Você está na página 1de 106

HEITOR VILLA-LOBOS

para a Educação Artística e Musical

Estudo folclórico-111usical

l°VOLUME

1° CADERNO

HEITOR VILLA-LOBOS

para a Educação Artística e Musical

Estudo folclórico-nlusical

l°VOLUME

1° CADERNO

Manoel Aranha Corrêa do Lago Sérgio Barboza Maria Clara Barbosa

Rio de Janeiro

2009

fÜiiãite

MINISTÉRIO DA CULTURA

PRESIDENTE DA REPÚBLICA

Luiz Inácio Lula da Silva

MINISTRO DA CULTURA

ACADEMIA BRASILEIRA DE MÚSICA

PRESIDENTE

Ricardo Tacuchian

Juca Ferreira

VICE-PRESIDENTE

 

Turíbio Santos

FUNDAÇÃO

NACIONAL DE ARTES

1

2 SECRETÁRIO

FUNARTE

Roberto Duarte

PRESIDENTE

2

2 SECRETÁRIO

Sérgio Mamberti

VilSCO Mariz

DIRETORA EXECUTIVA

1

2 TESOUREIRO

Myrian Lewin

Emm1Í Aguiar

DIRETOR DO CENTRO DA MÚSICA

2

2 TESOUREIRO

Cacá Machado

Jocy de Oliveira

DIRETOR DO CENTRO DE PROGRAMAS INTEGRADOS

Tadeu Di Pietro

EDITORAÇÃO ELETRÔNICA DAS PARTITURAS

Sérgio Barboza/Maria Clara Barbosa

COORDENAÇÃO EDITORIAL

Valéria Peixoto

ACOMPANHAMENTO DE PRODUÇÃO

Oficina Coral

REVISÃO

Regina Laginestra / Valéria Peixoto

CAPA E PROJETO GRÁFICO

FatimaAgra

DIAG RAMAÇÃO

FA Editoração Eletr8nica Simone Ranna

FICHA TÉCNICA

GERÊNCIA

DE EDIÇÕES

/

INTEGRADOS -

FUNARTE

Maristela Rangel João Carlos Guimarães José Carlos Martins Sue/en Teixeira Simone Muniz

CENTRO DE PROGRAMAS

COORDENAÇÃO DE MÚSICA ERUDITA /

DA MÚSICA -

Flávio Silva Maria José de Queiroz Ferreira

FUNARTE

CENTRO

FICHA CATALOGRÁFICA

V761g

Villa-Lobos, Heitor, 1887-1959. Guia prático para a educação artística e musical,

1. volume : 1. caderno : estudo folclórico musical

/ Heitor Villa-Lobos ; [textos e pesquisa]: Mano-

el Aranha Corrêa do Lago, Sérgio Barboza, Maria Clara Barbosa ; organização editorial: Valéria Pei-

xoto. - Rio de Janeiro :ABM : FUNARTE, 2009.

104 p. : i!.; 28 cm.

ISBN 978-85-88272-17-0 (ABM) ISBN 978-85-7507-108-3 (FUNARTE)

1. Canto coral. 2. Partituras. 3. Canções folclóri- cas em português - Brasil. I. Lago, Manoel Aranha Corrêa do. II. Barboza, Sérgio. III. Barbosa, Maria Clara. IV Peixoto,Valéria.VAcademia Brasileira de Música.VI. FUNARTE. VII. Título.

CDD- 782.45

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

© 2009 - ACADEMIA BRASILEIRA DE MÚSICA Rua da Lapa, 120/12º andar CEP 20021-180 - Rio de Janeiro - RJ www.abmusica.org.br-abmusica@abmusica.org.br

© 2009 - FUNDAÇÃO NACIONAL DE ARTES

Rua da Imprensa, 16/5º andar

CEP 20030-120 -

Rio de Janeiro - RJ

www.funarte.gov.br-ascomfunarte@funarte.gov.br

HEITOR VILLA-LOBOS

para a Educação Artística e Musical

Estudo folclórico-rnusical

1° VOLUME

10 CADERNO

TEXTO

E

PESQUISA

Manoel Aranha Corrêa do Lago Sérgio Barboza

EDITO RAÇÃO

ELETRÔNICA

DAS

PARTITURAS

Sérgio Barboza Maria Clara Barbosa

COORDENAÇÃO

EDITORIAL

Valéria Peixoto

1Q Caderno - Apresentação Partituras

A) CANTO A 1 voz

9

11

 

1

Senhora Dona Sancha -

I

12

2

Senhora Dona Sancha - II

12

3

Ficarás sozinha

 

13

4

A

Dança da carranquinh~a

13

B) CANTO A 2 VOZES

 

B, 1 -

TEXTO ÚNICO EM SINCRONIA

 
 

o

5

Anda

à roda

-

I

14

6

Anda

à roda -

II

15

7

A

Agulha

16

 

8

Os Pombinhos - I

 

16

9

A

Cantiga de roda

17

10

O Café

18

'\:S

11

Terezinha de Jesus

19

12

O Cravo - I

 

20

13

Cai, cai, balão

 

21

 

14

Lá na ponte da Vinhaça

21

15

Capelinha de melão

22

16

Caranguejo - I

 

23

17

Formiguinhas

23

18

A

Cantiga de ninar

 

24

VJ

19

Higiene

 

24

20

Nigue ninhas

 

25

21

Candieiro

 

26

22

Viuvinha da banda d'além

27

 

23

Vamos, maninha

 

27

24

Nesta rua

 

28

25

Lindas laranjas

 

30

26

Fui passar na ponte

 

