Você está na página 1de 78

CONHECIMENTOS

Visto:
GERAIS
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/QC/Odonto/Farm - 2013 PAG-1

PROVA DE CONHECIMENTOS
GERAIS 2. O planeta Terra é um corpo dinâmico e complexo onde atuam forças internas e
forças externas. Com base nesta afirmação, pode-se admitir que

GEOGRAFIA DO BRASIL (A) a rigidez da crosta terrestre é apenas aparente, pois existem diversas rupturas
que formam as chamadas placas tectônicas.
(B) os movimentos das placas tectônicas são provocados por movimentos
horizontais do magma no núcleo.
(C) as placas tectônicas possuem diversos movimentos, como o transcorrente
que é responsável pela formação das fossas abissais.
1. Em relação ao sistema produtivo da agricultura brasileira, analise as afirmativas (D) através dos movimentos de divergência entre duas placas tectônicas, estas
abaixo colocando entre parênteses a letra V, quando se tratar de afirmativa formam as fossas abissais e zonas orogênicas, como a Cordilheira dos
verdadeira, e a letra F quando se tratar de afirmativa falsa. A seguir, assinale a Himalaias.
alternativa que apresenta a sequência correta. (E) a deriva continental é o movimento que sempre afasta as massas
continentais uma das outras.
( ) O cultivo da cana-de-açúcar, em São Paulo e no Nordeste, utiliza técnicas
modernas de cultivo.
( ) A ocupação do Centro-Oeste deu-se através de explorações que 3. A urbanização brasileira diferencia-se, em vários aspectos, da urbanização dos
privilegiavam a grande propriedade. países Centrais. Analise as afirmativas abaixo colocando entre parênteses a letra
( ) A alta taxa de urbanização do Centro-Oeste é decorrente da forma de V, quando se tratar de afirmativa verdadeira, e a letra F quando se tratar de
ocupação do campo. afirmativa falsa. A seguir, assinale a alternativa que apresenta a sequência
( ) O Nordeste, com os seus perímetros irrigados, conseguiu romper com as correta.
estruturas arcaicas de produção.
( ) No Brasil o setor secundário ultrapassou rapidamente o setor terciário.
(A) V-V-V-F ( ) Nos países Centrais, o campo se transformou ao mesmo tempo em que a
(B) F-V-F-V cidade.
(C) V-F-V-F ( ) Nos países Centrais, as cidades foram espaços de lutas intensas de
(D) F-F-V-V movimentos sociais.
(E) F-V-V-F ( ) A modernização do Campo Brasileiro antecedeu à industrialização.

(A) F-V-F-V
(B) F-V-F-F
(C) V-F-F-F
(D) V-V-V-F
(E) F-F-V-V
CONHECIMENTOS
Visto:
GERAIS
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/QC/Odonto/Farm - 2013 PAG-2

6. O Geógrafo Azzis Nacib Ab’Saber foi responsável pela formulação da proposta


4. A dinâmica do planeta Terra caracteriza-se por uma complexa rede de processos dos Domínios Morfoclimáticos (figura). A proposta agrega diferentes fatores
dinâmicos, onde a energia solar constitui-se em um dos principais processos. responsáveis pela formação dos grandes conjuntos de paisagem.
Sobre esta dinâmica é correto afirmar que Analise as afirmativas abaixo colocando entre parênteses a letra V, quando se
tratar de afirmativa verdadeira, e a letra F quando se tratar de afirmativa falsa. A
(A) nas altas latitudes ocorre uma maior insolação que nas baixas latitudes, o seguir, assinale a alternativa que apresenta a sequência correta.
que é provocado graças ao ar convectivo.
(B) ecossistemas, como os manguezais, são ecossistemas de extrema
importância para a manutenção do equilíbrio térmico dos oceanos, pois
estão localizados nas faixas continentais.
(C) a existência do ozônio molecular é essencial para a absorção da radiação
eletromagnética do sol.
(D) o índice de reflexão dos raios solares dos diferentes corpos terrestres é
chamado de albedo e é maior nos desertos do que em uma floresta
latifoliada tropical.
(E) o sistema de circulação primária é provocado essencialmente pelo calor Fonte: SENE, 2ª ed, p. 480.
absorvido no topo da mesosfera. ( ) A área I corresponde à região de terras sub-úmidas onde os regimes fluviais
são essencialmente pluviais, bem como permite a formação de uma massa
5. A elaboração do relevo terrestre pelos fenômenos exógenos é bastante complexa de ar quente e seca graças à zona de convergência intertropical.
e pode possuir múltiplas associações entre processos físicos, químicos ou ( ) Os regimes temporários ou intermitentes dos rios são comuns na região IV,
biológicos. Com relação a esta afirmativa, assinale a alternativa correta. onde é comum a presença de inúmeras espécies xeromórficas. Além disso,
é possível perceber nestas paisagens, imensas zonas de aplainamento.
(A) O intemperismo constitui-se no principal processo de degradação das rochas ( ) A Araucária Angustifolia predomina no domínio VI e é a principal espécie
e a meteorização química é o principal processo de agregação química dos da floresta ombrófila densa, onde os rios são totalmente exorreicos e o
minerais da rocha. intenso escoamento superficial produz forte erosão.
(B) Os processos de intemperismo agem de modo a produzir materiais para que ( ) A área central da figura, correspondente ao domínio II, possui extensas
os agentes externos como o vento ou a chuva os transporte e criem novas formações tabulares elevadas e divide grandes bacias fluviais como a do
formas de modelado. São Francisco e do Araguaia. É ocupada hoje por extensas zonas de
(C) A ação dos agentes intempéricos em zonas frias é totalmente química, a produção de commodities primarias como a soja.
exemplo da crioclastia que age de forma a decompor as rochas ao infiltrar-se ( ) O regime nival sazonal é típico das bacias endorréicas que ocupam o
pelas diaclases ou falhas das mesmas. domínio III. Em função de sua posição atlântica, essa faixa de terras que se
(D) A meteorização física ocorre fortemente em ambientes úmidos e super- estende do nordeste ao sul do país é ocupada por grandes extensões de
úmidos, pois a água é responsável direta pelo transporte de grandes florestas ombrófilas.
quantidades de material.
(E) A erosão, o transporte e a sedimentação são processos essenciais a dinâmica (A) V-F-V-F-V
do planeta e a água é o único agente capaz de carrear grandes quantidades (B) F-F-F-V-V
de materiais como areias ou cascalhos. (C) F-V-F-F-F
(D) F-V-F-V-F
(E) V-F-V-V-F
CONHECIMENTOS
Visto:
GERAIS
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/QC/Odonto/Farm - 2013 PAG-3

7. É consequência do atual processo de globalização: HISTÓRIA DO BRASIL

(A) redução das distâncias entre países desenvolvidos e subdesenvolvidos. 9. A transferência da Corte portuguesa para o Brasil em 1808 teve efeitos imediatos
(B) grande aumento da competição entre os lugares. importantes no cenário do Império como um todo e no contexto particular da
(C) possibilidades irrestritas ao meio técnico-científico-informacional. colônia. Assinale a única opção que contém dois desses efeitos.
(D) homogeneização das regiões e dos lugares.
(E) enfraquecimento generalizado dos Estados Nacionais. (A) O fim do exclusivo comercial – A extinção do tráfico de escravos.
(B) A independência da colônia ante a metrópole – As atividades da imprensa
8. O fenômeno da erosão é complexo e preocupa muitos estudiosos no mundo periódica.
inteiro. Sua gravidade e extensão tem aumentado cada vez mais e tem levado a (C) A mudança da capital colonial para o Rio de Janeiro – A extinção da
perda de grandes áreas agricultáveis. Com base nisso, é correto afirmar que escravidão.
(D) A extinção do tráfico de escravos – A independência da colônia ante a
(A) nas áreas florestais a formação da camada de húmus impede a erosão metrópole.
mecânica dos solos, mas dificulta a infiltração da água, criando déficit (E) A abertura do comércio para navios de bandeira não-portuguesa – A
hídrico. circulação dos primeiros periódicos no território da América portuguesa.
(B) a desertificação pode ser definida como um fenômeno que provoca o
empobrecimento e perda dos solos e da biodiversidade e uma das áreas de
ocorrência no Brasil é a depressão semiárida do Nordeste. 10. O Estado português moderno estabeleceu o sistema de sesmarias na América a
(C) o significado ecológico do solo e sua importância para economia são muito partir do século XVI. Com base na bibliografia sobre o tema, analise as
respeitados no Brasil, pois através deles são produzidas milhares de afirmativas abaixo e marque a opção correta.
toneladas de grãos como a soja, que é uma das principais commodities
brasileiras. I. A instituição da sesmaria procurou atender àqueles que já tinham a posse da
(D) as práticas, como o plantio em curvas de nível e a rotação de culturas, são terra na colônia.
responsáveis pela concentração dos escoamentos superficiais; II. O Regimento dado pelo Rei D. João III ao primeiro governador geral
consequentemente ocorre aumento da remoção de partículas do solo. determinou que a concessão de sesmarias nas margens dos rios deveria ser
(E) nas áreas de florestas equatoriais a água, que se concentra nas folhas das feita apenas a pessoas que possuíssem recursos para construir engenhos.
copas das árvores, cai de forma abrupta, provocando erosão superficial III. A concessão de sesmaria não podia ser revogada, independente do
acelerada. aproveitamento das terras pelos sesmeiros.

(A) Somente I é verdadeira.


(B) Somente II é verdadeira.
(C) Somente III é verdadeira.
(D) Somente I e II são verdadeiras.
(E) Somente I e III são verdadeiras.
CONHECIMENTOS
Visto:
GERAIS
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/QC/Odonto/Farm - 2013 PAG-4

11. Analise as afirmativas abaixo e marque a resposta correta. 13. A passagem da monarquia à república envolveu a ação de classes, grupos
profissionais e corporações diversificadas que, após um largo período de
I. A Constituição brasileira de 1824, esquivando-se do federalismo, estabeleceu disputas, fizeram prevalecer a nova forma de governo no Brasil. Analisando o
o sistema monárquico unitário para o País. momento histórico em pauta, marque a única opção que contém somente atores
II. A Confederação do Equador, cujo centro de gravidade foi a Província de sociais ou agentes políticos que contribuíram para a proclamação da forma
Pernambuco em 1824, foi um movimento de reação ao processo de republicana de governo.
centralização comandado por D. Pedro I.
III. A Constituição de 1824, outorgada pelo Imperador, foi facilmente aceita pelas (A) Cafeicultores paulistas, abolicionistas em geral e núcleos positivistas.
regiões, pois eram frágeis as aspirações localistas naquele contexto político da (B) Exército, cafeicultores paulistas e produtores de cana da Bahia.
história brasileira. (C) Exército, núcleos positivistas e cafeicultores de São Paulo.
(D) Comando da Guarda Nacional, milícias e cafeicultores do Rio de Janeiro.
(A) Somente I é verdadeira. (E) Cafeicultores paulistas, cúpula da Marinha e núcleos positivistas do
(B) Somente II é verdadeira. Exército.
(C) Somente III é verdadeira.
(D) Somente I e II são verdadeiras.
(E) Somente II e III são verdadeiras.
14. O Regime Parlamentarista, que vigorou entre setembro de 1961 e janeiro de
1963, foi a solução encontrada pelos partidos conservadores (UDN e PSD) para
impedir que João Goulart assumisse com plenos poderes a Presidência da
12. Sobre o Movimento Republicano, analise as afirmativas e a seguir assinale a República. Sobre o parlamentarismo nesse período, assinale a resposta correta.
resposta correta.
(A) A Emenda Constitucional parlamentarista transferiu para a Câmara Federal
I. O Manifesto Republicano do Rio de Janeiro, escrito por Quintino Bocaiúva, foi o processo de eleição do Presidente da República.
aceito de imediato em quase todas as províncias, contribuindo para a (B) Ao Conselho de Ministros caberia a nomeação do Primeiro-Ministro.
consolidação do movimento nessas regiões. (C) Foi resguardado ao Presidente da República a prerrogativa de orientar a
II. O Manifesto Republicano de 1870 foi um documento socialmente conservador, política externa.
apesar de trazer em seu conteúdo propostas importantes quanto à organização (D) A eleição de Tancredo Neves para Primeiro-Ministro provocou uma grave
política do País em moldes federalistas. dissidência dentro do PSD, o que agravou ainda mais a crise política
III. O Manifesto Republicano ganhou notoriedade à medida que defendia daquele momento.
abertamente o fim da escravidão e as reivindicações militares. (E) Com a finalidade de manter vivo o ideário do nacionalismo
desenvolvimentista, o programa do Conselho de Ministros inaugurou um
(A) Somente I é verdadeira. duro combate à reforma cambial do governo anterior.
(B) Somente II é verdadeira.
(C) Somente III é verdadeira.
(D) Somente I e II são verdadeiras.
(E) Somente II e III são verdadeiras.
CONHECIMENTOS
Visto:
GERAIS
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/QC/Odonto/Farm - 2013 PAG-5

15. A Constituição de 1937 fundou uma fase política que ficou conhecida como
Estado Novo. Assinale a única opção que reúne duas características políticas do
período. LÍNGUA PORTUGUESA

(A) Só o parlamento poderia elaborar leis - Suspensão das liberdades civis.


(B) Dissolução dos órgãos parlamentares - Pleno funcionamento dos partidos
políticos.
(C) Executivo legislava por decretos leis - Fortalecimento da repressão política. 17. Assinale a sentença cujas palavras estão ortografadas corretamente.
(D) Interventores nomeados pelo Presidente para o governo dos Estados -
Interventores nomeavam os deputados estaduais. (A) A química nos permiti conhecer os elementos da natureza.
(E) Funcionamento do parlamento - Plena atividade e liberdade partidária. (B) É proibido fumar dentro de prédios públicos apartir de hoje.
(C) É preciso não desperdiçar água afim de conservar a natureza.
16. Sobre o trabalhismo brasileiro, analise as afirmativas abaixo e assinale a opção (D) A adivinhação é vista de forma pejorativa por radicais religiosos.
correta. (E) O discurso do deputado, ao lado do Congresso, foi convicente.

I. Foi uma política restrita ao Partido Trabalhista Brasileiro, que via na sua 18. Assinale a alternativa que completa adequadamente as lacunas abaixo.
prática a saída para a implementação de reformas sociais e econômicas.
II. O trabalhismo, apesar do seu aporte paternalista, correspondeu a um programa Elas _________ fizeram questão de levar as evidências, que encaminharam
de reformas sociais, nacionalistas e desenvolvimentistas. __________ às documentações, como provas as piores ___________, para a
III. Constituiu-se em uma doutrina cujas características podem ser sintetizadas em condenação.
um projeto de cidadania bastante específico, no qual se misturaram elementos
da social-democracia e do assistencialismo do governo. (A) mesmas – anexo – possível
(B) mesmo – anexas – possíveis
(A) Somente I é verdadeira. (C) mesmos – anexo – possíveis
(B) Somente II é verdadeira. (D) mesmas – anexas – possíveis
(C) Somente III é verdadeira. (E) mesma – anexa – possível
(D) Somente I e II são verdadeiras.
(E) Somente II e III são verdadeiras.
19. Assinale a afirmativa correta.

(A) Os substantivos concretos são aqueles que designam ações.


(B) Os substantivos vinho, bondade e beleza não são contáveis.
(C) Os substantivos Almeida, Souza e Oliveira são topônimos.
(D) Os substantivos abstratos podem ser próprios ou comuns.
(E) Os substantivos Judas e Mané só podem ser nomes próprios.
CONHECIMENTOS
Visto:
GERAIS
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/QC/Odonto/Farm - 2013 PAG-6

20. Analise as frases abaixo. 22. Assinale a afirmativa cuja sentença está de acordo com as exigências normativas.

I. Ontem eu caí da cama. (A) Não estou disposto à esquecer tudo por que passamos.
II. O juiz indeferiu o pedido de tutela. (B) Provas feitas à lápis não serão corrigidas.
III. Aderimos à mobilização geral. (C) Costumava entregar suas coisas à qualquer pessoa que encontrava.
IV. Vocês devem fazer todos os exercícios até amanhã. (D) Ele está condenado à viver relembrando aquilo que fez.
(E) Estamos dispostos a aderir à mobilização.
Podem ser passadas para a voz passiva:

(A) Somente I e II
(B) Somente II e III
(C) Somente I e III
(D) Somente II e IV
(E) Somente II, III e IV 23. Em que sentença ocorre uma metáfora?

(A) Na Antártida, não é preciso por a Brahma na geladeira.


(B) Vem pra Caixa Econômica Federal você também, vem.
21. Assinale a alternativa cuja sentença está de acordo com as regras da gramática (C) Papai, não se esqueça da minha Caloi neste Natal.
normativa. (D) O novo carro da Ferrari é um super foguete.
(E) Bill Gates vai comprar um Picasso para por na sala.
(A) A viagem a Guiana Francesa foi cansativa, mas instrutiva.
(B) Zé tentou resolver a situação, mas ficou à ver navios.
(C) Muitos ex-jogadores de futebol ficam à mingua na velhice.
(D) O encanador virá hoje a tarde para consertar as pias.
(E) O cabo não obedeceu a tenente e foi exemplarmente punido.
CONHECIMENTOS
Visto:
GERAIS
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/QC/Odonto/Farm - 2013 PAG-7

ATENÇÃO! 25. Choose the answer with the verbs that appropriately complete the text below.
O candidato deve responder, somente, os itens referentes ao idioma estrangeiro pelo
qual fez opção no seu requerimento de inscrição, devendo marcar suas respostas no Most bank employees these days have to wear a uniform. Women employees
cartão de respostas. ______wear a uniform top and matching skirt or trousers in the company colour,
and they ______.wear any jewellery. However, they ______ wear uniform shoes.
Unlike some other financial companies they don’t have a dress-down Friday, so
they ______.wear their own clothes at all.

(A) can – can – mustn’t – don’t have to


INGLÊS (B) must - can’t – don’t have to – mustn’t
(C) don’t have to – have to – can’t - must
(D) can – can’t – must – have to
(E) can’t – mustn’t – have to – must

24. Complete the passage below with the correct form of the verb in parentheses.
Then choose the correct alternative. 26. How did you like the story?

Ranulf Fiennes is Britain’s best known explorer, and, at 65, the perfect (A) It’s creepy.
example of the idea that people ___________ old like they used to. He (B) It’s interested.
___________ an explorer since the 1960s. He ___________ 40 years (C) It’s amazed.
___________ the world, from polar ice caps to deserts. He ___________ many (D) It’s watery.
records. In 1993, for example, he and a friend tried to cross Antarctica without (E) It’s heart-broken.
help. They pulled food supplies across the ice, ___________ 1,300 miles
before they had to call for help.
27. How many glasses of water do you drink a day?
(A) are growing – was – spent – explored – set - covering.
(B) aren’t growing – was - has spent – exploring – set - has covered. (A) Too little
(C) grow - has been - has spent – explored - has set - covering (B) Not much
(D) aren’t growing - has been - has spent – exploring - has set - covered (C) Not many
(E) grow – is – spent – exploring – set - covered. (D) A little
(E) Too much
CONHECIMENTOS
Visto:
GERAIS
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/QC/Odonto/Farm - 2013 PAG-8

28. Choose the alternative that correctly completes the dialogue below: ATENÇÃO!
O candidato deve responder somente os itens referentes ao idioma estrangeiro pelo
You don’t look very _______. Are you ill? qual fez opção no seu requerimento de inscrição, devendo marcar suas respostas no
No, just a bit tired. cartão de respostas.
Did you like the party last night?
Yes, it was quite ______ .
ESPANHOL
(A) good - well
(B) better - worse
(C) worse - well TEXTO I (Considere o texto I para a resolução dos itens 24 a 27)
(D) gooder - better
(E) well - good El tiempo libre y modo de vida…

1 Después de la segunda guerra mundial el confort transforma de manera


29. Choose the alternative that correctly completes the sentences below: determinante el modo de vida, las mejoras en el equipamiento, el contenido de la vida
familiar su organización y ritmo. La llegada de aparatos domésticos introduce el
What time _______________? principio de la economía del tiempo en las tareas comunes y corrientes, como la
Sorry. I don’t know ___________ preparación y cuidado de los alimentos asumidos en el cuadro familiar inician su
transferencia al sector de la economía comercial como los alimentos preparados y la
(A) do the bus leaves - when is it. ropa confeccionada industrialmente.
(B) does the bus leaves - when it is. 8 De esta manera es como el ama de casa, se libera de un tiempo que
(C) did the bus left - when it was. anteriormente estaba destinado al trabajo doméstico, y que al menos teóricamente
(D) did the bus leave - when did it. pasa a formar parte del tiempo desocupado, al que llamaremos ”libre”. Es un tiempo
(E) does the bus leave - when it is. sociocultural, un tiempo de prácticas sociales individuales y colectivas que resultan
de la interacción social. Los sociólogos que han participado en el estudio del concepto
de tiempo social distinguen dos aspectos principales. Es decir, existe en una cultura
30. Choose the alternative that correctly completes all examples below: propia, en una misma sociedad una pluralidad de tiempos sociales de donde se
desprenden básicamente dos categorías de tiempo de trabajo y el tiempo familiar.
___ a bus; ___ the first floor; ___ a ship. 16 El tiempo de trabajo incluye el trabajo efectivo, el de transporte ligado al
trabajo y el de espera o pausas de trabajo. El tiempo familiar radica en las tareas de la
(A) on casa, la atención a los hijos, entretenimientos familiares, las ocupaciones religiosas y
el descanso.
(B) in
20 El tempo libre a que el hombre tenga derecho no es solo cuestión cuantitativa
(C) at
o temporal, tiene más un sentido cualitativo puesto que en él se modifica nuestro estilo
(D) to
de vida y las estructuras sociales en las que nos insertamos, así como los valores y
(E) for principios a que incorporamos a nuestra existencia.
CONHECIMENTOS
Visto:
GERAIS
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/QC/Odonto/Farm - 2013 PAG-9

TEXTO II (Considere o texto II para a resolução dos itens 28 a 30)


24. El fin de la segunda guerra agudiza en la sociedad el sentimiento de
(A) miedo. El ocio no se jubila para personas mayores
(B) venganza.
(C) presunción.
(D) confort.
(E) ahorro.

25. La llegada de los aparatos domésticos permite a la gente post segunda guerra
mundial

(A) apropiarse de la vanidad como esencia primera.


(B) tornar la sociedad frívola y fútil.
(C) tornar las labores domésticas dispensables.
(D) recargar la economía doméstica con dispendio innecesario.
(E) tener un tiempo de prácticas sociales individuales y colectivas.

(Disponível em: http://www.vejezyvida.com/las-ventajas-de-la-jubilacion-el-ocio-no-se-jubila.


26. Respecto al uso de la lengua en el texto, es correcto decir: Acesso em 01de maio de 2012)

(A) en el (L. 2) es una contracción masculina. 1 Llegada la jubilación son muchas las personas que, ya sea por desmotivación
(B) como (L.4) es verbo regular de 2ª conjugación. o por desconocimiento de la oferta de ocio a su alcance, no saben cómo llenar el
(C) un (L. 8) equivale a numeral ordinal. tiempo libre que antes ocupaban con el trabajo. La práctica de alguna actividad de
(D) solo (L.20) es sustantivo común. 4 recreo en una etapa de la vida que puede durar diez, quince, treinta o cuarenta años
(E) más (L.21) es un adverbio de cantidad. es fundamental, no sólo para mantener entrenadas ciertas capacidades cognitivas o
físicas y minimizar el efecto de ciertos deterioros psico-físicos, sino también para
7 preservar la interacción con el entorno y encontrar significación a esta etapa de la
27. Hay correspondencia entre la expresión y su significado, en: vida.

(A) aparatos (L.3) - magnificencias. 28. ¿ Cuál será la mejor lectura para la imagen que ilustra el texto?
(B) tareas (L.4) - hendiduras.
(C) radica (L.17) - arraiga. (A) Adiós oficina de trabajo.
(D) entretenimientos (L.18) - aburrimientos. (B) Hidrogimnasia e hidropilates actividades físicas para mayores y jóvenes.
(E) insertamos (L.22) - sacamos. (C) Aventuras en el mar en verano.
(D) Hidrogimnasia: actividad para enfermos.
(E) Momentos de hidrogimnasia en la tercera edad.
CONHECIMENTOS
Visto:
GERAIS
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/QC/Odonto/Farm - 2013 PAG-10

29. ¿ A causa de qué los mayores reaccionan al que registra el texto?

“Llegada la jubilación son muchas las personas que, ya sea por desmotivación o
por desconocimiento de la oferta de ocio a su alcance, no saben cómo llenar el
tiempo libre que antes ocupaban con el trabajo.”

(A) El trabajo de tantos años les enfrió el placer del ocio.


(B) Desconocen los sitios donde hay prácticas de recreo.
(C) Generalmente los jubilados ya son mayores enfermos.
(D) La pensión que les cobra es suficiente para las medicinas.
(E) Porque son personas tristes y malhumoradas.

30. Hay una indicación correcta sobre la expresión:

(A) muchas ( L.1) – es adverbio de cantidad.


