Você está na página 1de 48

A-PDF Merger DEMO : Purchase from www.A-PDF.

com to remove the watermark


Escola E.B. 2,3 / S. Dr. Hernâni Cidade
Biologia e Geologia – 10º Ano

MATRIZ DO TESTE DE AVALIAÇÃO


Obtenção de matéria pelos seres heterotróficos

1- 29 pontos – Permuta de matéria entre as células e o meio


1.1- 4 + 5 = 9 pontos Ultra-estrutura da membrana celular Resposta curta
1.2- 5 pontos Ultra-estrutura da membrana celular Resposta curta
1.3- 5 x 3 = 15 pontos Ultra-estrutura da membrana celular Estabelecimento correspondência

2- 20 pontos – Diversidade de processos de transporte


2.1- 4 x 3 = 12 pontos Transporte não mediado e mediado Estabelecimento correspondência
2.2- 8 pontos Transporte não mediado e mediado Estabelecimento correspondência

3- 25 pontos – Diversidade de processos de transporte


3.1- 5 x 5 = 25 pontos Transporte não mediado e mediado Escolha múltipla

4- 24 pontos – Diversidade de processos de transporte


4.1- 3 x 2 = 6 pontos Transporte não mediado e mediado Legendar
4.2- 3 x 3 = 9 pontos Transporte não mediado e mediado Resposta curta
4.3- 3 x 3 = 9 pontos Transporte não mediado e mediado Resposta aberta

5- 32 pontos – Endocitose e exocitose / Ingestão, digestão e absorção / Digestão intracelular


5.1- 8 x 2 = 16 pontos Vários Estabelecimento correspondência
5.2 - 4 x 2 = 8 pontos Vários Estabelecimento correspondência
5.3- 4 x 2 = 8 pontos Vários Estabelecimento correspondência

6- 15 pontos – Digestão extracelular


6.1- 3 x 3 = 9 pontos Digestão extracelular Resposta curta
6.2- 6 pontos Digestão extracelular Escolha múltipla

7- 55 pontos – Digestão extracelular


7.1- 8 x 2 = 16 pontos Digestão extracelular Estabelecimento correspondência
7.2- 3 + 3 = 6 pontos Digestão extracelular Resposta aberta
7.3- 6 x 3 = 18 pontos Digestão extracelular Estabelecimento correspondência
7.4- 5 x 3 = 15 pontos Digestão extracelular Estabelecimento correspondência

TOTAL = 200 pontos – 2 folhas / 4 páginas (cada cor corresponde a uma página)
Escola E.B. 2,3 / S. Dr. Hernâni Cidade
Biologia – Obtenção de matéria pelos heterotróficos
TESTE DE AVALIAÇÃO - Folha de respostas

Nome ____________________________________ nº ____ Teste nº ____ 30/01/06


Pontos: _____ / Classificação:_______________ - ____ valores Professor:

1.1- (4 + 5 = 9 pontos)
A B
1.2- (5 pontos)

1.3- (5 x 3 = 15 pontos)
A B C D E
2.1- (4 x 3 = 12 pontos)
A B C D
2.2- (8 pontos)
A
3.1- (5 x 5 = 25 pontos)
3.1.1 3.1.2 3.1.3 3.1.4 3.1.5
4.1- ( 3 x 2 = 6)
1 2 3
4.2- (3 x 3 = 9)
I II III
4.3- (3 x 3 =9)
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
5.1- (8 x 2 = 16 pontos)
A B C D E
F G H
5.2- (4 x 2 = 8 pontos)
A B C D
5.3- (4 x 2 = 8 pontos)
A B C D
6.1- (3 x 3 = 9 pontos)
A B C
6.2- (6 pontos)

7.1- (8 x 2 = 16 pontos)
A B C D E
F G H
7.2- (3 + 3 = 6 pontos)
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
7.3- ( 6 x 3 = 18)
A B C D E F
7.4- (5 x 3 = 15)
A B C D E
Escola E.B. 2,3 / S. Dr. Hernâni Cidade
Biologia – Obtenção de matéria pelos heterotróficos
TESTE DE AVALIAÇÃO - Folha de respostas

Nome ____________________________________ nº ____ Teste nº ____ 30/01/06


Pontos: _____ / Classificação:_______________ - ____ valores Professor:

1.1- (4 + 5 = 9 pontos)
A Gorter e Grendel B Singer e Nicholson
1.2- (5 pontos)
Modelo de mosaico fluido
1.3- (5 x 3 = 15 pontos)
A 2 B 1 C 4 D 5 E 3
2.1- (4 x 3 = 12 pontos)
A F B V C V D V
2.2- (8 pontos)
C
3.1- (5 x 5 = 25 pontos)
3.1.1 A 3.1.2 B 3.1.3 A 3.1.4 C 3.1.5 B
4.1- ( 3 x 2 = 6)
1 Fosfolípidos 2 Proteínas intrínsecas 3 Proteínas extrínsecas
4.2- (3 x 3 = 9)
I Difusão simples II Difusão facilitada III Transporte activo
4.3- (3 x 3 =9)
A favor do gradiente de concentração, não mediado e sem dispêndio de energia.
5.1- (8 x 2 = 16 pontos)
A 3 B 5 C 2 D 8 E 4
F 1 G 6 H 7 H -
5.2- (4 x 2 = 8 pontos)
A y B w C z D x
5.3- (4 x 2 = 8 pontos)
A II B I C III D IV
6.1- (3 x 3 = 9 pontos)
A Enzimas B Proteínas C Glicose
6.2- (6 pontos)
B
7.1- (8 x 2 = 16 pontos)
A 3,7 B 5 C 2 D 8 E 4
F 6 G 1
7.2- (3 + 3 = 6 pontos)
Aumentar a superfície intestinal interna, facilitando a absorção.
7.3- ( 6 x 3 = 18)
A 6 B 4 C 4 D 2 E 2 F 2
7.4- (5 x 3 = 15)
A I B II C II D I E II
Escola E.B. 2,3 / S. Dr. Hernâni Cidade
Biologia e Geologia – 10º Ano – Obtenção de matéria pelos seres heterotróficos
TESTE DE AVALIAÇÃO

1- A figura representa dois dos modelos


propostos sobre a estrutura da
membrana.

1.1- Indica os autores dos modelos A e


B.

1.2- Denomina o modelo B.

1.3- Estabelece a correspondência estre


5 as letras (A a E) da chave seguinte e os
números da figura B
CHAVE:
A- Fosfolípido
B- Proteína intrínseca
C- Proteína extrínseca
4
D- Glicoproteína
E- Glicolípido

2- A tabela evidencia as concentrações de alguns iões nos vacúolos de duas algas e na


água em que essas algas vivem (mM= milimole – unidade química de concentração).

Alga (Nitella) Alga (Halicystis)


Iões Concentração (mM) Concentração (mM)
Vacúolo Água do meio Vacúolo Água do meio
Sódio 54 30 257 488
Potássio 113 0,65 337 12
Cloro 206 35 546 523

2.1- Estabelece a correspondência entre as letras das afirmações seguintes e os


valores lógicos V (verdadeiro) ou F (falso).
A- A única das algas que pode ser encontrada na barragem da Vigia é a Halicystis.
B- O processo responsável pela manutenção dos iões em concentrações diferentes no
interior e no exterior das algas é o transporte activo.
C- Quando se matam as células dessas algas, as concentrações dos iões nos meios
intra e extracelular tendem para a isotonia.
D- Se as células forem privadas de oxigénio, ou se forem tratadas com um inibidor da
síntese de ATP, elas não acumulam iões contra o gradiente de concentração.

2.2- Transcreve a letra da chave que classifica as afirmações 1, 2, 3 e 4 seguintes.

CHAVE: 1- O transporte activo e o transporte facilitado fazem-se com


interferência de um transportador, havendo dispêndio de energia pela
A- Somente 1 e 2 célula apenas no primeiro.
são verdadeiras
B- Somente 1 e 3 2- Tanto no transporte activo como no transporte facilitado a passagem
são verdadeiras dá-se a favor do gradiente de concentração, com dispêndio de energia
C- Somente 1 e 4 apenas no primeiro.
são verdadeiras 3- Tanto o transporte activo como o transporte facilitado ocasionam
D- Somente 2 e 3 gasto de ATP e exigem interferência de transportador.
são verdadeiras
4- O Transporte facilitado efectua-se a favor do gradiente de
E- Somente 2 e 4
concentração e com interferência de um transportador, enquanto que o
são verdadeiras
transporte activo se efectua contra o gradiente e com utilização de ATP.
3- A figura traduz as variações do volume
vacuolar de uma célula de uma planta
durante 40 minutos. No início da
experiência, o meio em que a célula
estava mergulhada era isotónico
relativamente ao conteúdo vacuolar. Esse
meio foi substituído pela solução A e,
posteriormente, pela solução B.

3.1- Nas questões 3.1.1 a 3.1.5,


transcreve a letra correspondente à opção
correcta.

3.1.1- O processo de transporte posto em evidência com esta experiência foi:


A- a osmose;
B- a difusão simples;
C- a difusão facilitada;
D- o transporte activo.

3.1.2- A célula foi colocada nas soluções A e B ao fim de, respectivamente,:


A- 5 e 15 minutos;
B- 5 e 20 minutos;
C- 5 e 30 minutos;
D- 15 e 30 minutos.

3.1.3- A soluções A e B são, relativamente ao conteúdo vacuolar, :


A- hipertónica e hipotónica, respectivamente;
B- hipotónica e hipertónica, respectivamente;
C- ambas hipotónicas;
D- ambas isotónicas.

3.1.4- O(s) período(s) de tempo em que as concentrações dos meios intracelular e


extracelular foram idênticas foi(foram) dos:
A- 0 aos 5 minutos;
B- 15 aos 20 minutos e dos 30 aos 40 minutos;
C- 0 aos 5 minutos, dos 15 aos 20 minutos e dos 30 aos 40 minutos;
D- 5 aos 15 minutos e dos 20 aos 30 minutos.

3.1.5- As velocidades de variação (aumento ou diminuição) do volume vacuolar, após


a célula ser colocada nas duas soluções, indicam-nos que:
A- a diferença de concentrações entre as soluções e o conteúdo vacuolar, no
momento de adição destas, era maior em relação à solução A;
B- a diferença de concentrações entre as soluções e o conteúdo vacuolar, no
momento de adição destas, era maior em relação à solução B;
C- a diferença de concentrações entre as soluções e o conteúdo vacuolar, no
momento de adição destas, era idêntica para ambas as soluções;
D- não existiam diferenças de concentração entre as soluções e o conteúdo
vacuolar, no momento de adição destas, dado serem ambas isotónicas.

4- A figura esquematiza processos (I, II e III)


de transporte de substâncias através da
membrana plasmática.
4.1- Legenda os números 1, 2 e 3 da figura.
4.2- Identifica os processos I, II e III.
4.3- Caracteriza o processo I.
5- O esquema representa alguns processos que ocorrem em protistas heterotróficos,
como as amibas.

1 2 6
o o o 4
oo o o o 5 x
o o oo o 3 I ººº º
o o o o o ºº ººº
o o oo o o º w º II
oo oo o o . .
oo o o o .. .. .… 7
o o o oo o … . . . º ..
oo o o o . III …º º . . . º ºº ººº º
o o o o . .. º . … º z IV
o o oo 8 . .. y .. .
o

5.1 - Estabelece a correspondência entre as letras (A a H) e as estruturas celulares (1


a 8) da figura.

A- Lisossoma B- Vesícula fagocítica C- Complexo de Golgi


D- Ribossoma E- Vacúolo digestivo F- Retículo endoplasmático rugoso
G- Membrana celular H- Vesícula secretora

5.2- Estabelece a correspondência entre as letras (A a D) e as substâncias (w, x, y e


z) da figura.

