Você está na página 1de 136

Cés a r ca s t ell a n o s d.

CÉSAR CASTELLANOS D. © 2014


Publicado por G12 Editores.
www.visiong12.com
www.mci12.com
www.editorag12.com.br

ISBN_ 978

Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação poderá ser reproduzida,
distribuída ou transmitida sob qualquer forma ou meio, ou armazenada em base de dados ou
sistema de recuperação, sem a autorização prévia dos editores.
Exceto em caso de indicação em contrário, todas as citações bíblicas foram extraídas da Bíblia
Sagrada Edição Revista e Atualizada, 2ª edição, de João Ferreira de Almeida (RA), © 1993,
Sociedade Bíblica do Brasil. Todos os direitos reservados.

Versão em espanhol:
LA ESTRATEGIA DEL GANAR
Publicado por G12 Editores S.A.S. 2014
Primeira edição: Janeiro 2014

G12 Media
Edição em espanhol:_Manuela Castellanos_Claudia Wilches_Doris Perla Mora.
Equipe_Capacitação Destino.
Capa e diagramação_Julián Gamba_Esteban Ríos_Daniel Durán.

Edição em português:
Tradução, copidesque e revisão: Idiomas & Cia (Ivana Millán, Ana Lacerda e João Guimarães)

Impresso na Colômbia por G12 Editores 2012


Printed in Colombia by G12 Editors

G12 Editores – América do Sul Calle 22 C # 31-01 Bogotá, Colômbia.


(571) 269 34 20

G12 Editors - USA. 15595 NW 15TH AVENUE, MIAMI, FL 33169

Editora G12 - Brasil Av. Nossa senhora da luz 144 - loja 1 Curitiba- PR. CEP 82510020
Telefono 55-41 37797000_ info@editorag12.com.br

Janeiro 2014
SUMÁRIO

1. A GLÓRIA DA ÚLTIMA CASA 11

2. PRINCÍPIOS-CHAVE PARA GANHAR 23

3. O PODER DA EVANGELIZAÇÃO 35

4. A EFICÁCIA DA EVANGELIZAÇÃO 47

5. UNÇÃO PARA GANHAR 59

6. COMPAIXÃO 73

7. AJUDA GENEROSA 85

8. A FÉ 97

9. A VISÃO CELULAR 111

10. ESTRUTURA E DESENVOLVIMENTO


DE UMA CÉLULA 123

5
INTRODUÇÃO

Da mesma maneira que acontece no plano físico, os olhos


espirituais têm a capacidade de reconhecer o mundo
que nos rodeia. Eles merecem o nosso cuidado, pois são
extremamente delicados; se você perder um deles, ou os
dois, ou se tiver uma doença que os afete, sua visão nunca
mais será a mesma. Infelizmente, muitos ainda não tiveram
a visão da vida eterna, ou estão andando pelo caminho
errado porque têm uma visão equivocada do mundo
ao redor. Mas se você tiver olhos espirituais saudáveis,
por meio da oração e do estudo da Sua Palavra, Deus
certamente lhe revelará todos os planos de bênçãos que
Ele tem para a sua vida.
De acordo com vários estudos biológicos, os olhos
podem ser considerados um dos meios pelos quais
o cérebro recebe informação, porque na verdade é o
cérebro que “produz” a nossa percepção do mundo.
E assim também acontece no mundo espiritual, por
isso é importante que você tenha consciência da sua
existência e aprenda a preencher sua mente com
imagens capazes de transformar a sua vida e a dos
outros. VER é sinônimo de conhecer, de ter a certeza de
que algo vai acontecer porque você visualizou. Desse
modo, não há dúvidas de que alcançar suas metas
significa que você já as conquistou pela visualização.

Por meio de diversas publicações e conferências, em


muitas ocasiões compartilhei a importância de ter e
desenvolver a Visão revelada por Deus para o nosso
tempo.

É por essa razão que todos os dias estudo os princípios


do G12, e procuro lembrar aos meus discípulos a
necessidade de estudá-los também. Por intermédio
deste manual, desejo de todo o meu coração que você
e todos os que fazem parte do seu ministério guardem
a Visão como um tesouro no mais profundo do seu
ser, e tenham tal domínio dela que sejam capazes de
ensiná-la a outros.
Lembre-se de que se você mantiver
sua habilidade de visualizar saudável,
poderá alcançar o que desejar, em
Nome de Jesus.

César Castellanos D.
A GLÓRIA
DA ÚLTIMA CASA
Referência Bíblica

“A glória desta última casa será maior


do que a da primeira” (Ageu 2:9).

11
1
L I Ç Ã O
1
Objetivos
A GLÓRIA DA ÚLTIMA CASA

1. Conhecer os passos indicados pelo Senhor para atrair a


Glória da última casa.

2. Reconhecer a importância da revelação da Cruz na vida do


crente.

3. Assumir o compromisso de edificar uma casa para Deus,


fazendo parte ativamente do avivamento.

INTRODUÇÃO

O Templo de Deus era o principal eixo de direcionamento


para os israelitas. Lamentavelmente, eles se permitiram
ter determinadas atitudes que acabaram trazendo o juízo
do Senhor sobre a nação, e uma das consequências foi a
destruição do Templo. Por esse motivo, o juízo de Deus caiu
sobre suas vidas e o povo sofreu muitas adversidades, como
a dispersão das tribos de Israel, conhecida também como
diáspora, na qual os israelitas foram espalhados por todas
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

as nações da terra.

Tempos depois, Deus moveu o coração do povo para que


eles retornassem a Jerusalém e começassem a reconstrução
do Templo. Embora tivessem voltado à sua terra natal,
12
seus problemas os envolviam de tal modo que eles acabaram
desviando o olhar do objetivo primordial: reedificar a Casa de
Deus. A Bíblia nos ensina que as pessoas só podem ser salvas
por meio do Evangelho. Quando elas se afundam no conformismo
religioso, acabam perdendo a visão, o espírito de conquista, a fé
e o rumo.

No primeiro capítulo de Ageu, Deus exorta o povo e lhe mostra


o diagnóstico da crise. A razão de toda aquela dificuldade era
muito simples:

Eles não tinham assumido o compromisso de


edificar uma casa para Deus.

O próprio Senhor, por intermédio do profeta, apresentou três passos


fundamentais necessários para trazer a Glória da última casa de
volta à Casa de Israel.

“Subi ao monte, trazei madeira e edificai a casa;


dela me agradarei e serei glorificado, diz o Senhor”
(Ageu 1:8).
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

13
1. SUBIR AO MONTE (Salmos 24:3)

Reflita por um momento sobre a seguinte pergunta: Quem pode


subir ao monte do Senhor? O Salmo 24 nos dá a resposta: “O
que é limpo de mãos e puro de coração, que não entrega a sua
alma à falsidade, nem jura dolosamente. Este obterá do Senhor a
bênção...” (Salmos 24:4-5). Observe que para subir ao monte de
Deus é preciso:

Pureza de coração.

Santidade de alma (guardar os nossos lábios para evitar


palavras que não edificam ou expressões negativas).

Deus ordenou a Moisés que subisse ao monte Sinai. Nesse lugar,


Deus lhe revelou os Dez Mandamentos e lhe deu as instruções
para a construção do tabernáculo, concluindo suas palavras com a
advertência de que Moisés deveria fazer tudo conforme Ele lhe havia
mostrado. Há uma experiência do apóstolo João que me impacta
muito. A Bíblia diz que enquanto orava, João disse: “Achei-me em
espírito, no dia do Senhor...” (Apocalipse 1:10). Quando li essa frase,
perguntei-me: “Por que João disse que estava em Espírito se já se
supõe que ele vivia no Espírito, que ele vivia em outra dimensão, na
dimensão da fé?” Deus me incomodou tanto com esse texto, que
em seguida me motivou a orar, dizendo: “Filho, desejo ensinar a
você o que quero dizer com ‘estar em Espírito’. A oração de João
deixou de ser a oração normal que ele costumava fazer. Aquela
foi uma oração intensa, uma oração perseverante, uma oração de
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

decisão, assim como a que Jacó fez quando lutou com o anjo,
quando disse: ‘Não te deixarei ir se me não abençoares’” (Gênesis
32:26). Quando fazemos esse tipo de oração, nós rompemos o
teto. Quando oramos assim, ultrapassamos a barreira do natural,
14 saímos da lógica e entramos no Reino de Deus. É assim que temos
acesso ao Monte do Senhor e obtemos as bênçãos que Ele tem
para nós.

O Senhor disse a Josué: “Todo lugar que pisar a planta do vosso


pé, vo-lo tenho dado, como eu prometi a Moisés” (Josué 1:3).

Naquele tempo, a conquista era resultado de uma luta física,


corpo a corpo. Se Josué e seu exército vencessem e colocassem
seus pés na terra, eles a conquistavam. Hoje, porém, estamos
no Reino de Jesus, e agora nossa conquista é no plano da fé.
Se ultrapassarmos a linha imaginária e escalarmos o Monte de
Deus até o alto, veremos as bênçãos que o Senhor tem para nós.
Poderemos observar o alcance do nosso ministério, apalparemos a
provisão de Deus para os nossos lares, visualizaremos tudo o que
queremos nas esferas espiritual e material. Neste momento, Deus
quer motivar você a subir ao Monte, romper com toda tradição,
deixar de lado a “normalidade”, sair da lógica e entrar no terreno
divino. Suba ao Monte espiritual, entre na presença do Senhor e
ore de todo o coração, até ver as bênçãos que Deus reservou para
a sua vida.

2. TRAZER MADEIRA

Quando Jesus veio à terra, ele disse: “... sobre esta pedra edificarei
a minha igreja...” (Mateus 16:18), e mudou o nome de Simão para
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

Pedro (que significa “pedra”). Depois, Pedro disse: “... também vós
mesmos, como pedras que vivem, sois edificados casa espiritual
para serdes sacerdócio santo...” (1 Pedro 2:5). Precisamos
entender que a madeira à qual se referia o profeta é uma alegoria
que remete a nós hoje, pois ao subir o Monte — ou seja, à presença 15
de Deus — o Senhor removerá o véu do nosso entendimento e
compreenderemos claramente que tudo o que Jesus sofreu foi por
cada um de nós, individualmente.

Para trazer a madeira da Cruz, primeiro você precisa conhecê-la. O


Senhor está lhe dizendo: “Suba ao Monte de Deus e experimente a
revelação da Cruz.” Conheça Jesus, mas não da maneira tradicional,
não através da História, mas por sua própria experiência. Reflita
sobre a Cruz de maneira compenetrada até sentir que você está
literalmente crucificado com Cristo, até sentir a morte de Jesus
como a sua própria morte, experimentando como toda maldição,
cadeia, doença e opressão do passado foram completamente
destruídas na Cruz do Calvário.

Quando o filme de Mel Gibson, A Paixão de Cristo, foi lançado nos


cinemas, nós pudemos ver um reflexo do sofrimento de Jesus. Mas
nada pode ser comparado à agonia que o Senhor padeceu quando
o ódio do inferno foi lançado sobre Ele. Somente a graça de Deus o
ajudou a manter-se firme até o fim. Porém, é impressionante como
o diretor do filme procurou descrever a dor do nosso Salvador, por
exemplo, quando os carrascos tomam o chicote usado na época
em Roma e açoitam Jesus com tanta raiva, ira e vingança, que
parece que queriam fazer com que Seu corpo se despedaçasse ali
mesmo. Contudo, tudo já estava escrito, tudo estava profetizado
em cada uma das passagens bíblicas. O Messias sofreu por nós,
não por Ele mesmo, pois não tinha pecado do qual se arrepender.
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

Ele fez tudo para que você e eu fôssemos libertos


da maldição e da condenação eterna.

16
Quando entendemos a revelação da Cruz:
Nossos olhos se abrem e percebemos que a morte de Jesus
é a nossa própria morte para o pecado.

A maldição que carregávamos, e a opressão e a escravidão


que nos dominavam por anos são destruídas.

Aquele que experimenta a revelação da Cruz não permitirá


que o inimigo o tente mais com os desejos da carne.

Quando você entende o poder da Cruz, passa a viver todos


os dias em vitória. Paulo compreendeu esse princípio, por isso
disse: “Estou crucificado com Cristo; logo, já não sou eu quem
vive, mas Cristo vive em mim” (Gálatas 2:19-20). Todos os dias,
vamos à Cruz do Calvário e entregamos ali a nossa natureza,
tomamos a madeira e dizemos: “Senhor, hoje entrego a minha
natureza diante de Ti; hoje nego a mim mesmo, tomo a Cruz de
Cristo e Te sigo. Renuncio a minha própria vontade, renuncio
aos meus próprios desejos e aceito a Tua vontade.”

Depois que uma pessoa experimenta a revelação da Cruz, ela


pode ajudar a outros e ver vidas rendidas aos pés de Cristo.
Paulo disse:

“Eu, irmãos, quando fui ter convosco, anunciando-vos o


testemunho de Deus, não o fiz com ostentação de linguagem
ou de sabedoria. Porque decidi nada saber entre vós, senão a
Jesus Cristo e este crucificado” (1 Coríntios 2:1-2).
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

A Cruz deve ser o centro da sua mensagem. Nela está a fonte


da sua inspiração. O Senhor lhe diz: “Suba ao Monte, morra com
Cristo, conheça a revelação da Cruz, negue a si mesmo, tome a sua
Cruz e siga-me todos os dias.” 17
3. REEDIFICAI A CASA
Em sua carta aos efésios, Paulo disse: “... edificados sobre o
fundamento dos apóstolos e profetas, sendo ele mesmo, Cristo
Jesus, a pedra angular” (Efésios 2:20). Essa foi uma época na qual
os crentes da Igreja ardiam em fervor pelo Senhor. Os cristãos
não se importavam em oferecer suas próprias vidas por causa
do Evangelho de Jesus. Não se preocupavam em ser levados ao
Circo romano para que os leões os destruíssem e os devorassem.
Eles ardiam em paixão e amor por Jesus. Com o passar dos anos,
entretanto, os cristãos foram se moldando às circunstâncias e
caíram no conformismo. Então, o Senhor teve de exortá-los para
que voltassem ao primeiro amor (Apocalipse 2:4-6).

Quando alguém perde o primeiro amor, é necessário um


arrependimento genuíno para poder recuperá-lo. “Vocês se lembram
de como ardiam de paixão por Jesus quando se converteram?”
Essa foi a pergunta que fiz à liderança da nossa igreja em Bogotá.
A grande maioria dos líderes tinha uma profunda compaixão por
alcançar os perdidos para Jesus; eles não se importavam em
abrir mão da própria vida para servir a Deus, desafiando cada
obstáculo. Eles eram os primeiros a chegar todas as manhãs para
participar do momento de intercessão e faziam qualquer coisa
para Deus. Quando começaram a alcançar suas metas, porém,
alguns começaram a cair na armadilha dos elogios, e quase sem
perceberem isso começou a afetá-los.

Embora Deus tenha lhes dado tempo suficiente para se


A ESTRATÉGIA DO GANHAR

arrependerem, três deles não quiseram voltar atrás e Deus teve de


retirá-los da igreja. Contudo, com a saída dessas três pessoas, o
restante da liderança foi liberto de forma tremenda, pois seus olhos
se abriram e seus corações se prostraram em arrependimento
diante do Senhor. Deus não apenas os restaurou, mas também
18 lhes deu uma maior unção para conquistar.
4. MANTENDO-NOS FIÉIS EM TODO O TEMPO

Em nossa vida como crentes, teremos de enfrentar adversidades. E


uma das áreas em que o inimigo tentará seduzir os líderes é aquela
que tem a ver com a sua fidelidade.

O maior exemplo de fidelidade foi dado pelo Senhor Jesus, “... pois
ele, subsistindo em forma de Deus, não julgou como usurpação o
ser igual a Deus; antes, a si mesmo se esvaziou, assumindo a forma
de servo, tornando-se em semelhança de homens; e, reconhecido
em figura humana” (Filipenses 2:6-7). Quando o Pai confiou a
Jesus a responsabilidade de redimir a Humanidade e tudo o que
isso implicava, Jesus não duvidou nem discutiu, mas obedeceu e
fez tudo o que o Pai ordenou. Foi por isso que Jesus disse: “Eu
vim em nome de meu Pai, e não me recebeis; se outro vier em
seu próprio nome, certamente, o recebereis” (João 5:43). “Quem
fala por si mesmo está procurando a sua própria glória; mas o que
procura a glória de quem o enviou, esse é verdadeiro, e nele não
há injustiça” (João 7:18). Jesus nunca se atreveu a entregar Sua
própria mensagem, muito ao contrário, sempre preferiu se sujeitar
ao que o Pai ordenava.

Aqueles que perdem a fidelidade, geralmente deixam de honrar as


pessoas que estão em posição de autoridade sobre eles. Paulo
disse: “Todo homem esteja sujeito às autoridades superiores; porque
não há autoridade que não proceda de Deus; e as autoridades que
existem foram por ele instituídas. De modo que aquele que se opõe
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

à autoridade resiste à ordenação de Deus; e os que resistem trarão


sobre si mesmos condenação” (Romanos 13:1-2).

Devemos nos manter fiéis. Assim, Deus acrescentará em nós a


unção para ganhar almas e fazer discípulos. Quando nos mantemos
19
firmes diante das provações, podemos ajudar aqueles que estão
passando por lutas a sair vitoriosos no fim.

CONCLUSÃO

Para ser bem-sucedido na realização da obra de


Deus de modo permanente, é preciso ter uma
vida completamente rendida aos Seus pés.

Servir a Deus não é algo estático, mas dinâmico.