30

27

A Cobra e a rolinha

31

B, 2 - TEXTO X ONOMATOPÉIAS

28 Canário

 

32

29 Ó Pescador da barquinha

33

30 Anquinhas

 

34

31 A Canoa virou

35

32 A Gatinha parda - 1

35

33 A Gatinha parda - II

36

34 Acordei de madrugada -1

37

35 O Pintor de Canahy

38

36 Sôdade

39

37 As Conchinhas

40

38 Besuntão da lagoa

41

39 Quantos dias tem o mês?

41

B, 3 -

TEXTOS EM ASSINCRONIA

40 Canoinha nova

42

41 Sapo Jururu

42

42 O Anel

43

43 Entrei na roda

44

44 Pobre cego

45

45 Bambalalão - Oferta da criança à lua

46

C) CANTO A 3 VOZES C, 1 - TEXTO ÚNICO EM SINCRONIA

46 Pobre cega

47 Uma, duas angolinhas

48 Na mão direita

49 O Limão -

1

47

48

49

50

50 Meu benzinho

52

C, 2 -

TEXTOS EM ASSINCRONIA

51 Ainda não comprei

54

52 A Roseira - 1

55

53 Senhora viúva

56

54 Viva o carnaval

58

55 Os Escravos de Já

60

D) CANTO A 4 VOZES

56 Hei de namorar

57 Padre Francisco

58 Chamada para brinquedos - A Praia

Anexo-letras Notas editoriais - 1 Q Caderno

61

62

66

71

79

Guia Prático - Apresentação

1o volume -

1o caderno

o 1Q caderno do Guia Prático - volume consiste de 58 peças escritas para coro a capella de

1 a 4 vozes, predominando as peças a 2 vozes: desse conjunto, 35 foram reaproveitadas por Villa-Lobos na coleção Solfejas 1.

Apesar de serem peças a capella,Villa-Lobos também prevê a alternativa da sua execu-

ção instrumental: seja ao piano (solo, ou como acompanhamento do canto), seja por "con- junto instrumental" (ad líbitum), com a indicação de que a voz inferior deve ser transposta

uma 8ª abaixo.

CARACTERÍSTICAS DO 1º CADERNO

• Ordenamento das partituras: as peças a capella que compõem o 1Q caderno são apresentadas progressivamente, de 1 a 4 vozes, e por sua vez subdivididas em três categorias:

a) peças com texto único, e vozes em absoluta sincronia;

b) peças com superposição de fonemas e/ou textos;

c) peças com texto único, porém com assincronia entre as vozes.

• no 1 Q caderno, predominam as peças no "caráter" europeu sobre aquelas no "caráter" misto nacional e estrangeiro, assim como os arranjos simples sobre as am- bientações.

• refletindo a sua destinação vocal, as peças são apresentadas em escrita coral, cada voz com sua letra correspondente;

• são extraídas do Quadro sinótico para o corpo das partituras: as informações referentes à origem das melodias ("fontes") e ao estilo ("gênero") que cada arranjo procura ilustrar; são também extraídas informações complementares referentes ao andamento.

para tornar mais clara a leitura, as reprises são geralmente realizadas por exten- so, substituindo as indicações "Da Capo aI Segno", e - quando pertinente - as indicações de "1ª e casa": sempre que isto implique em escrever a prosódia de estrofes suplementares que não foram realizadas nas edições anteriores, estas se apresentam em itálico.

ANEXO-LETRAS

Os textos completos que correspondem a cada peça - sejam as que se originaram em fontes secundárias, sejam aquelas recolhidas por Villa-Lobos e SEMA - estão transcritas na

sua integralidade. Portanto, o "Anexo-Letras" contém estrofes não registradas nas edições an-

teriores do Guia Prático, inclusive as estrofes sinalizadas porVilla-Lobos das quais não chegou

a realizar a prosódia. Quando uma peça se apresenta com mais de uma fonte - uma para a melodia e e outra para o texto - utiliza-se a convenção do parêntese para a fonte da melodia ,e para a fonte da letra o seu enunciado por extenso.

QUADRO SINÓTICO/SUMÁRIO

o Sumário do Quadro sinótico segue os seguintes critérios:

• conciliação entre a numeração adotada na presente edição com a da SEFRJ, das edições anteriores do 1 Q volume, e da coleção SoVejos 1.

• apresentação resumida do Quadro sinótico quanto às categorias: "gênero","ca- ráter", tipo de "arranjo", "hanl1onização",

• quanto às "fontes": são acrescentadas informações complementares, extraídas dos trabalhos de Mário de Andrade, Alexina Magalhães Pinto, Gomes Junior & Batista Julião, Santa-Anna Nery, Guilherme de Melo e Brancá de Vasconcelos.

O Sumário contém colunas específicas para a identiflcação geográfica da ori-

gem dos documentos, assim como referências precisas (pg, e numeração) para

a localização, nesses trabalhos, dos temas e letras originais.

• Convenções:

a) abreviações relativas aos arranjos: quanto ao "caráter": "E" (europeu), "M" (misto nacional e estrangeiro), "R" (regional e típico regiona0; quanto à "Harmo- nização": "Cl." (clássico tradiciona0," M" (moderno tradiciona0, "R" (regional ou

popular), "C/M" (meio clássico meio moderno), "C/M/R" (meio clássico meio moderno e regional); quanto ao tipo de "arranjo", "AR" (arranjo simples) e AME (ambientação) e "AD" (adaptação),

b) abreviações relativas às "fontes": "G.M" (Guilherme de Melo), "Alexina" I e II (Alexina Magalhães Pinto), "G&J" (Gomes Junior&Batista Julião), "M, A." (Mário de Andrade), "S.N." (Santa-Anna Nery) e SEMA (Supe- rintendência de Educação Musical e Artística),

c) itálico: utilizado quando apresenta divergência com o Quadro sinótico (reproduzido em facsimile na Separata).

