Você está na página 1de 74

Disciplina de Cirurgia de Cabeça e Pescoço

 Partedo trato respiratório acima do palato duro


 Funções:
• Olfação
• Respiração
• Filtração da poeira
• Umidificação do ar inspirado
• Recepção de secreções provenientes dos seios
paranasais e ductos lacrimonasais
 Parte cartilagínea
• Cartilagem triangular
• Cartilagem alar
• Septo

 Parte óssea
• Ossos nasais
• Processos frontais da maxila
• Parte nasal do osso frontal e sua espinha nasal
• Vômer
• Lâmina
perpendicular do
etmóide

• Cartilagem septal
 Mucosa composta de tecido epitelial e vibrissas

 2/3 inferiores formam a área respiratória


• Ar é aquecido e umedecido

 1/3 superior forma a área olfatória


• Contém células olfatórias e entram no bulbo olfatório
no cérebro
é dividido em três partes  frontonasal,
 Teto:
etmoidal e esfenoidal

 Assoalho: formado pelo processo palatino da


maxila e lâmina horizontal do palatino

 Parede medial: septo nasal

 Parede lateral: conchas nasais


 Irrigação arterial:
• Artéria esfenopalatina
• Artérias etmoidais anterior e posterior
• Artéria palatina maior
• Artéria labial superior e ramos nasais laterais da
artéria facial

 Região anterior do septo nasal  área de


Kiesselbach – região de anastomose dos vasos
e ocorrência de sangramentos profusos do nariz.
 Rico plexo de veias da túnica mucosa
• Veia esfenopalatina
• Veia facial
• Veia oftálmica
 Nervo maxilar

 Nervo nasopalatino

 Ramos laterais posteriores do nervo palatino


maior

 Nervos etmoidais anterior e posterior


 Consiste em:
• Vestíbulo
(espaço entre os lábios
e/ou bochechas e os
dentes-gengiva)
• Cavidade própria da
Boca

Glândulas salivares
 Dentes: (adulto)
32 dentes
16 inferiores
16 superiores
(4 incisivos,
2 caninos,
4 pré-molares e
6 molares)
 Língua:
• Forte órgão muscular (m.genioglosso)
• Auxiliam:
 M. Genioglosso – abaixa a língua; parte posterior
protrai a língua
 M. Hioglosso – abaixa e retrai a língua
 M. Estiloglosso – retrai a língua e eleva para a
deglutição
 M. Palatoglosso – eleva a parte posterior da língua
M. estiloglosso

M. Constritor sup. da
faringe
M. genioglosso
M. Constritor médio
da faringe
M. genio-hióideo

M. Hioglosso
Fixação da m.
estilo-hióideo
M. Constritor inf.
da faringe
Tireóide

Cartilagem da tireóide

Músculos Cricotireóide
extrínsecos Esôfago
da língua Auxiliam a movimentação
 Inervação:
• Múltiplos nervos
cranianos

Nervo Trigêmeo (V)

Nervo Glossofaríngeo (IX

Nervo Facial (VII)

Nervo Vago (X)

Nervo hipoglosso (XII)


Receptores
gustatórios no
terço posterior.

Paladar dos dois terços


anteriores da língua e
parte sensitiva do
palato mole.
 Palato duro – forma até 4/5 anteriores do palato
 Palato mole – extensão fibromuscular
 Músculos:
• Levantador do véu
palatino
• Tensor do véu
palatino
• Palatofaríngeo
• Músculo da úvula
 Mastigação – Músculos:
• Temporal
• Masseter
• Pterigóideo lateral
• Pterigóideo medial

Inervados pelo nervo


mandibular do nervo
trigêmeo (V).
 Irrigação: região infratemporal é irrigada
pela artéria maxilar
dividida em três partes:

• Retromandibular

• Pterigóidea

• Pterigopalatina
 Tem início nas coanas e estende-se pelo pescoço

 Situa-se posteriormente
às cavidade nasais e
anteriormente às
vértebras cervicais
 Sua parede é composta por músculos esqueléticos e
revestida por uma túnica mucosa
 Funciona como
passagem para o
ar e para os alimentos
 É dividida em
nasofaringe,
orofaringe e
laringofaringe
 Excepcional para o canal alimentar
 Músculos da faringe dispostos em:
• Camada circular externa
• Camada longitudinal interna
 Lâmina circular externa: 3 constritores
• Superior
• Médio
• Inferior
 Músculos constritores da faringe:
- Revestimento fascial interno forte:
Fáscia Faringobasilar

- Revestimento fascial externo fino:


Fáscia Bucofaríngea
 Lâmina Longitudinal Interna: Músculos
• Palatofaríngeo
• Estilofaríngeo
• Salpingofaríngeo
Plexo faríngeo

suprimento motor
+
maior parte do suprimento sensitivo
 Plexo faríngeo:

Ramos faríngeos dos nervos


Vago (NC X) e Glossofaríngeo (NC IX)
+
Ramos simpáticos de gânglio cervical superior
• Fibras motoras derivadas da raiz craniana do nervo
acessório (NC XI) conduzidas pelo nervo vago para
todos os músculos da faringe e do palato mole, exceto o
estilofaríngeo (suprido pelo glossofaríngeo, NC IX) e o
tensor do véu palatino (suprido pelo maxilar, NC V2)

• Fibras sensitivas derivadas do nervo glossofaríngeo


(NC IX) suprem a maior parte da mucosa das 3
porções da faringe. A inervação sensitiva da mucosa da
nasofaringe provém principalmente do nervo maxilar (NC
V2)
 Estrutura que conecta o nariz
com a parte posterior
da boca

 Tem função respiratória

 Situa-se acima do palato


mole e é uma extensão
posterior das cavidades do
nariz.
 O nariz comunica-se com a nasofaringe através das
2 coanas , que são separadas entre si pelo septo
nasal ósseo
 O teto e a parede posterior
da nasofaringe formam
uma face contínua que
se localiza inferiormente
ao corpo do osso esfenóide
e à parede basilar do osso
occipital
 Na camada
mucosa do teto
e na parede
posterior da
nasofaringe há a
tonsila faríngea,
formada por
tecido linfóide
 O óstio faríngeo da tuba auditiva
localiza-se na parede lateral da
nasofaringe, 1 a 1,5 cm
posteriormente à concha nasal
inferior e ao nível da borda
superior do palato

 O óstio, que está direcionado


para baixo, possui possui o toro
tubário, que é produzido pela
base projetada da parte cartilaginosa da tuba auditiva.
 Estendendo-se para baixo, a
partir do toro, há uma prega
vertical da mucosa, a prega
salpingofaríngea. Ela recobre
o m. salpingofaríngeo, que
abre o óstio faríngeo da tuba
auditiva durante a deglutição.
 O tecido linfóide localizado na
submucosa da faringe, atrás do
óstio da tuba auditiva é a
tonsila tubária.
 Posteriormente ao toro e à prega salpingofaríngea há uma
projeção lateral da faringe em forma de fenda, o recesso
faríngeo, que se estende lateralmente e para trás
 Função Digestiva

 Estende-se:
• Do palato mole à margem superior da epiglote

 Limitada:
Superiormente: Palato Mole
Inferiormente: Base da Língua
Lateralmente: Arcos Palatoglosso e Palatofaríngeo
 Tonsilas Palatinas:
• Coleções de Tecido Linfóide
• De cada lado da orofaringe
• No espaço entre os Arcos Palatinos
 Supraglote:
• ponta da epiglote ao ápice de ambos ventrículos
 Glote:
• inclui as pregas vocais, o assoalho do ventrículo, a
comissura anterior e a área interaritenoideana
 Infraglote:
• 5 mm inferior à borda livre das pregas vocais até à
borda inferior da cartilagem cricóide
 Aa. auricular posterior e temporal superficial

