Você está na página 1de 67
Ballet Adulto: Por onde começar

Ballet Adulto: Por onde começar

Por: Marivone Leite

ISENÇÃO DE RESPONSABILIDADES

BALLET ADULTO Por onde começar

Todas as informações contidas neste e-book são provenientes de minhas experiências profissionais e estudos realizados nos mais de 25 anos como profissional da dança. Embora eu tenha me esforçado ao máximo para transmitir o meu conhecimento com precisão e qualidade nas informações contidas neste e-book, gostaria de deixar claro que estas estão baseadas em meu profundo conhecimento. Entendo que talvez a sua condição e/ou situação particular pode não se adequar perfeitamente as orientações presentes neste e-book. Assim, você deverá utilizar e ajustar as informações deste e- book de acordo com sua situação e as suas necessidades.

Também acho de fundamental importância esclarecer que este e-book não tem relação com nenhum tipo de método para a dança clássica. Trata-se de um e-book elaborado somente por mim e sem intenção de defender ou acusar nenhum tipo de método, escola ou academia de dança. Este e-book foi todo financiado por recursos próprios com o único objetivo de fornecer esclarecimentos para mulheres adultas, com seus 20, 30, 40, 50 anos de idade, que desejam começar a aprender ballet, mas não sabem nem por onde começar.

Ballet Adulto: Por onde começar

Ballet Adulto: Por onde começar

DIREITOS AUTORAIS

Este e-book está protegido por leis de direitos autorais, ficando assim proibido a venda, cópia ou reprodução deste e-book em sites, blogs, jornais ou quaisquer outros veículos de distribuição e mídia. Qualquer tipo de violação dos direitos autorais estará sujeito a ações judiciais legais.

Ballet Adulto: Por onde começar Sobre a autora MARIVONE LEITE Desde muito pequena sempre gostei

Ballet Adulto: Por onde começar

Sobre a autora

MARIVONE LEITE

Desde muito pequena sempre gostei de dançar e, apesar de não ser matriculada em uma

academia de dança devido à baixa condição financeira dos meus pais, vivia coreografando para minhas primas e amigas a fim de apresentar em encontros familiares. Minha história com a dança foi realmente começar em 1990, aos 10 anos de idade, quando passei a ter fortes dores nas pernas que me impediam de dormir. Ao procurar o médico fui diagnosticada como “dor do crescimento” – acredita-se que em algumas crianças acontece um crescimento mais rápido dos ossos do que dos músculos e tendões, sobrecarregando-os e isto gere a dor

e o desconforto, sendo a indicação de atividade

física um dos tratamentos que podem aliviar os sintomas. Assim, a pedido do médico meus pais precisavam oferecer uma atividade física e o ballet clássico foi indicado. Juntando o útil ao agradável, passei a estudar ballet clássico no

SESC São Carlos e lá permaneci por 5 anos, depois passei a estudar ballet, jazz, moderno e contemporâneo em diversas escolas em São Carlos, Campinas e São Paulo. Em 2004 estava com 24 anos no meu momento auge da dança, onde participava de aberturas de eventos, competições por todo pais, inclusive Joinville onde fui competir por 2 anos consecutivos e fui premiada. Em 2005 fui morar em São Paulo

para fazer Pós Graduação em Fisioterapia e tive

o privilégio de fazer aulas de dança em diversas

escolas com inúmeros mestres. Em 2007 já trabalhando com fisioterapia em Campinas (SP), passei em uma audição de dança e fui para Havana Cuba, onde participei de uma turnê

de contemporâneo. Em 2011 defendi meu Mestrado em Fisioterapia e estava no auge da minha carreira profissional como Fisioterapeuta, sendo muito bem remunerada, mas não me sentia totalmente realizada. Senti que era o momento de me envolver profissionalmente com a Dança para poder transmitir meus conhecimentos e experiências, já era professora de ballet desde 2001 mas desejava fazer um trabalho diferenciado com mais autonomia. Assim em 2012, abandonei minha profissão como Fisioterapeuta, e junto com minha sócia, inauguramos a D’leite Escola

de Dança em Sumaré interior de SP. Atualmente sou professora de Ballet, Contemporâneo, Alongamento e Diretora Artística na D’leite Escola de Dança. Ainda sou Bailarina e agora uma BAILARINA ADULTA. Nestes quase 20 anos como professora de Ballet vi, ouvi e vivenciei muitas situações que me possibilitaram desenvolver uma didática diferenciada no ensino do Ballet Clássico. Ao ver a quantidade de mulheres adultas, como eu, que relatavam o sonho antigo de aprender ballet, mas não viam possibilidades depois de adulta, me senti obrigada a dividir meus conhecimentos de uma forma mais ampla a fim de incentivá-las, mostrando que é possível sim aprender ballet após os 20, 30, 40, 50 anos de idade e optei por usar a internet para isto. Foi então que em Abril de 2017 eu fundei o Ballet Online, que tem como objetivo proporcionar uma vivência de Ballet Clássico para mulheres adultas que sonham em aprender ballet.

Então, aqui estou

a um clique de você.

INDICE

Introdução

05

Como usar este e-book

07

Capítulo 1 Olhe para dentro

08

Capitulo 2 Verifique seu Mindset

13

Capítulo 3 Fortaleça suas razões

19

Capítulo 4 Como é uma aula de Ballet Adulto

23

Capítulo 5 Como encontrar a sua escola de Ballet Adulto

29

Capítulo 6 Defina seus objetivos

59

Capítulo 7 Agora é com você

64

Considerações finais

66

Ballet Adulto: Por onde começar

Ballet Adulto: Por onde começar

Introdução

Ballet Adulto: Por onde começar Introdução Primeiramente, seja muito bem vinda(o) e muito obrigada por fazer

Primeiramente, seja muito bem vinda(o) e muito obrigada por fazer o download deste e-book BALLET ADULTO POR ONDE COMEÇAR. Acredito verdadeiramente que este e- book irá lhe fornecer informações importantes que poderão lhe ajudar nesta jornada que não será fácil, mas que valerá cada segundo de dedicação. Acredito nisto não somente por ele ter sido elaborado com o vasto embasamento nas minhas experiências como Bailarina Adulta e professora de Ballet Adulto, mas também por ele ter sido planejado cuidadosamente para desenvolver em você o empoderamento necessário para esta jornada, através de uma visão simples e prática.

Todos os dias vejo mulheres começando a aprender ballet na fase adulta e isto me alegra demais, pois acredito que todo sonho deve ter uma chance de ser realizado. Isto pode parecer clichê de menina que vive em um mundo cor de rosa, talvez seja, mas lhe juro que já vivi em um mundo preto e branco nas diversas vezes que decidi parar de dançar e aprendi a ser adulta no meu mundo colorido ao lado da dança. Sim, eu já experimentei todos os lados desta moeda e hoje, por decisão, vivo da dança e para a dança.

Mas não estou aqui para falar de mim, estou aqui para falar de mulheres que como eu tem o ballet clássico dentro do peito e tatuado na alma. Mulheres que esperam uma vida para finalmente ter contato com esta paixão chamada ballet clássico. Mulheres que depois da faculdade, da vida profissional estabelecida, do casamento, dos filhos e as vezes até depois dos netos, olham para um anúncio de Ballet Adulto e liberam um doce e sutil sorriso enquanto pensam “será?”. Hoje estou aqui para falar com estas mulheres, mulheres que tem alma de bailarina viva dentro delas, mulheres como eu, mulheres como você que continua a leitura deste e-book em busca de ferramentas que lhe digam

Ballet Adulto: Por onde começar que sim, que é possível aprender ballet depois de adulta,

Ballet Adulto: Por onde começar

que sim, que é possível aprender ballet depois de adulta, que é possível dançar nas pontas dos pés mesmo sem nunca ter aprendido o que é um pliê antes dos 50 anos de idade, que colocar um tuo-tuo não é apenas para quem dança profissionalmente.

Então, aqui estou nesta missão de falar com você através de linhas escritas com o máximo de sinceridade e carinho que eu seja capaz de colocar, e desejo que você esteja aí, devorando este e-book com o coração ansioso para enfim ter argumentos e informações suficientes para finalmente efetuar a sua matrícula em um curso de Ballet para Adultos Iniciantes.

Estarei com você nesta jornada e serei a primeira, na plateia da vida, a lhe aplaudir em pé.

E então?!

Pronta(o) para começar?

Ballet Adulto: Por onde começar

Ballet Adulto: Por onde começar

COMO USAR ESTE E-BOOK

Ballet Adulto: Por onde começar COMO USAR ESTE E-BOOK Antes de você começar gostaria de lhe

Antes de você começar gostaria de lhe explicar como este e-book foi planejado. Ele é composto por sete capítulos:

Capítulo 1 Olhe para dentro

Capitulo 2 Verifique seu Mindset

Capítulo 3 Fortaleça suas Razões

Capítulo 4 Como é uma aula de Ballet Adulto

Capítulo 5 Como encontrar a sua escola de Ballet Adulto

Capítulo 6 Defina seus objetivos

Capítulo 7 Agora é com você

Sugiro que você realmente inicie a sua leitura pelo Capitulo 1, por mais ansiosa que possa estar. E na sequência siga com a leitura dos próximos capítulos exatamente na ordem como eles foram colocados neste e-book.

Digo isto, pois neste primeiro contato com este conteúdo, se você começar a leitura por capítulos aleatórios, dificilmente você entenderá o porquê de cada capitulo. Depois que você ler o e-book todo pelo menos uma vez, você poderá e deverá consultá-lo conforme sentir necessidade. Desejo que tenha uma ótima leitura e muita clareza em por onde começar a fazer Ballet Adulto independente da sua idade. No caso de dúvida ou sugestão, por favor, me envie por e-mail maridleite@dleite.art.br que terei um enorme prazer em ajudar.

Ballet Adulto: Por onde começar

Ballet Adulto: Por onde começar

Capítulo 1

OLHE PRA DENTRO “Temos medo do que não temos clareza(Monja Coen)

“Temos medo do que não temos clareza ” (Monja Coen) Era uma noite especial, como outra

Era uma noite especial, como outra qualquer, entrei na sala fechei a porta e enquanto

caminhava até o rádio vi um grupo de mulheres adultas encostada na barra da sala de aula. Levei alguns segundos para perceber que as bailarinas adultas não estavam ali, mas antes de dar play na música me virei e constatei que realmente as bailarinas adultas que eu estava acostumada a encontrar duas vezes na semana não estavam presentes. Eram as mesmas “meninas” como gosto de chamá-las mas algo havia acontecido e seus olhos não eram de bailarinas adultas sedentas por aula e sim de mulheres adultas desacreditadas em suas capacidades. Imediatamente abandonei o plano de aulas de Ballet Adulto que havia programado, peguei um rolo de barbante que tinha ao lado do rádio e fui para o centro da sala. Pedi que fizéssemos uma grande roda, enquanto elas ainda tentavam entender o que estaria acontecendo, e então disse:

- Hoje, faremos uma dinâmica. A dinâmica do barbante elas sorriram ainda sem saber o que estava acontecendo, então continuei falando vou segurar a ponta deste

barbante, dizer meu nome e porque estou aqui em uma aula de ballet adulto, depois passarei para uma de vocês o rolo de barbante e esta pessoa irá dizer o seu nome e o motivo por estar aqui. E assim fizemos.

- Eu sou a Marivone, mas me chamem de Mari e estou aqui hoje pois um dia descobri que não vivo sem o ballet.

Ballet Adulto: Por onde começar Passei o barbante para a mulher mais nova da turma

Ballet Adulto: Por onde começar

Passei o barbante para a mulher mais nova da turma (24 anos), ela segurou o barbante, sorriu, olhou para mim e disse:

- Eu sou a Fabiana nome fictício para preservar a identidade de minhas alunas e

estou aqui pois não gosto de academia e queria uma atividade física que fosse diferente.

Naquele momento eu entendi a capacidade daquelas “meninas” em deixar a bailarina adulta ser substituída pela mulher adulta. Me senti extremamente incomodada e interrompi a dinâmica dizendo.

- Não! Isto eu não aceito! Vocês podem até ter procurado ballet como opção de

atividade física, mas ninguém continua fazendo ballet por mais de alguns meses só por

ser uma atividade física. Ninguém suportaria fazer ballet por anos só por atividade física. Obviamente elas ficaram assustadas, então continuei.

- Fechem os olhos, respirem fundo, sintam o ar entrar e sair dos pulmões, pensem o

que verdadeiramente faz com que vocês encarem uma aula de ballet em uma Segunda- feira as 20:30hs depois de uma jornada exaustiva de trabalho? As lagrimas começaram a rolar e o barbante voltou a passar de mão em mão. Foi uma das dinâmicas mais fantásticas que eu já tive o prazer de participar. Ouvi histórias lindas de superação, determinação e paixão pelo Ballet Clássico, histórias que guardarei para sempre e que me movem até hoje. Inclusive a história da Fabiana que quando criança queria fazer ballet mas acabou sendo matriculada em uma turma de ginástica olímpica por ser um projeto gratuito da prefeitura.

