Você está na página 1de 12

Computadores

SEGUNDA-FEIRA 21 FEVEREIRO 2005 DIRECTOR JOSE MANUEL FERNANDES EDITOR RUI JORGE CRUZ

As Escolas Symbian cresce Telemóveis Sondar à boca Cinco jogos


Navegadoras nos ‘smartphones’ a 30 dólares das urnas de aventuras
Aldeia do Avelar tem escolas O consórcio anti-Microsoft A 3GSM Association quer Optimus, Nokia, Quadriga De ‘Return to Misterious Island’
com computadores em vez tem-se batido em toda a modelos para crescer nos e Universidade Católica e ‘Dark Fall 2’ a ‘Wrath of
de livros e cadernos linha pelos telemóveis mercados emergentes montaram projecto-piloto Angels’ e ‘Enter the Unknown”
➜ pág. 6 ➜ pág. 4 ➜ pág. 3 ➜ pág. 5 ➜ págs.10/11

O CONGRESSO MUNDIAL 3GSM REALIZOU-SE NA PASSADA SEMANA NO SUL DE FRANÇA

Música, vídeo e TV nos telemóveis


RUI JORGE CRUZ (e menos caros) para os
e ISABEL GORJÃO SANTOS utilizadores pessoais e,
em Cannes por outro, os “artilhem”
S TELEMÓVEIS DE TERCEIRA gera- com recursos que apelem

O ção — também conhecida por


3G ou UMTS —, as questões
de segurança e as novas apli-
cações e serviços para o 3G
foram alguns dos temas que marcaram a
última edição do 3GSM World Congress,
que decorreu em Cannes (França), entre
mais a este mesmo tipo de
utilizadores. Foi assim que
a Motorola, há uns meses,
anunciou um acordo com
a Apple para permitir que
alguns dos seus telemóveis
pudessem aceder ao serviço
os passados dias 14 e 17 de Fevereiro. de distribuição de músicas
Durante estes dias, cerca de 35 mil pes- iTunes, da empresa de
soas puderam ver as últimas novidades Steve Jobs — e agora foi
do sector das telecomunicações móveis a Nokia a anunciar, em
— entre as quais figuram precisamente Cannes, um acordo similar
os telemóveis de 3G cada vez menos caros, com a Microsoft visando o
menos volumosos e pesados, sem antena à seu serviço de distribuição
vista e mais sofisticados — e ainda assis- de músicas.
tir a um conjunto de conferências realiza- Assim, a Microsoft e
das a par da feira. a Nokia estabeleceram
E embora o tema das novas aplicações e um acordo de colaboração
novos serviços para o 3G seja recorrente face no âmbito do qual será
à edição do ano passado, ele continua a ser possível aos utilizadores
de uma importância crucial para esta indús- descarregarem músicas
tria, pois os operadores de telecomunicações e toques para telemóveis
móveis precisam “desesperadamente” de da Nokia que integrem a
amortizar os seus pesados investimentos aplicação Windows Media
tanto na obtenção das licenças como na Player, os quais poderão
montagem das infra-estruturas de rede depois ser transferidos
necessárias ao seu arranque — imposto para o computador. Para
pelas autoridades reguladoras de cada país além disso, a Nokia e a
nos contratos de concessão dessas mesmas título provado. Ora a penetração do 3G pelo GPRS (a chamada geração 2,5 das Loudeye anunciaram que irão disponibi-
licenças. no segmento empresarial é lenta, nomea- telecomunicações móveis) são mais que lizar aos operadores de telecomunicações
As perspectivas de realização de receitas damente porque implicam, muitas vezes, suficientes para estas necessidades e bem o serviço de música da Loudeye, o qual
pelos operadores móveis no 3G situam-se o desenvolvimento de soluções próprias menos caras que o 3G. poderá ser usado em mais de 30 países.
em duas vertentes: a dos utilizadores pro- para cada cliente (que se articulem com Daí que os operadores, por um lado, Desta forma, os utilizadores de telemóveis
fissionais, no âmbito empresarial, e a dos os seus processos de trabalho e de negócio) pressionem os fabricantes de telemóveis da Nokia poderão procurar e descarregar
consumidores, ou seja, dos utilizadores a e porque as possibilidades proporcionadas no sentido de os tornar mais atraentes músicas para o seu telemó- ➜

7c1bf3e5-024b-435b-bb28-84bbcd8a7552
➜ vel ou seu PC. Os custos “smartphones” (telefones inteligentes).
do serviço são depois incluídos Massificar o uso dos “smartphones” é,
na factura do operador, sendo agora, um dos objectivos da indústria e foi
também possível sincronizar a com esse propósito que a Nokia apresentou
colecção de músicas guardada em Cannes a terceira
no telemóvel com as faixas edição da sua Plata-
armazenadas no PC. forma Série 60, com
Jonas Geust, vice-presidente novas funcionalida-
da Nokia para a área da música, des e características
afirmou, a propósito deste multimédia, cujo
acordo, que “a música digital principal objectivo
e a mobilidade encontram-se é fazer chegar os
de mãos dadas, e os operadores “smartphones” a
têm agora uma forma rápida e todos os segmentos
simples de oferecer um serviço do mercado. Dispo-
aos seus clientes”. nível em meados
À música segue-se a parti- deste ano, a nova
lha de vídeos e também nesta plataforma poderá
área estão a ser levadas a cabo ser usada nos equi-
diversas iniciativas. É o caso do pamentos que fun-
acordo celebrado entre a Nokia e cionam com o sistema
a operadora de telecomunicações operativo Symbian
italiana Telecom Italia Mobile na sua versão 9.0.
(TIM), que irão oferecer um ser- Um leitor de música e
viço de partilha de vídeo (“video maior capacidade de
sharing”) em Itália já no segundo armazenamento são
trimestre deste ano. Inicialmente, algumas das caracte- —, o Samsung Z130 possui características
o serviço estará apenas acessível aos rísticas da nova versão telemóvel numa espécie semelhantes às dos modelos anteriores,
clientes da TIM que possuírem telemó- desta plataforma. de “walkie talkie”, facilitando a ligação com como a câmara de 1 megapixels e a leitura
veis do modelo 6630, da Nokia. Quanto a novos telemóveis — as estrelas um grupo de destinatários pré-selecciona- de ficheiros em formato MP3. A transmissão
Por cá, e por tudo isto, não surpreendeu mais visíveis de qualquer 3GSM World —, dos. Por fim, a Nokia vai também lançar de dados através de Bluetooth também não
que, enquanto decorria o 3GSM World no entre os vários que a Motorola apresentou no segundo trimestre deste ano o 6101, em foi esquecida, nem a sincronização de dados
Sul de França, tenha surgido a notícia de ou pré-anunciou, destacaram-se o V3 RZR formato de concha, um modelo clássico de com o computador. O mesmo acontece com
que os clientes da rede fixa da Portugal Tele- (o modelo negro bivalve na foto) pelas suas tripla banda, o que possibilita a sua utiliza- o E720, um modelo também em formato
com (PT) podem, desde o passado dia 16 de reduzidas dimensões e peso para um modelo ção nos mais diversos países, que também de concha que integra uma câmara de um
2,5G — ou seja, com três bandas de GSM e possui a tecnologia Push to Talk, câmara megapixel com “flash”, ligação Bluetooth,
GPRS —, câmara com “zoom” de “software” integrada e permite ouvir tripla banda, toques polifó-
de 4x, Bluetooth, recursos para visualizar rádio em FM. nicos com 64 tons e capaci-
vídeos com boa qualidade, acesso à Internet Também a Sam- dade de ler ficheiros MP3
e recursos de correio electrónico baseado nos sung apresentou (não havendo indicações
protocolos POP3, SMTP e IMAP4. durante o 3GSM de vir a ser disponibilizado
Já o Motorola A1010, baseado no sis- World cinco novos em Portugal.
tema operativo Symbian 7.0, assume mais modelos de telemó- A completar o lote de
o aspecto de um computador de bolso, com veis, os SGH Z500, novidades da Samsung,
grande ecrã TFT (208 x 320 pixels), para Z300, Z130 para o está o D720, um dos tele-
GPRS e três bandas de GSM, câmara capaz segmento 3G. Para móveis para 2,5G, disponí-
de registar imagens com 2 milhões de pixels,, o segmento 2,5G vel em preto, que funciona
recursos para videoconferência, “streaming” (GPRS), a empresa com o sistema operativo
de músicas e de vídeo, SMS, MMS, expansi- coreana anunciou o Symbian e possui a habi-
bilidade de memória através dos minicartões E350 e D720. O Z500 tual câmara com “zoom” de
Transflash, conector mini-USB e comunica- é um telemóvel 3G 4x, toques polifónicos, reco-
ções por Bluetooth. Dada a sua concepção com funcionalidades nhecimento de voz, tecnolo-
para uso profissional em ambientes empre- de videotelefonia e gia Bluetooth, capacidade
sariais, o A1010 terá suporte para redes pri- difusão de mensa- de sincronização com o PC
vadas virtuais (VPN) e para um acessório de gens de vídeo; integra e memória expansível por
geoposicionamento (GPS). também um leitor de cartão (previsto para 400
As novidades da Nokia em telemóveis MP3 e uma câmara euros).
passaram pelo 6680, um “smartphone” com resolução de 1 A Philips exibiu em
com capacidade de realizar videochama- megapixels e pesa 95 Cannes cinco novos equi-
das, uma câmara de 1,3 megapixels e tec- gramas. Com disponi- pamentos: o modelo 162,
nologia Bluetooth para comunicação com bilidade prevista para de entrada de gama, com
outros dispositivos próximos. Este modelo Abril-Maio em Portu- autonomia para quatro
estará disponível em Abril, mas antes disso gal, deverá custar, nos horas de conversação e
Fevereiro, trocar mensagens multimédia deverá chegar ao mercado o 6681, modelo operadores de teleco- 16 toques polifónicos; o
(MMS) com os utilizadores da rede móvel que integra também uma câmara de 1,3 municações, cerca de 585, com ecrã a cores 8 MB
da Optimus, conforme anunciaram as duas megapixels com “zoom” digital de 6x, capa- 400 euros. de memória, tripla banda,
empresas. Segundo a agência Lusa, faltava cidade de recepção e envio de “mails” com Também com o Z300 é possível ouvir câmara para fotografar ou gravar pequenos
este acordo entre a PT e a Optimus para ser anexos e as tecnologias Bluetooth música em formato MP3 ou tirar foto- vídeos e 40 toques polifónicos; o 655, com
possível enviar mensagens multimédia da e Push to Talk — sendo esta grafias, mas este modelo em formato de capacidade para armazenar 500 contactos
rede fixa para qualquer dos três operadores última a tal que transforma o concha possui ainda uma câmara de 1 ou 300 mensagens escritas, câmara para
móveis portugueses. megapixels que permite tirar fotografias fotografar e o “software” Creative Photo
A PT Comunicações, a operadora de rede ou gravar pequenos vídeos, ligação por Editor para editar as imagens; o 760, que já
fixa do grupo PT, lançara em 15 de Novem- Bluetooth, tripla banda, capacidade para possui câmara de 1,3 megapixels e permite
bro do ano passado o serviço de MMS nesta enviar “mails” ou mensagens instantâneas armazenar 70 fotos com a resolução de 1280
rede, com possibilidade de enviar e receber e claro, a possibilidade x 1204 pixels, para além de possibilitar o
mensagens para outros telefones fixos e de sincronização com envio e recepção de mensagens multimédia;
para os telemóveis da TMN, a operadora o PC. Também pre- e finalmente o Xenium 9@98, designação
de telecomunicações móveis do grupo. Em visto em Portugal difícil de memorizar para um modelo que
Janeiro, tal passou a ser também possível para Abril-Maio, o tem autonomia para 7 horas de conversa-
com os telemóveis da Vodafone. O preço de preço rondará os 350 ção, pesa apenas 88 gramas e estará dispo-
um MMS enviado de um telefone da rede euros, no contexto nível no próximo mês de Junho.
fixa para qualquer rede móvel nacional é da estratégia da A Siemens não apresentou qualquer
de 0,37 euros (IVA incluído). Samsung de tornar novo modelo de telemóvel em Cannes
As novas funcionalidades multimédia os telemóveis de 3G — guardando as novidades para a CeBIT,
ou outro tipo de aplicações — que transfor- mais acessíveis — o no próximo mês em Hanover, na Alemanha
mam o telemóvel em mais do que dispositivo que a levará também — mas fez demonstrações de um cartão PC
para conversar — têm vindo a acompanhar a vender o Z130 por Card com tecnologia HSDPA (tema que será
o lançamento de novos equipamentos, que cerca de 300 euros abordado na próxima edição de Computado-
são simultaneamente telemóveis, organi- Com um formato res), que deverá estar disponível no próximo
zadores pessoais e dispositivos que servem diferente do habitual Verão a um preço ainda não fixado. ●
também para aceder à Internet, visualizar — em que a parte
textos ou imagens. Este novo tipo de tele- superior gira sobre Computadores realizou a viagem a Cannes a convite
móveis são genericamente designados por a metade inferior das empresas Motorola e Nokia

