Você está na página 1de 13

Sumário

1. TRANSFERÊNCIA DE CONHECIMENTO – MODO PLANEJAMENTO/PCP .................................................. 2


1. Carrega previsão de vendas; ................................................................................................................ 2
2. Análise de itens ..................................................................................................................................... 2
3. Verificar a capacidade: ......................................................................................................................... 2
4. Sequenciamento das ordens de programação Acabados ................................................................... 2
5. Converter ordem planejada em Ordem de Produção ......................................................................... 3
2. APONTAMENTO PRODUÇÃO DE CHUMBO NA UN04 - Data: 14/03/2018. ............................................. 3
3. PREPARAÇÃO DE ÁGUA DESMINERALIZADA ........................................................................................... 4
4. MÓDULO SIMULAR CENÁRIOS GERAL E POR PLANTAS – 20/03/18 ....................................................... 5
1. AAP 01 – Área de abastecimento de produção 01................................................................................ 7
2. CIRCUITO REGULADOR ......................................................................................................................... 7
3. MM03 – VISÃO DE MRP 2 ..................................................................................................................... 7
4. CS03 – Exibir LT do material: Síntese de itens gerais........................................................................... 7
5. Aspecto do Elemento de Bateria M60GD ............................................................................................ 7
6. MRP 2 – MM03 ..................................................................................................................................... 8
7. DEMONSTRAÇÃO MOVIMENTAÇÃO MATERIAIS (ABASTECIMENTO DE PRODUÇÃO) ........................... 8
1. MD04 – Lista de necessidades/estoque ............................................................................................... 8
8. APONTAMENTO ORDEM PRODUÇÃO .................................................................................................... 11
1. SET UP.................................................................................................................................................. 11
2. EXECUÇÃO ........................................................................................................................................... 11
9. REVISÃO APONTAMENTO PRODUÇÃO – 22/03/18 ............................................................................... 12
1. Ordem Planejada (Empurrado) .......................................................................................................... 12
2. Ordem Planejada (Puxado)................................................................................................................. 12
10. CÓDIGO DE TIPO DE CONSUMO ......................................................................................................... 12
1. COGI – Erros no processo (Ex.: Material 167 – Pb Liga V amarelo ouro – sem estoque disponível
para livre utilização). .................................................................................................................................. 12
2. COOIS - Relatórios ............................................................................................................................... 12
11. APONTAMENTO DE PRODUÇÃO PROCESSO FORMAR BATERIAS ..................................................... 13
1. TRANSFERÊNCIA DE CONHECIMENTO – MODO PLANEJAMENTO/PCP
Consultor: Alex Santili

Data: 13/03/18

1. Carrega previsão de vendas;

5 versões de plano

Escolhe uma versão e transforma na ativa

Farol com cobertura dos estoques – configurado pelo usuário

Toda visão é para o produto acabado:

Rodar o MPS:

 MD04 – Detalhe da MD07 – consulta por SKU


 MD05 – Detalhe da MD06 – consulta por SKU
 MD06 – Lista do MRP – Versão estática – consulta do planejado diário
 MD07 – Lista do MRP – Versão dinâmica – Consulta do planejador diário (detalhe: mostra a hora)

2. Análise de itens

A regra de planejamento fixo (M1 – 5 dias), todas as demandas que chegar serão postas para frente (ex.: se
eu forçar uma demanda de produção dentro do cenário congelado).

Árvore de Material – Mostra todas as demandas para traz (cascata) para

Se houver mensagens em vermelho requer avaliar os prazos, pois a data está vencida.

CM01 – Mostra horizonte para frente de capacidade disponível;

Na tela MM03 (MRP2) é possível ver a “chave horizonte – Ex.: 5 dias, qualquer demanda que chegar e se
quiser colocar para dentro da semana o sistema lança para frente...”,

3. Verificar a capacidade:

CM01 – Planejamento de capacidades;

Escolhe entre centro de trabalho, grupo de planejadores ou por centro (planta)

CM05 – Ver a capacidade somente dos gargalos;

Aqui é possível particionar a ordem de programação, porém requer uma atenção para o tamanho do lote
(Mensagem 52 Não tem lista técnica).