Hoje lembro deste dia com alegria no coração, ao final da dinâmica elas reviveram os reais motivos que as levaram até ali. Elas foram capazes de olhar para dentro e enxergar com clareza o porquê do interesse pelo ballet. Algumas relataram que sempre desejaram, mas que os pais não tinham condições de pagar, e que só depois da vida adulta é que puderam investir financeiramente neste sonho. Outras contaram histórias

Ballet Adulto: Por onde começar de frustração com professores e escolas de ballet que as

Ballet Adulto: Por onde começar

de frustração com professores e escolas de ballet que as fizeram desistir de dançar. Tiveram também mulheres que contaram que tiveram o sonho interrompido pois os pais não acreditavam que aquilo daria um futuro profissional louvável para elas. Como também tiveram aquelas que disseram que sempre acharam lindo ballet mas que não achavam que tinham o peso ideal ou a idade ideal para aprender e por isto adiaram por tanto tempo.

Leio histórias lindas, como as delas todos os dias no meu e-mail por conta deste projeto de Ballet Online. Estas histórias me motivam e me fazem acreditar que sim! Que é possível superar o tempo perdido e dar um novo final para este sonho que muitas vezes

fica tão disfarçado dentro de nós

Contudo, não será fácil esta jornada. Você terá que vencer muitas batalhas dentro e fora de você e se você não souber o real motivo que lhe fará ir para a aula de Ballet mesmo após um dia exaustivo, você deixará que a mulher adulta substitua a bailarina adulta dentro de você e irá encarar o ballet como uma atividade física obrigatória, até desistir.

estou passando o barbante para você neste momento. Respire fundo

neste momento, puxe o ar pelo nariz e solte naturalmente pela boca, enquanto respira, sinta o seu corpo, sinta o ar invadindo os seus pulmões, expandindo a sua caixa torácica e saindo como se nada tivesse acontecido, permitindo que o seu tórax retorne ao tamanho inicial. Se possível, pare de ler por alguns instantes, repita esta respiração por mais três vezes, em silêncio e de olhos fechados, apenas sentindo o seu corpo. E a partir da quarta respiração pergunte para você mesma:

“Por que eu baixei este e-book?” “Por que estou lendo este e-book?” “Por que estou pensando em fazer ballet adulto?”

que passa despercebido.

Mas calma

rs

Ballet Adulto: Por onde começar “Por que?” Evite respostas superficiais, como, “baixei porque era gratuito”

Ballet Adulto: Por onde começar

“Por que?”

Evite respostas superficiais, como, “baixei porque era gratuito” ou “baixei porque fiquei curiosa”. Com certeza, tem um motivo muito mais profundo do que estes para você estar “perdendo o seu tempo” nesta leitura.

Tente lembrar como se sentiu ao ler o título do e-book, o que sentiu ao abrir o e-book, o que está sentindo neste momento.

O nosso cérebro é muito inteligente, e quanto mais dolorosa for a sua resposta, mais o seu cérebro criará mecanismos para evitar que você chegue nela, a fim de evitar que você reviva sentimentos ruins. Mas acho importante esclarecermos algumas passagens que ficam entrelinhas em nossa vida e acabamos, muitas vezes sem perceber, jogando

mas já fiz muita terapia e sempre que

para baixo do tapete. Não sou terapeuta

consigo ver com clareza as situações que me frustraram no passado, elas se tornam

mais leves e então consigo lidar de forma mais prática com a realidade presente.

rs

Uma maneira bem legal de chegar nas respostas que preciso é a técnica dos “5 porquês”. Sempre que não consigo responder o que estou sentindo perante uma situação eu faço 5 vezes a pergunta “porquê?”. Por exemplo:

- Por que baixei este ebook?

Por que eu sempre achei

bonito.

Por que a música me envolvia e me dava vontade

- Por que eu pensei na possibilidade de fazer ballet adulto?

Por que pensei na possibilidade de fazer ballet adulto.

- Por que eu sempre achei bonito? de dançar.

- Por que eu não dançava?

Por que eu nunca achei que eu poderia

Ballet Adulto: Por onde começar - Por que eu achei que não poderia? E assim,

Ballet Adulto: Por onde começar

- Por que eu achei que não poderia?

E assim, com 5 porquês você irá entender o verdadeiro motivo por este sonho estar guardado dentro de você por tanto tempo. Normalmente eu consigo chegar na verdadeira resposta no terceiro ou quarto “porquê”.

Mas, caso você não encontre as respostas com clareza neste momento, fique tranquila, até o final deste e-book elas virão. E assim que estas respostas chegarem, você terá a clareza necessária para vencer seus medos e desenvolver a força que precisa para transformar o seu sonho em realidade.

Agora só lhe deixo o convite, mesmo que você já tenha começado a fazer ballet adulto, olhe para dentro de você, use a respiração como ferramenta, para abrir as portas que te levarão ao encontro das respostas que precisa.

Ballet Adulto: Por onde começar

Ballet Adulto: Por onde começar

Capítulo 2 VERIFIQUE O SEU MINDSET

Mude como você vê as coisas e as coisas que você vê mudarão(Wayne Dyer)

e as coisas que você vê mudarão ” (Wayne Dyer) Sinceramente eu não sei de onde

Sinceramente eu não sei de onde veio isto! Algumas pessoas acreditam que ballet é coisa de criança e que para fazer ballet precisa começar com 3 anos de idade. Pois é, este tipo de mentalidade, mindset, é ABSURDAMENTE comum e INFUNDADA.

Por que digo infundada??? O ballet nasceu na corte italiana no século XV, legal, isto a maioria das pessoas até pode saber, mas quem dançava este estilo de dança??? Crianças??? Definitivamente NÃO!!! O Ballet era um estilo de dança que adultos utilizavam na corte, aliás, você sabia que os homens que sabiam a técnica do ballet eram considerados mais nobres?!

Mas hoje, em pleno século XXI, acabamos absorvendo informações contrárias a base de onde tudo começou. Hoje acredita-se que, no caso de homens, o interesse pelo ballet está diretamente relacionado a sua orientação sexual. Que só aprende ballet quem começa a prática aos 3 anos de idade. Que para dançar ballet tem que ser magra. Existiam mulheres magras na corte no século XV?

Desculpe pela “brincadeira” nestes três parágrafos iniciais

discurso um pouco mais “exaltada” para propositalmente lhe colocar contra a parede. Perdão! Mas não podia correr o risco de deixar o seu cérebro encontrar as respostas mais “politicamente corretas” a perguntas do tipo:

tentei fazer aqui um

rsrs

Ballet Adulto: Por onde começar - Para aprender ballet precisa começar quando é criança? -

Ballet Adulto: Por onde começar

- Para aprender ballet precisa começar quando é criança?

- Homem pode fazer ballet?

- Para fazer ballet precisa ser magra?

Muitas vezes somos surpreendidas por perguntas como estas passando em nossa cabeça e nosso cérebro busca as informações mais fáceis que ele absorveu, e que na maioria das vezes são respostas errôneas baseadas no que costumamos “ouvir por aí”. Gostaria muito de estar enganada, mas tenho quase certeza que você não imaginava que é possível aprender ballet depois dos 50 anos. Isto acontece e não é por culpa sua, mas sim por culpa de uma sociedade que se apega aos padrões, para dizer o que pode e o que não pode, tentando inutilmente colocar todas as pessoas em uma caixa padrão, pois o que é fora dos padrões sociais é assustador para o nosso cérebro lidar.

O nosso cérebro precisa de uma energia gigantesca para responder contrariamente a algo que ele já tenha a resposta, mesmo que esta resposta pré-programada seja errada. Para o nosso cérebro é muito mais fácil responder rapidamente que sim, para aprender ballet precisa ser desde criança, afinal hoje em dia as escolas de ballet tem um público infantil muito maior do que adulto e isto é a justificativa que o nosso cérebro precisa para concluir as respostas rapidamente.

Então neste capítulo fica o meu convite para que você verifique o seu Mindset, a sua mentalidade, a sua maneira de pensar sobre o Ballet Adulto.

Mesmo que nesta altura do e-book você já tenha decidido se matricular em um curso de Ballet Adulto, é importante explorar como anda o seu Mindset, pois muitas vezes só

Ballet Adulto: Por onde começar percebemos que estamos vendo as situações por um ângulo errôneo,

Ballet Adulto: Por onde começar

percebemos que estamos vendo as situações por um ângulo errôneo, depois que já erramos. A melhor maneira que conheço para verificar o Mindset quanto ao Ballet Adulto é pensar em uma resposta positiva e uma resposta negativa, citando exemplos, para cada uma das perguntas abaixo. Por exemplo:

“Para fazer ballet precisa começar quando é criança?”

Respostas:

SIM! Por quê adulto não consegue aprender. Exemplo: Minha vizinha não conseguiu.

NÃO! Por que se uma criança consegue aprender um adulto também consegue. Exemplo: Bailarina Britânica Doreen Pechey que passou no exame da Royal aos 71 anos.

Quando respondemos de forma organizada, com provas, exemplos, referente ao que estamos afirmando, fica mais fácil mudar a maneira como vemos e formular nossas verdades.

E por que é tão importante que você faça esta verificação no seu Mindset, antes mesmo de procurar uma escola de ballet? Por que o nosso cérebro é econômico. Ele irá acreditar na primeira verdade que aparecer quando surgir alguma dúvida ou questionamento de terceiros para com você.

Ballet Adulto: Por onde começar Imagine que você não soubesse que é possível aprender ballet

Ballet Adulto: Por onde começar

Imagine que você não soubesse que é possível aprender ballet depois de adulta, e decide procurar uma escola de dança para aprender ballet aos 40 anos. Então você pergunta para uma amiga se ela conhece alguma escola que ensine ballet para adultos, mas o Mindset da sua amiga diz que não tem como aprender ballet se não for criança. Ela irá dizer isto para você e mesmo que de imediato você não acredite, isto ficará registrado na sua mente. Mas você é determinada e vai procurar uma escola, encontra, se matricula, começa a fazer as aulas, gosta, está evoluindo, aprendendo. Contudo um dia, depois de 2 meses de aula, você chega na escola cansada pelo dia de trabalho exaustivo e acaba fazendo uma aula um tanto quanto ruim, com dificuldade para assimilar as informações passadas pela professora. O seu cérebro, imediatamente irá buscar informações para justificar a situação para evitar que você se “penalize”, e advinha? Ele irá encontrar a conversa com a sua amiga e lhe enviará a informação “não tem como aprender ballet se não for criança”. Isto já terá se tornado uma verdade para você e agora com exemplo falsamente comprovado.

Enfim, para fazer ballet adulto é preciso investir em verificar o seu MindSet, para que você tenha ferramentas mentais para utilizar quando as coisas não irem tão bem. Seria muito mais fácil para mim sentar aqui e redigir um e-book falando do lindo mundo cor de rosa do ballet clássico, você com certeza iria se matricular em uma escola, mas com grandes chances de desistir no caminho como acontece com algumas bailarinas adultas. Mas eu verdadeiramente estou empenhada em trabalhar com você neste e-book como eu trabalho com as minhas alunas de ballet adulto, para que você vença todos os obstáculos físicos e mentais para desfrutar de verdade do sonho que é o ballet clássico.

Peço um pouco mais de paciência. Continue lendo este e-book que tudo fará muito sentido. Lhe prometo!

Ballet Adulto: Por onde começar

Ballet Adulto: Por onde começar

Agora

vamos verificar seu Mindset?

Responda as perguntas abaixo, lembrando de dar uma resposta positiva e uma negativa com exemplos, para realmente confirmar qual é a sua verdade neste momento para você.

É muito importante que você responda com o primeiro argumento que lhe vier na mente. Não se preocupe se não souber responder, até o final deste e-book você saberá com certeza.

Perguntas:

- Homem pode fazer ballet? R: Sim! Exemplo:

R: Não!

Exemplo:

- Para fazer ballet precisa ser magra? R: Sim! Exemplo:

R: Não!

Exemplo:

Ballet Adulto: Por onde começar - Para dançar com sapatilha de ponta precisa começar quando

Ballet Adulto: Por onde começar

- Para dançar com sapatilha de ponta precisa começar quando criança? R: Sim! Exemplo:

R: Não!

Exemplo:

- Ballet Adulto pode dançar com tuo tuo? R: Sim! Exemplo:

R: Não!

Exemplo:

- Ballet Adulto faz apresentação de espetáculo como as outras turmas? R: Sim! Exemplo:

R: Não!