Significa que todo crente que se comprometer
em reedificar a Casa do Senhor deve sempre
procurar viver no nível do Espírito e escalar
níveis de conquista cada vez maiores, sempre
reconhecendo que toda a glória pertence ao
Senhor.
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

20
QUESTIONÁRIO 1
A GLÓRIA DA ÚLTIMA CASA

1. Qual é o eixo da sua vida?

_______________________________________________________

_______________________________________________________

______________________________________________________.

2. Qual é a sua motivação para fazer discípulos?

_______________________________________________________

_______________________________________________________

______________________________________________________.

3. Qual é o requisito fundamental para edificar a Casa de Deus?

_______________________________________________________

_______________________________________________________

______________________________________________________.
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

4. O que é preciso para recuperar o primeiro amor?

_______________________________________________________

_______________________________________________________

______________________________________________________. 21
5. Explique com suas próprias palavras o que significa “orar em
Espírito.”

_______________________________________________________

______________________________________________________.

6. Relacione os seis passos que o Senhor disse que devemos dar


diariamente para viver na unção da conquista.

a. _______________________________________________.

b. _______________________________________________.

c. _______________________________________________.

d. _______________________________________________.

e. _______________________________________________.

f. _______________________________________________.

7. Complete:

a. “Todo homem esteja sujeito às _______________________

____________; porque não há autoridade que não proceda

de Deus; e as autoridades que existem foram por ele

instituídas. De modo que _____________ opõe à autoridade

____________; à ordenação de Deus; e os que resistem trarão


A ESTRATÉGIA DO GANHAR

sobre si mesmos ______________” (Romanos 13:1-2).

b. “A glória desta última casa será maior do que a da primeira”

22 ( _____________ ).
PRINCÍPIOS-CHAVE
PARA GANHAR

Referência Bíblica

“Desperta, desperta, reveste-te da tua


fortaleza, ó Sião...” (Isaías 52:1).

23
2
L I Ç Ã O
2
Objetivo
PRINCÍPIOS-CHAVE PARA GANHAR

1. Ser consciente da condição atual da sociedade e do


desafio de manter nossos sentidos espirituais em alerta.

2. Entender a operação e o poder que o Espírito Santo traz ao


ministério.

3. Aprender alguns princípios básicos do crescimento


ministerial.

INTRODUÇÃO
Ao criar o homem, Deus teve a ideia de fazer dele alguém
que tivesse Sua imagem e semelhança. Deus é Rei e criou o
homem como Seu filho, e o colocou sobre a Terra para que
governasse sobre todas as coisas. “E Deus os abençoou e lhes
disse: Sede fecundos, multiplicai-vos, enchei a terra e sujeitai-a;
dominai sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus e
sobre todo animal que rasteja pela terra” (Gêneses 1:28). A
bênção de Deus sobre a vida de Adão foi como uma coroa que
representava a linhagem real e simbolizava a autoridade que
ele deveria exercer sobre todas as coisas. A bênção começa
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

com a frutificação, que leva à multiplicação e em seguida gera


a expansão, para assim poder encher a Terra. Nesse processo
o homem deve subjugar a Terra e governá-la, exercendo seu
senhorio sobre ela.

24
Antes que o homem pecasse, a coroa da multiplicação pertencia
a ele. Tudo o que ele tocava tinha a bênção de Deus e frutificava.
Entretanto, por causa do pecado, essa coroa foi arrancada de sua
vida e passou às mãos do adversário. Mas Deus, em Seu infinito
amor, decidiu pagar o preço mais alto para que o ser humano
recuperasse sua coroa e adquirisse novamente essa “Linhagem
real.” O sacrifício do Senhor Jesus na Cruz foi o meio pelo qual o
Pai Celestial redimiu tudo aquilo que o homem havia perdido. O
apóstolo Pedro disse:

“Vós, porém, sois raça eleita, sacerdócio real, nação


santa, povo de propriedade exclusiva de Deus, a fim de
proclamardes as virtudes daquele que vos chamou das
trevas para a sua maravilhosa luz” (1 Pedro 2:9).

A ESTRATÉGIA DO GANHAR

25
1. ENTENDA O TEMPO EM QUE ESTAMOS VIVENDO

Devemos ter a consciência de que os dias que vivemos são muito


difíceis. Por isso, é preciso que a Igreja se esforce em manter os
olhos abertos e evite que a letargia e as pressões deste mundo
adormeçam nossos sentidos espirituais.

Paulo disse: “Vai alta a noite, e vem chegando o dia. Deixemos, pois,
as obras das trevas e revistamo-nos das armas da luz” (Romanos
13:12). A noite representa as obras das trevas. Entretanto, antes
da volta de Jesus pela segunda vez a Terra, Ele lançará luz sobre
todas as coisas. A escuridão ainda estará presente à medida que
a noite avança, mas o peso das trevas nas quais viveremos não
poderá intimidar a autoridade da luz. Os fiéis deverão manter sua
determinação de fidelidade ao Senhor e Ele os ajudará, pois a
estratégia do inimigo é enevoar os sentidos da Igreja, colocando
obstáculos e argumentos para que os que não se prepararam,
aqueles que não previram o que viria, sejam subjugados pelo
tormento da escuridão e caiam na letargia.

Na parábola das dez virgens, Jesus disse: “E, tardando o noivo,


foram todas tomadas de sono e adormeceram” (Mateus 25:5).
Apenas cinco das dez virgens foram precavidas e compraram
azeite suficiente para manter suas lamparinas acesas. Essa foi a
única coisa que as ajudou no momento de dificuldade.

A Igreja deve abrir seus olhos, entender o tempo no qual está


A ESTRATÉGIA DO GANHAR

vivendo e sair em busca dos perdidos para despertá-los de sua


inércia espiritual. Mas o que uma igreja poderá fazer se ela própria
estiver adormecida? Acredito que Deus está nos chamando neste
momento para que acordemos do sono e anunciemos a mensagem
da salvação àqueles que ainda estão submersos na escuridão
26
do pecado. Não devemos esperar que as próprias pessoas nos
despertem, como aconteceu com Jonas quando os marinheiros lhe
disseram: “Que se passa contigo? Agarrado no sono? Levanta-te,
invoca o teu deus; talvez, assim, esse deus se lembre de nós, para
que não pereçamos” (Jonas 1:6). Foram os próprios incrédulos
que acordaram Jonas de seu sono! Se eles não tivessem feito isso,
todos aqueles que estavam no navio teriam morrido.

Quando Jesus se referiu a João Batista, disse: “Ele era a lâmpada


que ardia e alumiava, e vós quisestes, por algum tempo, alegrar-vos
com a sua luz” (João 5:35). Deus quer que cada pessoa que viveu
uma experiência sobrenatural com Ele se transforme não apenas
em uma lâmpada que ilumina, mas que também possa acender
esse mesmo fogo naqueles que a cercam. Essa foi a característica
dos primeiros cristãos. Eles não se envergonhavam de Jesus, ao
contrário, testificavam dele sem temor algum, chegando a ser
conhecidos do seguinte modo: “Estes que têm transtornado o
mundo chegaram também aqui” (Atos 17:6).

Como Igreja, precisamos despertar e clamar


para que Deus nos dê a graça de influenciar
as nações da Terra com a mensagem do
Evangelho.
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

2. G12, FERRAMENTA DE Crescimento

Agradeço a Deus pelo G12, pois essa Visão tem cumprido seu
papel, ajudando pastores e líderes a entender o momento que 27
estamos vivendo, motivando-os a despertar e sair a conquistar
almas. Ao ser perguntado sobre como tinha conseguido fazer sua
igreja passar de cinco mil para mais de cinquenta mil membros em
cinco anos, um pastor da cidade de Lima, no Peru, respondeu: “A
única coisa que fizemos foi aplicar fielmente a Visão, sem tirar nem
pôr, sem fazer nenhum tipo de modificação.”

Somos embaixadores do Reino de Deus


O Senhor deseja que nos revistamos de poder, como se
estivéssemos usando um manto. O poder é a autoridade que Ele
concedeu a cada um de nós para irmos em busca da conquista.
Para nos conceder esse poder, Jesus precisou recebê-lo primeiro.
E Ele o recebeu logo depois de ter vencido a morte, pelo espírito
de santidade que havia dentro Dele. Por isso, depois de ressuscitar,
Jesus disse aos seus discípulos: “Toda a autoridade me foi dada no
céu e na terra. Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações”
(Mateus 28:18-19). Cristo nos comissionou e fez de nós emissários
do Reino dos Céus.

Quando minha esposa foi nomeada embaixadora da Colômbia


no Brasil, fui capaz de entender com mais clareza o conceito de
“embaixador.” Ele deve ser a voz do governo de origem no país
para o qual é enviado. Por isso, um embaixador não pode falar
por conta própria, mas deve transmitir fielmente o pensamento do
presidente ou das autoridades de sua nação.
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

Jesus nos enviou como Seus embaixadores, e


a presença do Espírito Santo em nossas vidas
é o que nos dá o direito legal e o poder para
representá-lo com devoção e idoneidade nesta
28 terra.
Podemos transformar as circunstâncias

O Senhor faz um convite muito especial ao Seu povo, chamando-


os para crescer em intimidade com Ele, dizendo: “Buscai o Senhor
e o seu poder...” (Salmos 105:4). Davi tinha consciência de que
a única maneira de transformar as circunstâncias positivamente
era através do poder de Deus. Em seu Salmo, ele convida o povo
a não se deixar levar pelo conformismo, mas a fazer um esforço
para alcançar o poder de Deus em suas vidas. Jesus, por Sua vez,
preparou o caminho para nós quando disse que receberíamos
poder no momento em que o Espírito de Deus viesse sobre nós.
Precisamos entender que quando o poder de Deus desce sobre
uma pessoa, a sua fraqueza é transformada em uma grande força
em Deus.

Centenas de pessoas dão testemunho de que se aproximaram da


Igreja nos momentos mais críticos de suas vidas, nos quais chegaram
a pensar que sua existência não fazia sentido. Elas se sentiam
frustradas e fracassadas, mas graças ao poder transformador do
Evangelho, seus corações foram completamente transformados
após participarem de um Encontro, no qual puderam experimentar
o mover de Deus em seus corações. Agora, essas pessoas são
líderes que têm levado muitas almas aos pés de Jesus com a unção
e o poder do Espírito Santo.

Podemos identificar qualquer oposição


A ESTRATÉGIA DO GANHAR

Em sua primeira viagem missionária, Paulo enfrentou o poder


demoníaco que agia por intermédio de um falso profeta chamado
Barjesus (ver Atos 13:6). As hostes da maldade que controlavam
aquela região e exerciam influência sobre os homens de autoridade
se manifestavam através dele. Por causa disso, os ouvidos dos 29
homens estavam fechados para a pregação do Evangelho. Quando
Paulo discerniu o que acontecia ali por meio do poder do Espírito
Santo, confrontou Barjesus (também conhecido como Elimas),
repreendeu-o e fez com que ele ficasse cego. O apóstolo sabia
muito bem que o poder que operava nele era maior do que aquele
que atua mediante as forças malignas deste mundo. “Então, o
procônsul, vendo o que sucedera, creu, maravilhado com a doutrina
do Senhor” (Atos 13:12).

Sabemos que para salvar uma vida, em primeiro lugar precisamos


identificar quais são as forças contrárias que agem em cada região
e, em seguida, devemos quebrá-las em Nome de Jesus. Desse
modo, o ambiente ficará livre e as pessoas facilmente prestarão
atenção à mensagem que estamos transmitindo.

3. DETERMINANDO O TAMANHO DO NOSSO MINISTÉRIO

O Salmo 133 diz que quando há harmonia, a bênção de Deus


começa a fluir da cabeça do sacerdote — isto é, o pastor principal da
congregação — e vai descendo até a liderança, representada pela
barba do sacerdote. Em seguida, continua descendo até alcançar o
discípulo mais novo dentro do ministério, representado pelas vestes.
Da mesma forma que uma pessoa sabe qual é o tamanho da roupa
que veste, cada crente deve compreender qual será o tamanho
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

de seu ministério. Se a visão é aplicada de maneira correta, será


possível determinar até quantas gerações de discípulos crescerão.
São eles, os discípulos, que nos dão a força para conquistar, por
isso é fundamental formar a equipe, pois para ganhar almas é
melhor atuar em grupo do que sozinho. Todos aqueles discípulos
30
que nós fomos capazes de formar dentro do ministério são os que
deveremos motivar a conquistar, a se moverem nessa unção de
ganhar.

Mesmo que muitas vezes o pastor acredite que deve fazer tudo
sozinho, ele logo notará que a única coisa que conseguirá com isso
é cansaço e esgotamento. A guerra é conquistada com estratégia,
não com força. Quando aprendemos a delegar responsabilidades,
tudo se torna muito mais fácil.

4. O PREÇO DO Resgate

“Porque assim diz o Senhor: Por nada fostes vendidos; e sem


dinheiro sereis resgatados” (Isaías 52:3). Deus utiliza a verdade
do Evangelho para nos resgatar do erro e nos conceder a vida
abundante. Precisamos levar o Evangelho às pessoas gratuitamente,
porque elas foram vendidas ao pecado sem preço, assim, sem
preço também é a salvação.

“Que formosos são sobre os montes os pés do que


anuncia as boas-novas, que faz ouvir a paz, que anuncia
coisas boas, que faz ouvir a salvação, que diz a Sião: O
teu Deus reina!” (Isaías 52:7).

O elogio feito no versículo 7 de Isaías é para aqueles que levam as


A ESTRATÉGIA DO GANHAR

boas-novas, dando a entender que o Evangelho é uma mensagem


que produz alegria. Não pregamos uma mensagem de condenação
para fazer as pessoas se sentirem mais miseráveis. Ao contrário,
tudo o que dizemos tem o propósito de levantar o ânimo daqueles
que estão atribulados. 31
Sabemos que a Palavra de Deus tem uma
mensagem de esperança para cada crente,
capaz de produzir alegria no coração de quem
a recebe. Por meio da fé, transmitimos esperança
às pessoas e lhes ensinamos a depender
totalmente de Deus.

A mensagem que proclamamos é uma mensagem de salvação, de


paz, de reconstrução de lares, restauração de finanças, renovação
da saúde e restituição em cada área da vida. Enfim, é uma
mensagem de restituição de todas as coisas.

CONCLUSÃO

Quando somos capazes de reconhecer a


atmosfera espiritual dos últimos tempos, o Senhor
desperta os nossos corações para que, por meio
do sopro do Seu Espírito, possamos dar fôlego
de vida a todos aqueles que estão mortos na
escuridão de seus pecados. Poderemos ajudá-
los a perseverar na fé, aplicando o método do
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

Governo dos Doze (G12), que é a estratégia que


dará ordem e projeção ao nosso ministério.

32
QUESTIONÁRIO 2
PRINCÍPIOS-CHAVE PARA GANHAR

1. A qual referência bíblica corresponde o versículo a seguir?

“Que formosos são sobre os montes os pés do que anuncia as


boas-novas, que faz ouvir a paz, que anuncia coisas boas, que
faz ouvir a salvação, que diz a Sião: O teu Deus reina!”

( ) a. Jonas 1:6 ( ) b. 1 Coríntios 2:1-2


( ) c. Isaías 52:7 ( ) d. Isaías 52:1

2. Escreva e memorize o versículo da questão 1.

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_____________________________________________________.

3. O pastor é quem deve realizar toda a obra do ministério? Explique


como os desafios são alcançados com base na Visão G12.

_______________________________________________________

_______________________________________________________
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_____________________________________________________. 33
4. Determine o tamanho de seu ministério estipulando metas claras.

Equipe de 12:________________ (data).

Equipe de 144:_______________ (data).

5. Quais são as características da mensagem que anunciamos?:

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

______________________________________________________.
6. Deus quer derramar Sua unção de multiplicação apenas sobre
algumas nações da terra ou sobre todas elas? Dê um fundamento
bíblico para a sua resposta.

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

______________________________________________________.

7. De acordo com Salmos 133, como é possível receber a unção


da multiplicação?

_______________________________________________________
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

34 ______________________________________________________.
O PODER Da
EVANGELIZAÇÃO
Referência Bíblica

“Mas recebereis poder, ao descer sobre


vós o Espírito Santo, e sereis minhas
testemunhas tanto em Jerusalém como
em toda a Judeia e Samaria e até aos
confins da terra” (Atos 1:8).

35
3
L ição
3
Objetivos
O PODER DA EVANGELIZAÇÃO

1. Desenvolver um relacionamento diário e direto com o


Espírito Santo.

2. Confiar plenamente no respaldo de Deus quando você


evangeliza.

3. Realizar a obra de Deus com o respaldo da igreja e com a


unção do Espírito Santo em sua vida.

INTRODUÇÃO
Quando observamos as pessoas cristãs, encontramos dois
tipos de crentes: os que não sabem quem é o Espírito Santo
(não conhecem o Seu poder, não o experimentam e, portanto,
vivem oprimidos) e aqueles que o conhecem e por isso se
movem na dimensão do sobrenatural. Ser bem-sucedido ao
realizar a obra de Deus implica ter o poder do Espírito Santo em
nossas vidas. Não podemos deixar de lado a unção de Deus e
deixar que nossa mente se conforme somente com informações
teológicas.

Pouco depois de Sua ressurreição, o Senhor Jesus apareceu


A ESTRATÉGIA DO GANHAR

aos Seus discípulos e disse-lhes: “Paz seja convosco! Assim


como o Pai me enviou, eu também vos envio. E, havendo dito
isto, soprou sobre eles e disse-lhes: Recebei o Espírito Santo”
(João 20:21-22). Após receberem a promessa do Espírito, o
36 fogo de Deus começou a se manifestar em suas vidas: “Com
grande poder, os apóstolos davam testemunho da ressurreição do
Senhor Jesus, e em todos eles havia abundante graça” (Atos 4:33).
“E crescia mais e mais a multidão de crentes, tanto homens como
mulheres, agregados ao Senhor, a ponto de levarem os enfermos
até pelas ruas e os colocarem sobre leitos e macas, para que, ao
passar Pedro, ao menos a sua sombra se projetasse nalguns deles”
(Atos 5:14-15).

É preciso encontrar um equilíbrio. Precisamos


nos preparar e nos instruir de todas as maneiras
possíveis, mas também devemos conhecer e
receber o poder do Espírito Santo.