computadores .2 S E G U N D A - F E I R A . 2 1 . F E V E R E I R O . 2 0 0 5
Telemóveis a www.amen.pt
30 dólares para DOMÍNIO | EMAILS PERSONALIZADOS | ALOJAMENTO | CRIAÇÃO DE SITES WEB | E-COMMERCE | SERVIDORES DEDICADOS

os mercados PACK DEDICATED SERVER

Consulte as Condi es Gerais de Venda em www.amen.pt. Pre os em vigor desde 01/02/2004 para pagamentos anuais. Os pre os podem ser alterados sem aviso pr vio. Microsoft, Windows ¤, ASP.net e os respectivos logos s o marcas comerciais ou marcas registadas da Microsoft
AMEN In Web We Trust: garantia de satisfa o/devolu o nos 10 dias seguintes aquisi o dos packs Web Pro e Web Premium na compra de um dom nio; suporte t cnico por email 24/7; tr fego ilimitado; 99,9% de disponibilidade de acordo com dados estat sticos mensais.
49 €/ mês
emergentes · AMD 1600 MHz (ext. a 2800)· 256 Memória RAM (ext. a 768MB) · Disco rigído 80 GB (ext. A
120 GB) · Tráfego 1024 GB · Endereço IP fixo (ext. a 4) · Interface de administração Plesk 7
· Interface para revendedores · Sem custos iniciais · Largura de Banda -10 Mbps · Acesso root
O 3GSM World Congress é organizado pela GSM Associa- Linux e Desktop Remoto Windows · Windows Server 2003 ·
tion, organização que reúne 650 operadores de telecomu- · Framework 1.1 · Licenças em opção: SQL Server, Exchange, Windows Media, Share Point...
nicações de 210 países, os quais possuem cerca de 1250 Utilizações: Web, Mail, Aplicações, Bases de Dados, Jogos, Streaming, P2P, etc...
milhões de clientes. Esta associação aproveitou a realiza-
ção do 3GSM World 2005 para anunciar um acordo que
visa a disponibilização de telemóveis a preço reduzido PACK WEB DOMAIN
1 €/
— abaixo dos 40 dólares — a fim de acelerar a difusão · Registo de domínio .com, .net, .org... · 2 MB alojamento grátis
· Redireccionamento web · Web Site Creator: Versão de entrada
das telecomunicações móveis nos chamados mercados · Painel de controlo online · Tráfego ilimitado mês
emergentes, como os da China, da Índia ou do Brasil, das · Serviço DNS · Reencaminhamento de email
Filipinas, da Indonésia ou da Turquia, por exemplo. · Subdominios ilimitados
É que a GSM Association concluiu, através de um estudo
que realizou, que o preço tem sido a principal barreira
PACK WEB MAIL
3 €/
à generalização do uso dos telemóveis nestes mercados · Subdominios ilimitados
· Registo de domínio .com, .net , .org...
emergentes — onde 80 por cento da população terá · Redireccionamento web transparente · Contas de email ilimitadas
acesso à cobertura das redes móveis mas apenas 25 por · Respostas automáticas · 2 MB alojamento grátis mês
· Listas de distribuição · Web Site Creator: Versão de entrada
cento usa este tipo de telecomunicações. · Serviços DNS · Tráfego ilimitado
Por outro lado, nestes países, onde a cobertura da rede
fixa está longe
de ser total, uma
rápida adopção PACK WEB PRO
das telecomuni- · Registo de domínio .com, .net, .org... · Subdomínios ilimitados
cações móveis · 50 MB de alojamento · PHP 4, MySQL, Perl 5
proporcionar- · FTP, CGI privados, Listas de distribuição, Webmail · Web Site Creator: Versão de entrada
lhes-ia
opor tunidade
uma
· Estatísticas
· 100 Caixas de Correio Electrónico
· Tráfego ilimitado
5,9 €/ mês
de “saltarem”
a fase de uni-
versalização da
infra-estrutura PACK PRIVATE SERVER
· Tecnologia Virtuozzo · Interface de Administração Plesk 7
de rede fixa, · Linux® e Windows® · Acesso root Linux e Desktop Remoto Windows
Corporation nos Estados Unidos e/ou noutros pa ses. Linux ¤ uma marca registada de Linus Torvalds.

poupando · 400 MB (ext. a 2 GB) · Interface para revendedores


deste modo nos · Multi-Sites · MySQL; Access; Msde
investimentos
que levem as
· Multi-domínios
· Multi-Clientes
· Caixas de correio electrónico ilimitadas
· 20 Aplicações pré-instaladas
·
· Estatísticas detalhadas
10 €/ mês
telecomunica- · Endereço IP fixo · Tráfego ilimitado
ções a todos os
seus cidadãos. VANTAGENS AMEN:GARANTIA DE SATISFA O OU REEMBOLSO . SUPORTE T CNICO 24/7 . TR FEGO ILIMITADO . SUPERVIS O PR -ACTIVA 24/7 .
Exemplo disto 99,9% DE DISPONIBILIDADE . CUSTOS FIXOS . SERVI O DISPONŒVEL EM 1 HORA . PAINEL DE CONTROLO ONLINE
é a China, onde, *Aos preços apresentados acresce o IVA à taxa legal em vigor

de acordo com os números do “Netsize Guide 2005”, o


número de assinantes de telecomunicações móveis já WEB SITE CREATOR Alojamento Grátis
em 2003 havia ultrapassado o dos da rede fixa, tendên- Crie o seu próprio site de uma forma simples e sem necessitar de quaisquer conhecimentos
cia que se acentuaria no ano passado: 330 milhões dos técnicos especializados.
primeiros face a 313 milhões de utilizadores da telefonia Em apenas 7 passos construa a sua página web como um verdadeiro profissional!
fixa, com taxas de penetração respectivamente de 23 e A partir de um simples interface Web de adminstração, pode criar, editar e actualizar a
de 22 por cento. sua página com total autonomia, podendo utilizar 1001 combinações possíveis.
Várias empresas responderam já ao desafio da GSM EXPERIMENTE GRÁTIS em www.amen.pt
Association para a disponibilização de telemóveis a
preços reduzidos: entre 30 a 40 dólares à saída da fábrica

