Você está na página 1de 17

MANUAL DO ALUNO

Orientação e Elaboração TCC

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU


SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO............................................................................................ 2

2. CALENDÁRIO DE FINALIZAÇÃO .............................................................. 3

3. ORIENTADOR ............................................................................................ 4

4. FASES DE ORIENTAÇÃO E ENTREGA DO TCC ..................................... 5

4.1 ETAPA DE ORIENTAÇÃO .................................................................... 5

4.2 ENTREGA DA 1ª VERSÃO TCC .......................................................... 6

4.3 ENTREGA DO TCC VERSÃO FINAL ................................................... 7

5. DA CORREÇÃO DO TCC .......................................................................... 8

6. QUESTIONÁRIO DE DEFESA (QD) ........................................................ 10

7. NORMAS DE FORMATAÇÃO .................................................................. 11

7.1 ESTRUTURA DA MONOGRAFIA ....................................................... 11

7.2 ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS – MONOGRAFIA............................... 11

7.3 ELEMENTOS TEXTUAIS – MONOGRAFIA ....................................... 12

7.4 ELEMENTOS PÓS-TEXTUAIS – MONOGRAFIA .............................. 12

8. EXERCÍCIOS DOMICILIARES ................................................................. 14

8.1 LICENÇA MÉDICA SUPERIOR A 15 (QUINZE) DIAS CORRIDOS ... 14

8.2 LICENÇA MATERNIDADE.................................................................. 14

9. DISPOSIÇÕES GERAIS .......................................................................... 16


1. INTRODUÇÃO

Os cursos de Pós-Graduação Lato Sensu da Faculdade Damásio têm como


obrigatoriedade para sua conclusão a entrega e defesa do trabalho de conclusão de
curso (TCC), conforme a Resolução nº 1, de 8 de junho de 2007. Na área do direito e
educação o TCC é monográfico, já para outras áreas do conhecimento o TCC pode
ser tipo projeto (plano de negócios).

Está habilitado para iniciar o período de orientação TCC o aluno que obtiver
aprovação nos módulos que compõe a estrutura do curso em todos requisitos de
aprovação, conforme descrição do Manual do Aluno. Caso o aluno tenha reprovado
em qualquer dos módulos é necessário refazer o respectivo módulo, de acordo com
os períodos de entrada, para que esteja apto ao TCC, respeitado o período de
integralização (vide portaria de integralização).

A disciplina Metodologia da Pesquisa Científica é obrigatória nos cursos de


pós-graduação por fornecer os subsídios, bem como, conceitos fundamentais de
planejamento, organização, análise e identificação de materiais adequados para
definição de tema e desenvolvimento de seu trabalho de conclusão de curso. A
previsão de dispensa da disciplina está descrita no Manual do Aluno.

A visualização da disciplina Metodologia da Pesquisa Científica é obrigatória


para cumprimento da carga-horária do curso e a sua avaliação é realizada por meio
da entrega do “Projeto de TCC”, trabalho que consiste em fazer uma apresentação do
tema que será pesquisado e desenvolvido no TCC.

A disponibilização de aulas das disciplinas de Metodologia da Pesquisa


Científica é programada para visualização on line, por meio do link "aulas
complementares", conforme divulgação no AVA.

O TCC é avaliado na escala de 0 a 10 (zero a dez). O aluno que obtém nota


igual ou superior a 7,0 (sete) está apto a realizar a defesa presencial do TCC, por meio
do Questionário de Defesa (QD), na Unidade Damásio em que conste o contrato de
matrícula.

Para melhor navegação no AVA consulte o Tutorial de Navegação, tópico


“orientação e entrega do TCC”.

2
2. CALENDÁRIO DE FINALIZAÇÃO

O calendário de finalização é o documento elaborado pela coordenação


pedagógica de Pós-Graduação, disponibilizado no último módulo de aulas da turma
regular(*), e que contempla todos os prazos das atividades relacionadas ao período
de orientação, elaboração e entrega do TCC.

O calendário de finalização da turma regular tem duração total de 120 (cento


e vinte) dias para que aluno cumpra as atividades pedagógicas obrigatórias e assim,
conclua o curso de Pós-Graduação, dentro do período de 18 (dezoito) meses,
previstos para o curso completo de pós-graduação.

(*) Caso o aluno não acompanhe a turma regular é necessário verificar as


normas da Portaria nº 02/2016 da Faculdade Damásio a respeito dos prazos do
módulo de prorrogação e módulo de orientação.

