Você está na página 1de 20

Plácido Gabriel Vasco Júnior

O Perfil Profissional do Auditor Externo: uma análise da percepção dos auditores da


Cidade de Nampula

Licenciatura em Contabilidade com Habilitações em Auditoria

Universidade Pedagógica
Nampula
2017
2II

Placido Gabriel Vasco Junior

O Perfil Profissional do Auditor Externo: uma Análise da percepção dos auditores da


Cidade de Nampula.

Licenciatura em Contabilidade com Habilitações em Auditoria

Monografia apresentada ao Departamento de


Contabilidade e Gestão, Escola Superior de
Contabilidade e Gestão (ESCOG) - Delegação de
Nampula, para obtenção do grau de Licenciatura em
Contabilidade com habilitações em Auditoria
Supervisor MSc. Alcido Manuel Juaniha

Universidade Pedagógica
Nampula
2018
3

INDICE
4

LISTA DE ABREVIATURAS

DAF – Direcção da Área Fiscal

UGC - Unidade de Grandes Contribuintes

TI- Tecnologia desinformação


5

DECLARAÇÃO DE HONRA
Declaro que esta monografia é o resultado da minha investigação pessoal e das orientações do
meu supervisor, o seu conteúdo é original e todas as fontes consultadas estão devidamente
mencionada nas notas e na bibliografia final. Declaro ainda que ainda este trabalho nãos foi
apresentado em nenhuma outra instituição para obtenção de qualquer grau académico.

O candidato

Nampula, aos ___ de ______________________de 2018


____________________________________________________
(Plácido Gabriel Vasco Júnior)

O orientador

Nampula, aos ___ de ____________________de 2018

____________________________________________________
(MSc. Alcido Manuel Juaniha)
6

DEDICATÓRIA

______________________________________________________________________________
Dedico este trabalho a todos os que sempre
me ampararama todos que prosperam por
mim, em especial aos meus pais. Vasco
Júnior e Isabel Gabriel Liasse Júnior.
7

AGRADECIMENTO

Agradeço em primeiro lugar a Deus todo-poderoso criador do Céu e da terra e das todas as coisas
visíveis e invisíveis pela graça que me deu durante o meu curso na Universidade Pedagógica de
Nampula, pela protecção que tem cedido o seu acompanhamento a todos os momentos do
sofrimento e da alegria.

Um especial agradecimento vai para os meus pais, Vasco Júnior e Isabel Gabriel Liasse Júnior,
aos meus irmãos, estes que sempre colaboraram em vários aspectos como por exemplo o
pagamento das propinas, facto este que contribuiu cada vês mais para o meu empenho até chegar
a esta fase.

Para a concretização da monografia, endereço um especial agradecimento ao Mestre Alcídio


Manuel Juaniha, pela confiança, presença, atenção, respeito e humildade, pelos ensinamentos e
valores transmitidos no processo de orientação desta pesquisa.

Aos docentes da UP em Nampula em particular do curso de Contabilidade, pelo longo e paciente


acompanhamento durante os anos do processo de ensino e aprendizagem.

A terminar, agradeço aos caros colegas do curso estes que sempre criaram fóruns de discussão e
interacção no processo de ensino e aprendizagem.

As instituições e as pessoas que forneceram informações durante a pesquisa.

Para terminar agradeço a todos aqueles que directas ou indirectamente contribuíram


positivamente para que esta monografia torna-se uma realidade e o sucesso gradual da minha
vida.
8

RESUMO

O presente trabalho busca contribuir para mostrar o perfil do profissional de auditoria


independente.

O desempenho da actividade de auditoria requer a utilização de ferramentas de trabalho que


possibilitem formar uma opinião. Em geral o objectivo da auditoria é fundamentar seu ponto de
vista embasado em fatos concretos, evidências e provas materiais. Cabe então ao auditor
identificar e atestar a veracidade de qualquer afirmação, aplicando as técnicas e procedimentos
de auditoria necessários para cada caso.

Actualmente, a auditoria é vista como uma ferramenta essencial ao bom funcionamento dos
processos organizacionais. Seus serviços são indispensáveis na confirmação da obediência aos
controles. Os trabalhos de auditoria oferecem maior credibilidade às informações,
proporcionando confiança e segurança nos resultados apurados e apresentados, a administração
na utilização das informações para tomar decisões, ao investidor que aplica seus capitais,
possibilitando informações sobre real situação da empresa, e ao fisco no cumprimento das
obrigações fiscais, O auditor externo certifica a veracidade dos factos, o auditor interno auxilia
os gestores no desempenho de suas funções, fornecendo-lhes subsídios para tomada de decisão.
No momento em que se vive acirrada competitividade entre as organizações, a segurança
proporcionada pelos controles e informações fidedignas podem representar o sucesso ou o
fracasso empresarial.
9

