Você está na página 1de 4

CONCEITOS IMPORTANTES DE TOPOGRAFIA APLICADA A ENGENHARIA

Para discorrer de forma sucinta sobre os principais conceitos a cerca de um


dos mais importantes ramos da engenharia, a Topografia, dividiremos a abordagem
em tópicos, apresentados a seguir.

 Definição:

A definição epistemológica da palavra “Topografia”, surge da derivação das


palavras gregas “topos” que significa lugar e “graphen” que quer dizer descrever.
Dessa forma podemos dizer que se trata da descrição minuciosa de determinado
lugar, mais especificamente, do estudo detalhado das condições de uma porção da
superfície terrestre, a fim de usar os dados obtidos como base para elaboração dos
diversos projetos de obras de engenharia.

 Finalidade:

A mesma tem por finalidade determinar todas as características pertinentes a


uma superfície terrestre limitada, como o contorno, a posição relativa e as
dimensões dos diversos elementos que a compõe, sejam estes naturais ou
artificiais. Para fazer isto, é desconsidera a curvatura devido à esfericidade da Terra,
sendo assim, limita-se a pequenas porções (cerca de 30 Km de raio). Pode-se dizer
então que esta é apenas uma parte componente da Geodésia, que por sua vez leva
em consideração a curvatura terrestre e que, portanto, se trata de uma ciência mais
complexa.

 Métodos:

A representação da superfície (terreno) é feita pela “Projeção Ortogonal


Cotada”. Ou seja, não apenas os limites da superfície são retratados, mas sim todas
as suas particularidades naturais ou artificiais serão projetadas em um plano
horizontal, recebendo então o nome de plano topográfico. A imagem a seguir ilustra
essa situação.

Plano Topográfico. http://www.gpeas.ufc.br/disc/topo/apost01.pdf


 Divisão:

Os levantamentos topográficos podem ser subdivididos nas seguintes


categorias:

Levantamento Planimétrico: preocupa-se em descrever a superfície de forma


bidimensional, projetando-se os pontos e as feições do terreno em um plano. Para
tanto se utiliza da poligonação, ou seja, a criação de uma série de linhas
consecutivas onde são conhecidos os comprimentos e as direções das mesmas,
obtidos do levantamento feito em campo, percorrendo-se o contorno do terreno
estudado definido por um itinerário de pontos e um ponto de referência.

Poligonal aberta.
http://www.ft.unicamp.br/~mgarrido/Gerais/5Levant_Top_Planime Poligonal fechada.
t.ppt http://www.ft.unicamp.br/~mgarrido/Gerais/5Leva
nt_Top_Planimet.ppt

Levantamento Altimétrico: descreve e determina a posição dos elementos que


compõe o terreno em relação a um plano de referência vertical ou de nível. Também
chamado de nivelamento, pode ainda ser entendido pelo conjunto de operações
realizadas a fim de determinar as distâncias verticais entre os diversos pontos da
superfície. Um exemplo desse tipo de procedimento é a determinação das curvas de
nível, representadas na imagem a seguir.

Curvas de nível. http://www.gpeas.ufc.br/disc/topo/apost03.pdf


Levantamento Planialtimetrio: é a aplicação conjunta das duas formas anteriores.
Ressalta-se que a escolha do tipo de levantamento depende da especificação do
projeto. Assim, determinado projeto pode exigir a aplicação de um ou outro tipo de
levantamento.

Estes métodos formam ainda a base para os demais trabalhos topográficos,


como a determinação de áreas e de volumes fundamentais em obras com
movimentação de terra, por exemplo.

Obras com aplicações da Topografia. http://wwwo.metalica.com.br/

 Importância:

Diante do exposto, pode-se concluir que a topografia se mostra de grande


importância para a engenharia, uma vez que é a base para qualquer projeto
independentemente da obra a ser realizada, desde o anteprojeto até a locação do
projeto definitivo. É por meio da topografia que se conhece com a precisão
necessária os valores das distâncias, dos ângulos horizontais e verticais necessários
para execução das diversas obras de engenharia. São exemplos destas as obras
viárias, edifícios, sistemas de água e esgoto, drenagem, dentre outros. Por se tratar
de um estudo base para a realização das atividades, contribui significativamente
com o orçamento da obra, uma vez que um levantamento topográfico mal realizado,
com falhas no nivelamento, prumadas desalinhadas ou eixos desencontrados, por
exemplo, implicarão sérios problemas funcionais, que na maioria das vezes deverão
ser feitos reparos ou reforços que encarecem ainda mais o custo global da obra.
Desse modo, é notória a necessidade da topografia na engenharia civil, e da sua
realização ser feita da forma mais precisa possível.

Fontes:

http://www.gpeas.ufc.br/

www.ft.unicamp.br/

http://wiki.urca.br/