A ESTRATÉGIA DO GANHAR

37
1. PREGANDO COM PODER

Quando os apóstolos receberam o poder do Espírito Santo, entraram


em outra dimensão. O Espírito passou a respaldar todas as obras
evangelísticas que eles realizavam. Alguns dias antes de receber a
promessa, Pedro havia negado o Senhor em três ocasiões, pois seu
coração estava cheio de temor. Mas quando recebeu a promessa
do Espírito Santo, o medo saiu de sua vida e ele foi revestido do
poder de Deus, que agora habitava em seu interior.

Na festa de Pentecostes, os cento e vinte discípulos que estavam


ali foram cheios do Espírito Santo e começaram a falar em outras
línguas sobre as maravilhas de Deus. Alguns zombavam deles,
dizendo que estavam bêbados, mas Pedro se colocou em pé e
disse:

“Estes homens não estão embriagados, como vindes


pensando, sendo esta a terceira hora do dia. Mas o que
ocorre é o que foi dito por intermédio do profeta Joel...”
(Atos 2:15-16).

Ele pregou uma mensagem poderosa a todos os judeus ali


presentes, entre os quais estavam aqueles que dias antes tinham
levado Jesus à Cruz. Naquele momento, Pedro tinha outro coração,
agora transformado pelo poder do Espírito Santo que agia em sua
vida. Ele não sentia mais medo da morte nem da perseguição, e
falou com tanto poder e autoridade em sua mensagem, que três
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

mil daqueles judeus decidiram entregar seus corações a Jesus. A


partir daquele momento, os apóstolos se dedicaram a fazer a obra
de Deus sob a unção do sobrenatural.

38
2. A UNÇÃO DÁ DISCERNIMENTO

Em certa ocasião, Pedro teve de confrontar Simão, o mágico,


quando ele lhe ofereceu dinheiro para receber o direito de impor
as mãos sobre as pessoas para que recebessem o Espírito Santo.
O apóstolo disse: “O teu dinheiro seja contigo para perdição, pois
julgaste adquirir, por meio dele, o dom de Deus. Não tens parte
nem sorte neste ministério, porque o teu coração não é reto diante
de Deus. Arrepende-te, pois, da tua maldade e roga ao Senhor;
talvez te seja perdoado o intento do coração, pois vejo que estás
em fel de amargura e laço de iniquidade. Respondendo, porém,
Simão lhes pediu: Rogai vós por mim ao Senhor, para que nada do
que dissestes sobrevenha a mim” (Atos 8:20-24).

Após esses acontecimentos, a Igreja Primitiva decidiu começar a


obra missionária. Depois de jejuar e orar, eles ungiram a Barnabé
e a Saulo, entregando-os à vontade de Deus. Eles tiveram de
enfrentar poderes demoníacos, mas como a unção de Deus
estava sobre suas vidas, as trevas eram desmascaradas. Eles
discerniam claramente o trabalho do inimigo e, assim, podiam
neutralizá-lo e desfazer sua ação em nome do Senhor Jesus.

“Todavia, Saulo, também chamado Paulo, cheio do Espírito


Santo, fixando nele os olhos, disse: Ó filho do diabo, cheio
de todo o engano e de toda a malícia, inimigo de toda a
justiça, não cessarás de perverter os retos caminhos do
Senhor? Pois, agora, eis aí está sobre ti a mão do Senhor, e
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

ficarás cego, não vendo o sol por algum tempo. No mesmo


instante, caiu sobre ele névoa e escuridade, e, andando
à roda, procurava quem o guiasse pela mão. Então, o
procônsul, vendo o que sucedera, creu, maravilhado com a
doutrina do Senhor” (Atos 13:9-12).
39
3. A UNÇÃO NOS DÁ PAIXÃO PELAS ALMAS

Quando recebemos o poder de Deus em nossas


vidas, somos transformados em testemunhas
eficazes do Senhor Jesus Cristo.

O apóstolo Paulo tornou-se um dos pregadores mais audazes do


Cristianismo. Ele proclamava a salvação de Jesus Cristo com toda
a sua alma e consumia seu coração gemendo por aqueles que não
conheciam ao Senhor, clamando a Deus para que Ele estendesse
Sua misericórdia e os salvasse. Sua dedicação era tamanha, que
ele chegou a ponto de dizer, quando orou pelo povo de Israel:
“Pois eu até desejaria ser amaldiçoado e separado de Cristo por
amor de meus irmãos” (Romanos 9:3). Ele desejava profundamente
a salvação das pessoas e de sua nação, pois sentia paixão por
ganhar os perdidos.

Pense nisto: quantas pessoas poderiam ir para o inferno se você


deixasse de anunciar-lhes as boas-novas? Provavelmente, você
deseja que o Senhor faça de você um evangelista. Para ver a
resposta de sua oração, Deus precisa mudar o seu coração e você
deve ser consumido por uma paixão pela cidade onde vive e por sua
nação. O Senhor lhe dará estratégias para ganhar muitas pessoas
e lhe dará a unção para sair e pregar com poder. E quando eu falo
de poder, refiro-me ao fato de que a presença de Deus irá respaldá-
lo e milagres se manifestarão em sua vida em cada pregação que
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

você fizer.

40
4. PODEMOS GANHAR AS BATALHAS ATRAVÉS DA ORAÇÃO

Às vezes, quando oramos pelas almas perdidas, não o fazemos de


todo o nosso coração. O Senhor me ensinou que eu não deveria
apenas orar, mas sim promover uma verdadeira guerra espiritual,
lutando pela salvação das pessoas até que elas passem das trevas
para o Seu maravilhoso Reino.

Na época do avanço do Cristianismo, os apóstolos oraram,


dizendo: “Agora, Senhor, olha para as suas ameaças e concede
aos teus servos que anunciem com toda a intrepidez a tua palavra,
enquanto estendes a mão para fazer curas, sinais e prodígios por
intermédio do nome do teu santo Servo Jesus. Tendo eles orado,
tremeu o lugar onde estavam reunidos; todos ficaram cheios do
Espírito Santo e, com intrepidez, anunciavam a palavra de Deus”
(Atos 4:29-31).

5. DEUS SEMPRE NOS RESPALDA

Uma das experiências que marcaram o início da minha vida cristã foi
resultado da paixão que sempre senti pela salvação das almas. Por
causa dessa paixão, eu andava pelas ruas e pelos lugares públicos
testificando de Jesus para o maior número de pessoas possível.
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

Em certa ocasião, aproximei-me de um grupo de cinco pessoas,


entre as quais havia um leproso, e lhe entreguei um folheto, dizendo:

— Amigo, Cristo ama você e quer salvá-lo.


41
Aquele homem, com o coração endurecido, respondeu:
— Nem Deus pode curar a lepra.
Senti-me ofendido com aquelas palavras, e disse:
— Como você se atreve a falar assim? O próprio Jesus levou
as doenças sobre o Seu corpo na Cruz do Calvário e as
destruiu.

Mas aquele homem continuava afirmando que ninguém


poderia curar a sua doença. Cada vez que ele argumentava,
eu tentava dar a ele a resposta para o seu problema. As
pessoas que passavam por aquele lugar paravam, atraídas
pela discussão, e se interessavam em saber quem ganharia.
Naquele momento, pensei: Senhor, este homem está
mais duro do que o Faraó. Quebranta o seu coração, Pai.
Imediatamente, o leproso mudou de opinião e disse:

— Se o que você está dizendo é verdade, que o Senhor cura


a lepra e que vocês pregadores têm o poder de orar por
nós para que sejamos curados, ore por mim e me cure.

Embora tenha sentido, naquele momento, que minha fé estava


sendo provada, também senti um grande revestimento vindo
da parte de Deus, e respondi:

— Feche os olhos e repita comigo esta oração...

Em seguida impus as mãos sobre ele e, com autoridade,


repreendi aquele espírito imundo de lepra, ordenando que
soltasse a vida daquele homem em nome de Jesus.
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

Quando terminei de orar, o leproso começou a chorar e me


pediu perdão por ter sido tão duro e por ter falado daquela
maneira. Ele estava muito quebrantado. Quando se acalmou,
o homem disse:
42
— Senti que o poder de Deus me tocou e que a lepra foi
embora do meu corpo. Sei que estou curado.

O Senhor tinha curado completamente aquele homem da


lepra que o acometia.

Então, aproveitei o momento para desafiar as pessoas que


estavam presentes ali, dizendo:

— A lepra espiritual é pior do que a lepra física, mas Jesus


tem o poder de limpar ambas.

Naquele dia, duzentas pessoas aceitaram a Jesus em seus


corações.

CONCLUSÃO

Todo aquele que deseja fazer a obra de Deus


deve receber o respaldo da igreja e a unção
de Deus em sua vida para ter discernimento e
autoridade para enfrentar qualquer oposição
que possa encontrar no caminho. Quando
recebemos o poder de Deus, não apenas somos
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

capazes de discernir os poderes demoníacos,


mas nos transformamos em testemunhas
eficazes do Senhor Jesus Cristo.

43
QUESTIONÁRIO 3
O PODER DA EVANGELIZAÇÃO

1. Além da preparação teológica, que outro componente é


importante para a realização da obra de Deus com sucesso?

_____________________________________________________.

2. Por que devo fazer uma verdadeira guerra espiritual?

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

______________________________________________________.

3. Por que é preciso ter o respaldo da Igreja para evangelizar?

_______________________________________________________

_______________________________________________________
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

44 ______________________________________________________.
4. Para que serve a unção?

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

______________________________________________________.

5. Há diferença entre pregar segundo as nossas próprias forças


e pregar pelo poder de Deus? Justifique sua resposta com um
fundamento bíblico.

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

______________________________________________________.

6. Você sente paixão por orar por sua célula, por seu bairro, cidade
ou nação? Faz isso diariamente?
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

______________________________________________________. 45
7. Escreva e memorize Atos 1:8.

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

______________________________________________________.
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

46
A EFICÁCIA DA
EVANGELIZAÇÃO
Referência Bíblica

“Muitos samaritanos daquela cidade


creram nele, em virtude do testemunho da
mulher, que anunciara: Ele me disse tudo
quanto tenho feito” (João 4:39).

47
4
L ição
4
Objetivos
A EFICÁCIA DA EVANGELIZAÇÃO

1. Pregar o Evangelho sem fazer acepção de pessoas.

2. Praticar a humildade e o serviço dentro do processo


evangelístico.

3. Aprender alguns parâmetros bíblicos de evangelismo por


intermédio do exemplo de Jesus.

INTRODUÇÃO
Jesus mostrou aos crentes como evangelizar de maneira eficaz.
Um dos exemplos deixados por Ele que devemos seguir é Sua
experiência com a mulher samaritana, relatada em João 4:1-42.

Naquela época, as rixas e os ressentimentos que existiam


entre judeus e samaritanos eram muito fortes. Os judeus viam
os samaritanos como impuros, por causa da mestiçagem que
tiveram com os babilônicos. Por isso, os judeus não transitavam
por suas cidades nem os cumprimentavam. Mas o Senhor
Jesus Cristo decidiu fazer o que nenhum judeu se atrevera:
atravessar a cidade de Samaria, ensinando-lhes que o valor
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

de uma alma está acima de todo e qualquer prejuízo racial ou


social. Paulo disse: “... de ambos fez um e destruiu a barreira,
o muro de inimizade” (Efésios 2:14, NVI). Em outra ocasião, o
Senhor Jesus afirmou: “Porque o Filho do Homem veio salvar o
48 que estava perdido” (Mateus 18:11).
Jesus não tinha preconceito em se aproximar
das pessoas que eram desprezadas pelo
restante do povo. Ele demonstrou isso
claramente quando deixou Seu trono de glória
para assumir a forma humana, vindo a este
mundo e colocando-se no mesmo nível do ser
humano, por amor àqueles que não tinham
esperança de salvação.

A ESTRATÉGIA DO GANHAR

49
1. QUEBRANDO O GELO

A primeira impressão que uma pessoa tem de outra determinará se


ela se abrirá para o diálogo ou não. Geralmente, é uma questão de
segundos. Os judeus acreditavam ser superiores aos samaritanos.
Entretanto, em um ato de humildade, Jesus disse a uma mulher
samaritana: “Dá-me de beber.” Para ela, foi uma grande surpresa,
pois qualquer samaritano sabia qual era o conceito que os judeus
tinham deles. Incomodada, ela respondeu: “Como, sendo tu judeu,
pedes de beber a mim, que sou mulher samaritana (porque os
judeus não se dão com os samaritanos)?” (João 4:9). O apóstolo
Paulo disse: “Porque, sendo livre de todos, fiz-me escravo de todos,
a fim de ganhar o maior número possível” (1 Coríntios 9:19).

A samaritana pensou que Jesus tivesse sede de água, mas na


verdade Jesus tinha sede por salvar vidas. O que Jesus estava
dizendo à mulher nesse diálogo era, em outras palavras: “Se
puderes crer em mim, toda sede será dissipada; se me deres da
tua água, eu te darei da minha; se me entregares a tua vida, eu te
entregarei a minha.” Ele disse: “Quem crer em mim, como diz a
Escritura, do seu interior fluirão rios de água viva. Isto ele disse com
respeito ao Espírito que haviam de receber os que nele cressem...”
(João 7:38-39).

2. PRINCÍPIOS DO EVANGELISMO
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

Tudo o que aconteceu na vida de Jesus tinha o objetivo de nos dar


uma grande lição. E com o relato da mulher samaritana, o Senhor
nos mostrou que devemos considerar os seguintes pontos ao
50 realizar a obra do evangelismo:
A. Fazer com que todas as pessoas se sintam importantes

Analisemos o contexto no qual Jesus pediu água àquela


mulher. Ele, judeu; ela, uma mulher samaritana. No meio
dos dois, uma barreira construída por anos de tradição. Isso
comoveu grandemente a mente daquela mulher, pois um
judeu estava lhe pedindo um favor, sendo que os judeus em
geral acreditavam ser superiores aos samaritanos, o que não
permitia que se dobrassem diante de um samaritano. Essa
atitude fez ela se sentir valorizada, uma pessoa importante.
Podemos observar que com essa atitude, Jesus não estava
dizendo quão grande Ele era, mas quão importante ela era.
Fazer os outros se sentirem importantes é um dos aspectos
fundamentais no evangelismo.

B. Despertar a curiosidade

Quando compartilhamos o Evangelho, devemos despertar nas


pessoas o desejo de receber mais da Palavra de Deus. Não
podemos querer pregar tudo o que sabemos de uma vez, mas
apresentar princípios simples que possam ser assimilados.

A mensagem que Pedro pregou na casa de Cornélio durou


aproximadamente um minuto e meio, porque o Espírito Santo
o interrompeu, dizendo: “Eles já receberam o suficiente para
experimentar a Salvação.” A Bíblia diz: “Ainda Pedro falava
estas coisas quando caiu o Espírito Santo sobre todos os que
ouviam a palavra” (Atos 10:44). Jesus despertou a curiosidade
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

e a expectativa daquela mulher: “Se você conhecesse o dom


de Deus e quem lhe está pedindo água, você lhe teria pedido
e ele lhe teria dado água viva” (João 4:10, NVI). Em outras
palavras: “Eu tenho algo muito melhor que o que há nesse
poço.” Isso causou curiosidade na mulher, que disse: “Acaso o 51
senhor é maior do que o nosso pai Jacó, que nos deu o poço,
do qual ele mesmo bebeu, bem como seus filhos e seu gado?”
(João 4:12, NVI).

C. Suprir a necessidade

“Afirmou-lhe Jesus: Quem beber desta água tornará a ter


sede; aquele, porém, que beber da água que eu lhe der nunca
mais terá sede; pelo contrário, a água que eu lhe der será nele
uma fonte a jorrar para a vida eterna” (João 4:13-14). Jesus
fez a mulher ver que todas as respostas às suas necessidades
estavam Nele. Ele não a enviou a uma sinagoga judaica, mas
disse-lhe: “Eu sou a fonte de água viva.” O Senhor fez um
convite similar a esse aos judeus que estavam presentes na
Festa dos Tabernáculos: “No último dia, o grande dia da festa,
levantou-se Jesus e exclamou: Se alguém tem sede, venha
a mim e beba. Quem crer em mim, como diz a Escritura, do
seu interior fluirão rios de água viva” (João 7:37-38). “Disse-lhe
a mulher: Senhor, dá-me dessa água para que eu não mais
tenha sede, nem precise vir aqui buscá-la” (João 4:15).

3. PRINCÍPIOS QUE O SENHOR APRESENTOU À SAMARITANA


Deus: Aquela mulher bebia da fonte incorreta, que é a fonte
que uma religião tradicional pode oferecer acerca de Deus.
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

O que se recebe dura muito pouco, por isso as pessoas


precisam continuar voltando para alimentar continuamente a
sua religiosidade. Mas Jesus nos oferece a fonte correta: se
bebermos dela, não seremos escravos das tradições.

52
Salvação: Ela soube que Jesus é a fonte da vida, mas precisava
tomar uma decisão pessoal. Toda pessoa que é confrontada
pela Palavra sofre uma batalha em sua mente por causa
dos argumentos, tradições, conflitos internos e experiências
do passado. Mas Jesus tem a resposta correta para cada
argumento. Se bebermos da água que Jesus nos oferece,
nunca mais teremos sede.

Família: “Disse-lhe Jesus: Vai, chama teu marido e vem cá”


(João 4:16). Desde o primeiro momento da Criação, Deus
mostrou uma preocupação pela família, pois viu que o homem
estava só e decidiu criar uma companheira para ele. Depois,
chamou ambos e os abençoou como um casal. Quando o
Senhor disse à samaritana para chamar seu marido, não o fez
para envergonhá-la, mas para estabelecer um precedente: o
chamado inclui também o cônjuge e os filhos. “Crê no Senhor
Jesus e serás salvo, tu e tua casa” (Atos 16:31).