707 50 51 55 www.amen.pt
e que permitam aos operadores que o quiserem subsi-
diarem-nos para um preço de venda ao público entre os
20 e os 30 dólares. Segundo a GSM Association, existem
já contactos com cerca de 18 fabricantes de telemóveis
no sentido de precisar as suas especificações e a melhor
forma de concretizar este projecto. A Motorola foi, aliás,
o primeiro fabricante a apresentar um telemóvel que

www.publico.pt
custará menos de 40 dólares — o C114, conforme foi
referido por Ed Zander, o “chief executive officer” (CEO)
da empresa (na foto) e que os leitores conhecerão como
antigo CEO da Sun Microsystems, numa das conferências
que decorreram paralelamente à exposição.
Ed Zander, à luz dessa experiência no universo dos com-
putadores, estabeleceu mesmo um paralelo entre este

www.publico.pt
e o dos telemóveis: tal como, nos anos 80 e 90, o ciclo
das plataformas cliente-servidor na informática tiveram
como objectivo poupar os utilizadores à complexidade
dos sistemas, também agora é tempo de os fabricantes
de telemóveis “esconderem” a complexidade dos seus
produtos, apresentando aos utilizadores modelos, inter-
faces e serviços tão fáceis de usar como o telefone fixo
convencional.
Daí que o Motorola C114 tenha sido optimizado não só
para a resistência e a longa autonomia da bateria, espe-
rando a empresa vir a conseguir, graças ao volume de 6
milhões que prevê fabricar a partir nos segundo e terceiro
trimestres, baixar o preço para os 30 dólares. ● R.J.C./I.G.S.
www.publico.pt
S E G U N D A - F E I R A . 2 1 . F E V E R E I R O . 2 0 0 5 computadores .3
uma pergunta a VENDERAM-SE 14,4 MILHÕES DE TELEMÓVEIS COM O SYMBIAN OS EM 2004

Susan Macke
Vice-presidente da Nokia para as
vendas e “marketing” de soluções
Symbian na primeira
empresariais na EMEA

linha dos ‘smartphones’ SYMBIAN —

O
CONSÓRCIO
A Nokia tem vindo a investir no desen- constituído em meados
volvimento e concepção de novos dos anos 90 pela Psion,
telemóveis destinados ao mercado Nokia, Ericsson e Moto-
empresarial e às soluções que mais rola, às quais se junta-
interessam a este tipo de clientes . Que riam depois quase todos os grandes
avaliação faz desta área de negócio? fabricantes de telemóveis — tem
E como se posiciona a Nokia face à continuado a investir no desenvol-
convergência entre os telemóveis e os vimento do seu sistema operativo
computadores de bolso ou organizado- para terminais de telecomunicações
res pessoais? móveis e anunciou que, no ano pas-
sado, haviam sido vendidos em todo
o mundo 14,4 milhões de telemóveis

SMS induz baseados no seu sistema operativo. O


número apresentado representa mais
do dobro do que se verificara em 2003,
em que foram vendidos 6,67 milhões

mais tráfego de telemóveis com o Symbian OS.


De acordo com os dados divulgados
pela Symbian por ocasião do 3GSM

de voz World (ver notícia de abertura), só no


último trimestre de 2004 foram vendi-
dos 5,68 milhões de telemóveis com o
Symbian OS instalado — número que do ano passado um novo membro — a com mais funcionalidades do que os
se deve, em grande parte, às vendas Sharp —, que irá agora desenvolver tele- “smartphones” já disponíveis.

O
segmento empresarial é uma área
em que a Nokia investiu muito verificadas em Dezembro, uma vez que móveis de terceira geração (3G) baseados O multimédia e as comunicações
no último ano, em particular na os telemóveis fizeram parte de muitas no Symbian OS e configurados para o baseadas nas mais recentes normas
Europa, Médio Oriente e África listas de compras de Natal. maior operador de telecomunicações (GPRS, Edge, UMTS) foram tidas em
(EMEA). Ao longo do ano passado, Foi exactamente para aproveitar o japonês, a NTT DoCoMo. conta nesta nova versão do sistema
procedemos a uma reorganização nesse sector, aumento das vendas na época natalícia A mais recente versão do sistema operativo, que, por outro lado, simpli-
tivemos um último trimestre lucrativo e agora que fabricantes como a BenQ, a Fujitsu, operativo, o Symbian OS 9, foi desen- fica a comunicação entre os telemóveis
continuamos a crescer. Uma das grandes vanta- a Motorola, a Nokia, a Panasonic e a Sony volvida a pensar na massificação dos e dispositivos como os auriculares sem
gens dos telemóveis que lançámos para o sector Ericsson lançaram, no último trimestre telemóveis de terceira geração e dos cha- fios com tecnologia Bluetooth. A nona
profissional está relacionada com os teclados, de 2004, nada menos que 14 novos equi- mados “smartphones” — que juntam as versão do Symbian OS foi também
idênticos aos dos computadores, que tornam pamentos com Symbian OS — os quais funções de um telemóvel a algumas das desenvolvida a pensar na cada vez maior
mais fácil o envio de mensagens de texto ou de foram depois vendidos características de um capacidade das máquinas fotográficas
E-mail. através de mais de 200 ISABEL GORJÃO SANTOS computador de bolso digitais que integram os telemóveis —
Muitos operadores de telecomunicações par- operadores de teleco- ou organizador pes- bem como nos gráficos tridimensionais
tilham informação connosco e dizem-nos que, municações nos mais diversos países. soal. E isso acontece porque a nova versão e no desempenho gráfico que começa a
quando é mais fácil enviar uma mensagem de Enquanto consórcio de fabricantes de permite reduzir os custos do desenvolvi- caracterizar os jogos para telemóveis,
correio electrónico a partir de um teclado, não é telemóveis constituído para desenvolver mento de aplicações e torna mais rápida por exemplo, mas que também confere
só o tráfego de dados que aumenta — é também o sistema operativo com o mesmo nome, a a chegada ao mercado de modelos mais melhor qualidade às videochamadas e
o tráfego de voz. Muitas vezes, as pessoas enviam Symbian conquistou no último trimestre pequenos, mais baratos e eventualmente à visualização de vídeos. ●
a mensagem e telefonam depois a confirmar a
recepção do “mail”. É mesmo muito fácil usar esses PT APOSTA NA T V POR C ABO E NO ADSL EM PARCERIA COM A CV TELECOM
telemóveis, até porque muitos dos utilizadores
estão já bastante familiarizados com os teclados.
No passado mês de Novembro, começámos a
comercializar o modelo Communicator 9500 [um
telemóvel para a versão Edge do GPRS e com
Cabo Verde em vésperas
de se abrir à concorrência
recursos de redes sem fios na sua versão IEEE
802.11b] e, em Janeiro, o novo Communicator
9300, da Nokia [com características muito idênti-
cas às do 9500, incluindo todas as suas funciona-
lidades de organizador pessoal].
Um dos aspectos fundamentais a que temos
assistido na área profissional é a convergência
que se verifica entre os telemóveis e os com-
nas telecomunicações
iguel Horta e Costa, nhando os seus responsáveis que este da empresa. No entanto, alertou, para

M
putadores de bolso ou organizadores pessoais
— também conhecidos pela sigla inglesa PDA presidente da Portugal está a ser um sucesso. que “há muitos desafios pela frente,
(Personal Digital Assistant). Sabemos hoje que Telecom (PT) revelou, Miguel Horta e Costa deslocou-se a que passam pelo advento da concor-
o teclado torna o dispositivo mais fácil de usar na passada quarta- Cabo verde para a cerimónia de come- rência” nas telecomunicações em Cabo
mas há também pessoas que optam pelos PDA feira, que o negócio moração do 10º aniversário CV Telecom, Verde — onde, na rede móvel, decorre
e escrevem com a “caneta” que estes trazem con- de acesso à Internet por banda larga tendo ainda assistido na Cidade da Praia até Março um concurso internacional
sigo. Vamos ver o que irá acontecer, futuramente, baseado na tecnologia ADSL e da tele- à apresentação pública da nova imagem para a entrada de novos operadores no
em termos de convergência. visão por cabo da Cabo Verde Telecom da empresa cabo-verdiana de telecomu- mercado.
Na área empresarial, os números de telemóveis e constituem um dos grandes desafios nicações. Na mesma ocasião, José Maria
de soluções da Nokia têm continuado a crescer e da operadora portuguesa de telecomu- Na cerimónia do aniversário da CV Neves, primeiro-ministro de Cabo Verde,
há uma grande oportunidade que tem a ver com nicações. Segundo a agência Lusa, a Telecom, Horta e Costa lembrou, para sublinhou a importância da parceria
a conquista de novos utilizadores, que acedem distribuição de televisão por cabo é um sublinhar o sucesso desta empresa entre a PT e o Estado cabo-verdiano para
— com frequência e dos mais variados locais no dos projectos onde a Cabo Verde Tele- no mercado de Cabo Verde — onde é, a criação da CV Telecom, sublinhando
seu dia-a-dia — ao correio electrónico através com — onde a PT detém 40 por cento até ao momento, a única operadora de que esta é uma parceria que “deu certo”.
da Internet. Ainda são menos de 5 por cento do capital — já anunciou publicamente telecomunicações móveis, fixas e de for- E apontou a parceria entre o Estado e os
as pessoas que acedem ao seu E-mail a partir que pretende apostar logo que este necimento de acesso à Internet —, que a privados como um instrumento funda-
de dispositivos móveis, o que é uma percenta- sector seja regulamentado pelas auto- taxa de penetração da rede fixa se situa mental para que o país possa ganhar os
gem muito pequena. Na Nokia, um dos nossos ridades cabo-verdianas. nos 16 por cento e, na rede móvel, nos 15 desafios da economia globalizada.
principais objectivos é tornar muito simples o A fim de preparar a empresa para por cento. “Termos índices de penetração José Maria Neves apontou mesmo a
acesso ao correio electrónico e o envio dessas esse momento, a Cabo Verde Telecom que estão três vezes acima da média do parceria com a PT como uma referência
mensagens. ● (CV Telecom) tem em curso um pro- continente africano é, para nós, um orgu- para o surgimento de outras entre o
jecto-piloto na capital cabo-verdiana um lho e um motivo de agradecimento”, disse sector público e o sector privado nas
Depoimento colhido por Isabel Gorjão Santos projecto-piloto de distribuição de TV e de o presidente da PT, felicitando a equipa mais diversas áreas da economia do
ADSL na linha fixa de telefone, subli- que lidera a CV Telecom pelo sucesso arquipélago. ●

