Você está na página 1de 184

O único planeta de escolha

Briefings Essenciais do Espaço Profundo


por Phyllis V. Schlemmer

1993

1. Prelúdio

I - O Universo
2. O Conselho dos Nove
VI - Assuntos Terrestres
3. Deus e Criação
4. As Civilizações Universais
18. Fazendo a Diferença
5. Visitar
19. Aventuras na Consciência
6. Os Outros
20. A Alma Importa
21. O Próximo Milênio
II - Planeta Terra
7. Vida na Terra
8. Acelerando a Evolução da Terra
Informações relacionadas:
9. Encruzilhada
 Briefing para o pouso no planeta Terra
III - Nova Luz na História Antiga da
 Os Protocolos dos Sábios de Sião
Terra
 A conspiração de Stargate
10. A Semeadura da Humanidade e a Cultura
 Vida em Nossa Galáxia
Akesu
 Retornar para Temas / Vida Alienígena
11. O Empreendimento Alteano - Atlântida
 Retorno aos Extraterrestres Divinos e
12. Egito Antigo
Manipuladores
 Retornar ao Conselho dos Nove
 Retornar para Temas / Sociopolítica
IV - Links Vitais na Cadeia
 Retornar para Temas / Livros
13. Branchings Hoovid, raízes hebraicas e o
Crescente
14. O Convênio
15. O Nazareno

V - O outro lado da moeda

16. Guerra e Paz nos anos 90


17. Prevenção do Desastre

22. Briefing - Como Chegou a Ser


23. Anotações do Editor

24. Notas de Palden Jenkins da Revisão 1993

1
Dedicatória

Para Tom e o Conselho dos Nove.

Agradecimentos

Foram vinte anos de trabalho dedicado para trazer este livro para fruição. Tenho muito
prazer em ter esta oportunidade e agradecê-los.

Alguns fundaram este livro e todos me apoiaram emocionalmente e intelectualmente e


espiritualmente. Eu sou eternamente grato.

Sou particularmente grata às minhas filhas amorosas, Phyllis S. Manley e Marilou


(Ludi) Long cujo apoio, amor e generosidade de si mesmo e espírito me capacitou para
fazer este trabalho. Para minha neta maravilhosamente sensível, Kimberly Ross, este
livro é para você e para as futuras gerações. Meus pais atrasados e avós que
amorosamente me ajudaram a ser eu. A apreciação amorosa vai para Sir John Whitmore
por sua perspectiva espiritual e constante pergunta "e se?" Como bem como sua
devotada esposa Diana e seu filho Jason; para o Dr. Andrija Puharich com quem tenho
gostado de trabalhar e sido privilegiado e afortunado de ter feito isso por tantos anos;
Quanto ao nosso grupo original de Ossining, N.Y. Também a Lark von Hugo, que
assumiu a tarefa monumental de transcrevendo dezoito anos de fitas. Seu compromisso
foi o catalisador que obteve todos nós nos movendo. Somos eternamente gratos a você,
Lark.

Alick Bartholomew, da Gateway Books, nosso editor, e Palden Jenkins, para a


compilação inicial das comunicações.

Da Áustria, Miki e Ingeborg Walleczek, suas filhas Sascha e Tini, que muitas vezes me
dava uma trégua da minha vida agitada, me banhava de amor e beleza. Nossos amigos
austríacos que deram de si mesmos e ajudaram os Nove ao longo do caminho incluem:
Wulf Kruetschnigg, Franzi Lippert e Jane Tilden, também Barbara Lippitt, minha "filha
adotiva" por seu apoio amoroso e espírito alegre.

Do Canadá vem Barbara Bronfman, que está sempre lá com amor e encorajamento, e
quem me proporcionou um refúgio seguro e amizade.

Na Noruega, temos Jan Arne Odegarden, com uma nova perspectiva.

O grupo do Reino Unido por sua dedicação inclui Philip e Rachel Goldman, Susan
Kaye, Peter e Teresa Marmot, Funtz Mitchener, Geri Rogers, Alex Sautelle, Clive e
Alyson Sinclair e Ian e Vicki Watson. Um agradecimento especial a Cynthia Franklin

2
por indexar as fitas há tantos anos atrás, bem como a minha amiga Angeia Millburn-
Scott.

E um muito especial "obrigado" a David Hemery e sua esposa. Para eles compromisso
de levar adiante esta edição.

Da Alemanha Lore Ritter, que me deu um ano de sua vida, cheio de alegria e humor e
sua amiga Volker Heim.

Em Israel, Avi e Ruti Yasur e todos os que tiveram a coragem de estar comigo em 'O
Curso dos Milagres'; meus parceiros em 'Shaar Yamin' assim como Rivka, Frank, Niva
Shapira, Sylvia Sheinbaum e meus muitos amigos, clientes e estudantes.

Agradecimento a Harriet Abramson e Avi N.Tal, de quem eu conheço o começo do


tempo e estão sempre lá quando necessário.

O contingente dos EUA inclui Henry Beik, que começou tudo. Judith Skutch Witson e
seu marido Bill, que nos forneceram milagres. O falecido Brendan O'Regan, um
cientista que nunca rejeitou minha realidade, Jo e Bob Pease pelo muitos anos de
amizade e lealdade, minha amiga Bette Davis, que acredita em mim. Ileen Maisel, que
vê diretamente no coração das coisas e é meu amigo e placa de som, bem como minha
confidente. Ivor e Ronnie Witson, que amorosamente deu a sua experiência e nos
forneceu o software necessário para faça as transcrições. Desiree e Jim Hurtak (Os
Keyes de Enoch) por sua compromisso com o Universo e sua ajuda para nos fazer
passar por momentos difíceis.

O falecido Gene Roddenberry, criador de Star Trek por sua coragem, curiosidade e
desejo de comunicar com os Nove, e o filme semi-autobiográfico roteiro que ele criou
para nós chamado "The Nine".

Sou imensamente grato a Mary Bennett, nossa editora - ela é um 'presente' de os Nove -
por sua dedicação em trazer este livro para a forma.

Para todos os que se sentaram com os Nove e acreditaram ou não acreditaram. Marido
Israel Carmel, que viveu as minhas dúvidas, a minha dor e muitas vezes infalivelmente
me colocou de volta no curso, que nunca duvidou por um segundo existência de Tom e
dos Nove. Se for verdade que 'Por suas obras vocês saberão eles ', então estes são
verdadeiramente seres de luz e curadores do Planeta.

Eu agradeço a todos vocês.

Phyllis V. Schlemmer

Praia de Flagler, Flórida e Pardes Hanna, Israel

Uma pessoa com coragem é a maioria

Andrew Jackson

3
Prefácio

por John Whitmore

A busca por inteligência extraterrestre (SETI) é agora um negócio sério.

Em 1992, a NASA investiu muito esforço, dinheiro e novas tecnologias na pesquisa das
estrelas, ou melhor, seus planetas, com sinais de rádio que possam indicar a presença de
formas de vida inteligentes. Em um recente programa de TV britânico intitulado 'ET,
Please Phone Earth' vários professores eminentes envolvidos com o projeto manifestou
pouca dúvida de que tal vida existia e estava ansioso para que a Terra continuasse
escutando sinais de vida lá fora.

No entanto, eles não estavam todos de acordo sobre a sabedoria de nós terráqueos
revelando nossa presença ao universo mais amplo. Como um luminar apontou, nós
todos sabemos o que nós humanos fizemos para sociedades que consideramos mais
primitivas quando os descobrimos, o que formas de vida mais avançadas podem fazer
para nós?

Esse medo é baseado na suposição contraditória de que esses “avançados” Seres seriam
tão agressivo, impensado, incomparável e primitivo como seres humanos!

Agora é muito tarde, pois estamos enviando mensagens de rádio por muitas décadas, a
primeira das quais já passou pela vizinha solar sistemas. No entanto, a natureza bizarra
dos sinais mais poderosos que se seguem aqueles primeiros pontos e traços, de novelas
a pregadores evangelistas, podem fazer com que um alienígena se pergunte se a vida
inteligente existe na Terra depois de tudo!

Quando perguntaram a Mahatma Gandhi o que ele achava da civilização ocidental, ele
disse "seria uma boa ideia". Essa pode ser a visão da Terra de longe!

A ameaça que nos foi representada por viajantes de outros mundos que foram
fomentados pelos primeiros livros de ficção científica, a famosa transmissão de Orson
Welles e muitos filmes, hoje são reforçados por histórias estranhas de mutilações de
gado e abduções. No entanto, mais recentemente, talvez iniciado por Gene Roddenberry
em Star Trek, tem havido várias tentativas cinematográficas para apresentar vida
extraterrestre como benigna, culminando com cativante de Steven Spielberg no filme
ET.

Na maioria das histórias de ficção científica, os seres, bons ou maus, são humanoides
em aparência, mas tem a capacidade de passar instantaneamente através do tempo e do
espaço.

O cínico descartaria ambos como dispositivos convenientes para ajudar o contador de


histórias a trazer alienígenas para a Terra. Atores humanoides são certamente os mais
fáceis de passar, e agora sabemos que, na realidade, os ETs demorariam muito a viajar

4
aqui por nave espacial física convencional, mas podemos ter tanta certeza de que estas
Ficções não são verdadeiras?

Anos atrás, o físico John Wheeler postulou muitos intertravamentos Universos e outros
pioneiros ultrapassaram seus limites de especulação para limites de credibilidade.
Outros universos sugerem outras dimensões baseadas em leis além da compreensão de
nossos cientistas e além da detecção pelo nossa tecnologia. Qualquer coisa operando
neste reino pareceria mágica para nós e, claro, seria demitido como um não-evento ou
uma ilusão por aqueles que segure tenazmente as limitações da ciência existente.
Apenas um século atrás não tinham luz elétrica, rádio, televisão e voo, muito menos voo
espacial, no reino de magia para todos, mas o temerário? Somos tão arrogantes e terra-
chauvinistas para com a nossa ciência, menos de cem anos depois, é a única ciência do
Universo?

Enquanto Wheeler estava teorizando sobre outros reinos, Uri Geller estava se curvando
colheres por outros meios. Previsivelmente ele foi demitido pelos defensores da fé
científica, como o mago James Randi, buscador SETI, Carl Sagan e maestro de ficção
científica Isaac Azimov. No entanto, alguns cientistas respeitáveis validado seu trabalho
e Geller passaram a fazer uma fortuna localizando petróleo e minerais para empresas
comerciais multinacionais menos sensíveis sobre a correção científica de seus poderes.

Encontramos muitas ocorrências que desafiam nossa razão científica na religião, claro, e
eles têm forte simetria com os tipos de eventos em que médiuns como Geller se
envolvem. Só na nossa Bíblia há muitos exemplos de clarividência, clariaudiência,
canalização, telecinese, cura e radiestesia. Isto é profundamente ilógico de nós
aceitarmos essas histórias bíblicas sobre a fé e ainda negar que essas coisas podem ou
não acontecer hoje. A passagem do tempo glorifica as pessoas e os eventos históricos,
da mesma forma que a televisão faz agora, tornando difícil para nós encontrarmos uma
perspectiva equilibrada de tempos distantes, e encontrar seus paralelos modernos.

É claro que a religião, pelo menos a religião cristã, foi ultrapassada pela ciência como
guardiã da verdade para nós mortais inferiores. Nós olhamos para os sumos sacerdotes
da ciência para o conhecimento e compreensão, os mantos renderam-se ao jaleco
branco, o cálice ao tubo de ensaio.

A ciência tem a vantagem de não ser obrigada a definir o bem e o mal, embora eu
acredite que todos nós estaríamos melhores se fosse. À primeira vista, mesmo em
termos morais, a ciência pode justificar sua ascendência porque o histórico de religião é
deplorável. Tanto nos tempos bíblicos como nos dias de hoje, são abundantes os
exemplos de puro mal realizado em nome de Deus e da religião.

De tempos em tempos, os psíquicos também são revelados como fraudes ou usam seus
poderes para propósitos malignos. O que é novo, surpreendente ou diferente? Onde quer
que haja o bem, há o mal para se opor ou distorcê-lo. A ciência não criou seus monstros
também?

É claro que nem a ciência nem a religião são inerentemente más, mas o que algumas
pessoas farão na busca delas é horrível.

5
A visão cristã da coexistência entre o bem e o mal pode não estar muito longe da
verdade, mas as pessoas frequentemente encontram consolo em uma interpretação mais
unilateral desse conceito quando se trata de extraterrestres. Enquanto alguns deificam e
correm para abraçar todas as formas de experiência cósmica para ajudá-los a escapar da
nossa existência material, outros veem todos os atos ou contatos alienígenas como o
trabalho do diabo.

No entanto, pode não ser tão claro. Não é razoável especular que seres
tecnologicamente avançados possam existir em outras dimensões, seres que não são
maus, mas que nos consideram um laboratório de formas de vida inferiores para serem
experimentados? Temos poucos escrúpulos sobre o que fazemos com animais, no
interesse do avanço científico. Eles não podem fazer o mesmo, daí os sequestros e
mutilações de gado?

Tais ocorrências poderiam facilmente nos levar a acreditar que todas as formas de vida
extraterrestres são más. Certamente, a menos que sejamos capazes de reconhecer
quantos tipos diferentes de alienígenas existam, e quantos deles podem estar ao nosso
redor em todos os momentos. Essa ideia desafia diretamente a noção dos cientistas de
ETs físicos, que se desenvolvem ao longo de raras possibilidades de paralelismo
evolucionário para nós mesmos em alguns planetas distantes, mas que se encaixa
facilmente com as crenças religiosas. Sim, seres de luz branca, forças obscuras e os
cinzas intermediários poderiam estar aqui agora, embora na maior parte em outra
dimensão indetectável para nós. É apenas a nossa lógica cega que pergunta. Por que eles
não vêm e pousam no gramado da Casa Branca? Por que eles não vêm e resolvem a
bagunça em que estamos? Por que eles se incomodariam com um pequeno planeta como
o nosso? Pode caber a cada um de nós, individualmente, descobri-los por nós mesmos e
fazer nossas próprias alianças. Não é isso que algumas religiões sugerem?

Em nossa ânsia de abraçar as maravilhas da ciência e adquirir os novos luxos


tecnológicos, elevamos os cientistas a alturas não merecidas de infalibilidade e não
consideramos se estão procurando o lugar certo para a vida extraterrestre. Que a vida
está aqui entre nós agora e desde aquele breve momento, no tempo universal, do que
chamamos de história registrada, começou. Se "anjos" e outros seres cósmicos existem
em outra dimensão, tenho certeza de que eles apareceriam e desapareceriam como por
mágica, e não é exatamente isso que eles fazem? Eles não poderiam vir em “Carruagens
dos Deuses”, o que desafiaria nossas leis de gravidade e bom senso, o modo como os
OVNIs são relatados?

Se lermos entre as linhas de religião e ficção científica, e olharmos um pouco menos


para a ciência para a compreensão da inteligência extraterrestre, poderemos ter mais
sucesso. Eu sugiro que o conjunto de radiotelescópios da NASA não possa ver a o
espaço profundo lá fora, pois eles estão bem aqui! Está até disposto a falar conosco, se
estivermos dispostos a ouvir. Talvez se perguntássemos aos ETs sobre sua existência e
propósito, eles poderiam nos dizer, e também explicitar porque eles não fazem sua
presença globalmente conhecida. O problema é que a religião nos convida a falar com
Deus e seus companheiros, mas se nos atrevermos a afirmar que eles nos responderam
de volta, somos considerados loucos.

Por quase vinte anos, tenho conversado com um grupo de seres, não-humanos e
invisíveis, que, com grande amor e paciência, me disseram e a muitos colegas sobre a

6
estrutura das formas de vida inteligentes no Universo, onde a Terra se encaixa no
esquema, qual é o nosso propósito e o do nosso planeta, como nosso uso indevido da
religião e da ciência distorceu nossa compreensão até o ponto da cegueira e o que
podemos fazer a respeito disso. Meus parceiros neste empreendimento incluíram vários
cientistas, religiosos e, por um curto período, Gene Roddenberry de Star Trek que pediu
e obteve uma descrição muito detalhada de seres de outras partes do Universo. Gene já
foi, mas a maioria dos outros ainda está conosco.

O Único Planeta da Escolha é uma seleção de nossas conversas com nossos amigos do
espaço. Espero que ajude a esclarecer, pelo menos para algumas pessoas, o enorme
abismo de entendimento que divide as religiões umas das outras, religiões da ciência e
cientistas de médiuns. Infelizmente, também temos que lidar com certas poderosas
autoridades terrenas que têm em sua loucura ou sabedoria, dependendo do seu ponto de
vista, escolhidas para nos proteger (pelo uso criterioso da desinformação e do ridículo)
de seu conhecimento mais completo sobre a vida extraterrestre. É de se perguntar se
eles realmente sabem com qual nível da hierarquia cósmica estão lidando, e quem
precisa proteger de quem.

Este livro, juntamente com outros livros, com círculos nas plantações, o novo gênero de
filmes SCI Fi, algumas crises globais, delatores, eventos paranormais, vazamentos
controlados e não tão controlados, são todos parte do despertar essencial da Terra.

Esse despertar exige que nos movamos além das estruturas atuais da ciência e da
religião. O desafio para a ciência é que a essência da religião é verdadeira, o desafio
para a religião é que existe apenas uma verdade. Tudo o que qualquer religião possui é
uma perspectiva dessa verdade e, até agora, bastante distorcida. Não há autoridade para
o real entendimento, a não ser nós mesmos. Precisamos ser ousados, mas muito
discriminativos.

Não espero que minha lógica particular expressa nessas poucas páginas seja suficiente
para abrir a mente do leitor mais cético. Alguns de nós, não sem razão, hesitarão em
qualquer mensagem que se proponha emanar de uma fonte cósmica, especialmente se
for transmitida ou transmitida através de um ser humano falível. Podemos nos proteger
daquilo que não entendemos ou não podemos acreditar, com a suposição, ou mesmo a
acusação de fraude. A fraude, no entanto, só ocorre quando há um ganho ou poder
pecuniário percebido ou real a ser obtido. Isso certamente não é aplicável a Phyllis.

O papel de um intermediário na interface entre a consciência terrestre e a universal é


repleto de dificuldades, solidão e estresse, e muitas vezes são tanto fisicamente quanto
emocionalmente dolorosas. Phyllis experimentou isso e muito mais.

Ela é uma senhora americana comum, nutricionista, mãe e avó, com dons
extraordinários como professora, curadora e canal, que conta sobre si mesma e como
tudo começou com suas próprias palavras em "Briefing". Para entender mais sobre o
processo de canalização, eu recomendo uma leitura do “A Perspective Briefings fron
Deep Space” antes de embarcar no texto principal.

Ainda haverá aqueles que rejeitam a canalização ou têm uma aversão inabalável a ela.
Eu tenho muita empatia com a posição deles, mas nós dependemos do conhecimento da
fonte de uma mensagem para reconhecer ou aceitar a sabedoria nela contida? Uma boa

7
citação só adquire seu poder quando atribuída a Abraham Lincoln, William James ou
Shakespeare? Se precisamos do nome ou da fama do ditador para validar uma citação,
não estamos abdicando da nossa discriminação e escolha? O Único Planeta da Escolha
sugere como nossa escolha individual pode ser nos próximos anos, para nós mesmos e
para o Universo. Nem você precisa, nem poderá, decidir agora se a sabedoria oferecida
está em seu próprio mérito, nem é capaz de determinar se as informações contidas neste
livro se mantêm juntas como uma hipótese razoável até que você as tenha lido. Então
faça sua escolha. Leia.

8
1

Prelúdio

“Estamos aqui" Isto é Tom "Nós nos apaixonamos em paz 'Saudações, bênçãos,
alegria”

É assim que muitas das transmissões do The Council of Nine (O Conselho dos Nove)
começam. Eles são transmitidos via Tom , seu porta-voz. Esta edição do The Only
Planet of Choice (O único planeta da escolha) surgiu da necessidade de preparar o texto
original para tradução em outros idiomas. Além disso, com o sucesso da edição anterior,
tornou-se claro que havia uma necessidade de mais material dos Nove . Então, o texto
original foi expandido dos arquivos e novas transmissões (dadas em maio de 1994)
foram adicionadas. Foi necessário manter a contribuição editorial ao mínimo, os Nove
textos falarão por si mesmos, pois, como Tom disse em uma transmissão em 1991:

"A energia dessas compreensões positivas permite que vidas sejam mudadas" É de vital
importância que esta Cosmologia esteja disponível para a humanidade "Para dar-lhes a
oportunidade de conhecer a verdade, pois quando ela é exposta a elas, produzirá esse
código dentro de si, para torná-los conscientes "

Então, minha decisão editorial foi manter a mão leve sobre a roda. “É bem possível que
não entendamos todos os significados de todas as sentenças de Tom - mas também é
possível que, com o crescimento interior, o que não está claro hoje esteja brilhando,
com clareza amanhã”. É esse tipo de livro que se estende e nos ajuda a expandir.

Este livro é muito diferente de ambos, Prelude To The Landing On Planet Earth e sua
primeira edição 'Não tem o estilo narrativo do primeiro, nem os comentários do último'.
Requer que o leitor simplesmente 'seja' '. Reflexão dos tempos em rápida mudança, da
nossa crescente capacidade de assimilar idéias extraordinárias em nossas vidas e agir
sobre elas. Muito freqüentemente, Tom faz uma declaração e então a repete, com a
alteração de apenas uma ou duas palavras. gradualmente, um grande conceito é
introduzido em nossas mentes em estágios fáceis e em espiral "Esta é outra maneira de
cutucar nossa codificação, permitindo-nos absorver informações que acessaremos
quando for necessário"

Eu também recomendaria a leitura de “Briefing” , partes 1 e 2 antes de se estabelecer no


texto principal, já que essas informações seriam muito úteis para entender os processos
envolvidos. "De minha parte, enquanto trabalhei nessas transmissões, senti-as um
grande cristal, refletindo a luz de todas as suas facetas "E eu fui, e ainda sou, exultante
pela energia tangível que emana dessas sentenças"

Deve ser dito que minha tarefa teria sido muito mais difícil sem as habilidades
de Palden Jenkins, que compilou as transcrições para a primeira edição
'E Tom também pediu que Palden fosse agradecido:

"Como porta-voz dos Nove , eu transmito do Conselho dos Nove , nossa grande
gratidão e alegria pela tarefa que você realizou"

9
Meus agradecimentos também ao Lab Nine Ltd 'pela permissão de usar extratos
do Prelude para o Landing on Planet Earth, que inclui o extrato de visitantes não
convidados de Ivan T' Sanderson '

Deixei os padrões de fala de Tom o mais próximo possível do original sem deixá-los
desconfortáveis para ler "As palavras são exatamente onde devem estar, mesmo que isso
pareça 'estranho' para nossos padrões modernos" Muitas das frases têm vários
significados, e cada um encontrará suas próprias verdades. “Eu tenho estado com esses
textos há muitos meses, e encontrei várias camadas de significado em cada parágrafo.
'Ele frequentemente usa a palavra “Sim” no final de suas sentenças. Às vezes isto é para
afirmar o ponto que ele acaba de fazer. Muitas vezes é aconselhar o ouvinte que ele está
pronto para outra pergunta. Às vezes ele parece incapaz de pronunciar uma palavra, e
tem várias tentativas, mas eu tenho poupado o leitor de tal frases como:

"Isso é uma probablidade '' 'um probabab' '' um prob '' 'uma probabilidade!"

Este último pronunciado com um ar de triunfo 'Ele gosta de perguntar por que as
palavras são o mesmo som, mas não o mesmo significado, e tais desvios são geralmente
interrompidos pelo Conselho pedindo-lhe para continuar com o assunto em mãos. Ele
gosta de jogos de palavras, e o leitor deve procurar duplos significados, embora
divertido, seu conteúdo geralmente terá sérias implicações para o texto. Ele é agradável
de se estar, e se isso é uma coisa estranha de se dizer sobre um ser não-corpóreo, eu
posso apenas dizer que através de todas as minhas trocas com o Tom , eu o achei
imensamente responsivo e eu gostei muito dele

O Conselho dos Nove só transmite através de Phyllis


Schlemmer, e isso vale a pena repetir, num momento em
que a canalização está se tornando cada vez mais popular
como explica Tom :

"Quando você se abre para a comunicação com outros


seres tridimensionais, é de grande importância ter
compreensão do propósito e do motivo." Porque há aqueles
que se apresentam proclamando uma coisa e sendo outra, e
pode haver um escorregão de informações que podem ser
verdade, mas também pode ser um método de manipulação
e controle "Nós viemos apenas através do Nosso Ser [Phyllis]" Eu sou o único porta-voz
dos Nove e eu não falo através de nenhum outro”

O texto do qual esta citação foi tirada pode ser encontrado em " Briefing " '

Tom também disse que não é necessário continuar "no vento da longitude"! Assim,
deixarei vocês com estas transmissões. 'Eles me deram grande alegria para trabalhar
com a qual eu serei eternamente grato'. Se, ao ler este livro, você receber tantas bênçãos
como eu fiz, então verdadeiramente você será enriquecido'. Deixe você com esta
citação:

"Nós te impregnamos com nossa energia" Nós te despertamos, enquanto você nos
desperta "Nós desejamos que você saiba que nós amamos você" Nós desejamos que

10
você saiba quem você é e nós desejamos que você não faça deuses de nós ou de nós
mesmos. Nós agradecemos.

11
Eu

O UNIVERSO

O Conselho dos Nove

Além das respostas dadas no capítulo seguinte, um aspecto muito marcante dessas
transmissões é a capacidade que Tom tem de recordar com precisão o total conteúdo das
conversas anteriores. Ele sempre disse “olhe para suas transcrições de dois anos atrás” e
também reconheceu que o que para nós poderia levar meses de pesquisa, eles podem
fazer em segundos. A compreensão das origens dos Nove parece estar limitada pelo
desenvolvimento interno do indivíduo (seja o questionador ou o leitor). Pois,
como Tom disse:

"se houver alguém que faça perguntas que não possam ser assimiladas e não possam,
na verdade, entender, não responderemos até que estejam no momento em que puderem
entender".

É por isso que o capítulo começa com várias pessoas diferentes fazendo o mesmo tipo
de pergunta.

Tom uma vez respondeu: "Estamos na verdade Éons" em referência aos filósofos
gnósticos, e essa mesma conversa aparece mais adiante no livro. Um Éon é um termo
comumente usado para descrever um período de tempo, uma eternidade. No entanto,
também descreve a forma mais elevada de poder Celestial, entidades espirituais
formadas a partir da Presença Divina.

Esta primeira troca, que ocorreu em 1975, entre Gene Roddenberry (da fama de Star
Trek ). Gene teve algumas sessões muito longas com Tom , e muitas delas serão
encontradas mais tarde nesta seção.

GENE: Para quem eu estou falando? Você tem um nome?

Tom: eu sou o Tom. Eu sou o porta-voz do Conselho dos Nove. Na verdade eu


sou Tehuti. Sim. Eu também sou Hamarkos, eu também sou Herenkar, sou conhecido
como Thomas e sou conhecido como Atum.

GENE: Você é um dos Nove ou você é um ser separado?

Tom: Eu sento no Conselho dos Nove, sim. Eu sou aquele que tem sabedoria que fala
com você. Mas o Conselho disse que, nas comunicações, às vezes eu não uso a
sabedoria.

Esta é a resposta que Tom deu a outro questionador em 1977 sobre o mesmo assunto:

CONVIDADO: Eu gostaria de perguntar o que é que me cumprimenta?

12
Tom: Eu sou o porta-voz. Eu sou conhecido como Tom pelo Conselho dos Nove. Eu
sou um dos Nove.

CONVIDADO: quem você representa? Uma autoridade superior acima de você que
comanda você e dirige seus caminhos?

Tom: Isso é difícil de explicar, pois o mundo não tem situação semelhante. Mas nós
diríamos a você - sim, estamos em conexão com um que é mais elevado, mas na
totalidade juntos somos um, como todo o Universo é um.

Convidado: Você tem algum propósito em nosso mundo, alguma mensagem


importante?

Tom: Desejamos que você saiba em primeiro lugar que não somos seres físicos. Seu
mundo é a manifestação da criação e do Criador manifestado em seu mundo - na forma
da humanidade. Você pergunta se temos uma mensagem para você?

CONVIDADO: Sim, eu faço.

Tom: Nós dizemos a você: Você foi criado à imagem do Criador. Este mundo perdeu
sua identidade com a criação. O que é, por necessidade, entender é a saída e a criação de
ação e ação que o leve à conclusão de quem você é. Não basta rezar, não é suficiente
reunir grupos da humanidade para a meditação. O importante é agir.

CONVIDADO: Muito obrigado, Tom.

ANDREW: Eu estava particularmente interessado em ' Hamarkos '. Você poderia nos
dizer...

Tom: Eu sou o dia e eu sou a noite e eu sou o meio-dia.

ANDREW: Como os egípcios vieram para construir e nomear a Esfinge depois de


você?

Tom: Você encontrou o segredo, o verdadeiro conhecimento disso será relacionado em


outro momento. Mas a época original em que eu estava no Planeta Terra ou identificado
com o seu Planeta Terra foi em 34.000 anos atrás. Eu sou o equilíbrio. E quando eu digo
'eu' - quero dizer por que eu sou um emissário para os Nove. Não sou eu, mas é o
grupo. E o princípio dos Nove é inteligência infinita, e o que tentamos trazer para este
planeta é esse tipo de inteligência. Somos nove princípios do Universo, mas juntos
somos um. Nós somos separados e um ao mesmo tempo. Cada um representa uma
porção de energia, conhecimento, sabedoria, amor, bondade, tecnologia, e continua até
que cada porção de uma espiral seja composta de tudo o que é importante para trazer
compreensão completa a cada átomo, até que se torne um conosco. Existem, na verdade,
multiplicações e mais, mas em princípio existem nove.

Nós somos o que é identificado [na tradição hebraica] como os Elohim. Nós desejamos
que você saiba que não somos Deus. Somos coletivos e nos tornamos um. Desejamos
que você saiba que somos você como somos nós. Você nos criou e, a partir dessa
criação, você foi criado. Não subestime quem você é e sua capacidade.

13
Saiba que todas as pessoas são puras, que você é perfeito e que todas as coisas são
possíveis com você. Saiba também que não podemos existir sem você e todas as almas,
e nem o Planeta Terra nem o Universo. Quando você entender isso, você entenderá sua
própria vida. Às vezes, em seu mundo, as pessoas criam confusão, pois a densidade é
uma densidade de escuridão. Mas mantenha sempre a luz da verdade do seu próprio ser,
quem você é, no seu coração. Nós estamos sempre com você. Nós te damos amor, nós
te trazemos paz.

ANDREW: Se eu puder apenas dar a você minha concepção de como você é: Eu


entendo que vocês são seres puros de luz, em um sentido que nem sequer entendemos,
porque você existe a uma velocidade além da luz.

Tom: Está além da sua compreensão.

ANDREW: Sim, mas essencialmente você seria dessa natureza em vez de algo
substantivo ...

Tom: Isso é verdade.

ANDREW: ... algo além dos fótons, além dos táquions [os quanta conhecidos menos
divisíveis ou subdivisões da luz]. E em segundo lugar, eu diria que você é mais da
natureza do que chamamos de "alma" do que qualquer outra coisa que possamos
imaginar ...

Tom: Nós somos alma.

ANDREW: Você é alma. Agora, no seu relacionamento com os Nove, por exemplo - são
os Nove da mesma natureza que você é?

Tom: Nós somos um e o mesmo.

ANDREW: eu vejo. E então você poderia explicar o profundo mistério: por que existem
nove manifestações básicas, adivinhamos que devemos usar a palavra "Deus", por falta
de um termo melhor?

Tom: Vou tentar explicar de uma maneira que você possa entender. Nove está
completo. Tudo é nove. Em seu mundo você disse sete vezes, quando tudo é
verdadeiramente nove. Existem nove chakras, que são os nove princípios e nove
elementos do que você chama de Deus. Existem nove bandas ao redor deste planeta
Terra. Há nove corpos etéricos, e o propósito de cultivar seus corpos etéricos ou passar
por suas transformações e transições é alcançar os nove corpos etéricos. Nove é um
número completo, é todo. Quando você ultrapassa um nove, ele se torna um, e um nove
é completo. Isso não muda. Mas lembre-se disto: nós mesmos não somos Deus. Todos
vocês e todos nós fazemos Deus.

Então veio uma discussão sobre a linguagem:

ANDREW: Você tem algum método de produzir sua linguagem para que pudéssemos
ouvir a qualidade dela.

14
Tom: Quando falamos do que é a nossa linguagem, vem de dentro. Atinge diferentes
graus, mas é uma linguagem tonal. Em suas línguas na Terra você fala em uma caixa e
depois a joga fora.

JOHN: Sim. Nossa linguagem é produzida nas cordas vocais.

Tom: Nós falamos nesta caixa e então nós empurramos o ar e jogamos fora, você
entende isso?

ANDREW: sim.

Tom: E nossa linguagem está dentro. Ele vibra do corpo, você entende?

ANDREW: Então não sai do jeito que o nosso faz.

Tom: Não, isso não acontece.

ANDREW: Produz um som que outro ouvido pode ouvir?

Tom: Produz um som que você pode ouvir, mas está dentro.

ANDREW: Em outras palavras, é produzido dentro da minha cabeça e não nos meus
ouvidos? É por isso que você quer dizer que o alcance tonal do seu idioma está em 98,6
megaciclos ?

Tom: Isso está correto.

ANDREW: Em outras palavras, é o que chamamos de uma onda de rádio ?

Tom: Isso também está correto.

Nesta próxima transmissão, um questionador nomeia vários personagens bíblicos de


Gênesis (Capítulos 4 e 5), descendentes de Adão, perguntando se algum deles era
membro dos Nove.

Tom: Na totalidade da compreensão, não somos nada disso. Há indícios de nós em seu
planeta. Há muitos que tentam entender quem somos. Em seu mundo, é difícil para
você aceitar aquilo que você não entende! Às vezes na tentativa de entender as cores da
verdade do Universo. Existem apenas chaves para desbloquear partes, pois a mente
humana não pode compreender totalmente. Existem muitas interpretações e também
muitos conflitos sobre quem somos. Sim. Em um tempo futuro, tentaremos nos explicar
em outro nível de consciência, mas primeiro o Planeta Terra deve alcançar esse estado
de consciência evolucionária onde podemos ser entendidos, sim. O Conselho disse que
não tentem nos colocar em uma caixa, nós não existimos nessa forma, sim.

JOHN: É verdade dizer que existem várias dimensões entre nós e vocês?

Tom: Isso seria um eufemismo. Há muitos. Dentro, em sua mente, visualize sua
Terra. Então, da sua Terra, visualize que há ondas espiralando para fora. E uma onda
cria outra e, à medida que circula, cresce. E isso cria mais e mais. E é pesado no

15
começo, e se tem som, é alto de som. E à medida que se irradia, torna-se refinado, torna-
se mais expansivo, e todos esses irritantes que existem dentro do planeta Terra são
eliminados à medida que se torna um som puro e uma onda pura. E se você a tiver na
cor dos marrons ou pretos, como está irradiando, também está sendo purificado, até que
se torne na verdade a cor do incolor, que é na verdade uma luz dourada. Estamos no
limite disso. Nós somos - como podemos dizer a você? Como você pode tomar um som
até que ele se torne o mais puro, e você pode tomar uma cor até que ela se torne a mais
pura, e se você puder tirar todas as vibrações até que o nível suba até que o tom seja de
natureza pura. Estamos.

JOHN: Eu vejo. Essa é uma linda foto. Obrigado.

Tom: É como se você tomasse tudo o que era espiritual dentro do Universo, e tudo o
que era do intelecto dentro do Universo, e tome todo o físico que foi refinado, e
misture-o para fazer uma pureza. É como um cristal.

ANDREW: O que gostaríamos de saber é algo da sua história natural. Gostaríamos de


saber como você se parece, como você se reproduz, o que você faz pela nutrição, qual é
o seu papel no Universo, qual é o seu interesse na Terra, e assim por diante? Eu acho
que isso ajudaria a todos nós enormemente se você pudesse nos dar uma ideia de quem
você é no sentido mais descritivo.

Tom: Nós não temos um corpo físico. Embora possamos vestir o manto de um corpo
físico quando é necessário. Seria difícil para nós descrever para você exatamente o que
parecemos. Nós aparecemos em muitas formas, quando isso é necessário. E no seu
processo de pensamento podemos aparecer como humanos, podemos aparecer como
uma bola de energia, podemos aparecer como uma luz muito brilhante. Nós evoluímos
além do ponto de precisar de um corpo do tipo físico, como muitas almas
precisam. Estamos sempre aqui, mas você nem sempre nos vê. Quando eu digo nós, não
me refiro a mim, mas quero dizer todos nós. Nós estamos frequentemente
observando. Há momentos particulares em sua vida quando não observamos, e é quando
você está envolvido com seus desejos. Nós não entendemos isso, e isso não é da nossa
conta.

ANDREW: eu vejo. Assim, supondo que você tivesse certas energias físicas para usar,
você poderia se moldar em algo que se manifestaria em nosso mundo. É essa a ideia?

Tom: Seria semelhante a isso, mas você não entenderia nossa tecnologia. Estamos em
nossa mente o que pensamos que somos naquele momento. Você entende isso? Nós
existimos na zona do frio. Por causa disso, não temos problema em manifestar de
qualquer maneira que desejamos. No que diz respeito à nossa reprodução, não
precisamos de reprodução. Você deve lembrar que aqueles de nós que vivem nesta zona
percorreram um longo caminho para evoluir. Não é necessário reproduzir como está no
seu lugar. Nós somos almas.

ANDREW: Em que parte do universo você trabalha, ou qual é o seu gerenciamento ...

Tom: Nós somos o universo.

16
ANDREW: Agora, neste Universo, existem mundos de matéria, antimatéria, fótons,
raios, energias, partículas e muito mais. Em que parte deste domínio você existe, ou
está além de nossa compreensão?

Tom: Está além da sua compreensão. Nós viemos da zona que está fria. Isso é
perfeição.

ANDREW: Você sabe, na Terra estamos apenas começando a entender, muito


debilmente, a zona do frio ou supercondutividade , e sabemos que não há resistência lá,
nem fricção, em outras palavras, em nossa simples noção, é a área de movimento
perpétuo. Isso não é essencialmente verdade?

Tom: Isso é verdade e isso é perfeição. Nós estamos no centro. E não queremos soar
como se fôssemos perfeitos ou como se fossemos egoístas, mas de ambos os lados há o
positivo e o negativo. E quando digo isso, quero dizer que há o positivo que não é
equilibrado, e existe o negativo que não é equilibrado. Estamos no centro e estamos
equilibrados. Estamos tentando equilibrar essas outras forças. Nós nunca estivemos fora
de equilíbrio. São outras coisas no Universo que não estão em equilíbrio. Nós existimos
no ponto crucial do Universo. Existe um equilíbrio. Dentro de cada um de vocês existe
todo o positivo e todo o negativo do Universo. Você entende?

ANDREW: Não, não sei. Porque você nos disse uma vez que você não estava nem do
lado bom nem ruim, você era o pivô no meio.

Tom: sim. Mas você entende que você é o equilíbrio disso?

JOHN: Nós temos tudo de bom e tudo de ruim ...?

Tom: É por isso que você é o equilíbrio. E porque somos o equilíbrio. Você entende a
matéria e a antimatéria?

ANDREW: Nós nunca temos em nosso mundo qualquer fusão de matéria e antimatéria -
você está nos dizendo algo bem estranho. A matéria e a antimatéria existem
independentemente. Se eles se juntarem, há uma explosão gigantesca ...

Tom: O que é o Armagedom?

ANDREW: Eu não sei. Apenas uma palavra na Bíblia.

Tom: Não é uma explosão gigante?

ANDREW: Isso não é matéria e anti-matéria, é?

Tom: Eu estou fazendo uma analogia. Como podemos explicar?

ANDREW: Eu não sei, é muito difícil porque o conceito da Terra não se encaixa no que
você está tentando explicar.

Tom: Vamos começar do início. Em cada um de vocês, como em cada um de nós,


existe completude. A completude é uma perfeita harmonia e equilíbrio entre o que você

17
chama de "bom" e "mal". É isso que nos mantém no ponto crucial. É por isso que somos
o pivô, porque estamos em equilíbrio. Quando estamos juntos, somos um e somos o
pivô. Suponha que vivemos em um mundo de matéria - isso não é verdade, mas imagine
isso. Agora o Conselho dos Nove está no centro. E à nossa direita estaria o mundo da
matéria e à nossa esquerda o mundo da antimatéria, você entende isso? Se os dois se
juntassem, teríamos uma explosão.

ANDREW: Mas a razão pela qual eu tenho dificuldade é que você disse que somos um
composto de ambos os lados da polaridade, então como poderia haver outro lado
quando já somos um composto?

Tom: Você não entendeu o que dissemos.

ANDREW: Se você é um composto, você não tem dois lados, veja? Se você tem preto e
branco, pode ter dois lados, mas preto e branco não é um composto, cinza é o
composto. Estou com dificuldades ...

Tom: Você está explicando em seu mundo, estamos explicando no nosso. Vamos dizer,
em essência ...?

ANDREW: Em essência, tudo bem. Isso torna mais fácil lidar com isso, se é a essência
e não a substância real, seja lá o que for ...

Tom: É a essência.

ANDREW: Tudo bem.

Tom: Existe equilíbrio dentro de todos. O que causa a grande dissensão é uma situação
semelhante a juntar matéria e antimatéria. Eles não podem se misturar, eles não podem
se misturar em harmonia, eles não podem se misturar, eles se tornam destrutivos um
para o outro.

Aqui, novamente, Andrew tem outra conversa com Tom sobre a dualidade: e Tom faz
várias tentativas para esclarecer a imagem para ele:

ANDREW: Nós temos dificuldade em entender o que é negativo e o que é positivo, em


relação ao que é chamado de 'bom' e 'ruim' no nível humano.

Tom: É difícil em seu mundo físico que você realmente entenda a importância de
ambos. Vou tentar explicar de uma maneira que você possa entender. Seria semelhante
a uma escala gigante. Estamos no pivô dessa escala gigantesca. Visualize o universo
com o pivô sendo nós. De um lado do Universo, visualize que tudo é negativo, e tudo
do outro lado é positivo. E como você vê isso, você sabe que há uma situação de
desequilíbrio completo. É difícil para nós explicar isso para que você possa
entender. Dentro de cada um dos lados há muitos ... Vou explicar em termos terrestres:
Como cada uma das galáxias e sistemas solares dentro das galáxias ... primeiro devo
esclarecer: O Universo, com os Nove no centro, tem quatro lados, o lado oposto àquele
em que você existe e os outros dois estão todos em equilíbrio.

ANDREW: Sim, estou seguindo.

18
Tom: Está em perfeito equilíbrio. Deste lado, vamos agora colocar seus sistemas
solares dentro de suas galáxias e galáxias. Se você pegasse uma pedra para cada uma
dessas galáxias, se elas estivessem em perfeito peso e proporção perfeita com o resto
dos três lados, então isso também estaria em equilíbrio. Mas se uma daquelas pedras
fosse de uma substância porosa, e se você a colocasse em óleo, e absorvidas em óleo, e
tornasse-se pesada com o óleo, então isso perturbaria o equilíbrio e tiraria o equilíbrio e
a escala do petróleo. Calibração, e iria perturbar o outro lado do Universo. Seu planeta
está realizando isso. O negativo é o óleo pesado. Lembre-se: os outros lados estão
equilibrados, mas esse desequilíbrio pode, por sua vez, derrubar o resto. Isso não é
correto. Na verdade, não há nada de bom e não há mal. contamina o resto, seja bom ou
ruim. Por causa da ignorância dos povos do Planeta Terra, e porque seus líderes
religiosos ensinaram a ignorância, suas forças negativas, que não aparecem
verdadeiramente como você as vê, se manifestam dessa maneira a fim de instilar o
medo. Mas o que é verdadeiramente negativo - escute atentamente - o que criou o
transtorno, além dos desejos e da ganância, é a completa negação e má interpretação
da existência da realidade última. Sua superpopulação é por causa da armadilha de
espíritos, por causa da reencarnação. Assim, o povo da Terra, as almas e os espíritos que
cercam a sua Terra precisam libertar-se da ganância e do desejo, porque essa é a
armadilha. Seus líderes religiosos não entendem isso e não ensinam o povo.

Lembre-se que em você é uma semente de pureza e beleza, e que se você não manter
um equilíbrio, feiura ou uma parte feia pode aparecer. Mas lembre-se do perdão. Não
temos animosidade dentro de nós, e você também não deveria fazer isso. Mesmo que
você exista em um planeta físico e no mais denso de todos os planetas do Universo,
lembre-se de que todas as almas podem ser salvas. A única coisa da qual somos
implacáveis é na denúncia de Deus ...

ANDREW: Sim, entendo que às vezes houve ocasiões em que fomos culpados dessa
atitude.

Tom: Isso é uma verdade. Mas lembre-se de perdoar quando houver verdadeiro
reconhecimento. Podemos dizer a você, expressar o que você sente é uma coisa, mas é o
ato que é importante. Há muitos atores no cenário mundial que desempenham um papel
diferente do que eles sentem. É quando eles começam a sentir que são essa parte, não
eles mesmos, que isso faz uma grande diferença. Eles podem dizer que amam a Deus, e
eles podem dizer que eles têm entendimento, mas se eles não agirem dessa forma, então
isso é um problema mais grave, porque não é feito na ignorância. É o mesmo que
quando você dá para outro porque você acredita que o outro o devolve, então o que você
dá não é ouro, é preto e pútrido. Desejamos que você também saiba que não temos a
necessidade de ser adorados. Nossa necessidade de você é ser amado. Você sabe quem
é Deus?

ANDREW: Eu sei quem é Deus no sentido abstrato.

Tom: Você sabe verdadeiramente quem é Deus?

ANDREW: Não verdadeiramente, não.

Tom: Você está preparado para saber quem é Deus?

19
ANDREW: Eu estaria preparado, sim. Eu não sei o que isso significa em termos de
consequências, mas sim, eu estaria preparado.

Tom: O amor é Deus. E é o amor que cria a energia que alimenta a Deus - e
faz Deus. Em seu mundo existem grupos religiosos que dizem que Deus está dentro. E
isso é verdade porque existe uma porção de divindade dentro de cada indivíduo. Mas o
que nós dissemos não é o mesmo.

ANDREW: Levei muito tempo para entender isso, a noção de que os Nove são
coletivamente Deus, e que todos nós somos coletivamente Deus.

Tom: Lembre - se de que, como Deus, todos carregamos um fardo pesado, mas também
carregamos alegria.

ANDREW: Bem, estando no centro, você pode continuar a indicar como estamos entre
o negativo e o positivo?

Tom: Lembre - se disto: que a posição que você escolheu em seu mundo físico é
limitada. Mas lembre-se de quem você é. Nunca perca de vista quem você é. E lembre-
se que em Deus todas as coisas são possíveis e serão feitas. O problema é os limites da
mente física e da compreensão. E lembre-se também que, como Deus, a fim de manter o
equilíbrio em seu mundo físico, você deve às vezes ser desapegado. Delicadamente,
você deve separar. Porque o trabalho que as pessoas conscientes na Terra têm que fazer
não envolve um ou dois indivíduos ou a multiplicação desses indivíduos. O trabalho que
vocês humanos têm que fazer envolve o Universo. E lembre-se: Deus nunca falha. Em
seu mundo físico, você como Deus está sendo testado. Isso não Deus pode ser testado,
mas suas limitações físicas para si mesmo como Deus estão sendo testadas. E embora
saibamos que isso pode parecer uma contradição para você, sendo Deus e tendo um
problema no mundo físico, você deve entender esses problemas do mundo físico. Há
alguns de nós que nunca tiveram este problema, e é difícil para aqueles de nós que não
tiveram que entender. Deus é todo conhecedor e é onisciente, mas há partes de Deus,
pois há partes de cada átomo. O todo juntos faz um, mas nem todas as partes
experimentam o mesmo. Você entende isso?

ANDREW: Ok. Estamos começando a fazer perguntas sobre os Nove . Não só as


pessoas perguntam "quem são elas?" mas também "eles são bons ou maus?" Esta é
uma pergunta problemática para responder.

Tom: Você está ciente de que as dificuldades surgiram por causa das religiões que
foram perpetradas sobre os povos da Terra. Então, podemos dizer a você, quando as
pessoas perguntam "elas são boas ou são más?" você sabe quem você é e sabe quem
somos, para que possa, felizmente, sem dúvida, dizer que os Nove são bons e que
desejam ajudar. E se houver aqueles que dizem 'Mas nós vimos seres malignos', então
nós pediríamos que você pedisse para eles olharem para dentro de si mesmos. Ver o que
você chama de mal não significa que você deva ser mau ao percebê-lo, mas essa é uma
maneira de ajudar aqueles que acreditam no mal a olhar para dentro de si mesmos, para
ajudar a si mesmos. Já falamos em enigmas?

Em 1991, outro convidado perguntou a Tom a seguinte pergunta.

20
Convidado: Qual é o relacionamento dos Nove com Deus e com o Diabo?

Tom: Você não pode usar essa terminologia de Deus e o oposto na mesma sentença,
pois não há qualquer igual ao que você chama de Deus. Pois o que você chama
de Deus é o onisciente, a criação total, tudo o que é. Aquilo que você chama pelo nome
que você usou, nós falamos de como a oposição. Você não pode igualar isso
juntos. Você nos pergunta qual é o nosso relacionamento? Nós lhes dizemos agora: Nós
não somos Deus. Nós não temos nenhum relacionamento com a oposição. Nós somos
o Conselho dos Nove que estão a serviço do Criador. O Criador não é destrutivo. A
oposição é destrutiva.

E antes dessa transmissão, nos anos 70, Andrew teve essa conversa:

ANDREW: O que você diz para aquelas pessoas que tendem a pensar em termos de
absoluto bem e mal, que usam figuras como Ahriman e Satan e assim por diante ...?

Tom: Peça-lhes que olhem dentro de si e compreendam que dentro de cada ser físico
existem todos os elementos do bem e todos os elementos do que eles chamam de
mal. Nós não gostamos dessa palavra "mal".

ANDREW: Eu também não. Tem a conotação errada. Mas você sabe, muitas pessoas
são muito piedosas.

Tom: Eles não são piedosos, pois não entendem a verdade. Eles são, na
verdade, fanáticos , eles têm dúvidas.

ANDREW: Sim, e eles são os mais difíceis de pedir para se verem; Alguns dos nossos
amigos mais piedosos tornaram-se muito maus ensinamentos básicos do Nine.

Tom: Afaste-se suavemente deles e a verdade virá eventualmente. É importante que


você não comece, digamos, a bater nelas, mas diga: "Você tem sua crença e eu tenho a
minha."

ANDREW: Sim, acho que todos nós aprendemos essa lição.

Tom: Você deve ser de grande gentileza, mas firme, entende? Mantenha a pureza
dentro de você e saiba quem você é, e não contamine sua pureza com outras influências
que tentarão enfraquecê-lo.

ANDREW: Temos muitas fraquezas físicas e humanas.

Tom: Não tantos quantos você deseja acreditar.

ANDREW: Mas a dúvida é uma das coisas proeminentes?

Tom: Sim, é. É tão proeminente quanto o medo.

ANDREW: Para mim, eu realmente não conheço medo - isso é quase estranho para
mim.

21
Tom: Mas você tem dúvida.

ANDREW: Eu tenho dúvidas.

Tom: E isso é o mesmo.

ANDREW: Eu tenho ceticismo. Mas eu estou a aprender. Temos revisado nossas


comunicações com você, e estamos bastante surpresos com o quanto crescemos e
ficamos envergonhados de ouvir algumas das coisas que dissemos antes! Então, acho
que, até certo ponto, sentimos que fizemos algum progresso no crescimento.

Tom: Lembre-se que crescemos com você, porque quando você cresce também
crescemos.

ANDREW: Isso me surpreende. O potencial de crescimento ainda existe no nível dos


Nove?

Tom: sim. Porque você está no físico e estamos nos comunicando diretamente com
você, estamos crescendo e chegando a entender o físico, e isso é importante. Nós não
somos do físico e, no entanto, o paradoxo é que estamos à frente de tudo o que é físico.
Então você entende como crescemos com você?

ANDREW: Humm, isso é difícil, você quer dizer com antecedência no tempo? Eu não
entendo muito bem essa ideia.

Tom: O que aconteceu conosco é que aprendemos através de você porque nos
apegamos a você, e agora estamos vivendo sua emoção e estamos começando a
entender. O Conselho disse que eu deveria usar a palavra "além" e não a palavra
"adiante".

ANDREW: Eu não percebi que você estava fazendo um curso de atualização na


experiência da Terra.

Tom: Não é só a Terra, é física, entende?

ANDREW. Eu só conheço a física da Terra, não conheço o físico em todo o Universo.

Tom: A Terra é a mais densa de todas as físicas. E então, que lugar melhor podemos
aprender?

JOHN: Uma coisa sobre a dúvida. Eu sinto que a fé cega é também uma coisa perigosa,
e a linha tênue entre os dois deve ser encontrada.

Tom: Nós nunca pedimos por sua fé cega. Houve um tempo em toda a sua existência na
Terra quando de repente você se deparou com algo que fez você ficar paralisado de
medo?

ANDREW: Eu acho que quando eu era criança eu tinha medo de cobras, mas eu superei
isso…

22
Tom: Mas você teve isso. Você se lembra do momento?

ANDREW: Ah, sim, eu me lembro do momento em que de repente havia uma cascavel
na minha frente e eu apenas congelei de medo, sem saber o que fazer.

Tom: Isso é algo que estamos começando a entender agora, mas isso também é o
mesmo que uma dúvida.

ANDREW: Entendo, isso é muito instrutivo.

Tom: Mas não pedimos que você siga a fé cega. Você deve sempre pedir
esclarecimentos. Você nunca deve simplesmente aceitar.

23
3

Deus e criação

Embora este capítulo não precise de introdução, há muitas pessoas que não se
relacionam com nenhum conceito de Deus.

