Você está na página 1de 8

Escola Estadual Raimunda Virgolino

Maria Elita Loureiro Araújo


Jardelma
Maria Madalena
Raimunda

ENERGIA NUCLEAR

Turma: 531

Macapá - AP
2018
INTRODUÇÃO
A petroquímica é o ramo da indústria química orgânica que alcança como
matéria-prima o gás natural, gases liquefeitos de petróleo, gases residuais de refinaria,
naftas, querosenes, parafinas, resíduos de refinação do petróleo e alguns tipos de petróleo
cru.
Uma indústria petroquímica trabalha com derivados do petróleo ou gás
natural. Esses produtos químicos são habitualmente extraídos durante o processo de
refinação, do petróleo bruto e de gases que são destilados. Eles podem ser utilizados numa
grande variedade de maneiras. O aumento desse tipo de indústria aconteceu no século 20
e levou a uma proliferação de produtos que envolveram componentes petroquímicos, e a
demanda por estes produtos químicos está constantemente em ascensão de forma que as
pessoas desenvolvem novos produtos e novos usos para esses objetos. Refinarias que
processam esses produtos químicos podem ser encontradas em todo o mundo.
Uma grande diversidade de produtos é feita com produtos petroquímicos,
incluindo plásticos, sabonetes, produtos farmacêuticos, fertilizantes, pesticidas,
detergentes, pisos, solventes e epóxi. Fibras sintéticas, borracha e outros materiais
também são fabricados a partir de produtos petroquímicos. A maioria das pessoas interage
com numerosos produtos todos os dias, a partir das fibras sintéticas utilizadas em um
revestimento de lã em um dia fresco para os plásticos usados na construção de
determinados itens.

Macapá - AP
2018
DESENVOLVIMENTO
No Brasil, o petróleo é achado em águas oceânicas profundas, o que encarece
a sua extração. O maior estado produtor é o Rio de Janeiro, na Bacia de Campos, cuja
contribuição é de aproximadamente 75%. A base de exploração desse mineral é a cidade
Macaé. A petroquímica cresceu demasiado nesse último século, com a necessidade de
fins mais lucrativos para diversos produtos, como por exemplo o algodão, o marfim, a
madeira, etc.
Em 2016, as nove principais petroquímicas brasileiras faturaram mais de 15
bilhões de dólares, sendo que apenas a Braskem faturou U$ 8.956,20 e teve um lucro de
U$ 1.049,40.
Funcionamento
A indústria petroquímica tem como objetivo a transformação do petróleo na
maior diversidade de produtos possíveis, com o menor custo e a maior qualidade.
O processo por que passa o petróleo é chamado refinamento e ocorre na
refinaria, podendo resultar na produção de GLP, Gasolina, Querosene, Diesel, Óleo
Combustível, dentre outros.
Os três passos básicos da petroquímica são a extração de petróleo, o refino e
sua transformação em um produto, embora pareça simples, porém, o procedimento entre
a matéria-prima o produto comercializável inclui mais de 45 etapas.
O petróleo possui em sua composição hidrocarbonetos que pode se mostrar
em fase gasosa (Gás natural), líquida (óleo) ou sólida (xisto). Geralmente, é no formato
liquido que o petróleo é encontrado e que serve a toda a indústria.
O processo de separação é aquele que isola as famílias de hidrocarbonetos
realizando o que se chama de frações, sem qualquer reação química.
Agora, no processo de conversão ocorrem diversas reações químicas nas
frações e são gerados novos grupos de hidrocarbonetos.
No processo de tratamento são eliminadas quaisquer impurezas nas frações e
no óleo cru, através de conversões químicas.
Os processos que envolve o refino de petróleo são a destilação, extração de solvente,
processo de conversão, craqueamento catalítico, reforma catalítica, e o coqueamento
retardado. Onde o/a:
Destilação: acontece através do fornecimento de calor e resulta na decomposição
do petróleo em diversos produtos finais, assim como vapores e líquidos. São
obtidas frações, ou seja, misturas de hidrocarbonetos.
 Dentro dos equipamentos de destilação encontra-se a dessalgadora,
que através de processos líquido e elétrico, separa o produto em
líquidos e óleos.