NOTAS EDITORIAIS

Nas notas editoriais estão assinaladas:

CIJ

as

decisões editoriais relativas às peças onde foram identificadas discrepâncias,

E

::J

tanto entre as partituras e o Quadro sinótico, quanto entre as sucessivas edições

Õ

>

o'

do 1º volume, com base: no cotejo com os manuscritos autógrafos do Guia

o

u

,"' à:

Prático que se encontram na Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro, e com re-edições posteriores dessas peças nas coleções Guia Prático - Albuns para piano

"'

::J

e Solfejas I.

 

variantes tanto das letras quanto das músicas que podem ser encontradas em

.D

o

outros trabalhos e coletas anteriores ou contemporâneas à elaboração do Guia

-;'

-"' o

Prático.

 

E

CIJ

o"U

"'

'iii

v

I~

Partituras

Senhora Dona Sancha - I

Cantiga

1

~

~ Ali"",,,.

I

U

I

j

3

("

J

J

I]

y-g IPJ

j3

lU

Jl I

Se

-

nho

-

ra

lU

ros

lU

es

Do

-

na

San

J

Que

-

-

cha 13 re -
cha
13
re
-

Co

-

J

ber

mos

-

ta

d'ou - ro_e

pra

-

ta

Des-

ij'~E3 J )

- cu

-

bra

~'~j J

an

o

{"

seu

J

,.

J

to

J 3 ver a J 3
J
3
ver
a
J
3

U

J

J

J

J

ca

ra.

Que

IJ

zF]

zF]

zF]

IJ

J

ses

Que

an

-

dam

J

dre

-

J

jos

são

F'"

J

Pa

-

 

me

gui

-

an

do

De

J

j

3

I;

J

soJ1

-

ve

Ma

-

ri

-

a

ij'~O J3 IJ J

noi

-

te

e

de

di

-

a

IJ

Nos

Fonte: Guilherme de Melo - A Música no Brasil

Senhora Dona Sancha - II

Poco allegretto

2 ~~~I fi D B I~·

Cantiga

- II Poco allegretto 2 ~~~ I fi D B I~· Cantiga 14] j {~~ 1*

14] j

II Poco allegretto 2 ~~~ I fi D B I~· Cantiga 14] j {~~ 1* ,

{~~

1*

,

I

Jl

Fl

J

I

~

;

-J

J

Se

-

nho

-

ra

Do

-

na

San

- cha

Jl

~

IEJ

E2J

Co

-

ber

-

ta

d'ou

-

ro_e

l l ij '~ JJ ~ J Jl pra E - ta. Des
l
l
ij '~
JJ
~
J
Jl
pra
E
-
ta.
Des

-= o

> 0' l ij '~ J. ; I o ~ u
>
0'
l
ij '~
J.
;
I
o ~
u

.;;

·RI

O:

RI

:J

ver.

Eu

IEJ

cu

-

bra

I

fTI

sou

fi

[j

o

seu

J -J

lha

do

~ o

.D

o

-;'

RI

~'~~

J

l

Jl

1 EJ

E

Rei.

Que

man

-

dou

CII

 

0"0

Cd

meles - con

-

IJl

~

J

ros

-

to

l

Jl

Que

~

I Jl

Con

J

l

Jl

-

de.

Eu

IJ

l

J1

der

De

-

IfJ

bai - xo

'<ii

U

I

Fonte: Frederico J. Sant' Anna Nery - Folklore Brésilien

 

I J

nós

J

que

-

J

re

J

-

mos

IEJ

sou

fi

Cd

lha

do

1:\

J J

Cd

da

pe

-

drinha.

II

Ficarás sozinha

Cantiga

3

~~

AlIegretto

i

P

I;

J

I) 3 J J IJ

r 10 J) I;

J ln -

n

{~J

-

rás

J

so

-

Ó

Fu

-

I J

zinha.

la

-

na

P

So - zi

-

-

IJ

nha

zi - nha

J

não

I J zinha. la - na P So - zi - - IJ nha zi -

J

- cês_

de

ser

meu

IJ

par.

Ó

IJ

FlI

-

la

-

na

-

zi - nha

En - tra

F

fi

-

rás

na

ro - da

IJ

3 J J IJ

de

1 I

ra,

1[3 fi

-

car_

U-ma

fi - coNem hei

t:"I

, III

Ti

de

J

UJ J J IJ

ti

-

ra

seu

pe

-

J

Põe

zi - nho

Fi - ca -

J

vo

J

a

-

I

I

- J P õ e z i - n h o Fi - ca - J

- qui

ao

do

meu E

de

- pois não

di

-

zer Que

Fonte: Alexina de Magalhães Pinto - Os Nossos Brinquedos

vo

-

se_ar - re - pen

-

deu.

A Dança da carranquinha

Habanera

~

Andantino

4 ij~i J II: C r

'~ C F

dan - ça

A

~

,J

de

-

C

li

dan

-

ça

-

~ IJ

:J

ci

-

o

-

J

da

J

sa

J J

car

'i

-

11

Que

ran

 

Ir

F

'i

pU

qui

-

nha

É

J

J

J

1 1

j

bo

- ta_o

nha É J J J 1 1 j b o - ta_o ~'~o ter - ~'~J

~'~o

ter

-

~'~J

pé!

ra

'i

P I, F

As

mo -ças

j

J

0- lé,

J

o

-

I

P

J.

lé,

P-

J

J J

J

I

J

 

J.

paz

]

J

mo-sas.

