Você está na página 1de 3

BORBOLETAS

(Mário Quintana)
Quando depositamos muita confiança ou expectativas em uma pessoa, o risco de se decepcionar é grande.
As pessoas não estão neste mundo para satisfazer as nossas expectativas, assim como não estamos aqui, para satisfazer as
dela.
Temos que nos bastar... nos bastar sempre e quando procuramos estar com alguém, temos que nos conscientizar de que
estamos juntos porque gostamos, porque queremos e nos sentimos bem, nunca por precisar de alguém.
As pessoas não se precisam, elas se completam... não por serem metades, mas por serem inteiras, dispostas a dividir objetivos
comuns, alegrias e vida.
Com o tempo, você vai percebendo que para ser feliz com a outra pessoa, você precisa em primeiro lugar, não precisar dela.
Percebe também que aquela pessoa que você ama (ou acha que ama) e que não quer nada com você, definitivamente, não
é o homem ou a mulher de sua vida.
Você aprende a gostar de você, a cuidar de você, e principalmente a gostar de quem gosta de você.
O segredo é não cuidar das borboletas e sim cuidar do jardim para que elas venham até você.
No final das contas, você vai achar não quem você estava procurando, mas quem estava procurando por você!

01 A partir da leitura do texto só não podemos inferir que


(a) o autor acredita que seremos felizes se encontramos o outro "pedaço da laranja".
(b) só seremos felizes se, antes de gostamos de alguém, gostamos de nós mesmos.
(c) seremos felizes se formos pessoas inteiras.
(d) não há necessidade de precisarmos do outro para seremos felizes com ele.
(e) as pessoas se completam porque são inteiras e prontas para dividir a vida.

02 No período "Quando depositamos muita confiança ou expectativas em uma pessoa, o risco de se decepcionar é grande."
O emprego da vírgula se justifica por
(a) isolar um termo intercalado (b) isolar um aposto
(c) marcar a anteposição de uma oração adverbial à oração principal
(d) marcar o deslocamento de um predicativo (e) a vírgula é facultativa

03 Marque a alternativa em que o termo destacado é gramaticalmente diferente dos demais


(a) muita confiança (b) neste mundo (c) nunca por precisar de alguém
(d) outra pessoa (e) nossas expectativas

04 A oração destacada em "O segredo é não cuidar das borboletas e sim cuidar do jardim para que elas venham até você." é
classificada como
(a) subordinada substantiva objetiva direta
(b) subordinada adjetiva restritiva
(c) coordenada sindética conclusiva
(d) subordinada adverbial final
(e) subordinada adverbial consecutiva

05 Marque a alternativa em que a classificação não corresponde ao termo destacado no fragmento "Com o tempo, você vai
percebendo que(1) para ser feliz com a outra pessoa, você precisa em primeiro lugar, não precisar del(a) Percebe também
que(2) aquela pessoa que (3) você ama (ou acha que (4) ama) e que (5) não quer nada com você, definitivamente, não é o
homem ou a mulher de sua vida."
(a) (1) conjunção integrante (b) (2) conjunção integrante (c) (3) conjunção subordinativa consecutiva
(d) (4) conjunção integrante (e) (5) pronome relativo

06 "No final das contas, você vai achar não quem você estava procurando, mas quem estava procurando por você!" Sobre o
segmento destacado é incorreto afirmar que
(a) é uma oração e está na voz passiva analítica (b) "quem" é sujeito da locução verbal
(c) "por você" é objeto direto preposicionado
(d) o pronome de tratamento é acentuado por ser uma palavra oxítona terminada em "e".
(e) é uma oração coordenada sindética adversativa.

Texto II
A vida não é um jogo onde só quem testa seus limites é que leva o prêmio. Não sejamos vítimas ingênuas desta tal
competitividad(e)Se a meta está alta demais, reduza-(a) Se você não está de acordo com as regras, demita-s(e) Invente seu
próprio jogo. Faça o que for necessário para ser feliz. Mas não se esqueça que a felicidade é um sentimento simples, você pode
encontrá-la e deixá-la ir embora por não perceber sua simplicidade. Mário Quintana
07 Para Mário Quintana
(a) a vida é um jogo que deve ser testado
(b) todos devem competir para alcançar a felicidade
(c) devemos nos esquecer de que a felicidade é um sentimento complicado
(d) a nossa felicidade depende dos outros
(e) devemos nos submeter a tudo, mesmo não estado de acordo, para sermos felizes.

08 Assinale a opção em que há ERRO de pontuação.


(a) Pensando no que você me disse, resolvi, agora, agir.
(b) Chegou, porém, à conclusão de que, desse modo, não a fazia feliz.
(c) Só tinha um único propósito: viver os momentos intensamente.
(d) As pessoas, desejando serem amadas, entendem o que é a verdadeira felicidade.
(e) O estado mágico, a alegria e o sonho, fazem bem à alma.

