Você está na página 1de 11

01

Q590386
Direito do Trabalho
Formas de solução dos conflitos coletivos do trabalho, Direito Coletivo do Trabalho
Ano: 2015
Banca: FGV
Órgão: PGE-RO
Prova:Analista da Procuradoria - Processual
O dissídio pode ser classificado como sendo de natureza econômica, jurídica ou de greve.

Em relação ao dissídio coletivo de natureza jurídica, é correto afirmar que:


a) suas cláusulas possuem extratividade;
b) prescinde do comum acordo;
c) serve para a criação de normas jurídicas para uma categoria;
d) seu prazo máximo de vigência é de 2 anos;
e) pode ser instaurado de ofício pelo Presidente do Tribunal.

03
Q584199
Direito do Trabalho
Das relações laborais, Trabalho da mulher
Ano: 2015
Banca: FCC
Órgão: TRT - 9ª REGIÃO (PR)
Prova:Analista Judiciário - Área Judiciária
Constitui medida de proteção ao trabalho da mulher, a
a) determinação de vagas exclusivas nos cursos de formação e qualificação de mão de obra,
ministrados por instituições governamentais, em percentual equivalente a cinquenta por cento.
b) obrigatoriedade, nos estabelecimentos em que trabalham pelo menos vinte mulheres, com mais
de dezesseis anos de idade, de local apropriado onde seja permitido às empregadas guardar sob
vigilância e assistência os seus filhos no período de amamentação.
c) garantia de que os locais destinados à guarda dos filhos das operárias durante o período da
amamentação possuam, no mínimo, um berçário, uma saleta de amamentação, uma cozinha dietética e
uma instalação sanitária.
d) vedação de emprego de mulher em serviço que demande força muscular superior a quinze
quilos para o trabalho contínuo, ou trinta e vinte quilos para o trabalho ocasional.
e) possibilidade de afastamento do emprego da empregada gestante, mediante atestado médico, a
partir do trigésimo dia antes do parto.

04
Q584586
Direito do Trabalho
Das relações laborais, Trabalho da mulher, Efeitos e duração do trabalho nos contratos de emprego(+
assunto)
Ano: 2015
Banca: FCC
Órgão: TRT - 9ª REGIÃO (PR)
Prova:Analista Judiciário - Área Judiciária
Considerando os direitos assegurados aos trabalhadores pela Constituição Federal, é correto afirmar:
a) O repouso semanal remunerado dos empregados rurais, em razão das peculiaridades do trabalho,
deve ser necessariamente aos domingos.
b) O seguro contra acidentes do trabalho pago pelo empregador o isenta do pagamento de
indenização a empregado que sofre o infortúnio.
c) A proteção ao mercado de trabalho da mulher é norma de aplicação imediata que, tendo em vista o
princípio da igualdade estabelecido como garantia fundamental, não depende de regulamentação
infraconstitucional.
d) A assistência gratuita em creches e pré-escolas é assegurada aos filhos e dependentes do
empregado, desde o nascimento até dez anos de idade.
e) A eleição de um representante dos trabalhadores com a finalidade, exclusiva de promover o
entendimento direto com o empregador é assegurada nas empresas com mais de duzentos empregados.

05
Q582928
Direito do Trabalho
Estabilidade e garantias provisórias no emprego, Das relações laborais, Trabalho da mulher(+ assunto)
Ano: 2015
Banca: CESPE
Órgão:Telebras
Prova:Advogado

A respeito da proteção ao trabalho da mulher, das garantias provisórias do emprego e da estabilidade,


julgue o item seguinte.

Empregado eleito membro suplente da CIPA apenas terá o direito à garantia provisória do emprego se,
durante a vigência do mandato, passar a exercer como titular o cargo de membro.

 Certo
 Errado

06
Q582932
Direito do Trabalho
Medicina e segurança no trabalho, Questões essenciais relativas aos contratos de emprego
Ano: 2015
Banca: CESPE
Órgão:Telebras
Prova:Advogado

Com relação a segurança e medicina do trabalho, julgue o item a seguir.


Um auxiliar de serviços gerais, empregado de uma companhia aérea, que, de forma corriqueira, exerça
suas funções a bordo de aeronave no momento do abastecimento, deverá receber o adicional de
periculosidade.

