (L.27) poderia
ser substituído por contudo ou todavia.
( ) Certo ( X ) Errado
......................................................

16
Gramática | Material de Apoio
Prof. Nelson Sartori

A dimensão “ético-filosófica” do liberalismo denota afirmação de


valores e direitos básicos atribuíveis à natureza moral e racional do ser
humano. Suas diretrizes se assentam nos princípios da liberdade
pessoal, do individualismo, da tolerância, da dignidade e da crença na
vida. Já o aspecto “econômico” refere-se, sobretudo, às condições
que abrangem a propriedade privada, a economia de mercado, a
ausência ou minimização do controle estatal, a livre empresa e a
iniciativa privada. Ainda como parte integrante desse referencial,
encontram-se os direitos econômicos, representados pelo direito de
propriedade, o direito de herança, o direito de acumular riqueza e
capital. Por último, a perspectiva “político-jurídica” do liberalismo está
calcada em princípios básicos como: consentimento individual,
representação política, divisão dos poderes e descentralização
administrativa, entre outros.
Tendo presente essas asserções genéricas, podemos compreender
melhor as ambiguidades e os limites do liberalismo brasileiro,
porquanto, desde os primórdios, ele teve de conviver com uma
estrutura político-administrativa patrimonialista e com uma dominação
econômica escravista das elites agrárias. Emília Viotti da Costa defende
que não se deve realçar em demasia a importância das ideias liberais
europeias nas convulsões sociais ocorridas no Brasil (Inconfidência
Mineira, Revolução Pernambucana etc.) desde fins do século XVIII,
pois tais movimentos não chegaram a ter grande alcance ideológico.
Para a autora, a nova doutrina era de conhecimento limitado entre
determinados segmentos revolucionários. O que importa ter em vista é
essa distinção entre o liberalismo europeu, como ideologia
revolucionária articulada por novos setores emergentes e forjados na
luta contra os privilégios da nobreza, e o liberalismo brasileiro, uma
versão mais restrita do liberalismo europeu.
A respeito das ideias e de aspectos linguísticos do texto, julgue os itens
que se seguem.
CESPE – TCU – Téc. Fed.de Controle Externo - Apoio Téc. e Adm. – Téc.
Adm. - 2015
17
Gramática | Material de Apoio
Prof. Nelson Sartori

49 Sem prejuízo para a correção gramatical ou para o sentido do


período, o trecho “como ideologia revolucionária (...) os privilégios da
nobreza” (L. 30 a 32) poderia ser substituído por: que era uma
ideologia revolucionária articulada por novos setores emergentes e
forjados na luta contra os privilégios da nobreza.
( X ) Certo ( ) Errado

CESPE – TCU – Téc. Fed.de Controle Externo - Apoio Téc. e Adm. – Téc.
Adm. - 2015
50 No segundo período do segundo parágrafo, a expressão “tais
movimentos” (L.26) refere-se aos seguintes termos, expressos
anteriormente, nesse mesmo período: “ideias liberais”, “convulsões
sociais”, “Inconfidência Mineira” e “Revolução Pernambucana”.
( ) Certo ( X ) Errado

CESPE – TCU – Téc. Fed.de Controle Externo - Apoio Téc. e Adm. – Téc.
Adm. - 2015
51 A ideia introduzida pela conjunção “porquanto” (L.19) poderia ser
expressa também por conquanto.
( ) Certo ( X ) Errado

CESPE – TCU – Téc. Fed.de Controle Externo - Apoio Téc. e Adm. – Téc.
Adm. - 2015
52 No texto, o vocábulo “calcada” (L.13) está empregado com o
sentido de fundamentada, apoiada.
( X ) Certo ( ) Errado

CESPE – TCU – Téc. Fed.de Controle Externo - Apoio Téc. e Adm. – Téc.
Adm. - 2015
53 Sem prejuízo para a correção gramatical do texto, a forma verbal
“encontram”, em “encontram-se os direitos econômicos” (L.10),
poderia ser flexionada no singular: encontra-se os direitos econômicos.
( ) Certo ( X ) Errado
18
Gramática | Material de Apoio
Prof. Nelson Sartori

Julgue os itens que se seguem, referentes aos sentidos e a aspectos


gramaticais do texto.
CESPE – TCU – Téc. Fed.de Controle Externo - Apoio Téc. e Adm. – Téc.
Adm. - 2015
54 A forma verbal “denota” (L.1) poderia ser corretamente substituída,
no texto, pelo seu sinônimo manifesta.
( X ) Certo ( ) Errado

CESPE – TCU – Téc. Fed.de Controle Externo - Apoio Téc. e Adm. – Téc.
Adm. - 2015
55 O terceiro período do primeiro parágrafo do texto poderia ser
corretamente reescrito da seguinte forma: Agora cita-se o aspecto
econômico relacionado, por princípio, a condições relativas à
propriedade privada, a economia de mercado, a ausência ou
minimização do controle estatal, a livre empresa e a iniciativa privada.
( ) Certo ( X ) Errado
GABARITO
01E 16E
02C 17E
03C 18C
04E 19C
05E 20C
06E 21E
07E 22C
08E 23E
09C 24C
10E 25E
11C 26E
12E 27C
13E 28E
14E 29E
15E 30E
19
Gramática | Material de Apoio
Prof. Nelson Sartori

31E 44E
32E 45E
33C 46C
34E 47E
35C 48E
36C 49C
37E 50E
38E 51E
39C 52C
40E 53E
41C 54C
42C 55E
43E

20