Você está na página 1de 2

Código: GNE320

Revisão: 1
Emissão: 13/12/2016
Página: 1/2

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

EMENTA E CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CARGA HORÁRIA
CÓDIGO DENOMINAÇÃO CR.
TEÓRICA PRÁTICA TOTAL

GNE320 Processos de Fabricação III 4 34 34 68

EMENTA
Introdução aos processos de usinagem por abrasão. Classificação e características dos principais processos de retificação.
Rebolos: composição e propriedades. Fluidos de corte utilizados em retificação. Cinemática e aspectos geométricos do processo
de retificação: Parâmetros geométricos do processo. Retificação tangencial de passagem. Retificação de perfis, angular e de
canais helicoidais. Operações de retificação de conformidade total. Aspectos relacionados à operação de dressagem de rebolos:
Dressagem de rebolos convencionais. Dressagem de rebolos de superabrasivos. Geração da topografia dos rebolos. Métodos de
medição da topografia dos rebolos. Mecanismos de retificação: Força, potência e energia específica de retificação. Mecanismos de
retificação para rebolos convencionais. Mecanismos de retificação para rebolos superabrasivos. Operação de creep-feed.
Operações de retificação com força constante. Temperaturas na retificação e danos térmicos do processo. Modelos de transmissão
de calor em processos de retificação Danos térmicos decorrentes do processo de retificação. Influência das condições de usinagem
e de dressagem nos danos térmicos. Influência do par fluido-ferramenta nos danos térmicos. Textura superficial e tolerâncias
dimensionais e geométricas do processo. Principais características das superfícies obtidas pro retificação e principais desvios
dimensionais e geométricos. Formas de controle dos desvios. Mecanismos de desgaste dos rebolos convencionais e
superabrasivos. Macro de micro desgaste em rebolos. Comportamento dinâmico do processo de retificação a. Vibrações e
mecanismos de controle. Estratégias de otimização dos ciclos de retificação, análise de custos do processo. Adequação ambiental
aplicada ao processo de retificação. Principais sistemas de monitoramento e controle utilizados no processo de retificação.
Retificação em alta velocidade de corte. Atividade prática: planejamento e otimização de um processo de retificação.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
1. Introdução aos processos de usinagem por abrasão
a. Classificação e características dos principais processos de retificação
b. Rebolos: composição e propriedades
c. Fluidos de corte utilizados em retificação
2. Cinemática e aspectos geométricos do processo de retificação:
a. Parâmetros geométricos do processo;
b. Retificação tangencial de passagem;
c. Retificação de perfis, angular e de canais helicoidais;
d. Operações de retificação de conformidade total
3. Aspectos relacionados à operação de dressagem de rebolos:
a. Dressagem de rebolos convencionais;
b. Dressagem de rebolos de superabrasivos;
c. Geração da topografia dos rebolos;
d. Métodos de medição da topografia dos rebolos;
4. Mecanismos de retificação:
a. Força, potência e energia específica de retificação;
b. Mecanismos de retificação para rebolos convencionais;
c. Mecanismos de retificação para rebolos superabrasivos;
d. Operação de creep-feed
e. Operações de retificação com força constante.
5. Temperaturas na retificação e danos térmicos do processo
a. Modelos de transmissão de calor em processos de retificação;
b. Danos térmicos decorrentes do processo de retificação;
c. Influência das condições de usinagem e de dressagem nos danos térmicos
d. Influência do par fluido-ferramenta nos danos térmicos;
6. Textura superficial e tolerâncias dimensionais e geométricas do processo
a. Principais características das superfícies obtidas pro retificação e principais desvios dimensionais e geométricos
b. Formas de controle dos desvios
7. Mecanismos de desgaste dos rebolos convencionais e superabrasivos
a. Macro de micro desgaste em rebolos
8. Comportamento dinâmico do processo de retificação
a. Vibrações e mecanismos de controle
9. Estratégias de otimização dos ciclos de retificação, análise de custos do processo
10. Adequação ambiental aplicada ao processo de retificação;
11. Principais sistemas de monitoramento e controle utilizados no processo de retificação
12. Retificação em alta velocidade de corte
13. Atividade prática: planejamento e otimização de um processo de retificação.

1/2
Código: GNE320
Revisão: 1
Emissão: 13/12/2016
Página: 2/2

BIBLIOGRAFIA BÁSICA

Krar, S.F., Grinding Technology, Editora Delmar Cengage Learning, 2ª Ed., 288 pag.
Malkin, S; Guo, C. ?Grinding Technology ? Theory and Applications of Machining with Abrasives?, 2nd Edition, Industrial Press Inc,
375p., 2008.
Klocke, F. ?Manufacturing Processes 2: Grinding, Honing, Lapping?, Springer, 433 p, 2009
Marinescu, M.H., Eckart U., Brian, W.R., Handbook of Machining with Grinding Wheels (Manufacturing Engineering and Materials
Processing), Editora CRC 1ª Ed., 632 pag.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

McKee, R. L., Machining with abrasives, Editora Van Nostrand Reinhold Company, 1982, 304 pag.
Nussbaum G. CH., Rebolos e Abrasivos ? Tecnologia Básica, Editora Icone, 1988, 500 pag. Shaw, M.C., Metal cutting principles.
Editora Clarendon, (Oxford series on Advanced manufacturing), 1997, 651 pag.
Stemmer, C. E., Ferramentas de Corte II, 2 ed., Florianópolis, UFSC, 1995, 314 pag.

Esse documento foi gerado em 03/03/2018 às 23:54:37


Para verificar a autenticidade desse documento, basta acessar o link abaixo e localizar a referida disciplina.
https://sig.ufla.br/modulos/publico/matrizes_curriculares/index.php

2/2