Você está na página 1de 6

Universidade Federal de Pelotas - UFPEL

ALGA - LISTA IX

1. Nos itens abaixo apresenta-se um conjunto com as operações de adição e multiplicação


por escalar nele definidas. Verificar quais deles são espaços vetoriais. Para aqueles que
não são espaços vetoriais, citar os axiomas que não se verificam.

a) R3 , (x, y, z) + (x0 , y 0 , z 0 ) = (x + x0 , y + y 0 , z + z 0 ) e k(x, y, z) = (0, 0, 0) R.: Não é


espaço vetorial. Falha o Axioma V III

b) {(x, 2x, 3x); x ∈ R} com as operações usuais. R.: É um espaço vetorial

c) R2 , (a, b) + (c, d) = (a, b) e α(a, b) = (αa, αb). R.: Não é espaço vetorial. Falham os
axiomas II, III e IV

d) R2 , (x, y) + (x0 , y 0 ) = (x + x0 , y + y 0 ) e α(x, y) = (α2 x, α2 y). R.: Não é espaço


vetorial. Falha o axioma V I

e) R2 , (x, y) + (x0 , y 0 ) = (x + x0 , y + y 0 ) e α(x, y) = (αx, 0). R.: Não é espaço vetorial.


Falha o axioma V III

f ) A = {(x, y) ∈ R2 ; y = 5x} com as operações usuais. R.: É um espaço vetorial

2. Nos itens abaixo são apresentados subconjuntos de R2 . Verificar quais deles são subespaços
vetoriais do R2 relativamente às operações de adição e multiplicação por escalar usuais.

a) S = {(x, y); y = −x}. R.: É subespaço

b) S = {(x, x2 ); x ∈ R}. R.: Não é subespaço

c) S = {(x, y); x + 3y = 0}. R.: É subespaço

d) S = {(y, y); y ∈ R}. R.: É subespaço

e) S = {(x, y); y = x + 1}. R.: Não é subespaço

f ) S = {(x, y); x ≥ 0}. R.: Não é subespaço

3. Nos problemas abaixo são apresentados subconjuntos de R3 . Verificar quais são seus
subespaços em relação às operações de adição e multiplicação por escalar usuais. Para os
que são subespaços, mostrar que as duas condições estão satisfeitas. Caso contrário, citar
um contra-exemplos.

1
a) S = {(x, y, z); x = 4y e z = 0}. R.: É

b) S = {(x, y, z); z = 2x − y}. R.: É

c) S = {(x, y, z); x = z 2 }. R.: Não é

d) S = {(x, y, z); y = x + 2 ez = 0}. R.: Não é

e) S = {(x, x, x); x ∈ R}. R.: É

f ) S = {(x, x, 0); x ∈ R}. R.: É

g) S = {(x, y, z); xy = 0}. R.: Não é

h) S = {(x, y, z); x = 0 e y = |z|}. R.: Não é

i) S = {(x, −3x, 4x); x ∈ R}. R.: É

j) S = {(x, y, z); x ≥ 0}. R.: Não é

k) S = {(x, y, z); x + y + z = 0}. R.: É

l) S = {(4t, 2t, −t); t ∈ R}. R.: É

4. Sejam os vetores u = (2, −3, 2) e v = (−1, 2, 4) em R3 .

a) Escrever o vetor w = (7, −11, 2) como combinação linear de u e v.


b) Para que valor de k o vetor −8, 14, k é combinação linear de u e v?
c) Determinar uma condição entre a, b e c para que o vetor (a, b, c) seja uma combinação
linear de u e v.

R.: a) w = 3u − v; b) k = 12; c) 16a + 10b − c = 0

5. Escrever o vetor 0 ∈ R2 como combinação linear dos vetores

a) v1 = (1, 3) e v2 = (2, 6). R.: 0 = −2v1 + v2


b) v1 = (1, 3) e v2 = (2, 5). R.: 0 = 0v1 + 0v2

6. Sejam os vetores v1 = (−1, 2, 1), v2 = (1, 0, 2) e v3 = (−2, −1, 0). Expressar cada um dos
vetores u = (−8, 4, 1), v = (0, 2, 3) e w = (0, 0, 0) como combinação linear de v1 , v2 e v3 .
R.: u = 3v1 − v2 + 2v3 v = v1 + v2 w = 0v1 + 0v2 + 0v3