4. Sequenciamento das ordens de programação Acabados


CM25 – Ajuste da capacidade - ZPP002 – Perfil de planejamento

Planejador de capacidade (Ex.: Argentina P031)

Painel de Planejamento ZPP002

Regras de sequenciamento de ordens;

Permite sequenciar de acordo com a capacidade; na primeira ordem possível; elimina lacunas entre uma
ordem e outra; planejamento em ordens de trabalho; gera uma pilha de ordens total e também por centros
de trabalho; programação progressiva;

Após isto vai em programar e confirma;

Após isto vai para o MD04 o painel mostra a ordem com dois Asteriscos ** (indica que foi fixada para
converter ordens planejada em ordens programadas ela já foi programada no quadro gantt), dando a
condição de ver que a ordem planejada.

5. Converter ordem planejada em Ordem de Produção

CO41 (converter de forma coletiva – Executar todas as ordens do planejador MRP);

É possível ver se há algum item faltantes (pode colocar estoque de reposição automático para garantir
saldos de estoques);

É possível ver a árvore de produtos e os pontos críticos sempre numa visão para traz;

6. Planejamento de distribuição

Não registrei o treinamento....

7. Enviar pedido para 912

Não registrei o treinamento....

2. APONTAMENTO PRODUÇÃO DE CHUMBO NA UN04 - Data: 14/03/2018.


Procedimento para construção de um cenário de produção (início de processo)

TRANSAÇÃO MD04 – Visão geral estoques MMBE

Mais detalhas de transferência logística ver com frente de MM

Demanda gerada de uma previsão de MRP

DivEst (operação de transferência entre unidades)

Mensagem: 10 (antecipar operação)

SolCnt (Solicitação de transferência – Isto para o fornecedor);

COHV – Faltou anotar???

MD12 – Verifica se tem o material;

CO12 – Medidas de conversão

Dica: trabalhar com até 03 casas depois da vírgula. Ex.: 0,0004 Kg o ideal é usar uma unidade de medida
menor. O ideal é trabalhar com 0,5 Kg daí em diante o bom é migrar para outra medida.

3. PREPARAÇÃO DE ÁGUA DESMINERALIZADA

15/03/18

CA23 – Roteiro de fabricação

Água não tem Lista técnica – Entra como despesa e não custo direto;

MM03 – No MRP 04 (Manufatura repetitiva)

Síntese de roteiro de fabricação deve ativar Manufatura repetitiva.

 Manufatura discreta = N
 Manufatura repetitiva = R

Processo de Planejamento

MD04 – TIPO de MRP = VB

KKF6N – Coletor de custos do produto (Manufatura repetitiva: Água; ácido; óxido)

É um dado mestre, funciona como um bolsão, faz a explosão da ficha técnica e gera o custo do mês inteiro
e é feito o rateio.

Planejamento Óxido – MD04

Não terá controle de lotes; perfil de produção específico ZPP007 (MTS s/ lote)

MM03 – Esquematização trabalho

Gerar única ordem do lote para o mês;

Consumo será por back flush

Tipo de estoque: utilização livre

Depósito de semielaborado sem controle de WM


Processo de apontamento óxido

CO15 – Apontar produção com back flush

Pode ir fazendo apontamentos parciais por turno – confirmações para ordem de produção entrar: Dadosos
reais

Clock in/clock out automático com datas;

Nota: Requer avaliar se o depósito irá para um bloqueado e liberar após o tempo de maturação.....

4. MÓDULO SIMULAR CENÁRIOS GERAL E POR PLANTAS – 20/03/18

MPS/MRP
1. Planejamento Atividade Reporte Placas
 Iniciando pelo estoque MM 0015
 WM B01

1. Abertura de OP
2. Apontamento da OP – placa segue para o deposito intermediário – daí segue para o depósito de
estufas (apontou já está em QM);
3. Após isto o lote segue para estufas (abaixo do depósito WM B01;
4. Via LT (Lista de transferência/transporte);
5. Tudo que estiver no estoque de estufas entra bloqueado e automaticamente está bloqueado (gera
lote de controle), gera início/fim de processo (isto é um dado mestre!)
6. A gestão dos estoques via lotes de controles (pode ser feito ao final de cada turno) no módulo QM
(vai gerar a D.U);
7. Após a D.U o estoque vai para livre utilização (o que está na estufa é considerado para o MRP),
mais não está liberado para uso nas OP´s de montagem;

Notas: o controle de estufas vai rodar em PP e QM.

Passos no SAP:

MD04 – Programa principal Planejamento.

