Você está na página 1de 2

Constructive Discomfort: Como fazer o que você realmente não quer fazer

Constructive Discomfort

Se você é como muitos de nós, há uma série de coisas que você sabe que você deve fazer,
mas você simplesmente não pode obter-se a fazê-los. Você sabe que você deve exercer,
você deve reduzir as calorias, você deve gastar menos tempo no Facebook , e você deve
salvar mais de sua renda magro. Você sabe que deve ligar para o amigo que deixou uma
mensagem e você sabe que você deve tirar o lixo agora. Mas há uma pequena voz em sua
pequena cabeça que diz: "EU NÃO QUERO".

Eu não quero !!!!!

Sua regra implícita para a sua vida é: "Se eu não quero fazê-lo, então eu não vou fazê-lo".
Ou, você pode até tomar uma posição-em princípio --- "Eu não deveria ter que fazê-lo".
Você se orgulha de sua autonomia à medida que sua autodisciplina se evaporou. Você
dobra os braços em seu peito em desafio e depois pergunta: "Por que eu não fiz nada?"

Source:

ESTÁ BEM. Eu poderia dizer, "CRESCER!" Mas isso pode parecer um pouco menos
empático do que você gostaria. Então, vou colocá-lo de uma maneira diferente: "Se você só
fazer o que você quer fazer, então você não vai conseguir o que você deseja obter." É
simples assim.

O que é desconforto construtivo ? Bem, pense nisso desta maneira, meu amigo. É muito
simples.

O que você quer?


O que você tem que fazer para obtê-lo?
Você está disposto a fazê-lo?

ESTÁ BEM. Vamos pegar a maioria das pessoas. Eu quero perder dez quilos. O que eu
tenho que fazer? Comer menos, fazer mais exercício. Estou disposto a fazê-lo?
Hmmmmmm.

Você provavelmente notou , eu não perguntei o que você queria fazer, eu não perguntei
sobre sua motivação , e eu não perguntei sobre o que sua mãe disse para você quando
você tinha cinco anos de idade. Por quê? Porque nada disso é relevante.

O que é relevante é estabelecer metas, comprometer-se com o comportamento e praticar


desconforto.

Pense no desconforto como um meio para um fim. É uma ferramenta.

Construindo Músculo Mental

Source:
Em meu livro, ANXIETY LIVRE: UNRAVEL SEUS MEDO ANTES QUE UNRAVEL VOCÊ ,
mim pedem que você pense sobre o discomfort como meios a um fim.

Aqui estão alguns exercícios simples que você pode fazer para construir a sua tolerância ao
desconforto.

Tome um desconforto história --- "Quais são algumas coisas que você fez que eram
desconfortáveis, mas você fez-los de qualquer maneira?"
Relacionar o desconforto ao orgulho - "De que você se sentiu orgulhoso? Houve
algum desconforto envolvido?"
Atribua-se algum desconforto- "Mantenha o controle de coisas que você faz que são
desconfortáveis. Veja se eles estão ligados a fazer as coisas."
Reconheça que o desconforto é temporário - "Todo o desconforto é temporário, não
vai te matar, de fato, isso o tornará mais forte." Os dançarinos dizem: "Foi um bom trabalho.
Se você não está fazendo algo que é desconfortável todos os dias, então você não
está fazendo progresso.

Você pode usar seu desconforto como um investimento - para fazer o que precisa ser feito
para que você possa obter o que você realmente quer.

Praticar desconforto é como construir músculos mentais.

Perguntei a um jovem que se formou em West Point: "Qual é a coisa mais importante que
você tirou de sua formação?" "Sir" (eu gostei que ele disse isso). "Senhor, eu aprendi que
eu era capaz de fazer coisas que eu nunca pensei que eu seria capaz de fazer".

Isso é chamado de auto-disciplina.

O desconforto é temporário. O orgulho é para sempre.