Ler isso pode ser um processo esclarecedor que nos leva a rever nossas próprias ideias
de criação, às vezes inquestionáveis desde que as recebemos primeiro ...

Tom: Era necessário no começo ter uma forma estruturada de religião. O erro foi com
os religiosos que começaram a ter controle sobre os outros e a se tornarem importantes
em vez do entendimento. A humanidade está agora se revoltando contra isso, e neste
momento há aqueles que estão tentando formar uma nova religião. É a velha tentativa
de pegar o novo e moldá-lo em sua própria dimensão. Isso está fora de dúvida e
medo. Lembre-se que este é o único planeta de livre e completo livre arbítrio.

JOHN: É provável que nos perguntem no futuro a pergunta "O que é Deus?" Agora,
temos uma ideia de nós mesmos, mas gostaríamos de apresentar uma resposta
consistente e compreensível para aqueles que perguntam.

Tom: O que é Deus para você?

JOHN: Bem, há muitas maneiras de responder isso. Eu poderia dizer que Deus é o
Último, ou Amor, ou ....

Tom: É unificado, inteligência infinita, apoiada com amor puro. E cresce com amor
puro. É fé absoluta e amor absoluto. Isso é Deus.

Se você tem dúvidas de que existimos, entendemos. Mas lembre-se que em cada um de
vocês existe Deus, e em cada um de nós existe Deus, porque Deus é amor e o amor está
conosco. E se você duvida de nossa existência às vezes, então lembre-se do que eu disse
a você: com Deus todas as coisas são possíveis, e Deus é amor. E mantenha seu amor
puro, porque através disso, então este planeta e este Universo serão evoluídos, e todos
nós nos tornaremos um com Deus. Vocês são testemunhas para ele, para o Ser que é o
Universo. E lembre-se disto: você também é o Universo, porque você é um com Deus.

Quando você entende que você tem dentro de cada um de vocês o poder total de mudar
tudo, e você aceita isso, você realmente se torna um ser divino. Além disso, quando
você entende que o que você chama de "religiões" tem na realidade emanado das
civilizações físicas, então você também deve começar a entender mais sobre o Supremo
que é Desconhecido.

Não crie deuses a partir de seres físicos, não dê poder a seres físicos - exceto na medida
em que você se considera igual a eles.

Entenda que o seu planeta Terra está em um precipício - se a direção da poluição não
for diminuída, ela pode contaminar o seu planeta Terra na medida em que os seres
físicos podem não existir nele. Não o destruiria, mas um ser físico não seria capaz de
viver. Mais importante: seja alegre e saiba que você mantém dentro de seu núcleo, seu

24
centro, sua mão, a capacidade de criar transformação. Você não está aqui por
coincidência, você está aqui porque você pediu e escolheu ser. Saiba que por sua causa
nós também existimos e nós amamos você por isso. Sim. Podemos explicar-lhe o único
Deus?

ANDREW: Sim, eu ficaria muito ansioso em saber.

Tom: Imagine um guarda-chuva e cada um dos raios do guarda-chuva, dos quais


existem doze, alimentaria o topo. É o topo que é um Deus e é na verdade de doze.

ANDREW: Existe um pequeno ponto no topo - geometricamente?

Tom: sim. A energia é alimentada e se torna a única. Todos os doze se alimentam


daquele que se torna Um. Mas o Um não pode existir sem os doze. É o equilíbrio e a
harmonia e é o que mantém o Universo em harmonia. É este sistema pelo qual não há
um que tenha mais controle do que outro, mas em uníssono. Você entende?

ANDREW: sim. Exceto por um ponto: Aquele que é feito dos doze, na verdade tem
uma individualidade própria? Ele pode, por assim dizer, responder a alguns dos doze,
ou ele é o somatório?

Tom: Ele é um resumo, mas ele pode falar. Você entende? Você não entende.

ANDREW: Sim eu faço. Eu acho que entendi. É uma noção muito complexa e
sofisticada.

Tom: No começo, havia um que entendia que ele precisava ser de doze. Então todos os
doze são verdadeiros, você entende?

ANDREW. Sim, vejo que eles se tornaram parte dele no começo.

Tom: sim.

Enquanto o número doze é vital para a conversa acima, durante as comunicações de


maio de 1994, Tom me pediu para deixar bem claro que este uso do número doze não se
refere ao Conselho, nem deve ser usado pela humanidade como um ' número ocultista e,
finalmente, estar ciente de que poderia haver algum "output" [canalizações,
informações] de civilizações não compreendendo e dizendo que elas são os Doze.

CONVIDADO: Gostaria de saber se você poderia comentar sobre a recente pesquisa


sobre satélite da Teoria do Big Bang [1992 parece ter fortalecido essa teoria].

Tom: Altea disse que é assim: Você conhece o Criador? Você sabe que o que o Criador
criou foi uma energia. Você sabe que a energia estava na solidão, num vazio; e então
naquela solidão aquilo que criou, inteligente, só tinha a si mesmo - que era todo
conhecimento, tudo era de admirar, toda criatividade englobava tudo. Mas é um truísmo
que na mente se possa criar um pensamento de expandir a mente consigo
mesmo. Aquilo que criou veio à percepção de que a expansão de todo o saber, da
inteligência criada, da expansão para frente, daria mais alegria, mais quintessência ...

25
Nós não sabemos como explicar. É saber e não saber ao mesmo tempo. Ao longo de um
período de tempo - se você jogar um jogo com sua mente em mente, você alcançará um
ponto em sua mente onde você conhece cada jogo, não é assim? Portanto, para criar um
jogo em que todas as partes de você tivessem a opção de fazer o que a parte desejava,
mas estivessem conectadas, ela criaria um jogo no qual você não conhecia os
resultados. Isso não seria mais prazeroso?

Então veio a suposição, como criamos esse jogo? Não nós, você entende, o Criador
pensou isso. Somos nós e tudo. É você e tudo. Então, qual é a melhor maneira de criar
esse jogo? Você pode colocá-lo em uma esfera e misturá-lo ao redor, mas então você
reconheceria cada parte dentro da esfera, não é? Portanto, não é melhor liberar essas
energias para as arenas mais distantes? Foi o que aconteceu. Foi a liberação da energia
do Criador que criou. A inteligência que dizia: "Eu sei tudo o que faço, agora não sei
tudo o que faço e sei tudo que faço". Se você dissesse à humanidade que é um jogo, eles
não entenderiam.

JOHN: Talvez isso possa ser explicado, porque é um conceito bonito, que o Big Bang é
o maior jogo da cidade.

Tom: Universo Uma cidade é um universo? Sim. O conselho disse que uma cidade é
um universo, sim.

CONVIDADO: Então você está confirmando que a teoria astronômica do Big Bang do
começo do Universo físico é o tipo certo de direção a ser seguida pelos cientistas?

Tom: Isso está correto.

CONVIDADO: Existe uma questão relacionada a isso, que tem a ver com uma
declaração que você fez várias vezes. Isto é: 'Você nos criou e, a partir dessa criação,
você foi criado' Você pode explicar isso um pouco mais?

Tom: Você entende a criação?

CONVIDADO: Não sei se entendi completamente, mas acredito que basicamente


entendi.

Tom: Sem você nós não existimos. Sem nós você não existe.

Convidado: A coisa que preocupa os humanos é que temos a sensação de que o Criador
nos criou, em uma sequência de causa e efeito.

Tom: É assim: não explicamos que somos parte do criado?

Convidado: Certamente você tem.

Tom: Então o Criador, sem todas as células e partículas, não está completo. Então,
quando todas as células e partículas se juntaram, foi a criação da inteligência infinita -
Criador. Exemplo: existe uma floresta. Nesta floresta há muitas árvores, e não há
humanos, e não há animais nela. Essas árvores começam a cair e não há nenhuma que
prove que havia uma árvore. Pois sem a observação, não havia nada acontecendo, não é

26
assim? Sem os ouvidos para ouvir, não havia som algum, não é assim? Portanto, sem
esses ingredientes necessários para a criação, não havia criação. É uma troca. Então
aquilo que foi criado a partir de sua própria criação - que é tudo o que é criado - ficou
entediado. Isso é simples, não é? Então o que isso fez? Ele explodiu e enviou todas as
partículas e assim por diante até as extremidades ... não há fins no universo. Portanto,
tudo o que existe sabe tudo o que todos sabem. Só não sabe que sabem de tudo.

Dizemos isso à humanidade: cada ser humano sabe em seu íntimo que é parte do
Criador, aquele que é chamado de "Deus" no planeta Terra. Eles sabem que eles vieram
do Criador. Portanto, se você vem do Criador, você não faz parte disso? Se uma mãe dá
à luz uma criança, você pode dizer que essa criança não contém parte dessa
mãe? Mesmo uma mãe que está implantada, essa criança ainda tem o suprimento de
sangue da mãe implantada, não é assim? Então, por que a humanidade não é inteligente
para entender isso? Aquilo que Criado não removeu a inteligência. A humanidade
prefere permanecer ignorante, então não há responsabilidade?

CONVIDADO. Muitas vezes nos comportamos assim, mas no fundo acho que não.

Tom: Nós sabemos que eles não. Sim. Você entende que debaixo de nós há aqueles que
vocês humanos chamam de "deuses"?

JOHN: Sim. Pelo que entendi, embora eles não sejam na realidade deuses, eles têm
sido chamados de deuses na Terra, isso é correto?

ANDREW. Eu acho que o melhor exemplo que podemos pensar é Jeová, que é chamado
de 'Deus' por muitos na Terra ...

Tom: Isso é verdade, ele não é um deus, e em certo sentido ele é um deus, você entende
a diferença? Nós também somos Deus.

ANDREW. Então há deuses menores, você diz?

Tom: sim.

JOHN: Seria talvez útil ter uma definição da palavra "Deus" nesse sentido. Você diz
que há deuses menores, estou tentando ver o que a palavra "Deus" significa. Nesse
sentido.

Tom: Precisamos explicar. Nós, como um todo, somos 'Deus'. Um, entendeu? 'deuses'
isso é diferente, você entende?

JOHN: Existe um Deus sobre outros deuses. Os outros deuses são os representantes do
único Deus?

Tom: sim. Nós não somos representantes, mas deuses. Existem deuses da luz e deuses
das trevas. Você sabe por que eles são chamados de deuses?

ANDREW: Eu presumo porque eles têm poderes extraordinários que são algo como
aqueles de Deus.

27
Tom: do qual nós somos. Sim.

JOHN: O que eu gostaria de tentar encontrar é qual seria a linha divisória, porque de
certo modo ...

Tom: Nós na verdade somos 'Éons' [entidades espirituais formadas a partir da presença
divina] Nós não os chamamos de deuses, vocês os chamam de deuses. Você entende
que em seu mundo físico, quem é melhor que você é um deus?

ANDREW: (rindo) Sim, essa é a ideia geral. Temos deuses esportivos e deuses do amor
e todos os tipos de deuses.

MIKI: Você poderia nos dar uma compreensão de Deus, o Criador?

Tom: Quando você fala de Deus, você quer dizer aquele que cria tudo?

MIKI: Sim.

Tom: Existem aqueles que são chamados de 'Deus' que são apêndices de Deus, que
também criam. Mas existe um, o mais elevado, que é da mais pura luz, que é um
composto de tudo, que cria tudo. Cada alma em todo o Universo veio diretamente do
verdadeiro Criador, então cada alma está imbuída dessa energia. Há uma coleção de
seres que geram pontos externos dessa fonte, mas quando eles se juntam como uma
energia pura de coletividade, então essa energia se torna o que vocês chamam de 'Deus'
que cria tudo. Cada uma dessas entidades tem conhecimento ou princípio individual,
mas não do todo. Há apenas um que tem o todo. Quando essas energias que você chama
de negativas em seu planeta Terra tentam destruir, tentar controlar os outros, é porque
elas estão em competição com Deus, o único Criador. Pois em suas células eles
conhecem a divindade dentro deles, e sua personalidade toma conta, e eles então tentam
ser Deus. É triste sim.

MIKI: Obrigado. Então, no meu entendimento, 'Deus' também representa o lado


negativo.

Tom: Isso não é assim. Deus criou tudo, e aquilo que se tornou o negativo foi em
competição com Deus: ele não os representa. Eu tentarei explicar. O Conselho disse que
devo tentar.

Há jardineiros que foram para este planeta Terra. Eles são aqueles que semearam este
planeta. Você é um jardineiro, vamos explicar da seguinte maneira: como você sabe no
seu plantio, você planta cada semente com amor igual, com igual nutrição, com tudo o
que é necessário para que ela cresça forte e reta, de uma maneira de pureza, há alguns
que são fracos e alguns que são fortes. Existem aqueles que você planta que se tornam
mais fortes a ponto de eles poderem estrangular os outros, não é assim? Então você deve
remover, maconha, transplante. Mas o Criador não mata, não interfere no livre arbítrio,
como você faz com suas plantas. Então, aqueles que tentam estrangular e apoderar-se
dos outros são alimentados pelas energias daquilo que vocês chamam de negativos, à
medida que somos alimentados pelo amor, e então eles começam a estrangular
tudo. Eles competem com o que os plantou, que isso os criou. Isso é alguma clareza
para você?

28
MIKI: Sim. Então, originalmente, o que é agora o negativo uma vez veio do Criador -
mas Deus os deixou?

Tom: Quando você diz "Deus os deixou", nós não entendemos. Você quer dizer que ele
os abandonou? Você quer dizer que ele jogou fora?

MIKI: Sim.

Tom: Ninguém pode competir com Deus, pois eles não têm a verdade interior, pois
Deus é uma coleção de pureza que significa apenas bondade para todo o Universo. Eles
se jogaram fora competindo e tendo o desejo de se tornar tudo o que é. Isso não é
possível, porque para fazer isso você deve retornar a Deus. Essa é a tristeza: eles não
tinham paciência para entender. Eles estão tentando atrapalhar o trabalho do Universo.

Se você tem um que você amou, alimentou, alimentou e transferiu grande amor para ele,
e tudo o que você desejava era que ele crescesse em beleza, retidão, flexibilidade e
amor, dando como foi dado, mas ele escolhe não fazer isso, então chega um momento
em que você chega a uma conclusão, que deve descobrir por si mesmo que não pode
destruir os outros - e assim no Universo ele não é descartado, mas também não é
alimentado e apoiado. Para aqueles que o amam, ele tenta destruir. O que estamos
tentando dizer é que Deus não descartou, mas ele não ajuda, pois o negativo recusa a
ajuda. Está claro?

DAVID: Você pode me dizer como você, como os Nove, se relaciona com o que
chamamos de Espírito Santo?

Tom: É o Espírito Santo que nos governa. Existe o Filho, o Pai e o Espírito Santo, não é
assim? Ousamos dizer a vocês, vocês são os filhos e através de nós emana o do Espírito
Santo? E depois há o pai.

JOHN: Eu gostaria de perguntar agora sobre uma declaração bíblica: "no princípio
havia a Palavra". Você pode explicar isso de uma forma que podemos começar a
realmente entender o que isso significa?

Tom: "No começo havia a Palavra" - isso é um erro de tradução. Mas se você entende
que o Criador saiu e disse: "Isto é, aquilo que eu sou, será". Primeiro, antes da
manifestação de qualquer método ou criação, havia a comunicação do Ser.

JOHN: Sim, acho que entendo: o que chamaríamos de "intencionalidade" é explícito e


o pensamento precede a ação.

Tom: Isso é exatidão, sim. Ao adicionar comunicação, é fortalecido.

MIKI: Eu estava pensando na afirmação "Deus criou o homem à sua própria


imagem". Você pode comentar nisso?

Tom: Isso está correto. O que significa que tudo o que Ele é você é; tudo que Ele sabe
que você conhece; tudo o que é bom está contido em você; tudo o que é puro está
contido em você. E saiba disso: que Deus sabe que para manifestar o espírito de Deus e
alma dentro de você, é necessário estar em uma forma física para que essa alma

29
funcione em um veículo físico [um Planeta]. Uma forma física que evoluiu para o
estágio de ter dois braços e duas pernas e os sentidos para ver, sentir, tocar ou ouvir. E
você também tem a sensação de saber.

MIKI: Obrigado. Você pode comentar sobre a importância da consciência?

Tom: Consciência é aquela elevação da humanidade em uma esfera de conexão com


aquela que eles criaram. Você sabe que criou Deus e que Deus criou você. Você
conhece isso?

MIKI: Não.

Tom: Você sabia que Deus não poderia existir sem a sua criação e que você não poderia
existir sem a criação de você?

MIKI: Sim, eu entendi agora.

Tom: sim. Essa é a importância da consciência.

A seguinte troca introduz as Civilizações, que serão examinadas em maior detalhe no


próximo capítulo.

Tom: Nós entendemos o plano da Terra, sua armadilha, sua densidade e seu fator
ilusório, sim.

IRENE: Seria divertido ter você aqui.

Tom: Chegará o tempo em que todos nós estaremos juntos, no momento da elevação e
da densidade transformacional do Planeta Terra, em seu legítimo lugar de existência
como o paraíso da glória, sim.

JOHN: Onde isso vai ser?

Tom: Sobre o planeta Terra.

JOHN: Onde? (Risos) Eu não pergunto quando.

IRENE: Seu quintal! [riso]

Tom: Você fala de um local exato: nesse tempo todo o Planeta Terra será o local exato,
pois não será necessário ter esses elementos mecânicos.

JOHN: Comunicação, você quer dizer, não será necessário mecanicamente?

Tom: Não com esse mecanismo industrial físico. Você pode virar o cabelo e vai
embora.

IRENE: Ótimo! Estamos prontos! Agora, especificamente, gostaria de voltar à criação


e às vinte e quatro civilizações. Quem criou os vinte e quatro? Ou eles eram de fato

30
uma criação? Ou foram de fato elementos e partículas que foram reunidas por você,
mas na verdade eles já existiam e você lhes dava ordem?

Tom: Essa é uma grande questão. Foi nessa natureza: havia um Criador, uma energia,
uma luz pura, um Ser puro que continha todos os componentes de tudo o que é. É
extremamente complicado, mas na simplificação, chegou a esse Ser o conhecimento e a
sabedoria para começar a dividir os componentes de que consistia, não para removê-los,
mas para construir uma estrutura. Pois, em sua solidão, só tinha companheirismo.

Isso não era errado, mas era mais valioso criar uma situação em que houvesse um
elemento separado - criar uma situação que teria então a estrutura para dar às células
que estariam povoando diferentes existências ambientais, aquelas porções necessárias
para sua obtenção. Sua escolha.

Pois foi encontrado, na criação por aquilo que foi criado a partir do nada, que haveria a
necessidade de expandir essa criação. Agora, qual seria o propósito de criar nada a partir
do nada? Foi importante ter criado algo.

Assim, as vinte e quatro civilizações universais foram criadas, como guias, elementos
de direção, elementos de propósito e também para saber que haveria algumas áreas de
civilização (como a de Altea) que governariam e governariam esse elemento de sua
existência. Sobre o Universo, como Ashan faz com cor, som e artes.

Era um caminho para o Criador expandir e prover e começar aqueles elementos


necessários para a expansão, porque uma vez que isso fosse criado, a expansão
continuaria e continuaria e continuaria. Por isso, precisava dos diferentes elementos que
tornariam a expansão proposital. Se a expansão continuasse apenas com a criação de
Universos, sem propósito, então não teria sentido nenhum propósito. Agora nos
confundimos completamente?

IRENE: Não, não só não confunde, essa é a coisa mais brilhante que eu já ouvi!

Esta foi uma comunicação feita em 1975 para um grupo de três pessoas:

Tom: É importante orarmos juntos agora, porque é o começo agora de uma sequência,
na qual, se tudo der certo, o resultado será a salvação do planeta Terra, e a compreensão
e o despertar das almas de Planeta Terra. Como os doze de nós estão juntos - lembre-se
que muitas vezes falamos com você e explicamos que com doze, e hoje são Nove de nós
e vocês três, tudo é possível.

Se o planeta puder ser salvo e salvo, todo o Universo será elevado a um nível que todas
as almas terão adquirido a natureza daquilo que procuraram desde o começo dos
tempos. E lembre-se que quando as almas do Universo têm calma, alegria e paz dentro
de seus corações, e geram esse amor, ele alcança até aquelas almas que são negativas e
sombrias, e traz vida e amor para elas. E você pode imaginar que o que você veio a este
planeta fazer, quando você o realizar, todo o Universo estará brilhando com uma luz que
será cegante, porque será uma luz de puro amor. E tudo se tornará um, e é para isso que
todos se esforçam:

31
ANDREW: Eu estava tentando definir sua existência, e depois nossa existência, e
depois a relação entre os dois. E eu poderia lhe fazer uma pergunta, por exemplo: os
Nove são considerados a fonte suprema de conhecimento, sabedoria e poder, e assim
por diante no Universo?

Tom: Você está perguntando o seu relacionamento para nós, não é assim? É o que você
chamaria de inteligência infinita. Não é de vinte e quatro. É de doze. (Nove de nós e três
humanos em um triângulo).

ANDREW: Tudo bem. E, se este é o manancial, ou 'o motor imóvel', se essa for uma
definição correta, então todos os seus pensamentos e ações de alguma forma devem ser
colocados em prática através de outros povos, ou grupos de seres ...

Tom: civilizações universais.

ANDREW: Ah, certo. Você mesmo inicia a inteligência, o pensamento, mas a ação é
sempre executada pelos outros?

Tom: Pelas civilizações.

ANDREW. E então, uma vez você sugeriu que havia vinte e quatro civilizações
importantes pelas quais você agia?

Tom: Quando você diz major, existem muitos. Mas existem vinte e quatro cabeças de
civilizações.

ANDREW: eu vejo. Eles mesmos fazem parte dessas muitas civilizações, ou apenas
cabeças de grandes grupos de civilizações?

Tom: Eles são cabeças de civilizações.

ANDREW: E isso é o que a Bíblia chama de 'Conselho dos Vinte e Quatro' e 'Os
Anciões' e assim por diante?

Tom: Seria o congresso.

JOHN: Uma pergunta sobre isso: todos estão trabalhando do mesmo lado, do lado
positivo ou dos vinte e quatro?

Tom: O positivo e o negativo devem ser misturados para torná-lo inteiro. É como
explicamos para você: ser positivo sem sentido não é tão bom. Eles são civilizações
equilibradas. Você tem isso com clareza?

ANDREW: Acho que fazemos agora.

Tom: Quando você fala de positivo, lembre-se: refira-se a ele como positivo-
balanceado.

ANDREW: Agora, sob aqueles Vinte e Quatro, você poderia nos dar um exemplo de
uma civilização? Vamos dizer - Hoova. Onde se encaixa nos Vinte e Quatro?

32
Tom: Quando você fala dos Vinte e Quatro, fala das cabeças das civilizações. Há um
que você conhece como 'Jeová'.

ANDREW: Jeová? E então, sob ele, está sua civilização? Então o Jeová é um dos vinte
e quatro.

Tom: sim. É conhecido como Hoova. Mas ele teria como uma pirâmide muitos sob
isso.

ANDREW: Eu vejo, haveria muitas civilizações, certo. Ok, agora isso esclarece essa
parte. Agora pegue nossa existência como seres humanos comuns. De onde vêm as
pessoas comuns e por que elas vêm aqui e para onde elas vão? Este é um dos grandes
mistérios para nós.

Tom: Todos os seres, todas as espécies vêm de nós. Há uma pergunta feita por todos os
seres e todas as espécies, e é o que você perguntou: 'Quem sou eu, de onde eu venho?' e
'para onde eu vou?' Não é assim?

ANDREW: Essa é a questão, sim.

Tom: Todas as espécies e todos os seres são partículas de nós. Não há como você ter
esse entendimento. Como podemos explicar?

ANDREW: Bem, eu tenho o entendimento de que eles são parte de você, mas eles
passam por muitos ciclos de existência antes de chegar à Terra, não é assim?

Tom: Lembre - se que o planeta Terra não é tão evoluído. Estamos procurando uma
analogia para dar-lhe ...

ANDREW: Bem, você poderia dizer, por exemplo, que aqueles que vêm para a Terra
vêm de outra civilização ou planeta ou algo assim? Ou estado de existência? Ou seja,
existe uma sequência regular ou lugar através do qual eles vão antes de chegar ao
planeta Terra?

Tom: Não em um planeta particular. Dependendo das necessidades dessa


alma. Algumas almas precisam mais do que algumas outras almas. Existem níveis de
inteligência, existem níveis de consciência. Nem todos são iguais.

Lembre-se disso: não é verdade que todos são iguais. Existe uma alma. A alma é uma
partícula de nós. Se você tem uma faísca elétrica gigante, e você coloca dois juntos que
causariam uma mancha elétrica gigante, haveria faíscas que sairiam dela. Essas faíscas
seriam parte de nós - mas cada uma dessas faíscas morreria ou continuaria a
crescer. Alguns podem criar um incêndio, e alguns podem crescer lentamente, mas isso
depende da ambição da centelha.

ANDREW: sim. Agora, quando essa centelha percorre a Terra e alcança seu
crescimento pleno, ela passa por outras civilizações ...?

Tom: deve.

33
ANDREW: Não retorna diretamente para você?

Tom: Isso continuará por milhões de anos. Mas não pode continuar se permanecer no
planeta Terra. Se você se recordar, em uma comunicação anterior, explicamos a você
que o planeta Terra é o único planeta dentro do Universo que tem a variedade de
animais e plantas. É o mais belo de todos os planetas, por causa das diferentes
variedades. Isso, em certo sentido, atrai as almas e elas têm desejos de permanecer sobre
elas. Em outras civilizações, as almas sentem e têm todas as qualificações que você tem,
mas é mais físico no planeta Terra.

JOHN: Há uma questão muito grande: qual é o propósito de uma alma? Existente em
todas as suas civilizações e assim por diante?

Tom: Se uma alma se torna o que você chama de perfeita, então é ... se pudermos
explicar isso para você, em sua mente você pode sentir que somos canibais!

ANDREW: Bem, nós queremos a verdade, e acho que você nos conhece bem o
suficiente para saber que não iríamos a esse tipo de conclusão errônea. O que estamos
realmente perguntando é: se tivéssemos que dizer a um ser humano qual é o propósito
da vida, qual é a resposta mais sucinta?

Tom: Você pode dizer o que foi dito aos seres humanos muitas vezes, mas não foi dado
a eles em entendimento claro: que o propósito de sua existência e o propósito de sua
vida é retornar de onde vieram.

ANDREW: sim. E como podem eles, enquanto estão nesta Terra com todos os seus
problemas? O que é que eles podem fazer melhor para retornar à fonte?

Tom: Se eles tratassem todos como desejam ser tratados. Se eles andassem com
dignidade e não permitissem que ninguém removesse sua dignidade, e se eles teriam
amor por todos os seus companheiros humanos e por todos aqueles que os tocam - pois
isso, por sua vez, envia amor para nós. Não pedimos que eles tenham uma compreensão
total de nós.

ANDREW: sim. Mas, em essência, então, Deus se alimenta desse tipo de néctar, por
assim dizer.

Tom: sim.

ANDREW: Eu acho que as pessoas adorariam essa ideia.

Tom: Nós temos a criação, nós criamos isso, mas na verdade nos criou.

ANDREW: Agora, aquela parte que, digamos, você se alimenta, é totalmente imaterial,
essa natureza do amor - algo que não tem existência material ou física? Desde que você
não é material de qualquer forma, você deve se alimentar de algo imaterial ..?

Tom: É uma energia. não é algo que você possa segurar na sua mão. É uma faísca que é
um brilho que emana, e cresce, e se torna um sol brilhante, e então retorna para nós.

34
ANDREW: sim. Acho isso muito bonito e muito satisfatório, não é JOHN?

JOHN: Sim, esta é a espiral ascendente, imagino. Então é enviado novamente, em um


nível mais alto novamente, é isso?

Tom: sim. Está integrado.

ANDREW: Agora, como as outras criaturas na Terra se encaixam nesse plano? E eu


falo de pássaros e peixes e gado e assim por diante ...

Tom: Eles têm mais amor por nós do que os humanos. Eles têm uma compreensão
maior de nós.

ANDREW: E quando eles vivem dessa maneira, eles também voltam como faíscas
diretamente, sem ter que passar pela nossa forma humana?

Tom: Eles não são uma forma humana. Eles são plantados e eles foram trazidos ao
planeta Terra para dar às almas sobre o planeta Terra - como podemos dizer? - para eles
fazerem os humanos perguntarem em sua mente: o que criou isso? Como isso
aconteceu? É para sacudir sua mente. Você entende isso?

ANDREW: Eu acho que sim, por exemplo, nós estávamos assistindo a dois falcões hoje,
e eles eram incríveis e lindos, e eles estavam acasalando, pois é a estação do
acasalamento, e nos perguntamos sobre o seu alcance. Eles vivem em tal liberdade e,
aparentemente, amor e dignidade ...

Tom: É o amor mais puro.

ANDREW: E nos perguntamos, por exemplo, se suas almas iriam brilhar também? Se
eles alcançassem a perfeição, eles voltariam diretamente para você?

Tom: Eles se alimentam para nós.

ANDREW: E as abelhas, por exemplo, que coletam mel e estão em sintonia umas com
as outras e com o ambiente delas, elas também o alimentam?

Tom: Lembre - se disso, seu planeta é o único existente com essa natureza.

35
4

As civilizações universais

Em meados da década de 90, a princípio, parece que há uma maior aceitação da ideia de
que "não estamos sozinhos". No entanto, enquanto mais pessoas estão preparadas para
reconhecer o assunto, quando se deparam com um Glifo de Colheita, luzes anômalas no
céu ou um relato de um encontro íntimo com um extraterrestre, um olhar vidrado entra
nos olhos de algumas pessoas. Poderíamos chamar isso de fenômeno de
"persianas". Como se o envelope conceitual daquela pessoa tivesse sido esticado ao
máximo e os mecanismos de segurança ordenassem uma "parada".

As organizações governamentais e de defesa continuam a ignorar publicamente o


assunto, enquanto abundam os rumores sobre a interação oficial com o ET e vários
supostos funcionários do ex-governo publicam livros, enquanto implicam que eles estão
sob pressão para desistir. Este capítulo explora algumas das civilizações mencionadas
por Tom e é bom lembrar que ele nem sempre significa literalmente essa palavra. Ele é
conhecido por aludir às civilizações em termos de consciência. Por favor, leia com um
cérebro flexível. Tom também aponta que cada civilização planetária tem, em seu meio
ou em volta, um plano espiritual ou numerosos planos espirituais.

Além disso, há uma diferença entre Éons e aqueles dos planos do Espírito. ....

Tom: O Conselho dos Nove pediu que eu, o porta-voz, Tom, explique um pouco da
estrutura e das relações no Universo. Nós somos nove que existem independentemente e
existem em totalidade no Universo, em um lugar que você poderia identificar como a
zona do frio. Nós não somos físicos, como você é físico ou como Altea ou Hoova são
físicos (e isso novamente não é da mesma maneira que o seu, mas também é físico). Se
necessário, podemos manifestar, mas somos energia pura.

Juntos nós supervisionamos e eu, Tom, relacionamos tudo o que desejamos transmitir
ao Planeta Terra do Conselho dos Nove, do qual eu sou um.

Em relação a nós existem vinte e quatro civilizações físicas, em outro reino


dimensional. Cada um é uma consciência coletiva total que supervisiona e, a partir
dessas civilizações, os seres físicos que encarnaram em seu planeta Terra e, às vezes,
intervém, quando necessário. Essas civilizações físicas, as Vinte e Quatro, cada uma em
sua dimensão, são unidades totais e completas de uma consciência coletiva que
concordaram em estar nessa consciência coletiva. Eles evoluíram para essa forma de
ação para supervisionar, passar informações de grande importância e ajudar outras
civilizações físicas em seu processo evolutivo.

Um exemplo seria a civilização de Altea; como estamos em outro domínio da


existência, dependemos da Altea para nos comunicarmos com você. Eles guardam o
corpo do nosso ser enquanto você está em comunicação conosco, e eles fornecem a
tecnologia para nos comunicarmos. Altea também foi a cabeça do que você conhece
como a civilização física que se manifestou no Planeta Terra como Atlântida.

Existem outras civilizações - e existem entre vocês almas encarnadas daquelas


civilizações que vieram para ajudar o Planeta Terra. Uma dessas civilizações, Hoova,

36
foi a civilização que originalmente semeou o Planeta Terra, como fizeram alguns dos
outros, mas Hoova re-semeou o Planeta Terra em três ocasiões. Hoova é a civilização da
qual os hebreus derivam: daí a importância dos hebreus. Hoova é a civilização que
trouxe o nazareno.

GENE: Eu entendo que os Nove não são entidades físicas, mas entendem corretamente
que os de Hoova e Altea e outras civilizações são seres físicos?

Tom: Eles são civilizações físicas, mas não na mesma dimensão do planeta Terra. Eles
também têm limitações físicas, mas não na extensão daqueles na Terra.

ANDREW: Você poderia amplificar isso e indicar em qual dimensão, por exemplo,
Hoova existe?

Tom: Quando você fala de dimensões?

ANDREW: Quero dizer quarto, quinto, sexto ... por exemplo, vivemos em um mundo de
quatro dimensões [altura, largura, profundidade, tempo] em nosso mundo físico.

Tom: Nós entendemos as diferentes, como você chamaria de dimensões. Mas na


verdade eles não são dimensões.

ANDREW : Bem, quando me foi explicado antes, as dimensões consistiam em vários


envelopes de velocidade.

Tom: Sim, velocidade.

ANDREW: Certo. E em relação à velocidade da luz, qual é a velocidade da Hoova?

Tom: Eu estou consultando ... Altea está nos dando seus números. Sim. Altea disse que
não é exatamente uma dimensão, mas seria cinquenta e seis vezes a velocidade da luz,
como você sabe na Terra.

GENE: Obrigado. E quanto ao resto da nossa galáxia e do universo? Algum dos


visitantes que recebemos da Terra vem de lá?

Tom: Existem aqueles dentro da sua galáxia que não estão dentro do que vocês chamam
de dimensão da sua Terra, mas aqueles que vêm para beneficiar o Planeta Terra vêm de
galáxias que não estão dentro da sua galáxia. Altea, por exemplo, é o que você pode
chamar de cinquenta milhões de anos-luz de distância.

JOHN: Mas a partir de nossa perspectiva na Terra, essas outras civilizações como
Altea ou Hoova poderiam, de certo modo, estar existindo em ou à nossa volta, e nós
não as perceberíamos ..?

Tom: Eles estão em uma frequência de realidade diferente. Por causa das velocidades.

JOHN: Mas, é possível falar deles como existindo perto ou longe de nós em nossos
termos?

37
Tom: Se você está perguntando nos termos do planeta Terra, e você está perguntando
sobre um comprimento ou um espaço de tempo, isso seria uma grande distância. Eles
não são desta galáxia.

JOHN: E nós não poderíamos vê-los, mesmo se estivéssemos lá onde eles estão, em
nossa condição atual, nós o faríamos?

Tom: Na dimensão em que você está, você não seria capaz de vê-los com seus olhos -
se você fosse capaz de se transportar para aquela área. Mas eles podem chegar até você
em sua área.

JOHN: Mas eles se sentem físicos, mesmo que não os experimentássemos como físicos.

Tom: Na dimensão em que eles têm existência, eles têm um senso físico similar que
você tem dentro dessa área em que você existe. Mas eles não são físicos no sentido que
você conhece no Planeta Terra.

JOHN: E é verdade dizer que existem várias dimensões entre nós e vocês, por exemplo?

Tom: Isso seria um eufemismo. Há muitos.

GENE: Existem civilizações ou raças dentro da nossa galáxia nos visitando no


momento?

Tom: sim. Existem civilizações de diferentes dimensões, diferentes inteligências,


diferentes evoluções, que estão trabalhando com as vinte e quatro civilizações. Existem
aqueles dentro da sua galáxia que estão a serviço daqueles que estão tentando salvar o
Planeta Terra. Mas eles não são as primárias (os vinte e quatro).

GENE: Se os Alteanos, os Hoovids e outros visitassem a Terra, eles estariam no mesmo


corpo físico que eles estão em sua própria dimensão?

Tom: Quando os de Altea se manifestam na Terra, eles têm uma semelhança de


aparência com aqueles que existem no Planeta Terra. Eles têm uma taxa mais alta de
vibração, mas podem trazê-la para a taxa de vibração correta para o planeta Terra. Há
outros, como os da civilização de Ashan, que não se parecem com as pessoas do Planeta
Terra. Se as civilizações pousarem na Terra, aquelas que apareceriam no começo terão
uma aparência similar àquelas do Planeta Terra, ou elas se manifestarão nos costumes
da Terra que pessoas como Hoova fizeram.

As das outras civilizações que se seguem viriam na forma que eles têm. Desejamos
assegurar-lhes que aqueles que existem no Planeta Terra descobrirão que aqueles
visitantes que não têm o que vocês chamam de beleza terão dentro de si a essência da
beleza. Haverá muitas aparições. Uma diversidade de aparências, sim.

Anos depois, a seguinte troca trouxe outra perspectiva sobre a fisicalidade dos seres das
civilizações universais:

JOHN: Civilizações como Altea e outros dos Vinte e Quatro existem em um planeta
físico que está em nosso entendimento de físico - nós sabemos que eles têm forma em

38
seu próprio envelope de tempo-espaço, mas eles têm um planeta físico que nós
poderíamos localizar em nosso tempo e espaço?

Tom: Você quer dizer que tem densidade?

JOHN: Tem a mesma densidade que nós?

Tom: Você não pode ter a mesma densidade que o Planeta Terra.

JOHN: Certo. Portanto, não seria reconhecível do Planeta Terra nesse sentido.

Tom: Você não tem um telescópio grande o suficiente. Não é em nenhum lugar na
proximidade do Planeta Terra.

JOHN: Mas mesmo se fosse, não poderia ser visto pelos nossos meios físicos, seria
detectado por meios talvez ainda não desenvolvidos na Terra, está correto?

Tom: Não está correto. Se um dispositivo fosse projetado para enxergar até os limites
mais distantes do Universo, você também veria diferentes níveis de densidade. Dentro
de suas civilizações, os Vinte e Quatro alcançaram perfeição, unidade de unidade,
completa obediência ao Criador, portanto, eles compreendem seu mundo físico e não
são enganados pela fisicalidade. Você sabe que este lugar em que você está sentado é
feito de bilhões de trilhões de moléculas, não é assim? Você não vê isso, então você
pensaria que não existe assim, sim? Se você visse a civilização Altea, veria que é física
em movimento.

JOHN: Então tem uma forma, mas um tipo de forma que não conseguimos
compreender, porque não temos experiência dessa forma em nossas vidas?

Tom: É físico. Ela evoluiu até o ponto em que o físico e o espiritual estão em harmonia
e equilíbrio, e é isso que você deve alcançar, para que você possa entrar com os Vinte e
Quatro.

JOHN: Agora, quando o Twenty-Four interagir com nosso sistema solar, eu acredito
que você disse uma vez que eles podem utilizar outros planetas físicos como um modo
de acelerar para baixo para nós, portanto, pode haver planetas físicos em nosso
sistema solar que são usados por indivíduo civilizações ..?

Tom: Não pelos vinte e quatro. Por sub-civilizações. Os vinte e quatro não têm
necessidade.

GENE: Há uma questão que não posso deixar de perguntar: por que você não dá sinais
fortes e definidos de sua existência ou proximidade, além de se aproximar da
humanidade por meios indiretos como esses canalizações, ou outras
formas? Obviamente você tem suas razões, mas essa questão é importante para mim.

Tom: É de grande importância para você entender que os governos do seu mundo da
Terra se recusaram a acreditar, ou a transmitir para o povo, a nossa existência. Se
houvesse uma tentativa das civilizações de pousar no Planeta Terra em uma situação de
massa, que na verdade acontecerá no curso do tempo, as pessoas sobre o Planeta Terra

39
entrariam em pânico, pois não têm o entendimento, o conhecimento, que Nós não
significaria nenhum dano para eles.

Lembre-se disso: existem também certas civilizações, não as vinte e quatro ou suas
civilizações ajudadoras, que têm um grande desejo de controlar a Terra, manter as almas
em escravidão. E essas civilizações desembarcaram às vezes no Planeta Terra e criaram
dificuldades, que forçaram no povo da Terra. É importante que não haja pânico entre
aqueles que existem no Planeta Terra: que o conhecimento seja trazido a eles com
delicadeza, que os das Vinte e Quatro civilizações não signifiquem nenhum mal a
eles. Isto é de grande importância, pois se houvesse pânico, os humanos poderiam então
tentar acabar com sua própria vida, e também com a vida de suas famílias e vizinhos, o
que não serviria a nenhum propósito.

Os governos do seu mundo se recusaram a aceitar que existem outros de uma


inteligência superior e, na verdade, uma inteligência mais espiritual do que aqueles que
existem no Planeta Terra. Precisamos transmitir às pessoas que existem outras que não
lhes causam danos, mas que têm interesse em salvar o planeta Terra. Pois, na verdade,
se não houver outras civilizações para ajudar o Planeta Terra, isso trará destruição a si
mesmo. Nós não chegamos ao controle, nós não vamos nos apegar, nós viremos com
amor e paciência e entendimento, mas uma vez que há a negação de nossa existência,
como podem aqueles do Planeta Terra aceitar o fato de que as civilizações de Altea,
Hoova, Ashan e o resto dos Vinte e Quatro significam bem?

GENE: Eu tenho outra pergunta que eu acho que as pessoas vão imaginar: em fitas
anteriores de suas conversas, eu ouvi que você explica que você constantemente
conhece os pensamentos de todos nós ou daqueles que se comunicam com você. Estou
correto nesta suposição?

Tom: Se tivermos o desejo de ajudá-lo, sim. Mas desejamos que você entenda que não
invadimos a mente, não controlamos a vontade, não interferimos na liberdade: não
interferimos. Não seria de serviço. Altea, Hoova, Ashan e Aragão pediram-lhe para
transmitir a eles que eles podem ter as habilidades dentro deles, mas não beneficiaria o
Planeta Terra usá-los - nem os beneficiaria. Isso seria uma invasão de uma alma.

GENE: Fiquei muito impressionado com as comunicações, as expressões e a atmosfera


de amor e paz que cercam todas as pessoas aqui, mas eu tenho algumas dificuldades
em entender por que, se você está nas mentes dos humanos às vezes, e seus
representantes visitou a Terra e você tem conhecimento dos assuntos humanos ... Eu
acho difícil entender como você tem dificuldade em falar conosco e entender nosso
inglês coloquial básico? Você poderia me ajudar com isso?

Tom: Vamos explicar isso. As civilizações realmente visitaram a Terra, mas você
entende que quando você tem comunicação com sua mente, não é necessário ter
palavras? É difícil de onde devemos dar explicações em suas palavras. Temos conceitos
que não podem ser explicados em sua língua, pois você não tem as palavras para
explicar. Se você pudesse ler nossa mente ... se pudéssemos nos comunicar com sua
mente na essência da pura telepatia, poderíamos transmitir a você o que estamos
tentando transmitir. Além disso, dentro da mente do canal, como também dentro da sua
mente, existe apenas um certo vocabulário que podemos usar.

40
GENE: Obrigado. Você mencionou que em algum momento pode haver um pouso em
larga escala das civilizações. Acho que as próximas perguntas envolvem quem e onde,
como e por quê; a primeira pergunta desse tipo que a maioria das pessoas faria é
"como?" Em outras palavras, que método de transporte seria usado em tal
aterrissagem: estamos nos referindo a veículos físicos?

Tom: sim. Eles estariam na natureza do que vocês chamariam de veículo físico. Se você
tem o desejo de ir e tocá-lo, como você tem com um automóvel, você seria capaz de
tocá-lo.

GENE: Você pode me dizer alguma coisa sobre o tamanho e a forma relativos e assim
por diante? Eles terão um grande número de pessoas ou…

Tom: Haveria veículos de diferentes tamanhos e designs diferentes. Haveria alguns com
a aparência de um tampo de vidro, mas na verdade não é um top, ele só terá sua
aparência. Haverá também aqueles que permanecerão em sua atmosfera que são muito
grandes, que então enviarão menores ... você tem, em seus oceanos, transportadores que
enviam naves que voam, não é assim?

GENE: Isso está correto.

Tom: Seria semelhante, mas em vez de estar em seus oceanos, estará em seu céu.

GENE: Você está dizendo que embarcações menores sairão e descerão para a Terra a
partir desta nave de transporte?

Tom: sim. Haverá também aqueles que têm a aparência do que você chama de
pires. Haverá aqueles que são apontados, como em um 'V'.

GENE: Esses veículos passarão pela dimensão do tempo ou outra dimensão para
chegar aqui na Terra?

Tom: As inteligências que existem nas civilizações têm a capacidade de entrar em sua
dimensão - elas têm essa tecnologia, sim.

GENE: Uma questão muito comum da Terra seria como esses veículos são
alimentados? Por qual método?

Tom: Assemelha-se à inversão de um pião.

GENE: Esses veículos permaneceriam na Terra depois de tal aterrissagem, e os


humanos teriam permissão para inspecioná-los?

Tom: Eles teriam permissão para visitar o interior. O ofício permaneceria por um
período de tempo. Não muito tempo - não por anos, por exemplo.

GENE: Por causa de muitas histórias que temos de discos voadores, as pessoas estarão
interessadas em saber se os humanos teriam permissão para viajar em qualquer
um desses veículos?

41
Tom: Seria necessário, antes que eles pudessem viajar em um veículo, ter um veículo
ao redor deles.

GENE: Isso significa que a atmosfera dentro de seus veículos será diferente, ou que o
estresse do movimento seria perigoso?

Tom: O estresse do movimento. Seria possível se mover dentro da atmosfera da Terra,


mas tirá-los exigiria outro veículo dentro de um veículo. Mas isso poderia ser feito.

GENE: Os desembarques seriam, sem dúvida, julgados por humanos e governos de


várias maneiras, o que inclui a quase certeza de que alguns considerariam suas
aterrissagens uma ameaça. Você tem um método de se defender do ataque?

Tom: Nós desejamos que você saiba que estamos falando sobre as civilizações, não
sobre nós, o Conselho dos Nove. Nós não precisamos nos manifestar no físico. Haveria
um método para impedir que as pessoas tentassem destruir as civilizações. Isso seria
feito com amor e gentileza. As civilizações que estão a serviço de nós não tentarão
destruir nem prejudicar de maneira alguma nenhum ser físico na Terra. Nós teremos
uma maneira de impedir que eles tentem nos destruir.

Mas nós gostaríamos de não vir sem dar algum conhecimento prévio, pois de outro
modo as pessoas começariam a acreditar que nós procuraríamos controlá-las. Não temos
o desejo nem a necessidade de controlar, só nos beneficiamos. Se um Altean aparecesse
na entrada de seu veículo, e estivesse pisando no Planeta Terra, e se houvesse um grupo
que tentasse destruir aquele Altean, ele teria apenas que estender a mão de maneira
correta, e não em grande extensão, para trazer tranquilidade, e também para torná-los
em um estado em que eles não teriam o desejo de prejudicar, e colocariam suas armas.

Os Hoovids operariam de uma maneira diferente: se estivessem na mesma situação, e


saíssem e levantassem as armas, aqueles humanos com armas ficariam totalmente
parados por um período de tempo. Então, existem métodos diferentes. Mas nenhum
desses métodos prejudicaria um ser físico. Voce entende?

GENE: Sim, eu entendo, e eu certamente entendo porque você não gostaria de pousar
mostrando força, porque isso criaria um grande medo.

Tom: sim.

GENE: Você pode descrever aqueles das civilizações que têm algo como a forma
humana - algo a respeito de seu tamanho, cor e características e assim por diante?

Tom: Alteanos tem a altura de você. A cor dos seus olhos é um tom de azul, como o do
céu claro. Eles têm uma aparência translúcida; eles são muito justos em suas cores. Eles
estão em erecto. Quando dizemos translúcido, é que a vibração deles é de
translucidez. Você entende?

GENE: Não, tenho medo de não entender bem isso.

Tom: As pessoas no planeta Terra têm muitos tamanhos diferentes, não é? Aqueles de
Altea tem um tamanho. Eles têm um brilho que dá a aparência de ser translúcido. É a

42
vibração deles. Eles têm uma praticidade sobre eles. Você tem automóveis que têm uma
aparência translúcida ... eles dizem que estou usando o termo errado: é uma aparência
iridescente.

ANDREW: Eles têm algum cabelo neles?

Tom: Não.

GENE: Diferente do hairlessness e iridescence, é o espaçamento de suas


características como a nossa?

Tom: Eles são semelhantes em aparência àqueles que existem no planeta Terra. Você
entende que a semente humana física no planeta Terra veio de Altea?

GENE: É meu entendimento que existem alguns de nós aqui na Terra que são de
sangue de Altean …

Tom: sim.

GENE: ... ou características genéticas ...

Tom: sim.

GENE: ... misturado com nossos recursos básicos da Terra ..?

Tom: sim. Os Hoovids são menores. Eles se manifestam pequenos e escuros de pele,
não tão justos quanto os Alteanos. Eles têm cabelos, retidão de cabelo. Também é
escuro, sim.

GENE: E existem outras características, mais uma vez nariz, boca, olhos, mãos e assim
por diante, como a Terra?

Tom: sim. Aqueles de Ashan não são.

JOHN: Posso apenas dizer: algum destes tem cordas vocais? Eles fazem som?

Tom: Alteanos não. Hoovids tem habilidade vocal, mas não semelhante a você no
Planeta Terra.

ANDREW: Por quanto tempo um Hoovid médio vive, por exemplo?

Tom: Se o colocássemos em seu tempo na Terra, seria no reino de 500.000 a 1.500.000


de seus anos.

GENE: Você está dizendo que eles viveriam pelo menos meio milhão de anos?

Tom: Isso seria em relação ao seu tempo. O tempo deles não é o mesmo: seu tempo
passa em grande lentidão por causa de sua densidade.

43
GENE: Eu vejo. Você falou de Hoovids que possuem cordas vocais - eles falam línguas
da Terra para que possamos nos comunicar com eles?

Tom: Eles têm a capacidade de converter, os Hoovids têm um método de falar que será
transmitido; enquanto os Alteanos o terão em uma caixa de computador, para que o que
eles pensem venha como um som.

GENE: Ao falar daqueles que são humanóides, eles serão homens e mulheres, como
nós reconhecemos os sexos aqui?

Tom: Alteanos são de duas polaridades misturadas em união. Eles não têm o que você
chamaria de homem e mulher. Existem tripolaridades em Hoovids.

GENE: Sim, eu estou familiarizado com as possibilidades de três gêneros, se é isso que
você está tentando dizer, e eu acredito que você está descrevendo os Alteanos como
uma raça unissexual, está correto?

Tom: sim. Isso está correto, sim.

É interessante notar aqui, um incidente que ocorreu vários anos antes, quando Phyllis
estava esperando por uma cliente, que tinha uma consulta marcada às três horas em sua
escola em Orlando. Às dez para as três, ela consultou a secretária, que lhe disse que sua
cliente era uma mulher chamada Mary - na verdade, uma "regular" que sempre chegava
na hora. Sentado na área da recepção estava um estranho, um homem moreno de um
metro e noventa de altura. Ele vestia um terno escuro e parecia italiano ou judeu, exceto
que, de acordo com Phyllis, ele tinha olhos amendoados.

O estranho disse a ela "Eu quero ver você às três". Phyllis explicou que ela tinha um
cliente naquela época a que ele respondeu: "Ela não estará aqui". Phyllis voltou ao
escritório para esperar por Mary, que ainda não tinha aparecido às dez e três.

Phyllis se perguntou como o estranho sabia que sua cliente era uma mulher. Ela voltou
para a área da recepção e perguntou-lhe isso, e também como ele sabia que ela não
apareceria. Ele disse a ela que o carro de Mary tinha parado no Parkway. Intrigada,
Phyllis convidou-o para seu escritório e perguntou o que ele queria. "Eu quero que você
me dê uma leitura", ele respondeu. Phyllis tocou a mão dele e em um instante ela soube
que ele não era da Terra. Ela contou a ele sua impressão. Ele disse: "Está certo. Dê-me
uma leitura de qualquer maneira." Phyllis disse: "Não é por isso que você veio, é? Por
que você veio?" Ele disse: "Você vem pedindo sinais desde 1953". Phyllis pensou que
ela iria testá-lo e disse: "Se você é quem você diz, então traga um do seu povo".

Mal dissera as palavras quando um ser se materializou diante de seus olhos. Ele tinha
cerca de um metro e oitenta e cinco de altura, bem construído, com cabelos loiros e
olhos azuis e usava um macacão azul-prateado. Ele não falou, mas comunicou
telepaticamente que seu nome era Altima, que ele e outros estavam vindo para ajudar o
planeta e que no futuro ela seria capaz de chamá-lo em qualquer emergência. Ele
permaneceu no escritório por menos de cinco minutos e depois se desmaterializou.

O homem moreno foi embora e Phyllis ficou olhando da janela quando entrou em um
Cadillac branco com placas de Miami e foi embora. Numa tarde de sexta-feira, cerca de

44
dois meses depois, quando Phyllis estava prestes a sair e ir para casa, ele de repente
reapareceu, colocou a cabeça pela porta e disse: "Oi, Phyllis, está tudo bem? Só
checando você".

Embora essa história possa parecer absurda, Phyllis lembra-se vividamente do incidente
e jura que foi precisamente isso que aconteceu ...

GENE: Como poderíamos explicar às pessoas e aos nossos cientistas como as pessoas
de dimensões variadas têm uma forma humanóide tão semelhante ?

Tom: O homem fez aquelas das civilizações em seus deuses ... Quando eles dizem que
o homem foi criado à semelhança de Deus que se referia à civilização que tinha aquela
aparência. O Planeta Terra, no entanto, tem a capacidade independente de desenvolver
seres humanos nele. Os Alteanos têm, como explicamos anteriormente, uma
manifestação que parece ser muito semelhante à sua. Eles também têm a capacidade de
se manifestar de uma maneira diferente, mas eles teriam ... Eu perguntarei a Altea como
ele escolheria aparecer ... Altea disse que eles escolheriam aparecer em sua forma usual,
que é o que você chamaria humanóide. Os Hoovids têm essa aparência. Ashans não,
Zeneels não.