A- Produtos da digestão B- Enzimas digestivas


C- Resíduos da digestão D- Alimento

5.3- Estabelece a correspondência entre as letras (A a D) e os processos (I, II, III e


IV) da figura.

A- Ingestão B- Digestão C- Absorção D- Secreção

6- A figura representa o processo de


nutrição de um cogumelo.

6.1- Faz corresponder a respectiva


designação às letras A, B e C.

6.2- Transcreve a letra correspondente à


afirmação incorrecta, relativamente ao
cogumelo:

A- Heterotrofismo por absorção


B- Heterotrofismo por ingestão
C- Digestão extracorporal
D- Digestão extracelular
7- A figura representa uma planária e uma minhoca, mostrando os respectivos tubos
digestivos, bem como um corte transversal do tubo digestivo da minhoca.

8 7

7.1- Estabelece a correspondência entre as letras (A a G) e as estruturas (1 a 8) da


figura.

A- Intestino B- Papo C- Cavidade gastrovascular D- Tiflosole


E- Moela F- Esófago G- Faringe H- Intestino

7.2- Refere a função e as vantagens da tiflosole.

7.3- Estabelece a correspondência entre cada uma das letras (A a F) dos seres vivos
da coluna I e um dos números (1 a 7) das afirmações da coluna II.

Coluna I Coluna II
1- Digestão extracorporal
A- Amiba 2- Digestão intracorporal e extracelular, em tubo digestivo completo
B- Hidra 3- Digestão intracorporal e extracelular em tubo digestivo incompleto
C- Planária 4- Digestão intracorporal: inicialmente extracelular (em cavidade
D- Minhoca gastrovascular) e posteriormente intracelular
E- Galinha 5- Digestão intracorporal: inicialmente intracelular (em cavidade
F- Homem gastrovascular) e posteriormente extracelular
6- Digestão intracorporal e intracelular.
7- Digestão extracorporal e intracelular

7.4- Estabelece a correspondência entre cada uma das letras relativas às afirmações
seguintes e um dos números (I ou II) da chave.
CHAVE:
I- Vantagem de um ser vivo com digestão extracelular relativamente a outro com
digestão intracelular.
II- Vantagem de um ser vivo com tubo digestivo completo relativamente a outro com
tubo digestivo incompleto.

Afirmações:
A- Pode ingerir quantidades significativas de alimento em cada refeição, que é
armazenado e vai sendo lentamente digerido.
B- Os alimentos deslocam-se num único sentido, o que permite uma digestão e
uma absorção sequenciais ao longo do tubo, sendo o aproveitamento muito
mais eficaz.
C- A digestão pode ocorrer em vários órgãos, que permitem tratamentos
mecânicos e enzimáticos diferentes.
D- Não necessita de estar sempre a captar alimento.
E- Os resíduos não digeridos acumulam-se durante algum tempo, sendo depois
expulsos através do ânus, nunca se misturando com o alimento.
Escola E.B. 2,3 / S. Dr. Hernâni Cidade
Biologia e Geologia – 10º Ano

MATRIZ DO TESTE DE AVALIAÇÃO


Obtenção de matéria pelos seres autotróficos

1- 51 pontos
1.1- 4 + 4 = 8 pontos Mecanismos da fotossíntese Resposta curta
1.2- 6 x 3 = 18 pontos Mecanismos da fotossíntese Legendar
1.3- 10 X 2,5 = 25 pontos Mecanismos da fotossíntese Estabelecimento correspondência

2- 7 pontos
2.1- 7 pontos Mecanismos da fotossíntese Escolha múltipla

3- 50 pontos
3.1- 4 pontos Fase fotoquímica Resposta curta
3.2- 4 x 4 = 16 pontos Fase fotoquímica Legendar
3.3- 4 pontos Fase fotoquímica Resposta curta
3.4- 4 pontos Fase fotoquímica Resposta curta
3.5- 4 pontos Fase fotoquímica Resposta curta
3.6.1- 6 pontos Fase fotoquímica Escolha múltipla
3.6.2- 6 pontos Fase fotoquímica Escolha múltipla
3.6.3- 6 pontos Fase fotoquímica Escolha múltipla

4- 56 pontos
4.1- 4 pontos Fase química – ciclo de Calvin Resposta curta
4.2- 7 x 4 = 28 pontos Fase química – ciclo de Calvin Estabelecimento correspondência
4.3- 3 x 4 = 12 pontos Fase química – ciclo de Calvin Estabelecimento correspondência
4.4.1- 6 pontos Fase química – ciclo de Calvin Escolha múltipla
4.4.2- 6 pontos Fase química – ciclo de Calvin Escolha múltipla

5- 36 pontos
5.1- 8 pontos Fase química – ciclo de Calvin Escolha múltipla
5.2- 8 pontos Fase química – ciclo de Calvin Escolha múltipla
5.3- 8 pontos Fase química – ciclo de Calvin Escolha múltipla
5.3.1- 12 pontos Fase química – ciclo de Calvin Resposta aberta

TOTAL = 200 pontos – 2 folhas / 4 páginas (cada cor corresponde a uma página)
Escola E.B. 2,3 / S. Dr. Hernâni Cidade
Biologia – Obtenção de matéria pelos autotróficos – 10º Ano
TESTE DE AVALIAÇÃO - Folha de respostas

Nome ____________________________________ nº ____ Teste nº 4 27/03/06


Pontos: _____ / Classificação:_______________ - ____ valores Professor:

1.1- (4 + 4 = 8 pontos)
A Fase dependente da luz B Fase não dep. directa/ da luz

1.2- (6 x 3 = 18 pontos)
1 H2O 2 CO2
3 O2 4 Glicose
5 ATP / NADPH 6 NADPH / ATP
1.3- (10 x 2,5 = 25 pontos)
1 B 2 A 3 A 4 A 5 A
6 B 7 B 8 A 9 A 10 B
2.1- (7 pontos)
C
3.1- (4 pontos)
Tilacóides
3.2- (4 x 4 = 16 pontos)
X ADP Y ATP
1 NADP+ 2 NADPH
3.3- (4 pontos) 3.4- (4 pontos) 3.5- (4 pontos)
Excitados A O2
3.6- (6 x 3 = 18 pontos)
3.6.1 A 3.6.2 D 3.6.3 B
4.1- ( 4 pontos)
Estroma

4.2- (7 x 4 = 28 pontos)
I 4 II 3 III 6 IV 1 V 2
VI 7 VII 5
4.3- (3 x 4 = 12 pontos)
A 2 B 1 C 3
4.4- (2 x 6 = 12 pontos)
4.4.1 B 4.4.2 B
5- (3 x 8 = 24 pontos)
5.1 A 5.2 B 5.3 A
5.3.1- (12 pontos)

Havendo diminuição de CO2, diminui a quantidade de PGA (pois este necessita deste
gás para se formar) e aumenta a quantidade de RuDP, porque passa a ser menos
utilizada e continua ainda a ser regenerada.
Escola E.B. 2,3 / S. Dr. Hernâni Cidade
Biologia – Obtenção de matéria pelos autotróficos
TESTE DE AVALIAÇÃO - Folha de respostas

Nome ____________________________________ nº ____ Teste nº 27/03/06


Pontos: _____ / Classificação:_______________ - ____ valores Professor:

1.1- (4 + 4 = 8 pontos)
A B
1.2- (6 x 3 = 18 pontos)
1 2
3 4
5 6
1.3- (10 x 2,5 = 25 pontos)
1 2 3 4 5
6 7 8 9 10
2.1- (7 pontos)
A
3.1- (4 pontos)

3.2- (4 x 4 = 16 pontos)
X Y
1 2
3.3- (4 pontos) 3.4- (4 pontos) 3.5- (4 pontos)

3.6- (6 x 3 = 18 pontos)
3.6.1 3.6.2 3.6.3
4.1- ( 4 pontos)

4.2- (7 x 4 = 28 pontos)
I II III IV V
VI VII
4.3- (3 x 4 = 12 pontos)
A B C
4.4- (2 x 6 = 12 pontos)
4.4.1 4.4.2
5- (3 x 8 = 24 pontos)
5.1 5.2 5.3
5.3.1- (12 pontos)
____________________________________________________________________
____________________________________________________________________
____________________________________________________________________
____________________________________________________________________
____________________________________________________________________
Escola E.B. 2,3 / S. Dr. Hernâni Cidade
10º Ano - Biologia e Geologia
Obtenção de matéria pelos seres autotróficos
TESTE DE AVALIAÇÃO (4)

1- A figura esquematiza as relações entre as duas fases da


fotossíntese.

1.1- Refere a designação das fases representadas por A e B.

1.2- Indica as substâncias representadas por 1, 2, 3, 4, 5 e 6.

1.3- Estabelece a correspondência entre os números (1 a 10)


correspondentes a etapas da fotossíntese e as letras A e B da
figura, de modo a indicares a fase a que pertencem essas etapas.

1- Síntese de glicose.
2- Fotólise da água.
3- Oxidação da clorofila.
4- Fotofosforilação.
5- Transporte de electrões ao longo da cadeia.
6- Hidrólise de ATP.
7- Consumo de CO2.
8- Fotólise da água.
9- Redução de NADP+ a NADPH.
10- Desfosforilação de ATP.

2- Foram colocadas algas verdes em 2 meios (I e II), conforme


mostra o quadro.

I H2O* CO2
II H2O CO2*
O*- isótopo radioactivo de oxigénio

2.1- A análise do O2 libertado revelou que (transcreve a letra


correspondente à opção correcta):

A- não foi encontrado O2 radioactivo nem em I nem em II;


B- foi encontrado O2 radioactivo em I e II;
C- foi encontrado O2 radioactivo apenas em I;
D- foi encontrado O2 radioactivo apenas em II.
3- O diagrama sumaria transformações que ocorrem na fotossíntese.

3.1- Refere a região do cloroplasto onde ocorrem as transformações


consideradas.
3.2- Denomina os compostos X, Y, 1 e 2.
3.3- Designa o estado em que ficam os conjuntos A e B de pigmentos
fotossintéticos após perderem electrões.
3.4- Indica qual dos conjuntos (A ou B) de pigmentos
fotossintéticos está relacionado com a fotólise da água.
3.5- Refere o produto residual que se forma durante as
transformações representadas.
3.6- Nas questões 1.6.1 a 1.6.3 transcreve a letra correspondente
à opção correcta.
3.6.1- O processo representado designa-se por fotofosforilação
pois:
A- ocorrem reacções de fosforilação à custa de energia
luminosa;
B- a luz leva à hidrólise de moléculas de ATP;
C- a luz leva à síntese de moléculas de ATP;
D- ocorrem reacções de oxidação e redução à custa de energia
luminosa.

3.6.2- A energia necessária para a produção de Y resulta:


A- da molécula X;
B- da fotólise da água;
C- da degradação de glicose;
D- das reacções de oxidação-redução.
3.6.3- A energia luminosa é transformada em energia química:
A- durante o processo de formação do NADPH;
B- durante o processo de formação do ATP;
C- durante o processo de formação do ADP;
D- durante o processo de formação do NADP+.
4- O diagrama sumaria transformações que ocorrem na fotossíntese.

4.1- Refere a região do cloroplasto onde ocorrem as transformações


consideradas.
4.2- Estabelece a correspondência entre os números (I a VII) dos
compostos do diagrama e os números (1 a 7) seguintes.
1- PGA 3- NADPH 5- Glicose 7- CO2
2- PGAL 4- ATP 6- RuDP

4.3- Estabelece a correspondência entre as letras A, B e C do


diagrama e os números (1 a 3) seguintes.
1- Produção de glicose.
2- Fixação do carbono.
3- Regeneração de ribulose difosfato.

