Você está na página 1de 4

Problema Resolvido 4

Escola Olı́mpica
Julho 2018

Bruno Lorena
Victor Bastos

1
1 Problema
Expelindo Mercúrio (200 Puzzling Physics Problems )

A metade inferior selada de um tubo de vidro reto, de altura 152 cm, é


preenchida com ar. A metade superior contém mercúrio e o topo do tubo
é deixado aberto. O ar é aquecido lentamente. Quanto calor foi transferido
para o ar no momento em que todo o mercúrio foi empurrado para fora do
tubo? Expresse sua resposta em função do número de mols n, da constante
universal dos gases R e da temperatura inicial do gás To .

2 Solução
Pela equação de Clayperon:

P V = nRT or P dV + dP V = nRdT (Eq1)

Da 1a lei da termodinâmica:

dQ = ncv dT + P dV (Eq2)

Já que o calor é transferido lentamente, podemos dizer que o gás está
sempre em equilı́brio mecânico. Logo as forças estão equilibradas e pode-se
escrever que para o momento que o gás está a uma altura x:

P A = [ρm A(L − x)]g + P atm A (Eq3)

Do problema, ρm L2 g = P atm pois a pressão atmosférica é 760 mm Hg. Daı́:

P A = ρm LAg 22 − ρm Axg 2L
2L
+ P atm A = 3P atm A − 2P atm A Lx
2P atm V
P (V ) = 3P atm − AL
→ dP = -2Patm dV AL (Eq4)

Colocando (Eq4), (Eq3) e (Eq1) na (Eq2)

cv
dQ = R
(P dV + V dP ) + P dV

2
2P atm V
dQ = ( cRv + 1)(3P atm − AL
)dV − cv
RAL
2P atm V dV
cp
dQ = R
(3P atm − 2 P atm
AL
V
)dV − cv 2P atm V dV
RAL
(Eq5)

Aqui está a parte complicada. Você não precisa transferir todo o calor
até todo o mercúrio sair! Você pode manter aquecendo até algum ponto
e quando você parar, o gás continua expandindo. Esse ponto é quando o
processo é instantaneamente adiabático. Vamos descobrir as coordenadas
desse ponto colocando Eq5 = 0 e usando para que o ar, que é diatômico,
cp = 7R2
e cv = 5R
2

21AL 21V o
V1 = 24
= 12
(Eq6)

Logo, para descobrir a resposta, tudo que deve-se fazer é integrar Eq5 do
V o para V 1 , já que a partir de V 1 não há transferência de calor.
RV1 cp 2P atm V dV RV1 2cv P atm V dV
Q= Vo R
(3P atm dV − AL
)− Vo ALR

cp V 1 2 −V o 2 2cv P atm (V 1 2 −V o 2 )
Q= R
(3P atm (V 1 − V o ) − 2P atm ( 2
)) − 2RAL
(Eq7)

Substituindo os valores de cp e cv , depois usando Eq6, descobre-se que:

27P o V o
Q = 27P atm V o 8 = 16

27nRT o
Q= 16
. (Eq8)

Note que pode-se também achar a capacidade térmica molar C. Vamos


descobrir isso:

3
dQ = nCdT (Eq9)

Usando Eq1, Eq3 e Eq9, descobre-se o valor para C

C = 21V o −12V . Note que quando dQ = 0, C = 0 daı́, V = 21V o


assim
6V o −4V 12
como na Eq6.

Você também pode gostar