GENE: Os Alteanos e Hoovans, assim como outros, desenvolveram-se e evoluíram da


mesma maneira que evoluímos? Eles foram plantados como sementes, e eles evoluíram
de alguma forma em seus planetas naturalmente? Com a geografia e atmosfera e tudo
isso?

Tom: Não em termos de atmosfera e geografia. Mas eles passaram por um processo de
evolução. Mas eles talvez tivessem uma maneira mais afortunada, na medida em que
não estavam presos - embora, como vocês sabem, houvesse alguns da civilização de
Altea que eram da Atlântida - Lembre-se de que a Terra é o planeta do equilíbrio, para
aprender a equilibrar o etéreo com o físico. Isso foi o que prendeu muitas das almas.

Quando você fala sobre o Planeta Terra evoluindo, lembre-se disto, que todas as almas
que existem no Universo tiveram, uma vez ou outra, a necessidade de se manifestar no
planeta Terra físico, para as lições a serem aprendidas. Então aqueles que existiram
sobre Altea também viveram pelo menos uma de suas vidas no Planeta Terra. Fica
muito complicado tentar explicar isso, quando você não tem as palavras para explicar os
conceitos do Universo. Sinto muito, eles estão dizendo que eu não estou explicando isso
corretamente ... Almas com o desejo ou necessidade de aprender o equilíbrio vêm viver
no Planeta Terra, para entender como refinar o físico em relação ao espiritual. Muitos
Alteanos - a grande maioria - tem vivido no Planeta Terra: é por isso que eles têm um
grande desejo de ajudar o Planeta Terra.

Existem as vinte e quatro civilizações que estão em serviço direto para nós. Existem na
verdade doze de dois. As vinte e quatro civilizações também são físicas. No presente
momento, as civilizações estão trabalhando umas com as outras para se equilibrar e
resolver todos os resíduos de dificuldade. Como os Vinte e Quatro estão em uma forma
física, eles também têm algumas das dificuldades associadas à fisicalidade, não na
extensão da Terra, mas, no entanto, na medida em que têm. Se eles tivessem atingido a
perfeição, eles teriam se fundido a nós. Entre as vinte e quatro civilizações, nem todas
se manifestaram na Terra física. Há aqueles que semearam o Planeta Terra, mas também

45
existem aqueles que não têm - como aqueles que foram à Terra, mas não estiveram
envolvidos com o trabalho das outras civilizações.

CONVIDADO: O que é o Ramtha? Por que Ramtha fala tão definitivamente sobre
setembro de 1988?

Tom: Por que foi dito que o fim viria em 1914 e novamente nos anos 50? As diferentes
civilizações têm diferentes medidas de compreensão. Deixe-me explicar:

Os membros do Conselho dos Nove não são e nunca foram em forma física. Existem as
vinte e quatro civilizações que estão em forma física, e então há o que poderíamos
chamar de civilizações auxiliares que são mais físicas do que as Vinte e
Quatro. Exemplo: Altea é uma civilização dos Vinte e Quatro. Essa civilização tem um
pensamento, um ser. Em outras palavras, é uma consciência coletiva de muito alto
calibre e é de milhões de almas que apoiam, criam e sobrevivem umas com as
outras. Eles sabem tudo em sua localização e em seu conhecimento. Eles, por sua vez,
têm debaixo de outras civilizações, que vocês chamariam de trabalhadores ou ajudantes
de ... nós não desejamos usar o termo "subcivilização", mas há aqueles que são filtrados.

Agora, se os seres humanos no Planeta Terra têm comunicação com um ajudante ou


uma civilização menor que não compreende o funcionamento de todos, então eles estão
sujeitos a receber erros de interpretação. Exemplo: em uma corporação, há o presidente
do conselho, o conselho de administração e os departamentos de toda a corporação. O
departamento de compra não entende o departamento de vendas, e o departamento de
administração conhece mais que os departamentos de compra e venda. Então, se alguém
se comunica com um departamento dentro de seu campo de entendimento, ele pode
falar sobre isso, mas fora de seu domínio eles não entendem. Eles podem manter visões
que são válidas apenas dentro de seu quadro de referência. O que isto significa é isto:
talvez haja um ser comunicante em uma civilização que vê isso, se o planeta Terra
continua em seu caminho atual, então ele pode causar destruição. O que esse ser não vê
é a capacidade de a humanidade mudar isso. O Planeta Terra é único no Universo, pois
sobre este Planeta Terra há liberdade de vontade.

CONVIDADO: É geralmente entendido esotericamente que os quatro sub-


planos etéricos do plano cósmico podem ser as mais altas influências espirituais
possíveis no que diz respeito à humanidade. Eu gostaria de saber se isso é correto.

Tom: Você recebeu essa informação de uma das civilizações, entende?

CONVIDADO: Eu pensei que isso era geralmente esotericamente entendido, e


que vinha da canalização de Alice Bailey, que eu achava que era ...

Tom: Você entende que isso não vem de nós, foi de uma das civilizações. Você entende
que as Vinte e Quatro civilizações são as mais altas de todos os seres no físico, que
estão ao nosso lado? Mas você também entende que a informação é de uma civilização
física?

JOHN: Sim, você poderia dizer de qual das civilizações ele veio?

46
Tom: Vou pedir permissão ... É a civilização parceira do Myrex, chamada Mora-
Triomne. Não é necessário explicar todo o TwentyFour. É melhor falar de Hoova,
Ashan, Altea e Aragão.

ANDREW: Podemos afirmar claramente neste momento que a civilização de Hoova é


aquela identificada na Bíblia ?

Tom: Hoova é Jeová . Sim.

ANDREW: E no que diz respeito ao Altea, podemos ...?

Tom: Foi da época da Atlântida e antes.

ANDREW: Certo. E Ashan, você pode nos dar alguma referência histórica para o papel
de Ashan no passado?

Tom: Ashan foi o começo dos grandes compositores, o Renascimento, a grandeza da


arte no planeta Terra. Começou em uma pequena porção no tempo do Egito em seu
trabalho com ouro, e em sua beleza de ambientes arquitetônicos. Ashan é simplesmente
uma civilização de grande criatividade. Trouxe ao Planeta Terra grande música, grande
arte e grande literatura. Sim.

Lembre-se: haverá aqueles que terão grande dificuldade em aceitar isso. Não haverá
dificuldade dos chefes de governo ou dos serviços de segurança do governo, pois eles
fingirão publicamente que isso não existe, enquanto silenciosamente eles mandarão as
pessoas descobrirem. Porque eles sabem que precisam de comunicação.

ANDREW: O que você sugere que seja a principal razão pela qual você está vindo aqui
para ajudar a humanidade, e qual é o principal problema do homem que precisa de
ajuda?

Tom: O Conselho disse para explicar isso de uma maneira dupla: se continuar da
maneira que é agora, por volta ou após o seu ano 2000, o Planeta Terra não poderá mais
existir como é agora. Então as civilizações estão tentando limpá-lo e trazê-lo de volta ao
equilíbrio usando sua tecnologia, não apenas para salvar aqueles que existem na Terra,
mas também porque a Terra está sob a orientação das civilizações que inicialmente
colonizaram, e é, portanto, em parte sua responsabilidade. Depois, há o aprisionamento
e a reciclagem de almas. A necessidade de vir neste momento é porque o homem em
seu domínio sobre animais e flores e plantas, está agora tentando controlar toda a
humanidade, e nós não podemos tê-la.

Na transmissão seguinte, Tom anunciou a presença de outros seres:

Tom: Com a gente hoje temos indivíduos que estão observando o que está
acontecendo. Eles estão em serviço ou em estudo para nós. Nós os estamos preparando
para ir e fazer o trabalho e realizar o serviço que é necessário para este planeta elevar
seu nível de vibração, para evoluir, a fim de ajudar este Universo.

ANDREW: Bem, nós damos as boas vindas à presença deles, e espero que possamos ser
de alguma utilidade em sua educação ...

47
Tom: Eles são seres de civilizações diferentes da sua.

JOHN: Você poderia esclarecer o que você quer dizer neste caso?

Tom: Quando falamos de civilizações, falamos de níveis de consciência. A fim de


elevar o nível deste Planeta Terra, através do qual isso também eleva o nível do
Universo, existem muitos seres e civilizações diferentes que devem aprender a trabalhar
em paz e harmonia. Como você tem muitos milhões de plantas em seu planeta e muitos
milhões de espécies de animais, também no Universo existem muitos. Aqueles que nos
observam neste dia estão observando a técnica e, ao mesmo tempo, estamos tentando
mostrar-lhes o caminho para gerar amor, paz e harmonia. Eles estão observando a
vibração do amor.

] OHN: Você poderia explicar o que aconteceu quando essas pessoas entraram?

Tom: Esses seres do espaço, de outros sistemas diferentes, ficaram curiosos. Nossa
principal preocupação é com a Terra, porque é importante elevar seu nível, já que está
retendo parte da evolução do Universo. Mas, como você sabe em seu mundo também,
às vezes os seres curiosos podem criar um problema. Às vezes é melhor dizer-lhes um
pouco, e é isso que estamos fazendo, embora tenhamos tido uma conferência de muitos
dos principais grupos e civilizações. Isso apaga o medo. É o nosso caso para ajudar a
levantar aqueles de outras civilizações diferentes, outros níveis, também.

JOHN: Algum desses curiosos está com você agora?

Tom: Não, esses são os líderes deles.

ANDREW: Poderíamos entrar em um exercício com você para ajudar a mostrar-lhes a


evolução ou o despertar do amor?

Tom: Eles estão observando isso porque quando te trazemos paz e amor nós colocamos
uma banda ao seu redor, e nós ligamos essa banda conosco. É uma vibração que
também é como uma banda elétrica. Essa é a única maneira de descrever isso. Eles são
átomos muito pequenos que ligam você a nós. Eles não são moléculas, são átomos. Foi-
me dito para esclarecer isso.

ANDREW: Isso é muito interessante, nós não sabíamos disso.

JOHN: Estou interessado em saber se isso pode existir como um sentimento em alguns
níveis.

Tom: A cadeira em que você está sentado é tangível. Este não é um produto tangível, é
uma vibração. É como poderíamos imaginar uma emoção.

JOHN: Nós sempre nos sentimos bem em nossas sessões com você e eu imagino que
essa é a nossa experiência ....

Tom: Essa é sua emoção. Não podemos explicar isso facilmente, não existe em seu
mundo. Mas o que isso gera para você é amor e paz. As duas palavras "amor" e "paz"
significam o mesmo em nosso mundo como em seu mundo, mas a vibração (ou

48
sentimento) é experimentada de forma diferente. Dá-lhe paz, paz que você pode amar e
amor é necessário para a evolução de todos os seres deste planeta. É também necessário
elevar o nível de consciência e a consciência coletiva deste universo.

Quando você é sereno e pacífico por dentro, e sabe em qual direção você deve ir, e é
sólido em suas convicções, isso ajuda esses seres que estão observando. Esses outros
seres estão observando a vibração do seu comprometimento. Gera uma vibração e, ao
observá-la, pode, por sua vez, dizer, no caso daqueles com quem estão trabalhando, se
são verdadeiras ou absolutas em suas convicções e em seus compromissos, ou se é
apenas desejo. ou ego.

IAN: Aproximadamente, que proporção da nossa sociedade está aberta à


possibilidade da existência de seres inteligentes do espaço?

Tom: Flutua entre - no mundo desenvolvido - 68% a 71%.

JOHN: Agora que há uma mudança em curso [1991], existe uma probabilidade de
qualquer contato direto com as civilizações?

Tom: Quando é transformado, não haveria razão para não existir, não é?

JOHN: Isso é verdade.

Tom: Parte dessa transformação será uma saudação um do outro.

JOHN: Hm, isso seria legal.

Tom: No entanto, sabe na plenitude também existem outros que não os nossos.

ANDREW: É possível que você nos dê uma breve ideia de onde os Alteanos vêm, em
termos de distância, o tamanho de seu planeta, a atmosfera, quais problemas especiais
eles estão entrando em nossa atmosfera? só assim nós temos um esboço em miniatura
de suas características?

Tom: Como você sabe, nós viemos da zona do frio. A área de Altea está à margem da
área do frio. Não tem sol como você tem um sol ... Nós falamos de uma dimensão ...

ANDREW: Sim, é um planeta grande ou um planeta pequeno? Por exemplo, me


disseram que Hoova tinha 16.000 vezes o tamanho da Terra. Qual é o tamanho do seu
planeta em relação à Terra?

Tom: Cinquenta e duas vezes o tamanho da Terra. Sim.

ANDREW: Agora, a razão pela qual eu faço estas perguntas é: estávamos pensando em
como os Hoovids e os Alteanos se adaptariam à atmosfera da Terra se eles pousassem
aqui, e parece que ambos teriam que passar por transformações consideráveis para
entrar em nossa atmosfera. Então, pelo mesmo motivo, Phyllis nos contou que tinha a
sensação de que pessoas específicas poderiam ser fisicamente transportadas, em um
desses dias, para qualquer um desses dois planetas para se comunicar, e assim por
diante.

49
Tom: O transporte não seria para o planeta, seria para um veículo.

ANDREW: Ah, então estaríamos lidando com nossa própria atmosfera no veículo?

Tom: sim.

ANDREW: Entendo , e não teríamos que passar por grandes transformações para
entrar na zona deles?

Tom: Não.

JOHN: Nós não sabemos se uma civilização pode ter apenas dez almas ou pode ser
muitos milhões. Você pode nos dar uma ideia geral sobre isso?

Tom: Dentro da Altea, como declarado em sua Bíblia, há a figura


144.000. Hoova estaria dentro do reino de cinco milhões.

JOHN: E essas civilizações, elas são o que nós chamaríamos de eternas? Quer dizer,
eles duram indefinidamente em termos de nosso tempo na Terra?

Tom: Se você vivesse um milhão de anos no tempo da Terra, sentiria que era eterno,
não é assim?

] OHN: (rindo) sim.

Tom: Então diríamos que é eterno.

JOHN: (risos) Sim, tudo bem, eu entendo isso.

Tom: Altea, nós diremos a você, é eterno. Um Hoovid viveria aproximadamente um


milhão de seus anos. A civilização de Hoova é a que trouxe a nação dos hebreus. Eles
vieram ao Planeta Terra para isso no tempo da Suméria (de onde veio Abraão), e no
tempo em que é dito em seus livros sobre "os filhos dos deuses se fundindo com as
filhas da Terra" e eles vieram outra vez Além disso. Como eles eram a única civilização
que tinha sustentado a energia e estavam determinados a sobreviver, eles escolheram
desempenhar um papel histórico central no Planeta Terra, seus descendentes
representam um microcosmo na Terra.

Ashan se comunica através do artístico. Você entende que os de Ashan nem sempre são
capazes de disciplina? Que possamos apenas dizer a você que, para os milhões de
Hoovids, há apenas um punhado de Ashans. Eles vêm através de seus próprios
meios. Eles são de criatividade - se você olhar a cultura dos chineses, verá os efeitos de
sua influência. Ashan é o criador da música, é o criador da beleza sobre a Terra, é a
civilização que cria musas. Os escandinavos eram de Ashan, assim como os fenícios.

JOHN: Eles eram muito artísticos com o vidro, eu entendo

Tom: sim. Eles eram boêmios. Asã é flexível de corpo e leve como o vento, e como o
som de cristal, você entende?

50
JOHN: Sim, isso é muito gráfico.

Tom: Eles são o que vocês chamariam de surrealistas do Universo. Envolvido


particularmente com a Terra, você tem Hoova , Ashan e Altea.

JOHN: Sim. Hoova trabalha com o físico?

Tom: sim.

JOHN: E o astral, o criativo, o emocional é Ashan?

Tom: sim. E Altea trabalha com o mental. É a mistura de três primárias,


Altea, Hoova e Ashan , que reúne a conexão e o acoplamento do Planeta Terra com o
Universo.

Todos os envolvidos com Aragão (José Arigó, o curandeiro brasileiro, por exemplo)
estão envolvidos na cura. É diferente de Ancore, Ancore trabalha sob Aragão. Eles
trabalham em conjunto para aperfeiçoar a saúde da humanidade. Eles trabalham juntos,
como Spectra trabalha para Hoova . Zeneel representa um princípio semelhante a um
computador, mas não apenas como um computador ... não sabemos como expressá-lo ...
O Zeneel trabalha com interação, intercâmbio. Zeemed e Zenthorp são civilizações
operárias de Zeneel. Eles dão uma estrutura especializada de compreensão e habilidade
no surgimento da energia de Zeneel. Zeneel é claro, alegre e ordeiro. Quando dizemos
"ordenado", queremos dizer a criação de ordem na energia da cor. Zeneel é o alquimista
das civilizações.

Este capítulo termina com uma troca entre Irene e Tom sobre as civilizações neste
planeta:

IRENE: Eu quero perguntar sobre os chineses e os tibetanos budistas. Até onde vai esta
relação infeliz? O que precisa ser entendido sobre isso e o que é que não é conhecido
na história da humanidade?

Tom: No início, a China era uma semeadura e os tibetanos eram descendentes diretos
de outra civilização, que era a alma dos chineses. Você sabe a importância de trazer o
material com o espiritual? Os chineses representam o material ......

IRENE: simbolicamente.

Tom: Sim e os tibetanos representam o espiritual.

IRENE: Mas em algum lugar na história da China e do Tibete, eles usaram os lamas
tibetanos para ensinar aos imperadores chineses seus ensinamentos espirituais - e
mesmo antes disso houve algum desequilíbrio que ainda está se manifestando agora ..?

Tom: Você sabe que os sacerdotes do Tibete estão em relação direta com o que é
chamado na nação de Israel "os filhos dos deuses se fundem com as filhas dos homens".

IAN: Então, em que ponto da evolução do homem os tibetanos apareceram e


começaram a se misturar?

51
Tom: Eles eram professores. Como empréstimos saíram do mar para ensinar os de Ur -
eles eram os professores para ensinar os chineses, você entende? Agora a China deseja
consumir o Tibete, pois no consumo eles acreditam que conhecem melhor.

IRENE: Então os chineses inconscientemente sentiram que deveriam ter tido a


divindade que os tibetanos tinham

Tom: Isso está correto, mas eles não têm a capacidade.

IRENE: Então, sabendo que eles não tinham a capacidade, eles procuraram remover
os tibetanos da vista? Em tempos mais pacíficos, eles os tornaram professores,
pensando que, se aprendessem melhor que seus professores, assumiriam esse lugar de
divindade.

Tom: Isso é exato. Como nos tempos antigos, os beduínos comiam o boto pensando que
receberiam seu conhecimento.

IRENE: Ok, e quando os chineses viram que essa transferência não aconteceu, eles se
voltaram para a violência.

Tom: E escravidão, pois se eles pudessem escravizar esse conhecimento da alma, eles
poderiam possuí-lo, controlá-lo, você entende? É semelhante ao povo judeu, que ocupa
um lugar valioso na matriz, que os outros tirariam deles.

IAN: Então, de quais civilizações os tibetanos vieram?

Tom: É um dos vinte e quatro.

IAN: E qual dos vinte e quatro?

Tom: Eu vou pedir permissão para te dizer o nome ... Eles são povos que representam
no Universo o princípio da humildade. Eles são da civilização que, em total união, são
os princípios do conhecimento interior - não para a expansão do eu, mas para o serviço
... Agora, neste tempo, eles são os únicos povos, além dos Hoovids , que têm
conhecimento inerente de seu propósito como coletividade em sua codificação. É por
isso que eles são coesos e por que agora, nesta época em que os Vinte e Quatro estão
surgindo, eles estão se expressando em sua humanidade. Pois eles entendem que podem
pôr fim à eliminação de grupos humanos ameaçados.

JOHN: Você poderia nos dar o nome da civilização?

Tom: ...

IRENE: Eu entendo sua apreensão. Eu sei que os budistas e os lamas precisam de


muitos, muitos anos de estudo e transformação para obter seus conhecimentos, mas eu
acho que é importante.

Tom: Você trouxe o Conselho dos Nove em uma disputa!

52
IRENE: Eu entendo que o Conselho possa pensar que isso é um atalho para o
compromisso de fé e espiritualidade das pessoas.

Tom: Isso está correto. Nós escolhemos não contar neste momento. Nós pedimos
desculpas.

53
5

Visões

Muitas pessoas usam a palavra 'estrangeiro' para descrever um visitante do espaço


sideral. Extra terrestre é outra palavra, que é bastante mais amigável. Para o bem do
formato de perguntas e respostas, a palavra usada pelo questionador foi deixada, embora
até Tom questione nosso uso de 'Aliem'. Se quisermos promover a abertura entre todos
os seres do Universo, talvez devêssemos também olhar para o nosso vocabulário? Em
uma discussão entre Andrew e Tom muitos anos antes, Andrew perguntou a Tom sobre
OVNIs e se eles eram manifestações criadas.

Tom: Muitas das coisas voadoras que você chama de OVNIs vêm do nosso lugar, mas
elas vêm de outros lugares também, e elas vêm em forma física. Mas muitas delas não
são físicas. Elas são como a sua tela de cinema.

Este capítulo começa com uma conversa entre Tom e dois convidados , em 1991 .

Tom: Elarthin é uma das vinte e quatro civilizações responsáveis por unificar as
energias dos Vinte e Quatro com as do seu Planeta para sua evolução em grandeza; e
isto trazendo à humanidade informação em uma forma de comunicação que registra no
chão. Outros no Planeta Terra vieram de diferentes civilizações do Universo - os de
Hoova vieram e foram implantados em três ocasiões. Outros vieram de outras
civilizações. E então há algumas das civilizações que não evoluíram para o mesmo nível
daquelas com consciência coletiva. As origens da humanidade não evoluíram dos
animais da matéria da Terra. Houve um grupo que surgiu por si mesmo - todos os outros
foram colonizados e fundidos para criar espécies.

Convidado: Temos alguma conexão particular com os da constelação de Lyra, que se


mudaram para as Plêiades?

Tom: Aqueles que foram semeados neste planeta Terra também foram semeados em
outros sistemas na sua galáxia. As Plêiades estão na sua galáxia terrestre. Saiba que há
alguns deles nessa área que têm grande negatividade. Você conhece isso?

JOHN: Você está dizendo que os seres nas Plêiades são também nossos primos ? Que
eles foram semeados como nós temos?

Tom: Isso está correto. Sim.

CONVIDADO / 2: Um dos governos do Planeta Terra está trabalhando em conjunto


com um grupo de outra fonte, do Retículo, que está a trinta e sete anos-luz da Terra?

Tom: Isso também está dentro dessa galáxia. Existem agências governamentais neste
planeta que têm consciência de outras espécies dentro da sua galáxia. Há
muitos. Elarthin não vem da sua galáxia, nem nós. Pode-se dizer que aqueles dentro
desta galáxia estão trabalhando dentro de uma corporação. Se você tem uma
megaempresa que tem muitas divisões dentro dela, então, dentro dessas divisões, haverá
unidades que fabricam, vendem ou prestam serviços, sem necessariamente saber quem
as possui. Se você entrar em uma unidade individual, você encontrará um gerente dessa

54
unidade. Mas essa pessoa não seria o gerente geral de toda a corporação. Essa é a ordem
desta galáxia. Não se limite nem se ligue apenas aos sistemas solares de sua própria
galáxia.

CONVIDADO: Posso perguntar se o fenômeno atual que chamamos de 'círculos nas


plantações' que estão sendo formados na Inglaterra está sendo criado de fora do
Planeta Terra?

Tom: Isso é assim. Quando qualquer coisa acontece dentro do seu sistema solar, ela é
impressa e então se manifesta na Terra.

CONVIDADO: Você poderia, por favor, explicar um pouco sobre o pensamento por
trás das mensagens que são codificadas dentro dos círculos de milho? Qual é o
propósito?

Tom: É de grande importância para a humanidade ter a compreensão de outras


realidades da existência dentro de seu universo, de outros sistemas de energia com a
capacidade de trazê-los para a realidade a partir de grandes extensões de tempo, formas
e matéria; para a sua humanidade questionar suas origens, sua expansão mental e o
tempo de agora. Aqueles dos vinte e quatro Chegou a este seu planeta Terra. Aqueles
de outras civilizações têm visitado frequentemente, desde o início da história da
humanidade. Visitas foram feitas por outros com muita frequência. Por favor, veja seus
registros históricos. Até hoje, isso não impressionou a humanidade, pois essas outras
realidades foram praticamente eliminadas da programação da humanidade. Como este
planeta Terra está se movendo em direção à sua importância evolutiva, e a razão de sua
existência (pois é, como você sabe, o único planeta com liberdade de escolha), essas
civilizações estão tentando trazer à humanidade informações sobre outros seres, outros
espécies, outras formas de energia, para que a humanidade possa olhar sobre isso,
questioná-lo e, em seguida, investigá-lo. O desafio é apresentar uma alternativa. Um
para questionar não é? Você já foi alertado para os campos de energia que existem.

CONVIDADO: Há alguma ideia específica por trás dos padrões que são formados nos
círculos das plantações? Existe um programa pretendido para nos ajudar a criar uma
imagem do que está sendo representado nos círculos das plantações?

Tom: Agora, raciocine, investigue e contemple isso completamente. Tudo o que foi
enviado ao espaço da Terra está sendo refletido de volta, para que os da Terra possam
entender que quando você cria uma situação que pode ser catastrófica, pode então
incutir nas mentes das pessoas o efeito que uma unidade pode fazer em todos.

JOHN: Quantas organizações científicas e governamentais fizeram as conexões ou já


fizeram tais interpretações?

Tom: Você não é o precursor?

JOHN: Estamos nos perguntando se eles chegaram a uma conclusão sozinhos ou se


este projeto é aquele que vai divulgar essa informação.

Tom: sim. No entanto, esteja ciente de que existem muitos grupos criando-os, para
distorcer o propósito real. Não é possível falar sobre isso neste momento. Pois a

55
humanidade não poderia compreender, pois a descrença não acrescentaria
credibilidade. Alguns círculos são de civilizações que desejam o mais alto, e há outros
que desejam confundir e adicionar seu apêndice também. É oportuno criar um cérebro
trêmulo na humanidade, questionar, como você está questionando agora.

CONVIDADO / 2: É possível dar pistas para os pesquisadores do círculo de modo


que eles possam distinguir qual é uma formação cultural genuína que vale a pena
olhar, e quais são os outros ali para confundir?

Tom: Os de confusão já entram ... É um tipo de dano.

CONVIDADO: Danos das hastes do milho no campo?

Tom: sim.

CONVIDADO / 2: Assim, os círculos que têm caules que são bem dobrados, são
aqueles que não estão danificados, apenas dobrados, são aqueles que são ...

Tom: Eles são girados. Existem muitas civilizações, não todas ... elas são sub-
civilizações. O importante não é o que é feito por quem. O importante é a observação de
outras realidades. Deixe as personalidades dos humanos moverem seus próprios cabelos
para fora de seus próprios olhos ... Haverá mais, e haverá menos. Em algumas áreas
haverá mais, e onde houvesse mais, haverá menos, sim. Não é apenas a humanidade que
tenta confundir.

CONVIDADO / 2: Em alguns círculos do ano passado [1991], alguns


pesquisadores detectaram radioatividade de um tipo particular que não é encontrado
no Planeta Terra.

Tom: Não faz sentido que os veículos que são capazes de passar por dimensões de
envelope espaço-tempo irradiam de forma diferente?

CONVIDADO / 2: sim.

Tom: Nós nos perguntamos por que a humanidade é tão densa quanto seu
planeta. [Riso]

CONVIDADO / 2: Bem, estamos despertando lentamente. E certamente as formações


de cultivo estão contribuindo para o despertar daqueles que estão se
concentrando nelas.

Tom: Pense nisso também. Como o dano atmosférico é feito e criado, cria campos de
energia que podem perturbar a vegetação no Planeta Terra. Você entende que essa
atmosfera que circunda o planeta Terra é um dispositivo de proteção? Você entende que
há influência de outras posições planetárias? E quando há buracos de rato na atmosfera,
existem, de outras posições planetárias, campos de energia que podem afetar a
vegetação. Sim.

56
CONVIDADO / 2: Quando você fala sobre posições planetárias, você quer
dizer planetas em nosso sistema solar ou em um espectro maior?

Tom: No seu sistema, os planetas que possuem dispositivos, saíram em tempos


passados. Nós não desejamos neste momento entrar em detalhes, nosso ser [Phyllis] está
em fraqueza. Portanto, pedimos apenas que você faça perguntas urgentes. Sim. A última
parte dessa transmissão, que terminou lá, ocorreu em 1992. Aqui está outra troca do
início dos anos 90: com ênfase particular na tecnologia:

BRIAN: Eu queria fazer algumas perguntas sobre uma série recente de declarações
feitas nos Estados Unidos sobre a presença de veículos extraterrestres na área de
Nevada. Existe algum comentário geral que você possa fazer sobre a autenticidade
dessas declarações?

Tom: Como muitos estão cientes, a realidade das civilizações menores na fisicalidade
sobre este planeta Terra é um fato. Como eles têm tecnologias e informações, não criem
o erro de acreditar em sua maior motivação em todos os momentos, em visitar seu
planeta Terra. Uma parte dessa motivação é de fato preparada para utilizar, se
necessário, espécies da Terra em seus próprios ambientes, em seus próprios
planetas. Nem todos estão aqui para a melhoria do Planeta Terra, embora existam
aqueles que trabalham para a melhoria do Planeta Terra. Eles têm existência física.

BRIAN: Você está dizendo que há mais de um grupo envolvido nos experimentos no
local de testes de Nevada?

Tom: Existe neste momento uma totalidade de doze diferentes grupos de civilizações
físicas - que vieram ao planeta Terra para a investigação do meio ambiente. Nem todos
são bem intencionados. O Conselho disse que devo ser claro para você. Nem todos
estão criando experimentos.

BRIAN: Parece que parte da tecnologia envolvida nos veículos que eles trouxeram aqui
está prestes a ser descoberta por pessoas aqui na Terra. Haverá uma tentativa de
impedir que essas descobertas sejam utilizadas e desenvolvidas?

Tom: Você quer dizer por outras civilizações, ou por aquelas dos antipessoais no
planeta Terra?

BRIAN: Estou falando de descobertas feitas por físicos aqui na Terra. Eu estou
querendo saber seus esforços serão impedidos de qualquer maneira pelos aliens?

Tom: Esse não é o propósito daqueles que você chama de "alienígenas". Por que eles
são alienígenas?

JOHN: Bem, é apenas uma palavra que usamos para qualquer coisa que não venha da
Terra.

Tom: sim.

57
JOHN: Você diz que esse não é o propósito deles, você poderia dizer qual é o propósito
deles especificamente?

Tom: Existem vários propósitos. Aqueles que são bem-intencionado estão trabalhando
para a prevenção da destruição total do Planeta Terra, e para supervisioná-lo e, se
necessário, impedir a totalidade do fim. Pois, no final, demoraria tanto tempo para
começar de novo que não é possível começar de novo. A situação do Planeta Terra
também é que sua destruição criaria então uma energia que então poderia afetar outros
sistemas do Universo. Há também aqueles que gostariam de vir para cá porque
começaram a destruição de seu próprio planeta físico e estão procurando um lugar para
se realocarem. Portanto, eles estão experimentando a humanidade e a humanidade para
testar as possibilidades disponíveis.

Brian: O que vai acontecer com o homem que nos falou sobre isso, ele será punido de
alguma forma?

Tom: Como você sabe sobre o seu planeta Terra, o país dos EUA, criou uma situação
secreta entre o seu povo que não pode ser revelada - eles não revelaram os
fatos. Portanto, todas as tentativas serão feitas para criar injustiça para ele. Se chegar um
momento sobre o seu planeta Terra quando as pessoas funcionam como uma força
unificada contra as crenças filosóficas que não são corretas - como a destruição da
verdade dizendo às pessoas - então as pessoas se envolverão, e se pessoas o fizerem,
elas não podem punir todas as pessoas.

JOHN: Se um número suficiente de pessoas souber disso, isso será uma proteção
para ele, de certo modo.

Tom: Em protesto Sim.

JOHN: Agora, o povo americano que está trabalhando onde ele estava trabalhando,
qual é o motivo para trabalhar com esses alienígenas - como estamos chamando?

Tom: Você fala de liderança, não de outros?

JOHN: Eu estou falando das pessoas em Nevada, os cientistas e a liderança lá:


presumivelmente eles estão interessados em propósitos militares, ou o quê?

Tom: Há aqueles que têm interesse no melhoramento da humanidade, e há aqueles que


têm a maior preocupação com outros "alienígenas" que se aproximam do planeta Terra,
portanto eles buscam informações tecnológicas para impedir sua chegada.

BRIAN: Eu vejo. Os esforços para entender a tecnologia alienígena serão bem-


sucedidos?

Tom: Eles são apenas uma pequena porcentagem de conclusão.

BRIAN: A tecnologia nos veículos alienígenas é a mesma que a tecnologia de carga


condensada que eu conheço?

58
Tom: É nesse reino. São duas polaridades que se sobrepõem e sobrepõem exatamente, e
cada uma carrega a outra. É 'como acima, tão abaixo' como o emblema de Hoova -
a estrela de seis pontas, você entende?

JOHN: Sim, a estrela de David é dois triângulos.

Tom: Em vez de repulsão por carga magnética, é atração por carga magnética.

BRIAN: Bem, os veículos alienígenas operam controlando a gravidade, parece.

Tom: Que tem a ver com a descarga de magnetismo. Tem a ver com a criação de um
campo magnético. Essa é a descarga, quando você libera o magnético. Quando você
trabalha com o magnético, você atrai todas as coisas para você. Quando você sabe como
descarregar, a propulsão é invertida. Operar e liberar campos gravitacionais está
relacionado a campos magnéticos.

BRIAN: Bem, todas as descrições não dizem nada sobre campos magnéticos, eles falam
sobre campos gravitacionais, que são diferentes, e eles dizem que requer um elemento
especial, o elemento 115. Você sabe o que é 115?

Tom: Isso libera a atração magnética.

JOHN: Você está dizendo que quando você usa a palavra 'magnética' é o mesmo que
quando estamos usando o termo 'gravitacional' aqui?

Tom: Se você tem atração, um campo de energia que se mantém sobre o seu planeta
Terra, isso é magnético.

JOHN: OK Nós usamos termos diferentes.

BRIAN: Uma das coisas que aconteceu foi quando eles colocaram uma chama acesa no
campo .

Tom: Isso criou um vácuo.

JOHN: Um vácuo de tempo.

Tom: Você entende que nesse movimento é possível se mover rapidamente? Para não
criar atrito.

BRIAN: Então não há ação / reação?

Tom: Existe liberdade.

BRIAN: Quanto tempo você acha que haverá mais informações divulgadas sobre estes
veículos e sobre ..

Tom: Você fala de divulgação de informações? Eles não vão liberar a informação.

JOHN: Eles foram convidados pelos alienígenas para manter isso em segredo também?

59
Tom: Isso está correto, eles estão trabalhando em conjunto com eles.

JOHN: Então é um empreendimento totalmente cooperativo.

Tom: De certa forma, em outros não é.

JOHN: Então, há alguns se segurando por ambos os lados. Você está dizendo que os
alienígenas também estão segurando os diferentes motivos que você já mencionou com
as pessoas em Nevada?

Tom: Há aqueles que estavam trabalhando em conjunto com essas civilizações


menores, e essas civilizações começaram a controlá-las. Existem outras civilizações que
não cooperam com isso e, na verdade, são eliminadas fisicamente. Você entende aquilo?

JOHN: Sim.

Tom: Por medo do governo dos EUA e outros estão em cooperação.

JOHN: Bem, essa foi a próxima pergunta: existem outros grupos de alienígenas
trabalhando com outros governos de maneira semelhante? Em outras partes do
mundo?

Tom: Houve muitas visitas, aparições físicas e acidentes que foram trasportados para os
EUA, e também há tentativas na Rússia em investigações em cooperação com os EUA.

JOHN: Então esse projeto continua neste momento na Rússia, ou isso é algo que
aconteceu no passado e não existe mais?

Tom: Há troca de informações com os EUA.

Brian: Os alienígenas envolvidos nos experimentos de Nevada - eles estão envolvidos


em algum experimento genético em seres humanos?

Tom: Esses são aqueles que desejam saber se eles podem existir no Planeta Terra,
pegando amostras de tecido para cultivar.

BRIAN : Então, esse mesmo grupo que forneceu os veículos também está envolvido em
pesquisa genética?

Tom: Se você usasse essa terminologia, sim. Nós diríamos a você, esteja em grande
cautela.

BRIAN: Bem, essa foi minha próxima pergunta. É perigoso persistir em tentar aprender
mais sobre isso?

Tom: É importante assimilar, estar em uma forma de observação, mas estar em grande
cautela. E tome muito cuidado ao se envolver em informações de outras pessoas. E
tenha cuidado com qualquer coisa do que você chama de Reticule, na sua Via
Láctea. Tenha cuidado com aqueles que dizem que são de lá.

60
JOHN: Em que nível nos Estados Unidos esse projeto é controlado?

Tom: o nível mais alto.

JOHN: Então é do presidente, é?

Tom: Ele não é quem controla, mas o chefe de Estado estava envolvido no passado,
esta é uma questão excepcional. [Esta conversa ocorreu em 1990].

JOHN: Então é a CIA quem controla o projeto?

Tom: Esse termo não está correto. Não está em forma. Esta é a criação de um elemento
que está acima disso. O importante é que você comece a entender as implicações. Em
tempos passados, a humanidade não compreendeu as informações que fornecemos sobre
as civilizações e o Conselho dos Nove. Agora é importante compreender e saber que o
que começou em tempos passados existe e continua, e é hora de a humanidade saber a
importância dessa informação, mas em um tempo em que pode haver franqueza, sem
interferência dos governos na humanidade.

STEVE: Eu gostaria que você falasse sobre a ênfase que você estava dando em meados
da década de 1970: havia naquela época uma grande ênfase na aparência dos seres
para intervir na situação crítica do mundo, e isso não ocorreu. Talvez algumas breves
explicações de por que ela estava tão estressada na época e se ainda poderia ser uma
opção?

Tom: Houve visões de outras civilizações, nem todas úteis ao Planeta Terra, e também
houve contato com várias pessoas que têm autoridade em diferentes países do seu
planeta Terra. Houve também um acordo entre vários países para não permitir que
informações sobre isso fossem divulgadas em público, e também para eliminar partes de
seus dispositivos destrutivos uns contra os outros, por medo de outras civilizações
permeando o Planeta Terra. Aqueles que, em todos os momentos, não se beneficiam
com este Planeta Terra também fizeram acordos com alguns países do Planeta Terra,
por medo de represálias.

JOHN & STEVE: Represálias?

Tom: Represálias: as vinte e quatro civilizações, e aquelas que estão em conjunção


com elas, chegariam se o Planeta Terra estivesse à beira da destruição daquelas
civilizações menores. Estes desejam manter o Planeta Terra em seu estado de ser, pois
eles também o encararam como um veículo para si mesmos. As vinte e quatro
civilizações também não permitirá uma tomada completa, mas a humanidade deve ter
consciência da existência dos Vinte e Quatro, e daqueles que trabalham em conjunto, e
desses outros. Então pode haver um senso correto de julgamento quando a informação
sobre extraterrestres é recebida. As das outras civilizações menores também esperam
por elas estarem brincando de esperar para ver. Você perguntou sobre a aterrissagem
que mencionamos em seu ano de 1976: não era apropriado para os Vinte e Quatro, pois
não queríamos ter a responsabilidade de interações físicas que criariam mais destruição
poluente da Terra: a humanidade já cria destruição de poluição suficiente . Está claro?

61
STEVE: Muito disso é, mas não estou muito claro sobre como a poluição seria causada
pela intervenção ...

Tom: Aquelas civilizações menores que estiveram vendo o Planeta Terra, que fizeram
contatos com governos, e que estão em parte em seres sobre o Planeta Terra e estão
neste reino também, teriam um conflito guerreiro com as Vinte e Quatro civilizações ou
aqueles que trabalhar com eles: portanto, isso significaria um dispositivo destrutivo na
atmosfera do planeta Terra. A humanidade, em seu grande medo, não teria reconhecido
ou entendido que também existiam os da bondade.

JOHN: Porque eles só veriam dois grupos ...

Tom: Destruição

JOHN: ... destruindo um ao outro.

Tom: Isso é correto, e isso criaria uma destruição polêmica por pesadelo de porções do
Planeta Terra. Temos que encontrar outra maneira de remover esses outros neste
momento.

STEVE: Parece haver uma implicação de que vários pousos de fato ocorreram ...

Tom: Isso é correto, é conhecido pela Rússia, pelo governo dos EUA e em outros países
onde há comunicação com esses dois países. Também ajudou a trazer o fim do não falar
uns aos outros, pois eles sabiam que agora eles deveriam começar a se relacionar uns
com os outros. Nós falamos do, você os chama de "BRICS".

JOHN: As duas superpotências [isso foi em 1990].

Tom: Eles sabiam que, se permanecessem em separação, não conseguiriam sobreviver.

STEVE: Isso é porque eles interpretaram suas descobertas como sendo perigosas para
a Terra?

Tom: sim.

STEVE: Eles consideravam as civilizações alienígenas como inimigas.

Tom: Aqueles que foram inter-jogando, sim.

JOHN: Então o que você está dizendo é que as civilizações que vieram para a Terra,
não vieram e se permitiram ser ..... para interagir de boa vontade. Isso foi feito com
alguma tensão e conflito, por exemplo, nos Estados Unidos?

Tom: Não é isso que queremos dizer. Aqueles que tenham estado em contato com esses
governos, e com os veículos que os governos pegaram: alguns desses incidentes podem
ter sido acidental, alguns têm sido intencional, mas em dar eles tentaram agradar, e as
'coisas grandes' decidiram eles devem se alinhar, pois não têm certeza dos motivos
dessas civilizações. Seus motivos não estão no bem, e eles também têm abduções.

62
JOHN: Eles levaram embora, sequestraram algumas pessoas.

Tom: Isso está correto. Os 'biggies' do Planeta Terra decidiram se alinhar para que
pudessem manter uma frente coesa.

JOHN: Sim, então basicamente o que você está dizendo é que os Vinte e Quatro
civilizações decidiu ficar longe de modo a não se meter com essas outras forças, quer
na mente das pessoas, ou de facto em um conflito.

Tom: Isso está correto.

JOHN: Sim, tudo bem. Bem então o que vem depois?

Tom: Se eles podem influenciar o Crescente (os países islâmicos) - é por isso que o
EUA está tentando mudar essa situação - se eles podem ativar o Crescente ou causar
irritação eles criam uma situação no Planeta Terra de divisão. As civilizações menores
então se movendo em uma posição que pode criar mais devastação. Nós, do Conselho
dos Nove, você deve entender que devemos funcionar de uma maneira que não traga
medo de devastação. É importante para a humanidade saber que existem outros. Que
significam bem para eles e desejam apenas ajudar a elevação do Planeta Terra. Não
permitiremos a destruição do Planeta Terra, mas a humanidade deve começar a se
ajudar e tomar decisões baseadas na sobrevivência do Planeta Terra.

STEVE: O que você está dizendo são boas e más notícias, porque pensamos em 1988
que a "reaproximação" entre as grandes potências significaria um desenvolvimento e
um aumento da consciência, e talvez uma vinda de racionalidade
nos assuntos internacionais ...

Tom: Naquela época a ameaça da força trouxe essa reaproximação: embora não importe
se foi força ou vontade, pois na união eles se tornaram parceiros contra outra ameaça
que pode trazer destruição, e em união eles se veem como humanos - então isso
beneficiou o Planeta Terra.

MIKI: Você poderia nos contar sobre as circunstâncias em que um grande pouso
das Vinte e Quatro civilizações na Terra seria realizado?

Tom: Se houvesse um imperativo para a terra por causa da grande destruição no Planeta
Terra, então as civilizações se reuniriam sobre as grandes cidades para fazer com que
aqueles no poder parassem a destruição. Há aqueles na atmosfera da Terra, e aqueles em
proximidade com o seu planeta Terra que se tornariam rapidamente visíveis se houvesse
a necessidade. Altea disse que os planos para um pouso estão atualmente em espera,
pois neste momento isso criaria um grande caos - pois a porcentagem de humanos
aceitando a existência das civilizações é insuficiente, e também porque não queremos
causar ataques bélicos. Pelos humanos sobre os visitantes das civilizações. No entanto,
asseguramos-lhe que se o planeta Terra estivesse perto de uma grande destruição, as
civilizações chegariam e parariam.

MIKI: É apenas em caso de grande perigo para este mundo que um pouso aconteceria?

63
Tom: Isso aconteceria quando aqueles do planeta Terra não sentissem necessidade de
atacar, ou se houvesse grande perigo no Planeta Terra - então, em qualquer
consequência, isso aconteceria. Mas atualmente eles estão em espera, sim. Vou explicar
sobre o pouso e o que isso significa para o seu planeta. Nossa tecnologia, em primeiro
lugar, ajudará você a entender como levantar seus vegetais, seu gado, purificar sua água
e elevar a vibração das almas - para trazê-las das trevas. Quando dizemos "escuridão",
não queremos dizer negatividade, mas verdadeiras trevas, nas quais as pessoas não
veem e não entendem o cósmico. E eles também não entendem que quando eles odeiam
e têm raiva, isso cria um problema para o Universo. Apenas elevando o nível deste
planeta e o nível de consciência deste planeta, aperfeiçoando o amor e aperfeiçoando o
núcleo que está dentro de cada humano, podemos então prosseguir e aperfeiçoar outros
planetas nas galáxias. Este planeta é um dos mais baixos que uma alma vem, a fim de
aprender uma lição. A tragédia é a densidade deste planeta - é como uma lama, é
pegajosa, e esses seres ficam presos nessa viscosidade. Nós vamos elevar o nível deste
planeta com a sua ajuda, o que tornará este planeta um planeta mais leve. A energia
então vinda deste planeta será enviada ao Universo, e ajudará a elevar o nível de
consciência e os níveis de outros planetas. Você entende esse princípio?

ANDREW: sim. Agora eu entendo que tudo isso vai sair na nova ciência que você disse
uma vez que está nos dando?

Tom: Isso é verdade. Haverá mutações. Também seu planeta será elevado a esse tipo de
vibração onde haverá relacionamentos físicos, mas não será a principal
preocupação. Essa energia será usada para preservar este planeta. Nós não nos opomos
ao sexo, e não é da nossa conta, no que diz respeito às suas relações físicas, percebemos
a necessidade de relacionamentos físicos. Mas estamos falando de elevar o nível da
vibração, para que a energia não seja dissipada nos relacionamentos físicos. Esses novos
seres que estão chegando ao seu planeta e estão nascendo em seu planeta, e os filhos
que têm os 'sonares' neles ........ Eu tentaria dar a vocês os nomes das diferentes galáxias
e planetas que esses seres vêm para ajudar a Terra, mas os nomes são tão difíceis em sua
língua.

ANDREW: Uh, obrigada ...

Tom: Você está incomodado com alguma coisa ..?

ANDREW: Não, não realmente. Eu simplesmente sei o que você está dizendo é lindo e
claro, e é como se estivesse zapped!

Tom: sim. Compreendo.

ANDREW: Você poderia simplesmente dar uma descrição simples de como seria um
pouso?

Tom: Um pouso não aconteceria de uma só vez. Começaria e por nove dias haveria
pousos por todo o planeta. Haveria um pouso visual, com muitos tipos diferentes de
embarcações, mas antes de aterrissarmos irradiamos um feixe que anularia o medo nas
pessoas. Filmes e livros plantaram uma semente de reconhecimento de nós, e as pessoas
vão lembrar. E essa energia, o feixe que enviamos, virá dessa energia-semente que já
está plantada.

64
JOHN: Eu entendo que os maiores eventos espirituais que ocorrem de tempos em
tempos na Terra podem acontecer de muitas formas diferentes. A forma de um pouso é
escolhida devido ao tipo de crenças e entendimentos que as pessoas têm nesse momento
específico, na era espacial?

Tom: A humanidade está saindo agora das verdadeiras eras negras deste planeta, e
agora está se tornando consciente da existência de outras formas de vida em outras
partes deste universo. E a humanidade está começando agora a entender que há mais do
que eles mesmos. As pessoas sempre assumiram que havia alguém sentado lá cuidando
de todos os seus problemas. Mas eles também assumiram através de seus egos que eles
eram a única existência que importava àquilo que eles chamavam de Deus, e
que Deus estava apenas preocupado com eles. Os humanos agora têm que olhar para
dentro e começar a entender que existem outras formas de vida, e que o Universo não
gira apenas em torno da humanidade.

JOHN: Os seres que poderiam vir em tal aterrissagem, permaneceriam na Terra para
serem professores entre as pessoas?

Tom: Haverá alguns que permanecerão, e os que continuaríamos, porque este planeta
começará a evoluir em seu sentido mais verdadeiro. Poderemos, então, continuar e
trabalhar em outras áreas. Este tem sido um grande projeto, e isso levou muitas centenas
e milhares de anos e muita energia.

JOÃO: Os seres que permaneceriam, eles representariam coletivamente o Cristo, ou o


Cristo seria um deles?

Tom: Você deve lembrar que todos vocês e todos nós temos o Cristo dentro de
nós. Será uma consciência coletiva.

ANDREW: Sim, não haveria grandes figuras únicas que pudessem ...

Tom: Vocês são todos líderes e todos nós somos líderes.

Na transmissão seguinte, Tom usa a palavra 'catástrofe' e como com muitas palavras em
nossa língua - o significado se tornou limitado. Além da interpretação usual de
'desastre', o Oxford English Dictionary nos informa que a catástrofe também pode
significar: 'virada' ou 'uma mudança repentina ou' a mudança que produz o evento final
de um drama '. Em termos geológicos, pode significar "uma mudança física repentina e
violenta"; 'um evento produzindo uma subversão da ordem ou sistema de
coisas'. Portanto, esta transmissão torna-se bastante diferente em termos de significado
quando todos os matizes da palavra são lembrados. Tom pode ter dificuldades com a
pronúncia, às vezes, mas ele nunca escolhe a palavra errada e deve haver um problema
de vocabulário, ele sempre indica quando uma palavra não é tão descritiva quanto ele
gostaria que fosse.

Tom: A preparação das vinte e quatro civilizações reunir forças é conscientizar e alertar
as pessoas sobre o Planeta Terra, para trazer a prevenção de maiores
dificuldades. Profecias apocalípticas não são necessárias para serem cumpridas, se
aquelas que existem no Planeta Terra têm consciência e compreensão. Mas também o
que está nas profecias - como o Livro das Revelações - só pode ser modificado pelas

65
almas que existem no planeta Terra. Lembre-se disto: sem meditação, sem amor pela
humanidade, sem orações, sem amor pelo Planeta Terra, pode haver muitas catástrofes
sérias. Mas com a oração e o amor é possível liberar a pressão. Quando chegar a hora da
decisão sobre o Planeta Terra, todo o Universo estará trabalhando em conjunto com a
humanidade para liberar as pressões sobre o Planeta Terra. Mas se dentro de você os
humanos, e nós falarmos com todos vocês, se você gerar um grande medo, então isso
nega parte daquilo que as civilizações estão tentando fazer - prevenir a catástrofe. É
possível prevenir completamente a catástrofe e esperamos que isso possa ser feito. Mas
existe a possibilidade de que a catástrofe não seja totalmente negada. Pois existem
aqueles que se opõem a você, que estão funcionando para controlar o planeta Terra.

ANDREW: O que no Livro das Revelações corresponderia ao que está acontecendo


agora no mundo?

Tom: É o começo do último dos selos, sim. Poderia implicar destruição se o que as
civilizações e pessoas conscientes na Terra estão fazendo não for realizado, mas por
outro lado, implica que as bênçãos estão vindo das civilizações para o Planeta
Terra. Você entende?

ANDREW: Sim, eu entendo as implicações duplas - depende de como tudo funciona, em


termos da energia que colocamos ...

Tom: Temos certeza de que o que desejamos será realizado. Para que o seu anjo
no Livro de Hoova derrame bênçãos das civilizações, então os líderes de seu governo,
os líderes de suas sociedades e suas religiões terão que fazer perguntas sobre como isso
vem, essa chuva de energia. Sim. Se as vinte e quatro civilizações vierem em massa
aterrissar em seu planeta Terra, não haverá quem duvide dos ensinamentos que elas
trazem. Não haverá qualquer pessoa que tenha uma pergunta, pois eles terão o
entendimento que vem do que vocês chamam de Deus. Isso é positivo e benéfico. Mas,
se a humanidade causar sua própria extinção, então bilhões de almas estarão presas nas
esferas da Terra por milhões e milhões de anos. O gargalo já parou o crescimento do
Universo. É necessário que as civilizações tenham influência, pois não há tempo para a
humanidade chegar a uma solução dentro de si, sozinha sem ajuda. Então as civilizações
vêm com grande amor para ajudar as pessoas no Planeta Terra. Para ajudá-los a se
ajudarem. Sim.

IAN: Você poderia me dizer como eles planejam isso? Para ajudar o homem a surgir e
crescer espiritualmente? O que eles planejam fazer se vierem?

Tom: Existe em cada civilização uma manifestação diferente de amor. Altea


prosseguirá com a tecnologia, para trazer conhecimento de tecnologias não destrutivas,
que trabalham em uníssono com a natureza do planeta Terra - para ajudar na produção
sem destruição. Aragão virá com conhecimento e sabedoria, e a habilidade de liberar
rompimento e dor dentro de um corpo físico, pois é a preocupação de Aragão aliviar os
seres humanos da escravidão, surgindo da influência da dor física - tal alívio pode
libertar a mente. Isso não significa que não haverá sofrimento, pois haverá aqueles que
escolherão sofrer, mas aqueles sobre os quais o sofrimento e a doença foram infligidos
pela humanidade, não pela escolha de sua alma, podem então ser ajudados, para dar a
essas almas uma oportunidade. Para executar o que foi a sua verdadeira escolha. Ashan
despertará a criatividade nos humanos sobre o planeta Terra, e através da grande música

66
e da grande arte, educaremos nos caminhos do Universo. Com muito amor Hoova do
Nazareno vem para trazer amor ao planeta Terra. Eles estabelecerão um sistema para
começar, para ensinar aos humanos o que eles devem fazer por si mesmos para ajudar o
Planeta Terra e as almas que estão presas. Eles explicarão os sistemas do Universo. Mas
o mais importante, eles farão os humanos conscientes de que sozinhos não estão no
controle do Universo, que eles não estão sozinhos como seres, e que eles devem ser
responsáveis não apenas por si mesmos, e pelo Planeta, mas também pelo
Universo. Pois se a humanidade causa a destruição de seu planeta, ela é então
responsável por milhões de almas. E, novamente, o mais importante: eles incutirão nos
seres humanos que a vida não cessa com a morte do corpo físico, então você não pode
escapar das consequências do que você fez. Isso é o mais importante.