(B) alguna (L.3) - es adjetivo indefinido.
(C) jubilación (L.1) – es una palabra llana terminada en la n.
(D) ya sea (L.1) - es una conjunción copulativa.
(E) diez (L.4) - tienen como multiplicativos duodécimo.
ODONTOLOGIA-
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 11
BUCOMAXILOFACIAL

PROVA DE CONHECIMENTOS 33. Com relação à exodontia de dentes decíduos, assinale a alternativa correta.
ESPECÍFICOS
(A) Para a anestesia por bloqueio regional do nervo alveolar inferior em criança
BUCOMAXILOFACIAL temos que considerar que o ramo mandibular é menor nos sentidos vertical e
horizontal em relação ao adulto, e que o ângulo goníaco da criança é mais
31. Sobre odontossecção, analise as afirmativas abaixo, colocando entre parênteses a agudo.
letra V, quando se tratar de afirmativa verdadeira, e a letra F quando se tratar de (B) Está contra-indicado o reimplante de germes de dentes permanentes que
afirmativa falsa. A seguir, assinale a alternativa que apresenta a sequência sofreram avulsão durante a exodontia de um dente decíduo, pois se corre o
correta. risco de lesar os germes vizinhos, além do perigo de reimplantá-lo em
posição incorreta.
( ) A odontossecção de um molar inferior deve ser no sentido mésio-distal. (C) Quanto menor for a criança, a língula pode estar situada inferiormente ao
( ) A odontossecção de um pré-molar inferior é feita no sentido mésio-distal. plano oclusal da mandíbula e isso tem relação com a anestesia por bloqueio
( ) A odontossecção de um molar superior é feita no sentido mésio-distal e do nervo alveolar inferior caso seja necessária.
depois no sentido vestíbulo-lingual até o centro do dente. (D) Para evitar a avulsão do germe do dente permanente durante a exodontia de
( ) A odontossecção de um pré-molar superior é no sentido mésio-distal. dente decíduo cujas raízes o estejam envolvendo, devemos optar pelo uso do
( ) A odontossecção de molar inferior é feita no sentido vestíbulo-lingual. fórceps apenas com movimentos vestíbulos-linguais pouco expansivos.
(E) A anestesia local em crianças tem ação mais rápida devido à porosidade do
(A) F – F – V – V – V. osso, portanto a anestesia geral se torna uma contra-indicação absoluta já
(B) F – V – F – F – V. que a anestesia local é mais simples e fácil de fazer, além de ter o custo
(C) V – F – V – F – F. reduzido.
(D) V – V – V – V – F.
(E) F – V – F – V – F.
34. A raiz dentária mais susceptível a ser deslocada para o seio maxilar durante a
32. Um paciente portador da doença de Von Willebrandt que apresente, após uma exodontia é a
exodontia, um sangramento abundante, deverá ser tratado através de
(A) vestibular do primeiro pré-molar superior.
(A) sutura e reposição do fator IX. (B) vestibular do primeiro molar superior.
(B) sutura e reposição do fator XII. (C) palatina do primeiro molar superior.
(C) reposição dos fatores VIII e IX. (D) vestibular do segundo molar superior.
(D) reposição do fator VIII e plaquetas. (E) palatina do segundo molar superior.
(E) reposição do fator VII e plaquetas.
ODONTOLOGIA-
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 12
BUCOMAXILOFACIAL

35. Com relação às contraindicações para remoção de dentes inclusos, analise as 37. Paciente com infecção na região do dente 48, que se encontra com capuz
afirmativas abaixo, colocando entre parênteses a letra V, quando se tratar de mucoso, queixando-se de dor contínua e gosto desagradável, terá como provável
afirmativa verdadeira, e a letra F quando se tratar de afirmativa falsa. A seguir, diagnóstico e tratamento:
assinale a alternativa que apresenta a sequência correta.
(A) Pericoronarite; remoção cautelosa dos debris abaixo do capuz gengival e
( ) Os extremos de idade devem ser analisados já que existe o consenso de irrigação. Instrução de irrigação caseira e realização de cirurgia de cunha
que a remoção precoce de terceiros molares deve ser retardada até que um distal após regressão da lesão.
diagnóstico correto da impacção possa ser feito e, também, com o avançar (B) Pericoronarite; remoção cautelosa dos debris abaixo do capuz gengival e
da idade os pacientes respondem menos favoravelmente e com mais irrigação. Instrução de irrigação caseira e exodontia após regressão da lesão.
sequelas pós-operatórias. (C) Pericoronarite; remoção dos debris abaixo do capuz gengival e irrigação.
( ) Se a função cardiovascular ou respiratória do paciente ou suas defesas de Instrução de irrigação caseira.
combate à infecção estão comprometidas ou se o paciente apresentar (D) Pericoronarite; curetagem rigorosa para remoção dos debris abaixo do capuz
alguma coagulopatia adquirida ou congênita, o cirurgião deve considerar gengival e irrigação. Realização de cirurgia de cunha distal na mesma
deixar o dente incluso, mesmo que este apresente alguma sintomatologia. sessão.
( ) Dentes inclusos ou impactados em áreas em que a remoção ponha em (E) Pericoronarite; curetagem rigorosa para remoção dos debris abaixo do capuz
risco estruturas nobres como nervos e vasos adjacentes, dentes ou gengival e irrigação. Realização de exodontia na mesma sessão.
trabalhos protéticos devem ser devem ser conduzidos de forma a avaliar a
possibilidade de deixá-los no alvéolo.
38. Dentre as complicações da anestesia local, existem alguns fatores que levam a
(A) V – V – F. superdosagem principalmente em crianças. Podemos afirmar que
(B) F – V – V.
(C) V – V – V. (A) os anestésicos locais são mais tóxico em crianças que em adultos.
(D) V – F – V. (B) as dosagens máximas recomendas devem ser calculadas de acordo com o
(E) F – F – V. peso corporal e não deve ser ultrapassadas, exceto se for absolutamente
necessária.
36. De acordo com a classificação de Pell e Gregory, a posição de um terceiro molar (C) quanto menor o peso da criança, menor é a probabilidade de administrar a
inferior em que o dente se encontra abaixo da linha cervical do segundo molar e dose maior de anestésico.
completamente imerso no osso do ramo mandibular é a (D) a utilização do vasoconstritor é considerada necessária em odontopediatria,
já que os procedimentos não ultrapassam 30 minutos.
(A) 1A. (E) deve-se utilizar anestésico sem vasoconstritores quando no plano de
(B) 3C. tratamento exista a necessidade de anestesiar múltiplos quadrantes.
(C) 2B.
(D) 3B.
(E) 2C.
ODONTOLOGIA-
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 13
BUCOMAXILOFACIAL

39. Sabendo que complicações nas cirurgias de remoção de dentes inclusos podem (A) V – F – F.
ocorrer, assinale a alternativa correta sobre este assunto. (B) V – V – V.
(C) F – V – F.
(A) Lesões de tecidos moles estão relacionadas com retalhos amplos que podem (D) V – V – F.
lacerar por excesso de tracionamento para obter uma visualização adequada. (E) F – V – V.
(B) As sequelas relacionadas às comunicações bucossinusais durante uma
extração de um molar superior incluso são o desenvolvimento de sinusite
maxilar e formação de cistos no seio maxilar. 41. O músculo penetrado pela agulha quando da realização da anestesia para
(C) Caso um dente adjacente ao local da cirurgia seja luxado ou parcialmente bloqueio do nervo alveolar inferior é o
avulsionado, o objetivo do tratamento é a reposição do dente no local
apropriado até que ocorra a cicatrização. (A) Músculo Masseter.
(D) Fraturas de mandíbula é resultado de aplicação de força excessiva à (B) Músculo Temporal.
alavanca durante uma extração de molar inferior. Entretanto, quando o (C) Músculo Pterigoideo Lateral.
terceiro molar está profundamente impactado, mesmo uma pequena força (D) Músculo Bucinador.
pode causar a fratura. (E) Músculo Pterigoideo Medial.
(E) As lesões das estruturas ósseas ocorrem mesmo que o cirurgião aplique
força moderada ao fórceps ou alavanca na remoção de um dente.
42. A ressecção cirúrgica dos tumores e radioterapia são os tratamentos mais
utilizados nos tumores da cavidade bucal. Os efeitos colaterais da radioterapia no
40. Analise as afirmativas sobre biotransformação dos anestésicos locais, colocando complexo maxilo-mandibular são:
entre parênteses a letra V, quando se tratar de afirmativa verdadeira, e a letra F
quando se tratar de afirmativa falsa. A seguir, assinale a alternativa que apresenta (A) oteoradionecrose, cárie induzida por radiação e mieolossupressão.
a sequência correta. (B) cárie induzida por radiação, mucosite e mielossupressão.
(C) mucosite, mielossupressão e digeusia.
( ) O local primário da biotransformação das drogas do tipo amida é o fígado, (D) osteorradionecrose, cárie por radiação e digeusia.
que é onde ocorre, praticamente, todo o processo metabólico para a (E) digeusia, mucosite e mielossupressão.
lidocaína, mepivacaína, articaína e bupivacaína.
( ) A incapacidade de biotransformação dos anestésicos locais do tipo amida
em velocidade normal está presente em pacientes com fluxo sanguíneo
hepático menor que o habitual ou com função hepática deficiente.
( ) Os produtos da biotransformação de alguns anestésicos locais podem
apresentar atividade clínica significativa se for permitido seu acúmulo no
sangue. Como exemplo, podemos citar a metemoglobinemia em pacientes
que recebem grandes doses de mepivacaína.
ODONTOLOGIA-
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 14
BUCOMAXILOFACIAL

43. Sobre superdosagem dos anestésicos locais, assinale a alternativa verdadeira: 45. A anestesia por bloqueio do nervo alveolar inferior é uma das técnicas mais
importantes e usadas em odontologia e, comumente, também se consegue o
(A) Fatores como plano de tratamento extenso que requer maior quantidade de bloqueio do nervo lingual no mesmo ato. Sobre esta técnica, analise as
anestésico, ultrapassagem da dose máxima baseada no peso corporal do afirmativas abaixo, colocando entre parênteses a letra V, quando se tratar de
paciente e o uso de anestésicos com vasoconstrictor aumentam o risco de afirmativa verdadeira, e a letra F quando se tratar de afirmativa falsa. A seguir,
superdosagem por anestésicos locais em pacientes jovens. assinale a alternativa que apresenta a sequência correta.
(B) Os anestésicos locais atravessam a barreira hematoencefálica, produzindo
depressão do sistema nervoso central (SNC). Sinais de intoxicação do SNC
surgem em um nível sanguíneo cerebral maior que 7,5 μg/ml, provocando ( ) Os nervos anestesiados por esta técnica são o alveolar inferior, o incisivo,
agitação, loquacidade e irritabilidade. o mentoniano e o lingual (muito comum).
(C) O sistema cardiovascular (SCV) é muito menos sensível às ações dos ( ) As áreas anestesiadas são: dentes inferiores até a linha média; corpo da
anestésicos locais. Geralmente, as reações adversas no SCV só se mandíbula; mucoperiósteo vestibular do terceiro molar aos incisivos; dois
desenvolvem muito tempo após a ocorrência de ações adversas do SNC. terços anteriores da língua e assoalho da cavidade bucal; tecidos moles e
(D) Níveis elevados de lidocaína (1 a 3 μg/ml) levam a pequenas alterações no periósteo lingual.
eletrocardiograma, depressão miocárdica, diminuição do débito cardíaco e ( ) A técnica está indicada para procedimentos em múltiplos dentes inferiores
vasodilatação periférica. em um quadrante, e quando for necessária anestesia dos tecidos moles
(E) Na prática clínica de anestesia, um anestésico local aplicado produz seus vestibulares anteriores ao primeiro molar e dos tecidos linguais.
efeitos primários relacionados com a absorção para a circulação e suas ações ( ) A contra-indicação para esta técnica é quando se tem infecção ou
subsequentes sobre membranas excitáveis, incluindo o músculo liso, o inflamação aguda na área de injeção e quando for aplicada em pacientes
miocárdio e o SNC. que poderiam morder o lábio ou a língua, como criança muito pequena ou
adulto ou criança com incapacidade física ou mental.
( ) Como algumas desvantagens da técnica podemos citar: grande área
anestesiada que pode ser desnecessária em procedimentos localizados; os
pontos de referência intraorais não são confiáveis; alta taxa de aspiração
positiva (10% a 15%) que é maior que todas as técnicas de injeção
44. A margem de segurança para ressecção segura do mixoma odontogênico é de intraoral

(A) 1cm. (A) F – V – F – F – V.


(B) 2cm. (B) V – F – V – V– V.
(C) 3cm. (C) V – F – V – V – F.
(D) 4cm. (D) F – V – F – V – F.
(E) 5cm. (E) V – F – V – F – F.
ODONTOLOGIA-
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 15
BUCOMAXILOFACIAL

46. Segundo a classificação dos tumores odontogênicos, o ameloblastoma é 49. Sobre cistos dos maxilares, assinale a alternativa correta.
classificado como um tumor benigno de seguinte derivação:
(A) Os cistos dos maxilares podem ser divididos em dois grupos: aqueles
(A) Tumor do epitélio odontogênico sem ectomesênquima. originados do epitélio odontogênico e aqueles originados do epitélio oral
(B) Tumor do epitélio e ectomesênquima. que são aprisionados durante a embriogênese, nos quais, o processo
(C) Tumor do mesênquima e/ou ectomesênquima. inflamatório parede desempenhar um papel importante no estímulo ao
(D) Tumor do epitélio e ectomesênquima, com ou sem formação de tecido desenvolvimento.
dentário mineralizado. (B) O crescimento dos cistos é causado pela expansão rápida e a maioria é
(E) Tumor do mesênquima e/ou ectomesênquima odontogênico, incluindo ou descoberta pelo exame radiográfico de rotina.
não epitélio odontogênico. (C) O aspecto radiográfico dos cistos é característico e exibe um osso periférico
reativo mais denso (osteíte condensante) com um centro radiolúcido. A
maioria apresenta imagem unilocular, mas pode apresentar imagem
47. Assinale a alternativa correta sobre os princípios do tratamento cirúrgico dos multilocular.
tumores dos maxilares. (D) A possibilidade de a membrana epitelial dos cistos sofrer alterações e
evoluir para ameloblastomas ou em lesões malignas é inconsistente,
(A) A escolha do tipo de tratamento tem relação com a agressividade da lesão, portanto, o exame histopatológico é dispensável.
por isso, o histopatológico identifica o tumor e direciona o tratamento, mas (E) O tratamento cirúrgico dos cistos é discutido sem levar em consideração se
não indica o comportamento biológico da lesão. ele é odontogênico ou fissural, exceto em alguns casos
(B) O tratamento visa erradicar a lesão patológica e facilitar o bem-estar
funcional do paciente. Os objetivos da reconstrução ajudam a selecionam se 50. Os espaços faciais são áreas que são revestidas pelas fáscias dos músculos
uma técnica cirúrgica será mais efetiva do que outra na remoção da doença e envolvidos que podem ser perfuradas ou distendidas pelo exsudato purulento.
na otimização da futura reconstrução Classifica-se como espaço fascial secundário o
(C) Os tumores mais agressivos devem ser tratados por técnicas mais agressivas,
exceto os de pequeno tamanho que não exigem margem de segurança. (A) bucal.
(D) O tempo de evolução do tumor influencia pouco na escolha da técnica (B) infra-temporal.
cirúrgica, pois a característica de benignidade não está associada a este (C) massetérico.
fator. (D) submandibular.
(E) A ressecção composta é aplicada para tratamento de tumores benignos e (E) canino.
malignos, dependendo da agressividade da lesão.

51. Dentre as diferenças entre celulite e abscesso podemos afirmar que


48. As osteomielites da mandíbula diferem substancialmente das osteomielites de
outros osso relacionadas a microbiologia. Quais bactérias estão predominantes: (A) a celulite apresenta bordas bem-circunscritas.
(B) o abscesso apresenta um grau de severidade menor que a celulite.
(A) Estreptococos. (C) não ha diferença na consistência entre os dois processos infecciosos.
(B) Estafilococos. (D) os abscessos apresentam bactérias aeróbicas enquanto as celulites
(C) Enterococos. anaeróbicas.
(D) Bastonetes. (E) na celulite não há presença de pus.
(E) Espiroquetas.
ODONTOLOGIA-
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 16
BUCOMAXILOFACIAL

52. Sobre infecções odontogênicas e suas complicações tardias com disseminação 53. Sobre os espaços fasciais mandibulares que podem ser envolvidos nas infecções
local e regional, analise as afirmativas abaixo, colocando entre parênteses a letra odontogênicas, assinale a alternativa correta.
V, quando se tratar de afirmativa verdadeira, e a letra F quando se tratar de
afirmativa falsa. A seguir, assinale a alternativa que apresenta a sequência (A) O espaço submentoniano situa-se entre os ventres anteriores do músculo
correta. digástrico e entre o músculo milohióide e a mucosa suprajacente.
(B) O espaço sublingual localiza-se entre a mucosa oral do assoalho bucal e o
músculo digástrico, tendo o limite posterior aberto.
( ) A fascite necrosante cervicofacial é uma infecção severa dos tecidos moles (C) O espaço submandibular situa-se entre o músculo milohióide e a pele
causada por bactérias anaeróbias, que se caracteriza por uma rápida suprajacente e a fáscia superficial.
disseminação pelos planos fasciais e por necrose dos tecidos moles. (D) O espaço pterigomandibular situa-se na porção medial da mandíbula e
( ) A maioria das infecções orbitárias é resultante da disseminação de lateralmente ao músculo pterigoide lateral.
infecções dos seios paranasais. A formação de abscesso é (E) O espaço massetérico situa-se entre o aspecto lateral da mandíbula e o limite
predominantemente encontrada em crianças menores de 16 anos de idade, medial do músculo masséter.
e o alto índice de ocorrência de infecções orbitárias em crianças está mais
provavelmente relacionado com o desenvolvimento dos seios paranasais. 54. No tratamento inicial ao paciente politraumatizado, devemos estabelecer
( ) As infecções orbitárias podem resultar em perda da acuidade visual, condutas básicas para a manutenção da vida do paciente. Analise as afirmativas
neurite ótica, trombose de seios cavernosos, infecção epidural e subdural, abaixo, colocando entre parênteses a letra V, quando se tratar de afirmativa
meningite e abscesso cerebral. verdadeira, e a letra F quando se tratar de afirmativa falsa. A seguir, assinale a
( ) A evolução das infecções dos espaços sublingual e submandibular – em alternativa que apresenta a sequência correta.
especial na Angina de Ludwig – e dos espaços faríngeos laterais para os
espaços retrofaringeo, de risco e pré-vertebral e, então, inferiormente para ( ) Durante a primeira investigação do paciente, condições ameaçadoras à
as estruturas mais profundas do pescoço podem resultar em mediastinite, vida são identificadas e revertidas rapidamente.
mas a sepse fulminante e óbito não ocorrem. ( ) A manutenção das vias aéreas e controle da coluna cervical é
( ) As infecções do mediastino são geralmente mistas, com isolamento tanto imprescindível, observando a respiração e proporcionando ventilação.
de bactérias aeróbias quanto anaeróbias. ( ) A observação do volume de fluidos corporais e controle de hemorragias
podem ser feitas em segundo tempo, já que a manutenção da via aérea é
mais importante.
(A) F – V – V – F – V. ( ) Após as condutas iniciais, a avaliação neurológica e exposição do paciente
(B) V – V – F – F – V. devem ser realizadas.
(C) V – F – V – V – F.
(D) F – F – V – V – F.
(E) V – V – V – F – F. (A) V – V – V – F.
(B) F – F – V – V.
(C) V – V – F – F.
(D) F – V – F – V.
(E) V – V – F – V.
ODONTOLOGIA-
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 17
BUCOMAXILOFACIAL

55. A anosmia consequente a fraturas faciais ocorre a partir de comprometimento 58. Numa fratura de órbita poderá haver lesão do quarto par craniano que leva
comprometimento do movimento ocular de
(A) vascular.
(B) neurológico. (A) rotação em adução.
(C) do nervo ósmico. (B) elevação em adução.
(D) de crepitação óssea. (C) elevação em rotação.
(E) do tipo de deslocamento ósseo. (D) abaixamento em adução.
(E) abaixamento em rotação.

56. A osteomielite dos maxilares é uma infecção do osso. Sobre este assunto,
assinale a alternativa correta. 59. Sobre trauma de face por arma de fogo, assinale a alternativa correta.

(A) A osteomielite supurativa aguda apresenta quadro clínico de dor leve a (A) Os orifícios de entrada e saída devem ser avaliados, sendo o orifício de
moderada, sensibilidade e, eventualmente, febre. Está relacionada com entrada aquele que produz grande destruição tecidual e requer
infecção não odontogênica prévia ou fratura dos maxilares. desbridamento agudo.
(B) A osteomielite supurativa aguda imagem radiográfica de destruição óssea na (B) A rotação de retalhos não deve ser realizada para fechamento de defeitos
área da infecção com aspecto de radiotransparência aumentada que pode causados por arma de fogo devido ao risco de infecção.
exibir padrão uniforme ou difuso, do tipo “roído de traça”. (C) As incisões convencionais usadas para tratamento das fraturas faciais não
(C) A osteomielite crônica mostra pouca ou nenhuma alteração radiográfica, precisam ser modificadas em função dos ferimentos dos tecidos moles.
porque são necessários 10 a 12 dias para a perda óssea ser detectada (D) A reconstrução definitiva imediata com fixação rígida das fraturas faciais
radiograficamente. provocadas pela projétil de arma de fogo é recomendada.
(D) No tratamento cirúrgico da osteomielite crônica devem ser removidos os (E) Nesses casos, o fechamento das lacerações deve ser deixado para segundo
tecidos com vascularização comprometida e os tecidos com suprimento tempo.
sanguíneo adequado devem ser preservados para possibilitar a chegada de
antibióticos e das defesas do hospedeiro ao local.
(E) No tratamento cirúrgico da osteomielite crônica deve-se deixar que o 60. Numa fratura parasinfisária bilateral, com traço de fratura desfavorável, o
fechamento da ferida se dê por segunda intenção e deve-se manter fragmento mediano desloca-se para
antibioticoterapia por tempo prolongado.
(A) esquerda e para baixo.
57. Na fratura do côndilo mandibular a posição que mais frequentemente este assume (B) trás.
éa (C) direita e para baixo.
(D) frente e para cima.
(A) medial. (E) baixo e para trás.
(B) anterior.
(C) inferior.
(D) proximal.
(E) lateral-posterior.
ODONTOLOGIA-
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 18
BUCOMAXILOFACIAL

61. Com relação às alterações nos tecidos moles de adultos jovens é sabido que, com 64. O número de ossos envolvidos na fratura de Guérin são
o avanço da idade, ocorre uma sequência de alterações que afetam o nariz, os
lábios, o queixo e outras estruturas faciais. Assinale a alternativa correta (A) 3(três).
relacionada a estas alterações. (B) 4(quatro).
(C) 5(cinco).
(A) Redução do número das fibras musculares verticais no lábio superior e as (D) 6(seis).
colunas do filtro nasolabial se tornam menos proeminentes. (E) 7(sete).
(B) Aumento do volume dos lábios, deixando com aparência mais carnuda e
menos alongada à medida que diminui a altura do vermelhão do lábio.
(C) Encurtamento aparente da parte inferior da face. 65. Em relação à osteotomia sagital bilateral da mandíbula, assinale a alternativa
(D) Convexidade aparente do lábio superior, quando visto de perfil. correta sobre as vantagens da estabilização e fixação interna rígida.
(E) Desenvolvimento da papada à medida que o sulco nasolabial se torna menos
proeminente. (A) A reparação óssea é mais rápida, pois é resultado de um processo secundário
cujo primeiro estágio é a formação do calo ósseo.
62. A diplopia monocular, devida a um traumatismo facial direto, pode ser causada (B) Favorece o controle dos segmentos ósseos, sendo útil nos casos de
por complicações oriundas de fraturas inesperadas durante a osteotomia e na
prevenção da rotação anti-horária, além de eliminar a recidiva de alguns
(A) fratura em blow out. movimentos.
(B) fratura blow in. (C) O fato de poder eliminar o bloqueio maxilo-mandibular e o paciente ter os
(C) distopia dos globos oculares com enoftalmia. movimentos mandibulares logo após a cirurgia não altera a reabilitação da
(D) fraturas do assoalho de orbita ou parede lateral. função mastigatória e da articulação temporomandibular em relação aos que
(E) subluxação do cristalino ou deslocamento de retina. permaneceram em bloqueio maxilo-mandibular.
(D) Com a estabilização e fixação adequadas, é possível operar primeiramente a
63. Com relação às complicações da osteotomia maxilar Le Fort I, assinale a mandíbula em casos de cirurgias simultâneas na maxila e mandíbula.
alternativa correta. (E) O fato de eliminar ou reduzir tempo de bloqueio maxilo-mandibular é
indiferente em relação aos casos que necessitam de bloqueio maxilo-
(A) Nos casos de reposição superior da maxila não ocorre deslocamento ou mandibular por 4 a 6 semanas quando se avalia a melhoria no controle da
curvatura do septo nasal, por isso, não se faz necessário ajustes no próprio via respiratória, da nutrição, fala e higiene bucal.
septo ou no assoalho da fossa nasal.
(B) Nos casos de segmentação maxilar em que ocorrem defeitos periodontais
ósseos significativos, o tratamento leva à perda dos dentes envolvidos. 66. No pós-cirúrgico da técnica preconizada por Caldwell e Letterman, a porção
(C) As fraturas da lâmina pterigoide podem traumatizar a base do crânio óssea que temporariamente mais sofre redução do suprimento sanguíneo é a(o)
causando eventuais complicações oftalmológicas e vasculares.
(D) Haverá comprometimento do suprimento vascular da polpa dos dentes (A) côndilo mandibular.
adjacentes aos locais da osteotomia vertical. (B) processo coronóide.
(E) A falta de suprimento sanguíneo para os dentes e osso alveolar nos (C) porção posterior do grande fragmento.
segmentos mobilizados não ocorre nas osteotomias maxilares, o que poderia (D) porção lateral do corpo mandibular.
ocasionar perda dos dentes e do segmento ósseo gerando um defeito. (E) porção inferior do fragmento posterior.
ODONTOLOGIA-
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 19
BUCOMAXILOFACIAL

67. Sobre os critérios de avaliação de sucesso dos implantes dentários, assinale a 69. Com relação a reconstrução de rebordo alveolar residual, analise as afirmativas
alternativa correta. abaixo, colocando entre parênteses a letra V, quando se tratar de afirmativa
verdadeira, e a letra F quando se tratar de afirmativa falsa. A seguir, assinale a
(A) O primeiro critério de avaliação do implante é a ausência de dor quando se alternativa que apresenta a sequência correta.
faz os testes de percussão vertical e horizontal.
(B) A imobilidade do implante é uma meta desejada, mas não indica ausência de ( ) Osteocondução caracteriza crescimento ósseo por aposição sobreo osso
mobilidade clínica quando o implante é submetido a forças verticais e existente.Este processo, obrigatoriamente ocorre na presença de osso ou
horizontais de 1 a 500 g. células mesenquimais diferenciadas.
(C) O estresse excessivo na crista óssea próxima da interface osso/implante não ( ) Um material osteoindutor é capaz de induzir a transformação de células
provoca perda óssea inicial nessa região nos primeiros anos. indiferenciadas em osteoblastos e condroclastos, em área onde este
(D) A presença de exsudato ao redor do implante indica periimplantite, mas a comportamento não é esperado.
perda óssea estará ausente. ( ) Na osteogênese, um material é capaz de formar osso, mesmo na ausência
(E) Interpretação radiográfica é a maneira mais difícil de se avaliar o sucesso de de células mesenquimais indiferenciadas no local. Osso autógeno e um
um implante, mas, frequentemente, é usada como indicador de problemas exemplo de material osteogênico disponível.
clínicos. Nas radiografias podemos avaliar a perda óssea nas cristas mesial e
distal, e, também, nas faces vestibular e lingual do implante (A) F – F – V.
(B) V – F – V.
(C) V – V – F.
68. Sobre as considerações biológicas dos enxertos ósseos, assinale a alternativa (D) F – V – F.
correta. (E) V – V – V.