Adoração: A mulher tinha uma dúvida: ela queria saber em


que lugar deveria adorar a Deus. Na verdade, era como se ela
perguntasse: “Qual é a religião verdadeira?” Jesus respondeu
da forma mais simples: “Mas vem a hora e já chegou, em
que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e
em verdade; porque são estes que o Pai procura para seus
adoradores. Deus é espírito; e importa que os seus adoradores
o adorem em espírito e em verdade” (João 4:23-24).
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

A palavra “espírito” vem do grego pneuma, que


significa “vento .” E assim como o vento está em
todo lugar, Deus e a Sua presença estão em
todos os lugares. Portanto, podemos adorá-lo
onde quer que estejamos.
53
4. ATITUDES DA SAMARITANA
1. Sentiu-se confrontada. Ela tentou encobrir o seu pecado
quando o Senhor lhe disse para chamar seu marido, e ela
respondeu que não tinha nenhum. Mas o Senhor lhe lembrou
de que ela havia tido cinco maridos e que, naquele momento, o
homem com quem estava não era seu marido. Assim, fez com
que a mulher enxergasse o pecado do adultério que abrigava,
a vida desordenada na qual vivia, e que era preciso que se
arrependesse genuinamente para colocar ordem em sua vida.
Um genuíno arrependimento leva à restituição. Depois de sua
conversão, Zaqueu pôs seus bens diante do Senhor e lhe
disse: “Entrementes, Zaqueu se levantou e disse ao Senhor:
Senhor, resolvo dar aos pobres a metade dos meus bens; e, se
nalguma coisa tenho defraudado alguém, restituo quatro vezes
mais. Então, Jesus lhe disse: Hoje, houve salvação nesta casa,
pois que também este é filho de Abraão” (Lucas 19:8-9).

2. Creu em Jesus. Aquela mulher estava admirada ao ver que


Jesus era o Messias esperado. Logo após seu encontro com
Cristo, ela espalhou a notícia por toda a cidade, diferentemente
dos líderes espirituais de Israel, que resistiram em aceitar que
Jesus era o Messias e promoveram uma grande perseguição
contra Ele. O apóstolo João disse: “Veio para o que era seu, e
os seus não o receberam. Mas, a todos quantos o receberam,
deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos
que creem no seu nome” (João 1:11-12).
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

3. Deixou seu cântaro. O cântaro representa sua antiga maneira


de viver. Paulo disse: “E, assim, se alguém está em Cristo, é
nova criatura; as coisas antigas já passaram; eis que se fizeram
novas” (2 Coríntios 5:17). Essa mudança de vida deve ser
imediata e deve produzir frutos dignos de arrependimento.
54
4. Testificou a outros sobre Jesus: Aquela mulher foi à cidade
de Samaria e disse: “Encontrei um homem que me disse tudo
o que eu tenho sido.” Por causa de seu testemunho, toda
Samaria foi a Jesus Cristo e creu Nele.

CONCLUSÃO

Ao longo dos tempos, a obra mais eficaz de


evangelização continua sendo o evangelismo
pessoal,de pessoa a pessoa.Jesus estava rodeado
de multidões, mas buscou a oportunidade de ter
um contato pessoal com a samaritana. Através
do contato pessoal, devemos buscar o momento
oportuno para compartilhar de Deus.

A ESTRATÉGIA DO GANHAR

55
QUESTIONÁRIO 4
A EFICÁCIA DA EVANGELIZAÇÃO

1. Mencione as atitudes da samaritana ao ouvir Jesus.

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

______________________________________________________.

2. Ordene os seguintes princípios de acordo com a forma como


Jesus os abordou em seu diálogo com a samaritana.

– Adoração. ( ).
– Família. ( ).

– Salvação. ( ).

– Deus. ( ).

3. Marque falso (F) ou verdadeiro (V), conforme o caso:

– Não podemos adorar a Deus, pois Ele não está em todos os


lugares ( )
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

– O valor de uma alma está acima de todo preconceito racial ou


social ( )

– Devemos pregar para as pessoas tudo o que sabemos de


56 uma vez ( )
– Devemos fazer todas as pessoas se sentirem importantes ( )

– O chamado de Deus não inclui o cônjuge e os filhos ( )

4. Quais são as suas estratégias para despertar a curiosidade


das pessoas a fim de que desejem conhecer mais a Jesus?
Descreva uma delas.
____________________________________________________

____________________________________________________

____________________________________________________

____________________________________________________.

5. Por que devemos fazer as pessoas se sentirem importantes?


Justifique sua resposta com um fundamento bíblico.

_______________________________________________________
_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

_______________________________________________________

______________________________________________________.

57
UNÇÃO PARA
GANHAR
Referência Bíblica

“Certo dia, passou Eliseu por Suném,


onde se achava uma mulher rica, a qual
o constrangeu a comer pão. Daí, todas as
vezes que passava por lá, entrava para
comer” (2 Reis 4:8).

59
5
L I Ç Ã O
5
Objetivos
UNÇÃO PARA GANHAR

1. Entender plenamente o desafio que envolve ganhar uma


alma.

2. Entender que a compaixão é um dos motivadores daquele


que é um ganhador de almas.

3. Reconhecer a necessidade e o poder da oração na obra


evangelística.

4. Reconhecer os princípios fundamentais de um ganhador


de almas.

INTRODUÇÃO

Eliseu recebeu uma porção dobrada da unção que estava


sobre Elias. Quando ele falava, sua palavra era expressa
com autoridade e poder. Mesmo sendo uma pessoa muito
importante, a mulher sunamita reconheceu a unção que havia
sobre o profeta e lhe abriu as portas de sua casa, preparando
um quarto para que ele pudesse descansar. Ela fez tudo isso
sem qualquer interesse, porém, o profeta quis retribuir sua
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

amabilidade. Quando soube que a sunamita não tinha filhos,


Eliseu deu-lhe a promessa da parte de Deus de que em um
ano ela teria um filho. E assim aconteceu. Contudo, quando o
menino tinha doze anos, ficou doente e morreu.
60
1. O GANHADOR DE ALMAS DEVE CONHECER O QUE ESTÁ ENFRENTANDO

Aquela mulher ficou extremamente aflita pela morte do filho, mas


com determinação, decidiu ir até o profeta em busca de uma
resposta para a situação. Ela foi capaz de discernir que o criado de
Eliseu não tinha a mesma medida de fé que o profeta. Embora Geazi
tivesse feito o que Eliseu havia ordenado, não obteve respostas.
Então, a mulher foi diretamente até o profeta e se agarrou a ele
até obter uma resposta afirmativa do servo de Deus. Jesus disse:
“O discípulo não está acima do seu mestre, nem o servo, acima
do seu senhor. Basta ao discípulo ser como o seu mestre, e ao
servo, como o seu senhor. Se chamaram Belzebu ao dono da casa,
quanto mais aos seus domésticos?” (Mateus 10:24-25).

“Tendo o profeta chegado à casa, eis que o menino estava morto


sobre a cama” (2 Reis 4:32). Eliseu percebeu a situação que
enfrentava, pois sabia que o menino não estava dormindo, mas
já estava morto. Por conseguinte, ele deveria orar com uma fé
determinante.

Acredito que todo ganhador de almas deve confrontar as pessoas


com sua condição espiritual e fazer com que vejam que não estão
adormecidas, mas sim mortas em seus delitos e pecados, e que o
único que poderá fazê-las reviver é o Senhor Jesus, que deu a vida
por elas.

No dia em que minha família e eu sofremos um atentado, recebi


A ESTRATÉGIA DO GANHAR

cinco tiros em meu corpo. Embora aquilo tenha sido um decreto


de morte para mim, a fé da minha esposa foi determinante para
que eu voltasse à vida. Claudia me pegou pelo braço e, com voz
de autoridade, disse-me: “César, não morra!” Pude ouvir sua voz
ao longe, e ouvi outra voz que me dizia: “Você acha que vai morrer
61
ou se salvar?” Tudo dependeu da minha resposta. Graças a Deus,
respondi afirmativamente, e Deus prolongou a Sua misericórdia
concedendo-me a vida.

Tenho absoluta certeza de que se minha esposa não tivesse se


colocado na brecha e lutado aquela guerra pela minha vida, minha
carreira teria acabado ali.

Da mesma forma, não devemos nos desmotivar ou desfalecer


diante da situação daqueles que decidiram viver distanciados de
Deus, nem nos queixarmos ao ver como os pecadores prosperam
e mantêm seu coração endurecido. Ao contrário, devemos nos
esforçar e diligentemente levar as boas-novas de salvação a todas
as pessoas que Deus colocar em nosso caminho. Deus usará a
palavra de nossa pregação para fazer com que a mensagem
penetre e deixe uma marca em seu coração.

O Senhor não quer que saiamos por aí para ganhar os pecadores


com a incredulidade de Geazi, que deixou que a frieza do cadáver
o confundisse e não soube o que fazer com o bordão de Eliseu.
Não devemos permitir que o tamanho do pecado das pessoas nos
assuste ou nos deixe perplexos sem saber como usar o bordão da
autoridade. Devemos marchar, como bons soldados de Cristo, com
a mesma fé de Eliseu, que soube exatamente o que tinha que fazer
porque ouviu a voz do seu Deus.
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

2. O PODER DA COMPAIXÃO

“Tu, pois, filho meu, fortifica-te na graça que está em Cristo


62 Jesus. E o que de minha parte ouviste através de muitas
testemunhas, isso mesmo transmite a homens fiéis e
também idôneos para instruir a outros” (2 Timóteo 2:1-2).

Eliseu foi discipulado pelo profeta Elias. Este lhe contou como
ressuscitara o filho de uma viúva, como o carregara até o seu
quarto, e como o havia colocado em seu colo e orado a Deus
pedindo um milagre. No caso da sunamita, seu filho estava morto
no quarto, porém, sem qualquer dúvida, Eliseu foi capaz de
entender que em cada situação Deus age de uma forma diferente.
E aquilo que funcionara para Elias, não significava que funcionaria
com ele. Eliseu sabia que o princípio era o mesmo, e que se Elias
ressuscitara o filho da viúva, ele também poderia ressuscitar o filho
da sunamita, mas decidiu elaborar seu próprio método.

Ele ordenou que Geazi colocasse seu bordão sobre o rosto do


menino. Aquele bordão simboliza o ensinamento que um pastor
dá ao seu discípulo sem nenhuma unção, enviando-o em seguida
para transmiti-lo a outros. Mas quando o ensino não foi ministrado
com unção, ele não tem efeito algum. O “bordão” acaba se
transformando em algo impessoal e externo e, portanto, não
terá poder. Da mesma forma, os ensinamentos que só chegam
à nossa mente e não alcançam o nosso coração não terão força;
serão como um bordão sobre o rosto de uma pessoa. Por outro
lado, quando o ensinamento chega ao coração e se torna parte de
cada um de nós, alcançamos uma grande compaixão por salvar
os perdidos, dispondo-nos a clamar com todo o nosso ser pela
sua redenção. É por isso que algumas pessoas que já escutaram
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

belíssimas pregações em auditórios muito bonitos não se sentem


motivadas a voltar, porque a mensagem foi como se tivessem
colocado um bordão sobre o seu rosto, o qual não tinha poder
para lhes dar vida.
63
Deus deseja que brote dos nossos corações
uma profunda compaixão por aqueles que
ainda não são salvos, permitindo que o Espírito
Santo inspire Sua Palavra de vida em nosso
interior, para que quando a proclamemos, as
pessoas possam ouvir a voz do Senhor, dizendo:
“Desperta, ó tu que dormes, levanta-te de entre
os mortos, e Cristo te iluminará” (Efésios 5:14).

3. DEVEMOS USAR O SENSO COMUM

Eliseu não se sentiu frustrado quando seu método não funcionou.


Ao contrário, decidiu testar outra maneira. Geralmente, o ser
humano se agarra aos hábitos e acaba sendo difícil arriscar qualquer
mudança.

Há alguns anos, convidamos um casal para ministrar um culto de


milagres em Bogotá. Eles treinaram um grupo de pastores e depois
impuseram as mãos sobre eles. Em seguida, disseram que no dia
da reunião de milagres Deus os usaria, porque aqueles pastores já
tinham recebido a unção. Aquela reunião foi como se Geazi tivesse
colocado o bordão no rosto das pessoas; eu via as pessoas saindo
derrotadas e sem esperanças. Antes de realizar o culto seguinte,
tive de falar com aquele casal, e disse-lhes: “Não é preciso que as
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

pessoas que receberam treinamento orem pelos outros, pois elas


só podem ativar a fé através de vocês, já que toda expectativa do
evento nasceu pela maneira como Deus os usa. Precisamos que
vocês iniciem o culto orando, vocês mesmos, pelos doentes. O
64 ambiente foi preparado durante todo este ano com jejum e oração,
e estamos certos de que Deus se moverá através de suas vidas.”
Foi difícil para eles ter de mudar seu esquema de ministração, mas
eles concordaram em fazer isso e o culto tomou outra dimensão.
Quando eles começaram a orar pelas pessoas, isso liberou a fé
delas e os milagres aconteceram de forma extraordinária.

4. DEVEMOS CONQUISTAR TODAS AS COISAS EM NOSSO LUGAR DE ORAÇÃO

“Então, entrou, fechou a porta sobre eles ambos e orou


ao Senhor” (2 Reis 4:33).

O profeta assumiu de forma pessoal o motivo da aflição daquela


família e fez dela sua carga de oração. Eliseu estava determinado a
receber de Deus a revelação do modo mais eficaz de interceder por
aquela situação. Ele estava disposto a fazer o que fosse preciso,
confiante de que o menino voltaria à vida. A amabilidade daquela
mulher para com ele no passado era um argumento poderoso a
favor dela no mundo espiritual, tanto que o profeta se ofereceu para
ajudá-la intercedendo em seu favor perante o rei.

Naquela ocasião, Eliseu sabia qual era a necessidade da mulher.


Ela pediu a ele que intercedesse, não perante o rei, mas diante
do próprio Deus, para que Ele estendesse Sua misericórdia e seu
filho voltasse a viver. Por esse motivo, o profeta sabia que, quando
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

pedimos a Deus em nosso lugar secreto de oração, receberemos


nossa recompensa em público (Mateus 6:6). Ele estava decidido
a crer que Deus lhe responderia rapidamente. O cadáver estava
justamente deitado em sua cama e ele sabia que não poderia ser
indiferente diante da situação. O profeta não ia deitar sabendo que 65
havia uma pessoa morta ao seu lado. Ele sabia que deveria ficar
velando em oração até que um milagre acontecesse.

“Quero, portanto, que os varões orem em todo


lugar, levantando mãos santas, sem ira e sem
animosidade” (1 Timóteo 2:8).

5. DEVEMOS TRANSMITIR VIDA ATRAVÉS DA ORAÇÃO

“Subiu à cama, deitou-se sobre o menino” (2 Reis 4:34).

Eliseu colocou toda a sua fé em ação e decidiu unir seu corpo com
o cadáver do menino. Ele juntou seus olhos, sua boca e suas mãos
com as do pequeno para que o corpo fosse aquecido e recobrasse
a vida. Anos depois, o Senhor levou o profeta Ezequiel em uma
visão por um vale cheio de ossos secos e lhe perguntou: “Filho do
homem, acaso, poderão reviver estes ossos?” E ele respondeu:
‘Senhor, Deus, tu o sabes’. Disse-me ele: ‘Profetiza a estes ossos e
dize-lhes: Ossos secos, ouvi a palavra do Senhor’” (Ezequiel 37:3-4).

Ezequiel teve de criar toda uma atmosfera profética para que os


ossos secos pudessem viver, os quais representavam a casa de
Israel. De forma similar, encontramo-nos diante da mortalidade
espiritual das pessoas da nossa cidade e da nossa nação, sem
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

saber como poderemos transmitir-lhes vida.

Deus quer que tomemos posse da necessidade espiritual da nossa


cidade e que levantemos uma nuvem de oração em favor dela;
66 que oremos por seus habitantes e juntemos nossa Visão à visão
deles, nossos lábios aos lábios deles e nossas mãos às suas mãos,
confiando que o Senhor usará essa medida de fé para lhes dar vida.
Eliseu estava decidido em seu espírito a fazer a criança deixar seu
estado de cadáver e voltar à vida. O que o profeta fez é o que nós
devemos fazer para trazer a vida àqueles que estão afastados de
Deus.

“Conjuro-te, perante Deus e Cristo Jesus, que há de


julgar vivos e mortos, pela sua manifestação e pelo
seu reino: prega a palavra, insta, quer seja oportuno,
quer não, corrige, repreende, exorta com toda a
longanimidade e doutrina” (2 Timóteo 4:1-2).

6. PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS DO GANHADOR DE ALMAS


Contato pessoal: esse contato pode começar por intermédio
de uma visita. Ela nos dará a oportunidade de derrubar os
argumentos que as pessoas possam ter. Assim, se sentirão
aquecidas pela visita e sentirão a presença de Deus operando
em suas vidas. Eliseu decidiu entrar em contato com o corpo
inerte do menino, que já estava gelado por causa da morte.
Paulo disse: “Mas aquele que se une ao Senhor é um espírito
com ele” (1 Coríntios 6:17). O contato do profeta com o corpo
do menino fez com que o espírito de vida de Eliseu fosse o
instrumento utilizado por Deus para fazer aquela criança reviver.
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

Visualização: as pessoas que não conhecem a Deus,


geralmente, não têm visão. Refiro-me à visão espiritual. É
provável que tenham muita perspectiva para ganhar dinheiro
ou para os negócios, mas estão mortas espiritualmente e 67
não sabem nada acerca da visão espiritual. Através da nossa
Visão, ajudaremos essas pessoas a sentirem que também
podem fazer parte dela, que é uma estratégia simples e que
se torna a ferramenta de Deus para que realizemos a grande
comissão: “Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações”
(Mateus 28:19).

Pureza de lábios: os lábios do profeta Eliseu foram santificados


pela presença de Deus e, ao serem unidos com os da criança,
ele não só estava cancelando qualquer palavra incorreta
que tivesse dito, mas também estava colocando uma nova
linguagem na boca do filho da sunamita. Ao ter esse tempo
de contato com aqueles a quem queremos dar vida, devemos
ensiná-los a falar a linguagem da fé.