IAN: Ok. Então, se as civilizações pousassem, elas fariam isso em conjunto umas com
as outras como uma unidade trabalhando juntas ou elas trabalhariam
separadamente? E se eles trabalhassem diretamente com as pessoas, as pessoas
estariam conscientes de que estavam trabalhando com eles nesse nível dimensional?

Tom: Existem as civilizações dos Vinte e Quatro, e há aquelas que trabalham no


serviço aos Vinte e Quatro. Eles trabalhariam em harmonia, juntos, para mostrar ao
homem a necessidade de nações e civilizações trabalhando juntas. Haveria alguns que
viriam primeiro, depois outros depois, e então eles iriam trabalhar juntos. Aqueles que
não trabalham juntos, isso é uma pista para você, pois eles não são de nós. Você está
ciente de que haveria aqueles da oposição que também tentariam vir também, entendeu?

IAN: Acho que sim, mas gostaria de um esclarecimento. Eles são de outras civilizações
ou também podem ser das mesmas vinte e quatro civilizações?

Tom: Eles não são os vinte e quatro . Eles são outros. Em resposta à sua pergunta - nós
não completamos a sua resposta - as pessoas estarão conscientes daquelas das
civilizações. Em muitos casos, no começo, as pessoas não saberão, mas haverá aquelas
que sabem e, através delas, todas saberão saber quem e o que somos.

E novamente, em outra ocasião ...

MIKI: Se deveria haver um pouso dos Outros, com isso quero dizer a oposição, existe
uma maneira de reconhecê-los imediatamente?

Tom: Haverá um método. Se houvesse um pouso que não estivesse em boa motivação,
seria negativo em seu resultado. Lembre-se disto: pelas suas obras você os conhecerá.
Em cada situação você saberá, pois eles não podem esconder suas tentativas de obter
autoridade e superioridade. Eles não vêm em gentileza, eles vêm em superioridade.

MIKI: Existe uma maneira de nos proteger das energias negativas?

Tom: Se cada pessoa, junto com os outros, em cada família, grupo e comunidade,
pensar nos outros com amor, com devoção, com o desejo de bondade um pelo outro,
essa é sua proteção - pois então essa energia se torna como uma bola, como toda energia
que é coletiva se torna uma bola, essa é sua proteção contra influências negativas. Você
é um círculo de luz: nós observamos, vemos seu motivo. Sua motivação é sua proteção
sempre, sim.

67
IAN: Eu quero perguntar sobre a Hoova. Eu lhe pedi anteriormente para definir que
áreas de trabalho diferentes as civilizações fariam se viessem, e a declaração foi feita
que Hoova estaria trazendo amor. Eu queria saber se você poderia dar mais de uma
definição específica do que você quis dizer com esse amor, e o que eles fariam para esse
fim?

Tom: Você entende a natureza do amor em seu mundo humano? Existe amor que é
possessão, de conveniência. No caso de Hoova, aquelas pessoas que entram em contato
não poderão, a princípio, reconhecer a verdadeira força e energia do amor. Pois esse
contato lhes trará a consciência e a abertura de seu coração, para compreender que o
amor é tudo que dá, não é egoísta, não tem possessão, não tem ego, e surge do desejo de
dar, de trazer paz a todos. Hoova vai conseguir isso. Quando aqueles que estão em
contato experimentam a liberação do amor, eles, por sua vez, serão capazes de liberar o
amor dos outros. Você teve experiência em sua existência do amor mais puro, mas para
você permanece apenas um momento. Hoova vai trazê-lo para ficar não um momento,
mas para toda a existência. O amor é a única coisa que supera. Nós falamos do amor
verdadeiro de todos. Isso é sobre conhecimento e sabedoria, pois há uma diferença entre
eles. A sabedoria não pode ser comunicada, pois em muitas ocasiões a sabedoria parece
tolice, pois não há palavras para comunicar a sabedoria - é apenas um saber. Isso é
quase o mesmo que amor. É difícil comunicar o que é amor ou que sentimento está em
combinação com sabedoria e conhecimento. Os Hoovids trarão isso. Mas o amor
também significa não dar satisfação de si mesmo: o amor também é força, é disciplina,
para o benefício de si mesmo e dos outros, mas é sempre amor.

IAN: Como eles afetariam isso?

Tom: Existe uma radiação que gera a partir da civilização de Hoova, mas também virá
de seus irmãos do mar [golfinhos] porque sua energia é a maior e na água ela pode ser
liberada. Você entende que o amor é a energia mais poderosa de todas?

IAN: Sim, eu faço. Uma última pergunta: se eles vierem, será de uma forma semelhante
à nossa forma humanoide? Ou eles serão reconhecíveis como outros que não humanos
no corpo?

Tom: Eles serão reconhecidos como não humanos no corpo. Pois há aquilo que brilha
deles, que será visto por todos. Todas as civilizações da fisicalidade têm uma forma de
corpo semelhante ao que vocês chamam de sua forma humana, pois em todas as
civilizações é natural ter formas de pernas e braços e torso, pois como uma forma física
é mais fácil ser capaz de planeta físico. Mas é o grau do brilho que é de grande força:
não se dissipa na sua densidade, mas eleva a sua densidade, sim.

IAN: Sim. Devo entender que esse brilho é como o brilho que alguém viu nas fotos de
Jesus?

Tom: Jesus é de Hoova, não é?

JOHN: Eu entendo agora [1979] que o pouso que poderia ter sido uma possibilidade em
1976 diminuiu em importância. Eu gostaria de esclarecer com você qual é a sua missão
agora.

68
Tom: Na verdade, não houve uma grande mudança. No começo, nós lhe trouxemos
notícias de que era importante para aqueles em seu planeta Terra ter conhecimento da
existência de outras civilizações, e uma compreensão, até mesmo crença, de que
existem aqueles que estão em grande prontidão para ajudá-los. Não mudou que o seu
planeta Terra seja um grande gargalo, nem que os que existem na Terra tenham o
contaminado grandemente: se vocês se lembrarem sempre mantivemos a importância do
mundo civilizado tendo aceitação disso, a fim de evitar grandes catástrofes e desastre
para você e para as civilizações que viriam sobre sua Terra. Queremos lhes falar sobre a
importância da nação de Israel, não para sua própria importância, mas porque é um
microcosmo: até que possam chegar à paz interior, compreensão e abertura, então o
Planeta Terra não pode chegar a um grande avanço. Nosso propósito e o propósito das
civilizações não mudaram.

JOHN: Quando você diz que é importante que as pessoas saibam da existência de outros
seres, é importante que eles esperem a chegada desses seres?

Tom: É inevitável que em algum momento haja uma visitação ao seu planeta Terra.
Desejamos que possa vir com os braços abertos para saudação. Nós explicamos que, se
for necessário por causa de um grande desastre, particularmente na guerra, um pouso
aconteceria para evitar isso. Mas nós preferiríamos que tal aterrissagem ocorreria em
abertura, sim. Quando há aceitação pela massa, para que os governos do mundo não
tentassem atacar as civilizações, a aceleração da evolução aumentaria.

Mais uma vez, em 1980, a questão de um pouso foi levantada.

JOHN: Mais uma pergunta sobre o tempo que você planejou para intervir com um
pouso.

Tom: Nós explicamos a necessidade de ter o mundo civilizado compreendendo e


aceitando a possibilidade de existência de outros seres em outras partes do Universo,
para não criar desastre, guerra, pânico, destruição de si mesmo. Você se lembra?

JOHN: Absolutamente sim.

Tom: Se houvesse uma tentativa de destruir o seu planeta Terra, nós não permitiríamos,
mas até que os humanos tenham pelo menos uma compreensão marginal, vir ao Planeta
Terra não teria valor, pois os humanos se sentiriam em cativeiro ou destrutivos em
relação àqueles que eles assumem são captores. Quando chega ao ponto em que o
planeta Terra - que na realidade é uma espaçonave - está em perfeição, e aqueles que
vivem nele o mantêm em equilíbrio, as Vinte e Quatro civilizações serão então vistas, e
elas pousarão visivelmente em seus veículos. . A humanidade não está pronta para nos
aceitar sem criar destruição. Se vocês se lembrarem, dissemos a vocês que interviríamos
se houvesse destruição total iminente do Planeta Terra pelas forças nucleares, não é
verdade? Os governos da humanidade ainda não estão prontos para nos aceitar sem um
confronto extremo. Na mudança de consciência necessária para tornar o planeta Terra
um veículo de luz, essa aceitação e compreensão de outras civilizações ocorrerá.
Reconhecemos que um pouso prematuro criaria grande animosidade e agressividade,
devido à falta de compreensão. Sim.

69
JOHN: A preparação naquele momento era para o caso de você ter que intervir em caso
de destruição nuclear, e já que estamos agora além desse tempo, como eu entendo, você
não irá intervir até que 75% das pessoas estejam acordadas, é que corrigir?

Tom: Isso pode mudar, dada uma situação de destruição. No entanto, há um número de
cerca de 60% no país dos EUA, que acreditam na possibilidade da existência de outras
civilizações. A questão crítica é que as pessoas precisam entender que as civilizações
virão sem confrontação.

JOHN: Mas se a maioria das pessoas da Terra já está tão acordada, então certamente
não será necessário fazer uma aterrissagem, porque eles poderão então mudar as coisas
na Terra por livre e espontânea vontade?

Tom: Isso está correto. Mas não é benéfica para a alma um evoluiu para satisfazer o
outro?

MIKI: Bem, sim, porque é que não existe qualquer prova de qualquer possível
desembarque? Se não houvesse tantos ovnis tão perto, por que não foi possível dar a
prova, para que as pessoas saibam com certeza?

Tom: Há provas em seus EUA, há provas no país da Suíça. Se você quer dizer a captura
de uma entidade e captura de um navio como prova - pois essa provavelmente seria a
única prova aceitável para as nações do mundo ...?

MIKI: Sim.

Tom: Se alguém veio do coração, com amor a uma nação, e se alguém saiu de braços
abertos, então haveria destruição daquela entidade, não é assim?

JOHN: Sim, acho que sim.

Tom: Isso cria outro conjunto de circunstâncias de dívida do qual o planeta deve
trabalhar. Isso é clareza?

MIKI & JOHN: Sim.

Tom: Posso fazer uma pergunta? Você acredita no Criador chamado Deus?

MIKI: Sim.

Tom: Você pode provar que Deus existe?

MIKI: Não.

Tom: Obrigado.

MIKI: Nós estávamos brincando hoje ... nós adoraríamos se você pousasse na frente
desta casa hoje à noite .. (risos)

Tom: Gostaríamos muito também, mas se fizéssemos tudo isso, todos vocês teriam ...

70
Israel: Molhe nossas calças.

Tom: sim.

TODOS: (risos)

MIKI: Sim, bem, eu também acho!

Tom: Isso seria permissível.

TODOS: (risos)

71
6

Os outros

Na edição anterior, este capítulo foi chamado de "A Oposição", mas em uma
comunicação de maio de 1994, Tom retransmitiu a informação de que seria melhor usar
o termo "Os Outros", uma vez que carregava uma marca energética menos
significativa. E, embora a conscientização seja necessária, quanto menos pensamento
for dado, menos poder estará disponível para a negatividade.

Há muitos insights neste capítulo, transformando um assunto potencialmente


desagradável em um exercício extremamente útil.

Tom: Existem aqueles grupos, essas organizações, essas religiões e todas as formas de
governo que estabelecem regras no papel para controlar tanto a humanidade quanto suas
almas. No entanto, a humanidade se rebelou contra as leis. Quando falamos de leis,
queremos dizer as leis que governam o Universo. É uma forma de lei natural, o que
você pode chamar de "acordo de cavalheiro". Este acordo aplica-se no planeta Terra,
assim como em todo o universo. Os Outros não aderem às leis. Eles são o que vocês
chamariam de separadores de regras do Universo. Eles não aderem à lei natural, mas há
leis naturais que são, em essência, uma forma de disciplina para aqueles que existem na
Terra. Eles foram instituídos no Universo porque trazem o maior benefício a todos, e
porque trabalhar com essas regras também é um processo de aprendizado para a
alma. Pois, na verdade, o espírito não tem regras ou leis sobre ele para guiá-lo - mas
sem elas seria como um navio no mar sem um leme. Os Outros, sabendo que a Terra é
um lugar de livre arbítrio, não aderem à lei natural neste Planeta. Não podemos dar a
você nossa garantia de que você estará, portanto, em total proteção contra a influência
dos Outros, pois não interferimos no livre-arbítrio dos seres humanos.

ANDREW: Você poderia nos dar uma ideia de como são as forças dos Outros, sua
anatomia, sua fisiologia, sua distribuição, sua presença. Veja, nós não sabemos nada
sobre eles, e isso nos ajudaria muito a entender o que eles são, e quem são, e como
eles operam.

Tom: Primeiramente, vamos explicar a você como eles operam no corpo físico. Tudo o
que não é bom em um corpo físico é usado pelas forças negativas. O objetivo é ser
equilibrado de forma positiva e não desequilibrado positivamente. Quando você
reequilibra o positivo e o negativo, ou quando o corpo físico está cansado ou
enfraquecido, as forças negativas podem tentar usar seu ser físico, mesmo que
equilibrado, para criar desarmonia, perturbação e desequilíbrio. Então é assim que eles
tentam usar aqueles seres que estão trabalhando conosco: Seu corpo físico, por causa de
sua densidade e peso, tem certas coisas que ele deve manter em equilíbrio. Mesmo a
exposição excessiva ao seu equipamento elétrico pode causar desequilíbrio. O desejo, a
ganância e as emoções desequilibradas podem ser usados para perturbar o equilíbrio e
eles ficam presos, de modo que eles reencarnem repetidamente. Nos outros mundos do
Universo eles tentam fazer o mesmo, mas é somente no Planeta Terra, por causa de sua
densidade, eles são capazes de realizar isto. Você gostaria de saber se eles são a
contrapartida de nós, isso não é correto?

ANDREW: sim.

72
Tom: Não, eles não são a contraparte de nós. Nós estamos no centro. E não queremos
soar como se fôssemos perfeitos ou egoístas, mas de ambos os lados há o positivo e o
negativo. Com isto quero dizer que há o positivo que não é equilibrado. E o negativo
que não é equilibrado. Estamos no centro e estamos equilibrados. Estamos tentando
equilibrar essas outras forças.

ANDREW: Certo.

Tom: Lembre - se: aqueles que são tão positivos em sua abordagem que não têm
sentido, criam tantos problemas quanto aqueles que vivem da ganância, da raiva, das
frustrações e dos medos.

ANDREW: Bem, qual é a natureza do negativo e do positivo? Nós não entendemos


claramente qual é a sua natureza.

Tom: Vamos tentar explicar para que você entenda, mas não temos certeza de que
encontraríamos as palavras para explicar toda a verdade: você é um ser físico e tem uma
esquerda e você tem um lado direito. E sem isso você ficaria desequilibrado com a sua
direita, e sem o seu direito você estaria desequilibrado com a sua esquerda. Essa é a
situação. Eles são parte, mas não são todos e não são completos. Isso responde sua
pergunta?

ANDREW: apenas mais um ponto: as forças negativas da natureza dos seres - eles
estão conscientes, eles vivem?

Tom: Eles vivem como você vive e nós vivemos.

ANDREW: Bem, eu entendo que um dos nomes do líder dos Outros é Satanás. Isso está
correto?

Tom: Podemos dizer a você que a palavra que você acabou de falar é uma palavra
muito poderosa, e é lamentável que as pessoas em seu planeta não entendam que o uso
dessa palavra cria muita dificuldade para todos que estão por perto. No entanto, é
verdade o que você disse, é o mais horrível de todos: a Besta.

ANDREW: eu vejo. Minha verdadeira questão não era realmente isso, mas qual é
o oposto dessa Besta?

Tom: Não falamos com você? Lembre-se que há um equilíbrio. A Besta está em
oposição a nós, mas não é a contrapartida de nós, como um "igual e oposto". Você sabe
o que causa 'Satanás'?

ANDREW. Não, eu não tenho ideia, para mim é apenas uma palavra sem sentido. Eu
não tenho nenhum sentimento para isso. Você está me dizendo que realmente tem
significado no mundo.

Tom: Tem grande significado por causa do poder da palavra... São as tentações do
mundo.

ANDREW: Isso significa especificamente para a Terra ou para o Universo

73
Tom: o universo.

ANDREW: Eu entendo quando você diz "tentações" que significa algo não desejável na
evolução?

Tom: Isso está correto.

ANDREW: Quais seriam exemplos de tentações em escala cosmológica ?

Tom: Por exemplo, deturpando-nos, com uma imagem falsa, ou usando nosso nome em
falsidade ou engano. O nazareno ficou muito triste com as coisas que haviam sido feitas
em seu nome. Também estamos tristes com as coisas que foram feitas em seu nome e
pelo uso de seu nome.

E também estamos tristes com as coisas que foram feitas em nosso nome. Quando
dizemos isto, dizemos para você entender que as tentações de Satanás de alimentar
egos, controlar indivíduos, é o problema mais sério em seu planeta: é a única coisa que
irá destruir, é o anseio por poder e o desejo de controle. E o desejo é tão forte que,
quando não pode ser cumprido de um jeito, eles encontrarão outro. Mas quando eles
usam o nome do Nazareno ou nos deturpam, e dizem "em nome de Deus eu faço isto", é
o pior. Sabemos o que está em seus corações, e é Satanás que os tenta a fazer isso, pelo
controle e pelo poder que eles dão a outros seres. Satanás é o negativo
desequilibrado. Agora isso ajuda você?

ANDREW: Sim, é verdade. Eu tomo, por exemplo, que


esses pregadores evangélicos que estão sempre falando sobre Satanás, mal, pecado e
poder e tais assuntos.

Tom: Eles alimentam Satanás. Olhe para o dinheiro, o negócio que cai em seus bolsos
para controlar as massas.

ANDREW: Eles parecem apelar para a culpa de alguém, para que você a pague
de uma forma ou de outra.

Tom: Você não pode pagar o seu caminho para nós, e alguém deveria ter informado a
humanidade. Nós não precisamos de seus 10%.

CONVIDADO: Você pode me dizer quais são as regras ou acordos que você e os vinte
e quatro têm com os Outros?

Tom: Nós não concordamos com eles. Nós temos regras do Universo, elas nem sempre
cumprem.

CONVIDADO: Sim, mas o que eles deveriam ser?

Tom: Como podemos transmitir isso? Vamos tentar encontrar uma analogia: como
existem regras de guerra e paz dentro do seu mundo, é o mesmo com as civilizações.

CONVIDADO: Sim, eu entendo. Eu estou perguntando se é possível comunicar o que


essas regras são - especificamente?

74
Tom: Eles não devem causar danos físicos, destruição, insidiosidade; eles não devem
usar as forças. Sim.

CONVIDADO: Eu não entendo muito bem porque acho isso totalmente


irrealista. Todas as coisas que você acabou de mencionar, parece-me, são exatamente o
que sua existência é baseada.

Tom: Eles devem usar as fraquezas - não os pontos fortes.

IRENE: Ao pensar sobre os Outros, veio a mim que a necessidade da oposição de


afunilar as almas não é apenas sobre a destruição da humanidade, mas é, na verdade,
uma questão muito maior e tem a ver com muitos Universos. Isso está correto?

Tom: Isso está correto, sim.

IRENE: Qual é a natureza dos Outros?

Tom: Tudo o que vem da criação ... não há realmente a linguagem para explicar isso
corretamente. Tentarei de novo: de toda a matéria criada a partir da criação, a da
oposição é como antimatéria. O Universo deve ter um elemento de ambos para o
equilíbrio completo. Se alguém está desequilibrado ou com controle negativo, o
Universo não está em equilíbrio para o desenvolvimento evolucionário. Os Outros são o
oposto da vida, o anátema da vida.

ANDREW: A composição e a natureza dos Outros são de alguma forma iguais e


opostas à sua existência como os Nove?

Tom: Correto, você entende isso.

STEVE: Eu agora me deparei com duas declarações separadas nas comunicações


sobre os Outros. Uma declaração foi: "os Outros não são o equivalente de nós". Muito
mais tarde você disse: "Satanás é o lado oposto da moeda para nós". Acho essas duas
afirmações difíceis de entender e conciliar.

Tom: Vamos tentar explicar. Se você se lembra, nos explicamos como sendo um
pivô. E nós explicamos sobre o positivo e o negativo, não é verdade? O que em seu
mundo você chama de "mal" não é uma contrapartida para nós. Quando falamos de
Satanás sendo o outro lado da moeda, você está preparado para ouvir o que temos a
dizer? Quando estamos em vigor, então no polo oposto está Satanás. Estamos tentando
trazer o que é negativo e o que é positivo em perfeição e equilíbrio. Pois é necessário ter
ambos para formar um todo perfeito. Mas no polo oposto, o que vocês chamam de
Satanás, não deseja equilibrá-lo, pois, se equilibrá-lo, uma alma se torna perfeita e pode
viver em liberdade, Satanás não pode viver. Só existe e vive de almas que têm desejo de
poder, controle, manipulação e ganância.

IRENE: Quando os Outros foram criados e por quê?

Tom: Se você não pudesse desafiar sua própria mente, você ficaria entediado?

IRENE: Sim.

75
Tom: Portanto, primeiro houve o pensamento. Então a necessidade de desafiar o
pensamento, entende?

IRENE: Sim.

Tom: Existe a sua resposta.

IRENE: Oh, há mais do que isso. Não está lá? Mas você quer que eu descubra, o que
está em mim primeiro, não é?

Tom: Juntos na lentidão, descobrimos.

IRENE: Eu quero perguntar sobre anjos. Quando você falou uma vez sobre os
anjos não terem escolha, os anjos são mensageiros de um dos Vinte e Quatro?

Tom: Cada lado tem anjos.

IRENE: Você quer dizer os outros também?

Tom: sim. Existem diferentes aparições de anjo.

IRENE: Como podemos reconhecer de que lado eles estão?

Tom: Sempre procure a luz dourada. Aqueles anjos que trabalham para a evolução
sempre irradiam uma luz dourada. Eles são mensageiros do Criador, são mensageiros
das civilizações e não têm livre arbítrio.

IRENE: Por quê?

Tom: Porque eles deram seu livre arbítrio ao Criador.

IRENE: Então, é outra forma de serviço?

Tom: sim. Muita verdade foi destruída para manter as massas sob controle. Pessoas,
organizações de governo e religião não suprimem qualquer tipo de coisa a menos que
seja uma ameaça para eles, ou a menos que seja verdade. Não é assim?

Estes são os Outros em ação, já que eles entendem as energias de toda a criação, e como
usá-la para se parecerem com Deus, a fim de manter a humanidade em servidão.

JOHN: Nestes dias de mudanças aceleradas, parece que na Terra há uma reação
negativa contra a mudança, bem como um movimento positivo. qual é a sua avaliação
disso?

Tom: Quando há movimento de mudança, tudo o que está posto deseja permanecer
como estava. Isso é um elemento dentro da humanidade: uma porção da humanidade
tem medo, não conhecendo o futuro, e também não deseja abandonar o fator
conhecido. Portanto, você tem esse aspecto de negatividade. Você também tem o
aspecto de negatividade daqueles que estão no poder e desejam manter o controle e a
manipulação sobre os outros. No entanto, em nossa avaliação, é um remanescente que

76
parece estar se mantendo firme e, quando sua vida está sendo ameaçada, mantém um
estrangulamento.

RON: Eu gostaria de descobrir sobre a energia dos Outros, em distinção às nossas


próprias negatividades que surgem dentro de nós: é importante ser capaz de distinguir
de onde esta energia negativa está vindo, ou existe uma maneira diferente de lidar com
isso, quando surgir?

Tom: Existe dentro de você - que existe em todo o planeta Terra, em diferentes graus -
uma quantidade de negatividade. Digamos que se você tivesse uma mancha negra de
negatividade no todo branco da pureza, e então permitisse que ela crescesse de tal forma
que o branco se deteriorasse, se você olhasse para o local como sendo negatividade
dentro de você, e aceitasse, e permitia que ele fosse disperso com reconhecimento, e se
você assim conhecesse seus medos, isso seria uma negatividade útil. Mas se isso se
torna desproporcional ao seu medo, então os Outros estão tentando desequilibrá-lo. Se
você está ciente disso, lembre-se disto: você tem um poder maior, porque você está em
uma existência física, mas também se você está conscientemente conectado conosco,
você tem um poder ainda maior. Quando você entra em conhecimento, sabedoria e
verdade, Quando tudo que está no Universo está lentamente começando a ser revelado,
então aqueles que desejam controlar a Terra, para controlar o Universo, começam a
criar grande dificuldade para vocês. Entrar no conhecimento e na verdade não facilita o
seu caminho.

Lembre-se disto: estar em serviço é pagar por esse serviço. Pois, na verdade, existem
aqueles que gostariam de remover sua consciência e seu conhecimento. Respeite-os, não
ria deles, mas seja firme em sua fé, e eles não podem detê-lo nem prejudicá-lo. Se eles
criam dificuldade para você, então, com sua mente, veja-se sendo varrido do chão para
sua cabeça com nosso amor, nossa luz e nossa alegria em você. Não hesite em pedir
ajuda. Não faça orgulhosamente sozinho. Nós não podemos ajudar se você não
perguntar. Nós não interferimos em seu livre arbítrio. Mas mesmo com todo o nosso
amor por aqueles que estão a serviço de nós, e pelo bem de todas as almas do planeta
Terra, sem você pedir, não podemos ajudar. Não seja tão orgulhoso quanto o Planeta
Terra, durante grande parte de sua existência, agindo de forma independente e
desejando fazê-lo por conta própria.

JOHN: Se as pessoas fossem deixadas sozinhas e não houvesse forças opostas, elas
tenderiam a fazer a coisa certa?

Tom: sim. A humanidade poderia superar suas próprias fraquezas, mas estas são
exploradas e aumentadas pelas forças opostas. Há tentação, ganância e desejo.

JOHN: Como esse problema começou em primeiro lugar e como ele não foi verificado
anteriormente?

Tom: Isso aconteceu porque não estávamos cientes dos problemas que o físico criaria, e
não sabíamos das implicações da sensação de peso e prazer. Nós nunca interferimos no
livre-arbítrio, então escolhemos não intervir, se possível, naquilo que se
desenvolveu. Nós não estávamos cientes disso porque este é o único planeta no
Universo que tem as qualidades físicas que criam este problema. Não tem um planeta
irmão nem um planeta irmão. O problema é criado dentro da alma do indivíduo. O

77
planeta é um planeta denso e, por sua vez, dá um sentimento diferente ao corpo, mas, na
verdade, está dentro da alma do indivíduo. Sente dor, sente prazer, sente tristeza, sente
felicidade. O corpo físico tem sentimentos diferentes do que em todos os outros planetas
e em todas as outras almas que existem. Em outros sistemas, outras galáxias, existem
outros seres físicos que não possuem a densidade deste planeta. Aqui a alma começa a
sentir-se de um modo diferente do que era antes, e tem a sensação do desejo. Tem
prazer e dor. No entanto, isso se tornou muito importante para o crescimento
evolucionário do planeta, porque era originalmente o planeta do equilíbrio.

Aqui está um ponto muito importante ilustrado pelo conflito sino-tibetano:

IRENE: Eu percebo como é importante que o genocídio sistemático dos tibetanos pelos
chineses não seja permitido; porque se os chineses pudessem eliminar os tibetanos, isso
certamente se tornaria um desequilíbrio que nunca poderia ser equilibrado novamente.

Tom: Isso está correto. É importante, em suas meditações, trabalhar para pará-lo, pois
quando você permite a extinção através de eliminação deliberada, como também com a
extinção de uma espécie animal, ela nunca pode ser substituída. E então essa parte da
matriz se torna uma parte onde os Outros podem se sobrepor.

IRENE: Então é mais do que apenas desaparecer, é permitir que os Outros tomem uma
força mais forte.

Tom: Isso está correto, sim.

IRENE: Bem, então não vamos deixar acontecer!

Tom: Nós te agradecemos, sim. É necessário trazer à consciência da humanidade a


necessidade de protestos mundiais sobre a eliminação dos povos no planeta Terra. Os
Outros agem para tentar a eliminação através de métodos genocidas, da mesma forma
que buscam a remoção de diferentes linhagens de espécies animais e vegetais no Planeta
Terra. Vocês, humanos, se dedicam a impedir a eliminação dessas espécies ameaçadas
de animais, mas você não protesta contra o perigo da extinção de espécies ameaçadas de
humanidade. Inclua a exposição desses problemas em suas meditações. O que é
importante é trazer esse conhecimento sobre o genocídio e a extinção para os olhos
conscientes da humanidade - então eles não podem se afastar. Quando não é falado, ou
quando é pretendido que a eliminação é inexistente,

IRENE: Parece que as coisas estão se movendo rapidamente, [19891. Há um equilíbrio


sendo afetado que aqueles de nós que vivem na terceira dimensão não podem ver. O
que está acontecendo?

Tom: Você entende o conceito de que, se o despertar chega em seu próprio tempo, há
destruição total e, se vier com aceleração, haverá salvação. Você começou a
aceleração. Deve continuar. Você também notou que há mais fanatismo?

JOHN: Sim.

Tom: Isso está sendo lentamente dissipado. Sim. O mais importante é que seja liberado,
pois, ao suprimi-lo, ele se torna mais violento. Sim.

78
IRENE: Mas também não é verdade que, à medida que avançamos, os Outros ...

Tom: Estão se movendo em direção a você, sim.

IRENE: Eles tentam fazer o que podem para manter o desequilíbrio do lado deles. O
fanatismo é uma das ferramentas que eles estão usando.

Tom: Isso está correto. Nós estivemos com você em suas tristezas, desesperos e
agonia. E também estivemos com você em suas alegrias e suas risadas.

Às vezes, em sua mente consciente, havia dúvidas de que talvez você não pudesse
completar sua tarefa, nem beneficiar aqueles que deseja beneficiar, nem sustentar uma
emoção para ajudar e servir. Vamos explicar mais uma coisa necessária para o seu
completo entendimento. Você duvidou de si mesmo, duvidou de sua capacidade e
duvidou que tem o poder de realizar o que sua alma lhe pede para realizar. A partir deste
momento, pedimos que você remova suas dúvidas. Você tem o poder, o amor e a força
para evitar o caos, a tragédia e a perda de vidas em seu planeta - queremos dizer isso
com tudo o que somos, e pedimos que você tire sua dúvida.

ANDREW: Obrigado por essa forte segurança. Vivemos com dúvidas, perguntas e é
baseado no fato de que não podemos ver os resultados de nosso trabalho. Por exemplo,
em nossas meditações, fazemos tudo o que podemos para responder às necessidades
que você descreve, mas, neste momento, não temos como saber se somos de fato
eficazes ou não. E essa é a base de nossas dúvidas, eu diria.

Tom: Nós entendemos, mas chegará um momento em que até mesmo essa dúvida será
removida. Mas podemos pedir-lhe que mantenha dentro do seu coração a fé que você
tem em nos conhecer e saber que este Universo não é operado por acaso, nem
simplesmente o que muitas das pessoas no Planeta Terra chamam de
'Natureza'. Podemos pedir-lhe para remover a dúvida que você tem em você? Voce
entende?

ANDREW: sim. Eu entendo, e acho que é uma lição muito pontiaguda.

Tom: Você pode ver Deus?

ANDREW: Eu não posso, não.

Tom: Você acredita que existe um Deus?

JOHN: Sim. Eu absolutamente acredito nisso.

Tom: Então, se você pode acreditar nisso, por que você não pode acreditar que você
tem a habilidade, a energia e o poder e que essa energia, habilidade e poder é, de todas
as coisas, a mais importante: lembre-se que você tem uma genuína desejo de ajudar, o
que é diferente de um desejo que controla.

ANDREW: Existe alguma coisa sobre a natureza da dúvida em si, que precisamos
saber?

79
Tom: Isso cria uma dificuldade. Se você tivesse dentro de você um cabo gigante, com
milhões de minúsculos fios de cobre, e alguns desses fios fossem enfraquecidos, ele não
quebraria o cabo, mas não seria completa. Não é assim?

ANDREW: Sim, isso interferiria nas comunicações ao longo do cabo.

Tom: Essa é a essência de que falamos. Podemos dizer que você tem uma dúvida
porque em sua explicação para si mesmo e para o outro, você não pode compreender a
natureza de quem você é.

JOHN: Eu acho que uma das minhas dificuldades é a minha aguda consciência das
minhas inadequações em um nível físico.

Tom: Você não é tão inadequado quanto gostaria de acreditar. Acreditar que você é
inadequado pode ser usado às vezes como uma desculpa. Quando houver uma
dificuldade diante de você, coloque a situação conosco e ela será resolvida. Dê-nos as
coisas que você chama de inadequadas, e acredite em si mesmo e que vamos
ajudar. Não há inadequações entre nós. Saiba isso em seu coração. Sim.

ANDREW: Veja, não temos perspectiva, essa é uma das nossas dificuldades em nossas
ações: fazemos algo aqui no Planeta Terra e não vemos o retorno dele. É possível
explicar como, em determinada situação, nossa dúvida impediu que algo importante
ocorresse?

Tom: Se o cabo tivesse um milhão de fios minúsculos e houvesse aqueles no periférico


que tivessem uma fraqueza e estivessem quebrados, isso não faria com que o cabo
quebrasse, mas enfraqueceu e precisou ser reforçado. Sim. Agora você perguntou sobre
os resultados de suas meditações, nas quais lhe perguntamos certas coisas, o que você
fez, mas em sua mente você não tem certeza de que realizou essas coisas.

ANDREW: sim. O melhor exemplo disso é o dia em que saímos para o centro de
reatores nucleares e fizemos nossa meditação, e foi absolutamente irresistível para
nós. E então, quando terminamos, nos perdemos no escuro e, em outro dia, tivemos um
furo, a menos de um quilômetro daquele mesmo lugar. E sabemos que não foi apenas
um acaso, mas ainda não sabemos o que aconteceu dentro desse complexo.

Tom: Você evitou uma explosão que de outra forma teria ocorrido. Se tivesse ocorrido,
você não estaria em seu estado físico - você seria devolvido a nós. Nós não podemos
provar isso para você. Mas se você tem em seu automóvel uma bolha em seu pneu, e
você tem dentro de sua casa uma pessoa querida que é amada por você, você diria então
a essa pessoa que é certo dirigir seu automóvel com uma bolha?

ANDREW: Eu entendi. Eu entendo o que você está dizendo.

Tom: Devemos ter uma explosão para provar a você o que dizemos?

ANDREW: Hmmm ...

Tom: Nós olhamos para você e às vezes dizemos: "Eles se esqueceram de quem são e
estão presos no pensamento físico, porque no físico é necessário ver um objeto ou

80
segurar um objeto". Mas você deve saber que o que você realizou em seus anos não era
para ser visto antes. Você fez a diferença. Nós começamos um novo tempo em sua terra
e seu Universo, e é um tempo para você remover a corda que o prende ao tempo
passado no físico e a duvidar. Sabemos que o que pedimos a você é muito, e sabemos
que é difícil com aqueles que o cercam - falamos daquelas pessoas que também estão de
certa forma envolvidas com o trabalho - é difícil provar para eles o que você diz. Eles
têm dificuldade em acreditar em você. A prova virá a tempo. Não há prova de que o
conhecimento codificado que você realizou dentro de você nos últimos anos tem havido
partes que agora foram provadas neste mundo físico. Sim?

ANDREW: Sim, isso aconteceu.

Tom: Então precisamos dizer mais alguma coisa? O quê você deseja? Você deseja que
houvesse um fenômeno para provar o que dizemos? Podemos perguntar o que você
deseja?

ANDREW: Bem, falo por mim mesmo, mas a única coisa que desejo é cumprir essa
missão com a qual nos comprometemos. Eu gostaria de ter o objetivo principal
cumprido, que é deixar que sua mensagem seja conhecida e que ela seja compreendida
e tomada da melhor maneira possível. É isso que eu desejo e nada mais.

JOHN: Bem, eu sinto que sua pergunta estava perguntando, o que desejamos para nos
convencermos? Na maior parte do tempo sinto que tenho esse tipo de fé e aceitação,
mas há períodos de dúvida quando sinto um desejo por algum tipo de evidência
tangível, e depois há outras ocasiões em que essa necessidade desaparece.

Tom: Quando essa necessidade chega até você é por causa do físico. Podemos dizer que
sua missão será cumprida, porque dentro de você há compromisso, e há uma
consciência crescente de seres de fora do planeta Terra. E não demorará muito para que
as pessoas comecem a perguntar 'Quem são esses seres de outros mundos?'

81
II

PLANETA TERRA

Vida na Terra

Como Tom diz, mais adiante neste capítulo "Em seu mundo as coisas são muito
simples, mas as pessoas as tornam muito complicadas". Neste
capítulo Tom frequentemente repete frases, mas com diferenças sutis entrelaçadas
em que, num relance casual, parece ser uma repetição. No final do capítulo,
recebemos alguns conceitos brilhantes ...

Tom : Podemos explicar-lhe que o seu planeta Terra é o mais belo que existe no
Universo. Tem uma variedade física que nenhum outro planeta possui. Em todo o
Universo não há planeta em existência que tenha as características físicas da
Terra. É a mais rara das belezas, e atrai almas que, uma vez que
chegam, Continuamente gostaria de voltar novamente. É de uma natureza
diferente de qualquer outro planeta. Tem dentro de todos os planetas do Universo,
é como um composto do Universo, com todo o bem e todo o mal e é o que atrai as
almas. Ela tem uma atração gravitacional que é diferente de outros planetas, e por
causa disso a alma começa a sentir - na verdade - um corpo físico - eles se tornam
em suas mentes adaptados a seus corpos físicos, e esquecem a liberdade e os
prazeres tem sem ele.

A Terra foi criada para ser um paraíso. Quando as almas alcançarem a harmonia,
ela se tornará um paraíso novamente. Mas quando dizemos um paraíso falamos de
um paraíso de criatividade, aquele que traz conhecimento, que traz alegria e
amor; um paraíso em que as pessoas podem se curar ou até mesmo sentir dor, se
quiserem. Não é um paraíso onde todo desafio, todo crescimento ou toda a dor
será removido.

Será um paraíso onde as pessoas, através de sua própria experiência, podem


evoluir sua própria compreensão de sua conexão com o Universo, aceitar sua
própria responsabilidade por si mesmas, por seus companheiros, pela Terra e,
portanto, pelo Universo, e podem trazer todos isso, incluindo eles mesmos, na
perfeição. A humanidade precisa entender a singularidade e propósito da Terra e a
franqueza que tem em sua evolução. A humanidade precisa entender que não está
sozinha e não há morte.

O que as pessoas devem começar a entender é que não há como escapar, pois no
futuro de suas vidas deve haver pagamento. Se eles também soubessem que cada
um deles tem a qualidade de grandeza neles, e que eles têm oportunidade de
serem elevados em alegria, e que quando há aceitação de não estar sozinho e sem
morte, então as energias do medo podem ser liberadas, e energias de alegria
podem substituir o medo, então a Terra pode começar a cumprir sua posição no
Universo.

82
Assim como a Terra se torna a maior da alegria, nós nos relacionamos antes que a
Terra tem a maior beleza.

Quando dizemos "beleza", queremos dizer a alma que penetra no exterior. A


humanidade confundiu a beleza física com o que é visto com a casca exterior do
olho; não aquele da alma interior do planeta ou daqueles que existem nele. Isso é
também o que a humanidade deve aprender sobre a Terra.

JOHN: Você poderia explicar qual é o propósito da existência física,


particularmente neste planeta?

Tom: Este seu planeta é um planeta de equilíbrio, para você aprender a equilibrar
entre os mundos físico e espiritual. A Terra é a única do seu tipo, o único planeta
de livre escolha em todo o Universo, o único planeta criado para o equilíbrio do
espiritual com o físico, em outras palavras, a criação do paraíso.

A humanidade criou corrupção interna, que surgiu porque as pessoas se


envolveram mais com a fisicalidade do que com a tentativa de se equilibrar e
entender. Mas agora seu planeta está em um ponto em que pode sair do equilíbrio
mais rápido do que em qualquer outro ponto. Este tempo da história em que você
está é o tempo da mudança. É hora de a humanidade começar a entender isso,
viver neste planeta de grande beleza com um verdadeiro equilíbrio entre espiritual
e físico, e viver em unidade com o Criador, em manifestação de amor, em
conexão com o Criador, naquele que foi criado.

JOHN: Esta tem sido a mensagem de muitas religiões do mundo, e a humanidade


nunca aceitou isso. Você pode explicar por que não aceitamos essa mensagem
positiva?

Tom: As pessoas em seu íntimo sabem ou têm a sensação de que são de algo
diferente de si mesmas, mas as pessoas na Terra entraram em competição com o
Criador. Entendemos isso, pois as pessoas entendem que existe uma natureza
dentro delas que todas as coisas, mas elas negligenciam identificar e conhecer o
Criador. Só eles desejam ser o Criador. Não pode ser. O problema que tivemos
antes é que, muitas vezes, estivemos na Terra: viemos ajudar, e era esperado que
fizéssemos o que não podemos fazer, o que este planeta deve fazer por si
mesmo. Você é uma parte deste planeta porque você o escolheu para ajudá-lo.

JOHN: Eu realmente quero dizer, falando por mim mesmo, que realmente aceito
a responsabilidade de que temos que fazer as coisas por nós mesmos. É só que
temos muitas complicações e dificuldades em viver no Planeta Terra.

Tom: No seu mundo as coisas são muito simples, mas as pessoas as tornam muito
complicadas. Se você aborda as coisas de uma maneira simples, muitas coisas
podem ser superadas e realizadas com muita aceleração e sem muito uso de
energia. A preocupação e a preocupação consomem mais energia do que a
atividade de lidar com o problema.

83
ANDREW: Então, aqui estamos nós na Terra, apenas uma pequena partícula de
poeira neste Universo infinito e vasto. Você poderia nos dizer por que você
tomou algum interesse neste pequeno grão de poeira aqui chamado Terra?

Tom: Para que o Universo evolua, é importante que a Terra evolua. As almas que
vieram para este planeta tornaram-se irresponsáveis em seus corpos
físicos. Tornou-se um planeta de desejo. As almas que estão aqui se comportam
como se estivessem em areia movediça e estavam sendo engolidas e engolidas
nesse desejo. É importante para você evoluir, porque sem este planeta sendo
evoluído, os outros planetas do Universo não são capazes de avançar. Parou o
crescimento do universo. É importante que o nível de consciência deste planeta
seja elevado. É o amor deste planeta que gera a energia que alimenta a Deus. E
este planeta parou o crescimento de parte do Universo, em vez de evoluir da
maneira que deveria, para se tornar um com o Divino. Vou explicar um passo
adiante: muitas dessas almas que vivem aqui, quando morrem, estão presas na
atmosfera do planeta, e então elas renascem mais e mais no mesmo mundo, e eles
parecem estar indo a lugar nenhum. Este planeta foi originalmente criado para
ensinar o equilíbrio entre o mundo espiritual e o físico. Mas neste mundo físico
eles se envolveram no materialismo, e assim esses seres nunca evoluem além do
cinturão deste planeta. Seus desejos ainda estão em suas mentes e emoções, e seus
desejos os mantêm neste planeta, e assim você tem uma multiplicação que está
acontecendo até que este planeta afunde.

ANDREW: É por isso que temos tantas almas empilhadas neste planeta que elas
simplesmente não conseguem ir além?

Tom: Eles não podem ir além por causa do desejo, ganância, ódio, por
apreciarem seus prazeres físicos. E não temos objeções sobre suas atividades
físicas neste planeta: é quando isso se torna sua principal preocupação, e eles não
estão mais preocupados em desenvolver o planeta, seus companheiros humanos
ou encontrar sua divindade. Você explicou isso quando ouvimos você no outro
dia, quando o chamou de "gargalo". Nós apenas consultamos e decidimos que, se
olhássemos em uma garrafa, e se houvesse uma tomada, e não pudéssemos tirá-la,
é exatamente isso que este planeta é. Sua descrição estava correta.

ANDREW: Obrigado. Você poderia explicar por que é tão importante que alguns
seres humildes como nós, que são criaturas muito simples, ou outras como nós,
possam realmente ajudar a desconectar esse gargalo?

Tom: A energia que envolve você cria um vórtice que então irradia, e então pode
elevar a consciência deste planeta. Mesmo que você sinta que é uma tarefa
impossível, não é uma tarefa impossível. Vocês escolheram esta situação, vocês
voluntariamente se entregaram para voltar a esta Terra densa e pesada. Pessoas
como você reencarnaram neste planeta muitas vezes, muitas vezes não porque
isso era necessário, mas porque você precisava entender e obter a sensação deste
planeta, a fim de aumentar seu nível de consciência. Com essa energia, ela cria
um vórtice de amor e paz e harmonia, e outros gravitarão em sua direção, de
modo que você possa explicar a eles para ajudar a elevar o nível. Tudo precisa de
uma base de energia. Somos energia e, através de pessoas como você, este planeta
será salvo. Nós trabalhamos através das pessoas.

84
Aquilo que foi planejado para o planeta Terra não veio a acontecer. Enquanto foi
descoberto que, de todos os planetas do Universo, tem mais beleza, mais
diversificação de mudanças que qualquer outra, também foi descoberto que
aqueles que viveram na Terra tiveram uma grande fisicalidade que não foi
testemunhada nos outros planetas.

JOHN: Estou um pouco confuso sobre de onde veio a fisicalidade.

Tom: Da gravidade, do peso e da densidade do planeta e dos sentidos através dos


quais você tem a sensação da Terra. Estes não existem em outros planetas
habitados. As almas da Terra começaram a sentir que tinham uma substância que
não sentiam em outros planetas. Você entende suas formas de criação?

JOHN: Sexo, você quer dizer?

Tom: Sexo no começo era uma forma de criação, e também era dada sensações
dentro do corpo físico para torná-lo mais alegre. Mas começou a se tornar uma
prioridade ao longo dos anos e o começo do controle de um humano por
outro. Essa forma de controle não existe em outros planetas. Isso aumentou a
intensidade do desejo dentro do subconsciente e nas mentes das almas que
reencarnaram no planeta Terra. O desejo desse tipo não existe em outros planetas
- portanto, é de grande importância que o Planeta Terra se equilibre.

Não há objeção no Universo para esse método de criação, pois essa foi uma
decisão de que era assim que o planeta Terra se re-povoaria. O que era uma
objeção é que ela se tornou a fonte de todas as prioridades, e que veio controlar
todas as almas. Pois se você olhar para todos aqueles que existem no Planeta
Terra, é a única fonte que cria grande parte da dificuldade, não é?

JOHN: Eu entendo que esse era o único planeta em que você tinha esse tipo de
dificuldade?

Tom: sim. Este é o único planeta que criou um gargalo. As almas que vivem no
planeta Terra, em sua reciclagem de alma e reencarnações, se recusam a deixar o
planeta Terra. Cada um dos planetas sobre os quais eles existem ou em que eles
têm um nascimento é para alguma forma de ensino que eles não se
aprofundam. Há tentação, há ganância e desejo.

JOHN: Como esse problema começou em primeiro lugar e como ele não foi
verificado anteriormente?

Tom: Isso aconteceu porque não estávamos cientes dos problemas que o físico
criaria e da sensação de peso e prazer. Este é o único planeta no Universo que tem
as qualificações físicas que criam este problema. Não tem um planeta irmão nem
um planeta irmão.

JOHN: É o mais denso dos planetas habitados no Universo?

Tom: sim.

85
ANDREW: Eu pensaria que havia esse problema de desejo e prazer, tudo poderia
ser atribuído ao papel de dizer um elemento atômico, como o sódio, por exemplo,
ou algo assim. Você rastreou para algo assim?

Tom: Eu vou consultar ... Eu fui informado que o problema é criado dentro da
alma do indivíduo. A Terra é um planeta denso e, por sua vez, dá um sentido
diferente ao corpo - mas, na verdade, está dentro da alma do indivíduo.

ANDREW: Então você está dizendo que o material denso pode realmente
influenciar tanto a alma? Eu não achei que fosse possível.

Tom: Sente dor, sente prazer, sente tristeza, sente felicidade. O corpo físico tem
um sentimento diferente na Terra do que em todos os outros planetas e em todas
as outras almas que existem. Em outros sistemas, em outras galáxias, existem
outros seres físicos que não têm a densidade de vocês na Terra. Em seu planeta, a
alma começa a se sentir diferente do que sentia antes, e tem a sensação de prazer
e desejo.

Em outra ocasião, em resposta à mesma linha de questionamento, os Nove deram


o seguinte exemplo:

ANDREW: Por que as almas ficam presas no planeta Terra?

Tom: A estagnação é provocada pela densidade da gravidade e a ilusão de que a


densidade da gravidade é a realidade. A estagnação é emocional: deriva da
incapacidade de se remover do eu na densidade gravitacional. Quando você
remove a si mesmo de si mesmo, cria um desbloqueio para que a densidade
gravitacional emocional possa ser aliviada, e a verdadeira realidade possa ser
vista. Este planeta foi criado para ser o paraíso e para que a Terra tivesse toda a
sua variedade era necessário fazer dela uma densidade gravitacional.

ANDREW: Você está dizendo que, para o nosso crescimento, para nossa
evolução, a gravidade é uma das coisas com as quais devemos entrar em acordo
e, esperançosamente, conquistá-la?

Tom: O importante é se equilibrar. É a fusão do físico com o espiritual que é o


propósito manifesto da humanidade. Mas a humanidade se confundiu
permanecendo em sua densidade e não vendo corretamente a natureza de seu eu
espiritual.

É mal interpretado e mal orientado por alguns dos líderes religiosos do seu
mundo, que tentam controlar a humanidade - e as religiões que desejam negar o
físico não estão em equilíbrio, como também as do físico que desejam negar o
espiritual. Para algumas almas, sua escolha de nascer neste tempo não estava no
processo evolucionário de crescimento para si mesmas, mas a serviço deste
Planeta, para trazer a importância de entender o lugar da Terra no Universo e dos
seres humanos sobre ele. Há muitos que vieram para a Terra neste momento, que
escolheram vir aqui para a necessidade do Universo, para ajudar, sim.

86
ANDREW: Como entendemos do nosso ponto de vista científico, a relação entre
a gravidade como força e a mente é uma força em que o equilíbrio deve ocorrer?

Tom: Quando você aceita, compreende na totalidade, com total confiança e fé em


si mesmo, em suas conexões com o Universo, então você traz o equilíbrio e não
está mais em cativeiro. Através do processo mental da mente. Se você
desconectar a mente do que está segurando, estará livre. Essa desconexão pode ir
por etapas, para que você possa desenvolver confiança e fé em sua capacidade de
manter sua conexão interna com o Universo. Então você estará livre. Quando
a massa crítica começa na humanidade, quando um número suficiente de suas
almas está se tornando livre, então o veículo espacial da Terra se move para a sua
realização evolucionária.

ANDREW: Quão perto estamos desse tipo de processo evolutivo do tempo?

Tom: Saiba disso, que com a aceleração devido ao envolvimento de cada ser
humano, ele virá rapidamente e não estará em devastação, como seria se tal
aceleração viesse por si só, pela força das circunstâncias, sem o seu
envolvimento.

ANDREW: Isso é lindo.

Tom: Você entende, quando há uma mudança que está vindo sobre a Terra, e
quando há um afrouxamento do confinamento, o que limita as tentativas
desesperadamente de confinar ainda mais?

JOHN: Sim.

Tom: Saiba disso: todos vocês vieram à Terra para embelezá-la, purificá-la, amá-
la e estar contente com ela. Saiba disso: que no seu tempo, através da dedicação
dos seus e dos outros, através da qualidade do seu ser no Planeta Terra, você
poderá trazê-la para a realização da sua criação. Isso para nós é uma grande
alegria e agradecemos.

O aspecto cósmico deste drama é salvar a Terra na qual muitas almas estão
presas. Sem a salvação deste planeta nem nós, nem você, sabemos quantos
milhares ou centenas de milhares dos seus anos, que este planeta estará então em
um estado estagnado. Nós não sabemos verdadeiramente os resultados do que
acontecerá com as almas daqueles que estão presos. Você entende que uma
doença, uma doença, pode se espalhar se não for controlada?

ANDREW: sim.

Tom: Você entende que, se isso não for controlado e não for
tratado adequadamente, isso pode contaminar o resto do Universo? Você está
ciente desse potencial?

ANDREW. Bem, pelo que você nos diz, sim. Nós não sabemos de nossa própria
experiência, é claro.

87
Tom: Você também sabe que se todo o Universo estivesse contaminado e se a
contaminação se manifestasse - tudo o que é bom, tudo o que é amor seria
destruído - você está ciente disso?

ANDREW: Não, não estávamos cientes disso.

Tom: Porque se essa contaminação se espalhar desse pequeno planeta físico


Terra para o resto do Universo, então todas as almas viverão com medo e ódio,
sem esperança, nas trevas. E pode não haver muitos de nós que possam cuidar da
situação, se ela se desenvolver nesse ponto.

IRENE: Uma das perguntas que eu queria fazer tem a ver com essa noção
sofrimento humano e como ele surgiu. Eu entendo que quando os humanos
começaram a inocência, provavelmente não havia sofrimento humano. Como
surgiu, qual tem sido seu propósito? Seu propósito está ligado ao medo que o
homem tem de evoluir? Por que isso existe?

