Você está na página 1de 13

CENTRO UNIVERSITÁRIO DA GRANDE DOURADOS FACULDADE DE

CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA


ENGENHARIA CIVIL

#Lista-geral

DISCIPLINA : Fenômenos de Transporte

SEMESTRE LETIVO: 3º ANO: 2017

PROFESSOR: Wilson Espindola Passos

Lista 1
1-

2-

3-
CENTRO UNIVERSITÁRIO DA GRANDE DOURADOS FACULDADE DE
CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA
ENGENHARIA CIVIL

4-

5-

6-
CENTRO UNIVERSITÁRIO DA GRANDE DOURADOS FACULDADE DE
CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA
ENGENHARIA CIVIL

7-

Lista 2
1-Uma bolinha de isopor é mantida submersa, em um tanque, por um fio preso no fundo, o tanque
contem um líquido de densidade 𝒓 igual à agua. A bolinha de volume ∀= 𝟐𝟎𝟎𝒄𝒎𝟑 e massa
𝒎 = 𝟒𝟎𝒈 tem seu centro mantido a uma distância 𝑯𝟎 = 𝟓𝟎 𝒄𝒎 da superfície figura 1, Cortando o
fio observa se que a bolinha sobe, salta fora do líquido, e que seu centro atinge uma altura 𝒉 =
𝟑𝟎 𝒄𝒎 acima da superfície figura 2. Desprezando os efeitos do ar determine (a) A altura 𝒉′ acima
da superfície que o centro da bolinha atingira se não houver perda de energia mecânica. (b) A
energia mecânica dissipada entre a situação inicial e a final.

2- Na extremidade inferior de uma vela cilíndrica de 10 cm de comprimento (massa específica


𝟎, 𝟕 𝒈𝒄𝒎−𝟑 ) é fixado um cilíndrico maciço de alumínio (massa específica 2,7 𝒈𝒄𝒎−𝟑 ) que tem o
mesmo raio da vela e comprimento 𝟏𝟓 𝒄𝒎 . A vela é acesa e imersa na agua, onde flutua de pé com
estabilidade, como mostra a imagem, suponha que a vela queime a uma taxa de 𝟑 𝒄𝒎 por hora e
que cera fundida não escorra enquanto a vela queima. Determine o tempo que a vela irá se pagar.
CENTRO UNIVERSITÁRIO DA GRANDE DOURADOS FACULDADE DE
CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA
ENGENHARIA CIVIL

3- Um homem, em pé dentro de um barco, abandona um objeto de densidade 𝟐 𝒈. 𝒄𝒎−𝟑 , de uma


altura de 𝟏, 𝟐𝟓 𝒎 acima do nível das aguas de um lago, cuja profundidade neste local é de 𝟏𝟒, 𝟒 𝒎.
Determinar a velocidade deste objeto (no SI) ao atingir o fundo do lago.
𝑫𝒂𝒅𝒐𝒔: 𝝆á𝒈𝒖𝒂 = 𝟏 𝒈. 𝒄𝒎−𝟑

5- Em um treinamento de mergulho, um profissional utiliza um cilindro de oxigênio durante um


mergulho. Ele inspira bastante ar do tanque, até abandoná-lo numa profundidade L para nadar de
volta à superfície. Porém, ocorre um problema durante esta manobra de tal modo que ao atingir a
superfície a diferença entre a pressão do ar nos seus pulmões e a pressão externa fica em torno de
8,8 kPa. De posse destas informações, calcule de que profundidade teria partido o mergulhador.

6- Imagine um sistema que se beneficia da energia solar para aquecer a água. Os painéis solares
estão situados numa altura de 𝟗, 𝟓 𝒎 acima do lugar onde está colocado o reservatório de
armazenamento da água. A pressão da água no nível dos respectivos painéis é exatamente de

𝟏 𝒂𝒕𝒎. Calcule a pressão absoluta no referido reservatório e também a pressão manométrica no


mesmo.

7- Um pequeno bloco de alumínio foi erguido por um fio fino e mergulhado completamente num
reservatório com água, como ilustra a figura 2.10. Através de uma balança, a massa medida para o
bloco de alumínio foi de 800 g. Determine o valor da tensão no fio de sustentação do bloco de
alumínio antes e após o mesmo ser mergulhado.

8- O peso aparente de um corpo pode ser definido como a diferença entre o seu peso e o empuxo
por ele sofrido, ou seja, 𝑷𝒂𝒑𝒂𝒓𝒆𝒏𝒕𝒆 = 𝑷 – 𝑭𝒆 . O peso aparente nos dá aquela sensação de alívio de
peso quando estamos numa piscina ou na praia, por exemplo. A figura ilustra o peso aparente de um
corpo mergulhado num fluido. Imagine um corpo com uma massa de aproximadamente 𝟏𝟓𝟎 𝒈 e
CENTRO UNIVERSITÁRIO DA GRANDE DOURADOS FACULDADE DE
CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA
ENGENHARIA CIVIL

um volume de 𝟏𝟗 𝒄𝒎𝟑 completamente mergulhado na água. Calcule o seu peso e o seu peso
aparente.