 Certo
 Errado

07
Q576963
Direito do Trabalho
Medicina e segurança no trabalho, Questões essenciais relativas aos contratos de emprego
Ano: 2015
Banca:Quadrix
Órgão: CRF-RJ
Prova:Agente Administrativo
Quanto às normas que regulam as relações individuais e coletivas de trabalho, previstas na CLT, assinale
a alternativa incorreta.
a) Será obrigatório exame médico, por conta do empregador: na admissão; na demissão; e
periodicamente.
b) O Ministério do Trabalho baixará instruções relativas aos casos em que serão exigíveis exames:
por ocasião da demissão; e complementares.
c) Outros exames complementares poderão ser exigidos, a critério médico, para apuração da
capacidade ou aptidão física e mental do empregado para a função que deva exercer.
d) O Ministério do Trabalho estabelece, de acordo com o risco da atividade e o tempo de exposição, a
realização dos exames médicos a cada 3 (três) meses, 6 (seis) meses ou 1 (um) ano.
e) O empregador manterá, no estabelecimento, o material necessário à prestação de primeiros
socorros médicos, de acordo com o risco da atividade.

08
Q565838
Direito do Trabalho
Estágio e aprendizagem: caracterização, distinções e requisitos de validade, Do trabalho em condições
especiais
Ano: 2015
Banca: CESPE
Órgão: AGU
Prova:Advogado da União
Julgue o item que se segue, concernente a duração do trabalho, remuneração, FGTS e contratos especiais
de trabalho.

A aprendizagem é um contrato de trabalho especial que não gera vínculo empregatício entre as partes que
o celebram, uma vez que o seu intento não é o exercício profissional em si, mas a formação educativa do
menor.

 Certo
 Errado
09
Q565840
Direito do Trabalho
Medicina e segurança no trabalho, Questões essenciais relativas aos contratos de emprego
Ano: 2015
Banca: CESPE
Órgão: AGU
Prova:Advogado da União
Acerca de direito coletivo do trabalho e segurança no trabalho, julgue o próximo item.

De acordo com a CLT, caso seja demonstrado grave e iminente risco para o trabalhador, o auditor-fiscal
do trabalho deverá interditar o estabelecimento ou embargar a obra.

 Certo
 Errado

10
Q560046
Direito do Trabalho
Trabalho infantil, Do trabalho em condições especiais
Ano: 2015
Banca: FCC
Órgão: TRT - 15ª Região
Prova:Juiz do Trabalho Substituto

Considere a seguinte notícia publicada recentemente:

O ator e diretor Carlos protestou na noite de 13/07/15, em São Paulo, antes da sessão para convidados
de um musical, contra a decisão judicial que vetou dois atores de 13 e 10 anos, respectivamente, na
estreia da produção. (...) O argumento para a proibição, segundo a produção, foi a presença de suposta
linguagem inadequada, que poderia prejudicar o desenvolvimento psíquico dos jovens atores (...).

(Adaptado de: Jornal Folha de S. Paulo, Caderno Ilustrada, 14/07/2015)

Com base nas disposições legais é INCORRETO afirmar que

a) o Juiz da Infância e da Juventude poderá autorizar ao menor o trabalho em teatros de revista,


cinemas, boates, cassinos, cabarés, dancings e estabelecimentos análogos, desde que a representação
tenha fim educativo ou que a peça não prejudique sua formação moral e que seja essencial à subsistência
do mesmo ou à de seus pais, avós ou irmãos.
b) segundo a CLT, ao menor nunca será permitido o trabalho prestado de qualquer modo em teatros
de revista, cinemas, boates, cassinos, cabarés, dancings e estabelecimentos análogos, por serem
considerados prejudiciais à moralidade do mesmo.
c) os adolescentes no Brasil têm direito à profissionalização e à proteção no trabalho, observados o
respeito à condição peculiar de pessoa em desenvolvimento e a capacitação profissional adequada ao
mercado de trabalho, considerando-se adolescente aquele entre doze e dezoito anos de idade.
d) o Conselho Tutelar é órgão não jurisdicional, encarregado pela sociedade de zelar pelo
cumprimento dos direitos da criança e do adolescente, e será composto por membros de reconhecida
idoneidade moral, com idade superior a vinte e um anos e que residam no município em que será
implantado o Conselho.
e) verificado pela autoridade competente que o trabalho executado pelo menor é prejudicial à sua
saúde, ao seu desenvolvimento físico ou à sua moralidade, poderá obrigá-lo a abandonar o serviço.