Tom: Primeiro saiba disso: a Terra é o único planeta em todo o universo de


escolha. A humanidade primeiro andou com os deuses, e você conhece a história
da tentação da árvore da vida: eles foram tentados a experimentar a alegria da
unidade com a unicidade da criação. Então o Criador disse: 'Isso é proibido para
você'. No entanto, permitiu que a escolha fosse feita se a humanidade assim
escolhesse. Eles fizeram essa escolha. Daquele dia em diante, não é o Criador que
castigou, mas a humanidade se puniu, pois eles tocaram na verdade o
conhecimento de quem eles eram, e isso os assustou, pois eles sabiam que não
estavam no estado para compreender completamente .

Tornou-se necessário, então, povoar a Terra, para que todas as células do Criador
pudessem se tornar indivíduos e almas livres, para que elas se tornassem unas e
harmoniosas por opção. Portanto, também a Terra é o único planeta de
consciência, e as pessoas escolheram sentir a emoção da tristeza por terem
destruído a confiança depositada nelas e começaram então a sacrificar a si
mesmas e a seus filhos. É hora de acabar com essa farsa de sacrifício, pois é isso
que é, isso os mantém em escravidão. Solte a humanidade!

IRENE: Então alguns líderes religiosos exploraram essa culpa?

Tom: Exatamente. Eles exploraram, pois era um meio de manter as pessoas em


cativeiro. Ouça com atenção: quando há alguém que entende as energias de todos
os criados e como eles podem utilizar essas energias para se tornarem um deus,
então eles mantêm as pessoas em servidão.

IRENE: No começo, por que o Criador proibiu o homem do conhecimento?

Tom: O importante era que os humanos começassem sem ser proibidos de saber,
mas com escolha e confiança.

IRENE: Então a ideia não era 'Você não pode ter o conhecimento' 'a ideia era'
Tudo bem, aqui está o primeiro exemplo de escolha, eu estou dizendo que você
não pode ter isso, agora você tem a escolha de obedecer ou desobedecer '.

88
Tom: Isso é correto, e também entende que quando você obedece é um exercício,
então você não precisa mais obedecer.

IRENE: A ideia é que a obediência não sacrifica o livre arbítrio, na verdade


promove isso porque você não dá obediência a essa importância.

Tom: Essa é a grande verdade. Sim.

MIKI: Algumas pessoas parecem carregar muito mais do que outras, sofrem mais
que outras. Isso é apenas para dar a essas almas a oportunidade de aprender
uma certa lição, ou ensinar outros, ou é infortúnio?

Tom: No seu mundo, cada um daqueles que você mencionou são aplicáveis. Há
alguns, por causa de seu estado ambiental circundante de consciência, ou a
tecnologia dentro de seu mundo, que criaram grande infelicidade. Nenhum neste
período de tempo na realidade escolhe sofrer: é provocado pelo pensamento
errado daqueles que controlam os outros. Há apenas uma pequena minoria que
escolhe sofrer para ensinar os outros.

MIKI: Eu acredito que o Criador saiba tudo no presente e no futuro. Como os


humanos podem usar seu livre arbítrio? Você pode me dar uma compreensão
disso?

Tom: sim. Assim como o Criador é onisciente, cada alma é onisciente e existem
caminhos diferentes que cada alma pode seguir. Na hora de chegar ao planeta
Terra, eles fizeram seu mapa, limitaram-se a sua escolha, mas trouxeram consigo
um mapa, para que tivessem a escolha de seguir ou não esse mapa. Porque o
Criador sabe tudo não significa que haja interferência nas vidas dos humanos.

Se seus filhos estivessem na privacidade de seus quartos de dormir, você não


pensaria em entrar indiscriminadamente neles, pois pode haver coisas privadas
que eles fazem, e você não escolheria humilhá-los, nem invadir sua privacidade
deliberadamente, é que não tão? Você é um criador. Você criou seus filhos. Como
pai na criação dessas crianças, você tenta guiá-las. E às vezes você impõe sua
vontade sobre eles para sua proteção.

O Criador simplesmente movimenta sua mente, mas não se impõe a você. O


Criador sondou você, para tentar guiá-lo para seguir uma de suas direções que
você escolheu uma vez. Se você escolher uma direção, e em suas deliberações
você escolher ir na direção oposta, não haverá interferência. Mas, na realidade,
porque a sua privacidade não é invadida, o Criador não escolhe ver o que você
fará. Esse conhecimento é mantido até o momento em que você o faz e depois. Se
você impôs sua vontade aos seus filhos insistindo para que a porta de seus quartos
de sono seja aberta em todos os momentos, para que você possa vê-los, e se você
escolheu entrar em sua privacidade, então você sabe o que seus filhos fariam você
não? Eles se protegem contra você. Da mesma forma, o Criador escolhe não
manter sua porta aberta ou invadi-la deliberadamente.

Às vezes, ao longo dos anos, o que o grupo esperava não ocorreu, e isso criou
questões, das quais a próxima troca é um exemplo:

89
JOHN: Eu gostaria de dizer que se você é quem você diz que é, então você pode
estar em qualquer lugar no tempo, no passado, presente e futuro. E como é então
que você nos disse que algumas coisas aconteceriam, e elas não aconteceram? Se
você puder estar no futuro, também saberá que algo acontecerá ou não. Você
poderia me explicar esse fenômeno para que eu possa entender isso mais
claramente?

Tom: Vamos tentar explicá-lo desta maneira: estamos sentados em uma


montanha e visualizamos isso em sua mente. Quando nos sentamos nesta
montanha, temos uma visão da totalidade da Terra. Debaixo de nós, sentamos
outras montanhas que você não pode ver através de seus olhos, pois você está
fisicamente. Poderíamos ver o que está atrás de nós, aquilo que você chama de
passado, como completo. Podemos lembrar como era do outro lado das
montanhas no passado. À nossa frente, podemos ver outras montanhas, mas não
podemos ver atrás delas, apenas sobre e entre elas. E quando você desce da
montanha, para ir para o futuro, você não pode ver toda a paisagem. Ao se
aproximar de uma montanha, você encontrará várias estradas ou trilhas, cada uma
levando ao futuro. Se houver bloqueios em todos os caminhos, exceto um, haverá
apenas um caminho a seguir. Mas, se você souber como remover um bloqueio,
poderá seguir outro caminho. E você terá mais opções.

Nunca há apenas um futuro. Existem várias opções de futuro. Isso está


envolvendo sua vontade. Se sabemos o que é o futuro, então isso significa que, na
verdade, nos envolvemos e manipulamos o seu livre arbítrio. Não é para nós
estarmos envolvidos com o seu livre arbítrio ou com manipulação. Nós vemos
muitos futuros. Como exemplo, usaremos seu país (Grã-Bretanha). Se antes de
sua Guerra Mundial (1939-451) seu Churchill não estivesse em saúde estável ou
tivesse sido assassinado, então o futuro de sua nação no final pode ter sido em
grande parte realizado, mas não da mesma maneira. E isso poderia ter mudado
completamente o futuro do seu país. Se não tivesse acontecido como antes,
poderia ter havido uma grande diferença. Entendemos que esta não é uma
resposta satisfatória em uma explicação, mas não sabemos como explicar.

JOHN: Sim, eu entendo melhor. Eu acho que foi um produto do meu mal
entendido, que quando você disse que tal e tal aconteceria, eu assumi que isso
era uma certeza, e eu deveria ter visto isso como uma das várias possibilidades.

Tom: Este foi o nosso erro, não o seu. Se tivéssemos relatado a você uma falha e
um erro de nossa parte, tínhamos a preocupação de que você não seria capaz de
sustentar seu envolvimento e esforços.

Existe uma situação que garantiremos a você de nós: não permitiremos a


destruição da Terra. Não são as civilizações de vinte e quatro que não permitirão
isso, pois não lhes é possível proibi-lo. Só é possível para nós não permitirmos
isso - pois eles também têm limitações. Mas ao usar nosso poder com o deles, não
permitiríamos a destruição da Terra. Quando dizemos isso, queremos dizer a
destruição total do Planeta, sim.

90
8

Acelerando a Evolução da Terra

A primeira parte deste capítulo aborda questões específicas e, em seguida, quando


Irene se junta nas discussões, da uma virada filosófica, enquanto explora com
Tom várias ideias e atitudes. O capítulo faz jus ao seu título, parece que está
acelerando ....

JOHN: Eu acho que a questão mais importante para as pessoas na Terra


neste momento é, o que elas podem fazer como indivíduos, e como elas podem,
como indivíduos, tornar as coisas diferentes, de modo que nosso planeta cumpra
seu destino?

Tom: Em primeiro lugar, eles devem reconhecer que cada um deles contém todo
o universo dentro de si. Cada um deles contém toda a criação. Portanto, quando
eles entenderem isso, esperamos que eles entendam que, se forem contra sua
própria integridade, a integridade do Universo pode ser afetada. Eles devem
consultar-se dentro de si por motivo de todas as ações; eles devem aprender a
amar a si mesmos, e a única maneira pela qual eles podem se amar é nunca fazer
o que eles não gostam. O importante é que cada pessoa sobre este planeta Terra
deve entender que existe existência em outro lugar. Eles devem entender que eles
detêm a chave do processo evolucionário no Universo. É um momento de
despertar. É um tempo para entender que dentro do eu eles detêm a chave para
levar a Terra ao seu cumprimento e que o livre arbítrio nunca é interferido; a
destruição do planeta Terra não é necessária. Isso deve ser entendido claramente,
pois o livre arbítrio da humanidade pode trazer satisfação à Terra.

JOHN: Muitos falaram de uma transformação vindoura, e parece que estamos


nos aproximando desta vez. Você pode dizer algo sobre essa transformação e o
que isso significa?

Tom: É verdade que a Terra está no limiar da transformação. Está no limiar de


libertar almas e seres da escravidão, para que possam continuar a elevar e
purificar a Terra para que o Universo possa continuar o seu caminho. É uma
época gloriosa agora para viver em seu planeta em forma física. Saiba sempre que
essa energia dos indivíduos permanecerá individual, mas o que será entendido é o
poder do pensamento, a energia do amor, o poder que os humanos possuem
dentro de si para tornar seu mundo uma representação do Universo. Seu mundo é
um lugar glorioso para que todas as porções do Universo existam, sejam
cumpridas e estejam em harmonia com a criação, com grande alegria.

JOHN: Se você tivesse uma mensagem que desejasse passar a toda a


humanidade, qual seria essa mensagem?

Tom: Saiba completamente que você tem a chave dentro de si, cada um de vocês,
humanos, para trazer mudanças. É sua responsabilidade, seu livre arbítrio, sua
escolha.

91
JOHN: Agora existem muitas mensagens confusas vindas de diferentes fontes
psíquicas e proféticas. Quais são os critérios que as pessoas devem usar para
discernir entre essas diferentes fontes?

Tom: Primeiramente, nós explicamos dessa maneira: como existem chefes de


empresas, um dos quais sabe tudo, e diferentes divisões abaixo que conhecem a
área de especialização de seu departamento, é o mesmo no campo da
comunicação daqueles que existem em outros reinos. Algumas fontes conhecem
toda a imagem e muitas conhecem partes dela. Mas tenha cuidado quando eles te
glorificam: sempre desafie, busque consistência e nunca aceite isso que vai contra
sua inclinação natural ou seu eu intuitivo superior. Tenha cuidado para que eles
não alimente seu ego para manipulá-lo, pois também existem aqueles que
desejam a destruição do Planeta Terra. Não caia na armadilha que o planeta Terra
será destruído.

Em seu mundo há muitos que falam, muitos que trazem informações: nós
trazemos a você informações que não foram geradas no passado, e é o próximo
passo do movimento evolucionário para a frente. É importante para os povos do
Planeta Terra entender que eles não estão sozinhos, e que eles carregam dentro
deles a codificação que pode evoluir o Planeta Terra para alcançar seu propósito
apropriado.

Lembre-se disto: aqueles que procuram controlar estão em alto nível na frente da
sociedade e lideram as pessoas em uma direção que os ajuda a fugir de sua
própria responsabilidade. Mas tenha em mente que a aceleração é agora
absolutamente importante. Chegamos ao início da aceleração do avanço
evolucionário do Planeta Terra.

Há uma grande necessidade de acelerar, para os oceanos do Planeta Terra, as


árvores e florestas, os céus e as atmosferas, a própria essência da respiração, a
força vital, atingiram um nível de contaminação trazendo a destruição da Terra
para baixo. Apelamos às vossas energias e compromisso para alertar os povos
deste planeta, os governos da Terra e as comunidades da Terra. O núcleo mais
íntimo da humanidade está começando a crescer e a brilhar. A essência e a
compreensão de seus inícios estão despertando, para provocar mudanças. Você
faz parte dessa mudança. Vocês são filhos dessa mudança, vocês são responsáveis
por essa mudança. Sem o seu compromisso com a aceleração, se a mudança
viesse em seu próprio tempo, sem a sua contribuição, então o planeta estaria em
uma situação na qual a maioria da humanidade não poderia existir. Aceite sua
capacidade de criar o padrão que traz compreensão e a verdade de quem você é.

A terra foi criada para ser o paraíso de todo o paraíso em sua perfeição. É hora de
perdão, perdão de si: para a humanidade entender que manter o medo e a
dissensão é manter a aniquilação. A humanidade começou o processo de
aniquilação. Ainda existe um grande futuro para o cumprimento do destino da
Terra.

Aceite que você tem um papel a desempenhar para levá-lo ao cumprimento. Você
não tem limitação. Seus limites e limites são criados apenas por seus medos. Isso
não significa que você deva subir uma montanha de mil metros e depois

92
mergulhar. Isso significa que você deve ter aplicação prática de compreensão de
si mesmo, na verdade. Isso significa que você deve começar a se estender nas
capacidades de sua mente e pensamentos.

Seus corpos físicos têm limitações neste planeta físico, mas suas mentes e
pensamentos podem se expandir e crescer, tocar todos os cantos do Universo. E
quando entende a verdade do eu, pode aliviar os fardos deste mundo físico que o
mantiveram em cativeiro. Vocês, seres humanos, são um caleidoscópio e, às
vezes, parecerão confusos - mas com um turno vocês podem se tornar elementos
de beleza e pureza, e com isso vocês podem viajar pelas esferas do Universo.

JOHN: Agora, se imaginarmos por um momento que tudo permaneceu em um


estado estático, a humanidade não melhorou sua consciência, compreensão do
meio ambiente e responsabilidade, seria valioso para nós entender quanto tempo
levaria até nós destruiria totalmente nosso ambiente ..?

Tom: Com relação à atmosfera que envolve o planeta Terra, você não tem mais
de 20 a 25 anos de existência. Sem oxigênio não pode existir vida em seu planeta
Terra. Se os povos em seu planeta Terra não entrarem em sentido, eles se
eliminarão.

A resposta acima foi dada em 1978. A seguinte troca ocorreu em 1989:

ANDREW: Você usou uma frase interessante anteriormente, que "o tempo está
acelerando". Qual o significado real da aceleração do tempo?

Tom: Se este planeta fosse seguir seu curso da maneira que está fazendo, sem
aceleração, então você sabe que isso traria destruição?

ANDREW: sim.

Tom: O que está acelerando agora, devido às meditações que os humanos fizeram
neste planeta Terra, é o começo da aceleração do tempo, que então cria a situação
em que a Terra se torna um veículo espacial, e a humanidade se tornará
subitamente consciente. Será semelhante ao início do 'centésimo efeito de
macaco'. Então, se você começar a entender o poder das meditações em pequenos
grupos como o seu, você poderá mudar o mundo.

E em 1989, esta pergunta foi feita, sobre a fome:

ANDREW: Uma das coisas que eu observo é que há cada vez mais fome neste
planeta, e motins por causa da escassez de comida e preços altos. O que pessoas
pequenas como nós podem fazer nessa área em particular?

Tom: Não é necessário que ninguém neste planeta morra por falta de nutrição. É
somente por causa da ignorância, ou por causa dos governos do mundo que
tentam controlar os outros. Nós não vamos permitir a extinção de nenhum grupo
de humanos. Você entende? Mas agora você deve incorporá-lo em suas
meditações - através da meditação você pode evitar a destruição.

93
IAN: Como estão as chances de evolução neste planeta? Como estão as chances
de sobrevivência?

Tom: Nunca houve um tempo no passado como há agora para trazer a evolução
do seu planeta. Tudo é possível e a mudança pode vir com rapidez. Daremos um
exemplo: há um ano [1987] na nação de Israel, na época da Páscoa, o povo de
Israel estava devastando a nação com lixo. Foi uma visão que trouxe muita
tristeza. E em um ano, o que evoluiu na nação de Israel é o que é chamado de
milagre na Terra, pois durante esse tempo foi limpo, sem escombros, e as pessoas
encontraram maior respeito por si mesmas e pelos outros. Se isso pode acontecer
na nação de Israel, que é em grande parte teimosa, então o que você escolher
fazer pode ser feito! O movimento pela mudança está em movimento - aqueles
que sabem podem parar a malignidade da fome na Terra, e também podem parar a
catástrofe causada pelo homem,

IAN: O quanto você está apoiando e influenciando a evolução e as pessoas que


querem ajudar a evolução?

Tom: Quando alguém faz a pergunta "O que podemos fazer?" nós estamos
lá. Você vê, nós não podemos fazer um pingo de movimento até que uma pessoa
pergunte. Nós não podemos, não podemos e não interferiremos no livre
arbítrio. Mas quando um humano pergunta - e às vezes eles só perguntam em
jovialidade, eles não querem dizer isso das profundezas de suas almas - então
podemos ajudá-los a evoluir. É importante que as pessoas estejam cientes de que
não estão sozinhas no Universo, e também que elas devem assumir a
responsabilidade, pois elas não podem escapar da responsabilidade.

JOHN: Você poderia dar um conselho aos indivíduos, porque muitas pessoas
dizem: "Bem, o que eu pessoalmente posso fazer?". Há alguma coisa pequena
que as pessoas podem contribuir?

Tom: É muito simples: comportar-se apenas de uma maneira pela qual você pode
se amar; comportar-se apenas de uma maneira que desejaria que outro fizesse em
sua direção; não faça movimento, pensamento ou coisa que você em sua alma, em
sua consciência, não pode ter respeito por si mesmo. Quando isso começar, tudo
mudará. Tudo vai mudar também quando as pessoas aceitarem que também
aqueles que vivem em outras partes do Universo estão disponíveis para dar a você
amor e compreensão. Tudo vai mudar quando as pessoas entenderem as energias
internas.

Temos trabalhado arduamente - embora essa não seja a palavra apropriada porque
não trabalhamos realmente, mas no seu mundo não há palavra, por isso usarei
essa. Temos trabalhado para evitar a crise, e não temos neste momento [1974]
sido bem sucedido. Muitas coisas foram colocadas em movimento há muitos
milhares de anos. Mas desejamos que você também perceba que há coisas que
não faziam parte do planejamento, e quais são as coisas humanas, que acontecem
pela ganância, vaidade e desejo. Nós falamos dos governos que controlam o
mundo, que criam a crise. Não fazia parte do plano, entendeu?

ANDREW: Sim, nós fazemos, e nós apreciamos essa discussão.

94
Tom: Chegou a hora de os povos da Terra exigirem de seus governos, exigir de
seus líderes religiosos, exigir de seus professores, conhecimento e compreensão
do que realmente está acontecendo. Agora é a hora do povo.

De antemão seus governos e suas religiões e sociedade mantiveram suas massas


na ignorância e manteve a humanidade amarrada. A aceleração fará com que
aqueles em seu mundo exijam respostas de sua comunidade científica e de suas
autoridades. Mas o caminho para alcançar as pessoas, finalmente decidimos, é
através de seu próprio corpo físico e da cura de seu corpo físico. Muitas pessoas
serão curadas e muitas pessoas se abrirão para a cura. É através da cura que a
consciência do Universo mais amplo será ressuscitada. É importante para a
humanidade saber que deve começar a assumir a responsabilidade pela Terra, e
que a ciência deve começar a entender que ela não tem dentro de si o poder de
ditar para o resto da humanidade, mas é apenas uma parte da humanidade. Em seu
elitismo, a ciência descartou os outros escalões da humanidade. A ciência se
tornou a religião que manipula e controla,

É uma época triste para o mundo porque, como nos tempos passados e nos
tempos emocionais, os seres físicos deste planeta culpam todos os outros, exceto
eles mesmos, por seus problemas - que na verdade são causados por eles
mesmos. É como se, para se exonerarem, causassem um defeito a outro, e os
jogassem em um poço de cobras. De fato, eles ficarão envergonhados em outro
momento, mas essa tem sido a história da Terra. Não podemos ter isso no futuro
nem neste momento. É um tempo para cada indivíduo, cada nação, parar e
responder, e perceber que é dentro deles que a culpa está, não com os
outros. Como as nações podem existir em paz quando o povo não existe em paz
dentro de si?

ANDREW: Sim, essa é a grande questão: como cada pessoa pode encontrar a
paz em seu próprio coração?

Tom: Você consegue encontrar a paz dentro do seu próprio coração?

ANDREW: Não, tenho muita dificuldade, mas acho que estou em melhor forma
do que muitas pessoas.

Tom: Tem certeza?

ANDREW: Para mim, eu digo sim.

Tom: Então você deu um grande passo, e nós diríamos sim, você encontrou a
paz.

JOHN: Seria muito útil para nós se pudéssemos tirar de você algum tipo de
imagem da Terra ideal, digamos 50 ou 100 anos a partir de agora. Que tipo de
coisas, em um sentido material e físico, esperarmos ver em tal planeta?

Tom: Seria um planeta de equilíbrio que teria a visão de beleza, paz e gentileza
de cor. Haveria gentileza e paz entre as espécies sobre este planeta Terra ao
cuidado da humanidade, mas acima de tudo seria o desafio para a humanidade em

95
sua existência pacífica e alegre de criar uma qualidade de existência que trará a
informação e o conhecimento da grande alegria da unidade no Universo. Quando
a humanidade pensa em amor e alegria e paz e música e cor e equilíbrio, as coisas
serão muito diferentes. As pessoas se tornaram tão adaptadas a acreditar que
precisam de luta, conflito e arrogância, que têm medo do tédio. Nós prometemos
a você, não será. Não haverá tempo para o tédio, para os desafios que existirão
neste planeta Terra como o paraíso exemplar, e a expansão do Universo
continuará por toda a eternidade. Portanto, há sempre novos conhecimentos,
novas cores, novos sons: há um êxtase na perfeição da Terra que não é induzida
por outros meios. Contudo, não é e não será, um lugar de férias contínuas,
dizemos isso a você.

JOHN: Posso fazer duas perguntas práticas: de alguma forma, acredito que o
ambiente mudará e se tornará mais rico e mais exuberante em termos de vida
vegetal.

Tom: Isso está correto. Pois as energias negativas negam a vida.

JOHN: E em certo sentido isso será usado para sobrecarregar as estruturas feias
de hoje, que serão ...

Tom: Isso está correto. Eles terão uma parte restante para lembrar os tempos da
antiguidade ...

JOHN: E outra coisa é a questão do transporte. Há uma quantidade enorme de


movimento físico ao redor do planeta, de pessoas e coisas, e isso contribui muito
para a destruição do nosso meio ambiente. Haverá menos movimento físico por
causa de meios alternativos de comunicação?

Tom: Não menos movimento, pois haverá o costume de conhecer diferentes áreas
da Terra e viajar até elas. Mas o transporte tomará uma forma que não irá
congestionar, poluir ou destruir. Saiba isto: a Terra não será a mesma em cada
lugar, portanto será necessário ainda viajar, sim ... será possível viajar.

JOHN: Parece-me que provavelmente haverá uma deterioração e colapso de


instituições, economia, equilíbrio político e social, e assim por diante, e eu sinto
que esse processo provavelmente começará em breve: isso é uma indicação
geral?

Tom: Mas você tem o conhecimento de por quê?

JOHN: Bem, eu sinto que isso é algo que tem que acontecer antes que possamos
construir de novo. É assim mesmo?

Tom: Esta é uma possibilidade parcial. Mas vamos explicar-lhes que as


dificuldades em seus sistemas econômicos, com a poluição em seu ar e riachos e
terra, com a poluição dentro do mundo espiritual ao redor da Terra, e com o
desejo dentro das almas pelas coisas tomadas dentro deles para lhes dar um
sentido falso de quem eles são [drogas] - essas manifestações também são o
começo do colapso.

96
JOHN: E quanto ao futuro das escolas e da educação?

Tom: Aqui pode haver colapso. Existem razões para não haver uma educação
permanente. A mente humana está se rebelando por causa de venenos, mas
também não pode absorver o conhecimento na educação pública, que não tem
verdade. Este tem sido um processo: se você revisar seus sistemas de educação,
nos últimos vinte a trinta anos [até 1975], não houve melhora, mas apenas
deterioração. Pois não tinha o benefício da alma.

O Conselho diz que eu não respondi a sua pergunta, sua suposição de que algum
tipo de colapso é necessário antes da reconstrução: a resposta é afirmativa. Neste
momento, o equilíbrio deve ser realizado porque a Terra em que você existe não
pode continuar muitos anos. Dentro de duzentos dos seus anos, haverá uma era do
gelo neste planeta se algo não for feito, e então as almas, que foram engarrafadas
e presas neste planeta, ficarão para sempre presas. Isso é por causa da
negatividade com que estão envolvidos e da venda de suas almas. Eles não serão
capazes de evoluir e entender, porque estarão constantemente envolvidos com os
desejos e sofrimentos do físico. Além dos desafios que estão surgindo em seu
futuro imediato com seus muitos problemas mundiais, com sua poluição, os
problemas de sua comida, e os problemas de seus governos, lembre-se disto que
dizemos: dentro de duzentos anos de sua vida, este planeta estará congelado. A
razão pela qual nós viemos, e a razão para o trabalho que você faz, é conscientizar
as pessoas, para que então possamos salvar as almas no planeta, e parar o
problema que foi criado para o Universo. Este é agora um momento perigoso em
que estamos em 1975, e a energia negativa está se formando.

De volta aos aspectos tecnológicos da nossa evolução:

Com nossa tecnologia, poderemos ajudar a livrar a Terra dos problemas que sua
poluição e sua tecnologia criaram.

ANDREW: Você pode nos dar um esboço em miniatura de como esse


conhecimento será transferido do seu mundo para o nosso mundo?

Tom: Será necessário que nos tornemos visíveis e físicos em seu planeta. Não há
tempo suficiente para fornecer esses dados e para você calcular a tecnologia e os
anos que ela levará. Como você sabe, este planeta não será capaz de se
sustentar. Suas águas serão poluídas, sua terra não produzirá a comida
necessária. E a Terra estará repleta de seres e almas que continuam reencarnando
nela, porque eles se lembram de seus desejos físicos de comer, de criar, de seus
toques - esta é a razão pela qual eles estão presos dentro do éter deste planeta.

ANDREW: Se alguém viesse a mim amanhã com toda a boa fé e toda disposição,
e dissesse: "Sim, aceito o que você diz como verdade, que essas coisas estão
acontecendo como você diz que estão acontecendo, e o que eu posso fazer como
um único indivíduo?" de uma maneira prática para ajudar a reverter essa
tendência? " qual seria o seu conselho?

Tom: Se esse indivíduo acredita e depois fala para outro, e aquele fala para outro,
e esse fala para outro, então as coisas podem mudar. Lembre-se que haverá

97
muitos que virão para pessoas como você e farão perguntas. Este será um
momento para as massas: este não será um tempo para os governos, nem as
religiões, nem as sociedades para controlar as massas. As massas serão contadas -
elas serão contadas em seu rádio, sua TV e suas publicações. E eles vão ouvir, e
eles vão ouvir, porque as provas serão sobre eles.

ANDREW: Então , é uma questão de acreditar que você existe e agir sobre
ele. Essa é a essência da mensagem?

Tom: Isso é verdade. Porque sem reconhecer nossa existência, não podemos
ajudá-lo. E a preparação será trazer às pessoas o conhecimento de que vamos
ajudar, e que podemos ajudar, e que não criamos um problema, que só viemos
ajudar, em amor e paz. E haverá muitas das massas que não entenderão a forma
de vida da qual falamos. Eles não serão capazes de entender o cosmos e o gargalo
que este planeta criou. Mas lembre-se: isso nem sempre é necessário. O fato de
existirmos e o fato de que eles aceitam isso, e o fato de que eles verão que não
viremos nenhum dano, que nós viemos com amor, é o que importa. E quando
ajudamos este planeta na tecnologia, podemos também espalhar a verdade e o
amor, para que as almas deste planeta possam então evoluir e prevenir os
problemas, que estão virando o Universo de dentro para fora.

ANDREW: Se o conhecimento de tudo isso é espalhar-se através da TV e das


publicações, e assim por diante, como as pessoas que vivem vidas simples, sem
acesso a comunicações de massa, como em muitas partes da África e da Ásia,
ficam sabendo disso?

Tom: Eles não precisarão saber porque já sabem. Quando você fala da África ou
da Ásia, eles não sabem exatamente o quê, mas sabem que algo está
acontecendo. Também os líderes religiosos da Índia estão muito conscientes de
que algo está acontecendo. São os países avançados, os chamados países
desenvolvidos, que criam o problema.

Se o Planeta Terra puder ser salvo - e será salvo - todo o Universo será elevado a
um nível em que todas as almas terão adquirido a natureza daquilo que
procuraram desde o começo dos tempos. E lembre-se que quando as almas do
Universo têm calma, alegria e paz dentro de seus corações, e geram esse amor, ele
alcança até aquelas almas que são negativas e sombrias, e traz vida e amor para
elas.

Você pode imaginar que quando você realizar o que você veio a este planeta, todo
o Universo estará brilhando com uma luz que parecerá cegante, porque será uma
luz de puro amor. Todos se tornarão um, e é para isso que todos têm
lutado . Pedimos apenas que você nunca, mesmo em seus momentos mais
sombrios, mesmo quando estiver perturbado um com o outro, mesmo quando
estiver perturbado com nações e povos, nunca perca de vista o que temos a ver
com você. Quando olhamos o planeta agora, vemos apenas um pequeno brilho
aqui e ali, e há muitas áreas escuras, mas sabemos que o que você veio fazer para
a Terra, quando isso acontecer, será uma liberação do amor puro. em todo o
universo.

98
IRENE: Nós estávamos conversando anteriormente sobre regras. Eu gostaria de
ir mais longe com você, e tudo isso é por instinto. Eu acredito que não há mais
regras. Agora pode haver regras conforme você as entende, mas as regras, como
as entendemos, não existem mais por causa do nível em que estamos nos
movendo. Eu também acredito que esta não é a primeira vez que todos nós
humanos experimentamos isso, embora você tenha uma memória mais clara
disso, digamos, do que nós, você aceitará isso?

Tom: Mas todos nós temos memórias.

IRENE: Ok, bem nos movemos. Sim, estávamos todos aqui antes.

Tom: Isso está correto, e sua memória está correta de que você esteve aqui em
tempos antes, quando não havia regras de jogo, você está em absoluta correção
porque não há - o que você denomina - regras básicas.

IRENE: Exatamente. E é a nossa humanidade que nos permitirá fazer o salto


evolucionário (uma vez que entendemos completamente) que não fomos capazes
de fazer da última vez.

Tom: Isso está correto. O que está operando a partir do seu eu interior é a sua
confiança, a sua fé, o seu conhecimento interior e o começo dentro da
compreensão da existência em tempos passados, e a responsabilidade que irá
evoluir de necessidade.

IRENE: Tudo bem. O que está acontecendo, como acredito, é que evoluímos
dentro de nossa própria humanidade até um ponto em que agora é necessário
integrar o espiritual com o humano.

Tom: Isso é correto, é para isso que a Terra é.

IRENE: Que essa alquimia, se bem colocada, trará a transformação.

Tom: Isso está correto. Até que a Terra se torne um veículo espacial leve. Isso é
imortalidade para sempre.

IRENE: Uma vez que a humanidade aceita sua alegria e que não precisa mais
sofrer para sobreviver, não precisa se preocupar em ficar entediado quando o
paraíso é recuperado. Você deixou cair uma realização na minha cabeça, o que é
que, quando se olha para a história da humanidade, percebe-se desde os
primeiros dias, eles criaram problemas, guerras, desentendimentos, luta, morte,
matando etc., apenas para que eles poderiam superar então eles podem ter um
momento de paz e então é interrompido novamente. O que podemos fazer para
quebrar esse padrão? Como começamos? Agora eu sei que isso também tem a
ver com a integração da fisicalidade, espiritualidade, etc. Mas o que mais está
acontecendo lá?

Tom: Você vê: o que é necessário é ter coragem humana inata que se tornou
arrogância e devolvê-la à coragem novamente. A coragem de ser quem você
realmente é, sem a arrogância que era necessária porque as pessoas acreditavam

99
que eram especiais. Sim. Agora, inclua isso em sua meditação, pois quando as
pessoas começarem a entender, vocês humanos irão acelerar. Você agora
entende?

IRENE: Sim. Então a coragem se torna um dos pilares da fundação humana para
a elevação?

Tom: E caridade.

IRENE: E?

Tom: Compaixão.

IRENE: E?

Tom: bondade.

IRENE: Então essas são as fundações. E é sobre aqueles que devemos construir
nossa estrutura. É daquilo que podemos nos conectar com o outro mundanismo.

Tom: Você vê, o que isso cria é o que as pessoas chamam de 'alto'…

IRENE: Ao mesmo tempo em que estamos discutindo isso, há algo mais que
também existe em outro tempo e lugar?

Tom: correto.

IRENE: Nós e vocês juntos podemos fazer essa conexão.

Tom: correto.

IRENE: Eu só posso chegar até aqui! Há algo sobre a conexão que tem a ver
com a realidade fora da que conhecemos. O que você está falando é uma
fundação para construir uma estrutura humana, mas ao mesmo tempo devemos
ter um corolário em outro espaço e tempo ...

Tom: Isso está correto.

JOHN: O que você pode nos dizer sobre essa outra realidade?

Tom: É o espelho. Você entende que o filme, quando é removido de você ...

IRENE: Espere um minuto, espere. Então, o que você está falando é que naquele
outro espaço e tempo - palavras tão ridículas se tornam - chegará um momento
em que poderemos nos comunicar com os pensamentos, certo?

Tom: Exatidão.

IRENE: Sim, mas ainda não chegamos lá.

100
Tom: Isso está correto. E então você vai continuar para todo o sempre e nunca e
não há um fim para a eternidade. Quando você olha em dois espelhos juntos, o
que você vê? Você se vê para sempre.

IRENE: Certo.

Tom: Sabe também, a energia constrói, cria, também encoraja e reforça ... Você
precisa remover o filme de si mesmo que é a imagem do filme da Terra que o
mantém em cativeiro. Desde o princípio, o que é culpa - você entende a serpente
no Jardim do Éden?

IRENE: O 'Um', antes da criação, tinha um conhecimento. Fora deste


conhecimento vieram muitas coisas, entre elas o desejo de criar, ou talvez
recriar, a Terra. Estou pulando etapas: Adão e Eva no jardim. As lições de
obediência, a compreensão do livre arbítrio e o exercício do livre arbítrio na
escolha da desobediência.

Tom: A importância também é o exercício do livre arbítrio em obediência. Você


vê os opostos?

IRENE: Absolutamente.

Tom: sim. O que você deve entender é que você mesmo deve descobrir essa
revelação. Como cada um de vocês deve ser revelado.

JOHN: Eu não entendo o que você quer dizer com 'ser revelado'.

Tom: Quando você entende isso, então entende o que dissemos.

JOHN: (suspira)

Tom: Isso não é um exercício de jogo. É um exercício no desenvolvimento do


seu processo mental de pensar por si mesmo.

JOHN: Agora meu cérebro é como um ovo mexido!

Tom: Quando você entende quem você é, então tudo o que somos, o
conhecimento dentro de nós pode ser transferido completamente para você.

IAN: Não é verdade que partes de nós serão reveladas no processo de


estruturação?

Tom: Isso está correto.

IAN: Que não precisamos nos preocupar com essas coisas hipotéticas?

Tom: Isso é exatidão. Quando você começa isto, então há revelação em


muitos. Para isso, o seu mundo, este Universo também, teve que ser
estruturado. Agora é o começo de dias de grande importância para você, mas o
mais importante para nós. Você se curará e a Terra. O começo da cura está

101
naqueles que passaram pelo eu e se afastaram do bloqueio. Entenda nosso grande
amor por você, nossa grande alegria em você, e lembre-se e compreenda,
desejamos que a Terra saiba de nosso amor e de nossa existência. Nós te damos
amor, nós trazemos para você a paz e estamos em agradecimento por estar
conosco. Nós te deixamos agora.

102
9

Encruzilhada

Isso é sobre nossas escolhas e a maneira como nosso comportamento reflete em


todo o nosso planeta. É sobre nossas atitudes em relação ao materialismo,
ecologia. E enquanto o primeiro dos discursos de Tom parece ser uma repetição
de um capítulo anterior, mais uma vez, há uma adição ....

Tom: Terra, com a existência humana, é um gargalo gigante no Universo. O


planeta físico Terra é o mais físico do universo e é o mais belo porque tem essa
diversidade. Aqueles que existem na Terra que existiram em outros planetas
quando seu nascimento é trazido a este planeta, essas almas devem desenvolver o
equilíbrio entre o físico e o espiritual.

Mas na Terra as almas se tornam, por causa da densidade, mais físicas, e quando
seus corpos físicos se desintegram na Terra, o espírito delas não tem desejo de
deixar o planeta - isso causou uma 'reciclagem'. E cada uma das reciclagens faz
com que elas tenham mais desejo e prazer de mais prazeres.

Não temos objeção a isso, se nesse método haveria, na verdade, um equilíbrio


com a natureza do Planeta e seu propósito seria ensinado e assimilado. Quando
esta reciclagem começou, havia aqueles de outros planetas que tinham a
necessidade de vir à Terra e então você teve explosões populacionais de entidades
chegando. Assim como na fisicalidade do planeta, elas existem nos chacras do
planeta e na Terra. espíritos que cercam o planeta. E eles têm dentro deles o
desejo de reciclar.

MIKI: Eu estou envolvido em uma campanha com o objetivo de acabar com a


fome até o final do século, e gostaria de saber sobre o nosso objetivo principal. É
para alimentar todas as pessoas na Terra, não há dúvida sobre o número, ou é
melhor limitar o número de pessoas?

Tom: Quando seu planeta se equilibrou através do serviço, de si mesmo e de


outros, quando é então evoluído para uma vibração mais elevada, então a
explosão populacional também diminuirá, pois as energias negativas não estarão
então em uma forma onde elas possam então dominar um equilíbrio normal de
energias positivas e negativas.

Quando todos são pacíficos em relação a satisfação das necessidades corporais,


isso também será um fator estabilizador na não-proliferação de pessoas
nascendo. Então, a grande maioria será almas evoluídas, para formar o seu
planeta Terra no verdadeiro paraíso que ele é destinado a ser. Sim.

JOHN: Eu sei que você tem alguma dificuldade com o nosso sistema numérico,
mas há cinco bilhões de pessoas neste planeta no momento: qual é o nível que o
planeta poderia sustentar confortavelmente, com referência ao que você acabou
de dizer?

103
Tom: Poderia ser, sem dificuldade, se a grande maioria estivesse em estado de
evolução, com relação a todo o suprimento [de alimentos, materiais e recursos],
nove bilhões. Você entende a importância primordial no alívio da fome? É uma
energia em forma de pensamento. Quando o conceito de acabar com a fome
começa a ser entendido, e deve-se dizer que, se acreditar o suficiente, isso se
torna uma realidade. É importante que o poder desse tipo de pensamento seja
compreendido. Quando isso é entendido, todas as coisas são possíveis.

MIKI: Sim. Portanto, o verdadeiro propósito do nosso projeto é criar a


consciência de que a fome pode ser terminada. Esse é o principal trabalho a ser
feito para finalmente acabar com a fome?

Tom: sim. É de grande importância. A fim de manter as pessoas com esse ponto
focal, é importante que haja alguma forma de publicação para assegurar que elas
tenham um significado e que isso será realizado. O fato de que agora existem
comitês de gabinetes no governo examinando essa questão é um subproduto e é
necessário para que o mundo acredite que existe movimento. A questão mais
importante é para cada indivíduo em seu planeta, não importa em qual divisão
eles estejam, para entender que eles são parte de um todo, e eles também fazem a
diferença, pois se você pegar uma gota de água e fizer gotas suficientes de água
você logo tem uma coleção de uma lagoa. Aquela lagoa então pode criar vida
quando está em união, você entende isso?

MIKI: Muito bem, sim. Obrigado.

ANDREW: Em relação à catástrofe: o cataclismo é mais ou menos ordenado e


está em andamento? O que você está falando apenas atenua os efeitos que serão
sentidos ou é uma solução fundamental?

Tom: Cada um de vocês tem livre arbítrio. Cada um de vocês do seu mundo
civilizado pode trabalhar com a energia da crença positiva. Um exemplo: se você
tem aproximadamente cem pessoas, essas centenas de pessoas podem virar a maré
de um milhão. Voce entende?

ANDREW: sim. Entendemos que tal proporção funciona quando você tem a luz e
a pureza adequadas para dissolver as trevas.

Tom: sim. Portanto, isso não significa que tem que haver catástrofe.

ANDREW: Não é inevitável?

Tom: É um momento de transformação neste planeta. Não é ordenado.

ANDREW: sim. Bem, agora estamos tendo fenômenos climáticos


incomuns. Estamos tendo enchentes, secas, estamos tendo muitas coisinhas, mas
elas atingem partes específicas do planeta com muita força. Por exemplo, houve
mais vulcões do que os registros anteriores mostram. Há uma nuvem circulando
o globo que supostamente contém toneladas de ácido sulfúrico - bem, isso é
devastador. De onde vêm esses fenômenos? Isso é apenas parte do processo da
Terra, ou o processo do homem, ou influências externas ..?

104
Tom: Isso não é natural, foi causado pelo homem interferindo em atmosferas.

ANDREW: Eu vejo que é o nosso mau uso do planeta que está trazendo tudo
isso?

Tom: sim. E você tem movimentos de base dentro de seu país, e outros países, de
pequenos micro-povos que lutam para dissipar o poder das organizações que
trazem poluição. Eles terão sucesso se continuarem com esse pensamento.

Se a humanidade não voltar a utilizar tudo o que existe na Terra de uma maneira
não destrutiva, não é você que estará na desolação, mas os mais jovens. A
humanidade tem uma responsabilidade não apenas por este planeta Terra, mas
pelo Universo, pois a Terra é da maior necessidade para a sobrevivência do
Universo. Desejamos que você entenda a grande importância de seu elemento
destrutivo humano na remoção de oxigênio deste planeta, na destruição de
golfinhos através da caça e na contaminação das águas em sua Terra.

Existem aquelas nações que não têm a fonte da vida: a água. Imagine isso
acontecendo com toda a Terra através da destruição do oxigênio proporcionado
pela sua vida vegetal. Então, dê um passo adiante e entenda que a destruição da
poluição dos oceanos elimina todas as possibilidades de reconstruir o planeta
Terra. Pois existem diferentes meios de remover a salinidade para reconstruir
aquelas nações que não têm a fonte de vida [água], mas se seus oceanos estão em
contaminação e são venenosos com seus produtos químicos, então como você
pode reconstruir?

Você tem dois limites e você tem a escolha de qual passar. Você é o planeta
Terra. E os povos da Terra devem começar a assumir responsabilidade. É o futuro
da sua juventude.

Como você sabe, no seu planeta, há revoltas na humanidade, e também


convulsões no aspecto físico da Terra, com suas erupções e suas corrupções: a
entidade da Terra está tentando se purificar e se purificar. E há a queima do
Planeta pelo seu sol, causada pela corrupção de sua proteção da camada de
ozônio. Portanto, você deve entender o poder de sua capacidade mental e
emocional para mudar as coisas para melhor. Como você tem o poder de criar
uma situação para proteger a Terra, existem aqueles que têm o poder de tentar
negar o Planeta Terra, na ignorância, não muitas vezes deliberadamente através
da poluição e do erro. Portanto, agora é a hora de reunir as pessoas em meditação
para re-tecer o dossel que circunda a Terra, para que este planeta não seja
queimado ou cause destruição ou doença.

JOHN: O que você está indicando aqui é que a camada de ozônio é o problema
mais sério que a Terra enfrenta agora?

Tom: Isso está correto. Todos vocês podem criar uma tecelagem com ondas e
seus cientistas verão o efeito disso.

105
JOHN: Os CFCs são o principal fator negativo, conforme descrito pelos
ambientalistas, ou existem outros fatores que afetam a atmosfera que não
entendemos?

Tom: Seu planeta Terra, por si só, cria gases que criam um problema para sua
atmosfera, mas a humanidade o compõe, criando tantas rações - animais criam
emissões de gases, e a humanidade cria gás. Portanto, pode parecer irrelevante
para você, mas as florestas que escolheram vir como florestas são removidas, e
então os animais são colocados na terra, então você tem uma situação duplamente
perigosa. Portanto, não é bom para cada um de vocês incorporar todos os meios
possíveis para remediar isso, criar menos movimento, criar menos emissões de
gás, correlacionar seu espaço e tempo para não usar equipamentos desnecessários
de fabricação de gás, ou criar processos que não emitem gás?

Coloque uma pequena mudança na mente, e vocês humanos também


entenderão que vocês podem se libertar completamente de toda essa escravidão
para o que vocês acreditam ser necessidades - pois quando você entende quem
você é, você voará com suas próprias asas. Usamos uma analogia para explicar
que cada um de vocês tem o poder de fazer uma diferença completa na Terra ao
criar uma mudança. No entanto, se as pessoas não querem a responsabilidade,
elas dizem que não é possível. Então há mais um problema.

CONVIDADO: Então isso também implica uma grande mudança na dieta das
pessoas no Planeta Terra?

Tom: Uma mudança completa não pode acontecer no Planeta Terra neste
momento, pois aqueles da humanidade de certas naturezas não podem existir sem
as proteínas do animal. O que é necessário é um processo educacional, para que
as pessoas entendam que têm proteína suficiente de animal e que todas devem ser
equilibradas. Há ingestão de tanta proteína de animal que não está em equilíbrio,
pois a criação de animais é desproporcional à necessidade. Levará muitas
gerações até que o tempo evolua, onde as pessoas não precisam mais comer
animais. Existem pessoas e culturas que não precisam disso - elas evoluíram até
esse ponto -, mas para outras isso isso causaria doenças.

No entanto, as substâncias gasosas, como aquelas feitas quando você faz ruídos,
podem ser usadas na conversão em energia dos gases dos animais: é o desperdício
de animais e pessoas que liberam esse gás.

JOHN: A vegetação podre de plantas e florestas também produz isso ...?

Tom: Isso está correto, e quando você faz a limpeza da terra, libera mais gases.

Você sabe que pode trazer a correção através da unificação do mundo, para trazer
o Planeta Terra em equilíbrio e ordem? É de grande importância consertar os
buracos na ionosfera, através do esforço de todas as nações. É de grande
importância entender as nações que devem ter o equilíbrio trazido de volta, pois
quando essas nações saem de equilíbrio internamente, elas são mostradas
externamente. Doenças insidiosas começam a trazer a queda da humanidade. Pois
a humanidade não está em equilíbrio, e os micróbios da destrutividade não

106
permitem que a humanidade viva para o cumprimento de seu destino, levando
este planeta à sua posição correta. Se você quer realmente se concentrar em trazer
uma mudança em seus países nessa área, mude os líderes da profissão médica e
enterre-os como os avestruzes,

ANDREW: Eles são velhos pássaros difíceis. (Risos)

Tom: Você deve assumir a responsabilidade de parar a devastação, começando


por si mesmo, estendendo-a para sua família e incluindo sua comunidade, para
parar a interrupção dos recursos que existem para o benefício da humanidade e de
seu paraíso.

JOHN: Há uma discussão sobre até que ponto as mudanças no padrão climático
são causadas pela degradação ambiental, ou se parte dele é pelo menos causada
por ciclos de longo prazo de padrões climáticos. Essas mudanças são feitas pelo
homem ou cíclicas?

Tom: Uma combinação dos dois. Mas está em total desequilíbrio. Ao invés de
uma sutil mudança suave, é uma mudança disruptiva.

ANDREW: Sim, todos nós passamos por terríveis tempestades. Muito, muito
destrutivo em termos de vegetação, árvores e assim por diante ...

Tom: Você sabe, quando você está ganhando, as forças obstrutoras tentam
destruir sua existência.

JOHN: Eu gostaria de saber o que eu posso fazer pessoalmente para impedir o


crescimento dos buracos na camada de ozônio da Terra?

Tom: Não use nenhum produto que possa contaminar - isso inclui produtos que
afetam outras coisas e não se dissolvem adequadamente. Existem elementos
naturais na Terra que liberam emissões que você não pode controlar. Mas você
pode controlar essas emissões em sua própria arena. Você também pode informar
as pessoas ao seu redor sobre isso e também pode dar sua energia em meditação
para consertá-lo.

Não há tempo para dizer "vai começar amanhã", pois foi necessário começar
ontem. Se seus governos não assumirem a responsabilidade de parar de dar
permissão para fabricar produtos de contaminação, então as mães devem se
organizar, pois é o mundo de seus filhos. Como você bloqueou outras coisas,
bloqueia produtos contaminantes. Aqueles que fabricam vão ouvir, nós
prometemos a você.

Não use produtos de papel com cores. Tenha cuidado também com os produtos de
papel que têm branqueamento que você ingere no seu sistema, pois quando as
toxinas estão no seu sistema, e quando elas são liberadas, também ajuda a
contaminar. Uma pequenez aqui, e uma pequenez ali, e muitas pequenas
pequenezes fazem um grande efeito para a prevenção da aniquilação humana.

107
Eleve-se à informação e, quando encontrar informações, passe-as para outras
pessoas e organize-as para publicação. É o seu planeta, é o mundo dos seus filhos
e seus netos. É um planeta lindo, que deve continuar a existir, e você deseja no
futuro voltar a ele, mas em sua totalidade, como deveria ser. Saiba disso: você
não está sozinho na Terra. Vocês não estão sozinhos no Universo, alegrem-se
entre si.

JOHN: Eu tenho a sensação de que enquanto houver ganância no planeta,


haverá necessidade. E muitas pessoas conscientes parecem não entender esse
conceito, e eu me sinto muito sozinha com isso, e me pergunto se meus
sentimentos fortes sobre isso são de fato corretos?

Tom: Você trouxe um grande entendimento. O que você fala é importante, mas
esta é a compreensão do mito. Vamos explicar desta maneira: é importante estar
aliviado dos problemas do escambo; é importante que os desfavorecidos estejam
em paz e harmonia; existe um lugar para todos os seres humanos dentro da
matriz, independentemente de sua forma de compreensão; precisa haver calor e
amor e ordem acima de tudo, pois, se não há ordem, a mente é caótica. E se
houver objetos mecânicos ou eletrônicos que aliviem o fardo do indivíduo, não
temos objeção a isso.

A dificuldade é que quando estas coisas se tornam as mais importantes, quando a


aparência, ou o preço é o mais importante, quando a posse é a mais importante, e
quando crescer cada vez maior com mais posses é o mais importante, quando
se pensa essa apresentação de posse significa sucesso - isso é uma concha que tem
insegurança, entende? Como uma lagosta: uma lagosta tem carne firme, e há
momentos em que é macia e não é comestível. Mushy. Nós agora falamos de uma
humanidade que se apresenta como uma bela lagosta, mas que está no interior. É
amargo saborear, não comestível, e pode realmente envenená-lo.

JOHN: Sim, eu entendo isso muito bem. Agora, a expressão que Jesus usou, "que
é mais difícil para um homem rico entrar no reino dos céus do que um camelo
passar pelo buraco de uma agulha", é verdade. Embora não haja nenhum dano
na riqueza em si - é prejudicial em virtude do modo como quase todas as pessoas
inevitavelmente a tratam.

Tom: Isso é correto, você tem total compreensão. Outra compreensão é a


seguinte: o negócio é uma maneira que você pode dar, você entende isso?

JOHN: Ok, sim, obrigado. Há uma questão que me preocupa, sobre a


pobreza. Por que o grande sofrimento que temos visto está entre os povos que já
estão sofrendo? Falo da fome que existe [19851 no Sudão e na Etiópia, e as
inundações em Bangladesh: parece-me que essas coisas estão atingindo pessoas
pobres e humildes que são as que menos merecem isso. Eu não entendo esse
processo.

Tom:Aqueles que falam das leis do carma diriam "é o seu carma". Desejamos
expressar a você que isso não é verdade. É um karma do mundo que criou isto, é
uma situação, como disse o Nazareno, dos emprestadores de dinheiro no
templo. É uma situação de ganância, de motivação política. Tudo isso desce as

108
águas das inundações que afugentam os alimentos (em Bangladesh). Aqueles que
estão sofrendo não merecem esse sofrimento: é a situação cármica do mundo,
aqueles que viram a cabeça, aqueles que acreditam que o sofrimento é necessário
eliminação da população, para que o planeta tenha um lugar mais definido,
aqueles que são insensíveis, nós não desejaríamos estar em sua situação em um
tempo futuro. Como com os seis milhões de judeus que trouxeram a nação de
Israel,

JOHN: Ainda me parece uma lição estranha que pessoas gananciosas e nações
gananciosas têm que aprender de uma maneira que é uma vez removida delas. É
mais difícil aprender dessa maneira do que se eles aprendessem por experiência
direta?

Tom: São as pessoas dentro de cada nação que devem fazer o movimento para
trazer mudanças. Uma nação tem um chefe de governo de acordo com seu
merecimento. Portanto, é importante que os povos dentro de seus mundos de
sofisticação realizem essas mudanças.

É preciso haver uma excitação dentro desses povos para entender que eles devem
se manter, e avançar em frente para impedir que seus governos façam o que lhes
permitiram fazer no passado. É um momento em que as pessoas devem agora
assumir o controle.