CAPITULO I: INTRODUÇÃO
10

PROBLEMA
Por que a cidade de Nampula é um espaço privilegiado dos imigrantes? Qual o efeito dessas
migrações para a cidade?
JUSTIFICATIVA
A escolha do tema resulta do facto de ter observado que na cidade de Nampula está a crescer o
número de imigrantes provenientes de outras regiões da África, Ásia e Europa. Neste sentido,
procurar-se-á entender as razões que levam a Cidade Nampula ser o lugar privilegiado para os
imigrantes. Nota-se, inclusive, uma tendência de quase todos os estabelecimentos comerciais
serem ocupados por estrangeiro, o que mostra a importância de se desenvolver esta pesquisa. A
par desta situação está a constante relação que se estabelece entre os imigrantes e os problemas
que surgem no local de chegada, dentre os quais o roubo de emprego e ocupação de espaços das
populações para além de se associar as migrações com o terrorismo. Como Moçambique e
Nampula, em particular, não está alheia a esta situação, esta pesquisa se mostra relevante.
Existe também uma forte discussão entre vários teóricos sobre as razões que levam as pessoas a
se emigrarem de lugar para o outro, parece importante para esta pesquisa que se propõe
desenvolver, procurar-se entender, a despeito das discussões teóricas, as reais razões que tornam
Nampula um lugar privilegiado pelos estrangeiros de diferentes pontos do mundo e, também,
procurar-se perceber os efeitos desta onda migratória para província e para cidade, em particular,
considerando que esses efeitos são já visíveis não só em Nampula, mas também em outros
pontos do país.
Esta pesquisa se interessa pelas migrações internacionais. Faria (2015) indica, por exemplo, que
dados do relatório de 2010 da Organização Internacional para Migrações (OIM), apontavam a
existência de 214 milhões de migrantes em todo mundo, destacando que este número tem vindo a
crescer ano após ano em termos absolutos, embora em termos percentuais tenda a diminuir:
Em 1970, existiam 82 milhões de migrantes; esse número chegou a 175 milhões,
em 2000, e a cerca de 200 milhões em 20056. Em 2050, estima‑se que o número
de migrantes internacionais chegará a 405 milhões7. A maioria das migrações
ocorre de forma legal, sendo que 10 a 15% dos migrantes internacionais se
encontram em situação irregular. No entanto, o número de migrantes irregulares
vem aumentando de maneira relativamente constante. Em sua maioria, os
migrantes irregulares adentram os países receptores por vias regulares, mas
permanecem além do período devido ou em contradição com o tipo de visto
recebido (Faria, 2015, p.31-32).
11

Esta situação mostra a importância da discussão desta temática. Alguns teóricos como Faria
(2015), Arnaldo & Muanamoha (2013), Lewis (1954), Ranis & Fei (1961) vão ajudar na
construção da base teórica.
DELIMITAÇÃO DO TEMA
Aprofundar sobre as migrações na cidade de Nampula (porque e onde se ncontra o maior centro
de refugiados - Marratane) entre o período de 2010 a 2017,(periodo em o fluxo o migrantes
parece evoluir) através de entrevistas com migrantes locais para fazer o levantamento das
informações necessárias.

ONDE SE ENQUADRA O TEMA


- Globalização, Cultura e Sociedade.
Migração quanto a sociedade está relacionada com a integração económica, cultural, intercâmbio
comercial, financeiro e na conexão entre pontos distintos entre várias partes do mundo.
HIPÓTESES
 Uma parte da população que vem a cidade de Nampula, vem com o objectivo de realizar
um sonho de consumo buscando adquirir melhores condições de vida.
 Construção e abertura de novas indústrias e fábricas faz com que abram novas vagas na
cidade e chama a atenção dos migrantes.

REVISÃO BIBLIOGRÁFICA
Segundo a Organização Internacional para Migrações (OIM), existem 214 milhões de migrantes
em todo mundo embora a percentagem tem vindo a crescer. A maioria das migrações ocorrem de
forma legal, sendo que 10 à 15% dos migrantes internacionais se encontram em situação
irregular e vem aumentando de maneira relativamente constante, alguns entram em países
recetores por vias regulares e permanecem alem do período devido ou em contradição com o tipo
de visto recebido.
A maioria dos migrantes contemporâneos deslocam se por razoes económicas, em busca de uma
vida melhor, com a perspetiva de melhores condições de vida que encontraram nos países de
destino, em termos de oferta de empregos, padrões salariais e trabalhistas e possibilidade de
ascensão económica, outros são forçados a sair do seu pais por vários motivos sendo conflitos,
perseguição política racial, religiosa entre outros. As mulheres são a maioria dos migrantes em
12