2
7. Determinar os subespaços do R3 gerados pelos seguintes conjuntos:

a) A = {(2, −1, 3)}. R.: {(x, y, z) ∈ R3 ; x = −2y e z = −3y}


b) A = {(−1, 3, 2), (2, −2, 1)}. R.: {(x, y, z) ∈ R3 ; 7x + 5y − 4z = 0}
c) A = {(1, 0, 1), (0, 1, 1), (−1, 1, 0)}. R.: {(x, y, z) ∈ R3 ; x + y − z = 0}
d) A = {(−1, 1, 0), (0, 1, −2), (−2, 3, 1)}. R.: R3
e) A = {(1, 2, −1), (−1, 1, 0), (−3, 0, 1), (−2, −1, 1)}. R.: {(x, y, z) ∈ R3 ; x+y+3z = 0}
f ) A = {(1, 2, −1), (−1, 1, 0), (0, 0, 2), (−2, 1, 0)}. R.: R3

8. Seja o conjunto A = {v1 , v2 }, sendo v1 = (−1, 3, −1) e v2 = (1, −2, 4). Determinar:

a) O subespaço G(A). R.: G(A) = {(x, y, z) ∈ R3 ; 10x + 3y − z = 0}


b) O valor de k para que o vetor v = (5, k, 11) pertença a G(A). R.: k = −13

9. Sejam os vetores v1 = (1, 1, 1), v2 = (1, 2, 0) e v3 = (1, 3, −1). Se (3, −1, k) ∈ [v1 , v2 , v3 ],
onde [v1 , v2 , v3 ] é o espaço gerado por v1 , v2 e v3 , qual é o valor de k? R.: k = 7

10. Determinar os subespaço G(A) para A = {(1, −2), (−2, 4)}. O que representa geometri-
camente esse subespaço? R.: {(x, y) ∈ R2 ; y = −2x} e representa uma reta que passa
pela origem

11. Mostrar que os vetores v1 = (2, 1) e v2 = (1, 1) geram R2 . R.: (x, y) = (x − y)v1 +
(−x + 2y)v2

12. Mostrar que os vetores v1 = (1, 1, 1), v2 = (0, 1, 1) e v3 = (0, 0, 1) geram o R3 . R.:
(x, y, z) = xv1 + (y − x)v2 + (z − y)v3

13. Classificar os seguintes subconjuntos do R2 em LI ou LD:

a) {(1, 3)}. R.: LI


b) {(1, 3), (2, 6)}. R.: LD
c) {(2, −1), (3, 5)}. R.: LI
d) {(1, 0), (−1, −1), (3, 5)}. R.: LD

14. Classificar os seguintes subconjuntos do R3 em LI ou LD:

a) {(2, −1, 3)}. R.: LI


b) {(1, −1, 1), (−1, 1, 1)}. R.: LI
c) {(2, −1, 0), (−1, 3, 0), (3, 5, 0)}. R.: LD
d) {(2, 1, 3), (0, 0, 0, ), (1, 5, 2)}. R.: LD

3
e) {(1, 2, −1), (2, 4, −2), (1, 3, 0)}. R.: LD
f ) {(1, −1, −2), (2, 1, 1), (−1, 0, 3)}. R.: LI
g) {(1, 2, −1), (1, 0, 0), (0, 1, 2), (3, −1, 2)}. R.: LD

15. Determinar o valor de k para que seja LI o conjunto {(−1, 0, 2), (1, 1, 1), (k, −2, 0)}. R.:
k 6= −3

16. Mostrar que são LD os vetores v1 , v2 e v3 , com v1 e v2 vetores arbitrários de um espaço


vetorial V e v3 = 2v1 − v2 .

