Você está na página 1de 37

Equilíbrio Químico

1
Conceito de equilíbrio

Um equilíbrio químico é a situação em que a


proporção entre as quantidades de reagentes e
produtos em uma reação química se mantém
constante ao longo do tempo.

2
Teoricamente, toda a reação química ocorre
nos dois sentidos:

Reagentes  produtos e
Produtos  reagentes

Contudo, em certas reações, como a de


combustão, virtualmente 100% dos reagentes são
convertidos em produtos, e não se observa o
contrário ocorrer (ou pelo menos não em escala
mensurável); tais reações são chamadas de
irreversíveis.
3
Há também uma série de reações nas quais logo
que certa quantidade de produto(s) é formada, este(s)
torna(m) a dar origem ao(s) reagente(s); essas reações
possuem o nome de reversíveis.

O conceito de equilíbrio químico praticamente


restringe-se às reações reversíveis.

4
5
Reversibilidade de reações químicas

Um exemplo de reação reversível é a da produção da


amônia (NH3), a partir do gás hidrogênio (H2) e do gás
nitrogênio (N2) — que faz parte do Processo de Haber:

N2(g) + 3H2(g) 2NH3(g)

Note-se que a seta dupla ( ) significa que a reação ocorre


nos dois sentidos, e que o subscrito (g) indica que a
substância se encontra na fase gasosa.

6
• Considere o N2O4 congelado e incolor. À temperatura
ambiente, ele se decompõe em NO2 marrom:

N2O4(g)  2NO2(g).

• Em um determinado momento, a cor pára de se alterar e


temos a mistura de N2O4 e NO2.

• Equilíbrio químico é o ponto em que as concentrações


de todas as espécies são constantes.

7
Para um sistema qualquer representado por:
V1
A + B C +D
V2

A rapidez varia a partir do inicio da reação até atingir


a situação de equlibrio. O gráfico a seguir mostra
essa variação.

8
9
Considerando-se as variações de reagentes e produtos,
temos:

10
Deve-se salientar que quando uma reação
atinge o equilíbrio ela não para. Ela continua se
processando, porém tanto a reação direta como a
inversa ocorrem à mesma velocidade, e desse jeito a
proporção entre os reagentes e os produtos não
variam .

Por outras palavras, estamos na presença de


um equilíbrio dinâmico.

11
• No equilíbrio, tanto de N2O4 reage para formar NO2
quanto de NO2 reage para formar outra vez N2O4:

N2O4(g) 2NO2(g)

• A seta dupla significa que o processo é dinâmico.


• Considere
Reação direta: A  B Velocidade = k[A]
Reação inversa: B  A Velocidade = k[B]

• No equilíbrio VA = VB = k[A] = k[B].


12
• Para um equilíbrio escrevemos: A+ B C + D

• À medida que a reação progride


– [A] e [B] diminuem para uma constante,
– [C] e [D] aumentam de zero para uma constante.

– Quando [A], [B] e [C], [D] são constantes, o equilíbrio


é alcançado.

– k[A] diminui para uma constante,


– k[B] aumenta de zero para uma constante.
– Quando k[A] = k[B], o equilíbrio é alcançado. 13
Equilíbrio Homogêneo e Heterogêneo

Quando todas as substâncias envolvidas no


equilíbrio se encontram no mesmo estado físico diz-se
que temos um equilíbrio homogêneo, que é o caso de
todos os equilíbrios apresentados aqui até então.

N2(g) + 3H2(g) 2NH3(g)

14
Analogamente, os equilíbrios onde estão envolvidas
mais de uma fase são chamados de equilíbrios
heterogêneos, como o seguinte:

Ni(s) + 4CO(g) Ni(CO)4(g)

Note-se que o subscrito (s) significa que a espécie se


encontra no estado sólido. Equilíbrios heterogêneos, como
este, frequentemente apresentam ao menos um sólido ou
um líquido.
15
Considere o gráfico abaixo:

a) Qual variável o eixo das ordenadas representa, considerando-se


que o sistema atinge o equilibrio a partir de determinado
tempo? Justifique.
b) Indique no gráfico, o momento em que a reação entra em
equlíbrio.
c) Escreva uma equação genérica que possa ser representada pelo
gráfico, identificando os reagentes e os produtos pelas
respectivas cores das curvas.
16
Quando uma reação química exotérmica atinge o equilíbrio,
são válidas todas as afirmativas abaixo, exceto:

a) As velocidades da reação nos sentidos direto e inverso se


igualam.
b) A energia de ativação é a mesma nos sentidos direto e inverso.
c) A reação ocorre com liberação de calor.
d) As concentrações de reagentes e produtos permanecem
inalteradas.
e) A reação inversa é endotérmica