 N. Auricular magno e auriculotemporal

 Divisão:
• EXTERNA
• MÉDIA
• INTERNA
 Ar

 Cavidade timpânica

 Membrana do tímpano

 Ossículos da audição

 Tuba auditiva
 Teto: Tegme do tímpano (separa a cavidade timpânica
das meninges e do lobo temporal do cérebro)
 Assoalho: Proeminência estilóide (separa a cavidade
timpânica da veia jugular interna)
 Parede anterior: canal inferior (tuba auditiva); canal
superior (M. tensor do tímpano)
 Parede posterior: Antro Mastóideo

 Parede lateral: Membrana do Tímpano

 Parede Medial: Promontório (projeção da cóclea)


 Membrana fibrosa

 obliquamente situada

 circular

 1cm de diâmetro

 umbigo da membrana do tímpano


 Martelo
 Bigorna
 Estribo
 Tensor do Tímpano
 Estapédio
 formada por escavações no osso temporal
 revestidas por membrana
 preenchidas por líquido

Limita-se com a orelha média pelas janelas oval e a


redonda
 parte anterior: cóclea ou caracol

 relacionada com a audição


 é um tubo do labirinto ósseo anterior enrolado em
espiral (formato de caracol), que contém o órgão da
audição (órgão de Corti).

 parte posterior: vestíbulo e canais semicirculares.

 relacionada com o equilíbrio


 Composta por três tubos individuais, colados um ao lado do outro:
 As escalas ou rampas timpânica, média ou coclear e vestibular
Todos esses tubos são separados um do outro por membranas.
 A membrana existente entre a escala vestibular e a escala média:
 Fina
 Não oferece obstáculo para a passagem das ondas sonoras
 Função: separar os líquidos das escalas média e vestibular, pois esses
têm origem e composição química distintas entre si e são importantes
para o adequado funcionamento das células receptoras de som.
 A membrana que separa a escala média da escala timpânica:
 Membrana Basilar: é uma estrutura bastante resistente, que bloqueia as
ondas sonoras
1. escala ou rampa média
ou coclear

2. escala ou rampa
vestibular

3. escala ou rampa
timpânica

4. gânglio espiral

5. nervo coclear (partindo


da membrana basilar)
 Localizado na superfície da membrana basilar
 Contém células nervosas ciliares (células sensoriais)
 Sobre o órgão de Corti há uma estrutura membranosa, chamada
membrana tectórica, que se apóia, como se fosse um teto, sobre os
cílios das células sensoriais.
 Canais semicirculares: canais do labirinto ósseo (anterior, posterior e
lateral).

 Anterior: se dispõe transversalmente em relação ao eixo longo da


parte petrosa do temporal;

 Posterior: se dispõe quase paralelo a este eixo;

 Lateral: se dispõe horizontal e lateralmente.

não têm função auditiva, mas são importantes na manutenção do


equilíbrio do corpo

 Dentro do molde ósseo, encontram-se as correspondentes estruturas


membranosas (ductos semicirculares), ocupadas por endolinfa e
rodeadas por perilinfa.
 Cada ducto semicircular
membranáceo apresenta uma
dilatação chamada ampola
membranácea contendo células
receptoras que detectam as
movimentações da cabeça captando
informações referentes ao equilíbrio

 Como os canais semicirculares


ocupam os três eixos ortogonais do
espaço, formando ângulos retos uns
com os outros, permite a captação de
informações referentes a movimentos
da cabeça em todos os planos
 É uma grande cavidade cheia de um líquido chamado
perilinfa, localizada entre os canais semicirculares e a cóclea
 No interior do vestíbulo existem duas bolsas membranáceas,
contendo outro líquido, a endolinfa:
 uma póstero-superior, o utrículo,
 e uma ântero-inferior, o sáculo.
 Tanto o utrículo quanto o sáculo contêm células sensoriais
agrupadas em estruturas denominadas máculas.
Células nervosas da base da mácula projetam cílios sobre
uma massa gelatinosa na qual estão localizados minúsculos
grânulos calcificados, semelhantes a pequenos grãos de areia -
os otólitos ou otocônios