0- lé,

o

-

lé,

mo-sas. 0- lé, o - lé,  
 

I

I

I

2

I

J

I;

,

J

:11)

:11

ta_o

pé!

A

pé!

~ I-

,

C

F

fi - cam

for

-

j

Le

J

- van

-

Fonte: SEMA (Superintendência de Educação Musical e Artística) - H.V.L.

N

o

>

-

'"

o

c

U'"

Anda à roda - I Marcha Andantino f1 I ~ ~ . · · I
Anda à roda -
I
Marcha
Andantino
f1
I
~
~
.
·
·
I
I
I
'-
I
I
5
An -da_à
ro
-
da
Por
-
que
que
-
ro,
Por
-
que
que
-
ro Me
ca
-
f11
·
'-
5
~
L
I
L
-
r
t.
I
I
-sar
Pois
es
-
co
-
lha des
-
ta
ro
-
da
A
mo
-
ça
que
lhe_a
-
fi
--
I
~
I
'-
I
9
"l
I
3.
r
t.
I
I
- gra
-
da.
Pois es-
co
-
lha des
-
ta
ro
-
da
A
mo
-
ça
que
lhe_a
-
"l
I
~
L
.
t.
I
13
,
um
'd,
o
~
~
I
I
I
t.
"""""--I
-
!
-gra - da
Es-ta não me
ser - ve.
Es -ta
não me_a
gra - da
a
ti,
a
ti
hei de que-
,
~.
~
I
I
-
""'"-I
"""--I
t.
17 fl
I
.
I
t.J
r
I
"""""--I
-
J
"--'
-rer,
a
ti
hei
de
que -
rer.
Es-ta não me
ser - ve
Es - ta não me_a
gra-da_
a
QJ
E
:>
1'\
I
I
o
>
t.J
r
I
""'"-I
-
J
"--'
o
u
:;:;
,'"
.t
I
I 2
'"
22
1
"fl
:>
I
.
I
I
1.9
·
~
·
1)
o
r
'-
I
J
'"
ti,
a
ti
hei de que
rer,
a
ti
hei
de
que
rer.
An-da_à
-rer.
~
E
~
QJ
flL
.
o"
I
'"
'(ii
U
·
I~
tJ
r
I

Fonte: SEMA (Superintendência de Educação Musical e Artística)

Anda à roda -

Sardana

II

variante Andantino - ~ lo! +l ~r-; T-' r--I I ~ ----- r tJ c:::::L
variante
Andantino
-
~
lo!
+l
~r-; T-'
r--I
I
~
-----
r
tJ
c:::::L
-
r
6
An-da_à ro-da Por-que
que-ro, Por-que que-ro
Me ca-sar_
Pois
es-co-lha des-ta
~
lo!
+l
.
,.
tJ
~
p
5
lo!+l
fl
.
.
l
~
--
---
tJ
r
r
f"
f"
dar
ro
-
da
A
mo
-
ça
que
lhe_a
-
gra
-
Não me
ser
-
ve
P
1'1Jt li
l
--
----
.----. ~
U
I
10
f
lo!
+I
l
-
r
r
t.
I
Não me_a - gra
-
da,
a
ti,
a
ti
Hei de que-
rer
a_
ti
,
,
,
-
f
'I
lo!
+I
_1
-:jJ.
I
t.
Só a
ti,
e
a_
ti
15
-
-
fl
lo!
+l
I
I
~
.
--
r
r
r
t.
Hei
de_ que -
rer
An-da_à ro - da
Por-que
que-ro,
Por-que que - ro
Me ca-sar_
fl
lo!
+l
.
.
.
----
t.
~
~
.
Hei
de_ que - rer
variante
-
20 fl
lo!
+l
.
.
I
~
--
.
r
tJ
I
r
c:::::L
-
r
f"
f"
r
I
Pois
es - co-lha
des - ta
ro
dar
-
da
A
mo
-
ça
que
lhe_a
-
gra
-
fl
lo!
+l
I
l
.
.
---
tJ
I

Fonte: Alexina de Magalhães Pinto - Os Nossos Brinquedos

~

<II

N

o

>

'"

'"

2

c

U'"

A Agulha

Divertimento

Allegro - 1\ _e::::=""""'1 • tJ 7 O-lha_a - que-la me - ni - na
Allegro
-
1\
_e::::=""""'1
tJ
7
O-lha_a - que-la me - ni - na
Co-mo
vem
tão
lon-ge, tão
lon
-
ge,
Vem
pa - ra
nos-sa
~.
I
@.
-,I
4
,
-,
fl
·
~
~
ter
- Ta
man- ge - Tão
tão
tão
An
-
do
por
a
-
qui,_
Por
a
-
fl
·
·
-,I
-9
~
~
7
fl
~
-qui
as - sim,
As
-
sim
À
pro -cu - ra
de_u-ma_a
gu -lha que_eu a - qui
Per
-
di.
fl
-,II
-,I
-9
~
Fonte: Alexina de Magalhães Pinto - Os Nossos Brinquedos
Os Pombinhos - I
Minueto
Andantino quasi allegretto
,
,
m
11.J
ri
l"'-i
~
·
·
\ 00-"
L
I
L" ooI
~
8
Ro
- la_a
pom
-bi
-
nha Lá no
te
-
lha
-
do, Ro - la_a pom
bi
-
nha Lá no
te -
m~
fl
r--.
I
QJ
·
E
·
:>
o
>
~
o
u
:;:;
5
-
-
,
-,
.~
"l
I
o
.
·
.
tO
·
:>
l:l
@.
I
I
1
1
Ô
o
o
lha - do, Vem o pom
bi-nhoPõe-se de
la - do, Vem o porr
-bi - nhoPõe-se de
la-do. Ro-la_apom-
la-do
-;'
tO
-
o
:=
c
>
~
fl
I
r--t
~
QJ
O."
tO
·
'iij
U
-
I;'
-,1-,1
U
-,1-,1
Fonte: Alexina de Magalhães Pinto - Os Nossos Brinquedos
16