17. Mostre que se u, v e w são LI, então u + v, u + w e v + w sã também LI.

18. Sendo v1 = (1, 2) ∈ R2 , determinar v2 ∈ R2 tal que {v1 , v2 } seja base de R2 .


R.: v2 6= kv1 , k ∈ R

19. Verificar quais dos seguintes conjuntos de vetores formam base do R2 :


a) {(1, 2), (−1, 3)} b) {(3, −6), (−4, 8)} c) {(0, 0), (2, 3)} d) {(3, −1), (2, 3)}
R.: (a) e (d)

20. Para que valores de k o conjunto B = {(1, k), (k, 4)} é base do R2 . R.: k 6= ±2

21. O conjunto B = {(2, −1), (−3, 2)} é uma base do R2 . Escrever o vetor genérico do R2
como combinação linear de B. R.: (x, y) = (2x + 3y)(2, −1) + (x + 2y)(−3, 2)

22. Quais dos seguintes conjuntos de vetores formam uma base do R3 ?

a) (1, 1, −1), (2, −1, 0), (3, 2, 0)


b) (1, 0, 1), (0, −1, 2), (−2, 1, −4)
c) (2, 1, −1), (−1, 0, 1), (0, 0, 1)
d) (1, 2, 3), (4, 1, 2)
e) (0, −1, 2), (2, 1, 3), (−1, 0, 1), (4, −1, −2)

R.: (a) e (c)

23. Mostrar que os vetores v1 = (1, 1, 1), v2 = (1, 2, 3), v3 = (3, 0, 2) e v4 = (2, −1, 1) geram o
R3 e encontrar uma base dentre os vetores v1 , v2 , v3 e v4 . R.: Base {v1 , v2 , v3 }

4
Observação: Se v pode ser escrito como combinação linear de A = {v1 , v2 , ..., vn }, ou
seja,
v = a1 v1 + a2 v2 + ... + an vn
chamamos de vetor coordenada em relação a base A, o vetor vA = (a1 , a2 , ..., an ).

24. Seja v = R3 e o conjunto B = {(0, 1, 1), (1, 1, 0), (1, 2, 1)} ⊂ R3 .

a) Mostrar que B não é base do R3 .


b) Determinar uma base do R3 que possua dois elementos de B.

R.: Uma base {(0, 1, 1), (1, 1, 0), (0, 0, 1)}

25. Determinar o vetor coordenada de V = (6, 2) em relação às seguintes bases:

A = {(3, 0), (0, 2)} B = {(1, 2), (2, 1)} C = {(1, 0), (0, 1)} D = {(0, 1), (1, 0)}

R.: vA = (2, 1), vB = (− 32 , 10


3
), vC = (6, 2), vD = (2, 6)

26. No espaço vetorial R3 , consideremos a seguinte base: B = {(1, 0, 0), (0, 1, 0), (1, −1, 1)}.
Determinar o vetor coordenada de v ∈ R3 em relação a base B se:

a) v = (2, −3, 4). R.: vB = (−2, 1, 4)


b) v = (3, 5, 6). R.: vB = (−3, 11, 6)
c) v = (1, −1, 1). R.: vB = (0, 0, 1)

27. Sejam os vetores v1 = (1, 0, −1), v2 = (1, 2, 1) e v3 = (0, −1, 0) do R3 .

a) Mostrar que B = {v1 , v2 , v3 } é base do R3 . R.: B é LI e (x, y, z) = ( x−z


2
)v1 +
x+z
2
v2 + (x − y + z)v3
b) Escrever e1 = (1, 0, 0), e2 = (0, 1, 0), e3 = (0, 0, 1) como combinação linear dos vetores
da base B. R.: e1 = 21 v1 + 12 v2 + v3 ; e2 = −v3 ; e3 = − 21 v1 + 21 v2 + v3

28. Determinar a dimensão e uma base para cada um dos seguintes espaços vetoriais:

a) {(x, y, z) ∈ R3 ; y = 3x}. R.: dim = 2


b) {(x, y, z) ∈ R3 ; y = 5x e z = 0}. R.: dim = 1
c) {(x, y, z) ∈ R ; x + y = 0}.
3
R.: dim = 1
d) {(x, y, z) ∈ R3 ; x = 3y e z = −y}. R.: dim = 1
e) {(x, y, z)inR3 ; 2x − y + 3z = 0}. R.: dim = 2
f ) {(x, y, z) ∈ R3 ; z = 0}. R.: dim = 2

5
29. Encontrar uma base e a dimensão do espaço solução dos sistemas:

 x − 2y − z = 0
a) 2x + y + 3z = 0 . R.: dim = 1; uma base {(1, 1, −1)}

x + 3y + 4z = 0


 2x + 2y − 3z = 0
b) x−y−z =0 . R.: dim = 0; não existe uma base

3x + 2y + z = 0