109
III

NOVA LUZ NA HISTÓRIA ANTIGA DA TERRA

10

A Semeadura da Humanidade e a Cultura Akesu

No início da década de 1940, vinte e cinco discos de pedra foram encontrados


em cavernas nas montanhas Bayan-Kara-Ula, nas fronteiras do Tibete e da China
Ocidental, por um arqueólogo chinês. Esses estranhos discos pertenciam aos
homens da tribo que ainda vivem nessas cavernas. Das tribos Ham e Dropa , elas
parecem não estar relacionadas com nenhum outro grupo étnico, sendo de
constituição frágil e com cerca de um metro e meio de altura. Cerca de vinte e
cinco anos após a descoberta, os discos foram finalmente decifrados. Os
hieróglifos de um deles dizem:

" Os Dropas desceram do céu em seus planadores. Nossos homens, mulheres e


crianças se esconderam nas cavernas dez vezes antes do nascer do sol. Quando
finalmente entenderam a linguagem de sinais dos Dropas , perceberam que os
recém-chegados tinham intenções pacíficas."

O arqueólogo chinês especulou que esses discos e os atuais ocupantes das


cavernas correspondiam a antigas lendas chinesas relatando histórias de homens
que desceram das nuvens ..........

Tom disse, em resposta a perguntas de origem

"Todos os seres neste planeta viveram em outros planetas, mas há aqueles que são
uma mistura. Os seres físicos podem renascer em outro planeta. Uma espécie é
uma mistura de dois ou mais planetas no tempo de sua existência física. um ego
forte e tem livre arbítrio ".

MIKI: Quando os humanos começaram a ter almas, ser seres humanos reais?

Tom: Quando o alvorecer da razão começou a chegar aos membros mais


evoluídos da espécie; quando os nativos no planeta Terra começaram a evoluir no
corpo; quando o raciocínio começou com a montagem de ferramentas e com a

110
formação de um método de comunicação: foi quando a alma veio pela primeira
vez a este planeta.

JOHN: Nós falamos de 32.000 anos atrás, mas não do tempo antes disso. É
verdade que houve civilizações evoluídas neste planeta milhões de anos
atrás? Houve artefatos encontrados, metal e assim por diante, que são muito,
muito antigos, e que indicariam uma civilização inteligente anterior.

Tom: Eu pedirei permissão ... nós podemos dizer isso para você: Sim,
aproximadamente 20 milhões de anos atrás havia seres com alma neste planeta.

JOHN: Eles evoluíram tecnologicamente na medida em que estavam no Altea ou


tanto quanto nós?

Tom: Não. Não muito. Alguns deles estavam no Planeta Terra para a preparação
do planeta, em termos de plantas e animais e de acordo. Além disso, alguns deles
eram os Outros.

CONVIDADO: Você é capaz de dizer se a missão daqueles que prepararam o


Planeta Terra foi cumprida?

Tom: O planeta Terra não é lindo?

Convidado: Certamente é sim. Eu queria saber se tudo o que eles se propuseram


a fazer foi realizado na época?

Tom: Você não vê isso?

CONVIDADO: Sim, certamente.

Tom: Você agora respondeu a si mesmo?

CONVIDADO: Sim, aparentemente respondi a mim mesmo! Eu estava me


perguntando também, que tipos específicos de preparações eles estavam fazendo
naquela época, 20 milhões de anos atrás?

Tom: Organizando o etérico e os chacras - o que vocês chamam de "chakra" - na


Terra, nas outras esferas também, para aqueles que viriam à Terra para atravessar,
para seu processo de aprendizado, e para a preparação de sua fauna e flora.
Campos. Sim.

CONVIDADO: E quando você fala dos chacras do planeta, você está se referindo
ao que poderíamos chamar de centros de poder na paisagem em diferentes
pontos no Planeta Terra ?

Tom: O que você chama de linhas ley , sim.

CONVIDADO: Eu estava me perguntando também o que os Outros estavam


fazendo neste momento?

111
Tom: Tentando cortar as linhas ley.

CONVIDADO: Eles realmente tiveram algum sucesso em tornar as coisas


difíceis?

Tom: Eles conseguiram com a Serpente eles não? Portanto, a humanidade foi
aprisionada. Em 1975, a seguinte discussão ocorreu:

GENE: As civilizações representadas pelos Nove visitaram a Terra no passado


histórico distante da humanidade?

Tom: Sim, muitas vezes.

GENE: E também é verdade que alguns deles permaneceram no planeta Terra


cruzando com os humanos aqui?

Tom: Houve civilizações que colonizaram o planeta Terra. Os seres originais


que evoluíram no planeta Terra eram o que vocês chamariam de raça negra .

GENE: Entendo, então, que as outras raças, além do preto, são resultado do
cruzamento entre o negro e o povo das civilizações?

Tom: Não. Os orientais , brancos e vermelhos foram colonizados, foram de


outras civilizações .

GENE: Eles são os resultados da reprodução na Terra ou foram trazidos para a


Terra?

Tom: Eles são o resultado da criação do planeta Terra.

GENE: Visto que os brancos, vermelhos e amarelos representam a criação de


civilizações avançadas, isso significa que o preto é inferior a outras raças, ou são
apenas diferentes? Você pode explicar qual é a diferença?

Tom: O preto é uma raça igual no planeta Terra. Aqueles que colonizaram outras
civilizações para o planeta Terra (e a civilização de Hawk teve uma porção de
envolvimento) tentaram ... Como podemos explicar? Antes do tempo de 32.000
aC, as sementes foram colocadas sobre o planeta Terra. Então por 32.000 aCa
semente evoluiu para um ser humano. Então naquele tempo aquelas das outras
civilizações vieram a este planeta com um ser que nós poderíamos chamar de
Falcão para cruzar os povos semeados com seres de outras civilizações. Os negros
evoluíram do planeta. Foi uma experiência: ver de que maneira os originais, que
não foram semeados, evoluiriam em comparação com os que
colonizaram. Aqueles que colonizaram, após um período de tempo, porque
vieram de outras civilizações que possuíam talvez uma tecnologia mais
inteligente, começaram a sentir que eram superiores aos negros. Eles conseguiram
dominar os negros. O que foi planejado para o planeta A terra não veio a
acontecer. Após a semeadura, foi descoberto pelas civilizações que, de todos os
planetas do Universo, é o único planeta que tem tanta beleza, tal diversidade de
mudanças e tal densidade - mais do que qualquer outro planeta no

112
Universo . Descobriu -se também que aqueles que existiam no Planeta Terra
tinham grande fisicalidade e sexualidade, não testemunhados nos outros planetas,
e os colonos começaram a viver em desejo de fisicalidade, e começaram
repetidamente reencarnando no Planeta Terra. Como eles reciclados, eles
começaram a manter os originais do planeta Terra em cativeiro.

Mais discussões sobre este assunto com outros assistentes:

STEVE: Eu gostaria de perguntar sobre as informações históricas que recebemos


sobre civilizações na Terra antes de 32.000 aC. Eu entendo que as raças negras
eram as únicas pessoas na Terra neste momento, é assim?

Tom: Foram aqueles que evoluíram na Terra. Foi o original na Terra.

STEVE: Eles não estavam em apenas um local na África, estavam? Porque eu


entendo que houve descobertas na Sibéria e na China.

Tom: Eles evoluíram em todas as massas de terra da Terra.

STEVE: No entanto, as pessoas da China, Sibéria e América do Sul não são


negróides.

Tom: Quando você fala dos outros, o vermelho , o amarelo e o branco ,


eles descendem da colonização de outras civilizações há muitos milhares de
anos. Isto não é o mesmo que a colonização das civilizações superiores de 32.400
aC . Os originais eram os negros .

JOHN: E então, é verdade que os negros são a única raça que evoluiu
completamente a partir daqui?

Tom: sim. Aqueles que são da natureza do negro foram os indígenas desta
terra. Eles podem, se tiverem o desejo, ir como almas para outros mundos para a
evolução, ou evoluir em diferentes situações dentro deste planeta. É a escolha
deles.

JOHN: Nós falamos freqüentemente [isto é 19811 do conflito Leste-Oeste, mas eu


penso que mais e mais de nós estão se tornando conscientes de que o
verdadeiro desequilíbrio na Terra é o conflito Norte-Sul, no sentido da relativa
prosperidade do Norte e a pobreza do sul. É difícil para mim entender por que
esse desequilíbrio existe: você pode comentar isso?

Tom: Este planeta está evoluindo há milhares e milhares de anos. Nós


explicamos sobre a colonização do seu planeta Terra a partir de outras
civilizações: aquelas que são, como você a identifica, do Sul, vieram em grande
parte da Terra. Eles não tiveram uma entrada de outras civilizações para ajudar no
seu processo evolutivo.

JOHN: Sim, mas existe uma espécie de energia que trouxe os colonizadores para
o norte ao invés de espalhá-los uniformemente pelo planeta?

113
Tom: Você quer dizer linhas de grade?

ANDREW & JOHN: Sim.

JOHN: Quero dizer, isso foi há muito tempo e ainda assim é o norte que parece
ter a 'força'.

Tom: Essa foi a área de liquidação, sim.

JOHN: Você percebe isso como um sério desequilíbrio, como nós fazemos - em
um sentido, há um problema a mais longo prazo ...?

Tom: The tragedy is that by this colonization, those beings and species
considered themselves superior. It was not meant to be that way: that is the
imbalance. There should have been a putting of their hands in the hands of others.
The seed of Abraham should have spread through and completely around the
Earth - then this situation would not have arisen. But because it was not done in
that manner, because there were others who greatly distrusted the colonizers,
were jealous of their situation, the colonizers remained in a combination of
tightness for survival and protection. In that respect, yes, there is imbalance.

JOHN: Quando o falcão desceu à Terra, em que fase estavam as pessoas da


Terra? Eles não tiveram nenhum contato prévio de nenhuma forma com as
civilizações. Eram eles o que chamamos de 'bárbaro' ou -?

Tom: Você pode chamá-los de sociedades estruturadas simples.

JOHN: Sim, e depois houve uma mistura de genes com eles ..?

Tom: sim. Esse foi o começo da cultura mais avançada no planeta Terra.

ANDREW: Que tipo de corrida foi encontrada com quem começar a fazer a
bioengenharia? Eles eram pretos, brancos ou amarelos?

Tom: As civilizações nunca se misturaram com a raça original, da Terra , que é a


raça negra. Mas outros seres foram colocados na Terra por outras civilizações -
civilizações que você encontraria de inteligência superior para você, mas não
trabalhando em cooperação direta com os Vinte e Quatro - que transportavam
grupos de seres que eram excluídos. Estes, por sua vez, evoluíram como
humanos. Foi essa corrida que foi misturada e misturada por aqueles que
desembarcaram em 32.400BC . Eles foram colocados. Não podemos usar a
palavra semeado porque não é a palavra apropriada.

JOHN: Obrigado. Uma questão que leva a isso é que cerca de 34.000 anos
atrás, o homem de Neanderthal de repente não adquiriu um grande cérebro - até
onde nós o entendemos - e então de repente morreu e foi substituído por Cro-
Magnon Man . Você pode explicar esse ponto em particular por favor?

Tom: Os Neandertais não foram o começo da humanidade.

114
JOHN: E eles morreram - então quais foram as origens do homem de Cro-
Magnon então? Sempre foi pensado que um levou ao outro, mas agora parece
que eles têm uma tensão diferente.

Tom: Como um poderia levar ao outro quando eles vieram de outra civilização,
não sobre este planeta? Você está tentando colocá-lo nos domínios do que seus
antropólogos científicos tentam reconstruir, eliminando a semeadura. [Consulte
as notas do apêndice ]

JOHN: Então a primeira aparição do homem de Cro-Magnon como a


conhecemos, em um sentido científico, teria sido na Bacia Tarim em Akesu?

Tom: Isso está correto.

Em 1974, Andrew e Tom discutiram o assunto anterior:

ANDREW: Como foi realizada a primeira colonização?

Tom: Um pequeno número de seres chegou à Terra, e eles fundaram a primeira


civilização - e quando eu digo a primeira civilização que não é verdadeiramente
assim, mas eles foram a primeira chegada de nosso povo - e isso foi mais de
32.000 anos aC .

ANDREW: E onde isso teria sido?

Tom: Na Akisu , perto do que você chama de Tarim Basin .

[Escrito Akesu , pronunciado Akisu por Tom , Akesu está na província de


Xinjiang, China em 41.01N e 80.20E] (clique na imagem à direita)

ANDREW: eu vejo. Eu entendo que essa civilização eventualmente não teve


sucesso, e as coisas não correram bem.

Tom: Não foi culpa dos que aterrissaram.

ANDREW: Eu só me pergunto o que foi o fracasso, então, foi prematuro?

Tom: Era cedo demais. As mentes e as almas dos espíritos eram muito
densas. Era uma civilização alta, não adaptada adequadamente à Terra.

ANDREW: Há algum vestígio dessa civilização?

Tom: Vou verificar, você vai esperar? Eles me dizem sim, mas isso não pode ser
visto. Está sob a superfície .

ANDREW: Que tipo de elementos da civilização os visitantes tentaram dar


naquela época? Com o que eles estavam preocupados? Foi agricultura ou
medicina ou escrita ou astronomia ou o quê?

115
Tom: Era a linguagem . A fim de elevar os seres do planeta de um nível quase
animal. Foi uma forma de comunicação.

ANDREW: Você tem algum exemplo desse idioma? Por exemplo, qual era o
nome desse cavalheiro, o Falcão?

Tom: Eu vou dar a você em seu alfabeto, mas não tem esse alfabeto. O alfabeto
não tinha vogais, mas tinha vogais quando falado.

ANDREW: Sim, o som tinha uma vogal mas não tinha representação escrita.

Tom: Seria um T, R, H, K, R, H, K. A dificuldade é que nosso Ser não tem os


tons disponíveis para nos referirmos, em sua mente.

ANDREW: Sim, obrigado, vamos descobrir como isso é pronunciado

Tom: Quando a civilização foi perdida - e em todas as civilizações que foram


perdidas - havia pequenos grupos que não foram perdidos, mas viajaram uma
longa distância para se afastarem da área.

ANDREW: Sim, e para onde foram algumas dessas pessoas? Quero dizer, em que
cultura nós os conheceríamos agora, se é que os conhecemos?

Tom: Eles não existem. Mas eles se mudaram para três áreas. Era uma grande
civilização e, fora da civilização de Akesu, havia outra civilização subsidiária. O
falcão também tentou trazer o princípio de um líder.

ANDREW: O que era aquele líder chamado naquela língua, qual era a palavra?

Tom: Seria um Y e um K, mas tinha um som de vogal.

ANDREW: Algo como o Akh?

Tom: Sim, mas não é bem assim.

ANDREW: Por quanto tempo o Hawk na Terra foi para aquela missão em
particular?

Tom: Mil e seiscentos dos seus anos.

ANDREW: Isso é incrível! Ele teve algum filho?

Tom: Todo o mundo.

ANDREW: Você quer dizer que ele era a única fonte da semente, por assim
dizer?

Tom: Não. A semente era de uma civilização e este foi o começo do verdadeiro
entendimento.

116
ANDREW: Ele acabou de viver como um ser humano comum, tanto quanto todo
mundo estava preocupado naquele momento?

Tom: Ele tentou, mas não foi permitido. Ele foi chamado de Falcão por eles,
como ele também foi chamado de Falcão pelos egípcios porque ele veio de nós.

ANDREW: Essas pessoas iniciais o viram aparecer do céu?

Tom: sim .

ANDREW: - Em um ofício ou algo assim?

Tom: sim.

ANDREW: eu vejo. Eles associaram isso com um falcão ?

Tom: sim.

ANDREW: Ele apareceu na Terra parecendo com todo mundo, ou ele parecia
diferente?

Tom: Percebendo o estágio próximo ao animal desses seres, seu traje foi feito
para se assemelhar a um pássaro . Para que eles sejam capazes de entender.

ANDREW: Durante os mil e seiscentos anos em que o Hawk trabalhou, houve


sucesso em trazer alguns elementos da civilização?

Tom: Foi um pouco mais, mas está perto. Ele trouxe civilização. Ele trouxe a
linguagem para que as pessoas pudessem se comunicar. E iluminação. Ele trouxe
o conhecimento e a tecnologia de como construir fortemente, como proteger,
como crescer, como cultivar para crescer forte e como curar dentro de si.

Andrew: Foi tudo isso feito por naturais cura e seleção natural das sementes
e assim por diante? Havia alguma ciência ou conhecimento que pudéssemos
identificar com física, química, matemática ouastronomia, que foi dado naquela
época, ou era cedo demais?

Tom: Tudo foi feito de uma forma que eles puderam entender.

ANDREW: Quanto tempo a pessoa média viveu na Terra naquela época? Qual
foi o tempo médio de vida?

Tom: 20 anos Os colonos conseguiram aumentar a expectativa de vida para cento


e vinte, para cento e cinquenta, e muitos viveram mais.

ANDREW: Então eles devem ter ficado bastante impressionados com o fato de
que o Hawk estava por aí há mais de mil anos.

Tom: Sim, ele era considerado um deus .

117
ANDREW: E foi assim que todo o erro surgiu, como a noção de deuses surgiu
entre os homens? Entendo. Quando o Hawk fez outra aparição na Terra após o
primeiro empreendimento, 32.400 anos atrás?

Tom: No intervalo de tempo entre a primeira vinda, antes que o Falcão passasse
para o seu mundo novamente, outro ser continuou a discussão.

ANDREW: Isso foi em Akesu?

Tom: Isso está correto.

ANDREW: Quanto tempo durou isso?

Tom: O novo foi com essa civilização por 2.020 anos do seu tempo. Ele veio
como o filho do falcão .

ANDREW: Ele realmente parecia ser um filho terrestre, apesar de ter vindo do
seu lugar?

Tom: As pessoas sabiam a diferença.

JOHN: Qual foi o nome?

Tom: vou tentar. Você não tem os sons para reproduzi-lo. Tinha um som de
vogal, mas não tinha vogal escrita. Era R, T, T, H, R. Mas lembre-se que
começou com um som que não estava escrito.

ANDREW: Sim, com uma vogal não interrompida . Ele soaria algo como 'Arthur'
- algo como isso?

Tom: sim.

John: Quanto tempo mais durou essa civilização depois da existência dessa
pessoa?

Tom: Ele existe há pouco mais de seiscentos anos.

JOHN: Você poderia dizer o que aconteceu no final?

Tom: Foi natural.

JOHN: Esse foi um dos distúrbios naturais periódicos que eles às vezes chamam
de mudança polar, ou algo assim?

Tom: sim. Ambos os seres retornaram à Terra no tempo de 6.000 a 5.000 aC. Foi
nessa época que mais seres vieram com eles.

ANDREW: E em que terras eles apareceram?

Tom: Era o que você chama de Egito

118
ANDREW: Eles também estavam na Suméria ou em Ur ?

Tom: antes. Então no Egito.

ANDREW: - Eles vieram do céu naquela época?

Tom : sim.

JOHN: Você disse que o falcão chegou em um ofício?

ANDREW: Eles viram isso como a forma de um pássaro .

Tom: Sim, e aqueles com ele se misturaram com aqueles aqui e criaram uma
nova espécie.

JOHN: Eles tinham o que chamamos de relações físicas, produzir crianças, isso é
correto?

Tom: Foi mais evoluído, maior.

ANDREW: Um método de atualizar as espécies locais na Terra, certo?

Tom: Fortalecimento

ANDREW: E eles usaram seus próprios meios e conhecimento para fazer isso,
certo?

Tom: sim.

ANDREW: E quando eles apareceram na Terra, eles encontraram certos seres


que pensavam que ajudariam a fortalecer a espécie, então eles se misturaram
com eles e desenvolveram um híbrido. E então eles assistiram, para ver o que
aconteceria com aquele híbrido.

Tom: Isso é essencialmente a verdade. O problema com os seres que existiam era
que eles adoravam os visitantes, isso foi transmitido através da espécie. E as
espécies então adoravam.

CONVIDADO: É possível que você dê mais imagens da cultura Akesu , e sobre


quaisquer fases pelas quais passou, ou quaisquer outras características que
seriam úteis para conhecer?

Tom: Akisu era uma colônia semeada, organizada para a evolução do seu planeta
Terra e para ensinar o processo de progresso, para um salto da
humanidade. Houve uma percepção de que, se esperássemos que a humanidade
evoluísse por conta própria, ainda assim estaria em seu estado de seis dedos,
entende?

Quando há um grupo acelerando, a aceleração cria um spin-off, e isso também


afeta os demais para a aceleração. Portanto, dispositivos de implementação foram

119
trazidos para a frente, organização para a colônia, para o desenvolvimento
comunal. Também houve ramificações para a frente de alguns que foram para o
que você agora identifica como a China - um grande país comunitário agora. E
para outros domínios, mais gradualmente. Esse foi o começo do que vocês
chamam de " Gigantes se fundindo com as filhas dos homens", você
entende? Além disso, às vezes havia espécies criadas a partir da fusão, que foram
geradas: uma civilização conectando-se geneticamente com outra civilização,
criou uma espécie. Isso foi no começo.

JOHN: Você pode dizer quando a linguagem começou? Eles tinham alguma
língua antes da época de Akesu ?

Tom: Quando você pergunta sobre a linguagem, você quer dizer


verbalizar? Escrevendo?

JOHN: Sim. Verbalizando.

Tom: Você chama grunhidos e gungs [sic] verbalizando?

JOHN: Estou falando de linguagem com algum tipo de estrutura gramatical.

Tom: Não totalmente.

JOHN: Então os líderes, os gigantes que vieram, acrescentaram a isso e


construíram a linguagem?

Tom: Ajudou na criação do entendimento dos cliques e clacks, entende? A partir


desse desenvolvimento evoluído da onda sonora e em conjunto com a
implementação, o desenvolvimento da música, a tentativa de imitar o som da
cana-planta, esfregando, imitação do vento através das árvores?

JOHN: Isso é o que você descreveu como uma linguagem tonal?

Tom: Isso está correto. Essa é a linguagem tonal do Universo. No entanto, na


dissensão, então o balbuciar veio. Todo mundo estava balbuciando como não
humanos. Aquela cultura atravessou as planícies e os bolsos, segmentos de
grupos, avançaram. Foi novamente necessário para a nova sementeira. Você
entende que quando há separação de pessoas, há também perda de
conhecimento? Se não houver um grupo para repetir o conhecimento, ele será
perdido. Quando não utilizado, não é visível no cérebro. Por isso, foi necessário
para re-genética, sim.

CONVIDADO: Isso foi feito com novas pessoas que vieram ao Planeta Terra?

Tom: Das mesmas civilizações. Antes de Abraão havia alguém que ensinou o
povo, dito ser do mar?

JOHN: loannes ?

Tom: sim. Exceto que ele não era do mar.

120
JOHN: Quem era ele em termos das civilizações?

Tom: Ele era da civilização de Altea .

JOHN: Eu achava que sim. Apenas nesse ponto, o líder do Altea foi o
personagem mitológico Atlas , isso é correto?

Tom: Isso é assim.

JOHN: Ao mesmo tempo, acho que você disse que Atlas e Zeus eram uma e a
mesma pessoa.

Tom: Você entende como a mitologia tem confusão? Para você ver, eles dizem
que Zeus fez acasalamento com um cisne. O cisne veio dos céus ... Você entende
a complexidade?

CONVIDADO: Sim.

Tom: O homem primitivo tinha suposições. O conselho disse que não


respondi. Isso que sustenta o mundo foi Altea , sim.

JOHN: Mas eu perguntei se era o mesmo que Zeus .

Tom: Humanos criaram essa divindade mítica. Eles davam caracteres às


civilizações para torná-los deuses, quando não eram. Zeus com o cisne foi .... o
cisne era um navio . Quando Zeus entrou no navio, eles o chamaram de deus,
pois era a montanha deles, entendeu?

JOHN: Eu não sei o que você quer dizer com a montanha deles.

Tom: O navio chegou à montanha deles.

CONVIDADO: Monte Olimpo .

Tom: A corrupção é Zeus . Atlas tornou-se Zeus . Mas Altea foi o único.

CONVIDADO. Posso voltar a Akesu? Foi um grande número de seres que vieram
à Terra para fundar a cultura Akesu, ou apenas um pequeno número?

Tom: No começo era um número pequeno, e então entendeu-se que mais eram
necessários para a semeadura.

CONVIDADO: Demorou muito tempo até a dissensão começar e como


começou? Que tipo de problemas estavam envolvidos?

Tom: Não havia conexões enquanto eles se mudavam para áreas remotas, e a
confusão reinava, e eles se envolviam no que vocês chamariam de
"desenvolvimentos locais" e, às vezes, fundiam-se com os povos daquelas
áreas. Portanto, houve perda de memória e reversão para um estado mais
básico. Por isso, foi necessário reforçar novamente a genética. Isso é sentido?

121
CONVIDADO: Sim. Demorou muito tempo entre a primeira chegada e a
separação, a dissensão?

Tom: Migração seria um termo melhor. A humanidade e particularmente a


humanidade da "exploração" genética tinham curiosidade, e sempre há uma que é
curiosa na humanidade, não é assim? Assim, dentro de um século, houve a
mudança e a necessidade de reaproveitamento estava dentro de quinhentos de
seus séculos. Nós não falamos daqueles que permaneceram. Nós falamos
daqueles que se espalham em outros lugares, sim.

JOHN: Pelo que entendi, você falou sobre o Hawk estar lá por cerca de 1.000
anos, e os outros que o seguiram por cerca de 4.000 anos ...

Tom: Isso está correto. Eles não eram geneticistas? Havia as pessoas se movendo
para fora.

JOHN: Agora, Phyllis teve um sonho outro dia, e ela sentiu que estava
em Akesu , e viu uma espécie de celebração e três grupos diferentes indo em
direções diferentes. Esta dispersão, foi em cerca de 32,00OBC?

Tom: sim.

JOHN: Agora, eu fiz uma suposição de que uma civilização assumiu a


responsabilidade por cada um desses grupos. É assim mesmo?

Tom: Sim, é, como você diria, som.

JOHN: Bem, imagino que seja Ashan , Altea e Hoova . Isso está correto?

Tom: Isso está absolutamente correto.

JOHN: Sim. Agora estou tentando determinar quais foram em qual direção. Os
que foram para a China, eles eram da Hoova ?

Tom: Eles eram do Ashan em combinação com o Hoova .

JOHN: Eu vejo, eles misturaram antes de irem ..?

Tom: Havia aqueles que eram misturados e aqueles que eram colonos de outros
planetas. Em Akesu , havia aqueles que eram de pura tensão; aqueles que eram
uma mistura de uma civilização com pessoas da Terra; e houve aqueles que foram
misturados, misturados novamente com os de outra civilização. Você entende
isso? Como podemos explicar? Usaremos o seu sistema solar como exemplo: se
houvesse outro planeta, diríamos - como podemos explicar? Suponha que você
tivesse uma colonização de, digamos, do seu planeta Vênus para o seu planeta
Terra, então foi misturado com o de Ashan que seria uma cepa, então se o de
Ashan que foi misturado com Vênus se misturasse com Hoova , isso seria de uma
segunda linhagem, não é assim?

122
JOHN: Sim. Então eles também viajaram por terra, quando se separaram
de Akesu , isso está correto?

Tom: sim.

JOHN: Podemos colocar as três ocasiões da semeadura? Pelo que entendi, a


primeira vez foi muitos, muitos milhares de anos atrás. A segunda vez foi na
época do Jardim - a época da Bacia Tarim - e a terceira vez foi na
época de Abraão . Isso está correto?

Tom: Isso está correto.

JOHN: Sim, então a primeira semeadura veio com a chegada do falcão ?

Tom: Isso também está correto. Um segundo chegou depois de um milênio.

JOHN: Mil anos depois do falcão?

Tom: Aproximadamente.

JOHN: OK Agora, em relação a isso, os grupos de seres que estavam na Bacia


de Tarim - eles foram puramente evoluídos ou se misturaram com algumas das
outras semeaduras que também ocorreram?

Tom: Isso está correto. Eles eram de Hoova .

JOHN: Eles eram puramente do Hoovid , então eles não tinham se encontrado
com nenhum dos outros grupos que também foram semeados - como eu entendo?

Tom: Isso está correto.

JOHN: E Altea era uma das outras civilizações que haviam semeado, correto?

Tom: Isso está correto.

JOHN: Você mencionou uma vez as 'pessoas pequenas' e eu nunca entendi o que
isso significava. Isso se referia às pessoas que foram semeadas por Hoova , eram
menores?

Tom: Nós falamos que a humanidade, quando eles pousaram, eram


menores. Aqueles que vieram eram gigantes comparados com aqueles que
existiam no Planeta Terra.

ANDREW: Voltando àqueles primeiros períodos de mistura e hibridização,


entendemos de nossa ciência na Terra que uma fase importante das eras glaciais
terminou na época do desembarque original de 32.400. O que você pode nos
dizer sobre isso? Estava realmente terminando ou ainda existia?

Tom: Já estava acabado.

123
ANDREW: Aksu era naquela época uma área verde fértil, não um deserto?

Tom: Ele não havia sido ativado, mas estava se aquecendo.

ANDREW: A área ainda estava fria, relativamente?

Tom: Isso é verdade. não era exuberante, mas marrom e vermelho.

JOHN: Eu gostaria de perguntar sobre o que conhecemos como a história de


Adão e Eva . Nós discutimos isso e chegamos a um consenso, que primeiro um
espaço sendo chamado de Falcão veio para se preparar, então outro veio com
um mandato, não para se envolver em relações físicas com as fêmeas aqui, até o
momento certo A tentação então veio, é está correto?

Tom: O primeiro ser veio para dar conhecimento aos nativos que existiam na
Terra, sobre plantas e animais. Então veio o segundo espaço, e ele ficou muito
triste por ver o acasalamento dos nativos e dos animais do Planeta Terra. Sua
tristeza não era pelo acasalamento, mas por não ter um companheiro para se
comunicar. Então, um foi dado a ele para se comunicar.

Naquela época, foi pedido que ele não se envolvesse nos caminhos do planeta
Terra, pois, no nível em que ele estava evoluindo, teria sido desastroso para ele
envolver-se no acasalamento físico sem se adaptar, sem que seu corpo se
adaptasse a ele. um novo equilíbrio. Então ele foi solicitado a se abster disso, para
adaptá-lo às pressões dentro de seu corpo, e para ele entender as funções que
viriam dentro de seu corpo - e também, como um exemplo para aqueles que
existiam, para que o acasalamento fosse utilizado apenas para o propósito mais
alto.

Então Aquele que caiu sobre ele e sua mulher companheira, e colocou dentro dele
uma noção do verdadeiro conhecimento que lhe deu o desejo de ser igual
a Deus . A tragédia disto é que ele veio originalmente veio do Criador e esqueceu
isto. Portanto, não havia necessidade de tentar ser igual a Deus . Mas enquanto na
Terra ele encontrou a necessidade disso.

JOHN: Eu gostaria apenas de entender sobre Aquele que caiu neste contexto ...

Tom: Foi o Arcanjo de quem você conhece ... nós não queremos usar o
nome. Em sua história de Adão e Eva, ele era a serpente. Você vê que nunca foi
feito para ser de dois lados. Tudo foi feito para estar em igualdade.

JOHN: Você quer dizer o macho e a fêmea ou negativo e positivo?

Tom: Negativo e positivo.

IRENE: Quando Adão e Eva escolheram não entender a definição


de obediência , que era parte do diálogo no paraíso entre você e eles, e quando
eles viram a verdade do que a obediência significava, e se afastaram da
responsabilidade disso, então a humanidade foi estabelecido em um caminho

124
onde nós tivemos que definir bem e mal para nós mesmos no contexto de
escravidão?

Tom: Isso está correto.

IRENE: E o tempo antes da queda é onde a pureza está dentro da humanidade. É


nessa pureza que ocorrerá a transformação do mundo moderno .

Tom: Isso está correto. Este mundo moderno é o resultado dessa contaminação e,
portanto, a transformação seria o resultado da não contaminação.

IRENE: Sim. E é por isso que a realidade está mudando em nossos tempos
modernos, e o processo agora é a perfuração desse véu - porque toda a realidade
continua espelhando onde estávamos desde a queda.

Tom: Isso está correto. É a ilusão de que vocês humanos


são iguais ou superiores ao Criador e à criação , e a realidade que vocês
consideram real é ilusão.

IRENE: Então, o que é necessário agora é o estabelecimento de uma construção


filosófica do Éden, para que todo o resto tenha a sua própria ordem.

Tom: Então se torna uma cachoeira de pureza.

IRENE: Bem, isso é ótimo.

ISRAEL: Vamos fazer isso.

Tom: Será. Está agora em movimento, mas há também aqueles que procurarão
perturbar isso. Saiba quem você é, confie em si mesmo, confie em nós e saiba que
isso será feito, e continuamente veja seu motivo para se manter alinhado ao seu
propósito mais elevado. E isso é o que é necessário no Planeta Terra, pois você
sabe da contaminação no Planeta Terra e do modo como as pessoas podem tentar
interpretar mal essa antecipação e a aurora do paraíso.

IRENE: Você está disposto a dizer algo sobre a identidade de Eva ou sua
identidade simbólica?

Tom: Nós não vamos neste momento. Como você sabe, Eva se identificou com a
noção do pecado original. E Eva, o feminino, foi enterrado e o aspecto masculino
consumiu a Terra. Por estar desequilibrado em seu consumo, e porque desejava a
punição da fêmea, o aspecto masculino era que a fêmea trouxe desastre à Terra,
quando na verdade o macho nunca aceitou a responsabilidade por sua própria
escolha. Agora é hora de assumir essa responsabilidade. Naqueles tempos, Adão e
Eva tinham completa harmonia e equilíbrio com a natureza. Eles tinham
compreensão dos ritos da natureza e de cada assunto dentro da natureza, e a
comunicação não só com animais e flora, mas também com rochas, solo, água e
vento, e a lua e o sol e tudo. Nos dias atuais, o tempo da fêmea, a essência de Eva
vem à tona, e o que deve ser feito é a fusão completa entre macho e fêmea. Não
para o macho tentar ligar a fêmea, e não para a fêmea tentar suprimir o macho,

125
mas trabalhar em completa alegria, em harmonia e unidade, como dois pilares que
sustentam o mundo, separados mas juntos. Sim.

STEVE: Considerando a questão do equilíbrio do positivo e do negativo na


história da Terra, houve algum tempo em que o excesso do positivo tenha sido o
problema?

Tom: sim. Eu deveria me relacionar com você na hora. Houve tal estado de
positividade, quando todos os pássaros cantaram, e todos os animais amaram, e
todas as flores floresceram, e isso foi durante o período de Adão e Eva, o período
de Akesu . Essa foi uma época do paraíso, mas também uma época em que a
natureza do positivo estava desequilibrada: foi nosso erro.

STEVE: Então tinha que haver uma introdução do negativo para promover mais
evolução?

Tom: Em uma forma de falar, sim. Nós não antecipamos os resultados do


desejo. Quando a humanidade não tem nenhum desafio para o crescimento, então
eles podem dissipar energia.

STEVE: Como surgiu a mitologia do paraíso e o Jardim do Éden ?

Tom:A Terra é a mais bela de todas que existem no Universo. Tem variedade que
nenhum outro planeta possui. Tem um clima variado que nenhum outro planeta
possui. Na verdade, se as almas da Terra fossem da mais alta evolução, seriam
consideradas um paraíso. Este planeta Terra pode ser um paraíso quando a
densidade é removida. Mas quando dizemos isso, falamos de um paraíso de
criatividade, um paraíso que traz conhecimento, um paraíso que traz alegria e
amor. Um paraíso no qual os humanos podem se curar ou podem sentir dor, se
assim o desejarem. Mas não é um paraíso onde todo desafio será removido, todo
o crescimento será removido, toda a dor será removida. Será um paraíso que os
humanos possam criar, através de sua própria evolução, sua própria compreensão
de sua conexão com o Universo, e aceitar sua responsabilidade por si
mesmos, por seus companheiros, pelo Planeta Terra. Tudo será levado à
perfeição.

126
11

The Altean Venture: Atlantis

Muitas de nossas idéias sobre a Atlântida podem ser alteradas pelas transmissões
que se seguem. Como observado anteriormente, algumas centenas de anos aqui
ou ali não fazem muita diferença para os Nove. Todas as datas são como
apareceram nas transmissões originais e o BC foi usado onde foi dito.

Neste capítulo, o termo Altima é usado (como nas primeiras


transmissões). Quando perguntado sobre ' Altima ' por Andrew no início dos
anos 70, Tom respondeu que era o nome de uma unidade trabalhando em
cooperação com eles. O termo Altima mais tarde se tornou Altea .

A Atlântida parece estar profundamente enterrada em nossa psique de tal forma


que as pessoas ficam bastante aquecidas e emotivas quando a discutem. Tem
havido mais livros escritos sobre isso do que a maioria dos outros assuntos no
mundo, e com a aproximação do milênio, sem dúvida, a lista será
adicionada. Entre outras coisas, talvez a Atlântida possa nos proporcionar uma
reflexão clara?

ANDREW: Os próximos mitos sobre os quais ouvimos são aqueles sobre


a civilização Atlante . Existiu e quanto tempo durou? Nós temos um começo
presumivelmente logo após o período de Akesu

127
Tom: Nós estávamos esperando quando você perguntaria. Eu posso explicar -
mas brevemente: Atlantis terminou 11.000 anos atrás do seu tempo e começou
32.000 anos atrás. O que é chamado Atlantis foi uma colônia que se desenvolveu
e com a qual fizemos contato. (Quando eu digo nós, não quero dizer As
nove, mas outras civilizações). Essas civilizações traduziam tecnologia. De lá,
outras colônias saíram, levando consigo o conhecimento e a tecnologia. Naquela
época, por causa da atração gravitacional, nem toda a tecnologia foi refinada o
suficiente para que fosse funcional neste planeta Terra. Chegou a hora em que
toda essa tecnologia pode ser utilizada.

ANDREW: Sim, como eles chamam isso? Eu gostaria de obter o nome


verdadeiro.

Tom: Eles eram na verdade Alteanos . Eles eram da civilização de Altima .

ANDREW: Oh, eles eram Altimans . Então é por isso que eles são chamados
de Alteanos e isso de alguma forma se tornou corrompido para os Atlantes . I ver
obrigado.

JOHN: Isso foi sobre o tempo do que chamamos de 'The Flood'?

Tom: Foi antes.

JOHN: A Atlântida estava na área que agora falaríamos como a área ao


redor do Triângulo das Bermudas ?

Tom: Foi da Grécia para o que você chama agora de Estados Unidos.

JOHN: Ah, foi muito grande.

ANDREW: Então havia várias cidades dessa civilização?

Tom: sim. A cultura maia era uma que sobrara - era uma colônia que perdia
contato e revertia.

JOHN: Agora, com relação a isso, havia uma cultura que chamamos Mu ou
Lemúria no que agora chamamos de oceano Pacífico - era isso antes ou depois
da Atlântida?

Tom: Eles eram um e o mesmo. Como você tinha uma cultura egípcia e uma em
Ur, que eram uma e a mesma.

ANDREW: Qual foi o principal meio de transporte que os atlantes usaram para
contornar a face do planeta? Eles apenas se moviam em veleiro e navio ou
tinham aeronaves?

Tom: Eles tinham aviões . Eles também podiam se mover em seus corpos.

ANDREW: De grande interesse para mim é a relação entre os remanescentes da


cultura Atlante - a Alta Cultura e os primórdios do Egito ...

128
Tom: [interrompe] O Egito era uma colônia que era muito ... nós usaríamos o
termo 'núcleo duro'.

STEVE: Então Atlantis era originalmente uma colônia Hoovid , uma extensão de
Akesu, e ainda assim se tornou Altean em influência ..?

Tom: Originalmente, na semeadura do Planeta Terra em Akesu , uma colônia foi


para o que se tornou a Atlântida , e outra foi desenvolvida por Hoova, através de
Abraão, em Ur e Canaã .

STEVE: Há um problema de namorar o período da Atlântida: a data do fim era,


eu sei, cerca de 9.000 aC? Nós temos um começo presumivelmente após o início
do período de Akesu, 32.000 aC.

Tom: Esse não foi o começo da civilização da Atlântida. A civilização da


Atlântida foi uma semeadura, semelhante à semeadura genética
envolvendo Hoova , Akesu e Abraão . A civilização da Atlântida foi semeada
por Altea durante um período de tempo. Existia em fases, por aproximadamente
12-17.000 anos, mas não consistentemente.

Convidado: Isso é muito tempo na história da humanidade. Eu me pergunto se


houve alguma fase importante no desenvolvimento da Atlântida que é importante
conhecer.

Tom: A terra da Atlântida foi desenvolvida por Altea , uma das maiores
civilizações dos Vinte e Quatro, tecnologicamente avançado em muitas áreas. Os
do Altea voltaram a se atualizar e se fundiram com aqueles que já haviam sido
genetizados. À medida que a Atlântida expandiu-se sobre uma enorme massa de
terra e colonizou terras longínquas do Planeta Terra, eles tinham a capacidade
tecnológica de fazer isso - dificuldades desenvolvidas. Isso foi por causa do
Planeta Terra com sua beleza, variedade e senso de sentimento, por causa de seu
amor e sua expansão tecnológica, e porque eles estavam tentando levar o Planeta
Terra ao seu verdadeiro cumprimento do paraíso. Eles se envolveram no
sentimento emocional do estado físico e se envolveram muito na criação de
órgãos de acasalamento maiores e mais proeminentes. Eles também tentaram,
através de seu conhecimento científico e compreensão, para trocar geneticamente
criaturas com seres da alma no Planeta Terra através do transplante. Você sabe o
que queremos dizer?

CONVIDADO: Não, não é bem assim ....

Tom: Você é uma alma, não é? Então, se nós colocássemos sua cabeça em uma
vaca, isso não seria uma troca de alma por um corpo de alma não humano?

CONVIDADO: Sim, vejo.

Tom: Eles foram, por causa de seu brilhantismo e conhecimento, tentando não se
fundir com o pensamento no Planeta Terra, mas eles pensaram que criando essas
criaturas eles talvez tivessem a força da criatura, ou a criatura poderia estar
servindo a eles, ou eles poderiam desenvolver um meio para mais prazer físico. E

129
essa não foi a ordem do dia, como você diria. Eles também perceberam que
haviam ultrapassado os limites do acordo.

ANDREW: O que causou o desaparecimento dessa cultura Atlante que se


espalhou da Grécia para as Américas? Foi doença? Foi isso... ?

Tom: Foi causado uma grande destruição. Não foi o Armagedom. Não era. Foi a
disseminação das colônias e o enfraquecimento das civilizações e foi um
fenômeno natural.

ANDREW: Era o que chamamos de decadência de uma cultura.

Tom: sim.

ANDREW: E alguns dos remanescentes disso, presumo, estavam presentes


na América do Sul , na América do Norte e assim por diante?

Tom: Tudo acabado.

JOHN: Esta é uma questão hipotética: se eles tivessem feito melhor uso de seus
recursos, então a destruição física daquela cultura poderia não ter ocorrido, é
assim?

Tom: Você gostaria de acreditar nisso. O que estamos explicando a você é que a
perda foi devido a um fenômeno natural: seus oceanos, seus terremotos. Lembre-
se que você vive em um planeta físico. Voce entende?

JOHN: Bem, nós entendemos que há repetições de tremendos levantes no planeta


físico e imagino que foi um deles.

Tom: Mas suas religiões do mundo gostariam de relacionar essas revoltas com os
deuses.

JOHN: Sim.

ANDREW. Eles falam das inundações, de qualquer maneira.

JOHN: Então, 11.000 anos atrás, a história religiosa da criação poderia estar
relacionada ao dilúvio daquele período?

Tom: sim.

CONVIDADO: Os ensinamentos dos Kahuna no Havaí são uma sobra do


conhecimento dos Alteanos?

Tom: Eles são uma mistura - e eles são da tribo de Cohen .

Convidado: Hmmm. O período Altean durou de 12 a 17 mil anos: quando o


incomum desenvolvimento tecnológico do Altean se tornou problemático?

130
Tom: No último dos seus mil anos

CONVIDADO. Então, antes daquela época, essa era uma civilização bastante
saudável?

Tom: Não estava estagnado. Também tomou em o que é denominado hoje a


colônia de Mu .

CONVIDADO: E a colônia de Mu , de onde essas pessoas se originaram?

Tom: Ashan .

CONVIDADO: Centrado no que hoje conhecemos como o Oceano Pacífico ?

Tom: Isso está correto.

JOHN: Durante este período, eu suponho que eles tiveram contato aberto
com Altea ...?

Tom: Disponibilidade de artesanato no céu. Tudo estava perdido. A humanidade


começou de novo, depois disso veio emprestada .

CONVIDADO: Quando começou a cultura de Mu ?

Tom: Foi aproximadamente o mesmo tempo que a Atlântida , após a


colonização da Atlântida e o desenvolvimento de colônias nas trilhas para o
exterior. Você sabe que os povos das Filipinas são descendentes de Mu , como
aqueles que vivem em ilhas em saias musicais ...

JOHN: Polinésia?

Convidado: Bali?

Tom: sim.

CONVIDADO: E eles finalmente juntaram forças com o povo de Altea e se


fundiram com eles?

Tom: Eles eram de Altea , originalmente, semeados então por Ashan . Alguns
dos que estavam na Atlântida eram de Ashan. Houve três semeaduras . Sim.

ANDREW: O Hawk teve alguma coisa a ver com a Atlântida?

Tom: No que você chamaria de 11.000 aC, houve um retorno, e o Falcão e seu
povo ficaram o tempo todo, e eram seres diferentes nas mentes do povo da Terra.

JOHN: Durante este tempo, as pessoas desta civilização Altean tiveram o que nós
consideramos como um parto normal? E passar por um ciclo de vida normal?

131
Tom: Não. A maioria dos casos de parto normal é o começo das vidas em que a
pessoa veio aprender. Os nascimentos a que estamos nos referindo
foram nascimentos de almas que vieram para servir. Estes são seres que se
conhecem e têm uma intenção diferente dentro do seu núcleo. Quando seres assim
eram reconhecidos como um fundador ou como um deus, como no caso de Horus
no Egito ou Ea [loannes] em Ur , eles não nasceram. Nascimento é para
aprender. Quando você não é nascido, você não tem as mesmas emoções que as
pessoas físicas.

JOHN: Você poderia descrever a função do Falcão e seu grupo na Atlântida?

Tom: Eles eram professores, mas também se misturavam com os aspectos físicos.

ANDREW: Onde eles estavam centrados na Terra naquela época?

Tom: O Falcão viveu no que você agora chama de Creta . O outro estava em um
lugar diferente, mas eles estavam em comunicação, pois tinham veículos com os
quais se comunicar, porque eram líderes.

JOHN: Eles não eram considerados deuses então?

Tom: Sim, eles eram. Outro líder foi centrado perto de onde você tem
agora Flórida e Bahamas . Essa é uma parte que não está mais lá. E quem
conseguiu o falcão em Akisu foi um líder em um lugar ao largo da costa da
sua América do Sul . Existem algumas ilhas lá, mas não ilhas de
conseqüência. Era uma massa de terra muito grande, e havia mares que ficavam
entre essas terras.

ANDREW: Qual foi o falcão conhecido como neste período cretense de 11.000
aC? E quando ele foi embora?

Tom: Eu não consigo encontrar o nome no cérebro do nosso Ser, mas seria como
' Heronimus '. Ele não saiu. Ele continuou até se tornar Horus , no Egito, após o
fim da civilização Alteana.

ANDREW: eu vejo. E essa cultura que eu levo, desapareceu quando a chamada


cultura Atlante desapareceu?

Tom: Foi engolido. Há restos e restos de povos que se esqueceram, mas que de
fato adoram da mesma maneira que antes. Você entende por que foi engolido?

ANDREW: Não, nós não entendemos o porquê.

Tom: Você gostaria de saber?

ANDREW: Sim, muito mesmo.

Tom: Enquanto os líderes se misturavam, havia aqueles que se opunham a essa


mistura. O falcão e outros líderes sentiram que eles eram poderosos o suficiente,
de modo que se eles se misturassem, poderiam superar essa oposição. Mas o que

132
eles não sabiam era que aqueles que se opunham tinham um desejo mais
poderoso. Então os três líderes se uniram e, naquele período, estavam em estado
de pranto, por causa da grande perda. Então eles decidiram, em conjunto conosco,
ir e ser os fundadores do Egito . Um deles foi fundar Ur , e depois eles se
reuniram novamente.

ANDREW: eu vejo. A submersão ou desaparecimento da cultura Atlante,


espalhou-se como era - isso era um "ato de Deus" ou foi ...?

Tom: Nós estávamos com raiva.

ANDREW: Você estava com raiva? Você estava zangado com os líderes por seu
papel em administrar mal a situação?

Tom: Não. Foi nossa ignorância em não entender a densidade do planeta


Terra. Era mais desespero, na verdade, do que raiva. Somos mais compassivos
agora.

ANDREW: Você poderia nos dar um pequeno vislumbre do nível de civilização


alcançado pelos atlantes?

Tom: Você na civilização em que vive agora conseguiu apenas uma parte do que
os atlantes desenvolveram.

ANDREW: Entendo, então somos muito primitivos! Qual foi a sua notável
conquista, até onde você sabe, na civilização atlante?

Tom: No campo da medicina , de uma natureza muito superior ao seu


remédio. Você é primitivo em eletrônica e eles tinham todo o conhecimento de
usar a mente para mover objetos e eles mesmos. Se não fosse isso abaixo da
cintura, eles estavam sempre em apuros, então teria sido uma boa civilização.

ANDREW: eu vejo. E o medicamento deles não foi capaz de ajudá-los com essa
parte do problema deles?

Tom: Eles gostaram. Não temos objeções ao prazer - é quando tudo se


consome. E isso se tornou ... você realmente gostaria de saber a verdade? Nós não
sabemos se aqueles em seu planeta podem lidar com isso.

JOHN: Bem, podemos decidir se devemos passar adiante.

Tom: Ao invés de usar o conhecimento da medicina que eles tinham, para


melhorar suas mentalidades ou seus aspectos físicos, eles usaram seu
conhecimento para melhorar seus órgãos sexuais.

ANDREW: eu vejo. Existem remanescentes desta espécie ou raça na Terra, ou


são todos eles?

Tom: Eles se tornaram um ser, mas não existem mais como seres.

133
JOHN: Uma coisa sobre a China : o sistema de medicina que eles têm lá,
a acupuntura , é um sistema de medicina que veio da época da Atlântida?

Tom: É primitivo comparado ao conhecimento de Altima , mas é mais avançado


que o conhecimento da América. Na medicina Atlante, foi possível substituir até
mesmo o verdadeiro coração e o verdadeiro cérebro. No entanto, no seu remédio,
você pode, por exemplo, substituir um braço, exceto que ele não tem um "coração
verdadeiro" nele. [faísca vital] No seu tempo, todos os órgãos vitais poderiam ser
substituídos sem dificuldade e sem sérios problemas para o corpo físico. Também
os órgãos que foram transplantados eram muito superiores aos que estavam
substituindo.

ANDREW: Isso é incrível. Se eles tivessem toda essa habilidade como você diz,
então eles devem ter tido uma vida razoavelmente longa. Quer dizer, eles
poderiam prolongar a vida consideravelmente, não poderiam?

Tom: Ou seja, na verdade, qual era o projeto deles naquela época.

ANDREW: Qual seria a expectativa de vida de alguém que tivesse bons cuidados
médicos nos dias de Altea ?

Tom: Na verdade, pode entrar em alguns milhares de anos.

ANDREW: E, no entanto, com essa longa vida, eles de alguma forma não
obtiveram uma sabedoria geral?

Tom: Eles estavam envolvidos no transplante.

ANDREW: Sim, eu vejo. Bem, eu acho que todo esse conhecimento pode ser
recuperado algum dia ...

Tom: Está dentro da mente do golfinho. O golfinho tem a resposta. Sim.

Isso nós dizemos a vocês: é importante para a humanidade entender a devastação


trazida em tempos passados quando os Alteanos existiram no planeta Terra e
também porque um grande número de pessoas daquele tempo escolheu estar na
forma de um boto ou um golfinho. E alguns, agora neste planeta Terra, estão aqui
para informar a humanidade que eles escolheram essa forma para que eles não
possam recriar os experimentos científicos que engendraram a mitologia que é
conhecida por toda a humanidade hoje. Eles não erradicaram o desejo de acasalar,
entendeu? Não queremos que seja erradicado, mas desejamos que seja
compreendido de maneira apropriada.

Na época da grande raiva e desespero em relação ao que havia sido feito


na Atlântida , e em relação àqueles que usavam o conhecimento apenas para seu
próprio benefício, havia, naquela época, colônias que não eram de natureza
destrutiva: na verdade, não destruído. Mas também, na cultura Atlante , havia
pessoas que não eram da natureza destrutiva da maioria, que estavam, contudo,
nas áreas específicas onde a massa de terra foi destruída, levando consigo muitas
pessoas. Eles entenderam a necessidade do ato no entanto. Existem algumas

134
dessas pessoas que agora existem no Planeta Terra, que escolheram estar neste
planeta Terra e são de uma espécie que optou por aparecer de uma maneira que
não se conforma com o físico de sua existência anterior.

Não tínhamos certeza de que essa escolha de corpo físico seria benéfica para o
crescimento futuro de sua alma, mas era o desejo deles e em seu intelecto e
compreensão de sua natureza física durante sua experiência passada, eles
achavam que talvez pudessem ser úteis em sua vida passada. um bom caminho. E
então eles agora existem em seu planeta de uma forma diferente do que eles
tinham antes. Eles não são reconhecidos como uma espécie de natureza humana -
ainda assim, deixe-me dizer - eles são mais humanos do que qualquer humano em
seu planeta. Eles são as espécies de golfinhos.

ANDREW: Entendo, que tal entrar em contato com eles?

Tom: Eles são muito sensíveis a todo o trabalho da consciência, mas também são
guardiões dos mares, e muitos que se opõem à transformação do Planeta Terra
também vivem nos mares. Eles observam e guardam, e eles também, quando
necessário, monitoram outras civilizações do Universo que se aproximam do
Planeta Terra com intenção questionável, e tentam, por causa de sua grande força
mental, removê-las. Eles são guardiões. Eles estão em serviço de uma maneira
similar a que muitos de vocês humanos estão em serviço, e enquanto a linguagem
deles é difícil para vocês, é muito melhor para nós. A comunicação que temos é
mais normal.

