Você está na página 1de 36

Modelos aks-L4 / aks-L5

Cama articulada para acamados

Manual de instruções

Fig. do modelo aks-L4


Versão: 2008_11
Modelos aks-L4 / aks-L5

Índice
1 Introdução 3
2 Finalidade / campo de aplicação 5
3 Indicações gerais de segurança 6
4 Âmbito do fornecimento 8
5 Montagem 11
6 Vista geral 15
7 Colocação em funcionamento 16
8 Funcionamento 17
8.1 Rodízios 17
8.2 Guardas laterais 17
8.3 Pendural 18
8.4 Estrado 19
8.5 Comando manual 21
8.6 Função de bloqueio 22
8.7 Descida de emergência 22
8.8 Mecanismo de desconexão da rede 23
9 Transporte do paciente 24
10 Acessórios / conjuntos 25
11 Cuidado / limpeza 26
12 Armazenamento 26
13 Reutilização 27
14 Vida útil 27
15 Eliminação 27
16 Garantia 28
17 Causa / eliminação de avarias 28
18 Manutenção 29
18.1 Indicações gerais de manutenção 29
18.2 Substituição da pilha 30
18.3 Plano de manutenção 32
19 Dados técnicos 33
20 Declaração de conformidade 34

Página 2 GA_Bett_L4-L5_081127
Modelos aks-L4 / aks-L5

1 Introdução

As camas articuladas para acamados dos modelos aks-L4 e aks-L5 satisfazem os requisitos
das modernas camas articuladas para acamados. Além disso, foram concebidas para a uti-
lização no domicílio e integram-se da melhor maneira no ambiente doméstico existente.
A utilização de uma destas camas articuladas para acamados é sinónimo de mais qualida-
de de vida para os pacientes e facilita o trabalho do prestador de cuidados médicos.
As camas articuladas para acamados do modelo "aks-L4/L5" distinguem-se, nomeada-
mente, pelas seguintes características:
• segurança, graças ao mecanismo de desconexão da rede (desconexão omnipolar
da rede), necessitando de accionar o comando manual para estabelecer uma liga-
ção à rede eléctrica. Isto evita a corrente reactiva e ruídos constantes emitidos pelo
transformador (desta forma, os campos electromagnéticos só podem ser produzi-
dos durante o período de regulação)
• economia de energia, pois a cama não está ligada à electricidade quando se en-
contra no modo standby
• regulação motorizada da altura e da secção do encosto
• regulação motorizada da secção das coxas
• o modelo aks-L5 dispõe de regulação patenteada das secções das pernas e das co-
xas através do comando manual, sem necessidade de elevação manual da secção
das pernas.
• ambiente acolhedor, graças à decoração em madeira
• cada rodízio pode ser individualmente imobilizado
• pendural
• pode ser montada por uma pessoa só

O presente manual de instruções fornece-lhe as informações necessárias para utilizar cor-


rectamente as camas articuladas para acamados dos modelos aks-L4 e aks-L5.

Leia este manual de instruções antes de cada utilização e cumpra as


respectivas indicações!
Em caso de mudança de proprietário entregue também este manual de
instruções.

Página 3
Modelos aks-L4 / aks-L5

Os vários modelos

Os diferentes tipos de camas diferenciam-se através das secções do estrado, como se se-
gue:

Modelo aks-L4:
A secção das coxas é regulada electricamente. A sec-
ção das pernas é movimentada por arrasto.

Modelo aks-L5
A secção das coxas é regulada electricamente. A sec-
ção das pernas é regulada electricamente, através
da regulação da secção das coxas, de modo a ficar
posicionada em cada uma das posições do mecanis-
mo de engate.

Os vários tipos de camas podem ser adquiridos nos seguintes modelos:


Tipo de estrado: - de ripas
- de grade de aço

Modelos das guardas laterais: - guardas laterais de madeira (Fig. 01)


- guardas laterais de metal (Fig. 02)

Figura 01 Figura 02

Página 4
Modelos aks-L4 / aks-L5

2 Finalidade / campo de aplicação

As camas articuladas para acamados dos modelos aks-L4/L5 estão indicadas para acomo-
dar, permanentemente, pessoas maiores de 12 anos, destinando-se a uma utilização seja
em ambientes domésticos, seja em lares de terceira idade e em centros de cuidados médi-
cos.
Têm como finalidade prover alívio ou compensação a pessoas enfermas ou incapacitadas
e facilitar as condições de trabalho dos prestadores de cuidados médicos.
As camas articuladas para acamados adequam-se apenas a ambientes interiores secos.
As condições ambientais têm de corresponder a uma temperatura ambiente entre os 0 °C
e os 40 °C, a uma humidade atmosférica entre os 20 % e os 80 %, e a uma pressão atmos-
férica entre 700 hPa e 1060 hPa.
A cama articulada para acamados não dispõe de nenhuma ligação equipotencial, não
sendo, assim, indicada para aplicações médicas eléctricas.

Página 5
Modelos aks-L4 / aks-L5

3 Indicações gerais de segurança

• Esta cama articulada só deve ser operada por pessoas devidamente formadas e
competentes para o seu manuseamento.
• Leia este manual de instruções na íntegra antes de colocar a cama em funciona-
mento, de modo a evitar perigos ou danos causados por uma utilização indevida.
Ele contém informações e notas importantes, necessárias ao funcionamento cor-
recto da cama articulada.
• Utilize a cama articulada apenas de acordo com o presente manual de instruções.
O manual de instruções deve ser guardado num local seguro para eventuais con-
sultas. Em caso de mudança de proprietário entregue também este manual de ins-
truções.
• Antes de cada utilização, certifique-se de que a cama e os respectivos acessórios
estão em bom estado e sem defeitos.
• Tenha em atenção que a instalação e a manutenção da cama articulada só devem
ser efectuadas por pessoal técnico competente.
• No caso de impossibilidade de vigiar a pessoa acamada, coloque o estrado na po-
sição mais baixa, para reduzir o risco de ferimentos em caso de queda ao subir e
descer da cama.
• Caso seja necessário mover a cama, coloque as secções do estrado na horizontal e
desloque a cama na posição mais baixa. Erga as guardas laterais sempre que trans-
portar o paciente. Retire os aparelhos que estiverem pendurados.
• Tenha em atenção que não se pode excluir a possibilidade de ocorrerem interfe-
rências electromagnéticas, ou de outra ordem, entre a cama articulada e outros
aparelhos. Em caso de perigo de interferências nos dois sentidos, desligue a cama
da rede eléctrica.
• Em caso de perigo de queda da pessoa acamada, utilize as guardas laterais. Tenha
em atenção que a guarda lateral só protege efectivamente contra queda se for
erguida de ambos os lados (do lado da cabeceira e do lado dos pés) e se as secções
do estrado, nomeadamente as secções do encosto, das coxas e das pernas, se en-
contrarem na posição horizontal.
• Só podem ser utilizadas guardas laterais originais, visto que apenas estas foram
testadas pela aks e garantem um funcionamento seguro e sem problemas.
-- A utilização de guardas laterais que não sejam originais pode constituir um pe-
rigo! --
• Ao utilizar as guardas laterais, verifique se se adequam para o utilizador da cama
em questão, tendo em conta as respectivas particularidades. Tenha especialmente
em consideração as distâncias entre as traves e as barras em relação à constituição
física do utilizador da cama. Verifique se a altura das guardas laterais é de, pelo
menos, 220 mm a partir da parte de cima do colchão. Caso a altura seja inferior a
220 mm, utilize as nossas extensões para as guardas laterais, testadas e aprovadas.