4.4- Nas questões 2.4.1 e 2.4.2 transcreve a letra correspondente


à opção correcta.
4.4.1- O papel do ATP e do NADP provenientes da primeira fase é,
respectivamente:
A- fosforilar e reduzir o PGAL;
B- fosforilar e reduzir o PGA;
C- reduzir e fosforilar o PGA;
D- fotofosforilar e reduzir o PGA.

4.4.2- Para sintetizar uma molécula de glicose, o número de


moléculas de CO2, ATP e NADPH necessárias é de,
respectivamente:
A- 12, 18 e 12;
B- 6, 18 e 12;
C- 6, 12 e 18;
D- 6, 12 e 12.
5- Numa experiência sobre fotossíntese, utilizaram-se algas verdes
unicelulares, que foram colocadas em diferentes condições de
iluminação. Foi possível determinar as variações de concentração
de duas moléculas (ácido fosfoglicérico e ribulose difosfato),
cujos resultados estão registados no gráfico seguinte.
Nas questões 3.1 a 3.3, transcreve a letra correspondente à opção
correcta.

5.1- A estabilidade dos dois compostos no intervalo de tempo T0-T1


deve-se a que, na presença de luz:
A- a ribulose difosfato combina-se com o CO2 originando PGA, ao
mesmo ritmo que este, após redução, regenera a ribulose;
B- estas moléculas não se sintetizam nem se gastam;
C- não se realizam as reacções da fase não dependente da luz;
D- estas substâncias, à medida que se formam, transformam-se em
compostos orgânicos.

5.2- A partir do momento T1, a concentração de PGA aumenta e a


concentração de RuDP diminui porque,:
A- como a planta não necessita de glicose às escuras, o PGA
deixa de ser utilizado na sua síntese, acumulando-se e não
regenerando a ribulose;
B- a ribulose existente, ligando-se ao CO2, permite a formação
de PGA, que aumenta, mas como deixa de haver produção de ATP
e NADPH,a ribulose não é regenerada, e a sua concentração
diminui;
C- a ribulose existente, ligando-se ao CO2, permite a formação
de PGA, que aumenta, mas como este é totalmente gasto na
produção de glicose, a ribulose não é regenerada, e a sua
concentração diminui;
D- a ribulose é produzida durante a fase dependente da luz e o
PGA na fase não dependente directamente da luz.

5.3- Admitindo que as algas eram sempre mantidas em boas condições


de iluminação, mas na ausência de CO2,em relação à concentração de
ribulose difosfato e de PGA, será de esperar, inicialmente:
A- o aumento de RuDP e a diminuição de PGA;
B- o aumento da concentração de ambos os compostos;
C- a diminuição da concentração de ambos os compostos;
D- o aumento de PGA e a diminuição de RuDP.

5.3 1- Justifica a escolha efectuada na questão anterior (3.3).


Escola E.B. 2,3 / S. Dr. Hernâni Cidade
Biologia e Geologia – 10º Ano

MATRIZ DO TESTE DE AVALIAÇÃO


Distribuição de materiais nos seres vivos

1- 32 pontos
1.1- 10 x 1 = 10 pontos Transporte nos vertebrados Estabelecimento correspondência
1.2- 10 pontos Transporte nos vertebrados Resposta aberta
1.3- 8 X 1,5 = 12 pontos Transporte nos vertebrados Completar espaços

2- 22 pontos
2.1- 3 + 3 = 6 pontos Transporte nos vertebrados Resposta curta
2.2- 3 + 3 = 6 pontos Transporte nos vertebrados Resposta curta
2.3- 10 pontos Transporte nos vertebrados Resposta aberta

3- 26 pontos
3.1- 8 x 2 = 16 pontos Sistemas de transporte Seleccionar opções verdadeiras
3.2- 10 pontos Sistemas de transporte Ordenar

4- 18 pontos
4.1- 3 x 2 = 6 pontos Transporte nos vertebrados Estabelecimento correspondência
4.2- 6 x 2 = 12 pontos Transporte nos vertebrados Seleccionar opções verdadeiras

5- 26 pontos
5.1- 5 pontos Transporte no xilema / floema Resposta curta
5.2- 5 + 5 = 10 pontos Transporte no xilema / floema Resposta curta
5.3- 6 pontos Transporte no xilema / floema Resposta curta
5.4- 5 pontos Transporte no xilema / floema Resposta curta

6- 16 pontos
6.1- 8 pontos Transporte no floema Resposta aberta
6.2- 8 pontos Transporte no floema Escolha múltipla

7- 60 pontos
7.1- 3 + 3 = 6 pontos Transporte no xilema / floema Resposta curta
7.2- 3 + 3 = 6 pontos Transporte no xilema / floema Resposta curta
7.3- 3 + 3 = 6 pontos Transporte no xilema / floema Resposta curta
7.4- 8 pontos Transporte no xilema / floema Escolha múltipla
7.5.1- 5 + 12 = 17 pontos Transporte no xilema / floema Seleccionar e Ordenar
7.5.2- 5 + 12 = 17 pontos Transporte no xilema / floema Seleccionar e Ordenar

TOTAL = 200 pontos – 2 folhas / 4 páginas (cada cor corresponde a uma página)
Escola E.B. 2,3 / S. Dr. Hernâni Cidade
Biologia – Distribuição dos materiais nos seres vivos
TESTE DE AVALIAÇÃO - Folha de respostas

Nome __________________________________ nº ____ Teste nº


Pontos: _____ / Classificação:_____________ - ____ valores Professor:

1.1- (10 x 1 = 10 pontos)


1 2 3 4 5
6 7 8 9 10
1.2- (10 pontos) ______________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________

1.3- (8 x 1,5 = 12 pontos)


A B
C D
E F
G H
2.1- (3 + 3 = 6 pontos)
Peixe Homem
2.2- (3 + 3 = 6 pontos)
1 2
2.3 (10 pontos) _______________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
3.1- (8 x 2 = 16 pontos) 3.2- (10 pontos)

4.1- (3 x 2 = 6 pontos) 4.2- (6 x 2 = 12 pontos)


1 2 3
5.1 (5 pontos) ________________________________________________________________
5.2 (5 + 5 = 10 pontos)
A B
5.3- (6 pontos) ________________________________________________________________
5.4- (5 pontos) ________________________________________________________________
6.1- (8 pontos) _______________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________

6.2- (8 pontos) 7.4- (8 pontos)

7.1- (3 + 3 = 6 pontos)
A B
7.2- (3 + 3 = 6 pontos)
c. produtora c. consumidora
7.3- (3 + 3 = 6 pontos)
1 2

7.5.1- (5 + 12 = 17 pontos)

7.5.2- (5 + 12 = 17 pontos)
Escola E.B. 2,3 / S. Dr. Hernâni Cidade
Biologia – Distribuição dos materiais nos seres vivos
TESTE DE AVALIAÇÃO - Correcção
1.1-(10 x 1 = 10 pontos)
1 H 2 B 3 D 4 G 5 A
6 J 7 C 8 E 9 F 10 I
1.2-(10 pontos)
Ocorre mistura de sangue venoso e sangue arterial, o que faz com que o sangue seja menos
oxigenado e a eficiência energética das células seja menor.

1.3-(8 x 1,5 = 12 pontos)


A Fechado B Veias
C Aurículas D Ventrículos
E Artérias F Capilares
G Oxigénio H Linfa
2.1- (3 + 3 = 6 pontos)
Peixe Simples Homem Dupla completa
2.2- (3 + 3 = 6 pontos)
1 Circulação pulmonar 2 Circulação sistémica
2.3 (10 pontos)
A circulação B é mais eficiente porque o sangue sofre dois impulsos que originam um fluxo mais
vigoroso (com maior pressão), Num primeiro impulso o sangue vai até aos pulmões, volta ao coração,
e é novamente impulsionado para os diferentes órgãos.
3.1- (8 x 2 = 16 pontos) 3.2- (10 pontos)
1 3 6 8 A E D F B C
4.1- (3 x 2 = 6 pontos) 4.2- (6 x 2 = 12 pontos)
1 C 2 A 3 B 3 4 6

5.1 (5 pontos) Verificou-se a subida do nível de mercúrio em ambos os tubos (A e B)..


5.2 (5 + 5 = 10 pontos)
A Teoria da pressão radicular B Teoria da tensão-coesão-adesão
5.3- (6 pontos) A transpiração (que ocorre nas folhas através dos estomas).
5.4- (5 pontos) A ascenção de seiva bruta a grandes alturas (como acontece nas árvores) ou a
ascenção de seiva em plantas sem sistema radicular como as plantas em jarras.
6.1- (8 pontos)
Porque, como tem uma maior concentração de soluto, a pressão osmótica é maior.

6.2- (8 pontos) B 7.4- (8 pontos) B

7.1- (3 + 3 = 6 pontos)
A Floema B Xilema
7.2- (3 + 3 = 6 pontos)
c. produtora Folhas c. consumidora Raiz ou fruto
7.3- (3 + 3 = 6 pontos)
1 Sacarose 2 Água

7.5.1- (5 + 12 = 17 pontos) B E A H J
7.5.2- (5 + 12 = 17 pontos)
I D G F C
Escola E.B. 2,3 / S. Dr. Hernâni Cidade
Biologia e Geologia – 10º Ano – Transporte nos seres vivos
TESTE DE AVALIAÇÃO (1)

1- A figura representa um coração humano.

1.1- Estabelece a correspondência entre os números (1 a 10) da figura e as


letras seguintes, de modo a legendares a figura.
A- Aurícula esquerda F- Artéria aorta
B- Aurícula direita G- Artéria pulmonar
C- Ventrículo esquerdo H- Veia cava
D- Ventrículo direito I- Veia pulmonar
E- Válvula aurículo-ventricular J- Válvula sigmóide ou semilunar

1.2- Alguns seres humanos nascem com o septo interventricular incompleto,


situação que deve ser corrigida por cirurgia logo que possível.
Refere quais as consequências desse defeito congénito.

1.3- Indica os termos correspondentes às letras, de modo a completares os


espaços.
Todos os vertebrados possuem sistema circulatório _A_ . O sangue
dirige-se para o coração por _B_ e entra para as _C_. De seguida,
passa para os _D_ e sai por _E_ , que se ramificam em redes de
_F_ , que distribuem o _G_ pelos diferentes órgãos. O fluido que
banha directamente as células chama-se _H_.

2- Os esquemas A e B representam as circulações num peixe e no Homem.

2.1- Classifica o tipo de circulação do peixe e do Homem.


2.2- Refere a designação dos percursos 1 e 2.
2.3- Explica a vantagem conferida pela circulação B relativamente à A.
3- A figura representa 2 tipos (A e B) de sistemas circulatórios em animais.

3.1- Transcreve os números correspondentes às opções correctas:


1- O sistema circulatório A é aberto e o sistema circulatório B é fechado.
2- A circulação em A é incompleta e a B é completa.
3- O sistema A pode pertencer a um grilo e o B a uma minhoca.
4- O líquido circulante em A e B tem a mesma designação.
5- O sistema A é mais eficiente, dada a circulação ser mais rápida.
6- Em A, as trocas com as células ocorrem no hemocélio.
7- Ambos os corações têm ostíolos.
8- Apenas o sistema circulatório B possui veias.

3.2- Ordena os números correspondentes aos acontecimentos que ocorrem em


A, começando pelo 1.
A- Contracção do coração.
B- Relaxamento do coração.
C- Passagem da hemolinfa das lacunas para o coração, através dos ostíolos.
D- Passagem da hemolinfa para as lacunas.
E- A hemolinfa é bombeada para as artérias.
F- Ocorrência das trocas entre as células e as lacunas.

4- A figura representa 3 corações (A, B e C).

4.1- Estabelece a correspondência entre os números correspondentes aos


seguintes organismos e as letras (A, B e C) dos corações.

1- Ave 2- Peixe 3- Rã

4.2- Transcreve os números correspondentes às opções correctas:

1- O coração A é apenas atravessado por sangue arterial.