Unção: A unção dada por meio da imposição de mãos é como


uma pequena chama, que não podemos deixar apagar. É de
suma importância alimentá-la diariamente para que se torne
cada vez mais intensa. Josué, sucessor de Moisés, foi cheio do
espírito de sabedoria, porque Moisés havia imposto suas mãos
sobre ele (ver Deuteronômio 34:9).

Perseverar em oração: “Então, se levantou, e andou no quarto


uma vez de lá para cá” (2 Reis 4:35). Embora o corpo do menino
já tivesse se aquecido, os sintomas de vida ainda não haviam
se manifestado.

Em momentos como esse, a batalha no mundo espiritual se


torna muito intensa, pois o inimigo tenta semear a semente da
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

dúvida. Depois de que Jesus amaldiçoou a figueira e ela secou,


Ele disse aos seus discípulos: “Tende fé em Deus; porque
em verdade vos afirmo que, se alguém disser a este monte:
Ergue-te e lança-te no mar, e não duvidar no seu coração,
68 mas crer que se fará o que diz, assim será com ele” (Marcos
11:22-23). O Senhor usou a história da figueira para ensinar
aos Seus discípulos que a fé pode cumprir seu propósito se
conseguirmos perseverar em oração, sem permitir a dúvida
dentro de nós. Não podemos agir como Pedro, que em um
momento sentiu que tinha toda a fé do mundo para caminhar
sobre as águas, mas ao ver as ondas e os ventos fortes, sua fé
esmoreceu e ele começou a afundar tão rápido que teve que
clamar por misericórdia, sendo repreendido pelo Senhor por
sua falta de fé (Mateus 14:28-31).

7. UMA NOVA APROXIMAÇÃO

“... e tornou a subir, e se estendeu sobre o menino” (2 Reis 4:35).

Muitas vezes, na primeira visita, não é possível alcançar todo o


objetivo com aqueles que queremos ganhar, mesmo que a reunião
tenha sido muito agradável e as pessoas se mostrem muito
receptivas. Com essa primeira aproximação, talvez tenhamos
conseguido fazer somente com que seus corpos se aquecessem,
que despertassem ao conhecer as bênçãos que Deus tem para
eles. Durante os dias seguintes, devemos manter o espírito de
oração a favor deles e nos preparar para uma segunda visita, onde
possamos repetir o processo: contato pessoal, visualização, pureza
de lábios e unção.
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

TESTEMUNHAS DO MILAGRE: “... este espirrou sete vezes e


abriu os olhos” (2 Reis 4:35). O primeiro sinal de vida do menino
foram esses sete espirros. Sabemos que o número sete fala da
perfeição, assim os sete espirros foram um sinal dado por Deus
69
de como o espírito de morte tinha saído totalmente do menino.
Depois disso, ele abriu os olhos e pôde ver. Deus restaurou
sua vida e sua visão. A obra de Deus sempre é perfeita: se
Ele devolve a vida, também reabilita a visão, pois sem visão
o povo perece. Ele também está interessado em que o povo
tenha visão. Ela os manterá ativos e lutando para engrandecer
o Reino de Deus.

CONCLUSÃO

Cada um de nós deve decidir entre levar a


mensagem com a unção e a autoridade
de Eliseu ou com a fria indiferença de Geazi.
Também devemos propor em nossos corações
sermos reprodutores de vida e nos colocarmos
na brecha em favor daqueles que não
conhecem a verdade, crendo que por meio da
nossa intercessão Deus estenderá a eles a Sua
misericórdia.
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

70
QUESTIONÁRIO 5
UNÇÃO PARA GANHAR
1. Responda as seguintes perguntas com SIM ou NÃO. Seja o mais
sincero possível.

– Você tem uma fé determinante, que em momentos cruciais o


levou a liberar o poder de Deus que há em sua vida? Ou seja,
você age conforme a sua fé? _______

– Você dedica um tempo em seu lugar secreto para buscar a


presença de Deus? _______

– Você é obediente quando o Senhor lhe pede para mudar sua


forma de ministrar? _______

– Você assume o fardo por outras pessoas em oração como se


fosse seu? _______

2. Complete:

- O profeta __________________ que quando pedimos


_____________ em nosso lugar, ________________, teremos
recompensa em público (Mateus 6:6).
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

- Para conseguir que Deus dê ______________________________

a alguém que está _________________ por causa de

sua ________________ é preciso que mantenhamos

________________ nosso nível de ________________. 71


3. Por que é importante ter pureza de lábios para ganhar muitas
almas?

_______________________________________________________
_______________________________________________________

_______________________________________________________

______________________________________________________.

4. O que Deus quer que façamos por nossa cidade?

_______________________________________________________
_______________________________________________________

_____________________________________________________.

5. A unção transmitida pela imposição de mãos se assemelha a


quê? E o que devemos fazer com ela?
_______________________________________________________
_______________________________________________________

______________________________________________________.

6. Você pede ao Senhor para lhe revelar a maneira mais eficaz de


interceder por uma situação pela qual alguém lhe pediu para
orar? Se a resposta for afirmativa, conte como Deus o respalda
quando você intercede pelas necessidades das pessoas.
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

_______________________________________________________
_______________________________________________________

72 ______________________________________________________.
COMPAIXÃO
Referência Bíblica

“Certo samaritano, que seguia o seu caminho,


passou-lhe perto e, vendo-o, compadeceu-se dele. E,
chegando-se, pensou-lhe os ferimentos, aplicando-
lhes óleo e vinho; e, colocando-o sobre o seu próprio
animal, levou-o para uma hospedaria e tratou dele.
No dia seguinte, tirou dois denários e os entregou ao
hospedeiro, dizendo: ‘Cuida deste homem, e, se alguma
coisa gastares a mais, eu to indenizarei quando voltar’”
(Lucas 10:33-35).

73
6
L I Ç Ã O
6
Objetivos
COMPAIXÃO

1. Ter compaixão por aqueles que não conhecem ao Senhor


como a motivação principal para realizar a obra de Cristo.

2. Ajudar os outros, conduzindo-os no processo de cura


interior.

3. Saber aplicar o Sangue de Cristo e o poder consolador do


Espírito Santo corretamente, em cada situação necessária.

INTRODUÇÃO

“Eis que lhe trarei a ela saúde e cura e os sararei;


e lhes revelarei abundância de paz e segurança”
(Jeremias 33:6).

A cura de Deus só pode ser conhecida pelos homens por


intermédio dos Seus servos. Por isso, a maior motivação de
Jesus para formar sua equipe de 12 foi a compaixão.

Motivado pela compaixão, Jesus ministrava e consolidava as


pessoas que se aproximavam e que viviam como ovelhas sem
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

pastor. Por causa da multidão de pessoas que necessitavam


do Seu toque, Ele instruiu Seus discípulos a orarem ao Senhor
da seara para que enviasse trabalhadores, pois como a Palavra
diz: “A seara, na verdade, é grande, mas os trabalhadores são
poucos” (Mateus 9:37).
74
A parábola narrada em Lucas 10:33-35 apresenta uma das
melhores descrições da condição em que vivem aqueles que estão
distanciados de Deus. Satanás, que foi chamado pelo próprio
Senhor de “ladrão”, vem para roubar, matar e destruir (ver João
10:10). As pessoas que caem nas suas garras ficam como o
homem dessa história: despojados de tudo o que conseguiram ao
longo da vida. Em um só instante, o diabo rouba tudo o que eles
têm, inclusive sua fé, deixando-os abandonados e quase mortos no
caminho. Essa é a condição em que muitas pessoas se encontram,
pois elas já se acostumaram a viver suportando as próprias feridas.
Mas Deus vê a condição espiritual na qual o Seu povo se encontra,
por isso Ele promete:

A ESTRATÉGIA DO GANHAR

75
1. CURA PARA AS FERIDAS EMOCIONAIS

“Porque assim diz o Senhor: Teu mal é incurável, a tua


chaga é dolorosa. Não há quem defenda a tua causa;
para a tua ferida não tens remédios nem emplasto”
(Jeremias 30:12-13).

Quando uma pessoa se fere, imediatamente precisa passar um


antisséptico sobre a ferida para evitar qualquer infecção. E assim
como acontece na vida física, ocorre também na vida espiritual.
Do mesmo modo que uma ferida física que não for tratada
adequadamente produzirá uma infecção, uma ferida espiritual ou
emocional que não receber a cura divina causará males na alma:
amargura, ódio, vingança, depressão, solidão, tristeza e outras
consequências.

“Eis que lhe trarei a ela saúde e cura e os sararei; e lhes


revelarei abundância de paz e segurança” (Jeremias 33:6).

Uma das estratégias do inimigo é entrar de forma muito sutil na vida


das pessoas e, silenciosamente, ganhar terreno até obter o total
controle sobre elas. Frequentemente, as feridas que mais perturbam
o ser humano são aquelas causadas por quem mais nos amam: o
cônjuge, os filhos, os pais ou os irmãos. Satanás quer roubar a
nossa felicidade, assaltar a nossa esperança e destruir os nossos
sonhos. Assim, ele diminui as nossas forças e nos deixa sem ânimo
para enfrentar a pressão das emoções feridas. É nesse momento
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

que baixamos a guarda, aceitamos a derrota e começamos a


acreditar que o fracasso faz parte da nossa vida. Mas precisamos
entender que isso não é verdade.

76
O propósito divino para nós é que vivamos em
completa paz, livres de todo tipo de opressão.

Quando Deus nos criou, Ele nos fez seres integrais, com espírito,
alma e corpo. Na alma residem a mente, as emoções e a vontade. É
nela que o ser humano se apresenta em toda a sua totalidade e onde
estão os seus maiores tesouros, como sua capacidade de amar, de
sentir e de decidir. O Senhor nos dotou de forma individual, Ele nos
deu autoestima e um valor especial que nos torna únicos. Por essa
razão, devemos cuidar da nossa alma com todas as nossas forças,
pois o inimigo tentará chegar a ela por meio das pessoas mais
próximas de nós, aquelas por quem temos maior carinho. Ele usará
as palavras dessas pessoas não apenas para ferir nossa estima,
mas em muitas ocasiões também tentará destruí-la.

2. LIBERTAÇÃO DA INFELICIDADE

Certa ocasião, minha esposa e eu aconselhávamos um casal


com poucos anos de casamento. A jovem nascera com muitos
privilégios econômicos e teve pais que sempre lhe deram tudo o
que ela desejou. Entretanto, isso não a fazia feliz e ela raramente
sorria; tudo lhe parecia monótono e entediante. Era como se ela
tivesse uma marca em suas emoções que dizia “infeliz.” Seus pais
lhe diziam repetidamente que ela era uma pessoa muito triste, e ela
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

acabou acreditando nisso. Em sua juventude, conheceu um jovem


com o qual começou um relacionamento, mas ele também tinha
muitas feridas emocionais.

77
Um dia, sob os efeitos da droga, o jovem lhe disse: “Acho que
essa vida não tem sentido e o melhor é acabar logo com ela.” Ele
caminhou vários passos para a frente e se jogou em um abismo. Essa
decisão afetou aquela jovem terrivelmente. Poucos meses depois,
Deus colocou em seu caminho um rapaz cristão que se esforçou
para ajudá-la a sair de sua crise. Embora aquela jovem fosse cristã,
continuava lutando contra aquele espírito de infelicidade. Com
o tempo, os dois amigos deram início a um relacionamento que
resultou em um casamento.

Embora a jovem tivesse se esforçado para agradar a Deus em tudo


e viver conforme a Sua Palavra, continuava lutando contra aquela
tristeza profunda.

Somente quando ela participou de um Encontro, o


vazio que havia em seu coração foi preenchido pela
presença de Jesus. Depois disso, ela foi capaz de
sorrir novamente. Naquele dia, nós lhe explicamos
como Deus quer fazer em nós o oposto daquilo que
tenta nos controlar. O apóstolo Paulo ensinou:

“É semeado em desonra e ressuscita em


glória; é semeado em fraqueza e ressuscita
em poder” (1 Coríntios 15:43, NVI).

Dissemos a ela que era preciso tomar toda a sua fraqueza e deixá-la
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

na Cruz para receber em seu coração a alegria e o contentamento


de forma plena. Depois da reunião, vimos que aquela jovem
recebera a mensagem, e ela própria se propôs a trabalhar com
mais empenho para que não restasse nenhum vestígio do passado
em sua vida.
78
3. A CURA DIVINA

“Certo samaritano, que seguia o seu caminho, passou-lhe


perto e, vendo-o, compadeceu-se dele. E, chegando-se,
pensou-lhe os ferimentos, aplicando-lhes óleo e vinho; e,
colocando-o sobre o seu próprio animal, levou-o para uma
hospedaria e tratou dele” (Lucas 10:33-34).

Um rapaz da igreja compartilhou comigo como Deus o usava para


ganhar determinadas pessoas para Jesus. Ele me contou que um
dia estava em um shopping, esperando sua esposa fazer compras,
quando viu uma jovem bastante desorientada. Ele a chamou e
disse: “Moça, gostaria que você se sentasse por um momento e
ouvisse algo que minha esposa quer lhe dizer.” Imediatamente ele
chamou sua esposa e disse: “Fale de Deus para essa jovem.” A
mulher olhou em seus olhos e afirmou: “Deus ama você.” Aquela
moça começou a chorar, dizendo que ninguém nunca havia dito
que a amava. Naquele momento, ela entregou seu coração a Jesus
e deu início à vida cristã.

Há 2,5 bilhões de pessoas neste mundo que nunca ouviram falar no


nome de Jesus, mas nós temos o privilégio de estar entre aqueles
que já ouviram a mensagem da salvação. Isso significa que o Senhor
foi misericordioso e usou uma pessoa para falar conosco de Jesus.
E porque o aceitamos em nosso coração, recebemos a cura que
Ele preparou para nós.
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

O poder do Sangue de Cristo

O bom samaritano preparou os elementos para auxiliar o ferido:


óleo e vinho. O vinho era usado como antisséptico para desinfetar
79
a ferida e, além disso, Cristo o apresentou como símbolo da nova
aliança entre Deus e o homem. O próprio Jesus, na última ceia,
tomou o vinho e disse: “Este é o cálice da nova aliança no meu
sangue derramado em favor de vós” (Lucas 22:20). Na época de
Moisés, a única coisa que pôde proteger os judeus que viviam no
Egito, na terra de Gosén, foi a marca do sangue de um cordeiro
nos portais e portas de suas casas. Foi por esse motivo que a
mortalidade que alcançou os egípcios não tocou os judeus nem
suas famílias. Mais adiante, no livro de Apocalipse, o apóstolo João
diz que os crentes que derrotaram o inimigo o venceram porque
conheceram o poder do Sangue do Cordeiro (Apocalipse 12:11).
Todo aquele que aceitar a misericórdia de Jesus, pedindo que Ele
o lave com seu Sangue, verá toda contaminação interior provocada
pelo pecado cair por terra completamente pelo poder transformador
do Sangue de Jesus. Logicamente, tudo isso acontece como
resultado de um arrependimento genuíno, isto é, quando sentimos
uma profunda dor por termos ofendido a Deus.

O bálsamo do Espírito

Além de vinho, o bom samaritano também derramou óleo sobre


aquele homem ferido. O óleo representa o refrigério interior, a
unção do Espírito Santo em nossa vida. Algumas feridas são tão
profundas que ainda não desapareceram da nossa memória; são
como uma marca dentro dos nossos corações. Alguns tentaram
definir esse sentimento, dizendo que as marcas “estão guardadas
em nosso subconsciente.” Elas são mais fortes que as feridas físicas
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

e, às vezes, doem mais que elas. Para isso, o nosso Deus tem um
bálsamo: o óleo do Seu Espírito Santo. Ele quer tocar o mais íntimo
do nosso ser, nos curar e nos dar o que até aqueles que mais
amávamos nos negaram. O Espírito vem para nos acompanhar,
80
nos consolar e nos dizer que não estaremos mais sozinhos, mas
desfrutaremos da Sua proteção e do Seu amor.

Jesus apresentou o Espírito Santo como o


“Consolador” — em grego, parakleto — isto é,
alguém que está ao nosso lado para nos ajudar
(ver João 14:26).

4. O CUIDADO COM OS RECÉM-CHEGADOS

O bom samaritano tomou o homem ferido, colocou-o sobre seu


cavalo, levou-o a uma hospedaria e cuidou dele. O significado
desses atos é que Deus nos faz participantes de todas as suas
bênçãos e privilégios, conduzindo-nos a uma igreja para que cuidem
de nós. A hospedaria representa a célula, a igreja, o lugar em que
líderes e pastores nos ajudarão em nosso crescimento espiritual e
no fortalecimento da nossa fé.

Depois de preparar um lugar para o homem, o bom samaritano disse


ao hospedeiro: “Cuida deste homem, e, se alguma coisa gastares
a mais, eu to indenizarei quando voltar” (Lucas 10:35). De acordo
com esse versículo, podemos entender que tudo o que fizermos
pelos mais necessitados será recompensado pelo próprio Senhor.
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

Não importa qual seja o tipo de ferida que as pessoas tenham em


seus corações, Deus quer curá-las. Portanto, é importante que
quando ganhemos alguém para Cristo, possamos consolidar essa
vida ao levá-la a participar de um Encontro, pois é nesse lugar que
ela receberá o remédio necessário que trará a cura. 81
CONCLUSÃO

A passagem do bom samaritano nos ensina como


é importante que a pessoa que ganhamos para
Cristo possa experimentar uma verdadeira cura
interior, pois o inimigo ofusca o seu entendimento
e faz com que ela acredite que as suas feridas
são tão profundas e o seu pecado tão grande,
que ninguém se compadecerá dela. Mas tanto
para essas pessoas quanto para nós, há uma
notícia extraordinária: o Espírito Santo é o nosso
consolador e o único que nunca nos deixará
sozinhos.
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

82
QUESTIONÁRIO 6
COMPAIXÃO

1. Você já sentiu compaixão pela situação na qual vivem aqueles


que estão distantes de Deus? Se sua resposta não foi afirmativa,
faça uma oração e peça ao Espírito Santo que lhe dê um
coração cheio de misericórdia para alcançar aqueles que ainda
não conhecem a Cristo. Descreva brevemente sua experiência:

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

___________________________________________________.

2. O que o óleo e o vinho representam?

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

___________________________________________________.
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

3. Por meio de quem a cura de Deus pode ser conhecida?

_______________________________________________________

______________________________________________________. 83
4. Qual é o requisito para que o poder transformador do Sangue de
Jesus lance por terra toda contaminação interior provocada pelo
pecado?