3
3. ORIENTADOR

O orientador é o docente, com titulação acadêmica igual ou superior à


especialização, responsável pelo acompanhamento e orientação do aluno no período
de desenvolvimento do trabalho de conclusão de curso.

O orientador é indicado no AVA assim que o aluno entrega as atividades Plano


de Aula e Projeto de TCC, conforme as datas previstas no calendário de finalização
da turma regular.

Todas as instruções e conversas com o orientador são registradas no AVA,


não sendo admitidos para fins de orientação contato via email pessoal, via redes
sociais e/ou telefones.

4
4. FASES DE ORIENTAÇÃO E ENTREGA DO TCC

Para que o AVA informe o nome de seu orientador e disponibilize o acesso ao


período de orientação é necessário inserir os trabalhos Plano de Aula e Projeto de
TCC no link “orientação de TCC”, conforme as datas previstas no calendário de
finalização. (Vide Tutorial de Navegação)

Importante: Na hipótese de o aluno enviar os trabalhos Plano de Aula e


Projeto de TCC fora do prazo inicial indicado no calendário o AVA irá registrar o
recebimento, contudo, o período de 60 (sessenta) dias é diminuído na mesma
proporção de dias equivalentes ao atraso na entrega das atividades obrigatórias
e não há compensação pelo orientador.

4.1 ETAPA DE ORIENTAÇÃO

É indicado que o aluno tenha durante seu período de orientação o Calendário


de Finalização e as datas das atividades programadas em sua agenda pessoal para
assim conciliar os compromissos pessoais e acadêmicos.

A orientação é realizada no AVA, de maneira assíncrona, por meio de


perguntas e respostas registradas durante o período de 60 (sessenta) dias. O aluno
dispõe desse período de tempo para manter contato com seu orientador e enviar suas
dúvidas, anseios, solicitação de indicações bibliográficas entre outros assuntos
pertinentes a esta etapa da orientação.

A escolha do tema do TCC e a pesquisa bibliográfica são de responsabilidade


do aluno. O orientador analisa a profundidade e amplitude da pesquisa bibliográfica,
além da sua atualidade e pertinência do tema escolhido.

O orientador não realiza correção gramatical, entretanto deverá indicar a


necessidade de revisão, quando for o caso, o mesmo se aplica as regras de
formatação do TCC. (Vide tópico regras de formatação)

Por ter a característica de orientação assíncrona o aluno deve, inicialmente,


se apresentar ao orientador encaminhando mensagens de texto no link “orientação

5
TCC” e indicar sobre o que irá discorrer em seu TCC, vez que o orientador já recebeu
o Projeto de TCC para análise. (Vide Tutorial de Navegação)

O prazo de resposta do orientador às perguntas enviadas pelo aluno é de 2


(dois) dias, corridos, para perguntas sem análise de texto anexo e de 3 (três) dias,
corridos, quando houver arquivo de texto (introdução, capítulos e desenvolvimento)
para análise. Após o término dos 60 (sessenta) dias o orientador não responderá
novas perguntas que sejam encaminhadas pelo aluno.

Encerrado o período de orientação, estabelecido no calendário de finalização,


o aluno deve partir para a etapa seguinte, prevista em seu projeto de TCC, que
corresponde a elaboração do TCC.

4.2 ENTREGA DA 1ª VERSÃO TCC

Concluída a fase de orientação o aluno deve elaborar e entregar a 1ª versão


do TCC na data definida no calendário de finalização. O arquivo deve ser em formato
.pdf, com tamanho máximo de 4MB e a nomenclatura não deve conter traço, ponto,
acento, cedilha ou caráter especial. Verifique as instruções de envio do TCC no
Tutorial de Navegação.

Entende-se por 1ª versão a produção (redação) do texto, que antecede a


entrega da versão final do TCC. O objetivo dessa etapa é permitir que o orientador
possa analisar a estrutura geral do trabalho, bem como o desenvolvimento central do
tema, para que sejam indicados os pontos a serem observados e trabalhados pelo
aluno.

O orientador elabora um parecer de 1ª versão, em resposta ao trabalho


apresentado, e indica de maneira geral os elementos de formatação, redação e
desenvolvimento do trabalho. A data de disponibilização do parecer de 1ª versão pelo
orientador está indicada no calendário de finalização da turma regular.

