Você está na página 1de 8

UNIDADE : 2. A CONVIVENCIA POLITICA ENTRE OS HOMENS.

2º TRIMESTRE

A Principal Preocupação da Filosofia Politica Africana Contemporânea: Integração


Politico-Regional ao Nível da União África e SADC (a questão da NEPAD)

Da OUA a SADCC

O processo do desenvolvimento demonstra que tentar caminhar sozinho é suicídio ou falível. Os


povos africanos tomaram consciência disto muito cedo. Por isso sempre procuraram desenvolver
parcerias entre si a pelando a solidariedade e união do dos movimentos nacionalistas ate a actual
conjuntura dos estados africanos. Já os intelectuais Negro-americano Du bois e Marcus Garvey
apelavam o africano a desenvolver parcerias entre si como única forma de afirma-se
politicamente, economicamente e culturalmente face às potências colónias da América e da
Europa. Só unida a África podia desenvolver-se rapidamente e estabelecer parcerias com as
ex-potências colónias. Inspirados por Kwame Nkumah advoga a criação dos Estados Unidos de
África ( EUA), alem de solidariedade entre os movimentos nacionalistas surgido em diversos
quadrantes do continente.

Neste contexto os países africanos independentes criaram do então etíope Haile Selassie, a OUA
(organização da unidade africana) em 1963, em Adis-Abeba com os seguintes objectivos:

1.Promover a unidade e solidariedade entre os estados africanos

2.Coordenar e intensificar a cooperação, no sentido de atingir uma vida melhor para os povos
africanos

3.Promover cooperação internacional, respeitado a carta das nações unidas e declaração


universal dos direitos humanos.

4.Erradicar da África todas as formas de colonialismo (prestando apoio a países do jugo colonial)

Em 2002 a OUA cedeu lugar a UA (União Africana) com principal agenda o desenvolvimento
do continente e continua o ponto de debate que estratégia deve seguir essa cooperação e
integração económica de forma imediata na linha defendida dos EUA defendida por Nkrumah e
líbio Maummar Kadhafi em sub-região do continente através da cooperação entre países vizinhos
geograficamente crescente? E decidiram integração gradual e ate a completa integração
económica de todos países da África, numa comunidade económica. Proposta pela UNU PARA
Africa a ECA (comissão económica da África) dividido em quatro regiões: oriental e austral,
central, ocidental e norte de África destacam:

COMESA –Mercado comum da África Oriental e Austral

SADC- Comunidade para Desenvolvimento da África Austral.

CEDEAO- communauté Economique de États d l’Afrique Occidentale.

43
UNIDADE : 2. A CONVIVENCIA POLITICA ENTRE OS HOMENS. 2º TRIMESTRE

Actualmente um mesmo estado pode integrar mais de uma organização caso de Moçambique,
Angola, são da SADC e Cabo verde e São Tomas e príncipe (ECOWAS) todavia todos fazem
dos fazem parte do PALOPS. E outras são :

UEMOA- união económica e monitoria para a África ocidental.

CEMAC- comunidade económica e Monetária da África ocidental

A UNIAO- Árabe do Magrebe.

Breve historial da SADC

Sua criação partiu dos países da linha da frente (Angola, Bosthowana Moçambique, Tanzânia, e
Zâmbia. A libertação como objectivo inicial e depois na defensa da desestabilização do regime
do Apartheid na África do sul contra estados independentes da região nisto reforçou a
solidariedade e acção concertada entre membros.

Em Julho de 1979 realiza-se a conferencia, em Arussha Tanzânia chefes de estados e do governo


designada SAACC ( CONFEREN. de coordenação de ajuda da África austral.

1 de Abril de 1980 em Lusaka criam a SADCC: rumo a libertação económica, uma estratégia
para reduzir a dependência dos membros da SADCC em relação a África do sul.

11 de Setembro de 1980 em Salisburia actual Harare 10 secção dos ministro e 1981 a 2a secção
em Maputo preparação da 10 conferência consultiva.

1989 em Harare a cimeira de chefes dos estados e governo assinatura de instrumentos


vinculati8vos em substituição da declaração de 1981, com grandes avanços em varias áreas
transportes, comunicação, agro-pecuária.

17 de Agosto de 1992 assinatura e instituição SADC ( comunidade de desenvolvimento de


África Austral). Em substituição da SADCC.

