Você está na página 1de 2
UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA Faculdade de Medicina da Bahia Departamento de Patologia e Medicina Legal
UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA
Faculdade de Medicina da Bahia
Departamento de Patologia e Medicina Legal
Largo do Terreiro de Jesus, s/n. Centro Histórico
40.026-010 Salvador, Bahia, Brasil.
Tel.: 55 71 3283.5561 | Fax: 55 71 3283.5567
www.medicina.ufba.br | dpml@ufba.br

Hematopatologia - Aula teórico-prática IB (CASOS DE 03 A 05)

Dinâmica: Grupos de no máximo 5 alunos compatibilizam as respostas e entregam ao professor (1/grupo identificando os membros do grupo) em 30 minutos e escrevem um mapa conceitual de um dos casos para apresentação.

O tempo não é para ser usado para estudar o caso na sala, apenas compatibilizar os resultados!

CASO 03: 16 a, masc, encaminhado a hematologia por apresentar pancitopenia há 1 mês. Referia dor abdominal mal caracterizada em hipocondrio esquerdo, com plenitude pós-prandial. Ao exame físico linfonodos cervicais, axilares, inguinais, epitrocleares palpáveis de 1 cm de diâmetro; baço há 4cm do RCE. Exames: Hb=8g% Ht= 28%, Leuco 3000 (55% seg, 2% bast, 35% linfócitos, eos 2%. Mono 6%), LDH 1200 U/L. Reação de Paul Bunnel negativa. Epidemiologia negativa para esquistossomose e Leishmaniose. Mielograma mostrou aspirado seco. Paciente passou a apresentar tosse com escarros hemoptoicos, febre e queda do estado geral. Solicitado internamento. Ao exame paciente descorado ++/4, linfonodos aumentados e fusionados em cadeia cervical, submandibular, occipital, axilar e inguinal. Dor à palpação profunda em flanco direito sem dor à descompressão. Realizada biopsia de medula óssea que mostrou necrose difusa da medula. Paciente desenvolveu choque, distensão abdominal e faleceu.

1. Quais as causas possíveis desta citopenia? Elega a/s causa/s mais provável/is de citopenia para este paciente, justificando.

sangue

2.

Existem

outros

exames

úteis

que

poderiam

ser

realizados

com

amostra

do

periférico?O que é reação de Paul Bunnel ? Ela é específica para alguma condição?

3.

Quais

os

níveis

normais

de

LDH?

Em

quais

condições

a

LDH

pode

elevar?

E

especificamente em doenças hematológicas qual o significado da elevação?

4. Os linfonodos detectados ao exame físico são reacionais? Porque?

5. Quais as causas de um aspirado de medula óssea “ seco”?

6. Diante da sua suspeita quais as informações seriam providas pelo aspirado e quais pela biópsia de medula óssea. Justifique.

7.

diagnóstico:

Como

espera

encontrar

a

medula

óssea

deste

paciente

frente

ao

seu

Hipercelular, normocelular ou Hipocelular?

8. Quais células espera encontrar na medula óssea?

9. Qual a fisiopatologia desta doença? Ou seja, qual o mecanismo da doença?

10. Como espera encontrar a trama reticulinica da medula deste paciente frente ao seu diagnóstico: inalterada ou espessada?

11. Liste causas de citopenia improváveis para este paciente e porque?

CASO 04: MSS, 76 anos, masculino. Paciente cursando com bradicardia e tonturas. Foi identificado Bloqueio Atrio-Ventricular total e internado para colocação de marcapasso. Paciente apresentava dispneia aos grandes esforços, edema de MMII. Reação de Machado Guerreiro positiva. Exames pré- operatórios (leuco: 26000; granulócitos: 76%, bastões: 1%, mono; 2%, linf: 22%), plaq. 550.000, Hb.

12.8, Ht 40%. Paciente mantido em unidade intensiva para investigar sítio infeccioso para posterior implante do marcapasso. Paciente afebril, sem queixas relacionadas aos sistemas respiratório ou urinário, hemoculturas negativas, RX de tórax- NDN. sumário de urina sem alterações. Presença de hepato-esplenomegalia homogênea, sem nódulos. Paciente com aumento progressivo de leucócitos (leuco: 58000), sem sinais de infecção. Consulta a hematologia. Pesquisa de JAC-2 positiva.

1. O que é reação de Machado Guerreiro e para que serve? Qual a relação deste resultado positivo e o bloqueio AV do paciente?

2. Quais as causas para citoses não neoplásica?

3. que é uma reação leucemoide e quais as condições associadas?

4. que periférico? E no aspirado de medula?

5. Qual a utlidade da pesquisa de JAK-2?

6. Porque o paciente tem hepato-esplenomegalia? Qual o valor da homogeneidade nesta descrição?

sangue

Existem

outros

exames

úteis

poderiam

ser

realizados

com

amostra

do

7. Diante da sua suspeita quais as informações seriam providas pelo aspirado e quais pela biópsia. Justifique.

8.

diagnóstico:

Como

espera

encontrar

a

medula

óssea

deste

paciente

frente

ao

seu

Hipercelular, normocelular ou Hipocelular?

9. Quais células espera encontrar na medula óssea?

10. Qual a fisiopatologia desta doença? Ou seja, qual o mecanismo da doença

11. Como espera encontrar a trama reticulinica da medula deste paciente frente ao seu diagnóstico: inalterada ou espessada?

CASO 05: 67 a, feminina, parda, queixando-se de astenia há 8 mêses. Paciente queixa-se de indisposição para o trabalho sem outras queixas, procurando o médico por notar nódulo no pescoço. Ao interrogatório sistêmico negou queixas. Ao exame físico exibia regular estado geral, linfonodos em cadeias cervical, axilar, inguinal, epitrocleares, indolores à palpação. Aparelhos cardio- respiratório sem alterações; Abdome fácido, com baço há 5 cm do rebordo costal. Hemograma: Hb 10; Ht 34%; Leucograma 79000 (20% segmentados, 2% bastões, 75% linfócitos, 3% de monócitos). Plaquetas 180.000.Realizada biópsia de linfonodo cervical.

1. Esta doença com 8 mêses de evolução e paciente com regular estado geral corresponde a uma deonça agressiva ou indolente?

2. Qual/is exame/s poderiam ser realizados adiconalmente, antes do procedimento cirúrgico e quais as informações você esperaria obter?

3. Foi realizada biópsia de linfonodo. Esta doença é primária do linfonodo ou da medula óssea?

4. Qual a causa mais provável da esplenomegalia nesta paciente?

5.

Como

espera

encontrar

a

medula

óssea

deste

paciente

frente

ao

seu

diagnóstico:

Hipercelular, normocelular ou Hipocelular?

6. Quais células espera encontrar na medula óssea?

7. Qual a fisiopatologia desta doença? Ou seja, qual o mecanismo da doença?

8. Como espera encontrar a trama reticulinica da medula deste paciente frente ao seu diagnóstico: inalterada ou espessada?