Você está na página 1de 2

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUI

CENTRO DE TECNOLOGIA
DEPARTAMENTO DE ESTRUTURAS
CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO

SEGUNDA AVALIAÇÃO – RESISTÊNCIA DOS MATERIAIS

ANO/SEMESTRE LETIVO: 2018.1


PROFESSOR (A): EUNICE SILVA SANTOS
DATA: 28 DE JUNHO DE 2018
ALUNO(A): ____________________________________________ MATRÍCULA: ________________

QUESTÕES

1. A coluna da Figura 1 está sujeita a uma força axial de 8


kN aplicada no centroide da área da seção transversal.
Determine a tensão normal média que age na seção a-
a.

2. A estrutura de dois elementos está sujeita a um


carregamento distribuído mostrado. Determine a tensão
normal média que agem nas seções a-a (perpendicular ao
eixo do elemento BC) e b-b (vertical). A seção transversal
quadrada do elemento CB tem 35 mm. Considere w = 8
kN/m.
Figura 1

3. Se a tensão de apoio admissível para o material sob os apoios


em A e B (Figura 3) for (σa)adm = 2,8 MPa, determine os
tamanhos das chapas de apoio quadradas A’ e B’ exigidos para
suportar a carga. A dimensão das chapas deve ter aproximação
de múltiplos de 10 mm. As reações nos apoios são verticais.
Considere P = 7,5 kN.

Figura 2

Figura 3
4. Os cabos de aço AB e AC da Figura 4 sustentam uma
massa de 200kg, se a tensão normal admissível normal
admissível para os cabos for de adm = 130 MPa,
determine o diâmetro exigido para cada cabo. Além
disso, qual é o novo comprimento do AB após a aplicação
da carga? Considere que o comprimento do cabo AB não
deformado é 750 mm e Eaço = 200 GPa.

5. Uma barra de seção quadrada com l = 55 mm é


comprimida com uma carga axial de 20.000 kgf.
Figura 4
a) Achar o acréscimo Dl no lado da barra, supondo E =
8.750 kgf/mm² e n = 0,3.
b) Calcular o acréscimo de volume da barra sabendo que seu comprimento é 380 mm.

6. Duas barras, AB e BC (Figura 5) suportam uma carga vertical P.


As barras são feitas do mesmo material e o comprimento, L, da
horizontal BC é constante. Entretanto, o ângulo q pode variar
pelo movimento vertical do ponto A, alterando-se o
comprimento de AB para corresponder às novas posições.
Supondo que as tensões admissíveis, à tração e à compressão,
sejam iguais e que as barras sejam carregadas até esse valor,
determinar o ângulo q que dê à estrutura peso mínimo.

Figura 5

7. Um elemento em estado plano de tensões é submetido à ação de tensões σx = −3,50 kgf/mm²,


σy = 2,10 kgf/mm², e τxy = −0,70 kgf/mm². Determine através das equações:
a) As tensões principais (σmax e σmin ) e os planos principais
b) As tensões máximas de cisalhamento (τmax ) e os planos principais
c) As tensões normais e de cisalhamento (σθ e τθ ) em uma plano girado 60° no sentido horário.

8. Resolva a questão anterior através do círculo de Mohr.

9. Um elemento em estado plano de tensões é sujeito às tensões σx = σy = 0, e τxy = 1,50 kgf/mm²


(cisalhamento puro). Pede-se:
d) Achar as tensões principais e de cisalhamento máximo e os planos em que ocorrem.
e) Achar em todos os lados do elemento girado de um ângulo girado 15° no sentido anti-horário.