Exemplo:

E não se preocupe, no decorrer do e-book irei tirar, se não todas, a maioria das suas dúvidas quanto o Ballet Adulto. Após responder não esqueça de analisar as suas respostas e verificar se elas condizem com o que você realmente pensa, ou se são baseadas no que “ouviu por aí”, e só depois desta análise defina de fato o que é verdade para você.

Ballet Adulto: Por onde começar

Ballet Adulto: Por onde começar

Capítulo 3

FORTALEÇA SUAS RAZÕES “Se não você, quem? Se não agora, quando?” (Gary Herbert)

você, quem ? Se não agora, quando ?” (Gary Herbert) As razões para fazer Ballet como

As razões para fazer Ballet como uma atividade física ou até mesmo hobby são inúmeras, basta uma pesquisa rápida no Google sobre Benefícios do Ballet Adulto e

você encontrará uma lista interminável. Mais uma vez, seria mais fácil eu sentar aqui e copiar e colar esta lista imensa neste e-book, contudo apenas citar estes benefícios não

é o que lhe faria acreditar que vale a pena esta jornada.

Há pouco tempo atrás, menos de um ano, eu vi um vídeo no facebook de um “doido”

chamado Gerônimo Thelm falando em como criar o Hábito de praticar uma atividade física. Na verdade virei seguidora do Gerônimo após este vídeo. Ele explicava muito bem

o que li no livro “O poder do Hábito” de Charles Duhigg, dizendo que ninguém consegue

fazer atividade física com regularidade e consistência sem ter uma verdadeira razão.

Quando dizemos “Segunda-feira eu começo a dieta por que eu quero emagrecer”, ninguém quer emagrecer, todos querem os benefícios que emagrecer irá trazer. E estes benefícios precisam ser muito bem detalhados, quanto mais clareza você deixar para o seu cérebro, mais fácil ele entenderá o porquê do tamanho sacrifício. Neste caso, poderia ser – desde que realmente seja uma verdade para mim, “Segunda feira eu começo a dieta porque eu vou entrar no vestido de 10 anos atrás para ir no reencontro da turma de faculdade no final do mês e receber elogios das minhas amigas de como estou bonita”.

Ballet Adulto: Por onde começar Percebe a riqueza dos detalhes? A clareza do verdadeiro porque

Ballet Adulto: Por onde começar

Percebe a riqueza dos detalhes? A clareza do verdadeiro porque que eu irei fazer o sacrifício da dieta? O meu cérebro já entende que haverá uma recompensa, assim ele encarará o desafio agindo ao meu favor.

Para começar fazer ballet depois de adulta não é diferente, se eu apenas falar que quero fazer ballet pois queima muitas calorias, fortalece o corpo, ganha musicalidade, eu acho

nada disto é capaz de despertar no meu cérebro o interesse

necessário para eu ir na aula de ballet em uma noite chuvosa em que eu chego do trabalho cansada e com dor de cabeça.

bonito, etc, etc

Mas se eu fortalecer minhas razões, como por exemplo, “Eu vou aprender ballet para que no final do ano eu participe de uma apresentação onde meus pais estarão lá para me assistir e ver que eu consegui realizar o meu sonho” ou “Eu vou aprender ballet para poder fazer uma foto linda de bailarina como eu sempre vejo na internet” ou ainda “eu vou aprender ballet para melhorar a qualidade da adoração que eu entrego ao meu Senhor”.

Enfim, cada pessoa terá o seu motivo para fazer, e fortalecer a sua razão é importantíssimo para chegar onde deseja.

E uma última razão que eu não poderia deixar de falar neste capítulo. Se você não fizer ballet por você, pelas suas razões, quem fará? Tenho certeza que se sua mãe, ou sua filha lhe contasse que deseja fazer ballet você iria dar um jeito de conseguir recursos financeiros para pagar um curso para ela, iria conseguir um tempo na agenda para levá- la, iria fazer de tudo para ajudá-la a realizar o seu sonho, principalmente incentivando-

Ballet Adulto: Por onde começar a. Mas quando o sonho é nosso vamos deixando, colocando

Ballet Adulto: Por onde começar

a. Mas quando o sonho é nosso vamos deixando, colocando outras coisas e outras pessoas como prioridade, na frente dos nosso sonhos, e lamentavelmente, vamos vivendo uma vida em preto e branco, ou com um pouco de sorte, um colorido desbotado. Não nos atentamos que o tempo passa rápido e que, das 168 horas que temos na semana, não conseguimos míseras 2 horas para investir em nossa realização pessoal.

Agora cuidado, temos a tendência a pensar que “tirar” 2 horas da nossa semana significa deixar de estar com as pessoas que amamos (como os filhos por exemplo) para investir em um sonho pessoal, mas na verdade não é isto. Quando você se presentear “ganhando” 2 horas da sua semana para um momento único de você com você mesma,

a sua mente se abrirá, você se amará mais, a sua vida ficará mais leve e colorida, lhe

proporcionando mais paz de espirito e energia para momentos de mais qualidade com as pessoas que você ama. O stress do dia a dia já terá ido embora na sala de aula e você

estará em paz, realizada e completa para chegar em casa e ainda brincar com seus filhos por exemplo. Não é incomum, bailarinas adultas dizerem: “Não posso parar o ballet pois me faz bem,

é um momento meu no meu dia em que simplesmente me desligo do cotidiano agitado, esqueço tudo, dou risadas, sinto que estou cuidando de mim e volto para casa renovada.

Então, esta é mais uma razão que pode fortalecer a sua razão principal para fazer Ballet Adulto mesmo em uma noite chuvosa. Saber que ir até a escola de ballet será difícil e precisará de um esforço sub-humano para vencer a si própria em uma noite chuvosa, mas ter a clareza de que este seu momento de aula lhe proporcionará a energia necessária para todas as suas outras funções - mãe, esposa, funcionária de uma

Ballet Adulto: Por onde começar empresa e tantos outros papéis que a mulher do século

Ballet Adulto: Por onde começar

empresa e tantos outros papéis que a mulher do século XXI vivencia será mais uma razão muito forte para você continuar a sua jornada como bailarina adulta.

Sei que sou suspeita para falar, pois amo de paixão esta arte conhecida como Ballet Clássico, mas preciso lhe alertar que além dos benefícios externos como perda de peso, ganho de massa muscular, estímulo a coordenação motora facilitando o aprendizado de outras modalidades de dança, desenvolvimento do equilíbrio, etc, etc, etc, o ballet também tem poder para mudar a sua vida, a maneira como você se vê, a maneira como você se percebe. Mas isto será um assunto para o próximo e-book “Ballet: Ferramenta de Transformação para Adultos”.

Agora eu lhe pergunto, se você não fizer ballet por você, quem fará? Se não for agora que irá investir em seu sonho, quando será?

Pense nisto!

Ballet Adulto: Por onde começar

Ballet Adulto: Por onde começar

Capítulo 4

Sua primeira aula de Ballet Adulto A maior batalha é contra você mesma(Napoleão Bonapart)

batalha é contra você mesma ” (Napoleão Bonapart) Aeee!!! Que bom que chegou até aqui! Com

Aeee!!! Que bom que chegou até aqui! Com certeza você já é vitoriosa só por estar aqui depois de ler os três capítulos anteriores. Perdoe-me se pareci pessimista nos capítulos anteriores, mas com certeza uma mulher adulta que começa a fazer ballet após os 20, 30, 40, 50 anos de idade, terá muito mais chance de sucesso pessoal, descobrindo a sua verdadeira razão para fazer ballet, mudando o seu Mindset e fortalecendo suas razões.

Na verdade, sou uma pessoa muito prática, e muitas vezes isto pode parecer grosseria ou pessimismo, mas todos os frutos que colhi até hoje, foram tentando ver as coisas como elas realmente eram, e não como eu gostaria que fossem. Isto sempre me deu uma gama de ferramentas para vencer os períodos difíceis e continuar me dedicando para a arte do ballet clássico.

Mas vamos lá! Que delicia ter você aqui! Seja muito bem vinda, muito bem vindo para este relato de uma aula de ballet adulto. Aqui vou descrever para você exatamente como eu e as outras professoras de ballet adulto na D’leite Escola de Dança, conduzimos as nossas aulas para Ballet Adulto, e como as bailarinas adultas conduzem a sua própria aula de vida.

Ballet Adulto: Por onde começar Acho importante ressaltar que todos os relatos contidos neste e-book

Ballet Adulto: Por onde começar

Acho importante ressaltar que todos os relatos contidos neste e-book são descrição de eventos reais que vivenciei mas que todo os nomes citados, exceto o meu, são fictícios para preservar a identidade das minhas alunas.

Então vamos lá!

Neste momento você deve estar se perguntando. Mas como funciona uma aula de Ballet para Adultos Iniciantes?

Simples, da mesma maneira que acontece com qualquer outra turma de ballet, independente da idade. Isto aqui na D’leite. Acredito que o ensino da técnica do ballet deve ser algo simples, sem firulas, mas com embasamento claro para que o aluno entenda perfeitamente o que um determinado passo exige.

Quando recebo uma aluna iniciante adulta, me preocupo em passar os princípios básicos como posição dos pés e braços, o que é e como executar o famoso “En Dehors” (no ballet todos os movimentos e posturas são com as pernas e pés virados para fora) e o encaixe de quadril. Estas são as primeiras informações que passo para uma aluna iniciante adulta.

Então iniciamos a aula com exercícios de frente para a barra, para que ela ganhe consciência corporal da postura adequada, depois de lado para a barra, onde já inicio um trabalho simples de sustentação de braços, em seguida vamos para o centro da sala, onde sem barra executamos sequências simples que englobem o que foi trabalhado na barra, e então passamos para as sequências de diagonal e reverense , onde a bailarina

Ballet Adulto: Por onde começar adulta mais se realiza pois é uma sequência simples em

Ballet Adulto: Por onde começar

adulta mais se realiza pois é uma sequência simples em que o foco é inspirar o seu bem estar (isto na minha aula). Simples assim! Fim da aula técnica.

Contudo nesta uma hora de aula as coisas não são tão simples assim para uma bailarina adulta iniciante e para uma professora experiente, envolvida com a realização da aluna

e não com a sua mensalidade.

Nesta uma hora, você como bailarina iniciante passará por inúmeras situações, a

primeira delas, a vergonha. A primeira postura que uma bailarina iniciante adulta toma

é entrar na sala e encostar no primeiro canto que aparece, de preferência longe do

olhar da professora. Natural se pensarmos que é o seu primeiro dia, um local diferente,

com pessoas que provavelmente já estão bem enturmadas e você não conhece absolutamente ninguém.

Neste caso, eu costumo apresentar a bailarina iniciante para a turma, perguntar a sua idade, se já fez ballet, segurar em suas mãos e olhar no fundo dos seus olhos enquanto digo um “seja muito bem-vinda, de coração aberto. Faço isto pois é assim que gostaria de ser recebida em uma situação como esta.

Sinto que ao fazer isto as bailarinas adultas se sentem um pouco mais confortáveis, afinal, por mais que você deseje passar despercebida no seu cantinho, isto é impossível

e você sabe disto. Ao fazer isto a bailarina, e até mesmo o professor, conseguem lidar com mais naturalidade com a situação.

Ballet Adulto: Por onde começar Mas caso você procure uma escola e o professor não

Ballet Adulto: Por onde começar

Mas caso você procure uma escola e o professor não fizer isto, não o crucifique, isto tem a ver um pouco com perfil também, e para ele pode ser que a crença seja de que se você deseja ficar no cantinho é porque o cantinho é o lugar mais seguro para você e ele não irá atrapalhar o seu ponto de segurança. Neste caso, indico que ao final da aula você o procure, converse, diga que nunca fez ballet, ou se fez quanto tempo está parada, enfim, conte um pouco da sua história para o professor. Com isto ele terá mais conhecimento sobre você e como poderá ser a melhor forma de fazer com que as correções dele cheguem até você.

Tente também conversar com as outras pessoas da sala, por mais tímida que você possa ser. Na D’leite estimulo a interação entre os alunos, principalmente, quando chega uma bailarina nova, mas caso o professor não faça isto, faça você. Todas as pessoas daquela sala, inclusive o professor já passaram por exatamente a mesma situação. Ninguém nasceu sabendo ballet, todas as bailarinas e bailarinos da face da terra passaram por este primeiro dia. A diferença está em que fase da vida isto aconteceu, afinal quando somos crianças, nem temos consciência do que é estar em uma sala cheia de desconhecidos, que na nossa cabeça presume-se que já saibam tudo o que o professor vai ensinar. Para adultos este primeiro dia é um dos mais difíceis. A insegurança, ansiedade e expectativa podem gerar um fracasso absurdo nesta primeira aula. Por isto é muito importante um professor bem preparado para receber estas alunas adultas, mas principalmente, você tendo um bom Mindset, você saberá ver as coisas como elas são, sem ficar se depreciando perante os outros.

