Você está na página 1de 5

ESTATÍSTICA

Método Estatístico

Método é um conjunto de meios dispostos convenientemente para se chegar a


um fim que se deseja.
O método experimental consiste em manter constante todas as causas
(fatores), menos uma, e variar esta causa de modo que o pesquisador possa descobrir
seus efeitos, caso existam.
O método estatístico, diante da impossibilidade de manter as causas
constantes, admite todas essas causas presentes variando-as, registrando essas variações
e procurando determinar, no resultado final, que influências cabem a cada uma delas.
A estatística é uma parte da matemática aplicada que fornece métodos para a
coleta, organização, descrição, análise e interpretação de dados e para a utilização dos
mesmos na tomada de decisões.

Fases do Método estatístico

Coleta de dados

Após cuidadoso planejamento e a devida determinação das características


mensuráveis do fenômeno coletivamente típicos que se quer pesquisar, damos início à
coleta de dados numéricos necessários à sua descrição.

Crítica dos dados

Obtidos os dados, eles devem ser cuidadosamente criticados, à procura de


possíveis falhas e imperfeições, a fim de não incorrermos em erros grosseiros ou de
certo vulto, que possam influir sensivelmente nos resultados.

Apuração dos dados

Nada mais é do que a soma e o processamento dos dados obtidos e a disposição


mediante critérios de classificação.

Exposição ou apresentação dos dados

Por mais diversa que sejam a finalidade de que se tenha em vista, os dados
devem ser apresentados sob forma adequada (tabelas ou gráficos).

Análise dos resultados

O objetivo último da estatística é tirar conclusões sobre o todo a partir de


informações fornecidas por parte representativa do todo (amostra).
Variável é, convencionalmente, o conjunto de resultados possíveis de um
fenômeno.
As variáveis podem ser qualitativas e quantitativas.
a) Qualitativa – quando seus valores são expressos por atributos sexo
(masc./fem.); cor dos cabelos (loiro, ruivo, castanho)
b) Quantitativa – quando os valores são expressos em números: salários de
operários, idade, peso.
População é o conjunto de entes portadores de, pelo menos uma característica
em comum.
Também chamado Universo estatístico.
Amostra é um subconjunto finito da população.

Exemplos de variáveis qualitativas e quantitativas:

a) Universo: alunos de uma escola


Variável: cor de cabelos: qualitativa

b) Universo: casais residentes em uma cidade


Variável: nº de filhos: quantitativa

c) Peças produzidas por certa máquina


Variável: nº de peças produzidas por hora: quantitativa

Amostragem

Existe uma técnica especial – amostragem – para recolher amostras que


garante, tanto quanto possível, o acaso na escolha.
Dessa forma cada elemento da população passa a ter a mesma chance.
Vamos estudar 3 das principais técnicas de amostragem.

Amostragem Casual ou Aleatória Simples

Esse tipo de amostragem é equivalente a um sorteio lotérico.


Na prática a amostragem casual ou aleatória simples pode ser realizada
numerando-se a população de 1 a n e sorteando-se, a seguir, por meio de um dispositivo
aleatório qualquer.
Ex: Vamos obter uma amostra representativa para a pesquisa da estatura de
noventa alunos de uma escola.
a) Numeramos os alunos de 01 a 90.
b) Sorteamos 10% da população por meio de um dispositivo aleatório.

Amostragem Proporcional Estratificada

Muitas vezes a população se divide em subpopulações estratos.


Como é provável que a variável em estudo apresente, de estrato em estrato, um
comportamento heterogêneo e, dentro de cada estrato, um comportamento homogêneo,
convém que o sorteio dos elementos da amostra leve em consideração tais estratos.
Ex: Supondo, no exemplo anterior, que dos 90 alunos, 54 sejam meninos e 36
sejam meninas, vamos obter a amostra proporcional estratificada.
São, portanto 2 estratos (masc. e fem.) queremos 10% da população.

CÁLCULO 10%
SEXO POPULAÇÃO AMOSTRA
PROPORCIONAL
Masculino 54 5,4 5
Feminino 36 3,6 4
Total 90 9,0 9

Arredondamento: > que 0,5: aumenta (1 casa)


< que 0,5: diminui (1 casa)

Exercício: Em uma escola existem 250 alunos, sendo 35 na 1ª série, 32 na 2ª,


28 na 4ª, 35 na 5ª, 32 na 6ª, 31 na 7ª e 27 na 8ª. Obtenha uma amostra de
40 alunos.

Cálculo
Série População Amostra
Proporcional
1ª série 35 5,6 6
2ª série 32 5,12 5
3ª série 30 4,8 5
4ª série 28 4,48 4
5ª série 35 5,6 6
6ª série 32 5,12 5
7ª série 31 4,96 5
8ª série 27 4,32 4
Total 250 40,00 40

35 = x
250 40

1ª série: 40 * 35 = 5,6 2ª série: 40 *32 = 5,12


250 250

3ª série: 40 * 30 = 4,8 4ª série: 40 * 28 = 4,48


250 250

5ª série: 40 * 35 = 5,6 6ª série: 40 * 32 = 5,12


250 250

7ª série: 40 * 31 = 4,96 8ª série: 40 * 27 = 4,32


250 250
Amostragem Sistemática

Quando os elementos da população já se acham ordenados, não há necessidade


de construir o sistema de referência. São exemplos os prontuários médicos de um
hospital, os prédios de uma rua, as linhas de produção, etc. Nestes casos, a seleção dos
elementos que constituirão a amostra pode ser feita por um sistema imposto pelo
pesquisador. A esse tipo de amostragem denominamos Sistemática.
Assim, no caso de uma linha de produção, podemos, a cada dez itens
produzidos, retirar um para pertencer a uma amostra da produção diária. Neste caso,
estaríamos fixando o tamanho da amostra em 10% da população.

Ex: Suponhamos uma rua contendo 900 prédios, dos quais desejamos obter
uma amostra formada de 50 prédios. Podemos, neste caso, usar o seguinte procedimento
como: 900 = 18 escolhemos por sorteio casual um número de 01 a 18 inclusive, o qual
50
indicaria o primeiro elemento sorteado para a amostra; os demais elementos seriam
considerados de 18 em 18.

Exemplos:

1) Obtenha uma amostra sistemática de 20 peças de uma produção de 300


peças. Sabendo que a peça de número de série 13 pertence a amostra.
Período = População = 300 = 15 (intervalo de 15 em 15)
Amostra 20
13, 28, 43, 58, 73, 88, 103, 118, 133, 148, 163, 178, 193, 208, 223, 238, 253, 268, 283,
298.

2) Obtenha uma amostra sistemática de 15 elementos, de uma população de


600 elementos. Sabendo que a peça que fica na posição nº 310 pertence à
amostra.
600 = 40
15
30, 70, 110, 150, 190, 230, 270, 310, 350, 390, 430, 470, 510, 550, 590.

3) Mostre como seria possível retirar uma amostra de 32 elementos de uma


população ordenada formada por 2.432 elementos.
Na ordenação geral, qual dos elementos abaixo seria escolhido para
pertencer à amostra, sabendo-se que o elemento de ordem 1.420 a ela
pertence?
a) 1648º b) 290º c) 725º d) 2025º e) 1120º

População = 2432 = 76 = período


Amostra 32

1420,1496,1572,1648,1724,1800,1876,1952,2028,2104,2180,2256,233
2,2408.
Resposta: Alternativa a).