Você está na página 1de 6

TÓPICOS DA AULA

1. Pressão
2. Temperatura
3. Título de vapor
4. Volume específico e densidade
Aula # 3 5. Energia interna
Fundamentos de Termodinâmica: 6. Substância pura
Propriedades 7. Entropia
8. Entalpia
Sistemas de Propulsão Naval e Auxiliares
9. Gás ideal e equação de estado
2
Prof. Yipsy Roque Benito

Propriedades termodinâmicas Pressão (P)


• Características de um sistema e podem definida como
ser intensivas ou extensivas. uma força
normal
• As propriedades intensivas são independentes da
exercida por
massa de um sistema
um fluido por
• As propriedades extensivas são valores que unidade de
dependem do tamanho – ou extensão — do sistema área
• Propriedades específicas são propriedades
extensivas por unidade de massa

3 Propriedades 4

Pressão absoluta
Unidades
e manométrica
• A unidade no SI é o Pascal (Pa)
𝑁
1𝑃𝑎 = 1 2
𝑚

• Outras unidades de pressão :


1atm=1,01325bar=101.325Pa
1kgf=14,223psi
A pressão real em determinada posição é chamada de pressão absoluta (Pabs), sendo medida com
relação ao vácuo absoluto ou pressão absoluta zero.

A pressão ao nível do mar é chamada de pressão atmosférica (Patm). E a diferença entre a pressão
absoluta e a pressão atmosférica é a pressão manométrica ou relativa (Pgage)

Pressão 5 Pressão 6

1
Temperatura (T) Escalas
Escalas de temperatura se baseiam em
Indica o nível de energia ou de agitação molecular de um alguns estados reprodutíveis como pontos
de congelamento e de ebulição da água.
corpo de forma comparativa.
A definição oficial atual de grau
Celsius define 0,01 °C como o ponto
Lei Zero triplo da água, e 1 grau Celsius como
sendo 1/273,16 da diferença de
Quando dois corpos estão temperatura entre o ponto triplo da água e
o zero absoluto.
em equilíbrio térmico com
um terceiro, eles estão em No SI a menor temperatura é o zero
absoluto, ou 0K. Este zero absoluto
equilíbrio térmico entre si. corresponde a -273,15ºC. Assim tem-se a
relação:

T(K)=T(ºC)+273,15

Propriedades 7 1 grau Celsius apresenta a mesma Temperaturas 8


variação de temperatura que 1 Kelvin.

Título de vapor (x) Volume específico (v)


Relação entre a massa de Relação entre o volume e a massa de uma substância
vapor e a massa total
𝑉
𝑣=
𝑚
𝑣𝐿 Volume específico do líquido saturado
𝑣𝑉 Volume específico do vapor saturado
𝑣𝑙𝑉 Volume específico da mistura líquido − vapor
A densidade é o inverso do volume específico
1 𝑚
ρ= =
𝑣 𝑉
9 Propriedades 10

Exemplo 3
Um tanque de 2𝑚3 de volume interno contém
100kg de uma mistura de líquido e vapor de uma
substância com título 25%. Sabe-se que o volume
do vapor é 95% do volume total. Calcular:
a) Volume específico da mistura 𝑅/𝑣𝑇 = 0,02𝑚3 /𝑘𝑔
b) Volume do líquido e volume do vapor𝑅/𝑉𝐿 = 0,1𝑚3 ;
𝑉𝑉 = 1,9𝑚3
c) Massa de líquido e de vapor𝑅: 𝑚 𝑇 = 75𝑘𝑔 ; 𝑚𝑉 =
25𝑘𝑔
d) Volume específico do líquido e do vapor𝑅: 𝑣𝐿 =
0.0013𝑚3 /𝑘𝑔; 𝑣𝐿 = 0.0076𝑚3 /𝑘𝑔
Volume específico 11 Volume específico 12

2
Energia Energia interna
Um sistema termodinâmico envolve três formas de energia relacionadas
Capacidade para produzir um efeito. com a velocidade, com a posição e com a temperatura.
Considerando o sistema de um copo com água. As energias cinética e
Pode ser acumulada ou transferida de um sistema para outro. potencial do sistema não variam quando o copo é aquecido, porém
este apresenta um aumento da energia relacionado com a troca de
calor. Esta energia é denominada energia interna e está relacionada
Podemos dividi-la em dois grupos:
com as alterações que ocorrem na temperatura interna do sistema
1. Associados às formas macroscópicas
2. Associados às formas microscópicas