A Cantiga de roda

Quadrilha

Allegretto

fl .r:-r-1 r--'!""""I 1'-'--' ~ 9 Mais u- ma bo-ne-ca na ro - da en
fl
.r:-r-1
r--'!""""I
1'-'--'
~
9
Mais
u- ma
bo-ne-ca
na
ro
- da
en - trou,
Mais
u-ma bo-ne-ca na
ro - da en - trou,
Dei-
~
U
6 fl
"-.
U
~
- xá - la
rou - bar_
o
meu co
-
ra - ção;
Dei
-
-
la
rou - bar_
o
meu
co - ra - ção
La
-
fl
~
-,J
-,J
-,J
-,J
-,J
-,J
-,J
10.l1
1
J
I
U
- drão,
la - drão - zi - nho
an
-
dai
li - gei - ri - nho.
La
-
drão,la-drão - zi - nho
an
-
dai
li - gei
- ri - nho, Não
fl
U
14., ,
,,-.
-
-
u
"-"
quei -ra
fi
- car_
na
ro - da
so
- zi - nho. Não
quei-ra
fi
- car_
na
ro
- da
so
- zi - nho.
So -
~
U"
-,J
-,J
-,J
-,J
-,J
-,J
-,J
-,J
-,J
-,J
18 ~
~
u
- zi-nho_eu não
fi
- co
nem
hei de
fi -car,
So
-
zi - nho_eu não
fi
-
co
nem
hei de
fi - car,
Por -
,
,
u
22 f)
-
U
~
"-"
que
te-nho_a Fu-Iana pa-
ra
ser meu par,
Por -
que te-nho_a Fu-lana
pa
-
ra
ser meu
par.
,
,
u
-
-,J
-,J
-,J
-,J
-,J
-,J
-,J
-,J
-,J
-,J
-,J
-,J

Fonte: SEMA (Superintendência de Educação Musical e Artística)

~

(li

N

o

>

'"

o

c:

V'"

CII

E

-= o

>

o

u

'~

"-

"'

::J

~

;,;

o

1)

o

J

"'

-

:=

>

~

o

c

~

CII

o" "'

°w U

I~

Allegretto

o Café

Quadrilha

, , I'l 10 . U 10 Nas en - cos - tas das mon
,
,
I'l
10
.
U
10
Nas
en
-
cos
-
tas
das
mon
-
ta
-
nhas,
O
ca
-
,;
I'l
10
-.-
-.-
U
4
fl
10
~
va
-
mos
plan
-
tar,
Mas
pri
-
mei
-
ro
bem
de
-
1\
10
-.-
-.-
~
fl
10
~
ve
-
mos,
O
ter
-
re
-
no
pre
-
pa
-
rar.
lá!
fl
101
~
10 .fl
101
~
I' ,
I' ,
I' ,
Lá!
lá!
a.
lá!
Lá!
a.
lá!
I "
a.
Lá!
lá!
lá!
a.
fl
10
-.-
-.-
~
13 fl
101
.-
~
I' ,
Lá!
lá!
a.
lá!
Lá!
I "
a.
lá!
lá!
L"a.
['I a.
/'Ia.
lá!
tJ.U
.-
.-
-.-
~
-,J
repetição ad libitum
como Fim
16 fl
101
.
U
Lá!
lá!
lá!
lá!
lá!
I' ,
Nas
en
-
a.
fJ~
U
:J

Fonte: Alexina de Magalhães Pinto - Os Nossos Brinquedos

Terezinha de Jesus

um pouco mazurca

Andantino quasi allegretto

~ ~ ~ 101 ~ L I I @. I 11 Te - re -
~
~
~
101
~
L
I
I
@.
I
11
Te -
re
-
zi
-
nha
de
Je
-
sus
De
tra
-
ves
-
sa
foi
ao
fJ
101
-.
-.
-.
t-
+T"
5
,----,
-
fJ
101
~
-
u
.
I
chão,
A
-
-
co
-
dem
três
ca
-
va
-
lhei
-
ros,
To
-
dos
-
1'1
101
L
joI.
U
-d
~
----.
8 Il
101
~
r-""1
t-
I
mão.
O
pri
-
três
de
cha
-
péu
na
mel
-
ro
foi
seu
Il
u
joI.
-,j
joI.
U
-
,----,
11 "r
101
U
L
I
I
pai,
O
se
-
gun
-
do
seu
ir
-
mão,
O
ter
-
---
'l~
U
-,j
-,j
-d
14 'Il 101
~
r----t
.
I
I
t.J
I
I
-cei
-
ro
foi
a
-
que
-
le
A
quem
e
-
la
deu
a
mão.
Il
101
I
joI.
joI.
U

Fonte: SEMA (Superintendência de Educação Musical e Artística) - H.V.L.