Página 6
Modelos aks-L4 / aks-L5
• Respeite o tempo de funcionamento e a carga de trabalho segura. Estes não de-
vem ser excedidos, caso contrário não poderá ser garantido um funcionamento
seguro (veja o capítulo 7 Colocação em funcionamento e o capítulo 19 Dados téc-
nicos).
• Certifique-se de que não há qualquer penetração de humidade no sistema eléctri-
co.
• Certifique-se, seja como utilizador, seja através da entidade operadora (p. ex. atra-
vés das respectivas instruções e disposições), de que durante a utilização é evitado
todo e qualquer esforço mecânico sobre cabos de ligação à rede eléctrica (p. ex.
dobrar, cortar, passar por cima dos cabos com a própria cama ou com os carros de
mesa para equipamento, exercer esforço durante a limpeza do quarto, etc.). Isto
também se aplica aos cabos de outros aparelhos que forem utilizados em conjunto
com a cama articulada.
• Não deixe sem supervisão crianças que se encontrem perto da cama articulada.
Caso seja necessário, desligue a ficha da tomada e bloqueie o comando manual
contra o accionamento não autorizado.
• Assim que se der conta de um dano ou de uma avaria, interrompa a operação da
cama articulada e desligue-a da rede eléctrica.
• Tenha em atenção que esta cama articulada é um dispositivo médico. Com a aqui-
sição e a utilização comercial deste dispositivo médico, todas as obrigações ineren-
tes ao operador são transferidas para si. Informe-se sobre quais são estas obriga-
ções.
• As pessoas acamadas não vigiadas, que sofram também de perturbações mentais
ou que estejam gravemente debilitadas, correm um risco residual geralmente mais
elevado. Por este motivo, cumpra impreterivelmente as indicações de segurança
aqui descritas, de modo a reduzir o risco residual ao mínimo.

Página 7
Modelos aks-L4 / aks-L5

4 Âmbito do fornecimento

A cama articulada para acamados foi inspeccionada na fábrica relativamente à inexistên-


cia de falhas e ao âmbito de fornecimento completo. Mesmo assim, verifique o produto,
imediatamente após a recepção, quanto a eventuais danos sofridos durante o transpor-
te.
Após a recepção de todas as partes individuais, verifique se o âmbito do fornecimento
está completo. Caso faltem peças ao âmbito do fornecimento, contacte o seu agente aks.
Consoante a variante e o tipo de fornecimento, o âmbito do fornecimento compõe-se
das seguintes peças:
Fornecimento em caixas
Caixa
Variante
1 2.1 2.2 2.3 2.4 2.5 2.6 3 4 5

aks-L4 G/ HS X X X X X
aks-L4 G/ MS X X X X
aks-L4 F/ HS X X X X X
aks-L4 F/ MS X X X X
aks-L5 G/ HS X X X X
aks-L5 G/ MS X X X
aks-L5 F/ HS X X X X X X
aks-L5 F/ MS X X X X X

Descrição do conteúdo da caixa


Item Caixa Conteúdo
2 estruturas verticais, 1 manual de instruções, 1 chave Allen de 6 mm,
1 L
1 trava de transporte, 4 corrediças das guardas laterais
Ripas EC
2.1 1 ripa para a estrutura da cabeceira
(aks-L4/L5)
Grade EC
2.2 1 grade para a estrutura da cabeceira
(aks-L4/L5)
1 ripa para a estrutura dos pés, 2 conectores do estrado,
Ripas EP
2.3 1 unidade de alimentação (com mecanismo de desconexão da rede),
(aks-L4)
1 comando manual
1 ripa para a estrutura dos pés, 2 conectores do estrado,
Ripas EP
2.4 1 unidade de alimentação (com mecanismo de desconexão da rede),
(aks-L5)
1 comando manual
1 grade para a estrutura dos pés, 2 conectores do estrado,
2.5 Grade EP L4 1 unidade de alimentação (com mecanismo de desconexão da rede),
1 comando manual
1 grade para a estrutura dos pés, 2 conectores do estrado,
2.6 Grade EP L5 1 unidade de alimentação (com mecanismo de desconexão da rede),
1 comando manual
3 GLM 4 traves das guardas laterais de madeira
4 P 1 pendural com pega e correia de fixação
2 guardas laterais de metal, 1 pendural com pega e correia de
5 GLM
fixação

Fornecimento com equipamento auxiliar de transporte (figura 03)


• 2 estruturas verticais (figura 05)

Página 8
Modelos aks-L4 / aks-L5
• 1 estrutura da cabeceira (figura 06)
• 1 estrutura dos pés com 2 conectores do estrado e
8 parafusos de cabeça cilíndrica (figuras 06 + 10)
• 4 traves das guardas laterais de madeira (figu-
ra 07) ou 2 guardas laterais de metal
• 1 pendural com pega e correia de fixação (figu-
ra 08)
• 1 bolsa (figura 09) com o seguinte conteúdo:
1 unidade de alimentação (com mecanismo de
desconexão da rede)
1 comando manual
1 manual de instruções
1 chave Allen de 6 mm
1 trava de transporte para a ficha de rede Figura 03

4 corrediças das guardas laterais (figura 11)

O equipamento auxiliar de transporte (figura 04), que serve simultaneamente de equipa-


mento auxiliar de armazenamento, é composto pelas seguintes peças:
• 1 suporte para fixação superior da tra-
ve lateral
• 1 suporte para fixação inferior da trave
lateral
• 1 tubo de encaixe para a estrutura
• 1 tubo de encaixe para o pendural
• 2 parafusos de cabeça cilíndrica
M8 x 25

Figura 04

Figura 05

Página 9
Modelos aks-L4 / aks-L5

Estrutura da cabeceira Estrutura dos pés Guardas laterais


de madeira

ou

Modelo aks-L4 Guardas laterais de metal

Figura 06 Figura 07

Figura 08 Figura 09

Figura 10 Figura 11

Página 10
Modelos aks-L4 / aks-L5

5 Montagem

Além da chave Allen de  6 mm fornecida, irá também necessitar de uma chave Philips
para a montagem.
Se, guiando-se pelo capítulo 4, tiver comprovado que o fornecimento está completo e
não apresenta danos, proceda à montagem, executando os seguintes passos:
1. Fixe os rodízios paralelamente à estrutura vertical e coloque ambas as estruturas
verticais no chão, com os tubos de encaixe virados para cima (figura 12).
2. Encaixe as duas metades do estrado nos tubos de encaixe das estruturas verticais.
Ao fazê-lo, tenha em atenção a posição correcta das metades do estrado. Segui-
damente, fixe os pontos de junção (figura 13) com os respectivos 2 parafusos de
cabeça cilíndrica.