(A) A incorporação de enxertos ósseos é um processo cicatricial simples. O 70. Em relação ao guia cirúrgico podemos afirmar que
sucesso do procedimento de enxertia depende de muitos fatores.
(B) A ausência de deslocamento entre a interface enxerto-leito é um importante (A) a confecção do guia cirúrgico é fundamental para a definição do plano e
fator no sucesso do procedimento. Um possível deslocamento pode afetar a arquitetura gengival.
revascularização, mas sem comprometer a união do enxerto ao osso (B) a confecção do guia cirúrgico facilita a colocação tridimensional correta
receptor. durante a cirurgia.
(C) Ao término da primeira semana é possível observar a formação de um (C) o polimento do guia cirúrgico não interfere no desempenho de suas funções.
tecido de granulação a partir da organização do coagulo, que promove a (D) a checagem do guia antes da sessão cirúrgica não e necessária.
união enxerto com o osso receptor. (E) o guia cirúrgico deve ser realizado em material biocompatível.
(D) A revascularização de enxertos esponjosos ocorre de maneira mais lenta em
função dos espaços medulares abertos no osso esponjoso, permitindo, assim,
a invasão de vasos no leito receptor do osso enxertado.
(E) O enxerto ósseo de origem endocondral apresenta experiências
experimentais que mostram menor reabsorção. FINAL DA PROVA
ODONTOLOGIA
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 11
DENTÍSTICA

33. Avalie as afirmativas abaixo.


PROVA DE CONHECIMENTOS
ESPECÍFICOS I. A capacidade-tampão da saliva, com seu pH em torno de 6,5-7,4, é um fator
de proteção contra a cárie dentária.
II. A hiperfunção da glândula salivar está associada a um aumento da
DENTÍSTICA experiência de cárie.
III. O flúor isoladamente não impede a doença cárie, embora seja extremamente
eficiente em reduzir sua progressão.
31. Levando em consideração as sentenças abaixo, marque a alternativa correta. IV. A concentração do flúor para bochecho caseiro deve ser de 2,00% de NaF.
V. O mecanismo de ação do flúor na prevenção de cárie tem mais eficiência se
I. A presença de um biofilme microbiano é fator essencial para o for utilizado em baixa frequência, mas em alta concentração, evitando níveis
desenvolvimento de lesões cariosas. constantes na cavidade bucal, prevenindo assim a fluorose.
II. As alterações de pH na interface entre a superfície dentária e os depósitos
microbianos, não influenciam na formação de uma lesão cariosa. Delas estão corretas:
III. A cárie é uma doença infecciosa fortemente influenciada pelos carboidratos
da dieta e pela ação dos componentes salivares. (A) somente I e V
(B) somente I e III
(A) Apenas a alternativa I está correta. (C) somente II e III
(B) Apenas a alternativa III está correta. (D) somente III e IV
(C) As alternativas I e III estão corretas. (E) somente II e V
(D) As alternativas II e III estão corretas.
(E) As alternativas I e II estão corretas.
34. Avalie as alternativas abaixo, e coloque a letra V quando se tratar de alternativa
verdadeira e a letra F quando se tratar de alternativa falsa. A seguir, assinale a
32. Dentre os exames complementares, a radiografia interproximal tem um valor alternativa que representa a sequência correta.
incontestável para detectar e avaliar a profundidade da lesão cariosa. Entretanto,
sua validade é baixa no diagnóstico de qual tipo de lesão? ( ) A cárie dentária é uma doença aguda e, portanto, de progressão muito
rápida, na maioria dos indivíduos.
(A) Cárie proximal envolvendo dentina. ( ) Se uma lesão de cárie não está ativa, nenhum tipo de tratamento é necessário
(B) Cárie oculta. para prevenir sua progressão
(C) Cárie oclusal envolvendo dentina. ( ) Se não houver acúmulo de bactérias orais sobre a superfície do dente
(D) Cárie incipiente. formando o biofilme (placa dental) não haverá o desenvolvimento da
(E) Cárie secundária. destruição cariosa

(A) F - V - V.
(B) V - V - V.
(C) F - F - V.
(D) V - F - V.
(E) F - F - F.
ODONTOLOGIA
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 12
DENTÍSTICA

35. No preparo cavitário mesio-ocluso-distal (MOD) da unidade 36 para restauração 38. Com relação ao conceito das cavidades dentárias preparadas que requerem a
em amálgama, podemos afirmar que mesma técnica de instrumentação e restauração, conceitue-as associando a
primeira com a segunda coluna.
(A) as paredes de fundo são as paredes pulpar e gengival.
(B) o ângulo gengivolingual é um ângulo diedro do segundo grupo. 1. Classe I ( ) Cavidades preparadas nas faces proximais dos
(C) o ângulo cavossuperficial é formado pela junção da parede axial com a 2. Classe II molares e pré-molares.
pulpar. 3. Classe III ( ) Cavidades preparadas nas faces proximais dos
(D) esta cavidade é classificada como composta. 4. Classe IV incisivos e caninos, com remoção e restauração do
(E) o ângulo axiopulpar é um ângulo diedro do terceiro grupo. 5. Classe V ângulo incisal.
6. Classe VI ( ) Cavidades preparadas na face oclusal dos molares
36. Durante a confecção de um preparo cavitário para restauração de amálgama em um 7. Classe VII e pré-molares, 2/3 oclusais da face vestibular dos
dente posterior, molares e na face lingual dos incisivos superiores.
( ) Cavidades preparadas nas faces proximais dos
(A) as paredes vestibular e lingual da caixa proximal devem ser divergentes para incisivos e caninos, sem remoção do ângulo
a oclusal. incisal.
(B) quando a abertura vestibulolingual for maior que a profundidade, não há ( ) Cavidades preparadas no terço gengival, não de
necessidade de confecção de retenção adicional. cicatrículas, das faces vestibular e lingual de todos
(C) o arredondamento do ângulo axiopulpar é uma forma de resistência utilizada os dentes.
para evitar a fratura da restauração.
(D) as paredes circundantes devem ser paralelas entre si ou ligeiramente Marque a sequência correta.
divergentes para a oclusal.
(E) o ângulo cavossuperficial deve ser nítido e com bisel. (A) 2–4–1–3–5
(B) 6–2–1–3–5
(C) 4 – 2 – 1 – 5 –3
37. Constituem-se vantagens do isolamento absoluto do campo operatório: (D) 4–2–7–3–5
(E) 6–2–7–3–5
(A) exposição dos tecidos moles para promover o acesso à área a ser tratada
(B) menor visibilidade do campo operatório
(C) condições adequadas para inserção e condensação dos materiais 39. Sobre o isolamento do campo operatório, podemos afirmar que
restauradores
(D) proteção do profissional quanto à deglutição de materiais restauradores ou (A) os grampos especiais W8A, 26 e 212, podem ser utilizados para promover
outros elementos estranhos afastamento gengival de dentes anteriores.
(E) é de simples técnica e não possui impedimentos à sua utilização (B) os grampos 205 a 209 são indicados para pré-molares.
(C) o grampo sem asas número 26 deve ser indicado para molares com pouca
retenção, principalmente os inferiores.
(D) quando realizado, o isolamento relativo deve estar associado ao uso de
drogas sialopressoras.
(E) o isolamento absoluto não apresenta qualquer contraindicação de uso.
ODONTOLOGIA
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 13
DENTÍSTICA

40. Complete as lacunas abaixo e assinale a alternativa que dá sentido correto ao 43. De acordo com as sentenças abaixo, marque a alternativa correta.
parágrafo.
I. O condicionamento ácido do esmalte aumenta a sua energia livre de
Nas cavidades tipo ___________ pode-se aplicar o princípio geral por ele superfície.
enunciado: “Quando a ______________ de uma cavidade for igual ou II. O mecanismo de adesão no esmalte ocorre através da formação da camada
_____________ que sua largura _______________, por si só ela será retentiva”. híbrida.
Contudo, se a abertura ___________________ for maior que a profundidade, III. O condicionamento ácido do esmalte resulta em padrões morfológicos
deverão ser providenciadas retenções mecânicas adicionais determinadas em distintos, sendo que no tipo1, a periferia dos prismas é dissolvida e os
dentina, na base das cúspides ou preparar as paredes vestibular e lingual núcleos mantidos intactos.
convergentes para oclusal tornando esta cavidade auto-retentiva.
(A) Apenas a alternativa I está correta.
(A) Black – profundidade – maior – vestibulolingual – vestibulolingual (B) Apenas a alternativa III está correta.
(B) Kenedy – profundidade – menor – oclusogengival – mésiodistal (C) As alternativas I e II estão corretas.
(C) Black – largura – maior – oclusogengival – vestibulolingual (D) As alternativas I e III estão corretas.
(D) Kenedy – largura mésiodistal – maior – vestibulolingual – mésiodistal (E) As alternativas II e III estão corretas.
(E) Black – profundidade – menor – vestibulolingual – vestibulolingual

44. Na técnica de isolamento absoluto da cavidade oral, os grampos são utilizados


41. Constitui forma de retenção mecânica adicional aos preparos dentários: para estabilizar a borracha junto aos dentes e são apresentados em uma grande
variedade no mercado. Os grampos mais comumente utilizados podem ser
(A) remoção de esmalte sem suporte divididos de acordo com os grupos de dentes. Relacione as colunas identificando
(B) uso de primer o grupo de dentes aos quais correspondem à indicação usual dos grampos.
(C) proteção pulpar
(D) planificação dos prismas de esmalte 1. 7A ( ) Quando a retração gengival for necessária.
(E) pinos metálicos dentinários 2. 200 a 205 ( ) Para dentes posteriores.
3. 206 a 209 ( ) Para pré-molares.
4. 210 e 211 ( ) Para dentes anteriores.
42. Os componentes das ligas de amálgama promovem efeitos sobre algumas 5. W8A e 26 ( ) Para molares.
propriedades deste material. Assim, a presença do Zinco (Zn) 6. 212
7. 190 a 195
(A) aumenta o tempo de presa.
(B) diminui a plasticidade. Agora, assinale a alternativa que apresenta a sequência correta.
(C) aumenta a friabilidade.
(D) diminui a expansão tardia. (A) 1–5–3–4–2
(E) diminui as propriedades mecânicas. (B) 1–7–3–4–2
(C) 6–7–3–1–4
(D) 6–5–3–4–2
(E) 6–5–7–1–4
ODONTOLOGIA
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 14
DENTÍSTICA

45. Nos sistemas adesivos, o primer 48. Complete as lacunas abaixo e assinale a alternativa que dá sentido correto ao
parágrafo.
(A) aumenta a energia livre de superfície da dentina.
(B) desmineraliza o tecido dentinário e expõe as fibras colágenas. A dentina consiste de dois substratos, um com __________________ energia de
(C) remove a smear layer dos túbulos dentinários superfície (hidroxiapatita), e outro com _________________________ energia
(D) quando polimerizado, forma a camada híbrida. de superfície (colágeno). Ao aplicar um ácido na dentina remove-se a
(E) promove o colapso das fibras colágenas. hidroxiapatita e expõe-se o colágeno. Obtém-se assim um substrato de
___________________________ energia, o qual é ______________________
para a adesão. Consequentemente, somos obrigados a aplicar um material na
46. Leia as alternativas abaixo e assinale a correta. dentina que ____________ a sua energia de superfície perdida para que
possamos ter valores de adesão mais altos. É essa exatamente a razão pelo qual
(A) A expansão tardia do amálgama está associada à presença do cobre quando aplicamos os primers na superfície dentinária.
este foi contaminado com a água no momento de trituração ou condensação.
(B) Os amálgamas que contém quantidades finais de mercúrio mais elevadas (A) alta – baixa – baixa – desfavorável – restaure
são mais resistentes. (B) baixa – alta – alta – desfavorável – restaure
(C) A falta de mercúrio promove a formação da fase γ2 em um amálgama com (C) baixa – alta – alta – desfavorável – mantenha
alto teor de cobre. (D) alta – baixa – baixa – favorável – mantenha
(D) A capacidade de selagem contra microinfiltração só é encontrada nos (E) alta – baixa – baixa – favorável – restaure
amálgamas com baixo teor de cobre.
(E) As ligas de amálgama com alto teor de cobre possuem melhores
propriedades físicas, com eliminação da fase γ2 e melhor resistência à
corrosão. 49. São indicações para a confecção de facetas diretas:

(A) dentes tratados endodonticamente, com pouca ou quase nenhuma estrutura


47. O condicionamento ácido em dentina deve ser realizado com coronária.
(B) dentes hígidos com grande giroversão e apinhamento severo.
(A) Ácido fosfórico 37% durante 30 segundos. (C) pacientes com desgastes dentários causados por hábitos parafuncionais.
(B) Ácido fluorídrico 35% durante 30 segundos. (D) dentes com amplas restaurações deficientes envolvendo a face vestibular.
(C) Ácido fosfórico 37% durante 15 segundos. (E) dentes com pequenas manchas de hipoplasia.
(D) Ácido fluorídrico 35% durante 15 segundos.
(E) Ácido fluorídrico 10% durante 10 segundos.
ODONTOLOGIA
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 15
DENTÍSTICA

50. Levando em consideração os conceitos que envolvem as restaurações adesivas, 53. O paciente MCO relata dor espontânea na unidade 25. Durante o exame clínico
associe a segunda coluna com a primeira e, a seguir, assinale a alternativa com a não é observada cavidade aberta e o dente responde positivamente ao teste de
sequência correta. vitalidade. Neste caso, a inflamação pulpar pode ser classificada como

1. Adesivo ( ) Agente acido que dissolve a (A) Hiperemia pulpar.


2. Condicionador dentinário estrutura inorgânica da dentina , (B) Pulpite assintomática.
3. Camada hibrida resultando em uma malha de (C) Pulpite sintomática.
4. Smear layer colágeno que permite penetração (D) Necrose pulpar.
5. Primer de uma resina adesiva. (E) Ulceração pulpar.
6. Microinfiltracão ( ) Substância que promove adesão de
uma substância ou material a outra. 54. São protocolos de atendimento que protegem o complexo dentina-polpa:
( ) Resina hidrofílica de baixa
viscosidade que promove união a (A) utilizar canetas de alta rotação com spray duplo ou triplo, com a direção
um substrato, tal como a dentina. voltada para a coroa do dente.
( ) Camada fracamente aderida a (B) o movimento do preparo deve ser pendular para evitar o atrito prolongado
superfície dentinária produzida da broca com o dente.
pelo corte da dentina. (C) utilizar clorexidina como agente desinfetante, visto que esta substância se
(A) 5–2–1–3 presta inclusive para remoção do smear layer.
(B) 2–1–5–3 (D) fazer secagem com jato de ar prolongado e intenso facilitando a remoção de
(C) 6–3–5–4 qualquer resíduo da área preparada.
(D) 2–1–5–4 (E) a utilização de restaurações provisórias se faz desnecessária neste processo.
(E) 6–1–5–3

55. O peróxido de carbamida quando em contato com o dente se dissocia, formando


51. Qual dos componentes da matriz orgânica das resinas compostas é um monômero como um dos seus produtos a
diluente?
(A) uréia, que aumenta a permeabilidade da estrutura dental.
(A) UDMA (B) uréia, que tem a propriedade de neutralizar o pH do meio.
(B) BISGMA (C) uréia, que aumenta a viscosidade e estabilidade do agente clareador.
(C) TEGDMA (D) amônia, que por sua vez, se decompõe em uréia e dióxido de carbono.
(D) DMAEMA (E) amônia, que por sua vez, se decompõe em peróxido de hidrogênio e dióxido
(E) Canforoquinona (CQ) de carbono.

52. As facetas diretas com resina composta podem ser indicadas

(A) em casos de bruxismo.


(B) para fechamento de diastemas.
(C) em pacientes com oclusão classe III.
(D) em casos de abfração.
(E) para reconstrução total de coroas.
ODONTOLOGIA
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 16
DENTÍSTICA

56. Assinale abaixo o cimento utilizado como forrador cavitário, capaz de neutralizar 59. Sobre o procedimento de colagem de fragmento dental, marque a alternativa
ácidos que migram para a polpa, além de induzir à formação de dentina correta.
reparadora.
(A) As fraturas corono-radiculares verticais apresentam excelente prognóstico.
(A) Cimento de ionômero de vidro. (B) A presença de múltiplas fraturas pode inviabilizar a colagem.
(B) Cimento de hidróxido de cálcio. (C) O tamanho do fragmento não influencia na indicação do procedimento.
(C) Cimento de óxido de fosfato de zinco. (D) O fragmento deve ser mantido desidratado até o momento da colagem.
(D) Cimento de policarboxilato. (E) A colagem deve ser realizada independente da adaptação e da condição do
(E) Cimento resinoso. fragmento.

57. O clareamento dental interno pode ter como efeito adverso a reabsorção radicular, 60. Leia as alternativas abaixo e assinale a correta.
que está associada à queda de pH na região cervical. Assim, para manter o meio
alcalino durante e após o clareamento, o material que devemos utilizar para fazer (A) Uma desvantagem importante no procedimento de colagem de fragmento
o selamento biológico é o dental é se tratar de um procedimento muito invasivo.
(B) As fraturas dentais mais freqüentes são as corono-radiculares.
(A) Hidróxido de cálcio pró-análise (p.a). (C) Pacientes que possuem parafunção e hábitos nocivos apresentam uma
(B) Cimento de ionômero de vidro. possibilidade maior do fragmento dental colado se deslocar novamente.
(C) Cimento de óxido de zinco e eugenol. (D) O fragmento dental chamado homógeno é aquele utilizado do próprio dente
(D) Cimento de fosfato de zinco. fraturado.
(E) Resina composta. (E) A fratura é chamada coronária quando limita-se à coroa, e não pode possuir
envolvimento pulpar.

58. As restaurações que possuem a característica de melhorar a adaptação com o


passar do tempo, dificultando a infiltração marginal e cárie secundária, são 61. Sobre as lesões cervicais não cariosas, marque a alternativa correta.
realizadas com
(A) A lesões de abrasão apresentam superfície lisa, margens agudas e contorno
(A) Ionômero de vidro irregular.
(B) Resinas fotopolimerizáveis (B) A lesões de abfração apresentam margens bem definidas, são profundas e
(C) Amálgamas em forma de cunha.
(D) IRM (C) As lesões de erosão são rasas, amplas e com bordas bem definidas.
(E) Compômeros (D) A principal causa das lesões de abrasão é o trauma oclusal.
(E) As principais causas das lesões de erosão são agentes mecânicos.
ODONTOLOGIA
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 17
DENTÍSTICA

62. Em casos de hipersensibilidade dentinária relatada após clareamento dental, é 65. Quais cerâmicas não são condicionadas pelo ácido fluorídrico a 10% ?
indicada(o)
(A) Feldspática e IPS Empres2.
I. a cobertura das áreas dentinárias expostas com resina composta controlando (B) InCeram Alumina e Procera AllCeram.
o problema em definitivo. (C) IPS Empress 2 e InCeram Alumina.
II. manutenção dos hábitos de higiene e dieta visto que como não foram a (D) Procera AllCeram e IPS Empress.
causa do problema, mudá-los haveria influencia nesta fase. (E) IPS Empress 2, InCeram Alumina e Procera AllCeram.
III. implementação de terapia intensiva associando aplicação tópica e bochechos
com flúor.
IV. o uso de aplicações de laser de baixa potência para ajudar no controle da 66. Com relação à técnica de utilização de pinos pré-fabricados podemos afirmar que
hipersensibilidade.
V. não fazer nada, pois qualquer atitude pode alterar o resultado do (A) a retenção coronária dos pinos de zircônia é maior que a dos pinos de fibra.
clareamento e a sensibilidade passa com o tempo. (B) pode ser utilizado com qualquer remanescente coronário.
(C) o material de cimentação, idealmente, deve ser adesivo ao dente e ao pino,
Com base nas afirmações acima , estão corretas: autopolimerizável, radiopaco e de baixa viscosidade.
(D) o preparo intra-radicular deve ser amplo para que o pino entre com folga no
(A) somente as alternativas I e II conduto, evitando qualquer tipo de stress operatório.
(B) somente as alternativas I e III (E) os cimentos de ionômeros de vidro se apresentam mais adequados que os
(C) somente as alternativas II e IV cimentos resinosos para cimentação intra-radicular.
(D) somente as alternativas III e IV
(E) somente as alternativas III e V
67. Princípios mecânicos para o preparo do conduto radicular para restaurações com
pinos intra-radiculares devem ser seguidos, como
63. São consideradas desvantagens das cerâmicas odontológicas:
(A) o diâmetro do pino deve ser igual ou ligeiramente maior que o diâmetro do
(A) coeficiente de expansão térmica e condutibilidade térmica similar ao dente. canal.
(B) dureza e instabilidade química. (B) quanto maior o diâmetro do pino, maior será sua retenção e resistência.
(C) resistência baixa à tração e friabilidade. (C) o comprimento do pino deve ser igual ao comprimento da raiz.
(D) friabilidade e instabilidade de cor. (D) deve ser mantido no máximo 3mm de material obturador remanescente no
(E) técnica de confecção complexa e radiopacidade. canal.
(E) quanto menor o comprimento do pino, maior a resistência do remanescente
radicular.
64. As restaurações do tipo incrustações em que o preparo poderá implicar na
execução de uma ou mais caixas sem proteção cuspídia são denominadas

(A) Onlay.
(B) Inlay.
(C) Faceta.
(D) Lente de contato.
(E) Coroa.
ODONTOLOGIA
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 18
DENTÍSTICA

68. O desgaste dental é uma patologia muito frequente na atualidade, podendo trazer, 70. Os materiais ionoméricos apresentaram uma evolução significativa tanto em
entre outros problemas, uma deficiência estética muito grande. Marque a relação às suas propriedades quanto às possibilidades de aplicações clínicas.
estratégia, dentre as descritas abaixo, mais indicada para ganhar espaço para Diante desta realidade podemos afirmar que
restaurar dentes anteriores desgastados.
(A) suas propriedades de adesividade à estrutura dental, de liberação de flúor, de
(A) Fazer um pouco mais de desgaste para dar espaço ao material restaurador. biocompatibilidade e de coeficiente de expansão térmica ainda são um
(B) Realização de ajuste oclusal pela técnica da conveniência. entrave no momento de indicação deste material restaurador.
(C) Realização de ajuste oclusal através do desgaste seletivo em RC com o (B) os cermets são uma evolução do ionômero de vidro com adição de
auxílio do JIG de Lúcia. partículas de porcelana melhorando suas propriedades estéticas e de
(D) Realização de acréscimo oclusal posterior de resina através da técnica da resistência.
conveniência, observando atentamente os dentes que estão precisando do (C) com o surgimento dos cimentos de ionômero de vidro resinosos e dos
material restaurador. compômeros, algumas limitações importantes foram superadas, além de
(E) Realização de ajuste oclusal através do desgaste seletivo em MIH com o poderem ser indicados para procedimentos das áreas de prótese, ortodontia e
auxílio do JIG de Lúcia. endodontia.
(D) os ionômeros de vidro não são bem indicados para uso como base de
restaurações de resina (técnica do sanduiche) devido a influencia da
69. O cimento de óxido de zinco e eugenol pode ser classificado em liberação de flúor no processo de adesão da resina.
(E) o cimento de ionômero de vidro é contra-indicado para cimentação intra
(A) Tipo I – indicado para bases de restaurações. canal.
(B) Tipo II – indicado para cimentação provisória.
(C) Tipo III – indicado para cimentação definitiva.
(D) Tipo IV – indicado para forramento.
(E) Tipo I e II – indicado para base e forramento.

FINAL DA PROVA
ODONTOLOGIA-
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 11
ENDODONTIA

PROVA DE CONHECIMENTOS 33. Diversos testes de diagnóstico podem avaliar a presença da vitalidade pulpar.
ESPECÍFICOS Baseando-se em alguns testes existentes na literatura, relacione a coluna da
direita com a da esquerda, e em seguida assinale a alternativa que apresente a
correlação correta.
ENDODONTIA
(A) Teste térmico a frio e calor (1) Mede a saciedade de oxigênio nos tecidos
31. A coleta da história médica e odontológica do paciente é imprescindível para o moles externos.
diagnóstico e instituição do tratamento endodôntico. A utilização, por parte dos (B)Radioisótopo de Xenônio – 133 (2) Utiliza um feixe de luz hélio neon o qual
pacientes, de medicamentos como os bifosfonados, comumente prescritos é dissipado por hemácias em movimento.
principalmente para mulheres no período da menopausa deve ser sempre (C)Espectrometria de duplo (3) É um método caro que necessita de
considerado. Que possível efeito colateral este medicamento pode causar? E qual comprimento de onda licenciamento especial.
o significado desta informação para o seu plano de tratamento? (D) Fluxometria doppler a laser
(E) Oximetria de pulso
(A) Hemorragia. O tratamento endodôntico é contra-indicado.
(B) Abcesso apical. O tratamento endodôntico deve ser cuidadoso com uso de (A) B-3; D-2; E-1.
instrumentos confinados ao espaço do canal. (B) C-2; D-3; E-1.
(C) Osteonecrose dos maxilares. A terapia endodôntica deve fazer uso de (C) A-3; B-2; D-1.
grampos, somente quando imprescindível, a fim de evitar danos a tecidos (D) A-1; C-2; E-1.
moles e osso alveolar. (E) B-1; D-2; E-3.
(D) Hemorragia. A terapia endodôntica deverá ser realizada somente com
utilização de grampos.
(E) Osteíte condensante. O tratamento endodôntico deve ser cuidadoso com uso
de instrumentos, substâncias químicas e materiais obturadores confinados ao 34. Em qual das lesões abaixo, a punção aspirativa tem valor significativo para o
espaço do canal. diagnóstico diferencial de patologias com lesões radiotransparentes que possam
confundir-se com lesões pulpoperriradiculares?
32. Sobre a smear layer podemos afirmar que
(A) Cisto nasopalatino.
(A) apresenta uma espessura de 5-7µm e encontra-se dentro do canal radicular, (B) Ceratocisto.
após a instrumentação, nunca se estendendo para o interior dos túbulos (C) Osteoma.
dentinários. (D) Cementoblastoma.
(B) apresenta uma aparência homogênea. (E) Displasia cemento-óssea florida.
(C) consiste de grânulos amorfos e irregulares de componentes orgânicos e
inorgânicos.
(D) ela aumenta a permeabilidade da dentina em torno de 30%.
(E) o emprego do hipoclorito de sódio por si só é suficiente para a sua completa
remoção do interior do canal.
ODONTOLOGIA-
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 12
ENDODONTIA

35. O sucesso da terapia endodôntica está intimamente relacionado ao adequado 38. O ângulo de ataque dos alargadores apicais de NiTi acionados a motor das marcas
isolamento do campo operatório. O isolamento permite que os procedimentos comerciais K3 e Profile, são, respectivamente,
sejam realizados de modo asséptico, promove proteção aos tecidos
circunvizinhos e para o paciente. Existem grampos metálicos e de plásticos para (A) neutro e positivo.
isolamento absoluto. Dentre as vantagens dos grampos de plástico em relação aos (B) neutro e negativo.
grampos metálicos pode-se citar: (C) positivo e positivo.
(D) negativo e negativo.
(A) Podem ser autoclavados. (E) positivo e neutro.
(B) São radiolúcidos.
(C) Fácil manuseio.
(D) Melhor adesão à estrutura dentária. 39. Sobre o movimento dos instrumentos endodônticos durante o preparo químico-
(E) Promove melhor isolamento do campo operatório. mecânico dos canais radiculares é possível afirmar que

(A) o alargamento é um processo químico de usinagem com objetivo de


36. Em relação aos componentes da lima rotatória, podemos afirmar que aumentar por meio de desgaste o diâmetro de um furo cônico
(B) o movimento de limagem não deve ser empregado no preparo apical do
(A) a espiral da lima é responsável pela remoção de raspas de dentina e de canal radicular.
tecido amolecido e sua eficácia independe da sua profundidade. (C) o alargamento é o principal movimento efetivo de corte dos instrumentos
(B) a aresta principal forma e deflete raspas da parede do canal e sua eficácia endodônticos no preparo de canais radiculares achatados.
independe do ângulo de incidência e afiação. (D) o movimento de cateterismo é realizado com instrumentos endodônticos
(C) o ângulo helicoidal é o responsável pela remoção de debris formados no sempre pré-curvados.
interior do canal. (E) durante o movimento de limagem, a cada tração, a lima deve ser retirada do
(D) o ângulo de corte é considerado negativo quando o ângulo formado pela canal, e este irrigado abundantemente.
borda cortante e a superfície a ser cortada for obtusa.
(E) quando o ângulo formado entre a superfície de corte e a superfície a ser
cortada for agudo, é considerado ângulo de corte positivo. 40. O emprego das substâncias químicas ácido etilenodiaminotetracético (EDTA) e
hipoclorito de sódio (NaOCl) para irrigação do sistema de canais radiculares
deve ser realizado separadamente a fim de evitar que
37. É(São) princípio(s) da modelagem do sistema de canais radiculares a
(A) as propriedades das duas substâncias sejam potencializadas.
(A) eliminação total de irritantes do interior do sistema de canais radiculares, (B) ocorra incorporação de cálcio às paredes do sistema de canais radiculares.
promovendo a sua esterilização. (C) misturado ao EDTA, o NaOCl perca sua capacidade de dissolução tecidual.
(B) obturação permanente do sistema de canais radiculares. (D) combinado ao EDTA, o NaOCl acentue ao extremo a sua capacidade de
(C) máxima redução possível de irritantes do interior do sistema de canais dissolução tecidual
radiculares. (E) misturado ao NaOCl, o EDTA perca sua capacidade de formar complexo
(D) manutenção de uma conicidade contínua afunilada da entrada do canal até o com cálcio.
ápice.
(E) dissolução de matéria orgânica e atividade antimicrobiana.
ODONTOLOGIA-
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 13
ENDODONTIA

41. Sobre as causas da inflamação periapical, podemos afirmar que 43. Sobre os instrumentos endodônticos rotatórios é correto afirmar que

(A) a infecção bacteriana da polpa dental pode levar a necrose pulpar, sendo que (A) as fraturas torcionais ocorrem quando a carga cíclica leva à fadiga do metal.
nos canais cronicamente infectados está abrigado principalmente por (B) a flambagem é a capacidade de o material sofrer grandes deformações na
organismos gram positivos e anaeróbios, os quais podem induzir a direção do carregamento e não sofrer fratura.
periodontite apical e a destruição óssea. (C) as fraturas torcionais ocorrem quando a ponta de um instrumento prende-se
(B) a infecção bacteriana da polpa dental pode levar a necrose pulpar, sendo que no canal enquanto a haste continua a girar.
em canais cronicamente infectados colonizam principalmente organismos (D) o limite de escoamento é determinado pela mínima tensão na qual o material
gram positivos e anaeróbios facultativos, como: prevotella, Porphyromonas começa a sofrer deformação plástica.
e Eubacterium, as quais podem induzir a periodontite apical e consequente (E) devido à propriedade de flexibilidade, os instrumentos rotatórios de níquel-
destruição óssea. titânio apresentam risco de fratura desprezível.
(C) colonizações das espécies de Bacteroides, Fusobacterium e
Peptrosteptococcus estão fortemente relacionados ao aumento da destruição
periapical. 44. Em relação a anatomia dos elementos dentais é correto dizer que
(D) os traumas e causas iatrogênicas nunca poderão levar a uma infecção apical,
pois os mesmos dificilmente estão associados a presença de bactérias, única (A) o incisivo central superior apresenta acentuada curvatura para a lingual o
responsável por esse tipo de inflamação. que pode ocasionalmente levar o profissional a causar iatrogenias durante a
(E) a reação periapical é representada pela resposta imune inata à infecção terapia endodôntica.
pulpar, sendo descrita como a primeira linha de defesa na tentativa de conter (B) o incisivo lateral superior apresenta maior número de variações, como a
a inflamação dentro do canal radicular. microdontia e dens invagiantus.
(C) enquanto o primeiro pré-molar superior normalmente apresenta um único
canal bem amplo, o segundo pré-molar superior apresenta achatamento
42. Sobre a osteíte condensante é correto afirmar que mésio-distal, o que normalmente lhe confere duas raízes bem desenvolvidas.
(D) Tanto o incisivo central inferior quanto o incisivo lateral inferior apresentam
(A) é representada pelo aumento no osso trabecular como resposta a uma ação maior número de fusão, germinação, microdontia e dens invagiantus.
irritante persistente. (E) enquanto os 1º e 2º molares superiores apresentam três raízes e três canais
(B) é considerada uma variante da periodontite apical assintomática, sendo radiculares, os 1º e 2º molares superiores apresentam duas raízes e canais
radiograficamente representada como halo radiolúcido difuso no terço bem amplos, e em raros casos pode ocorrer o achatamento da raiz mesial,
médio da raiz. levando a formação de dois condutos, um lingual e outro vestibular.
(C) é também conhecida como enostose.
(D) o tratamento para os casos de osteíte condensante é a exodontia. 45. Dentre os instrumentos endodônticos de aço inoxidável, qual é fabricado por
(E) o tratamento endodôntico, quando indicado para os casos de osteíte usinagem?
condensante, sempre vai requerer de cirurgia perirradicular, pois a terapia
endodôntica convencional por si só não é suficiente para a cicatrização (A) Lima tipo K-File
periapical. (B) Lima tipo K-Flexofile
(C) Lima tipo K-Flex.R
(D) Lima tipo K-Kerr
(E) Lima tipo K-Dyna
ODONTOLOGIA-
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 14
ENDODONTIA