Dados mestres:

 MM02 – Material (Dados básico 1 e 2 + MRP 1,2,3 e 4 + Previsão demanda + esquematização


trabalho; Qualidade - aqui quem dá manutenção de dados é Planejamento, PCP e Qualidade)
 CC01 – Número de modificação
 CS01 - Lista técnica;
 CA01 Roteiro (um ou mais…pode ser);
 CR01 - Centros de trabalho;
 MM02 - Versão de produção;
 QP01 - .

No ambiente de qualidade na planta tipos de material de referência (165 e 166).

Para Pilar e 912 ver o uso de programa de remessa (ME33L – Na prática é um contrato que se cadastra no
módulo de MM); MRP 01 (Grupo MRP – colocar o ZP03); cadastrar a chave de prazos.

Pedido de Remessa: um grande pedido que se trata de um contrato e em períodos determinados (ex.:
Semanal) vai se dando baixa nos pedidos planejados.

Nota: no Controle de qualidade o plano que deve estar ativo é o 04 AT com o flag nos dois.

Conjunto DAMMY usado para massa de empaste e para Elemento de baterias;

CO15 – Confirmar ordem de produção entrar: movimento de mercadorias;

QM – Controle de qualidade

QE51N – Deve ser feito pelo “controlista”, é feito via uma D.U coletiva (Ex.: OP (1.000) Lote (1003X) (LC 01,
02 e 03) cada uma com 5 mil.
Tudo que está dentro da estufa está bloqueado e para liberar requer um D.U.

5. APONTAMENTO PRODUÇÃO SETOR MONTAGEM: 21/03/18

Pontos Importantes:

1. AAP 01 – Área de abastecimento de produção 01


(extensão do depósito do almoxarifado), nesta área é posto as matérias-primas e componentes

Transação: PK05 (Criar a AAP)

Pode se ter mais de uma AAP por linha de produção.

Para montagem foram criados duas AAP

2. CIRCUITO REGULADOR
LPK1 (Dado mestre que é atribuída a MP com a AAP), ele define se o material é puxado ou
empurrado.

Ex.: material 165 (Placa FPP-08/85 SNPB40 NG)

Tipo de depósito de produção: tipo 100 (faz parte do depósito geral da fábrica, porém não fica no
almoxarifado e sim na produção)

3. MM03 – VISÃO DE MRP 2

É a área de abastecimento proposta (SupM Proposto: AAP-MP)

Requer que estes 03 dados mestres estejam corretamente cadastrados para poder garantir o
abastecimento de matéria-prima.

Para exemplo: Caixas, tampas e placas é abastecida por sistema puxado.

Visão: Admin. Depósito 2 (MM03)

Ex.: Liga V PB cor amarelo outro

No campo da visão na parte de estoque de posição do depósito deve ser posto as quantidades máximas e
mínimas.

4. CS03 – Exibir LT do material: Síntese de itens gerais

Detalhando:

1. Co-produto: tipo de material específico (ZCOP – Co-produto: tem dados de contabilização: vão ter
um depósito específico para cada fábrica – Todas as plantas receberam uma lista de depósitos)
2. Bateria Sucata: tipo de material específico (ZSCT – Sucata: tem dados de contabilização: vão ter um
depósito específico para cada fábrica – Todas as plantas receberam uma lista de depósitos)

Na visão MRP 2 todo co-produto deverá ser indicado isto.

5. Aspecto do Elemento de Bateria M60GD


MRP 2: Dado mestre 50 – Conjunto Dummy (Suprimento especial)

Isto faz com que não gere a necessidade de produção e sim a lista técnica vai chamar separador os
componentes que forma o elemento (placas + separador);

Por sua vez por ser Dummy ele vai ter uma versão de produção, porém sem roteiro, apenas a lista técnica;

6. MRP 2 – MM03

 Regra do controle por parte da controladoria que diz que todas as vezes que apontar uma bateria
com defeito onde uma fração do custo vai para a sucata e outra parte vai para o custo de baterias
boas. A solução foi criar o co-produto.
 Deve-se flag para sucata do produto tem sua regra de distribuição dos custos para co-produto
(coeficientes definidos junto a controladoria, bem como a lista dos possíveis co-produtos dentro da
ficha técnica).
 Ex.: Sucata de baterias sem tampa (co-produto), onde ele absorveu 95% do custo e segue do
produto e apenas 5% vai para o produto aprovado.