11
Q560050
Direito do Trabalho
Adicionais, Medicina e segurança no trabalho, Remuneração e salário(+ assunto)
Ano: 2015
Banca: FCC
Órgão: TRT - 15ª Região
Prova:Juiz do Trabalho Substituto
Conforme entendimento pacificado do TST em matéria de Segurança e Medicina do Trabalho, é
INCORRETO afirmar que
a) o adicional de insalubridade já remunera os dias de repouso semanal e feriados.
b) o adicional de periculosidade deve compor a base de cálculo do adicional noturno, já que também
neste horá- rio o trabalhador permanece sob as condições de risco.
c) a realização de perícia é obrigatória para a constatação de insalubridade, sendo permitido ao
julgador a utilização de outros meios de prova, quando impossível sua realização, como em caso de
fechamento da empresa.
d) a eliminação da insalubridade mediante fornecimento de aparelhos protetores aprovados pelo
órgão competente do Poder Executivo não exclui a percepção do respectivo adicional, dependendo de
perícia a apuração de tal fato.
e) em face de ausência de previsão legal, é indevido o adicional de insalubridade ao trabalhador em
atividade a céu aberto por sujeição à radiação solar.

12
Q560115
Direito do Trabalho
Estágio e aprendizagem: caracterização, distinções e requisitos de validade, Do trabalho em condições
especiais
Ano: 2015
Banca: FCC
Órgão: TRT - 15ª Região
Prova:Juiz do Trabalho Substituto
Marcos, de 17 anos de idade, ajuizou ação trabalhista pleiteando a descaracterização de seu contrato de
aprendizagem e o reconhecimento do vínculo trabalhista no período em que esteve contratado pela
empresa MISEO Indústria e Comércio, com o pagamento das verbas contratuais e rescisórias decorrentes.
Afirmou que não desenvolvia atividade própria de aprendiz e que tinha jornada maior do que aquela
estipulada em contrato e admitida ao aprendiz. Estudante do Ensino Médio, Marcos alegou que trabalhava
oito horas diárias e que era submetido à aprendizagem teórica, além da atividade que já desenvolvia na
área administrativa da empresa, o que estendia sua jornada. O juiz do processo, com fundamento legal,
julgou
a) improcedente a reclamatória, pois a duração do trabalho do aprendiz poderá ser de até oito horas
diárias para os aprendizes que já tiverem completado o Ensino Fundamental, se nelas forem computadas
as horas destinadas à aprendizagem teórica.
b) procedente a reclamatória, pois a jornada do aprendiz não pode, sob hipótese alguma, exceder seis
horas diárias, salvo se para fins de compensação.
c) procedente a reclamatória, tendo em vista que a aprendizagem teórica não está prevista para vagas
de aprendizes na área administrativa de empresas, havendo, portanto, a descaracterização do contrato de
aprendizagem.
d) procedente a reclamatória, já que Marcos, estudante do nível médio, não poderia, em cumprimento
às cláusulas de um contrato de aprendizagem, ser submetido à aprendizagem teórica, própria dos
aprendizes que ainda cursam o ensino fundamental.
e) improcedente a reclamatória, já que Marcos concordou, ao assinar seu contrato, que em sua
jornada diária poderia incidir a prorrogação de horas.

13
Q560116
Direito do Trabalho
Estágio e aprendizagem: caracterização, distinções e requisitos de validade, Do trabalho em condições
especiais
Ano: 2015
Banca: FCC
Órgão: TRT - 15ª Região
Prova:Juiz do Trabalho Substituto
Conforme a legislação vigente, o contrato de aprendizagem será extinto
a) quando o aprendiz completar 21 anos de idade.
b) no caso do aprendiz com deficiência, quando este completar 24 anos de idade.
c) antecipadamente ao seu termo, quando o aprendiz cometer falta considerada de grau médio ou
grave.
d) no seu termo, independentemente de pedido do aprendiz para encerramento antecipado.
e) antecipadamente ao seu termo, se o desempenho do aprendiz for insuficiente ou houver
inadaptação.