46. Em relação ao canal c-sharped é correto afirmar que


49. A técnica da compactação lateral é a mais comumente utilizada nas instituições
de ensino, e pode ser indicada na maioria das situações clínicas. Entretanto, em
(A) seu diagnóstico é exclusivamente radiográfico. algumas situações clínicas essa técnica deve ser modificada ou substituída, como
(B) não oferece qualquer dificuldade para localização, instrumentação e em casos de:
obturação.
(C) sua etiologia está relacionada a falha durante a formação das raízes pela (A) canais cônicos e retilíneos.
bainha epitelial de hertwig, causando fusão radicular e formação doas canais (B) canais com curvatura acentuada e reabsorção interna.
em forma de c. (C) canais múltiplos e reabsorção externa.
(D) exibe a presença de padrão anatômico em relação ao número de canais (D) aberrações anatômicas em que há necessidade de melhor controle do
radiculares. São encontrados dois canais na câmara que se interligam até o comprimento.
segmento apical. (E) retratamento endodôntico e reabsorção interna.
(E) apresenta um padrão anatômico exclusivo, onde dois canais presentes na
câmara se interligam por um mesmo istmo.
50. Sobre a infecção do canal radicular, é correto afirmar que

47. Sobre os espaçadores digitais de níquel-titânio pode-se afirmar que (A) a contaminação do canal radicular entre as sessões do tratamento
endodôntico é considerada como infecção primária.
(A) Promovem maior força de cunha e são indicados para canais curvos. (B) na infecção persistente a microbiota do canal radicular é composta por
(B) Reduzem a incidência de fraturas radiculares verticais microorganismos da infecção primária ou secundária, sendo que a única
(C) Devido à superelasticidade necessitam de maior força para seguir a trajetória diferença entre elas, é que sempre a infecção permanente apresenta maior
do canal. número de espécies e o predomínio de bactérias gram negativas facultativas
(D) Conferem menor sensibilidade tátil comparado aos espaçadores padrão. e anaeróbias.
(E) Possuem menor flexibilidade e necessitam de treinamento para sua utilização. (C) a microbiota encontrada na infecção primária é predominada por bactérias
anaeróbias, e em alguns casos pode haver também a presença de espécies
microaerófilas.
48. Sobre a polpa dentária e a resposta pulpar, podemos afirmar que (D) o perfil bacteriano da microbiologia endodôntica é sempre o mesmo de
indivíduo para indivíduo.
(A) a polpa “envelhecida” é somente encontrada em dentes de indivíduos (E) a forma mais comum de infecção extrarradicular é o abscesso apical agudo,
idosos. o qual independe da infecção intrarradicular.
(B) a polpa “envelhecida” pode ser encontrada em dentes de indivíduos jovens
cuja unidade dental não tenha sofrido qualquer tipo de trauma.
51. Qual dos cimentos obturadores a seguir apresenta em sua composição a colofônia
(C) os cálculos pulpares são mais encontrados na polpa coronária, enquanto as
hidrogenada?
calcificações difusas são encontradas na polpa radicular.
(D) as calcificações difusas são mais encontradas na polpa coronária, enquanto
(A) Sealer 26 (Dentsply, Brasil).
os cálculos pulpares são encontrados na polpa radicular.
(B) Endomethasone (Septodont, França).
(E) a polpa dental é um tecido conjuntivo dinâmico em que mesmo com o
(C) Apexit (Vivadent, Liechtenstein).
envelhecimento não ocorrem mudanças celulares, extracelulares e no
(D) Ketac-Endo (ESPE, Alemanha).
elemento de suporte.
(E) Sealapex ( Kerr/Sybron, EUA).
ODONTOLOGIA-
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 15
ENDODONTIA

52. Sobre as medicações intracanais que podem ser utilizadas, é correto afirmar que 55. Segundo Torabinejad e Walton, uma desvantagem da maioria dos cimentos
obturadores à base de óxido de zinco eugenol é
(A) a cânfora quando combinada ao paramonoclorofenol (PMC), em partes
variáveis forma uma mistura líquida, onde a cânfora reduz o potencial (A) a volatilidade.
irritante e aumenta a atividade antimicrobiana do PMC. (B) o tempo de presa muito lento.
(B) quanto maior a quantidade da cânfora na associação ao PMC mais irritante é (C) o tempo curto de manipulação.
a solução formada. (D) a radiolucidez.
(C) o tricresol formalina apresenta em sua constituição concentração de 19 a (E) o custo alto.
43% de formalina e é altamente irritante aos tecidos vivos.
(D) tanto o tricresol formalina, quanto o formocresol apresentam concentrações
idênticas de formalina em sua concentração, 19 a 43%. 56. Dentre as opções abaixo, qual delas representa uma vantagem para o uso da
(E) os corticosteroides de efeito anti-ínflamatorio moderado usados na regeneração tecidual guiada na cirurgia perirradicular?
medicação intracanal em doses pequenas, produzem grande alterações
sistêmicas, sendo seu uso recomendado com restrições. (A) Baixa exposição a infecção.
(B) Custo relativamente acessível.
(C) Na falta do periósteo, atua como uma barreira.
53. O óxido de zinco presente na composição dos cones de guta-percha confere a este (D) Fácil adaptação ao defeito.
material: (E) Regeneração mais rápida com menor quantidade de osso, porem em melhor
qualidade.
(A) elasticidade e atividade bactericida.
(B) rigidez e atividade antibacteriana.
(C) escoamento e flexibilidade. 57. Quais instrumentos endodônticos são indicados para o retratamento de canais
(D) dureza e adesividade. com obturações compactadas?
(E) resistência mecânica e flexibilidade.
(A) Limas tipo K de 21 mm, em aço inoxidável, seção reta transversal
triangular.
54. De acordo com Hargreaves, Cohen 2011, a alodinia térmica e alodinia mecânica (B) Limas tipo K de 21mm, em aço inoxidável, seção reta transversal
são termos endodônticos que são melhor descritos pelos pacientes quadrangular.
,respectivamente, como (C) Limas tipo K de 31mm, em aço inoxidável, seção reta transversal
quadrangular.
(A) dor com gelado e dor a mastigação. (D) Limas tipo K de 31 mm, em aço inoxidável, seção reta transversal
(B) ausência de dor a gelado e ausência de dor a mastigação triangular.
(C) ausência de dor ao frio e ausência de dor na abertura de boca. (E) Limas tipo K de 31mm em NiTi, seção reta transversal triangular.
(D) dor ao frio e a dor a na abertura de boca.
(E) ausência de dor ao frio e ausência de dor a percussão horizontal.
ODONTOLOGIA-
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 16
ENDODONTIA

58. Sobre a dor de origem pulpar, podemos afirmar que está relacionado as fibras 60. Em relação ao trauma dentário é correto afirmar que
nervosas oriundas do gânglio trigeminal. A fibra nervosa _______________ são
responsáveis pela dor de origem dentinária e apresentam ___________________ (A) ocorre predominantemente na faixa etária de indivíduos de 7 a 12 anos de
de excitabilidade, ou seja, causam uma dor do tipo ____________ e de idade.
_______________. A fibra nervosa _________________ apresentam (B) ocorre predominantemente na faixa etária de indivíduos de 25 a 35 anos de
___________________ de excitabilidade e são responsáveis pela dor do tipo idade.
___________, ____________ e ________________. As lacunas podem ser (C) afeta mais a região de dentes anteriores da mandíbula.
preenchidas, respectivamente, por: (D) afeta mais a região de dentes posteriores de maxila.
(E) afeta igualmente indivíduos da primeira infância e idosos, já que os mesmos
(A) A-δ; baixo limiar; provocada; curta duração; tipo C; alto limiar; espontânea; estão mais susceptíveis a quedas.
fastidiosa; contínua.
(B) A-δ; alto limiar; provocada; longa duração; tipo C; baixo limiar; espontânea;
61. Segundo Orstavik e Ford, uma das complicações mais sérias que pode decorrer
fastidiosa; contínua.
de pré-molares ou molares inferiores, apresentando periodontite apical com
(C) Tipo C; baixo limiar; provocada; curta duração; A-δ; alto limiar;
abcesso, é a(o)
espontânea; fastidiosa; contínua.
(D) A-δ; alto limiar; espontânea; longa duração; tipo C; baixo limiar; provocada; (A) convulsão.
curta duração; rápida. (B) reabsorção radicular externa.
(E) Tipo C; alto limiar; espontânea; longa duração; A-δ; baixo limiar; (C) angina de Ludwig.
provocada; curta duração; rápida. (D) ameloblastoma.
(E) queratocisto.
59. As reabsorções radiculares externas, em geral, apresentam resposta negativa aos
testes de vitalidade, entretanto existem tipos de reabsorções onde ocorre resposta 62. De acordo com Hargreaves e Cohen (2011), na terapia da polpa vital
positiva a estes testes, o que confunde o correto diagnóstico desta patologia. conservadora de dentes traumatizados, podemos afirmar que, em relação a
Dentre estas, pode-se incluir a proteção pulpar,

(A) reabsorção inflamatória externa apical. (A) o MTA vem sendo paulatinamente mais utilizado e difundido do que o
(B) reabsorção inflamatória externa cística. hidróxido de cálcio devido ao seu melhor custo benefício.
(B) a maior vantagem do hidróxido de cálcio é de que além de promover o
(C) reabsorção inflamatória externa subepitelial.
capeamento pulpar, ele é considerado excelente selador de superfície
(D) reabsorção inflamatória externa progressiva.
fraturada.
(E) reabsorção inflamatória externa por abcesso.
(C) o hidróxido de cálcio de presa rápida não necrosa as camadas superficiais da
polpa e promove a cicatrização da polpa formando uma barreira de tecido
duro.
(D) uma das vantagens do uso do MTA como material de proteção é o seu uso
em única sessão, uma vez que ele precisa de alguns minutos para se
solidificar de maneira apropriada.
(E) uma das desvantagens do uso do MTA é que independente da coloração
cinza ou da branca, ele causará manchamento na superfície dentária, quando
utilizado como revestimento.
ODONTOLOGIA-
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 17
ENDODONTIA

63. Um dos tratamentos indicados para dens evaginatus com o objetivo de evitar 66. Em relação ao controle anestésico de dentes com lesões pulpares e
exposição pulpar acidental é a(o) perirradiculares, podemos afirmar que

(A) remoção do tubérculo com broca, capeamento e restauração. (A) nos casos de pulpite irreversível, os dentes mais fáceis de se anestesiar são
(B) aplicação de selante em toda superfície dental. os molares inferiores, seguido dos pré- molares inferiores.
(C) ajuste oclusal bilateral e uso de placa miorrelaxante. (B) as técnicas anestésicas intra-óssea, no ligamento periodontal e intapulpar,
(D) orientação de higiene oral ao paciente. estão indicadas para casos de dentes com lesão apical assintomática.
(E) intrusão ortodôntica. (C) as técnicas anestésicas intra-óssea, no ligamento periodontal e intapulpar,
estão contra-indicadas para casos de dentes com pulpite irreversível.
(D) as técnicas anestésicas intra-óssea, no ligamento periodontal e intapulpar,
64. Paciente, sexo masculino, sadio, 25 anos, sofreu uma queda durante uma partida estão indicadas para casos de dentes com necrose pulpar sintomática.
de futebol, resultando no deslocamento da unidade 1.1, no sentido apical dentro (E) em caso de necrose pulpar sintomática de molares superiores, está indicado
do alvéolo. À palpação, não foi observado mobilidade e ao exame radiográfico o o bloqueio do nervo da segunda divisão e em dentes anteriores e pré-
elemento dental encontrava-se aquém em relação a sua linha de oclusão e havia molares superiores a injeção infra-orbital.
ausência do espaço do ligamento periodontal. O diagnóstico, o tratamento
indicado para o caso e as observações clínicas mais comuns a longo prazo são,
respectivamente, 67. A pulpectomia é contraindicada em dentes decíduos com

(A) luxação lateral, aguardar o dente a retornar a sua posição original em um (A) reabsorção patológica envolvendo 1/3 da raiz.
prazo de 10 dias e reabsorção radicular. (B) lesão perirradicular
(B) luxação lateral, reposicionamento cirúrgico imediato, e necrose pulpar. (C) reabsorção radicular interna detectável radiograficamente
(C) luxação extrusiva, realização de extrusão ortodôntica passiva, e reabsorção (D) espessamento do ligamento periodontal
radicular inflamatória e substitutiva. (E) hipoplasia.
(D) luxação intrusiva, aguardar o dente retornar a sua posição original em um
prazo de 10 dias e imobilização, e necrose pulpar.
(E) luxação intrusiva, realização de extrusão ortodôntica passiva, e reabsorção 68. Quando a lidocaína com epinefrina é utilizada para procedimento odontológico
radicular inflamatória e substitutiva. restaurador, pode produzir redução do fluxo sanguíneo da polpa para menos da
metade da sua taxa normal, podendo ser extremamente prejudicial em polpas
comprometidas. No caso da solução citada, a substância responsável pela redução
65. A principal causa do insucesso da terapia endodôntica é a do fluxo sanguíneo é a(o)

(A) presença de biofilme perirradicular. (A) lidocaína.


(B) persistência de uma infecção intra-radicular. (B) veículo.
(C) sobreobturação. (C) epinefrina.
(D) reação de corpo estranho. (D) lidocaína e epinefrina.
(E) calcificação do canal radicular. (E) solução salina.
ODONTOLOGIA-
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 18
ENDODONTIA

69. Existem fatores relacionados ao hospedeiro que podem predispor a flare-ups,


dentre estes,

(A) a idade menor que 35 anos.


(B) o sexo masculino.
(C) a história de dor prévia ao tratamento.
(D) a história médica de doenças sistêmicas.
(E) a história de trauma dental.

70. Dentre os procedimentos para a terapia da polpa vital, está a técnica step-wise, que
segundo Torabnejad, Walton,2010 é definida como remoção

(A) total do tecido cariado em única sessão com posterior capeamento pulpar
com hidróxido de cálcio.
(B) de todo tecido cariado e exposição pulpar intencional, com posterior
colocação de hidróxido de cálcio pó e pasta e restauração em cimento de
ionômero de vidro.
(C) incremental da cárie em duas ou três sessões ao longo de meses ou ano e
colocação de ionômero de vidro entre as sessões para induzir a formação de
dentina terciária.
(D) incremental da cárie em duas ou três sessões ao longo de meses ou ano, para
que ocorra exposição pulpar acidental, mas com menos agentes
contaminantes para a polpa, seguido de colocação de hidróxido de cálcio e
restauração temporária.
(E) de tecido cariado parcial e forramento com ionômero de vidro e restauração
definitiva.

FINAL DA PROVA
ODONTOLOGIA-
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 11
ODONTOPEDIATRIA

PROVA DE CONHECIMENTOS
33. Existem diferentes anomalias de estrutura que afetam tanto o esmalte como a
ESPECÍFICOS
dentina separadamente ou em conjunto. Desta forma, sobre os dentes de Turner,
pode-se afirmar que
ODONTOPEDIATRIA
31. O ciclo vital do dente decíduo é curto e varia em duração para cada dente. São I. são classificados como um tipo comum de hipoplasia de esmalte, no qual
fases de crescimento a partir da lâmina dentária: vários dentes são afetados
II. são classificados como um tipo incomum de hipoplasia de esmalte, no qual
I.Iniciação e Proliferação somente um dente é afetado, sendo mais comum nos incisivos permanentes
II.Proliferação e Histomorfodiferenciação e em pré-molares
III.Aposição III. são classificados como um tipo incomum de hipoplasia de esmalte associada
IV.Mineralização à displasia dentinária com a formação de dentina altamente atípica,
V.Rizólise obliteração pulpar e formação anômala da raiz
IV. a etiologia está relacionada a ingestão excessiva de tetraciclina, pois o grau
Das afirmativas acima estão corretas: de comprometimento da estrutura é dose-dependente
V. a etiologia está relacionada à infecção periapical extensa que afeta a camada
(A) Somente I está correta de ameloblastos do dente permanente em formação, ou após um trauma na
(B) Somente I e II estão corretas dentição decídua, com a intrusão deste atingindo o dente sucessor.
(C) Somente II, III e V estão corretas
(D) Somente III, IV e V estão corretas Das afirmativas acima estão corretas:
(E) Somente I, II, III e IV estão corretas
(A) Somente I está correta
(B) Somente I e IV estão corretas
32. No processo de crescimento e desenvolvimento, podem ocorrer distúrbios no (C) Somente I e V estão corretas
número, no tamanho, na forma ou na estrutura dos dentes. Faça a associação e (D) Somente ,II e V estão corretas
assinale a alternativa que corresponde a sequência correta. (E) Somente III e IV estão corretas
1. Microdontia ( ) Alteração de número
2. Amelogênese imperfeita ( ) Alteração de tamanho
3. Granuloma piogênico ( ) Alteração de estrutura
4. Dente extranumerário
5. Fibroma
6. Mucocele

(A) 1-4-6
(B) 4-2-1
(C) 5-2-3
(D) 4-1-2
(E) 3-2–1
ODONTOLOGIA-
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 12
ODONTOPEDIATRIA

34. Analise as afirmativas abaixo. Coloque entre parênteses a letra V, quando se tratar 36. Associe a segunda coluna de acordo com a primeira e, a seguir, assinale a
de afirmativa verdadeira, e a letra F quando se tratar de afirmativa falsa. A alternativa com a seqüência correta. Em relação à terapêutica medicamentosa em
seguir, assinale a alternativa que apresenta a sequência correta. crianças, existem medicações específicas para os seguintes quadros patológicos:
1. Gengivoestomatite herpética aguda ( ) Paracetamol, intercalado se
Dentro das características da dentição decídua, pode-se afirmar que
2. Candidíase necessário, com a dipirona
3. Ulcerações ( ) Micostatin 4 vezes ao dia
( ) os dentes decíduos encontram-se implantados verticalmente em relação
4. Dor de origem bucodental ( ) Aciclovir sistêmico
à base óssea e como consequência apresentam leve curvatura de Spee e
5. Quadro inflamatório (20mg/Kg/dose), 4vezes ao
Wilson.
dia,durante 5 dias
( ) os arcos tipo II apresentam espaçamentos (diastemas) generalizados
entre os dentes na região anterior. (A) 4 – 2 - 1
(B) 4 – 1 - 2
( ) a relação distal dos segundos molares pode se apresentar em degrau (C) 4 – 2 - 3
mesial para a mandíbula, em plano ou formando um degrau distal (D) 5– 1 - 3
para a mandíbula, sendo esta última a situação mais frequente. (E) 5 – 2 - 1

( ) o estabelecimento da oclusão se inicia com a erupção dos primeiros


molares e se define depois da erupção dos segundos molares. 37. Analise as afirmativas abaixo. Coloque entre parênteses a letra V, quando se tratar
de afirmativa verdadeira, e a letra F quando se tratar de afirmativa falsa. A seguir,
assinale a alternativa que apresenta a sequência correta.
(A) V–V–V–F Podem existir diferenças anatômicas entre dentes decíduos e permanentes. São
(B) F– F–F–V características dos dentes decíduos:
(C) F–V–V–V
(D) V–V–F–V ( ) assoalho da câmara pulpar mais espesso.
(E) F–V–V–F ( ) presença de foramíneas acessórias ou canais acessórios na região de furca.
de molares.
( ) são menores do que os permanentes em todas as suas dimensões, numa
35. Dentre as técnicas de controle de comportamento, a que é considerada de manejo relação aproximada de 1:3.
aversivo denomina-se ( ) raízes dos molares mais convergentes no sentido apical.

(A) Contenção física


(B) Mão sobre a boca (A) F – V – V- F
(C) Reforço negativo (B) F–V–F-F
(D) Tempo excessivo no consultório
(C) F–F–V-F
(E) Técnica da distração
(D) F–V–F-V
(E) V – V – V -V
ODONTOLOGIA-
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 13
ODONTOPEDIATRIA

38. Correlacione as colunas – O comportamento da criança durante o tratamento 40. Dentro das características morfológicas da cavidade bucal de recém-nascidos, a
odontológico pode estar relacionado ao ambiente familiar. Em relação às mais frequentemente encontrada é o cordão fibroso de Robin e Magitot. Pode-se
atitudes paternas e suas definições:
afirmar em relação a esta estrutura que
ATITUDES PATERNAS DEFINIÇÕES
1. Superproteção com ( ) Incapacidade de dar amor, atenção e carinho I. esse cordão fibroso colabora com o vedamento dos maxilares, tornando-o,
superindulgência a criança. assim, um auxiliar durante a sucção
2. Ansiedade ( ) Os pais fazem exigências excessivas, II. o seu desaparecimento indica que no prazo mínimo de 4 meses os dentes
3. Rejeição quanto à ordem, obediência, bom decíduos irromperão na cavidade bucal
4. Abandono comportamento e responsabilidade pelos III. é freqüente a manutenção deste cordão por períodos prolongados havendo a
5. Superautoridade atos.
necessidade da realização de ulectomias para facilitar a erupção dos dentes
( ) Preocupação exagerada e constante com o
bem estar físico da criança. decíduos
(A) 4 – 5 – 2 IV. este cordão é bem desenvolvido no recém-nascido e conforme se aproxima a
(B) 5 – 2 – 1 época de irrupção dos dentes decíduos, ele vai desaparecendo sendo
(C) 2 – 3 – 1 indicativo da época de erupção dentária
(D) 3 – 2 – 1 V. o seu desaparecimento indicaria uma espera de no máximo 2 meses para que
(E) 3 – 5 – 2 os dentes decíduos estivessem irrompendo na cavidade bucal

39. Coloque entre parênteses a letra V, quando se tratar de afirmativa verdadeira, e a Das afirmativas acima estão corretas:
letra F quando se tratar de afirmativa falsa. A seguir, assinale a alternativa que
apresenta a sequência correta. (A) Somente I está correta
O cisto dentígero é um cisto odontogênico. Com relação a esta lesão pode-se (B) Somente I e II estão corretas
afirmar que (C) Somente II, III e V estão corretas
(D) Somente I, IV e V estão corretas
( ) é um dos cistos mais comuns em crianças e adolescentes. (E) Somente I, II,IV e V estão corretas

( ) pode ocorrer associado com supranumerários que não erupcionaram ou


envolvendo odontomas.
( ) ao exame radiográfico apresenta uma área radiopaca densa.
( ) cresce rapidamente até tamanho considerável causando edema e algumas
vezes dor.
(A) V– V – F - F
(B) V – F – F - V
(C) F – F – V - V
(D) V – V – F - V
(E) F – F – F -V
ODONTOLOGIA-
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 14
ODONTOPEDIATRIA

41. Alguns fatores locais e sistêmicos podem afetar a erupção dentária. Pode-se 43. Analise as afirmativas abaixo. Coloque entre parênteses a letra V, quando se
afirmar que tratar de afirmativa verdadeira, e a letra F quando se tratar de afirmativa falsa. A
seguir, assinale a alternativa que apresenta a sequência correta.
( ) crianças com Síndrome de Down sofrem alterações na sequência de erupção,
bem como atraso de erupção dos dentes decíduos e permanentes. O controle da dor no atendimento odontológico da criança é essencial para que o
( ) a displasia do ectoderma também representa uma alteração sistêmica que profissional alcance seus objetivos. Entretanto, podem acontecer possíveis
retarda a erupção dentária. complicações da anestesia local em crianças, como:
( ) o cisto de erupção é uma tumefação flutuante na crista alveolar que pode
dificultar a erupção do dente. ( ) Mordida do lábio e fratura da agulha
( ) a anquilose é uma alteração na qual a continuidade do ligamento periodontal ( ) Hematomas e parestesia
está comprometida e quando extensa pode alterar a exfoliação do dente ( ) Reações alérgicas
decíduo bem como a erupção do seu sucessor permanente.
( ) Lipotimia e náusea
(A) F–V–F-V
(A) V–V–F-F
(B) V–F–V-V
(C) F–V–V-V (B) V–V–V-F
(C) F–V–V-F
(D) V–F–V-F
(E) V–V–V-V (D) V–V–V-V
(E) V – F – F -V

42. São características morfológicas normais da cavidade bucal de bebês:


44. Analise as afirmativas abaixo. Coloque entre parênteses a letra V, quando se
I. Freio teto labial persistente com inserção na papila. tratar de afirmativa verdadeira, e a letra F quando se tratar de afirmativa falsa. A
II. Protrusão mandibular. seguir, assinale a alternativa que apresenta a sequência correta.
III. A língua do recém-nascido posiciona-se entre os rodetes gengivais quando
em repouso. A anquiloglossia pode causar alguns problemas como interferir na(o)
IV. Fendas palatinas uni ou bilaterais.
V. Dentes natais. ( ) crescimento da mandíbula.
( ) deglutição.
Das afirmativas acima estão corretas: ( ) função de autolimpeza ou autóclise.
( ) dicção.
(A) Somente I está correta
(B) Somente I e III estão corretas (A) F – V – V- V
(C) Somente II, III e V estão corretas
(B) V–V–F-V
(D) Somente I, III e V estão corretas
(E) Somente III,IV e V estão corretas (C) F–F–V-F
(D) F–V–F-V
(E) V – V – V –V
ODONTOLOGIA-
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 15
ODONTOPEDIATRIA

45. Com relação à clorexidina como agente antimicrobiano pode-se afirmar que 48. Dentro das características clínicas da gengiva normal na criança, pode-se afirmar
que
(A) não é eficiente no controle da placa dentária
(B) tem amplo espectro de ação (A) a coloração rosa da gengiva é mais pálida que a do adulto.
(C) é muito efetiva contra bactérias, mas não funciona em fungos (B) o contorno da gengiva marginal é mais reto nos dentes decíduos
(D) tem habilidade de adsorver apenas nos tecidos moles provavelmente em razão do caráter bulboso das coroas desses dentes.
(E) não altera o paladar e não causa descamação da mucosa (C) a gengiva papilar é volumosa nos dentes decíduos e preenche
completamente o espaço interproximal.
(D) a erupção dentária na criança pode ser causa de gengivite.
46. A altura do forâmen mandibular (língula) em uma criança de 9 anos de idade é (E) edema gengival e manifestação dolorosa são achados comuns no processo
de irrompimento dos dentes decíduos.
(A) abaixo do plano oclusal.
(B) ao nível do plano oclusal.
(C) 5 mm acima do plano oclusal. 49. A erosão dental se tornou motivo de preocupação por parte dos profissionais da
(D) 10 mm acima do plano oclusal. Odontologia pelo aumento da sua prevalência na população. A(s) principal(is)
(E) semelhante a técnica usada em adultos. recomendação(ões) para a prevenção e controle na progressão da erosão dental
é(são)
47. A toxicidade do fluoreto tem sido amplamente estudada por ser de suma
importância para o uso racional em crianças. Assim, pode-se afirmar que I. escovar os dentes logo após vomitar ou ingerir bebidas ácidas.
II. utilizar um canudo ao ingerir bebidas ácidas, não bochechar ou segurar a
I. em termos de toxicidade aguda, a dose provavelmente tóxica (DPT) para bebida na boca.
crianças é de 5mg de F/Kg de peso. III. orientar o paciente a diminuir a freqüência de ingestão de substâncias ácidas
II. em termos de toxicidade crônica, a dose provavelmente tóxica (DPT) para IV. procurar um cirurgião dentista para a aplicação tópica de fluoretos em alta
crianças é de 0,07mg de F/Kg/dia. concentrações
III. a fluorose dentária é um distúrbio ou defeito de formação do esmalte, V. procurar um cirurgião dentista para a aplicação de laser de alta potência
causada pela ingestão de uma grande quantidade de flúor em uma única dose.
IV. a intoxicação aguda por fluoreto depende da dose e pode causar desde Das afirmativas acima estão corretas:
problemas gastrointestinais até paralisia cardiorrespiratória.
V. a intoxicação crônica apresenta um período de maior suscetibilidade, ou (A) Somente III está correta
período crítico para causar alterações estéticas que é dos 12 aos 20 meses de (B) Somente II e III estão corretas
vida. (C) Somente II, III, e IV estão corretas
(D) Somente I, II, III e I V estão corretas
Das afirmativas acima estão corretas:
(E) Somente II, III, IV e V estão corretas
(A) Somente I está correta
(B) Somente II e III estão corretas
(C) Somente II,I II, e V estão corretas
(D) Somente I, II e I V estão corretas
(E) Somente I, II, IV e V estão corretas
ODONTOLOGIA-
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 16
ODONTOPEDIATRIA

50. O diagnóstico de cárie na superfície oclusal tem sido amplamente estudado e 51. Analise as afirmativas abaixo. Coloque entre parênteses a letra V, quando se
discutido em função da dificuldade no correto diagnóstico por parte dos tratar de afirmativa verdadeira, e a letra F quando se tratar de afirmativa falsa. A
profissionais. Assim, é correto afirmar que seguir, assinale a alternativa que apresenta a sequência correta.

