Você está na página 1de 4

Universidade Federal do Ceará – UFC

Centro de Tecnologia
Departamento de Engenharia Mecânica e de Produção
Semestre 2017.2

Planejamento do Trabalho Técnico-científico

Aluno(a): Gabriela da Silva Matrícula: 403835


Aluno(a): Heloísa Nara Xavier de Castro Matrícula: 398068
Aluno(a): Sidney Roberto Ferreira Vasconcelos Matrícula: 400936

Curso: Engenharia Mecânica Professor: Luiz Soares Júnior


Disciplina: Metodologia Científica Versão: 00

Fortaleza, Ceará
2017
Tema
 Eficiência energética do modal eólico.

Título
 A eficiência energética dos sistemas de geração de energia, com enfoque no modal eólico
brasileiro.

Motivação e Justificativa
Diante do atual contexto energético do país, é notório que a busca de fontes alternativas de energia
é de grande importância devido ao impacto negativo que algumas outras fontes, como a
hidrelétrica e a advinda de combustíveis fósseis, causam à natureza. Assim, a busca de um tema
que se relacione diretamente à Engenharia Mecânica e a um problema recorrente no país, fez com
que a equipe pretendesse optar por um assunto que, não apenas seja de grande relevância no
Brasil, mas também que possua relação com a região onde os membros estão localizados, visto
que, em solo brasileiro, a região nordestina (litoral) é a que possui o maior potencial eólico. Dessa
forma, pesquisar e elaborar um banner sobre o assunto causará um impacto positivo na formação
dos membros, por meio da obtenção de importantes conhecimentos gerais e específicos
relacionados à engenharia.

Objetivo geral
 O objetivo geral é a realização de discussões sobre a eficiência enérgica da fonte eólica.

Objetivos específicos
 O objetivo específico é dissertar acerca dos desafios relacionados à implementação do
modal eólico no Brasil, dando enfoque ao aproveitamento energético, bem como
investigar possíveis soluções para os mesmos.

Cronograma de execução
A realização do projeto de pesquisa possuirá três etapas principais:
-Organização das ideias: Nesse momento, será definido qual tipo de estudo e de método de
pesquisa serão realizados. Além disso, consistirá num momento para definir quais subtemas são
relevantes para o desenvolvimento do tema principal e quais aspectos são essenciais à pesquisa.
Será por meio dessa etapa que todos os integrantes da equipe farão um estudo prévio do assunto,
se familiarizando com o tema. Nesse período será feita, também, a observação sistemática e
controlada dos fatos e a formulações de hipóteses.
-Pesquisas: Nessa etapa, o que for decidido na etapa de organização das ideias será posto em
prática. Também será iniciada a etapa de caráter mais científico, que inclui pesquisas
aprofundadas.
-Produção do Banner: Nessa etapa, a produção científica já estará consolidada e será possível
iniciar a organização do banner, sendo necessário filtrar os aspectos mais importantes da pesquisa
e definir como eles serão apresentados de forma didática.
Datas:

 16/10/2017 – 29/10/2017 - Organização das ideias

 30/10/2017 – 20/11/2017 - Pesquisas

 21/11/2017 – Prazo Final - Produção do Banner

Com o intuito de que o trabalho seja realizado dentro do prazo, iremos dedicar, em média, uma
hora diária de discussão dentro das datas estabelecidas.

Autores e afiliações
 Rui Castro M. G. - Licenciado, Mestre e Doutor em Engenharia Eletrotécnica e de
Computadores, respectivamente. Professor Auxiliar na Área Científica de Energia do
Departamento de Engenharia Eletrotécnica e de Computadores.

Prévia das referências


DINIZ, Marco Antônio Bezerra. DESEMPENHO AERODINÂMICO DE UMA TURBINA
EÓLICA EM ESCALA, PERFIL NREL S809, COM DIFERENTES VELOCIDADES
ESPECÍFICAS DE PROJETO. 2014. 107 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Engenharia
Mecânica, Centro de Tecnologia, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2014. Cap. 5.
Disponível em: <http://www.teses.ufc.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=11527>. Acesso
em: 12 out. 2017.

MARTINS, F.R.; GUARNIERI, R.A.; PEREIRA, E.B. O aproveitamento da energia


eólica. Revista Brasileira de Ensino de Física, São Paulo, v. 30, n. 1, p. 1304.1-1304.13, 2008.
Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1806-
11172008000100005&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 12 out. 2017.

TERCIOTE, Ricardo. Eficiência energética de um sistema eólico isolado. In: ENCONTRO DE


ENERGIA NO MEIO RURAL, 4., 2002, Campinas. Disponível em:
<http://www.proceedings.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=MSC0000000022002000
100056&lng=en&nrm=abn>. Acesso em: 12 out. 2017.

ORTIZ, G. P.; KAMPEL, M. Potencial de energia eólica offshore na margem do Brasil. In:
SIMPÓSIO BRASILEIRO DE OCEANOGRAFIA, 5., 2011, Santos,
SP. Anais... 2011. Disponível em: <http://mtc-m16d.sid.inpe.br/col/sid.inpe.br/mtc-
m19/2011/07.06.17.10/doc/Ortiz_Potencial.pdf>. Acesso em: 12 out. 2017

CASTRO, Rui M.G.. Energias Renováveis e Produção Descentralizada INTRODUÇÃO À


ENERGIA EÓLICA. 2009. Disponível em:
<http://www.troquedeenergia.com/Produtos/LogosDocumentos/IntroducaoAEnergiaEolica.pdf>
. Acesso em: 12 out. 2017.
SIMÕES, Marcelo Godoy; FRANCESCHETTI, N.n.; BOSE, Bimal K.. Otimização de um
Sistema de Geração de Energia Eólica Através de Controle Fuzzy. Revista Sba - Controle &
Automação, São Paulo, v. 10, n. 1, p.48-58, ago. 1999. Versão revisada. Disponível em:
<https://www.sba.org.br/revista/vol10/V10A198.pdf>. Acesso em: 12 out. 2017.

CEPEL. Atlas do Potencial Eólico Brasileiro - Simulações 2013. 2013. Disponível em:
<http://novoatlas.cepel.br/wp-
content/uploads/2017/03/NovoAtlasdoPotencialEolico_BrasileiroSIM_2013.pdf>. Acesso em:
12 out. 2017.