Modelo aks-L4

Estrutura Estrutu-
da cabe- ra dos
ceira pés

Figura 12 Figura 13

3. Insira os conectores do estrado (figura 10) numa metade do estrado e fixeos com
4 parafusos de cabeça cilíndrica. Não aperte ainda os parafusos de cabeça cilíndri-
ca (figura 13).
Nota: no caso de fornecimento com equipamento auxiliar de transporte, os conec-
tores do estrado estão pré-montados.
4. Coloque ambas as metades da cama na posição de utilização e destrave os travões
dos rodízios do lado da cabeceira (figura 14).

Modelo aks-L4 Modelo aks-L4

Figura 14 Figura 15

Página 11
Modelos aks-L4 / aks-L5
5. Erga ambas as metades do estrado a meio e encaixe-as uma na outra. Aparafuse
os restantes 4 parafusos de cabeça cilíndrica e aperte-os todos firmemente com a
chave Allen fornecida (de 6 mm) (figura 15).
6. Retire agora a unidade de alimentação da embalagem e encaixe-a no motor da
secção do encosto, na estrutura da cabeceira (figura 16). Fixe a unidade de alimen-
tação com o parafuso de fixação, para que não escorregue para o lado. Encaixe a
protecção do cabo de alimentação no suporte que se encontra do lado da cabecei-
ra (figura 17).

Figura 16 Figura 17
7. Passe os cabos dos motores das estruturas verticais por cima dos motores de regu-
lação do estrado (figura 18). Com base na figura  19, conecte então as ligações de
encaixe dos motores e do comando manual.
H = Ligação para o comando manual
1 = Ligação para o motor da secção do encosto
2 = Ligação para o motor da secção das coxas
3 = Ligação para o motor da estrutura vertical do lado da cabeceira
4 = Ligação para o motor da estrutura vertical do lado dos pés
Z = Protecção contra pressão para o cabo do comando manual
Nota: é impreterível que prenda o cabo do comando manual à protecção contra
pressão Z, caso contrário poderá partir-se na ligação de encaixe.

Modelos aks-L4/aks-L5

Modelo aks-L4

Figura 18 Figura 19

Página 12
Modelos aks-L4 / aks-L5

ATENÇÃO!
A unidade de alimentação não deve ser operada com buchas de encaixe
abertas, dado que, caso contrário, há a possibilidade de penetração de
humidade ou líquidos (choque eléctrico/incêndio).

8. Antes de iniciar a montagem das guardas laterais, ligue a cama articulada para
acamados à rede eléctrica e erga-a a uma altura de aprox. 60 cm.
Nota: para mover a cama poderá ter de desbloquear o comando manual (veja a
secção 8.6 Função de bloqueio). Rebordos arredonda-
9. Para montar a guarda lateral de ma- dos para cima
deira, coloque as 2 traves das guardas Entalhe para
laterais paralelamente no chão (não se engate para
aplica no caso das guardas laterais me- cima
tálicas). Encaixe a corrediça da guarda Guarda lateral
lateral nos orifícios de ambas as extre- de madeira
midades da trave (figura 20).
Nota: para a sua própria segurança,
utilize as traves das guardas laterais
(100 mm de altura; veja a figura 21)
somente com as respectivas corrediças Entalhe para
de plástico apresentadas na figura  22. engate para
A estrutura das corrediças só permite a cima
montagem das traves das guardas late- Guarda lateral
rais numa posição. de metal
Atenção: a utilização de guardas late-
rais que não sejam originais pode cons-
tituir um perigo.
Figura 20

11

9
dritten Personen, insbesondere zum Zwecke
n. [Schutz nach DIN ISO 16016 beansprucht]

Figura 21 Figura 22

Página 13
Modelos aks-L4 / aks-L5
10. Levante os limitadores de alumínio que se encontram na extremidade inferior das
calhas de alumínio (figura 23).
11. Em seguida, levante a guarda lateral pela trave superior e deslize-a pelas calhas
de alumínio com as corrediças. Os rebordos arredondados das traves devem ficar
virados para cima. Puxe a trave para cima até engatar as duas corrediças da guarda
lateral (figura 24).

Limitador de
alumínio
Calha de alu-
mínio

Figura 23 Figura 24

12. Monte a guarda lateral do outro lado da cama do mesmo modo. De seguida, baixe
todos os 4 limitadores de alumínio e aparafuse-os bem.
13. Encaixe o pendural num dos encaixes
que se encontram à direita ou à esquer-
da da cabeceira (figura 25) e, se ainda
não o tiver feito, fixe a pega ao pendu-
ral (veja a secção 8.3 Pendural).
14. Insira a trava de transporte no casqui-
lho livre do pendural (veja o capítulo
9 Transporte do paciente).
15. Utilize uma base de colchão de espuma
sempre que utilizar seja sistemas de so-
breposição antiescaras que não tenham-
nenhuma base de colchão de espuma, Figura 25
seja colchões de espuma cuja estrutura
obrigue à utilização de uma base.
Certifique-se de que a altura da guarda lateral é de, pelo menos, 220 mm a partir
da parte de cima do colchão. Caso a altura seja inferior a 220 mm, utilize uma ex-
tensão para a guarda lateral.
16. Para colocar a cama articulada em funcionamento, proceda de acordo com o capí-
tulo 7 Colocação em funcionamento.

Página 14
Modelos aks-L4 / aks-L5

6 Vista geral

Pendural

Pega

Secção do encosto

Motor da secção do encosto

Guarda lateral

Comando manual

Secções das coxas e das


pernas

Desengate da guarda
lateral Modelo aks-L4
com grade de aço e guardas laterais
Motor da estrutura vertical
de madeira
Sistema de imobilização dos rodízios

Figura 26

Página 15
Modelos aks-L4 / aks-L5

7 Colocação em funcionamento

Nota:
Com a aquisição e a utilização comercial deste dispositivo médico, todas as obrigações
inerentes ao operador são transferidas para si. Informe-se sobre quais são estas obriga-
ções.

