Você está na página 1de 1

PREVISÃO DO INVESTIMENTO PÚBLICO EM EDUCAÇÃO PARA OS

ANOS DE 2018-2023:
UMA ABORDAGEM PELO MODELO ARIMA

Ledson Luiz Gomes da Rosa, Profa Graciela Aparecida Profeta e Profo Vladimir Faria
dos Santos
Faculdade de Ciências Econômicas pela Universidade Federal Fluminense –
Polo Campos dos Goytacazes.
Área do Conhecimento: Métodos Quantitativos em Economia

Resumo

A educação se apresenta como a base para o trinômio: qualificação da mão de obra,


construção da cidadania e distribuição de renda; elementos necessários ao desenvolvimento
econômico (BIELSCHOWSKY, 2000). No Brasil, o investimento público em educação, mesmo
tendo se acelerado entre 2006 a 2013 (TESOURO NACIONAL, 2018), não conseguiu sanar
diversas dificuldades estruturais (OMC, 2018), de modo a prejudicar o desenvolvimento do país.

Dado a importância intrínseca da educação para o desenvolvimento nacional, o objetivo do


presente trabalho consistirá em fazer previsões quanto ao investimento público, em termos reais,
em educação no Brasil, para o período de 2018 a 2023. A pergunta que se coloca é: qual será o
comportamento do investimento público, em termos reais, na educação para o período de 2018 a
2023? A hipótese é de não haja crescimento no investimento real público em educação no Brasil,
para o período em análise. O que se justifica frente a pouca variação no investimento real entre os
anos de 2015-2017 (TESOURO NACIONAL, 2018); além do vigor da Proposta de Emenda
Constitucional (PEC) 241/2016, a qual congela os gastos governamentais. Este trabalho contou
com uma revisão de literatura que tratou da relação entre educação e cultura e de trabalhos
prévios sobre o tema do investimento em educação. Metodologicamente, aplicou-se a abordagem
econométrica, usando o modelo ARIMA. O resultado encontrado corroborou com a hipótese inicial
traçada. Concluindo que não haverá crescimento no investimento real público em educação no
Brasil, para o período de 2018 a 2023, indicando sugestões de direcionamento de políticas
públicas.

Classificação: Apresentação Oral

Referências
a. Livro:
BIELSCHOWSKY, Ricardo. Cinqüenta anos de pensamento na CEPAL. Rio de Janeiro: Editora
Record, 2000.

b. Site:
OMC - Organização Mundial do Comércio. Disponível em:
<https://www.wto.org/english/news_e/pres18_e/pr820_e.htm>. Acesso em 06 de Junho de 2018.
Tesouro Nacional. Disponível em: <http://www.tesouro.fazenda.gov.br/>. Acesso em 06 de Junho
de 2018.