Nesta sua primeira aula de ballet é importante ter a consciência de que é o seu primeiro contato, você vai errar, vai ficar olhando para os lados tentando copiar, vai entrar em pânico com a quantidade de nomes estranhos que irá ouvir, vai se decepcionar com a

Ballet Adulto: Por onde começar sua flexibilidade, não vai conseguir decorar quase nada das sequências

Ballet Adulto: Por onde começar

sua flexibilidade, não vai conseguir decorar quase nada das sequências e vai sentir que

o seu corpo não obedece a sua cabeça, principalmente se você já fez ballet e está parada há muito tempo.

Mas você sairá desta aula com duas possibilidades:

Opção 1 ISTO NÃO SERVE PARA MIM:

Neste caso peço que insista. Determinar quanto tempo você irá insistir, independente do quanto conseguiu ou não acompanhar uma aula experimental, é determinante para que você faça a decisão certa. Oriento que você se dê um mês de teste. Defina a data da sua primeira aula, por exemplo dia 06 de Novembro, e a data da sua decisão, por exemplo dia 05 de Dezembro, e já “avise” ao seu cérebro que você fará ballet por 30 dias e no dia 05 de Dezembro é que irei decidir se isto serve para mim ou não. Por que isto? Por que a pior aula da sua vida será a sua primeira aula, sei que isto é óbvio, mas então qual a chance que você dará para a arte do ballet lhe mostrar um pouco do que ela pode fazer por você, se você tomar como base a sua primeira aula

para decidir? No mínimo, não seria justo com você, não seria justo com o seu professor, não seria justo com a escola e principalmente, não seria justo com o ballet.

Você se dando o prazo de um mês (sem faltar as aulas

seu corpo, verá mudanças em sua mente, seu bem estar pessoal, familiar, profissional

e terá novas amigas no ballet.

você vai ver mudanças em

rs

)

Se depois de tudo isto você achar que não, não é para você, que ótimo! Você não carregará para o resto da sua vida nenhum tipo de frustração relacionada ao ballet e ainda terá oportunidade de conhecer outras danças que talvez lhe tragam mais prazer nesta fase da sua vida.

Ballet Adulto: Por onde começar

Ballet Adulto: Por onde começar

Opção 2 AMEI:

Se você sair da primeira aula com um sorriso quase que incontrolável nos olhos, sentindo o seu corpo leve e na sua mente ecoando um AMEI delicioso. Por favor, diga isto ao seu professor, diga isto para a secretaria da escola, para as outras meninas da sala, pois isto é o que move as pessoas que trabalham em uma escola de dança, isto é o que move as bailarinas adultas da sua sala. A partir de então, a sua próxima preocupação será com as novas descobertas que fará neste novo e imenso mundo chamado ballet clássico que se abriu para você.

Mas, neste exato momento você deve estar se perguntando: E agora por onde começo? Como encontrar uma escola de ballet para adultos? Quero muito fazer uma aula de ballet para realmente conhecer, mas será que os horários vão encaixar na minha agenda?

Calma! No próximo capítulo, vamos a prática, afinal, agora você já está preparada para iniciar a sua jornada no ballet clássico.

Ballet Adulto: Por onde começar

Ballet Adulto: Por onde começar

Capítulo 5

Como encontrar a sua escola de ballet adulto Quem não sabe o que quer não enxerga quando acha” (Magahoga)

sabe o que quer não enxerga quando acha” (Magahoga) Então vamos lá! Neste momento, você já

Então vamos lá! Neste momento, você já sabe qual a sua verdadeira razão para fazer ballet, já verificou e alterou o que precisava em seu Mindset, fortaleceu suas razões e até já tem um mapa do que irá lhe acontecer na sua primeira aula, para saber exatamente como se comportar mentalmente. Agora chegou a hora de colocar em prática a sua jornada como bailarina adulta.

A partir daqui você terá três opções, e qualquer uma que você escolher me deixará muito feliz, realizada, e com a certeza que meu trabalho valeu a pena.

Opção 1 Procurar uma escola de dança que tenha ballet para adultos.

A primeira coisa a ser feita neste momento é ir na internet e fazer uma pesquisa simples no google por: escola de dança, academia de dança, academia de ballet, ballet adulto na sua região.

Dependendo da região que você pesquise, você encontrará várias, dependendo da região, você encontrará poucas ou nenhuma. Não desanime!

Ballet Adulto: Por onde começar Caso você encontre várias com localização considerável viável para você,

Ballet Adulto: Por onde começar

Caso você encontre várias com localização considerável viável para você, ligue em absolutamente todas! Isto mesmo! Ligue em todas e faça as perguntas chaves abaixo para que você possa cruzar as informações.

Perguntas chaves:

A escola/academia tem aulas de ballet adulto iniciante?

Qual os dias e horário?

Qual o valor da matricula e mensalidade?

Quero agendar uma aula para conhecer! Você pode agendar agora?

Repita estas perguntas em todas as escolas/academias que você ligar, e AGENDE UMA AULA EM TODAS. Isto mesmo! Agende uma aula em todas logo na primeira ligação, se você deixar para agendar depois vai acabar não agendando e adiando mais uma vez o seu início no ballet, e quem sabe adiando a realização pessoal que tanto busca. Então agende na primeira ligação, afinal, amanhã é nunca! Cuidado para não bater as datas, se organize, para isto use uma agenda ou um calendário mesmo.

Nestas ligações, você encontrará atendimentos excelentes e outros não tão bons por telefone, mesmo assim, agende em todos os lugares para que você possa conhecer. Cada escola e cada professor tem uma maneira diferente de trabalhar e um erro muito comum é agendar aula só pela impressão que o atendente do telefone lhe deu, ou pior, agendar pela referência de preço, por exemplo: “vou agendar só onde for barato.

Você só conseguirá formar uma opinião real sobre cada escola se realmente provar. Não adianta provar apenas o valor e o atendimento da secretaria, você precisa conhecer o professor, a turma, a aula, para só depois fechar a sua opinião.

Ballet Adulto: Por onde começar

Ballet Adulto: Por onde começar

Após agendado uma aula de ballet adulto em cada escola/academia que tiver uma localização favorável para você, vá nas aulas. Em todas! Obrigatoriamente em todas!

Por mais que você se apaixone por uma escola ou professor logo no primeiro local que você for, é importante conhecer os outros pois só assim você terá conhecimento para dizer “eu gosto mais da escola x por conta disto, aquilo e aquilo outro”. Se você conhecer apenas uma, a sua verdade poderá não ser verdadeira e você poderá colocar em risco toda a sua jornada, ou pior, você pode ter realmente encontrado a escola dos seus sonhos mas não saberá disto, afinal, conhece apenas aquela.

Você encontrará lugares ruins com um ótimo professor, lugares elegantes com um bom professor, mas uma turma não tão receptiva, lugares ruins com professor ruim e uma turma muito agradável, enfim tudo pode e vai acontecer! Não tire conclusões precipitadas. Neste momento você só tem duas missões: Agendar e Ir em todas as escolas que ofereçam ballet para adulto na sua região.

Para cada aula que você fizer, você deve dar uma nota para a escola que você for. Porém para isto gosto de separar por requisitos, fazia isto mentalmente quando ia conhecer as escolas, mas para facilitar para você criei uma tabela para você se guiar. E não pense que dará trabalho preencher a tabela, ela realmente é prática, e lhe dará as informações que você precisa para encontrar a sua escola de dança. Pode confiar! Experiência própria e de longas procuras.

Segue abaixo a tabela de AVALIAÇÃO DE ESCOLA DE DANÇA BALLET ADULTO, mas calma, vou lhe ensinar a avaliar e preencher cada campo.

Ballet Adulto: Por onde começar   AVALIAÇÃO DE ESCOLA DE DANÇA – BALLET ADULTO Pontos

Ballet Adulto: Por onde começar

 

AVALIAÇÃO DE ESCOLA DE DANÇA BALLET ADULTO

Pontos a serem AVALIADOS Escola Escola Escola Observações

Pontos a serem AVALIADOS

Escola

Escola

Escola

Observações

Dia e Horário das aulas

       

Valor matricula x kit

       

Valor mensalidade

       

Localização

       

Atendimento Telefone

       

Segurança do local

       

Recepção da secretaria

       

Infraestrutura da escola

       

Infraestrutura da sala

       

Recepção da turma

       

Recepção do professor

       

Didática do professor

       

Correções claras do professor

       

Alunas técnicas na sala

       

Clima da aula

       

Como funciona o contrato

       

Como é o cancelamento

       

Existe trancamento

       

Existe reposição de faltas

       

Qual a sua sensação após a aula

       

NOTA FINAL

       
Ballet Adulto: Por onde começar Note que nesta tabela deixo espaço para você avaliar 3

Ballet Adulto: Por onde começar

Note que nesta tabela deixo espaço para você avaliar 3 escolas, mas caso tenha mais escolas com localização favorável para você, imprima mais tabelas, agende as aulas para conhecer e avalie todas.

Preenchendo a Tabela de Avaliação de Escolas de Dança Ballet Adulto

ESCOLA / ACADEMIA

O primeiro campo a ser preenchido é o nome da escola ou academia. Como exemplo no preenchimento vou chamar a primeira escola de X, a segunda de Y e a terceira de Z,

mas sugiro que você realmente coloque o nome das escolas ou academias para não se perder depois.

Pontos a serem Escola Escola Escola Z Observações

Pontos a serem

Escola

Escola

Escola Z

Observações

AVALIADOS

X

Y

Na sequência você irá dar notas para cada ponto avaliado e escrever uma breve observação do porquê de cada nota. Para facilitar a sua avaliação e poder ser mais objetiva, as notas devem ser preenchidas de 1 a 3, onde:

1 significa “ruim”,

2 significa “regular” 3 significa “bom”.

Após cada aula, chegue em casa e imediatamente preencha os campos conforme vou ensinar. Não deixe para o outro dia, pois a sua sensação corporal imediatamente após a aula será importante nesta avaliação.

Ballet Adulto: Por onde começar  DIA E HORÁRIOS DAS AULAS Avalie se os dias

Ballet Adulto: Por onde começar

DIA E HORÁRIOS DAS AULAS

Avalie se os dias e horários das aulas são bons para você. Considere bom quando o dia e horário coincidir perfeitamente com as janelas de seus compromissos. Citarei exemplos meramente hipotéticos para você compreender como preencher sua tabela, pois os reais motivos das notas que cada quesito receberá, dependerá do seu ponto de vista absolutamente pessoal. Exemplo:

Nota 1 aula de segunda-feira as 20:30h será ruim pois é justamente o dia e horário que faço inglês, teria que alterar o curso de inglês;

Nota 2 - aula de segunda-feira as 20:30h será regular pois saio do trabalho as 19hs e vai ficar corrido ir para casa, eu teria que ir direto para a aula de ballet e levar um livro para ler; Nota 3 - aula de segunda-feira as 20:30h será bom pois saio do trabalho as 18hs e terei tempo para passar em casa e tomar um banho antes da aula.

Pontos a serem AVALIADOS Escola Escola Escola Z Observações

Pontos a serem AVALIADOS

Escola

Escola

Escola Z

Observações

X Y

 

Dia e Horário das aulas

1 3

 

2

x

bate com horário do inglês

Y

horário perfeito

z

vai ficar corrido

VALOR DA MATRÍCULA

As escolas costumam cobrar pela matrícula, para que o aluno pense bem antes de cancelar o curso, evitando o “entra e sai” dos alunos, que atrapalha o andamento das turmas e instabiliza o gerenciamento financeiro da escola. Este valor da matrícula, em algumas escolas – como aqui na D’leite, é revertido para o aluno através do Kit de

Ballet Adulto: Por onde começar matrí cula, onde o aluno “ganha” uma camiseta, uma sapatilha,

Ballet Adulto: Por onde começar

matrícula, onde o aluno “ganha” uma camiseta, uma sapatilha, alguns brindes e até mesmo o Contrato impresso e organizado em pasta personalizada. Mas algumas escolas utilizam este valor da matricula para outros investimentos. Enfim, cada escola é uma empresa com sua estratégia de funcionamento diferente. O que cabe a você como futuro aluno é dar a nota maior para a escola que lhe oferecer melhor condição na matrícula. Veja a situação abaixo:

Escola X Matricula R$ 120,00 Escola Y Matricula R$ 100,00 Escola Z Matricula R$ 150,00 Se fosse escolher apenas pela matrícula, qual você escolheria? Será mesmo que a escola Y está oferecendo o melhor custo benefício de matricula?