2- O coração B relaciona-se com uma circulação dupla e completa.
3- No coração B ocorre mistura de sangue arterial e venoso.
4- Do lado direito do coração C apenas circula sangue venoso.
5- O coração A possui ostíolos.
6- O coração C é mais eficaz na distribuição do sangue do que o B.
5- A figura ilustra o resultado de duas experiências efectuadas com duas plantas
da mesma espécie e com o mesmo desenvolvimento. A planta A foi cortada pelo
caule e o sistema radicular foi ligado a um tubo manométrico com mercúrio. À
planta B foi retirado o sistema radicular e o caule foi introduzido num tubo de
vidro, o qual foi colocado numa tina com mercúrio.

5.1- Refere qual foi o resultado ao fim de algum tempo.


5.2- Identifica as teorias de transporte que melhor permitem explicar os
resultados.
5.3- Identifica o principal factor que desencadeia o movimento da “seiva” em B.
5.4- Refere um fenómeno verificado nas plantas que não possa ser explicado
pela teoria que referiste para a experiência A.

6- A figura representa o modelo físico proposto por Munch para explicar o


movimento das substâncias no floema.

6.1- Explica por que razão se verifica a entrada de água para o balão 1.

6.2- Os balões 1 e 2 e o tubo 3 representam, respectivamente:


(transcreve a letra correspondente à opção correcta)
A- as células do floema, as células das folhas e as células da raiz.
B- as células das folhas, as células da raiz e as células do floema.
C- as células da raiz, as células das folhas e as células do floema.
D- as células das folhas, as células do floema e as células da raiz.
7- A figura representa os tecidos responsáveis pelo transporte da seiva bruta e
da seiva elaborada.

7.1- Identifica os tecidos condutores A e B.


7.2- Indica uma localização possível na planta para a célula produtora e para a
célula consumidora.
7.3- Identifica as substâncias representadas por 1 e 2.
7.4- Os movimentos de entrada e saída das substâncias 1 e 2, em relação ao
tecido A, ocorrem por: (transcreve a letra correspondente à opção correcta)
A- difusão simples, tanto para 1 como para 2.
B- transporte activo para 1 e osmose para 2.
C- osmose para 1 e difusão simples para 2.
D- transporte activo, tanto para 1 como para 2.
E- osmose para 1 e transporte activo para 2.

7.5- Considera os fenómenos seguintes, relacionados com as teorias da tensão-


coesão e do fluxo de massa ou fluxo sob pressão.

A- A água passa do xilema para o mesófilo foliar.


B- Quando as células do mesófilo transpiram, cria-se uma pressão negativa.
C- A sacarose é retirada do floema para os locais de consumo ou reserva por transporte activo.
D- A sacarose passa por transporte activo para o floema, que fica hipertónico.
E- As células do mesófilo ficam hipertónicas relativamente ao xilema.
F- A pressão de turgescência faz com que o conteúdo dos tubos crivosos atravesse as placas
crivosas, formando-se um movimento das zonas de alta pressão para as de baixa pressão.
G- A água movimenta-se das células envolventes para os tubos crivosos, aumentando nestes a
pressão de turgescência.
H- Toda a coluna hídrica ascende, pois as moléculas de água mantêm-se coesas por ligações de
hidrogénio e aderem às paredes do xilema.
I- A glicose elaborada nas folhas é convertida em sacarose.
J- Cria-se um défice de água no xilema da raiz.

7.5.1- Selecciona e ordena as letras relacionadas com a teoria da tensão-coesão.


7.5.2– Selecciona e ordena as letras relacionadas com a teoria do fluxo de
massa ou fluxo sob pressão.
Escola E.B. 2,3 / S. Dr. Hernâni Cidade
Biologia e Geologia – 10º Ano

MATRIZ DO TESTE DE AVALIAÇÃO


Transformação e utilização da energia

1- 24 pontos TROCAS GASOSAS NAS PLANTAS


1.1- 5 x 1 = 5 pontos Estrutura dos estomas Estabelecimento correspondência
1.2- 6 x 1 = 6 pontos Mecanismo abertura/fecho estomas Seleccionar opções correctas
1.3- 13 x 1 = 13 pontos Mecanismo abertura/fecho estomas Completar espaços

2- 58,5 pontos TROCAS GASOSAS NOS ANIMAIS


2.1- 5 x 2 = 10 pontos Tipos de superfícies respiratórias Estabelecimento correspondência
2.2- 9 x 2 = 18 pontos Características superfícies respiratórias Estabelecimento correspondência
2.3- 6 pontos Características superfícies respiratórias Escolha múltipla
2.4- 17 x 0,5 = 8,5 pontos OR – adaptações características do meio Completar espaços
2.5- 3 + 3 = 6 pontos OR – adaptações características do meio Resposta aberta
2.6- 3 + 3 = 6 pontos OR – adaptações características do meio Resposta aberta
2.7- 4 pontos OR – adaptações características do meio Resposta aberta
(OR = órgãos respiratórios)

3- 44 pontos FERMENTAÇÃO E RESPIRAÇÃO AERÓBIA


3.1- 3 + 3 = 6 pontos Respiração anaeróbia e aeróbia Resposta curta
3.2- 2 + 2 = 4 pontos Respiração anaeróbia e aeróbia Seleccionar letras
3.3- 4 pontos Respiração anaeróbia e aeróbia Resposta curta
3.4.1- 4 pontos Respiração anaeróbia e aeróbia Resposta curta
3.4.2- 3 pontos Respiração anaeróbia e aeróbia Resposta curta
3.4.3- 3 pontos Respiração anaeróbia e aeróbia Resposta curta
3.5- 10 x 2 = 20 pontos Respiração anaeróbia e aeróbia Estabelecimento correspondência

4- 25,5 pontos FERMENTAÇÃO E RESPIRAÇÃO AERÓBIA


4.1- 3 x 3 = 9 pontos Respiração aeróbia Estabelecimento correspondência
4.2- 3 + 3 = 6 pontos Respiração aeróbia Legendar
4.3- 3 pontos Respiração aeróbia Resposta curta
4.4- 7,5 pontos Respiração aeróbia Resposta aberta

5- 36 pontos FERMENTAÇÃO E RESPIRAÇÃO AERÓBIA


5.1- 4 pontos Rendimento energético Resposta curta
5.2- 4 + 4 = 8 pontos Rendimento energético Resposta aberta
5.3- 4 x 3 = 12 pontos Rendimento energético Resposta curta
5.4- 4 x 3 = 12 pontos Rendimento energético Resposta curta

6- 12 pontos FERMENTAÇÃO E RESPIRAÇÃO AERÓBIA


6.1- 2 + 2 = 4 pontos Respiração celular & Hematose Legendar
6.2- 4 x 2 = 8 pontos Respiração & Fotossíntese Legendar

TOTAL = 200 pontos – 2 folhas / 4 páginas (cada cor corresponde a uma página
Escola E.B. 2,3 / S. Dr. Hernâni Cidade
Biologia e Geologia – 10º Ano
Transformação e utilização de energia
TESTE DE AVALIAÇÃO (1)

1- As trocas gasosas entre a folha e o seu meio ocorrem em estruturas especializadas, os


estomas. A figura I representa o esquema geral de um estoma, e as figuras II e III um
estoma aberto (II) e um fechado (III), bem como os movimentos da água e do ião K+.

I II III

1.1- Estabelece a correspondência entre os números das estruturas da figura I e as


letras associadas aos termos seguintes, de modo a fazeres a legenda da mesma.
A- Núcleo B- Ostíolo C- Parede celular D- Vacúolo E- Cloroplastos

1.2- Os estomas são estruturas: (transcreve a(s) letra(s) correspondente(s) à(s)


opção(ões) correcta(s))
A- nas quais ocorrem as trocas de CO2 e O2 essenciais à realização da fotossíntese.
B- nas quais se verifica a maior parte da perda de água por transpiração.
C- nas quais é gerada a pressão radicular que força a água a subir no xilema.
D- que se encontram em grande quantidade na raiz.
E- nas quais se acumulam os produtos da fotossíntese.
F- que se encontram nos órgãos aéreos das plantas, em especial nas folhas.

1.3- Completa as frases seguintes, estabelecendo a correspondência entre as letras e os


números dos termos de baixo, de modo a explicares de que forma o movimento dos iões
K+, através da membrana citoplasmática das células guarda, conduz à abertura e ao
fecho dos estomas (figuras II e III).
Quando o ião K+ _A_ para as células guarda por _B_ , a pressão osmótica no interior
das células guarda aumenta e a água _C_ por _D_ , ficando as células _E_ . Como a
parede celular na região oposta ao ostíolo é mais _F_ do que na região do ostíolo, sofre
uma maior _G_ , levando à _H_ do estoma.

Quando o ião K+ sai das células guarda por _I_, a pressão osmótica diminui e a água
segue-o por _J_. As células guarda ficam _K_, cessa a _L_ das paredes, e o estoma
_M_.

1- osmose 3- transporte activo 5- fecha 7- túrgidas 9- abertura


2- entra 4- plasmolisadas 6- fina 8- difusão 10- distensão
2- A figura representa esquematicamente diferentes tipos de superfícies respiratórias (A,
B, C e D) em animais.

A B C D

2.1- Estabelece a correspondência entre as letras dos esquemas (A, B, C e D) e os


números associados às seguintes superfícies respiratórias.
1- Tegumento 2- Brânquias 3- Pulmões 4- Traqueias

2.2- Estabelece a correspondência entre as letras (A, B, C e D) das superfícies


respiratórias da figura e os números das seguintes afirmações:
1- Evaginação da superfície corporal, densamente vascularizada.
2- Invaginação da superfície corporal onde ocorre a difusão directa de gases.
3- Difusão directa de gases pela superfície húmida do corpo.
4- O mecanismo de contracorrente aumenta a eficácia das trocas gasosas.
5- Difusão indirecta de gases em superfícies invaginadas e muito vascularizadas.
6- A sua eficiência aumenta se existir um sistema circulatório localizado
superficialmente.
7- Permitem maior independência em relação ao meio pois mantêm-se
constantemente húmidas independentemente das condições deste.
8- Característica dos organismos unicelulares e dos multicelulares mais simples.
9- A comunicação com o exterior é feita através de espiráculos.

2.3- São características comuns a todas as superfícies respiratórias (transcreve a letra


correspondente à opção incorrecta):
A- Densa vascularização.
B- Paredes finas
C- Grande superfície de contacto com o meio externo.
D- Superfície húmida.

2.4- Completa as frases seguintes, estabelecendo a correspondência entre as letras e os


números dos termos de baixo, de modo a explicares as vantagens do mecanismo de
contracorrente.
A contracorrente é um mecanismo pelo qual a _A_ e o _B_ circulam em sentido _C_ nas
_D_ branquiais. Assim, à medida que o _E_ se torna mais _F_ em oxigénio contacta
com _G_ também cada vez mais _H_ em oxigénio. Mantém-se, assim, um gradiente
_I_ de pressão de _J_ entre o _K_ e a _L_. Isto leva a que ocorra _M_ ao longo de
todo o percurso, uma vez que as pressões de _N_ no _O_ e na _P_ nunca chegam a
_Q_, optimizando as trocas gasosas.

1- rico(a) 3- sangue 5- contrário 7- gradiente 9- difusão


2- oxigénio 4- água 6- lamelas 8- constante 10- igualar-se

2.5- Compara as superfícies respiratórias da hidra e da minhoca, referindo em que são


semelhantes e em que são diferentes.
2.6- Refere uma vantagem e uma desvantagem das trocas gasosas em meio aquático.
2.7- Indica o que permite aos anfíbios efectuar trocas gasosas com eficácia, apesar de
possuírem pulmões pouco desenvolvidos e com menor área superficial do que os dos
restantes vertebrados terrestres.
3- A figura representa dois processos metabólicos, representados pelas letras A e B.