Tanto antes da colocação em funcionamento, como após cada remontagem da cama arti-
culada, terá de comprovar que a cama é segura, com base nas instruções de manutenção
apresentadas no capítulo 18 Manutenção.
Para este efeito, efectue uma inspecção visual e de funcionamento (incluindo a medição
eléctrica), de modo a determinar se, eventualmente, a cama sofreu danos ou se surgiram
defeitos durante o armazenamento, o transporte ou a montagem no local de utilização.
Ao posicionar a cama, certifique-se sempre de que fica a uma distância suficiente de ou-
tros objectos, como, p. ex., da parede, do peitoril da janela, de tomadas ou ainda de can-
deeiros de tecto. Trave sempre os rodízios antes de regular a altura da cama.
A cama articulada só pode ser ligada a uma rede eléctrica com 230 Volt de tensão al-
ternada. Ao ligar a cama, disponha o cabo de alimentação de maneira a não poder ser
puxado, pisado ou danificado por peças móveis durante a operação da cama. Além disso,
garanta que a ficha de rede está sempre acessível, para poder desconectar a cama da
rede em caso de emergência.

A regulação motorizada não é indicada para a operação contínua.


Não deve ser excedido o seguinte tempo de funcionamento:
15% em operação contínua máx. de 2 minutos; máx. 5 ciclos de activação
por minuto

Explicação: ao tempo máximo de funcionamento de 2 minutos deve seguir-se uma fase


de arrefecimento de, pelo menos, 11 minutos. Durante o tempo máximo de funciona-
mento não devem ser excedidas as 5 ligações por minuto.
Se o tempo de funcionamento ou a fase de arrefecimento forem excedidas, a protecção
contra sobrecarga desliga automaticamente o sistema de accionamento. Após a respecti-
va fase de arrefecimento, a protecção contra sobrecarga volta a desbloquear a operação
do sistema de accionamento de modo autónomo. Por este motivo, não é permitido exe-
cutar várias funções eléctricas ao mesmo tempo para regular a cama articulada.

Página 16
Modelos aks-L4 / aks-L5

8 Funcionamento

8.1 Rodízios
A cama articulada para acamados está equipada com 4 rodízios com imobilização indi-
vidual da roda. A imobilização individual da roda permite travar cada rodízio individu-
almente, impedindo, assim, o movimento involuntário da cama articulada. Para travar e
destravar os rodízios, accione a respectiva patilha com o pé, colocando-a na posição dese-
jada (figuras 27 + 28).
Assegure-se de que os rodízios estão sempre travados, a não ser que necessite de trans-
portar o paciente.

não imobilizado
imobilizado

Figura 27 Figura 28

8.2 Guardas laterais


A utilização de guardas laterais diminui o ris-
co de queda acidental do paciente da cama
pr
em

articulada.
ri

Para utilizar as guardas laterais, puxe-as lenta-


mente para cima, pela trave superior do lado
da cabeceira ou dos pés, até as corrediças das
guardas laterais se engatarem.
erguer
Para baixar as guardas laterais, erga-as primei-
ro pela trave superior, para soltar o bloqueio
dos botões de desengate. De seguida, prima (Fig. mostra guarda
o botão de desengate até ter baixado a trave lateral de madeira)
superior para além do bloqueamento. Baixe
Figura 29
as guardas laterais lentamente (figura 29).

Página 17
Modelos aks-L4 / aks-L5
A utilização das guardas laterais obriga ao cumprimento das seguintes indicações de se-
gurança:

• Sempre que erguer as guardas laterais, certifique-se de que ficam


devidamente engatadas!
• A guarda lateral só protege efectivamente contra queda se for
erguida de ambos os lados (do lado da cabeceira e do lado dos pés) e
se as secções do estrado, tais como as secções do encosto, das coxas
e das pernas, se encontrarem na posição horizontal!
• Durante a utilização das guardas laterais há o perigo acrescido de
esmagamento e de escoriações ou, no geral, perigo de ficar preso ou
de cair devido às grandes folgas. Por este motivo, deve verificar se as
guardas laterais são adequadas, tendo em conta as particularidades
do respectivo utilizador da cama, em especial as distâncias entre
traves e barras relativamente à constituição física da pessoa acamada.
Certifique-se de que a altura da guarda lateral é de, pelo menos,
220 mm a partir da parte de cima do colchão. Caso a altura seja
inferior a 220 mm, utilize uma extensão para as guardas laterais.
• Antes de regular a secção do encosto ou a secção das pernas, o
utilizador tem de se certificar de que o paciente não tem as mãos ou
os pés entre as traves das guardas laterais.

8.3 Pendural
Coloque o pendural na bucha de encaixe esquerda ou direita, conforme seja necessário
(veja o capítulo 5 Montagem, figura 25). Para facilitar a entrada e a saída da cama, o
pendural pode ser movimentado do centro para a borda da cama.
Fixe a alça da pega entre as duas cavilhas de limitação e ajuste a altura da pega às neces-
sidades individuais do paciente, dentro da gama de ajuste possível de 30 cm.

A carga de trabalho segura máxima do pendural de 80 kg não pode ser


excedida.

Página 18
Modelos aks-L4 / aks-L5

8.4 Estrado
A cama articulada para acamados da aks é regulada electricamente. A altura do estrado,
a secção do encosto bem como as secções das coxas e das pernas também são reguladas
electricamente.

Regulação da altura do estrado


A altura do estrado pode ser regulada continuamente de 400 mm até 800 mm. Para o
fazer terá de travar previamente os rodízios (figura 28).

Regulação da inclinação da secção do encosto


A secção do encosto pode ser regulada continuamente entre 0° e 70° (figura 26, página
15). A regulação da secção do encosto é independente da regulação das secções das co-
xas e das pernas.

