Você está na página 1de 3

CENTRO EDUCACIONAL APOGEU

DISCIPLINA: PSICOLOGIA E ÉTICA PROFISSIONAL – PROF ERICA VIQUETI


AULA 03

Saúde: Saúde é o estado de completo bem-estar físico, mental e social e não meramente a
ausência de doença ou de fragilidade física ou mental (OMS 1948
A saúde torna-se a capacidade que o ser humano tem de gastar, consumir a própria vida. A saúde
é silenciosa, geralmente não a percebemos em sua plenitude; na maior parte das vezes apenas a
identificamos quando adoecemos. É uma experiência de vida, vivenciada no âmago do corpo
individual.

VIII Conferência Nacional de Saúde - Março de 1986: A saúde é resultante das condições de
alimentação, habitação, educação, renda, meio ambiente, trabalho, transporte, emprego, lazer,
liberdade, acesso e posse da terra e acesso aos serviços de saúde. Sendo assim, é principalmente
resultado das formas de organização social, de produção, as quais podem gerar grandes
desigualdades nos níveis de vida.

Doença é uma interrupção, parada ou desordem das funções corporais ou de um órgão Fatores
que podem estar associados ao desenvolvimento de doenças: agentes infecciosos, suscetibilidade
genética, estilo de vida, estresse ambiental, fatores ambientais, outros.

A importância da psicologia aos profissionais de Enfermagem:

EMPATIA: Identificação de um sujeito com outro; quando alguém, através de suas próprias
especulações ou sensações, se coloca no lugar de outra pessoa, tentando entendê-la.
A psicologia é uma ciência biopsicossocial (que está relacionado com variantes biológicas, psicológicas e
sociais.). Para a psicologia o individuo é compreendido como um todo – corpo – mente-espírito.
Atualmente a sociedade começa a se preocupar com o papel das emoções na vida do indivíduo, o
poder da mente em sua vida; importância de compreender melhor nossos comportamentos e
emoções. Quanto mais controle de nossas emoções, mais saberemos controlar e lidar com o outro.
A psicologia tem como objetivo dar o suporte emocional para que o futuro enfermeiro venha
enfrentar esse cotidiano cheio de emoções.

“O destaque do treino do aluno, para que este seja impessoal e objetivo em face do comportamento
humano, a flexibilidade de se “colocar no papel” do outro, a atitude de pesquisa em vez de mera
opinião, a cautela em não agir pelo paciente...” (MANZOLLI, 1985, p. 21).
Relação da Psicologia com a Enfermagem:

 Nos proporciona um amplo conhecimento e um novo olhar para compreender e


entender as situações emocionais de pacientes e seus familiares;
 Com ajuda da psicologia o enfermeiro irá ter a capacidade de ver o problema,
entender o comportamento do paciente, e orientar esse paciente sobre a sua doença sem lhe
causar mais algum dano emocional.
 A psicologia direciona o enfermeiro para um campo mais amplo de atuação, onde o
pensamento arcaico de que cuidar se restringe em apenas “colocar a mão sobre o paciente”
para realização de procedimentos e técnicas vai perdendo espaço;
 Adoção medidas que proporcione mais conforto e bem-estar por meio de atitudes que
são aparentemente simples como estarem mais perto do paciente nos mais variados
momentos de sua hospitalização, principalmente em casos de pacientes deprimidos, onde o
enfermeiro se faz do paciente seu constante acompanhante.
 Há quem pense que o trabalho do enfermeiro se restrinja apenas ao paciente, mas é
muito mais complexo, visto que geralmente cada um deles traz consigo um acompanhante,
um membro de sua família, que sofre no aguardo de um pequeno gesto de melhora, de uma
expressão que não haja dor, de um apoio que o sustente nessa trajetória tão difícil. Neste
sentido é necessário o empenho do enfermeiro também no acolhimento a este ente querido
que no momento se encontra em desamparo
 Auxilia a sermos mais humanos no que diz respeito ao próximo, lidarmos com vida, que por
um certo período se encontra fragilizada e sem motivação;
 É essencial a criação do vínculo de confiança e uma recuperação mais satisfatória desse
paciente.

1.

E) Que relação tem o estudo da psicologia com os profissionais da Enfermagem? Explique.


F) Qual a importância da Empatia para o ser humano? Explique.

2. Leia atenciosamente trecho:

“O cuidado paliativo é uma conduta assistencial que tem como finalidade melhorar a qualidade de
vida do paciente e da família, através de uma abordagem que vai além do manejo de sintomas e
complicações físicas do paciente, incluindo também aspectos psicológicos, sociais e espirituais do
indivíduo e também de sua família. Hoje se sabe que os princípios dos cuidados paliativos não
devem ser aplicados somente na fase terminal da doença, mas sim o mais cedo possível durante o
seu curso, intensificando-se conforme a situação clínica do indivíduo.”
(http://online.unisc.br/acadnet/anais/index.php/salao_ensino_extensao/article/view/15141) Escreva um parágrafo
enfocando a relação que o trecho tem com o conteúdo da aula de hoje. O que há de
semelhante? E diferente? Você concorda com ele? Justifique. Que conteúdos foram
assimilados
TEXTO: Por que sentimos a dor dos outros? Empatia demais pode fazer ma... - Veja mais em https://noticias.uol.com.br/ciencia/ultimas-
noticias/redacao/2017/10/31/empatia-demais-pode-fazer-mal.htm?cmpid=copiaecola
(TRECHO ADPATADO PARA AULA DE HOJE)