Então você dever perguntar: “Qual o valor da Matrícula e nesta matrícula eu ganho algum brinde?”

Escola X Matrícula R$ 120,00 + Sapatilha Escola Y Matrícula R$ 100,00 + não ganha brindes Escola Z Matrícula R$ 150,00 + Sapatilha, camiseta da escola e outros brindes

Será que escola Y é mesmo a mais vantajosa? Vamos as contas. Você irá precisar de uma sapatilha para fazer aula de ballet, vamos considerar um valor em torno de R$ 30,00. Então na Escola Y você terá pago R$100,00 de matricula + R$ 30,00 na sapatilha, totalizando R$ 130,00 e se você quiser ter uma camiseta da escola terá que comprá-la.

Ballet Adulto: Por onde começar Neste caso, a Escola X teria uma nota melhor quanto

Ballet Adulto: Por onde começar

Neste caso, a Escola X teria uma nota melhor quanto a matrícula, mas se você tiver interesse na camiseta da escola, é provável que a escolha Z tenha mais vantagens. Enfim, tudo vai depender do seu interesse, o principal é avaliar o custo benefício. Desta forma, no exemplo acima, considerando os meus interesses, o preenchimento da tabela ficaria assim.

Pontos a serem AVALIADOS Escola Escola Escola Z Observações

Pontos a serem AVALIADOS

Escola

Escola

Escola Z

Observações

X

Y

Valor matricula x kit

2

1

3

X - R$ 120,00 com sapatilha

Y - R$ 100,00 só matricula

       

Z R$ 150,00 com sapatilha, camiseta

VALOR DA MENSALIDADE

Este quesito não tem muita estratégia. Com certeza a maioria das pessoas vai dar uma nota mais alta para a mensalidade mais baixa, principalmente pela situação em que passamos no Brasil hoje. Contudo tenho algumas observações para fazer. Antes de pensar “está caro” faça as contas. Contabilize quanto sairá cada aula, considerando que todas as escolas tenham 2 horas de aula semanais, podendo ser 2 aulas na semana, com duração de 1 hora cada (como a maioria das escolas trabalham), você terá 2 horas semanais x 4 semanas no mês, totalizando 8 horas de aula no mês, então teremos o seguinte exemplo:

Escola X Mensalidade R$ 220,00 dividido por 8hs você pagará R$ 27,50 por aula Escola Y Mensalidade R$ 300,00 dividido por 8hs você pagará R$ 37,50 por aula Escola Z Mensalidade R$ 180,00 dividido por 8hs você pagará R$ 22,50 por aula

Ballet Adulto: Por onde começar Neste caso de Mensalidade sugiro que você avalie primeiramente se

Ballet Adulto: Por onde começar

Neste caso de Mensalidade sugiro que você avalie primeiramente se o valor caberá no seu bolso, não será agradável você precisar interromper o seu sonho por conta de recursos financeiros. A partir do momento que o valor cabe no seu orçamento, vamos

ver se dá para melhorar? (Veja bem, não vou pedir desconto

Pergunte se tem

algum valor diferenciado se você fizer planos mais longos, por exemplo, plano semestral, trimestral, anual.

rs

)

Na minha escola temos preços diferenciados para alunos que fazem planos de médio e longo prazo, entendo que se a pessoa está envolvida ao ponto de se comprometer financeiramente por médio ou longo prazo este aluno é muito valioso para mim. Não porque pagará por mais tempo, isto ajuda muito o planejamento financeiro da escola sim, mas para mim este é o aluno que quero perto de mim pelo comprometimento que ele está tendo com a dança e com certeza eu vou ter tempo para trabalhar com este aluno de uma maneira que ele poderá ter resultados que jamais imaginou. Por isto na minha escola incentivamos sim este tipo de aluno dando as condições mais em conta que pudermos ofertar, ou seja, a mensalidade sairá mais em conta.

Contudo, cuidado! Algumas escolas (como a minha) não devolvem o dinheiro investido caso o aluno desista. Esta é contrapartida. Então indico que os seus primeiros 30 dias seja um plano mensal assim você não corre o risco de perder dinheiro caso venha

desistir. Depois de um mês, como já disse em capítulos anteriores, você terá a certeza do que deseja fazer e então será a hora de migrar para um plano mais longo a fim de se beneficiar com os descontos.

Outro ponto que acho importante avaliar neste quesito, pois pode acontecer

se apaixonado pela escola X (R$ 220,00) e não ter gostado muito da escola Z (R$180,00),

e querer tomar a decisão apenas pelo menor preço, sendo que por uma diferença de

você ter

Ballet Adulto: Por onde começar R$ 40,00/ mês, ou melhor R$ 10,00 /semana, você pode

Ballet Adulto: Por onde começar

R$ 40,00/ mês, ou melhor R$ 10,00 /semana, você pode não ficar tão à vontade, por não ter se identificado com algo naquela escola com menor valor. Sendo que muitas vezes R$ 10,00 na semana pode ser economizado em outras coisas que nem damos tanto valor assim, como um dia na semana levar almoço de casa para trabalho, pegar carona com um amigo para não gastar com o ônibus, enfim, são só exemplos que muitas vezes não paramos para analisar e que podem mudar nossa decisão nestas horas. E quero ressaltar que este foi apenas um exemplo, não quero jamais levantar a questão de que a escola “mais cara”, será melhor que a escola “mais barata”. O que define se uma escola é boa ou não, é a conciliação dos seus interesses com os serviços que a escola pode oferecer.

Outro ponto vista que gostaria de compartilhar, pois muitas vezes não paramos para analisar, é quanto você ganha por hora no seu trabalho? Quanto você investiu para ter os conhecimentos que você tem? Qual estrutura você precisa manter para poder trabalhar (você é funcionário ou dono da empresa)? As vezes esquecemos de analisar o quanto o professor investiu para adquirir conhecimento para ensinar? Quanto a escola paga de aluguel? Quanto a escola investe para manter os funcionários como secretaria, faxineira, impostos, segurança, etc etc etc? Entendo que cada pessoa tem o seu “barato” ou “caro” mas acho importante respeitarmos o preço do outro profissional. Sinceramente, eu sou do tipo de pessoa que nunca peço desconto, ou tenho ou não tenho. Meu primeiro emprego foi com meu pai em um depósito de construção, trabalhei lá por mais de 15 anos, acompanhei de perto o sucesso e falência do comércio. Depois tive academia de ginástica e dança, junto ao meu ex-marido, acompanhei de perto o que era não poder colocar um preço justo em uma academia de bairro. Depois tive a minha clínica de fisioterapia e quase perdi os cabelos para manter o negócio, desisti. Então fui ser funcionária pública, ganhava muito

Ballet Adulto: Por onde começar bem, mas não estava feliz, abandonei tudo. Novamente resolvi pagar

Ballet Adulto: Por onde começar

bem, mas não estava feliz, abandonei tudo. Novamente resolvi pagar o preço por ter um negócio próprio, mas poder fazer as coisas da maneira como eu acredito é um valor muito grande para mim, hoje minha renda é menos da metade do que eu ganhava como funcionária pública trabalhando em hospital como Fisioterapeuta. Sei perfeitamente quanto me custa financeiramente cada aluno dentro da minha escola e pode ter certeza, não tem como dar desconto.

Desculpe pelo desabafo, mas as vezes a insistência em pedir desconto pode soar como falta de valorização ao trabalho do outro. Se você é do tipo de pessoa que gosta ou precisa do desconto, não vejo mal algum em pedir, mas tome cuidado para não depreciar o valor do trabalho do outro.

Então voltando a nossa tabela, temos o seguinte preenchimento:

Pontos a serem AVALIADOS Escola Escola Escola Z Observações

Pontos a serem AVALIADOS

Escola

Escola

Escola Z

Observações

X

Y

Valor mensalidade

2

1

3

X - R$ 220,00

Y - R$ 300,00

       

Z R$ 180,00

LOCALIZAÇÃO Este ponto não é difícil de avaliar, mas vale a pena pensar em algumas considerações. Quando digo para avaliar a localização da escola, quero que você avalie a localização para você, afinal não terá serventia alguma a escola ser super bem localizada na zona mais nobre da cidade se você reside do outro lado. É importante considerar o tempo que será gasto para chegar até a escola, se é um trecho da cidade que costuma ter

Ballet Adulto: Por onde começar trânsito, além do valor gasto com o transporte, visto que

Ballet Adulto: Por onde começar

trânsito, além do valor gasto com o transporte, visto que você irá até lá uma ou duas vezes na semana. Pensando nisto, segue um exemplo de preenchimento:

Pontos a serem AVALIADOS Escola Escola Escola Z Observações

Pontos a serem AVALIADOS

Escola

Escola

Escola Z

Observações

X

Y

Localização

 

1

2

3

X longe

Y perto mas difícil acesso (transito)

       

Z perto e fácil

ATENDIMENTO TELEFÔNICO

Parece besteira, mas a verdade é que a primeira impressão é a que fica, contudo, como já disse, não se prenda a isto. Agende a aula independente da simpatia ou empatia do

seu primeiro contato com a escola. Lembre-se que este primeiro contato pode indicar sim como é a empresa escola de dança que você irá conhecer, mas ela não se resume a isto, nem para o bem e nem para o mal. É preciso conhecer a aula, conhecer o professor para só depois concluir. Mas avalie se você foi bem atendida, com simpatia, se você conseguiu as informações que precisava, se você sentiu confiança no atendimento, enfim avalie quais critérios considera importante em um atendimento. Desta forma, seguindo um exemplo hipotético, o preenchimento ficaria assim:

Pontos a serem AVALIADOS Escola Escola Escola Z Observações

Pontos a serem AVALIADOS

Escola

Escola

Escola Z

Observações

X

Y

Atendimento Telefone

2

1

2

X não muito simpática

Y não sabia passar as informações

       

Z simpática mas não sabia $

Ballet Adulto: Por onde começar

Ballet Adulto: Por onde começar

SEGURANÇA DO LOCAL

As vezes estamos tão empolgadas para conhecer uma escola que esquecemos que o mundo não é cor de rosa. Infelizmente a criminalidade tem aumentado demais e precisamos garantir o mínimo de segurança para frequentar alguns lugares, principalmente lugares que iremos manter uma certa rotina e muitas vezes no período da noite. Avaliar a segurança do local para deixar o carro estacionado, para chegar e sair do local, para chegar de transporte público e até mesmo “a pé”. Pensando nisto, um exemplo para preenchimento seria assim:

Pontos a serem AVALIADOS Escola Escola Escola Z Observações

Pontos a serem AVALIADOS

Escola

Escola

Escola Z

Observações

X

Y

Segurança do local

3

1

2

X tem segurança na escola

Y rua escura sem segurança

       

Z sem segurança mas movimentado

RECEPÇAO DA SECRETARIA DA ESCOLA

Então você finalmente chega na sua aula gratuita para conhecer o curso, entra na escola

e muitas coisas podem e vão acontecer. Pode até parecer não ter muita importância a

princípio, mas se você fizer uma análise um pouco mais profunda vai perceber que a maneira como é recebida na secretaria da escola pode fazer muita diferença. Problemas sempre vão acontecer, eventualidades também, mas uma escola bem organizada onde

o aluno tem a atenção merecida na secretaria da escola, pode significar muitas coisas, inclusive que se você tiver algum problema administrativo para resolver junto a secretaria, com certeza você será ouvida e a solução será alcançada. Então vamos aos

exemplos:

Ballet Adulto: Por onde começar

Ballet Adulto: Por onde começar

Pontos a serem AVALIADOS Escola Escola Escola Z Observações

Pontos a serem AVALIADOS

Escola

Escola

Escola Z

Observações

X

Y

Recepção da secretaria

1

2

3

X nem me viu chegar

Y simpática mas não gostei

       

Z muito atenciosa - gostei

INFRAESTRUTURA DA ESCOLA

Algumas pessoas são muito ligadas com a decoração, limpeza e organização dos lugares,

eu sou uma desta pessoas, não porque gosto de lugares “chiques” pelo contrário, para mim quanto mais simples mais me sinto em casa, mas acho importante observar além da infraestrutura básica de uma escola (se tem banheiros, chuveiro, vestiário, bebedouro, sala de espera), se os ambientes são bem decorados, limpos e principalmente organizados.

uma escola que tem uma

decoração mais harmônica, pode indicar uma forma de trabalho e até um espetáculo mais harmônico também, afinal decoração é uma questão de gosto e muitas vezes, menos é mais. Outra observação que faço é a limpeza, pois um local limpo indica que a escola está preocupada no bem estar dos alunos e isto para mim é muito importante como aluna. E uma última coisa que observo é a organização geral da escola e secretaria, pois um balcão de secretaria organizado me dá uma boa impressão de que os controles de dados e pagamentos dos alunos sejam bem organizados. Mas enfim, esta é a minha opinião absolutamente pessoal e tenho certeza que você também tem as suas em relação a estes quesitos, então este é o momento de levar em conta a sua opinião para dar a nota. Por exemplo:

Para mim, agora uma opinião totalmente pessoal

rs

Ballet Adulto: Por onde começar

Ballet Adulto: Por onde começar

Pontos a serem AVALIADOS Escola Escola Escola Z Observações

Pontos a serem AVALIADOS

Escola

Escola

Escola Z

Observações

X

Y

Infra estrutura da escola

3

1

2

X grande, limpo e organizado

Y pequeno, sujo e poluído

       

Z pequeno, limpo e organizado

INFRAESTRURUTA DA SALA DE AULA

Este é um ponto importantíssimo para mim na avaliação de uma escola. Se o produto a ser comercializado é uma aula de dança, a sala de aula pode ser pequena e simples, mas

precisa ter os recursos básicos para um trabalho seguro. A dança, por mais que seja uma atividade artística, é também uma atividade física que merece cuidados ou teremos vários bailarinos lesionados. A mínima infraestrutura para uma sala de aula para ballet adulto é ter barras, rádio, ventiladores e chão adequado. Eu mesma já desisti de frequentar escolas em que o chão não era uma prioridade, afinal, sem o chão adequado as lesões podem acontecer. O ideal é linóleo ou madeira, piso frio jamais. Então vamos ao exemplo:

Pontos a serem AVALIADOS Escola Escola Escola Z Observações

Pontos a serem AVALIADOS

Escola

Escola

Escola Z

Observações

X

Y

Infra estrutura da sala

3

1

3

X piso de madeira ou linóleo

Y - piso frio

       

Z piso de madeira ou linóleo

Ballet Adulto: Por onde começar

Ballet Adulto: Por onde começar

RECEPÇÃO DA TURMA

Cada turma tem a sua particularidade, e definitivamente você não deve fazer ballet em uma escola apenas por conta da turma ser agradável ou não, mas pode ter certeza que a turma ser agradável ou não é o que vai lhe ajudar quando você precisar decidir entre ficar em casa ou ir na aula no final de um dia exaustivo de trabalho embaixo de chuva.

Então leve isto em consideração na sua escolha, por exemplo:

Pontos a serem AVALIADOS Escola Escola Escola Z Observações

Pontos a serem AVALIADOS

Escola

Escola

Escola Z

Observações

X

Y

Recepção da turma

2

3

3

X - simpáticas

Y engraçadas e simpáticas

       

Z simpáticas, mas reservadas

RECEPÇÃO DO PROFESSOR

Gosto muito de deixar a avaliação do professor bem separada, afinal é com ele que realmente tenho que me identificar para ter uma atividade realmente prazerosa. Ao chegar observe como o professor lhe recebe, mais uma vez, muitas coisas podem e vão acontecer. Dentre os diversos perfis de professores que já encontrei na minha jornada de bailarina adulta, três perfis são os mais comuns. Perfil 1 O professor supersimpático e preocupado com o seu bem-estar. Perfil 2 O professor que nem sempre é tão simpático, mas que tem uma boa relação com as alunas de ballet adulto. Perfil 3 O professor que não é nada simpático e está ali apenas para fazer o trabalho dele. Qual é melhor? Vai depender do seu perfil. Partindo do princípio que não estamos avaliando o profissionalismo e capacidade técnica do professor, mas sim o seu perfil

Ballet Adulto: Por onde começar como pessoa, fico à mercê da empatia entre vocês. Há

Ballet Adulto: Por onde começar

como pessoa, fico à mercê da empatia entre vocês. Há alunas que preferem um professor mais sério, outras que preferem um professor mais extrovertido, enfim, só você poderá avaliar qual perfil de professor lhe deixa mais confortável e segura. Então vamos aos exemplos:

Pontos a serem AVALIADOS Escola Escola Escola Z Observações

Pontos a serem AVALIADOS

Escola

Escola

Escola Z

Observações

X

Y

Recepção do professor

2

1

3

X simpático e engraçado

Y simpático mas frio

       

Z simpático e atencioso

DIDÁTICA DO PROFESSOR

Por mais que você seja iniciante e ache que não é possível avaliar o conhecimento técnico do professor, tem algumas dicas que podem fazer diferença. Para esta avaliação pense em avaliar a didática do professor e não o seu conhecimento técnico da arte clássica. Foque no quanto você conseguiu absorver de conhecimento, o quanto precisou se esforçar ou não para entender o que o professor estava ensinando. Muitas mulheres adultas desistem do ballet pois acreditam que não levam “jeito para a coisa”, mas elas esquecem de provar novas experiências antes de concluir qualquer coisa. Cada professor tem a sua didática, independentemente do método que utiliza para ensinar, vale a pena conhecer o maior número de professores possível, o melhor para você será aquele com o qual você consegue entender o movimento com facilidade. Não estou dizendo que você conseguirá fazer o passo, mas sim entender como ele deve ser feito, são coisas diferentes, a partir do momento que você entende, mesmo que não consiga ainda realizar será questão de tempo para o seu corpo reproduzir. Contudo se você sair de uma aula sem entender como o passo deve ser realizado, atenção, pode ser que a

Ballet Adulto: Por onde começar didática do professor não seja boa para você. Pode ser

Ballet Adulto: Por onde começar

didática do professor não seja boa para você. Pode ser boa para outra bailarina, mas não necessariamente para você. Então vamos ao exemplo:

Pontos a serem AVALIADOS Escola Escola Escola Z Observações

Pontos a serem AVALIADOS

Escola

Escola

Escola Z

Observações

X

Y

Didática do professor

3

1

2

X entendi tudo

Y não entendi quase nada

       

Z entendi tudo mas com dificuldade

CORREÇÕES CLARAS DO PROFESSOR

Uma coisa é ensinar, outra é corrigir. Pode até parecer a mesma coisa, mas são didáticas totalmente diferente. Quando ensino algo, uso a didática que acredito ser a mais fácil para o aluno compreender, porém, se depois de ensinar, eu precisar corrigir, pode estar acontecendo basicamente duas coisas:

1

O aluno não entendeu o que eu ensinei, então, preciso mudar a maneira como passo

a

informação pois a maneira inicial não atingiu o meu aluno.

2

O aluno entendeu, mas não consegue executar, então eu preciso avaliar se é por

falta de condições físicas (força, flexibilidade, coordenação motora) ou se é por ele estar

executando de maneira diferente do que o passo exige. Este segundo é o mais comum

e o professor precisa de muita experiência para conseguir detectar o erro na execução para conseguir corrigir.

Ballet Adulto: Por onde começar Neste ponto a ser avaliado, você não tem que avaliar

Ballet Adulto: Por onde começar

Neste ponto a ser avaliado, você não tem que avaliar se a correção que o professor está fazendo, está correta ou não, mesmo porque, você sendo iniciante, não terá conhecimento técnico para isto. Mas você deve avaliar a didática que o professor usa na correção. O professor pode repetir a explicação antes de corrigir, mas observe se ele observa o aluno fazendo, se ele observa é por que ele está buscando o motivo do erro. Daria para eu falar horas sobre isto, mas em síntese, professor que tem correções claras é aquele que não fica “dando murro em ponta de faca” ele vai alternando a didática da correção até chegar em uma didática que atinja o aluno.

evita fazer muitas correções na primeira

aula de uma bailarina adulta. Acredito que já é tão difícil para ela estar ali na sua primeira aula que tudo o que ela não precisa é de alguém apontando tudo o que ela estiver errando. Prefiro deixar a aluna se sentir mais à vontade antes de pegar no pé

dela de verdade. Isto não significa que eu não a corrijo, mas tento fazer correções apenas dos erros grosseiros nesta primeira aula. Então, observe a correção que o professor faz nas “meninas” que já fazem aula há mais tempo. Exemplo de preenchimento:

Atenção, alguns professores, como eu

rs

Pontos a serem AVALIADOS Escola Escola Escola Z Observações

Pontos a serem AVALIADOS

Escola

Escola

Escola Z

Observações

X

Y

Correções claras do professor

3

3

2

X sim

Y - sim

       

Z quase não corrigiu

Ballet Adulto: Por onde começar

Ballet Adulto: Por onde começar

ALUNAS TÉCNICAS NA SALA

Este é um ótimo parâmetro para avaliar a capacidade profissional do professor. São raros os casos de bailarinas adultas que não estão a fim de aprender, digo isto pois em turma infantil é bem comum ter crianças que nem gostam tanto de ballet, mas que fazem aula de ballet porque a mãe acha bonito. O que definitivamente não acontece

em turmas de adulto, elas estão ali porque querem aprender. Assim, elas devoram o professor e crescem tecnicamente dentro dos limites físicos de cada uma, é lindo de ver e eu sou verdadeiramente apaixonada por isto. Pensando nisto, basta um olhar mais atento para avaliar o rendimento técnico da turma. Se você encontrar uma turma que aparenta estar dominando a técnica pode ter certeza que isto é um bom trabalho realizado pelo professor. Mas é muito importante avaliar também há quanto tempo elas fazem aula, já cansei de ver meninas lindas tecnicamente com poucos meses de trabalho e outras não tão seguras assim com anos de trabalho. Assim você seguirá na avaliação da turma com o seguinte exemplo:

Pontos a serem AVALIADOS Escola Escola Escola Z Observações

Pontos a serem AVALIADOS

Escola

Escola

Escola Z

Observações

X

Y

Alunas técnicas na sala

2

1

3

X uma menina parecia ser boa

Y todas eram bem iniciantes

       

Z todas eram muito boas

CLIMA DA AULA

Considero “clima da aula” um balanço de qual foi a sua sensação durante a aula. Tem aulas de ballet adulto em que o professor é muito sério e as “meninas” também, que acaba ficando uma aula mais silenciosa. Outras em que o professor é super interativo e

Ballet Adulto: Por onde começar até solta algu mas “piadas” cabíveis ao momento e que

Ballet Adulto: Por onde começar

até solta algumas “piadas” cabíveis ao momento e que toda turma acaba se divertindo além de aprender ballet. Este ponto deve ser avaliado segundo a sua sensação, você pode ser uma pessoa mais reservada que prefere um momento de mais “isolamento” para a sua concentração e bem estar durante a aula, ou uma pessoa mais brincalhona,

que prefere ter um momento mais divertido enquanto aprende ballet.

como eu

, Enfim, não a nada de errado em nenhuma das situações, o melhor clima será aquele que seja mais proveitoso para você. Então, neste caso eu avaliaria da seguinte maneira:

rs

Pontos a serem AVALIADOS Escola Escola Escola Z Observações

Pontos a serem AVALIADOS

Escola

Escola

Escola Z

Observações

X

Y

Clima da aula

 

3

2

2

X foi muito divertido

Y tudo muito silencioso

       

Z legal

COMO FUNCIONA O CONTRATO

Sim! Uma boa escola tem contrato. É um direito do aluno saber as regras de trancamento, cancelamento, conhecer o regulamento interno da escola, enfim, contrato é muito importante tanto para a escola como para o aluno. Se você for conhecer uma escola e ela não tiver contrato, desconfie, veja se a escola possui Alvará de Funcionamento, Nota Fiscal, afinal a escola de dança é uma empresa e tem seus deveres perante as leis municipais, ela recebe pelos serviços prestados e deve pagar impostos por isto, é a lei. Não esqueça de pensar nisto na hora de escolher a mensalidade mais barata, afinal, como sociedade, todos devemos fazer a nossa parte. Você paga seus impostos e a escola deve pagar os dela também. Mas voltando ao contrato, neste ponto o meu exemplo seria preenchido assim:

Ballet Adulto: Por onde começar Pontos a serem AVALIADOS Escola Escola Escola Z Observações X

Ballet Adulto: Por onde começar

Pontos a serem AVALIADOS Escola Escola Escola Z Observações

Pontos a serem AVALIADOS

Escola

Escola

Escola Z

Observações

X

Y

Como funciona o contrato

3

1

2

X - gostei

Y não tem contrato

       