3.1- Identifica os processos metabólicos


representados pelas letras A e B.
3.2- Relativamente aos dois processos
representados (A e B), transcreve a(s) letra(s)
correspondente(s) àquele(s) que ocorre(m) em
células musculares humanas.
3.3- Denomina a etapa comum aos 2 processos.
3.4- Relativamente à etapa referida em 3.3, indica:
3.4.1- o destino dos electrões resultantes da
oxidação da glicose.
3.4.2- o número de moléculas de ATP gastas.
3.4.3- o número de moléculas de ATP produzidas;

3.5- Estabelece a correspondência cada um dos


números (1 a) correspondentes às afirmações
A B seguintes e um dos números I, II, III e IV da chave.
CHAVE:
I- Fermentação II- Respiração aeróbia III- Ambos os processos IV- Nenhum dos processos

AFIRMAÇÕES:
1- Utiliza dióxido de carbono.
2- Produz ATP unicamente por fosforilação ao nível do substrato.
3- Ocorre apenas na presença de oxigénio
4- Pode produzir álcool etílico.
5- É um processo de catabolismo.
6- O rendimento energético é de 2 moléculas de ATP.
7- É o único processo de produção de ATP em organismos anaeróbios obrigatórios.
8- Produz oxigénio.
9- A oxidação da glicose é incompleta.
10- Produz ATP por fosforilação oxidativa.

4- Observa a figura, que esquematiza a respiração aeróbia.

4.1- Estabelece a correspondência entre as letras A, B e C e os números (1, 2 e 3)


associados a fases da respiração aeróbia.
1- Ciclo de Krebs 2- Cadeia transportadora de electrões 3- Glicólise
4.2- Identifica as substâncias X e Y.
4.3- Refere qual o aceptor final dos electrões na fase C.
4.4- Explica porque razão a transferência de electrões ao longo da cadeia transportadora
ocorre num único sentido.
5- O esquema da figura seguinte compara o rendimento energético da respiração aeróbia
com o da fermentação.

II

III
IV

5.1- Refere o rendimento energético da etapa comum aos 2 processos.


5.2- Explica por que razão se pode dizer que essa etapa tem uma fase de activação e
uma fase de rendimento.
5.3- Indica o número de moléculas (I, II, III ou IV) formadas em cada etapa.
5.4- Considerando que o rendimento energético da respiração é de 36 moléculas de ATP,
discrimina a contribuição de:
A- fosforilação ao nível do substrato.
B- FADH2.
C- NADH formado no hialoplasma.
D- NADH formado na mitocôndria.

6- O esquema da esquerda representa as relações entre os sistemas respiratório e circulatório e a


sua importância nas reacções químicas a nível celular e o da direita dois organelos celulares e as
reacções químicas que permitem o fluxo de energia e a circulação de materiais nos ecossistemas.

O2

6.1- Identifica as substâncias A e B do esquema da esquerda.


6.2- Identifica as substâncias A e B do esquema da direita, bem como os organelos 1 e 2.
Escola E.B. 2,3 / S. Dr. Hernâni Cidade
Biologia – Transformação e utilização da energia – 10º A / 2005-2006
TESTE DE AVALIAÇÃO - Folha de respostas
Nome __________________________________ nº ____ Teste nº 29/05/06
Pontos: _____ / Classificação:_____________ - ____ valores Professor: Luís Queiroga

1.1- (5 x 1 = 5 pontos)
1 2 3 4 5
1.2- (6 x 1 = 6 pontos) pontos)

1.3- (13 x 1 = 13 pontos)


A B C D E F G
H I J K L M
2.1- (5 x 2 = 10 pontos)
A B C D E
2.2- (9 x 2 = 18 pontos)
1 2 3 4 5
6 7 8 9
2.3 (6 pontos)
2.4 (17 x 0,5 = 8,5 pontos)
A B C D E F G
H I J K L M N
O P Q
2.5- (3 + 3 = 6 pontos) ____________________________________________________________
______________________________________________________________________________
2.6- (3 + 3 = 6 pontos) ____________________________________________________________
______________________________________________________________________________
2.7- (4 pontos) __________________________________________________________________
3.1- (3 + 3 = 6 pontos) A B
3.2- (4 pontos) 3.3- (4 pontos) ___________________________________
3.4.1- (4 pontos) _________________________________________________________________
3.4.2- (3 pontos) 3.4.3- (3 pontos) 4.1- (3 x 3 = 9 pontos)
A B C
4.1- (3 x 3 = 9 pontos)
A B C
4.2- (3 + 3 = 6 pontos) X Y
4.3- (3 pontos)
4.4- (7,5 pontos) _________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
5.1- (4 pontos) __________________________________________________________________
5.2- (4 + 4 = 8 pontos) ____________________________________________________________
______________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
5.3- (4 x 3 = 12 pontos) 1 2 3 4
5.4- (4 x 3 = 12 pontos) A B C D moléculas de ATP

6.1- (2 + 2 = 4 pontos) nA B
6.2- (4 x 2 = 8 pontos)
A B

1 2
Escola E.B. 2,3 / S. Dr. Hernâni Cidade
Biologia e Geologia – 10º Ano

MATRIZ DO TESTE DE AVALIAÇÃO – 14/06/06


Regulação nos seres vivos

1- 72 pontos
1.1- 7 x 3 = 21 pontos Coordenação Nervosa – Rede de Estabelecimento correspondência
neurónios e circulação da informação
1.2- 3 + 3 = 6 pontos Coordenação Nervosa – Rede de Resposta curta
neurónios e circulação da informação
1.3- 15 x 3 = 45 pontos Regulação nervosa e Verdadeiro e falso – cada
hormonal em animais - resposta errada anula 2 pontos
Homeostasia a uma resposta correcta.

2- 27 pontos
2.1- 9 x 3 = 27 pontos Hormonas vegetais Estabelecimento correspondência

3- 33 pontos
3.1- 6 x 3 = 18 pontos Osmorregulação e Estabelecimento correspondência
Termorregulação
3.2- 5 x 3 = 15 pontos Osmorregulação e Estabelecimento correspondência
Termorregulação

4- 15 pontos
4.1- 5 x 3 = 15 pontos Capacidade dos vertebrados Estabelecimento correspondência
na osmorregulação

5- 33 pontos
5.1- 11 x 3 = 33 pontos Mecanismos de Estabelecimento correspondência
termorregulação

6- 20 pontos
6.1- 5 pontos Mecanismos de Resposta curta
osmorregulação
6.2- 3 + 3 = 6 pontos Mecanismos de Seleccionar opções
osmorregulação
6.3- 3 x 3 = 9 pontos Mecanismos de Seleccionar opções
osmorregulação

TOTAL = 200 pontos – 2 folhas / 4 páginas (cada cor corresponde a uma página)
Escola E.B. 2,3 / S. Dr. Hernâni Cidade
Biologia – Regulação nos seres vivos

TESTE DE AVALIAÇÃO - Folha de respostas

Nome __________________________________ nº ____ Teste nº 14/06/06


Pontos: _____ / Classificação:_____________ - ____ valores Professor:

1.1- (7 x 3 = 21 pontos)
A B C D E F G

1.2- (3 + 3 = 6 pontos)

I II

1.3- (15 x 3 = 45 pontos) - cada resposta errada desconta 2 pontos a uma resposta correcta.

A B C D E
F G H I J
K L M N O

2.1- (9 x 3 = 27 pontos)
A B C D E
F G H I

3.1- (6 x 3 = 18 pontos)
A B C D E F

3.2- (5 x 3 = 15 pontos)
1 2 3 4 5

4.1- (5 x 3 = 15 pontos)

A B C D E

5.1- (11 x 3 = 33 pontos)

1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11

6.1- 5 pontos

6.2- (3 + 3 = 6 pontos)
6.2.1 6.2.2

6.3- (3 x 3 = 9 pontos)
1 2 3
Escola E.B. 2,3 / S. Dr. Hernâni Cidade

Biologia – Regulação nos seres vivos


TESTE DE AVALIAÇÃO – Correcção

Nome __________________________________ nº ____ Teste nº


Pontos: _____ / Classificação:_____________ - ____ valores Professor:

1.4- (7 x 3 = 21 pontos)
A 2 B 6 C 4 D 1 E 3 F 5 G 7

1.5- (3 + 3 = 6 pontos)

I Eléctrica II Química

1.6- (15 x 3 = 45 pontos) - cada resposta errada desconta 2 pontos a uma resposta correcta.

A F B F C V D V E V
F F G F H V I V J V
K V L V M V N V O F

2.1- (9 x 3 = 27 pontos)
A I B IV C IV D II E II
F IV G III H IV I I

3.1- (6 x 3 = 18 pontos)
A 6 B 1 C 3 D 5 E 4 F 2

3.2- (5 x 3 = 15 pontos)
1 B C 2 B C 3 B D 4 B C 5 B C

4.1- (5 x 3 = 15 pontos)

A I B I C II D I E II

5.1- (11 x 3 = 33 pontos)

1 C 2 A 3 E 4 G/F 5 F/G 6 G/H


7 H/G 8 B/J 9 J/B 10 D/I 11 I/D

6.1- 5 pontos

Hipófise

6.2- (3 + 3 = 6 pontos)
6.2.1 Inibe 6.2.2 Estimula

6.3- (3 x 3 = 9 pontos)
1 Aumento 2 Aumento 3 Aumento
Escola E.B. 2,3 / S. Dr. Hernâni Cidade
Biologia e Geologia – 10º Ano: Regulação nos seres vivos
TESTE DE AVALIAÇÃO (1)

1- Considera a figura seguinte, representativa da transmissão do impulso nervoso.

1
2

1 4
II

1 5
3
6
7
I

1.1-
1.1- Estabelece a correspondência entre as letras (A a G) e os números (1 a 7) da figura, de
modo a fazeres a sua legenda.
A- Dendrites B- Célula efectora C- Neurotransmissor D- Axónio
E- Corpo celular F- Fenda sináptica G- Receptores específicos

1.2-
1.2- Identifica a natureza das mensagens I e II.

1.3-
1.3- Indica se as afirmações (A a O) seguintes são verdadeiras ou falsas, estabelecendo a
correspondência entre as letras e um V ou um F, respectivamente.
A- A propagação do impulso nervoso faz-se num único sentido, do axónio para as dendrites.
B- Num neurónio não estimulado, a diferença de potencial é expressa negativamente para lembrar
que o exterior da membrana é negativo em relação ao interior.
C- Quando ocorre um estímulo, há uma modificação local do potencial da membrana, designada por
potencial de acção.
D- A onda de despolarização e repolarização de um neurónio constitui o impulso nervoso.
E- A passagem do impulso nervoso de um neurónio para outro faz-se através das sinapses.
F- Numa sinapse existe um espaço sináptico que separa a célula pré-sináptica (que recebe a
informação) da pós-sináptica (que transmite a informação).
G- As vesículas sinápticas armazenam neurotransmissores - substâncias produzidas pelo
hipotálamo.
H- Potencial de repouso é a diferença de potencial eléctrico entre as duas faces da membrana de um
neurónio em repouso.
I- O potencial de acção corresponde a uma inversão acentuada e localizada da polarização da
membrana, no compartimento celular tornado positivo em relação ao exterior.
J- Nos neurónios dos vertebrados, a despolarização só se verifica em determinados pontos.
K- As hormonas são moléculas orgânicas produzidas por glândulas endócrinas e lançadas no sangue
L- Apesar de circularem no sangue por todo o organismo, as hormonas apenas actuam nas células-
alvo, com receptores específicos.
M- Nos animais mais complexos, são os sistemas nervoso e hormonal que coordenam a homeostasia.
N- Homeostasia é a manutenção das condições do meio interno dentro de limites compatíveis com a
vida.
O- Na retroacção positiva, uma modificação num certo sentido desencadeia uma resposta correctiva
em sentido oposto.
2- Considera as experiências I (Charles e Francis Darwin – 1881) e II (Went – 1926),
efectuadas no âmbito do estudo das fitohormonas. As condições de luminosidade a que
foram submetidas as plantas são diferentes nas duas experiências. Ambas as figuras
reflectem o estado inicial das plântulas no início das experiências.