Funcionamento da SADC

Tem chefes de estado ao conselho de ministro, comités nacionais da SADC, sociedade civil,
Ongs e do sector privado) em cada estado membro no nosso país a comunicação nacional da
SADC (CONSADC) que implementa projectos da organização do estado membro. A visão de
Moçambique e de criar sua riqueza com seus recursos em parcerias nacionais, regionais,
internacionais que promovam eliminação da pobreza.

A SADC tem parcerias com UA e NEPAD que doravante na abordagem são inseparáveis.

Objectivo da NEPAD e eliminação da pobreza em África individua e colectivamente na via de


um crescimento e desenvolvimento sustentável. Entre outras como:

44
UNIDADE : 2. A CONVIVENCIA POLITICA ENTRE OS HOMENS. 2º TRIMESTRE

 Condições para o desenvolvimento


 Paz, Segurança e Governação politica
 Governação económica e corporativa
 Prioridades sectoriais
 Desenvolvimento humano
 Agricultura e diversificação de exportação
 Infra-estrutura e ambiente
 Tecnologia de informação e comunicação
 Mobilização de recursos aos mercados

A NEPAD como programa de UA esta ligada a SADC. Moçambique, como membro activo da
SADC tem áreas de interesse nacional na NEPAD tais como:

1. Agricultura e pesca: no vale do Zambeze Lipompo, e florestas do Niassa, CaboDelgado,


Nampula e Zambézia.

2.Recursos minerais: gás de Pande, carvão de Moatize, áreas pesadas de Gaza, pedras 4 preciosas
do norte do país.

3. Recursos energéticos: energia de Cahora Bassa

4 Corredores de Maputo, Beira, Nacala

5 Iniciativas de desenvolvimento especiais

6. Desenvolvimento de infra-estrutura de ligação, de comunicação e entre outros países de


África.

7. Saúde, educação e sistema judiciário.

Os Direitos Humanos : Divisão e Classificação

Na actualidade a questão dos direitos humanos esta sempre marcada pela relação historico-
concreta entre o estado e o individuo quer dizer não e estático, ligado as mudanças de
consciência e ao d3esenvolvimento do direito. No contexto histórico da relação estado e
individuo esta fundamentado no direito, por outro filosoficamente na essência de homem.

A Fundamentação dos Direitos Humanos na Filosofia

Começado pela reflexão de Maquiavel numa concepção antropológica segundo o homem é mau,
recomenda o soberano aja com métodos cruéis, sem preocupação com máximas morais, o que
pressupõe a exclusão dos direitos dos cidadãos.

45
UNIDADE : 2. A CONVIVENCIA POLITICA ENTRE OS HOMENS. 2º TRIMESTRE

Thomas Hobbes: Na filosofia de direito, essa tendência teve como resultado uma nova
formulação da doutrina do direito natural. Os teóricos iluminista do direito natural colocam a
questão de como é que são p0ossiveis as regras sobre as quais homens vivem em comum e fazem
da relação entre o direito natural e o direito positivo um modelo de pensamento sobre o contrato
social.

já que no estado natural o poder de cada um e medido por seu poder real, cada um tem
exactamente tanto de direito quanto de forca e todos só podem pensar na própria conservação e
nos interesses pessoais.

Para Hobbes o homem por natureza e egoísta, eles tem todos direitos nenhum dever onde reina o
medo e violência, mas porque o direito natural não conhece obrigações e nem sanções, os
homens fundam, através do contrato social, este pacto onde transforma no estado civil. Este
iluminista partia do princípio que o contrato social tem a função de conceder segurança ao
homem através de instituição de um poder absoluto de dominação. Onde deste contrato nasce um
contrato de sujeição. Para este é um Estado de guerra de todos contra todos e só podia sair desta
condição submetendo-se a um poder político supremo e absoluto através do contrato social.

O contrato social tem a função de criar a autoridade social sobre a qual a forca obrigatória de
direito se baseia e não sobre a racionalidade do conteúdo. Porque o soberano detém
irrevogavelmente todos os direitos, e esta acima da justiça: o direito passa a ser tudo aquilo que o
soberano quer, o que quer dizer que o indivíduo não possui direitos face ao poder. Hobbes retira
assim no seu positivismo jurídico radical, todo o carácter moral do direito e do Estado.

John Locke e Charles de Montesquieu

Este grupo partiu do princípio de que o contrato social tem por finalidade assegurar os direitos
naturais do homem, a sua vida, liberdade, igualdade e a sua propriedade foi defendida por Locke
e aperfeiçoada por Montesquuieu.