Pode ser considerada como uma propriedade, por ser função


exclusiva do estado da substância.
𝑈 Não tem valor absoluto,
𝑢= depende de um estado padrão.
Propriedades 13
𝑚 Propriedades 14

Substância pura
Considere um arranjo pistão-cilindro
contendo água no estado líquido a uma
• Substância cuja composição química permanece pressão de 1atm, que começa –
inalterada gradualmente- a ser aquecido.
• Uma mistura de duas ou mais fases de uma
substância pura ainda é uma substância pura, desde
que a composição química de todas as fases seja
igual.

• Uma substância pura apresenta a propriedade de


manter constante a temperatura durante uma
mudança de fase a pressão constante.
15 16

Temperatura de saturação designa a temperatura em que


ocorre a vaporização a uma dada pressão. Essa pressão
é conhecida como pressão de saturação.

Substância pura 17 Substância pura 18

3
Diagrama de fases substância pura
Substância pura
Linha que os estados de líquido
liga os saturado e vapor saturado
É mais fácil estudar as variações das estados de são idênticos
líquido
propriedades durante os processos de mudança saturado Linha que liga os estados de
de fase com o auxilio dos diagramas de vapor saturado
propriedades.

Diagramas T-U P-v e P-T das substâncias puras.

Substância
19 20

Substância que
Diagrama de fases substância pura se expande na
solidificação

Substância que se contrai na solidificação 21 É o caso da água!!! 22

Ponto crítico: os estados de liquido saturado e vapor


Tabelas de propriedades
saturado são idênticos.
Ponto triplo: Estado no qual as três fases, líquida, sólida e As relações entre propriedades termodinâmicas são
gasosa, podem coexistir. complexas demais para serem expressas por meio de
equações simples.
Assim, as propriedades quase sempre são apresentadas
na forma de tabelas.
Para cada substância as propriedades termodinâmicas
podem estar relacionadas em tabelas (uma tabela
separada para cada região de interesse)

Substância pura 23 24

4
Entalpia
Uma forma de energia está presente no fluido que escoa
numa tubulação, pois no tubo vertical a agua sobe
indicando a presença de um trabalho relacionado com a
pressão. Essa forma de energia equivale ao trabalho
necessário para elevar uma massa m de fluido a uma
altura H.
ℎ = 𝑢 + 𝑝𝑣

25 Propriedades 26

Desigualdade de Clausius
A variação da entropia de um sistema
Entropia fechado não pode ser negativa. Se a
transformação é reversível, a variação da
entropia dos corpos envolvidos é nula. Se
a transformação é irreversível, essa Um diagrama muito usado em engenharia é o
variação é positiva. diagrama entalpia-entropia, que é bastante
valioso na análise de dispositivos térmicos
𝛿𝑄
≤0
𝑇
𝟐
𝛿𝑄
∆𝑠 = 𝒔 − 𝒔𝒓𝒆𝒇 =
𝑇
𝟏 𝒓𝒆𝒗
Não tem valor absoluto, ao igual
que a energia interna, depende de
Propriedades 27 28
um estado padrão.

Diagrama de Diagrama de
Mollier Mollier

29 30

5
Gás ideal Gás ideal
Modelo teórico. É um gás idealizado,
no qual as moléculas se batem O gás ideal obedece às equações:
elasticamente, apresentando volume
próprio e não fazem ações mútuas

.Características:
1. Possui muitas moléculas de massa m e de volume desprezível em
relação ao recipiente que as contém.
2. Como todo gás, seu volume é determinado pelo recipiente que o
contém e suas partículas estão distribuídas, ocupando todo o volume.
3. Apresenta movimento aleatório regido pelas Leis de Newton.
4. A distancia entre as moléculas é tão grande que não há forças de
ligação entre elas, estando assim livres.
5. os choques são do tipo perfeitamente elástico entre elas.
Modelos 31 Modelos 32

Referências bibliográficas
• Van Wylen, G., Sonntag, R., Borgnakke, C., Fundamentos da
termodinâmica clássica. São Paulo: Edgar Blücher, 591p.,
1995.

33