Você está na página 1de 18

HIDROLOGIA

ENGENHARIA CIVIL – 8° PERÍODO (TURMA 1)

AULA 04 – BACIA HIDROGRÁFICA


(1ª PARTE)

Prof. Daniel Miranda


Belo Horizonte, 28 de agosto de 2015
NA AULA DE HOJE...

• BACIA HIDROGRÁFICA:
– Definição, divisores de água, exutório, sub-bacias;
– Bacias Hidrográficas no Brasil e em Minas Gerais;
– Bacia hidrográfica e noção de hidrograma;
– Características físicas
• Área de drenagem.
BACIA HIDROGRÁFICA

• Uma bacia hidrográfica é uma unidade fisiográfica, limitada por


divisores topográficos (os chamados divisores de água), que
recolhe a precipitação, age como um reservatório de água e
sedimentos, defluindo-os em uma seção fluvial única, denominada
seção exutória ou exutório;

• Os divisores de água são as cristas das elevações de terreno que


separam a drenagem da precipitação entre duas bacias adjacentes;

• Uma bacia hidrográfica é constituída por bacias menores,


chamadas de tributárias ou sub-bacias.
– Exemplo: Bacia Hidrográfica do rio Arrudas => sub-bacia do rio das Velhas =>
sub-bacia do rio São Francisco.
BACIA HIDROGRÁFICA

Exutório
BACIA HIDROGRÁFICA
BACIA HIDROGRÁFICA
BACIA HIDROGRÁFICA

O estado de Minas Gerais, por sua vez, é subdividido em 10 Bacias


Hidrográficas.
BACIA HIDROGRÁFICA

Fonte: http://www.conselhos.mg.gov.br/cerh/page/institucional/upgrh
BACIA HIDROGRÁFICA

Fonte:
http://www.conselhos.mg.gov.br/cerh
/page/institucional/upgrh
BACIA HIDROGRÁFICA
NOÇÃO DE HIDROGRAMA

• De todo o volume de precipitação, apenas uma parcela que se abate sobre a área da
bacia escoa superficialmente (precipitação efetiva) a partir das maiores elevações do
terreno, formando enxurradas em direção aos vales e transformando energia potencial em
energia cinética;
• Esses vales concentram esse escoamento em córregos, riachos e ribeirões, os quais
confluem e formam o rio principal da bacia;
• Ao estudar uma bacia hidrográfica, nos interessamos na resposta da bacia (sistema) em
seu exutório;
• O volume de água que passa pela seção exutória na unidade do tempo é a vazão ou
descarga da bacia, simbolizada por Q;
• Quando estudamos um evento chuvoso significativo, percebemos que a vazão Q varia
com o tempo;
• A forma com que essa variação se dá é uma característica da bacia;
• Ao gráfico que relaciona vazão em função do tempo [Q(t)] ao longo de uma
ocorrência chuvosa isolada, dá-se o nome de hidrograma.
BACIA HIDROGRÁFICA
NOÇÃO DE HIDROGRAMA

• Se a extensão espacial e duração da precipitação forem suficientemente grandes, todos


os pontos da bacia hidrográfica irão contribuir para a formação da vazão Q, concentrando
a totalidade do escoamento superficial no exutório;
• Ao ponto de máxima vazão do hidrograma, dá-se o nome de vazão de pico (Qmax)
BACIA HIDROGRÁFICA
NOÇÃO DE HIDROGRAMA

• Um hidrograma sintetiza a forma pela qual uma bacia hidrográfica atua como
reservatório, distribuindo a precipitação efetiva ao longo do tempo;
• O hidrograma possui vazões e tempos característicos, os quais são produtos típicos,
resultantes das propriedades fisiográficas da bacia em estudo:
• Extensão;

• Forma;
• Distribuição de relevo;
• Declividade;
• Comprimento do rio principal;
• Densidade de drenagem;
• Cobertura vegetal;
• Tipo e uso do solo.
BACIA HIDROGRÁFICA
CARACTERÍSTICAS FÍSICAS

AREA DE DRENAGEM:
- Área de projeção vertical da linha fechada
dos divisores de água sobre um plano
horizontal;
- Expressa em unidades de hectares (ha) ou
quilômetros quadrados (km²);
- Em geral, quanto maior a área de drenagem,
maior é o escoamento superficial e as vazões
alcançadas;
- Entretanto, uma bacia de maior área de
drenagem terá um armazenamento temporário
também maior, determinando um tempo de
resposta à precipitação relativamente mais
longo e vazões de pico relativamente mais
atenuadas.

ÁREA DE DRENAGEM
BACIA HIDROGRÁFICA
CARACTERÍSTICAS FÍSICAS

AREA DE DRENAGEM:
BACIA HIDROGRÁFICA
CARACTERÍSTICAS FÍSICAS

AREA DE DRENAGEM: COMO DELIMITÁ-LA?


BACIA HIDROGRÁFICA
CARACTERÍSTICAS FÍSICAS

AREA DE DRENAGEM: COMO DELIMITÁ-LA?


BACIA HIDROGRÁFICA
CARACTERÍSTICAS FÍSICAS

AREA DE DRENAGEM: COMO DELIMITÁ-LA?