computadores .4 S E G U N D A - F E I R A . 2 1 . F E V E R E I R O . 2 0 0 5
OPTIMUS DESENVOLVEU PROJECTO-PILOTO

Sondagens
digitais à boca
das urnas

OPTIMUS desenvolveu um projecto de sonda-

A gem à boca das urnas em que são usadas


tecnologias como canetas e papel digitais,
telemóveis e, claro, a rede de telecomunica-
ções móveis. A solução foi desenvolvida em
conjunto com o Centro de Sondagens da Universidade
Católica e duas empresas — a Nokia e a Quadriga
—, tendo sido experimentada nas eleições de ontem, nos
distritos de Bragança e Viana do Castelo.
Os cerca de 2 mil eleitores que participarão nesta sonda-
gem à boca das urnas irão deparar-se com o procedimento
tradicional: há que pegar num boletim de voto e numa
caneta, fazer uma cruz (ou não), dobrar o papel e colocar
numa urna. É quase difícil apercebermo-nos das tecnologias
que estão por detrás de um gesto tão simples — mas a ver-
dade é que a caneta não é como as que trazemos no bolso, o
papel também é especial e as informações vão sendo envia-
das para um servidor através de um telemóvel.
A caneta integra uma câmara digital, um processador,
memória e capacidade de comunicação através da tecnolo-
gia Bluetooth — que, nesta versão, permite a comunicação
entre dispositivos num raio de 10 metros — ou da porta
USB de um computador. Quando usada em conjunto com
papel digital, a caneta armazena na sua memória o que foi
escrito, podendo essa informação ser transmitida para um
computador ou qualquer outro sistema. Com a pequena
câmara que tem embutida, a caneta digital vai colhendo
imagens daquilo que o eleitor escreve.
Quanto ao papel digital, trata-se de um papel apa-
rentemente normal mas que tem impressa uma matriz
com milhares de pontos, a partir dos quais a caneta se
“orienta” e consegue “memorizar” o que está a ser escrito.
Essa matriz é diferente consoante os documentos em que
é usada. No caso deste projecto de sondagem à boca das
urnas, os dados registados pela caneta são depois enviados
para um telemóvel através da tecnologia Bluetooth —tele-
móvel esse que depois envia os dados para um servidor.
Nuno Lopes Gama, responsável pela área dos serviços
de dados da área empresarial da Optimus, explicou que a
solução tecnológica foi desenvolvida pela Quadriga e que
os equipamentos necessários (canetas digitais e telemó-
veis) foram disponibilizados pela Nokia.
Desta vez, o ensaio verificar-se-á em duas mesas
eleitorais apenas: uma em Bragança e outra em Viana
do Castelo. Mas o âmbito do projecto deverá ser alargado
em próximos actos eleitorais, sendo um dos objectivos da
Optimus “demonstrar as potencialidades da associação
de sistemas digitais de recolha de informação às comuni-
www.publico.pt
cações móveis”, como referiu Nuno Lopes Gama na apre-
sentação do projecto. Entre as principais vantagens deste
processo de sondagens à boca das urnas, o responsável da
Optimus destaca o aumento da rapidez na disponibiliza-
ção de resultados, a eliminação de erros na contagem, o
facto de se reproduzir uma votação convencional e de se
www.publico.pt
www.publico.pt
poder confirmar os resultados, uma vez que os boletins
em papel ficam disponíveis para contagem posterior.
Uma solução como a que vai ser usada nesta sonda-
gem à boca das urnas poderá depois ser aplicada noutras
votações electrónicas, em estudos de mercado ou em
diversas situações que envolvam o preenchimento de
boletins ou formulários. ● ISABEL GORJÃO SANTOS

S E G U N D A - F E I R A . 2 1 . F E V E R E I R O . 2 0 0 5 computadores .5
PROJECTO ESCOLAS NAVEGADORAS JÁ FUNCIONA NA ALDEIA DO AVELAR

Uma sala de aula sem livros ou cadernos FERNANDO VELUDO


indica contou com a ex-ministra da Educa-

A
ARQUITECTURA DO EDIFÍCIO onde podem ser recarregados), que
a antiguidade da escola. Con- ção, Maria do Carmo Seabra, assim ainda mostram muito jeito para o
tudo, lá dentro, ao fundo da como com um dos seus antecesso- desenho a cores. Mas, sem dúvida,
sala de aula, a professora do res, Roberto Carneiro. Na ocasião, necessitam de evoluir ao nível do
4º ano escreve o sumário num Diogo Vasconcelos, responsável pela português. O Paulo, por exemplo,
quadro digital. O velho quadro, verde- UMIC-Agência para a Sociedade do escreveu com a caneta electrónica
escuro, ainda lá está, na parede lateral, Conhecimento, anunciou desde logo (sic): “O Inverno cai muita neve e
já sem apagador e apenas um resto de giz a expansão deste programa: “Que- também á muito frio. Os meninos
pousado, que serviu para escrever o código remos financiar o projecto com mais aproveitam a neve para fazer bone-
de acesso JCSyvyk5, de que cada um dos 15 milhões de euros, criando uma cos de neve ou lutar
19 alunos — 12 rapazes e 7 raparigas rede de 150 Escolas Navegadoras com bolas de neve.”
— necessita para aceder ao seu computa- até ao final deste ano.” Apesar do sol lá
dor portátil. A professora Anabela Monteiro, fora, a neve voltava
Os miúdos estavam a consultar a Inter- recém-licenciada, deixou claro a a marcar presença
net mas, perante a necessidade de copiar Computadores o seu interesse pelas na composição de
o sumário, rodam o ecrã sobre si mesmo novas tecnologias: “É uma coisa de outro colega: “No
e deixam-no virado para cima. É como que gosto, que me fascina.” O à- Inverno é muito
se tivessem apenas um caderno, talvez vontade com que cada um dos seus frio e as árvores
mais grosso do que o habitual e sem fios a alunos mexe no Tablet PC”, explica ficão despidas.
ligá-lo. “Já todos escreveram o sumário?”, a docente, deve-se ao contacto que Também nas serras
pergunta a professora. Perante a anuência, já vinham tendo com computadores pode nevar muito
a docente pede a seguir uma pequena com- desde que foi formado o agrupa- e podemos fazer
posição sobre o Inverno, acompanhada de mento de escolas do Avelar. bonecos de neve.”
um desenho. Do seu ponto de vista, as van- A EB1 do Avelar tem 98 alunos,
A descrição poderia corresponder a uma tagens do quadro digital que tem 6 professores e 5 salas de aula. O
escola dos mais avançados países europeus. atrás de si passam, por exemplo, projecto Escolas Navegadoras con-
Mas não. Isto aconteceu na última sexta- por facilitar situações práticas, cedeu-lhe uma rede sem fios (Wi-
feira, em Portugal. E nem sequer foi em como quando tinha que exibir Fi) e uma ligação por banda larga
Lisboa ou no Porto, mas no mapas: agora já não (ADSL) à Internet, a instalação
Avelar, concelho de Ansião, ANÍBAL RODRIGUES precisa de os pendu- de um servidor para gerir a rede e
no Centro do país, a 60 qui- rar no quadro, uma fazer cópias de segurança tanto dos
lómetros do litoral. Foi o arranque do pro- vez que cada aluno pode vê-los na ficheiros dos alunos como dos dos
jecto Escolas Navegadoras, que começou na sua máquina. “Entra pelos olhos professores. Cada uma das cinco
escola do 1º ciclo do ensino básico (EB1) do dentro, podemos fazer mil e uma salas irá receber um quadro electró-
Avelar e que, ao mesmo tempo, arrancou em coisas”, afirma com entusiasmo. nico do tipo “smart-board” e haverá
mais dois estabelecimentos que também se Para o Diogo Guerra, de 9 anos, as vanta- Olhando para as composições sobre o três armários dotados de 20 portáteis Tablet
candidataram ao projecto: a escola básica gens também são evidentes: “Vou substituir Inverno, salta à vista a competência dos PC, com “software” educativo da Porto Edi-
2-3 do Avelar e a secundária de Arouca. isto pelo caderno e pelos livros, e já não pre- alunos a manusear os portáteis (que, no tora, e uma impressora. Os professores irão
A apresentação da passada sexta-feira ciso de ir ao quadro.” fim da aula, são arrumados num armário, ainda receber formação específica. ●