EXPERIÊNCIA I EXPERIÊNCIA II
1- Intacta. 1´- Coleóptilo intacto.
2- Ápice do coleóptilo removido. 2´- Remoção do ápice do coleóptilo, o qual foi
3- Ápice do coleóptilo coberto com material colocado durante algum tempo num bloco de
opaco. ágar.
4- Ápice do coleóptilo coberto com material 3´- Remoção do ápice do coleóptilo;
transparente. colocação do bloco de ágar proveniente de
5- Plântula coberta com material opaco, 2´.
excepto o ápice.

/ / /

2.1-
2.1 Estabelece a correspondência entre cada uma das letras (A a I) associadas às afirmações
seguintes e um número (I, II, III ou IV) da chave.

CHAVE: I-
I Experiência I; II-
II Experiência II; III-
III- Ambas as experiências; IV- Nenhuma das experiências.

A- Quando as plântulas foram iluminadas lateralmente, transmitiu-se uma mensagem que


levou à curvatura dos coleóptilos.
B- A planta 1 vai curvar-se em direcção oposta à luz .
C- Em 1 não aconteceu nada e em 3 a plântula inclinou-se para o lado do bloco de ágar.
D- Com esta experiência provou-se que a inclinação das plantas se deve à acção de uma
substância química produzida no ápice do coleóptilo.
E- A experiência levou a admitir que no ápice dos coleóptilos se produz uma hormona
(mensageiro químico) que se difunde para o bloco de ágar e, posteriormente, deste para
a secção cortada desses coleóptilos.
F- À hormona em causa, Darwin chamou auxina (do grego auxeín = crescer).
G- O crescimento orientado deve-se ao maior alongamento das células onde chega maior
quantidade de auxina.
H- Subsequentemente à descoberta das auxinas, outras hormonas (fitohormonas) foram
identificadas, dependendo os seus efeitos do local de acção, do estado de
desenvolvimento da planta e da concentração da hormona.
I- A iluminação lateral do ápice do coleóptilo faz com que a plântula se encurve em
direcção à luz.
3- Os animais podem ser classificados de acordo com a forma como respondem (ou não) a
alterações do meio.

3.1-
3.1 Estabelece a correspondência entre as letras da coluna I e os números das afirmações
da coluna II (nota: a cada letra corresponde um número diferente).

Coluna
Coluna I Coluna II
1- Têm a capacidade de controlar a concentração de água e de
solutos face às variações de composição do meio externo.

A- Animais osmoconformantes 2- A temperatura interna varia em função da temperatura


externa.
B- Animais osmorreguladores
3- O calor dos seus corpos é maioritariamente obtido por
C- Animais ectotérmicos
absorção do calor externo.
D- Animais endotérmicos 4- A temperatura interna mantém-se sensivelmente constante,
E- Animais homeotérmicos independentemente das oscilações de temperatura do meio
F- Animais poiquilotérmicos exterior.
5- Controlam a temperatura corporal utilizando calor produzido
6- A concentração do meio interno varia com as variações de
concentração do meio envolvente.

3.2-
3.2 Estabelece a correspondência entre cada um dos números (1 a 5) associados aos animais
que se seguem e duas das letras A, B, C e D, da coluna I da questão anterior (3.1).

1- Minhoca 2- Gafanhoto 3- Homem 4- Lagarto 5- Artémia salina

4- Os peixes ósseos marinhos, como o da figura seguinte, possuem fluidos hipotónicos


relativamente à água do mar.

Brânquias

Alimento,
água do mar

Estômago Intestino Rim

4.1-
4.1 Estabelece a correspondência entre as letras (A a E) da coluna “Órgãos / Estruturas” e o
número da coluna (I ou II) que contém o processo correspondente.

Órgãos
Órgãos / Estruturas Coluna I Coluna II
A- Brânquias Secreção por transporte activo de Entrada de água por osmose e absorção
NaCl e perda de água. de NaCl por transporte activo.
B- Intestino Perda de sais com as fezes. Não ocorre perda de sais com as fezes.
C- Estômago Não ocorre absorção por transporte Absorção por transporte passivo de NaCl e
passivo de NaCl e água. água.
D- Rim (nefrónio) Secreção activa de sais minerais. Reabsorção activa de sais minerais.
E- Rim (urina) Excreção de urina diluída Excreção de urina concentrada.
5- O diagrama representa os mecanismos de retroacção negativa da termorregulação.

Causa
perturbadora

Diminuição da Aumento da
temperatura temperatura
Termorreceptores
Aumento da da pele Diminuição da
temperatura temperatura
Mensageiros (1)

Resposta (8, 9) Centro integrador (2) Resposta (10, 11)

Efectores (4, 5) Mensageiros (3) Efectores (6, 7)

5.1-
5.1 Estabelece a correspondência entre os números (1 a 10) da figura e as letras (A a K).
Nota: cada letra pode ser utilizada mais do que uma vez).

A- Hipotálamo B- Vasodilatação
C- Nervos aferentes D- Vasoconstrição
E- Nervos eferentes F- Músculos esqueléticos
G- Vasos sanguíneos H- Glândulas sudoríparas
I- Produção de suor J- Contracção muscular

6- O diagrama representa os mecanismos de retroacção negativa da osmorregulação.

X - Quantidade de água no sangue 3 - Quantidade de água no sangue

Centro integrador 2 - Reabsorção de água para o sangue


Y

Z - Libertação de ADH 1 - Permeabilidade do tubo colector

6.1
6.1- Identifica o órgão Z.

6.2
6.2- Indica qual dos dois possíveis significados de Y ( inibe ou estimula ) se verifica no caso de,
em X:
6.1-
6.1 a quantidade de água no sangue aumentar;
6.2-
6.2 a quantidade de água no sangue diminuir.

6.3
6.3- Indica qual dos dois possíveis significados de 1, 2 e 3 ( aumento ou diminuição) se
verificam no caso de, em X, a quantidade de água no sangue diminuir.
Escola E.B. 2,3 / S. Dr. Hernâni Cidade
Biologia e Geologia – 10º Ano
TESTE DE AVALIAÇÃO - Matriz

Nome ______________________________________ nº ___ Teste (1, 2, 3 ou 4) ___


Pontos: _____ / Classificação:__________________ - ____ valores Professor:

Todas as respostas deverão ser perfeitamente legíveis, sendo anuladas em caso contrário.
Os termos científicos que contenham erros ortográficos serão penalizados com 1 (um) ponto, não
sendo o mesmo erro penalizado mais do que uma vez ao longo do teste.
Nos itens de correspondência ou associação, será ou não penalizada cada associação incorrecta,
de acordo com o critério específico definido para cada um destes itens, não podendo a cotação final
do item ser inferior a 0 (zero) pontos.
Nos itens de verdadeiro/falso (V/F), serão anuladas as respostas que indiquem todas as opções
como verdadeiras ou como falsas. Nos restantes casos, cada resposta errada será penalizada com o
valor da cotação de uma resposta certa (três pontos), não podendo a cotação final do item ser inferior
a 0 (zero) pontos. À ausência de resposta ou resposta nula serão atribuídos 0 pontos.
Os itens de escolha múltipla serão agrupados em conjuntos de vários itens. Cada resposta errada
será penalizada com 2 (dois) pontos e à ausência de resposta ou resposta nula serão atribuídos 0
pontos. A cotação final de cada grupo de itens não poderá ser inferior a 0 pontos.

1.1- 12 pontos (4x3) – Ciclo das rochas (correspondência)


– as associações incorrectas não têm penalização.
A B C D
1.2- 9 pontos (3x3) - Ciclo das rochas (correspondência)
– cada associação incorrecta tem 2 pontos de penalização.
1 2 3
1.3- 16 pontos (8x2) – Idade relativa e idade radiométrica (completar frases)
A B C
D E F
G H
1.3- 14 pontos (7x2) – Subsistemas terrestres (correspondência)
- cada associação incorrecta tem 2 pontos de penalização.
A B C D E F G
1.5- 17 pontos – A Terra e seus subsistemas em interacção (aberta c/ limite de 5 linhas)

2- 35 pontos (7x5) - Vários (escolha múltipla)


2.1 2.2 2.3 2.4 2.5 2.6 2.7

3.1- 15 pontos (5x3) – Mobilismo geológico (correspondência)


- cada associação incorrecta tem 2 pontos de penalização.
A B C D E
3.2- 32 pontos (4x8) - Mobilismo geológico (escolha múltipla)
3.2.1 3.2.2 3.2.3 3.2.4

4.1- 30 pontos (10x3) - Vários (verdadeiro/falso)


A B C D E
F G H I J

4.2- 20 pontos (10+5+5) - Idade relativa e idade radiométrica (escolha múltipla)


4.2.1 4.2.2 4.2.3
Escola E.B. 2,3 / S. Dr. Hernâni Cidade
Biologia e Geologia – 10º Ano
TESTE DE AVALIAÇÃO - Folha de respostas

Nome ____________________________________ nº ___ Teste (1, 2, 3 ou 4) ___


Pontos: _____ / Classificação:________________ - ____ valores Professor:

Todas as respostas deverão ser perfeitamente legíveis, sendo anuladas em caso contrário.
Os termos científicos que contenham erros ortográficos serão penalizados com 1 (um) ponto, não
sendo o mesmo erro penalizado mais do que uma vez ao longo do teste.
Nos itens de correspondência ou associação, será ou não penalizada cada associação incorrecta,
de acordo com o critério específico definido para cada um destes itens, não podendo a cotação final
do item ser inferior a 0 (zero) pontos.
Nos itens de verdadeiro/falso (V/F), serão anuladas as respostas que indiquem todas as opções
como verdadeiras ou como falsas. Nos restantes casos, cada resposta errada será penalizada com o
valor da cotação de uma resposta certa (três pontos), não podendo a cotação final do item ser inferior
a 0 (zero) pontos. À ausência de resposta ou resposta nula serão atribuídos 0 pontos.
Os itens de escolha múltipla serão agrupados em conjuntos de vários itens. Cada resposta errada
será penalizada com 2 (dois) pontos e à ausência de resposta ou resposta nula serão atribuídos 0
pontos. A cotação final de cada grupo de itens não poderá ser inferior a 0 pontos.

1.1- 12 pontos (4x3) – as associações incorrectas não têm penalização.


A B C D
1.2- 9 pontos (3x3) – cada associação incorrecta tem 2 pontos de penalização.
1 2 3
1.3- 16 pontos (8x2)
A B C
D E F
G H
1.4- 14 pontos (7x2) - cada associação incorrecta tem 2 pontos de penalização.
A B C D E F G
1.5- 17 pontos
____________________________________________________________________
____________________________________________________________________
____________________________________________________________________
____________________________________________________________________
____________________________________________________________________
2- 35 pontos (7x5)
2.1 2.2 2.3 2.4 2.5 2.6 2.7

3.1- 15 pontos (5x3) - cada associação incorrecta tem 2 pontos de penalização.


A B C D E
3.2- 32 pontos (4x8)
3.2.1 3.2.2 3.2.3 3.2.4

4.1- 30 pontos (10x3)


A B C D E
F G H I J

4.2- 20 pontos (10+5+5)


4.2.1 4.2.2 4.2.3
Escola E.B. 2,3 / S. Dr. Hernâni Cidade
Biologia e Geologia – 10º Ano - 1. A Geologia, os geólogos e os seus métodos
TESTE DE AVALIAÇÃO

1- A figura seguinte representa, de um modo esquemático, o ciclo das rochas.