14
Q560117
Direito do Trabalho
Trabalho infantil, Do trabalho em condições especiais
Ano: 2015
Banca: FCC
Órgão: TRT - 15ª Região
Prova:Juiz do Trabalho Substituto
De acordo com a normativa vigente, a respeito do enfrentamento à exploração do trabalho infantil,
a) não é considerada exploração do trabalho infantil a inclusão de adolescente entre 14 e 16 anos em
obras públicas, para atividades de pequena complexidade e esforço, quando ficar caracterizada a situação
de extrema pobreza da família.
b) não é considerada exploração do trabalho infantil a contratação de adolescente a partir dos 16 anos
de idade, em trabalho noturno, caso reste constatado que esse estava em situação de rua e desde que
inserido paralelamente em programa de complementação de renda.
c) é considerada exploração do trabalho infantil a contratação, como aprendiz, de adolescente a partir
dos 14 anos, para desenvolver atividade educativa.
d) é considerada exploração do trabalho infantil a contratação que esteja de acordo com a antiga
doutrina da proteção integral.
e) é considerada exploração do trabalho infantil também a forma invisível de sua configuração, como
o trabalho infantil doméstico.

15
Q560118
Direito do Trabalho
Estágio e aprendizagem: caracterização, distinções e requisitos de validade, Do trabalho em condições
especiais
Ano: 2015
Banca: FCC
Órgão: TRT - 15ª Região
Prova:Juiz do Trabalho Substituto
A respeito do contrato de estágio, segundo previsto na Lei do Estágio,
a) a duração máxima da jornada semanal para estudante do Ensino Médio regular não poderá
ultrapassar 20 (vinte) horas.
b) a duração do estágio, independente da alternância de parte concedente, não poderá exceder a dois
anos, exceto quando se tratar de estagiário com deficiência.
c) é assegurado o gozo de férias de 30 (trinta) dias, sempre que o estágio tenha duração igual ou
superior a um ano, a serem gozadas obrigatoriamente durante as férias escolares do estagiário.
d) a parte concedente do estágio deve observar a obrigação de contratar em favor do estagiário seguro
contra acidentes pessoais.
e) a parte concedente deve, com periodicidade mínima de um ano, enviar relatório de atividades à
instituição de ensino.

16
Q569420
Direito do Trabalho
Das relações laborais, Do Grupo, Da Sucessão e Da Responsabilidade dos Empregadores, Medicina e
segurança no trabalho(+ assunto)
Ano: 2015
Banca: TRT 21R (RN)
Órgão: TRT - 21ª Região (RN)
Prova:Juiz do Trabalho Substituto
Severina mora no imaginário município de Brasílius. É técnica de enfermagem contratada pela
Associação Municipal de Apoio da Saúde de Brasílius - AMASAB, entidade contratada pela Prefeitura
Municipal, para prestar serviços na maternidade pública local.

Desenvolve suas atividades diretamente sob determinações do Diretor da Unidade Hospitalar, que
também é Secretário Municipal de Saúde. Após dobrar um plantão, por exigência da AMASAB, sofreu
um acidente com material pérfuro-cortante, não tendo, a AMASAB, emitido CAT – Comunicação de
Acidente de Trabalho. Pouco tempo depois, teve confirmada a infecção por Hepatite C.

Após outros 6 (seis) meses, depois de ter 4 (quatro) meses de salários atrasados, moveu Reclamação
Trabalhista em face da AMASAB, postulando o pagamento de saldo de salário, horas extras não pagas,
reflexos das verbas salariais e dano moral pelo acidente. Postulou responsabilidade subsidiária em face do
Município de Brasílius.

A AMASAB apresentou contestação, aduzindo em sua defesa: a) a ausência de pagamentos é em


decorrência do atraso de repasses pelo município das verbas do Sistema Único de Saúde, o que gera
factumprincipis e a transferência da responsabilidade do pagamento das verbas salariais exclusivamente
para o ente público; b) a responsabilidade pelo acidente é exclusiva do Município, pois é incumbência das
unidades hospitalares contarem com plano de Prevenção de Acidentes com Material perfuro-cortante.

O Município de Brasilius apresentou contestação, aduzindo em sua defesa: a) o atraso no pagamento das
verbas decorreu de força maior, tendo em vista que não foram repassadas pelo governo federal; b) não há
responsabilidade subsidiária, pois, todos os meses, a AMASAB era fiscalizada pelo Diretor do Hospital,
que pedia as certidões negativas de tributos e comprovantes de recolhimento de INSS e FGTS; c) a sua
responsabilidade subsidiária, se eventualmente reconhecida, limita-se ao saldo de salário, tendo em vista
que não há no contrato celebrado com a AMASAB, previsão de pagamento de horasextras; d) o acidente
ocorrido decorre de violações a normas de saúde e segurança do Ministério do Trabalho e Emprego, que
não são exigíveis de entes públicos, mas sim das empresas privadas.