virose

OS VÍRUS DA SEMANA
Dia 21
W97M/Cobra.a1, W97M/Opey.bg,
Mydoom volta a atacar W97M/Alamat, WM/MDMA.C;D;H,
W97M/Yous
A semana que passou viu surgir mais uma variante do “worm”Mydoom, [domínio] user support team.”
apelidada de Mydoom.AX pela Symantec, Mydoom.bb pela McAfee e “This message was not delivered due to the following reason:Your message
Mydoom.AO pela Panda. Estas empresas de “software”antivírus classificaram could not be delivered because the destination server was not reachable Dia 22
este novo “worm”com o nível de perigosidade 3 em 5, na Symantec, médio within the allowed queue period.The amount of time a message is queued W97M/Yous, WM/MDMA.C;D;H,
na McAfee e de 3 em 4 na Panda. A generalidade dos analistas considera before it is returned depends on local configuration parameters. W97M/Alamat, VBS/Alphae, W97M/
espantoso que continuem a surgir “worms”desta família e que — pior ainda Most likely there is a network problem that prevented delivery, but it is also Cobra.a1
— continuem a representar um perigo elevado mais de um ano após ter possible that the computer is turned off, or does not have a mail system
surgido o Mydoom original. running right now.Your message could not be delivered within 6 days: Dia 23
O Mydoom.AX, tal como os anteriores, é um “worm”de distribuição em massa [endereço IP de domínio] is not responding. W97M/Cobra.a1, W97M/Azrael, W97M/
por E-mail e usa o seu próprio motor de SMTP para enviar as mensagens que The following recipients did not receive this message: Alamat, TRASHER.D, WM/MDMA.C;D;H,
o propagam, falsificando o endereço de remetente a partir de endereços [endereço de “e-mail”] WM/NOMVIR.A;B, VBS/San@M,
reais recolhidos nos PC infectados. O endereço de remetente também pode Please reply to [endereço de “e-mail”] VBS/Valentin@MM, W97M/Bablas.aj,
fingir ser a resposta de um gestor de E-mail com um dos seguintes nomes: if you feel this message to be in error.” WM/Niknat.A, W97M/Melissa.o@mm,
“Postmaster”,“Mail Administrator”,“Automatic Email Delivery Software”,“Post WM/ANGUS.A, WM/ANGUS.A
Office”,“The Post Office”,“Bounced mail”,“Returned mail”,“MAILER-DAEMON”ou Os ficheiros anexos das mensagens que propagam o Mydoom.AX apresentam
“Mail Delivery Subsystem”. nomes gerados a partir de endereços de correio electrónico Dia 24
O assunto das mensagens varia, podendo ser um dos seguintes:“hello”,“hi”, que ele encontra no computador infectado ou então um WM/ANGUS.A, W97M/Bablas.aj, WM/
“error”,“status”,“test”,“report”,“delivery failed”,“Message could not be delivered”, dos seguintes nomes:“ATTACHMENT”,“DOCUMENT”, MDMA.C;D;H, W97M/Alamat, WM/
“Mail System Error - Returned Mail”,“Delivery reports about your e-mail”, “FILE”,“INSTRUCTION”,“LETTER”,“MAIL”,“MESSAGE”, CONCEPT.L;M, W97M/Cobra.a1, W32/
“Returned mail: see transcript for details”ou “Returned mail: Data format “README”,“TEXT”ou “TRANSCRIPT”.As extensões Winur.worm.a, W32/Winur.worm.b
error delivered”. desses ficheiros podem ser .bat, .cmd, .com, .exe, .pif,
O texto das mensagens é variável, combinando várias .scr ou .zip. Dia 25
palavras que se encontram numa lista contida no Uma diferença importante desta variante W32/Winur.worm.b, W97M/Cobra.a1,
vírus, sendo o conteúdo sempre em torno da do Mydoom face às anteriores — e até W32/Winur.worm.a, VBS/Alphae,
devolução de mensagens por causa da em relação a outros “worms”— é o VBS/Zync, Acid.A (intended), W32/
detecção de vírus. Eis três exemplos: facto de o Mydoom.AX usar os motores Urick@MM, X97M/Anis, W97M/Alamat,
de busca públicos (o Google, o Altavista, WM/MDMA.C;D;H, X97M/Hongo.c,
“The original message was received at o Yahoo e o Lycos) para recolher endereços de W97M/Multi.a, AOS.A, W97M/Jackal.A
[data e hora] from [domínio] [endereço IP E-mail para onde enviar as mensagens que o
de domínio] propagam. Dia 26
----- The following addresses had permanent Ele também se propaga através das redes W95/CIH.1003, WM/TAMAGO.A,
fatal errors ----- de partilha de ficheiros “peer-to-peer” WM/MDMA.C;D;H, W97M/Alamat,
[endereço de “e-mail”]” e, tal como já aconteceu com outras VBS/Gaggle@MM, W97M/Cobra.a1,
“Dear user of [domínio], variantes, este Mydoom.AX também X97M/Reten.d
Your account has been used to send a huge descarrega para os PC infectados um
amount of junk email during the last week. “cavalo de Tróia”. A Symantec identifica Dia 27
Obviously, your computer was compromised and now este como sendo o Backdoor.Nemog.D, a W97M/Cobra.a1, VBS/Gaggle@MM,
contains a hidden proxy server.We recommend you to McAfee como sendo o BackDoor-CEB.f e a Panda W97M/Trugbar.a, W97M/Alamat,
follow our instructions in order to keep your computer chama-lhe Bck/Surila.J. O “worm” ainda abre a porta WM/MDMA.C;D;H, WM/HELPER.F;G;H,
safe. TCP 1034 a fim de funcionar como “backdoor” para W97M/Jackal.A
Virtually yours, possíveis intrusões de estranhos. ● JOSÉ DOUTIL

computadores .6 S E G U N D A - F E I R A . 2 1 . F E V E R E I R O . 2 0 0 5
COMISSÃO EUROPEIA AVALIOU OS FACTORES DE EXCLUSÃO DIGITAL agenda

A dimensão local Robótica – Lego Mindstorm


[Espaço para que crianças e adultos programem robots
desportivos feitos a partir de peças de lego]
Data: 1-02-2005 a 28-02-2005 (todos os dias)
Local: Fábrica de Ciência Viva de Aveiro

da sociedade global
URL: www.fabrica.cienciaviva.ua.pt

Workshop Servidores Asus + Plataformas Microsoft


Data: 25-02-2005
Local: Auditório Microsoft, Tagus Park, Porto Salvo

MULHERES e os idosos

A
S VI Encontro de Professores (PmatE – Projecto
estão cada vez mais a Matemática Ensino)
aderir à Internet. No Data: 16-02-2005
entanto, os mais pobres Local: Universidade de Aveiro
continuam afastados E-mail: pmate@mat.ua.pt
dela. Nos últimos três anos, o URL: pmate.mat.ua.pt/pmate/2004_2005/encontros.aspx
número de utilizadoras ultrapassou
o dos homens que acedem à Inter- DATE – Design, Automation and Test in Europe
net, de acordo com um estudo da The only european event for electronic system design &
Comissão Europeia divulgado na test
passada semana. Da mesma forma, Data: 7-03-2005 a 11-03-2005
as pessoas com mais de 55 anos estão Local: Munique, Alemanha
a aderir ao uso da Internet, numa Contacto: Secretariat
tendência aparente de futuro mas E-mail: sue.menzies@ec.u-net.com
com muitas condicionantes. URL: www.date.conference.com
O reduzido nível de formação, a
elevada idade e os baixos rendimen- CeBIT 2005 – FEIRA DE Tecnologias de Informação,
tos continuam a ser os maiores obs- Telecomunicações, Software & Serviços
táculos à adesão ao acesso à Internet, Data: 10-03-2005 A 16-03-2005
contribuindo assim para a “divisão Local: Hannover, Alemanha
digital” — também conhecida por URL: www.cebit.de
“fosso digital” ou pela expressão
inglesa “digital divide”. Apesar de ASYNC 2005 – 11th IEEE International Symposium
este cavar da info-exclusão “não con- on Asynchronous Circuits and Systems
duzir, por si só, à exclusão social, é O reduzido nível de Nestas últimas — a avaliar pela Grã- Data: 13-03-2005 a 16-03-2005
geralmente verdade que os excluídos Bretanha e de acordo com um inqué- Local: Nova Iorque, EUA
formação, a elevada URL: vlsi.cornell.edu/async2005/
sociais tendem a ter um acesso limi- rito da revista “PC Pro Magazine”,
tado” às tecnologias de informação e idade e os baixos divulgado pela BBC Online há duas
ARCS 2005 – 18th International Conference
da comunicação (TIC). rendimentos continuam a semanas —, os problemas são outros:
on Architecture of Computing Systems
O trabalho “eInclusion revisited: a velocidade lenta, os preços altos e o
The Local Dimension of the Infor- ser os maiores obstáculos baixo nível da qualidade de serviço ao
“System Aspects in Organic and Pervasive Computing”
Data: 14-03-2005 a 17-03-2005
mation Society” — efectuado no ao acesso à Internet cliente são as principais queixas dos
Local: Innsbruck, Áustria
seguimento de um estudo similar cerca de 2 mil utilizadores de banda URL: www.teco.edu/arcs05/
de 2001 e que analisa as iniciativas larga que foram inquiridos.
europeias desde esse ano até 2003 O principal fornecedor de acesso DRS Workshop - Dynamically Reconfigurable Systems
—conclui que os conhecimentos em à Internet, a British Telecom (BT), Data: 17-03-2005
matéria de Internet e de informática — mas alguns países da União Euro- defronta-se mesmo com três vezes Local: Innsbruck, Áustria
podem ajudar e evitar a pobreza peia a 15 ainda estavam longe dessa mais utilizadores a quererem desis- URL: configware.org/DRS_Workshop_ARCS_2005.pdf
“mas mais informação, particular- média, como Portugal ou a Grécia, tir do seu serviço relativamente ao
mente de fontes nacionais, é necessá- com cerca de 21 por cento. número das propostas de adesão. isQED 2005 – 6th International Symposium
ria para que as políticas de ajuda às Na Europa dos 15, a média dos Em geral, um terço dos entrevistados on Quality Electronic Design
pessoas para acederem à sociedade cidadãos com acesso à Internet era, declara-se “farto” dos seus actuais for- “Design for Quality in the Era of Uncertainty”
da informação possam ser mais bem em 2003 de 43,5 por cento — valor necedores de acesso à Internet mas, Data: 21-03-2005 a 23-03-2005
concretizadas”. que baixa para 41,4 por cento quando no caso da BT, a empresa estimula Local: San Jose, Califórnia, EUA
Sem este tipo de acções, “a se passa a considerar a totalidade dos a manutenção dos clientes ao propor- URL: www.isqed.org/isqed.htm
Europa pode tornar-se ainda mais actuais 25 países da União Europeia. lhes um preço mais baixo quando
polarizada entre os ‘incluídos e os Todos os novos países-membros estes telefonam para cancelar o ser- BIBLIOTECAS DIGITAIS: UMA REVISÃO DE TECNOLOGIA
excluídos electrónicos’”. O relatório têm mais de 25 por cento da sua popu- viço ou “prendendo-os” a contratos 2º Ciclo de Seminários em Estudos de Informação e
refere ainda o reduzido lação a usar a Internet, anuais. Bibliotecas Digitais e Gestão de Sistemas de Informação
número de trabalhos PEDRO FONSECA percentagem superior A fosso no mundo rural poderá Local: Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da
de avaliação da eficácia à média de Portugal e ser atenuado através do estabeleci- Empresa (ISCTE), Lisboa
das políticas tendentes a promover Grécia. A Estónia (com 44 por cento) mento de redes de acessos públicos “What Canadian are Acessing on Public Library Internet
a inclusão electrónica, falha que e a Eslovénia, com 41,7 por cento, dis- ligadas a iniciativas de formação dos Terminals: A Transaction Log Analysis”
deverá ser colmatada. tanciam-se positivamente da média utilizadores e fornecendo conteúdos Data: 25-03-2005
A Comissão Europeia salienta da Europa a 15. adaptados às suas reais necessida- URL: www.dct.iscte.pt/mestrados/comum/seminarios/
também que a educação e o emprego O acesso à Internet cresceu pro- des, como empregos ou venda de seminarios.2004.htm
são fundamentais para um maior porcionalmente mais no grupo dos habitações — refere o estudo.
uso da Internet, mas que isso deverá desempregados ou com ocupação pró- “Quando as cinco maiores deter- SLIP 2005 – System Level Interconnect Prediction
verificar-se também ao nível local pria do que no resto da população. minantes das lacunas — vistas como Data: 2-04-2005 a 3-04-2005
— e exemplifica com vários projec- Já a sua penetração entre o grupo ‘a variação da percentagem relativa Local: São Francisco, Califórnia, EUA
tos em curso. O custo “proibitivo” doméstico (em especial, feminino), os à média nacional’ — são comparadas Contacto: Igor Markov
dos computadores é um dos maiores cidadãos idosos ou reformados e nas na Europa a 15, a educação, a idade E-mail: imarkov@umich.edu
obstáculos à redução do fosso digital, áreas rurais se mantém reduzida. e o rendimento aparecem como as URL: www.sliponline.org
sendo este caso mais notório nos Neste último caso, e para se principais variáveis que configuram
novos países-membros da União entender as proporções, as regiões a ‘divisão digital’.” O sexo e o con- ISPD 2005 – ACM International Symposium on
Europeia. Em geral, a principal rurais da Europa constituem cerca traste urbano-rural mantinham-se Physical Design
razão para as pessoas não acederem de 80 por cento da área total mas relevantes mas com menor peso nas Data: 3-04-2005 a 6-04-2005
à Internet é o facto de não disporem albergam apenas 22 por cento da causas da exclusão no uso da Inter- Local: São Francisco, Califórnia, EUA
de um computador pessoal. população — divisão que só tende a net. As maiores divisões nessas cinco URL: www.ispd.cc
Mais de metade da população da aumentar as mais fracas possibilida- categorias encontram-se nos países
Europa dos 15 usa computadores, des de, nelas, se aceder à Internet e com menor taxa de adesão à Internet RAW 2005 – The 12th Reconfigurable Architectures
enquanto isso só acontece em 30 por adoptar as novas tecnologias, com as (Grécia, Portugal e Espanha). Workshop
cento nos dez novos países da União consequentes oportunidades econó- Mesmo existindo alguma progres- “Run-Time Reconfiguration & Adaptative Computing:
Europeia e em três candidatos a uma micas nestas zonas. são nos países europeus, o estudo da Architectures, Algorythms, Technologies”
futura adesão: Bulgária, Roménia e Nas áreas locais ou distanciadas União Europeia salienta existir o Data: 4-04-2005 a 5-04-2005
Turquia (cujos dados também consi- dos grandes centros urbanos, per- risco de, no seu espaço, se evoluir Local: Denver, Colorado, EUA
derados e analisados no estudo). De manece a falta de ligações básicas à para uma sociedade do conhecimento Contacto: Serge Vernalde
E-mail: vernalde@imec.be
2001 a 2003, a penetração do uso da Internet e das novas tecnologias em mais polarizada e menos inclusiva
URL: www.ece.lsu.edu/vaidy/raw05/
Internet no primeiro caso aumentou geral, contribuindo para o fosso digi- ou abrangente de todos os tipos de
de 34,3 por cento para 43,5 por cento tal entre as áreas rurais e as urbanas. cidadãos. ●