1.1- A cada uma das letras (A, B, C e D), que representam os diferentes tipos de rochas, faz
corresponder o número (I, II, III ou IV) da chave X que identifica a respectiva rocha.
1.2- A cada um dos números (1, 2, e 3), que representam processos de formação das
rochas, faz corresponder o número (I, II, III ou IV) da chave Y que o identifica.
Chave X Chave Y
I – Rocha metamórfica I – Sedimentação
II – Rocha sedimentar II – Solidificação
III – Rocha magmática vulcânica III – Fusão
IV – Rocha magmática plutónica IV – Metamorfismo

1.3- Completa a seguinte frase, fazendo corresponder a cada letra o termo respectivo.
O princípio da _A_ _B_ afirma que os materiais que formam os _C_ se depositam
inicialmente segundo planos _D_ , enquanto que o princípio da _E_ , afirma que, numa
coluna estratigráfica não deformada, um _F_ é mais _G_ que aqueles que o recobrem e
mais _H_ do que os que lhe estão subjacentes.

1.4- A cada uma das letras (A a G), que representam diferentes tipos de interacções entre
subsistemas terrestres, faz corresponder o número (I, II, III ou IV) da chave Z que identifica o
par de subsistemas que com ela se relaciona.
A – A ascensão de magmas mantélicos ao nível dos riftes, permite não só trocas de
materiais como também de energia (térmica).
B – O movimento da água sobre as rochas da superfície contribui para a sua erosão,
ficando a água enriquecida em determinados elementos provenientes das rochas.
C – Durante a génese e alteração das rochas, podem incorporar-se nestas elementos
atmosféricos.
D – A desintegração de elementos radiactivos da litosfera é acompanhada da libertação de
energia térmica, que se dissipa.
E – As erupções vulcânicas libertam gases e energia (sob a forma de calor).
F – A circulação de massas de água nos oceanos permite transferências de calor, que
condiciona a distribuição climática à superfície do globo.
G – Parte da água que percorre o ciclo hidrológico evapora, regressando posteriormente aos
reservatórios de água doce ou salgada.
Chave Z
I – Atmosfera / Hidrosfera II – Atmosfera / Geosfera III – Hidrosfera / Geosfera

1.5- Tendo como base o facto de a Terra ser um sistema fechado, reflecte sobre as
implicações do uso do petróleo. Nota: não ultrapasses as 5 linhas concedidas.
2- A figura representa uma sequência de etapas na formação de uma rocha.
Nos itens 2.1 a 2.7, transcreve a letra correspondente à opção correcta.

2.1- A figura é exemplo da interacção entre:


A – atmosfera, geosfera e hidrosfera;
B – atmosfera, geosfera e biosfera;
C – atmosfera, hidrosfera e biosfera;
D – geosfera, hidrosfera e biosfera.
2.2- A rocha representada é:
A – magmática vulcânica;
B – magmática plutónica;
C – sedimentar;
D – metamórfica.
2.3- Os processos representados incluem-se:
A – na sedimentogénese;
B – na diagénese;
C – no metamorfismo;
D – na solidificação.
2.4- A diminuição de volume verificada ao longo da sequência considerada deve-se:
A – à desidratação;
B – à compactação;
C – à desidratação e à compactação;
D – à desidratação, à compactação e à cimentação.
2.5- Se a rocha continuar a aprofundar, sem, no entanto, se atingirem os pontos de fusão
dos minerais que a constituem, poderá transformar-se:
A – numa rocha magmática;
B – numa rocha metamórfica;
C – numa rocha sedimentar;
D – em magma.
2.6- A rocha representada, formou-se durante o:
A – Pré-câmbrico;
B – Paleozóico;
C – Mesozóico;
D – Cenozóico.
2.7- As amonites são bons fósseis de idade, pois:
A - ocuparam áreas dispersas na Terra;
B – viveram durante um intervalo de tempo curto;
C - viveram durante um intervalo de tempo curto e ocuparam áreas dispersas na Terra;
D - viveram durante um intervalo de tempo curto e apenas no mar.
3- A sequência ilustra o modo como se processa a renovação da litosfera oceânica.

a b c d e f

I II

A B A C D E

3.1- A cada uma das letras (A a E), faz corresponder um número (I a VI) da chave.
Chave
I – Litosfera IV – Rifte
II – Astenosfera V – Dorsal
III – Zona de subducção VI – Crosta

3.2- Nos itens 3.2.1., 3.2.2. e 3.2.3., transcreve a letra correspondente à opção que contém
os termos que permitem preencher correctamente os espaços. No item 3.2.4., transcreve a
letra correspondente à opção que completa correctamente a frase.
3.2.1- Das regiões (a a f) assinaladas no fundo oceânico, _ _ _ são as mais recentes e têm
aproximadamente a mesma idade e _ _ _ são as que têm sobre si uma maior camada de
sedimentos.
A – b / e (…) a / f
B – c / d (…) b / e
C – a / f (…) c / d
D – c / d (…) a / f
3.2.2- Em I o limite é _ _ _ e está a _ _ _ um oceano.
A – divergente (…) desaparecer
B – divergente (…) formar-se
C – convergente (…) desaparecer
D – convergente (…) formar-se
3.2.3- Na região II, será de admitir que após colisão dos continentes se originem _ _ _ e
que o basalto da litosfera que mergulha se transforme em rocha _ _ _ .
A – vulcões (…) sedimentar
B – sismos (…) magmática
C – montanhas (…) metamórfica
D – montanhas (…) sedimentar
3.2.4- Será improvável encontrar fósseis de trilobites no interior da crosta oceânica, uma
vez que estes animais viveram durante o (…)
A – Paleozóico, e os fundos oceânicos mais antigos não ultrapassam os 220 M. a.;
B – Paleozóico, e a rocha mais abundante deste tipo de crosta é o basalto;
C – Mesozóico, e os fundos oceânicos mais antigos não ultrapassam os 220 M. a.;
D – Mesozóico, e a rocha mais abundante deste tipo de crosta é o basalto.
4- A Figura mostra a posição da Índia e da Ásia, há 65 M.a. e na actualidade.

X
g

A
B

X g
C
X = mantos de lava
A, B e C = tipos de limites entre placas tectónicas
g = fósseis de Glossopteris

4.1- Faz corresponder V (afirmação verdadeira) ou F (afirmação falsa) a cada uma das
letras que identificam as afirmações seguintes, relativas à interpretação da figura.
A – Os limites A, B e C são, respectivamente, convergente, conservativo e divergente.
B – As rochas assinaladas por X são magmáticas intrusivas.
C – Hoje, a ligação da Índia com a Ásia é marcada pelas montanhas dos Himalaias.
D – É pouco provável encontrar rochas idênticas e da mesma idade na África e na Índia.
E – Há 65 M.a. existia um Rifte em A.
F – É de admitir a inexistência de fósseis em X.
G – Ao longo dos tempos, o clima da Índia foi apresentando temperaturas mais elevadas.
H – Na figura de há 65 M.a. é possível identificar 3 placas tectónicas.
I – Os dados apoiam um ponto de vista catastrófico para a extinção dos dinossauros.
J – A presença de fósseis (Glossopteris) apoia a teoria da deriva continental.

4.2- Nos itens 4.2.1. a 4.2.3., transcreve a letra correspondente à opção correcta.

4.2.1- Sabendo que os mantos de lava representados se formaram há 65 M.a., que é o


tempo correspondente a duas semividas do isótopo-pai Z (fictício), será de esperar que
estes contenham, actualmente:
A – 75 % % da quantidade inicial de Z;
B – 50 % da quantidade inicial de Z;
C – 25 % da quantidade inicial de Z;
D – 12,5 % da quantidade inicial de Z.
4.2.2- O método radiométrico apenas pode ser utilizado para a datação de rochas:
A – magmáticas e sedimentares;
B – magmáticas e metamórficas;
C – magmáticas;
D – sedimentares.

4.2.3- Como justificação para a questão anterior (4.2.2), prende-se o facto de as rochas em
causa:
A – possuírem apenas cristais que se formaram no momento da sua génese;
B – possuírem cristais que provieram de rochas preexistentes;
C – serem as que integram isótopos radiactivos;
D – serem aquelas em que a desintegração ocorre a uma velocidade constante.
Biologia e Geologia – 10º Ano

MATRIZ DO TESTE DE AVALIAÇÃO


TEMA III – ESTRUTURA E DINÂMICA DA GEOSFERA

1- 14 pontos – Métodos para o estudo do interior da geosfera.


Identificação de dados e formulação de conclusões a partir de 1 texto e de 1 gráfico.
1.1- 6 pontos
1.2- 8 pontos

2- 30 pontos – Tema III – Estrutura e dinâmica da geosfera


Descobrir o intruso
2.1- 3 pontos 2.3- 3 pontos 2.5- 3 pontos 2.7- 3 pontos 2.9- 3 pontos
2.2- 3 pontos 2.4- 3 pontos 2.6- 3 pontos 2.8- 3 pontos 2.10- 3 pontos

3- 30 pontos – Vulcanologia
Escolha múltipla, relacionada com um texto
3.1- 5 pontos 3.2- 5 pontos 3.3- 5 pontos 3.4- 5 pontos 3.5- 5 pontos

4- 13 pontos - Sismologia (Causas dos sismos)


Completar frases

5- 20 pontos – Sismologia (Sismos e tectónica de placas)


Verdadeiro e Falso
5.1- 2 pontos 5.3- 2 pontos 5.5- 2 pontos 5.7- 2 pontos 5.9- 2 pontos
5.2- 2 pontos 5.4- 2 pontos 5.6- 2 pontos 5.8- 2 pontos 5.10- 2 pontos

6- 25 pontos - Sismologia (Intensidade sísmica)


6.1- 6 pontos (Escolha múltipla)
6.2- 6 pontos (Escolha múltipla)
6.3- 13 pontos (Resposta aberta com limite de 5 linhas)

7- 24 pontos – Sismologia (Interpretação e aplicação de dados relativos a sismogramas)


Escolha múltipla
7.1- 6 pontos 7.2- 6 pontos 7.3- 6 pontos 7.4- 6 pontos

8- 44 pontos
8.1- 20 pontos – Descontinuidades internas da geosfera reveladas pela sismologia
Correspondência

8.2- 9 pontos - Descontinuidades internas da geosfera reveladas pela sismologia


Correspondência

8.3- 15 pontos – Estrutura interna da geosfera


Correspondência

TOTAL = 200 pontos


Biologia e Geologia – 10º Ano
TEMA III – ESTRUTURA E DINÂMICA DA GEOSFERA
TESTE DE AVALIAÇÃO (1) - Folha de respostas

Nome ____________________________________ nº ____ Teste 1


Pontos: _____ / Classificação:________________ - ____ valores Professor:

1- 14 pontos
1.1- (6 pontos) _____________________________________________________________
1.2- (8 pontos) _____________________________________________________________
__________________________________________________________________________

2- 30 pontos (10 x 3)
2.1 2.2 2.3 2.4 2.5

2.6 2.7 2.8 2.9 2.10

3- 30 pontos (6 x 5)
3.1 3.2 3.3 3.4 3.5 3.6

4- 13 pontos (13 x 1)
A B C
D E F
G H I
J K L
M

5- 20 pontos (10 x 2)
A B C D E

F G H I J

6- 25 pontos
6.1 6 pontos 6.2 6 pontos

6.3- (13 pontos) ____________________________________________________________


__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________

7- 24 pontos (4 x 6)
7.1 7.2 7.3 7.4

8 - 44 pontos
8.1- 20 pontos (5 x 4)
A B C D E

8.2- 9 pontos (3 x 3)
B C D

8.3- 15 pontos (5 x 3)
A B C D E
Biologia e Geologia – 10º Ano – Estrutura e dinâmica da Geosfera
TESTE DE AVALIAÇÃO (1)

1- Durante as missões espaciais do programa Apollo, iniciado em 1969 pelos EUA, foram colocadas
na Lua estações sismográficas que têm permitido a recolha de dados relativos ao seu interior. As
experiências sísmicas efectuadas, permitiram construir o seguinte gráfico, de onde se destaca o
abrandamento de velocidade das ondas S a partir dos 1000 km de profundidade (o raio da Lua é da
ordem dos 1738 km).