Cujo Locke antropologia é optimista, da natureza social do homem e consequentemente na


capacidade de construir uma sociedade racionalmente melhor nos acordos sensatos. Locke
defende que o estado tem origem natural onde todos os homens nascem, racionais e igualdade de
direitos: a vida, a liberdade, a propriedade.

Mas existe uma lei natural todos devem reconhecer os direitos do outro, unem-se no contrato
social neste renunciam apenas ao direito de defenderem os seus direitos delegado esta tarefa ao
Estado. Um estado e sociedade racional, justo e livre em a vontade do Estado funda-se na
vontade dos indivíduos.

Nessa base, devem ser separados os poderes legislativos e executivo. Os limites do Estado
estabelecido aos defeitos do homem. Pois questão era como assegurar melhor a liberdade do
homem. Pois todos poderes que Montesquieu advoga devem ser independentes um do outro, para

46
UNIDADE : 2. A CONVIVENCIA POLITICA ENTRE OS HOMENS. 2º TRIMESTRE

haver um equilíbrio mútuo entre eles. A liberdade política de cada cidadão é a segurados e
garantidos pelo Estado.

A História da Luta Politica pelos Direitos Humanos.

O que são Direitos Humanos, na acepção Moderna?

O que Locke na concepção do contrato social foi a teoria do estado de direito, que se baseia-se
no reconhecimento dos direitos humanos, na separação dos poderes e nas eleições livres
como três pilares fundamentais da democracia.

Actual compreensão dos direitos Humanos, baseia-se nas concepções de natureza do homem e
sociedade humana provenientes do iluminismo.

Os Direitos humanos são segundo a doutrina do direito natural inatos eles não são uma dádiva de
qualquer organização ou instituição, pois eles existem muito antes de o homem estar ligado aos
conceitos de sociedade, economia, Estado e religião.

Colocam-se 4 evidências como características do novo conceito dos Direitos Humanos:

1. são universais dizem respeito a todos os indivíuos,

2.são individuais. Todo homem e livre e seu portador, jamais o grupo, associações ou sociedade
estratificada.

3.São anteriores ao Estados, resultam da natureza humana. O estado só pode os reconhecer e não
outorgá-los, a constituição declara-os, mas não os cria.

4. São um direito de reivindicação perante ao estado: exigem do estado o respeito de uma esfera
de liberdade pessoal por ele reconhecida e declarada.

Assim num sentido mais restrito: direito humano significa o dever de o Estado não usurpar
ilegalmente as liberdades do homem.

O empenho ocidental pelos direitos Humanos: A luta pelos direitos Humanos na Inglaterra.

A génese da ideia moderna dos direitos humanos encontra-se o seu lugar na Magna charta
libertum 1215, na Inglaterra os barões exigiram ao rei um julgamento legal depois de uma
detenção. O rei viu-se obrigado a não punir ilegalmente de qualquer homem livre.

No petition of rights exigiram-se e instituíram-se:

 Abolição dos impostos arbitrários.


 Abolição das detenções arbitrárias
 Abolição de tribunais militares excepcionais.

47
UNIDADE : 2. A CONVIVENCIA POLITICA ENTRE OS HOMENS. 2º TRIMESTRE

Com habbeas corpus Act concedeu a protecção das leis perante a subtracção da liberdade do
homem onde o juiz tinha que decidir dentro de 48 horas sobre detenção.

Com Bil of Rights, fundou-se na Inglaterra a soberania do parlamento o rei tinha que reconhecer
os seguintes direitos:

 Liberdade de opinião no parlamento


 Eleições livres dos membros do parlamento
 Julgamento justo e publico por um corpo de jurados.
 Remetimento das petições ao rei, abolição dos castigos bárbaros, redução das multas
excessivas altas.

Luta pelos Direitos Humanos na América

A teoria de Locke é o exemplo da carta inglesa dos direitos que influenciaram o mundo
ocidental. Com a imigração dos inglese para América e criaram sua própria democracia. Eles
consolidaram essas ideias na Bill of Rights no Estado da Virgínia que continha aspectos como os
direitos inatos a vida, a liberdade e a propriedade e determinação sobre a separação de poderes,
eleições democráticas protecções legais dos cidadãos perante a privação da liberdade. Também
garantias de liberdade de impressa. Religiosa e o direito do povo a reforma da constituição.