S E G U N D A - F E I R A . 2 1 . F E V E R E I R O . 2 0 0 5 computadores .7
da.net LICENÇAS CREATIVE COMMONS INTRODUZIDAS EM PORTUGAL

Universidade Católica e Intelli


colaboram na criatividade
partilhada em português
tendên-

S
EGUINDO UMA dificuldade em fazê-lo

MAURICIO LIMA/APF
cia internacional cada de forma legal: “Com
Negócios pela Internet vez mais alargada, as licenças Creative
Portugal vai receber Commons, podem ser
sobem em Janeiro neste ano a adap- evitadas uma série de
O volume de transacções em bolsa efectuadas através tação das licenças Creative burocracias e a inter-
da Net em Portugal atingiu os 624 milhões de euros em Commons, após um processo venção de terceiros, que
Janeiro, novo máximo desde Março de 2004 — anunciou de tradução e ajustamento ao tornam o processo mais
na passada terça-feira a Comissão do Mercado de Valores enquadramento legal nacional. complicado”.
Mobiliários (CMVM). O peso do volume transaccionado O processo de adaptação destas O responsável pela
através da Web no total das transacções efectuadas em licenças — que permitem uma iniciativa em Portugal
sessões normais da Euronext Lisboa subiu 3,2 pontos maior flexibilidade na protecção defende que o controlo
percentuais em Janeiro, fixando-se nos 13,01 por cento, o dos direitos de autor — está a da informação limita a
segundo mais elevado de sempre. O peso da componente ser liderado pela Faculdade de partilha das obras e a
Internet subiu mas a negociação em sessões normais de Ciências Económicas e Empre- criatividade, e que as
bolsa recuou 1,6 por cento face a Dezembro de 2004. Em sariais (FCEE) da Universidade licenças Creative Com-
termos de corretoras, o destaque pertenceu ao BCP e ao Católica, contando ainda com a mons promovem a uti-
ActivoBank, ambos do mesmo grupo, que conquistaram colaboração da Intelli para a lização do conhecimento
1,4 pontos percentuais cada. O Activobank dominou um promoção das licenças. e facilitam o processo de
quarto do mercado, seguindo-se o Banco de Investimento Pedro Oliveira, professor inovação. “A adequação
Global (BIG) com 18,7 por cento, e o BCP, com 14,7 por auxiliar da Faculdade de Eco- do enquadramento legal
cento. O Banco Best conquistou 0,5 pontos percentuais e a nomia e Gestão da Universi- aos novos paradigmas
quarta posição nesta tabela. A LJ Carregosa e o Santander dade Católica, está a liderar o tecnológicos é um factor
Totta “foram as únicas entidades com uma diminuição processo de adaptação, após ter de competitividade — e
de valores absolutos negociados através da Internet sido contactado para tal quando Portugal deve acompa-
(-49 por cento e -6 por cento, respectivamente), que se ainda estava nos EUA. A forma- nhar essas tendências”,
reflectiram em perdas de quota de mercado de 0,8 pontos lização da adesão de Portugal sublinha Pedro Oli-
percentuais”. A maior quebra na quota de mercado coube acabou por acontecer em Julho veira.
ao BPI, cujo volume cresceu 12,5 por cento mas perdeu 1,4 de 2004 e, desde então, as licen- Para além dos con-
pontos percentuais em quota. ças estão a ser adequadas ao teúdos culturais, a Cre-
enquadramento legal nacional ative Commons está a
Biblioteca Online quadruplica por um grupo de juristas. estudar o alargamento
Como entidade responsável das licenças a outros
para 12 mil revistas… pela introdução das licenças Gilberto Gil, músico e actual ministro da Cultura do Brasil, foi um dos que já domínios, nomeada-
O número de revistas científicas disponíveis Creative Commons em Portu- aderiu às licenças Creative Commons para partilhar as suas criações, permitindo mente à área da ciência.
gratuitamente na Biblioteca do Conhecimento Online gal, à FCEE cabe dinamizar que os interessados possam usar a sua música, misturá-la ou alterá-la, embora O Science Commons pre-
(B-on) para investigadores, professores e alunos a adequação das licenças à não autorize que ela seja usada para fins comerciais. O músico liderou também tende encorajar a inova-
do ensino superior quadruplicou recentemente, jurisdição nacional, divulgá- a adaptação das licenças Creative Commons ao quadro legal brasileiro, um ção científica dando aos
ultrapassando agora as 12 mil. Lançada em Março de las, criar uma comunidade de dos primeiros países a traduzir a ideia, originária dos EUA. Como Gilberto Gil, cientistas e universida-
2004, esta biblioteca “on-line” disponibiliza agora o utilizadores e manter o contacto outros músicos e artistas famosos aderiram a este movimento, que permite a des, para além da indús-
conteúdo integral de 3500 revistas científicas. Segundo com as entidades coordena- divulgação das criações sem as burocracias necessárias à protecção dos direitos tria, acesso à literatura,
a UMIC-Agência para a Sociedade da Informação, doras internacionais. Para já, de autor — lista de que constam, por exemplo, David Byrne, Beasty Boys e White dados e propriedade
responsável pelo projecto em colaboração com o Pedro Oliveira explicou a Com- Stripes mas também a cadeia de televisão BBC, o Massachusetts Institute of intelectual que possa ser
Ministério da Ciência, Inovação e Ensino Superior (MCIES), putadores que está prevista a Technology (MIT) e a universidade norte-americana de Rice, e escritores como partilhada e usada como
até Dezembro foram registados mais de 2 milhões criação de um “site” e, depois do Cory Doctorow. base de outras investiga-
de “descargas” de artigos científicos das diferentes Verão, haverá uma conferência ções científicas.
publicações. Já neste ano, aderiram à B-on 21 novas para o lançamento oficial das Ainda sem grande
entidades, elevando para 63 o número de instituições licenças — a qual deverá contar divulgação — para além
científicas e académicas nacionais onde está disponível com a presença de Gilberto Gil, de alguns artigos de opi-
o acesso às revistas. De acordo com um levantamento músico, compositor e actual ministro como o referido Gilberto Gil. Pedro nião e informação disponibilizados na
feito pela UMIC em 2003, no arranque da B-on, o valor da Cultura do Brasil, um dos mais Oliveira salienta que, antes da adap- página da Faculdade —, a adaptação
global das assinaturas em papel do total das instituições mediáticos apoiantes da iniciativa tação das licenças ao enquadramento das licenças Creative Commons a
na altura rondava os dez milhões de euros mas o acesso (ver caixa). legal português, poderia ser subs- Portugal está já a suscitar interesse
a elas era muitíssimo mais limitado, pois um exemplar O projecto Creative Commons foi crita uma licença internacional mas entre músicos e outros artistas, que
impresso só pode ser consultado por uma pessoa de iniciado em 2001 por iniciativa de que não tinha qualquer efeito legal procuram mais informação. Pedro
cada vez. Lawrence Lessig, profes- em Portugal. Estando, Oliveira confessa, porém, não ter defi-
sor da Universidade de FÁTIMA CAÇADOR à partida, todas as obras nido qualquer objectivo em termos de
… graças a investimento Stanford, na Califórnia, / Casa dos BitS protegidas por direito licenças a atribuir em Portugal. Isto
que procurava criar con- de autor, este professor sem deixar de referir que, nos dois
de 10,6 milhões de euros dições que permitissem a expansão auxiliar da FCEE explica que quem anos após a sua criação, já foram atri-
O investimento anual na B-on evoluiu de 7,5 milhões de do número de obras digitais disponí- quisesse partilhar as suas obras buídas mais de 5 milhões de licenças
euros em 2004, para, de acordo com os aderentes actuais, veis livremente, bem como a criação livremente na Internet teria muita a nível mundial. ●
10,6 milhões em 2005. Em termos percentuais, em 2004, de outras com base em originais.
a comparticipação governamental no projecto foi de 50 Lawrence Lessig baseou a ideia destas
por cento e, neste ano, será de 56,6 por cento — mais licenças no conceito de “copyleft”, que Licenças flexíveis
2,25 milhões de euros. Os restantes 40 por cento serão prescinde do direito de autor mas alar-
assegurados pelas entidades aderentes, em função do gou as possibilidades de licenciamento As licenças Creative Commons não implicam obrigatoriamente a cedência dos direitos
número de beneficiários, acrescenta a UMIC. A oferta — garantindo situações em que é de autor. Com o objectivo de garantir maior flexibilidade aos criadores na cedência de
da B-on passa a integrar as editoras Taylor & Francis, possível partilhar as obras livremente alguns dos direitos, Lawrence Lessig criou onze tipos de licenças possíveis, adaptáveis
Annual Reviews, Association for Computing Machinery, mas em que se mantêm os direitos às diferentes necessidades. Eis algumas dessas possibilidades:
Institute of Physics, American Institute of Physics, Royal de autor ou se proíbe a utilização da . Atribuição: permite que a obra seja copiada, distribuída, exibida e executada mas
Society of Chemistry, American Chemical Society, Society criação para fins comerciais (ver caixa com referência ao crédito do autor.
for Industrial and Applied Mathematics, Zentrallblat, “Licenças flexíveis”). . Não comercial: a obra pode ser copiada, distribuída, exibida e executada apenas
Academic Search Premier e a Business Source Premier. A licença Creative Commons é para fins não comerciais.
O número de potenciais beneficiários neste ano, nas 63 gerida, a nível internacional, por . Sem derivações: permite que a obra seja copiada, distribuída, exibida e executada
instituições académicas e científicas, será de 381.708 uma organização sem fins lucrativos mas apenas na sua versão original.
quando, em 2004, rondava os 280 mil. ● com o mesmo nome e é completa- . Partilha igualitária: outros autores que usarem a obra original do artista poderão
mente gratuita, sendo já usada por distribuir derivações dessa obra sob licenças idênticas. ● F.C. / CdB
uma série de criadores de conteúdos,

