Você está na página 1de 2

Estudo da Medicina

Relatório Problema 1
1°Período Tutoria 8
Professor: Alessandro
Alunos: Felipe Durães, Gabriela Lôbo, Letícia Reis, Pedro Valadão, Eder Cruz, Victor H.
Fernandes, Danusia Natiele Konrath, Sabrina e Vinícius.

Objetivos
1. Conhecer os métodos tradicionais de ensino e as metodologias ativas: Foi
discutido durante a tutoria como funciona e as diferenças entre as metodologias
tradicionais e ativas, que diferem que no método tradicional o Papel do aluno como
Passivo/receptivo ao conhecimento, Papel do professor Gerencia todo processo de
aprendizagem e o problema é apresentado após a exposição da teoria. Já nas
metodologias ativas o Papel do aluno tem Parte ativa do processo de ensino-
aprendizagem ao definir objetivos e meios para alcançá-los, o Papel do professor é
como Tutor/facilitador. Estimula aos alunos à reflexão, à pesquisa, ao diálogo e à
interação e o problema é apresentado no início da exposição para dar suporte à teoria.
É contextualizado à realidade; revisa e gera novos conhecimentos.
2. Analisar a estrutura curricular definida nas diretrizes curriculares nacionais
para os cursos de Medicina: Foi discutido que a estrutura curricular se baseia na
Diretriz Curricular Nacional (DCN) -2014, que tem como foco a formação de um médico
generalista como foco nas Áreas de atenção à saúde, gestão em saúde e educação em
saúde. O Perfil do estudante deve contemplar habilidades, competências e conteúdos.
3.Conhecer as unidades educacionais verticais e horizontais do curso de
Medicina da Faciplac: Nas unidades verticais são utilizados problemas ou situações
de saúde que permitem a exploração do conhecimento prévio dos estudantes, o
desenvolvimento do raciocínio clínico e epidemiológico como as disciplinas de Estudo
da Medicina, processos biológicos, metabolismo e etc. Nas unidades horizontais os
estudantes desenvolvem habilidades a partir do contato supervisionado com pacientes,
famílias e comunidade como nas disciplinas Morfofuncional,Habilidades,PISSCO e etc.

4.Entender o currículo em espiral da Faciplac (Os 7 passos do PBL): A partir da


discussão do currículo em espiral evidenciamos que o ambiente de aprendizagem por
descoberta deve proporcionar alternativas e resultados para percepção do aprendizado,
com relações e similaridades entre ideias que não foram previamente reconhecidas.
Dessa forma, o aluno tem oportunidade de ver o mesmo tópico mais de uma vez, em
diferentes níveis de profundidade e em diferentes modos de representação.
Foi debatido os 7 passos do PBL na modulação ativa do conhecimento e do
aprendizado em espiral os quais foram destacados como Leitura do problema,
identificação de termos desconhecidos; Identificação dos problemas propostos pelo
enunciado; Formulação de hipóteses explicativas ;Resumo das hipóteses; Formulação
dos objetivos de aprendizado (trata-se da identificação do que o aluno deverá estudar
para aprofundar os conhecimentos incompletos formulados nas hipóteses
explicativas);Estudo individual dos assuntos levantados nos objetivos de aprendizado;
Retorno ao grupo tutorial para rediscussão do problema.

5.Conhecer a Taxonomia de Bloom: Estudamos que essa é estruturada em níveis de


complexidade crescente – do mais simples ao mais complexo. A taxonomia proposta
não é apenas um esquema para classificação, mas uma possibilidade de organização
hierárquica dos processos cognitivos: Conhecimento; Compreensão; Aplicação;
Análise; Síntese e Avaliação.
6.Entender o método do Arco Charles Maguerez: Foi estudado pelos alunos que o
arco é composto por cinco etapas que se desenvolvem a partir da realidade. A primeira
etapa é a da observação da realidade social concreta: os educandos são orientados
pelo facilitador a olharem atentamente e a registrarem o que percebem. Segunda etapa
é a identificação dos postos-chave: os educandos refletirão sobre as possíveis causas
do problema em estudo. Terceira etapa é a Teorização: etapa do estudo da
investigação. Os educandos se organizam tecnicamente para buscarem as
informações. A quarta etapa é a de elaboração de Hipótese de solução: todo o estudo
deverá oferecer elementos para os educandos criticarem e criativamente elaborarem as
possíveis soluções. A quinta etapa será a da Aplicação à realidade: retorno das
decisões para serem executadas e caracteriza o momento que os educandos levarão
uma resposta do estudo.