Você está na página 1de 44

UFRB - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia

Centro de Ciências Exatas, Biológicas e Ambientais

Disciplina:
GEOLOGIA GERAL

Professores:
Thomas Vincent Gloaguen – tgloaguen@gmail.com
PLANETOLOGIA
Origem do planeta Terra
Criação e História do Universo

Autor – Thomas Gloaguen


História do Universo
Paradoxe de Olbers

PORQUE O CEÚ É ESCURO A NOITE?

Até o início do século XX


A história e constituição do universo eram desconhecidos.
Considerava-se por razão mais esprituais que científicas que o
universo estava estático, eternal, homogêneo e infinito

Paradoxo: se tiver uma infinidade de estrelas, deveria-se enxergar


uma estrela em qualquer direção que olhar

Autor – Thomas Gloaguen


EXPLICAÇÕES?
Absorção da energia luminosa das estrelas pela interstelar.
PROBLEMA: conservação da energia 
História do Universo
Cálculo da idade do universo numa escala MACRO

1924

• Hubble e Humason observam as estrelas e concluem, após cálculo


da velocidade de deslocamento das galáxias, que as galaxias se
afastam do nosso ponto de observação, em todas as direções.....

Observou-se também que quanto maior a distância,


maior a velocidade de afastamento

Significa que numa época passada, elas se situavam


num ponto único, o tempo 0

Autor – Thomas Gloaguen


12 > IDADE UNIVERSO > 15 bilhões anos
História do Universo
Cálculo da idade do universo numa escala MICRO

A desintegração radioativo natural de alguns elementos é extremamente


longa
Ex: 232Th  208Pb Periódo de 14 bilhões de anos

 Medições da proporção Th/Pb

Autor – Thomas Gloaguen


 10 > IDADE UNIVERSO > 17 bilhões anos
(confirmação)
História do Universo
Idade finito confirmada: 13,7.109 anos
Isso resolve o paradoxe de Olbers: não podemos observar
objetos situados a uma distância maior do que 13,7.109
anos-luz (a luz ainda não teve tempo de chegar até nós) !

No passado?

Autor – Thomas Gloaguen


Considerando o efeito inverso da expansão do
universo, chegamos no conclusão que 13,7.109 anos
atrás, chegamos a um limite no qual todo o universo se
concentrava num ponto/instante único, chamado Big-
Bang
História do Universo
Tempo = 0 ??
Espaço = 0 ??

10-43 s = parede de Planck*


Antes deste momento, as nossas teorias físicas se
desmoronam (absolutamente nada se sabe, e nem se
imagina..!!! entre o tempo 0 e 10-43s)

Distância = neste instante, o universo tinha somente 10-33


cm = 10 milhões de bilhões de vezes menor do que o
menor átomo (H).

Autor – Thomas Gloaguen


Temperatura = 1032 oK
Densidade = 1094 vezes a densidade da água

*Max Planck foi o fundador da teoria quântica


Criação dos elementos - Nucleosíntese

“SOPA ORIGINAL”
Fóton
Partícula virtual
Neutrino 1s
Elétron 10-4 s
Quark 10-6 s
10-32 s Quark U Quark D
Próton
Neutron
10-42 s

Neutro

1032 K

Autor – Thomas Gloaguen


Próton

1026 K
1012 K
1010 K
Criação das atomos, moléculas e corpos celestes

3 bilhões anos 10 bilhões anos


1 min 3 min
1s

Autor – Thomas Gloaguen


1010 K
109 K
106 K 10 K 2,7 K
Estrutura interna de uma
estrela

Reações em série que


cria progressivamente
todos os atomos, dos
mais leves (H, He) até
os mais pesados
(Fe, Ni, U)

Autor – Thomas Gloaguen


No de átomos por milhão
de átomos de H
Hidrogênio H 1.000.000
Hélio He 68.000
Oxigênio O 690
Proporção Carbono C 420
Neônio Ne 98
dos
Nitrogênio N 87
elementos Magnésio Mg 40
químicos no Silício Si 38
universo Ferro Fe 34
Enxofre S 19