Caso o aluno não envie a 1ª versão TCC e protocole somente a versão final
TCC não há diminuição na nota (desconto de pontos), por parte do orientador, em
razão do não cumprimento da entrega de 1ª versão. Entretanto, é importante
esclarecer que se o TCC versão final não estiver apto à aprovação poderá sim ocorrer
6
a reprovação direta. Nesta situação o aluno não poderá justificar que incorreu em
reprovação pela ausência de parecer de 1ª (primeira) versão.

4.3 ENTREGA DO TCC VERSÃO FINAL

O arquivo da versão final do TCC deve ser entregue (inserido) pelo aluno no
AVA, de acordo com a data estabelecida no calendário de finalização. As instruções
de envio do TCC estão disponíveis no Tutorial de Navegação.

Caso o aluno não tenha enviado o arquivo da 1ª versão de TCC e somente a


versão final do TCC o orientador irá efetuar a correção, diretamente, e atribuir nota na
escala de 0 a 10 e/ou reprovação por comportamento ilícito. (vide correção do TCC).

O aluno deve encaminhar o TCC versão final no link “enviar tcc” e selecionar
o botão “versão final”.

Na hipótese do aluno, no momento de selecionar e enviar o arquivo da versão


final TCC, inserir um arquivo de texto incorreto, a coordenação pedagógica aceitará a
substituição, leia-se a reconsideração do arquivo, para fins de correção, mediante a
justificativa, via chamado, a ser registrado no AVA em até 1 (um) dia corrido da data
de inserção pelo aluno. Qualquer comunicação, após o prazo estabelecido, não será
aceita e a correção do TCC será realizada utilizando como fonte o arquivo entregue
anteriormente.

Não é aceita pela instituição qualquer outra forma de entrega do TCC, quais
sejam fale conosco, mídia digital (CD) na unidade, e-mail.

Caso o aluno não apresente o TCC no prazo descrito na turma de origem será
considerado reprovado, com nota 0,0 (zero). Para essa situação é indicada a leitura
da Portaria nº 02/2016 para ciência da norma acadêmica específica, exceto aos
alunos dentro da previsão.

Caso seja necessário o aluno poderá utilizar, por uma única vez, a
possibilidade de prorrogar a entrega do TCC na data limite indicada no calendário de
finalização da turma regular por até 15 (quinze) dias. Na hipótese de ultrapassar os
15 dias o aluno deverá verificar as normas acadêmicas da Portaria 02/2016.

7
5. DA CORREÇÃO DO TCC

A correção do TCC é realizada pelo orientador com atribuição de nota na


escala de 0 a 10 (zero a dez) e são considerados os seguintes critérios no Parecer
Final:

 uso adequado do vernáculo


 estrutura do TCC (introdução, desenvolvimento, conclusão)
 coerência do texto com o tema do TCC
 capacidade argumentativa e demonstração de domínio do conteúdo
desenvolvido
 capacidade de síntese dos elementos centrais do trabalho e sua atualidade
 profundidade e amplitude da pesquisa científica e bibliográfica
 respeito às normas metodológicas

O aluno que obtém nota igual ou superior a 7,0 (sete) está apto a realizar
a defesa presencial do TCC, por meio do Questionário de Defesa (QD), na Unidade
Damásio em que consta a matrícula da turma de origem na modalidade a distância.

Na hipótese de o aluno ser reprovado por nota inferior a 7,0 (sete) terá a
oportunidade de reapresentar o TCC, mediante a matrícula no “módulo de
prorrogação”, conforme as normas estabelecidas na Portaria nº 02/2016, disponível
no AVA em documentos da IES, respeitado o período de integralização do curso.

Na hipótese de o aluno ser reprovado por comportamento ilícito na


elaboração do TCC não se aplica a oportunidade de reapresentação do TCC, sendo
assim, não terá direito a refazer a disciplina de Metodologia do Trabalho Científico e
nem de reapresentar o TCC em outra turma. Nesta situação o aluno pode requerer a
vista do relatório de reprovação do TCC elaborado pelo orientador, por meio de
chamado aberto no Fale Conosco (vide Tutorial de Navegação). Nesse caso o aluno
poderá optar por expedição de certificado de extensão por disciplina ou declaração
das disciplinas cursadas e/ou do conteúdo programático.