Z exigente mas gostei

COMO É O CANCELAMENTO

É claro que você não está procurando uma escola com intenção de cancelar o contrato, mas por isto mesmo é importante este ponto. Imprevistos podem e vão acontecer na sua jornada e é muito importante garantir que você não tenha problemas em termos de contrato para fazer o cancelamento caso seja necessário. Mas atenção ao contrato, muitas pessoas assinam contrato sem nem ler e depois acham que tem o direito de cancelar como desejarem, mas as coisas não funcionam assim. Pense comigo, você sendo funcionária registrada em carteira, o seu patrão não pode lhe mandar embora do dia para a noite sem pagar um aviso prévio (exceto em caso de justa causa) não é mesmo?! Com a escola funciona da mesma maneira, a partir do momento que você contratou os serviços da escola todos os funcionários da escola passam a trabalhar para você, para o seu bem-estar, desde a secretaria, segurança da rua, faxineira até o professor, no mínimo não seria justo demiti-los do dia para a noite sem aviso prévio. Ou seja, a escola depende do seu aviso para se organizar financeiramente para não falhar com os funcionários. Desta forma, a grande maioria das escolas, como a minha, exigem que o cancelamento seja avisado com trinta dias de antecedência. Na D’leite o aluno pode avisar hoje que daqui 30 dias ele não irá mais continuar o curso e não precisar pagar multa alguma por isto. Neste caso, eu avaliaria o contrato assim:

Ballet Adulto: Por onde começar

Ballet Adulto: Por onde começar

Pontos a serem AVALIADOS Escola Escola Escola Z Observações

Pontos a serem AVALIADOS

Escola

Escola

Escola Z

Observações

X

Y

Como é o cancelamento

2

1

3

X multa para cancelar

Y não tem contrato

       

Z basta avisar com antecedência

EXISTE TRANCAMENTO

O trancamento é uma grande vantagem para o aluno e que poucas escolas colocam no contrato. Para você entender, imagine a seguinte situação. Você está linda, frequentando as aulas e surge uma oportunidade de trabalho em outra cidade com data de início e fim. Você procura a escola e diz que ficará 30 dias sem ir, a escola lhe comunica que não tem problema, mas que você deverá pagar a mensalidade mesmo sem frequentar, ou ainda, cancelar e quando voltar você deverá pagar novamente a matricula do curso. No mínimo, você ficaria chateada e poderia repensar se voltaria ou não para as aulas, não é mesmo? Neste caso é bom se informar qual a política da escola em caso de trancamento. Entendo que para a escola é complicado ficar um mês sem receber, mas ela tem a garantia que você irá voltar, afinal estará feliz em saber que a escola realiza trancamento. Assim, neste caso eu avaliaria o seguinte exemplo:

Pontos a serem AVALIADOS Escola Escola Escola Z Observações

Pontos a serem AVALIADOS

Escola

Escola

Escola Z

Observações

X

Y

Existe trancamento

2

1

3

X só com atestado

Y não tem contrato

       

Z basta avisar com antecedência

Ballet Adulto: Por onde começar  EXISTE REPOSIÇÃO DE FALTAS Este é um ponto importantíssimo

Ballet Adulto: Por onde começar

EXISTE REPOSIÇÃO DE FALTAS

Este é um ponto importantíssimo para Ballet Adulto. Como já disse, imprevistos irão acontecer e você com certeza precisará faltar as aulas uma vez ou outra, mas é muito importante que você valorize a escola que lhe permita reposição, pois pagar por algo e não usar é ruim, mas perder aula e comprometer o seu desenvolvimento técnico é muito pior. Lembrando que cada escola poderá ter suas regras especificas para

reposição. Assim, vamos ao meu exemplo:

Pontos a serem AVALIADOS Escola Escola Escola Z Observações

Pontos a serem AVALIADOS

Escola

Escola

Escola Z

Observações

X

Y

       

X

só com atestado

Existe reposição de faltas

1

2

3

sim, mas em outras turmas de ballet, não necessariamente de ballet adulto Z sim, em outro horário de ballet

Y

adulto

QUAL A SUA SENSAÇÃO APÓS A AULA

Ahhh

que delicia a sensação após a primeira aula de ballet da vida! Promete que me

enviará um e-mail para contar? Este é o ponto mais importante de todos a serem avaliados. A melhor escola será aquela

que foi capaz de lhe dar a melhor sensação. Você pode encontrar escolas com mensalidades muito baixas, mas que não te fez brilhar os olhos após a aula, como também poderá encontrar escolas com a melhor infraestrutura e mensalidades altíssimas, mas que também não lhe fizeram brilhar os olhos. Contudo você encontrará escolas que lhe tocará o coração desde a hora em que entrar pelo portão, esta sim deve ser a sua escola. Mas não pense que este questionário foi

Ballet Adulto: Por onde começar perdido, pois você encontrará muitas escolas que farão o seu

Ballet Adulto: Por onde começar

perdido, pois você encontrará muitas escolas que farão o seu coração pular de alegria, afinal todas elas estão oferecendo aulas para alcançar a sua grande motivação, que é começar a fazer Ballet. Sendo assim, este questionário lhe ajudará, sem dúvida alguma, a escolher entre as escolas que fizeram o seu coração bater, qual tem o melhor custo benefício.

Aqui vou dispensar exemplos e colocar que eu amei todas pode acontecer com você!

o que muito provavelmente

Pontos a serem AVALIADOS Escola Escola Escola Z Observações

Pontos a serem AVALIADOS

Escola

Escola

Escola Z

Observações

X

Y

Qual a sua sensação após a aula

3

3

3

 

FECHAMENTO DAS NOTAS DA TABELA Ao final da sua “pesquisa prática de campo”, depois de ter realmente feito todas as aulas em todos os lugares e preenchido cada ponto avaliado, será a hora de comparar as notas, fechar a avalição e escolher. Simples assim!

Para que esta tabela fique o mais próximo possível dos seus valores como pessoa, você irá escolher três, dos vinte pontos avaliados, que mais são importantes para você e multiplicar a nota por 2. Exemplo:

Na minha tabela baixo, que preenchemos juntas durante este capítulo, eu considero como os três pontos mais importantes para mim a “Infraestrutura da sala”, o “Clima da

Ballet Adulto: Por onde começar aula” e a “Sensação após a aula”. Assim estes valores

Ballet Adulto: Por onde começar

aula” e a “Sensação após a aula”. Assim estes valores eu multiplicarei por 2 para só depois somar as notas de cada escola. Desta forma, minha tabela ficaria assim:

Pontos a serem AVALIADOS Escola Escola Escola Z Observações

Pontos a serem AVALIADOS

Escola

Escola

Escola Z

Observações

X

Y

Dia e Horário das aulas

1

3

2

x

bate com horário do inglês

Y

horário perfeito

z

vai ficar corrido

Valor matricula x kit

2

1

3

X

- R$ 120,00 só matricula

Y

- R$ 100,00 só matricula

Z

R$ 150,00 e vem sapatilha

Valor mensalidade

2

1

3

X

- R$ 220,00

Y

- R$ 300,00

Z

R$ 180,00

Localização

1

2

3

X

longe

Y

perto mas difícil acesso

Z

perto e fácil

Atendimento Telefone

2

1

2

X

não muito simpática

Y

não sabia passar as informações

Z

simpática mas não sabia $

Segurança do local

3

1

2

X

tem segurança na escola

Y

rua escura sem segurança

Z

sem segurança mas movimentado

Recepção da secretaria

1

2

3

X

nem me viu chegar

Y

simpática mas não gostei

Z

muito atenciosa - gostei

Infra estrutura da escola

3

1

2

X

grande, limpo e organizado

Y

pequeno e sujo

Z

pequeno, limpo e organizado

Infra estrutura da sala

3x2= 6

1x2= 2

3x2= 6

X

piso de madeira ou linóleo

Y

- piso frio

Z

piso de madeira ou linóleo

Recepção da turma

2

3

3

X

- simpáticas

Y

engraçadas e simpáticas

Z

simpáticas, mas reservadas

Recepção do professor

2

1

3

X

simpático e engraçado

Y

simpático mas frio

Z

simpático e atencioso

Didática do professor

3

1

2

X

entendi tudo

Y

não entendi quase nada

       

Z

entendi tudo mas achei difícil

Ballet Adulto: Por onde começar Correções claras do professor 3 3 2 X   –

Ballet Adulto: Por onde começar

Correções claras do professor

3

3

2 X

 

sim

Y

- sim

Z

quase não corrigiu

Alunas técnicas na sala

2

1

3 X

 

uma menina parecia ser boa

Y

todas eram bem iniciantes

Z

todas eram muito boas

Clima da aula

3x2= 6

2x2= 4

2x2= 4

X

foi muito divertido

Y

tudo muito silencioso

       

Z

legal

Como funciona o contrato

3

 

1 2

X

- gostei

Y

não tem contrato

Z

exigente mas gostei

Como é o cancelamento

2

 

1 3

X

multa para cancelar

Y

não tem contrato

Z

basta avisar com antecedência

Existe trancamento

2

 

1 3

X

só com atestado

Y

não tem contrato

       

Z

basta avisar com antecedência

Existe reposição de faltas

1

 

2 3

X

só com atestado

Y

sim mas em outras turmas

       

Z

sim em outra turma de ballet adulto

Qual a sua sensação após a aula

3x2=6

3x2=6

3x2=6

Amei todas!

NOTA FINAL

53

38

60

 

Desta forma eu sei que a escola que mais se mostrou com um bom custo benefício para minhas necessidades foi a Escola Z. No entanto, esta tabela não é uma competição de qualidade das escolas, mas sim uma avaliação lógica e clara de critérios que poderão lhe deixar mais confortável e segura na escolha, afinal de contas as notas são dadas baseadas no que você considera ideal para você. Sendo assim, quando o seus valores e os valores da escola coincidirem, a chance de casamento é grande rsrs Pode acontecer de ter empates, neste caso avalie o último item e siga o seu coração. Lembre-se que esta tabela que trago aqui é uma maneira de lhe dar mais clareza na

Ballet Adulto: Por onde começar hora de escolher uma escola de dança, mas definitivamente ela

Ballet Adulto: Por onde começar

hora de escolher uma escola de dança, mas definitivamente ela só deve ser levada em consideração, se fizer sentido para você.

Entendo perfeitamente que existem decisões que não são fáceis de serem tomadas, principalmente quando estas decisões implicam em ir contra os pré-conceitos da sociedade, mudanças na rotina, esforço físico e investimento financeiro. Parece que

tudo vira um imenso novelo de lá em nossa cabeça e no final do dia já não temos mais energia para pensar sobre o que temos que decidir e acabamos por deixando para

depois, para amanhã, ano que vem

E como se não bastasse toda a turbulência deste processo de decisão ainda ter que lidar com o medo, a insegurança de entrar em uma turma de ballet adulto que já está em andamento também é assustador. Concordo! Mas existe uma maneira de vencer isto!

e este depois nunca chega.

Até agora falamos apenas da Opção 1 nesta sua Jornada de iniciar as aulas de ballet adulto, mas temos outras opções, vamos conhecê-las.

Quando me vejo em situações assim, sem saber muito bem o que vou encontrar, eu uso uma tática simples, buscar por informações que me deem o máximo de clareza sobre a situação que estarei expostas após tomar a decisão. Ou seja, como você se sentiria se chegasse em uma escola de ballet para fazer a sua primeira aula de ballet adulto já conhecendo alguns passos? Pensando nisto você tem uma segunda opção.

Ballet Adulto: Por onde começar Opção 2 – Procurar uma escola de dança que tenha

Ballet Adulto: Por onde começar

Opção 2 Procurar uma escola de dança que tenha ballet para adultos e fazer um curso de ballet online como forma de reforço.

É claro que você sabe que tenho um curso de Ballet OnLine para Adultos Iniciantes, mas

o que talvez você não tenha se atentado é que este curso atende a exatamente este medo que as mulheres, e até mesmo homens, tem em procurar uma escola de ballet

sem saber absolutamente nada depois de uma determinada idade. Eu vivo dizendo que não precisa ser assim, mas a minha luta ainda está longe da vitória. Então resolvi encorajar as pessoas mostrando que ballet não precisa ser um bicho de sete cabeças, através deste curso. Assim qual é a sua segunda opção, procurar uma escola para fazer ballet presencialmente e ao mesmo tempo fazer um curso online de ballet como este que eu ofereço, como uma forma de reforço neste seu início de jornada. Muitos dos meus alunos online fazem exatamente isto e relatam que realmente vale a pena. Muitos são alunos de escolas presenciais e até professores, e ao mesmo tempo fazem o curso online como um forma de adquirir mais conhecimento através de fontes seguras. Afinal, vídeos sobre como fazer ballet no YouTube você encontra facilmente, aos baldes, mas muitas vezes com conteúdos um tanto quanto duvidosos e até arriscados para uma pessoa que nunca fez e não sabe avaliar se está fazendo correto ou não. Então por

avalie bem os vídeos que você tem usado como incentivo técnico por aí

favor

hein?! rs Mas enfim, na internet você encontra algumas escolas estrangeiras que oferecem curso de ballet online, na verdade tem até sites gratuitos, mas como já disse, não conheço a fundo, então não posso indicar.