Os meteoritos constituem outro importante meio de estudo da Terra. Atendendo às suas


características químicas e mineralógicas (os pétreos são constituídos essencialmente por minerais
ricos em sílica e por uma percentagem mínima de ferro e de níquel; os petroférreos são constituídos
por porções idênticas de minerais silicatados e ferro-níquel; os férreos são basicamente constituídos
por ferro e níquel), alguns investigadores pressupõem que estes corpos são fragmentos de planetas

1.1- Identifica o(s) método(s) para o estudo do interior da geosfera, presente(s) no texto.
1.2- Refere a principal ilação a tirar da análise conjunta do estudo do perfil sísmico da Lua e
da composição dos diversos meteoritos, relativamente ao nosso planeta.

2- Descobre o intruso, seleccionando, em cada alínea, a letra que corresponde ao


termo/expressão que menos se relaciona com todos os outros.
2.1- A- Sondagens 2.2- A- Astrogeologia
B- Exploração em minas e escavações B- Gravimetria
C- Observação e estudo da superfície C- Geomagnetismo
D- Sismologia D- Vulcanologia
2.3- A- Vulcanismo eruptivo 2.4- A- Erupção efusiva
B- Vulcanismo residual B- Erupção mista
C- Vulcanismo secundário C- Erupção fissural
D- Vulcanismo atenuado D- Erupção explosiva
2.5- A- Vulcanismo de vale de rifte 2.6- A- Géiser
B- Vulcanismo subaquático B- Nascente termal
C- Vulcanismo intraplaca C- Nuvem ardente
D- Vulcanismo de subducção D- Fumarola
2.7- A- Corrente de lava 2.8- A- Sismos de colapso
B- Lava escoriácea B- Sismos vulcânicos
C- Lava encordoada C- Sismos tectónicos
D- Tubos de órgão D- Sismos superficiais
2.9- A- Estuda os locais de maior protecção 2.10- A- Ondas sísmicas P
B- Não te precipites para as saídas B- Ondas sísmicas L
C- Armazena água e alimentos enlatados C- Ondas sísmicas S
D- Fixa os objectos pesados às paredes D- Ondas sísmicas T
3- Considera o seguinte texto da erupção dos Capelinhos (Açores – Faial).
Nos itens 3.1 a 3.5, transcreve a letra correspondente à opção correcta e no item 3.6
transcreve a letra correspondente à opção que completa correctamente a frase.
Às 8 horas do dia 27 de Setembro de 1957, após uma série de mais de 200 tremores de terra de
fraca intensidade, a erupção iniciou-se pela emissão de gases, seguida de (…) que projectavam
piroclastos a mais de 1000 m de altura, que se espalharam em mais de 4 Km de extensão. A
Acumulação do material emitido deu origem a uma ilhota que acabou por se ligar à ponta dos
Capelinhos. Em 16 de Dezembro de 1957, a actividade (…) com formação de lavas do tipo aa ou
escoriáceas de cor vermelho-alaranjada. Correntes de lava em repuxo atingiam 10 a 15 m de altura,
seguindo-se uma (…) com emissão de piroclastos (bombas, lapilli e cinzas) até Abril de 1958.
Em 12 de Maio de 1958, após mais de 500 sismos, que provocaram a destruição de muitos edifícios
na ilha do Faial, a actividade do vulcão dos Capelinhos tornou-se (…) com emissão de correntes de
lava que só terminaria a 24 de Outubro de 1958 embora continue actualmente a libertar gases com
temperaturas entre os 200 e 300 ºC. A ilha do Faial tinha aumentado 2,5 km em consequência da
emissão de lava na ordem dos 85 milhões de metros cúbicos.

3.1- O magma que originou a lava aa ou escoriácea possuía:


A- elevada viscosidade, temperaturas abaixo de 1000 ºC e um teor em sílica inferior a 50%;
B- elevada viscosidade, temperaturas abaixo de 1000 ºC e um teor em sílica superior a 70%
C- baixa viscosidade, temperaturas acima de 1100 ºC e um teor em sílica inferior a 50%;
D- baixa viscosidade, temperaturas acima de 1100 º C e um teor em sílica superior a 70%.
3.2- Tendo como base os materiais expelidos, podemos considerar a actividade:
A- efusiva;
B- explosiva;
C- mista;
D- residual.
3.3- O critério para classificar os piroclastos em cinzas, lapilli e bombas, tem em conta:
A- as dimensões;
B- o estado físico;
C- a cor;
D- o teor em sílica.
3.4- O vulcanismo descrito no texto pode ser, em função da sua localização tectónica,:
A- interplaca ou de subducção;
B- interplaca ou de rifte.
C- intraplaca ou de subducção;
D- intraplaca ou de rifte.
3.5- Podemos encontrar referência ao vulcanismo residual, no texto, na linha:
A- 1;
B- 6;
C- 8;
D- 10.
3.6- O estudo dos materiais expelidos vulcanicamente do interior da Terra contribui para o
estudo da composição litológica ____ , que é, essencialmente, ___ .
A- da crosta (…) peridotítica
B- do manto (…) peridotítica
C- do núcleo externo (…) ferro-niquélica
D- do núcleo interno (…) ferro-niquélica

4- Completa a frase seguinte, fazendo corresponder a cada letra o termo respectivo.


A teoria que melhor explica a ocorrência de sismos __A__ é a teoria do __B__ __C__, segundo a
qual as rochas, quando sujeitas a __D__ contínuas, armazenam __E__ durante longos períodos de
tempo, __F__ . Quando é ultrapassado o limite de __G__ do material rochoso, dá-se a __H__ e a
__I__ , com enorme libertação da __J__ acumulada, o que provoca o sismo, que é um __K__ __L__
__M__ da superfície terrestre.
5- A figura mostra o enquadramento de Portugal Continental, Arquipélago da Madeira e
Arquipélago dos Açores, no contexto da tectónica de placas.

5.1- Faz corresponder V (afirmação verdadeira) ou F (afirmação falsa) a cada uma das
letras que identificam as afirmações seguintes, relativas às figuras.

A- Portugal Continental situa-se na placa Euroasiática.


B- A placa Euroasiática é limitada a sul pela falha inactiva Açores-Gibraltar e, a oeste pela
falha dorsal do Oceano Atlântico.
C- A falha Açores-Gibraltar pode ser subdividida em três troços distintos: o Banco de
Gorringe, a Falha da Glória e o Rifte da Terceira.
D- O epicentro do sismo de Lisboa de 1755 localizou-se no Banco de Gorringe.

E- No Arquipélago dos Açores, é no grupo Ocidental (Flores e Corvo) que a sismicidade é


maior.
F- A intensidade sísmica dos Açores é originada pelo movimento relativo entre as placas
Euroasiática e Africana (na Falha da Glória e no Rifte da Terceira), bem como na fractura
Faial-Pico.
G- A sismicidade do Arquipélago da Madeira é reduzida.
H- As regiões de maior risco sísmico, em Portugal Continental, são as da Área Metropolitana
de Lisboa, Algarve e Península de Setúbal.

I- O sismo de Benavente de 1909 teve epicentro na falha do vale inferior do Tejo.


J- O enquadramento tectónico dos sismos permite classificá-los em sismos interplaca e em
sismos intraplaca.
6- Considera a carta de isossistas referente ao sismo de Lisboa de 1755, e a Escala de
Mercalli modificada.

6.1- Transcreve a letra


correspondente ao conjunto de
cidades onde o sismo de 1755 se fez
sentir com igual intensidade:
A- Porto, Coimbra e Castelo Branco.
B- Coimbra, Castelo Branco e
Portalegre.
C- Portalegre, Évora e Beja.
D- Lisboa, Setúbal e Faro.

6.2- Transcreve a(s) letra(s)


correspondente(s) a efeitos do sismo
de 1755 em Lisboa.
A- Nenhuma obra humana subsistiu.
B- Mudanças importantes da
topografia e cursos de água
desviados.
C- Todas as construções, pontes e
diques foram destruídas.
D- Destruição parcial de edifícios de
pedra ou tijolo.
E- Ruptura das estradas e vias
férreas.
F- Deslizamentos de Terra.

6.3- Define isossistas e explica porque não são circunferências concêntricas (Limite=5 linhas).
7- Considera os três sismogramas, relativos ao mesmo sismo, e o gráfico.
Nos itens 7.1 e 7.2, transcreve a letra correspondente à opção correcta e no item 7.3,
transcreve a letra correspondente à opção que completa correctamente a frase.

7.1- As ondas P e S chegam às estações consideradas em tempos diferentes, apesar de


terem origem no foco, ao mesmo tempo, porque:
A- as primeiras se propagam através de materiais sólidos, líquidos e gasosos;
B- as ondas S não se propagam em meios líquidos;
C- se propagam a diferentes velocidades, sendo as P mais rápidas;
D- se propagam a diferentes velocidades, sendo as S mais rápidas.

7.2- A distância epicentral da estação


sismográfica B é de:
A- 2000 km;
B- 5600 km;
C- 7000 km;
D- 10200km.

7.3- Apenas com base nos


sismogramas, podemos afirmar que a
estação ____ é a mais afastada do
epicentro do sismo, pois foi a ____ a
iniciar o registo do sismo.
A- A (…) primeira
B- B (…) primeira
C- B (…) última
D- C (…) última

7.4- Indica qual das situações (1, 2, 3 ou 4) seguintes, ilustra a posição das três estações,
relativamente ao epicentro (o raio de cada círculo é proporcional à distância de cada uma
das estações (A, B e C) ao epicentro.
8- Muito do conhecimento sobre o interior da Terra proveio do estudo do comportamento de
ondas sísmicas, originadas pela libertação de energia no foco de sismos. Considera a figura.

8.1- Estabelece a correspondência entre as letras (A a E) referentes aos dados da figura


(coluna I) e os números (1 a 5) relativos às respectivas ilações (coluna II).
Coluna I Coluna II

A- A velocidade das ondas aumenta até à 1- Existência de uma zona no manto


profundidade de 100 km. cujos materiais estão parcialmente
B- Entre os 100 e os 200 km de profundidade, a fundidos.
velocidade das ondas baixa. 2- Existência de uma superfície de
C- Diminuição brusca da velocidade das ondas descontinuidade.
P e não propagação das ondas S. 3- A velocidade das ondas aumenta
D- A velocidade das ondas P volta a aumentar com a profundidade.
a partir dos 5140 km. 4- O núcleo interno é sólido e tem
E- A velocidade das ondas que se propagam composição idêntica à do externo.
até estações situadas a 180º do epicentro e nas 5- O material do núcleo externo está
suas proximidades é maior do que a prevista. fundido.

8.2- Legenda a figura, estabelecendo a correspondência entre as letras B, C e D e os


números da chave seguinte.
CHAVE:
1- Descontinuidade de Gutenberg
2- Descontinuidade de Lehman
3- Descontinuidade de Mohorovicic

8.3- Estabelece a correspondência entre as letras (A a E) referentes às zonas terrestres,


indicadas na coluna I, e os números (1 a 5) relativos às respectivas composições, referidas
na coluna II.
Coluna I Coluna II

A- Manto 1- Ferro e níquel


B- Núcleo interno 2- Basalto
C- Núcleo externo 3- Peridotito
D- Crosta oceânica 4- Rochas graníticas e metamórficas
E- Crosta continental 5- Anortositos.

Você também pode gostar