Autor – Thomas Gloaguen


Argônio Ar 4
Alumínio Al 3
Sódio Na 2
Cálcio Ca 2
Níquel Ni 2
O Sistema Solar

Autor – Thomas Gloaguen


O Sistema Solar
• Formação do nosso sistema

1) Disco de poeira
Condensação dos metais (início da
diferenciação)
Condensação dos grãos de rochas

2) Começo do fenômeno de acreção

Autor – Thomas Gloaguen


3) Aparição de perturbações gravitacionais e
formação de protoplanetas
4) Fortes tempestades solares (vento solar),
eliminação dos “rabos” de acreção
5) Início da diferenciação interna dos planetas
Autor – Thomas Gloaguen
Autor – Thomas Gloaguen
O Sistema Solar

• O sistema solar é composto de uma estrela de dimensão


média, o SOL, formado há 4,56 Ga (metade da vida)

• SOL = 99,8% da massa do sistema solar


Composição:
75% H ; 25% He (massa)
92,1% H ; 7,8% He (mol=no partículas)

ENERGIA na forma de radiações solares pela

Autor – Thomas Gloaguen


transformação : H  He
O Sistema Solar
Outros corpos celestes?

 Sol 99,8%

Planetas:
Júpiter 0,1%
Outros planetas

Satélites

Autor – Thomas Gloaguen


 Asteróides 0,1%
 Cometas

Além de poeira e gás


O Sistema Solar
•Quantos planetas?
Mercúrio, Vênus, Terra, Marte, Júpiter, Saturno, Urano, Netuno, Plutão...........
(Céres), (Sedna), (Eris), (Xena)...??

 Plutão?
Planeta a mais afastada e desconhecida: O último planeta a ser descorberta
(1930). O primeiro sobrevôo será realizado somente em 2015 após uma viagem
da sonda New Horizons de 6,4 bilhões de km.
Planeta atípica: um satélite cujo baricentro da sua órbita não se situa no interior
de Plutão, e diferença de massa planeta/satélite a menor de todo o sistema solar,
e grande inclinação do órbito

Autor – Thomas Gloaguen


Em fevereiro de 2006: 150 objetos celestes similares a
Plutão já eram identificados (chamados plutinos). Eris,
objeto de diâmetro maior do que o de Plutão, chegou a
ser considerado o décima planeta
O Sistema Solar
Em Agosto de 2006, o sistema solar perdeu uma planeta!!
A União Astronômica Internacional decidiu por um voto oficial de dar uma
definição “definitiva” do termo planeta, definição que exclue plutão

•  Definição de um planeta? Três critérios

1) Deve ser em órbita ao redor do sol


2) Deve ter uma massa e uma gravidade suficiente para ser esférica
3) Deve ser uma massa bem superior à massa dos outros corpos tendo órbitas
vizinhas, e dominar gravitaramente esta zona do sistema solar.

Autor – Thomas Gloaguen


 OITO planetas satisfazem estas condições: o sistema “perde” um planeta!

 Procura da estabilidade: com o que a gente sabe sobre o sistema solar, é quase
impossível descobrir um outro corpo que possa ser qualificada de planeta
Descorberta do sistema solar
• Voyager 1 e 2: sondas espaciais
lançadas em 1977, concebidas para
fotografar Júpiter e Saturno.
• Os engenheiros, por precaução, incluir
Urano e Netuno no rota.

