Você está na página 1de 7

TEMOS A PRODUÇÃO TEXTUAL PRONTA –

PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR – “GFIN S.A”

CURSO: GESTÃO FINANCEIRA

ENTRE EM CONTATO PARA ADIQUIRIR

O VALOR ESTÁ APENAS R$ 80,00, SE FALAR QUE VIU O


ANUNCIO, O VALOR CAI PARA R$ 60,00.

Fale Conosco via Whatsapp: (92) 98457-8066

Qualidade é nosso foco!


2

SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO


TECNOLOGIA EM GESTÃO FINANCEIRA

NOME DO ACADÊMICO E RA:


XXXXX - XXXXXX

PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR

TUTOR (A) DISTÂNCIA: xxxxxx


TUTOR (A) PRESENCIAL: xxxxxx

MANAUS - AM
2018
NOME DO ACADÊMICO E RA:
XXXXXX - XXXXX

PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR

Produção Textual do Curso Tecnologia em Gestão


Financeira da Uniderp, como requisito à obtenção de notas
das disciplinas de Análise de crédito, Cobrança e Risco,
Mercado de Capitais, Elaboração e Análise de projetos,
Capital de giro e Análise das Demonstrações Financeiras
e Planejamento Tributário
.

Orientador (a): Tutor (a) a Distância: Cleverson Neves,


Renato José, Magno Gomes, Alessandra Petrechi e André
Machado.

MANAUS – AM
2018
3

SUMÁRIO

INTRODUÇÃO .......................................................................................................................... 3
1. ÍNDICES FINANCEIROS ..................................................................................................... 4
2. FLUXO DE CAIXA ............................................................................................................... 6
3. ÍNDICE DE SOLVÊNCIA ..................................................................................................... 9
4. GOVERNANÇA CORPORATIVA ..................................................................................... 11
CONSIDERAÇÕES FINAIS ................................................................................................... 13
REFERÊNCIAS ....................................................................................................................... 14
4

INTRODUÇÃO

Este trabalho tem com essa temática objetivamos possibilitar a aprendizagem


interdisciplinar de conteúdos contemplados nas disciplinas desse semestre. Em um diagnóstico
preliminar e emergencial, os consultores sugeriram uma remodelação da empresa para buscar
maior eficiência e competitividade no mercado.
Será abordado alguns fatores a serem trabalho da empresa Rapidão Cometa tais como:
gestão de projetos, inovação do produto e redimensionamento através da gestão de custos, (...)
5

PRODUÇÃO TEXTUAL INDIVIDUAL – GFIN S.A –- GESTÃO FINANCEIRA

HÁ MAIS DE 5 ANOS – POSSUO FORMAÇÃO NA AREA.


SE VOCÊ TEM INTRESSE EM ADIQUIRIR UMA
CONSULTORIA, PODE ME CHAMAR ATRAVÉS DO

WHATSAPP (92) 98457-8066.

Etapa 1 – Compreender a situação financeira de uma organização é fundamental para que se possa
tomar decisões estratégicas no curto e longo prazo, por isso, os analistas de financeiras tem por
objetivo calcular e interpretar os seguintes índices e margens os seguintes aspectos financeiros da
GFIN S.A:

I. Liquidez Corrente
II. Liquidez Corrente
III. Liquidez Seca
IV. Liquidez Geral
V. Endividamento Geral
VI. Grau de Imobilização
VII. Margens de lucratividade Operacional
VIII. Margem de Lucratividade Líquida
IX. Rentabilidade do Patrimônio Líquido
X. Rentabilidade do Ativo Total
Assim, a sua primeira atividade será realizar o cálculo e interpretação dos índices ou
margens mencionados acima.
Seguindo com a mesma proposta de avaliar a situação financeira da empresa, você deverá fazer
análise vertical e horizontal da Demonstração De Resultados De Balanço Patrimonial para os anos
de 2015 e 2016. Essa tarefa é essencial para observar a evolução das contas e resultados da
companhia, por isso faça uma interpretação dos principais resultados obtidos com essas análises.

Etapa 2 - Com relação à análise de projetos de investimentos, um ponto importante, é o


entendimento sobre a importância da linha do tempo em relação aos cálculos utilizados na
análise. Os critérios a serem considerados são aqueles que se baseiam no fluxo de caixa e
no valor do dinheiro no tempo.
É a partir do fluxo de caixa, que serão estimados os cálculos dos índices de viabilidade do
projeto, determinando sua aceitação ou rejeição. Assim os alunos deverão calcular o
indicador de viabilidade, Valor Presente Líquido e os indicadores de risco, TIR e PAYBACK
descontado. Com esses indicadores calculados os analistas deveram elaborar um relatório
justificando a aceitação ou rejeição dos projetos.
Como o objetivo da empresa é optar por apenas um investimento, mercado interno ou externo, os
alunos deverão indicar qual dos projetos é mais vantajoso para a empresa justificando o porquê do
projeto escolhido, para isso deverão considerar uma taxa mínima atratividade igual a 10% a.a.
6

Etapa 3 – Para verificar se a empresa “GFIN S.A” possui suporte financeiro para realizar os
investimentos, torna-se necessário avaliar a sua situação financeira, para compreender
aspectos de solvência da companhia, para tal, é preciso realizar as análises baseadas em
modelos de discriminação linear.
Estes modelos buscam revelar a situação financeira da empresa, bem como, as condições de
pagamento que esta possui, considerando suas dívidas de curto e longo prazo, e tem como função
explicitar a previsibilidade de insolvência para empresas tomadoras de crédito.

ZMatias = 23,79X1 – 8,26X2 – 8,87X3 – 0,76X4 – 0,54X5 + 9,91X6

X1 patrimônio liquido/ativo total

X2 financiamentos e empréstimos bancários/ ativo circulante

X3 fornecedores/ ativo total

X4 ativo circulante/ passivo circulante

X5 lucro operacional/ lucro bruto

X6 disponível/ ativo total

Classifique a previsão de solvência da empresa de acordo com a escala do modelo acima


apresentado.

Etapa 4 – Para atrair novos acionistas e manter o valor de mercado da companhia, é necessário
investir em mecanismos de governança corporativa que propiciem a geração de valor de longo prazo
para a empresa e possibilite ao investidor acesso a informações financeiras tempestivas e
transparentes. Sendo assim, elabore um roteiro com as principais práticas de governança corporativa
que a “GFIN S.A” deve adotar para alcançar o nível mais alto de governança corporativa da
BM&FBOVESPA o “Novo Mercado”.