I. manchas escuras no fundo das fissuras evidenciam a presença de cárie ativa, A Hipodontia e anodontia podem estar associadas a síndromes e problemas
independente da presença de biofilme na superfície oclusal. genéticos, dentre eles pode-se relacionar
II. cárie oculta é o termo usado para lesões oclusais que apresentam esmalte
( ) Disostose Cleidocraneana
bem mineralizado, e dentina desmineralizada sem uma quebra macroscópica
visível do esmalte. ( ) Incontinência Pigmentaria
III. métodos de diagnóstico quantitativos visam uma maior eficácia no ( ) Displasia Ectodérmica
diagnóstico precoce da lesão de cárie, como a transiluminação por fibra ( ) Fendas Labiopalatais.
óptica (FOTI) e a transiluminação por fibra óptica digitalizada (DIFOTI).
IV. métodos de diagnóstico quantitativos visam uma maior eficácia no (A) V – V – V- V
diagnóstico precoce da lesão de cárie, como a medição da resistência (B) V – V – F - V
elétrica dos tecidos dentais e a fluorescência a laser.
V. manchas escuras no fundo das fissuras evidenciam a presença de cárie (C) F – F – V - V
paralizada na ausência de biofilme na superfície oclusal. (D) F – V – F - V
(E) F – V – V -V
Das afirmativas acima estão corretas:

(A) Somente I está correta 52. Analise as afirmativas abaixo. Coloque entre parênteses a letra V, quando se
(B) Somente I e II estão corretas tratar de afirmativa verdadeira, e a letra F quando se tratar de afirmativa falsa. A
(C) Somente II, III e V estão corretas seguir, assinale a alternativa que apresenta a sequência correta.
(D) Somente I, IV e V estão corretas
(E) Somente II,IV e V estão corretas A presença de dentes supranumerários pode estar associada a

( ) disostose cleidocraneana
( ) displasia ectodérmica
( ) síndrome de Down
( ) síndrome de Gardner.

(A) F – F – V- F
(B) V – F – F - V
(C) F – F – V - V
(D) F – V – F - V
(E) F – F – F –V
ODONTOLOGIA-
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 17
ODONTOPEDIATRIA

53. Coloque entre parênteses a letra V, quando se tratar de afirmativa verdadeira, e a (A) F – V – F- F
letra F quando se tratar de afirmativa falsa. A seguir, assinale a alternativa que (B) V–V–F-V
apresenta a sequência correta. (C) F–F–V-V
(D) F–V–F-V
Muitas vezes as manifestações de dor relatadas pela criança são subestimadas. (E) F – F – F –V
Para a correta avaliação do quadro é imprescindível a realização de exame clínico
minucioso e atenção aos sinais emitidos pela criança (verbais e não verbais). As
situações abaixo relacionadas que justificam o uso de analgésicos em 55. Coloque entre parênteses a letra V, quando se tratar de afirmativa verdadeira, e a
Odontopediatria são: letra F quando se tratar de afirmativa falsa. A seguir, assinale a alternativa que
apresenta a sequência correta.
( ) dor após exodontias e outros procedimentos cirúrgicos.
( ) dor decorrente de traumatismo dentário e de tecido mole.
Selantes de fossas e fissuras são indicados na prevenção de cárie em dentes
( ) dor decorrente de patologia pulpar.
decíduos.
( ) dor decorrente de lesão aftosa.
( ) Dentes decíduos apresentam morfologia menos complexa e não há
(A) V – V – V- F necessidade de se aplicar selantes nestes dentes.
(B) V – F – V - V ( ) Dependendo do risco de cárie do paciente e da anatomia do dente decíduo
(C) F – F – V - V pode ser indicada a aplicação de selantes.
(D) V – V – V - V ( ) A retenção de selantes em dentes decíduos é muito menor do que em dentes
(E) V – F – F -V permanentes o que contraindica a sua utilização nestes dentes.
( ) O tempo de permanência do dente decíduo é curto na cavidade bucal o que
contraindica a aplicação de selantes.
54. Analise as afirmativas abaixo. Coloque entre parênteses a letra V, quando se
tratar de afirmativa verdadeira, e a letra F quando se tratar de afirmativa falsa. A (A) F – F – V- F
seguir, assinale a alternativa que apresenta a sequência correta. (B) V – F – F - V
(C) F – F – V - V
A Dentinogênese Imperfeita ou Dentina Opalescente Hereditária apresenta como (D) F – V – F - V
características clínicas: (E) F – F – F -V

( ) irregularidades superficiais no esmalte semelhantes à hipoplasia.


( ) coloração que varia do cinza ao castanho violeta ou amarelo acastanhado.
( ) baixo grau de translucidez.
( ) desgaste excessivo do esmalte, principalmente nas superfícies incisais e
oclusais.
ODONTOLOGIA-
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 18
ODONTOPEDIATRIA

56. Os selantes de fossas e fissuras podem conter carga inorgânica na sua 59. Uma criança de 3 anos de idade chegou ao atendimento odontológico
composição. Estes selantes apresentam como propriedades físico-químicas, em acompanhado de responsável 30 minutos após ter sofrido uma concussão nas
relação aos selantes sem carga, um(a) unidades 51 52. A conduta é

(A) bom escoamento. (A) radiografar e observar.


(B) maior resistência ao desgaste. (B) Pulpotomia.
(C) maior fluidez. (C) exodontia das unidades.
(D) maior retenção. (D) imobilização rígida das unidades por 7 dias.
(E) menor microinfiltração. (E) Pulpectomia.

57. Coloque entre parênteses a letra V, quando se tratar de afirmativa verdadeira, e a


letra F quando se tratar de afirmativa falsa. A seguir, assinale a alternativa que 60. Analise as afirmativas abaixo. Coloque entre parênteses a letra V, quando se
tratar de afirmativa verdadeira, e a letra F quando se tratar de afirmativa falsa. A
apresenta a sequência correta.
seguir, assinale a alternativa que apresenta a sequência correta.
Com relação a histofisiologia da polpa de dentes decíduos, pode-se afirmar que
As lesões traumáticas em dentes decíduos são bastante prevalentes. Em casos de
( ) a polpa é um tecido conjuntivo frouxo que mantem a dentina.
intrusão é correto afirmar que
( ) a polpa desempenha funções básicas de nutrição e defesa ou reparação.
( ) nas polpas jovens (rizogênese) há predominância de fibras, enquanto que nas ( ) pode ocorrer reerupção dentária (s) em 2 a 4 meses pós-trauma.
polpas senis (rizólise) há predomínio de células.
( ) a atividade metabólica da polpa de dentes decíduos é maior na fase de ( ) dentes podem tornar-se escurecidos, que não significa necessidade de
formação radicular, bem como na fase de rizólise. tratamento..
( ) deve-se realizar reposição imediata do dente e sutura, se necessária.
( ) fazer tratamento endodôntico, caso seja verificado o aparecimento de fístula.
(A) V–V–V-F
(B) V–V–F-V
(C) F–V–V-V
(A) V – V – V- V
(D) F–V–F-V
(B) V–V–F-V
(E) V–F–V-V
(C) F–V–V-F
58. A pulpectomia pode ser indicada em dentes decíduos que apresentem (D) F–V–F-V
(E) V – F – F –V
(A) mais de 2/3 de raiz reabsorvida.
(B) evidência de extensa reabsorção óssea envolvendo a cripta do sucessor
permanente.
(C) perfuração do assoalho da câmara pulpar.
(D) evidência de inflamação crônica ou necrose da polpa radicular.
(E) amelogênese imperfeita.
ODONTOLOGIA-
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 19
ODONTOPEDIATRIA

61. Analise as afirmativas abaixo. Coloque entre parênteses a letra V, quando se (A) V–V–V-F
tratar de afirmativa verdadeira, e a letra F quando se tratar de afirmativa falsa. A (B) V–F–F-V
seguir, assinale a alternativa que apresenta a sequência correta.
(C) F–V–V-V
Com relação aos sistemas adesivos atualmente utilizados na Odontologia, pode- (D) V–V–F-V
se afirmar que (E) V–V–V–V

( ) os sistemas adesivos autocondicionantes promovem a formação de camadas 63. Analise as afirmativas abaixo. Coloque entre parênteses a letra V, quando se
híbridas menos espessas ( 0,5mm a 1mm) comparativamente as camadas tratar de afirmativa verdadeira, e a letra F quando se tratar de afirmativa falsa. A
híbridas formadas pelos sistemas de condicionamento total (2,0mm a 5,0mm). seguir, assinale a alternativa que apresenta a sequência correta.
( ) mais importante do que a hibridização dos tags com a dentina peritubular e
intertubular é a penetração do agente adesivo no interior dos túbulos Na técnica restauradora atraumática, os procedimentos empregados são:
dentinários para aumentar a adesão.
( ) os sistemas adesivos autocondicionantes tem o protocolo adesivo mais ( ) isolamento absoluto do campo operatório
simplificado, menos sensível as variáveis do substrato e da técnica de ( ) remoção da lesão de cárie com cureta de dentina do tamanho compatível com
aplicação, e portanto, menos suscetível a falhas. o tamanho da lesão
( ) os monômeros acidificados contidos nos primers autocondicionantes
geralmente apresentam menor pH do que o ácido fosfórico 35 a 37%, o que ( ) condicionamento da dentina com ácido fosfórico a 37%
lhes confere maior profundidade de penetração. ( ) restauração da cavidade com resina composta

(A) V–F–F-F (A) F–V–F-F


(B) V–F–V-F (B) V–V–V-F
(C) F–V–V-F (C) F–V–V-F
(D) V–V–F-V (D) V–V–F-V
(E) V – F – F -V (E) F – F – F -V

64. Em relação aos preparos cavitários atuais é correto afirmar que


62. As funções realizadas adequadamente e em harmonia entre as fases do
crescimento e desenvolvimento facial na primeira infância geram um bom (A) devem ter formas de contorno, retenção e resistência, independente do
prognóstico para a futura oclusão. Para acompanhar o início de instalação da material restaurador.
dentição decídua até a sua definição é importante observar os seguintes aspectos : (B) limitam-se à remoção do tecido cariado, preservando estrutura hígida,
preferencialmente com broca esférica compatível com o tamanho da lesão.
( ) aleitamento materno e vedamento labial. (C) em cavidades em ponto na superfície oclusal, há necessidade de se fazer
( ) relação das bases ósseas e sequência favorável de erupção. extensão preventiva.
( ) desgastes fisiológicos – mastigação e abrasão. (D) necessidade de remoção de todo o esmalte sem suporte e a dentina afetada
( ) musculatura facial e respiração nasal. das paredes axial e pulpar.
(E) ângulos internos vivos (não arredondados) e bisel no cavosuperficial.
ODONTOLOGIA-
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 20
ODONTOPEDIATRIA

65. As coroas de aço cromado são ainda utilizadas na restauração de dentes com a (A) F–V–V-F
coroa totalmente destruída. Como vantagens destas coroas pode-se citar: (B) V–F–F-V
(C) F–V–V-V
(A) excelente contato ou relação oclusal. (D) V–V–F-V
(B) alta retenção, estabilidade e durabilidade. (E) V–F–V-V
(C) ótima adaptação cervical.
(D) excelente relação proximal e interproximal.
68. Nos casos de freio teto labial duplo ou persistente, o odontopediatra deve fazer o
(E) presença de desgaste fisiológico.
diagnóstico e instituir o tratamento, assim,

I.o diagnóstico se baseia na consistência e volume do freio, na altura de inserção


66. Sobre a técnica restauradora atraumática pode-se afirmar que e na presença de diastema interincisal
II.clinicamente, deve-se tracionar o lábio e observar se ocorre uma isquemia na
(A) envolve somente a remoção de tecido cariado desmineralizado por meio de
papila incisiva
instrumentos manuais e rotatórios. III.a época ideal para a realização da frenectomia quando do diagnóstico de freio
(B) É considerado apenas um tratamento temporário. teto labial duplo é logo após a constatação da sua existência
(C) A ausência de dor no elemento dental deve ser confirmada. IV.a sutura deve ser realizada e, quando necessário, pode-se utilizar cimento
(D) É um tratamento pouco baseado em evidência científica. cirúrgico
(E) Para restauração podem ser utilizados materiais fotoativados ou
V. A anestesia para realização da frenectomia deve ser no fundo do vestíbulo,
quimicamente ativados. próximo ao freio, tomando-se o cuidado de não deformá-lo, e deve ser
complementada por palatino, na região da papila incisiva.
67. Coloque entre parênteses a letra V, quando se tratar de afirmativa verdadeira, e a Das afirmativas acima estão corretas:
letra F quando se tratar de afirmativa falsa. A seguir, assinale a alternativa que
(A) Somente I está correta
apresenta a sequência correta. (B) Somente I e II estão corretas
Com relação ao preparo de dente para posterior adaptação de uma coroa de aço (C) Somente II, III e V estão corretas
cromado, pode-se afirmar que (D) Somente I,II, IV e V estão corretas
(E) Somente I, II III e V estão corretas
( ) o preparo deve ser realizado com ponta diamantada em alta rotação,
desgastando as faces mesial e distal, de tal maneira que as mesmas fiquem 69. Qual destas situações clínicas contra-indica totalmente a realização de qualquer
convergentes para a oclusal. procedimento cirúrgico?
( ) um degrau na região cervical em toda a extensão do dente é necessário para
a adaptação da coroa de aço cromado. (A) Febre reumática.
( ) a superfície oclusal não deve ser desgastada. (B) Diabetes Mellitus.
( ) as superfícies vestibular e lingual devem ser desgastadas somente quando (C) Processos Tumorais Malignos.
necessário, para não diminuir a retenção da coroa. (D) Discrasias Sanguíneas.
(E) Doenças cardiovasculares.
ODONTOLOGIA-
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 21
ODONTOPEDIATRIA

70. É amplamente reconhecido que as radiações ionizantes produzem efeitos


biológicos prejudiciais, quando absorvidas em grande quantidade pelo
organismo. Embora a quantidade de radiação na obtenção de radiografias em
Odontopediatria seja pequena, algumas medidas de proteção ao paciente e ao
cirurgião-dentista contra a exposição aos raios X podem ser destacadas, como:
I.utilizar filmes lentos, que requerem menor tempo de exposição.
II.tomadas radiográficas com boa técnica, evitando repetições.
III.utilizar avental plumbífero para o paciente.
IV. usar barreiras de proteção ou distância mínima de 1,80m da fonte geradora
dos raios X.
V. usar protetor de glândula tireóide.

Das afirmativas acima, estão corretas:

(A) Somente II, III, IV e V estão corretas


(B) Somente I e II estão corretas
(C) Somente II, III e V estão corretas
(D) Somente III, IV e V estão corretas
(E) Somente I, II,IV e V estão corretas

FINAL DA PROVA
ODONTOLOGIA
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 11
ORTODONTIA

PROVA DE CONHECIMENTOS 33. Os sinais clínicos abaixo descrevem situações de normalidade encontradas no
ESPECÍFICOS desenvolvimento das dentições. Assinale a alternativa que descreve pelo menos
um sinal clínico comumente indicativo de diagnóstico precoce de má-oclusão.
ORTODONTIA
(A) Espaços entre os incisivos decíduos, presença do espaço primata, erupção
31. Embora a projeção labial pareça ser um conceito bastante simples, é o tecido dos incisivos centrais inferiores permanentes antes dos primeiros molares
mais complexo na compreensão da análise facial. Assinale a alternativa abaixo inferiores permanentes.
que descreve o parâmetro ideal da linha E de Ricketts. (B) Apinhamento dos incisivos inferiores permanentes nos estágios iniciais da
dentição mista, diastema de 2,0mm entre os incisivos centrais permanentes
(A) O lábio inferior deve coincidir com uma linha que passa pela ponta do nariz e no primeiro período transicional, erupção dos primeiros e segundos pré-
pogônio mole, e o lábio superior deve estar aproximadamente 1 mm atrás molares inferiores antes dos caninos superiores permanentes.
dela. (C) Erupção dos primeiros molares inferiores permanentes antes dos incisivos
(B) O lábio inferior deve passar 1 mm a frente da linha que toca nos pontos mais centrais inferiores permanentes, erupção dos caninos superiores
proeminentes do lábio superior e pogônio mole. permanentes antes dos segundos molares permanentes superiores, relação
dos segundos molares decíduos em degrau mesial.
(C) O lábio inferior deve passar 1 mm atrás da linha que toca nos pontos mais
(D) Erupção dos primeiros e segundos pré-molares superiores antes dos caninos
proeminentes do lábio superior e pogônio mole. permanentes superiores, erupção dos caninos inferiores permanentes antes
(D) O lábio superior deve coincidir com uma linha que passa pela linha subnasal dos primeiros e segundos pré-molares inferiores, relação dos segundos
vertical, e o lábio inferior deve estar aproximadamente 3 mm atrás dela. molares decíduos em plano terminal reto.
(E) O lábio superior deve coincidir com uma linha que passa pelo lábio inferior e (E) Erupção dos segundos molares permanentes inferiores antes dos segundos
pogônio mole, e deve cortar a metade da base do nariz. pré-molares inferiores, erupção dos caninos superiores permanentes
simultaneamente com os primeiros pré-molares superiores, erupção dos
primeiros molares permanentes em relação topo a topo.
32. O conhecimento detalhado das mudanças dos tecidos moles da face durante a
vida é essencial para um bom diagnóstico. Em relação às mudanças no
comprimento dos lábios, assinale a alternativa correta. 34. Durante a infância a deficiência incisiva pode ser compensada pela expansão na
largura intercanina. Segundo Moorrees, qual a média deste aumento na dentição
(A) O lábio superior aumenta a taxa de incremento de crescimento em inferior e superior?
comprimento entre três e seis anos de idade;
(A) Inferior 3 mm e superior 4,5mm.
(B) A maioria das crianças com incompetência labial com seis anos de idade (B) Inferior 0 mm e superior 2 mm.
continua com incompetência aos 16 anos; (C) Inferior 5 mm e superior 6 mm.
(C) O lábio superior tem um aumento na taxa de incremento de crescimento em (D) Inferior 1 mm e superior 2 mm.
comprimento aos seis anos de idade. (E) Inferior 2 mm e superior 6 mm.
(D) O crescimento vertical do lábio conclui antes de se completar o crescimento
da altura facial anterior inferior esquelética.
(E) O lábio superior tem uma taxa de incremento de crescimento em
comprimento constante entre um e seis anos de idade.
ODONTOLOGIA
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 12
ORTODONTIA

35. O estabelecimento da classificação de má-oclusão proposta por Angle, na década 37. A hialinização é quase inevitável no período inicial do movimento dentário na
de 1890, foi fundamental no desenvolvimento da Ortodontia. Acerca dessa ortodontia clínica. As três fases principais deste processo são:
classificação, assinale a alternativa correta.
(A) aplicação da força, degeneração e reabsorção óssea posterior.
(A) Os primeiros molares inferiores eram considerados os mais importantes (B) degeneração, eliminação do tecido destruído e estabelecimento de nova
referenciais na classificação da oclusão do paciente. inserção dentária.
(B) A oclusão dos primeiros molares superiores e inferiores em chave (chave (C) aplicação da força; eliminação do tecido destruído e reabsorção óssea
molar) era, desde aquela época, sinal patognomônico de oclusão normal. posterior.
(C) Atualmente, a classificação de Angle, agora aperfeiçoada, é vista como o (D) degeneração, eliminação do tecido destruído e disposição de osso novo.
elemento mais importante no diagnóstico e planejamento ortodônticos, (E) eliminação do tecido destruído, reabsorção óssea posterior e disposição do
dispensando a necessidade de outros recursos diagnósticos. osso novo.
(D) A má-oclusão de Classe II, 1ª Divisão e a má-oclusão de Classe II, 2ª
Divisão diferenciam-se por apresentarem relação molar de Classe II em
apenas um lado das arcadas ou em ambos os lados, respectivamente. 38. Assinale a alternativa correta.
(E) Apesar de muito utilizada, essa classificação demonstra limitações por
basear-se somente no posicionamento dos dentes e por considerar apenas as (A) Diante da ausência congênita das unidades 5.3 e 6.3, deve-se imediatamente
alterações no sentido anteroposterior. preservar os espaços correspondentes até que erupcionem as unidades 1.3 e
2.3.
36. Na análise da oclusão do paciente ortodôntico, é correto afirmar que (B) A perda precoce de dentes decíduos não se configura em fator etiológico de
má-oclusão já que acelera a erupção do dente sucessor permanente.
(A) as características de normalidade da dentição permanente são idênticas às da (C) A etiologia do apinhamento dental, tipo mais comum de má-oclusão, está
dentição decídua, diferenciando-se apenas quanto à quantidade de dentes. relacionada a diversos fatores como a redução contínua dos maxilares, a
(B) segundo Andrews, um dos principais referenciais da oclusão normal é a ocorrência de fatores ambientais, a respiração bucal e, principalmente, o
relação molar e será considerada ideal quando os primeiros molares aumento do cruzamento inter-racial.
permanentes estiverem posicionados verticalmente em relação à sua (D) As pesquisas mais atuais têm apontado que os problemas ortodônticos
respectiva base óssea e com a cúspide mesiovestibular ocluindo no sulco esqueléticos resultam de alterações exclusivamente ambientais ocorridas
mesiovestibular do primeiro molar inferior. durante o crescimento.
(C) são seis as chaves de oclusão propostas por Andrews para a oclusão ideal: (E) Os diversos fatores etiológicos de má-oclusão dentária e/ou esquelética
relação molar, angulação mesiodistal, inclinação vestibulolingual, atuam conjuntamente e, assim, promovem a instalação da má-oclusão e o
configuração dos arcos dentais, equilíbrio dos dentes e harmonia facial. seu agravamento ao longo de toda a vida.
(D) a obediência a Chave 2 de Andrews (angulação mesiodistal), sobretudo na
região de caninos, pré-molares e molares, é fundamental para o
estabelecimento de uma oclusão adequada, haja vista que angulações
excessivas acarretam em maior consumo de espaço e, por conseguinte, falta
de engrenamento dentário e instabilidade oclusal.
(E) a observação da Chave 3 de Andrews (inclinação vestibulolingual) está
intimamente relacionada ao torque e será adequado, de anterior para
posterior, quando sua expressão clínica for progressivamente positiva, em
ambas arcadas.
ODONTOLOGIA
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 13
ORTODONTIA

39. Em um sistema de um binário, com um fio retangular utilizado como braço de 41. Quando é aplicado apenas um torque (momento puro), em um bráquete
alavanca, encaixado no tubo do molar e apoiado ao canino para efetuar sua posicionado na coroa do dente, com um fio retangular, o tipo de movimento
extrusão, qual a força de um dos binários no tubo do molar, que tem sua extensão resultante é a(o)
de 4 mm? A força simples utilizada para extrusão do canino foi de 80 g e a
distância do canino ao tubo do molar foi de 20 mm. (A) Translação pura.
(B) Inclinação da coroa sem coincidir o centro de rotação e o centro de
(A) 80 g. resistência.
(B) 1600 g. (C) Torque radicular sem coincidir o centro de rotação e o centro de resistência.
(C) 160 g. (D) Extrusão.
(D) 400 g. (E) Rotação pura.
(E) 640 g.

42. Em alguns casos clínicos, a identificação da idade óssea do paciente é


40. Hábitos anormais constituem-se em potenciais fatores etiológicos de má-oclusão. fundamental para a definição do momento ideal de se iniciar o tratamento
Diante disso, assinale a alternativa correta. ortodôntico. Para isso, dentre os diversos recursos disponíveis, destaca-se a
utilização das radiografias de mão e punho. Acerca desse recurso diagnóstico e
(A) Um hábito de sucção que se instala na fase de dentição decídua é considerando-se o estudo de Martins, pode-se afirmar que
considerado um hábito bucal deletério, sendo fator etiológico de má-oclusão
com efeitos importantes a longo prazo. (A) a correção da má-oclusão de Classe II com o uso de forças extrabucais, em
(B) Mordida aberta anterior em dentição decídua decorrente de hábito de sucção que se objetiva a correção de problemas esqueléticos, está melhor indicada
requer interrupção imediata do hábito e intervenção urgente do ortodontista. na dentição decídua, antes do surto de crescimento puberal.
(C) Deglutição com interposição lingual é fator etiológico de mordida aberta (B) a visualização do osso sesamóide corresponde ao marco inicial do surto de
anterior muito mais significativo e severo do que a postura de descanso da crescimento puberal.
língua para frente. (C) o capeamento epifisário nas falanges proximais e medianas corresponde ao
(D) A respiração bucal em paciente com padrão de crescimento anormal vertical pico de velocidade de crescimento puberal e coincide com a menarca,
do ramo é fator etiológico de má-oclusão pois promove rotação para baixo e momento que, idealmente, os objetivos ortopédicos já devem ter sido
para trás da mandíbula causando mordida aberta anterior e aumento da alcançados.
sobressaliência. (D) o final do surto de crescimento puberal indica o final do crescimento
(E) A existência do hábito anormal é condição suficiente para a instalação da maxilar.
má-oclusão correlacionada. (E) o final do crescimento mandibular ocorre 1 a 2 anos após o final da curva de
crescimento estatural que, por sua vez, corresponde a união total epifisária
no rádio.
ODONTOLOGIA
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 14
ORTODONTIA

43. Qual das ligas metálicas abaixo apresenta o maior módulo de elasticidade (E)? 46. O conhecimento acerca do crescimento e desenvolvimento craniofacial é
fundamental para o diagnóstico, planejamento, tratamento e avaliação dos
(A) Ouro. resultados da terapia ortodôntica. Portanto, assinale a alternativa que corresponde
(B) TMA. à principal área de crescimento da maxila.
(C) Aço inox.
(A) Seio maxilar.
(D) Nitinol.
(B) Sutura frontomaxilar.
(E) NiTi superelásticos. (C) Sutura zigomaticomaxilar.
(D) Processo alveolar.
(E) Túber.
44. Na radiografia de mão e punho, pode-se visualizar 30 centros de crescimento
ósseo cujos estágios epifisários evoluem obedecendo a uma determinada 47. Nas transformações de NiTi, qual a fase da liga quando aquecida acima da
sequência entre as falanges e, também, entre os dedos. Assinale a alternativa que margem de temperatura, conhecida como extensão de transição de temperatura
apresenta as sequências corretas para as falanges e para os dedos. (TTR)?
(A) Falanges: distais, proximais e médias. Dedos: polegar indo em direção ao (A) Austenita.
mínimo.
(B) Falanges: médias, distais e proximais. Dedos: mínimo indo em direção ao (B) Martensita.
polegar. (C) Começo da martensita.
(C) Falanges: proximais, distais e médias. Dedos: polegar indo em direção ao (D) Término da martensita.
mínimo. (E) Início da austenita.
(D) Falanges: distais, proximais e médias. Dedos: mínimo indo em direção ao
polegar.
(E) Falanges: médias, distais e proximais. Dedos: polegar indo em direção ao 48. A partir dos estudos cefalométricos de McNamara, pode-se afirmar que
mínimo.
(A) a altura facial ântero-inferior aumentada contribui para que a mandíbula gire
para frente e para cima.
45. O tipo de carga que pode ser produzido quando se aplica uma força ao longo do (B) caso o paciente classe II, deficiente mandibular apresente altura ântero-
eixo estrutural de um fio ortodôntico é a inferior diminuída, sua aparência tenderá a demonstrar uma mandíbula
ainda menor que o seu tamanho real, no sentido ântero-posterior.
(A) Torção. (C) caso o paciente Classe III, mandíbula prognata apresente altura ântero-
(B) Flexão. inferior aumentada, sua aparência tenderá a demonstrar uma mandíbula
(C) Tensão. ainda maior que o seu tamanho real, no sentido ântero-posterior.
(D) Curvatura. (D) o ângulo do eixo facial aumentado indica um padrão de crescimento vertical
da mandíbula.
(E) Curvatura simples.
(E) num paciente adulto com A-Nperp = +3,0 e comprimento efetivo da maxila
= 88,0mm, pode-se afirmar que o comprimento efetivo ideal da maxila será
86,0mm.
ODONTOLOGIA
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 15
ORTODONTIA

49. Qual o tipo de força ortodôntica em um movimento de troque realizado por um 52. O tratamento precoce da Classe III esquelética constitui-se num grande desafio
Arco de canto? para os ortodontistas. Assinale a alternativa que representa uma afirmação
verdadeira acerca das possibilidades terapêuticas precoces dessa má-oclusão.
(A) Contínua.
(B) Interrompida. (A) Estando associada à deficiência maxilar anteroposterior e vertical, o
(C) Intermitente. tratamento de eleição consiste na utilização de aparelho de tração reversa da
(D) Confinada. maxila, antes do surto de crescimento puberal, precedida, preferencialmente,
(E) Hialinizante. de expansão rápida da maxila.
(B) Estando associada à deficiência maxilar anteroposterior , o tratamento de
eleição consiste na utilização de máscara facial, no surto de crescimento
50. Em busca da Ortodontia ideal, pode-se afirmar que o aparelho ortodôntico mais puberal, com respostas terapêuticas puramente ortopédicas.
eficiente reuniria as seguintes características: (C) Estando associada ao crescimento mandibular excessivo e altura facial
anterior aumentada, o tratamento de eleição consiste na utilização da terapia
(A) força intermitente e reabsorção óssea frontal. com mentoneira que deve abranger todo o surto de crescimento puberal.
(B) força intermitente e reabsorção à distância. (D) Existindo uma combinação de deficiência maxilar anteroposterior e
(C) força contínua e reabsorção à distância. crescimento mandibular excessivo, o tratamento precoce deverá ser iniciado,
(D) força contínua e reabsorção óssea frontal. idealmente, antes do surto de crescimento puberal, com a utilização de
(E) força intermitente e reabsorção minante. máscara facial, sendo contra-indicada a realização prévia de expansão
palatina.
(E) Independentemente do recurso terapêutico escolhido para o tratamento
51. A contenção com “Fios Espirais Flexíveis” é utilizada para várias contenções precoce da Classe III esquelética, sempre serão utilizadas forças
onde todos os dentes num segmento são colados, dentre os casos abaixo citados, ortodônticas leves aplicadas por aproximadamente 12 a 14 horas por dia.
qual está contra-indicado?