Possibilidades de regulação em função do tipo de cama

Modelo aks-L4
Regulação do ângulo entre a secção das coxas e a secção das pernas
A secção das coxas pode ser regulada continuamente entre 0° a 20°. A secção das pernas
é movimentada por arrasto. A secção das coxas de uma cama do modelo aks-L4 pode ser
colocada nas seguintes posições (figuras 30 e 31):

Posição horizontal Flexão dos joelhos

Figura 30 Figura 31

Página 19
Modelos aks-L4 / aks-L5
Modelo aks-L5
Regulação do ângulo entre a secção das coxas e a secção das pernas
Graças à regulação patenteada da elevação das pernas, o paciente pode proceder à regu-
lação utilizando o comando manual, sem precisar de recorrer à ajuda de terceiros.
A secção das coxas pode ser regulada continuamente entre 0° a 20°. Além disso, a secção
das pernas também pode ser comandada electricamente, com o comando da secção das
coxas, de modo a ficar colocada numa das posições predefinidas do mecanismo de enga-
te. Aquando da regulação da secção das coxas, a passagem por cada posição do mecanis-
mo de engate é audível. Antes de baixar a secção das pernas, coloque a secção das coxas
na posição mais alta.
Além da posição horizontal, existem ainda as posições de flexão dos joelhos e de eleva-
ção das pernas (figuras 32 e 33):

Flexão dos joelhos Elevação das pernas

Figura 32 Figura 33

Página 20
Modelos aks-L4 / aks-L5

8.5 Comando manual


Ao accionar as regulações eléctricas deve veri- Modelos aks - L4 / L5
ficar se há espaço suficiente para os movimen-
tos. Membros do corpo, bem como objectos,
devem estar fora do campo de regulação.
Regulação da
Para executar as funções comandadas electri- secção do encosto
camente, prima a tecla de função correspon- (0° - 70°)
dente no comando manual até alcançar a po-
sição pretendida (figura 34). Tenha em aten- Regulação da
ção que neste processo nunca poderá execu- secção das coxas
tar mais do que uma função de cada vez. Caso (0° - 20°)
contrário, o sistema eléctrico poderá desco-
nectar-se devido a sobrecarga. Regulação da
Se o comando manual não for necessário, altura do estrado
(altura 40 - 80 cm)
pendure-o nos ganchos de suspensão na trave
superior da guarda lateral.
Na parte de trás do comando manual exis-
te um botão rotativo que deve ser operado
com a respectiva chave. A par da função de
bloqueio descrita no capítulo 8.6, este botão
também permite testar o cabo do comando
manual. O cabo está em perfeitas condições
se, estando o botão rotativo na parte de trás
Figura 34
do comando manual seja na posição I, seja na
posição II, a cama não reagir quando o coman-
do manual é accionado (figura 37). Isto também se aplica à descida de emergência com a
bateria.
Se isso não acontecer, o cabo está com defeito e tem de ser substituído pelo seu agente
aks.

Página 21
Modelos aks-L4 / aks-L5

8.6 Função de bloqueio


O comando manual está equipado com uma função de bloqueio, i.e. as funções do co-
mando manual podem ser bloqueadas com a respectiva chave. Introduza a chave (figu-
ra 35) no botão rotativo existente na parte de trás do comando manual (figura 36). Se
pela abertura da chave for visível um cadeado aberto (figura 37), isto significa que o co-
mando manual está desbloqueado. Se, pelo contrário, for visível um cadeado fechado, o
comando manual encontra-se bloqueado. Retire sempre a chave do comando manual. O
utilizador deverá transportá-la consigo ou guardá-la num local seguro, para que a função
de bloqueio não seja novamente desactivada por pessoas não autorizadas.

bloqueado

Abertura desbloque- Teste


ado
Figura 35 Figura 36 Figura 37

8.7 Descida de emergência


A descida de emergência oferece a possibilidade de, em caso de falha de energia ou
quando a cama não está ligada à rede eléctrica, descer os motores de regulação para a
posição mais baixa. A descida de emergência deve ser efectuada num motor de cada vez
(não desça vários motores ao mesmo tempo).
Isto é possibilitado graças a uma pilha monobloco de 9 Volt que se encontra na unidade
de alimentação. Contudo, a energia só é suficiente para uma descida de emergência. Por
motivos de segurança, a pilha deve ser substituída após cada utilização ou manutenção,
de acordo com o plano de manutenção.

Página 22
Modelos aks-L4 / aks-L5

8.8 Mecanismo de desconexão da rede


Em caso de não utilização do sistema de regula-
ção, o mecanismo de desconexão da rede, isen-
Pre
to de manutenção, procede à desconexão om- mer
nipolar da cama articulada para acamados na
própria ficha. Neste caso, não existe tensão de
rede no cabo de ligação à rede eléctrica nem no
transformador. A tensão de rede só é ligada de-
pois de se accionar o comando manual. Um con-
densador na unidade de alimentação fornece a
energia necessária para activar o relé de 2 pólos
no conector com mecanismo de desconexão da
rede. Em cada processo de regulação, o conden-
sador é novamente carregado, ficando pronto Figura 38
para a próxima utilização. A pilha monobloco de
9‑Volt‑, instalada de fábrica com o mecanismo de desconexão da rede para a descida de
emergência, alimenta o condensador em caso de necessidade, se esta ficar com menos
tensão devido a uma autodescarga após semanas de não utilização. Se, após semanas
sem ser utilizado, o condensador estiver vazio e não estiver conectado a nenhuma pilha
operacional, basta premir uma vez o botão verde no conector do mecanismo de descone-
xão da rede para reiniciar a comutação (figura 38).
O mecanismo de desconexão da rede oferece as seguintes vantagens:
• em repouso, os motores não apresentam campos alternados eléctricos e electro-
magnéticos ("nevoeiro eléctrico").
• em repouso, os motores não consomem energia "vazia".
• o transformador não emite um ruído constante.
• compatível com mecanismos de desconexão da rede superiores.

Página 23
Modelos aks-L4 / aks-L5

9 Transporte do paciente

Em princípio, a cama articulada para acama-


dos está também indicada para o transporte
de pacientes. Antes de transportar um pacien-
te, tenha em atenção que deve colocar a cama
na posição mais baixa e descer as secções do
estrado, nomeadamente as secções do encos-
to, das coxas ou as pernas. Puxe as guardas la-
terais para cima, até engatarem de modo au-
dível. Durante o transporte utilize a trava de
transporte, de modo a evitar o risco de pas-
sar com a cama por cima do cabo de ligação à
rede eléctrica e de fazer tombar o mecanismo
de desconexão da rede. Certifique-se de que Figura 39
o paciente não tem as mãos ou os pés fora da
cama. Remova os aparelhos ou objectos que
estiverem pendurados na cama.