09 As palavras em destaque NÃO podem ser substituídas pelos pronomes à direita em:
(a) A vida surpreende o ser humano. - surpreende-o.
(b) A vida convida as pessoas para uma grande fest(a) convida-lhes.
(c) A necessidade de ser feliz faz a vida melhorar. - fá-la
(d) Ele viu o mundo pela janel(a) - viu-o.
(e) Os pensamentos negativos trazem danos para as pessoas. - trazem-lhes.

10 Observe o período.
A meta do ser humano é fazer com que todos vivam de maneira simples.
Os verbos destacados no período acima podem ser substituídos, respectivamente, mantendo a correção gramatical, por
(a) foi e tenham usado. (b) era e usavam (c) era e vivessem
(d) será e terão usado. (e) será e terem usado.

11 Analise as frases a seguir, quanto ao uso do acento indicativo de crase.


I - Não sabemos se a amizade está à altura dos amigos.
II - A felicidade começa a existir à partir do momento que percebemos a simplicidade do sentimento.
III - Ao sair à rua, percebeu que todos estavam preocupados com a vida.
IV - Devemos dedicar nossa vida à todas as pessoas que nos são caras.
O acento indicativo de crase está empregado de forma totalmente correta APENAS nas frases
(a) I e III (b) I e IV (c) II e IV. (d) I, II e III. (e) II, III e IV.

12 Assinale a sentença em que há ERRO na concordância nominal.


(a) Ela mesma recebeu um único telefonema do amigo distante.
(b) As pessoas, em sua maioria, sentem-se sós.
(c) É raro, depois de algum tempo, a ausência dos amigos verdadeiros.
(d) Quem deseja manifestas bastantes sentimentos?
(e) Para sair da tristeza, era preciso permissão.

13 A separação das sílabas está correta na palavra


(a) ha-bi-tu-a-do. (b) in-fe-cto-lo-gis-ta. (c) be-.ne-fi-cia-das. (d) res-fria-do. (e) gue-rra.

14 Assinale a opção em que todas as palavras contêm dígrafos.


(a) Autoclismo, vendiam, foguete. (b) Cheguei, serviram, peúgas. (c) Comprar, elétrico, meias.
(d) Descarga, vendiam, desci. (e) Expresso, bonde, cafezinho

15 Assinale a opção em que o verbo forma substantivo derivado, grafado com Ç.


(a) compreender (b) admitir (c) omitir (d) introduzir (e) persuadir.

16 Na passagem "Há apenas pessoas e sentimentos." , substituindo-se o verbo haver pela locução verbal, tem-se:
(a) pode existir (b) há de haver (c) hão de haver (d) deve existir (e) devem haver.
Gabariro comentado
01. A
Comentário - o autor do texto deixa claro que as pessoas só têm condições de amar e ser amada se antes de tudo amar a si
mesmo e se sentir um ser humano inteiro.
02. Resposta CComentário - toda oração subordinada adverbial deve ser marcada pela vírgula quando estiver anteposta à
oração principal. Nesse caso é uma oração subordinada adverbial temporal.
03. Resposta CComentário - todos os termos são pronomes adjetivos, pois acompanham o substantivo e na alternativa C o
pronome é substantivo, pois ocupa o lugar de um substantivo.
04. D
Comentário - a locução conjuntiva "para que" tem valor semântico de finalidade e pode ser substituída por "a fim de que".
05. C
Comentário = o termo é um pronome relativo, anafórico de "pessoa" e pode ser substituído por "a qual".
06. A
Comentário - a frase está na voz ativa, pois o sujeito é agent(e)
07. C
Comentário - o autor diz que "Mas não se esqueça que a felicidade é um sentimento simples.." exatamente o contrário do
que diz a alternativa.
08. E
Comentário - há no período um sujeito composto e este não pode ser separado do verbo.
09. B
Comentário - os pronomes oblíquos o, a os, as quando completam verbos são objetos diretos e lhe e lhes quando completam
verbos são objetos indiretos. Na opção B, o verbo "convidar" é transitivo direto, por isso a substituição com o pronome seria
correta em "convidá-la".
10. C
Comentário - o pretérito imperfeito nos permite, na frase, inferir uma possibilidade garantida pelo imperfeito do subjuntivo.
11. B
Comentário - A felicidade começa a existir a partir do momento que percebemos a simplicidade do sentimento. (antes de
verbo não há crase) Devemos dedicar nossa vida a todas as pessoas que nos são caras. (antes de pronome indefinido não há
crase)
12. C
Comentário - a presença do artigo antes de "ausência" exige que o adjetivo concorde com o substantivo. A frase correta seria É
rara, depois de algum tempo a ausência dos verdadeiros
amigos".
13. A
Comentário - in-fec-to-lo-gis-ta; be-ne-fi-ci-a-das; res-fri-a-do; geurra.
14. E
Comentário - "bonde" - dígrafo vocálico (-on); "expresso" – dígrafo consonantal (-ss); "cafezinho" - dígrafo consonantal (nh)
15. D
Comentário - compreensão; admissão; omissão; introdução; persuasão
16. Resposta B
Comentário - o verbo "haver" no sentido de existir é impessoal e por isso não é flexionado e quando há uma locução verbal o
auxiliar permanece no singular quando o verbo "haver" for o verbo principal.