(A) Diastemas medianos; 53. Com relação ao tipo de movimento dentário e a resposta do tecido periodontal é
(B) Incisivos superiores severamente girados; coreto afirmar que
(C) Sobremordida profunda;
(A) a extrusão lenta de um dente ou vários dentes, junto com a redução da coroa
(D) Extrações de incisivos inferiores;
clínica, aumenta os defeitos intra-ósseos acarretando um agravamento da
(E) Caninos impactados por palatino. profundidade da bolsa.
(B) a intrusão de dentes individuais resulta em desenvolvimento de bolsas
periodontais.
(C) a extrusão de um dente individual pode ser usada para correções de lesões
periodontais ósseas isoladas.
(D) verticalização de molares com defeitos ósseos não reduzem o número de
bactérias patogênicas.
(E) a verticalização de molares é contraindicada em casos de defeitos ósseos.
ODONTOLOGIA
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 16
ORTODONTIA

54. Com relação ao tratamento precoce da Classe II esquelética, pode-se afirmar que 56. Paciente jovem, dentição mista, perfil convexo, portador de má-oclusão de
Classe II dentária e esquelética, excesso anteroposterior da maxila, mandíbula
(A) a Classe II esquelética por deficiência mandibular pode ser tratada bem posicionada, altura facial anterior aumentada, procurou ortodontista para
precocemente a partir da utilização de aparelhos funcionais que projetam a realização de tratamento precoce visando solucionar a sua má-oclusão. Dentre os
mandíbula estimulando o seu crescimento cujo êxito ocorre em decorrência recursos terapêuticos abaixo descritos, qual a melhor indicação para o paciente
do acréscimo de osso adicional que ocorre na região condilar, fruto do acima descrito?
crescimento intramembranoso característico dessa região.
(B) quando decorrente de deficiência mandibular, o tratamento precoce deverá (A) Bionator, 12 a 14 horas por dia.
ser realizado antes do surto de crescimento puberal e consiste na utilização (B) Herbst, por tempo integral durante 01 ano.
de aparelhos funcionais fixos que mantenham a mandíbula projetada por (C) Extraoral cervical, 12 horas por dia.
tempo integral, até o pico de crescimento, potencializando as respostas (D) Extraoral tração alta, 14 horas por dia.
ortopédicas e evitando inclinações dentárias. (E) Aparelho ortodôntico fixo com elásticos de classe II, tempo integral, durante
(C) aparelhos funcionais tipo Bionator e Herbst são mais bem indicados no todo o tratamento ativo.
tratamento precoce da Classe II com deficiência mandibular quando os
pacientes exibem, previamente, retrusão dentária superior e protrusão
dentária inferior. 57. O crescimento pós-tratamento é um fator de desestabilização nos resultados do
(D) aparelhos funcionais que projetam a mandíbula estimulando o seu tratamento ortodôntico. Nos tratamentos orto-cirúrgicos, o momento da cirurgia
crescimento exercem, também, força reativa contra a maxila, restringindo o ortognática deve ser cuidadosamente escolhido. Qual a anomalia abaixo
seu crescimento cujo efeito anteroposterior é semelhante ao do aparelho relacionada é a mais favorável para se efetuar a intervenção cirúrgica antes do
extrabucal ortopédico. crescimento terminar?
(E) o uso do aparelho extrabucal está indicado nos casos de excesso
anteroposterior da maxila, cuja resposta terapêutica não evidencia quaisquer (A) Severo excesso mandibular;
alterações mandibulares e/ou dentárias. (B) Assimetria com hipertrofia unilateral;
(C) Deficiência mandibular;
55. O ortodontista deve fazer uma avaliação cuidadosa do potencial de perda óssea (D) Deficiência mandibular tipo III;
ou retração gengival do paciente durante a movimentação ortodôntica. Assinale, (E) Moderado excesso mandibular.
entre as opções abaixo, a que apresenta um fator geral de risco ao colapso
periodontal.
58. Assinale a alternativa que apresenta característica clínica indicativa de que um
(A) Alinhamento dos dentes. eventual tratamento ortodôntico compensatório deva ser evitado.
(B) Hábito de ranger os dentes.
(C) Estado geral das restaurações. (A) Paciente adulto.
(B) Leve participação esquelética na etiologia da má-oclusão.
(D) Diabetes.
(C) Incisivos severamente projetados ou apinhados.
(E) Relação coroa/raiz. (D) Dentes razoavelmente alinhados e nivelados.
(E) Boa proporção vertical da face.
ODONTOLOGIA
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 17
ORTODONTIA

59. Diante de apinhamentos dentários em crianças, pode-se optar pela implantação 62. Diversos efeitos têm sido observados cinco a dez anos após o tratamento em
de programa de extrações seriadas. Acerca dessa alternativa terapêutica, assinale pacientes tratados com o aparelho de Herbst. Qual a alternativa abaixo representa
a alternativa correta. o fator que contribui para minimizar as recidivas, segundo Pancherz?

(A) Está melhor indicada para casos de apinhamento leve a moderado. (A) Tratamento precoce.
(B) Consiste em extrair, exclusivamente, dentes decíduos, em intervalos (B) Tratamento na dentição mista.
estratégicos, de forma a possibilitar um adequado alinhamento e (C) Oclusão estável.
nivelamento dos dentes permanentes.
(D) Oclusão instável pós-tratamento.
(C) Constitui-se numa excelente alternativa de tratamento ortodôntico precoce
que elimina a necessidade de realização de tratamento ortodôntico fixo na (E) Uso inadequado da contenção.
dentição permanente.
(D) Está melhor melhor indicada para casos de apinhamento severo com
acentuada discrepância esquelética. 63. Após o tratamento ortodôntico ativo, faz-se necessário, via de regra, o uso de
(E) Objetiva-se acelerar a erupção dos primeiros pré-molares, para que eles recursos de contenção e estabilidade dos resultados obtidos. Assinale a
erupcionem antes dos caninos permanentes, sendo extraídos e possibilitando alternativa que correlaciona o problema tratado com o respectivo recurso de
o movimento distal desses caninos nesses espaços. contenção e estabilidade:

(A) Má-oclusão de Classe II de Angle: uso noturno de máscara facial.


60. O interesse quanto à irrupção contínua dos dentes tomou uma nova guinada em (B) Sobremordida profunda: contensor superior removível com plano de
anos recentes com a introdução dos implantes osseointegrados. Segundo os mordida anterior ativo proporcionando desoclusão posterior.
estudos desenvolvidos por Björk, Iseri e Solow, qual a média de incremento (C) Mordida aberta anterior: aparelho com bite blocks entre os dentes
anual da irrupção continuada dos incisivos superiores dos 18 a 24 anos de idade? posteriores
(D) Má-oclusão de Classe III: uso noturno de bionator.
(A) 1,0 mm. (E) Apinhamento severo de incisivos superiores: uso noturno do aparelho
(B) 0,1 mm. extrabucal cervical.
(C) 0,5 mm.
(D) 0,01 mm. 64. A placa labioativa é um aparelho ortodôntico funcional, que pode ser posicionada
(E) Não há incremento anual, pois nesta fase já encerrou o crescimento. em diferentes níveis no que diz respeito às coroas dos incisivos. Verticalmente,
qual posição que geralmente é utilizada na fase inicial do tratamento e ajuda a
verticalizar os molares mesialmente inclinados?
61. Para obtenção de alterações ortopédicas no complexo maxilomandibular, faz-se
necessária a utilização de forças (A) Borda incisal.
(A) leves e contínuas. (B) Terço médio.
(B) pesadas e contínuas. (C) Nível gengival.
(C) moderadas e contínuas.
(D) Fundo de vestíbulo.
(D) leves e intermitentes.
(E) pesadas e intermitentes. (E) O mais afastado possível.
ODONTOLOGIA
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 18
ORTODONTIA

65. Assinale a alternativa que indica uma afirmação verdadeira relacionada ao 68. A intrusão dos incisivos com o Arco Base requer diferentes ativações. Qual das
tratamento ortodôntico pré-cirúrgico de um paciente Classe III esquelética. alternativas abaixo corresponde a uma das ativações do Arco Base inferior para
intrusão dos incisivos?
(A) A discrepância esquelética maxilomandibular será solucionada
cirurgicamente, portanto, na fase de preparação ortodôntica, as extrações (A) No degrau anterior, na região dos incisivos, faz-se uma dobra de 45 graus.
dentárias estão contraindicadas. (B) Na região de molares introduz-se um torque negativo de 10 a 15 graus.
(B) No preparo ortodôntico com vistas à cirurgia ortognática, os primeiros pré- (C) Faz-se na região anterior uma curvatura com concavidade superior.
molares inferiores são frequentemente extraídos, possibilitando a retração de (D) A curvatura da região anterior deve ter um raio maior que aquela descrita
caninos e incisivos inferiores e redução da discrepância maxilomandibular. pelos incisivos.
(C) Apenas as extrações na arcada inferior estão contraindicadas. (E) As pontes laterais devem ter uma inclinação para lingual.
(D) Apenas as extrações na arcada superior estão contraindicadas.
(E) No preparo ortodôntico com vistas à cirurgia ortognática, os primeiros pré- 69. Em qual situação está contra-indicado uso da máscara facial no tratamento
molares superiores são frequentemente extraídos, possibilitando a retração ortopédico da Classe III na dentadura mista precoce?
dos incisivos superiores e o aumento da sobressaliência reversa.
(A) Retrusão maxilar esquelética.
66. O Aparelho de Reposicionamento Mandibular Anterior (MARA) é um aparelho (B) Retrusão maxilar dento-alveolar.
funcional fixo. Qual das desvantagens abaixo está relacionada ao MARA? (C) Prognatismo mandibular moderado.
(D) Combinação de retrusão maxilar esquelética e prognatismo mandibular
(A) Comprometimento estético. moderado.
(B) Necessita da colaboração do paciente. (E) Altura facial inferior aumentada.
(C) Ocorrem problemas de desengajamento do sistema de avanço mandibular.
(D) Necessidade de coroas temporárias de aço inoxidável nos primeiros 70. Na análise das discrepâncias dos tamanhos dentais, realizou-se a análise de
molares. Bolton e obteve-se o valor de 93,5 para a relação total e 79,0 para a proporção
(E) Não pode ser utilizado concomitantemente com aparelho ortodôntico total. anterior. Com base nesses resultados, pode-se afirmar que
(A) os dentes superiores e inferiores apresentam larguras proporcionalmente
67. Assinale a alternativa que indica uma afirmação verdadeira relacionada ao
tratamento ortodôntico compensatório de um paciente adulto portador de adequadas.
(B) existe excesso de material dentário superior, localizado nos dentes
deficiência mandibular e má-oclusão de Classe II.
anteriores.
(C) existe excesso de material dentário superior, localizado nos dentes
(A) O tratamento de eleição consiste em extração dos primeiros pré-molares
posteriore.
superiores e inferiores e retração dos incisivos superiores e inferiores.
(D) existe excesso de material dentário inferior, localizado nos dentes anteriores.
(B) O tratamento de eleição consiste em extração dos primeiros pré-molares
superiores e retração de incisivos superiores. (E) existe excesso de material dentário inferior, localizado nos dentes
(C) O tratamento de eleição consiste em extração dos primeiros pré-molares posteriores.
inferiores e retração dos incisivos inferiores.
(D) O tratamento de eleição consiste em extração dos segundos pré-molares
superiores e mesialização dos molares superiores. FINAL DA PROVA
(E) O tratamento de eleição consiste em extração dos segundos pré-molares
inferiores e mesialização dos molares inferiores.
ODONTOLOGIA-
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 11
PERIODONTIA

PROVA DE CONHECIMENTOS
ESPECÍFICOS

PERIODONTIA
31. A principal função do periodonto é inserir o dente no tecido ósseo dos maxilares 33. Com relação à mucosa em torno de dentes e de implantes, é correto afirmar que
e manter a integridade da superfície da mucosa mastigatória da cavidade oral. Os
principais tipos celulares encontrados tanto no epitélio oral quanto gengival são (A) o epitélio se insere, via hemidesmossomos, tanto na superfície dos dentes
quanto nos implantes.
(A) queratinócitos.
(B) células de Langerhans. (B) as principais fibras de inserção do conjuntivo se inserem tanto no cemento
radicular do dente quanto na superfície metálica dos implantes.
(C) celulas de Merkel.
(C) o tecido conjuntivo, na área supracristal em implantes, contém mais fibras
(D) melanócitos.
colágenas e mais fibroblastos do que o tecido na localização correspondente
(E) macrófagos.
em dentes.
(D) existe um grande número de vasos sanguíneos na porção conjuntiva
32. O periodonto é caracterizado pelo íntimo relacionamento entre tecidos, epiteliais
próxima à inserção transmucosa dos implantes de titânio.
e conjuntivos, com complexa especialização e por uma morfofisiologia ímpar no
(E) a inserção transmucosa dos implantes possui uma barreira epitelial com
organismo. Assinale a opção correta quanto às características morfológicas dos
cerca de 4 mm de extensão.
tecidos periodontais.

(A) O epitélio oral da gengiva de todo indivíduo apresenta ceratinização, sendo


34. Em condições de saúde, a sondagem clínica padronizada com força de 0,5 N do
sua identificação clínica dada pelo seu aspecto pontilhado característico,
sulco periimplantar, em comparação com a sondagem do sulco gengival, é
semelhante a uma “casca de laranja”.
frequentemente
(B) A inserção conjuntiva é caracterizada por uma densa inserção de feixes
colagênicos gengivais na porção cervical radicular, na forma de fibras de
(A) igual em sua aproximação da crista óssea porque a união da mucosa ao
Sharpey inseridas em sua matriz de cemento do tipo celular misto
implante é semelhante à dentogengival.
estratificado.
(B) menos invasiva em direção à crista óssea porque a união da mucosa ao
(C) A lâmina própria gengival é constituída, principalmente, de células do
implante é mais resistente que a dentogengival.
conjuntivo (cerca de 60% do volume do tecido), fibras colágenas (cerca de
5% do volume), vasos e nervos (cerca de 35% do volume), imersos em uma (C) mais invasiva em direção à crista óssea porque a união da mucosa ao
matriz extracelular complexa. implante é menos resistente que a dentogengival.
(D) O epitélio juncional encontra-se estruturalmente unido ao tecido conjuntivo (D) mais invasiva em direção à crista óssea porque a faixa de união epitelial ao
por fibrilas de ancoragem e outros componentes da matriz extracelular; por implante é mais extensa que na união dentogengival.
outro lado, compõe uma interface com o esmalte dentário na qual é (E) menos invasiva em direção à crista óssea porque a faixa de união epitelial ao
observada aderência física dada por hemidesmossomas. implante é menos extensa que na união dentogengival.
(E) O componente celular da lâmina própria gengival tem como principais tipos
celulares: fibroblastos (que compõem a maioria da população de células),
monócitos, células inflamatórias e megacariócitos, responsáveis por
importantes sinalizações moduladoras do metabolismo do tecido como um
todo.
ODONTOLOGIA-
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 12
PERIODONTIA

35. As variações hormonais experimentadas pelas mulheres durante condições 37. Os estudos epidemiológicos nos fornecem dados que subsidiam o conhecimento
fisiológicas e não fisiológicas resultam em alterações significativas no atual da prevalência das doenças periodontais no mundo e da forma como as
periodonto. Sobre este assunto, pode-se afirmar que mesmas evoluem. Analise as afirmações abaixo e assinale a correta.

(A) a gengiva é o tecido-alvo para ação dos hormônios esteroides. O estrogênio (A) Numerosas publicações analisaram as causas de perda dentária em
possui efeito depressor sobre o metabolismo do colágeno e angiogenese. populações-base e, em termos globais, acredita-se que a periodontite seja
(B) estudos tem demonstrado que a gravidez está significativamente mais responsável por até 50% de todas as extrações, enquanto a cárie e suas
associada à periodontite que a gengivite. sequelas, por até 35%.
(C) durante a gravidez ocorre um aumento considerável na contagem de (B) Os dados da prevalência da periodontite agressiva em crianças e
periodontopatógenos, especialmente o A. actinomycetemcomitans e P. adolescentes no mundo mostram uma relativa uniformidade de critérios em
intermedia. sua análise e uma predileção por indivíduos caucasianos do gênero
(D) a combinação de estrogênio e progesterona, em pílulas anticoncepcionais, masculino, seguida, em segundo lugar, de indivíduos negros numa relação
pode contribuir para reduzir os índices de gengivite, independentemente do de gêneros de 1:1.
controle de placa bacteriano. (C) Embora os dados epidemiológicos acerca das doenças periodontais possam
(E) em níveis elevados de hormônios gestacionais, ocorre a diminuição da variar em distintas regiões geográficas devido a particularidades
quimiotaxia neutrofílica e da fagocitose, assim como da resposta de populacionais, a comparação dos estudos de severidade da periodontite no
anticorpos e células T. mundo é plausível em razão do emprego do índice CPITN de forma
sistemática, de modo a permitir a análise do nível de inserção clínica
periodontal.
(D) Os estudos epidemiológicos apontam, desde seus primórdios, para uma alta
36. São agentes etiológicos da periodontite com fatores de virulência que incluem prevalência de periodontite em populações adultas em geral, diretamente
fator indutor de reabsorção óssea, invasão de células epiteliais in vitro, indução proporcional ao aumento da faixa etária, em concordância com o estudo
da produção de citocinas por macrófagos, degradação de imunoglobulinas, fator Marshall-Day et al. (1955) em extensa casuística na Índia, na qual a
indutor de fibroblastos, fatores modificadores da função de polimorfonucleares prevalência de periodontite era de 100% acima dos 40 anos de idade.
neutrófilos (PMN), colagenase e endotoxina: (E) De acordo com vários estudiosos da epidemiologia da periodontite, a
exemplo de Baelum et al. (1988), o padrão de evolução da patogênese desta
(A) Fusobacterium nucleatum e Tannerella forsythia. doença pode ser visto como uma consequência inevitável da gengivite, que
(B) Porphyromonas gingivalis e Tannerella forsythia. acomete os indivíduos indistintamente, residindo as diferenças de
(C) Prevotella intermedia e Porphyromonas gingivalis. distribuição em função da faixa etária, nível socioeconômico, padrão de
(D) Aggregatibacter actinomycetemcomitans e Porphyromonas gingivalis. higiene bucal e de nutrição.
(E) Aggregatibacter actinomycetemcomitans e Capnocytophaga sputigena.
38. Muitos estudos estabeleceram que, comparando os fumantes com os não
fumantes, ambos com periodontite, os fumantes possuem

(A) sondagem mais profunda, mas menor número de bolsas periodontais.


(B) mais perda de inserção periodontal, mas menos recessão gengival.
(C) mais perda óssea alveolar, mas menos gengivite e sangramento à sondagem.
(D) mais perda dentária, mas menos dentes com envolvimento de furca.
(E) mais sangramento à sondagem, mas menores níveis de inflamação gengival.
ODONTOLOGIA-
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 13
PERIODONTIA

39. A placa dental como um depósito microbiano de ocorrência natural representa 41. Os estudos da prevalência e severidade da periodontite em indivíduos fumantes
um biofilme verdadeiro que consiste em bactérias em uma matriz composta mostram que estes indivíduos apresentam níveis mais elevados da doença.
principalmente de polímeros extracelulares de origem bacteriana e produtos do Assinale a afirmação correta com base na evidência científica publicada.
exsudato do sulco gengival e/ou saliva. Sobre as implicações clínicas dos
depósitos de cálculo sobre os dentes, é correto afirmar que (A) A nicotina ativa diretamente a função de PMN, monócitos e macrófagos,
aumentando sua atividade fagocítica.
(A) o cálculo dental é a principal causa das doenças periodontais. (B) Indivíduos fumantes têm mais periodontite que indivíduos não fumantes,
(B) alguns estudos tem provado que é possível a inserção epitelial normal, via independentemente da higiene bucal.
formação de epitélio juncional com presença de hemidesmossomos, sobre a (C) Em indivíduos fumantes observa-se um aumento no fluxo do fluido sulcular
superfície do cálculo dental descontaminada. gengival e na migração de leucócitos do sistema circulatório para o sulco ou
(C) o cálculo dental representa a placa bacteriana não mineralizada. bolsa gengival.
(D) a presença do cálculo dentário não impede a remoção adequada do biofilme (D) A maior prevalência de periodontite em indivíduos fumantes está
dentário e favorece um controle de placa apropriado por parte do paciente. relacionada ao comprometimento imunológico traduzido no tecido gengival,
(E) a rugosidade da superfície do cálculo dental, por si só, é capaz de uma vez que microbiota subgengival é similar à de indivíduos não fumantes.
desencadear a gengivite. (E) Existe evidência relatada apontando o padrão de maior acúmulo de biofilme
supragengival em indivíduos fumantes, com inflamação gengival, eritema e
sangramento à sondagem mais acentuados que em indivíduos não fumantes.
40. O cirurgião-dentista deve compreender a etiologia e patogênese da doença
periodontal. Deste modo, está correto afirmar que

(A) a despolimerização do colágeno observada na doença periodontal, apesar de 42. Configura paciente de risco à infecção sistêmica durante o tratamento periodontal
ser resultante principalmente da liberação de colagenase de origem invasivo, determinando o emprego de antibiótico sistêmico coadjuvante ao
bacteriana, também pode resultar de colagenase tecidual. procedimento:
(B) o conceito de especificidade atribuído à doença periodontal é um importante
avanço e significa que o grupo de doenças ou infecções que constituem a (A) paciente gestante unípara.
doença periodontal está associado ao mesmo microrganismo. (B) paciente portador de marcapasso.
(C) os efeitos diretos das bactérias sobre os tecidos periodontais são antagônicos (C) paciente com sítio periodontal com secreção purulenta.
aos efeitos indiretos de interferência na resposta do hospedeiro, na gênese (D) paciente portador de hipertensão arterial não compensada.
da doença periodontal. (E) paciente com história de endocardite bacteriana subaguda tratada.
(D) nos sulcos gengivais de adultos jovens saudáveis, a microbiota é
relativamente simples e esparsa, sendo quase dois terços composta por
cocos Gram-negativos.
(E) a resposta imunológica tem características tanto protetoras quanto
destrutivas; nas doenças associadas às bactérias da placa, ela pode contribuir
para o processo da doença ou modular os efeitos bacterianos.
ODONTOLOGIA-
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 14
PERIODONTIA

43. Sobre a forma de progressão da periodontite crônica, é correto afirmar que 45. A gengivoestomatite herpética aguda é uma infecção virótica primária, que surge
após deficiência do sistema imunológico por alteração sistêmica. Caracteriza-se
(A) a destruição tecidual afeta os dentes da mesma forma, sem predileção por pelo aparecimento de lesões bucais na gengiva, língua, mucosa labial e jugal. As
sítios. lesões desaparecem espontaneamente entre 10 e 14 dias, sem deixar marcas. No
(B) a progressão é lenta, mas em algum estágio, pode sofrer exacerbação, entanto, o surgimento de sintomas clínicos de dor é atribuído ao aparecimento de
resultando em perda adicional de inserção e osso.
(C) atualmente, aceita-se que a progressão da doença ocorra em episódios de (A) placa ceratótica que extravasa líquido adstringente.
exacerbação e remissão. (B) lesão papilar que se rompe expondo tecido conjuntivo.
(D) o melhor parâmetro para confirmar a progressão é a medida da profundidade (C) lesão eritematosa.
de sondagem em dois momentos distintos. (D) lesão vesiculobolhosa.
(E) a prevalência da periodontite crônica aumenta com a idade. O fato de (E) lesão vesicular que se rompe formando úlceras.
envelhecer, por si só, aumenta significativamente a susceptibilidade à
doença.
46. A respeito das retrações gengivais e seu tratamento, é correto afirmar que

44. Com base nos conceitos conhecidos acerca do trauma de oclusão em tecidos (A) uma retração gengival pode ocorrer durante a terapia ortodôntica em área
periodontais, é correto afirmar que com gengiva inserida insuficiente, e por essa razão um procedimento de
enxerto de mucosa ceratinizada é preconizado previamente à terapia
(A) a zona de irritação compreende o periodonto de sustentação, enquanto a ortodôntica.
zona de codestruição compreende o periodonto de proteção. (B) uma retração gengival pode surgir em decorrência de uma movimentação
(B) a forma primária de lesão tecidual é associada a dentes com periodonto ortodôntica e, para este caso, a técnica de recobrimento utilizando
reduzido, enquanto a forma secundária é associada a dentes com periodonto regeneração tecidual guiada com membrana bioabsorvível é a que se
com altura normal. revelou, nos estudos clínicos, com maior percentual de recobrimento
(C) o trauma de oclusão compreende a instalação de lesão com perda de completo.
inserção na zona de irritação, independentemente de a mesma ser sucedida (C) os principais fatores causais diretos cientificamente comprovados no
ou não de lesão na zona de codestruição. desenvolvimento das retrações gengivais são a inflamação induzida pelo
(D) a hipermobilidade em um dente com perda óssea alveolar horizontal e biofilme, o trauma de escovação e o trauma de oclusão, podendo ocasionar a
largura normal do espaço ligamentar periodontal pode ser revertida à retração agindo isoladamente ou associados entre si.
normalidade por meio do ajuste oclusal. (D) a presença de uma deiscência óssea alveolar natural da morfologia dos
(E) a hipermobilidade dentária devida a trauma de oclusão por forças excessivas maxilares pode ser considerada um fator predisponente ao desenvolvimento
e aumento do espaço ligamentar periodontal pode ser revertida à de uma retração gengival, enquanto uma deiscência induzida
normalidade quando da remoção das forças traumatizantes. ortodonticamente pela expansão vestibular do dente é acompanhada de
reparação e não constitui fator predisponente à retração.
(E) o recobrimento radicular pelo tecido mole pode ser alcançado com
diferentes modalidades de procedimentos cirúrgicos e o resultado clínico
caracteriza-se por um aumento na quantidade de gengiva inserida com
formação de uma bolsa gengival residual não patológica e de profundidade
de sondagem compatível com o recobrimento radicular obtido.
ODONTOLOGIA-
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 15
PERIODONTIA

