Você está na página 1de 7

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ


CAMPUS TERESINA ZONA SUL PROF. MARCILIO RANGEL
COORDENAÇÃO DO CURSO DE LICENCIATURA EM INFORMÁTICA
DISCIPLINA: FUNDAMENTOS EM INFORMÁTICA
PROFESSOR: STEPHENSON DE SOUSA LIMA GALVÃO

RESUMO: GERAÇÕES DE COMPUTADORES

ATIVIDADE BASES

TERESINA-PI

2018
ATIVIDADE - RESUMO SOBRE AS GERAÇÕES DE COMPUTADORES

Fábio de Souza Clementino 20181linf0281

2ª Geração – Transistores

Os Transistores muito menores do que as válvulas a vácuo, não exigiam


tempo de pré-aquecimento, consumiam menos energia, geravam menos calor e
eram mais rápidos e confiáveis. Conceito de Unidade Central de Procedimento
(CPU), memória, linguagem de programação e entrada e saída foram desenvolvidos.
Mudança da linguagem de máquina para a linguagem assembly (linguagem
simbólica) que possibilita a utilização de mnemônicos para representar as instruções
de máquina. Surgem as Linguagens de alto nível, Fortran e Cobol. Surgiu o
armazenamento em disco, complementando os sistemas de fita magnética e
possibilitando ao usuário acesso rápido aos dados desejados.

3ª Geração – Circuitos Integrados – LSI (Large Scale Integration - 100


transistores)

Também conhecidos como microchips, eles eram construídos integrando um


grande número de transistores, construção de equipamentos menores e mais
baratos. O diferencial era o processo de fabricação que possibilitava a construção de
vários circuitos simultaneamente, facilitando a produção em massa. A IBM passou a
separar a criação de hardware do desenvolvimento de sistemas, iniciando o
mercado da indústria de softwares. Isto foi possível devido à utilização das
linguagens de alto nível nestes computadores.

4ª Geração – VLSI (Very Large Scale Integration - 1.000 transistores)

Surgimento dos processadores — unidade central de processamento. Os


sistemas operacionais como MS-DOS, UNIX, Apple’s Macintosh foram construídos.
Linguagens de programação orientadas a objeto como C++ e Smalltalk foram
desenvolvidas. Discos rígidos eram utilizados como memória secundária.
Impressoras matriciais, e os teclados com os layouts atuais foram criados

5ª Geração – ULSI (Ultra-Large Scale Integration - milhões de transistores)

Nesta geração surgiram as arquiteturas de 64 bits, os processadores que


utilizam tecnologias RISC e CISC, discos rígidos com capacidade superior a 600GB,
pen-drives com mais de 1GB de memória e utilização de disco ótico com mais de
50GB de armazenamento. Marcada pela inteligência artificial e por
sua conectividade.

ATIVIDADE SOBRE O HISTÓRICO DOS COMPUTADORES

Fábio de Souza Clementino 20181linf0281

Questão 1

a) Foi o criador da Máquina Analítica, projeto de um computador mecânico de uso


geral, originou o conceito de um computador programável junto a Condessa de
Lovelace, é considerado o avô da computação.

b) Escreveu o primeiro algoritmo para ser processado por uma máquina, a máquina
analítica de Babbage, permitiam computar valores de funções matemáticas.
Considerada a primeira programadora da história.

c) Principal engenheiro no desenvolvimento do computador MARK I.

d) Considerado o pai da computação, introduziu a aritmética binária, contribuiu para


o desenvolvimento do design lógico, desenvolveu o primeiro computador com
programa armazenável (EDSAC).

Questão 2

Eckert e Mauchly não foram os primeiros a inventar o computador digital eletrônico


automático, mas derivado esse assunto a partir de um Dr. John Vincent Atanasoff.
Atanasoff junto com seu aluno Berry trabalharam no projeto de um computador
eletrônico, 1939, e seu protótipo só foi finalizado em 1942. Mauchly e Eckert,
inventores do ENIAC, aperfeiçoaram idéias anteriores para tal avanço, em si
tratando de patentes acredito que todos os envolvidos no desenvolvimento de uma
determinada tecnologia ou produto devam ser contemplados na patente.

Questão 3

a) Por que foram desenvolvidos diversos protótipos até se chegar a um modelo


ideal. A série de computadores da DEC recebiam o nome PDP, sendo o PDP-1
lançado em 1959.
b) Circuitos discretos e a utilização de módulos compactos interligados o que
possibilitou reduzir significativamente seu tamanho e aumentar a capacidade de
processamento.

Questão 4

O IBM 1401, que era muito bom na leitura de cartões, na cópia de fitas e na
impressão da saída, porém não era tão bom em cálculo numérico. Outros
computadores, máquinas mais caras, tais como o IBM 7094, eram usados para a
computação real. Por um lado havia os computadores científicos, em grande escala,
orientado por palavras, tais como o 7094, que era usado para cálculos numéricos
em ciência e engenharia. Por outro lado, havia os computadores comerciais,
orientados por caracter, tais como o 1401, que era vastamente usado para
classificação em fita e impressão, por bancos e companhias de seguros.

Questão 5

Alto grau de paralelismo dentro da CPU: Várias unidades para adição, multiplicação
e divisão trabalhando simultaneamente, muito mais rápido que o 7094.