O processo foi à conclusão para julgamento. Sobre o contexto, considerando a legislação, doutrina e
jurisprudência dominantes, indique a assertiva correta:

a) A ocorrência de factumprincipis, manifestada de forma incontroversa pelos atrasos nos repasses,


transfere o ônus de todas as verbas trabalhistas não adimplidas no curso da relação de emprego de
Severina ao ente público responsável.
b) A Ação Direta de Constitucionalidade nº 16, ao reconhecer a constitucionalidade do Art. 71 da Lei
nº 8.666/93, implica na improcedência do pleito de Severina em face do Município, independentemente
do tipo ou da efetiva fiscalização no curso do contrato com a AMASAB.
c) O desenvolvimento das atividades sob orientação direta do Secretário Municipal de Saúde permite
o reconhecimento da contratação como fraudulenta, bem como o reconhecimento do vínculo direto com o
Município de Brasílius e aplicação de todas as vantagens previstas no estatuto municipal, gerando a
responsabilização direta e exclusiva do ente público.
d) É possível a responsabilização subsidiária do ente público, inclusive nas verbas de horas extras e
dano moral, mesmo que, no contrato do Município com a AMASAB, não preveja o pagamento de tais
rubricas.
e) Considerando que o dever de prestar saúde é obrigação constitucional solidária da União, Estados e
Municípios, seria admissível o redirecionamento da execução à União, por responsabilidade subsidiária,
mesmo não tendo participado do processo ou constado no título executivo.

17
Q569456
Direito do Trabalho
Estágio e aprendizagem: caracterização, distinções e requisitos de validade, Do trabalho em condições
especiais
Ano: 2015
Banca: TRT 21R (RN)
Órgão: TRT - 21ª Região (RN)
Prova:Juiz do Trabalho Substituto
De acordo com a Lei 11.788/2008: “Estágio é ato educativo escolar supervisionado, desenvolvido no
ambiente de trabalho, que visa à preparação para o trabalho produtivo de educandos que estejam
frequentando o ensino regular em instituições de educação superior, de educação profissional, de ensino
médio, da educação especial e dos anos finais do ensino fundamental, na modalidade profissional da
educação de jovens e adultos".

Sobre os direitos e deveres das pessoas envolvidas na relação de estágio, avalie as assertivas abaixo e
assinale, a seguir, a alternativa correta:

I - É obrigação da instituição de ensino, em relação aos estágios de seus educandos, exigir do educando a
apresentação periódica, em prazo não superior a 6 (seis) meses, de relatório das atividades.

II - As pessoas consideradas na lei como sendo partes cedentes de estágio, devem, dentre outras
obrigações, enviar à instituição de ensino, com periodicidade mínima de 6 (seis) meses, relatório de
atividades, com vista obrigatória ao estagiário.

III - É assegurado ao estagiário, sempre que o estágio tenha duração igual ou superior a 1 (um) ano,
período de recesso de 30 (trinta) dias, a ser gozado preferencialmente durante suas férias escolares.

IV - A parte cedente poderá inscrever o educando e contribuir em proveito deste como segurado
facultativo do Regime Geral de Previdência Social. Caso assim proceda, está dispensado da obrigação de
contratar em favor do estagiário seguro contra acidentes pessoais.

a) todas as assertivas estão corretas;


b) apenas as assertivas I, II e III estão corretas;
c) apenas as assertivas I, III e IV estão corretas;
d) apenas as assertivas II, III e IV estão corretas;
e) apenas as assertivas I e III estão corretas.