47. No estudo da patogenia e das causas do processo da doença periodontal, as lesões 50. Ao exame físico periodontal inicial de um paciente, podem-se já identificar
de origem endodônticas são significantes, à medida que elas frequentemente se importantes parâmetros diagnósticos. Considere um paciente recém acolhido em
estendem e se manifestam nas estruturas de inserção. Sobre as lesões seu serviço odontológico, e que será examinado pela primeira vez. Acerca dos
endoperiodontais é correto afirmar que parâmetros clínicos periodontais, associe a segunda coluna de acordo com a
primeira e, a seguir, assinale a opção com a sequência correta.
(A) em dentes com acometimento moderado dos tecidos periodontais, a polpa
normalmente permanece saudável e com vitalidade. O colapso da polpa
ocorre quando a placa e o processo inflamatório periodontal progridem até a 1. sangramento à sondagem. ( ) Sua avaliação considera valores
forame apical. 2. presença de diastema. fisiológicos de até 0,25 mm e patológicos
(B) a instrumentação de bolsa periodontais normalmente leva ao 3. nível de inserção clínica. acima deste.
comprometimento da vitalidade pulpar. 4. mobilidade dentária. ( ) Auxilia na quantificação da perda
(C) a grande maioria dos dentes possuem canais acessórios nos seus terços 5. ausência ou deficiência de vertical dos tecidos de suporte
médio e cervical. Esse fato explica por que lesões inflamatórias pulpares mucosa ceratinizada. periodontal.
normalmente são vistas estendendo-se para o periodonto marginal. 6. índice de placa. ( ) Seu tratamento corretivo mais comum
(D) concussões e subluxações podem resultar em uma ruptura do suprimento utiliza enxerto tecidual.
neurovascular no ápice. Entretanto, como o potencial regenerativo da polpa, ( ) Afere o risco à progressão da doença
no dente completamente formado, é bem acentuado, normalmente não periodontal no exame inicial,
ocorre a necrose pulpar. objetivamente.
(E) frequentemente, as lesões endodônticas que afetam secundariamente o
periodonto apresentam vitalidade pulpar positiva. (A) 3-4-2-6.
(B) 3-4-5-1.
48. Em qual destas patologias a vitalidade pulpar do dente pode estar preservada? (C) 3-4-5-6.
(D) 4-3-5-1.
(A) Cisto periodontal apical. (E) 4-5-2-3.
(B) Cisto radicular.
(C) Cisto periodontal lateral.
(D) Granuloma apical. 51. Uma das propriedades para se tornar um eficaz agente antimicrobiano antiplaca é
(E) Abscesso endodôntico. possuir substantividade. Qual das substâncias abaixo é considerada a mais
eficaz?
49. A tunelização é uma técnica utilizada no tratamento de defeitos de furca. Em qual
das situações abaixo essa técnica NÃO estaria indicada? (A) Óleos essenciais
(B) Cloreto de cetilpiridínio
(A) Molares inferiores com defeito de furca grau III (C) Cloreto de benzalcônio
(B) Tronco radicular longo (D) Clorexidina
(C) Amplo ângulo de separação das raízes (E) Sanguinarina associada a zinco
(D) Ampla divergência entre as raízes
(E) Dentes sem restauração direta ou indireta
ODONTOLOGIA-
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 16
PERIODONTIA

52. Ao exame físico periodontal de um paciente, observam-se biofilme e cálculo 54. Assinale a alternativa abaixo que representa o melhor protocolo terapêutico para
supragengival em todos os dentes, sangramento à sondagem em todos os sítios, paciente com abscesso periodontal agudo, presença de tumefação localizada, dor,
edema gengival, profundidades de sondagem variando entre 2 mm e 5 mm e febre e linfadenopatia.
valores de nível inserção clínica com valor “zero”. Ao exame radiográfico,
imagem com aspecto compatível com ausência de perda óssea. Entre as opções (A) Na sessão inicial, prescrição de antibioticoterapia até o retrocesso da
diagnósticas a seguir, assinale aquela que se apresenta mais compatível com a condição aguda; na segunda sessão, antissepsia, anestesia local, raspagem,
situação apresentada e mais corretamente justificada. alisamento radicular e debridamento, irrigação subgengival, orientação de
higienização.
(A) Trata-se de uma provável gengivite ulcerativa necrosante, devido à presença (B) Na sessão inicial, antissepsia, anestesia local, drenagem mediante sondagem
de tecido gengival edemaciado, não haver perda de inserção nem perda e leve compressão gengival, irrigação subgengival, orientação de
óssea. higienização, prescrição de antiinflamatório esteroidal e enxaguatório de
(B) Trata-se de uma provável periodontite agressiva generalizada, devido à digluconato de clorexidina; na segunda sessão, cirurgia periodontal.
presença de bolsas de 5 mm e haver sangramento à sondagem em todos os (C) Na sessão inicial, antissepsia, anestesia local, drenagem mediante sondagem
sítios periodontais. e leve compressão gengival, irrigação subgengival, orientação de
(C) Trata-se de uma provável periodontite crônica leve, devido às profundidades higienização, prescrição de antiinflamatório não esteroidal e enxaguatório
de sondagem atingirem, ao máximo, 5 mm e a topografia óssea ainda não se de digluconato de clorexidina; na segunda sessão, cirurgia periodontal.
mostrar afetada radiograficamente. (D) Na sessão inicial, antissepsia, anestesia local, drenagem mediante raspagem,
(D) Trata-se de uma provável gengivite associada à placa generalizada, devido alisamento radicular e debridamento, irrigação subgengival, orientação de
aos níveis clínicos de inserção não caracterizarem perda, e haver higienização, prescrição de enxaguatório de digluconato de clorexidina; na
sangramento à sondagem em todos os sítios periodontais. segunda sessão, observação e, se necessário, novo debridamento mecânico.
(E) Trata-se de uma provável periodontite ulcerativa necrosante, devido à (E) Na sessão inicial, antissepsia, anestesia local, drenagem mediante raspagem,
presença de tecido edemaciado, bolsas de 5 mm, haver perda de inserção e alisamento radicular e debridamento, irrigação subgengival, orientação de
perda óssea precoce radiograficamente não detectável. higienização, prescrição de antibioticoterapia e enxaguatório de digluconato
de clorexidina; na segunda sessão, observação e, se necessário, novo
53. Avaliações histométricas, feitas por Gargiulo et al. (1961), descreveram que o debridamento mecânico.
espaço biológico é composto por inserção conjuntiva e epitélio juncional. A
média das medidas encontradas para essas estruturas foi de 1,07 mm e 0,97 mm, 55. A terapia periodontal regenerativa abrange procedimentos planejados para
respectivamente. A média do sulco histológico foi de 0,69 mm. Adicionalmente, restaurar os tecidos do aparato de sustentação do dente que tenham sido perdidos
admite-se que uma sondagem clínica de 3 mm e sem sangramento é compatível devido a periodontite. Sobre esse processo regenerativo pode-se afirmar que
com saúde periodontal. Diante dessas informações, qual deve ser a máxima
extensão dos preparos restauradores-protéticos que não levam a invasão do (A) O tecido proveniente de células ósseas apresenta um ótimo potencial
espaço biológico? regenerativo.
(B) O tecido conjuntivo gengival possui uma variedade de células com potencial
(A) No nível da margem gengival regenerativo.
(B) 1 mm coronal a margem gengival (C) O ligamento periodontal abriga células com ótimo potencial regenerativo.
(C) 0,69 mm apical a margem gengival (D) Os materiais aloplásticos atuam como preenchedores de defeitos
(D) 1 mm apical a junção cementoesmalte periodontais e apresentam importante potencial regenerativo.
(E) 3 mm apical a margem gengival (E) A comprovação de formação da regeneração periodontal verdadeira se dá
por sondagem periodontal e análise radiográfica.
ODONTOLOGIA-
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 17
PERIODONTIA

56. A respeito da associação de agentes antimicrobianos locais ao tratamento 58. Após a terapia periodontal não cirúrgica completa, e aguardado o tempo
periodontal mecânico, assinale a opção que contempla o consenso atual sobre sua conveniente para a adequada resposta reparacional, constata-se que um primeiro
aplicação. molar inferior com envolvimento de furca grau 3 apresenta profundidade de
sondagem de 5 mm, com sangramento, perda óssea horizontal moderada e
(A) Os estudos clínicos com o emprego de terapia antimicrobiana local ausência de mobilidade. Assinale a alternativa que apresenta opções terapêuticas
adjuvante ao tratamento periodontal mecânico não constataram benefício com indicação para este caso.
adicional promovido pelo antimicrobiano, independentemente do quadro
clínico inicial da doença. (A) Cirurgia de acesso à raspagem e alisamento radicular, cirurgia regenerativa
(B) O tratamento periodontal mecânico, individualmente, melhora as condições utilizando aloenxerto.
clínicas suficientemente na maioria dos casos de periodontite agressiva, (B) Cirurgia de acesso à raspagem e alisamento radicular, plastia de furca,
sendo indicada a associação de antimicrobianos na forma tópica em caso de cirurgia regenerativa utilizando matriz mineral do esmalte.
refratariedade ao tratamento mecânico. (C) Cirurgia de acesso à raspagem e alisamento radicular, cirurgia regenerativa
(C) O tratamento periodontal mecânico, individualmente, melhora as condições utilizando material aloplástico.
clínicas suficientemente na maioria dos casos de periodontite crônica, sendo (D) Cirurgia de acesso à raspagem e alisamento radicular, tunelização,
indicada a associação de dispositivos de liberação local de antimicrobianos hemissecção radicular.
em sítios refratários ao tratamento. (E) Raspagem e alisamento radicular, biomodificação radicular, cirurgia
(D) O tratamento periodontal mecânico promove melhores resultados com o uso regenerativa utilizando enxerto ósseo autógeno.
adjuvante de dispositivos de liberação local de antimicrobianos, estando
indicada a associação protocolar das duas terapias no tratamento inicial de
sítios acometidos de periodontite agressiva.
(E) O tratamento periodontal mecânico promove melhores resultados com o uso
adjuvante de dispositivos de liberação local de antimicrobianos, estando 59. Em 1985, Miller apresentou a classificação das recessões gengivais. Qual das
indicada a associação protocolar das duas terapias no tratamento inicial de situações abaixo NÃO é característica da Classe II?
sítios com periodontite crônica com profundidades de sondagem maiores
que 5 mm. (A) Não há perda óssea interproximal
(B) As papilas preenchem adequadamente o espaço interproximal
57. Assinale a opção que contém a técnica cirúrgica de retalho indicada em (C) A altura da recessão gengival localiza-se no mesmo nível da base das
combinação com procedimentos regenerativos, proposta por Takei et al. (1985) e papilas
modificada por Cortellini et al. (1995, 1999). (D) A margem da recessão gengival atinge ou ultrapassa a linha mucogengival
(E) Apresenta prognóstico favorável ao recobrimento radicular
(A) Retalho de Neumann.
(B) Retalho de Widman modificado.
(C) Retalho para preservação de papila.
(D) Retalho reposicionado apicalmente.
(E) Retalho reposicionado coronariamente.
ODONTOLOGIA-
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 18
PERIODONTIA

60. São características comumente encontradas no processo de cicatrização após 62. Quando corretamente indicado, um procedimento para recobrimento radicular
terapia cirúrgica da bolsa periodontal pela técnica clássica utilizando retalho de tem maior previsibilidade de recobrimento com a técnica de
Widman modificado:
(A) regeneração tecidual guiada.
(A) cicatrização predominantemente em segunda intenção com migração (B) enxerto gengival livre.
epitelial e conjuntiva, revestimento por epitélio sulcular, reabsorção da (C) retalho reposicionado lateralmente.
crista óssea alveolar e recessão da margem gengival. (D) retalho reposicionado coronariamente.
(B) cicatrização predominantemente em primeira intenção com migração (E) enxerto livre de tecido conjuntivo associado ao retalho reposicionado
epitelial e conjuntiva, formação de epitélio juncional longo, reabsorção da coronariamente.
crista óssea alveolar e recessão da margem gengival.
(C) cicatrização predominantemente em segunda intenção com migração
epitelial e conjuntiva, formação de nova inserção, reabsorção da crista óssea 63. Quanto ao uso de antibióticos na terapia periodontal, é correto afirmar que
alveolar e migração coronária da margem gengival (creeping attachment).
(D) cicatrização predominantemente em primeira intenção com migração (A) Antibióticos sistêmicos podem constituir-se em um importante adjuvante à
epitelial e conjuntiva, formação de nova inserção, reabsorção da crista óssea instrumentação periodontal no tratamento de formas agressivas de
alveolar e migração coronária da margem gengival (creeping attachment). periodontite.
(E) cicatrização predominantemente em primeira intenção com migração (B) Antibióticos sistêmicos substituem com eficácia a instrumentação
epitelial e conjuntiva, formação de epitélio juncional longo, reabsorção da periodontal.
crista óssea alveolar e migração coronária da margem gengival (creeping (C) O controle de placa bacteriana após a terapia não é tão essencial quando se
attachment). usa antibióticos sistêmicos.
(D) Regiões localizadas refratárias ao tratamento podem ser melhor tratadas
com o uso de antibióticos sistêmicos do que com antimicrobianos locais.
61. Vários fatores podem contribuir para a perda da altura da papila e o (E) A associação tetraciclina-amoxicilina é a mais recomendada pelos estudos
estabelecimento de ameias abertas. Sobre a etiologia, classificação e tratamento clínicos devido seu efeito sinérgico e mínimo relato de efeitos colaterais.
da perda de papila é correto afirmar que

(A) A causa mais comum é a perda do suporte periodontal durante 64. Qual o pré-requisito indiscutível para garantir o sucesso do tratamento
movimentação ortodôntica. periodontal a longo prazo?
(B) O defeito papilar Classe II, segundo Nordland&Tarnow (1998), é aquela na
qual a extremidade da papila interdental localiza-se apicalmente ou no nível (A) Terapia Periodontal Regenerativa.
da junção cementoesmalte na superfície proximal do dente, mas coronária (B) Terapia Periodontal Medicamentosa.
ao nível da junção cementoesmalte na face vestibular. (C) Terapia Periodontal de Suporte.
(C) Quando a distância entre o ponto de contato e a crista óssea é de 7 mm, (D) Bochechos semanais com clorexidina a 0,12%.
normalmente a papila estará ocupando inteiramente a ameia. (E) Restrição do consumo de açúcar.
(D) Existem diversas técnicas para reconstruir a deficiência papilar, com
resultados previsíveis e demonstrando estabilidade a longo prazo.
(E) Considerando os estudos de Tarnow et al, 1992 e Gargiulo et al, 1961, pode-
se afirmar que a altura biológica da papila interdental é de cerca de 6 mm.
ODONTOLOGIA-
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 19
PERIODONTIA

65. Ellegard et al. (1973-1976) e Nielsen (1980) preconizaram classificações para os 67. Assinale a opção que descreve mais corretamente a sequência de um
materiais regenerativos para enxertia em defeitos ósseos periodontais. Com base procedimento cirúrgico de regeneração tecidual guiada.
nesses conceitos, associe a segunda coluna de acordo com a primeira e, a seguir,
assinale a alternativa com a associação correta. (A) Incisão com excisão de margem gengival para eliminação da bolsa,
descolamento de retalho de espessura parcial, debridamento da superfície
I. Osteocondutores (A) Responsáveis pela formação de novo osso radicular, adaptação da barreira com margem coronária posicionada 2 a 3
II. Osteoindutores originário das células enxertadas. mm apicalmente à margem do retalho, sutura.
III. Osteoproliferati (B) Funcionam como um arcabouço para a formação
(B) Incisão com excisão de margem gengival para eliminação da bolsa,
vos ou de novo osso originário do defeito do hospedeiro.
descolamento de retalho de espessura parcial, debridamento da superfície
osteogênicos (C) Estimulam o tecido adjacente ao material
radicular, adaptação da barreira com margem coronária posicionada 2 a 3
enxertado a se diferenciar e sintetizar novo osso.
mm coronariamente à margem do retalho, sutura.
(D) Têm função moduladora das células adjacentes ao
(C) Incisão intrassulcular, excisão do epitélio da bolsa, descolamento de retalho
material enxertado por transferência de DNA.
de espessura total, curetagem do tecido de granulação e debridamento da
(A) I-A, II-C, III-B
superfície radicular, adaptação da barreira com margem coronária
(B) I-B, II-C, III-A posicionada 2 a 3 mm apicalmente à margem do retalho, sutura.
(C) I-B, II-D, III-A (D) Incisão intrassulcular, excisão do epitélio da bolsa, descolamento de retalho
(D) I-C, II-A, III-B de espessura total, curetagem do tecido de granulação e debridamento da
(E) I-D, II-A, III-B superfície radicular, adaptação da barreira com margem coronária
posicionada 2 a 3 mm coronariamente à margem do retalho, sutura.
(E) Incisão com excisão de margem gengival para eliminação da bolsa,
66. Após a instalação do implante, uma passagem transmucosa é formada ao redor descolamento de retalho de espessura total, curetagem do tecido de
do pino de fixação e uma mucosa peri-implantar é estabelecida. Algumas granulação e debridamento da superfície radicular, adaptação da barreira
características anatômicas são comuns tanto aos tecidos peri-implantares quanto com margem coronária posicionada 2 a 3 mm apicalmente à margem do
aos tecidos periodontais, dentre elas retalho, sutura.
(A) ambos os tecidos são revestidos com epitélio oral não queratinizado.
(B) sangramento à sondagem é um achado comum e compatível com saúde em 68. A presença de concavidades anatômicas frequentemente observadas nas corticais
ambos os tecidos. das cristas ósseas edentadas determina que o ponto inicial da osteotomia, em um
(C) os tecidos peri-implantares são mais resistentes à inflamação causada pelo rebordo ósseo de largura regular, para posicionamento de um implante
biofilme dental que o tecido gengival. osteointegrável seja localizado, no sentido vestibulolingual:
(D) quando expostos ao acúmulo de biofilme dental, tanto a gengiva quanto a
mucosa peri-implantar respondem à colonização bacteriana com uma lesão (A) no centro das cristas mandibular e maxilar.
inflamatória com infiltrado de leucócitos no tecido conjuntivo, de maneira (B) no topo vestibular das cristas mandibular e maxilar.
muito semelhantes. (C) no topo lingual da crista mandibular e no topo palatino da crista maxilar.
(E) quando exposta ao acúmulo de biofilme dental, a formação de biofilme (D) no topo lingual da crista mandibular e no topo vestibular da crista maxilar.
dental (quantidade e composição) é semelhante entre gengiva e mucosa peri- (E) no topo vestibular da crista mandibular e no topo palatino da crista maxilar.
implantar. Entretanto, a inflamação e mudança na profundidade de
sondagem como resposta do tecido mole ao desafio microbiano
desenvolvem-se de maneira mais exacerbada em tecido periodontal do que
em tecido peri-implantar.
ODONTOLOGIA-
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 20
PERIODONTIA

69. Peri-implantite representa uma condição clínica de inflamação nos tecidos ao 70. A terapia de suporte interceptiva e acumulativa defendida por Lindhe, para a
redor dos implantes. Sobre o exame e o diagnóstico dessa condição é correto manutenção periimplantar, compreende quatro protocolos nos quais se
afirmar que distribuem as modalidades: A – debridamento mecânico, B – lavagem
antisséptica, C – terapia antibiótica sistêmica ou local, D – cirurgia ressectiva ou
(A) a sondagem é um pré-requisito no exame dos tecidos peri-implantares e regenerativa. Assinale a opção com o protocolo sistematicamente preconizado
deve incluir tanto a avaliação de sangramento à sondagem quanto de em sítios periimplantares com presença de placa, cálculo, sangramento à
profundidade de sondagem. sondagem, profundidades de sondagem entre 4 e 5 mm e supuração localizada.
(B) a sondagem clínica não deve ser realizada em sítios visualmente sadios pois
poderá causar uma injúria irreversível aos tecidos peri-implantares. (A) A.
(C) a sondagem clínica só poderá ser realizada com sondas plásticas, mas (B) A + B.
apenas em sítios com sinais clínicos de inflamação (edema e eritema). (C) A + B + C, com o emprego de antibiótico tópico contra Gram-negativos
(D) o diagnóstico da peri-implantite deve ser realizado, inicialmente, por anaeróbios.
exames radiográficos. Uma sondagem dos tecidos peri-implantares só (D) A + B + C, com o emprego de antibiótico sistêmico contra Gram-negativos
deverá ser realizada em sítios com perda óssea radiograficamente anaeróbios.
detectados. (E) A + B + C + D, com o emprego de antibiótico tópico ou sistêmico contra
(E) a aparência clínica (vermelhidão, edema e supuração) dos tecidos peri- Gram-negativos anaeróbios.
implantares é um importante fator para se chegar ao diagnóstico da peri-
implantite.

FINAL DA PROVA
ODONTOLOGIA -
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 11
PRÓTESE DENTÁRIA

PROVA DE CONHECIMENTOS 34. A propriedade de um material para prótese fixa, relacionada com a dificuldade de
ESPECÍFICOS endentação corte ou risco, chama-se

PRÓTESE DENTÁRIA (A) módulo de elasticidade.


(B) rigidez.
31. São músculos supra-hioídeos depressores da mandíbula: (C) dureza.
(D) viscosidade.
(A) digástrico anterior, milo-hioídeo, estilo-hioídeo, gênio-hioídeo. (E) escoamento.
(B) tireo-hioídeo, digástrico anterior, gênio-hioídeo, milo-hioídeo.
(C) esterno-hioídeo, digástrico anterior, estilo-hioídeo, tireo-hioídeo.
(D) homo-hioídeo, tireo-hioídeo, gênio-hioídeo, milo-hioídeo. 35. Após a cera ter sido eliminada, a função do conduto de alimentação é o de criar
(E) gênio-hioídeo, milo-hioídeo, digástrico anterior, esterno-hioídeo. uma via de acesso para que a liga metálica fundida alcance o molde no anel de
revestimento. Sobre o pino formador do conduto, marque a alternativa correta.

32. O sentido de movimentação dos dentes nos diversos planos (sagital, frontal e (A) O seu calibre deve ser maior que a espessura do padrão de cera.
lateral) torna-se um fator determinante no planejamento de uma prótese parcial (B) Deve ser fixado na porção de maior área de secção transversal do padrão de
fixa (PPF). A união desses planos numa PPF se refere ao cera.
(C) Deve ser conectado de modo a formar um ângulo reto com a superfície
(A) Polígono de Roy. plana do padrão de cera.
(B) Polígono de Kennedy. (D) O seu comprimento deve ser o mais longo possível, para que seja diminuído
(C) Polígono de Kent. o risco de bolhas no molde.
(D) Polígono de retenção. (E) Os pinos plásticos são os mais comumente utilizados, já que permitem que a
(E) Polígono de estabilidade. eliminação da cera seja feita em etapa única.

33. Sobre o preparo da área a ser soldada em uma prótese fixa é lícito afirmar que 36. A rigidez relativa de um material dentário, medida pela inclinação da porção reta
da região elástica do diagrama tensão-deformação, é definida por
(A) o espaço para a soldagem é sempre o mesmo, independente do tipo de liga
utilizada. (A) módulo de elasticidade.
(B) uma área excessiva para a solda não é capaz de provocar distorções na (B) flexibilidade.
infraestrutura metálica. (C) resiliência.
(C) durante a aplicação do ponto de solda as áreas a serem soldadas devem estar (D) alongamento.
em íntimo contato entre si. (E) cisalhamento.
(D) a união entre as duas superfícies metálicas será mais efetiva se a área da
solda estiver limpa, regular e bem polida.
(E) o espaço para a solda deve ser maior por lingual, para que seja garantida
uma maior resistência da infraestrutura.
ODONTOLOGIA -
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 12
PRÓTESE DENTÁRIA

37. Sobre coroas provisórias é correto afirmar que 39. Sobre as próteses adesivas marque a alternativa correta.

(A) o sobrecontorno é geralmente menos prejudicial aos tecidos periodontais (A) Só podem ser indicadas para substituir dentes anteriores.
que o subcontorno. (B) A confecção de próteses provisórias para estes casos é sempre
(B) a ameia proximal da coroa deve pressionar a papila gengival para garantir indispensável.
uma estética melhor. (C) Estão contra-indicadas para a contenção de dentes periodontalmente
(C) o contorno supragengival deve apresentar-se plano, para harmonizar-se com abalados.
os tecidos periodontais circundantes. (D) Dentes anteriores mal posicionados podem ser beneficiados por este tipo de
(D) se bem polidas e adaptadas, podem localizar-se até 3mm subgengivalmente prótese.
sem causar danos aos tecidos periodontais. (E) As próteses adesivas podem servir como elemento de suporte para grampos
(E) o subcontorno pode causar alterações gengivais devido ao trauma mecânico e apoios de PPR.
causado pela escova dental ou alimentos fibrosos.

40. O cimento convencional mais indicado para a cimentação de coroas


38. Sobre as restaurações metalocerâmicas, pode-se afirmar que metalocerâmicas é o

I. as ligas de Ni-Cr, utilizadas na confecção de próteses metalocerâmicas, (A) de ionômero de vidro modificado por resina.
apresentam características físicas que permitem obtenção de margens (B) de silicato.
cervicais finas (de 0,1 a 0,3mm). (C) resinoso dual.
II. a incompatibilidade entre a liga metálica e a cerâmica pode resultar em trincas (D) resinoso quimicamente ativado.
tardias, resultante das diferenças nas curvas de expansão e contração térmica (E) de fostato de zinco.
dos dois materiais.
III. a espessura da cerâmica não deve ser maior que 2,5 mm.
IV. a espessura da cerâmica não deve ser inferior a 0,5 mm. 41. Após uma cirurgia de aumento de coroa clínica, qual deverá ser o tempo de
V. as ligas de ouro cerâmico exigem menores espessuras da infraestrutura espera ideal para que seja feita a moldagem subgengival definitiva de uma área
metálica que as ligas de Ni-Cr. anterior?

(A) 15 dias após a cirurgia.


Das afirmativas acima estão corretas: (B) 30 dias após a cirurgia.
(C) 45 dias após a cirurgia.
(A) I, II e III. (D) 60 dias após a cirurgia.
(B) I e IV. (E) De 2 a 3semanas após o preparo final.
(C) I e IV.
(D) II, III e V.
(E) III e V.
ODONTOLOGIA -
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 13
PRÓTESE DENTÁRIA

42. Em relação aos materiais de moldagens elastoméricos, assinale a alternativa que 45. A moldagem em prótese total representa um passo crucial neste tipo de
melhor representa o material com maior rigidez. reabilitação. Desta forma, assinale a alternativa correta.

(A) Hidrocolóide irreversível. (A) A moldeira individual deve ser construída sobre o modelo funcional.
(B) Silicona por adição. (B) Para a confecção do modelo anatômico é necessário fazer o encaixotamento
(C) Godiva. do molde.
(D) Polissulfeto. (C) A moldeira selecionada para a moldagem anatômica é a mesma,
(E) Poliéter. independente, do material de moldagem utilizado.
(D) Os materiais mais utilizados para a moldagem anatômica são a pasta
zincoeugenólica e os elastômeros.
43. Sobre preparos em prótese parcial fixa, pode-se afirmar que (E) O vazamento do molde funcional, sem o seu devido encaixotamento, dificulta
a obtenção do debrum, o que pode prejudicar o modelo de trabalho.
I. O término em degrau dificulta o escoamento do cimento.
II. O término em ombro tem como maior vantagem apresentar uma linha
mínima de cimento. 46. Num paciente desdentado total bimaxilar a determinação da dimensão vertical de
III. O término em chanfrete está indicado para coroas totais metálicas e parciais oclusão (DVO) pode ser realizada através da equação:
do tipo 3/4 e 4/5.
IV. O término em Chanfrado garante uma melhor adaptação da peça fundida e (A) DVO = espaço funcional livre + dimensão vertical de repouso.
escoamento do cimento. (B) DVO = espaço funcional livre + dimensão vertical de repouso – 1mm.
V. A técnica da silhueta para os preparos em dentes anteriores não leva em (C) DVO = espaço funcional livre + dimensão vertical de repouso – 2mm.
consideração o conhecimento da parte ativa da broca. (D) DVO = dimensão vertical de repouso – espaço funcional livre.
Assinale a alternativa correta. (E) DVO = espaço funcional livre + 3mm.

(A) Somente I e IV estão corretas.


(B) Somente II e IV estão corretas. 47. São materiais de moldagem anelásticos:
(C) Somente I, II e IV estão corretas.
I- Godivas.
(D) Somente II, IV e V estão corretas.
II- Pasta de óxido de zinco- eugenol.
(E) Somente I, III e IV estão corretas.
III- Hidrocolóide Irreversível.
IV- Poliéter.
44. Sabe-se que o alginato (Hidrocolóide irreversível) é o material de moldagem V- Polissufetos
mais utilizado no mundo. A presença do fosfato de sódio, na composição desse
material, tem como finalidade Assinale a alternativa correta.

