Você está na página 1de 23

ANTICORPOS: DEFINIÇÃO

- São proteínas altamente específicas


sintetizadas em resposta a um antígeno,
podendo reconhecer, se ligar, neutralizar e
destruir esse antígeno.
ANTICORPOS: ESTRUTURA
• As cadeias são unidas por ligações
dissulfeto e outras moléculas, formando a
configuração em Y

• Esta forma é flexível podendo assumir a


forma de T
 Ac são compostos de polipeptideos
(glicoproteínas) com regiões:

• REGIÃO VARIÁVEL
• REGIÃO CONSTANTE

• CADEIAS PESADAS: 2 idênticas, existem vários


tipos. As cadeias pesadas determinam a classe do
anticorpo e a função fisiológica de cada Ac
• CADEIAS LEVES: 2 idênticas, podem ser do tipo
kappa ou lambda, cada Ac tem 2 cadeias kappa ou 2
lambda, nunca 1 de cada
ANTICORPOS
• Fab – Fragmento de ligação ao antígeno
• Fc – Fragmento cristalizável
• Os genes de cadeia leve e pesada estão localizados
em diferentes cromossomos:
- 14: genes de cadeia pesada
- 2: genes de cadeia leve kappa
- 22: genes de cadeia leve lambda

• A diversidade de ligação ao antígeno é dependente


do número de genes e do modo pelo qual estes
podem ser combinados formando diferentes
produtos.
“O sistema imune deve ser capaz de reconhecer
todos os patógenos, passados e futuros” (Chapel et
al, 2003)
. de cadeia pesada: γ α μ δ e ε

. de cadeia leve: κ λ

 o isotipo γ humano apresenta quatro subtipos:


γ 1, γ 2, γ 3 e γ 4.
 O isotipo α humano apresenta dois subtipos:

α 1 e α 2.
Primeiro Ac produzido por plasmócitos
• 5-10% dos anticorpos totais
• Constitui-se de 5 unidades básicas mantidas em
conjunto por uma cadeia de Junção
• Devido ao seu grande tamanho penetra com
dificuldade nos tecidos
- Neutralizam toxinas
- Funcionam como receptor
de antígenos na superfície dos
Linfócitos B
• Ac mais abundante no soro (cerca de 80% do total)
• Penetra fácil nos tecidos devido ao pequeno
tamanho
• Único Ac que consegue passar pela placenta para o
neonato
•Neutralizam toxinas, fazem opsonização

• Existem 4 subclasses de IgG:


- IgG1 e IgG3 ativam o complemento e responsáveis
pela
eliminação de Ag protéicos
- IgG2 e IgG4 reagem com antígenos carboidratos
• Principal Ac das mucosas (10-15% do total)
• Mais abundante no corpo
• O IgA do colostro auxilia a proteger os neonatos de
infecções gastrointestinais
• Possui peça secretora que envolve a molécula e não
permite sua digestão nas secreções mucosas
• direcionada contra microorganismos que colonizam
mucosas: limpeza
• 2 subclasses:
- IgA1 – papel incerto, presente no soro, sensível a
proteases
bacterianas, fraca na defesa
- IgA2 – neutralizam Ag que penetram via mucosa
• Somente 0,002% dos anticorpos séricos totais
em pacientes não alérgicos
• ativação mastócitos
• atividades inflamatórias
• defesa contra parasitas
• Reações Alérgicas: Ativa degranulação de
mastócitos com liberação de histamina
• Liga-se a receptores específicos em mastócitos e
basófilos
 - Funcionam como receptores de antígenos na
superfície dos linfócitos B