Você está na página 1de 3

Cálculo de espessura de tubulação

Consideraçào: Relação D/t >4


Ref.: SILVA TELLES, pg. 344 pg. 16 do Curso de tubulações industriais
P 15 Kg/cm2 Pressão Interna
D 6 cm Diâmetro externo
Sh 350 Kg/cm2 Tensão admissível no material na temperatura considerada
E 1 - Eficiência da solda
Y 0.4 Coeficiente de redução de acordo com o material e a temperatura do tubo
C 0.1 cm Soma das sobreespessuras p/ corrosão erosão e abertura de rosca e chanfros
12.50% Tolerância de fabricação
t 0.254705 cm Espessura calculada
0.3 cm Espessura escolhida
0.166667 cm Espessura de cálculo
23.55666 D/t Relação D/t
OK Verificação
264 Tensão Calculada
OK Verificação
ubulações industriais

o material na temperatura considerada

ão de acordo com o material e a temperatura do tubo


essuras p/ corrosão erosão e abertura de rosca e chanfros
Cálculo de vão entre suportes
Ref. SILVA TELES, pg. 349
Cálculo do momento resistente de tubo
D 60.9 cm Diâmetro externo 27.3
d 60.56667 cm Diâmetro interno 25.44
t 0.166667 cm espessura 0.93
S 31.7999 cm 2
Área 77.04473
M 481.5107 cm3 Momento resistente 491.2249
I 14662 cm 4
6705.22
7850 Kg/m 3
Peso específico do material da t 7850
24.96292 Kg/m Peso da tubulação linear
q 24.96292 Kg/m Carga distrubuida 120.4
Q 0 Kg Carga concentrada 53
W 100 Kg sobrecarga 100
L 17 m Vão entre suportes 10.5
Z 481.5107 cm 3
Momento resistente da seção tran 490

Sv 220.4371 Kg/cm2 Tensão admissível para a tubulaç 336.4714


Sv 350 Kg/cm 2
Tensão admissível para a tubulaç 350
OK Verificação OK

Cálculo de vão entre suportes


Ref. SILVA TELES, pg. 349
Cálculo da flecha
E 2000000 Kg/cm2 Módulo de elaticidade do material 2000000
I 14662 cm4 Momento de inércia da seçào tran 6705.22

d 0.560632 cm Flecha 0.760434


1 cm Flecha máxima 1
OK Verificação OK

Você também pode gostar