~

Q)

N

o

>

N

B

c:

U'"

o Cravo - I Mazurca canção Andantino r--1 fl ~ I I f- ~ I
o Cravo -
I
Mazurca canção
Andantino
r--1
fl
~
I
I
f-
~
I
I
L J
L
-.,j
12
O
Cra
-
vo
bri
-
gou
COill_a
Ro
-
sa,
De
-
fron
-
te
de_u-ma
sa -
-
fl
~
n
f-
5 fl
~
f-
I
I
-
ca
-
-
-
da_O
Cra
-
vo
sa
-
iu
fe
-
ri
-
do,
A
flJ.t
I
f-
8
'1
~
r-1
1
-.1
~
Ro
-
sa
es
-
pe
-
da
-
ça
-
da.
O
Cra
-
vo
fi
- cou
do
-
-
fi
~
f-
~
Il fi
~
~
f-
I
I
l--l
~
-
en
-
te,
A
Ro
-
sa
foi
vi
-
si
-
tar,
O
fi
101
.,
E
n
:>
f-
Õ
>
o'
e
14 fl
If
I
I
I
L
,j
c.-
f-
Ui
o
.o
Cra
-
vo
te - ve_um des
-
ma
-
io,
A
Ro
-
sa
pôs - se_Q
cho
-
rar!
o
-!
-
"'
o
:=
c
fl
If
>
i
~
.,
~
0-0 "'
'e;;
U
f-
'"
I~
~

Fonte: SEMA (Superintendência de Educação Musical e Artística) - H.V.L.

Allegretto

Cai, cai, balão

Polca canção

- ~ ~ . . - r --= L., J ~ 13 Cai, CaI ba-lão!
-
~
~
.
.
-
r
--=
L.,
J
~
13
Cai,
CaI
ba-lão!
Cai,
cai
ba-lão!
Na
m
-
a
do
Sa
-
bão.
Não cai,
~
.'
.
.
.
u
.,
6
-
~
·
-
.
·
r
I
-
!
não!
Não cai, não!
Não cai,
não!
Cai,
a
-
qui
na
mi
- nha
mão
Cai,
mão.
-
f}
~
.
·
·
.,
tJ
(não cai,
Cai)
a
-
qui
na
mi - nha
mão
Cai,
mão.
Fonte: SEMA (Superintendência de Educação Musical e Artística) - H.V.L.
Lá na ponte da Vinhaça
Cantiga
Allegretto
'-
J
~
14
na
pon - te
da
Vi
-
nha
-
ça
To
-
do
mun - do
pas
- sa
-
As
la - va-
-
.-
-.
fi
.,
u
I
I
6
I
2
.
·
.
·
~
~
I*-=:::::::r
-dei
-
ras
-
fa
- zem_as
-
sim,
as - sim,
as
-
sim,
as
- sim,
as
-
sim
As
cos - tu-
As
- rei
-
ras
fa
- zem_as
-
Sim,
as - Sim,
as
-
Sim,
as
- sim,
as
-
sim
fio-
- fa - zem_as
ris
sim,
as - sim,
as
-
sim,
as
- sim,
as
-
-
tas
-
-sim.
Ah!
-
-
·
·
.,
'-
~
~

Fonte: SEMA (Superintendência de Educação Musical e Artística)

<li

N

o

>

'"

.8

'"

c

U

Capelinha de melão

Canção

Andantino 1\ r::-1 1 ~ 15 Ca - pe - li - nha de me
Andantino
1\
r::-1
1
~
15
Ca -
pe
-
li
-
nha
de
me
-
ião
É
de
São
Jo
-
fj
~
:J
5 fi
-
'.
~
-
ão
É
de
era
-
vo
é
de
ro
-
sa,_É
de
man
-
.,
-,J
-,J
-,J
-,J
~
8
fi
~
- je
-
-
ri
-
-
-
cão
São
Jo
-
ão
es
-
dor
fi
~
11 fi
~
- min
-
do
Não
me
ou
-
ve
não
A
-
cor
-
1t
QJ
E
u
::J
':ti
-,J
o
>
0'
14 .,
8
';:;
'~
a
::J
~
L
--I
~
;,;
o
- dai,_
a
-
cor
-
dai
A
-
cor
-
dai
Jo
-
ão,
.ll
o
-
o
1\
::
c
>
~
~
QJ
0-0
+'
'iii
V
U
."
."
."
I~
• Fonte: SEMA (Superintendência de Educação Musical e Artística)

16

Caranguejo - I

Canção

Allegretto

fi ~ Ca-ran - gue - jo não é pel - xe. Ca-Tan - gue
fi
~
Ca-ran -
gue - jo
não
é
pel
-
xe.
Ca-Tan -
gue - jo
pel
- xe
é
Se ca-ran-
I'l
~
-,j
6 !J. .r-::-1. - - - 1-; ~ -gue - jo fos - se pel
6 !J.
.r-::-1.
-
-
-
1-;
~
-gue
-
jo
fos
-
se
pel
-
xe,
Não
na
-
da
-
va
na
ma
-
ré.
PaI
-
ma,
paI
-
ma,
fi
.,;
f.
~
-
1t
11 ~
C"1.
.~
·
@)
-;
1-61-
paI-ma.
Pé,
pé,
pé.
Ro - da,
ro
- da,
ro - da.
Ca - Tan
- gue-jo
pei-xe
é.
~
·
·
u
-,j
-9
-,j
.,;
~
~
6-
~
Fonte: SEMA (Superintendência de Educação Musical e Artística)
Formiguinhas
Cantiga
Andantino
J'J
==
I
-
-
--
f.
17
For-mi - gui
-
nha da
TO - ça.En - doi
-
de
-
ceu
Com.u-ma
dor
de
ca
-
fJ
.
.
f.
"
Ah!
Ah!
5
"I
f.
~
~
-
be
-
ça,
Que
-
lhe
deu,
Ai!
po
-
bre.Ai!
po
-
bre
for
-
mi
-
gui
- nha
Põe
a
"I
~
f.
.
11
8
fi
rall
l
.
I
-
J
f.
l
-.J
L
-
I
L-
J
mão
na
ca
-
be
-
ça.E
faz
as
-
sim,
E
faz
as
- sim.
faz
as - sim.
-
fJ
t:\
-;
f.