Caso o aluno não envie a 1ª versão TCC e protocole somente a versão final
TCC não há diminuição na nota (leia-se desconto de pontos), por parte do orientador,
8
em razão do não cumprimento da entrega de 1ª versão. Entretanto, é importante
esclarecer que se o TCC versão final não estiver apto à aprovação o orientador poderá
aplicar a reprovação direta. Nesta situação o aluno não poderá justificar que ocorreu
a reprovação pela ausência de parecer de 1ª (primeira) versão.

Da correção final do TCC divulgada pelo orientador por meio de Parecer Final
não caberá recurso, sendo permitida reapresentação do TCC, conforme as diretrizes
da Portaria n. 02/2016, respeitado o período de integralização do curso.

9
6. QUESTIONÁRIO DE DEFESA (QD)

O questionário de defesa (QD) é requisito obrigatório, na modalidade de


ensino a distância, para aprovação final do curso, em substituição a defesa presencial
perante a banca, em cumprimento a Resolução CNE/CES nº 01/2007.

Na modalidade a distância o QD é aplicado na Unidade Damásio, a partir da


data prevista no calendário de finalização, após o agendamento prévio com a
secretaria da unidade, sob supervisão de um responsável local, desde que, o aluno
que conste como aprovado em todos os requisitos de aprovação nos módulos e
disciplinas, bem como, no TCC com nota igual ou superior a 7,0 (sete).

O prazo máximo para realização do QD é de 60 (sessenta) dias a partir da


entrega do TCC versão final quando o aluno seguir a turma regular. Na hipótese do
QD ser realizado acompanhando outra turma é necessário realizar a defesa dentro do
período de integralização do curso, conforme portaria específica para esse assunto.

Para realização do questionário de defesa não é permitido consultar materiais


impressos, bem como não é permitido o uso de computadores, notebooks, iPads,
tablets, telefones celulares ou qualquer outro equipamento de armazenamento de
dados digitais e acesso a rede internet.

Caso o aluno não possa realizar o QD dentro do período de convocação


agendado pela Unidade Damásio é necessário se atentar para realizar o QD dentro
do período de integralização do seu respectivo curso.

O QD é avaliado na escala de 0 a 10 (zero a dez) pelo orientador, sendo


aprovado o aluno que obtém nota igual ou superior a 7,0 (sete).

Para os cursos da modalidade presencial é facultada a não aplicação do


questionário de defesa, conforme projeto pedagógico proposta pela instituição.

10
7. NORMAS DE FORMATAÇÃO

O trabalho de conclusão de curso deve conter os elementos pré-textuais,


textuais e pós-textuais, bem como ser redigido individualmente, e atender ao rigor
acadêmico, tanto em relação à forma, quanto ao conteúdo, de maneira a atingir a
qualidade mínima estabelecida pelo orientador. Além disso, o TCC deve seguir as
normas definidas pela ABNT.

Para fins de direcionamento e orientação aos alunos na elaboração do TCC o


projeto pedagógico do curso contempla a disciplina Metodologia da Pesquisa
Científica.

As normas de formatação e instruções para elaboração do Plano de


Negócios para os alunos do curso MBA Internacional em Gestão Executiva são
divulgadas juntamente com o Calendário de Finalização no AVA.

As normas de formatação e instruções para elaboração da Monografia para


os alunos do curso Pós-Graduação Lato Sensu são divulgadas juntamente com o
Calendário de Finalização no AVA e material de apoio complementar de Metodologia
da Pesquisa Científica.

7.1 ESTRUTURA DA MONOGRAFIA

Parte externa: capa e lombada.

A entrega do TCC é realizada no ambiente virtual, sendo assim não há


necessidade de lombada, bem como não é necessária a entrega em mídia (CD).

Parte interna: elementos pré-textuais, textuais e pós-textuais.

7.2 ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS – MONOGRAFIA

 Capa
 Folha de rosto
11
 Folha de aprovação
 Dedicatória
 Agradecimentos
 Epígrafe
 Resumo em língua portuguesa
 Resumo em língua estrangeira (inglês ou espanhol)
 Sumário

7.3 ELEMENTOS TEXTUAIS – MONOGRAFIA

Desenvolvimento do Trabalho considerando introdução, desenvolvimento e


conclusão(*).

O número mínimo de laudas estabelecido para a Monografia é de 50


(cinquenta) laudas entre a introdução e a conclusão.

O número mínimo de laudas estabelecido para o Plano de Negócios está


descrito no documento Instruções para elaboração do Plano de Negócios, disponível
no AVA.