computadores .8 S E G U N D A - F E I R A . 2 1 . F E V E R E I R O . 2 0 0 5
S H A R E WA R E FICHA

NETGRABBER 1.2

Arquivar sítios e páginas da Web


WORLD WIDE WEB,

N
A
é possível encontrar
quase tudo sobre quase
todos os assuntos pos-
síveis e imagináveis. Editor
Desde informação comercial da Rui Jorge Cruz
grande maioria das empresas de Redactores, colaboradores
qualquer ramo de actividade e e cronistas
em qualquer parte do mundo até Ana Gerschenfeld, Ana Machado,
informação para uso educativo, André Ruivo, António Granado,
disponibilidade por universidades, Casa dos Bits, Fernando Santos,
particulares ou outras entidades Helena Viegas, Henrique Carreiro,
— trata-se de informação que, Henrique Saias, Isabel Gorjão
na grande maioria, é disponibili- Santos, João Cruz, José Antunes,
zada gratuitamente e o utilizador José Doutil, Luís Félix, Miguel
apenas necessita de abrir o seu Crespo, Nuno Bernardo, Nuno
“browser” da Web e aceder ao Vieira, Paulo Almeida, Pedro
sítio pretendido. E precisa, como é Fonseca (pedrof@journalist.com),
lógico, de estar ligado à Net para Rita Cruz, Rita Hasse Ferreira
conseguir obter a informação. Secretariado
No entanto, nem sempre se Paula Dias
está ligado à Internet e, nal- Paginação
guns casos, precisamos de uma Ana Carvalho, Ivone Ralha,
informação que sabemos estar Hugo Pinto, Jorge Guimarães
na Web mas a que, no momento, bber no seu compu- Projecto Gráfico & Designer
não conseguimos aceder. Noutros tador, o utilizador Luis Carlos Amaro/
casos, alguns sítios e servidores poderá capturar todos Gráficos à Lapa
desaparecem (ou mudam de ende- os conteúdos dispo-
reço) mas é comum tentarmos níveis num sítio ou Computadores
encontrar uma página na Web servidor da Web para é publicado às segundas-feiras
que temos a certeza de ter visitado o seu computador de
uns dias ou semanas antes e, no forma a poder “visitá- E-Mail
momento, ela não está disponível. lo” sempre que pre- computadores@publico.pt
E, como precisamos das informa- tender e sem ter de se Tel. 21-0111168
ções constantes nessa página para ligar à Internet. Esta Fax 21-0111008
terminar um trabalho para entre- funcionalidade pode
gar no dia seguinte, ficamos sem ainda ser usado pelas Assine Computadores
saber o que fazer. Para solucionar empresas para faze-
esse problema, uma das formas rem arquivos e cópias semanais As operações necessárias para a informação colhida não seja um Assine o PÚBLICO
que o utilizador tem para registar do seu sítio na Web para registo realizar as tarefas descritas estão amontoado de ficheiros mas uma à segunda-feira e receba o jornal
e arquivar informação da Web é futuro. Se o departamento de devidamente documentadas no cópia fiel do sítio na Web que lhe em sua casa ou levante-o no seu
gravar o conteúdo dos sítios para o “marketing”, por exemplo, tiver o ficheiro de ajuda que acompanha deu origem. Toda a estrutura de posto de venda habitual com os
seu disco rígido,. de modo a poder cuidado de capturar o sítio para o programa. Para evitar que os directorias é mantida, permitindo, suplementos Computadores e
consultá-los mais tarde. um CD, quando, anos mais tarde, ficheiros gravados ocupem mais por exemplo, que estes conteúdos Economia.
O NetGrabber é uma das fer- for preciso verificar o que estava espaço do que o realmente neces- sejam copiados para um servidor
ramentas disponíveis no mercado na Internet em determinada sário, o NetGrabber inclui uma na Internet (ou numa intranet) e E-mail: assinaturas@publico.pt
de “shareware” para executar data, é só introduzir o CD-ROM funcionalidade que apaga todos os disponibilizados a um grupo mais Tel.: 808 200 095 (custo chamada
esta tarefa — capturar e gravar no leitor e aceder à cópia do sítio ficheiros duplicados e os comprime alargado de utilizadores. local)
no disco rígido do computador o de então na Web. num único arquivo. Para libertar O NetGrabber constitui uma Fax: 210 111 017
conteúdo de sítios da Web comple- Usar o NetGrabber é tão espaço no disco rígido, as pastas das aplicações mais simples e
tos. Como factores diferenciadores simples como introduzir o URL que contêm os ficheiros associados eficientes disponíveis no mer- Assinatura semestral (26 exemplares):
perante a concorrência, encon- (endereço na Net) do sítio que a cada sítio podem ser copiadas cado de “shareware” para copiar Portugal €18.20
tramos o facto de cada sítio ser se pretende capturar e, depois, para um CD-ROM, para arquivo e conteúdos da Web para o disco Europa €58.50
gravado num único seleccionar a opção posterior visualização. rígido de um PC, proporcionando Resto do Mundo €94.90
ficheiro comprimido NUNO BERNARDO Copiar. Segundos Um dos pontos fortes do Net- a respectiva visualização sem
do tipo HTML-Help depois, o programa Grabber reside na forma como que o utilizador esteja ligado à Assinatura anual (52 exemplares):
(.chm). O programa pode ser começará a transferir para o disco a informação é gravada. O pro- Internet. Pode ainda ser usado Portugal €36.40
obtido gratuitamente na Inter- rígido todas as páginas de HTML grama cria novas ligações entre para criar cópias de segurança de Europa €117.00
net (http://www.fuzzsoft.com/ e ficheiros associados, desde ima- todas as páginas gravadas, de sítios na Web, para arquivo des- Resto do Mundo €189.80
netgrabber.htm) e testado gens até vídeos e músicas. Os utili- forma a manter a mesma lógica tinado a posterior utilização ou
também sem custos durante 30 zadores mais experientes poderão de navegação que se encontra simplesmente para a captura de Desconto na assinatura anual
dias. Findo esse prazo, o utili- alterar alguns dos parâmetros quando se acede directamente ao informação disponível na Internet para escolas e instituições de
zador terá de proceder ao seu da captura — para, por exemplo, sítio na Web. Isto significa que o para posterior consulta. Apenas o solidariedade social. Preços
especiais para Macau, Timor, São
registo, pagando cerca de 25 euros limitar o tipo de ficheiros a serem programa não se limita a copiar seu preço poderá afastar alguns
Tomé e Guiné. Os preços incluem
— preço que o situa como um dos copiados, definir áreas do sítio na os ficheiros para o disco rígido, utilizadores, visto existirem no IVA à taxa legal em vigor.
mais caros na sua categoria. Web ou a captura ou não de liga- antes reconstrói todas as ligações mercado aplicações semelhantes
Após ter instalado o NetGra- ções a sítios externos. e a lógica de navegação para que por um preço inferior. ●