v>

C))

N

o

>

rol

'"

o

+"

c

U'"

Fonte: SEMA (Superintendência de Educação Musical e Artística) - Consuelo Pinheiro

A Cantiga de ninar

Andante

Canção do/ente

------ f'l .--. j.j --- • i- J • • I.0o-I ~ 18 Sai bi-
------
f'l
.--.
j.j
---
i-
J
I.0o-I
~
18
Sai
bi- cho
pa
- pão
de_
ci - ma
do
te
-
lha
-
do
Dei-xa_es - te
me
-
f'lj!
r--
,.
,.
,.
~
/
6
f'l
101
r--.
I
-
--------
,.
l.o0o--I
~
~
-
ni
-
no,
-
Dor
-
mir_
sos
-
se
-
ga
-
do"
Mu
-
ca
-
ma
mui
-
to
fei
-
a
Que_
f'l
101
,.
".
~
-
11 f'l
r---.
101
--
,.
,.
u
I
--l
vei - o
-
da
Ba
-
hi
-
a
Pe-ga_es-te
me
-
m
-
no,
-
E
la
-
va
na
ba
-
cia
f'l
101
,.
,.
,.
,.
,.
,.
,.
,.
,.
-,J
Fonte: João Gomes Junior & João Batista Julião - Ciranda Cirandinha
Higiene
Canção
Acalanto
fi
l
·
·
~
19
Mu
-
ca
-
ma
bo
-
ni
-
ta,
Vin
-
da
da
Ba
-
hi
-
a,
To
-
fi
l
CII
·
E
,.
,.
.3
~
o
>
I
I
o
6
1
v
2
u
~
"':;
l
"~
"-
'"
:J
~
l?
;,;
o
D
- ma_es - te
me
-
ni
-
no,
La
-
vaI
na
ba
-
CI
-
a!
Mu
-
- ci - a!
Ah!
o
J
~
o
V
:>
E
"I
~
.
~
CII
o"
'"
"iii
U
,.
.-
,.
::C~

Fonte: Mário de Andrade - Ensaio sobre a Música Brasileira

20

Nigue ninhas

Acalanto

Lento - t:'\ 'I 10 ~ Êh! Ni - gue, ni - gue ni -
Lento
-
t:'\
'I
10
~
Êh!
Ni - gue, ni - gue
ni
- nhas
Tão
bo - ni - ti - nhas
Ma
-cam - ba
vi - o
-
la
De
t:'\
I'l
14
G/
~
~
---
---
---
---
~
>
--- ---
---
rall . a tempo ~----=- ::::=- 5 - - 10 ~ . - ----/ .
rall
.
a tempo ~----=- ::::=-
5
-
-
10
~
.
-
----/
.
~
"'----
~
>
~------.
pa - rie gan-gui - nhas!_
Êh!
Im
-
tum-be
-
-
-===== ::::=-
t:'\
-= ::::::::=-
-===== :::::==--
fl
10
t
-,f
q~ >
---
~
~
~
----
rall.
rall.
rito
9
'I
--
10
U
I
>
~
~
-lá
Mus-san-go
-lá
Qui - na, qui-
nê!
Ni - gue, ni - gue
ni - nhas
Tão
bo -ni - ti - nhas Ma-
10
"'J
-q
~
.~~ >
~
~
~
a tempo -====::::::::=- -=====::::::::=-
rall
14
t:'\
L~
P""""'i
.~
~
~
>
!!:
--
v
'--
-cam - ba
vi - O
-
la
De
pa
-
rie
gan-gui - nhas!_
Êh!
1m
-
-====::::::::=-
-=::::::: ::::=-
IL.It
t:'\
.
t
"!!
~
q~ >
---
"li
~
~
~
>
rall
rall
ri!
.
18
'\
14
-.t
-
.
I
>-
~
I
~
~
-bê
tum-be
-
Mus - san-go -
Qui - na, qui-
nê!
Êh!
fl 10 -==== ~
t:'\ ::::::=- pp[)
.
>
p
t
-----.---/
~
"!
---~
~
.~
~>
dLV.

Fonte: Mário de Andrade - Ensaio sobre a Música Brasileira

~

Q)

N

o

>

N

'"

o

c

U'"

E

::l

o

>

~

o

u

'':;

.'"

.t

'"

::l

\J

;,;

o

o

o

--'

'"

= o

.-

c:

>

~

o"

