Você está na página 1de 3

Resumo sobre a apresentação referente à apresentação do tema:

Sexualidade e Ética

Em nossa apresentação, buscamos expor da maneira mais simples e sucinta uma ideia sobre o
que é a verdadeira sexualidade e como ela está relacionada com a ética.

A sexualidade, filosoficamente falando, é um valor agregado a cada ser humano pelo simples
fato de sermos indivíduos dotados de vida, pois todo individuo é um ser impar e sexuado. Esse
valor uma das mais importes expressões do ser, pois a partir dela, acontece a conexão com o
tal inexplicável mistério da vida.

A ética é a parte de filosofia que busca um estudo sobre princípios, fundamentos e sistemas
sociais que buscam estabelecer um tratado de deveres que viabilizem um bem estar de
vivencial pessoal e em sociedade. A ética na sexualidade está além da visão mais simplicista
que as pessoas costumam ter, relacionando a sexualidade diretamente com o sexo em si, ou
ato sexual. A sexualidade vem desde o nascimento do individuo, a primeira relação que o ser
humano tem com sexualidade, é com a própria mãe no momento da amamentação e até
mesmo no desenvolvimento deste.

Hoje em dia existe um grande problema com relação a sexualidade, a visão dela foi ofuscada e
deturpada por cenas de cunho sexual exibidas a todo momento em novelas, filmes e outros
veículos de comunicação, o acesso a pornografia explicita, que fere o sentido verdadeiro da
sexualidade, está cada dia mais fácil, crianças pequenas de poucos anos de idade (as vezes até
menores de 10 anos) estão conseguindo livre acesso a esse mundo por meio da internet e do
não comprometimento dos pais em fiscalizar esse acesso, com isso, surge uma curiosidade por
saber como seria, por experimentar aquela situação, por buscar novas sensações, com tudo
isso, gera o que vemos hoje em dia, uma puberdade mais precoce nas crianças, uma vida
sexualmente ativa começando até antes dos 15 anos o que favorece um grande gravidez
precoce nos adolescentes de hoje.

A Sexualidade verdadeira está pautada sobre a comunicação dos envolvidos, no amor e por
consequência destas duas primeiras, o sexo. A sexualidade não é apenas o ato sexual, uma
relação que traga benefícios para a personalidade de cada e também dos dois como casal, uma
relação saudável que potencie a união e amor, essa sim está baseada no ambiente da
verdadeira sexualidade, uma relação deve trazer benefícios físicos, espirituais e sociais em
ambos, o respeito, o companheirismo, a amizade e a confiança vivam em abundancia com
estes.

A sexualidade na adolescência, também é um ponto a ser observado com atenção, pois nesta
época os hormônios estão à flor da pele, novas sensações, muitas mudanças físicas, na
personalidade e no forma de pensar e a estrutura final de como cada individuo será é
arquitetado e fixado nesta época. A adolescência além de uma época de muitas mudanças, é
também a época de situações novas, sensações novas e novas experiências, algumas
marcantes como primeiro beijo e até a primeira relação sexual, muitas dúvidas surgem,
dúvidas como virgindade, orientação sexual e principalmente as que são relacionadas
diretamente como relações sexuais, são as que perduram por mais tempo, jogo, brincadeiras
conversas relacionadas com sexualidade são as mais comuns, nesta época também a
masturbação começa a ser prática como forma de buscar uma sensação referente ao prazer
sexual.

A orientação sexual que o jovem vai escolher e que lhe acompanhar pra o resto de sua vida é
formada nesta época, nesta fase um acompanhamento dos pais é de suma importância,
orientação de professores, de amigos e até mesmo integrantes religiosos, e independentes da
escolha do individuo, uma plena ciência de sua escolha e das consequências e benefícios que
esta irá trazer, e que ele possa aproveitar conviver e aprender da melhor forma possível todas
elas.

A castidade até o casamento é uma dúvida que surge na adolescência e que perdura durante
muito tempo. Essa é uma escolha que envolve muitos valores, tais como, valores familiares,
individuais, religiosos, sociais influenciam diretamente nessa decisão, essa é uma escolha que
traz medo de não aprovação familiar ou dos amigos de convivência. Essa escolha é uma é
decisão que não tem relação no caráter do individuo diferentemente do que muitos pensam e
de como muitos tratam alguns, como pais que chegam a colocar para fora de casa filhas que
perdem a virgindade, o que é um absurdo, virgindade é uma propriedade de cada pessoa para
que seja mantida ou não por ela se desejar, que não deveria ter relação com a personalidade
do ser nem positiva, nem negativamente.

A sexualidade é um valor natural do ser humano, que não exige receitas nem regras, tão
pouco, modelos a serem seguidos. A sexualidade deve ser expressa na vida do ser homem e do
ser mulher de forma saudável, comunicativa, que potencialize tanto as personalidades dos
envolvidos, quanto do amor que está relacionado a ambos.
Ifpi

Turma: 402 Turno: Manhã Serie: 4º

Disciplina: Filosofia

Prof: Genilda

Resumo apresentação referente ao tema:

Sexualidade e Ética

Componentes:

Danilo Ícaro nº:08

David Alisson nº: 09

José Guilhermy nº: 19

Mickaell Jefferson nº: 34

Remison Fortes nº: 39

Teresina, 13 de Janeiro de 2014