7.4 ELEMENTOS PÓS-TEXTUAIS – MONOGRAFIA

Referências bibliográficas

O número mínimo de obras estabelecido para a Monografia é de 15 (quinze)


indicações, admitindo-se até 10 (dez) obras e até 5 (cinco) artigos científicos
publicados e reconhecidos pela CAPES.

O número mínimo de laudas estabelecido para o Plano de Negócios está


descrito no documento Instruções para elaboração do Plano de Negócios, disponível
no AVA.

Anexos (inserir se necessário).

12
Modelo do Termo de Isenção de Responsabilidade

TERMO DE ISENÇÃO DE RESPONSABILIDADE

Declaro, para todos os fins de direito, que assumo total responsabilidade pelo
aporte ideológico e autoral conferido ao presente Trabalho de Conclusão de Curso –
TCC, intitulado (preencher com o tema do TCC), isentando a Faculdade Damásio, a
coordenação do curso e o orientador (preencher com nome do orientador) de toda e
qualquer responsabilidade acerca deste trabalho.

(Nome da Cidade), (dia) de (mês) de (ano).

(Nome Completo Aluno)

(CPF/MF)

13
8. EXERCÍCIOS DOMICILIARES

A instituição dispõe de tratativa especial para atender adequadamente ao


aluno que necessitar de afastamento para as situações de licença médica superior a
15 (quinze) dias corridos, amparada pelo decreto Decreto-Lei 1044/69 e na Lei
6202/75; licença maternidade amparada pelo Lei n. 6.202/75 e Lei 12.010/2009.

8.1 LICENÇA MÉDICA SUPERIOR A 15 (QUINZE) DIAS CORRIDOS

O atestado deve estar legível, sem rasuras e deve ser apresentado em original
ou cópia simples com:

 o nome completo do paciente;


 o Código Internacional de Doença (CID);
 a assinatura do médico ou dentista sob carimbo;
 o Conselho Regional de Medicina ou de Odontologia (CRM ou CRO);
 período do afastamento (início e término);
 data da consulta que definiu o afastamento.

8.2 LICENÇA MATERNIDADE

A aluna gestante tem direito a ser assistida pelo regime de atividades


domiciliares a partir do 8º mês de gestação, salvo se o requerer a partir do nascimento
do filho, de acordo com a Lei n. 6.202/75.

Nos casos de gestante, a licença se refere apenas ao período de 90 (noventa)


dias, que se inicia com a data consignada no atestado médico, ou, em segundo caso,
a requerimento da gestante, quando do nascimento do filho. Se houver apresentação
de atestado médico, com afastamento por período maior que 90 (noventa) dias, será
atribuído o afastamento indicado no documento.

14
No caso de licença decorrente de adoção, os mesmos direitos são
reconhecidos à mãe, tal qual à gestante, no que tange às atividades pedagógicas pós-
aula, avaliações presenciais e exercícios domiciliares.

Para o aluno que está em período de orientação e elaboração de TCC as


atividades são suspensas durante o período de afastamento.

O documento que comprove a causa autorizadora do afastamento deve ser


apresentado em sua Unidade, no prazo máximo de 7 (sete) dias úteis, após a data
que der causa ao afastamento, com a indicação da data de início e término da licença.

Ao término do afastamento o aluno deve retomar suas atividades relacionadas


ao TCC e abrir um chamado, requerendo o acesso a orientação, para cumprimento
das atividades acadêmicas.

A equipe pedagógica, com base no período de afastamento de até 30 dias,


corridos, ajustará os prazos de TCC e o aluno seguirá na mesma turma de orientação,
mantendo o calendário inicial com compensação de prazo pelo afastamento.

No caso de afastamento superior a 30 (trinta) dias, corridos, o aluno será


designado a um calendário de finalização remanejado com turma a iniciar.

Caso o aluno não apresente sua justificativa de afastamento, com indicação


da data de início e término, dentro do prazo anteriormente estipulado, a Faculdade
está isenta do remanejamento ao calendário de finalização, portanto, nesta situação,
o aluno deve contratar o módulo de orientação, conforme a Portaria Normativa nº
02/2016, respeitado o período de integralização da turma de origem.

15
9. DISPOSIÇÕES GERAIS

Os casos omissos serão resolvidos pela Direção Pedagógica dos cursos de


Pós-Graduação Lato Sensu.

16