Modo de procedimento:
A trava de transporte está alojada dentro do
suporte do pendural que está livre (figura 39).
Para mover ou transportar a cama, enrole
o cabo de ligação à rede eléctrica à volta do
estrado e encaixe a ficha de rede na trava de
transporte (figura 40).
Ao inserir a ficha de rede, assegure-se de que
introduz ambos os contactos da ficha nas
aberturas da tampa e que esta está firmemen-
te colocada.
Figura 40

Página 24
Modelos aks-L4 / aks-L5

10 Acessórios / conjuntos
Neste equipamento só devem ser utilizados acessórios originais da aks, pois apenas estes
são testados por nós e garantem, deste modo, um funcionamento perfeito e seguro.
Acessórios:
• Colchão de espuma RG 35 kg/m³, 90x200x12 cm, 8 kg N.º art. 77050
• Extensão do colchão RG 35 kg/m³, 90x20x12 cm N.º art. 77070
• Almofadas para as guardas laterais (um lado) N.º art. 77551
• Extensão para as guardas laterais de madeira
(obrigatório quando a altura entre o colchão e o N.º art. 39047
rebordo superior da guarda lateral for < 22 cm)
• Extensão da cama de 20 cm para o estrado de grade N.º art. 39197
(com 4 traves para as guardas laterais de madeira
e 4 corrediças das guardas laterais)
• Extensão da cama de 20 cm para o estrado de
ripas de madeira estrado (com 4 barras para as N.º art. 39198
guardas laterais de madeira e 4 corrediças das
guardas laterais)

• Equipamento auxiliar de transporte e armazenamento N.º art. 77039
Mais acessórios mediante pedido.
Conjuntos:
Podem ser usados outros produtos da aks com esta cama articulada. Estes incluem, p. ex.,
os nossos sistemas antiescaras ou os nossos elevadores de pacientes da aks.
Utilize apenas colchões cujas dimensões correspondam às dimensões do estrado (inclusi-
ve se a extensão da cama estiver a ser utilizada). Ao utilizar os colchões, tenha ainda em
consideração as seguintes alturas máximas para os colchões (medidas desde o estrado até
à superfície do colchão):
Guardas laterais de madeira Guardas laterais de metal
Estrado de madeira 15 cm 17 cm

Estrado de metal 17 cm 19 cm

Caso a distância entre a superfície do colchão e o rebordo superior das guardas laterais
for inferior a 220 mm, deverá utilizar uma extensão para as guardas laterais.

ATENÇÃO!
A utilização de guardas laterais que não sejam originais pode constituir um
perigo.
Não utilize este conjunto se detectar eventuais perigos. Se tiver dúvidas, o
agente aks responsável terá todo o gosto em o ajudar.

Página 25
Modelos aks-L4 / aks-L5

11 Cuidado / limpeza

As camas articuladas devem ser limpas manualmente com um pano húmido. Como de-
tergentes, pode utilizar produtos de limpeza e conservação adequados para móveis de
madeira e plástico.
Ao fazê-lo, tenha em atenção os pontos que se seguem:
• Não utilize produtos abrasivos nem produtos de limpeza com cloreto de amónio.
• Utilize apenas produtos dermatologicamente testados.
• Não utilize produtos de limpeza básicos e alcalinos.
• Não utilize produtos de limpeza agressivos, p. ex. solventes, nem escovas duras,
etc.
• Não mergulhe os componentes eléctricos em água, mas limpe-os apenas com um
pano ligeiramente humedecido.
• Para a desinfecção com um pano embebido em desinfectante, utilize apenas pro-
dutos suaves e delicados, que constem da lista de desinfectantes da VAH (associa-
ção alemã de higiene aplicada).

A cama articulada para acamados, e, em especial, o sistema eléctrico,


não deve, em caso algum, ser limpa com uma lavadora de alta pressão,
uma mangueira de água ou um sistema semelhante, para não danificar as
superfícies e as vedações e evitar a penetração de água.

12 Armazenamento

Em caso de não utilização ou armazenamento prolongados, poderá guardar a cama arti-


culada em cima do equipamento auxiliar de transporte, de modo a poupar espaço. Para
o poder fazer, desmonte a cama pela ordem inversa da descrita no capítulo 5 Montagem.
Retire a pilha monobloco de 9 Volt a título de precaução. Sempre que armazenar a cama,
cubra-a com uma película ou um lençol, para a proteger do pó.
O local de armazenamento deve ser o mais fresco e seco possível, e ter uma temperatura
não superior à temperatura ambiente normal. Proteja a cama da radiação solar directa.
As condições ambientais devem corresponder a uma temperatura ambiente entre os 0 °C
e os 40 °C, a uma humidade atmosférica entre os 20 % e os 80 %, e a uma pressão atmos-
férica entre 700 hPa e 1060 hPa.

Página 26
Modelos aks-L4 / aks-L5

13 Reutilização

A cama articulada para acamados pode ser reutilizada. Certifique-se de que, antes de
voltar a ser utilizada, a cama foi limpa e foi submetida a uma manutenção segundo o ca-
pítulo 18 Manutenção.

14 Vida útil

A vida útil das camas articuladas para acamados depende naturalmente da forma como
são utilizadas. A vida útil da cama é reduzida tanto pelos deslocamento, transporte, ins-
talação e limpeza frequentes, como pelo manuseamento indevido, pela manutenção ir-
regular e pela ultrapassagem do tempo de funcionamento dos motores ou da carga de
trabalho segura.

15 Eliminação

Se a cama já estiver gasta e já não for utilizada, os com-


ponentes eléctricos têm de ser tratados e eliminados
correctamente como sucata eléctrica, em conformidade
com a directiva WEEE (Resíduos de Equipamentos Eléc-
tricos e Electrónicos) O símbolo na figura 41 indica isso
mesmo. No caso de camas articuladas comercializadas
após 13.08.2005, a entidade operadora tem a obrigação
legal de devolver os respectivos componentes eléctricos
ao fabricante para eliminação, em vez de os entregar
em centros de recolha municipais. Esta retoma pauta-se
pelo disposto nas nossas condições gerais de venda.
Em caso de transformação da cama em sucata, deverá
eliminar as peças de madeira, de plástico e de metal uti-
lizadas separadamente e de forma correcta. Para este
efeito, dirija-se à empresa de tratamento de lixo da sua
área.
Figura 41

Página 27
Modelos aks-L4 / aks-L5

16 Garantia

A cama caracteriza-se por uma vida útil prolongada e uma elevada fiabilidade. Se a cama
articulada para acamados da aks sofrer uma avaria que inviabilize o seu funcionamen-
to, determine qual é a avaria, com base na tabela do capítulo  17 Causa / eliminação de
avarias. Se, mesmo assim, a avaria persistir, informe o seu agente aks. Este irá resolver o
problema o mais rapidamente possível e, se necessário, irá providenciar todas as peças
sobressalentes necessárias.
No âmbito das nossas condições de fornecimento e de pagamento, assumimos a respon-
sabilidade pela garantia do estado perfeito das nossas camas articuladas para acamados.
Assim, concedemos uma garantia de fábrica de 24 meses, a contar da data da aquisição,
para falhas no material.

ATENÇÃO!
O incumprimento das indicações do manual de instruções, a execução
incorrecta das operações de manutenção e a introdução de alterações
técnicas e de complementos (acrescentos) sem autorização da aks têm como
consequência a extinção da garantia e da responsabilidade pelo produto
em geral.