movimentos migratórios diversos como a conexão entre vários países. Alguns fluxos de
refugiados contem, igualmente, preponderância de mulheres.
Segundo (Lewis, 1954, Ranis & Fei, 1961) a migração seria explicada pelas diferenças
geográficas de oferta e demanda por trabalho. O mercado de trabalho e considerada o mecanismo
primário que induz os movimentos migratórios, sendo que estes não sofreriam efeitos relevantes
dos demais mercados. O deslocamento populacional ocorreria de regiões com baixos salários ou
excesso de mão-de-obra para regiões com altos salários ou escassez de mão-de-obra. Com a
intensificação dos fluxos migratórios, haveria uma queda na oferta de trabalho e os salários
subiriam em países carentes de capital e com excesso de mão-de-obra, ao mesmo tempo a oferta
de trabalho aumentaria e os salários cairiam em países com maior volume de capital e escassez
de mão-de-obra, com esse cenário os movimentos migratórios levariam a uma situação de
equilíbrio, na qual as diferenças salarias iriam refletir apenas os custos financeiros e físicos do
deslocamento geográfico, ou seja, uma vez eliminada a diferença salarial, a migração tenderia a
cessar.
OBJECTIVOS
O objectivo principal deste trabalho é compreender as causas e as consequências dos
movimentos migratórios, no processo de desenvolvimento socioeconómico no norte de
Moçambique, na província de Nampula.
GERAIS
- Compreender as razões que levam aos estrangeiros a migrarem aos País Moçambicano?
OBJECTIVOS ESPECÍFICOS
- Identificar os factores que levam os migrantes a escolher a cidade de Nampula como o lugar
privilegiado.
- Quais as razões que os levam a deixarem a país de origem.
- Analisar os factores que conduzem a escolha da cidade de Nampula para a busca de novas
oportunidades.
13
14

Estrutura do trabalho

A presente monografia contem cinco capítulos, nomeadamente:

Capitulo I. Introdução do trabalho – este capítulo compreende de forma objectiva e


específica todos os aspectos introdutórios visando a apresentação geral do trabalho. São
apresentados nela: Objectivo de estudo, Objectivo geral e específico Justificativa,
Problematização, Hipótese, Delimitação do estudo.

Capitulo II. Revisão da Literatura – neste capítulo se apresenta a base do estudo.


Auxiliada da revisão bibliográfica, apresentam-se teoricamente aspectos que suportam a presente
pesquisa.

Capitulo III. Procedimentos Metodológicos: o principal objectivo deste capítulo está


vinculado nos métodos e procedimentos usados para o processo da investigação. Apresenta
critérios e métodos para definição da população-amostra e técnicas usadas para colecta e
tratamento de dados.

Capitulo IV. Análise e Interpretação de Dados: capitulo reservado para acolher a


apresentação e analisar os dados recolhidos visando extrair conclusões conforme os objectivos e
o problema, anteriormente colocados.

Capitulo V. Considerações Finais: após a análise e interpretação de dados, este capítulo


vai trazer as conclusões chegadas, limitações encontradas e recomendações para trabalhos
futuros. Seguidamente, é feito o levantamento das referências bibliográficas recorridas para o
sucesso do trabalho.
15

CAPITULO 2: REVISÃO DA LITERATURA

Nesta secção constam abordados, todos elementos que norteiam a base teórica da pesquisa. Tem
por objectivo efectuar revisão bibliográfica e abordar, dentro das possibilidades, os principais
estudos já realizados na área em questão, por outros autores.
16
17

CAPITULO 3: PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS.

3.1. Classificação da pesquisa


O enfoque da pesquisa será descritivo e exploratório. Segundo Cervo e Bervian (2002, p.66), “a
pesquisa descritiva observa, regista, analisa e correlaciona factos ou fenómenos (variáveis) sem
manipulá-los”.
Vergara (2000, p.47) destaca que:
A pesquisa descritiva expõe características de determinada população ou de determinado
fenómeno. Pode também estabelecer correlações entre variáveis e definir sua natureza.
Não tem compromisso de explicar os fenómenos que descreve, embora sirva de base para
tal explicação. (VERGARA, 2000, p.47).

A pesquisa exploratória, na perspectiva de Gil (2007, p. 41) “tem como objectivo proporcionar
maior familiaridade com o problema, com vistas a torná-lo mais explícito ou a construir
hipóteses”.
Os estudos exploratórios permitem ao investigador aumentar sua experiência em torno de
determinado problema. O pesquisador parte de uma hipótese e aprofunda seu estudo nos
limites de uma realidade específica, buscando antecedentes, maior conhecimento [...]
planeja um estudo exploratório para encontrar elementos necessários que lhe permitam,
em contacto com determinada população, obter os resultados que deseja. Um estudo
exploratório, por outro lado, pode servir para levantar possíveis problemas de pesquisa
(TRIVIÑOS, 1987, p.109).