Questão 6

O 360 foi a primeira linha de computadores a usar (em pequena escala) circuitos
integrados (CIs), fornecendo uma maior vantagem em preço/performance sobre as
máquinas da segunda geração, que eram construidas de transistores individuais.
Isso foi um sucesso imediato e a idéia de uma família de computadores compatíveis
foi logo adotada por todos os outros fabricantes. Os descendentes dessas máquinas
ainda hoje estão em uso em grandes centros de computação. A maior força da idéia
de "uma família" foi simultaneamente a sua maior durabilidade. A intenção era que
todo o software, incluindo o sistema operacional, deveria trabalhar em todos os
modelos. Ele tinha de rodar em sistemas pequenos que muitas vezes já substituia
1401s para cópias de cartões em fitas e em sistemas muito grandes, que muitas
vezes substituia 7094s para fazer cálculos demorados e outras computações
pesadas. Ele deveria ser bom em sistemas com poucos periféricos e em sistemas
com muitos periféricos. Ele tinha de trabalhar em ambientes comerciais e em
ambientes científicos. Acima de tudo, ele tinha de ser eficiente em todos esses usos
diferentes.
Questão 7

a) Em 1976 a Commodore criou e lançou o primeiro microcomputador pessoal do


mundo, o PET 2001 (Personal Electronic Transactor).

b) Os clones, por terem uma metodologia de fazer máquinas "abertas", possuíam


componentes "baratos" que eram fabricados no próprio extremo oriente, para uso
nos Estados Unidos, pois a mão de obra nos países do terceiro mundo é muito mais
barata, tal fato acabava influenciando diretamente no preço. Além disso, os Tigres
Asiáticos não cobravam por toda a pesquisa e desenvolvimento tecnológicos que
consumiu muito dinheiro ao longo dos anos dos fabricantes originais americanos,
nem pagavam royalties às empresas que criaram tais microcomputadores.

c) Em 1979 a Apple começou a desenvolver outro microcomputador, o Lisa, baseado


em tudo aquilo que Steve Jobs tinha visto em sua visita ao PARC: a interface gráfica.
Através de uma interface gráfica, o microcomputador torna-se mais amigável.
Funções antes disponíveis somente através de comandos complicados e de difícil
memorização passaram a ser utilizadas através de símbolos (ou ícones) disponíveis
na tela. Para imprimir um documento escrito em um processador de textos, bastava
apontar o símbolo que representava o texto e “arrastá-lo” e “soltá-lo” sobre o símbolo
de uma impressora presente na tela. Ninguém precisava ser um expert em
computação para mexer no Lisa. Todos os comandos entrados eram em forma de
ícones gráficos, e o Lisa vinha com um periférico estranho: o mouse, que permitia a
entrada de dados em simples movimentos. Isso facilitava ainda mais o uso por quem
nunca tinha visto um computador pela frente, passando a ser cada vez mais
adotado. O Lisa utilizava-se do microprocessador 68000 da Motorola, que trabalha
internamente com 32 bits, mas externamente com 16 bits (mais ou menos como
acontece com o 8086/8088). Lançado no mercado em 1983, o único inconveniente
era seu alto preço.

http://professores.dcc.ufla.br/~monserrat/icc/Historia2.html
ATIVIDADE NÚMEROS BINÁRIOS
Fábio de Souza Clementino 20181linf0281

Questão 1
Quando trabalhamos com números, no universo computacional, além da diferença
entre o sistema de numeração, existe a limitação física denominada de precisão
finita. Quais problemas que essa limitação pode causar? Cite pelo menos 1.
Um dos problemas consiste na limitação da representação de um número muito
extenso, maior que o número de algarismos requisitados no sistema.
Questão 2
Com base nos sistemas numéricos converta responda que números decimais
representam os números binários abaixo:
a) (1000)2 = (8)10
d) (1111)2 = (15)10
b) (1011)2 = (11)10
e) (10001)2 = (17)10
c) (0111)2 = (7)10
f) (11011)2 = (27)10
Questão 3
Responda que números decimais são representados pelos seguintes números
hexadecimais:
a)(A0C)16 = (2572)10
d)(120)16 = (288)10
b)(00C)16 = (12)10
e)(12F)16 = (303)10
c)(101)16 = (257)10
f)(DF)16 = (223)10
Questão 4
Responda que números decimais são representados pelos seguintes números
octais:
a) (100)8 = (64)10
b) (101)8 = (65)10
c) (457)8 = (303)10
d) (350)8 = (232)10
e) (600)8 = (384)10
Questão 5
Sabendo que 0111 em binário corresponde a 7 em decimal porque 0 x 23+ 1 x 22 +
1 x 21 + 1 x 20 = 7. Quanto será em decimal o número (123) 4 de base 4?
(123)4 = 3+8+16 = (27)10
Questão 6
Transforme em binário os seguinte números decimais:
a) (10)10 = (1010)2
b) (11)10 = (1011)2
c) (12)10 = (1100)2
d) (16)10 = (10000)2
Questão 7
Transforme para binário seguintes números em hexadecimal :
a) (12)16 = (1100)2
b) (A1)16 = (161)10 = (1010 0001)2
c) (67)16 = (0110 0111)2
d) (BC)16 = (1011 1100)2
Questão 8
Quantos números decimais eu posso representar com um número binário de 4
dígitos?
6 dígitos = 32+16+8+4+2+1=63
Questão 9
Para representar os números decimais de [0… 63] será necessário números binários
de quantos dígitos? Questão 10 Caso você possua um computador de números
decimais que conte somente de 0 a 127, qual seria a resposta que você colocaria
para a seguinte conta: 120 + 40?
7 dígitos = 64+32+16+8+4+2+1=127
120 + 40 = 111 1000 + 10 1000

Você também pode gostar