Ballet Adulto: Por onde começar Desta forma, fica o meu convite para você conhecer esta

Ballet Adulto: Por onde começar

Desta forma, fica o meu convite para você conhecer esta segunda opção, fazer o curso online ao mesmo tempo que faz o presencial. Se você desejar saber mais sobre o curso, estarei à disposição por e-mail.

E vamos a terceira opção.

Opção 3 Fazer um curso de ballet online para conhecer melhor o Ballet antes de procurar uma escola

Confesso que eu sou mais imediatista, mas respeito quem prefere conhecer bem onde está pisando. Atualmente, grande parte dos alunos matriculados no meu curso de ballet online para adultos iniciantes são de mulheres acima de 40 anos que sempre sonharam em fazer ballet, mas por conta de diversos fatores nunca tiveram a oportunidade, e hoje depois dos 40 anos sentiam vergonha de procurar uma escola de dança. Elas optaram em fazer o curso primeiramente online para ter contato com a técnica clássica, praticar, e então se programarem para se matricular em uma escola presencial. Também é sim uma alternativa!

Independentemente da decisão que você tomar agora, dentro destas três opções, qualquer uma delas eu ficarei muito feliz, pois se você chegou até este ponto da leitura está mais do que claro que você quer muito aprender ballet.

Lembre-se todo sonho deve ser realizado!

Ballet Adulto: Por onde começar

Ballet Adulto: Por onde começar

Capítulo 6

DEFINA SEUS OBJETIVOS

Quando a gente não sabe para onde vai, qualquer caminho serve”

(Alice no país das maravilhas)

, qua lquer caminho serve” (Alice no país das maravilhas) Uma das coisas mais comuns de

Uma das coisas mais comuns de acontecer com bailarinas adultas é não ter a visão de onde realmente estão tecnicamente e onde querem chegar. Elas tendem a focar em

suas limitações físicas, se menosprezado. Infelizmente isto é a mais pura verdade e esta

é uma das minhas grandes lutas em turmas de adulto.

O mundo da bailarina adulta é cheio de particularidades, desde a vida corrida e cheia de compromissos, até a dificuldade de enxergar o seu verdadeiro valor dentro do mundo cor-de-rosa do ballet clássico. Já vi diversas bailarinas adultas apaixonadas pelo ballet, mas questionando suas capacidades, possibilidades e habilidades. Sei que isto está muito ligado ao Mindset, e deveria ser discutido em outro capitulo, mas acho importante discutirmos um pouco sobre isto aqui em “Defina seus objetivos” para que a análise não se perca durante a leitura. Certa vez, em uma de minhas buscas por escolas de ballet adulto, eu estava fazendo

aulas em uma turma de ballet avançado, pois eu era considerada muito avançada para

a

turma de ballet adulto daquela escola. No meio da aula eu passei a observar a turma

e

vi que a média de idade era em torno de seus 15 anos, em plena condição física,

enquanto eu sofria com as minhas limitações, por estar alguns anos longe do ballet.

Nesta época eu tinha 29 anos e ao meu lado tinha uma menina com no máximo 22

anos

éramos as velhas da turma. Foi então que eu comentei com ela:

Ballet Adulto: Por onde começar - É Ela me olhou, sorriu e disse uma frase

Ballet Adulto: Por onde começar

- É

Ela me olhou, sorriu e disse uma frase que mudou a minha vida:

- Não Mari, difícil deve ser para elas fazerem ballet aos 15 anos, pois elas terão que

passar por tudo que nós já passamos. Neste momento eu realmente acordei. Olhei de volta para as meninas e pensei Verdade, ainda irão decidir qual profissão terão, não sabe para qual cidade irão estudar

ou trabalhar, por quanto tempo terão que parar o ballet, não sabem se o namoradinho

novo vai lhe incentivar no ballet, rsrs, enfim, fiquei até chateada pelas meninas, mas era

a mais pura verdade”.

fazer ballet depois dos 20 anos não é fácil!

Esta conversa na barra me fez ver o que realmente é o ballet adulto, todas as suas possibilidades e benefícios quando comparado com as meninas de 15 anos, que tem

várias incertezas de vida ainda. Por isto hoje eu lhe digo com a mais absoluta convicção,

se você já passou dos 20, 30, 40, 50 anos

aprender ballet, mas se caso ainda não esteja claro, vou ser mais direta, se você trabalha, é casada, tem filhos, você está no seu melhor momento para fazer ballet.

que ótimo! Você está na idade certa para

Ninguém poderá lhe impedir!

A menina de 15 anos depende dos pais para levar ela na aula, para pagar a mensalidade,

figurinos caso decida dançar, provavelmente precisará parar para fazer faculdade, depois virá o mercado de trabalho, a instabilidade financeira, o casamento, os filhos e

todos estes fatores que irão dificultar o retorno delas. Só depois que elas estiverem

estáveis na vida como mulheres adultas é que conseguirão voltar para o ballet

e

então

serão bailarinas adultas como você, com experiência de vida para saber

valorizar cada pliê, cada braço dançando no ar, cada música, cada correção do professor.

Ballet Adulto: Por onde começar Enfim, muitas bailarinas adultas olham para as meninas de 15

Ballet Adulto: Por onde começar

Enfim, muitas bailarinas adultas olham para as meninas de 15 anos, lamentando suas limitações físicas, como eu já fiz, sem valorizar o que realmente importa nesta vida, as experiências vividas, para poder dar mais vida para a sua dança. Poderia falar horas sobre isto, mas o que quero que você guarde é que você bailarina adulta é um verdadeiro diamante no mundo da dança. Se a sua perna não subir o quanto você gostaria, se os seus giros não forem tão perfeitos, não se preocupe. O ballet é muito mais do que passos perfeitamente executados, dançar ballet de verdade é colocar a alma em cada movimento e não tem coisa mais linda do que ver uma alma experiente dançando em oito tempos.

Acredite em você, como eu acredito!

Agora respire fundo e vamos juntas, ter clareza das possibilidades que lhe aguardam, para que você possa fazer as suas escolhas com o coração e não com os óculos da limitação.

Muitas bailarinas adultas não têm clareza de onde podem chegar e isto impossibilita elas de sonharem mais alto. A grande verdade é que a maioria das mulheres que procuram por ballet depois de adulta já estão tão acostumadas com o Mindset de que não podem, agora não dá mais para ser bailarina, que elas se contentam apenas em fazer aula de ballet. Só fazer aula já é um sonho realizado.

Mas será que é só esta possibilidade mesmo? Bailarina adulta não pode evoluir tecnicamente para usar as famosas “sapatilhas de ponta”? Bailarina adulta não pode participar de um espetáculo e se apresentar em um palco? Bailarina adulta não pode usar um tuo tuo e dançar com um bailarino?

Ballet Adulto: Por onde começar

Ballet Adulto: Por onde começar

Espero que nesta altura da leitura o seu Mindset já tenha dito que “pode sim” para todas as perguntas. Em todo caso, vou reforçar, SIM!!! CLARO QUE PODE!

Precisa de trabalho, dedicação, mas se você quiser você pode sim! Contudo, você precisa acreditar e querer acima de tudo! Acho importante deixar claro que traçar objetivos é uma tarefa diária para qualquer bailarina. Se você já começar com um objetivo muito longe de ser alcançado você poderá se frustrar, e isto independe se é bailarina adulta ou uma criança. O fato é que quando traçamos objetivos de longo prazo fica muito difícil se manter motivada para

buscá-lo, se você começar hoje a fazer ballet com o único objetivo de girar 32 fouetés,

o fato é que irá demorar muito tempo para você conseguir e acabará se desmotivando

e parando de dançar antes mesmo de conseguir fazer um foueté . Precisamos traçar objetivos de curto, médio e longo prazo para que a nossa motivação seja diária.

Por exemplo, você pode traçar como objetivo:

Curto prazo: em um mês eu estarei fazendo a minha primeira aula de ballet

Médio prazo: em um ano eu farei a minha primeira apresentação

Longo prazo: em dois anos eu irei começar a fazer aulas de ponta

E então você começa a fazer aulas e percebe que a sua flexibilidade pode ser melhor,

então define outro objetivo de curto prazo “em 15 dias vou conseguir tocar o chão com os joelhos esticados” e você irá se dedicar para este objetivo. Depois que tocar o chão, você irá perceber que a sua abertura também melhorou, então traça outro objetivo,

Ballet Adulto: Por onde começar zerar a abertura por exemplo. E assim, de objetivos em

Ballet Adulto: Por onde começar

zerar a abertura por exemplo. E assim, de objetivos em objetivos você vai chegando mais perto do seu objetivo de médio prazo e por sua vez de longo prazo.

Percebe o quanto é importante não se fixar apenas aos objetivos iniciais? O seu corpo irá mudar, outras possibilidades irão surgir, cabe a você não se limitar e fazer de cada aula um novo desafio. Isto é ballet, é um desafio diário, tanto para a menina de 15 anos como para uma senhora de 80 anos. Cabe a cada uma de nós, bailarinas, não nos abatermos pelas nossas limitações físicas e conseguir olhar além das limitações. Afinal, limitações físicas a menina de 15 anos também terá dentro dos desejos dela, mas ver além disto, só com muita experiência de vida.

Agora se eu puder lhe dar uma dica, confie no seu professor ou professora. Nós como professores conhecemos muito mais de vocês do que vocês ousariam imaginar. Sabemos “de cor e salteado” quais são as limitações e como podemos lhe ajudar a superá-las ou desviar delas.

Então, quando a sua professora, ou professor, disser “Vai, você consegue”, acredite!

Ballet Adulto: Por onde começar

Ballet Adulto: Por onde começar

Capítulo 7 AGORA É COM VOCÊ

Posso levar meu cavalo até a água, mas não posso obrigá-lo a beber”

(John Heywood)

água, mas não posso obrigá-lo a beber” (John Heywood) Então chegamos ao fim deste E-book onde

Então chegamos ao fim deste E-book onde compartilhei com você absolutamente tudo

o que eu acredito que você precisa saber sobre a sua jornada de bailarina adulta. Desejo do fundo o coração que eu tenha conseguido lhe dar um pouco de clareza sobre este assunto “ballet adulto” que é tão carregado de pré-conceitos.

Minha missão até aqui não foi incentivá-la, pois acredito que você ainda não tinha tomado a sua decisão por falta de clareza e não por falta de incentivo.

Agora você já tem as ferramentas que precisa, já sabe exatamente por onde começar. A mim cabe apenas desejar que o ballet seja realmente presenteado com a sua dança

e

lhe dizer que a jornada não será fácil, mas será linda, doce e aos toques de piano.

E

ainda me atrevo a dizer que “Nada nesta vida é tão valioso quanto a capacidade de olhar para dentro, sentir nosso corpo e saber o que se passa conosco. Cada pessoa na face da terra é um ser único, com seus medos, desejos, sonhos, frustrações, defeitos e qualidades. Ninguém é igual a ninguém, e isto é lindo. Infelizmente, poucas pessoas tem a chance de ter este encontro consigo mesmo durante a vida adulta. Somos o tempo todo suprimidos pelas responsabilidades de uma vida adulta, sem ter tempo para simplesmente parar e dar atenção a nós

Ballet Adulto: Por onde começar mesmos. Mas chega um momento em que esta pausa se

Ballet Adulto: Por onde começar

mesmos. Mas chega um momento em que esta pausa se faz necessária, um momento em que, o que vem de fora já não nos preenche mais e então passamos a ouvir uma voz tímida vindo de dentro com alguns desejos estranhos que a princípio mais parece uma ingênua curiosidade. E é assim, com esta timidez que muitas mulheres chegam na porta de uma escola de dança ou em um e-book como este. Uma curiosidade tímida para tentar responder aos seus “serás” que aos poucos vai crescendo lá dentro.(Um dos primeiros parágrafos do novo E-book que logo estará disponível para Download Ballet: Ferramenta de Transformação para Adultos)

Você pode tudo o que você quiser, basta querer e agir!

Se puder, me envie um e-mail contando a sua experiência ao ler este e-book, vou adorar saber que este e-book lhe ajudou de alguma maneira.

Um grande abraço, e 5, 6, 7 e 8

Contato:

“A dança é um direito de todos.”

Ballet Adulto: Por onde começar Ballet OnLine Conheça o nosso Curso de Ballet OnLine para

Ballet Adulto: Por onde começar

Ballet OnLine

Conheça o nosso Curso de Ballet OnLine para Adultos Iniciantes!

o nosso Curso de Ballet OnLine para Adultos Iniciantes! 100% Online para você aprender Ballet depois

100% Online para você aprender Ballet depois de adulta e em casa.

Para maiores informações sobre o curso, pode me enviar um e-mail: maridleite@dleite.art.br

Curta nossa fan page no Facebook:

Acesse mais conteúdo Gratuito em: www.balletonline.net