ANDREW: Então, se pesquisássemos a linguagem dos golfinhos , estaríamos


mais próximos de aprender sua própria maneira de comunicação?

Tom: sim. E você entende que aqueles que vivem como golfinhos escolheram
essa forma porque não seriam tentados com o físico?

ANDREW: Bem, eu acho que eles são muito inteligentes e muito inteligentes para
escolher essa forma e modo de vida. Porque eles têm menos problemas e
complicações do que qualquer humano na Terra, e provavelmente mais alegria
em viver. E, como você diz, eles estão em serviço.

Tom: Mas é difícil para eles, por causa de sua forma e pensamento, realizar um
verdadeiro serviço sem o vínculo com os humanos.

ANDREW: - Bem, talvez possamos fornecer esse link.

Tom: Entendendo o elo entre a Atlântida, os golfinhos e os seres humanos irá


liberar o conhecimento dentro dos humanos de como eles causaram sua
destruição em tempos passados. Saiba disso: neste momento atual, os seres
humanos que existiram no tempo de Altea voltaram a existir nesta época
também. Alguns que viveram a vida do golfinho agora retornaram em retidão sem
água: isto liberará esse conhecimento e conhecimento interno. Isso é de grande
importância, pois quando essa conexão é feita e a verdade soa, um entendimento
ilumina, sim.

135
STEVE: Em uma comunicação nos foi dado acreditar que o fim era um
cataclismo natural, e que é tolice atribuí-lo aos deuses. Em outra ocasião, somos
informados de que o fim foi resultado de "nossa raiva". e estava em
retribuição. Eu não posso reconciliar esses dois.

Tom: O Conselho disse para relacioná-lo desta maneira: a cultura Atlante foi
criada pelos Alteanos para nós. Houve erro na maneira como foi
criado. Altea criou dificuldades para as almas na Atlântida, em suas
experimentações, e também criou dificuldades com seus conhecimentos em
tecnologia de hidrogênio. Se tivéssemos intervido e feito algo para conter esse
perigo, poderíamos ter salvado a situação, mas em nossa aflição com Altea,
criamos a destruição. Você entende isso?

STEVE: Foi então um cataclismo natural? Estamos dizendo que o cataclismo


natural foi o meio?

Tom: Foi provocada por experimentações em hidrogênio . Não é hidrogênio


dentro de seus oceanos?

STEVE: Entendo, a experimentação foi feita pelos Alteanos? Isso está correto?

Tom: sim.

CONVIDADO: Você mencionou que os atlantes usavam uma tecnologia de


hidrogênio . Isso era uma tecnologia de armas ou alguma outra tecnologia que se
tornou prejudicial?

Tom: Você entende que isso significa água ? Não foi para a destruição de outros,
mas não foi totalmente compreendido, e foi um meio perigoso que então poderia
ter criado uma reação em cadeia, porque todos os oceanos, atmosfera e terras
contêm água.

CONVIDADO: Isto está relacionado com o que hoje chamamos de ' água
pesada '?

Tom: sim.

CONVIDADO: E eles estavam procurando gerar energia ou ..?

Tom: Foi curiosidade sobre elementos no Planeta Terra, tentando entender, sendo
destemido sem sentido. Portanto, os botos são almas e as grandes baleias jubarte
que amamentam sua juventude eram cidadãos da Atlântida. Também agora estão
retornando muitos cidadãos de Atlântida e Mu para ajudar o Planeta Terra neste
momento, para cumprir o que foi criado e para estar em serviço. Muitos têm
memória. Aqueles no mar são aqueles que não tinham certeza de que poderiam
viver em uma posição ereta e não contaminar. Portanto, eles sabiam que,
escolhendo o mar, não poderiam causar dano algum, e desfrutariam do
acasalamento com alegria.

136
CONVIDADO: Agora há alguma confusão sobre o fim da Atlântida , porque você
disse uma vez que terminou com processos naturais, que eu suponho que sejam o
aumento dos níveis do oceano no final da era glacial, mas também você falou
sobre 'seu raiva e o súbito ...

Tom: O fim da era do gelo surgiu por causa da nossa perturbação. Você entende
que se você está com raiva, e você é de nós, que sua energia tem poder? Além
disso, se você não é de nós, sua energia também tem poder? E como eu disse, não
foi tanto a raiva quanto o desespero. Foi uma reação em cadeia. Os atlantes
causaram tempestades no planeta que eles não entenderam. Eles criaram sua
própria morte, por interferirem na natureza do desenvolvimento evolucionário.

JOHN: Algumas dessas características problemáticas estão reaparecendo agora,


tanto em termos de destruição do planeta quanto de nossa manipulação genética.

Tom: Isso é exatidão, sim.

CONVIDADO: O próprio Altea esteve presente durante o período da cultura


atlante?

Tom: Isso não foi possível. Ele é o chefe do Altea . Foi um exercício para
aquelas civilizações entenderem o que a humanidade tinha que suportar. Você
entende? Eu digo 'entender' com muita frequência!

JOHN: Eu estou querendo saber se poderíamos ter uma data exata da submersão
final da Atlântida , e isso aconteceu em um período muito curto de tempo ou ...?

Tom: Aconteceu da noite para o dia ... Você deve entender que quando falamos
daquele tempo, estamos angustiados. Vocês, seres humanos, não têm lembrança -
e nós sabemos - se pode haver algo que perturbe o Conselho dos Nove , é
isso. Havia aqueles que, você diria, vinham com roupas de ovelha, mas eram
lobos. Foi a nossa supervisão. Nós talvez tenhamos subestimado a influência
daqueles que gostariam da nossa posição, que nunca estiveram em posição de tê-
la, você entende?

CONVIDADO: Você mencionou como, no final da Atlântida , as pessoas foram


para o Egito e para Ur , levando consigo muito do que sabiam. Também gostaria
de perguntar sobre outras partes, incluindo a América Central , os olmecas,
maias e astecas, e também as antigas culturas megalíticas de Noroeste da
Europa , incluindo a Grã-Bretanha.

Tom: Isso está correto. Incluindo aqueles que você identifica como os
helenos . De Tróia .

Convidado: Os povos helenísticos da Grécia e do Mediterrâneo?

Tom: Isso está correto. Você sabe que na dispersão e traumática quando
a Atlântida havia caído, havia civilizações construindo em 8000 aC em Creta ...
Há também aquelas nas regiões da Ásia Central na arena que é Israel, na Jordânia,
também nas regiões de o Saddam ...?

137
CONVIDADO: Iraque ?

Tom: sim.

CONVIDADO: E a Ásia Central ?

Tom: Também em partes da China , da Índia , nas regiões do Tibete .

CONVIDADO: E as Américas?

Tom: Eles foram colonizados também de regiões de Israel . Você não


tem fenícios , e eles se fundiram com aborígines?

Convidado: Nas Américas? Com relação a isso, você tem alguma outra
informação sobre os antigos visitantes das Américas ?

Tom: Foi colonizado pelos fenícios .

CONVIDADO: eu vejo. Poderíamos apenas rever a sequência de eventos na


história da Atlântida, então ...?

Tom: Você está tentando organizar uma cronologia. Não é talvez mais útil trazer
o propósito?

JOHN: O que você está dizendo aqui é que civilizações diferentes, quando têm
essas semeaduras, estão trazendo qualidades diferentes, apropriadas e
necessárias para os seres humanos.

Tom: E para o planeta Terra. Não pode haver um quadro completo, pois partes do
mosaico não seriam compreendidas, sim.

138
12

Antigo Egito

O Egito , do ponto de vista dos Nove, parece ter nascido do fim


do empreendimento Altean . Para a humanidade, o Egito , junto com a Suméria ,
continua sendo exemplos fascinantes de altas civilizações que apareceram
subitamente na região em meados do quarto milênio aC . É especulação que tal
corpo de conhecimento que tanto o Egito quanto a Suméria possuíam foi
ensinado a eles, ao invés de serem desenvolvidos por eles. Este capítulo está
repleto de informações surpreendentes, às vezes controversas.

Ler com cuidado e paciência seria benéfico - há mais do que aparenta em muitas
das frases.

ANDREW: É verdade, de acordo com a lenda platônica, que alguns dos atlantes
trouxeram os elementos desejáveis da civilização atlante para o Egito? Por
exemplo, estou muito curioso sobre a lenda de Horus e o disco alado, no qual ele
apareceria no que foi chamado de disco voador.

Tom: Ele chegou em uma espaçonave. Lembre-se que ele não nasceu. Naquela
época ele foi todo em o que você chamaria de uma nave espacial. Os Alteanos
eram mestres disso. E então eles foram além da espaçonave e em sua mente eles
aprenderam a viajar sem habilidade. Horus , Tehuti , Isis e outros líderes os
ensinaram.

ANDREW: Quais foram as regras através das quais Tehuti e Isis e Hórus se
reuniram no Egito para iniciar uma nova civilização?

Tom: Todos eles vieram simultaneamente. Você entende que eles puderam estar
em lugares diferentes ao mesmo tempo? Hórus chegou ao Egito e Ísis foi para
Ur , e outros estavam em outros lugares, mas eles também podiam estar
simultaneamente juntos em cada lugar.

ANDREW: eu vejo. Eles eram intercambiáveis, muito interessantes. Agora,


muitos historiadores notaram a semelhança das culturas de Ur e do
Egito. Outras pessoas notaram que havia uma semelhança também com a cultura
chinesa ...

Tom: Isso está correto. Eles foram fundados pelas mesmas pessoas.

139
ANDREW: E quem estava envolvido na China ?

Tom: Aquele que esteve no local perto da América do Sul. Cada um deles pôde
estar simultaneamente em qualquer lugar.

ANDREW: Eu vejo, e que outros lugares da Terra estavam simultaneamente


sendo desenvolvidos naquela época?

Tom: Foram apenas os três lugares, e foi a partir desses três que a cultura
avançada espalhou-se por todo o globo.

JOHN: Estou muito interessado na Grande Pirâmide e no seu significado.

Tom: Foi a Esfinge que teve mais a ver com o começo do Egito. Quando chega o
dia em que há entendimento sobre o planeta, e quando a chegada de outras
civilizações acontece, para ajudar o planeta, então esse será o dia em que os
segredos completos do que você pede serão dados.

Em 1976, Andrew fez várias perguntas sobre as pirâmides que Tom respondeu:

ANDREW: Nós temos algumas perguntas sobre a Grande Pirâmide . Você


poderia nos dizer quem construiu primeiro?

Tom: Foi em conjunto: Hoova , Ashan , Altea , e também a civilização


do Myrex . Foram quatro civilizações que o criaram. Quando você pergunta
quem construiu, você está falando das vinte e quatro civilizações.

ANDREW: Isso significa que os humanos não tiveram participação no prédio?

Tom: Eles tiveram um grande papel no prédio. A engenharia, a programação foi


feita pelas quatro civilizações. A tentativa de transferir e transmitir o
conhecimento veio das civilizações. Stonehenge também veio das
civilizações. Sim.

ANDREW: E você poderia nos dar as datas em que a Grande Pirâmide foi
iniciada e quando foi concluída?

Tom: A Grande Pirâmide, e havia outros que eram de natureza semelhante, foi
iniciada em um tempo antes da destruição de Altea . Foi iniciado cerca de 150
anos antes da destruição de Altea, 13.000 de seus anos atrás , na colônia em que
havia sido iniciada. Então, aproximadamente 7.000 anos atrás, foram feitas
adições e então foi completado.

ANDREW: Era originalmente de uma estrutura de topo plano e depois


completada como uma pirâmide ou foi originalmente concebida como uma
pirâmide?

Tom: Ele foi originalmente projetado para ser um triângulo. Não


foi concluído por um longo período de tempo. Demorou - desde o início até a
conclusão, por causa da destruição e mudanças - 6.000 anos.

140
ANDREW: eu vejo. Eu entrei em uma parte muito secreta da Grande
Pirâmide , as câmaras acima das câmaras do rei , e encontrei e fotografei a
assinatura do faraó Khufu [Quéops]. Foi ele quem completou essa parte
específica da estrutura?

Tom: Foi completado antes . O entendimento veio para ele.

ANDREW: Você quer dizer a compreensão do que é a pirâmide?

Tom: sim. Khufu foi a reencarnação do falcão.

ANDREW: E quando ele viveu, qual foi o ano?

Tom: Altea disse que eram 6.257 anos antes do Nazareno.

ANDREW: - Sim, obrigada. E você poderia nos dizer, da maneira que desejar,
qual era o propósito de construir a pirâmide, e qual é o seu segredo íntimo com o
qual as pessoas estão tão preocupadas?

Tom: Em parte, é a regeneração de células. Canaliza a energia das civilizações. A


Grande Pirâmide e outras pirâmides espiralam uma energia para cima. Mas
também as civilizações trazem energia para o planeta Terra através das
pirâmides. Nas câmaras das pirâmides, existem áreas que são chamadas de
câmaras de rejuvenescimento: elas preservam as células. Há mais para eles, mas
disso não podemos falar neste momento.

JOHN: Sim. As outras duas pirâmides ao lado da Grande Pirâmide, são muito
mais tarde? A partir de que data eles estão?

Tom: Eles vieram aproximadamente de 1500 a 2000 anos após a conclusão.

ANDREW: Quando foi a lendária Torre de Babel ?

Tom: Isso foi em Ur . Após a destruição da Atlântida: Ur era uma colônia da


Atlântida . Sua existência foi dentro de 200 anos da existência do faraó
Khufu. Sua destruição foi 3.000 anos depois. Sim.

Em 1991, Tom respondeu mais algumas perguntas sobre a pirâmide:

MIKI: Alguns anos atrás eu perguntei quando seria a hora que você revelaria o
segredo das pirâmides. Então hoje eu pergunto novamente se você pode revelar o
segredo das pirâmides?

Tom: A resposta vem neste momento, suas circulações ...

JOHN: Crop circles , você quer dizer ..?

Tom: sim. Sobre este planeta Terra em relação a você ... em arranjo para o seu
planeta Terra, na manutenção da rotação. A energia da pirâmide foi proposital em
emitir energia para o que estava circulando no seu planeta Terra.

141
Uma vez a pirâmide continha elementos de cristal que emanavam uma energia
para fora. O cristal foi removido pela humanidade em seu modo de pensar não-
pensante. Nessa remoção criaram uma dificuldade para a geração
de energia necessária para o seu propósito. Está claro?

DAVID: Quando você falou sobre a energia da circulação da Terra, o que isso
significa?

Tom: Não visitou o Planeta Terra, agora nos últimos tempos, esses anéis?

DAVID: Sim. Círculos de colheita .

JOHN: Existem outras questões sobre como as pirâmides foram construídas, e


elas foram construídas principalmente por pessoas de outras civilizações com a
ajuda de pessoas do Planeta Terra, ou foram feitas inteiramente por outras
civilizações?

Tom: Peoples of Planet Earth foram de importância marginal na compreensão da


fórmula para criar esta estrutura. Quando tipo humano (existe uma palavra
'degradada'?)

JOHN: Sim, quando a humanidade se rebaixou

Tom: .... através da não-compreensão do propósito de suas inter-relações, grande


parte da memória foi fechada.

JOHN: Sim. Um outro assunto, relacionado a isso: as pirâmides no México, elas


foram construídas para o mesmo propósito e da mesma maneira, ou foram
tentativas humanas de copiar?

Tom: Alguns foram criados para a observação daqueles que eles chamam de
deuses, para ajudá-los a criar um campo de energia que liberava ondas sonoras e
coloridas no Planeta Terra, e havia ... como você diz? Eu não sei como. Há em
seus seres nativos o desejo de trazer bênçãos dos céus, e assim as pessoas criam o
que eles acreditam que vai derrubá-lo.

CONVIDADO: Várias pessoas que conheço estão indo para a Grande Pirâmide
para ver se podem contribuir para a abertura de sua energia. Este é o momento
correto para fazer isso?

Tom: Eles podem abrir uma parte da porta, mas se ela fosse aberta mais, seria
uma inundação de energia, e a humanidade não compreenderia completamente.

CONVIDADO: Eu também entendo, gostaria de alguns esclarecimentos sobre


como os grandes blocos de pedra foram colocados na Grande Pirâmide. É meu
sentimento que foi através do uso de cristais que as pedras puderam ser
colocadas na pirâmide.

Tom: Foi com o benefício do cristal, com o benefício do som vocal sintonizado
no cristal, com o som do 'OM'. Voce entende?

142
CONVIDADO: Sim. Eu tive uma visão de um ser em cima da pedra, e sob o
comando e direção de alguém a pedra foi levantada e colocada no lugar por este
sistema. Isso está correto?

Tom: Sim, no entanto, havia muitas vozes.

Em março de 22 nd 1993 pesquisadores anunciaram a descoberta de um poço


estreito , tão pequena que eles tiveram que usar uma câmera de controle remoto
para explorá-lo. O poço foi fechado por uma porta secreta.

ANDREW: Quanto do conhecimento da Atlântida foi dado aos primeiros


egípcios?

Tom: Foi dado aos primeiros egípcios, incluindo o conhecimento da medicina,


com exceção do conhecimento do que poderia ser feito com os órgãos
sexuais. Você também deve entender que as pessoas primitivas com quem eles
trabalhavam na terra do Egito eram um povo muito medroso, por causa de sua
simplicidade e sua lembrança inconsciente da destruição, e assim eles construíram
sobre sua estrutura de crenças um grande sistema de adoração. Além disso, eles
adoravam aqueles que não eram de uma natureza tão boa: eles decidiram não
mencionar isso, e fizeram com que parecessem bem, com medo de serem
prejudicados.

ANDREW: Então, por exemplo, Isis era, no meu entender, visto como o consorte
de Ra, que era um daqueles não tão bons de quem estamos falando.

Tom: Isso é verdade.

ANDREW: E Hórus era visto como o filho de Ra e Ísis. Então, minha pergunta é:
onde entra a figura da deusa Hathor? Porque ela parece muito com Isis para nós
de várias maneiras.

Tom: A deusa Hathor era uma deusa da noite, o que você chamaria de uma dama
da noite. Ela era uma dama que era uma consorte de todos os deuses. Ela era uma
dama da noite. Você tem senhoras da noite nesta nação em que você existe. É o
mesmo.

ANDREW: Então como ela se identificou na literatura como sendo a esposa de


Horus?

Tom: Ela era a esposa, mas de todos os deuses: ela recebeu uma posição do povo
porque ela era poderosa e porque ela podia controlar os deuses, e havia medo de
que, se eles não adorassem, haveria destruição.

ANDREW: E então havia Sekhmet [uma deusa do fogo], como Sekhmet, como
outro felino, se relaciona com Isis e Hathor? Essas funções são muito difíceis
para nós.

Tom: Eles eram na verdade irmãs.

143
ANDREW: eu vejo. E Nephthys [governanta de Osíris e amiga dos mortos], ela
estava na mesma categoria?

Tom: Foi apenas a deusa Hathor que controlou o resto, ou tentou. Quando as
pessoas não escutavam, ela controlava os deuses. É difícil explicar porque você
não entende o que foi trazido da era dos Alteanos.

ANDREW: Sim, eu ia perguntar se Hathor veio da era Alteana, ou se ela veio de


Altima, ou Hoova ou onde? Qual é a sua origem?

Tom: Ela não era de Altima, mas seu conhecimento era. Era seu conhecimento do
controle físico dos outros. Ela veio de uma espécie que tem sido uma espécie para
a maior parte da existência, porque foi uma mistura de todas as civilizações do
Universo: eles têm os mais fortes desejos de bondade, mas também o mais forte
dos desejos físicos em todo o Universo.

ANDREW: Bem, ela é um membro da oposição ou ... nós não entendemos bem
essas coisas.

Tom: Ela tinha toda a bondade e todos os desejos. São dois seres.

JOHN: É uma mistura total de ambos.

Tom: Pode ser usado pelos outros, pois pode ser usado por nós. É um
sacrifício. É tentação, você entende?

ANDREW: Isso se tornou uma espécie de lei no Universo?

Tom: De que outra forma poderíamos eliminar os desejos físicos de pessoas e


seres e espécies? Se você está preso no desejo, e te suga, então você está perdido,
isso não é verdade? Nós falamos aqui para aqueles que existem neste planeta.

ANDREW: Agora eu entendo, sim, tudo bem. E essa é a função dela?

Tom: Da deusa Hathor? Sempre foi, todos os dias.

ANDREW: Há uma deusa indiana que talvez seja mais apropriada, que se chama
Shiva ...

Tom: É sempre um e o mesmo.

ANDREW: Mas Shiva é mais claro em nossa literatura. Hathor é uma figura
misteriosa.

Tom: Você entende porque? Porque no Egito, eles queriam aplacar Hathor, em
suas mentes, para que pudessem acreditar que ela apenas os ajudaria. Assim eles
fizeram dela a esposa dos deuses.

ANDREW: Obrigado por todas essas coisas ...

144
JOHN: Eu gostaria de passar pela sequência da transferência da civilização
após a queda da Atlântida. Você nos disse, creio eu, que o sumério foi a primeira
civilização a partir de então, mas estou tentando organizar as civilizações grega,
chinesa, egípcia e suméria e seus períodos posteriores à Atlântida.

Tom: Na época da destruição da Atlântida, havia colônias. Houve primeiro


Sumer, houve segundo China - houve reuniões às vezes entre os dois, você
entende? Havia também o Egito naquela época. A cultura grega veio por último,
depois do egípcio. Não foi simultâneo com Ur e Egito.

JOHN: Sim. Os gregos mantiveram as lendas atlantes mais do que os outros,


parece. Isso está correto?

Tom: É verdade. Por causa da canalização através de Platão. Platão recebeu


impressões que incitaram sua mente a tocar os sinos na cabeça.

JOHN: Sim. Quando você diz a canalização de Platão, eu ouvi que Sócrates era
o canal e Platão foi quem gravou, está correto?

Tom: Foi Sócrates, mas foi a interpretação de Platão que foi importante. Se a
informação completa fosse dada em detalhe, isso levaria a confusão e mal-
entendidos. Mas dando peças, através da assimilação dessas peças, e mais
pesquisas e discussões, o conhecimento é adquirido.

JOHN: E as figuras homem-animal da cosmologia grega e egípcia?

Tom: Eles vieram da Atlântida.

JOHN: Essa é a experimentação?

Tom: sim.

JOHN: No tempo da primeira civilização grega, houve alguma visita das


civilizações superiores?

Tom: sim. Os deuses.

JOHN: Bem, eu entendi que a mitologia grega que temos era de uma época
anterior.

Tom: Do Egito - e da Atlântida. Mas você entende que a Grécia também teve as
visitas de Altea ?

JOHN: Eu não sabia disso. Que forma isso tomou? Isso foi em veículos
espaciais?

Tom: Se as pessoas tivessem o conhecimento de uma chama, ela veio como uma
chama.

145
STEVE: Eu gostaria de saber sobre personagens mitológicos como Mercúrio,
Apolo, Diana e tal: estes eram realmente seres fisicamente existentes na Terra em
algum momento, ou são, como Jung diz, arquétipos do inconsciente?

Tom: Eles eram seres físicos. Mas arquetípico.

STEVE: Em minhas investigações de correspondências com suas comunicações,


cheguei aos filósofos gnósticos , um grupo de pensadores no início do período
cristão. E parece que muitas de suas ideias correspondem a idéias nas
comunicações, particularmente o nome " Aeons ", que eu entendo que foi usado
como referência aos Nove. Essas correspondências estão corretas?

Tom: sim.

STEVE: O nome 'Aeons' refere-se aos Nove ?

Tom: Eu sou o porta-voz de sim.

STEVE: E assim, essas revelações, quando aparecem na literatura gnóstica, são


previamente canalizadas ...

Tom: (interrompe) .... sim.

STEVE: comunicações e estão corretas.

Tom: sim. O conhecimento foi dado a poucos, pois o conhecimento desse tempo
é dado a poucos. Naquela época era apenas para alguns, mas agora a exceção é
que neste tempo ele deve ser dado às massas. É um ponto de referência para
validação.

STEVE: Sim, achei essas correspondências muito impressionantes.

Tom: Muita verdade foi destruída para manter as massas no controle.

STEVE: Você está falando presumivelmente das religiões, as igrejas suprimindo


a revelação gnóstica.

Tom: Pessoas e organizações de governo e religião não suprimem nada a menos


que seja uma ameaça para eles ou é uma verdade. Não é assim?

E mais tarde, referindo-se ao fim das civilizações, Tom disse:

Houve o colapso da primeira chegada a Akesu, e depois houve o colapso do que


vocês chamam de Atlântida, e depois o colapso do Egito, e então, se você
continuar, houve o colapso de muitas das civilizações da Terra. Você já descobriu
por que todos eles desmoronaram?

ANDREW: Bem, presumivelmente, foi quando o desejo superou o movimento


evolucionário mais elevado da alma, não é assim?

146
Tom: Isso é parte da verdade, mas também por volta de 11.000 aC, voltando ao
tempo da Atlântida, o outro grupo de seres que foram colonizados se misturaram
com os de Hoova. Esse foi o começo do que você chama de cultura hebraica.

ANDREW: Oh, tão longe, eu vejo. E isso teria começado não na Atlântida, mas
em Ur? Ou estou errado nessa suposição - eles começaram antes do período de
Ur?

Tom: Eles estavam antes do período de Ur.

ANDREW: E quem era o líder dessa colônia hebraica?

Tom: Foi de quatro gerações de Abraão.

JOHN: Então o começo da cultura hebraica era uma mistura de Hoovids e esses
outros seres, e isso explica as características do povo judeu?

Tom: sim.

JOHN: Eu pensei que não havia sobreviventes da Atlântida?

Tom: Não. Havia colônias que não foram destruídas.

ANDREW: Eu pensei que eles fossem golfinhos.

Tom: Aqueles que foram destruídos, que não estavam em erro, se tornaram
golfinhos.

ANDREW: Isso é lindo.

JOHN: E aqueles que estavam em erro, foram suas almas aniquiladas naquele
tempo? O que aconteceu?

Tom: Como você pode aniquilar uma alma? Você só pode rezar e esperar por
isso.

147
IV

LINKS VITAL NA CADEIA

13

Filiais Hoovid , raízes hebraicas e o crescente

Explorando as conexões entre os Hoovids e os Ishmaels e o Oriente Médio em


relação a esses assuntos, este capítulo é de vital importância para nossa
compreensão do planeta e nossa contribuição para o Universo.

Durante a leitura, seria bom lembrar a observação de Tom: "Antes de criticar os


Hoovids , reflita que você também pode ter os genes Hoovid".

IRENE: Por favor, conte-nos sobre os filhos do céu se casarem com as filhas da
Terra.

Tom: Você sabe que no Livro de Palavras [ a Bíblia ] utilizado no Planeta Terra,
existe uma essência de verdade e uma grande quantidade de corrupção humana
para manter a humanidade em cativeiro ? Você sabe também que os Hoovids e
outras civilizações vieram para este planeta Terra para colonização. E para a
preparação do Planeta Terra.

Além disso, neste planeta Terra havia aqueles seres que existiam e emergiram da
essência da Terra. Então os do Hoovid e outras civilizações - o que na Terra eles

148
chamam de "deuses" ou "filhos dos deuses" se fundiram com as filhas da
humanidade. É por isso que toda a humanidade olha para o céu como a fonte de
seu começo. Pois eles eram derivados dos céus, e também havia algumas
civilizações ou sub-civilizações que podiam vir para a impregnação de mulheres
da humanidade, e para definir o fluxo delas. E no tempo de Akesuo "Falcão" veio,
e então os Hoovids foram escolhidos para a implantação da individualidade e
determinação, e talvez um ingrediente de tenacidade. E com o tempo vimos esses
elementos se tornarem mais fortes, às vezes a ponto de corromper as qualidades
benéficas de tenacidade, determinação e individualidade.

Então veio o Nazareno, que é o chefe da Hoova , a fim de suavizar esse


individualismo. Foi uma grande necessidade, mas não removemos o
individualismo ou o livre arbítrio. Mas precisávamos expandir a compaixão, pois
na necessidade de sobrevivência, a compaixão não foi desenvolvida. A
compaixão é agora um elemento de desenvolvimento.

IRENE: Mas essa questão da compaixão remonta a antes de Abraão, volta para o
Jardim, para Akesu?

Tom: Isso é correto, eles eram Hoovids. Você vê o problema: sabendo muito bem
quem eles eram, de onde vieram, e sabendo da tentação da oposição, era uma
questão de obediência. Os Hoovids não obedeciam e não obedeciam desde então,
apesar de todos os rituais, e continuavam pedindo ao Todo-Poderoso para intervir,
e todas as orações dirigidas ao Todo-Poderoso.

Elementos superiores dentro dos Hoovids entendem que isso é inútil, pois os
hebreus devem assumir a responsabilidade. Mas esses elementos superiores, os
da Cabalá , não são aceitos por aqueles que permanecem no ritual. O ritual serve a
um propósito, mas não à exclusão de todas as outras coisas. Há um erro. Eles
acreditam que devem estudar a palavra com a exclusão de todas as outras coisas,
pois eles sentem que essa será a conexão deles, e alguns podem não ter
compreensão ou compaixão pelos outros. Eles se colocam em um pináculo e eles
não compreendem que, ao fazer isso, eles estão se colocando lá como um alvo
para o abate, você entende?

IRENE: Sim.

Tom: A maior parte do mundo civilizado contém esses elementos, pois eles se
espalharam e se multiplicaram pelo Planeta Terra. Dentro da nação de Israel eles
são intensificados, mas você precisa estar ciente de que isso aconteceu através da
vida humana, pois no centro eles são os mais puros e gentis. Estamos agora
confundindo você?

IRENE: Não, não mesmo. Uma de minhas perguntas tem sido: por que há tanto
foco no povo judeu em todo o mundo, e o que está acontecendo abaixo da
superfície?

Tom: Eles são os salvadores deste planeta, eles devem cumprir sua escolha. Os
Hoovids vieram aqui três vezes para romper as barreiras daqueles da
consanguinidade, para ajudar a trazer a elevação para a Terra. A concentração de

149
Hoovids está na nação de Israel , pois é um microcosmo representativo de todo o
planeta Terra. E assim Israel é importante, pois a Terra é única, e nenhum outro
planeta existe como isto no Universo. Todos esses anos os Outros o amarraram.

IRENE: Então, quando os Hoovids forem liberados para o seu verdadeiro eu, as
outras 23 civilizações poderão então fazer seu trabalho mais plenamente no
Planeta Terra?

Tom: Isso está correto. Pois eles são amarrados e impedidos por este elemento de
obstinação nos Hoovids. Sabemos da essência dos Hoovids, das habilidades, do
código genético, do DNA dos Hoovids, da força vital ... quando isso é liberado, o
Universo é liberado. Uma ordem muito grande! Sim.

JOHN: Então os Hoovids vieram três vezes. Você está falando da primeira vez
em Adão e Eva, na segunda vez Abraão e na terceira vez em Jesus?

Tom: Você pode colocar assim, mas na verdade eles vieram como a Eva de
Adão, então a implantação foi antes de Abraão e o desenvolvimento foi a nação
de Abraão ... você vê?

IRENE: Quando a competição com o Criador começou e por quê? E isso também
foi um teste de obediência?

Tom: Foi um teste de obediência , e começou quando eles saíram de Urantes


disso eles escutaram e viram. Veja, Abraão começou o teste, pois ele sabia que
ele continha em si a essência de toda a criação. Ele também sabia que ele continha
em si todo o conhecimento, e ele também tinha essa forte conexão com a criação
e, portanto, quando solicitado pelo sacrifício de seu filho, ele sabia inato que ele
poderia fazer isso, pois na aceitação e na execução, não seria necessário. Esta foi
a primeira lição. A humanidade esqueceu: reiteramos constantemente a
importância da aceitação - pois você não precisa mais aceitar. Mas os
descendentes de Abraão perderam o conhecimento interno: eles só mantinham o
conhecimento de quem eram. Em sua necessidade de sobrevivência, eles não
aceitaram a total obediência. Eles estavam sempre fazendo negócios. Onde um
grupo ficaria admirado com a criação,

IRENE: É assim que eles sobreviveram.

Tom: Isso está correto. E nos sobreviventes eles perderam certos elementos de
admiração e obediência, sim.

ANDREW: Tom, você poderia explicar por que escolheu os israelitas muitos anos
atrás para o líder da Yehvain , qual era o plano e como ele estava funcionando
em termos das crenças religiosas e históricas nas quais eles vivem?

Tom: sim. Eles são uma nação de pessoas com força. Eles vieram de uma área de
um planeta de força.

ANDREW: Você quer dizer que eles são sementes que vieram de outro planeta
que não a Terra?

150
Tom: sim. Eles vieram de Hoova . Eles tinham força dentro de seu caráter e
também porque o planeta de onde vieram era um planeta semelhante a um
guerreiro. Em sua semeadura aqui, pediram apenas que ficassem em paz.

ANDREW: E historicamente, como foi planejado para eles agirem como


catalisadores e líderes entre os povos da Terra, como parecem ter feito ...

Tom: Pedimos a eles que trabalhassem de acordo com o planejado. O único


problema era na época do homem chamado Nazareno. Em suas mentes, em sua
cultura eles conheciam e na semente de sua alma ... se você entendesse suas
origens, você entenderia os fatores de dúvida e questionamento. Parte do motivo
de sua existência neste planeta foi superar esse fator.

ANDREW: Isso eu posso entender. Eles foram bem sucedidos ou não?

Tom: Eles não tiveram sucesso na época do homem que você chama de Jesus .

ANDREW: Jesus estava realmente no modelo de suas expectativas do Messias?

Tom: sim. Mas por causa de sua natureza, eles na maioria das vezes não o
reconheceram e ao longo das gerações, dentro deles vive o conhecimento que eles
cometeram um erro. Mas por causa do orgulho, eles não reconhecerão isso. Voce
entende?

ANDREW: sim.

Tom: Então, desse aspecto, chegamos a uma nação que é feroz com orgulho e, a
partir disso, cresceu o desejo de ajudar sua própria nação, então, com efeito,
nosso plano foi revertido. No entanto, esta é realmente sua salvação porque
mostra às nações da Terra que elas são uma nação que não será conquistada -
apesar do fato de que cometeram um erro - cada nação cometeu um erro.

ANDREW: sim. Existe alguma possibilidade de corrigir esse erro e ainda salvar
seu orgulho?

Tom: Eles virão para aceitação.

ANDREW: Existe essa pequena questão de nomes: a diferença entre aquele a


quem chamamos Jeová e aquele a quem chamamos de Jesus ou Yeshua .

Tom: Eles são um e o mesmo.

JOHN: Você poderia nos contar sobre a nação na Terra relacionada ao Altea ?

Tom: A principal preocupação deste planeta é o Hoovas . Altea está aqui para
ajudar na situação. Como irmão ajudaria outro irmão.

ANDREW: sim. Mas a relação entre o que você planejou no Egito como
civilização, e o que Moisés aprendeu com isso, e o que ele levou em seu
relacionamento com Hoova e depois o que foi levado por essa tradição para o

151
período posterior, todas essas coisas são de grande interesse. Parece ser um fio
contínuo, embora muito dele tenha sido perdido - estou dizendo as coisas certas?

Tom: Você está correto.

ANDREW: Então, era muito necessário que Moisés aprendesse todos os segredos
mais profundos da tradição egípcia, a fim de saber quem ele era e qual era seu
papel?

Tom: sim.

ANDREW: Claro que ele nunca revelou. Acho que foi proibido na época, não
foi?

Tom: sim.

Convidado: Nos primeiros dias de Israel houve muito derramamento de sangue e


violência, particularmente quando Josué e o povo judeu se mudaram para Israel,
depois de seus quarenta anos no Sinai. Você pode elucidar por que os judeus
procuraram ver pessoas não-judias como os 'inimigos de Deus' na medida em
que mataram tantas pessoas quando voltaram para Israel?

Tom: Por que os cristãos viram tantas pessoas como os inimigos de Deus quando
encontraram não-cristãos?

Convidado: Este não foi um precedente iniciado pelos judeus, talvez?

Tom: Isso não é assim. Este é o motivo pelo qual: Hoova anunciou a Moisés que
as terras de onde foram tiradas pertenciam a eles. O que você não considerou é
que quando os israelitas receberam alguma coisa ou foi seu lugar, eles foram
desenraizados e escravizados. Como foi dito por Hoova da compreensão de um
Deus, e que Israel era o lugar deles; e então outros não desejaram que eles
entrassem.

Você entende aqueles que são agora [isto foi no início de 1992] sérvios e
croatas? Sua guerra é tribal, não é? O tribalismo não é um instinto animal
básico? Olhe isto deste modo. Não é tribal com Ismael? Portanto, por que é
permitido que um grupo seja tribal, mas não para outro? Não é verdade que você
ainda tem conflitos tribais neste planeta, mesmo neste tempo de livre
pensamento?

Pense em um animal como um cachorro. Você traz este animal para dentro de sua
casa, então você também traz outro. No começo, quando você lhes dá sua comida,
o instinto natural neles será rosnar e atacar, isso não é verdade? Agora pegue um
humano. Naqueles dias, e mesmo nestes dias, se foram espancados e submetidos a
condições de vida inadequadas, são como um cão. É somente quando esse cão é
repetidamente tratado bem, e entende que ele sempre terá comida, que ele irá
parar de atacar e tirar de outro. Há uma diferença com os humanos. Eles têm esse
instinto do cão, e eles também têm as emoções que os cães não têm: portanto esse
instinto básico também ativa a emoção, então a razão não entra.

152
You still find this in primitive tribes who believe in their one God also, and they
say they have been told ’this and that’. So why do you then single out the
Hoovids from others? What you should look upon for the Hoovids is this: a small
group of people that have survived at all odds, a small group who have continued
to educate and forward all of their peoples -this does not say there is perfection or
the development of utter graciousness of personality. It is one group or nation that
does not hold its own in bondage or as downtrodden. We ask you, why should not
the Hoovids have their way?

CONVIDADO. Sim. Posso explicar? Tanto quanto eu entendo, quando Abraão


chegou em Israel, ele comprou um lote de terra, e isso parece ter sido uma coisa
sensata a ser feita politicamente. Havia também Moisés, que havia ensinado o
povo judeu, nos Dez Mandamentos, sobre não matar e não roubar. Você pode
dizer algo sobre isso?

Tom: Havia apenas dois mandamentos para a nação de Hoova. Esses dois são:
"Não adorarás falsos deuses", e "farás aos outros o que vocês querem que os
outros façam a vocês". Esses são os dois únicos mandamentos dados à nação de
Hoova . Existem muitas regras. Os outros oito mandamentos foram dados a todas
as nações. Então, o que manteve a nação de Hoova em todos esses milênios é
esses dois mandamentos? Então, perguntamos a você, você entende agora?

Eles são a única nação no planeta Terra que diariamente desafia seu Deus. A
única nação que tem o ímpeto de lutar com seu Deus. Eles não são
subservientes. Eles desafiam como você está desafiando agora. Eles desafiam seu
Deus, sua Hoova e eles continuarão a fazê-lo, pois eles sabem e sentem que são
um com ele, portanto , eles têm o direito de desafiar, onde todos os outros
sistemas de crenças não acreditam ter o direito. Pode ser uma rebarba no seu
fundo, não pode?

CONVIDADO: Sim. Agora, na história de Israel, o povo do norte (as tribos


perdidas de Israel) foi levado e dispersado por invasores. Essas pessoas foram
eliminadas ou se misturaram com os povos de outros países?

Tom: Eles estão em todo o mundo, e como exemplos, alguns estão no


Afeganistão, alguns na Etiópia, alguns na América do Norte - no povo nativo do
Espírito Branco - em fenícios, no povo da linguagem musical escrita por César e
em os orientais. Há agora o começo de uma compreensão da dispersão e do
recolhimento.

Convidado: Então esta dispersão - você poderia dizer que foi um cumprimento
inconsciente da tarefa que os judeus vieram para a Terra cumprir?

Tom: Você está tentando estabelecer que era aceitável que eles fossem dispersos,
porque eles então cumpriram o que originalmente não cumpriam?

CONVIDADO: Não exatamente, mas estou ciente de que foi dito que os
Hoovids vieram para se misturar com o povo do Planeta Terra.

153
Tom: Isso é um truísmo, mas os que ficaram juntos fizeram isso porque os outros
foram dispersos. Se eu tivesse uma palavra própria para dizer, gostaria de ouvir?

CONVIDADO: Sim.

Tom: Vou perguntar ao Conselho se posso dizer. Eles disseram que eu posso
dizer, mas você pode não estar satisfeito com isso. É isto:

Teríamos um aviso para as pessoas que estão trabalhando com maior consciência,
para sermos muito cautelosos sobre suas atitudes em relação aos Hoovids : pois
pode muito bem ser que você também seja um Hoovid, sim. O que estamos
tentando dizer é que a maioria das pessoas que estão envolvidas na elevação
espiritual contém os genes dos Hoovids - então olhe para o que eu digo, e como
você então se coloca nisso.

O Conselho disse que devo dizer que também temos uma grande frustração, pois
talvez em muitos de seus aeons não tenhamos explicado claramente a situação dos
Hoovids. O que continua a persistir é a negação de Hoovids no Planeta
Terra. Olhe para todo o mundo, em todas as nações, e veja quais características
negativas se desenvolveram que fizeram a nação se sentir diferente das outras.

Sua nação [Inglaterra] acreditava que você era superior a outras nações, e sua
justiça era a própria essência da justiça. Quando você tem o recolhimento de
muitos e as palmas vão por todo o mundo - então todos estarão livres da
escravidão de suas civilizações, o que foi dos melhores.

ANDREW: - Há uma terrível questão que todos os israelitas no mundo querem


saber: por que foi permitido que 6.000.000 de judeus fossem mortos durante a
Segunda Guerra Mundial?

Tom: Você não sabia dos outros que foram mortos?

ANDREW: Sim, eu conheço muitos outros, mas estes são os ' Escolhidos ' e deve
haver uma razão. Não foi cego ou acidental ....

Tom: Foi a reunião final dos judeus.

ANDREW: Isso é uma coisa difícil de dizer ao povo judeu ...

Tom: Se você disser a verdade, mesmo com toda a sinceridade, você enfurecerá a
nação de Israel , pois eles estão sempre enfurecidos com tais coisas. Talvez seja
melhor tentar conscientizar o mundo sobre a grandeza da nação de Israel?

ANDREW: Ainda assim, esta é uma questão muito delicada.

Tom: Explique que não há uma morte no mundo que não tenha consequências.

ANDREW: O que aconteceu com aquelas 6.000.000 almas que foram


sacrificadas dessa maneira?

154
Tom: Eles não são armazenados.

ANDREW: Eles foram libertados?

Tom: Eles são em essência e, na verdade, voltaram para a civilização Hoova .

ANDREW: Isso é mais importante, mais importante saber.

Tom: A maior parte desses seis milhões veio naquele momento para se sacrificar,
para tornar seu planeta Terra ciente de que havia aqueles que tentariam governar e
controlar a humanidade.

E lembre-se disso também: como resultado dos seis milhões, a nação de


Israel passou a existir.

Há uma raiva em Israel contra os seis milhões por seu método de ir, sem
questionar, por ser levado como ovelha ao matadouro, mas neles sabiam que essa
era a escolha deles. Foi por isso que não houve combate entre a maioria deles. Por
um lado, isso criou aversão entre os alemães, mas, por outro lado, também criou a
admiração de que eles pudessem ir sossegados. Mas dentro de suas almas eles
sabiam que haviam escolhido isso, para trazer à luz a nação de Israel, e para
tornar o Planeta Terra ciente de que existem forças negativas que poderiam tentar
destruir a todos e se alimentar do poder dos outros. Quando a nação de Israel
pode aceitar dentro de si que houve uma maioria que escolheu, então haverá
entendimento. O método de extermínio que eles não escolheram: esse é o carma
da nação da Alemanha, sim.

STEVE: Como o objetivo é, presumivelmente, aumentar a consciência neste


planeta, unir as pessoas deste planeta, acho muito difícil lidar com a noção de
que o povo de Israel é o 'povo escolhido' para este trabalho. Neste momento, a
ideia de um povo escolhido é um conceito muito difícil e bastante retrógrado.

Tom:Você tem o entendimento de que dentro da nação de Israel está representada


todas as nações do seu planeta Terra? Você entende que quando usamos o termo
'escolhido' não é necessário associar esse termo a eles: o que estamos tentando
dizer é que, se eles tivessem seguido seu programa, que escolheram, não haveria
necessidade do mundo situação que você tem agora, pois todas as nações do
planeta Terra seriam "escolhidas". Você entende que dentro da nação de Israel é
um representante de cada uma das nações e raças na Terra? Se você alcança a
nação de Israel, a energia geraria então para todo o planeta Terra. O que deveria
ter acontecido milhares de anos atrás virá então a existir. Não é que eles sejam
especialmente escolhidos, pois o que eles escolheram é semelhante ao serviço:
você não compra serviço, você paga pelo serviço. Eles estão pagando pelo
serviço. Ser um povo escolhido não é necessariamente como ser uma elite, pois
ser escolhido traz grande dificuldade.

STEVE: Sim. Parece-me que talvez eles sejam um dos grupos de pessoas mais
difíceis de trazer para a consciência superior. O que parece estar acontecendo é
que uma consciência mais elevada foi gerada entre um grande número de
pessoas espalhadas pelo mundo.

155
Tom: Nós temos conhecimento do que você está se referindo, mas considere isto:
se você imagina o Universo como uma inteireza, e você vê uma mancha negra no
Universo que é o planeta Terra, que tem afunilado a evolução do Universo e é
parando o crescimento de almas que deveriam ter evoluído ainda mais ... e se
você olhar para a Terra e ver a nação de Israel como uma mancha negra no
Planeta Terra, é importante alcançar a nação que é todas as nações dentro uma
nação, para elevar o nível de todas as nações. Sim.

STEVE: Sim. O que temos visto no mundo ocidental nos últimos anos [1976] tem
sido um notável aumento da consciência entre os jovens, devido a uma fusão de
tradições orientais e ocidentais. Um fluxo de idéias, métodos de treinamento da
consciência e coisas do Oriente para o Ocidente. Isto não é uma coisa valiosa?

Tom: Se eles podem pegar e equilibrar. Nós explicamos que o Oriente não está
em verdadeiro equilíbrio, nem o Ocidente. É importante que você entenda que
ambos precisam ser equilibrados: isso é de vital importância para o Planeta
Terra. A nação de Israel é uma mistura de ambos.

STEVE: Sim, isso é verdade. Somente ....

Tom: O que você está perguntando, sobre Israel, é uma pergunta que será feita
por muitos.

STEVE: Bem, sim, é por isso que estou perguntando.

Tom: O povo do Planeta Terra tende a rejeitar a nação de Israel, mas eles ainda
estão para reconhecer dentro deles que a maior porção da humanidade também
contém uma porção da nação de Israel dentro deles, e assim também tem as
mesmas tendências que eles sentir são atribuíveis à nação de Israel.

CONVIDADO: De que maneira o povo judeu é diferente? Existe algo especial


sobre o relacionamento deles com a terra de Israel?

Tom: Aqueles da nação de Israel vieram ao Planeta Terra muitos milhares de


anos atrás. Eles vieram para evoluir o seu planeta Terra, e em sua genética eles
conhecem a sua escolha, e eles se relacionam intimamente com o Criador, pois a
memória está vindo do seu íntimo. Mas o que isso na realidade significa é que
eles têm uma grande responsabilidade, pois eles têm a capacidade de elevar o
Planeta Terra a uma consciência coletiva que pode trazer todas as pessoas para
seus lugares apropriados, de modo que O Planeta Terra pode então cumprir a
unidade no Universo. São pessoas que possuem grandes energias, que possuem
grande habilidade em sua genética. O povo de Israel também tem a capacidade de
trazer à existência com suas mentes tudo o que eles desejam, mas também tudo o
que eles temem. Israel é um microcosmo da Terra e, como a nação de Israel é
afetada, o planeta também é.

CONVIDADO: Como os judeus podem elevar o planeta? Não entendi muito bem

Tom: A nação de Israel tem dentro de si poderes que podem liberar na


humanidade tudo o que está enterrado, tudo o que pode ser trazido à

156
luz. Enquanto seguram esse código, eles também rejeitam esse código, pois são os
maiores céticos em sua Terra. Eles o rejeitam, pois internamente eles têm o
conhecimento de que isso traz grande responsabilidade.

As mentes do povo de Israel têm uma energia tal que eles temem que eles criem
para si mesmos, e o que eles projetam em positividade eles trazem para a
realidade. Todos no Planeta Terra, em sua criação de pensamento, podem realizá-
lo, mas na nação de Israel isto é ampliado e pode assim criar - se os pensamentos
são emocionais ou falta de clareza - desequilíbrio dentro de seu Planeta
Terra. Sim.

JOÃO: O que você recomendaria ao povo de Israel, o que poderia ajudar em seu
trabalho, tanto para si como para os outros?

Tom: O aspecto mais importante é entender que o Universo está com eles,
pensando que não permitem que flua para eles. Quando há dissensão interna, cria
maior dissensão sem. É hora de todos se unirem para se entenderem, e quando
dizemos isso, queremos dizer todas as tribos da nação de Israel. Quando o povo
de Israel tem medo, criando uma situação na qual eles sentem o mundo todo
contra eles, eles trazem isso para a realidade deles.

O erro da nação de Israel é que eles aceitam seu especialismo sem assumir
responsabilidade. Pessoas que não são hebraicas estão em uma situação difícil
para lhes dizer que não são especiais, e para tirá-las de suas costas. Eles precisam
entender a superação da apatia. Eles precisam da informação e do conhecimento
de que ninguém fará isso por eles, até mesmo Jeová , e que eles devem fazer isso
por si próprios, particularmente porque eles têm a capacidade de fazê-lo. Eles são
condicionados a acreditar que têm o direito de fazer o que eles mesmos acham
que é melhor. Isso precisa ser comunicado com cuidado.

DAVID: Então esta é uma questão de auto-capacitação ..?

Tom: Essa é a chave. Leva apenas uma pessoa para iniciar o processo. A nação
de Israel está em sérias dificuldades e em grandes problemas neste tempo
[ 1976 ]. Israel, em seu estado de consciência, de inquietação, de agressividade
em si mesmo, irradia energia. Tornou- se um nacionalista de pensamentos. Há
muita raiva entre todos, e eles não pode fazer nada para se mostrar. Eles não
entendem que estão criando a dificuldade. As nações ao redor também criam
dificuldades, e isso irradia para o mundo. Em relação às catástrofes, não
permitiremos que as catástrofes removam completamente e privem as almas da
Terra. O que estamos tentando dizer é: aqueles que se comunicam em
negatividade estão em um reino que está usando sua emoção, seu trauma e não é o
mais puro.

[E então, em 1980] Estamos tentando preparar Israel para o entendimento. Há


mais grandes intelectos dentro da nação de Israel do que em muitos países, mas
na verdade há mais emocionalismo de mentes que não estão no controle - mentes
que as emoções controlam, ao invés de mentes controlarem a emoção. Por causa
dessa energia da nação de Israel, aqueles que existem no planeta Terra não podem

157
avançar. Aqueles que se opõem mantêm a nação de Israel em desequilíbrio e
desequilíbrio, pois eles afetam as coisas através da emoção.

O ego daqueles que existem na nação de Israel não está em equilíbrio, sua
emoção controla sua mente. É com grande tristeza que dizemos isso, pois se eles
tentarem aprender e controlar sua mente, então poderão mover a nação de Israel
para o reino mais elevado. Os Hoovids devem aprender a cultivar o desapego de
suas emoções, para que aqueles da oposição não possam usá-los. Pois a oposição
são parasitas da mente que gostariam de controlar, destruir, destruir. Eles fizeram
isso para a nação de Israel. O povo de Israel é controlado por suas emoções. Suas
emoções são controladas por aqueles que se opõem, pois vivem nessa
energia. Esta nação de gênio intelectual deu esse gênio de distância.

Neste tempo, [1981] a importância de criar uma direção de transformação, para


trazer uma verdadeira transformação no Planeta Terra, deve começar em Israel. A
nação de Israel, sendo um microcosmo do mundo inteiro, contém em si as
energias de todos. Na verdade, sabendo que os israelenses são de Hoova, também
sabemos que a mudança terá alguma dificuldade. Subestimamos a intensidade do
efeito da densidade sobre os povos do Planeta Terra, e sobre os medos daqueles
sobre ele, provocados pelos Outros. Portanto, houve o maior atraso. Também
esperávamos que os Hoovids compreendessem seu propósito dentro de seu núcleo
e começassem a transformação da Terra. Mais uma vez, no entanto, havíamos
subestimado o individualismo do ser criativo. Agora é da maior importância que
esta transformação comece, para o seu planeta Terra está em um limiar. E
alcançando e alcançando as energias desta nação de Israel (que é uma
representação da Terra), o não-gargalo do gargalo começa.

ISRAEL: Como Jeová olha a situação neste momento?

Tom: Com a maior das lágrimas, por sua nação, a nação de Israel em sua ...
podemos explicar uma situação? A nação de Israel julga o que é importante ou
não importante para sua auto-imagem no mundo. Essa é uma forma de falta de
comunicação, e isso cria dificuldades no resto do mundo, para os Hoovidssinta
que em sua mente eles sabem, e isso é suficiente. Deve ser entendido que o tempo
passou quando eles podem manter apenas para si mesmos. É importante que a
comunicação não julgue o que é importante e não importante, pois todos os povos
são diferentes e todos os povos têm necessidade de entender os outros povos. Esta
é a maior dificuldade, pois por causa da falta de comunicação, os que estão fora
de Israel pensam que a nação israelense os considera inferiores. Os povos do
mundo têm apenas um meio de entender um ao outro, e isso é através da
comunicação. Como as nações do continente da Europa são unificadas, então, em
verdade, saibam na verdade que as nações de outros continentes também podem
unificar-se.

[E para um grupo de meditadores em 1990] Concentre sua atenção também na


unificação de outras arenas e mantenha em mente a compreensão de que a nação
de Israel é um microcosmo para o planeta Terra. O que é importante é energia
para a integração da totalidade e conclusão. Para trazer paz entre os filhos de
Abraão, pois Ismael é também de Abraão.