17 Causa / eliminação de avarias


Nem todas as avarias de funcionamento pressupõem um defeito na cama articulada. A
tabela seguinte auxilia-o a eliminar avarias de funcionamento.

As reparações e medições dos componentes eléctricos, bem como a


substituição da pilha monobloco de 9 Volt, só podem ser levadas a cabo
por técnicos electricistas qualificados e autorizados!

Avaria Causas possíveis Solução


Função de bloqueio activada Desbloqueie o comando manual
Ligue a ficha de rede e prima o botão
verde da ficha de rede / do mecanismo de
Ficha de rede desligada da tomada
desconexão da rede (verifique o estado da
O comando manual pilha monobloco 9 Volt)
ou o sistema de Inspeccione a tomada / caixa de fusíveis e
accionamento não prima o botão verde da ficha de rede / do
funcionam  Tomada de 230 V sem tensão
mecanismo de desconexão da rede (verifique
o estado da pilha monobloco 9 Volt)
Mecanismo de desconexão da rede Prima o botão verde da ficha de rede / do
desactivado e pilha monobloco de 9 mecanismo de desconexão da rede (substitua
Volt sem carga a pilha monobloco de 9 Volt)
A descida de
emergência, p. ex.
em caso de falha Pilha monobloco de 9 Volt sem carga Substitua a pilha monobloco de 9 Volt
de energia, não
funciona
Ficha de rede desligada da tomada ou
Ligue a ficha de rede ou determine a causa
A cama movimenta- tensão de rede não disponível (p. ex.
da perda de tensão e substitua a pilha
se muito lentamente falha de energia). A cama funciona
monobloco de 9 Volt
com a pilha monobloco de 9 Volt

Página 28
Modelos aks-L4 / aks-L5

18 Manutenção

18.1 Indicações gerais de manutenção


A durabilidade da cama articulada para acamados depende essencialmente da forma
como é tratada. Para garantir uma operação segura, um técnico autorizado deveria efec-
tuar, pelo menos anualmente, uma inspecção visual, uma inspecção de funcionamento e,
no final, uma inspecção eléctrica.
Se a cama não for submetida regularmente a uma manutenção correcta, não é possível
garantir uma utilização segura. Nesse caso não é possível detectar sinais de desgaste, da-
nos ou elementos de ligação soltos.
Em caso de danos ou defeitos, informe o seu agente aks, que procederá à substituição
das respectivas peças. Em caso de danos no cabo de ligação à rede eléctrica ou em peças
do sistema eléctrico, a cama deve ser desligada da rede e não deve voltar a ser operada
electricamente. Se forem necessárias reparações, estas só podem ser realizadas por um
técnico autorizado.

• O sistema eléctrico compõe-se de componentes individuais,


nomeadamente motores de regulação, unidade de alimentação
e comando manual. Estas unidades fechadas estão isentas de
manutenção e não podem ser abertas. A estrutura modular das camas
articuladas possibilita a substituição dos componentes individuais.
• Só podem ser utilizadas peças sobressalentes originais da aks. A
utilização de quaisquer outras peças anula a concessão de / cobertura
pela garantia. A utilização de peças sobresselentes não autorizadas
pela aks acarreta a exclusão da responsabilidade geral pelo produto.
• A introdução de quaisquer alterações técnicas e a montagem de
quaisquer complementos (acrescentos) carece da autorização da aks.
Utilize apenas as peças individuais fornecidas para a cama articulada.
• A respectiva garantia não cobre um manuseamento incorrecto, como,
p. ex., sacudidelas, pancadas ou choques.

Com a aquisição e a utilização comercial deste dispositivo médico, todas as obrigações


inerentes ao operador são transferidas para si. Informe-se sobre quais são estas obriga-
ções.
A entidade operadora / o utilizador das camas articuladas eléctricas têm o dever de, de
acordo com a disposição em matéria de prevenção de acidentes BGV A3 em vigor na Ale-
manha, inspeccionar as camas antes de cada colocação em funcionamento, após cada re-
paração e, no geral, no âmbito da manutenção anual por um electricista.

Página 29
Modelos aks-L4 / aks-L5
De acordo com a norma VDE 0751-1 esta verificação tem de incluir os seguintes pontos:
• inspecção visual
• medição da resistência de isolamento
• medição da corrente de fuga
• inspecção do funcionamento
• avaliação geral

Nota: durante os trabalhos de manutenção, tenha à mão uma pilha monobloco de 9 Volt
sobresselente, para qualquer eventualidade.

Assistência:
Caso tenha perguntas ou necessite de ajuda, entre em contacto com o seu agente, que
recebeu formação de acordo com as nossas directrizes e está apto a aconselhá-lo e a pres-
tar-lhe assistência e serviço de reparações. Dispomos de uma rede de agentes em toda a
Europa. Deste modo garantimos que os seus desejos serão cumpridos da melhor manei-
ra.

18.2 Substituição da pilha


A vida útil natural da pilha monobloco de 9 Volt não é superior a aprox. 3 anos. Respeite
o prazo de validade. Após a realização de uma descida de emergência e de um acciona-
mento em caso de falha da linha de tensão, a pilha monobloco de 9 Volt tem de ser subs-
tituída.

A pilha monobloco original de 9 Volt só pode ser substituída por uma pilha
alcalina de manganês equivalente de tipo 6LR61.
A substituição da pilha monobloco de 9 Volt só pode ser efectuada por
técnicos electricistas qualificados e autorizados!

Para aceder à pilha monobloco de 9V, é necessário abrir o compartimento selado das pi-
lhas (figura 42).

Página 30
Modelos aks-L4 / aks-L5
Remoção da pilha:
1. Eleve a secção do encosto e baixe a
guarda lateral. Pilha
Importante: desligue agora a ficha de monobloco
rede da tomada. de 9 Volt
2. Desaperte o parafuso de fixação e reti-
re a unidadealimentação do motor da
secção do encosto. Ao fazê-lo, preste
atenção à disposição dos cabos.
3. Com uma chave Philips desaperte os
Tampa do com-
parafusos de fixação da tampa do com-
partimento das
partimento das pilhas e remova-a.
pilhas
4. Retire a pilha do respectivo comparti-
Figura 42
mento e desconecte-a da ficha de con-
tacto.

Colocação da pilha:
5. Conecte a ficha de contacto à nova pilha, pressionando com firmeza, e coloque a
pilha no respectivo compartimento.
6. Volte a aparafusar o compartimento das pilhas com os parafusos de fixação. Tenha
atenção para não danificar a vedação e não torcer os parafusos ao apertá-los.
7. Volte a colocar a unidade de alimentação no motor da secção do encosto e aper-
te-a bem com um parafuso de fixação, para que não escorregue para o lado. Ao
fazê-lo, preste atenção à disposição dos cabos.
8. Para finalizar, inspeccione o guia-cabos e as ligações de encaixe, e certifique-se de
que a unidade de alimentação está firmemente presa.