. Qj

I~

~

U

Candieiro

Cantiga

Andantino

~J.l li f :::::>--======= t:'\

~ J . l l i f :::::>--======= t : ' \ - , --, .
- , --, . . . - u --- .--- 21 Ah! Can - di
-
,
--,
.
.
.
-
u
---
.---
21
Ah!
Can - di
- ei
-
ro_en - trai
na
ro
-
da,_En - trai
na
-
====- mf
f ~-=
,
--,
fl
II
~
t:'\
U
H"
-,j
~
Ah!
Ah!
Ah!
--
5
I'l
ti
J.i
.
I
I!!!!!!!!!!!!!!
.
.!"'-"""I
-
U
I-
ro
-
da, sem
pa
-
rar;
--
Quem pe
-
gar
oCan-di
-
el
-
ro, Can
-
di
-
-
fl
II
ti
.
.
u
~
Piu mosso
rall.
rito
9
-
,
fl
II
li
>
3
.
.
'-
'----=
!!!
-
el
-
ro_há de
fi
-
caL
Co
-
co - ro
-có
Can- di - ei
-
ro
Si
-
nhá,
Eu
não sou
cas-ti-
ral!.
,
rito
fl
II
li
3
.
-,j
'-
'
~
>
,
13
fl
ti
>
3
II
'-
~
-çal,
Can-di - ei
-
ro
Si
-
nhá.
Co - co-ro -
Can-di - ei
-
ro
Si
-
nhá,
Eu
não sou
cas - ti
-
fl
II
li
~
?
'-
>
I
I
1
2
17 fl
ti
t:'\
II
·
-
·
--
.--'
'-
=
====-
-
çal,
Can-di - ei
-
ro
Si
-
nhá.
Can - di -
-
- nhá.
Ah!
fl
J.i
lo!
t:'\
-
·
·
'-
-9
fj.
~<:J

Ah!

Ah! Ah! ====-=-

Fonte: Alexina de Magalhães Pinto - Os Nossos Brinquedos

Viuvinha da banda d'além

22

AlIegretto

Cantiga

1":\. I'l I !!"""I . . . . . . · . · . -
1":\.
I'l
I
!!"""I
.
.
.
.
.
.
·
.
·
.
-
-
I
~
~
I
~
Ah!
Vi-u
- vi - nha da ban-da d'a
lém
Quer se ca
sar
e não
a- cha com
,
1":\
-
I
·
.
.
.
.
.
t-
~
1.1~
-';
'-.-=
~
variante- -
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-
-
,
6 quem;comes-te sim, com es-te não,há de ser com a que-le do meu co-ra ção.
6
quem;comes-te
sim, com es-te
não,há de ser com a
que-le do meu co-ra
ção.
Vi-u -
-ção.
Ah!

Fonte: Alexina de Magalhães Pinto - Os Nossos Brinquedos

Vamos, maninha

Cantiga

Andantino quasi andante

m if II lo! P l 1 . u t.- I I I I 23
m
if
II
lo!
P
l
1
.
u
t.-
I
I
I
I
23
Ah!
Va - mos
ma
-
ni
-
nha,
va
-
mos
Na
pra
-
ia
pas-se-
II
P
rnf
J,I
I
.
U'
I
I
t.-
5
I')
lo!
I
~
I
'"--
I
I
'--
~
/
~
I
- ar,
Va-mos
ver
a
lan
-
cha
no
-
va
Que
do
céu
ca
-
iu
no
I')
Jt
11·
-,;
~
~
~
9
I
lo!
r---l
-'
.
t.-
I
'-
I
~
mar.
Va-mos
ver
a
lan
-
cha
no
-
va
que
do
céu
ca
-
iu
no
mar.
II
J,I
.
u·,
t.-
11·
-,J
U'
~

Fonte: SEMA (Superintendência de Educação Musical e Artística) - H.V.L.

~

Q)

N

o

>

N

'"

o

c:

U'"

Q)

E

.3

o

>

o

v

.~

"-

lO

:J

l'J

;,;

o

.D

o

--'

lO

-

:=

>

~

o

c:

~

Q)

0-0

lO

'e;:;

I~

U

Mdo erato

Nesta rua

Cantiga

- fl L r--, -------- - f.- ~.- 24 Nes - ta ru - a,
-
fl
L
r--,
--------
-
f.-
~.-
24
Nes
-
ta
ru
-
a,
nes
-
ta
ru
-
a
tem
um
bos
-
que,
fl
L
f.-
q•
~
5
fl
r--,
I
~.
I
f.-
Que
se
cha
-
ma,
que
se
cha
-
ma
so
-
li
-
dão.
fi
I
~
q---
q.r
-------------
9
~
I
------
-
-
f.-
--------
Den
-
tro
de
-
le,
den
-
tro
de
-
le
mo
-
ra_um
an
-
jo,
A~
,
v.
v.
f.-
'"li
*-
---
13 f'l
I
I.-
ol
f.-
I-G_
---
Que
rou
-
bou,
que
rou
-
bou
meu
co
-
ra
-
ção.
-
f'l
L
6
U
li
li
17f'l
I
-
----
-
--
t.J
v·'
Den - tro
de
-
le,
den
-
tro
de
-
le
mo
-
ra_um
an
-
JO,
~-
fi
I
,
v
t.J
V"
~
--
21 fi
I
-
-G
f.-
Que
rou
-
bou,
Que
rou
-
bou
meu
co
-
ra
-
ção.
--------
-
fl
I
~
-G
~
~
~

Fonte: SEMA (Superintendência de Educação Musical e Artística) - H.V.L.

25 'l -----:------ L ~ v· • '- ~'-. -- Se~eu rou - bei, rou
25 'l -----:------ L ~ v· • '- ~'-. -- Se~eu rou - bei, rou
25 'l
-----:------
L
~
'-
~'-.
--
Se~eu
rou
-
bei,
rou
-
bei
teu
co
-
ra
-
cão,
se~eu
fl
I
q.
'--
:;
29fl
--
r----,
I
'--
Tu
tam
-
bém,
tu
tam
-
bém
rou
meu;
- bas - te~o
--
-
--
I'j
I
q.
'--
q-.'
----------
33 'fl
--
I
,
u
I-
J
-
rou
-
bei,
rou
-
Se~eu
bei
teu
co
-
ra
-
ção
se~eu
I'j
I
"
t.J
"
-.'
~
37fl
I
-----
~
'--
~
É
por
-
que,
é