Você está na página 1de 1

Soluções de atividades · Correção dos trabalhos de grupo

Leitura · Compreensão · Exercícios 1 e 1.1 Manual · p. 236

OEXP10DP © Porto Editora


(a) Características físicas
• olhos doces e brilhantes • cabelos loiros • lábios vermelhos
• rosto doce • faces rosadas • pele clara
• sorriso brando • dentes brancos • fala/voz suave

Passagens textuais comprovativas


(b) Texto A (c) Texto B (d) Texto C
“Um mover d’olhos, brando e pia- “Ondados fios d’ ouro reluzente” “entre rubis e perlas doce riso” (v. 3)
doso” (v. 1);“um riso brando e ho- (v. 1);“sobre as rosas estendidos” “debaixo d’ ouro e neve, cor-de-
nesto, quási forçado” (v. 2);“um doce (v. 3)“olhos, que vos moveis tão do- -rosa” (v. 4);“fala de quem a morte e
e humilde gesto” (v. 3) cemente, / em mil divinos raios en- a vida pende, / rara, suave” (vv. 9-10)
cendidos” (vv. 5-6);“Honesto riso,
que entre a mor fineza / de perlas e
corais nasce e parece” (vv. 9-10)
(e) Características psicológicas
• espontânea • calma • sensata
• serena • doce • discreta
• bondosa • graciosa • prazenteira

Passagens textuais comprovativas


(f) Texto A (g) Texto B (h) Texto C
“um despejo quieto e vergonhoso” “Honesto riso” (v. 9) “Leda serenidade deleitosa, / que
(v. 5);“um repouso gravíssimo e mo- representa em terra um paraíso”
desto” (v. 6);“ũa pura bondade” (vv. 1-2);“presença moderada e gra-
(v. 7);“ũa brandura” (v. 9);“um ar se- ciosa, / onde ensinando estão des-
reno” (v. 10) pejo e siso” (vv. 5-6)
Expressões textuais sintetizadoras do retrato feminino
(i) Texto A (j) Texto B (k) Texto C
“a celeste fermosura da minha “tanta beleza” (v. 12) “fermosa” (v. 8)
Circe” (vv. 12-13)
(l) Efeitos sobre o sujeito poético
“o mágico veneno / que pôde transformar meu pensamento” (Texto A, vv. 13-14);“de cá me levais alma e sentidos”
(Texto B, v. 7);“repouso nela alegre e comedido” (Texto C, v. 11);“estas as armas são com que me rende / e me cativa
Amor” (Texto C, vv. 12-13)

1.1. a. Os adjetivos são particularmente relevantes por permitirem apresentar, em enumera-


ção expressiva, as qualidades da mulher amada.
b.
Recursos estilísticos utilizados na descrição da figura feminina
Texto A Texto B Texto C
• Enumeração que apresenta as • Metáforas que intensificam as • Metáforas que intensificam as
qualidades da mulher (vv. 1-11), qualidades femininas (vv. 1, 3, 6, 9 qualidades femininas (vv. 3-4) e
num retrato abstrato conseguido e 10); os efeitos do amor (vv. 12-13);
também com a repetição do ar- • Apóstrofes e interrogação dirigi- • Adjetivação expressiva e hiper-
tigo indefinido, por vezes em aná- das aos elementos físicos da bólica (vv. 1, 3, 5, 9 e 10) e enu-
fora (vv. 1, 5, 6, 8-10); mulher (vv. 1 e 5) para os enalte- meração de nomes de cariz abs-
• Adjetivação expressiva (vv. 1-13); e cer direta e intensamente; trato (vv. 6-7), que reforçam a
enumeração de nomes de cariz • Exclamações que denotam a singularidade do retrato femi-
abstrato (vv. 6-7), que reforçam a veemência emocional do sujeito nino;
singularidade do retrato femini- poético (vv. 11 e 14). • Apóstrofe à “Senhora” (v. 10),
no; aproximando o “eu” da mulher
• Metáfora da mulher como “Circe” amada e conferindo maior inti-
(v. 13), figura mágica e dominante midade ao discurso.
fotocopiável

da vontade e dos desejos do “eu”.