Acumuladores e pilhas usados não podem ser eliminados juntamente com


o lixo doméstico. Têm de ser eliminados de acordo com a regulamentação
relativa à retoma e eliminação de pilhas e acumuladores usados.

Página 31
Modelos aks-L4 / aks-L5

18.3 Plano de manutenção


A cama deve ser submetida a manutenção pelo menos uma vez por ano e antes de cada
reutilização da mesma.
Nota: se a taxa de erro das medições eléctricas (DIN VDE 0751-1:2001) nas suas instalações for < 2 %, a BGV A3 permite-lhe, na função
de entidade operadora, prolongar os intervalos de manutenção para 2 anos.
Inspeccione o cabo de ligação à rede eléctrica, para se certificar de que não apresenta danos mecânicos, regular e frequentemente (p.
ex. mensalmente, bem como após cada esforço mecânico).

Verificação dos requisitos essenciais OK


Utilização segura e adequada
Conjunto de acessórios ou aparelhos admissível
Placa de características afixada
Manual de instruções presente
Inspecção das peças mecânicas
Não se verificaram intervenções não autorizadas, alterações ou manuseamento indevido
Ausência de sujidade (em especial nos tubos de elevação)
A superfície não apresenta danos nem corrosão
Sem deformações ou soldaduras expostas
Inexistência de desgaste mecânico
Conectores (parafusos, cavilhas): bem aparafusados e firmes
Rodízios: fixos e em perfeito estado
Placas espelhadas: fixas e em perfeito estado
Guardas laterais: fixas e em perfeito estado
Pendural com pega e encaixe: sem danos nem desgaste, e com o autocolante "máx. 80 kg" afixado
Trava de transporte para ficha de rede presente
Inspecção das peças eléctricas
Cabo de ligação à rede eléctrica e ficha de rede
Protecções contra vincos e pressão aplicadas
Cabo de ligação (tenha em atenção a disposição, os danos e o risco de ficar preso)
Caixa do sistema eléctrico (vedações, inexistência de fissuras nas caixas, encaixes do motor e tubos de elevação)
A unidade de alimentação está firmemente alojada no motor da secção do encosto e está segura com o parafuso de fixação
Substitua a pilha monobloco de 9 Volt (pilha alcalina de manganês do tipo 6LR61)
Todas as ligações de encaixe na unidade de alimentação estão vedadas com um conector com anel vedante
ou com um bujão roscado com anel de vedação
Todos os motores estão firmemente fixados
Placas de características afixadas nos motores e na unidade de comando
Inspecção eléctrica segundo a norma DIN VDE 0751-1:2001
Medição da resistência de isolamento (superior a 7 MΩ)
Medição da corrente de fuga dos aparelhos de substituição (máx. 0,2 mA)
Teste de funcionamento
Guardas laterais (montagem, desengate, distâncias de segurança, deflexão)
Rodízios (baixo atrito, não emitem ruídos estranhos)
Travões (travagem, imobilização)
Comando manual (sistema de protecção contra erros imprevistos: o comando manual não reage nas posições
I ou II do botão rotativo)
Motores (execução de gamas de regulação completas com o comando manual, baixo atrito, velocidade,
desligamento final em ambos os sentidos, consumo de energia, inexistência de ruídos estranhos)
Mecanismo de desconexão da rede (clique audível de cada vez que se acciona o comando manual)
Avaliação geral
Cama em perfeito
Data Empresa Inspector Assinatura
estado
SIM NÃO

Página 32
Modelos aks-L4 / aks-L5

19 Dados técnicos

Dados técnicos
Dispositivo médico de classe I segundo o anexo IX da directiva relativa aos
Classificação:
dispositivos médicos (MDD)
Dimensões nominais dos
90 x 200 cm
estrados:
Dimensões exteriores: 104,5 x 219 cm
Regulação da altura: 40 a 80 cm
Regulação da secção do
0° a 70°
encosto:
Secção das coxas dos modelos
0° a 20°
L4 / L5:
Secção das pernas do modelo
14° a -21° (com a secção das coxas na posição mais alta)
L5:
Rodízios: d=100 mm com imobilização individual de cada roda
Carga de trabalho segura: 185 kg
Peso máx. do paciente 150 kg
Peso em vazio: 90 kg
Pesos individuais: < 20 kg
Pendural: 5,5 kg
- temperatura ambiente de 0 °C a 40 °C
Condições ambientais: - humidade atmosférica de 20 % a 80 %
- pressão atmosférica de 700 hPa a 1060 hPa
Dados eléctricos
Tensão de entrada: 230 V CA, 50/60 Hz
Consumo de energia: 150 W, máx. 2 A
15 % em operação contínua máx. de 2 minutos; máx. 5 ciclos de activação por
Tempo de funcionamento:
minuto
Classe de protecção: II
Tipo de protecção: IPX4
Pilha para a descida de
pilha monobloco alcalina de manganês de 9 Volt do tipo 6LR61
emergência:
Nível de pressão sonora: < 53 dB(A) à distância de 1 m
Explicação dos símbolos

Classe de protecção II contra choque eléctrico

Tipo B

Respeite a documentação anexa

Indicada apenas para espaços interiores secos

Símbolo WEEE (o aparelho não pode ser eliminado com o lixo doméstico)

Este produto está em conformidade com os requisitos de segurança principais


mencionados nos requisitos essenciais da Directiva 93/42/CEE relativa a
dispositivos médicos.

Todas as peças e todos os dados estão sujeitos a um aperfeiçoamento contínuo, pelo que
podem divergir dos dados indicados.

Página 33
Modelos aks-L4 / aks-L5

Página 34
Modelos aks-L4 / aks-L5
Registe aqui o número de série da sua cama articulada para acamados:
Número de série: _____________________________

Registe aqui o ano de fabrico da sua cama articulada para acamados:


Ano de fabrico: _____________________________

Registe aqui o número de telefone e o nome da pessoa de contacto do seu agente aks:
Nome: _____________________________
Número de telefone: _____________________________

Notas:

Página 35
aks - aktuelle krankenpflege systeme GmbH
Antwerpener Straße 6
53842 Troisdorf, Alemanha
Tel.: +49(0)2241 / 9474-0
Fax: +49(0)2241 / 9474-88
E-mail: aks@aks.de
Internet: http://www.aks.de

A reprodução, ainda que parcial, carece da autorização prévia do editor. Todos


os direitos, incluindo o direito a alterações técnicas, reservados.