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

______________________________________________________.

5. Em que momento o Senhor torna o novo crente participante das


Suas bênçãos e privilégios?

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

______________________________________________________.

6. Qual é a promessa para aqueles que se comprometem em cuidar


dos necessitados?

_______________________________________________________

_______________________________________________________
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

84 ___________________________________________________.
AJUDA
GENEROSA
Referência Bíblica

“Dias depois, entrou Jesus de novo em Cafarnaum, e logo


correu que ele estava em casa. Muitos afluíram para ali,
tantos que nem mesmo junto à porta eles achavam lugar;
e anunciava-lhes a palavra. Alguns foram ter com ele,
conduzindo um paralítico, levado por quatro homens. E,
não podendo aproximar-se dele, por causa da multidão,
descobriram o eirado no ponto correspondente ao em que
ele estava e, fazendo uma abertura, baixaram o leito em que
jazia o doente. Vendo-lhes a fé, Jesus disse ao paralítico: Filho,
os teus pecados estão perdoados” (Marcos 2:1-5).

85
7
L I Ç Ã O
7
Objetivos
AJUDA GENEROSA

1. Crer que Deus nos chamou para ajudar outros a terem um


encontro com Ele.

2. Aprender a aproveitar cada oportunidade para ajudar


aqueles que precisam.

3. Levar sempre estes quatro amigos na hora de oferecer


ajuda: Ganhar, Consolidar, Discipular e Enviar.

INTRODUÇÃO
Todo ganhador de almas deve saber que a salvação das pessoas
depende do encontro que elas precisam ter com Jesus. Somos
conscientes de que apenas Nele elas encontrarão a resposta
para cada uma de suas necessidades. Deus nos chamou e nos
deu a missão sublime de procurar, interceder e lutar por esse
encontro. Por isso, devemos pedir ao Senhor que nos dê a
graça para, com esforço e dedicação, ir ao resgate daqueles
que estão em trevas e trazê-los à luz admirável da Verdade,
mostrando-lhes um caminho muito mais excelente do que
aquele que conhecem.
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

Um exemplo maravilhoso do que significa uma ajuda generosa


pode ser encontrado na história do paralítico (Marcos 2:1-12). A
história nos mostra como os quatro amigos do paralítico foram
usados por Deus para que ele fosse salvo e curado.
86
1. SENTIRAM COMPAIXÃO

“Alguns foram ter com ele, conduzindo um paralítico,


levado por quatro homens” (Marcos 2:3).

As pessoas que sofrem de paralisia corporal, muitas vezes se veem


confinadas a viver na solidão, pois com tantas atividades no dia a
dia, poucas pessoas podem passar tempo com elas. Entretanto, o
paralítico da nossa história tinha quatro amigos que compreendiam
como a resposta à necessidade daquele homem estava muito
próxima, mas seria necessário o esforço de todos para alcançá-la.
No plano espiritual, também existem muitas pessoas paralisadas
por causa do pecado. Geralmente, quando isso acontece, elas
tendem a se enclausurar dentro de si mesmas.

“Levai as cargas uns dos outros e, assim, cumprireis a


lei de Cristo” (Gálatas 6:2).

Em uma de nossas convenções no México, três das minhas filhas


conversavam com uma jovem, filha de um pastor que havia ido
à conferência. Aquela jovem, de apenas 18 anos de idade, havia
ficado inválida. Enquanto minhas filhas conversavam com ela, seus
corações foram comovidos por causa da sua condição. Então,
duas delas entraram na sala onde eu estava e me pediram para
orar por ela. Sem pensar duas vezes, levaram-me até a menina
e disseram: “Papai, por favor, ore por essa jovem.” Aproximei-me
dela e por cinco minutos expliquei como ela poderia ficar curada.
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

Aquela moça entendeu cada palavra que eu lhe disse. Em seguida,


pedi-lhe que orasse a Jesus com suas próprias palavras, pedindo
a Ele que lhe trouxesse a cura. Enquanto ela orava, pude discernir
em sua oração que havia fé suficiente nela para ser curada. Então,
quando ela terminou a oração, disse-lhe que, por causa da sua 87
fé, o milagre já estava acontecendo. Com bastante ânimo, aquela
jovem se levantou e começou a andar.

Todas as pessoas que estavam naquele lugar ficaram maravilhadas


pelo modo como o Senhor responde às nossas orações. Analisando
o que aconteceu a partir de outra perspectiva, também percebi
como essa experiência marcou as minhas filhas como pregadoras
do Evangelho, e pude ver nelas uma grande compaixão pelas
pessoas.

2. FORAM OUSADOS

“E, não podendo aproximar-se dele, por causa da multidão,


descobriram o eirado no ponto correspondente ao em que
ele estava e, fazendo uma abertura, baixaram o leito em que
jazia o doente” (Marcos 2:4).

Os quatro amigos daquele paralítico eram homens ousados, pois


eles se atreveram a fazer algo que ninguém havia feito. Quando
perceberam que era praticamente impossível chegar até onde Jesus
estava, decidiram subir ao teto da casa e descer o amigo por ali,
até o lugar onde o Médico Divino estava. A ousadia está bastante
ligada à fé, pois nos leva a fazer coisas diferentes, coisas inspiradas
pelo Espírito Santo. Ela nos faz superar qualquer obstáculo, nos
move a continuar, seguir em frente e não descansar, até ver as
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

pessoas rendidas aos pés de Jesus.

“Respondeu-lhe o senhor: Sai pelos caminhos e atalhos


e obriga a todos a entrar, para que fique cheia a minha
88 casa” (Lucas 14:23).
Um dos fundamentos da Visão que Deus nos deu tem a ver
com ganhar almas. Alguns dos jovens da nossa congregação
conseguiram fazer com que as portas das universidades fossem
abertas para a realização de grandes reuniões de jovens. Um
deles me contou que sentiu em seu coração o anseio de pregar
o Evangelho para os estudantes de uma das universidades mais
fechadas da cidade, onde não permitem que qualquer pessoa
pregue. Quando o jovem foi pedir permissão para ensinar a
Palavra, disseram-lhe: “Você pode pregar, mas ninguém vai se
responsabilizar pelo que possa acontecer, pois sabemos que há
pessoas muito violentas nesse lugar e não há nenhuma proteção
por parte das autoridades dentro da Universidade.” Aquele jovem
aceitou o desafio. Ele reuniu seus discípulos e começaram a orar e
jejuar, em seguida saíram pela fé para pregar em um dos parques
conhecidos como o mais revolucionário da universidade. A graça
de Deus o acompanhou em todo o momento, e aqueles que foram
ao local com más intenções ficaram paralisados. No dia que foi feito
o apelo, oitocentos jovens tomaram a decisão de aceitar a Jesus.
Em outra ocasião, um integrante da equipe de 12 teve o desejo de
realizar vários eventos evangelísticos com duração de sete minutos
cada, em diferentes lugares da cidade. No fim da semana, ele tinha
ganhado nove mil pessoas para Cristo.

3. FORAM INCENTIVADORES
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

Muito provavelmente, os quatro acompanhantes daquele paralítico


tiveram que insistir para que o amigo aceitasse se reunir com Jesus.
Como os resultados mostram, podemos deduzir que a motivação
foi boa, já que eles conseguiram levá-lo até o Mestre.
89
“Ordena e ensina estas coisas. Ninguém despreze a tua
mocidade; pelo contrário, torna-te padrão dos fiéis, na
palavra, no procedimento, no amor, na fé, na pureza.
Até à minha chegada, aplica-te à leitura, à exortação, ao
ensino” (1 Timóteo 4:11-13).

Devemos incentivar aqueles que nos


cercam com as nossas palavras. Também é
recomendável ter em mãos os textos bíblicos
adequados, para dar a eles mais confiança
através das palavras da Bíblia.

No contato pessoal, nosso testemunho pode ser de muita ajuda


para as pessoas.

Certa vez, estávamos em Newcastle, no Reino Unido, para a


nossa Conferência Anual. Quando terminei uma das mensagens,
um homem se aproximou de mim. Era um jogador de futebol
profissional. Ele veio pedir oração por sua vida espiritual. Depois da
conferência, fomos jantar com alguns pastores e nos encontramos
novamente com aquele homem, que estava na mesa ao lado.
Então, senti uma vontade em meu espírito de passar um momento
com ele. Acredito que naquela noite os véus que ele tinha em sua
mente caíram definitivamente. No dia seguinte, na Conferência,
aquele jovem foi ao púlpito para dar o seu testemunho.

Ele falou sobre a experiência da noite anterior, e sobre como as


A ESTRATÉGIA DO GANHAR

poucas palavras que eu tinha dito tocaram profundamente sua


vida: “O pastor me disse que o prazer estava no corpo, a felicidade
na alma, mas a alegria estava no espírito. E me disse que somente
Jesus podia me dar essa alegria. Essas palavras me encheram
90
tanto que saí dali disposto a conquistar a alegria do meu espírito.
Passei duas horas conversando com Jesus e tomei a decisão de
viver somente para Ele.”

Durante o tempo em que passei com aquele jovem, aconteceu o


que a mensagem geral de uma conferência não tinha feito: sua vida
foi totalmente transformada.

Portanto, não desperdice o privilégio de conversar com outras


pessoas, não deixe passar essa oportunidade. Motive as pessoas,
encoraje-as para que se cheguem a Deus e tenham um encontro
de amor com Ele.

4. FORAM Humildes

“... um paralítico, levado por quatro homens...” (Marcos 2:3).

O simples fato de carregar uma pessoa sobre os seus ombros e


levá-la de um lugar para o outro é um ato de humildade. Foi o
que aqueles quatro amigos fizeram. Aliás, a humildade é parte da
natureza do Senhor Jesus.

Jesus tinha a mansidão de uma pomba e a humildade de um


cordeiro. Em sua carta aos filipenses, Paulo disse: “Tende em
vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus,
pois ele, subsistindo em forma de Deus, não julgou como
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

usurpação o ser igual a Deus; antes, a si mesmo se esvaziou,


assumindo a forma de servo, tornando-se em semelhança de
homens; e, reconhecido em figura humana, a si mesmo se
humilhou, tornando-se obediente até à morte e morte de cruz”
(Filipenses 2:5-8). 91
Jesus teve de deixar tudo para vir a este mundo e ganhar-
nos para Ele. Paulo também entendeu esse princípio quando
disse: “Se anuncio o evangelho, não tenho de que me gloriar,
pois sobre mim pesa essa obrigação; porque ai de mim se
não pregar o evangelho! Se o faço de livre vontade, tenho
galardão; mas, se constrangido, é, então, a responsabilidade
de despenseiro que me está confiada” (1 Coríntios 9:16-17).

5. DEUS TAMBÉM QUER USAR VOCÊ (MARCOS 2:2-12)


“Pede-me, e eu te darei as nações por herança e as
extremidades da terra por tua possessão” (Salmos 2:8).

Talvez você se pergunte: “O que eu devo fazer para ganhar minha


cidade para Jesus?” Acredito que a chave para causar um grande
impacto em qualquer cidade vai muito além do desejo de pregar
o Evangelho. Deve envolver mais compaixão e ousadia, muito
amor pelas almas, um amor tamanho que anseie pela redenção
das almas. Creio que todo ganhador de almas precisa andar
sempre com quatro amigos para que seu trabalho seja eficaz. E a
Visão irá lhe apresentar a esses quatro amigos. São eles: Ganhar,
Consolidar, Discipular e Enviar. Não adianta nada ganhar as
pessoas se não soubermos como cuidar de seu desenvolvimento
espiritual. O trabalho de ganhar deve andar de mãos dadas com
o de consolidar, pois ganhar uma pessoa é motivá-la a chegar até
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

onde Jesus está. O paralítico fez isso, ele foi até onde o Senhor
estava, mas não pôde entrar.

Muitas pessoas pensam que simplesmente levar alguém a um culto


92 cristão é suficiente, mas não é verdade. Por isso, a consolidação
deve entrar imediatamente em ação, superando todo obstáculo, até
mesmo as desculpas que a própria pessoa possa usar. É preciso
levá-la a um Encontro, aproximá-la e colocá-la face a face com
Cristo. Quando isso acontece, a pessoa pode ouvir voz do Senhor,
dizendo: “Filho, os teus pecados estão perdoados” (Marcos 2:5),
pois é durante o encontro que recebemos a segurança da salvação.

Depois disso, ela poderá continuar ouvindo a voz de Jesus, que


lhe diz: “Levanta-te, toma o teu leito e vai para tua casa” (Marcos
2:11). As cadeias então se rompem, as feridas da alma são curadas
e a paralisia desaparece completamente. E assim Deus recebe
toda a glória.

CONCLUSÃO

Quando a compaixão é despertada em nós,


buscamos a maneira correta de ajudar as
pessoas, motivando-as na fé do Evangelho. Um
paralítico não quer ouvir palavras acusadoras
nem quer saber o motivo de sua situação. Tudo o
que dissermos a ele deve estar envolvido em um
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

grande poder e amor, a fim de que possamos


dar-lhe uma nova esperança e expectativas
gloriosas.

93
QUESTIONÁRIO 7
AJUDA GENEROSA

1. Trace uma linha relacionando as palavras da coluna da direita


com as da esquerda (as palavras da coluna da direita podem ter
relação com mais de uma palavra da coluna da esquerda).

Ousadia Espírito Santo

Testemunhas GANHAR

Palavras motivadoras FÉ

Humildade RECOMPENSA

Vinho

Dons Paralíticos espirituais

2. A que se assemelham a mansidão e a humildade de Jesus?

_______________________________________________________

_______________________________________________________
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_________________________________________________.

94
3. O que a compaixão pelas pessoas nos leva a fazer?

_______________________________________________________
_______________________________________________________

______________________________________________________.

4. Como devemos motivar as pessoas a aceitarem ir onde Jesus


está?

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_____________________________________________________.

5. Até que ponto devemos oferecer a nossa ajuda generosa? Até


que o novo convertido vá à igreja?

_______________________________________________________

_______________________________________________________
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

______________________________________________________. 95
a

Referência Bíblica

“Primeiramente, dou graças a meu Deus,


mediante Jesus Cristo, no tocante a
todos vós, porque, em todo o mundo, é
proclamada a vossa fé” (Romanos 1:8).

97
8
L I Ç Ã O
8
Objetivos
A FÉ

1. Compreender que a fé é um requisito indispensável para


todo aquele que quiser fazer parte do Reino de Deus.

2. Entender que podemos conquistar todas as coisas pela fé.

3. Identificar quais são os principais inimigos que atacam a


nossa fé.

4. Saber como podemos ser livres para desenvolver uma fé


genuína.

INTRODUÇÃO

Todo aquele que quiser ter um ministério de sucesso deverá


viver sempre na dimensão da fé, pois através dela o nosso
relacionamento com Deus é fortalecido e a fé nos permite
conquistar todos os nossos sonhos. A fé em Deus está acima
dos sentidos naturais; ela crê no que os olhos não podem
ver, espera o que ainda é impossível de se apalpar, ouve o
imperceptível para o ouvido humano e nasce no coração
(Romanos 10:8).
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

Geralmente, o ser humano tende a andar guiado pelo que vê e


não pela fé. Ele tenta se agarrar a tudo o que vê, esquecendo
que por trás desse sistema de coisas existe um reino espiritual
98
que não vemos, mas que é real e eterno. A fé nos relaciona com
o mundo invisível e eterno onde está o governo de Deus. A fé nos
leva acima do plano natural para nos unir com o eterno e glorioso
Reino de Deus.

Pela fé, podemos deixar nossas debilidades e fraquezas na Cruz


e nos revestirmos da força invencível do Espírito de Deus. A fé
nos leva a sair de um mundo de fracasso e derrota para desfrutar
do sucesso e da prosperidade que Deus reservou para aqueles
que o amam.

A fé tem a capacidade de transformar o


absurdo em lógico, e o indigno e menosprezado
em útil e abençoado.

A ESTRATÉGIA DO GANHAR

99
1. A FÉ NOS AJUDA A ENTENDER A ORIGEM DE TODAS AS COISAS

“Pela fé, entendemos que foi o universo formado pela


palavra de Deus, de maneira que o visível veio a existir
das coisas que não aparecem” (Hebreus 11:3).

Quando você ouve falar de Deus, em que você pensa? Jesus Cristo
foi o único que nos revelou o Pai, que é o Deus Todo-Poderoso que
colocou em ordem todo o sistema de coisas que nos rodeia. Ele é o
princípio da vida, que sustenta tudo o que existe com a Palavra do
Seu infinito poder. Tudo começou Nele e tudo voltará para Ele. Aliás,
foi Deus quem deu entendimento ao homem, com sua capacidade
para escolher entre o que é bom e o que é mau. Infelizmente, o ser
criado por Ele se rebelou contra a Sua Palavra, escolhendo seu
próprio caminho e merecendo a condenação eterna. Mas o próprio
Deus preparou um plano de redenção para o homem através de
Jesus Cristo.