6. CONCEITO COPRODUTO:

Se a bateria foi montada até uma etapa do processo ela tem custos distintos à medida que se
avança na linha de produtos;

Coproduto tem valor negativo para poder abater no custo;

Nota: há um ponto de atenção da explosão do coproduto requer uma atenção especial junto ao MESS, pois
o SAP não tem desenvolvimento para explodir uma lista técnica de coproduto, por isso o MES tem que
fazer isto e subir para o SAP contabilizar.

7. DEMONSTRAÇÃO MOVIMENTAÇÃO MATERIAIS (ABASTECIMENTO DE PRODUÇÃO)

1. MD04 – Lista de necessidades/estoque

Converte ordens planejadas em ordens de produção (MD13 – Processamento dos componentes)

Mostra a lista teórica de materiais (no caso de coproduto o valor é negativo) e mostra as AAP´s cadastradas
e se é um item Dummy mostra com a marcação de “X”.

Libera a ordem de produção (ordem de produção: Criar; clica em Salvar), após clica na bandeira verdinha
canto direito da tela

Processos internos que o SAP realiza:

1. Verifica disponibilidade;
2. Verifica capacidade;
3. Criar lote produção
4. Determinar lote Mp;
5. Pick list
6. Calcula custo

Log: protocolo de aviso; de erro; de dados mestres, entre outros


Após isto entra em CO02 (Componentes)

A tela mostra já o número dos lotes das MP´s.

Depósito de produção: 003

Depósito de Acabado: 002

Desde o início do dado mestre influencia no resultante da operação de reporte de produção, tudo ok reduz
COGI (erros), ter uma boa parametrização de dados mestres faz com que o processo possa fluir de modo
rápido e eficaz.

PICKLIST – Menu ir para: Lista de Mat.

CO03: exibir disponibilizações WM para ordem

Os materiais que são empurrados vão determinar a área e deposito (1 = Abastecimento Empurrado)

Para materiais puxados vai vir depois (0 = Abastecimento puxado)

Após isto inicia-se no WM a separação dos materiais

LB10 – Lista de necessidade de transferências (tirando o material de WM e colocando no depósito 100 –


produção), reabastecimento de produção.

NT – Necessidade de transferência (Dúvida como é a distribuição das LT´s para cada estoque Almoxarifado
de fabricadas e MP´s).

OT – Ordem de transferência;

Após isto se confirma a transferência.

LB03 – Exibir necessidade de transporte: lista de itens

Exibe o número da ordem em número de acompanhamento

LT21 (transação essa é feita pelo almoxarifado) onde retira o material do depósito e depois coloca no
depósito 100 da produção.

Nota: Estas atividades devem ser feitas antes, de modo planejado para evitar que falte material. Requer
cumprimento exato das quantidades, caso contrário o reporte de produção não ocorrerá por falta de
saldos.

LS03N – Mostra a posição por depósito do material da OT (Mostra se tem o material já na linha de
produção)

Detalhe de transferência para Pb TBS e Separador (ambos nos exemplos são por abastecimento puxado)
LS26 – Visão geral dos estoques:

Para fazer a puxada do material do depósito almoxarifado para depósito 100 (produção)

LP21 – transação de WM (executado por almoxarifado).

MM03 – Mostra por material (ex.: 167 – Pb liga V amarelo ouro);

LB10 – Necessidade de transferência transporte para produção, agora para o material 167 (esta transação é
crítica para o sucesso da operação)

LT04 – Executa a movimentação para o empilhador levar o material para o depósito 100.

LS03N – Exibir posição por depósito: aqui se vê que todos os materiais necessários para produção da ordem
foram colocados no depósito 100, ou seja, está finalizado.
8. APONTAMENTO ORDEM PRODUÇÃO

Roteiro processo de montagem que podem ocorrer durante uma ordem de produção:

 Set up;
 Execução;
 MP – Back flush
 Subproduto;
 Co-produto;
 Parada de linha.

1. SET UP

CO11N – Transação por operação

Colocar o número da ordem e a operação

Inicia com operação 10: Set up

Roteiro produção: CO03 ver a chave de produção

CO11N Digita a operação 10

Aponta o tempo de set up real (ex.: 2 hs), clica em Salvar.

Apontar operação: 20 (execução produção)

Turno 1 executou apontamento de 500 peças boas;

Turno 1 executou apontamento de 10 peças refugos (isto no modo estande)

Depois clica em movimento de mercadorias; mostra como a confirmação para ordem de produção:
movimentação de mercadorias.

