Você está na página 1de 3

COMPOSIÇÃO DO AR

Os principais elementos químicos que compõem o ar da Terra são o Nitrogênio


e o Oxigênio. O primeiro ocupa 78% da atmosfera e o segundo, 21%. O restante
é ocupado pelo Gás Carbônico (1%) e pelos Gases Nobres (0,03%),
compreendidos por elementos como argônio, criptônio, hélio, neônio, radônio e
xenônio.

GASES NOBRES

Os gases nobres possuem esse nome devido à sua alta estabilidade e


consequentemente sua quase rara ligação com outros elementos. Eles fazem
parte do grupo 18 da tabela periódica.

São eles:

Hélio (He): O seu nome vem derivado do sol, pois através da análise
espectrográfica da luz provinda dele consegue-se detectar a presença de gás
hélio. Este é o único gás nobre que se estabiliza com dois elétrons na última
camada. Isso porque ele possui apenas a camada K que pode abrigar no
máximo 2 elétrons. Ele possui o menor ponto de ebulição entre todos os
elementos, é o segundo elemento químico mais abundante no universo
perdendo apenas para o hidrogênio. É utilizado para o enchimento de balões e
dirigíveis e como gás de mergulho.

Neônio (Ne): é um gás encontrado abundantemente no universo, mas na


atmosfera não, podendo ser produzido sinteticamente. É utilizado em lâmpadas
fluorescentes para conferir uma coloração arroxeada à luz e em painéis
luminosos para sinalização e propaganda.

Argônio (Ar): Este foi o primeiro gás nobre descoberto e o nome deste
elemento vem do grego e significa inativo. É obtido através da decomposição
radioativa de um isótopo do potássio (K). É utilizado em extintores de incêndio,
iluminação e na solda.

Criptônio (Kr): Encontra-se no estado gasoso. É utilizado principalmente na


fabricação de lâmpadas.
Xenônio (Xe): Encontrado como traço na Terra e foi o primeiro gás nobre a ser
sintetizado. Muito utilizado na fabricação de lâmpadas.

Radônio (Rn): O seu nome vem do latim e significa derivado do Rádio, em seu
processo de decaimento radioativo emite partículas alfa, beta e gama. É
utilizado em terapias contra o câncer, substituindo o elemento rádio, por ser
mais efetivo. Utiliza-se este elemento também em sismógrafos e como
indicador radioativo.

O ar rarefeito

É encontrado em grandes altitudes. À medida que subimos, a pressão do ar vai


diminuindo, causando dificuldade de respiração.
As maiores altitudes em que vive o homem estão a 4 km de altura e os alpinistas
que escalam os picos mais altos (de até 9 km de altura), tem que carregar
máscaras de oxigênio para suportar o ar bastante rarefeito.

Ar comprimido

O ar pode ser comprimido através de bombas, compressores e outros


aparelhos, para várias finalidades. O uso mais comum é encontrado nos pneus.
No posto de gasolina ou no borracheiro, uma bomba elétrica chamada
"compressor" enche um bujão de ar. Sempre que alguém coloca o bico da
mangueira de ar no pneu, o bujão de ar solta o ar comprimido para dentro do
pneu. Depois de um tempo, o compressor volta a carregar o bujão de ar.

O ar comprimido também pode ser usado para pistolas de pintura, enchimento


de balões, pulverização de agrotóxicos (remédios contra doenças das
plantações) etc.

POLUIÇÃO DO AR

A Poluição do Ar ou Poluição Atmosférica é o resultado do lançamento na


atmosfera de grandes quantidades de gases ou de partículas líquidas ou
sólidas, dentre as quais temos as poeiras industriais, aerossóis, fumaças
negras, solventes, ácidos, hidrocarbonetos, capazes de provocar impacto
ambiental e problemas na saúde humana.

A IMPORTÂNCIA DOS GASES NA ATMOSFERA

O oxigênio é importante na atmosfera porquê ele é o gás mais importante da


respiração. Todos os seres vivos superiores necessitam do O2 para que
aconteça as reações metabólicas básicas para a sobrevivência.

O N2 é importante para os vegetais.

O vapor de água na atmosfera é importante para o ciclo natural da chuva no


planeta. Como sabemos, a água é a substância química mais importante que
existe. Sem ela não conseguimos sobreviver por mais de 3 dias. Além do que, a
falta de água na atmosfera causa ressecamento das vias aéreas ( nariz, faringe,
laringe pulmão, etc...), trazendo graves problemas à saúde.

O dióxido de carbono, embora hoje em dia seja considerado o vilão por causa
do efeito estufa, ele é importante justamente por causa desse efeito que ele
provoca. Ele faz com que o calor fique retido no planeta. Se não tivesse CO2 na
atmosfera em quantidade suficiente, nosso planeta seria gelado, já que todo
calor se dissiparia para o espaço.

Ainda podemos citar o ozônio, que é importante porquê bloqueia a entrada de


raios ultravioletas do sol. Como sabemos, esses raios ultravioletas são muito
energéticos e podem causar queimaduras graves e até câncer de pele nas
pessoas.

FUNÇÃO DAS CAMADAS DA ATMOSFERA

São elas: troposfera, estratosfera, mesosfera, termosfera e exosfera.Juntas, as


cinco compõem a atmosfera, camada gasosa que envolve a Terra e é
responsável, entre outras coisas, por manter o equilíbrio térmico do planeta,
proteger contra o impacto de meteoros e filtrar os raios ultravioleta.