(A) acelerar a reação de presa e diminuir o tempo de trabalho. (A) Somente I e II estão corretas.
(B) retardar a reação de presa e aumentar o tempo de trabalho. (B) Somente II e IV estão corretas.
(C) acelerar a reação de presa e aumentar o tempo de trabalho. (C) Somente I, III e IV estão corretas.
(D) retardar a reação de presa e diminuir o tempo de trabalho. (D) Somente II, III e V estão corretas.
(E) acelerar a reação de presa e geleificar o material. (E) Somente I, IV e V estão corretas.
ODONTOLOGIA -
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 14
PRÓTESE DENTÁRIA

48. Para a montagem do modelo superior em articulador semi-ajustável (ASA) é 52. Sobre os conceitos de oclusão e trauma oclusal, assinale a alternativa correta.
necessário
(A) Trauma oclusal secundário se refere as interferências oclusais atuando em
(A) registro oclusal em RC. periodonto sadio.
(B) registro oclusal em MIH. (B) Trauma oclusal primário se refere a interferências oclusais atuando em
(C) registro oclusal em lateralidade. periodonto debilitado em relação ao suporte ósseo.
(D) posicionamento e montagem do arco facial. (C) Trauma oclusal terciário se refere a interferências oclusais atuando em
(E) posicionamento e montagem do modelo inferior. periodonto debilitado em relação ao suporte ósseo.
(D) Trauma oclusal primário se refere a interferências oclusais atuando em
periodonto sadio.
49. Sobre a técnica de desgaste de Paterson, determine a mistura correta. (E) Trauma oclusal terciário se refere a interferências oclusais atuando em
(A) 20% de gesso mais 80% de pó de carborundum. periodonto com doença periodontal ativa.
(B) 30% de gesso mais 70% de pó de carborundum. 53. Sobre a técnica de polimerização por energia de microondas é correto afirmar
(C) 80% de gesso mais 20% de pó de carborundum. que
(D) 50% de gesso mais 50% de pó de carborundum.
(E) 70% de gesso mais 30% de pó de carborundum. I. deve-se utilizar muflas plásticas próprias.
II. apresenta, como vantagem, um menor tempo de trabalho.
III. utiliza a mesma resina acrílica das utilizadas em polimerizações
50. Durante a prova em cera dos dentes artificiais em prótese total devemos avaliar: convencionais.
I. o suporte do labial do paciente. IV. o tempo total gasto de polimerização deve ser de 30 minutos em potência
II. o corredor bucal. máxima.
III. a dimensão vertical de oclusão. V. a inclusão em mufla deve ser feita da mesma forma do processo
IV. a dimensão vertical de repouso. convencional.
V. a retenção da base de prova.
Marque a alternativa correta.
Das alternativas acima estão corretas:
(A) I, II e III. (A) Somente I e V estão corretas.
(B) I, II e IV. (B) Somente I e II estão corretas.
(C) II, III e IV. (C) Somente II, III e IV estão corretas.
(D) I, IV e V. (D) Somente I, II e V estão corretas.
(E) II, III e V. (E) Somente II, IV e V estão corretas.

51. O esquadro de Fox permite determinar 54. Algumas alterações oclusais podem aumentar o risco do indivíduo apresentar
disfunção craniomandibular. Dentre essas alterações, podemos citar:
(A) a RC.
(B) a DVO.
(A) diferença entre RC e MIH menor que 1 mm.
(C) a DVR.
(B) diferença entre RC e MIH menor que 2 mm.
(D) o plano oclusal.
(C) diferença entre RC e MIH menor que 0,5 mm.
(E) o espaço funcional livre.
(D) diferença entre RC e MIH maior que 4 mm.
(E) diferença entre RC e MIH entre 0,5 e 1 mm.
ODONTOLOGIA -
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 15
PRÓTESE DENTÁRIA

55. A diminuição do espaço protético que ocorre com frequência em pacientes com a 58. Sobre ajuste oclusal em prótese total é correto afirmar que:
síndrome da combinação decorre mais comumente
(A) o método da remontagem permite que o ajuste oclusal da prótese seja feito
(A) da hipertrofia dos seios maxilares. no articulador.
(B) da perda de dimensão vertical de repouso. (B) mesmo nos casos em que houver alteração da DVO, não está indicado fazer
(C) da hiperplasia e flacidez gengival anterior. desgaste seletivo em cúspide-guia.
(D) do aumento da tuberosidade dos maxilares. (C) o ajuste oclusal em boca deve ser feito no momento da instalação da
(E) das exostoses ósseas decorrentes desta síndrome. prótese, em consulta única, a fim de que se traumatize o mínimo a mucosa
de revestimento.
(D) pequenas alterações dimencionais ocorridas durante o processamento da
56. Dentre os materiais abaixo, qual o material reembasador temporário mais prótese podem ser compensadas, caso a mucosa de revestimento seja
indicado para prótese total imediata? resiliente, sem prejuízo ao paciente.
(A) Godiva de baixa fusão. (E) durante o movimento de protrusão, caso seja necessário a realização de
(B) Resina acrílica rígida quimicamente ativada. ajustes, estes devem ser feitos nas vertentes linguo-distais inferiores e/ou
(C) Resina acrílica rígida termicamente ativada. mésio-vestibulares superiores.
(D) Resina acrílica resiliente.
(E) Godiva de alta fusão.
59. Sobre condicionamento tecidual em prótese total é correto afirmar que

57. O diagrama abaixo representa uma boca parcialmente desdentada. Para a (A) os materiais resilientes elásticos só estão indicados para uso temporário.
confecção de uma PPR, qual a classificação de Kennedy para o arco superior? (B) só pode ser feito com o condicionador do tecido apropriado a base de material
resiliente.
7654-- -/-2345-7 (C) para atuar como amortecedores, o material deve apresentar espessura mínima
76-4-21/123- - - - de 4 mm.
(D) nos materiais à base de resina acrílica a resiliência é proporcionada pela
(A) Classe IV presença do plasticizador.
(B) Classe III (E) é o processo de lixiviação que permite ao material condicionante aumentar a
(C) Classe V sua resistência à solubilidade .
(D) Classe I
(E) Classe II
60. Qual deverá ser a profundidade mínima de redução da crista marginal para que o
apoio oclusal, de aplicação direta, seja rígido e resistente?

(A) 0,5 mm.


(B) 1,0 mm.
(C) 1,5 mm.
(D) 2,0 mm.
(E) 2,5 mm.
ODONTOLOGIA -
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 16
PRÓTESE DENTÁRIA

61. A distância interoclusal mínima, para a utilização de um pilar cônico angulado 64. Em relação aos tipos de retentores extracoronários, utilizados em prótese parcial
(esteticone angulado) de 17 graus, numa prótese implantosuportada, é de removível (PPR), pode-se afirmar que

(A) 7,4 mm. (A) o retentor circunferencial simples é o menos utilizado nas próteses parciais
(B) 7,8 mm. dentosuportadas.
(C) 8,5 mm. (B) o grampo circunferencial reverso tem a ponta ativa do braço de retenção
(D) 8,7 mm. localizada em direção oposta ao espaço protético.
(E) 8,2 mm. (C) o grampo meio a meio ou half-half é indicado para molares superiores com
inclinação mesio-vestibular.
(D) o grampo contínuo de Kennedy é indicado apenas em próteses
62. São objetivos do delineamento em PPR: dentosuportadas.
(E) o grampo a barra em T pode ser indicado para pré-molares superiores em
I. estabelecer o eixo de inserção da PPR. seguimentos dentomucosuportados.
II. localizar as zonas retentivas e expulsivas nas coroas dos retentores diretos e
indiretos.
III. determinar a classificação topográfica da arcada. 65. Sobre o desenho do modelo em PPR, marque a alternativa que indica a sequência
IV. selecionar o material dos dentes artificiais. cronológica ideal para a execução desta etapa.
V. estabelecer a calibragem de retenção para a liga metálica a ser utilizada.
1- Selas
Estão corretos apenas os itens: 2- Barras
3- Apoios
(A) I, II e III. 4- Braço de retenção
(B) I, II e IV. 5- Braço de oposição
(C) I, II e V. 6- Conexões e placas proximais
(D) II, III e V.
(E) III, IV e V. (A) 3-5-4-2-1-6
(B) 3-4-5-2-1-6
63. Sobre adesivos para o uso em prótese total é possível afirmar que (C) 4-5-3-1-2-6
(D) 5-4-3-1-2-6
(A) a sua indicação está sempre associada à falha no tratamento reabilitador. (E) 3-2-4-5-1-6
(B) adesivos devem ser utilizados, preferencialmente, em próteses novas.
(C) os adesivos em pó apresentam maior fixação, quando comparados aos 66. São intermediários indicados para próteses sobre implantes unitárias:
cremes.
(D) seu uso está contra-indicado em casos de mucosas sensíveis, devido a (A) UCLA e mini pilar cônico (microunit).
facilidade em desenvolver candidíase. (B) Mini pilar cônico (microunit) e Esteticone.
(E) o uso de adesivos em prótese total não é capaz de melhorar a capacidade de (C) Esteticone e pilar standard.
incisar alimentos com os dentes anteriores. (D) Ceraone e UCLA.
(E) Mini pilar cônico (microunit) e Ceraone.
ODONTOLOGIA -
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 17
PRÓTESE DENTÁRIA

67. São características do grampo circunferêncial em anel modificado: 69. O torque recomendado para fixação do intermediário mini pilar cônico
(microunit) é de
I. São antiestéticos.
II. Apresentam dois apoios e um braço de reforço. (A) 10 Ncm.
III. Indicados para dentes posteriores com inclinação para mesial. (B) 15 Ncm.
IV. Indicados para molares superiores e inferiores posteriores à área edêntula. (C) 20 Ncm.
V. Estão contra-indicados para pré-molares isolados entre dois espaços (D) 32 Ncm.
protéticos. (E) 45 Ncm.

Assina a alternativa correta.


70. São sinônimos dos pilares protéticos:
(A) Apenas I e IV estão corretas.
(B) Apenas III e IV estão corretas. I. Abutment
(C) Apenas I, II e IV estão corretas. II. Healing cap
(D) Apenas I, IV e V estão corretas. III. Cover-screw
(E) Apenas II, IV e V estão corretas. IV. Intermediários
V. Componentes Transmucoso

68. São características do pilar multiunit: Assina a alternativa correta.

I. Possuem diâmetro de 4,8mm. (A) Apenas I e IV estão corretas.


II. Devem receber torque de 30 N. (B) Apenas III e IV estão corretas.
III. Possuem Cintas de 1,2,3,4 e 5,5 mm. (C) Apenas I, IV e V estão corretas.
IV. Distância interoclusal mínima de 5,5 mm. (D) Apenas I, III e IV estão corretas.
V. Só podem ser indicados para próteses fixas múltiplas. (E) Apenas I, II e IV estão corretas.

Assina a alternativa correta.

(A) Apenas I e IV estão corretas. FINAL DA PROVA


(B) Apenas III e V estão corretas.
(C) Apenas I, II e V estão corretas
(D) Apenas I, III e V estão corretas.
(E) Apenas II, III e IV estão corretas.
ODONTOLOGIA -
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 11
IMPLANTODONTIA

PROVA DE CONHECIMENTOS
ESPECÍFICOS
34. Na instalação do implante com contra-ângulo redutor no leito cirúrgico, a
IMPLANTODONTIA velocidade de rotação não deve ultrapassar

31. De acordo com os princípios de biomecânica clínica na Implantodontia podemos (A) 10 – 20 rpm.
afirmar que (B) 20 – 40 rpm.
(C) 40 – 60 rpm.
(A) as forças de cisalhamento separam os objetos e as forças de tração provocam (D) 60 – 80 rpm.
deslizamentos nos implantes. (E) 80 – 100 rpm.
(B) as forças de tração são as mais destrutivas aos implantes e ao osso,
comparando-as com as outras modalidades de carga.
(C) as forças compressivas tendem a manter a integridade da interface osso-
implante. 35. Segundo a Classificação de Kennedy para as arcadas parcialmente edêntulas,
(D) em geral as forças de tração são mais bem acomodadas pelo sistema "uma área edêntula anterior que cruza a linha média" diz respeito a
implante-prótese.
(E) uma força aplicada a um implante dentário sempre é direcionada ao longo (A) classe 1.
de um eixo simples. (B) classe 2.
(C) classe 3.
32. O anestésico local abaixo, que faz parte do grupo éster é a (D) classe 4.
(E) classe 5.
(A) lidocaína.
(B) procaína.
(C) mepivacaína.
(D) prilocaína. 36. Com relação à técnica de extração do elemento dentário e implante imediato é
(E) bupivacaína. correto afirmar que

33. Os implantes rigidamente fixos geram uma força de impacto mais alto com a (A) o implante deve ser o mais comprido possível em relação ao volume ósseo
oclusão comparada com os dentes naturais, que contêm o ligamento periodontal. residual visando uma melhor estabilidade primaria.
A fratura de material oclusal é uma complicação significativa de próteses fixas (B) implantes com conexão cone Morse devem ser, obrigatoriamente, utilizados
nos dentes naturais. A incidência de fratura de material oclusal é maior nos nesta técnica.
implantes e pode chegar a taxas de até (C) o torque de ancoragem a ser obtido deve ser superior a 50 N/cm2.
(D) a extração dentária associada a um foco infeccioso importante não contra
(A) 5%. indica a instalação do implante.
(B) 30%. (E) a quantidade óssea insuficiente além do ápice dentário para estabilizar o
(C) 60%. implante não contraindica a técnica.
(D) 65%.
(E) 45%.
ODONTOLOGIA -
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 12
IMPLANTODONTIA

37. De acordo com a Classificação de Misch e Judy para disponibilidade óssea, e a 40. Nas instalações de implantes em contato com a membrana do seio em
Classificação de Kent para arcadas totalmente edêntulas, "uma arcada em que as levantamento fechado e com o seio maxilar sadio, a penetração mínima do
regiões posteriores podem ser tratadas com implante com diâmetro mais estreito implante deve ser inferior a
enquanto a região anterior é adequada para implantes com maior diâmetro para
suportar a prótese" diz respeito ao (A) 2 mm.
(B) 3 mm.
(A) tipo 1. (C) 4 mm.
(B) tipo 2, divisão A,C. (D) 5 mm.
(C) tipo 2, divisão A,B. (E) 6 mm.
(D) tipo 1, divisão A,B.
(E) tipo 1, divisão A,C.
41. De acordo com a classificação protética de Misch, uma prótese que combine
suporte mucoso e por implante diz respeito a
38. A técnica cirúrgica de instalação de implante na região de tossir, na
instrumentação cirúrgica é correto afirmar que (A) PF3 e PR4.
(B) PR4 e PR5.
(A) o ponto inicial da perfuração localiza-se muitas vezes a 5 – 6 mm (C) PF3 e PR5.
anteriormente a borda posterior do tossir. (D) PR4.
(B) o ponto inicial da perfuração localiza-se entre 1 – 2 mm anteriormente a (E) PR5.
borda posterior do tossir.
(C) o eixo da perfuração é paralelo aos dentes anteriores para cima, para frente e
para fora. 42. Com relação à fase protética, os melhores materiais de moldagem que
(D) o osso cortical não precisa ser atingido ou atravessado. apresentam as melhores qualidades clínicas requeridas, como por exemplo,
(E) a estabilidade bicortical do implante não é um objetivo. propriedades elásticas mais adaptadas e deformação permanente mais fraca
(0,07%), estamos falando de

39. Segundo a classificação quanto ao estado físico – ASA (Sociedade Americana de (A) polissulfetos.
Anestesiologia), um paciente com doença sistêmica severa é classificado como (B) silicones polimerizados por condensação.
ASA (C) silicones polimerizados por adição (polivinil siloxano).
(D) poliésteres.
(A) I. (E) alginato de presa rápida.
(B) II.
(C) III.
(D) IV.
(E) V.
ODONTOLOGIA -
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 13
IMPLANTODONTIA

43. Segundo Micsh, com uma maior área de superfície de contato osso-implante, 45. Segundo Misch, “o estresse gerado por fundições não passivas é acomodado
menos estresse é transmitido ao osso, melhorando o prognóstico do implante. através de um processo de remodelação óssea”. Analise as sentenças abaixo e
Para o desenho genérico do implante em forma de raiz, é correto afirmar que assinale a correta.

(A) a cada 0,25 mm de aumento no diâmetro corresponde a um aumento de 5% (A) Um desajuste de 50 -µm pode necessitar que o implante se movimente 200
a 8% na área da superfície. µm dentro do osso, antes que a fundição se adapte passivamente.
(B) um implante cilíndrico 1mm maior no diâmetro possuirá um aumento total (B) Um desajuste de 50 -µm pode necessitar que o implante se movimente 300
na área de superfície de 5% a 8%. µm dentro do osso, antes que a fundição se adapte passivamente.
(C) a cada 1 mm de aumento no diâmetro corresponde a um aumento de 10% na (C) Um desajuste de 200 -µm pode necessitar que o implante se movimente 50
área de superfície. µm dentro do osso, antes que a fundição se adapte passivamente.
(D) um implante cilíndrico 0,25 mm maior em diâmetro possuirá um aumento (D) Um desajuste de 300 -µm pode necessitar que o implante se movimente 200
total na área de superfície de 20% a 30%. µm dentro do osso, antes que a fundição se adapte passivamente.
(E) a cada 0,25 mm de aumento do diâmetro corresponde a um aumento de 10% (E) Um desajuste de 200 -µm pode necessitar que o implante se movimente 150
na área de superfície. µm dentro do osso, antes que a fundição se adapte passivamente.

44. Em uma cirurgia de instalação de um implante endo-osseo de 3.75 mm de 46. Uma contraindicação na utilização de implantes de pequeno diâmetro (inferior a
diâmetro, 10 mm de comprimento e de hexágono externo é necessário um 3.4 mm) é para
volume ósseo mínimo nos três planos do espaço:
(A) a substituição dos caninos e dos molares.
(A) na região posterior de mandíbula, no sentido corono-apical a altura da crista (B) a presença de uma crista alveolar delgada.
necessária ≥ 11 mm = comprimento do implante + 1 mm. (C) um espaço mesiodistal inferior a 7 mm.
(B) na região posterior de maxila, no sentido corono-apical, altura da crista (D) um espaço ósseo inter-radicular reduzido.
necessária ≥ 13 mm = comprimento do implante + 3 mm. (E) um espaço mesiodistal reduzido para a prótese.
(C) na maxila ou mandíbula no sentido mesiolingual para um implante unitário
uma distancia ≥ 6 mm.
(D) na maxila ou mandíbula no sentido vestíbulo lingual a largura da crista 47. Segundo Misch, a confecção de uma prótese dentária parafusada é virtualmente
necessária = diâmetro do implante + 1 mm (para ter 0,5 mm de osso de um impossível de se obter. Próteses parafusadas podem criar deformação permanente
lado e do outro lado do implante. nos implantes, que pode ser
(E) na região posterior da mandíbula no sentido corono-apical a altura da crista
necessária ≥ 12 mm = comprimento do implante + 2 mm. (A) uma vez maior do que nas próteses cimentadas.
(B) 1 a 2 vezes maior do que nas próteses cimentadas.
(C) 2 a 3 vezes maior do que nas próteses cimentadas.
(D) 4 a 5 vezes maior do que nas próteses cimentadas.
(E) 6 vezes maior do que nas próteses cimentadas.
ODONTOLOGIA -
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 14
IMPLANTODONTIA

48. Qual é o ramo mais volumoso do trigêmeo? 52. Com relação aos tipos de perda óssea na maxila e na mandíbula é correto afirmar
que
(A) Maxilar.
(B) Mandibular. (A) na maxila a perda óssea subsinusoide é centrípeta em relação à reabsorção
(C) Lingual. óssea pós-extração.
(D) Oftálmico. (B) na maxila a perda óssea subsinusoide é centrifuga em relação à reabsorção
(E) Infraorbital. óssea pós-extração.
(C) na maxila a perda óssea subsinusoide é centrípeta, em relação a uma
pneumatização fisiológica do seio maxilar.
49. Segundo Misch, “a carga axial oclusal em uma restauração parafusada deve ser (D) na mandíbula a perda óssea é centrípeta.
aplicada na região do parafuso oclusal. Os orifícios para os parafusos (E) a reabsorção na mandíbula resulta em uma circunferência da crista residual
normalmente medem 3 mm de diâmetro”, representando mais fina do que na maxila.

(A) 30% ou mais da superfície oclusal total dos dentes posteriores. 53. Segundo Misch, como regra geral, quando 5 implantes são colocados na região
(B) 30% da área funcional. anterior da mandíbula, entre os forames; o cantilever não deve passar de uma
(C) 50% ou mais da superfície oclusal total dos dentes posteriores. determinada distância (quando todos os outros fatores de estresse forem baixos).
(D) 30% a 50% da área funcional. Deve-se considerar a distância entre o implante mais anterior e o implante mais
(E) 30% a 50% da superfície oclusal total dos dentes posteriores. distal, não devendo essa distância passar de

(A) 1 X.
50. A elevação da temperatura local durante a fresagem do alvéolo cirúrgico provoca (B) 1,5 X.
a destruição das células responsáveis pela cicatrização óssea. A relação crítica (C) 2 X.
tempo – temperatura para a necrose do tecido ósseo é de (D) 2,5 X.
(E) 3 X.
(A) 42° C.
(B) 43° C.
(C) 44° C. 54. Com relação à frequência das visitas (consultas) de manutenção da reabilitação
(D) 45° C. com próteses sobre implantes é correto afirmar que
(E) 47° C.
(A) no primeiro ano após a conclusão do trabalho, uma visita trimestral é
recomendada.
51. Segundo Misch, qual das opções abaixo constitui uma vantagem do abutment de
duas peças, para cimentação em implantes unitários?
(B) nos anos seguintes ao primeiro ano, a manutenção ocorrerá a cada 12 meses
para os pacientes que apresentem uma cavidade bucal saudável.
(A) Antirotacional sob forças de cisalhamento.
(C) nos anos seguintes ao primeiro ano a cada 9 meses para os pacientes que
tiveram doenças periodontais ou lesões peri-implantares.
(B) Assentamento adequado deve ser conferido com radiografia.
(D) nos anos seguintes ao primeiro ano a manutenção ocorrerá a cada 12 meses
(C) Soltura do abutment debaixo da coroa.
para os pacientes que tiveram doenças periodontais ou lesões peri-
(D) Paredes mais finas limitam o preparo.
implantares.
(E) Sem necessidade de dispositivos de torque e contra-torque para o pré-
(E) após o primeiro ano, uma visita bienal é recomendada.
carregamento.
ODONTOLOGIA -
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 15
IMPLANTODONTIA

55. No plano de tratamento para pré-maxila edêntula, Misch estabelece uma relação 59. Na escolha de uma prótese sobre implante ser cimentada ou aparafusada é correto
entre forma da arcada, número de implantes e posição dos implantes. Marque afirmar que
abaixo a opção que contêm a relação correta.
(A) para a prótese cimentada o parafuso do pilar não pode estar na face
(A) triângular, 3 implantes, 2 caninos e 1 incisivo. vestibular.
(B) quadrada, 2 implantes, caninos. (B) para a prótese aparafusada o acesso do pilar do parafuso do pilar deve estar
(C) ovóide, 4 implantes, 2 caninos e 2 incisivos. na face lingual ou palatina idealmente entre a borda incisal e o cíngulo da
(D) ovóide, 2 implantes, caninos. futura coroa.
(E) triângular, 2 implantes, caninos. (C) para um implante excessivamente submerso, bem posicionado antero-
posterior e vestíbulo-palatino é contraindicada uma prótese aparafusada.
56. Assinale dentre as opções abaixo a que apresenta uma desvantagem com relação (D) em implantes com plataforma estreita é contraindicada a utilização de
a uma prótese fixa implantossuportada, tipo protocolo superior. próteses múltiplas aparafusadas.
(E) em implantes com a plataforma larga é contraindicada a utilização de
(A) A prótese ser fixa. próteses cimentadas devido a possibilidade de escoamento do cimento para
(B) O palato ficar livre. o sulco peri-implantar.
(C) A prótese ser desmontável pelo profissional.
(D) Conforto satisfatório para o paciente.
(E) Sustentação inadequada dos lábios. 60. A overdenture inferior requer um espaço mínimo entre o tecido mole e o plano
oclusal, para proporcionar espaço suficiente para a barra, encaixes e dentes.
Segundo Misch, este espaço deve ser de
57. O implantodontista geralmente tem dificuldade de inserir os implantes na região
de pré-maxila, após um período de três anos pós-exodontia. Segundo Misch, a (A) 8 mm.
pré-maxila perde, nesse período, (B) 10 mm.
(A) 10% a 20% de largura óssea. (C) 12 mm.
(B) 10% a 30% de largura óssea. (D) 14 mm.
(C) 20% a 40% de largura óssea. (E) 16 mm.
(D) 40% a 60% de largura óssea.
(E) 70% da largura óssea.
61. O benzodiazepínico de curta duração que promove efeito ansiolítico
pronunciado, além de induzir amnesia anterógrada em uma percentagem
58. Considerações oclusais para a Prótese Implantossuportada devem respeitar as apreciável dos pacientes, podendo ser administrado por via intramuscular com
diferenças de mobilidade dente natural X implante. O movimento fisiológico de pico de ação entre 15 e 30 minutos, é o
um dente saudável verticalmente é de
(A) Lorazepam.
(A) 8 a 28 µm. (B) Diazepam.
(B) 10 a 38 µm. (C) Bromazepan.
(C) 20 a 48 µm. (D) Fluoxetina.
(D) 10 a 18 µm.
(E) Midazolam.
(E) 20 a 30 µm.
ODONTOLOGIA -
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 16
IMPLANTODONTIA

62. A colocação de 4 ou 6 implantes anteriores entre os forames menonianos, e um 65. No preparo do alvéolo cirúrgico para receber o implantes zigomáticos são
cantilever distal em cada lado, para substituir dentes posteriores; técnica utilizadas brocas sucessivas com diâmetros maiores. Todas elas são acionadas em
denominada protocolo Branemark, com estudos clínicos de 1967 a 1981, relatou alta velocidade a
sobrevida do implante de 5 a 12 anos, após o primeiro ano, de
(A) 1.000 rpm.
(A) 60% a 80%. (B) 2.000 rpm.
(B) 80% a 90%. (C) 3.000 rpm.
(C) 80% a 100%. (D) 4.000 rpm.
(D) 100%. (E) 5.000 rpm.
(E) 95%.
66. Segundo Tarnow, a papila sempre preenche o espaço quando a distância do ponto
de contato ao osso for de
63. Com relação à geometria dos implantes zigomáticos é correto afirmar que
(A) 3 a 5 mm.
(A) é cônica e parafusada. (B) 4 a 6 mm.
(B) apresenta um ligeiro degrau ao final do terço cervical deixando este com um (C) 6 mm.
diâmetro maior que os dois terços médio – apicais finais. (D) 5 a 6 mm.
(C) apresenta um ligeiro degrau ao final do terço médio deixando este com um (E) 7 mm.
diâmetro maior que o terço cervical e apical.
(D) apresenta um ligeiro degrau ao final do terço apical deixando este com um
diâmetro maior que os dois terços anteriores otimizando desta maneira a 67. Com relação às extensões livres em próteses do tipo protocolo sobre implantes
ancoragem no zigoma. zigomáticos, o tamanho do cantilever não deve exceder
(E) as roscas dos implantes zigomáticos são arredondados visando facilitar a (A) 1 – 2 mm.
instalação do implante.
(B) 2 – 3 mm.
(C) 4 – 7 mm.
(D) 8 – 9 mm.
64. A técnica para a colocação de implantes na região posterior superior edêntula foi
organizada por Misch em quatro alternativas de tratamento, dependendo da altura (E) mais de 10 mm.
de osso disponível entre o assoalho do seio e a crista do rebordo residual. Qual
das alternativas abaixo, diz respeito à técnica com acesso da parede lateral para 68. Segundo Misch, as duas consultas cirúrgicas para a colocação inicial do implante
enxerto de seio, com colocação tardia do implante e um período cicatricial do e a sua exposição são separadas por um intervalo de 3 a 8 meses, dependendo da
implante de 4 a 8 meses? densidade óssea na cirurgia inicial. No estudo de Carr, o aumento do contato
osso-implante ocorreu na maxila e na mandíbula, e variou de
(A) SA-2/ SA-3.
(B) SA-3/ SA-4. (A) 5 a 15%.
(C) SA-3. (B) 7 a 9%.
(D) SA-4. (C) 10 a 15%.
(E) SA-2/ SA-4. (D) 15 a 20%.
(E) 20 a 30%.
ODONTOLOGIA -
Visto
CONCURSO DE ADMISSÃO – 2012 ao CFO/Odonto - 2013 PAG - 17
IMPLANTODONTIA

69. Com relação à classificação dos pilares protéticos. Qual dos pilares abaixo
descritos não é utilizado para próteses aparafusadas?

(A) Standarde.
(B) Esteticone.
(C) Ceraone.
(D) Miruscone.
(E) Esteticone angulado.

70. Segundo Tarnow, quando a distância do ponto de contato ao osso for 7 mm,
algumas vezes a papila está presente inicialmente, porém após a cirurgia, a
chance dessa papila permanecer é inferior a

(A) 25%.
(B) 45%.
(C) 10%.
(D) 50%.
(E) 75%.

FINAL DA PROVA