9- Qual será a máxima pressão relativa que poderá ser medido com o tubo piezometrico para uma
altura de 𝟏, 𝟓𝒎. Considere a densidade relativa do fluido igual a 8,5.

10- Utilizando um manômetro tipo “U” para medir uma pressão de um fluido com massa
especifica igual a 𝟕𝟎𝟎 𝒌𝒈/𝒎𝟑 . O manômetro possui mercúrio como fluido e tem uma
densidade relativa igual a 13,6. Determinar:

a) Pressão relativa em A quando 𝒉𝟏 = 𝟎, 𝟒 𝒎 e 𝒉𝟐 = 𝟎, 𝟗 𝒎.


b) Pressão relativa em Aquando 𝒉𝟏 = 𝟎, 𝟒𝒎 e 𝒉𝟐 = −𝟎, 𝟏𝒎

11- Um manômetro diferencial é conectado a dois tanques como mostrado na figura. (a) Determine
a pressão entre as câmaras A e B. (b) indicando em que câmara a pressão é maior.
CENTRO UNIVERSITÁRIO DA GRANDE DOURADOS FACULDADE DE
CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA
ENGENHARIA CIVIL

Lista 3
1-

2-

3-

4-

5-
CENTRO UNIVERSITÁRIO DA GRANDE DOURADOS FACULDADE DE
CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA
ENGENHARIA CIVIL

6-

7-

8-

9-

10-
CENTRO UNIVERSITÁRIO DA GRANDE DOURADOS FACULDADE DE
CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA
ENGENHARIA CIVIL

11-

12-

13-
CENTRO UNIVERSITÁRIO DA GRANDE DOURADOS FACULDADE DE
CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA
ENGENHARIA CIVIL

14-

15-
CENTRO UNIVERSITÁRIO DA GRANDE DOURADOS FACULDADE DE
CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA
ENGENHARIA CIVIL

16-

17-

18-

19-

Lista 4
1-
CENTRO UNIVERSITÁRIO DA GRANDE DOURADOS FACULDADE DE
CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA
ENGENHARIA CIVIL

2-

3-

4-

5-
CENTRO UNIVERSITÁRIO DA GRANDE DOURADOS FACULDADE DE
CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA
ENGENHARIA CIVIL

6-

7-

8- A profundidade da água em um tanque de grandes dimensões é 𝑯, por ação externa, um furo é


feito à uma altura 𝒉, de onde há o escape de água. Obtenha a expressão da distância que o jato
alcança. E como é desejado que a distância horizontal seja a maior possível, informe a distancia 𝒉 a
que o furo deve ser feito. As perdas podem ser desprezadas.
CENTRO UNIVERSITÁRIO DA GRANDE DOURADOS FACULDADE DE
CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA
ENGENHARIA CIVIL

Referências

[1] BRUNETTI, Franco. Mecânica dos Fluídos. 2ª. Ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2010.
[2] TIPLER, P.A., Física. Vol. I, Editora LTC – Livros Técnicos e Científicos S.A., Rio de Janeiro.
[3] HALLIDAY, D., RESNICK, R & WALKER, J. Fundamentos da Física, volumes 2, Editora
LTC – Livros Técnicos e Científicos S.A., Rio de Janeiro.

[4] http://www.ufjf.br/engsanitariaeambiental/files/2012/09/Apostila-de-Mec%C3%A2nica-dos-
Fluidos.pdf

[5] http://cursos.unisanta.br/mecanica/ciclo4/Mecanica_dos_Fluidos.pdf

[6] http://www.engbrasil.eng.br/pp/mf/mef.pdf

[7] http://wp.ufpel.edu.br/hugoguedes/files/2013/05/Aula-2-Est%C3%A1tica-dos-Fluidos.pdf

[8] http://www.estgv.ipv.pt/paginaspessoais/jqomarcelo/OT/DEMad_OT_EquacaoBernoulli.pdf

[9]<
http://www.casdvest.org.br/pcasd%2Fuploads%2Fgustavo%2Fzz%20Listas%202014%2FDemonstr
a%E7%E3o%20e%20Teoria%20-%20Hidrodin%E2mica%20-
%20Demonstra%E7%E3o%20da%20equa%E7%E3o%20de%20Bernoulli%20e%20Aplica%E7%F
5es%20da%20Hidrodin%E2mica%20-%20UFSM.pdf>

[10]
http://www.hidro.ufcg.edu.br/twiki/pub/Disciplinas/Fen%EF%BF%BDmenosDeTransporte/bernoul
li.pdf

[11] < https://www.youtube.com/watch?v=k_li5lJvXDo>

[12] https://www.youtube.com/watch?v=hi2ORXrJk6k

[13] https://www.youtube.com/watch?v=oJsBnOCdQVo

[14] http://eaulas.usp.br/portal/video.action?idItem=1472

[15] http://iptv.usp.br/portal/video.action?idItem=7210

Você também pode gostar