Macapá - AP
2018
 A Torre de Destilação Atmosférica separa componentes através da
vaporização e condensação, contudo obtendo produtos diferentes.
 A Torre de Destilação à Vácuo aquece o resíduo da Torre de
Destilação Atmosférica, causando a vaporização do gasóleo contido.
Extração de solventes: nesta etapa um dos processos é a desasfaltação do propano,
que tem como objetivo a extração líquido-líquido e recupera as frações oleosas
ricas em asfaltenos. A sobra deste processo pode ser usada em óleos combustíveis
e asfaltamento de ruas.
Processo de conversão: e onde acontece a geração de novos produtos através de
processos químicos de quebra de moléculas;
Craqueamento catalítico: e onde ocorre a quebra de moléculas com a utilização
de catalisadores, para transformar as frações mais pesadas em outras, mais leves.
Os produtos obtidos neste processo são: Gás combustível, Nafta, óleo leve; óleo
decantado.
Reforma catalítica: e onde ocorre o refino através de catalisadores que resultam
em obtenção de gasolina com elevado índice de octana ou um produto rico em
hidrocarbonetos aromáticos nobres, como o benzeno. Neste processo e realizada
as seguintes etapas:
 Seção de pré-tratamento: remoção das impurezas como oxigênio e
metais.
 Seção de reforma: processos que resultam na formação de coque.
 Seção de estabilização: separação entre o gás combustível e o
reformado catalítico líquido.
Coqueamento retardado: e o processo que visa a valorização econômica dos óleos
pesados. Esta etapa e cada vez mais usada, já que a maior parte dos óleos crus é
pesada.
Essa fase resulta em produtos semelhantes ao craqueamento catalítico. As
frações menores ainda são tratadas para a obtenção de produtos derivados do petróleo,
como a querosene e o óleo diesel.
Produto
Os produtos petroquímicos são classificados como básicos, intermediários e finais.
Básicos:
Eteno Metanol
Propeno Tolueno
Butadieno Benzeno
Aromáticos Etileno
Amônia Propileno

Macapá - AP
2018
Intermediários:
PVC
PEBD
PEAD
PP
PS
Finais:
Plásticos
Borrachas sintéticas
Detergentes
Solventes
Fios
Fibras sintéticos
Fertilizantes
etc.
Derivados
E através dos produtos que e obtido os derivados, e alguns deles são:
Eteno – o seu principal derivado é o polietileno que é usado na fabricação de sacos
plásticos para embalagem de produtos alimentícios e de higiene e limpeza, utensílios
domésticos, caixas d’água, brinquedos e playgrounds infantis. Dentre suas outras
aplicações podemos destacar o PVC, usado na construção civil, em calçados e em bolsas
de sangue.

Propeno – é a matéria prima para o polipropileno, usado, por exemplo, em embalagens


alimentícias e de produtos de higiene e limpeza, peças para automóveis, tapetes, tecidos
e móveis. Apresenta, além dessa, diversas outras aplicações como, por exemplo, produção
de derivados acrílicos para tintas, adesivos, fibras e polímero superabsorvente para fraldas
descartáveis.

Macapá - AP
2018
Butadieno – usado principalmente na produção de borracha sintética, em pneus e solados
para calçados, por exemplo.

Aromáticos – são matérias-primas para produtos como o PET utilizado em garrafas e


fibras sintéticas, e o poliestireno, material empregado em eletroeletrônicos,
eletrodomésticos, embalagens de iogurtes, copos, pratos e talheres e material escolar.

Metanol – é insumo para produção de biocombustíveis e de diversos intermediários


químicos usados, por exemplo, pela indústria de móveis e de defensivos agrícolas.

Amônia – é uma das matérias-primas para a indústria de fertilizantes, sendo usada na


produção de uréia e de fertilizantes nitrogenados utilizados nas culturas de milho, cana
de açúcar, café, algodão e laranja, entre outras.

Macapá - AP
2018
CONCLUSÃO
É quase impossível pensar o dia a dia sem a participação de algum produto
obtido a partir da indústria petroquímica. Esta indústria, que utiliza derivados do petróleo
ou do gás natural como matéria-prima, nos traz conforto e praticidade, sem que
imaginemos quanta tecnologia e conhecimento estão envolvidos nas coisas mais simples.
Existem produtos originados dessa indústria em roupas, colchões, embalagens para
alimentos e medicamentos, brinquedos, móveis e eletrodomésticos, carros, aviões e até
nos xampus e cosméticos. Isso se deve em parte à petroquímica, que transforma o petróleo
refinado em produtos que são a base para grande parte da indústria química.
Então concluímos que esta indústria por meio da química nos e muito útil,
tanto que participa de nosso dia a dia, todos os dias, mesmo que muitas vezes
imperceptível, está lá o produto petroquímico.

Macapá - AP
2018
BIBLIOGRAFIA
https://www.mecanicaindustrial.com.br/674-a-importancia-da-industria-
petroquimica/
https://conceito.de/petroquimica
http://www.petrobras.com.br/fatos-e-dados/conheca-os-derivados-do-petroleo-
que-fazem-parte-do-cotidiano.htm
https://www.portalsaofrancisco.com.br/quimica/petroquimica
Petroquímica e de fertilizantes.pdf/CNQ (Confederação Nacional do Ramo
Químico)
O petróleo e seus derivados.pdf/ Indústria Química e Sociedade/ Ana Cristina
Facundo de Brito, Daniel de Lima Pontes

Macapá - AP
2018