A fé em Jesus é a única coisa que permite que


o crente tenha uma vida vitoriosa e desfrute das
bênçãos de Deus. Mas essa fé só se manifesta
quando nos aproximamos sinceramente do Pai
por meio da leitura da Sua Palavra.
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

2. A FÉ NOS AJUDA A CRESCER EM DEUS

“Ora, a fé é a certeza de coisas que se esperam, a


100 convicção de fatos que se não veem” (Hebreus 11:1).
Em outras palavras, a fé é o que nos permite perceber como
verdadeiro aquilo que ainda não foi captado pelos nossos sentidos
físicos. Precisamos entender que a fé no Senhor Jesus é a única
coisa que pode dar vida ao nosso espírito. Jesus disse: “... quem
não nascer da água e do Espírito não pode entrar no reino de Deus”
(João 3:5). O novo nascimento equivale a receber a vida de Deus
em nosso espírito. Precisamos compreender que Deus é espírito,
e devido a Sua própria natureza, Ele só se relaciona com seres
espirituais. Paulo disse: “Mas aquele que se une ao Senhor é um
espírito com ele” (1 Coríntios 6:17). Quando temos essa intimidade
com Deus, o mundo espiritual se abre diante dos nossos olhos e
podemos ver todas as ricas e abundantes bênçãos que Ele tem
para as nossas vidas.

Pela fé em Deus e na Sua Palavra, não apenas podemos ver as


bênçãos no plano natural, mas também podemos trazê-las para
o plano natural, tornando-as realidade. Quando conseguimos
visualizar o que Deus tem para nós no espírito, nasce em nós uma
convicção de que aquilo que ainda não se vê já é uma realidade. Não
temos medo de falar sobre isso (de nos colocarmos em evidência),
pois mesmo que não possamos enxergar, o milagre já foi feito. Há
tanto poder na fé que tudo o que parece impossível para nós é
alcançado e conquistado através dela. A fé é tão importante para
os crentes que só no Novo Testamento a palavra “fé” é mencionada
aproximadamente 128 vezes.

Cada vez que essa palavra é pronunciada e


A ESTRATÉGIA DO GANHAR

liberada, coisas maravilhosas acontecem na


vida daqueles que decidem abandonar seus
costumes e afeições do mundo para começar a
depender de sua fé em Jesus Cristo.
101
3. A FÉ E O MEDO

“Porque não recebestes o espírito de escravidão, para


viverdes, outra vez, atemorizados, mas recebestes o
espírito de adoção, baseados no qual clamamos: Aba,
Pai” (Romanos 8:15).

A primeira coisa que todo ganhador de almas precisa enfrentar é


o espírito do medo. Ele é como um gigante que se interpõe em
seu caminho, que bloqueia sua passagem e o impede de continuar
a missão que recebeu. O espírito do medo tentará pôr todo tipo
de pensamentos negativos em seu coração para enfraquecer
o espírito de conquista que há em você. Ele tentará desanimá-
lo por todos os meios possíveis para que você pense que não é
tão importante assim compartilhar a mensagem da salvação com
outras pessoas, que há outras coisas mais importantes para fazer.
O medo sussurrará em seu ouvido que o seu tempo é muito valioso
para ser gasto investindo em outras pessoas.

O medo é um dos quatro inimigos que se opõem na conquista de


almas para Jesus; o desânimo, a murmuração e a incredulidade
são os outros três, mas o mais forte deles — o qual o Senhor lhe
ajudará a vencer — é o medo.

O QUE É O MEDO?

É olhar as circunstâncias com os olhos naturais e não com


A ESTRATÉGIA DO GANHAR

os olhos de Deus (Números 13:28-33). Se quisermos ganhar


almas, devemos agir com o mesmo espírito de Josué e Calebe,
que não agiram de acordo com a forma de pensar de seus
companheiros, os outros dez espias, mas falaram com plena
102
confiança em Deus (Números 14:7-9).
É um dos inimigos mais poderosos que todos aqueles que
desejam ter sucesso na missão de ganhar almas devem
enfrentar. Quem se deixar controlar por ele deixará de dar
passos precisos e fundamentais para chegar ao sucesso.

É uma das causas mais determinantes que conduzem ao


fracasso, e sua missão específica é fazer com que as pessoas
se desviem do propósito para o qual Deus as enviou a este
mundo. “Quem teme ao homem arma ciladas, mas o que
confia no Senhor está seguro” (Provérbios 29:25).

É responsável por nos fazer ver as coisas como muito mais


difíceis do que realmente são.

O medo trabalha em conjunto com o espírito de angústia,


confundindo os sentidos e bloqueando a mente das pessoas
com a finalidade de criar uma impressão incorreta do mundo
ao redor. O povo de Israel tinha se deixado influenciar pelo
comentário negativo dos dez espias e, embora Josué e Calebe
tivessem lhes dito palavras de fé, não puderam fazer o povo
reconsiderar sua decisão, pois sua mente já estava obscurecida.
Eles não só desconsideraram suas palavras com insatisfação,
mas falaram até em apedrejá-los (Números 14:10).

É o inimigo do espírito de conquista. Deus prometeu dar a


Israel toda a terra de Canaã como herança. Entretanto, por
causa do medo, o povo deixou passar essa oportunidade.
“Todos os filhos de Israel murmuraram contra Moisés e contra
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

Arão; e toda a congregação lhes disse: Tomara tivéssemos


morrido na terra do Egito ou mesmo neste deserto! E por que
nos traz o Senhor a esta terra, para cairmos à espada e para
que nossas mulheres e nossas crianças sejam por presa? Não
nos seria melhor voltarmos para o Egito?” (Números 14:2-3).
103
É uma arma satânica para matar os sonhos. A murmuração
do povo fez o Senhor se irar contra toda a nação. Se Moisés
não tivesse se colocado entre Deus e as pessoas, todo o povo
teria sido consumido pela ira divina. Deus disse a Moisés:
“Segundo a tua palavra, eu lhe perdoei. Porém, tão certo como
eu vivo, e como toda a terra se encherá da glória do Senhor,
nenhum dos homens que, tendo visto a minha glória e os
prodígios que fiz no Egito e no deserto, todavia, me puseram
à prova já dez vezes e não obedeceram à minha voz, nenhum
deles verá a terra que, com juramento, prometi a seus pais,
sim, nenhum daqueles que me desprezaram a verá” (Números
14:20-23). Deus os perdoou, mas decretou que nenhum dos
que murmuraram veria a terra prometida: “Dize-lhes: Por minha
vida, diz o Senhor, que, como falastes aos meus ouvidos,
assim farei a vós outros. Neste deserto, cairá o vosso cadáver,
como também todos os que de vós foram contados segundo o
censo, de vinte anos para cima, os que dentre vós contra mim
murmurastes” (Números 14:28-29).

Opõe-se à justiça divina. Deus se irou contra os dez espias


que fizeram o povo murmurar e, como consequência de seu
pecado, os feriu com uma praga e eles morreram. Em seguida,
mesmo sem contar com o respaldo divino, o povo se encheu
de coragem e decidiu sair para lutar contra os adversários. Os
israelitas não deram ouvidos a Moisés, que os advertira que
não deveriam ir. Eles não obedeceram e foram derrotados,
pois Deus havia se afastado deles (Números 14:39-45).
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

É o mundo do cego: “Apalpamos as paredes como cegos,


sim, como os que não têm olhos, andamos apalpando;
tropeçamos ao meio-dia como nas trevas e entre os robustos
somos como mortos” (Isaías 59:10). O medo impede que as
104
pessoas vejam as bênçãos de Deus. Embora estejam perto
delas, nunca conseguem alcançá-las. Falta-lhes a visão
espiritual desenvolvida, mas no dia em que se converterem ao
Senhor, a venda será retirada de seus olhos.

Antecede a frustração. Quem já experimentou o medo viu


seus sonhos serem destruídos e não receberam seu galardão.
Ao contrário, tristemente tornam-se campeões do medo.

4. DECLARE-SE LIVRE

“Porque Deus não nos tem dado espírito de covardia, mas


de poder, de amor e de moderação” (2 Timóteo 1:7).

A. Identifique o que o atemoriza: Há situações que temos medo de


enfrentar, e quando nos aproximamos delas, experimentamos
uma sensação estranha, que nos assusta ou nos surpreende.
É como uma caixa de Pandora: quando se abre, não sabemos
o que há dentro dela. Da mesma forma, sentimos medo
quando temos de fazer aquilo que não nos agrada, porque
possivelmente nos traz lembranças nada prazerosas. É por
isso que devemos identificar quais são os nossos temores
para, assim, poder enfrentá-los. Nesse caso, identifique o
que o amedronta ao pregar a Palavra: se tem medo que riam
de você, ou de não estar fazendo direito, ou ser rejeitado.
Identificar o medo o ajudará a superá-lo.
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

B. Chegue à raiz do assunto: Geralmente, acreditamos que com


o tempo, o medo irá embora. Entretanto, o tempo não vence
o medo, pois ele não é uma sensação interna do ser humano
e sim um espírito demoníaco. E os espíritos não vivem sujeitos
105
ao tempo e ao espaço. Eles pertencem ao plano espiritual,
onde está a eternidade. Por esse motivo, o tempo não é a
arma para vencer o medo. Deixar os dias ou os anos passarem
não fará essa força paralisante desaparecer. Quando o espírito
do medo entra em uma vida, mantém o controle sobre sua
descendência, de geração a geração, ano após ano. O profeta
Jeremias disse: “Nossos pais pecaram e já não existem; nós
é que levamos o castigo das suas iniquidades” (Lamentações
5:7). Se você não chega à raiz do medo, será muito difícil
vencê-lo.

C. Confronte-o: Quando você descobrir qual é a origem do seu


medo, confronte-o, em Nome do Senhor Jesus. O apóstolo
Paulo disse: “Porque as armas da nossa milícia não são carnais,
e sim poderosas em Deus, para destruir fortalezas” (2 Coríntios
10:4). Você deve enxergar o medo como um inimigo que já foi
vencido pelo poder de Jesus Cristo na Cruz do Calvário, deve
confrontá-lo com a Palavra de Deus e com o poder do Sangue
de Jesus. O espírito de medo não pode resistir ao poder da
Palavra; diante dela ele enfraquece e foge.

D. Preencha sua mente com pensamentos de fé: Os


pensamentos de fé são sempre positivos, enchem-nos de
coragem e confiança. Preencher a nossa mente significa
começar a viver a Palavra de Deus. Nós a vivemos em nosso
coração e a confessamos com nossos lábios. É com o
coração que cremos, mas é com a boca que confessamos.
Quando nossa mente está cheia de fé, podemos resistir ao
adversário. O inimigo lança dardos na mente do homem, os
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

quais chegam envolvidos em pensamentos humanos, vêm


astutamente e entram de forma tão sigilosa que a pessoa,
muitas vezes, nem percebe que esses pensamentos não são
seus, e sim do adversário. Com a intenção de nos confundir,
106
o inimigo sempre fala às nossas mentes na primeira pessoa,
como se nós mesmos estivéssemos falando. Com o escudo
da fé, podemos nos defender de qualquer ataque em nossos
pensamentos, e com a confissão da Palavra, seremos capazes
de derrotar o inimigo.

E. Mantenha-se firme na fé: O apóstolo Tiago disse: “Sujeitai-


vos, portanto, a Deus; mas resisti ao diabo, e ele fugirá de
vós” (Tiago 4:7). Para que possamos nos manter firmes na fé,
precisamos ter um coração totalmente entregue a Deus e levar
uma vida de obediência, confessando a Palavra. Paulo nos
diz: “A palavra está perto de ti, na tua boca e no teu coração;
isto é, a palavra da fé que pregamos. Se, com a tua boca,
confessares Jesus como Senhor e, em teu coração, creres que
Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo. Porque com
o coração se crê para justiça e com a boca se confessa a
respeito da salvação” (Romanos 10:8-10).

F. Cultive a confiança absoluta: A vida do patriarca Jó é um


exemplo para nós. Ele conviveu com esse problema, pois o
medo entrou em seu coração e causou estragos em sua vida
e em sua família. “Porque eu temia a grande multidão, e o
desprezo das famílias me apavorava” (Jó 31:34). O medo leva
as pessoas a agirem de maneira ignorante. Por medo de perder
o cônjuge, surge o ciúme; por medo de perder os filhos, surge
a superproteção; por medo de perder o trabalho, cria-se um
ambiente de intrigas; por medo de ter maus resultados em uma
prova, a mente fica bloqueada e confunde o entendimento. Por
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

medo de ser rejeitado, um cristão não compartilha as Boas-


novas de Salvação. Jó disse: “Eis que me matará, já não tenho
esperança; contudo, defenderei o meu procedimento” (Jó
13:15). Somente quando Jó depositou toda a sua confiança
em Deus, sua vida foi totalmente liberta do medo.
107
G. Faça o oposto ao seu medo: Quando morremos para o medo,
nascemos em coragem e confiança. Quando essa sensação
que nos assustava desaparece, quer dizer que não há mais
medo e que nossa mente está livre para alcançar o que antes
não nos atrevíamos a alcançar. Jó pôde dizer: “Tomara eu
tivesse quem me ouvisse! Eis aqui a minha defesa assinada!
Que o Todo-Poderoso me responda! Que o meu adversário
escreva a sua acusação!” (Jó 31:35).

CONCLUSÃO

Desenvolver uma confiança absoluta no Senhor


Jesus é o que levará você a conquistar cada
sonho que por muito tempo o medo o impedia
de alcançar. Com essa fé genuína, se você entrar
como ser espiritual diariamente na presença
de Deus e conseguir trazer os seus sonhos do
plano natural para o plano espiritual, nada será
impossível.
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

108
QUESTIONÁRIO 8
A Fé

1. Quais são os quatro inimigos que se opõem à conquista das


almas?

a. _______________________________________________.

b. _______________________________________________.

c. _______________________________________________.

d. _______________________________________________.

2. Qual parte do ser humano o conhece mais intimamente?

_____________________________________________________.

3. Complete:

a. A fé se manifesta quando temos um __________ sincero ao

_________ por meio da leitura da Sua _________.

b. Com o _______ se crê, mas com a _______ se confessa.

c. O _______ leva as pessoas a agirem ________.


A ESTRATÉGIA DO GANHAR

d. Todo ____________ em ____________ e voltará a__________.

e. Deus é _________ e por sua própria __________ só se


__________ com seres __________. 109
4. Identifique quais são as coisas que lhe causam medo. Peça ao
Senhor que revele qual é a origem de cada um dos seus medos
e, em seguida, confronte-os com a Palavra de Deus e com o
poder do Sangue de Jesus. Depois de fazer isso, declare-se
livre.
_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

______________________________________________________.

5. Qualquer pessoa pode nos revelar o Pai? Justifique sua resposta.

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

______________________________________________________.

6. Faça uma lista das coisas que você deseja alcançar, mas que
ainda não conseguiu. Em seguida, busque a presença de Deus
e, em oração, peça uma palavra específica (palavra Rhema)
para cada um dos seus sonhos. Com base em cada palavra,
comece a visualizar, orar e declarar que aquilo que o Senhor já
lhe confirmou será transformado em realidade.
_______________________________________________________
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________
110 ______________________________________________________.
A VISÃO
CELULAr
Referência Bíblica

“E percorria Jesus todas as cidades e


povoados, ensinando nas sinagogas,
pregando o evangelho do reino e
curando toda sorte de doenças e
enfermidades” (Mateus 9:35).

111
9
L I Ç Ã O
9
Objetivos
A VISÃO CELULAR

1. Identificar as principais características de uma célula.

2. Reconhecer o fundamento bíblico da visão celular.

3. Reconhecer a importância fundamental das células na


formação da igreja.

INTRODUÇÃO

Quando um crente se transforma em seguidor de Cristo,


poderá experimentar a bênção de abrir sua casa para
compartir ali a mensagem de Jesus e, assim, fazer com que
o Evangelho chegue aos seus familiares, parentes e vizinhos.

Deus deu à M.C.I. uma visão na qual o trabalho nos lares — a


visão celular — se destaca como uma estratégia fundamental
para alcançar as multidões para Cristo. Essa visão faz parte
da unção de multiplicação que foi dada à Igreja hoje, e tem
um claro fundamento bíblico.
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

O capítulo 10 do livro de Atos nos fala acerca do nascimento


da Igreja Primitiva, no qual relata os acontecimentos na casa
de Cornélio, um homem gentil que reuniu todos os seus
familiares, amigos e conhecidos para ouvir a pregação do
Evangelho por intermédio de Pedro. A partir daquele momento,
112
as casas se transformaram em lugares propícios para a difusão da
mensagem de Jesus e ainda para a realização de milagres em Seu
Nome, fortalecendo o corpo de Cristo.

A visão celular, tema central desta lição, permite


a você compreender a importância de abrir as
casas para compartilhar o Evangelho e colocar
em prática o modelo celular.

Também produz uma grande multiplicação numérica, além do


crescimento espiritual da Igreja em nossos dias. Ao mesmo tempo,
garante que as mais ricas bênçãos alcancem os crentes quando
eles decidem abrir seus lares para o funcionamento de uma célula.

A ESTRATÉGIA DO GANHAR

113
1. O QUE SÃO AS CÉLULAS?

São “grupos pequenos, integrados por pessoas


que se reúnem uma vez por semana com
a intenção de desenvolver seu crescimento
integral centrado na Palavra de Deus.”

Fazem parte desses grupos:


O anfitrião, aquele que oferece o lugar para a célula se reunir.

O líder, que é a pessoa capacitada para dirigir a célula.

O Timóteo, aquele que é o braço direito do líder.

Os participantes, que são todos os membros ativos e pessoas


convidadas para a reunião.

As células são pequenos centros de ensino das Escrituras, de forma


simples e prática. Ali, os participantes são edificados, inclusive
aqueles que são ganhos para Cristo semana após semana. Esse
princípio se mantém desde os tempos da Igreja Primitiva, quando
o crescimento das congregações começou a partir das reuniões
nos lares.

“Crescia a palavra de Deus, e, em Jerusalém,


A ESTRATÉGIA DO GANHAR

se multiplicava o número dos discípulos;


também muitíssimos sacerdotes obedeciam à
fé” (Atos 6:7).

114
2. ANTECEDENTES BÍBLICOS DAS CÉLULAS
Jesus ministrou constantemente em casas (Mateus 9:10).

Jesus realizou curas nas casas (Mateus 9:23-24).

Jesus usou as casas para formar os 12 (Marcos 9:33-35).