17
Represente, por meio de gráfico, a rapidez da
reação direta e da reação inversa até atingir o
estado de equilíbrio para a reação:

2 SO2 (g) + O2 (g) ↔ 2 SO3 (g)

18
Considere a reação entre nitrogênio e hidrogênio:

(v1 e v2 são as velocidades das reações direta e inversa)


Quando se estabelece o equilíbrio químico é possível afirmar
que:

a) [N2] = [H2].
b) [NH3] = constante.
c) [N2] = [NH3].
d) v2 > v1.
e) v1 > v2 .
19
Constantes de equilíbrio
As constantes de equilíbrio, representadas por K,
são determinadas a partir de dados experimentais . Por
conta da análise de uma grande quantidade de dados,
chegou-se a uma expressão genérica para todos os
equilíbrios:

K = [produtos]/[reagentes]

20
Constantes de equilíbrio (Kc)

As constantes de equilíbrio determinadas com


base nas concentrações em mol/L, são representadas
por Kc.

21
22
Portanto,

Onde:

23
24
25
26
A constante de equilíbrio

• Para uma reação geral


aA + bB cC + dD

a expressão da constante de equilíbrio para tudo em


solução é

K eq 
C D
c d

A B
a b

onde Keq é A constante de equilíbrio.


27
Escreva a expressão da constante de equilíbrio para as
equações abaixos:

a) 2NO (g) + Cl2 (g) ↔ 2NOCl (g)

b) Fe(s) + Cu2+ (aq) ↔ Fe2+ (aq) + Cu (s)

c) CO2 (g) + Ca(OH)2 (aq) ↔ CaCO3 (s) + H2O (l)

28
A constante de equilíbrio

Ordem de grandeza das constantes de equilíbrio


• A constante de equilíbrio, K, é a razão entre produtos e
reagentes.

• Conseqüentemente, quanto maior for K, mais produtos


estarão presentes no equilíbrio.

• De modo inverso, quanto menor for K, mais reagentes


estarão presentes no equilíbrio.

29
A constante de equilíbrio

Ordem de grandeza das constantes de equilíbrio


• Se K > 103, então os produtos predominam no equilíbrio e o
equilíbrio encontra-se à direita.
• Se K < 10-3, então os reagentes predominam no equilíbrio e o
equilíbrio encontra-se à esquerda.

30
A constante de equilíbrio
Outras maneiras de se trabalhar as equações
químicas e os valores de Keq

• A constante de equilíbrio para o sentido inverso é o


inverso daquela para o sentido direto.

N2O4 (g)  2NO2(g)

Direto: Kc = (PNO2 )2/ (PN2O4)= 6,46 (a 100oC)

Inverso: Kc= (PN2O4 )/(PNO2 )2= 1/6,46 = 0,155 (a 100oC) 31


A constante de equilíbrio

Outras maneiras de manipular as


equações químicas e os valores de Keq
• A reação 2N2O4(g) 4NO2(g)

tem P4
NO2
Keq 
P2
N 2O 4
o qual é o quadrado da constante de equilíbrio para

N2O4(g) 2NO2(g)
32
• Quando uma reação é multiplicada por um número, a
constante de equilíbrio é elevada àquela potência.

N2O4 (g)  2NO2(g)

Kc = (PNO2 )2/ (PN2O4)= 6,46 (a 100oC)

2N2O4 (g)  4NO2(g)

Kc = (PNO2 )4/ (PN2O4)2= (6,46)2 = 41,7 (a 100oC)

33
Constante para a soma de reações

Se uma reação química pode ser expressa pela


soma de duas ou mais reações (ou etapas individuais),
então:

Kc da reação global será a multiplicação das constantes de


cada uma das reações individuais.

34
35
36
Em determinadas condições de T e P, existe 0,5 mol/L de
N2O4 em equilíbrio com 2 mol/L de NO2, segundo a
equação: N2O4 (g)  2NO2 (g). Qual o valor da
constante (Kc ) desse equilíbrio nessas condições e
indique o sentido da reação.

37