Atinge Júpiter em 1979


Atinge Urano em 1986
Atinge Netuno em 1989
14 dezembro de 2004: 1º objeto concebido pelo homem a sair da heliosfera

Autor – Thomas Gloaguen


(limite da influência do sol)
15 agosto de 2006: atinge a distância gigantesca de 100 unidades
atronômicas (UA) = 15 bilhões de km
FOTO TIRADA POR
VOYAGER 1 EM 1991
A UMA DISTÂNCIA DA
TERRA DE 6,4 bilhões de km

Autor – Thomas Gloaguen


Autor – Thomas Gloaguen
Órbitas elípticas de pequena excentricidade
Plano básico chamado eclíptica

4 planetas telúricos - as mais próximos ao sol


4 planetas jovianos - as mais distantes do sol
O Sistema Solar
Características físicas dos planetas: relação com a Terra

Densidade

5,4

5,3

5,5

3,9

1,3

0,7

1,2

Autor – Thomas Gloaguen


1,6

Planetas externos ou jovianos:  diâmetro grande (> 45 000 km)


 densidade ≈ densidade do Sol
Planetas internos ou telúricos:  diâmetro pequeno (< 12 756 km)
UA = 150 milhões de km  densidade ≈ densidade da Terra
Planeta telúrico

 Densidade ≈ 5 kg.dm-3
 Composição das planetas telúricas é
aproximadamente igual
 Rochas: silicatos (66%)
 Metais: ferro e níquel (33%)
 Muito O e pouco H

 Diferenciação do planeta em camadas concêntricas com


uma crosta e um manto ricos em sílica e um núcleo rico em
Fe-Ni

Autor – Thomas Gloaguen


 Atmosfera fina e rarefeitas

 Poucos satélites
Planeta telúrico
Ex: a Terra
SILICATOS crosta
FERRO
manto
NÌQUEL

Núcleo externo

Autor – Thomas Gloaguen


Núcleo interno
Planeta externo

 Planeta mais primitivo

 Densidade ≈ 1/2 kg.dm-3

 Composição : basicamente H e He

 Estado gasoso sem diferenciação interna aparente.


Gigante gasoso

Autor – Thomas Gloaguen


 Atmosfera muito espessa

 Muitos satélites pela massa elevada do planeta


Planeta joviano
Ex: Júpiter
Hidrogenio gazoso
Hidrogênio molecular líquido

Núcleo rochoso
e metalico

Autor – Thomas Gloaguen


Mercúrio Vênus
Crosta Crosta
(silicatos) (silicatos)

Manto
Manto (silicatos)
(silicatos)
Núcleo Núcleo
(Fe-Ni) (Fe-Ni)
Crosta (silicatos) Crosta (silicatos)
Manto
(silicatos)

Autor – Thomas Gloaguen


Manto
Núcleo (silicatos)
(Fe-Ni líquidos)
Núcleo
Núcleo
(Fe-Ni)
(Fe-Ni sólidos)
Terra Marte
Júpiter Saturno
Hidrogeno molecular Hidrogeno molecular
Hidrogeno
metálico

Hidrogeno
metálico
Núcleo Núcleo
(Rochas-Gelo) (Rochas-Gelo)

Hidrogeno, hélio, metano Hidrogeno, hélio, metano

Núcleo

Autor – Thomas Gloaguen


Manto (Rochas-Gelo)
(gelo)

Núcleo Manto (gelo)


(Rochas-Gelo)
Urano Netuno
O inferno na Terra

Autor – Thomas Gloaguen


A diferenciação interna dos
planetas telúricas

Autor – Thomas Gloaguen


A partir de uma matéria inicialmente
fundida, formação do núcleo e
solidificação de um oceano magmático
Idade da solidificação
Os minerais os mais antigos: zircônio de Jack
Hills, oeste da Australia (4400 milhões de anos)

Autor – Thomas Gloaguen


O primeiro
mineral

• Um zircônio ZrSiO4
formado num granito
velho de 4,40 bilhões de
anos atesta da rápida
formação da crosta
terrestre

Autor – Thomas Gloaguen


 Camada isolante (crosta)
que permitiu preservar o
calor interno
Wilde et al. (2001)
O terreno estável o mais velho:
Isua, Groenland (3,85 bilhões de anos)

Autor – Thomas Gloaguen