A Santa Ceia foi compartilhada pela primeira vez em uma casa


(Mateus 26:17-18).

O Espírito Santo foi derramado pela primeira vez em uma casa


(Atos 2:2-4).

A Igreja foi fundada nas casas (Atos 2:42).

Zaqueu se arrependeu quando Jesus foi à sua casa (Lucas


19:5-9).

Jesus ordenou que o endemoniado gadareno testificasse à


sua casa e aos seus conhecidos o que Deus havia feito em sua
vida (Marcos 5:19).

Jesus comparou os cristãos a luzes que iluminam uma casa


(Mateus 5:15).

Os apóstolos pregavam diariamente nos lares (Atos 5:42).

Saulo perseguia a igreja de casa em casa (Atos 8:3).

Cornélio reuniu sua família em sua casa e mandou chamar


Pedro para que pregasse para eles (Atos 10:32-33).
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

Os lares eram utilizados pelos discípulos para se reunirem e


orarem (Atos 12:12).

O carcereiro de Filipos levou Paulo e Silas à sua casa. Ali, ele se


arrependeu e foi batizado com toda sua família (Atos 16:32-33). 115
Paulo pregou nas casas dos efésios (Atos 20:20).

Paulo recebia em sua casa de Roma todos aqueles que


chegavam, e lhes pregava e ensinava a respeito de Jesus
Cristo (Atos 28:30-31).

Áquila e Priscila tinham uma igreja em seu lar (1 Coríntios


16:19).

Ninfa tinha uma igreja em sua casa (Colossenses 4:15).

Filemon tinha uma igreja em sua casa (Filemon 1:2).

3. A IMPORTÂNCIA DA VISÃO CELULAR

Considere que abrir a porta de uma casa para receber uma célula
equivale a levar a Arca de Deus para dentro desse lar, com o objetivo
de irradiar a luz do Evangelho para toda a vizinhança.

Quando somos fiéis no pouco (uma célula), o


Senhor se encarrega de nos levar ao muito.

a. O sucesso da igreja está nas células

À medida que a igreja se apropria da visão celular e se esforça


por desenvolvê-la, o sucesso começa a acontecer no interior da
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

congregação e se reflete no crescimento espiritual e numérico.

A visão celular facilita a formação e a capacitação de discípulos


que serão responsáveis pela difusão da mensagem de Cristo a
116 todo o mundo.
b. As células permitem pastorear pessoa por pessoa

Jesus sempre se preocupou em chegar diretamente à


necessidade de cada pessoa e desenvolveu Seu ministério por
meio do contato com as pessoas, sem a limitação de um lugar
específico (Marcos 6:34). A visão celular nos permite agir da
mesma maneira que Jesus fez, e até o crente mais simples
pode reunir sua família e o líder da célula pode pastorear
diretamente cada pessoa.

O trabalho pastoral se torna mais fácil quando todo o trabalho


não recai sobre uma só pessoa. Quando um pastor consegue
envolver a igreja no trabalho celular, os resultados são mais
eficazes, e cada membro da congregação se sentirá sempre
cuidado.

c. As células são pequenos grupos que fortalecem a igreja

Dentro de uma célula, realiza-se um trabalho evangelístico, já


que as pessoas novas convidadas a cada semana podem ser
ganhas para Cristo. Ali, também, o novo convertido é edificado
por intermédio do ensino da Palavra, para que possa se tornar
um instrumento útil e seja preparado para a multiplicação da
célula (1 Pedro 5:10).

d. As células são um modo de suprir a necessidade das pessoas

Os membros de cada congregação não têm apenas


necessidades de caráter espiritual e emocional, mas também
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

material. As reuniões nos lares contribuem para suprir essas


necessidades, assim como acontecia na Igreja Primitiva (Atos
2:44-47).

117
e. As células são uma maneira de formar os 12

A estratégia de multiplicação que se desenvolve paralelamente


às células envolve os grupos de 12. Ela está fundamentada no
modelo de Jesus, que escolheu 12 discípulos para desenvolver
Seu ministério.

As células são uma eficaz fonte de formação e seleção da nossa


equipe de 12. Nela, escolhemos as pessoas que mostram mais
frutos e oramos para confirmar se é da vontade de Deus que
elas formem a equipe básica de líderes que nos apoiará em
nosso ministério (Lucas 6:12-17).

CONCLUSÃO
A visão celular é uma estratégia de Deus para
a multiplicação da igreja em nosso tempo, com
origens na Igreja Primitiva. Abrir uma célula é um
privilégio duplo: em primeiro lugar, representa
trazer a Arca de Deus até o nosso lar; em segundo
lugar, significa dar vida às pessoas por intermédio
do pastorado direto.
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

Se você nunca abriu as portas de seu lar para


receber uma célula, procure fazê-lo!

118
QUESTIONÁRIO 9
A VISÃO CELULAR

1. Qual foi a estratégia que Deus nos deu para alcançar as multidões?

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

______________________________________________________.

2. De acordo com Atos 10, como a Igreja teve início?

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_____________________________________________________.
119
3. Em sua opinião, quais são as vantagens de abrir uma casa para
o funcionamento de uma célula?

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

______________________________________________________.

4. De acordo com Mateus 9:23-25, o que caracterizou o ministério


de Jesus?

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

______________________________________________________.

5. Onde o Espírito Santo foi derramado pela primeira vez, de acordo


com Atos 2:2-4?
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

120 ______________________________________________________.
6. Qual é a importância da visão celular?

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

____________________________________________________.

7. Onde começa a formação de uma equipe de 12? Por quê?

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

____________________________________________________.
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

121
ESTRUTURA e
DESENVOLVIMENTO DE UMA
CÉLULA
Referência Bíblica

“E perseveravam na doutrina dos apóstolos


e na comunhão, no partir do pão e nas
orações” (Atos 2:42).

123
10L I Ç Ã O
10
Objetivos
ESTRUTURA e DESENVOLVIMENTO DE UMA CÉLULA

1. Reconhecer a estrutura básica de uma célula.

2. Conhecer a maneira correta de realizar as células.

3. Reconhecer os erros mais comuns que impedem o perfeito


desenvolvimento de uma célula.

4. Conhecer os dez mandamentos da célula.

INTRODUÇÃO
Um aspecto-chave que determina o sucesso da visão celular
é a preparação que cada líder deve ter nas diferentes esferas
da vida. Somada a essa preparação, é preciso que haja uma
estrutura definida que permita o desenvolvimento da reunião
celular, a fim de que nada interfira no sucesso da mesma.

O Senhor é um Deus de ordem, e Ele nos pede que façamos


tudo de forma ordenada: “Tudo, porém, seja feito com decência
e ordem” (1 Coríntios 14:40).

A Bíblia também diz:


A ESTRATÉGIA DO GANHAR

“E tudo o que fizerdes, seja em palavra, seja


em ação, fazei-o em nome do Senhor Jesus...”
(Colossenses 3:17).

124
Isso nos leva a refletir sobre a necessidade de trabalhar em nosso
compromisso celular de maneira planejada, sem deixar margem
para improvisações.

A fim de que possamos alcançar os objetivos e aproveitar as


vantagens de uma célula, é necessário ter atenção a certas práticas
que também podiam ser observadas na Igreja Primitiva.

Esta lição trata especificamente da estrutura e do desenvolvimento


da célula, para que você se transforme em um especialista ao
exercer o seu trabalho como líder dessas reuniões.

Vamos falar aqui a respeito da melhor maneira


de aproveitar o tempo disponível da reunião,
assim como dos mandamentos que nos ajudam
a ter uma célula bem-sucedida.

A ESTRATÉGIA DO GANHAR

125
1. A PERSEVERANÇA: BASE DA MULTIPLICAÇÃO CELULAR

Um aspecto importante do trabalho celular é perseverar para


que o grupo se fortaleça e consiga se multiplicar, já que a célula
deve contribuir para o crescimento da igreja. A perseverança deve
ser evidenciada pelo estudo da Palavra, no companheirismo, no
compartilhamento das bênçãos recebidas e também através das
orações (Atos 2:42).

Da mesma forma, a perseverança também deve


se refletir em não desanimar quando as pessoas
recusam nosso convite para fazer parte de uma
célula. Um líder de fé tenta de novo e deixa de
lado os seus fracassos, pois seus olhos estão em
Jesus e ele sabe que o milagre da multiplicação
acontecerá (Lucas 5:1-5).

O Senhor deseja que, como líderes, façamos a nossa parte no que


for possível, nos agarremos à Sua Palavra e a obedeçamos, e Ele
fará o impossível.

A célula é uma ponte entre as pessoas e a congregação, e é nela


que se pode dar maior atenção a cada pessoa. Cada pessoa
é evangelizada, consolidada e edificada, possibilitando seu
aperfeiçoamento e o fortalecimento de seu relacionamento com
Deus e do conhecimento da Sua Palavra
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

“... ele mesmo vos há de aperfeiçoar, firmar, fortificar e


fundamentar” (1 Pedro 5:10).

126
2. ESTRUTURA PARA O DESENVOLVIMENTO DE CADA REUNIÃO

Primeiro, considere que a média de presença em cada célula deve


ser de 6 a 12 pessoas, e que a reunião deve ter cerca de 45 minutos
a 1 hora de duração. O líder deve chegar com 10 ou 20 minutos de
antecedência para preparar o ambiente, na companhia do anfitrião.

O tempo da célula pode ser distribuído da seguinte maneira:


Boas-vindas e cumprimentos (5 minutos).
Receber as pessoas com amor faz a diferença. Cumprimentem
os participantes brevemente e dê as boas-vindas aos novos.

Introdução (5 minutos).
Esse deve ser o tempo para preparar os corações para o tema
que será exposto no ensino do dia (Colossenses 3:16).

Desenvolvimento do tema (20 minutos).


O líder deve agir com segurança e demonstrar que se preparou
para guiar, dominar, desenvolver, dirigir o tema e transmitir a
mensagem rhema de Deus ao grupo. Ele deve apresentar os
ensinamentos de uma forma simples e usar uma linguagem
clara que possa impactar a vida dos presentes (2 Timóteo 2:16).

Ministração (5 minutos).
É o momento de permitir que o Espírito Santo tome a Palavra
compartilhada e transforme vidas e corações. Ore pelas
necessidades físicas, emocionais e familiares.
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

Oferta (5 minutos).
Aproveite o momento do fechamento para orar a Deus com a
oferta e orar pelas necessidades dos presentes, concentrando
o interesse nos mais novos no grupo (Tiago 5:16). 127
Encerramento e registro (5 minutos).
Verifique quem foi ou não à reunião, com o propósito de entrar
em contato com aquelas pessoas que faltaram e perguntar se
desejam alguma ajuda específica.

Ao seguir essa estrutura você alcançará bons resultados durante a


reunião celular. Evite cometer os seguintes erros:

Que alguém não autorizado dirija a reunião, ministre libertação


ou ore com imposição de mãos.

Que a palavra seja passada às pessoas presentes, fazendo o


líder perder o controle da reunião.

Que se criem discussões.

Deixar de dar atenção aos mais novos ou demonstrar


desinteresse por alguém que esteja presente.

Usar mais tempo do que o combinado (+ de 1 hora).

Mudar continuamente de lugar, dia e hora de reunião.

3. MANDAMENTOS DAS CÉLULAS


A. Ame a visão celular

O amor por aquilo que temos e fazemos quebra qualquer


A ESTRATÉGIA DO GANHAR

possibilidade de dúvida e prepara o caminho para o sucesso. Se


não amarmos o trabalho celular, nunca veremos os resultados
dessa visão (1 Coríntios 13:2-3).

128
B. Não se desvie da visão celular

Sair da visão pode ser muito fácil, inclusive quase imperceptível.


Por isso, é importante sermos fiéis aos princípios estabelecidos
e perseverar neles até obter os resultados propostos.

C. Não permita que a célula seja infrutífera

As células devem cumprir uma função evangelística, isto é,


cada uma das pessoas presentes deve ter a preocupação de
procurar pessoas e convidá-las para a reunião, a fim de que
elas sejam ganhas para Cristo (João 15:2).

D. Reúna-se uma vez por semana

Durante os dias anteriores à reunião da célula, o anfitrião,


o líder e os outros integrantes do grupo devem visitar os
vizinhos, familiares, companheiros e amigos, e convidá-los a
participarem, com o propósito de integrá-los ao grupo que
frequenta aquela célula.

E. A célula deve ajudar na restauração familiar

Existem crises familiares no mundo todo, e a célula deve estar


preparada para atender a essa necessidade. Nela, procura-se
a restauração do relacionamento dos filhos com seus pais, dos
pais com seus filhos, da mulher com o marido, e do marido
com a sua mulher.

F. Torne cada membro um líder


A ESTRATÉGIA DO GANHAR

Cada pessoa que chega a uma célula, não importa sua


condição, deve ser visualizada como um líder em potencial,
alguém que será um instrumento valioso nas mãos de Deus
quando alcançar o seu desenvolvimento espiritual.
129
G. Zele pela santidade do grupo

Quando o pecado é permitido, tolerado e consentido, a célula


começa a desabar. Temos que ser radicais para com o pecado
e não confiar a célula a alguém que tem uma vida dupla, porque
a garantia do líder é seu testemunho, e este começa em sua
casa (Hebreus 12:14).

H. Não edifique sobre fundamento alheio

Os membros de cada célula devem ser fiéis ao seu grupo. Isso


significa que não devem começar a ir a diferentes reuniões,
já que isso pode trazer confusão e afetar seu processo de
formação. Os líderes devem lutar para ganhar almas que farão
parte de seu grupo e não convidar para a sua célula pessoas
que já estão sendo lideradas (Romanos 15:20).

I. Não permita a murmuração dentro da célula

Quando uma célula para de crescer, podem acontecer fofoca,


murmuração, críticas ou queixas. Não podemos permitir que
se fale mal de outro membro ou irmão, do pastor, do líder ou
da igreja. É preciso que sejamos rigorosos com os fofoqueiros
dentro da célula (Filipenses 2:14).

J. Desenvolva as metas de forma estratégica

Tanto o líder quanto cada um dos membros do grupo devem


ter metas definidas de crescimento, que impliquem esforço de
sua parte e requeiram a ação do poder sobrenatural de Deus.
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

Essas metas devem ser claras e ter implícito nelas o propósito


da multiplicação.

130
CONCLUSÃO

A visão celular é garantia de sucesso no


trabalho multiplicador da igreja, mas o sucesso
está condicionado ao respeito da estrutura no
desenvolvimento das reuniões semanais. Se
respeitarmos os parâmetros, fizermos as reuniões
do grupo dentro do limite de uma hora e seguirmos
os dez mandamentos das células, sem dúvida o
sucesso estará do nosso lado. Se você ainda não
tinha analisado o desenvolvimento da reunião
semanal com a qual se comprometeu de acordo
com as diretrizes dadas nesta lição, chegou a
hora de começar a segui-las. Certamente, você
notará as mudanças.

A ESTRATÉGIA DO GANHAR

131
QUESTIONÁRIO 10
ESTRUTURA E DESENVOLVIMENTO DE UMA CÉLULA

1. De acordo com 1 Coríntios 14:40, o que Deus nos pede que


façamos?

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

______________________________________________________.

2.Qual deve ser a média de presença em uma célula?

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_____________________________________________________.

3. Descreva como é a estrutura da célula.

_______________________________________________________

_______________________________________________________
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

132 ______________________________________________________.
4. Que erros podem ser cometidos no desenvolvimento de uma
célula?

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

______________________________________________________.

5. Mencione e explique quais são os três mandamentos da célula.

a. ____________________________________________________

____________________________________________________

____________________________________________________

____________________________________________________

____________________________________________________

____________________________________________________.

b. ____________________________________________________

____________________________________________________
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

____________________________________________________

____________________________________________________

____________________________________________________

____________________________________________________. 133
c. _______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

______________________________________________________.

6. Leia Hebreus 12:14 e diga o que devemos procurar dentro da


nossa célula.

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

______________________________________________________.

7. O que devemos evitar de acordo com Filipenses 2:14?

_______________________________________________________

_______________________________________________________
A ESTRATÉGIA DO GANHAR

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

134 ______________________________________________________.
8. Repasse os mandamentos da célula e enumere em qual ou quais
deles você está falhando e o que deve fazer para melhorar.

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_______________________________________________________

_____________________________________________________.

A ESTRATÉGIA DO GANHAR

135
Formando Líderes Integrais

“Todo aquele, pois, que ouve estas minhas


palavras e as pratica será comparado a um
homem prudente que edificou a sua casa
sobre a rocha” (Mateus 7:24). 

Quando idealizou Sua Igreja, o Senhor


vislumbrou algo sólido, que permanecesse
firme para sempre. Para cumprir esse
objetivo, Ele nos deixou uma diretriz clara
que nos levaria a alcançar a Sua perfeita
vontade: ouvir a Sua Palavra e colocá-la em
prática. A areia representa o que é fraco,
flexível e instável, mas um alicerce é
construído com pedras, com algo sólido.
Deus nos chamou para levantar uma
geração de líderes que permaneçam firmes
como a rocha.
A Missão Carismática Internacional entende
a grande importância e a necessidade de
que os líderes chamados pelo Senhor
estejam imersos na Palavra de Deus. Esse é
o único modo de alcançar o DESTINO que o
Pai planejou para cada um dos Seus filhos.
Para isso, elaboramos um programa de
treinamento que será uma oportunidade de
crescimento e desenvolvimento para todos.

A obra de evangelização que tem se


mostrado mais eficaz ao longo do tempo
é o trabalho individual, pessoa a pessoa.
Jesus estava cercado de multidões, mas
procurou uma oportunidade para ter um
encontro pessoal com a samaritana.
Através do contato pessoal, devemos
buscar o momento oportuno para
compartilhar do amor e da salvação que
encontramos em Jesus. Em A Estratégia
do Ganhar, você aprenderá como aplicar
a Visão corretamente e alcançar um
verdadeiro crescimento ministerial.

www.visiong12.com
www.g12store.com