Quanto a natureza da pesquisa ela apresenta características qualitativas e quantitativas. Isto


porque, segundo Lakatos e Marconi (2004, p. 267) a pesquisa qualitativa:

[...] preocupa-se em analisar e interpretar aspectos mais profundos, descrevendo a


complexidade do comportamento humano. Fornece análise mais detalhada sobre as
investigações, hábitos, atitudes, tendências de comportamento etc. (LAKATOS e
MARCONI, 2004, p. 267).

É importante destacar que as pesquisas qualitativas e quantitativa não são contraditórias,


podendo ser complementares.
Na visão de Minayo (1993, p.247).

Se a relação entre quantitativo e qualitativo, entre objectividade e subjectividade, não se


reduz a um continuum, ela não pode ser pensada como oposição contraditória. Pelo
contrário, é de se desejar que as relações sociais possam ser analisadas em seus aspectos
mais ‘ecológicos’ e ‘concretos’ e aprofundadas em seus significados mais essenciais.
Assim, o estudo quantitativo pode gerar questões para serem aprofundadas
qualitativamente, e vice-versa. (MINAYO, 1993, p.247).
18

 Pesquisa Bibliográfica

A pesquisa bibliográfica resume-se a um “conjunto de conhecimentos reunidos nas obras tendo


como base fundamental conduzir o leitor a determinado assunto e à produção, colecção,
armazenamento, reprodução, utilização e comunicação das informações colectadas para o
desempenho da pesquisa”. (FACHIN, 2003, p. 125).

Cervo e Berviam (2002, p. 65) definem a pesquisa bibliográfica sendo a maneira de:
Explicar um problema a partir de referências teóricas em documentos. Pode ser
realizada independentemente ou como parte da pesquisa descritiva ou
experimental. Em ambos os casos buscam conhecer e analisar as contribuições
culturais ou científicas do passado existente sobre um determinado assunto,
tema ou problema. (CERVO e BERVIAN, 2002, p. 65).

A pesquisa bibliográfica é realizada a partir de material elaborado com a finalidade explícita de


ser consultado, sendo esta uma modalidade específica de documentos que são as obras escritas,
publicadas em editoras e na Internet.
Este tipo de pesquisa situa o leitor, e também o pesquisador, quanto ao assunto que foi abordado,
recorrendo a outros estudiosos com visões distintas que abordaram o tema em questão.

3.2. Universo e amostra da pesquisa

De acordo com GIL (1999), as pesquisas sociais de um modo geral abrangem um universo de
elementos tão grande que se torna impossível considerá-los em sua totalidade. “É por essa razão
que nestas pesquisas se usam amostras, ou seja, uma pequena parte dos elementos que compõem
o universo” (Idem, 1999, p.99). O universo desta pesquisa, engloba os 30 a Auditores da
Autoridade Tributaria localizadas na Cidade de Nampula.

Ora, a amostragem por acessibilidade que é considerada também como sendo de conveniência,
constitui o método qualitativo menos rigoroso de todos os tipos de amostragem. Assim sendo, “o
pesquisador selecciona os elementos a que tem acesso, admitindo que estes possam de alguma
forma representar o universo” (Gil, 1999:101). Neste caso a amostra será de 20 auditores.
19

3.3. Técnicas de colecta de dados


A técnica de colecta de dados é conjunto de processos de que se serve uma ciência, são também
as habilidades para usar esses preceitos a parte prática da colecta de dados (LAKATOS,
2010:235).
A colecta dos dados foi feita por meio de questionário. Questionário como fonte primaria
elaborado pelo pesquisador, e, as fontes secundárias é o material disponível para consulta, como
livros, revistas, sitesda Internet, dentre outros.

 Questionário
De acordo com Vergara (2000, p.54) o questionário:[...] caracteriza-se por uma série de questões
apresentadas ao respondente, por escrito. [...] O questionário pode ser aberto, pouco ou não
estruturado, ou fechado, estruturado. No questionário aberto as respostas livres são dadas pelos
respondentes; no fechado, o respondente faz escolhas, ou pondera, diante de alternativas
apresentadas. O questionário aplicado (apresentado em Apêndice) foi composto por questões
fechadas.
20

CAPITULO 4. ANÁLISE E INTERPRETAÇÃO DE DADOS

CAPITULO 5. CONSIDERAÇÕES FINAIS

Conclusão

Bibliografia