S E G U N D A - F E I R A . 1 . M A R Ç O . 2 0 0 4

S E G U N D A - F E I R A . 2 1 . F E V E R E I R O . 2 0 0 5 computadores .9
JOGOS

‘DARK FALL 2: LIGHTS OUT’, ‘RETURN TO MISTERIOUS ISLAND’, ‘WRATH OF ANGELS’, ‘ATLANTIS EVOLUTION’ E ‘ENTER THE UNKNOWN”

À aventura, meus bravos!


mais fundamen- relativamente curta duração do jogo e,

O
S JOGADORES “Forever Worlds: Enter the Unknown”
talistas e empenhados des- claro, as limitações impostas pela base promete ser uma aventura carregada de
denham todos os jogos que tecnológica. Isto sem falar de que Vernes mistérios ancestrais e espaços carrega-
não recorram a pirotecnia merecia um jogo mais ambicioso. dos de misticismo — como a série “Myst”
hollywoodesca; mas muitos “Dark Fall 2: Lights Out” é a conti- — mas acaba por ser uma piada de mau
há que preferem apreciar um bom conha- nuação, por assim dizer, de um dos mais gosto. A tentativa de carregar algum
que a um “shot” de tequilha. E é para esses estranhos jogos de aventura dos últimos humor para um jogo de aventura clássico
que são criados jogos como as cinco aven- tempos. Feito praticamente por uma só resulta não divertido mas sim ridículo,
turas clássicas em análise nesta edição pessoa — algo cada vez mais longe de com o personagem a falar com o narrador,
— para degustar em pequenos goles e sem uma realidade dominada por megaprodu- animais a dizerem piadas e uns “puzzles”
“stress” de nenhuma espécie. ções de dezenas ou centenas de técnicos tão batidos como um carro em décima
Quem gosta do clássico Júlio Vernes —, o “Dark Fall” original gerou um culto mão. Os cenários estáticos nem são nada
— de cujo morte se comemora o centenário à sua volta. Com cenários quase estáticos, por aí além, a interacção é quase nula e a
daqui a um mês — encontrará em “Return tinha o seu grande trunfo na envolvente acção pouco cativante. Um bocejo geral ao
to Mysterious Island” um verdadeiro her- sonora, tão densa e penetrante que quase Primeiro, porque o jogo perdeu o tom sério fim de pouco tempo e um teste à paciência.
deiro do espírito visionário e aventureiro se queria jogar de olhos fechados. e ganhou um sarcástico e alucinado, que Paciência…
do escritor francês. Pegando no enorme Agora, com um pouco mais de meios, leva a uma sucessão de acontecimentos “Shade: Wrath of Angels” é um estilo
imaginário de Vernes, os criadores cons- este “Lights Out” segue a mesma lógica: perfeitamente ilógica e mistura uma de jogo que quase se extinguiu no PC.
truíram uma aventura clás- ambiente sombrio, negro história do início do século XX com uma Estreado — e com grande êxito — há
sica de grande qualidade. MIGUEL CRESPO e difuso mas em espaços Atlântida subterrânea, com pássaros de uma década com “Tomb Raider”, o género
O fundamental (ou seja, a menos claustrofóbicos e com duas cabeças, naves espaciais andróides e acção-aventura, com visão na terceira
história e os “puzzles”) estão muito bem mais personagens. Mesmo assim, temos filosofias retiradas de George Orwell. pessoa, tem sido encarado como um estilo
montados, são lógicos e interessantes. O um jogo que é, no essencial, uma colecção Como se não bastasse esta misturada, que não é carne nem peixe devido a uma
grafismo, apesar de usar uma tecnologia de cenários estáticos mas mais cheios de também não há propriamente “puzzles” componente de acção forte mas sem a
datada, de falso 3D esférico, renasce por pormenor, onde tem de se resolver um dedutivos — mas minijogos metidos a intensidade dos jogos na primeira pessoa.
ter sido levado a extremos, com imagens mistério. O jogo é de apontar e clicar, martelo, que parecem “downloads” de Mas, modas à parte, “Shade” é um jogo
detalhadas. e continua denso, difícil e lento — mas jogos feitos por miúdos da primária. O válido, em especial para quem não se
Curioso é que, mesmo com muito pouca perdeu-se a ingenuidade, a simplicidade grafismo geral do jogo é muito positivo, preocupar muito com a emotividade dos
interacção, se consiga uma acção fluída, crua e a intensidade sonora. Interessante mas os minijogos (de acção?) são terríveis combates, um dos pontos menos consegui-
seja por haver necessidades a suprir e que para quem gostou do primeiro, não é e completamente fora de contexto, e a esco- dos. A história, centrada numa luta entre
levam à exploração, seja pelas variadas tão surpreendente e talvez seja a falta lha das vozes é tão estranha e “non-sense” anjos e demónios, é algo básica mas o
possibilidades de testar as combinações do factor novidade que deixa um sabor que se torna divertida. O engraçado é que desenrolar da acção tem algum interesse,
de objectos do inventário — sempre com menos intenso no espírito. o resultado oscila entre o repugnante e embora a originalidade seja pouca. O jogo
uma lógica irrepreensível — ou ainda por A série “Atlantis” tem pergaminhos o estranhamente viciante. Será que o também não desilude em termos visuais
permitir alguma liberdade, oferecendo e ficou para a história; mas este quarto bizarro tem um espaço no percurso de um e sonoros mas as animações apresentam
caminhos alternativos para cumprir capítulo, baptizado “Evolution”, é mais jogador? Se sim, é difícil encontrar melhor algumas falhas, que acabam por ser um
determinado objectivo. De negativo só a um tiro ao lado que uma continuação. que este “Atlantis Evolution”. pouco irritantes. ●

computadores .10 S E G U N D A - F E I R A . 2 1 . F E V E R E I R O . 2 0 0 5
dica

As Tarefas Agendadas
do Windows XP (2)
A versão da Linha de Comandos das Tarefas
Agendadas, o comando AT, permite agendar
comandos e programas para serem executados
num PC a uma hora e data específicas. A sintaxe do
comando é a seguinte, apresentando duas formas:

AT [\Nomedocomputador] [{[ID] [/delete]|/delete


[/yes]}]
AT [[\Nomedocomputador] horas:minutos
[/interactive] [{/every:data[,...]|/next:data[,...]}]
comando]

A explicação dos parâmetros é a seguinte:

\Nomedocomputador - especifica um computador


remoto; se omitido, o comando AT irá agendar os
comandos e programas no computador local.
ID - especifica o número de identificação atribuído a
um comando agendado.
/delete - cancela um comando agendado; se o ID
for omitido, todos os comandos agendados no
computador serão cancelados.
/yes - responde afirmativamente a todas as consultas
do sistema, quando eliminar eventos agendados.
horas:minutos - especifica a hora de execução do
comando; a hora é expressa numa notação de 24
horas, entre as 00:00 e as 23:59.
/interactive - permite ao comando interagir com
o ambiente de trabalho do utilizador com sessão
iniciada, quando o comando for executado.
/every: - executa o comando em todos os dias
especificados da semana ou do mês (por exemplo,
todas as quintas-feiras ou no terceiro dia de cada mês).
data - especifica a data de execução do comando,
podendo especificar-se um ou mais dias da semana
(introduzindo M,T,W,Th,F,S,Su) ou um ou mais dias
do mês (introduzindo números de 1 a 31); quando há
múltiplas entradas de datas elas são separadas com
Título “Return to Misterious
Island” 8
/10
vírgulas; se se omitir a data, o comando AT irá utilizar o
dia actual do mês.
Estilo Aventura /next: - executa o comando na ocorrência seguinte do
Plataforma PC dia (por exemplo, na próxima quinta-feira).
comando - especifica o comando, o programa (ou
Produtor The Adventure Company
seja, o ficheiro.exe ou .com) ou o programa “batch”
Distribuidor PlayGames (ou seja, o ficheiro .bat ou .cmd) do Windows que
Edição Fevereiro 2005 se pretende executar; nos casos em que o comando
necessitar de um caminho como argumento, tem que
se utilizar o caminho absoluto, ou seja, o caminho
Título “Dark Fall 2: Lights Out”
Estilo Aventura 6
/10
completo começando pela letra da unidade de disco;
se o comando se encontrar num computador remoto
Plataforma PC tem que se especificar a notação da convenção
Produtor The Adventure Company de nomenclatura universal (UNC, Universal Name
Convention) para o servidor e nome de partilha, em
Distribuidor PlayGames
vez de uma letra da unidade remota.
Edição Fevereiro 2005
Existe ainda o parâmetro “/?” (equivalente ao “help at”
Título “Shade: Wrath já referido), e que permite ver a sintaxe e a lista dos
of Angels” 7
/10 parâmetros do comando. Desde já, é importante notar
que, para utilizar o comando AT, tem de se ser membro
Estilo Acção-aventura
do grupo local de Administradores.
Plataforma PC Um exemplo típico de utilização do comando AT será
Produtor Cenega a criação de uma cópia de segurança da unidade de
Distribuidor PlayGames disco rígido de um servidor (com este mesmo nome)
para uma unidade de banda magnética à meia-noite
Edição Fevereiro 2005
e a cada cinco dias. Para isso, cria-se um programa
“batch” com o nome Arquivo.cmd que contenha os
Título “Atlantis Evolution” comandos de cópia de segurança e depois agenda-se
Estilo Aventura 7
/10 a execução desse programa “batch” digitando na linha
de comandos (ver imagem): AT \servidor 00:00 /every:
Plataforma PC
5,10,15,20,25,30 arquivo. ● JOSÉ DOUTIL
Produtor The Adventure Company
Distribuidor PlayGames
Edição Fevereiro 2005

Título “Forever Worlds:


Enter the Unknown” 4
/10

Estilo Aventura
Plataforma PC
Produtor The Adventure Company
Distribuidor PlayGames
Edição Outubro 2004

S E G U N D A - F E I R A . 2 1 . F E V E R E I R O . 2 0 0 5 computadores .11
7c1bf3e5-024b-435b-bb28-84bbcd8a7552