2. EXECUÇÃO

CO03 – Feito na transação standard do SAP, porém com o MESS nas unidades atendidas, não requer esta
operação

CO11N – apontar operação 10 set up confirmação final

Aponta as horas reais de execução da operação set tp (não consome nesta operação, o apontamento
manual);

CO11N - apontar na operação 20 execução produção

Apontar a produção parcial referente a um turno (500 unidades de uma ordem total de 1.000 peças).

No sistema Standard ele exige que primeiro aponte a hora máquina e depois o consumo de MP por Back
Flush;

CO11N – Apontar produto acabado.


NOTA: CO15 é mandatória para todas as operações, pois é a nível de cabeçalho. A CO11N é a nível de
operações dentro da ordem (nível detalhes), usado para produtos com coproduto (ex.: Montagem).

9. REVISÃO APONTAMENTO PRODUÇÃO – 22/03/18

Sequenciamento do processo: de acordo com a demanda

1. Ordem Planejada (Empurrado)


1.1. Ordem Produção (PP – MD04)
1.1.1.Pick List (PP – CO03)
1.1.1.1. Necessidade de transferência (PP – WM – LB10)
1.1.1.1.1. Ordem Transferência (WM – LT21)
1.1.1.1.1.1.1. Confirmação ordem Transferência (WM – LT12)
1.1.1.1.1.1.1.1. Consumo back Flush (PP-MM – CO11N)

Sequenciamento do processo: de acordo com Ponto Reposição

2. Ordem Planejada (Puxado)


2.1. Consumo (PP – CO11N)
2.1.1.Estoque abaixo/ponto reposição (WM – MMBE/LS26)
2.1.1.1. Abastecimento (WM – LP21)
2.1.1.1.1. Necessidade transferência (WM – LB10)
2.1.1.1.1.1.1. Ordem Transferência (WM – LT21)
2.1.1.1.1.1.1.1. Conferência OT (MM – 12)
2.1.1.1.1.1.1.1.1. Consumo Back Flush (PP-MM – CO11N)

10. CÓDIGO DE TIPO DE CONSUMO

Link (Tipos de Movimento.xlsx)

101 – Entrada de mercadoria em estoque

261 – Consumo para ordem do deposito

531 – Entrada de subproduto de utilização livre

901 – posição de saída de produtos semielaborado/acabado

914 – posição de de produtos (aqui deslocou do 901 para o 914, para poder ser usado agora no processo
seguinte)

1. COGI – Erros no processo (Ex.: Material 167 – Pb Liga V amarelo ouro – sem estoque disponível
para livre utilização).
2. COOIS - Relatórios

3. CO15 - Onde não tem coproduto pode usar (Ex.: Fita, óxido, placas, subproduto)

CO11N - Onde tem coproduto tem que usar (Ex.: montagem, acabamento)
11. APONTAMENTO DE PRODUÇÃO PROCESSO FORMAR BATERIAS

QS21: Criação dados mestres de Qualidade

QP03: plano de controle (roteiro da qualidade)

Acessar a CO03 e seguida vai para CO11N, apontar as operações conforme descrito abaixo.

1. Ordem Planejada (Empurrado)


1.1. Ordem Produção (PP – MD04)
1.1.1.Pick List (PP – CO03)
1.1.1.1. Necessidade de transferência (PP – WM – LB10)
1.1.1.1.1. Ordem Transferência (WM – LT21)
1.1.1.1.1.1.1. Confirmação ordem Transferência (WM – LT12)
1.1.1.1.1.1.1.1. Consumo back Flush (PP-MM – CO11N)

Só solução/água é puxado e sem WM pois o material é produção contínua e via tubulação.

12. APONTAMENTO DE PRODUÇÃO PROCESSO ACABAR BATERIAS

2. Ordem Planejada (Empurrado)

Acessar a CO03 e seguida vai para CO11N, apontar as operações conforme descrito abaixo.

2.1. Ordem Produção (PP – MD04)


2.1.1.Pick List (PP – CO03)
2.1.1.1. Necessidade de transferência (PP – WM – LB10)
2.1.1.1.1. Ordem Transferência (WM – LT21)
2.1.1.1.1.1.1. Confirmação ordem Transferência (WM – LT12)
2.1.1.1.1.1.1.1. Consumo back Flush (PP-MM – CO11N)

Com o novo fluxo os passos ficam todos dentro da CO11N via as operações:

 10 – Set up;
 20 – Apontamento Horas Excedentes e consumo de Matéria-prima;
 30 – Produto acabado;
 40 – Coproduto de MP;
 50 – Coproduto de EM.