18
Q562673
Direito do Trabalho
Das relações laborais, Trabalho da mulher, Remuneração e salário(+ assunto)
Ano: 2015
Banca: INSTITUTO AOCP
Órgão: EBSERH
Prova:Advogado
O período decorrido da gestação à amamentação é protegido pelas leis trabalhistas. Referente ao
assunto, é INCORRETO afirmar que
a) o início do afastamento do emprego poderá ocorrer entre o 28º (vigésimo oitavo) dia antes do parto
e a ocorrência deste.
b) a confirmação do estado de gravidez advindo no curso de aviso prévio indenizado não garante
estabilidade provisória.
c) a CF/88 garante cento e vinte dias de licença à gestante.
d) em caso de morte da genitora o cônjuge ou companheiro empregado tem direito a gozo do período
restante a que teria direito a mãe, exceto no caso de falecimento do filho ou de seu abandono.
e) a mulher terá direito a dois descansos especiais, de meia hora cada um, para amamentar o próprio
filho até que este complete 6 (seis) meses de idade.

19
Q556119
Direito do Trabalho
Das relações laborais, Trabalho infantil, Do trabalho em condições especiais(+ assunto)
Ano: 2015
Banca: FCC
Órgão: TRT - 4ª REGIÃO (RS)
Prova:Analista Judiciário - Área Judiciária
Considerando as normas especiais de proteção ao trabalho da mulher e do menor contida na Consolidação
das Leis do Trabalho é INCORRETO afirmar que:
a) a empregada que adotar ou obtiver guarda judicial para fins de adoção de criança será concedida
licença-maternidade condicionada à apresentação do termo judicial de guarda à adotante ou guardiã.
b) em caso de aborto não criminoso, comprovado por atestado médico oficial, a mulher terá um
repouso remunerado de 4 semanas, ficando-lhe assegurado o direito de retornar à função que ocupava
antes do afastamento.
c) os locais destinados à guarda dos filhos das operárias durante o período de amamentação deverão
possuir, no mínimo, um berçário, uma saleta de amamentamento, uma cozinha dietética e uma instala-
ção sanitária.
d) as horas de trabalho em cada estabelecimento serão totalizadas, quando o menor de 18 anos for
empregado em mais de um estabelecimento.
e) é permitido ao menor firmar recibo pelo pagamento dos salários, mas em caso de rescisão
contratual é vedado ao menor de 18 anos dar quitação ao empregador pelo recebimento da indenização
que lhe for devida, sem a assistência dos seus responsáveis legais.

20
Q552665
Direito do Trabalho
Das relações laborais, Trabalho da mulher
Ano: 2015
Banca: TRT 16R
Órgão: TRT - 16ª REGIÃO (MA)
Prova:Juiz do Trabalho Substituto
Considerando a legislação em vigor e a jurisprudência dominante do TST, analise as seguintes afirmações
e marque a alternativa CORRETA:
I. O art. 384 da CLT assegura à mulher empregada, em caso de prorrogação do horário normal de
trabalho, um descanso obrigatório de 15 (quinze) minutos no mínimo, antes do início do período
extraordinário de labor. O TST manifestou-se recentemente, dizendo que referida norma foi recepcionada
pela Constituição Federal de 1988 e que a consequência da não concessão do aludido intervalo é
o pagamento do período correspondente com adicional de pelo menos 100%.
II. Os estabelecimentos em que trabalharem pelo menos 30 (trinta) mulheres com mais de 18 (dezoito)
anos de idade terão local apropriado, onde seja permitido às empregadas guardar, sob vigilância e
assistência, os seus filhos no período da amamentação.
III. A exigência de creche no local de trabalho, prevista no art. 389, § 1º, da CLT, poderá ser suprida por
meio de creches distritais mantidas, diretamente ou mediante convênios, com outras entidades públicas ou
privadas, pelas próprias empresas, em regime comunitário, ou a cargo do SESI, do SESC, da LBA ou
de entidades sindicais.
IV. Portaria do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) dispõe que a empresa poderá, em substituição à
exigência contida no §1º, do artigo 389, da CLT (creche no local de trabalho), adotar o sistema de
reembolso-creche.
V. O reembolso-creche deverá ser concedido a toda empregada-mãe, independente do número de
mulheres do estabelecimento, e sem prejuízo do cumprimento dos demais preceitos de proteção à
maternidade. O pagamento do referido benefício deverá ser efetuado até o 3º (terceiro) dia útil da entrega
do comprovante das despesas efetuadas, pela empregada-mãe, com a mensalidade da creche.
a) Somente as afirmativas III e V estão corretas.
b) Somente as afirmativas II, III e IV estão corretas.
c) Somente as afirmativas II, III, IV e V estão corretas.
d) Somente as afirmativas I e II estão erradas.
e) Somente a afirmativa II está errada.