158
JOHN: Você sugeriu uma vez que pode ser importante para o povo judeu chegar
a um reconhecimento de quem era Jesus .

Tom: Há muitos entre os hebreus que entendem e aceitam que o nazareno era um
professor. O que é difícil para eles entender é a afiliação de Yehovah com a
civilização de Hoova . Como você sabe, o 'Deus dos hebreus' foi mantido como
um deus ciumento. Eles entenderam isso completamente, completamente. E eles
também não entendem que esses seres a quem deram o termo "deus" não apenas
os Hoovids, mas os deuses de todas as principais religiões e seus spin-offs, eram
fisicamente transformados em deuses pelos humanos na Terra. Isso está agora em
um estágio de revolução-evolução. São aqueles que vêm de Ismael que estão
atualmente [outubro de 19901 na maior dificuldade, pois seu zelo não tem
respeito pela vida, ondeos Hoovids tiveram e têm respeito, entendem a
diferença? Aqueles de Ismael não permitem que outros cumpram sua vida física
no Planeta Terra durante todo o seu ciclo evolutivo.

CONVIDADO: Parece haver muito foco no povo judeu e sua posição no mundo,
e eu me pergunto se você poderia fornecer um pouco mais de informações sobre
o povo islâmico, o que poderia ajudar a equilibrar as coisas um pouco?

Tom: O que você está perguntando nós explicamos freqüentemente e você diz
que nos aproximamos positivamente dos de Hoova e não daqueles de Ismael?

Convidado: Não exatamente, mas pode parecer assim - que muita atenção tem
sido dada ao povo judeu.

Tom: Isso tem sido de necessidade. Nós lhe perguntamos isto: não são o Buda, o
Hindu, aqueles do grande Espírito Branco mencionado? Podemos perguntar por
que você deve falar freqüentemente de Ismael?

CONVIDADO: Para mim, tem sido principalmente o desejo de equilibrar um


pouco as coisas.

Tom: Como você pode equilibrar o que não é equilibrado? Você precisa ouvir o
que dissemos. Você não entendeu o propósito da nação de Israel.

CONVIDADO: Eu queria saber quais foram as contribuições positivas dos povos


árabes para o mundo como um todo? Por exemplo, o Secretário Geral
das Nações Unidas [1992] é um homem do Egito, um cristão casado com um
judeu, e isso parece-me ser uma coisa significativa ...

Tom: Todo povo árabe não tem islamismo , há uma diferença. Os povos árabes
contribuíram em grandeza para a Terra em tempos passados, na literatura, nas
cores, na ciência ... o que impediu que o crescimento seja a conformidade de
algumas seções religiosas no Islã . Nós não colocamos tudo em um pote, pois não
colocamos todos os Hoovids em um pote. Mais perto da realidade estão aqueles
que seguem Jethro e a filha Fátima .

CONVIDADO: Você poderia explicar mais sobre a influência de Jethro?

159
Tom: É semelhante àqueles que se chamam seguidores de Cristo - os seguidores
de Jeová , que é, na verdade, uma seita. Fátima e Jethro são uma seita do Islã, do
que eles identificam como o Profeta .

CONVIDADO: Qual é a contribuição positiva que os árabes podem fazer para o


mundo, e o que eles precisam aprender para fazer essa contribuição?

Tom: Se você disser que eles precisam aprender, eles ficarão muito angustiados
com você.

CONVIDADO: Sim. No entanto, todos nós precisamos aprender as coisas.

Tom: You know that, many individuals in the mass understand that, but when a
mass is totally controlled by religious leaders, it cannot accept learning from
others. What is of necessity is the allowance for others to live also. What is
necessary also is the allowance of complete education for their mothers, for
keeping their mothers in ignorance then breeds ignorance again. We speak now of
leaderships of a nation that believe a woman has less value, then the corruption...
it was once the same in your own states also, but with education and non-
ignorance it moved forward - for in controlling women nations stop their own
growth. They have convinced those mothers that it is beneficial for them to be
less than they are. It is the will of their civilization.

JOHN: Isso foi parte da influência do Fallen One ?

Tom: sim.

JOHN: Porque isso os mantinha em cativeiro?

Tom: Mantido. Essa nação não foi dispersa.

JOHN: Você tem alguma coisa a dizer sobre Jerusalém e sua história atual de
estar dividido e, depois, infelizmente reunido?

Tom: Jerusalém é a principal área de descontentamento. Deve ser unificado, na


verdade. Pois não pertence ao Islã, não pertence ao cristianismo e não pertence à
nação de Israel: se pertence a alguém, pertence a nós. Estamos tristes por não ser
unificado. Mas devemos dizer: a nação de Israel a protegeu melhor que todas as
outras. Desejamos que os povos daquela área comecem a entender que andam
sobre a terra sagrada. E quando é unificado, o mundo é unificado.

CONVIDADO: Não muito tempo atrás eu acordei com a ideia de que Jerusalém
precisa se tornar uma cidade internacional ...

Tom: Isso não é só seu. Isso foi pensado nas mentes de muitos. Saiba que nem as
forças de Ismael nem as de Israel concordariam com isso neste momento. Os
Ismaelistas acreditam que, por possuírem isso, o Deus dos judeus não pode
retornar. Portanto, eles podem remover os judeus. A nação de Israelnão
concordarão com isso, pois quando os ismaelitas a possuíssem, permitiram que
todos os povos, exceto judeus, entrassem em seus próprios locais sagrados, e

160
destruíram os locais sagrados dos judeus e profanaram seus lugares santos com
matéria fecal. Quando a nação de Israel estiver no comando, todos os povos,
incluindo os árabes, poderão entrar. Você entende a diferença? Até que essa
lembrança dolorosa da profanação seja removida da consciência, Jerusalém não
pode estar em paz. E isso virá em breve, mas até lá há aquela energia bloqueada
por aí.

CONVIDADO: Um dos pensamentos ousados que tive é que a ONU


provavelmente procurará um novo centro para si mesmo, e eu estava pensando -
é uma possibilidade correta que Jerusalém possa se tornar um centro para as
Nações Unidas?

Tom: As Nações Unidas devastariam Jerusalém , pois aqueles que entram da


maioria das nações não são respeitosos com os outros. Uma cidade central
unificada na qual todos possam entrar seria aceitável, mas Jerusalém não pode ser
governada por ... você entende que a ONU não está unida ? E você também
entende que as Nações Unidas, em movimento, desejariam construir edifícios
monstruosos?

Nós desejamos que você saiba disso: como está aqui, também está
acima. Portanto, agora nos ligamos a você na meditação: Para trazer paz,
equilíbrio, harmonia e remoção do medo e do ódio. Para os Hoovidsaceitarem seu
verdadeiro propósito. Para Hoovids não ter medo de amar novamente em alegria e
confiança. E para remover o ódio dos Ismael. Para os Ismael perdoarem sua
jornada no deserto, perdoar os Hoovids, perdoar Sarah e Abraham. Que os
Hoovids e Ishmaels podem ser verdadeiros irmãos.

161
14

O pacto

Na época do Pacto , o pensamento de que Deus entraria em um relacionamento


pessoal com a humanidade era uma ideia nova. Deus ofereceu amizade e pediu
confiança em troca. E essa confiança seria expressa vivendo em seu caminho.

A transmissão começa com algumas observações de Tom sobre o equilíbrio entre


os povos do Oriente Médio .

JOHN: Agora, uma coisa que eu nunca compreendi: quando você diz, por
exemplo, que Moisés é uma mistura de Altea e Ashan, isso significa que a alma
originalmente evoluiu no Altea? A evolução original da alma?

Tom: Foi em Ashan, depois com a mistura de Altea - então Moisés se tornou um
ser na Terra. Existem tipos especiais de seres na Terra que têm a purificação de
duas civilizações.

JOÃO: Sim, mas a origem de Moisés ...

162
Tom: A origem foi de Ashan.

JOHN: E estamos falando da alma?

Tom: sim. Agora vamos explicar-lhe sobre o beduíno. Os beduínos são de grande
importância, pois a nação judaica também vem deles. O companheiro de Moisés
era um beduíno. Mas também os descendentes de Raquel e de Lia vieram de uma
terra que continha os beduínos. Lembre-se disto: aqueles beduínos que foram
incutidos na nação de Israel são também aqueles que têm a compreensão das leis
naturais que vêm do Criador do Universo. Eles também são mais altamente
evoluídos em sua consciência de seu Criador. Eles não são os mesmos que os
árabes - eles têm um pensamento diferente. Eles estão entre o israelense e o árabe
a esse respeito.

O texto continua com a exploração de identidades ....

JOHN: Você está dizendo que aqueles de Hoova não sabem exatamente
quem é Jeová então, está correto?

Tom: Isso está correto na verdade.

ANDREW: É um ponto muito delicado, mas você está falando de Hoova agora ou
dos israelenses?

Tom: Hoova

JOHN: Agora eu tenho uma pergunta delicada, não há problema em perguntar?

Tom: sim.

JOHN: Eu estou assumindo então que Jeová é de fato parte dos Nove mas os
Hoovid não sabem disso?

Tom: Ele é uma composição de todos nós.

JOHN: Eu pensei que você quis dizer que Jesus tem um pedaço de ..

Tom: Sim, mas ele é de todos nós.

ANDREW: Então, de fato, quando a antiga crença bíblica hebraica afirma


que Jeová é realmente Deus, eles estão corretos então?

Tom: sim.

ANDREW: Então é possível que uma pessoa, um ser, um deus, qualquer que seja
a palavra, alguém como Jeová , seja de fato uma personalização de todos vocês?

Tom: sim.

ANDREW: Esse é um conceito diferente de um composto.

163
Tom: sim.

ANDREW: O que você tem nos dito parece indicar que Jeová é o chefe de uma
civilização, Hoova. Parece que estamos trazendo o Deus judeu para um nível
inferior - como podemos lidar com essa questão mais delicada?

Tom: O conselho disse que é um problema desconcertante para aqueles da nação


de Israel, mas se poderia ser explicado no intelecto, não nas emoções, quem são
os hebreus, por que eles têm esse senso de dever interior e por que eles falharam,
e as civilizações estão tentando ajudá-los, então os hebreus virão a entender.

ANDREW: sim. Eu tenho uma sugestão a fazer: em algum lugar que eu li em um


texto Talmud, que nos tempos antigos rabinos sabia que havia um Deus
acima Yehovah , e que Yehovah era realmente algo do que agora entendemos que
ele seja.

Tom: sim.

ANDREW. Eu gostaria de perguntar sobre a Arca da Aliança . Está bem


conservado e em perfeitas condições? Você já viu isso ao longo dos milhares de
anos?

Tom: Não foi colocado em vão. Há aqueles na Terra que acreditam que isso
nunca existiu.

JOHN: Estou interessado em saber mais sobre o deus dos árabes, Alá. Você
nunca explicou quem ele é.

Tom: Existe apenas um que lidera o Universo. É um composto, sim. Mas quando
você fala do deus dos árabes, você tem o entendimento de que nosso Abraão foi o
pai de duas nações?

JOHN: Sim.

Tom: Então você também entende que Allah é o que os de Israel chamam
de Jeová .

A nação de Israel esqueceu sua herança, sua escolha e seu pacto. Abraão foi dito
para ir e espalhar sua semente através de todo o planeta Terra. Abraão tentou
espalhar sua semente no Universo não para o planeta Terra. Abraão, em seu
início, não estava disposto a desistir completamente do controle. A Abraão foi
dito para povoar e ir adiante, e o Pacto não foi verdadeiramente mantido. Se esta
nação tivesse ido e povoado como era, então o planeta Terra não estaria em um
estado tão sério como é neste momento.

Manter a tradição foi feito pelo homem, não de nós ou das civilizações. Foi uma
maneira em que o homem controlou outros homens. O povo das nações de Ismael
é irmão da nação de Israel. É importante que os irmãos não lutem com irmãos,
mas no seu mundo parece ser o seu sistema. É importante que esta mensagem seja

164
dada à nação de Israel, pois eles precisam entender que os poderes de sua mente
podem criar aquilo que eles temem.

Sua mente traz para você não o que você quer, traz para você o que você é. A
nação de Israel deve olhar atentamente para o que eles são. Eles querem paz, mas
podemos perguntar por que eles não têm paz? Pois quais são seus medos? É o que
está no coração dos homens e mulheres da nação de Israel que é mais
importante. E quando a nação de Israel começar a temer menos, então também
começará a mudar e então talvez as nações de seu pai, o Patriarca Abraão,
também possam começar a mudar. Para cada um alimenta o outro. Sim.

É muito difícil fazer a humanidade obedecer . Quando você vê este planeta Terra
e todos os grupos que existem. Para muitas civilizações, é difícil ver, na verdade,
quem está disposto a obedecer. Os Hoovids são os menos dispostos.

IRENE: E quem são os mais dispostos?

Tom: Os Zeneels .

IRENE: E isso é porque eles entendem a maior profundidade?

Tom: sim.

IRENE: Por que, de todas as civilizações, os Hoovids são os menos intuitivos e


perceptivos? Eles têm o maior dom e grande habilidade, mas são os que estão
mais ocupados em negá-lo.

Tom: Eles são os mais intuitivos. Mas eles escolheram se blindar porque são os
que mais competem conosco. Em sua alma interior, eles sabem disso e também
quem são. No entanto, eles ficaram confusos sobre o planeta Terra e os da
oposição são capazes de manipulá-los.

IRENE: Então, quando você veio e deu parte de si para estabelecer a


humanidade, os Hoovids eram originalmente os capitães dos capitães?

Tom: correto. Eles vieram ao Planeta Terra três vezes . Eles são os 'filhos dos
deuses que vieram e se misturaram com as filhas do homem'. Eles foram duas
vezes mais uma vez dada a oportunidade, pois foi visto o que era necessário para
levar o Planeta Terra ao seu cumprimento. Mas também cometemos um erro, pois
a civilização de Hoova, que é a civilização do Nazareno, que é o amor, ao chegar
ao Planeta Terra, tornou-se a de menor amor. Os Outros sabiam de sua força e a
corrompiam, sim.

IRENE: Quais são as relações das outras vinte e três civilizações com os
Hoovids?

Tom: Eles serão a colonização de outros mundos. Eles estão em igualdade, mas
os Hoovids eram aqueles com a tenacidade de perseverar no Planeta Terra . E no
começo nós não sabíamos verdadeiramente qual das civilizações seriam as
perseverantes.

165
IRENE: Então, quando você criou a humanidade, você se deu tempo,
basicamente esperou para ver ………. ?

Tom: Isso é correto, observamos para ver o que faríamos.

IRENE: E para ver quem reconheceria o que acredito ser o presente mais
importante que você deu: que foi o livre arbítrio.

Tom: Isso está correto.

Tom: E enquanto as outras civilizações encontraram força em serem coletivos


..........

Tom: Coletivo: exatidão.

IRENE: Os Hoovids ...

Tom: eram pessoas. Corrigir.

IRENE: Mas há uma relação aqui, não existe, entre o individualismo e o livre
arbítrio, o livre arbítrio é uma faca de dois gumes, não é?

Tom: Isso está correto. Você acredita que está no controle, mas está sempre
controlado . Você acredita que você tem livre-arbítrio - e a verdade é que você
faz, mas quando você entende que você tem livre arbítrio, total e completamente,
então você desiste desse livre arbítrio. Voce entende?

IRENE: Sim, porque o conhecimento do que você realmente possui se torna


exatamente o que permite que você o desapareça.

Tom: Isso está correto, como obediência.

IRENE: Agora os Outros sabiam que se pudessem controlar os Hoovids, o resto


das civilizações não era tão importante.

Tom: sim. Oraríamos os Hoovidianos iria entender isso.

IRENE: O que também remonta ao que você estava dizendo antes, que é o teste
de si mesmo, não é?

Tom: Isso está correto.

IRENE: Porque você existe em uma arena onde a consciência coletiva e o livre
arbítrio não têm significado?

Tom: Isso está correto.

IRENE: E para que você entenda melhor o livre arbítrio, você precisa observar
como a sua criação o entendeu.

166
Tom: Nós precisávamos de uma lente, sim.

IRENE: E você também sabia que haveria uma batalha com os Outros.

Tom: Teríamos sido ingênuos para não sim. Mas você entende, nós não sabíamos
o resultado, pois não é o nosso caminho.

IRENE: O resultado em termos de sua batalha com eles?

Tom: Isso está correto.

IRENE: Eu acredito nisso. Mas o que aconteceu é que você sabia que em alguma
esfera, em algum universo, essa batalha ia se desenrolar. Você sabia que não
poderia enfrentá-los diretamente por causa da natureza do que você é e da
natureza do que eles são. Corrigir?

Tom: correto.

IRENE: Então você escolheu o paraíso para continuar essa batalha?

Tom: correto.

IRENE: E você deu aos Hoovids o que você acreditava ser a maior arma e
presente que você poderia dar a eles?

Tom: Livre arbítrio, sim.

IRENE: Sabendo muito bem que essa poderia ser sua maior força, assim como
sua maior fraqueza.

Tom: Isso está correto, como dissemos no começo: os Outros se intrometem com
suas fraquezas e seus pontos fortes.

IRENE: E assim, uma vez que os Hoovids entendessem o dom do livre arbítrio,
eles poderiam começar a entender a alegria das outras vinte e três civilizações?

Tom: Isso está correto.

As perguntas a seguir dizem respeito a uma visita a Megiddo em 1974 por alguns
membros do grupo. Megido é um monte de proporções bastante modestas com
uma visão sobre as férteis planícies de Israel . Essas planícies são supostamente o
local físico do campo de batalha do Armagedom, do outro lado ergue-se o
simétrico Monte Tabor e, depois, as colinas escarpadas da Galiléia. Uma quietude
permeia a atmosfera em torno de Megiddo. Arqueólogos cortaram o monte em
vários lugares e em uma das mais profundas dessas escavações há uma plataforma
circular de pedra bruta. Este era o antigo altar cananeu. Falcões aninharam-se na
face rochosa ao lado dela e Andrew sentiu-se particularmente atraído por aquele
ponto.

167
ANDREW: Fomos recentemente para a antiga cidade de Megido , que de acordo
com nossos historiadores remonta a cerca de 6.000 anos. Você tem alguma coisa
a dizer sobre a pequena cidade de Megiddo?

Tom: É um assentamento de longa duração - foi fundado em 9.228 aC , por um


pequeno grupo que havia migrado de uma área diferente, no momento da
destruição. Era uma fortaleza para aqueles que mantinham um contato e
comunicação conosco, e era um reduto da verdade. Aqueles que se opunham em
seu pensamento ou em seu devaneio decidiram que, destruindo a verdade, eles
seriam capazes de controlar o Planeta Terra. É uma área onde o 'Falcão' e outros,
e todos nós visitamos o seu planeta, em um momento ou outro. É um local de
encontro.

ANDREW: É o único lugar em nosso planeta que foi visitado por todos os doze,
nove de vocês e três humanos em um triângulo.

Tom: sim. É uma representação.

ANDREW: Qual é o estranho? … deve haver algum gerador de energia ou algo


lá que não seja aparente na superfície?

Tom: Você não pode sentir?

ANDREW: Bem, eu não pude, mas o Ser fez ..

Tom: Você não percebeu que não havia movimento naquela área específica?

ANDREW: Sim, isso é verdade.

Tom: É porque é o ponto de encontro e tem sido o ponto de encontro como cada
um de nós desceu uma vez ou outra.

ANDREW: Quando você desceu, encontrou-se na cidade, na superfície ou em


algum lugar que não podemos ver hoje?

Tom: Não é descoberto.

ANDREW: Eu vejo, porque enquanto eu estava lá eu tive uma visão estranha de


seres que estavam lá em ternos amarelos que pareciam ternos de pressão. Isso
era uma verdadeira visão?

Tom: sim. Como você sabe das áreas em todo o seu planeta que são um núcleo de
energia ou um lugar de sentimento especial: às vezes elas servem como uma linha
de tubulação para diferentes civilizações para passar por um raio de energia, que é
uma abertura entre as dimensões. Megiddo é a área onde esse processo de criação
desses núcleos de energia começou, e todas as civilizações o usaram em um
momento ou outro. No Planeta Terra, era o lugar para o que você chama de
reuniões de cúpula, e todos nós chegamos lá de uma vez ou outra, mas não todos
ao mesmo tempo. Viemos para nos comunicar com o 'Falcão '. Os seres em
amarelo que você viu, eram da civilização que era o guardião, sim. Na verdade, é

168
a parte inferior do que você chamaria de energia na qual podemos, como você
diria, "plug in".

JOHN: Então Megido era parte da Atlântida?

Tom: Não. Precisamos esclarecer - você se lembra do que falamos da


destruição? Antes disso, havia colônias da Atlântida . E essas colônias se
mudaram para outras colônias, ou havia seres que se mudaram para outras
colônias. Essa é a natureza das coisas.

ANDREW: Isso foi 11.000 anos atrás. Então isso soaria. Como Megiddo chegou
a ser o símbolo de - ser chamado de Armagedom ?

Tom: Nós não explicamos? Talvez não tenha sido claro. Não explicamos que a
colônia, que era a essência da verdade, por causa da energia daqueles que eram
bons e daqueles que não eram tão bons, foi obrigada a entrar em batalha com
aqueles que se opunham, e agora falamos daqueles nas esferas. Portanto, esta
sempre foi uma área de batalha e deixou essa vibração nas esferas física e nas
esferas.

ANDREW: Suponho que minha pergunta seja realmente: como isso entrou na
literatura, na Bíblia?

Tom: Nós não apenas explicamos?

ANDREW: Bem, você explicou que era um centro de luta, mas há apenas uma
menção a isso na Bíblia, e nem sequer menciona batalhas.

Tom: Foi uma batalha no físico que colocou em sua Bíblia. Lembre-se, sua Bíblia
nem sempre é verdadeira , e há partes da sua Bíblia que não estão na sua Bíblia.

ANDREW: Sim, você nos disse isso. O que me intriga é que aqui está a
declaração mais importante que poderia e deveria estar na Bíblia.

Tom: Nós não controlamos o que o homem colocou na sua Bíblia.

ANDREW: eu vejo.

O assunto foi então mudado, para lidar com assuntos mais práticos:

JOHN: Por que tanta importância foi atribuída na Bíblia à circuncisão?

Tom: É realmente uma explicação muito simples. Não há complicações com a


gente, é só aqueles que seguem mais tarde o que dissemos que causam
complexidades.

Se você se lembra do clima de Israel e dos países vizinhos, eles têm muito calor,
areia e secura. Um dos maiores males que afligiram os que viviam nessa área era
a aflição dos genitais dos machos. Eles sabiam que sua genitália lhes dava prazer
e também dor. Eles se lembravam mais do prazer e não permitiam a

169
circuncisão. A razão para o início da circuncisão era tornar as pessoas fortes e
eliminar o câncer que estava consumindo as mulheres - se os homens nesse clima
não são circuncidados, isso cria um câncer nas mulheres. Isso foi feito para torná-
los fortes, mas também para pedir que tivessem fé em nós. Um grão de areia em
uma criança cria muita dor e muita dificuldade. Foi assim tão simples.

ANDREW: E quanto ao aspecto religioso, onde foi um sinal do Convênio entre


Abraão e o Senhor?

Tom: Nós pensamos que acabamos de explicar isso para você. Naquela época,
não havia um homem que fizesse isso. Isso te dá a explicação?

ANDREW: Sim, para o começo, agora que tal hoje? Ainda é necessário?

Tom: Neste momento e neste dia há muitas coisas diferentes, mas ainda é melhor
ser circuncidado. Você entende que daqui a 1500 anos não haverá prepúcio em
um homem. Não é necessário que você seja circuncidado para ter o entendimento.

ANDREW: E quanto à circuncisão de mulheres praticada em alguns países? Por


que não é praticado na religião judaica?

Tom: Não foi o que pedimos. A razão pela qual pedimos que os machos fossem
circuncidados era o ego deles: as fêmeas não tinham o mesmo problema do
ego. Pedimos aos homens que fizessem um sacrifício prático e acreditassem que,
se fizessem isso, todo o seu povo se beneficiaria. Pedimos a eles que acreditassem
em nosso conhecimento e recomendação.

ANDREW: - Essa é a mesma razão pela qual você pediu o sacrifício, se você fez,
do primogênito?

Tom: Isso não foi nós.

ANDREW: Por acaso estava na Bíblia , é por isso que me perguntei como foi
parar lá.

Tom: Muitas coisas que estão na Bíblia não são verdadeiras.

ANDREW: Sim, estamos tentando descobrir quais são as verdadeiras e quais não
são.

Tom: A circuncisão veio por dois motivos: um para ajudar e outro para dar
fé. Agora é levado além disso, e as pessoas acreditam que isso as aproxima
de Deus . Esta não foi a intenção.

Voltar para Los Nazarenos y La Biblia

Volte para Deuses e Religiões no Planeta Terra

170
Volte para a Saga Exopolitical do Oriente Médio

15

O nazareno

171
É quando respondemos a um questionador que usou outro termo além de ' O
Nazareno ' que Tom usa o termo ' Cristo ' ou ' Jesus '.

Os Nove chamam-no de Nazareno . Este capítulo trata do Nazareno como


pessoa, suas origens e missão e não precisa de introdução, as transmissões falam
por si mesmas ....

Convidado: Na Terra, existem muitos ideais para Deus: você poderia indicar
quais desses ideais se aproximam mais dos ideais dos Nove?

Tom: O ideal dado pelo homem chamado Cristo, como ele foi o último de nós a
visitar o Planeta Terra.

CONVIDADO: E daquelas descrições de Cristo dadas na Bíblia, qual é a mais


precisa?

Tom: Existem muitas interpretações erradas na sua Bíblia. É verdade que o


homem a quem chamam de Cristo viveu uma existência humana normal, mas ele
era um homem de discrição e andava com discrição entre as pessoas.

Convidado: Ele era um dos Nove?

Tom: Não, mas ele imitou seus pensamentos e sua compreensão. Ele era todos
nós de uma vez. Ele veio com a bondade perfeita que há em cada um de
nós. Dentro de nós, como dentro de você, existem vários elementos, mas ele tinha
de cada um de nós o mais perfeito dos elementos de nós. Há muitas coisas que
não são contadas sobre ele, pelo que ele fez, ele fez em particular e não permitiu
que o mundo o visse em fraquezas humanas.

ANDREW: Eu quero seguir a declaração que você fez uma vez quando disse que
há 2.000 anos você quase conseguiu ajudar a elevar a consciência deste
planeta. Foi no tempo do homem que chamamos de Jesus Cristo ?

Tom: Isso está correto.

ANDREW: Como você de fato trabalhou com isso sendo chamado de Jesus
Cristo? Você poderia me dizer? Eu acho que seria mais esclarecedor para todos
nós.

Tom: Nós não o chamamos de Jesus Cristo . Nós o chamamos de Nazareno . Seu
trabalho inspirador e suas curas foram inspirados por nós e sua energia foi
fornecida por nós. Ele assumiu o compromisso e, quando assumiu o
compromisso, sabia o que deveria fazer. Nós tivemos grandes esperanças naquela
época. Mas o que você chama de sua civilização e suas sociedades criaram os
problemas. E então você fez um deus dele, como você fez um deus de muitos.

Isso não vai acontecer novamente. Não haverá um, mas uma coleção de seres que
elevarão o nível de consciência deste planeta. É muito importante que você não
nos deifique. É muito importante que você entenda que Deus está em cada um de
vocês e que Deus é amor, e é o amor que cria o único Deus.

172
ANDREW: A missão do Nazareno aparentemente quase teve sucesso, mas, como
você diz, houve um fracasso por causa do papel da sociedade e da nossa
chamada "civilização". Há muitos na Terra hoje que esperam o retorno do
Nazareno, e eu entendo do que você diz que não é possível, já que o único
indivíduo não retornará a ……?

Tom: Isso está correto, um único indivíduo não retornará. Existem muitos neste
planeta semelhantes ao Nazareno. Será uma coleção. Aqueles que vêm e dizem
que são o Nazareno ou o Messias , não são o verdadeiro Messias. Como já
explicamos antes, quando se chamam de mestres, eles não são mestres

ANDREW: Por um lado, a humanidade precisa entender que você existe e que
você vem em paz; por outro lado, eles esperam que um único indivíduo retorne -
por qualquer meio, nuvens de glória, etc; Falei com pessoas em algumas de
nossas igrejas, e eles dizem que somente Jesus pode retornar, e qualquer outra
pessoa é um representante do diabo. Como alguém lida com esse tipo de atitude
entre as pessoas?

Tom: Você reza enquanto rezamos. Isso sempre foi um problema, mas quando
chegamos e quando eles vêem as boas obras, eles saberão quem somos. Afinal, o
Nazareno disse: "Você deve conhecê-los por suas obras". Quando as pessoas
vêem que nós não entramos em guerra porque não há guerra conosco como há em
seu planeta, e quando eles vêem que nós viemos com amor e com tecnologia para
ajudar este planeta que está se exterminando, como eles podem saber? que nós
viemos de Deus?

Convidado: Jesus disse que os dois mandamentos mais importantes que todos nós
tivemos que estar cientes são: que devemos amar a Deus com todo o nosso
coração, com toda a nossa alma e com todas as nossas forças, e que devemos
amar uns aos outros como amamos. nós mesmos. E é nisso que todas as
escrituras repousam, esses dois mandamentos. A maneira como percebo o
primeiro mandamento é a maneira como o povo judeu amava o Senhor, seu Deus,
através de rituais e orações. Eu me pergunto como em nossas vidas diárias
poderíamos realmente fazer isso, amar a Deus com todo nosso coração todos os
dias?

Tom: Como você sabe, no ritual isso se torna redundante. Reserve tempo para si
mesmo, em comunhão com a criação. Isso definiria o tempo para estar com o
Criador. É importante (mas não obrigatório) encontrar um método de meditação
que sirva para você. Você pode fazer esse seu ritual. Além disso, se você tomar o
segundo mandamento: você sabe, na Terra há muitos que não se amam. Através
da corrupção, muitos não se amam. Nós estenderíamos isto para dizer: use
bondade para todos e para si mesmo - você então cumpre esse mandamento.

DAVID: É relatado na Bíblia que Jesus disse "Eu sou o caminho, a verdade e a
vida, e ninguém vem antes do Pai senão por mim" e isso parece
inconsistente. Isso acabou de ser mal interpretado?

Tom: O homem não está tentando governar o homem?

173
DAVID: Sim, às vezes eles são.

Tom: Então não é assim que é o homem que colocou sobre o pergaminho?

DAVID: Os cristãos, que vêem o nazareno como o exemplo mais avançado de


como devemos viver, tendem a apontar para a frase que eu citei como sendo uma
declaração muito importante.

Tom: Isso não é dogma? [sic]

DAVID: Oh, absolutamente certo.

Tom: Isso não é uma tentativa de controlar o sistema de crenças da religião? Nós
lhe perguntamos, você não confia em seu próprio ser divino?

DAVID: Evidentemente não! (Riso)

Tom: sim

ANDREW: Em algumas pessoas que eu encontrei e conversei enquanto


em Israel , ainda há a expectativa da chegada de um Messias.

Tom: O Messias [O Mensageiro] estaria com o pouso, caso isso acontecesse. Nós
falamos do homem, o nazareno .

ANDREW: Eles reconheceriam o nazareno?

Tom: sim.

ANDREW: O pouso do Nazareno estaria na área do que hoje é chamado Israel ?

Tom: Sim, porque o Nazareno é o líder da Hoova .

JOHN: Como o perigo de ele ser deificado novamente será superado? Os


israelenses entenderão esse tempo?

Tom: Não haveria mais um, haveria muitos Hoovids que chegassem. Eles
explicariam, e eles trariam a compreensão de que o Cristo está dentro de cada
indivíduo.

HARRIET: Nós estávamos nos perguntando sobre a Imaculada Conceição, e se


você nos contaria sobre isso, e também se o Nazareno tivesse descendentes?

Tom: Você nos pede para contar nossos pensamentos ou nosso conhecimento?

HARRIET: Seu conhecimento.

Tom: Nós não entendemos porque a humanidade faz complicações com


informações simples. A mãe terrena do Nazareno foi implantada pela Hoova , no
que você chama ... você faz isso em seu planeta sem fisicalidade.

174
JOHN: Sim, inseminação artificial .

Tom: Sim, Jesus foi o primogênito. Ele é Hoova, que a nação de Israel chama de
Jeová . Depois do nascimento, Maria e José tiveram sete outros homens e três
mulheres. Os irmãos físicos do irmão e da Nazarena não foram
implantados. Você perguntou se o Nazareno experimentou a glória física?

CONVIDADO: Nós estávamos falando sobre a influência genética dos Hoovids, e


identificamos os dois primeiros implantes genéticos dos Hoovids, e nos
perguntamos se o Nazareno representava o terceiro ?

Tom: Ele era assim, mas isso não significa que ele tenha filhos descendentes.

DAVID: Então ele não teve descendentes?

Tom: Você faz seu mundo complicado. Ele era um representante da Hoova. Na
corrente genética de Hoova, existiram seres de Hoova no planeta Terra. O que o
nazareno fez foi reavivar a codificação da memória interior. Ele era um homem
no Planeta Terra, e como com quase todos os homens no Planeta Terra, passou
por um desenvolvimento sexual, assim como as fêmeas, que vem da fonte da
alma interior. Pois no momento da troca sexual, é o único momento em sua vida
física quando você alcança a unidade de seu Criador. É aquela hora e momento
que é procurado.

Isso é parte da dificuldade do planeta Terra, pois a humanidade entendeu mal o


propósito do sexo e, ao buscar o retorno ao Criador, o degradou. E como os
fundadores da religião conheciam a verdade desse retorno e não queriam que as
massas também o atingissem, eles o proibiram e, assim, o tornaram
dominante. Parte da dificuldade da humanidade masculina se mover de uma
mulher para outra em infinitas origina-se da incompreensão e não
desenvolvimento da verdadeira troca, e do propósito dessa troca.

Era necessário que o Nazareno experimentasse isso com a Madalena . Na troca


com a Madalena, ele conseguiu manter sua verdadeira identidade com o
Criador. Isso é entendido?

Quando ambos os parceiros cuja motivação é limpa - nós não desejamos pregar -
que entendam quem eles são, e a sua união com a sua companheira, e tenham
alcançado a união de dois juntos em uníssono e grande glória, isto então traz
grande alegria. Se você sentir isso, lembre-se de não deixar passar, pois está
pegando uma estrela, montando uma estrela. Lembre-se disso, pois isso sempre o
trará de volta ao retorno de sua criação. Saiba também que você é parte do
Criador e que também criou o Criador.

HARRIET: Isso é lindo.

JOHN: Então, o que você está dizendo é que Maria Madalena não teve um filho?

Tom: Não do nazareno.

175
CONVIDADO. Jesus, talvez em conexão com José de Arimatéia, segundo a
tradição, já visitou Glastonbury na Inglaterra?

Tom: O Nazareno circulou o Planeta Terra, pois era necessário que sua energia
permeasse a globalidade.

DAVID: Isso foi um 'sim' específico para Glastonbury, um dos locais pelos quais
ele passou?

Tom: Você precisa de um mapa para entender as energias? O que você chama
de especial, sagrado ou sagrado, de todas as crenças, foi tocado. E no seu
Kingston na Inglaterra também.

Convidado: Então a tradição que existe em Glastonbury que Jesus visitou quando
menino com José de Arimatéia, é uma tradição correta?

Tom: Sim, acabei de explicar que ele viajou pelo mundo.

JOHN: Você está se referindo aos anos perdidos do Nazareno , entre os doze
anos de idade, quando ele estava no templo em Jerusalém, até que seu ministério
começou? Você pode nos contar sobre isso?

Tom: Com a idade de quatorze anos e dentro de um ano de sua


masculinidade, ele começou uma longa jornada. Ele foi para a área do Himalaia e
passou muito tempo no Egito , vendo as pirâmides, aprendendo sobre as energias
e conhecimento das pirâmides. Ele também passou muito tempo nas terras do
Himalaia. Ele também passou muito tempo com os essênios . Ele levou dentro de
si o triângulo do conhecimento da Índia , do Egito e dos essênios . Ele teve a
assimilação e as verdades de todos os três. João Batista também passou um tempo
com ele no Egito.

JOHN: Sim. Algum registro disto será descoberto?

Tom: Existem registros em duas dessas áreas: uma no Egito e outra no que hoje é
Israel. No tempo apropriado, haverá uma correlação de encontrar esses registros
dentro de seis meses um do outro. Haverá fragmentos e então surgirão as
verdades.

DAVID: É verdade que o Nazareno viajou e aprendeu no Extremo Oriente?

Tom: Houve um tempo de viagem, incluindo a nação que você conhece como a
nação do sol - o Japão.

ISRAEL: Sabemos que o Nazareno , Yehovah , veio três vezes . Um deles foi
o Buda . Você poderia me explicar a necessidade dessa encarnação e nesse
ambiente [a Índia]? Qual foi o seu propósito?

Tom: Sua nação não saiu como deveria, pois era necessário que alguém viesse
cobrir uma grande porção da Terra com o coração da compreensão do
Universo. Está em alinhamento com o progresso do Universo. Na verdade, os

176
seguidores do Buda compreenderam a verdade em sua alma e coração mais
rapidamente do que aqueles que deveriam ter, os hebreus. Voce entende?

ISRAEL: Sim, se não funcionar por dentro, tente fazer isso funcionar do lado de
fora.

Tom: Isso está correto, sim.

ANDREW: - Qual foi a língua original em que João escreveu o " Livro das
Revelações "? Você disse que o original é o único a ler e que as traduções têm
problemas.

Tom: Foi em aramaico .

ANDREW: Você sabe se algum desses manuscritos existe?

Tom: Sim, mas não em uma área ou lugar onde você possa recuperá-lo. Ele virá
no tempo - está na cidade de Jerusalém e será encontrado.

ANDREW: Eu vejo, não há uma cópia em nenhum museu ou em qualquer lugar


onde seja publicamente visível?

Tom: Você pode ir ao seu Vaticano .

ANDREW: Você poderia nos contar como John recebeu essa mensagem? Foi em
uma situação como estamos sentados aqui, ou ele estava sozinho, ou foi antes do
batismo de Jesus?

Tom: Foi antes do Baptismo: foram as Revelações que trouxeram a compreensão


de quem era Jesus.

ANDREW: Jesus foi uma testemunha dessa revelação?

Tom: sim. Ele era garoto. Veio quando falamos com você, você entende?

ANDREW: Sim, eu entendo, certo, isso é notável.

JOHN: Você pode dizer algo sobre o pecado original e o ato do batismo, e se a
importância deles continua hoje? O conceito de pecado original nos traz a este
mundo com culpa?

Tom: No começo, quando o Pacto foi feito com Hoova e foi quebrado, o pecado
original seguiu a semente hebraica . Quando Hoova voltou como o Nazareno , foi
lançado completamente. Por seu sacrifício foi o lançamento completo. Mas
aqueles que se seguiram depois que o nazareno perpetrou muitas coisas em seu
nome, começaram uma série de rituais, como antes da época de Hoova. Voce
entende?

JOÃO: Bem, no serviço cristão consideramos que Cristo em sua morte nos
perdoou os nossos pecados e presumiu que inferiu o pecado original.

177
Tom: Ele não te perdoou. O Universo te aliviou.

JOHN: Sim, mas simbolizado pelo seu ato

Tom: sim. Se houvesse aceitação, a culpa do pecado original também teria sido
aliviada. Foi a hora.

JOHN: Mas o batismo de hoje ainda é para nos aliviar do pecado original.

Tom: Não é para aliviar isso. Em cada igreja é um caminho diferente, numa
religião que não foi iniciada pelo Nazareno. O batismo não é para remover o
pecado original, é para indicar a aceitação do Nazareno. No começo foi Pedro
quem começou isto, seguindo o padrão de João Batista.

JOHN: Há uma crença de que a crucificação de Cristo levou os pecados


cometidos desde a sua morte. Em outras palavras: Cristo perdoou os pecados
depois. Eu sinto que isso é uma evitação de responsabilidade, você poderia
esclarecer isso?

Tom: Você está perguntando se eles perguntam em seu nome, eles estão
perdoados?

JOHN: As pessoas sentem que por sua crucificação já foram perdoadas de seus
pecados, em outras palavras, parece-me uma licença para pecar, o que não
parece certo para mim.

Tom: Esse não é o propósito. A crucificação do Nazareno não foi para aliviar as
pessoas do fardo das suas próprias responsabilidades: era mostrar a todos que,
pelo amor de Deus e pelo seu compromisso, ele morreria
voluntariamente. Lembre-se de que o nazareno não tentou se comunicar com os
gentios, apenas com os da nação hebraica da Palestina. Se ele pudesse tê-los
aliviado e conscientizado, ele os teria mostrado e, por sua vez, o resto do Planeta,
o caminho para a transformação individual e global.

Dentro das nações que você chama de "cristão" e que o adoram como um deus, há
aqueles que entendem que ele é de uma trindade.

JOHN: Jesus foi a primeira pessoa a ser ressuscitada?

Tom: É verdade que ele foi o primeiro a ressuscitar, mas não no sentido que você
entende. Ele foi o primeiro que foi devolvido à sua civilização, Hoova, na
maneira em que ele foi devolvido. Houve muitos que foram ressuscitados, mas
ele foi devolvido à sua civilização. As pessoas sobre o planeta Terra, que viram a
sua ressurreição, acreditaram que isso fazia dele Deus.

ANDREW: Então, com referência a pessoas que vieram de uma das civilizações
universais, e depois voltaram, você quer dizer que Jesus ou Jeová foi o primeiro
que foi trazido para cá, e então retornou fisicamente intacto, e isso não foi feito
antes ?

178
Tom: sim. Havia o que você chamaria de ressurreições e retornando às esferas,
mas não retornando às civilizações.

ANDREW: Isso é realmente o que chamamos de teletransporte ou bilocação?

Tom: Seria bilocação. Foi a primeira vez que isso foi feito.

JOHN: É aquele que levou o corpo de Jesus, José de Arimatéia , a mesma pessoa
que José, o chefe da civilização de Aragão?

Tom: São dois diferentes ..

ANDREW: Estamos realmente nos perguntando se José de Aragão estava com o


Nazareno na Terra?

Tom: Ele estava com o Falcão ( Horus ) no Egito: ele era o que se
chama Imhotep . Ele também era um sumo sacerdote no tempo do nazareno
chamado Anás .

JOHN: José de Arimathaea também foi de Aragón por acaso?

Tom: Eu vou consultar .... José de Aragão disse não, que José de Arimatéia era de
Altea . É apenas uma semelhança de nomes.

STEVE: Geralmente pensamos nos métodos orientais de alcançar a iluminação, o


hindu e o budista, muito mais avançados que os métodos ocidentais. Isso é
assim?

Tom: Ser removido do mundo não é o melhor. Todos podem alcançar as mais
altas alturas dentro de si, mas como reagiriam se tivessem que alcançar as alturas
quando houvesse aqueles que precisassem de seu serviço e de sua ajuda? Para
escapar da responsabilidade do envolvimento, é verdade que você pode acreditar
que se tornou um mestre ou um ser perfeito, pois se você não interagir com os
outros, então você realmente pensará que você é perfeito.

STEVE: Bem, estou pensando nos livros sagrados orientais - os Upanishads e os


Vedas, os Sutras e o Tao - são dados de outras civilizações?

Tom: É assim, como acontece com os outros, sim. Mas não foi usado sempre
para melhorar. Se os filósofos orientais tivessem a verdade de seus semelhantes
dentro de seus corações, suas nações seriam altamente evoluídas. Mas eles usam
isso às vezes para se tornarem mestres, sem elevar as almas que precisam de
ajuda. É importante que aqueles que têm compreensão do sofrimento tentem
aliviar o sofrimento.

STEVE: Eu gostaria de explicar por que fiz essa pergunta. Parece que todas as
nossas comunicações estão muito dentro da tradição filosófica e religiosa do
Ocidente, e emanam das mesmas fontes que a civilização ocidental e a religião
emanam, e isso é uma coisa com a qual tenho que lutar. Porque cresci para
pensar que os métodos e religiões orientais são mais esclarecidos.

179
Tom: Quantos milhões de pessoas estão sofrendo? Você entende o que
dizemos? Isso também é uma armadilha.

JOHN: Sim, acho que vemos as falhas em nossa própria cultura, e olhamos do
outro lado da cerca e pensamos que eles têm a resposta. Mas sim

Tom: Se você se sentar em uma montanha e olhar abaixo de você, e disser "Eu
sou iluminado, porque eu sento e rezo, e aqueles que estão abaixo de mim, é
importante que eles sofram e eu não posso fazer nada para ajudar", então você se
colocou acima deles. Nós usaremos seu termo de 'karma'. Não é totalmente
compreendido. Em seu pensamento de que o sofrimento é seu karma, eles na
verdade criaram karma sofrido por si mesmos. Para não se envolver com seus
semelhantes, simplesmente colocar uma mão para ajudá-los, ou uma publicação
para aliviar seu fardo, eles não podem ser mestres como eles proclamam. Para ter
dominado todo o físico, o importante é dominar todo o físico com envolvimento,
não desprendimento daqueles que sofrem. Sim.

STEVE: Bem, só para repetir, livros como os que mencionei de fato emanam de
fontes extraterrestres, embora possam não estar totalmente desenvolvidos e
altamente evoluídos?

Tom: sim. Mas lembre-se também de que as pessoas usam aquilo que as
beneficia, e fazem sua interpretação para controlar os outros ou para se tornarem
melhores do que seus semelhantes. Sim.

JOHN: Então você está dizendo que eles têm tantas distorções quanto a Bíblia?

Tom: como o livro de palavras . Sim. Há a coisa mais singular e importante que a
humanidade tem negligenciado, e falamos de quase toda a humanidade, e isso é
compaixão.

Quando há compaixão por todas as coisas vivas, incluindo aquelas que estão mais
perto de você, então a mudança na consciência do planeta

começa e estará acelerando. Você vê, na natureza da humanidade você pode ter
compaixão por uma criança que cai que é sua, mas não ver a dor de outra criança
que cai. Você pode ter compaixão quando você vê o massacre dos aldeões se você
estiver em afinidade com eles, mas não com o massacre daqueles que abatem.

É quando aqui estão aqueles que você ama, que não concordam com você quando
você precisa da concordância deles, que você perde a compaixão por eles. É
quando você pode manter essa compaixão, ou obtê-la, ou regenerá-la, e sentir a
sensação de que ela se sente sem se envolver, então você sai das cinzas e começa
o crescimento. O edifício é forte e seguro e não frágil (mas pode ser queimado
novamente). A humanidade não teve compaixão pela humanidade. Mesmo um de
vocês, que pode ter compaixão por uma criança pequena, não tem compaixão por
um adulto que não concorda com você. Isso também está mudando.

JOHN: Sim, é interessante que tenhamos dificuldade em ter compaixão pelo mais
próximo e querido por nós. Temos compaixão por aqueles que estão um pouco

180
mais distantes com os quais concordamos, e depois perdemos a compaixão
quando nos afastamos ainda mais, é esse meio-termo.

Tom: sim. Quando você é capaz de se remover de si mesmo e se colocar na


posição de outro, então começa a evolução do planeta. Então este planeta começa
a ser o paraíso que foi planejado para ser, sim.

Expresse-se em palavras de amor e palavras de alegria, e isso faz o Universo em


felicidade, pois quando há felicidade, alegria e riso no Universo é um momento
de grande celebração. Isto é o que o Planeta Terra deve fazer. A humanidade não
deve se levar tão a sério. Deve começar a experimentar em si a alegria de sua
divindade, a alegria de sua unidade com o Universo. Deve sair desta escravidão,
deve parar de viver em uma situação de vítimas. Nós nunca pedimos por vítimas
ou sacrifícios, mas a humanidade em sua culpa cria sua vitimização. Pois ele sabe
que passou e cruzou aquele vale que não deveria ter, e agora junto com tudo o que
estamos trazendo de volta através do vale, para que seja um com o Universo.

A próxima transmissão dizia respeito a outras comunicações e sua validade.

ANDREW: Eu quero perguntar sobre a comunicação psíquica: você poderia nos


dar uma idéia de quem, no passado, figuras historicamente reconhecíveis, eram o
que você chamaria de comunicadores perfeitos? Como você diz, este Ser é. Você
poderia nos contar sobre algum em que possamos confiar?

Tom: Eu vou consultar para permissão. Havia aquele que você chama de Jesus de
Nazaré , você sabia disso. Houve o que você chama de Sócrates . Houve o que
deu a você no código, Nostradamus . Havia aquele que era de um e igual ao de
Jesus: o Buda . Lembre-se disto: houve comunicação perfeita e foi na tradução
que ficou obscuro. Em todas as traduções.

ANDREW: Em todos esses casos, estou certo.

Tom: Então havia Elijah e havia o chamado Joseph .

ANDREW: Qual Joseph era esse? Existem vários na Bíblia.

Tom: Seria o que estava no Egito . E havia um cujo nome era Da Vinci . Nós
falamos com você apenas daqueles que foram registrados historicamente. Houve
outros.

ANDREW: Uma figura mais recente como Helen Blavatsky , ela se qualificaria?

Tom: Eu devo consultar sim, Blavatsky era verdade .

ANDREW: Existe alguém que viveu nos últimos 100 anos cientistas que
registraram conhecimento verdadeiro?

Tom: Esse conhecimento vem de uma civilização.

181
ANDREW: Entendo, você está falando daqueles que falam diretamente com
você?

Tom: sim.

JOHN: Posso perguntar sobre os teosofistas ? Presumo que a pessoa que falou
através de Blavatsky e Alice Bailey fosse a mesma pessoa, conhecida por nós
como " o tibetano" - Dhjwal Khul .

Tom: Isso não é verdade.

JOHN: Você poderia nos dizer quem é "o tibetano"?

Tom: Estamos tentando encontrar uma maneira de explicar. Se você tem três
pessoas, que juntas criam um triângulo, e se as três se fundirem em mente, você
teria uma unidade. O tibetano é um triângulo .

JOHN: Ele tem um relacionamento direto com os Nove?

Tom: É como se - não sabemos como explicar - é incompreensível na sua


língua. Não é um ser físico. A informação vem de um triângulo.

JOHN: É de alta qualidade?

Tom: sim. Está tirando de três, os aspectos perfeitos dos três. Você entende isso?

JOHN: Sim, eu faço.

Tom: O tibetano foi diferente de Blavatsky .

ANDREW: Recentemente, olhei novamente para os escritos de Michel de


Nostradamus , e fiquei muito impressionado como suas previsões feitas há 400
anos são paralelas às que você fez sobre o que está por vir. Quem foi esse Michel
de Nostradamus de que ele era tão presciente quando, e você estava por trás de
sua presciência?

Tom: Quando houve previsão, as pessoas tomaram isso como uma razão definida
para estar fora de sua responsabilidade. Foi um erro que cometemos também, pois
os humanos têm o destino em suas mãos. O que não foi compreendido pela
humanidade foi que foi feita a previsão de que o homem mudasse de rumo: se ele
não mudasse, a predição viria a existir. Não podemos reiterar esse ponto o
suficiente. Desejamos que fique impressionado com a mente da humanidade, pois
é o começo da compreensão da humanidade de que eles possuem a chave, eles
são responsáveis e fazem a mudança.

Você pergunta quem ele era? Ele estava fazendo o mesmo que você está fazendo
neste momento. Nós agora desejamos que a luz apareça, para a remoção das
trevas, para a remoção da crença da humanidade de que as trevas devem
acontecer. Pois existem duas alternativas: as das trevas existiram por muito
tempo, é o tempo para as da luz, e essa é a sua escolha. A humanidade não precisa

182
desespero, falta de esperança ou futilidade, mas esperança, amor e a possibilidade
de bondade.

Aqui está uma exploração de ' princípios ' que podem contribuir com outro fio
para a tapeçaria da nossa compreensão ...

JOHN: Você poderia dizer se de fato existem doze princípios que vieram, e se o
final é 'Equilíbrio' - isso é correto?

Tom: Vou consultar para obter permissão. É afirmativa, mas com reservas.

JOHN: Sim, bem, você poderia mencionar alguns dos outros princípios e os
tempos em que eles vieram? Isso pode me ajudar a entender os princípios que
surgiram em momentos diferentes.

Tom: No tempo entre o pai de Abraão e Moisés, e abrangendo o tempo de Jacó,


estava o princípio da lei. Quando falamos de direito, falamos do seguinte da lei
dos Nove. Isso não significa que a lei que foi dada tenha a necessidade de ser
cumprida, desse ponto até o que você chamaria de eternidade. Mas foi importante
para a época. No verdadeiro sentido, a lei natural não muda, mas a lei para a
ordem no Universo em relação a um planeta singular é adaptável à
mudança. Quando falamos de direito naquele tempo, falamos de uma lei que
aqueles que pedimos (como pedimos a Abraão, Jacó e Moisés) fazem o que
pedimos, com fé. Era uma forma de lei.

JOHN: Sim, sinto que há algo importante por trás desses princípios. Eu sinto que
eles estão associados com os Doze (ou seja, os Nove mais três) e os Nove. Esses
períodos são regulares em duração ou variam? Estou no caminho certo?

Tom: Nós entendemos o que você está recebendo. Novamente, respondemos com
uma afirmação positiva, mas também com reservas, pois houve momentos em que
estamos próximos de outras épocas de grande distância.

JOHN: Eu não sei bem ....

Tom: Há aqueles tempos que têm grandes expansões, e há aqueles momentos que
são curtos períodos.

JOHN: Sim. Houve outro entre o tempo de Cristo e agora?

Tom: Aquele de Cristo foi a final antes de você hoje. O período na época
de Altea era de sabedoria. O princípio da justiça veio na época de Ur . O tempo
de Hórus no Egito era de conhecimento, e o conhecimento também ficou fora de
equilíbrio. Sim.

Retornar ao livro

Voltar para Los Nazarenos y La Biblia

183
Saber Mais:

https://www.bibliotecapleyades.net/sociopolitica/landing_planetearth/brflist.htm

https://www.bibliotecapleyades.net/sociopolitica/esp_sociopol_council9.htm#top

184