A ideia que os direitos humanos resultam da natureza foi exprimida na Bill of Rights de Virginia
com seguintes ideias todos os homens são por natureza igualmente livres e independentes, e
detentores de direitos inerentes, dos quais ingressarem na sociedade em nenhum pacto pode
excluir o gozo da vida da liberdade, com meios de aquisição e posse da propriedade na busca de
obtenção da felicidade.

Sugestão de Trabalho

Professor-aluno pesquisa em experiencia moçambicana em matéria constitucional como esforço


de Moçambique na observância e implementação dos direitos humanos.

1.A constituição da RPM de 1975

2.O acordo geral de Paz de 1992

3.As primeiras eleições multipartidárias

4.Consellho constitucional sua organização, sua composição e as funções.

5.A constituição de 2004 .

6.Os partidos políticos em Moçambique historia e suas características.

48
UNIDADE : 2. A CONVIVENCIA POLITICA ENTRE OS HOMENS. 2º TRIMESTRE

EXERCÍCIOS DE CONSOLIDAÇÃO

1.A realidade vivida pelo africano no tempo da dominação colonial fez com que a sua agenda
política fosse, doravante, a...
A aliança com as potências coloniais. C pedido de favores para diminuir colonias.
B criação de mecanismos de ganhar autonomia. D transferência para a terra mãe.

2.A Filosofia política africana tem o objectivo de…


A criar um futuro sócio – económico, político e socialista em África.
B defender a emancipação dos africanos sem exclusão de ninguém.
C defender os regimes democráticos socialistas africanos.
D reflectir sobre um regime político correcto para os africanos.

3.A obra, “África deve unir-se” foi escrita por que filósofo e político africano? A Amilcar Cabral C
Kwame Nkrumah B Julius Nyerere D Leopold Senghor

4. Sob iniciativa do imperador etíope Hail Selassie cria a OUA em

A. 1962 em Etiópia B. 1967 em Adis- Abeba C. 1964 em Arusha D. em 1963 em Adis-Abeba

A SADCC criada em 1979 em Arusha com nove estados da África austral inicialmente com intuito de:

A. Libertação económica B. Libertação política C. Interdependência económica entre estados


membros D. libertação económica da África do sul apartheid.

5. No contexto da União Africana surgiu a NEPAD que significa:

A. Nova parceria para o Desenvolvimento de África.

B. Nova Economia para o Desenvolvimento de África.

C. Parceria de Desenvolvimento de África.

D. Políticas de Desenvolvimento das Nações Africanas.

6.A NEPAD como quadro estratégico global, exaustivo e integrado a nível da África tem como
objectivos primodias:

A. Criação da riqueza para todos e eliminação do capitalismo.

B criação de moeda única para África

C. Desenvolvimento rápido e eliminação da pobreza

D. Desenvolvimento sustentável e eliminação da pobreza.

46
UNIDADE : 2. A CONVIVENCIA POLITICA ENTRE OS HOMENS. 2º TRIMESTRE

contextualizando o período da hostilidade em Moçambique segundo a NEPAD o estado estava


comprometido com o avanço do desenvolvimento do país pois para este organismo uma das
condições necessárias para o desenvolvimento dos estado e o/ a:

A. ausência da corrupção B. reflexão ética C. governação politica D. paz.

7.Tal como Maquiavel ,No estado contratual em Hobbes no seu positivismo jurídico radical
reitera assim todo carácter :

A. Moral B. direito C. político D. da felicidade

8.Para além dos comités nacionais (representantes do governo, ONGS, sociedade civil, e sector
privado) na estruturação e funcionamento da SADC têm a CONSADC nos Estados membros da
SADC cujo o seu papel fundamental é de/a ?

A. Cobrar operacionalidade dos estados membros e cobrar acção

B. Promover solidariedade dos estados membros

C. garantir a operacionalidade nas funções consultivas e defensiva

D. Funções consultivas, coordenativas, implementação dos projectos.

9.Que intelectual africano advoga a criação dos EUA?

A.Hail selassie B. Kwame Nkrumah. C.Nelson Mandela D. Muammar Kadhafi

10. Qual é a principal preocupação da filosofia politica africana contemporânea?

A. unidade e solidariedade B. desenvolver parcerias entre si para acumular riqueza

C. Desenvolvimento político-social e cultural D. desenvolvimento do continente.

11.O Bill of Rights diferencia-se de petition of rights por este declar fundamentalmente a defesa
de (os)……

A. A abolição da arbitrariedade na Inglaterra

B. Abolição da escravatura e não pagamento.

C. Direitos humanos como naturais

D. da democracia como melhor regime.

47